P. 1
Apostila Arranjo Físico

Apostila Arranjo Físico

4.67

|Views: 86.097|Likes:
Publicado porRoberta Cristina

More info:

Published by: Roberta Cristina on Dec 12, 2008
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/15/2013

pdf

text

original

A proteção dos locais de trabalho e dos homens que neles
trabalham através de cores e sinais de prevenção de acidentes, constitui uma
técnica especial de segurança que permite a obtenção de resultados importantes
: disciplinar o trânsito de máquinas, veículos e funcionários na indústria, e alertar
os trabalhadores e pessoas estranhas ao serviço sobre a existência de perigo
iminente (eletricidade, vala aberta, quedas e outros.)

São muitos poucos os profissionais de segurança que de uma forma
ou de outra não tenham deparado pelo menos uma vez com esse problema. Em
toda indústria chega um momento em que o trabalho deve continuar paralelo a
certas circunstâncias temporárias : trabalhos de manutenção, situações de
emergência ou de redistribuição das operações, quando então se torna
necessário reestruturar os movimentos das pessoas e veículos e principalmente
alertar os trabalhadores dos riscos inerentes aqueles trabalhos. Disso advém a
necessidade do uso de cores e sinais uniformes, para prevenir certos riscos.

Convém, desde já, lembrar que os profissionais de segurança do
trabalho não devem utilizar a cor e o sinal como único recurso para eliminar os
riscos, mas sim como meio de alerta sobre riscos, que não podem ser
completamente eliminados através das chamadas medidas de proteção relativas
ao meio, de ordem técnica ( proteção de máquinas, arranjo físico, ventilação,
etc.), e como precauções adicionais contra lesões ao pessoal e danos à
propriedade.

8.1 Consideração Gerais Sobre as Cores

As cores no ambiente de trabalho têm as seguintes funções:
-princípios de ordenação, auxílio de orientação;
-símbolos de segurança;
-contraste de cores para facilitar o trabalho;
-efeitos psicológicos das cores.

Percepção e visibilidade são conseguidas através do uso de cores
adequadas nas paredes, forros , pisos e equipamentos.
As qualidades de reflexão de uma superfície contribuem para
melhorar o rendimento da iluminação e cores convenientemente escolhidas
ajudam a eliminar contrastes e brilhos pronunciados que constituem uma
combinação prejudicial ao olhos do trabalhador, principalmente quando presente
no seu campo visual.

Se usarmos criteriosamente as cores, um interior pode-se tornar
mais atrativo, a fadiga visual será menor e feitos psicológicos refrescante, daí o
nome que recebem : cores frias. São introspectivas, tranqüilizantes,
repousastes. São cores que se expandem, aumentando, aparentemente, as
dimensões que se expandem internamente de um ambiente, quando se está
dentro dele. Reduzem entretanto, observados de fora, as superfícies de cartazes
e avisos. Um suave azul esverdeado é comumente usado nos locais onde a
temperatura alcança valores elevados.

34

Amarelos, vermelhos e laranjas são cores quentes. Aumentam,
aparentemente, a temperatura do ambiente. São extropectivas, dinâmicas,
agressivas e excitantes. Diminuem, aparentemente, os avisos e cartazes.

Quando se quer comunicar idéia de calor tanto para um ambiente
como para um aviso e cartaz, usa-se em maior extensão, isto é, como dominante
uma cor quente. Em caso contrário, fria.

Com relação as cores leves ( amarelo, verde e alaranjado), é
conveniente empregá-las na dimensão vertical e as cores pesadas ( azul,
púrpura e vermelho) na horizontal. A mesma orientação é válida para as cores
claras (parte superior) e escuras (base).

8.2 A Cor na Segurança do Trabalho

Se usarmos uma única cor para identificar um perigo, pode-se
condicionar uma reação de proteção automática em uma pessoa. Por isso, vem
sendo usadas determinadas cores hoje em dia para identificar e sinalizar
determinados perigos em vários países.
Sobre a simbologia de cores gerais podemos resumir que ;

- vermelho é a cor do “perigo”; isto significa PARE, proibido.
Vermelho é também a cor de aviso para perigos de incêndio (instalações de
extintores, etc.);

- amarelo, muitas vezes em contraste com o preto, significa perigo
de colisão, cuidado, risco de tropeçar. Amarelo-preto são também cores de aviso
de transportes;

- verde, significa salvação, ajuda, caminho de fuga, saída de
emergência. O verde é usado para identificação de objetos para salvamento e
instalações de primeiros socorros;
- azul não é propriamente uma cor de segurança, mas serve mais como
cor de ordenação ou organização. O azul é usado para orientações, aviso, sinais
e indicador de direções.

A cor pode e deve ser usada na segurança do trabalho. Para alcançar
essa finalidade, estudos foram desenvolvidos, resultando a norma NB-76 Cor na
Segurança do Trabalho
da Associação Brasileira de Normas Técnicas.
Essa norma tem por objetivo fixar as cores que devem ser usadas
nos locais de trabalho para prevenção de acidentes, identificando os
equipamentos de segurança, delimitando áreas e advertindo contra perigos.
A norma NB-54 da ABNT fixa as cores fundamentais a serem
aplicadas sobre canalizações empregadas nas indústrias para a condução de
líquidos e gases, a fim de facilitar sua identificação e evitar acidentes (ver tabela
abaixo).

35

COR/USO

CANALIZAÇÕESSINAIS E
AVISOS

RISCOS FÍSICOS
E MÁQUINAS

EQUIPAMENTOS

VERMELHO

Rede de água
contra incêndio.
"SPRINKLERS".

Localização de
equipamento
contra
incêndio.
Avisos de
Perigo. Saídas
de emergência

Dispositivos de
parada

de

emergência.

Extintores Hidrantes.
Recipientes
contendo líquidos
inflamáveis. Caixa
contendo
equipamentos de
incêndio. Caixas de
alarme. Mangueira
de acetileno (solda).

AMARELO

Gases

não

liquefeitos.

Precaução
contra riscos e
práticas
inseguras
(colisões,
quedas

e

acidentes).

Obstruções
(colunas, vigas)
parte inferior dos
montantes das
escadas, bordas
das plataformas
de carga e
descarga; placas
de advertências. É
aconselhável o
uso de faixas
alternadas pretas.

Equipamento pesado
de construção e de
manuseio.
Recipiente para
transporte e guarda
explosivos (deve-se
utilizar a palavra
"explosivos",
"inflamável" em
vermelho sobre o
amarelo.

PÚRPURA
(Lilás)

ÁLCALIS

Radiação
(aviso e
sinais) áreas
de manuseio
e

de
armazename
nto desses
materiais.

Recipientes para
guardar materiais
radioativos:
Equipamento
contaminado. Raio-X e
luzes que indicam
materiais produtores
de irradiação.

CREME

Produtos
Intermediários ou
Pesados.

ALUMÍNIO

Gases Liquefeitos
e combustíveis de
baixa
viscosidade. Ex.:
Óleo

Diesel,

gasolina,
querosene,
varsol, solventes,
etc...

CINZA
CLARO

VÁCUO

Canalizaçõe
s

que

tenham

CINZA
ESCURO

Eletrodutos

MARROM

COR VAGA*

36

COR/USO

CANALIZAÇÕESSINAIS E
AVISOS

RISCOS FÍSICOS
E MÁQUINAS

EQUIPAMENTO
S

VERDE

ÁGUA
EMBLEMAS**

Quadros

de
Instruções de
segurança

e

caixas

de
equipamentos de
primeiros socorros;
saídas que não
sejam

de

emergência,
localização de EPI,
caixas contendo
EPI.

Dispositivos de
segurança,
mangueiras de
oxigênio (solda).
Conexão a terra
de equipamento
elétrico. Chuveiro
e lava-olhos de
segurança.

AZUL

AR COMPRIMI-
DO.

Prevenção contra
movimento
acidental de
qualquer
equipamento em
manutenção; os
avisos deverão ser
colocados nos
pontos

de
arranques ou
fontes de potência.

Botões

de

arranque,
elevadores,
tanques, caldeiras,
controles elétricos,
andaimes, móveis,
válvulas.

BRANCO
E PRETO

Branco - Vapor.
Preto:
Inflamáveis e
Combustíveis de
alta viscosidade.
Ex:

óleo
combustível, óleo
lubrificante
alcatrão, asfalto,
piche etc...

Informativos:
baseado

em
procedimentos e
normas
estabelecidas, usa-
se preto e branco.
Ex.: elevador
somente para
carga. Direcionais:
indicação

de
saídas, escadas e
outras

áreas

importantes.
Ordem e Limpeza
Trânsito.

Os seguintes locais
serão pintados de
branco

para
segurança dos
operários:
demarcação de
corredores, limites
de escada, zonas
de segurança.

Localização de
recipientes de
lixo. Localização
de bebedouros.
Recipientes de
lixo.

LARANJA

ÁCIDOS

Partes perigosas
de

máquinas,

guardas

de
máquinas. Interior
de caixas elétricas.
Botões de arranque
de segurança.
Bordas expostas de
polias,
engrenagens, de
corte, bordas de
serra, prensas, etc.

Partes móveis e
perigosas de
equipamentos.

37

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES :

- O uso das cores deve ser mais reduzido possível. Quando
utilizadas em excesso, ocasionam distração, confusão e fadiga ao trabalhador,
principalmente se este estiver constantemente no campo visual.
- A indústria para efeito de identificação mais detalhada
( concentrações, temperaturas, pressões, grau de pureza, etc.) adotará faixas
cuja cor ficará a seu critério.

- Obrigatoriamente a canalização de água potável deverá ser
diferenciada de forma inconfundível das demais.
- Para fins de segurança, os depósitos ou tanques fixos que
armazenam fluidos deverão ser identificados pelo mesmo sistema de cores que
as canalizações por eles abastecidos.
- O sentido de transporte do fluido deve ser indicado.

8.3 A Cor nos Ambientes de Trabalho

Antes de abordar a coloração de uma sala, precisa-se definir a
função desta sala e analisar cuidadosamente seu ocupante. Após isso, é possível
adaptar a configuração das cores da sala segundo as catacterísticas fisiológicas
e psicológicas.

Deve ser considerado se o trabalho a ser feito e monótono ou se
tem grandes exigências à concentração. Em trabalhos monótonos, o uso de
alguns elementos coloridos estimulantes é recomendado. Mas isto não significa
grandes superfícies (paredes, teto e outros) com uma cor estimulante, mas só
alguns elementos da sala (uma coluna, uma porta, uma superfície de separação
entre dois ambientes).

Se a sala de trabalho é muito grande, pode ser dividida através de
elementos de cores especiais e com isso evita-se o anonimato das salas de
fábricas.

Caso a atividade da sala exige uma grande concentração, a coloração da
sala deve ser o mais discreto possível, para evitar distrações e cores
intranqüilizantes. As paredes, teto e outros elementos da construção devem ser
pintados de cores claras, em tons pouco definidos.
Paredes e teto amarelos, vermelhos ou azuis têm o efeito inicial
muito estimulante; mas com o tempo tornam-se uma sobrecarga desnecessária
para os olhos. Por isso, muitas vezes estas salas enjoam as pessoas. Estas
cores intensas podem ser usadas sem desvantagens em salas que são usadas
por pouco tempo, como por exemplo, entradas corredores, banheiros ou
depósitos.

8.4 A Cor na Sinalização

Além de ser um elemento imprescindível na composição de um
ambiente, a cor é também um auxiliar valioso para obtenção de uma boa
sinalização. Seja delimitando áreas, fornecendo indicações ou advertindo
condições inseguras, a sinalização cromática encontra largo emprego nos locais
de trabalho.

O uso da cor na sinalização permite uma reação automática do
observador, evitando que a pessoa tenha que se deter diante do sinal, ler,
analisar, e só então atuar de acordo com sua finalidade. Para isso, torna-se

38

necessário que haja uma uniformidade na aplicação das cores, de modo que seu
significado seja sempre o mesmo e que permite uma identificação imediata.

a) Sinalização Geral

Estão incluídos aqui os sinais informativos, direcionais e de identificação. A
sinalização informativa se destina a transmitir uma mensagem genérica. Neste
tipo de sinalização é importante observar os melhores contrastes de cores quanto
à distância e visibilidade (ver tabela abaixo)

Ordem

Cor do fundo

Destaque

1o
2o
3o
4o
5o
6o
7o
8o
9o
10o

Amarelo
Laranja
Azul-marinho
Branco
Branco
Branco
Branco
Azul-marinho
Preto
Preto

Preto
Preto
Amarelo-laranja
Verde-garrafa
Vermelho Vivo
Preto
Azul-marinho
Branco
Amarelo-laranja
Branco

A sinalização direcional serve para indicar escadas, saídas e outras
dependências. Uma seta pintada em cor que contraste com o fundo, contendo a
indicação do local para o qual está apontada, é a maneira mais comum de se
executar uma sinalização direcional (ver figura abaixo).

entrada

A sinalização de identificação se destina, principalmente, a evitar
confusões e orientar certos usos. Neste tipo de sinalização estão incluídas as
faixas pintadas no piso para identificar e delimitar áreas. Faixas brancas são
usadas para separar diferentes zonas de armazenamento e corredores de
trânsito (ver figura abaixo).

39

Figura 14

A cor é também empregada para identificação de instrumentos de
comando e de controle de máquinas. As cores indicadas são :

- verde para botões de partida;
- vermelho para botões de parada.

Quando a máquina possui botão de parada de emergência e de
parada normal, a cor vermelha deve sempre indicar o botão de parada de
emergência e o preto, o de parada normal.

Nos instrumentos de controle, a cor fornece uma indicação sobre
determinada situação ou evento. A cor em mostradores está associada às várias
condições de operação. O seu significado é o seguinte :

- vermelho : perigo
- amarelo : cuidado
- verde ou azul - normal ou desejável.

Os mostradores de temperatura nos fornecem um bom exemplo de
uso da cor como indicador. Nesse caso as cores tem os seguintes significados :
amarelo : frio
- verde : normal
- vermelho: quente

b) Sinalização de Segurança

A cor utilizada deve provocar no observador uma reação instintiva e
imediata ante o perigo, sem a necessidade de raciocínio sobre o seu significado.
Para que a sinalização de segurança seja eficaz, deve ser assimilada por todos,
sendo necessário que apresente a máxima visibilidade e fácil compreensão. Por
esta razão, o emprego das cores deve obedecer a certo padrões indicados pelas
Normas Técnicas.

A norma que fixa as cores que devem ser usadas nos locais de
trabalho para prevenção de acidentes, identificando os equipamentos de
segurança, delimitando áreas e advertindo contra perigos, é a NB-76 da ABNT.
Ela prescreve os seguintes usos para as cores.

40

Figura 15

SINAIS DE PERIGO - Terão um fundo branco, sobre o qual aparecerá um oval de
cor vermelha dentro de um retângulo preto. Uma linha branca deverá separar o
perímetro exterior o oval vermelho, do retângulo preto. A palavra "perigo" será
branca dentro do oval vermelho. O conjunto assim descrito deverá ficar na parte
superior da área total do sinal. O tamanho oval e da palavra PERIGO variará de
acordo com a dimensão total do sinal. As mensagens que serão incluídas na
parte superior devem ser breves, porém completas.

SINAIS DE PRECAUÇÃO - Compõem-se de um retângulo preto sobre um fundo
amarelo. A palavra "precaução" em cor amarela, deverá ficar centrada no
retângulo preto, o qual ficará na parte superior da área total do sinal.

SINAIS DE INSTRUÇÃO DE SEGURANÇA : Constituem-se de um retângulo
verde sobre fundo branco, localizado na parte superior da área total do aviso. As
letras serão em branco sobre o retângulo verde. Qualquer mensagem deverá ir
na parte inferior em letras pretas sobre o fundo branco.

O tamanho dos sinais será em função do lugar no qual vai ser colocado,
do caráter de risco envolvido, da distância visual e da quantidade de letras que
se utilizará. Ao escolhermos o tamanho deverá ser levada em conta a dimensão
que permita economia e uso de materiais existentes no mercado.
Os sinais deverão ser inspecionados periodicamente e mantidos em boas
condições. Deverão estar sempre limpos, bem iluminados e legíveis. Os avisos
danificados ou ilegíveis deverão ser reparados ou retirados imediatamente.

41

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->