Você está na página 1de 9
OrigemOrigem dosdos polpolíímerosmeros ProfProf:: MscMsc MirellaMirella BoeryBoery AULA:AULA: 0101
OrigemOrigem dosdos polpolíímerosmeros
ProfProf:: MscMsc MirellaMirella BoeryBoery
AULA:AULA: 0101

PlanoPlano dede aulasaulas

Avaliação

Participação

Peso

1ª avaliação – Parte 1: Atividade integrada 1 (Vale 2,0) 1ª avaliação – Parte 2: Avaliação escrita (Vale 8,0)

Em grupo

 

Individual

3,0

2ª avaliação – Parte 1: Projeto interdisciplinar (Vale 10,0) 2ª avaliação – Parte 2: Atividade integrada (Vale 1,0) 2ª avaliação – Parte 2: Avaliação escrita (Vale 6,0) 2ª Avaliação - Parte 2: Seminários (Vale 3,0)

Em grupo

1,0

Em grupo

Individual

3,0

Em grupo

Avaliação Final– Avaliação Escrita (Vale 10,0)

Individual

3,0

grupo Individual 3,0 Em grupo Avaliação Final– Avaliação Escrita (Vale 10,0) Individual 3,0 3 3

33

AulaAula 11 --

ApresentaApresentaççãoão dada disciplinadisciplina ee conteconteúúdodo IntroduIntroduççãoão PolPolíímerosmeros

disciplina disciplina e e conte conte ú ú do do Introdu Introdu ç ç ão ão

22

TrabalhosTrabalhos

PlPláágiogio ee Fraude:Fraude: ReferirReferir aa consultaconsulta dede todastodas asas fontesfontes ouou aa ajudaajuda dede outremoutrem nosnos documentosdocumentos produzidos,produzidos, nosnos casocasoss emem queque aa consultaconsulta ouou aa ajudaajuda sejaseja explicitamenteexplicitamente autorautorizada.izada. AsAs referênciasreferências devemdevem seguirseguir asas normasnormas dada ABNTABNT ((CtrlCtrl CC ++ CtrlCtrl VV == Zero);Zero);

AsAs equipesequipes serãoserão formadasformadas ee nono diadia dada apresentaapresentaççãoão serseráá

sorteadosorteado doisdois alunosalunos parapara apresentarapresentar oo trabalhotrabalho dodo grupo;grupo; PrazoPrazo estabelecidoestabelecido éé prazoprazo cumprido;cumprido;

CadaCada equipeequipe iriráá elaborarelaborar umauma avaliaavaliaççãoão comcom 1010 questõesquestões (perguntas(perguntas ee respostas)respostas) sobresobre seuseu tematema ee entregarentregar àà professoraprofessora umauma semanasemana antesantes dada suasua apresentaapresentaçção.ão. AA professoraprofessora iriráá selecionarselecionar dede 33 aa 55 questões,questões, ee aoao finalfinal dada apresentaapresentaççãoão dada equipe,equipe, iriráá distribuirdistribuir aosaos demaisdemais alunosalunos aa fimfim dede queque eleseles sejamsejam avaliadosavaliados sobresobre oo tema.tema. AA prpróópriapria equipeequipe iraira efetuarefetuar aa correcorreççãoão dasdas avaliaavaliaççõesões ee entregarentregaráá osos resultadosresultados aoao docente,docente, juntamentejuntamente comcom aa avaliaavaliaçção,ão, nana semanasemana seguinteseguinte aa suasua apresentaapresentaçção.ão. 44

avalia ç ç ão, ão, na na semana semana seguinte seguinte a a sua sua apresenta

TemasTemas

1. Polímeros industriais

2. Polímeros nos meios de transporte;

3. Compósitos reforçados com fibras (vidro e Carbono);

4. Compósitos com matriz poliméricas

 
  5 5
  5 5
  5 5
  5 5

55

Plástico

 
  7 7
  7 7
  7 7
  7 7

77

ClassesClasses dede MateriaisMateriais Metal Fe, Cu, Al, aço, latão Concreto armado Pneu Compósito Cerâmica
ClassesClasses dede MateriaisMateriais
Metal
Fe, Cu, Al, aço, latão
Concreto armado
Pneu
Compósito
Cerâmica
Pedras, porcelana, cimento
Polímero
Fibra de Vidro
Borracha, PVC
66 66

OrigemOrigem dosdos PolPolíímerosmeros

DoDo petrpetróóleo leo

Origem Origem dos dos Pol Pol í í meros meros Do Do petr petr ó ó
Origem Origem dos dos Pol Pol í í meros meros Do Do petr petr ó ó

88 88

NaftaNafta

DeDe 20%20% dada naftanafta extraextraíída,da, 4%4% éé utilizadoutilizado nana produproduççãoão dede polpolíímerosmeros

í da, da, 4% 4% é é utilizado utilizado na na produ produ ç ç ão

99 99

FontesFontes NaturaisNaturais

HulhaHulha (carvão(carvão mineral)mineral)

AA hulhahulha quandoquando submetidasubmetida aa umauma destiladestilaççãoão secaseca podepode produzirproduzir gasesgases dede hulha,hulha, amônio,amônio, alcatrãoalcatrão dada hulhahulha ee coquecoque (res(resííduo)duo)

DestesDestes subprodutossubprodutos sãosão obtidosobtidos

DoDo ggááss dede hulhahulha

Etileno,Etileno, metano,metano, amôniaamônia (NH3),(NH3), ururééiaia ee aminas:aminas: PE,PE, resinaresina formaldeformaldeíídodo

OO alcatrãoalcatrão dada hulhahulha

Benzeno:Benzeno: PS,PS, PUPUs s

DoDo coquecoque

Acetileno:Acetileno: PE,PE, PVCPVC

Benzeno: Benzeno: PS, PS, PU PU ’ ’ s s Do Do coque coque Acetileno: Acetileno:

1111 1111

FontesFontes NaturaisNaturais HO OH n-2 1010 1010 ConceitosConceitos BBáásicossicos PolPolíímerosmeros
FontesFontes NaturaisNaturais
HO
OH
n-2
1010
1010
ConceitosConceitos BBáásicossicos
PolPolíímerosmeros
PoliPoli == MUITOS;MUITOS; MeroMero == UMUM
Mero:Mero: unidadeunidade dede repetirepetiççãoão
UnidadeUnidade queque formaforma osos polpolíímerosmeros
H
H
H
H
H
H
H
H
C
C
C
C
C
C
C
C
H
H
H
H
H
H
H
H
n
Monômero
Mero
Polímero
Etileno
Polietileno
1212
1212

ComoComo éé umum PolPolíímero?mero?

Todo polímero é uma macromolécula, mas nem toda macromolécula é um polímero. Macromolécula polimérica possui unidade química repetitiva. Macromolécula não polimérica não possui unidade química repetitiva.

Substâncias “normais”

– Exemplo: água;

– Todas as moléculas são iguais entre si e possuem pesos moleculares pequenos:

H-O-H

PM=18

Polímeros

– Pesos moleculares da ordem de 5.000 a 6.000.000;

– Infinito para os termofixos.

H-O-H PM=18 Polímeros – Pesos moleculares da ordem de 5.000 a 6.000.000; – Infinito para os

1313 1313

PolPolíímerosmeros SintSintééticosticos

ProdutoProduto popular,popular, moderno,moderno, capazcapaz dede servirservir comocomo indicadorindicador dede desenvolvimentodesenvolvimento dede umum papaíís.s.

como como indicador indicador de de desenvolvimento desenvolvimento de de um um pa pa í í
como como indicador indicador de de desenvolvimento desenvolvimento de de um um pa pa í í
como como indicador indicador de de desenvolvimento desenvolvimento de de um um pa pa í í
como como indicador indicador de de desenvolvimento desenvolvimento de de um um pa pa í í

1515 1515

MateriaisMateriais PolimPolimééricosricos

PolPolíímerosmeros constituemconstituem vvááriosrios materiaismateriais

Polim é é ricos ricos Pol Pol í í meros meros constituem constituem v v á

1414

Polímero X Atualidade

Setores como os de utilidades domésticas, construção civil, saúde brinquedos, calçados, além daqueles que empregam tecnologias mais sofisticadas, como os de eletroeletrônicos, aviação e automóveis, entre outros, vêm ampliando, a cada ano, a utilização da matéria- prima em seus produtos.

Diante dos fatos, torna-se inevitável relacionar a presença do plástico com o nível de sofisticação e desenvolvimento de um país. Numa pesquisa recente da ABIPLAST podemos traçar o seguinte

perfil:

e desenvolvimento de um país. Numa pesquisa recente da ABIPLAST podemos traçar o seguinte perfil: 1

1616

Polímero X Atualidade

Faturamento do Setor de Transformação de Plástico

 
do Setor de Transformação de Plástico     17 17   18 18 Aplicação dos Polímeros
do Setor de Transformação de Plástico     17 17   18 18 Aplicação dos Polímeros
 
  17 17   18 18
  17 17   18 18
  17 17   18 18
  17 17   18 18

1717

 
  17 17   18 18
  17 17   18 18
  17 17   18 18
  17 17   18 18

1818

Aplicação dos Polímeros

   

Plástico no setor automobilístico

 
Veículos mais leves - redução do consumo de

Veículos

mais

leves

-

redução

do

consumo

de

combustível.

 

Hoje em dia, além da questão econômica, os polímeros passaram a desempenhar papel imprescindível na composição dos automóveis por outras razões, como designs modernos, aumento da segurança, redução de custos e tempo de produção, além de ser imune à corrosão.

 
 
     
 
     
 
 
  19 19   20 20
  19 19   20 20
  19 19   20 20
  19 19   20 20

1919

 
  19 19   20 20
  19 19   20 20
  19 19   20 20
  19 19   20 20

2020

Plástico no Setor Eletrônico O plástico permitiu a popularização dos produtos, que passaram a ser
Plástico no Setor Eletrônico
O plástico permitiu a popularização dos produtos,
que passaram a ser mais acessíveis aos
consumidores.
2121

Plástico nos Diversos Setores

Plástico nos Diversos Setores Construção Civil Embalagens Aviação 23 23
Plástico nos Diversos Setores Construção Civil Embalagens Aviação 23 23

Construção Civil

Plástico nos Diversos Setores Construção Civil Embalagens Aviação 23 23

Embalagens

Aviação

Plástico nos Diversos Setores Construção Civil Embalagens Aviação 23 23

2323 23

Plástico no Setor de Saúde

O plástico representa o material mais aplicado na fabricação de produtos da área médica, com participação de 45%.

Válvula cardíaca Seringa
Válvula cardíaca
Seringa

Implante Vascular

Pele artificial

da área médica, com participação de 45%. Válvula cardíaca Seringa Implante Vascular Pele artificial 2 2

2 2 2 2 2222

TerminologiaTerminologia emem PolPolíímerosmeros

HomopolHomopolíímeromero

PolPolíímeromero ondeonde aa cadeiacadeia principalprincipal éé formadaformada porpor umum úúniconico meromero Ex:Ex: PEPE ee PP.PP.

CopolCopolíímeromero

PolPolíímeromero ondeonde aa cadeiacadeia principalprincipal éé formadaformada porpor DOISDOIS MEROSMEROS DIFERENTESDIFERENTES

cadeia principal principal é é formada formada por por DOIS DOIS MEROS MEROS DIFERENTES DIFERENTES 24

2424 2424

 

CopolCopolíímerosmeros

PolPolíímeromero formadoformado porpor doisdois merosmeros diferentesdiferentes

 

a)a)

Alternado Alternado Anidrido Anidrido maleico maleico – – estireno estireno Aleat Aleat ó ó rio

AlternadoAlternado AnidridoAnidrido maleicomaleicoestirenoestireno

AleatAleatóóriorio EVAEVA ee SBRSBR

EmEm blocobloco SBSSBS ee oo SANSAN

EnxertadoEnxertado

ABSABS

b)b)

c)c)

d)d)

 
  25 25
  25 25
  25 25
  25 25

2525

 

TerminologiaTerminologia emem PolPolíímerosmeros

BlendaBlenda polimpolimééricarica

 

DEF:DEF: MisturaMistura ffíísicasica dede doisdois ouou maismais polpolíímerosmeros semsem reareaççãoão ququíímicamica intencionalintencional entreentre osos componentescomponentes

 

SSóó hháá interainteraççãoão ffíísicasica

 
 
   
   
 

ABS/PCABS/PC

PC/ABSPC/ABS

 
  27 27
  27 27
  27 27
  27 27

2727

TerminologiaTerminologia emem PolPolíímerosmeros

CompCompóósitosito

MisturaMistura dede doisdois ouou maismais materiaismateriais queque diferemdiferem emem composicomposiççãoão ququíímicamica e/oue/ou forma,forma, separadasseparadas porpor interfacesinterfaces bembem definidas.definidas.

 

SãoSão insolinsolúúveisveis entreentre sisi ee ssãoão projetadosprojetados parapara aampliarmpliar aa escolhaescolha dede materiais.materiais.

 
 
  26 26
  26 26
  26 26
  26 26

2626

TerminologiaTerminologia emem PolPolíímerosmeros

PolimerizaPolimerizaççãoão

DEF:DEF: ÉÉ aa ssííntesentese dede umum polpolíímeromero ondeonde umum conjuntoconjunto dede reareaççõesões ququíímicasmicas promovempromovem aa uniãounião dede molmolééculasculas simplessimples (meros)(meros) porpor ligaligaççãoão covalente,covalente, parapara aa formaformaççãoão dede umauma cadeiacadeia polimpolimééricarica

 
 
  28 28
  28 28
  28 28
  28 28

2828

RegrasRegras dede nomenclaturanomenclatura
RegrasRegras dede nomenclaturanomenclatura

EmpregoEmprego dede SiglasSiglas

AltamenteAltamente recomendadorecomendado

ConformeConforme ASTMASTM DD--16001600-- StandardStandard TerminologyTerminology forfor AbbreviatedAbbreviated TermsTerms RelatingRelating toto PlasticsPlastics

PolPolíímerosmeros

SiglasSiglas

PolipropilenoPolipropileno

PPPP

PoliestirenoPoliestireno dede altoalto impactoimpacto

HIPSHIPS

PlPláásticossticos dede ((acrilonitrilaacrilonitrila--butadienobutadieno-- estirenoestireno))

ABSABS

PlPláásticossticos dede (etileno(etileno--acetatoacetato dede vinila)vinila)

EVAEVA

ResinaResina dede melaminamelamina--formaldeformaldeíídodo

MRMR

PoliPoli (etileno(etileno tereftalatotereftalato))

PETPET

PolicarbonatoPolicarbonato

PCPC

PoliamidaPoliamida -- NYLONNYLON

PAPA

) ) PET PET Policarbonato Policarbonato PC PC Poliamida Poliamida - - NYLON NYLON PA PA

3131

 

NomenclaturaNomenclatura baseadabaseada nono monômeromonômero

 

PoliPoli ++ nomenome dodo monômeromonômero

 
 

Polietileno,Polietileno, poliestirenopoliestireno ee polipropilenopolipropileno PoliPoli((cloretocloreto dede vinilavinila)) -- PVC,PVC, polipoli((etilenoetileno tereftalatotereftalato)) PETPET

CopolCopolíímerosmeros

 
 

CopolCopolíímeromero ++ merosmeros OndeOnde primeiroprimeiro meromero éé oo dede maiormaior proporproporççãoão

 

CopolCopolíímeromero dede butadienobutadieno--estirenoestireno:: SBRSBR

OndeOnde temtem--sese 75%75% butadienobutadieno ee 25%25% estirenoestireno

 
  30 30
  30 30
  30 30
  30 30

3030

 

RegrasRegras dede NomenclaturaNomenclatura (cont.)(cont.)

 

UsoUso dede marcasmarcas registradasregistradas

 
 

MarcaMarca RegistradaRegistrada

FabricanteFabricante

ResinaResina

TeflonTeflon ®®

DuDu PontPont

PTFEPTFE

LycraLycra ®®

DuDu PontPont

PoliuretanoPoliuretano elastomelastomééricorico

 

NylonNylon ®®

DuDu PontPont

PoliamidasPoliamidas (PA(PAs)s)

 

BaqueliteBaquelite ®®

UnionUnion CarbideCarbide

FenolFenol FormaldeFormaldeíídodo

 

AralditeAraldite ®®

CibaCiba

EpoxiEpoxi

 
  32 32
  32 32
  32 32
  32 32

3232

Simbologia ABNT

Simbologia ABNT 33 33
Simbologia ABNT 33 33

3333

BibliografiaBibliografia

BibliografiaBibliografia RecomendadaRecomendada

MANO,MANO, E.E. B.;B.; MENDES,MENDES, L.C.L.C. IntroduIntroduççãoão aa polpolíímerosmeros -- 22ªª EdiEdiççãoão Ed.Ed. EdgardEdgard BlBlüüchercher 2004.2004.

BRETAS,BRETAS, R.R. E.E. S.S. ee DD´´AVILAAVILA,, M.M. A.A. ReologiaReologia DeDe PolPolíímerosmeros FundidosFundidos Ed.Ed. UFSCar,UFSCar, SãoSão Carlos,Carlos,

2000.2000.

CALLISTER,CALLISTER, WilliamWilliam D.D. CiênciaCiência ee EngenhariaEngenharia dede MateriMateriais,ais, 11ºº EdiEdiçção,ão, EditoraEditora LTC,LTC, RioRio dede Janeiro,Janeiro, 2002.2002.

MANRISH,MANRISH, Silvio.Silvio. ProcessamentoProcessamento dede TermoplTermopláásticos,sticos, 11ºº EdiEdiçção,ão, EditoraEditora ArtiberArtiber,, SãoSão Paulo,Paulo,

2005.2005.

SitesSites InteressantesInteressantes RevistaRevista PlPláásticostico ModernoModerno

<Dispon<Disponíívelvel em:em: www.plastico.com.br/indice.htmwww.plastico.com.br/indice.htm>> (Site(Site OndeOnde

PodePode--SeSe EncontrarEncontrar MatMatéériasrias QueQue CompõemCompõem AA Revista)Revista)

BibliografiaBibliografia ComplementarComplementar MANO,MANO, E.E. B.;B.; MENDES,MENDES, L.L. C.C. IdentificaIdentificaççãoão dede PlPláásticos,sticos, BorrachasBorrachas ee FibrasFibras Ed.Ed. EdgardEdgard

BlBlüüchercher,, 2000.2000. (Livro(Livro maismais voltadovoltado aa áárearea dede laboratlaboratóório).rio).

CANEVAROLOCANEVAROLO JR,JR, S.S. V.V. TTéécnicascnicas DeDe CaracterizaCaracterizaççãoão DeDe PolPolíímerosmeros Ed.Ed. ArtLiberArtLiber 2004.2004.

(Excelente(Excelente livrolivro queque traztraz asas principaisprincipais ttéécnicascnicas dede caracterizacaracterizaççãoão dede polpolíímeros).meros).

VANVAN VLACK,VLACK, LawrenceLawrence HallHall // FerraoFerrao,, LuizLuiz PauloPaulo Camargo.Camargo. PrincPrincíípiospios dede ciênciaciência dosdos materiais.materiais.

EditoraEditora EdgardEdgard BlucherBlucher,, SãoSão Paulo,Paulo, 1988.1988.

materiais. materiais. Editora Editora Edgard Edgard Blucher Blucher , , São São Paulo, Paulo, 1988. 1988.
materiais. materiais. Editora Editora Edgard Edgard Blucher Blucher , , São São Paulo, Paulo, 1988. 1988.
materiais. materiais. Editora Editora Edgard Edgard Blucher Blucher , , São São Paulo, Paulo, 1988. 1988.
materiais. materiais. Editora Editora Edgard Edgard Blucher Blucher , , São São Paulo, Paulo, 1988. 1988.

3434