Você está na página 1de 14

Sistema de Acumuladores

INTRODUÇÃO

Os acumuladores consistem em um sistema de garrafas que armazenam fluido hidráulico sob pressão para ser utilizada no acionamento do BOP. Através do uso de gás nitrogênio (N 2 ) comprimido, os acumuladores armazenam energia, melhoraram o tempo de resposta das funções do BOP e servem como fonte backup de força hidráulica, no caso de falha nas bombas. Os dois tipos de garrafas acumuladoras mais utilizadas são: separadora (diafragma flexível ou bexiga), que utiliza-se de um diafragma para realizar a separação gás/líquido e flutuante (pistão flutuante) que utiliza-se de um pistão para efetuar a separação gás/líquido. As garrafas acumuladoras tipo separadoras consistem basicamente de uma garrafa de aço cromo-molibidênio, cilíndrica no corpo e semi-esférica nas extremidades, sem costura, solda ou junta, e uma bexiga de borracha. A bexiga é totalmente fechada, em forma de pêra, flexível e feita com borracha sintética, formando uma capa impermeável para o gás. Ele é montada por meio de uma contra-porca na parte superior da garrafa. A base da garrafa é fechada pelo conjunto que forma a tomada para óleo, que contém uma válvula normalmente mantida aberta por uma mola, permitindo que o fluido saia da garrafa, porém, evita que o bexiga seja estruturada através da tomada de fluido.

V

V 1 = Volume de gás com pressão P 1 V 2 = Volume de
V 1 = Volume de gás com pressão P 1
V 2 = Volume de gás com pressão P 2
V = Volume total
N
2
V
1
V
2
Fluido
utilizado
Fluido não utilizado

Volume de Fluido Utilizado

A peça que constitui a tomada de fluido é montada na base da garrafa pela sua introdução total e fixação com um anel de borracha anti-extrusão. Esse tipo de construção é usada para conferir segurança, tornado impossível a desmontagem do acumulador se houver gás sob pressão na bexiga.

A grande vantagem desse tipo de acumulador é a separação positiva entre o gás e o fluido hidráulico, tornado o vazamento entre os dois praticamente impossível. Essa importante característica permite a sua utilização para transferência de líquidos.

BOMBAS

Os acumuladores são carregados por bombas que succionam fluido hidráulico do reservatório. As bombas podem ser acionadas manualmente ou por sistemas regulados, sempre que a pressão cai á 10% da pressão mínima de trabalho. As bombas são de acionamento elétrico (440 V) ou pneumático (ar á 120 psi). Em situação de operação, as bombas triplex são alimentadas com energia elétrica, acionadas automaticamente por um sistema pré-ajustado quando a pressão cai a 2700 psi para uma pressão de trabalho de 3000 psi. As sondas pneumáticas entram como backups das triplex quando a pressão cai a 2600 psi.

Bomba Triplex: conjunto de bomba hidráulica acionada por motor elétrico é a fonte principal de fornecimento de fluido hidráulico pressurizado do sistema de controle do BOP. Em operação normal operam automaticamente através do pressostato, esta bomba pode ser acionda por controle manual. As bombas triplex deverão ser calibrada para entrar em funcionamento quando a pressão do sistema cair para 2700 psi e sair quando chegar a 3000 psi. Bomba Pneumática: conjunto de bomba hidráulica de acionamento pneumático proporciona uma segunda fonte de pressurização do fluido hidráulico do sistema de controle do BOP. Durante a operação esta bomba é controlada automaticamente por um pressostato hidro-pneumático que permite a passagem de ar para o motor pneumático quando a pressão do sistema cai para 2600 psi. Em caso de falha do sistema presostato hidro-pneumático a bomba pode ser acionada manualmente através do bay-pass.

Os sistema de acionamento automático das bombas triplex funcionam com um tubo burdom. Já o sistema para acionamento automático das sondas pneumáticas funcionam com uma mola que é distendida a medida que a pressão vai caindo, até abrir a válvula de alimentação de ar.

Ar 120 psi Linha de teste do BOP ou para outra bomba E = 2.700
Ar
120 psi
Linha de teste do
BOP ou para
outra bomba
E
= 2.700 psi
S
= 3.000 psi
Manômetro
(acumuladores)
Regul.
Válvula
Bomba
reguladora de
pressão
Check
Válvula
Valve
(3000–1500 psi)
de alívio
Bomba
Linha reguladora
by-pass
Quadro de
Pressure
E
= 2.700 psi
comando
swite
S
= 3.000 psi
ON-AUT-OFF
440 V

Válvulas de 4 vias (manipuladoras)

psi ON-AUT-OFF 440 V Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h

Válvulas de pré-carga

Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h a d e t
Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h a d e t
Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h a d e t
Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h a d e t
Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h a d e t
Válvulas de 4 vias (manipuladoras) Válvulas de pré-carga L i n h a d e t

Linha de teste

Acumuladores

Reservatório de fluido
Reservatório
de fluido
d e t e s t e Acumuladores Reservatório de fluido Manômetro (manifold) Válvula de alívio

Manômetro

(manifold)

Válvula

de alívio

de fluido Manômetro (manifold) Válvula de alívio Check Valve Válvula reguladora de pressão (0 – 3000

Check

Valve

fluido Manômetro (manifold) Válvula de alívio Check Valve Válvula reguladora de pressão (0 – 3000 psi)

Válvula reguladora de pressão (0 – 3000 psi)

Check Valve Válvula reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de

Manômetro

Válvula reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração

(anular)

reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam
reguladora de pressão (0 – 3000 psi) Manômetro (anular) Obs: As unidades de última geração usam

Obs: As unidades de última geração usam duas ou mais bombas de acionamento elétrico.

geração usam duas ou mais bombas de acionamento elétrico. BOP de Gavetas Válvula HCR BOP Anular
geração usam duas ou mais bombas de acionamento elétrico. BOP de Gavetas Válvula HCR BOP Anular
geração usam duas ou mais bombas de acionamento elétrico. BOP de Gavetas Válvula HCR BOP Anular

BOP de Gavetas

Válvula HCR

BOP Anular

Exemplo de unidade hidráulica para um sistema de controle do BOP.

ACUMULADORES DE SUPERFÍCIE

Capacidade Volumétrica dos Acumuladores de Superfície

O sistema de acumuladores deve possuir um volume de fluido hidráulico

estocado capaz de manter a pressão entre a máxima pressão de operação e a pressão de pré-carga. O dimensionamento do sistema deve ser tal que a perda de um acumulador individual e/ou banco, não represente mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema.

mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema. A mínima pressão de operação calculada
mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema. A mínima pressão de operação calculada
mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema. A mínima pressão de operação calculada
mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema. A mínima pressão de operação calculada
mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema. A mínima pressão de operação calculada

A mínima pressão de operação calculada deve fechar e selar a gaveta do BOP

contra o tubo com uma pressão igual a máxima razão de trabalho dividido pela razão de

fechamento especifica do BOP.

O sistema de BOP deve possuir um volume de fluido hidráulico utilizável, com bombas inoperantes, capaz de fechar um anular, todas as gavetas (estando estas totalmente abertas) e abrir a válvula HCR contra zero de pressão no poço. Após fechar o anular, as gavetas e a válvula, a pressão remanescente deve ser 200 psi (1,38 MPa) acima da pressão de pré-carga mínima recomendada.

Tempo de Resposta

O tempo de resposta é o tempo entre a ativação e conclusão da operação de uma

função e é baseado no BOP ou nas válvulas de fechamento e selo. Para instalações na superfície, o sistema de controle do BOP deve ser capaz de fechar cada gaveta do BOP em 30 segundos. O tempo de fechamento não deve exceder 30 segundos para os BOPs anulares menores que 18 ¾” (47,63 cm) e 45 segundos para o anular de 18 ¾”

(47,63 cm). O tempo de resposta para as válvulas de kill e choke (para abertura e fechamento) não deve exceder o mínimo observado para o fechamento das gavetas.

A medida do tempo de resposta começa com o pressionamento do botão, ou giro

da válvula de controle de mão, para operar a função e termina quando o BOP ou válvula é efetivamente fechado como um selo. O BOP é considerado fechando quando a pressão de operação se fixar. A confirmação necessária do final da selagem é feita testando a pressão abaixo do BOP ou através de válvulas.

A confirmação necessária do final da selagem é feita testando a pressão abaixo do BOP ou
A confirmação necessária do final da selagem é feita testando a pressão abaixo do BOP ou

Pressão de Pré-carga

Nenhuma garrafa acumuladora pode ser operada com uma pressão maior que sua pressão de trabalho.

A pressão de pré-carga de cada garrafa acumuladora deve ser medida antes da

instalação do BOP stack no poço, realizando-se os devidos ajustes.

Pressão de Trabalho

Pressão de Pré-carga

3000

psi (20,7 MPa)

1000 psi (6,9 MPa)

5000

psi (34,5 MPa)

1500 psi (10,3 MPa)

Somente o gás nitrogênio pode ser utilizado para pré-carga dos acumuladores. A pré-carga pode ser checada e ajustada para 100 psi (0,69 MPa) da pressão de pré-carga

selecionada com início da perfuração de cada poço. As múltiplas garrafas dos bancos de acumuladores devem ser isoladas por válvulas. As válvulas de isolamento devem ser projetadas para uma taxa de pressão de trabalho abaixo ou equivalente a pressão de trabalho do sistema, o qual, é fixo e deve permanecer na posição aberta, salvo quando os acumuladores estão isolados para serviços, testes ou transporte.

A pressão de pré-carga calibrada do acumulador deve ser reavaliada a todo

momento. A pressão medida deve ser calibrada para 1% da escala cheia com menos de três (3) anos.

Dimensionamento da Capacidade dos Acumuladores de Superfície

Para a equação de cálculo da capacidade volumétrica dos acumuladores são assumidas condições isotermais e é utilizada a lei de Boyle’s (P 1 V 1 = P 2 V 2 ). Em acumuladores de superfície o cálculo da capacidade volumétrica requerida (nitrogênio + fluido hidráulico) é feito utilizando-se:

V% = (P 3 /P 2 ) – (P 3 /P 1 ) = SVR/V 3

Vf = V 3 *((P 3 /P 3 ) – (P 3 /P 1 ))

V 3 =

SVR

P 3 /P 2 – P 3 /P 1

onde:

P 1 = Pressão máxima do acumulador quando completamente carregado (absoluta); P 2 = Pressão mínima de operação recomendada pelo fabricante do componente operado. Quando essas funções tem diferentes pressões mínimas de operação o maior valor será utilizado; P 3 = Pressão de pré-carga (absoluta); V% = Razão do volume de fluido hidráulico avaliado utilizado; SVR = Volume de fluido requerido (fluido hidráulico + nitrogênio); V 3 = Volume de fluido do acumulador (fluido hidráulico + nitrogênio); Vf = Volume total de fluido avaliado (fluido hidráulico + nitrogênio).

Nota: No cálculo do valor das pressões deve ser considerada a pressão atmosférica ao nível do mar, sendo esta igual a 14,7 psi.

O número de garrafas acumuladoras requeridas pode ser determinada pela razão

entre a capacidade volumétrica total dos acumuladores (Vf) e a capacidade volumétrica de gás do acumulador. Deve-se aproximar o número de garrafas para o próximo número

inteiro.

Nota: A capacidade volumétrica de gás dos acumuladores deve ser determinada pela consulta as especificações dadas pelo fabricante.

O volume de fluido hidráulico utilizável pelo sistema de acumuladores deve ser

utilizado para determinar a dimensão do sistema de bombas e a capacidade do reservatório. O volume de fluido hidráulico utilizado é calculado multiplicando o número de acumuladores pela capacidade volumétrica de gás, depois multiplicado pela porcentagem de fluido hidráulico entre P 1 e P 2 .

ACUMULADORES SUBMARINOS

Em adicional, ao montante de equipamentos que compõem o BOP stack de superfície, o BOP submarino possui em seu sistema de controle um transmissor de sinais piloto e readbacks que são recebidos pelo controle das válvulas submarinas. Este controle dual é utilizado para aumentar a rentabilidade na transmissão e suprimento hidráulico submarino. Dois sinais independentes pilotos, transmitido/readback no meio, abastecem o controle dos dois montantes de pods do controle submarino ao lower marine rise package (LMRP). Ambos controles da casa de pods piloto operam controlando válvulas para direcionar o poder de fluido que retorna pelo BOP stack.

Unidade hidráulica acumuladora do sistema de controle de BOP sub, certificado pela DNV
Unidade hidráulica acumuladora do sistema de
controle de BOP sub, certificado pela DNV
do sistema de controle de BOP sub, certificado pela DNV Os acumuladores para BOP submarinos podem

Os acumuladores para BOP submarinos podem ser montados no próprio BOP para reduzir o tempo de resposta e/ou para servir como uma fonte beckup de pressão hidráulica. A capacidade de armazenamento deve ser protegida de descargas através de linhas de suprimento por dispositivos apropriados como “check valves”.

O sistema deve ser dimensionado para que a perda de um acumulador individual

e/ou banco, não represente mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema.

Tempo de Resposta dos Acumuladores

A medida do tempo de resposta começa com o pressionamento do botão ou giro

da válvula de controle de mão para operar a função e termina quando o BOP ou válvula

é efetivamente fechado como um selo.

Na instalação submarina, o sistema de controle do BOP deve ser capaz de fechar

cada gaveta em 45 segundos ou menos. Este fechamento não pode exceder 60 segundo para os BOPs anulares.

O tempo de resposta de operação para as válvulas de kill e choke (fechar ou

abrir) não deve exceder o mínimo observado para o fechamento das gavetas do BOP.

O

tempo de desconecção do lower marine riser não deve exceder 45 segundos.

O

BOP é considerado fechado quando a pressão de operação se fixar. A

confirmação necessária de que a selagem foi realizada com sucesso é feita testando-se a

pressão abaixo do BOP ou pelas válvulas.

Capacidade Volumétrica dos Acumuladores Submarinos

O sistema de acumuladores deve possuir um volume de fluido hidráulico

estocado capaz de manter a pressão entre a máxima pressão de operação e a pressão de

pré-carga.

O sistema deve ser dimensionado para que a perda de um acumulador individual

e/ou banco, não represente mais que 25 % da capacidade total volumétrica do sistema.

O fluido hidráulico recuperado pelo acumulador através do sistema deve manter

a pressão máxima de operação a 200 psi (1,38 MPa) acima da pressão de pré-carga.

A mínima pressão de operação calculada deve fechar e selar a gaveta do BOP

contra o tubo com uma pressão igual a máxima razão de trabalho do BOP dividido pela razão de fechamento específica para o BOP. O sistema de BOP deve possuir um volume de fluido hidráulico utilizável, com bombas inoperantes, capaz de abrir e fechar: um anular, todas as gavetas estando estas totalmente abertas contra zero de pressão no poço. Após abrir e fechar o anular, as gavetas, a pressão remanescente deve ser 200 psi (1,38 MPa) acima da pressão de pré- carga mínima recomendada.

Pré-carga dos Acumuladores

A pressão de pré-carga em cada garrafa acumuladora deve ser medida antes da

instalação do BOP stack no poço, sendo devidamente ajustada. A pressão de pré-carga mínima para uma pressão de trabalho de 3000 psi (20,7 MPa) do acumulador deve ser de 1000 psi (6,9 MPa). A pressão de pré-carga mínima para uma pressão de trabalho de 5000 psi (34,5 MPa) do acumulador deve ser de 1500 psi (10,3 MPa). Somente gás nitrogênio pode ser utilizado para pré-carga dos acumuladores. A pré-carga pode ser checada e ajustada para 100 psi (0,69 MPa) da pressão de pré-carga selecionada com início da perfuração de cada poço. Para os acumuladores submarinos, a pressão de pré-carga deve compensar a lâmina de água sobre o BOP. Por exemplo, se a pressão de pré-carga do acumulador é de 1000 psi (6,9 MPa) e o BOP está á 500 pés (152,4 metros) de lâmina d’água, a pressão de pré-carga do acumulador submarino deve ser de 1222,5 psi (8,43 MPa), em linhas gerais, a compensação da pré-carga segue uma regra básica que é, para cada 1 ft

de lamina d’água acrescentar 0,445 psi de nitrogênio a mais na pré-carga.

Dimensionamento da Capacidade dos Acumuladores Submarinos

As equações utilizada para cálculo do volume de fluido requerido (nitrogênio +

fluido hidráulico) para os acumuladores submarinos (SSVR) são:

V 3 =

SSVR

P 3 /P 2 – P 3 /P 1

V% = (P 3 /P 2 ) – (P 3 /P 1 ) = SSVR/V 3

Vf = V 3 *((P 3 /P 3 ) – (P 3 /P 1 ))

A capacidade dos acumuladores de fundo deve compensar o gradiente de

pressão hidrostática em uma razão de 0.445 psi por pé (0.010067 MPa/metro) de profundidade vertical verdadeira (TVD) d’água. Isso requer que todos os valores de pressão nos cálculos sejam aumentados por essa quantia, que é a pressão sobre a cabeça do poço, sendo:

Pc = 0,445 * TVD

Nota: No cálculo do valor das pressões deve ser considerada a pressão atmosférica ao nível do mar, sendo esta igual a 14,7 psi.

O número de garrafas acumuladoras submarinas requeridas pode ser determinada pela razão entre a capacidade volumétrica total dos acumuladores submarinos (SSVR), e a capacidade volumétrica de gás do acumulador. Deve-se aproximar o número de garrafas para o próximo número inteiro.

Nota: A capacidade volumétrica de gás dos acumuladores deve ser determinada pela consulta das especificações dadas pelo fabricante.

O volume de fluido hidráulico requerido na superfície (SVR) é determinado

subtraindo o volume do fluido hidráulico nos acumuladores submarinos (SSVR) pelo volume total de fluido hidráulico requerido (TVR).

O cálculo da capacidade volumétrica requerida nos acumuladores de superfície

V 3 (nitrogênio + fluido hidráulico) é feito substituindo SVR por VR.

A capacidade de armazenamento total do sistema de acumuladores é a soma do

volume armazenado nos acumuladores submarinos e de superfície. Esse volume é

utilizado para o dimensionamento do sistema de bombas e volume de armazenamento dos reservatórios.

O sistema de acumuladores submarinos deve ser controlado por válvulas na

superfície que permitam o bloqueio do suprimento de pressão aos acumuladores para que a pressão do sistema de bombas possa ser diretamente direcionada para a função selecionada do BOP stack. Quando um acumulador submarino totalmente carregado é levado para a superfície sem isolamento, a pressão interna poderá exceder a razão da pressão máxima de operação do acumulador. Uma medida que pode ser tomada é permitir a ventilação ou equalizar a pressão no acumulador, primeiro ou durante a subida deste para a superfície. A pressão dos acumulares na superfície não poderá exceder a pressão de trabalho estabelecida para o acumulador. Quando o volume de carga do acumulador for utilizado para manter a capacidade mínima de fluido hidráulico armazenada, o controle de válvulas na superfície que permitem o bloqueio do suprimento de pressão, não deverá ser operado como em uma rotina básica. Estas deverão ser operadas somente para direcionar o fluido para a superfície com um propósito específico.

EXEMPLO

BOP Submarino Shaffer

Tabela 1: Dimensões do sistema de controle para o BOP Submarino Shaffer

Tamanho stack

18-¾”

polegadas

Pressão de Trabalho

 

15.000 psi

Tamanho e tipo do Preventor/annular

 

Razão de

Galões Requeridos

Pressão de

Fechamento

Fechar

Abrir

Fechamento

ANNULAR, 18-¾”, 10M Shaffer Lt Wt

N/A

59,20

46,70

N/A

ANNULAR, 18-¾”, 10M Shaffer Lt Wt

N/A

59,20

46,70

N/A

CASING SHEAR, 18-¾” 5M Shaffer

10,85

34,00

34,00

3000

SHEAR RAM, 18-¾” 15M Shaffer

N/A

14,62

13,21

N/A

SINGLE RAM 18-¾” 15M Shaffer

10,85

14,62

13,21

1382

SINGLE RAM 18-¾” 15M Shaffer

10,85

14,62

13,21

1382

SINGLE RAM 18-¾” 15M Shaffer

10,85

14,62

13,21

1382

CHOKE (SIZE AND TYPE INFO T.B.A)

N/A

0,40

0,40

600

TOTAL

162,66

133,43

1382

O sistema de BOP deve possuir um volume de fluido hidráulico utilizável, com bombas inoperantes, capaz de abrir e fechar: um anular, todas as gavetas estando estas totalmente abertas contra zero de pressão no poço. Após abrir e fechar o anular, as gavetas, a pressão remanescente deve ser 200 psi (1,38 MPa) acima da pressão de pré- carga mínima recomendada Excluindo a gaveta cizalhante que é controlada por um circuito diferente, o volume requerido é o seguinte:

 

18-¾”

Stack

Volume Total Especificado

456,75

Galões

Mais 25% do Fechamento

40,57

Galões

Volume Total Requerido

499,32

Galões

Dimensionamento dos Acumuladores Submarinos

Como a capacidade mínima de fluido do sistema de controle hidráulico do BOP deve satisfazer as condições de operação e ter mais 50% de reserva, segue-se:

Capacidade do maior consumo

59,2

Galões

Mais 50% de Reserva

29,6

Galões

 

Total

88,8

Galões

Profundidade de Trabalho do BOP stack

8500

Pés

Para compensar o rendimento devido ao aumento da pressão com a profundidade

0,445 * 8500 =

 

3782,5

Psi

Cálculo do volume de nitrogênio e fluido hidráulico considerando a pressão na cabeça do poço, uma pressão de operação da unidade operadora e assumindo condições isotermais:

P 1 = Pressão máxima, psia

= 5.000 + 14,7 + 3.782,5

= 8.797,2 psia

Pressão de Operação da Unidade = 5.000 psig

P 2 = Pressão mínima, psia

= 1.500 + 14,7 + 3.782,5

= 5.297,2 psia

Pressão fechamento (1.382) + 200 psi = 1.500 psig

P 3 = Pressão de pré-carga, psia

= 1.500 + 14,7 + 3.782,5

= 5.297,2 psia

Pressão fechamento (1.382) + 200 psi = 1.500 psig

V% = Razão do volume de fluido hidráulico avaliado utilizado

= (5.297,2/5.297,2) – (5.297,2/8.797,2) =

= 0,398

SSVR = Volume de fluido requerido (fluido hidráulico + nitrogênio) = 88,80 galões

V 3 = Volume de fluido do acumulador (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 88,80/0,398 =

= 223,20 galões

Vf = Volume total de fluido avaliado (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 88,80 galões

A pressão mínima deve ser de 200 psi (1,38 MPa) maior que a pressão de fechamento recomendada.

Para satisfazer o critério formulado, o número de garrafas utilizadas deve ser o seguinte:

Usando-se garrafas de 11 galões, usam-se

23

Garrafas

Abastecem com um volume de fluido hidráulico de

91,51

Galões

Volume total de fluido avaliado

91,51

Galões

Usando-se garrafas de 15 galões, usam-se

16

Garrafas

Abastecem com um volume de fluido hidráulico de

89,12

Galões

Volume total de fluido avaliado

89,12

Galões

Nota:

1 – É subtraído um galão da capacidade de cada acumulador para compensar o deslocamento da bexiga/flutuante no processo de cálculo;

2 – O volume de fluido utilizável está entre a pressão máxima e mínima;

3 – O volume de fluido total está entre a pressão máxima e mínima de pré-carga.

Dimensionamento dos Acumuladores de Superfície

Determina-se a superfície de estoque d O sistema de BOP deve possuir um volume de fluido hidráulico utilizável, com bombas inoperantes, capaz de abrir e fechar: um anular, todas as gavetas estando estas totalmente abertas contra zero de pressão no poço. Após abrir e fechar o anular, as gavetas, a pressão remanescente deve

ser 200 psi (1,38 MPa) acima da pressão de pré-carga mínima recomendada.o volume de fluido hidráulico requerido (SVR) pela subtração do atual volume de fluido hidráulico estocado (SSVR) pelo total volume estocado do fluido hidráulico requerido (TVR) determinado. Os cálculos são baseados no volume de fluido hidráulico utilizável e não no volume de fluido hidráulico total, devido a base para cálculo do volume total ser feita utilizando diferentes pressões.

 

Tamanho do Acumulador

11 galões

15 galões

Volume total requerido, TVR (fluido utilizável)

 

499,32

499,32

Volume total de fluido submarino avaliado, SSVR (fluido utilizável)

91,51

89,12

Volume

mínimo

requerido

de

superfície

da

rede,

SVR

(fluido

407,81

410,20

utilizável)

P 1 = Pressão Máxima, psia

= 5000 + 14,7

= 5.014,7 psia

Pressão de Operação da Unidade = 5.000 psig

P 2 = Pressão Mínima, psia

= 1.500 + 14,7

= 1.514,7 psia

Pressão de Operação da Gaveta = 1.500 psig

P 2 = Pressão Pré-carga, psia

= 1.500 + 14,7

= 1.514,7 psia

Pressão Fechamento (1.382) + 200 psi = 1.500 psig

V% = Razão do volume de fluido hidráulico avaliado utilizado

= (1.514,7/1.514,7) – (1.514,7/5.014,7) =

= 0,7

SVR = Volume de fluido requerido (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 407,81 galões para as garrafas de 11 galões e

= 410,20 galões para as garrafas de 15 galões

V 3 = Volume de fluido do acumulador (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 407,81/0,7 = 584,30 galões para as garrafas de 11 galões e

= 410,20/0,7 = 587,72 galões para as garrafas de 15 galões

Vf = Volume total de fluido avaliado (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 407,81 galões para as garrafas de 11 galões e

= 410,20 galões para as garrafas de 15 galões

Usando-se garrafas de 11 galões, usam-se

42

Garrafas

Abastecem com um volume de fluido hidráulico de

410,39

Galões

Volume total de fluido avaliado

410,39

Galões

Usando-se garrafas de 15 galões, usam-se

59

Garrafas

Abastecem com um volume de fluido hidráulico de

411,79

Galões

Volume total de fluido avaliado

411,79

Galões

Nota:

1 – É subtraído um galão da capacidade de cada acumulador para compensar o deslocamento da bexiga/flutuante no processo de cálculo;

2 – O volume de fluido utilizável está entre a pressão máxima e mínima;

3 – O volume de fluido total está entre a pressão máxima e mínima de pré-carga.

Dimensionamento dos acumuladores dedicados a gaveta cizalhante (shear)

Cálculos de determinação da capacidade de fechamento da gaveta super-shear (casing shear) de 3.000 psi (ver tabela 1).

P 1 = Pressão máxima, psia

= 5.000 + 14,7 + 3.782,5

= 8.797,2 psia

Pressão de Operação da Unidade = 5.000 psig

P 2 = Pressão mínima, psia

= 3.000 + 14,7 + 3.782,5

= 6.797,2 psia

Pressão de Operação da Gaveta = 3.000 psig

P 3 = Pressão de pré-carga, psia

= 1.500 + 14,7 + 3.782,5

= 5.297,2 psia

Pressão Fechamento (1.382) + 200 psi = 1.500 psig

V% = Razão do volume de fluido hidráulico avaliado utilizado

= (5.297,2/6.797,2) – (5.297,2/8.797,2) =

= 0,117

SSVR = Volume de fluido requerido (fluido hidráulico + nitrogênio) = 34,00 galões

V 3 = Volume de fluido do acumulador (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 34,40/0,117 =

= 191,90 galões

Vf = Volume total de fluido avaliado (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 76,35 galões

Cálculos de determinação da capacidade de fechamento das gavetas cizalhante (Shear ram) de 1.500 psi e super-shear (casing shear) de 3.000 psi (ver tabela 1).

P 1 = Pressão mínima, psia

= 3.000 + 14,7 + 3.782,5

= 6.797,2 psia

Pressão de Operação da Unidade = 3.000 psig

P 2 = Pressão mínima, psia

= 3.000 + 14,7 + 3.782,5

= 6.797,2 psia

Pressão de Operação da Gaveta = 3.000 psig

P 3 = Pressão de pré-carga, psia

= 1.500 + 14,7 + 3.782,5

= 5.297,2 psia

Pressão fechamento (1.382) + 200 psi = 1.500 psig

V% = Razão do volume de fluido hidráulico avaliado utilizado

= (5.297,2/5.297,2) – (5.297,2/6.797,2) =

= 0,221

SSVR = Volume de fluido requerido (fluido hidráulico + nitrogênio) = 14,62 galões

V 3 = Volume de fluido do acumulador (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 66,25/0,221 = 66,25 galões

Vf = Volume total de fluido avaliado (fluido hidráulico + nitrogênio)

= 26,36 galões

Para satisfazer o critério formulado, o número de garrafas utilizadas deve ser o seguinte:

Usando-se garrafas de 11 galões, usam-se

20

Garrafas

Abastecem com um volume de fluido para 3.000 psi

35,43

Galões

Volume remanescente para 1.500 psi

44,14

Galões

50% de reserva

17,00

Galões

Volume total requerido

51,00

Galões

Garrafas de 11 galões requeridas como reserva

30

Garrafas

Usando-se garrafas de 15 galões, usam-se

14

Garrafas

Abastecem com um volume de fluido para 3.000 psi

34,73

Galões

Volume remanescente para 1.500 psi

43,25

Galões

50% de reserva

17,00

Galões

Volume total requerido

51,00

Galões

Garrafas de 15 galões requeridas como reserva

21

Garrafas