Você está na página 1de 2

ESTADO DO TEMPO…

… caracteriza-
caracteriza-se pelas condições da atmosfera, num determinado momento,
momento, relativamente a elementos como a
temperatura, a precipitação, o vento, etc., a que correspondem determinadas situações meteorológicas.
meteorológicas.
Estas são habitualmente, representadas nas chamadas cartas sinópticas/meteorológicas – cartas que representam
as condições atmosféricas através de símbolos, permitindo-
permitindo-nos observar e prever o estado do tempo.
tempo.

PRINCIPAIS ESTADOS DO TEMPO EM PORTUGAL

Portugal localiza-
localiza-se no extremo sudoeste da Europa, na zona temperada do hemisfério Norte.
Pela sua posição geográfica, as situações meteorológicas que caracterizam o estado do tempo no nosso país
são determinadas:
determinadas:
• no Inverno
Inverno,, pela deslocação para Sul das baixas pressões subpolares e massas de ar frio polar,
polar, pelas
perturbações da frente polar (de sentido oeste para este) e por anticiclones de origem térmica que, por vezes, se
formam no interior da Península Ibérica;
• no Verão
Verão,, pela deslocação para Norte das altas pressões subtropicais (Anticiclone dos Açores)
Açores) e massas de ar
quente tropical e por baixas pressões térmicas que, por vezes, se formam no interior da Península Ibérica.

_________

Doc. 1 – Deslocação
em latitude dos centros
de alta e baixa pressão
no Inverno e no Verão

INVERNO

No Inverno, as temperaturas são mais baixas


baixas,, pois nesta época do ano, o território português é mais afectado por
massas de ar frio polar,
polar, a inclinação dos raios solares é maior e a duração dos dias é menor.
menor. A ocorrência de
precipitação depende da passagem da frente polar.
polar.

_________ _________

Doc. 2 – Situação típica de Inverno em que Doc. 3 – Situação típica de Inverno em que
Portugal está sob a influência da passagem da Portugal está sob a influência da passagem da
frente quente frente fria
Embora com menor frequência, em Portugal também pode ocorrer outra situação meteorológica característica de
Inverno, resultante da influência de anticiclones térmicos formados sobre a Europa Ocidental e sobre a
Península Ibérica.
Ibérica.
Este anticiclone térmico, que resulta do forte arrefecimento do ar, constituí uma barreira à influência das
perturbações da frente polar.
polar. Assim, é previsível céu pouco nublado ou limpo e uma descida das temperaturas,
temperaturas,
podendo ocorrer a formação de geadas durante a noite, sobretudo no Interior, onde o arrefecimento nocturno é maior.

_________

Doc. 4 – Situação típica de Inverno


em que Portugal está sob a
influência de um anticiclone de
origem térmica

VERÂO

No Verão, as temperaturas são mais altas


altas,, pois nesta época do ano, o território português é mais afectado por massas
de ar quente tropical,
tropical, a inclinação dos raios solares é menor e a duração dos dias é maior. maior. A precipitação é
escassa,, pois as baixas pressões subpolares estão deslocadas para Norte. O mesmo acontece com as altas pressões
escassa
subtropicais, nomeadamente o Anticiclone dos Açores, o que origina “bom tempo”.

_________

Doc. 1 – Situação típica de Verão em


que Portugal está sob a influência do
anticiclone dos Açores

Embora com menor frequência, por vezes, no Verão, devido ao elevado aquecimento diurno, forma-
forma-se no interior do
continente europeu e/ou na Península Ibérica, um centro de baixas pressões (ou depressão) de origem térmica.
térmica.
Existem condições para a ocorrência de precipitação e até de trovoadas veranais,
veranais, sobretudo, no interior do país.
Quando a influência de uma depressão de origem térmica localizada sobre a Península Ibérica se conjuga
com a do anticiclone dos Açores,
Açores, como se observa no Doc. 6. origina
origina--se um vento fresco - «Nortada»
«Nortada»,, que sopra
do quadrante/direcção norte.

_________

Doc. 6 – Situação típica de Verão em


que Portugal está sob a influência de
uma depressão de origem térmica
centrada na Península Ibérica

http://geoclick.blogspot.com
prof.geo.fernando@sapo.pt