CERCIBEJA

RELATÓRIO E CONTAS
DE 2014

ÍNDICE

03 Nota 1 - IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE

27 Nota 33 – Financiamentos obtidos

04 DEMONTRAÇÕES FINANCEIRAS

27 Nota 34 - Diferimentos

05 BALANÇO

28 Nota 35 – Outras contas a pagar

06 DEMOSNTRAÇÃO DOS RESULTADOS

29 Nota 36 – Outros passivos financeiros

07 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA

29 Diferença entre activos e passivos correntes

08 DEMONSTRAÇÃO DAS ALTERAÇÕES NOS FUNDOS

30 Rácios financeiros

PATRIMONAIS

31 Factos relevantes ocorridos no período

10 ANEXO I – O BALANÇO
11 Nota 2 – Referencial contabilístico de preparação das
demonstrações financeiras e principais políticas contabilísticas

32 ANEXO II – A DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS
33 Análise económica ao período
34 Nota 37 – Vendas e serviços prestados

13 Nota 3 – Activos fixos tangíveis

36 Nota 38 – Subsídios, doações e legados à exploração

15 Nota 4 – Bens do património histórico e cultural

37 Nota 39 – Variação nos inventários da produção

15 Nota 5 – Propriedades de investimento

37 Nota 40 – Trabalhos para a própria entidade

16 Nota 6 – Actividades intangíveis

38 Nota 41 – Custo das mercadorias vendidas e matérias

17 Nota 7 – Investimentos financeiros
17 Nota 8 – Fundadores/ Patrocinadores/ Doadores/
Associados/ Membros

consumidas
38 Nota 42 – Fornecimentos e serviços externos
42 Nota 43 – Gastos com o pessoal

18 Nota 9 - Inventários

42 Nota 44 – Ajustamentos de inventários

18 Nota 10 - Clientes

43 Nota 45 – Imparidade de dívidas a receber

19 Nota 11 – Adiantamentos a fornecedores

43 Nota 46 - Provisões

19 Nota 12 – Estado e outros entes públicos

44 Nota 47 – Outras imparidades

19 Nota 13 – Fundadores/ Patrocinadores/ Doadores/

44 Nota 48 – Aumentos/reduções de justo valor

Associados/ Membros

45 Nota 49 – Outros rendimentos e ganhos

20 Nota 14 – Outras contas a receber

46 Nota 50 – Outros gastos e perdas

21 Nota 15 – Diferimentos

47 Nota 51 – Gastos/reversões de depreciação e

21 Nota 16 – Outros activos financeiros

amortização

21 Nota 17 – Caixa e depósitos bancários

47 Nota 52 – Juros e rendimentos similares obtidos

21 Nota 18 - Fundos

48 Nota 53 – Juros e gastos similares suportados

22 Nota 19 – Excedentes técnicos

48 Nota 54 – Imposto sobre o rendimento do período

22 Nota 20 - Reservas

49 DEMONSTRAÇÃO DOS RESULTADOS POR

22 Nota 21 – Resultados transitados
22 Nota 22 – Excedentes de revalorização

VALÊNCIAS
58 GASTOS, PERDAS E RESULTADOS POR ÁREAS,

23 Nota 23 – Outras variações dos fundos patrimoniais

COMPARATIVAMENTE COM O ORÇAMENTO

23 Nota 24 – Resultado líquido do exercício

60 ANEXO III – MAPAS ANALÍTICOS

24 Notas 25 e 26 - Provisões

61 MAPA DE CLIENTES

24 Nota 27 – Financiamentos obtidos

63 MAPA DE FORNECEDORES

25 Nota 28 – Outras contas a pagar

65 MAPA DE DEPRECIAÇÕES/AMORTIZAÇÕES,

25 Nota 29 - Fornecedores

SUBSÍDIOS PARA INVESTIMENTO E DOAÇÕES

26 Nota 30 – Adiantamentos a clientes

72 MAPA DE PESSOAL E TRABALHADORES

26 Nota 31 – Estado e outros entes públicos

INDEPENDENTES

27 Nota 32 - Fundadores/ Patrocinadores/ Doadores/

76 MAPA DE DONATIVOS

Associados/ Membros

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 1 – IDENTIFICAÇÃO DA ENTIDADE
Nome CERCIBEJA – Cooperativa para a Educação e
Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Beja, CRL
NIPC 500 807 914
Natureza Jurídica Cooperativa
CAE 87302
Data da Constituição

ÓRGÃOS SOCIAIS

Presidente

Assembleia Geral
182 660 397-Paula Luísa M. Pinto Mendes

Vice-Presidente 198 350 899-Maria Laura Teodósio Abraços
Secretária

179 106 007-Mª. Filomena Moisão Janota

Suplente
Morada da Sede Quinta dos Britos – Apartado 6115
7801-908 BEJA
Telefone 284 311 390
E-mail geral@cercibeja.org.pt
Website

Número de Trabalhadores 63
Número de Voluntários 0
Presidente

Conselho Fiscal
219 658 064-Sónia Cristina L.B. Guerreiro

Vice-Presidente
Secretária
VALÊNCIA /
RESPOSTA

PROTOCOLO / APOIO

NÚMERO
UTENTES

2203 – Cao

CActividades Ocupacionais

57

2205 - Lar

Lar Residencial I

18

2205 - Lar

Lar Residencial II

18

Formação Profissional

124

Relator

Presidente

211 311 456-Anabela Raminhos Chaveiro
252 133 048-Inês Guerreiro V. Machado

Direcção
192 065 041-José Hilário Tareco P. Mendes

Vice-Presidente 171 597 826-Teresa Conceição I. Fialho
Tesoureiro

221 744 282-Luis Miguel Fernandes Vieira

Secretária

221 387 650-Vanda M.Gonçalves Rodrigues

Vogal

216 916 208-Vera Cristina Horta L. Neca

1.º Suplente

219 914 036-Hugo António Caetano Inácio

2.º Suplente

193 354 934-Patrocinia Rosa L.J. Páscoa

IDENTIFICAÇÃO DO TOC
Nome Carlos Manuel Ferreira Duarte
NIF 114 133 295
Nº de Membro 39217
Telefone 212 251 430
E-mail geral@cruzinfor.com
Website www.cruzinfor.com

Março 2015  Página 3

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

DEMONSTRAÇÕES

FINANCEIRAS

EM

31.12.2014

Março 2015  Página 4

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

BALANÇO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014
CONTAS

RÚBRICAS

Notas

31-12-2014

31-12-2013

DIFERENÇA

ACTIVO
Activo Não Corrente
4331 a 7-4338/9+453-459
4321/2/3/4/5-4329+455-459
421+422-428-429+452-459
4421 a 6-4428/9+454-459
411/2/3/4/5-419+451-459
26-269

32 a 39
211+212+213-219
228-229+2713-279
24
26-269
232/8-239+2721+278-279
281
1411+1421+1431
11+12+13

51
52
55
56
58
57+59
818

29
29
25
237+2711+2712+275

Activos fixos tangíveis
Bens do património histórico e cultural
Propriedades de investimento
Activos intangíveis
Investimentos financeiros
Fundad. / patrocin. / doadores / assoc. / membros
Activo Corrente
Inventários
Clientes
Adiantamentos a fornecedores
Estado e outros entes públicos
Fundad. / patrocin. / doadores / assoc. / membros
Outras contas a receber
Diferimentos
Outros activos financeiros
Caixa e depósitos bancários

3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15
16
17

1.535.254,99

1.580.975,46

56,46
129,89

281,93

1.535.441,34

1.581.257,39

1.826,67
26.661,90
10,15

523,81
17.735,00
131,18

13.020,26
209.297,58
7.758,82

10.567,26
189.753,23
2.065,84

185.509,18
444.084,56
1.979.525,90

176.632,31
397.408,63
1.978.666,02

TOTAL DO ACTIVO
FUNDOS PATRIMONIAIS E PASSIVO
Fundos Patrimoniais
2.931,82
Fundos
18
Excedentes técnicos
19
Reservas
20
249.772,19
Resultados transitados
21
Excedentes de revalorização
22
907.659,26
Outras variações fundos patrimoniais
23
12.829,68
Resultado líquido do período
24
TOTAL DO FUNDO DE CAPITAL
1.173.192,95
PASSIVO
Passivo Não Corrente
Provisões
25
Provisões específicas
26
588.822,38
Financiamentos obtidos
27
Outras contas a pagar
28

2.931,82

221.847,95
933.147,26
15.989,85
1.173.916,88

550.448,33

588.822,38

550.448,33

49.266,55
180,00
23.842,20

54.447,62
374,00
36.953,48

43.770,98

49.732,92

100.450,84

112.792,79

217.510,57
806.332,95
1.979.525,90

254.300,81
804.749,14
1.978.666,02

-45.720,47
0,00
0,00
-225,47
129,89
0,00
-45.816,05
1.302,86
8.926,90
-121,03
0,00
2.453,00
19.544,35
5.692,98
0,00
8.876,87
46.675,93
859,88

0,00
0,00
0,00
27.924,24
0,00
-25.488,00
-3.160,17
-723,93

0,00
0,00
38.374,05
0,00
38.374,05

Passivo Corrente
Fornecedores
Adiantamentos de clientes
24
Estado e outros entes públicos
26
Fundad. / patrocin. / doadores / assoc. / membros
25
Financiamentos obtidos
282
Diferimentos
231/8+2711/2/9+2722+273/6/8 Outras contas a pagar
1432
Outros passivos financeiros
221+222+225
218+276

TOTAL DO PASSIVO
TOTAL DOS FUNDOS PATRIMONIAIS E PASSIVO

29
30
31
32
33
34
35
36

-5.181,07
-194,00
-13.111,28
0,00
-5.961,94
0,00
-12.341,95
0,00
-36.790,24
1.583,81
859,88

Março 2015  Página 5

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR NATUREZA EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014
Contas

RENDIMENTOS E GASTOS

Notas

Valor do
Orçamento

2014

% Desvio

Diferença
2014 / 2013

2013

+71+72

Vendas e serviços prestados

37

182.048,55

174.000,00

4,63%

167.172,99

14.875,56

+75

Subsídios, doações e legados à exploração

38

1.501.962,18

1.668.101,94

-9,96%

1.327.897,96

174.064,22

+73

Variações nos inventários da produção

39

#DIV/0!

+74

Trabalhos para a própria entidade

40

#DIV/0!

-61

Custo mercad. Vendidas e mat. consumidas

41

-24.898,07

-22.700,00

9,68%

-25.351,32

453,25

-62

Fornecimentos e serviços externos

42

-374.783,66

-364.235,40

2,90%

-302.907,80

-71.875,86

-63

Gastos com o pessoal

43

-932.348,84

-926.863,36

0,59%

-872.688,87

-59.659,97

-652+7622

Ajustamentos inventários (perdas/reversões)

44

-651+7621

Imparidade dívidas a receber (perdas/reversões)

45

-67+763

Provisões (aumentos/reduções)

-67+763

Provisões específicas (aumentos/reversões)

0,00
0,00

#DIV/0!

0,00

#DIV/0!

-3.695,25

46

#DIV/0!

0,00

-3.695,25

46

#DIV/0!

0,00

-653 a 7+761 Outras imparidades (perdas/reversões)

47

#DIV/0!

0,00

+77-76

Aumentos/reduções de justo valor

48

+78

Outros rendimentos e ganhos

49

96.842,81

81.197,10

-68

Outros gastos e perdas

50

-352.833,26

Resultado antes de depreciações, gastos de financiamento e impostos

92.294,46

51

Resultado operacional (antes de gastos de financiamento e impostos)

-64+761

Gastos/reversões de depreciação e amortização

+79

Juros e rendimentos similares obtidos

52

-69

Juros e gastos similares suportados

53

811
812
818

#DIV/0!
117.198,57

-20.355,76

-494.586,02

-28,66%

-314.520,88

-38.312,38

114.914,26

-19,68%

96.800,65

-4.506,19

-48.528,94

-51.695,14

-6,12%

-62.678,80

14.149,86

43.765,52

63.219,12

-30,77%

34.121,85

9.643,67

6,34

-6,34

#DIV/0!
-30.935,84

-12.000,00

157,80%

-18.138,34

-12.797,50

12.829,68

51.219,12

-74,95%

15.989,85

-3.160,17

12.829,68

51.219,12

15.989,85

-3.160,17

Resultado antes de impostos
Imposto sobre o rendimento do período

0,00

19,27%

54

#DIV/0!

Resultado líquido do período

0,00

-74,95%

DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR ÀREAS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2014
2014
DESIGNAÇÃO

GASTOS

RENDIMENTOS

2013
RESULTADO

RESULTADO

DIFERENÇA
RESULTADO
2014 / 2013

VALÊNCIAS
9111-Cao-C.Actividades Ocupacionais

426 153,09

411 486,31

-14 666,78

-38 132,31

23 465,53

9121-Lar Residencial I

241 729,07

251 804,39

10 075,32

-13 100,85

23 176,17

9122-Lar Residencial II

307 867,02

282 318,17

-25 548,85

-25 301,81

-247,04

975 749,18

945 608,87

-30 140,31

-76 534,97

46 394,66

Totais

FORMAÇÃO E PROJECTOS
Formação e Projectos
Totais

711 636,05

711 636,05

0,00

0,00

0,00

711 636,05

711 636,05

0,00

0,00

0,00

-42 407,67

ACTIVIDADES EXTRA VALÊNCIAS
9221-Actividades Extra Valências

62 070,14

117 695,10

55 624,96

98 032,63

9231-Inr-Instituto Nacional Reabilitação

18 568,49

5 913,52

-12 654,97

-5 507,81

-7 147,16

80 638,63

123 608,62

42 969,99

92 524,82

-49 554,83

12 829,68

15 989,85

-3 160,17

Totais
RESULTADOS GERAIS

1 768 023,86

1 780 853,54

VALOR ORÇAMENTO GERAL

1 872 079,92

1 923 299,04

-5,56%

-7,41%

MARGEM DE ERRO ORÇAMENTAL

Março 2015  Página 6

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA
Código

RÚBRICAS

Notas

2014

2013

Fluxos de caixa das actividades operacionais – método directo
502

Recebimento de clientes e utentes

133.801,85

125.483,66

520

Pagamentos de subsídios

-10.613,47

-16.005,68

510

Pagamentos de apoios

-1.725,00

-900,00

511

Pagamentos de bolsas

-336.623,08

-262.399,65

500

Pagamentos a fornecedores

-447.349,42

-311.792,47

501

Pagamentos ao pessoal

-611.490,16

-569.628,97

-1.273.999,28

-1.035.243,11

521

Pagamento/recebimento do imposto sobre o rendimento

503

Outros recebimentos/pagamentos

Caixa gerada pelas operações

Fluxos de caixa das actividades operacionais (1)

1.262.883,63

931.351,70

-11.115,65

-103.891,41

-2.583,00

-62.120,30

Fluxos de caixa das actividades de investimento
Pagamentos respeitantes a:
514

Activos fixos tangíveis

516

Activos intangíveis

512

Investimentos financeiros

522

Outros activos

Recebimentos provenientes de:
515

Activos fixos tangíveis

517

Activos intangíveis

513

Investimentos financeiros

523

Outros activos

509

Subsídios ao investimento

507

Juros e rendimentos similares

524

Dividendos
Fluxos de caixa das actividades de investimento (2)

6,34

-2.583,00

-62.113,96

81.988,50

188.912,60

15.099,25

37.720,43

Fluxos de caixa das actividades de financiamento
Recebimentos provenientes de:
505

Financiamentos obtidos

522

Realização de fundos

523

Cobertura de prejuízos

506

Doações

518

Outras operações de financiamento

Pagamentos respeitantes a:
504

Financiamentos obtidos

-43.576,39

-86.789,84

508

Juros e gastos similares

-30.935,84

-18.138,34

525

Dividendos

524

Redução de fundos

519

Outras operações de financiamento
22.575,52

121.704,85

8.876,87

-44.300,52

Caixa e seus equivalentes no início do período

176.632,31

220.932,83

Caixa e seus equivalentes no fim do período

185.509,18

176.632,31

Fluxos de caixa das actividades de financiamento (3)

Variação de caixa e seus equivalentes (1+2+3)
Efeitos das diferenças de cambio

Março 2015  Página 7

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

DEMONSTRAÇÃO DAS ALTERAÇÕES NOS FUNDOS PATRIMONAIS
2013

Fundos patrimoniais atribuídos aos instituidores da entidade-mãe

DESCRIÇÃO

Notas

POSIÇÃO NO INÍCIO DO PERÍODO

(6)

Fundos

Exced.
Técnicos

Reservas

2 931,82

Resultados
Transitados

Ajustam. Em
Activos
Financ.

Excedentes
de Revalor.

161 619,90

Out. Var.
Fundos
Patrimon.

Total dos
Fundos
Patrimon.

1 108 773,39

1 108 773,39

0,00

0,00

Primeira adopção do novo referec.contabilístico

0,00

0,00

Alterações de políticas contabilísticas

0,00

0,00

Dif.de conversão de demonstrações financeiras

0,00

0,00

Realiz.exced.revalor.activos tangíveis e intangíveis

0,00

0,00

Exced.revalor.activos tang.intang.e resp.variações

0,00

0,00

Ajustamentos por impostos diferidos

0,00

0,00

60 228,05
(7)

RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO
RESULTADO EXTENSIVO

0,00

0,00

0,00

60 228,05

0,00

0,00

49 153,64

-60 228,05

49 153,64

49 153,64

-60 228,05

49 153,64

15 989,85

15 989,85

-44 238,20

65 143,49

(8)
9=7+8

0,00

0,00

0,00

60 228,05

0,00

0,00

60 228,05

Interesses
Minorit.

Total

ALTERAÇÕES NO PERÍODO

Outras alter.reconhecidas nos fundos patrimoniais

883 993,62

Resultado
Líquido do
Período

49 153,64

49 153,64
0,00

49 153,64
15 989,85

0,00

65 143,49

OPERAÇÕES C/INSTITUIDORES NO PERÍODO

0,00

0,00

Fundos

0,00

0,00

Subsídios, doações e legados

0,00

0,00

Outras operações

0,00

0,00

(10)
POSIÇÃO NO FIM DO PERÍODO
11=6+7+8+10

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

2 931,82

0,00

0,00

221 847,95

0,00

0,00

933 147,26

15 989,85

1 173 916,88

0,00

1 173 916,88

Março 2015  Página 8

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

2014

Fundos patrimoniais atribuídos aos instituidores da entidade-mãe

DESCRIÇÃO

Notas

POSIÇÃO NO INÍCIO DO PERÍODO

(6)

Fundos

Exced.
Técnicos

Reservas

2.931,82

Resultados
Transitados

Ajustam. Em
Activos
Financ.

Excedentes
de Revalor.

221.847,95

Out. Var.
Fundos
Patrimon.
933.147,26

Resultado
Líquido do
Período
15.989,85

Interesses
Minorit.

Total

Total dos
Fundos
Patrimon.

1.173.916,88

1.173.916,88

ALTERAÇÕES NO PERÍODO

0,00

0,00

Primeira adopção do novo referec.contabilístico

0,00

0,00

Alterações de políticas contabilísticas

0,00

0,00

Dif.de conversão de demonstrações financeiras

0,00

0,00

Realiz.exced.revalor.activos tangíveis e intangíveis

0,00

0,00

Exced.revalor.activos tang.intang.e resp.variações

0,00

0,00

Ajustamentos por impostos diferidos
Outras alter.reconhecidas nos fundos patrimoniais

27.924,24
(7)

RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO
RESULTADO EXTENSIVO

0,00

0,00

0,00

27.924,24

0,00

0,00

0,00

0,00

-25.488,00

-15.989,85

-13.553,61

-13.553,61

-25.488,00

-15.989,85

-13.553,61

12.829,68

12.829,68

-3.160,17

-723,93

(8)
9=7+8

0,00

0,00

0,00

27.924,24

0,00

0,00

-25.488,00

0,00

-13.553,61
12.829,68

0,00

-723,93

OPERAÇÕES C/INSTITUIDORES NO PERÍODO

0,00

0,00

Fundos

0,00

0,00

Subsídios, doações e legados

0,00

0,00

Outras operações

0,00
(10)

POSIÇÃO NO FIM DO PERÍODO
11=6+7+8+10

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

2.931,82

0,00

0,00

249.772,19

0,00

0,00

907.659,26

12.829,68

1.173.192,95

0,00

1.173.192,95

Março 2015  Página 9

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

ANEXO I

O BALANÇO

Março 2015  Página 10

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

As organizações sem fins lucrativos (OSFL) têm contribuições económicas, sociais e políticas muito
importantes, e a sua crescente interdependência com outras entidades e agentes económicos, designadamente
o Estado, aumentou a necessidade de informação sobre o seu desempenho.
A informação financeira tem constituído um elemento fundamental no processo de tomadas de decisão,
constituindo em si um factor determinante para o financiamento da instituição.
A contabilidade enquanto sistema de informação tem traduzido um importante factor de conhecimento e
comunicação, disponibilizando informação financeira sobre a instituição.
Assiste-se hoje a um conjunto de desafios comuns, nomeadamente a falta de recursos financeiros para o
desenvolvimento da actividade da instituição e a consciencialização por parte dos órgãos directivos da
necessidade de introduzir dia a dia mecanismos e instrumentos que permitam uma actuação mais consistente
e profissional e garantir, no curto, médio e longo prazo, que a instituição tenha sempre fontes de receita que
permitam honrar os seus compromissos, que esses compromissos estão alinhados com o seu objectivo social e
que a utilidade social é maximizada.
NOTA 2 – REFERENCIAL CONTABILISTICO DE PREPARAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES
FINANCEIRAS E PRINCIPAIS POLÍTICAS CONTABILÍSTICAS
NOTA 2.1 – REFERENCIAL CONTABILISTICO E PREPARAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES
FINANCEIRAS
As presentes demonstrações financeiras foram elaboradas a partir dos registos contabilísticos da entidade e
de acordo com o modelo para as entidades sem fins lucrativos, aprovado pelo Decreto-Lei nº. 36-A/2011 de 9
de Março, e inclui ainda os seguintes instrumentos legais:
 Portaria nº. 105/2011 de 14 de Março – Modelos de demonstrações financeiras
 Portaria nº. 106/2011 de 14 de Março – Código de Contas
 Aviso nº. 6726-B/2011 de 14 de Março – NCRF-ESNL
As adopções das Normas Contabilísticas e de Relato Financeiro (NCRF-ESNL) ocorreram pela primeira vez
em 2011 e foram registados os respectivos ajustamentos nos fundos patrimoniais.
Nas presentes demonstrações financeiras, preparadas a partir dos registos contabilísticos da Entidade, foram
consideradas as seguintes bases de preparação:
Continuidade
As demonstrações financeiras anexas foram preparadas no pressuposto da continuidade da actividade.
Regime de periodização económica (acréscimo)
A instituição regista os seus rendimentos e gastos de acordo com o regime do acréscimo (periodização
económica), pelo qual os rendimentos e gastos são reconhecidos à medida que são gerados,
independentemente do momento em que são recebidos ou pagos.
As quantias de rendimentos atribuíveis ao período e ainda não recebidos ou liquidados são reconhecidos na
rubrica de “Outras contas a receber” em “Devedores por acréscimo de rendimento”. Por sua vez, as
quantias de gastos atribuíveis ao período e ainda não pagos ou liquidados são reconhecidos na rubrica de
“Outras contas a pagar” em “Credores por acréscimos de gastos”.
As quantias dos rendimentos e dos gastos que, apesar de já ter ocorrido a respectiva receita/recebimento ou
despesa/pagamento, devam ser reconhecidos nos períodos seguintes, são reconhecidos na rubrica de
“Diferimentos” em “Rendimentos a reconhecer” ou “Gastos a reconhecer”, respectivamente.
Consistência de apresentação
Os critérios de apresentação e de classificação de itens nas demonstrações financeiras são mantidos de um
período para o outro, a menos que seja perceptível, após uma alteração significativa na natureza das
Março 2015  Página 11

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

operações e que outra apresentação ou classificação é mais apropriada, tendo em consideração as políticas
contabilísticas contidas nas NCRF-ESNL.
Materialidade e agregação
Cada classe material de itens semelhantes é apresentada separadamente nas demonstrações financeiras em
harmonia com a informação mínima que consta dos modelos de demonstrações financeiras aprovados para
as ESNL.
Compensação
Os activos e os passivos, os rendimentos e os gastos foram relatados separadamente nos respectivos itens do
balanço e da demonstração dos resultados, pelo que nenhum activo foi compensado por qualquer passivo e
nenhum gasto foi compensado por qualquer rendimento.
Comparabilidade
Sempre que a apresentação e a classificação de itens das demonstrações financeiras são alteradas, as
quantias comparativas são reclassificadas, a menos que tal seja impraticável.
Activos e passivos não correntes
Os activos realizáveis e os passivos exigíveis a mais de um ano a contar da data da demonstração da posição
financeira são classificados, respectivamente como activos e passivos não correntes. Adicionalmente, pela
sua natureza, as provisões são classificadas como activos e passivos não correntes.
Passivos contingentes
Os passivos contingentes não são reconhecidos no balanço, sendo os mesmos divulgados no Anexo, a não ser
que a possibilidade de uma saída de fundos afectando benefícios económicos futuros seja remota. No presente
período não existe qualquer relato sobre este item.
Passivos financeiros
Os passivos financeiros estão classificados de acordo com a substância contratual, independentemente da
forma legal que assumam.
Eventos subsequentes
Após a data do Balanço não houve conhecimento de eventos ocorridos que proporcionem informação
adicional que afectem as demonstrações financeiras.
Derrogação das disposições do SNC-ESNL
Não existiram, no decorrer do exercício a que respeitam estas demonstrações financeiras, quaisquer casos
excepcionais que implicassem a derrogação de qualquer disposição prevista pelo SNC-ESNL.
NOTA 2.2 – PRINCIPAIS POLÍTICAS CONTABILÍSTICAS ADOPTADAS
Em cada nota do balanço e da demonstração dos resultados existe uma informação das políticas
contabilísticas adoptadas para cada item.

Março 2015  Página 12

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

ACTIVO NÃO CORRENTE
NOTA 3 – ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS
Os activos fixos tangíveis encontram-se registados ao custo de aquisição, deduzido das depreciações e das
perdas por imparidade acumuladas.
As depreciações são calculadas, após o início da utilização dos bens, pelo método de linha recta em
conformidade com o período de vida útil estimado para cada grupo de bens.
As taxas de depreciação utilizadas correspondem aos seguintes períodos de vida útil estimada:
Activo fixo tangível
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Outros activos fixos tangíveis

Vida útil estimada
50 anos
6 anos
5 anos
entre 5 e 6 anos
Entre 3 e 8 anos

As despesas de conservação e reparação que não aumentam a vida útil dos activos nem resultem em
benfeitorias ou melhorias significativas nos elementos dos activos fixos tangíveis, são registados como gastos
do período em que ocorram.
O desreconhecimento dos activos fixos tangíveis, resultantes da venda ou abate, são determinados pela
diferença entre o preço de venda e o valor líquido contabilístico na data da alienação ou abate, sendo
registadas na demonstração de resultados nas rubricas “Outros rendimentos e ganhos” ou “Outros gastos e
perdas”.
Em cada relato é efectuada uma revisão das quantias escrituradas dos activos fixos tangíveis e intangíveis da
instituição com vista a determinar se existe algum indicador de que os mesmos possam estar em imparidade.
A classificação das locações financeiras ou operacionais é realizada em função da substância dos contratos,
reconhecendo os activos fixos tangíveis e as depreciações acumuladas correspondentes e as dívidas
pendentes de liquidação de acordo com o plano financeiro contratual.
Adicionalmente, os juros incluídos no valor das rendas e as depreciações dos activos tangíveis são
reconhecidos como gastos na demonstração de resultados do período a que respeitam.

COMENTÁRIOS
Esta rubrica registou um investimento no período de € 2.583,00, à compra de uma máquina lavadora.

Março 2015  Página 13

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

Saldos em
01.01.2014

Aquisições
Dotações

Abates

Transfer.

Revaloriz.

31.12.2014

31.12.2013

CUSTO
4331
4332
4333
4334
4335
4336
4337
453

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Equipamento biológico
Outros activos fixos tangíveis
Investimentos em curso
Total:

6.582,85

6.582,85

6.582,85

1.792.807,14

1.792.807,14

1.792.807,14

340.206,30

340.206,30

340.206,30

324.427,66

324.427,66

324.427,66

140.597,35

140.597,35

140.597,35

0,00

0,00

70.502,46

67.919,46

67.919,46

2.672.540,76

2.583,00

2.583,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

2.675.123,76

2.672.540,76

DEPRECIAÇÕES ACUMULADAS
43381
43382
43383
43384
43385
43386
43387

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Equipamento biológico
Outros activos fixos tangíveis
Total:

759,42

759,42

759,42

279.408,92

34.086,93

313.495,85

279.408,92

312.058,49

5.589,72

317.648,21

312.058,49

305.513,81

5.137,85

310.651,66

305.513,81

134.201,47

1.651,36

135.852,83

134.201,47

59.623,19

1.837,61

1.091.565,30

48.303,47

Saldos em
01.01.2014

43391
43392
43393
43394
43395
43396
43397
459

0,00

Aumentos

0,00

Reduções

0,00

ACTIVOS LÍQUIDOS
Terrenos e recursos naturais
5.823,43
Edifícios e outras construções
1.479.311,29
Equipamento básico
22.558,09
Equipamento de transporte
13.776,00
Equipamento administrativo
4.744,52
Equipamento biológico
Outros activos fixos tangíveis
9.041,66
Investimentos em curso
Total:
1.535.254,99

0,00

61.460,80

59.623,19

1.139.868,77

1.091.565,30

31.12.2014

PERDAS POR IMPARIDADE ACUMULADAS
Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Equipamento biológico
Outros activos fixos tangíveis
Investimentos em curso
Total:
0,00
0,00
0,00

31.12.2014

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

31.12.2013

0,00

31.12.2013

5.823,43
1.513.398,22
28.147,81
18.913,85
6.395,88
8.296,27
1.580.975,46

Março 2015  Página 14

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 4 – BENS DO PATRIMÓNIO HISTÓRICO E CULTURAL
A Instituição não possui qualquer bem desta natureza, não havendo por isso, nada a relatar.
NOTA 5 – PROPRIEDADES DE INVESTIMENTO

As propriedades de investimento são constituídas por terrenos e edifícios, cujos fins são a obtenção de rendas
e valorização do capital investido, e não para uso ou fins administrativos, ou para venda no decurso da
actividade corrente.
As propriedades de investimento são mensuradas ao custo. Os custos suportados são reconhecidos como
gasto no período a que referem.
COMENTÁRIOS
A Instituição não possui activos nesta conta.

Saldos em
01.01.2014

Aquisições

Alienações

Transfer.

Revaloriz.

31.12.2014

31.12.2013

CUSTO
0,00

422

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções

426

Outras propriedades de investimento

0,00

421

0,00

Total:

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

DEPRECIAÇÕES ACUMULADAS

4282

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções

4286

Outras propriedades de investimento

4281

0,00
0,00
0,00

Total:

0,00

0,00

Saldos em
01.01.2014

0,00

Aumentos

0,00

0,00

Reduções

0,00

31.12.2014

0,00

31.12.2013

PERDAS POR IMPARIDADE ACUMULADAS
4291
4292
4296

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções

0,00
0,00
0,00
0,00

Outras propriedades de investimento

Total:

0,00

0,00

0,00

31.12.2014
ACTIVOS LÍQUIDOS
Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Investimentos em curso
Total:

0,00

0,00

31.12.2013

0,00

Março 2015  Página 15

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 6 – ACTIVOS INTANGÍVEIS
Os activos intangíveis encontram-se registados ao custo de aquisição, deduzido das amortizações e das
perdas por imparidade acumuladas. Estes activos só são reconhecidos se for provável que deles advenham
benefícios económicos futuros para a instituição, sejam controláveis pela instituição e se possa medir
razoavelmente o seu valor.
Nos casos de marcas e patentes, sem vida útil definida, não são calculadas amortizações, sendo o seu valor
objecto de testes de imparidade numa base anual.
Activo fixo intangível
Projectos de desenvolvimento
Programas de computador
Outros activos intangíveis

Vida útil estimada
3 anos
3 anos
estimar caso a caso

COMENTÁRIOS
Durante o período ão foram registados investimentos nesta rubrica.

Saldos em
01.01.2014

Aquisições
Dotações

Abates

Transfer.

Revaloriz.

31.12.2014

31.12.2013

CUSTO
4421
4422
4423
4426
454

Goodwill / Trespasse
Projectos de desenvolvimento
Programas de computador
Outros activos intangíveis
Investimentos em curso

0,00
0,00
9.929,54

9.929,54

9.929,54

0,00
0,00

Total:

9.929,54

0,00

0,00

0,00

0,00

9.929,54

9.929,54

DEPRECIAÇÕES ACUMULADAS
442821
442822
442823
442826

Goodwill / Trespasse
Projectos de desenvolvimento
Programas de computador
Outros activos intangíveis

0,00
0,00
9647,61

225,47

9873,08

9647,61

0,00

Total:

9647,61

225,47

Saldos em
01.01.2014

0,00

Aumentos

0,00

0,00

Reduções

9873,08

31.12.2014

9647,61

31.12.2013

PERDAS POR IMPARIDADE ACUMULADAS
442921
442922
442923
442926

Goodwill / Trespasse
Projectos de desenvolvimento
Programas de computador
Outros activos intangíveis
Investimentos em curso
Total:

0,00

0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

Março 2015  Página 16

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

31.12.2014
ACTIVOS LÍQUIDOS
Goodwill / Trespasse
Projectos de desenvolvimento
Programas de computador
Outros activos intangíveis
Investimentos em curso
Total:

31.12.2013

56,46

281,93

56,46

281,93

NOTA 7 – INVESTIMENTOS FINANCEIROS
As participações financeiras são registadas pelo seu custo de aquisição, ajustado pelo valor correspondente à
participação da instituição nos resultados líquidos das entidades associadas e participadas, por
contrapartida de ganhos ou perdas do período e pelos dividendos recebidos, liquido de perdas de imparidade
acumuladas.
COMENTÁRIOS
O valor registado refere-se a fundos de compensação do trabalho.

NOTA 8 – FUNDADORES/PATROCINADORES/DOADORES/ASSOCIADOS/MEMBROS
Rubrica destinada a registar as quantias respeitantes às posições financeiras derivadas do relacionamento da
instituição e as entidades acima mencionadas, cuja natureza seja de médio e longo prazo, nomeadamente
empréstimos. Os valores registados estão mensurados ao custo menos qualquer perda por imparidade.
COMENTÁRIOS
A Instituição não possui activos nesta conta.

Março 2015  Página 17

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

ACTIVO CORRENTE
NOTA 9 - INVENTÁRIOS
As mercadorias e as matérias-primas, subsidiárias e de consumo, encontram-se valorizadas ao custo de
aquisição ou ao valor realizável líquido, dos dois o mais baixo. Utiliza-se o sistema de inventário
permanente.
COMENTÁRIOS
O valor de € 1.826,67, refere-se ao saldo das existências (sobras) à data de 31 de Dezembro de géneros alimentares.

Saldos em
01.01.2014
32
331
34
36

Mercadorias
Mat. primas, subsid. e de consumo
Produtos acabados e intermédios
Produtos e trabalhos em curso
Total:

Compras

Reclassific.e
Regulariz.

523,81

7.260,00
19.095,49

-7.260,00
-17.792,63

523,81

26.355,49

-25.052,63

31.12.2014

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas
Variações nos inventários de produção

31.12.2013

0,00
1.826,67
0,00
0,00
1.826,67

0,00
523,81
0,00
0,00
523,81

24.898,07

25.351,32

NOTA 10 – CLIENTES
As contas de clientes e de utentes não têm implícitos juros e são registadas pelo seu valor nominal diminuído
de eventuais perdas por imparidade, por forma a que as mesmas reflictam o seu valor realizável líquido.
COMENTÁRIOS
No final deste relatório de contas no item "Anexo-Mapas Analiticos", existe um mapa que inclui as dívidas
individuais dos utentes à data do fecho do balanço, com comparabilidade com o ano anterior.

31.12.2014
2111
2117
213
2171
2177
219

Clientes conta corrente
Utentes conta corrente
Clientes factoring
Clientes cobrança duvidosa
Utentes cobrança duvidosa
Subtotal:
Perdas por imparidade acumuladas
Total Líquido:

31.12.2013

26.661,90

17.735,00

26.661,90

17.735,00

26.661,90

17.735,00

Março 2015  Página 18

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 11 – ADIANTAMENTOS A FORNECEDORES
Compreende as quantias de activos financeiros respeitantes a adiantamentos a fornecedores de bens e
serviços e de investimento, cujo preço não esteja previamente fixado.
COMENTÁRIOS
O valor de € 10,15 corresponde a um adiantamento a 2 fornecedores.

NOTA 12 – ESTADO E OUTROS ENTES PÚBLICOS
Compreende os activos correntes por quantias a favor da instituição respeitantes a impostos, taxas e
contribuições obrigatórias derivadas do relacionamento da instituição com o Estado e outros entes públicos.
COMENTÁRIOS
Esta rubrica não regista saldo no final do período.

NOTA 13 – FUNDADORES/PATROCINADORES/DOADORES/ASSOCIADOS/MEMBROS
Rubrica destinada às quantias correntes por receber respeitantes às posições financeiras derivadas do
relacionamento da Instituição e as entidades acima mencionadas, como por exemplo as quotas dos
associados(as).
31.12.2014
262
263
264
266
268
269

Doadores em curso
Patrocinadores
Quotas
Financiamentos concedidos
Outras Operações
Subtotal:
Perdas por imparidade acumuladas
Total Líquido:

31.12.2013
COMENTÁRIOS

13.020,26

10.567,26

13.020,26

10.567,26

13.020,26

10.567,26

A quantia registada refere-se aos valores a
receber de quotas dos associados, não
liquidadas dentro do período de relato.

Março 2015  Página 19

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 14 – OUTRAS CONTAS A RECEBER
Compreende as quantias de activos financeiros correspondentes de valores a receber que não estejam
inseridas nas demais rubricas de contas a receber.
De notar que os subsídios do Governo são reconhecidos como rendimentos do próprio período na
demonstração de resultados do período em que os programas/contratos são realizados independentemente da
data do seu recebimento.
31.12.2014

31.12.2013

PESSOAL
232
238

Adiantamentos ao pessoal
Outras operações

COMENTÁRIOS
403,19
403,19

Subtotal:
Perdas por imparidade acumuladas
Total Líquido:
403,19
SUBSÍDOS A RECEBER
Segurança Social
278411
C.Actividades Ocupacionais
278411
Lares/Moradias
278411
Apoio Domiciliário
278411
Intervenção Precoce
278411
Creches
278411
C.Actividades T.Livres
278411
Outras Valências
278411
Subsídios eventuais
Subtotal:
0,00
Iefp/Poph/Projectos Comunitários
278412
C.Emprego Protegido
278412
Estagiários e Poc´s
278412
Form.Prof./P.Comunitários
201.920,54
2784…
Outras entidades
Subtotal:
201.920,54
Outros
278417
INR
278416
Fundo Socorro Social
278414
Ministério da Educação
278415
Ministério da Saúde
278418
Autarquias e Governos Civis
278418
Qren/Feder/Pares, (Investim.)
278418
Outras entidades
Subtotal:
0,00
Total de subsídios a receber:
201.920,54
OUTRAS CONTAS
2721
Devedores p/ acrésc. rendimentos
278…
Outros devedores
6.973,85
Subtotal:
6.973,85
TOTAL GERAL:
209.297,58
279
Perdas por imparidade acumuladas
Total Líquido:
209.297,58

1.720,73
1.720,73

239

1.720,73

0,00

Esta rubrica regista básicamente os
valores a receber do Sector Público
181.394,43
Administrativo, respeitante a subsídios
não reembolsados durante o período.
181.394,43

0,00
181.394,43
250,00
6.388,07
6.638,07
189.753,23
189.753,23

Março 2015  Página 20

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 15 - DIFERIMENTOS
Compreende os gastos que devam ser reconhecidos nos períodos seguintes.
31.12.2014
28282
28191
28193
281…

Rendas adiantadas
Prémios de seguro antecipados
Juros antecipados
Outros gastos a reconhecer
Total:

31.12.2013

683,30
3.735,07

413,56
1.445,60

3.340,45
7.758,82

206,68
2.065,84

COMENTÁRIOS
O valor resgistado refere-se a gastos com
despesas a reconhecer no período seguinte.

NOTA 16 – OUTROS ACTIVOS FINANCEIROS
Esta conta visa reconhecer todos os instrumentos financeiros que não sejam caixa (conta 11) ou depósitos
bancários que não incluam derivados (contas 12 e 13), que sejam mensurados ao justo valor e cujas
alterações sejam reconhecidas na demonstração de resultados.
COMENTÁRIOS
A Instituição não possui activos nesta rubrica.

NOTA 17 – CAIXA E DEPÓSITOS BANCÁRIOS
Esta rubrica regista os meios financeiros líquidos, que incluem dinheiro e depósitos bancários.
À data do fecho do balanço a rubrica de caixa e depósitos bancários apresentava a seguinte decomposição:
2013
11
12
131
139

Caixa
Depósitos à ordem
Depósitos a prazo
Outros depósitos
Total:

Débito

Crédito

5.747,58
170.884,73

171.884,00
2.179.463,59

174.354,66
2.168.116,06

176.632,31

2.351.347,59

2.342.470,72

2014
3.276,92
COMENTÁRIOS
182.232,26 À data do balanço as rubricas de caixa e
0,00 bancos apresentavam os seguintes valores
0,00 movimentados e em saldo.
185.509,18

FUNDOS PATRIMONIAIS
NOTA 18 - FUNDOS
Esta conta inclui o fundo (dotação) inicial e os excedentes destinados a aumentar o mesmo.
COMENTÁRIOS
Esta rubrica não apresentou qualquer movimento durante o período de relato.

Março 2015  Página 21

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 19 – EXCEDENTES TÉCNICOS
Esta conta é utilizada apenas pelas mutualidades.
NOTA 20 – RESERVAS
Esta rubrica é utilizada para reconhecer as quantias colocadas em reservas, sejam elas de carácter
obrigatório (legal, estatutária, etc.), sejam carácter voluntário e pontual.
31.12.2014
551
5521
5523
5524

31.12.2013

Reserva legal
Reservas estatutárias
Reservas para investimento
Outras reservas

COMENTÁRIOS
A Instituição não possui reservas registadas.
Total:

0,00

0,00

NOTA 21 – RESULTADOS TRANSITADOS
Esta conta reconhece as quantias dos resultados líquidos de períodos anteriores.
Esta conta regista igualmente o reconhecimento de quantias que, embora se verifiquem durante o período,
não são de registar nas contas de resultados (classes 6 e 7), mas antes, de acordo com o exigido pelas NCRF,
directamente nos fundos patrimoniais.
COMENTÁRIOS

Esta rubrica registou a transferencia dos resultados positivos do período anterior e correcções referentes a registos
de período anteriores.

NOTA 22 – EXCEDENTES DE REVALORIZAÇÃO
Esta conta é utilizada para reconhecer os excedentes de revalorização, positivos, de activos fixos tangíveis e
intangíveis, que é a diferença entre a quantia revalorizada e a quantia escriturada à data da revalorização.
Esta conta regista apenas os excedentes positivos, sendo os negativos reconhecidos nos resultados (classe 6).
31.12.2014
58111
58112
58113
58114
58115
58117
58118

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Outros activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Total:

31.12.2013
COMENTÁRIOS
Não tendo até à data sido efectuada nenhuma
revalorização dos activos tangíveis e
intangíveis, esta rubrica encontra-se no fim
do período sem qualquer valor registado.

0,00

0,00

Março 2015  Página 22

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 23 – OUTRAS VARIAÇÕES DOS FUNDOS PATRIMONIAIS
A conta 57-Ajustamentos em activos financeiros evidencia os ajustamentos decorrentes, designadamente do
método da equivalência patrimonial em subsidiárias, associadas e entidades conjuntamente controladas.
A conta 59-Outras variações dos fundos patrimoniais é utilizada para reconhecer as quantias provenientes de
outras variações nos fundos patrimoniais, que não tenham enquadramento nas outras contas da classe 5.
Na sub-conta 593 – Subsídios registam-se os subsídios relacionados com activos, isto é, subsídios ao
investimento. Os valores aqui registados serão transferidos, numa base sistemática, para a conta 7883Impuitação de subsídios para investimentos, à medida a que forem contabilizadas as
depreciações/amortizações do investimento a que respeitam.
31.12.2014
59311
59312
59313
59314
59315
59317
59318
594

Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Outros activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Doações
Total:

31.12.2013

895.680,19
11.578,99

915.891,05
14.471,98
2.284,19

400,08

500,04

907.659,26

933.147,26

COMENTÁRIOS
Na conta 57, não existe qualquer registo do período ou acumulado. O valor da conta 593, corresponde ao valor dos
activos tangíveis e intangíveis subsidiados, deduzidos das depreciações/amortizações já contabilizadas, conforme
descriminado no Anexo III.

NOTA 24 – RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO
Esta conta destina-se a apurar o resultado líquido do período, recebendo os saldos das contas 811Resultados antes dos impostos e 812-Imposto estimado para o período.
COMENTÁRIOS
Apesar da conjuntura económica verificou-se um resultado positivo. No entanto, menor que o período anterior em €
3.160,17.

Março 2015  Página 23

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

PASSIVO NÃO CORRENTE

NOTAS 25 e 26 - PROVISÕES
Esta rubrica serve para registar as responsabilidades cuja natureza esteja claramente definida e que à data
do balanço sejam de ocorrência provável ou certa, mas incertas quanto ao seu valor ou data de ocorrência.
Assim sendo, caracteriza-se pela incerteza acerca do momento concreto da sua ocorrência (tempestividade)
ou da quantia necessária à sua liquidação (quantia incerta).
2014
291
292
293
294
295
296
297
298
299

Impostos
Garantias a clientes
Proc. judiciais curso
Acid. trab. doença prof.
Matérias ambientais
Contratos onerosos
Reestruturação
Prov. espec. do sector
Outras provisões
Total:

Aumentos

0,00

Diminuições

0,00

2013

0,00

0,00
COMENTÁRIOS
0,00
0,00
0,00
Esta rubrica não possui registos, porque a
0,00
Instituição não teve ainda necessidade de
0,00 efectuar provisões.
0,00
0,00
0,00
0,00

NOTA 27 – FINANCIAMENTOS OBTIDOS
Registam-se nesta conta os financiamentos obtidos, sejam eles de instituições de crédito e sociedades
financeiras ou de outras entidades, para serem liquidados num período a partir de mais de doze meses após a
data do balanço.
31.12.2014

31.12.2013

Empréstimos Bancários
251121
251122
251123
251129

Para tesouraria
Para viaturas
Para imóveis
Para outros

20.158,37

27.972,82

514.942,34

468.753,84

Subtotal:
535.100,71
Locações Financeiras
251321
251322
251329

Para viaturas
Para imóveis
Para outros
Subtotal:
Outros Financiadores

25821
25822
25823
25829

Para tesouraria
Para viaturas
Para imóveis
Para outros
Subtotal:
TOTAL GERAL:

0,00

53.721,67
53.721,67
588.822,38

COMENTÁRIOS

A quantia de € 27.972,82 diz respeito a
496.726,66 umpréstimo no BPI, para fazer face a
dificuldades de tesouraria cujo
pagamento final decorrerá deste
período a quatro anos.
O valor de € 468.753,84 refere-se a um
empréstimo da CGD (€279.841,24) e
0,00 outro do BEI (€188.912,60) para fazer
face ao investimento no Lar II, sem
contrapartida estatal.
A quantia de € 53.721,67, refere-se a
um financiamento já antigo do IEFP.
53.721,67
53.721,67
550.448,33

Março 2015  Página 24

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

No fecho do balanço, os planos de reembolso da dívida da instituição, referente a financiamentos obtidos
para liquidação a partir de mais de 12 meses após a data do balanço incluindo juros, era o seguinte:
Empréstimos
Bancários
1 a 2 anos
2 a 3 anos
3 a 4 anos
4 a 5 anos
Mais de 5 anos
Total:

Locações

65.030,00
66.800,00
69.000,00
67.542,82
266.727,89
535.100,71

0,00

Outros
Financiad.
6.000,00
6.000,00
6.000,00
6.000,00
29.721,67
53.721,67

NOTA 28 – OUTRAS CONTAS A PAGAR
Compreende as quantias de passivos financeiros correspondentes a contas a pagar a partir de mais de 12
meses após a data do balanço, que não estejam inseridas nas demais rubricas de contas a pagar.
31.12.2014
237
271
2712
275

Cauções
Fornecedores de investimento
Facturas em recepção e conferência
Credores p/ subscriç. não liberadas
Total:

31.12.2013
COMENTÁRIOS
A Instituição não possui valores em divida
nesta rubrica.

0,00

0,00

PASSIVO CORRENTE
NOTA 29 - FORNECEDORES
Compreende as quantias de passivos financeiros por dívidas a pagar a fornecedores correntes à data do
fecho do balanço.
31.12.2014
221
222
225

Fornecedores conta corrente
Fornecedores tírulos a pagar
Fornecedores recepção/conferência
Total:

31.12.2013

49.266,55

54.447,62

49.266,55

54.447,62

COMENTÁRIOS
No final deste relatório de contas no item "Anexo III-Mapas Analiticos", existe um mapa que inclui as dívidas a
fornecedores à data de fecho do balanço com comparabilidade com o ano anterior.

Março 2015  Página 25

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 30 – ADIANTAMENTOS DE CLIENTES
Compreende as quantias de passivos financeiros respeitantes a adiantamentos de clientes da entidade em
transacções cujo preço não esteja previamente fixado.
31.12.2014
218
276

Adiantamentos de clientes
Adiantamentos por conta de vendas
Total:

31.12.2013

180,00

374,00

180,00

374,00

COMENTÁRIOS
O valor registado diz respeito a adiantamentos de utentes, conforme mapa do Anexo III

NOTA 31 – ESTADO E OUTROS ENTES PÚBLICOS
Compreende os passivos por quantias em dívida respeitantes a impostos, taxas e contribuições obrigatórias
derivadas do relacionamento da instituição com o Estado e outros entes públicos com autoridade para lançar
tributos.
Embora a legislação não considere no balanço as dividas ao Estado que estejam para ser liquidadas a mais
de 12 meses após a data do balanço como passivo não corrente, apresentamos o quadro de modo a que se
possam desdobrar as quantias por pagamentos a efectuar no prazo de 12 meses após a data do balanço e
responsabilidades para com o Estado e outros entes públicos após esse período.
31.12.2014
Curto Prazo
241
2421
2422
2424
2429
243
244
2451
246
244
248

Imposto s/ Rendimento
IRS-Trab.dependente
IRS-Trab.independente
IRS-Prediais
IRS-Outros rendimentos
IVA
Outros impostos
Contrib. Seg. Social
Tributos autarquias
Imposto de selo
Outras contribuições
Total:

Médio e Longo
Prazo

6.113,68

17.711,40

17,12
23.842,20

0,00

Total
0,00
6.113,68
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
17.711,40
0,00
0,00
17,12
23.842,20

2013
0,00
8.955,15
797,00
0,00
0,00
0,00
0,00
27.201,33
0,00
0,00
0,00
36.953,48

COMENTÁRIOS

As dívidas ao Estado e outros
entes públicos referem-se às
retenções, descontos e encargos
do mês de Dezembro a entregar
em Janeiro do período seguinte.

Março 2015  Página 26

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 32 – FUNDADORES/PATROCINADORES/DOADORES/ASSOCIADOS/MEMBROS
Rubrica destinada às quantias correntes por pagar respeitantes às posições financeiras derivadas do
relacionamento da Instituição e as entidades acima mencionadas.
31.12.2014
263
264
267
268

Patrocinadores
Quotas
Financiamentos obtidos
Outras operações
Total:

31.12.2013
COMENTÁRIOS
A Instituição não possui valores em dívida
nesta rubrica.

0,00

0,00

NOTA 33 – FINANCIAMENTOS OBTIDOS
Registam-se nesta conta os financiamentos obtidos, sejam eles de instituições de crédito e sociedades
financeiras ou de outras entidades, para serem liquidados nos 12 meses posteriores à data do balanço.
31.12.2014

251111
251112
251113
251119

251311
251312
251319

25811
25812
25813
25819

31.12.2013

Empréstimos Bancários
Para tesouraria
7.756,92
Para viaturas
Para imóveis
36.014,06
Para outros
Subtotal:
43.770,98
Locações Financeiras
Para viaturas
Para imóveis
Para outros
Subtotal:
0,00
Outros Financiadores
Para tesouraria
Para viaturas
Para imóveis
Para outros
Subtotal:
0,00
TOTAL GERAL:
43.770,98

7.732,92

COMENTÁRIOS

36.000,00
43.732,92

O valor de € 36.000,00 refere-se a um
emprestimo da CGD, para fazer face ao
investimento no Lar II sem contrapartida
0,00 estatal.

6.000,00
6.000,00
49.732,92

NOTA 34 - DIFERIMENTOS
Rubrica que, por força do regime do acréscimo, se destina especificamente a evidenciar as quantias
respeitantes a receitas e recebimentos que, à data do fecho do balanço, devam ser reconhecidos nos períodos
seguintes.
COMENTÁRIOS
A Instituição não teve registos no período de relato nesta rubrica.

Março 2015  Página 27

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 35 – OUTRAS CONTAS A PAGAR
Compreende as quantias de passivos financeiros correspondentes a contas a pagar nos 12 meses posteriores
à data do balanço, que não estejam inseridas nas demais rubricas de contas a pagar.
31.12.2014
2312
2322
2372
273
23828
2711
2712
271..
27221
27222
27223
2722..

Remunerações a pagar
Adiantamentos ao pessoal
Cauções ao pessoal
Benefícios pós emprego
Outras operações com o pessoal
Subtotal:
Fornecedores de investimento
Facturas recepção e conferência
Outros fornecedores
Subtotal:
Seguros a liquidar
Remunerações a liquidar
Juros a liquidar
Outros acréscimos de gastos
Subtotal:

275

Credores p/ subscriç. Não liberadas

27841
27842

Sector público administrativo
Cauções /F.garantia/retenções
Subtotal:
Bolsas a pagar a formandos
Bolsas/subs. estagiários e Poc's
Consultores, assess. e intermediários
Outros credores

27844
27845
27847
2784..

31.12.2013
COMENTÁRIOS

298,97
298,97
16.319,68

16.319,68
63.464,37
5.283,93
1.760,99
70.509,29

4.189,46
4.189,46
131,59

529,81
529,81 À data de fecho do balanço não
16.319,68 havia remunerações em dívida ao
pessoal relativamente aos
vencimentos processados. De
acordo com a legislação laboral
16.319,68
aplicável, o direito a férias e
subsídio de férias relativo ao
63.464,37 período, por este coincidir com o
ano civil, vence-se em 31 de
2.705,77 Dezembro de cada ano, sendo
66.170,14 somente pago no período seguinte,
pelo que os gastos correspondentes
encontram-se reconhecidos como
benefícios de curto prazo e
escriturados na rubrica "Credores
25.634,80
por acréscimo de gastos". O valor
25.634,80 de € 63.464,37 refere-se a esta
contabilização.

9.001,85

4.138,36

Subtotal:

9.133,44

4.138,36

TOTAL GERAL:

100.450,84

112.792,79

Março 2015  Página 28

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 36 – OUTROS PASSIVOS FINANCEIROS
Rubrica destinada à apresentação das quantias de passivos classificados como financeiros e que não sejam
incluídos noutras rubricas do passivo corrente.
COMENTÁRIOS
A Instituição não possui qualquer registo nesta rubrica.

DIFERENÇA ENTRE ACTIVOS E PASSIVOS CORRENTES
Ainda sobre as notas e comentários ao balanço, junta-se um quadro simples onde se analisa a diferença entre
os activos e passivos correntes (valores a receber-activos e a pagar-passivos durante um período económico
e financeiro = 1 ano com o ajustamento (se o houver) na parte da rubrica de Estado e outros entes públicos.
31.12.2014
ACTIVOS
Inventários
Clientes
Adiantamentos a fornecedores
Estado e outros entes públicos
Fund./patroc./doad./assoc./membros
Outras contas a receber
Diferimentos
Outros activos financeiros
Caixa e depósitos bancários
Total do Activo:
PASSIVOS
Fornecedores
Adiantamentos de clientes
Estado e outros entes públicos
Fund./patroc./doad./assoc./membros
Financiamentos obtidos
Diferimentos
Outras contas a pagar
Outros passivos financeiros
Total do Passivo:
DIFERENÇA:

1.826,67
26.661,90
10,15
13.020,26
209.297,58
7.758,82
185.509,18
444.084,56
49.266,55
180,00
23.842,20
43.770,98

31.12.2013

523,81
17.735,00
131,18

COMENTÁRIOS

10.567,26 Verifica-se que a Instituição entre o
189.753,23 que tem a receber e a pagar num
2.065,84 período de um ano, possui uma
liquidez positiva cujo montante ainda
176.632,31 não tem grande significado. Pelos
resultados positivos que estão a
397.408,63
acontecer regularmente prevê-se que
nos próximos quatro anos a mesma
54.447,62 possua uma liquidez financeira
374,00 bastante desafogada e com os
36.953,48 compromissos bancários praticamente
liquidados, desde que os apoios
49.732,92 financeiros estatais fluam
normalmente.

100.450,84

112.792,79

217.510,57
226.573,99

254.300,81
143.107,82

Março 2015  Página 29

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

RÁCIOS FINANCEIROS
Por último, apresenta-se alguns rácios financeiros que permitem quantificar factos/características da
instituição e apontar indícios/detectar anomalias, e um balanço funcional.

SOLVABILIDADE TOTAL

Expressa a capacidade da instituição para satisfazer os compromissos
com terceiros, à medida que se vão vencendo. Um valor superior a 1,
significa que o valor do património é suficiente para cobrir todas as
dívidas da instituição. Um valor inferior a 1, significa que a
instituição está impossibilitada de satisfazer todos os seus
compromissos com meios próprios.

Rácio

Cálculo

Fundos patrimoniais
Passivo total

Resultado

1.173.192,95
806.332,95

1,45

AUTONOMIA FINANCEIRA
Expressa a participação dos fundos patrimoniais no financiamento da
instituição. Um valor inferior a 1/3, significa uma excessiva
dependência de capitais alheios. Um valor maior ou igual a 1/3,
representa um bom grau de autonomia financeira.
Rácio

Cálculo

Fundos patrimoniais
Activo líquido

Resultado

1.173.192,95
1.979.525,90

0,59

LIQUIDEZ GERAL
Expressa a capacidade da instituição satisfazer as suas obrigações a
curto prazo com os activos correntes. Um valor superior a 1, significa
que a instituição pode utilizar activos líquidos para pagar as dívidas a
curto prazo. Um valor inferior a 1, significa que a instituição tem
dificuldades de tesouraria.

Rácio

Cálculo

Activo corrente
Passivo corrente

Resultado

444.084,56
217.510,57

2,04

LIQUIDEZ IMEDIATA
Expressa a capacidade da instituição satisfazer as suas dívidas a
curto prazo, apenas com as disponibilidade. Um valor superior a 0,9
poderá ser demasiado elevado e significar uma má aplicação dos
fundos de tesouraria.
Rácio
Caixa e depósitos bancários
Passivo corrente

Cálculo
185.509,18
217.510,57

Resultado
0,85

Março 2015  Página 30

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

Balanço Funcional
1
2
3
4=2+3-1
5
6
7=5-6
8
9
10=8-9

Activos não correntes
Passivos não correntes
Fundos patrimoniais
Fundo de Maneio Geral
Caixa e equivalentes de caixa
Dívida financeira corrente
Tesouraria Líquida
Restantes activos correntes
Restantes passivos correntes
Restante Fundo Maneio

31.12.2014
1.535.441,34
588.822,38
1.173.192,95
226.573,99
185.509,18
43.770,98
141.738,20
258.575,38
173.739,59
84.835,79

31.12.2013
1.581.257,39
550.448,33
1.173.916,88
143.107,82
176.632,31
49.732,92
126.899,39
220.776,32
204.567,89
16.208,43

FACTOS RELEVANTES OCORRIDOS NO PERÍODO

Manutenção dos resultados líquidos positivos;

O global das valências continua a registar resultados negativos;

Os resultados positivos continuam a dever-se às campanhas de angariação de fundos, quotizações e
donativos;

Aumento do activo líquido em € 859,88;

Aumento do passivo em € 1.583,81;

Aumento dos compromissos com financiamentos obtidos no valor de € 32.412,11 para fazer face a
dificuldades momentâneas de tesouraria, com boas perspectivas de resolução nos próximos anos, se
não houver investimentos de valor acentuado e os subsídios estatais continuarem a fluir
normalmente;

O valor significativo de gastos em juros suportados (€ 30.935,84).

Março 2015  Página 31

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

ANEXO II

A DEMONSTRAÇÃO
DE

RESULTADOS

Março 2015  Página 32

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

ANÁLISE ECONÓMICA AO PERÍODO

ORÇAMENTO DOS RENDIMENTOS E GANHOS
Previsão

Realização

1.923.299,04

Variação

1.780.853,54
COMENTÁRIO

Desvio

-142.445,50

-7,41%

Constata-se uma diferença significativa entre os valores orçamentados e realizados na rubrica de
rendimentos e ganhos a demonstrar por rubrica seguidamente.

TOTAL DE RENDIMENTOS E GANHOS

31.12.2014
71
72
73
74
75
76
77
78
79

Vendas
Prestações de Serviços
Variações Inventários de Produção
Trabalhos para a Própria Entidade
Subsidios,Doaç. e Leg .à Exploração
Reversões
Ganhos P/Aumento de Justo Valor
Outros Rendimentos e Ganhos
Juros, Dividendos e O.R. Similares
Total:

Valor
do
Orçamento

14.377,60
167.670,95

10.000,00
164.000,00

1.501.962,18

1.668.101,94

96.842,81

81.197,10

1.780.853,54

1.923.299,04

%
31.12.2013
Desvio
43,78%
2,24%
#DIV/0!
#DIV/0!
-9,96%
#DIV/0!
#DIV/0!
19,27%
#DIV/0!
-7,41%

Diferença
2014
2013

14.961,60
152.211,39

1.327.897,96

117.198,57
6,34
1.612.275,86

-584,00
15.459,56
0,00
0,00
174.064,22
0,00
0,00
-20.355,76
-6,34
168.577,68

COMENTÁRIOS
A grande diferença existente nos rendimentos comparativamente com o ano anterior reside basicamente na rubrica
de subsídios, cuja análise será feita pormenorizadamente a quando do estudo da mesma.

ORÇAMENTO DOS GASTOS E PERDAS
Previsão
1.872.079,92

Realização
1.768.023,86
COMENTÁRIO

Variação
-104.056,06

Desvio
-5,56%

Tal como nos ganhos também na rubrica de gastos se verificou uma diferença significativa entre os
valores previstos e realizados, equilibrando assim o resultado previsto.

Março 2015  Página 33

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

TOTAL DE GASTOS E PERDAS

31.12.2014
61
62
63
64
65
66
67
68
69

Custo Merc.Vend.e Mat.Consumidas
Fornecimentos e Serviços Externos
Gastos Com o Pessoal
Gastos Depreciação e Amortização
Perdas Por Imparidade
Perdas Por Redução de Justo Valor
Provisões do Período
Outros Gastos e Perdas
Gastos e Perdas de Financiamento
Total:

Valor
do
Orçamento

24.898,07
374.783,66
932.348,84
48.528,94
3.695,25

22.700,00
364.235,40
926.863,36
51.695,14

352.833,26
30.935,84
1.768.023,86

494.586,02
12.000,00
1.872.079,92

%
31.12.2013
Desvio
9,68%
2,90%
0,59%
-6,12%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-28,66%
157,80%
-5,56%

25.351,32
302.907,80
872.688,87
62.678,80

314.520,88
18.138,34
1.596.286,01

Diferença
2014
2013
-453,25
71.875,86
59.659,97
-14.149,86
3.695,25
0,00
0,00
38.312,38
12.797,50
171.737,85

COMENTÁRIOS
Verifica-se uma diminuição de gastos em relação ao valor orçamentadoa verificar nos qiadros seguintes, em
especial na rubrica de Outros Gastos e Perdas.

Seguidamente analisa-se rubrica a rubrica
NOTA 37 – VENDAS E SERVIÇOS PRESTADOS
Compreende o rédito apurado no período, relativo a vendas de bens e os serviços prestados.
NOTA 37-A – VENDAS
Compreende o rédito apurado no período, relativo a vendas de bens.

31.12.2014
711
712
713
714
715
716
717
718

Mercadorias
Prod.Acabados e Intermédios
Subprod.,Desperd.,Res.e Refugos
Activos Biológicos
Materiais de Consumo
Iva das Vendas c/Imp.Incluido
Devolução de Vendas
Descontos e Abatim. Em Vendas
Total:

Valor
do
Orçamento

14.377,60

10.000,00

14.377,60

10.000,00

%
31.12.2013
Desvio
43,78%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
43,78%

14.961,60

14.961,60

Diferença
2014
2013
-584,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
-584,00

COMENTÁRIOS
Os valores registados dizem respeito às vendas de materiais da campanha pirilampo mágico.

Março 2015  Página 34

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 37-B – PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS
Compreende o rédito apurado no período, relativo aos serviços prestados.

31.12.2014
721
722
723
724
7251
7255
7256
7257
7259
726
728

Quotas dos utilizadores
Quotizações e jóias
Promoções p/captação recursos
Rendim. de patroc., colaborações
Total:
Matric. e mensalidades utentes
Serv.prest.c/partic. dos utentes
Serviço de refeições
Serviços sociais
Outros serviços
Total:
Iva dos serv. c/ imposto incluído
Descontos e abatimentos
Total:
TOTAL GERAL:

Valor
do
Orçamento

12.122,00

10.000,00

12.122,00
140.786,46
2.088,00
9.902,13

10.000,00
142.200,00
11.800,00

2.772,36
155.548,95

154.000,00

0,00
167.670,95

0,00
164.000,00

%
31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
21,22%
#DIV/0!
#DIV/0!
21,22%
-0,99%
#DIV/0!
-16,08%
#DIV/0!
#DIV/0!
1,01%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
2,24%

12.577,00

12.577,00
126.595,05
50,00
12.122,53
866,81
139.634,39

0,00
152.211,39

Diferença
2014
2013
0,00
-455,00
0,00
0,00
-455,00
14.191,41
2.038,00
-2.220,40
0,00
1.905,55
15.914,56
0,00
0,00
0,00
15.459,56

COMENTÁRIOS
Tendo em atenção os valores envolvidos e comparando com o período anterior verifica-se um aumento de ganhos
nesta rubrica, com incidência nas mensalidades dos utentes.

Março 2015  Página 35

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 38 – SUBSÍDIOS, DOAÇÕES E LEGADOS À EXPLORAÇÃO
Compreende as quantias atribuídas à instituição a título de subsídios relacionados com rendimentos de
contratos/programas estabelecidos, independentemente da data do seu recebimento.
Valor
do
Orçamento
C. Regional Segurança Social

%

31.12.2014

751111
751112
7511…
7511313
7511…
7511316
7511…
7511…

Creches
C. actividades tempos livres
Lares/moradias
C. actividades ocupacionais
Apoio domiciliário
Intervenção precoce
Outras valências
Subsídios eventuais

428.516,07
321.598,20

Total:
75121
75122
75123
7512…
75131
75132

Iefp-C. emprego protegido
Iefp-Estagiários e cei´s
Iefp-Formação profissional
Iefp-Outros
Fse/Poph-Formação profissional
Projectos comunitários
Total:

7514
7515
7516
7517
7518
7518…

Ministério da Educação
Ministério da Saúde
Fundo de Socorro Social
Inr-Instituto nacional reabilitação
Autarquias
Outros entes públicos
Total:

752..
753
754

Entidades particulares
Doações e heranças
Legados
Total:
TOTAL GERAL:

433.900,00
318.417,00

750.114,27
752.317,00
Iefp/Poph/Proj.Comunitários
30.520,07

10.320,00

710.931,50

902.964,94

741.451,57
913.284,94
Outros Entes Públicos

5.913,52
1.155,00
1.500,00
3.327,82
1.000,00
10.396,34
2.500,00
Outras Entidades

0,00
1.501.962,18

0,00
1.668.101,94

31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
#DIV/0!
-1,24%
1,00%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-0,29%
#DIV/0!
195,74%
#DIV/0!
#DIV/0!
-21,27%
#DIV/0!
-18,81%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-23,00%
232,78%
315,85%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-9,96%

327.326,32
318.417,00

645.743,32

Diferença
2014
2013
0,00
0,00
101.189,75
3.181,20
0,00
0,00
0,00
0,00
104.370,95

676.620,51

0,00
21.311,52
0,00
0,00
43.519,54
0,00
64.831,06

2.155,83
2.855,00
523,30
5.534,13

0,00
0,00
0,00
3.757,69
-1.700,00
2.804,52
4.862,21

0,00
1.327.897,96

0,00
0,00
0,00
0,00
174.064,22

9.208,55

667.411,96

COMENTÁRIOS
Constata-se nesta rubrica uma dominuição nos ganhos com subsídios estatais comparativamente com o orçamento
sem grande impacto nos resultados, uma vez que a formação é financiada a 100%, ou seja se os subsídios diminuem
as despesas decrescem na mesma proporção. De notar que os subsídios à exploração representam 84,33% das
receitas totais do período.

Março 2015  Página 36

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 39 – VARIAÇÃO NOS INVENTÁRIOS DA PRODUÇÃO
Esta rubrica evidencia as variações das quantias dos inventários da produção, entre o início e o fim do
período de relato.

31.12.2014
731
732
733
734

Prod. acabados e intermédios
Subprod., desperd., res. e refugos
Produtos e trabalhos em curso
Activos biológicos
Total:

Valor
do
Orçamento

0,00

0,00

%
31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!

Diferença
2014
2013
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

COMENTÁRIOS
Não foram efectuados movimentos nesta rubrica durante o período.

NOTA 40 – TRABALHOS PARA A PRÓPRIA ENTIDADE
Compreende as quantias reconhecidas como gastos relativos a trabalhos que a instituição realize para si
mesma e que devam ser capitalizados no período como activo.

31.12.2014
741
742
743
744

Activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Propriedades de investimento
Activos por gastos diferidos
Total:

0,00

Valor
do
Orçamento

0,00

%
31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!

0,00

Diferença
2014
2013
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

COMENTÁRIOS
Não foram efectuados movimentos nesta rubrica durante o período.

Março 2015  Página 37

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 41 – CUSTO DAS MERCADORIAS VENDIDAS E MATÉRIAS CONSUMIDAS
Expressa o custo das mercadorias saídas para venda, bem como o custo das matérias primas, subsidiárias e
outras matérias consumidas na actividade produtiva de bens e serviços.

31.12.2014
611
61211
61219
6123
6124
6125
6126
613
614
615

Mercadorias
Mat. primas-gén.alimentares
Outras matérias primas
Embalagens
Materiais diversos
Matérias em trânsito
Existências doadas
Activos biológicos (compras)
Materiais de consumo
Subprodut., desperd., res. refugos
Total:

Valor
do
Orçamento

7.260,00
17.569,67
68,40

7.600,00
15.100,00

24.898,07

22.700,00

%
31.12.2013
Desvio
-4,47%
16,36%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
9,68%

7.636,07
17.685,25
30,00

25.351,32

Diferença
2014
2013
-376,07
-115,58
38,40
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
-453,25

COMENTÁRIOS
Verifica-se um aumento no consumo de géneros alimentaresem relação ao valor orçamentado.

NOTA 42 – FORNECIMENTOS E SERVIÇOS EXTERNOS
Compreende as quantias relativas ao consumo e uso de bens e serviços destinados ao desenvolvimento da
actividade da instituição.

31.12.2014
621
622
623
624
625
626

Subcontratos
Serviços Especializados
Materiais
Energia e Fluidos
Deslocaç.,Estadias e Transportes
Serviços Diversos
Total:

124.541,74
70.914,54
40.831,32
59.128,00
8.413,49
70.954,57
374.783,66

Valor
do
Orçamento
122.800,00
70.065,40
33.610,00
64.230,00
18.340,00
55.190,00
364.235,40

%
31.12.2013
Desvio
1,42%
1,21%
21,49%
-7,94%
-54,12%
28,56%
2,90%

109.514,13
46.966,82
28.013,27
63.951,70
16.048,50
38.413,38
302.907,80

Diferença
2014
2013
15.027,61
23.947,72
12.818,05
-4.823,70
-7.635,01
32.541,19
71.875,86

Como esta conta (retirando os custos com o pessoal) é de grande importância para a gestão da instituição, analisase seguidamente a mesma por subrubrica dos gastos.

Março 2015  Página 38

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 42 A – FSE - SUBCONTRATOS
Esta conta regista a quantia dos trabalhos necessários ao processo de gestão, relativamente aos quais se
obteve a cooperação de outras entidades, submetidos a compromissos formalizados ou a simples acordos.

31.12.2014
6211
6219

Exploração de refeitórios
Outros subcontratos
Total:

Valor
do
Orçamento

124.541,74

122.800,00

124.541,74

122.800,00

%
31.12.2013
Desvio
1,42%
#DIV/0!
1,42%

109.514,13
109.514,13

Diferença
2014
2013
15.027,61
0,00
15.027,61

COMENTÁRIOS
O valor registado refere-se aos gastos com serviços de fornecimento de refeições para as valências do Cao
(€67.798,91) e Lar I e II (€56.742,83).

NOTA 42 B – FSE – SERVIÇOS ESPECIALIZADOS
Esta conta regista os gastos do período respeitantes a serviços e trabalhos especializados prestados por
entidades externas.

31.12.2014
62211
62212
62213/9
6222
6223
6224
6225
62261
62262
62269
6228

Trab.Espec.- contabilidade
Trab.Espec.-assist. informática
Outros trabalhos especializados
Total:
Publicidade e propaganda
Vigilância e segurança
Honorários
Comissões
Total:
Cons. Rep.-edifícios
Cons. Rep.-veículos
Cons.Rep.-outros equipamentos
Total:
Outros serviços especializados
Total:
TOTAL GERAL:

5.904,00
1.180,80
19.168,40
26.253,20
2.019,24
1.307,11
7.893,00
1.985,00
13.204,35
1.157,49
12.609,07
17.690,43
31.456,99
0,00
70.914,54

Valor
do
Orçamento
5.904,00
3.000,00
6.830,00
15.734,00
340,00
430,00
21.001,40
2.300,00
24.071,40
3.000,00
13.590,00
12.170,00
28.760,00
1.500,00
1.500,00
70.065,40

%
31.12.2013
Desvio
0,00%
-60,64%
180,65%
66,86%
493,89%
203,98%
-62,42%
-13,70%
-45,15%
-61,42%
-7,22%
45,36%
9,38%
-100,00%
-100,00%
1,21%

5.904,00
1.180,80
5.962,35
13.047,15
367,16
1.069,23
7.511,32
2.300,00
11.247,71
27,98
9.572,48
13.071,50
22.671,96
0,00
46.966,82

Diferença
2014
2013
0,00
0,00
13.206,05
13.206,05
1.652,08
237,88
381,68
-315,00
1.956,64
1.129,51
3.036,59
4.618,93
8.785,03
0,00
0,00
23.947,72

COMENTÁRIOS
Verifica-se um aumento significativo de despesas nesta rubrica comparativamente com o período anterior. No
entanto existe equilibrio entre o valor orçamentado e realizado.

Março 2015  Página 39

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 42 C – FSE - MATERIAIS
Esta conta regista os gastos do período respeitantes ao consumo de materiais. Inclui dispêndios suportados
com a aquisição dos vários materiais consumidos.
Valor
do
Orçamento

31.12.2014
6231
6232
6233
6234
6235
62381
62382
62383
62384
62385
62386
62387
62388

Ferram.Utens.Desg.Rápido
Livros e Documentação Técnica
Material de Escritório
Artigos Para Oferta
Material Didáctico
Rouparia de Alojamentos
Vestuário e Calçado
Medicamentos e Artigos Saúde
Produtos Limpeza e Higiene
Materiais Para a Formação
Material desportivo
Material repres. e propaganda
Outros Materiais
Total:

10.535,92
227,84
4.796,92

%

Diferença
2014
2013

31.12.2013
Desvio

6.000,00
3.640,00

205,33
5.213,02
491,60
8.362,19
10.998,50

400,00
4.480,00
420,00
9.770,00
8.900,00

40.831,32

33.610,00

75,60%
#DIV/0!
31,78%
#DIV/0!
#DIV/0!
-100,00%
16,36%
17,05%
-14,41%
23,58%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
21,49%

4.224,55
4.261,59

3.354,52
220,34
7.631,95
8.320,32

28.013,27

6.311,37
227,84
535,33
0,00
205,33
0,00
1.858,50
271,26
730,24
2.678,18
0,00
0,00
0,00
12.818,05

COMENTÁRIOS
Constata-se um aumento gradual de despesas nesta rubrica.

NOTA 42 D – FSE – ENERGIA E FLUIDOS
Esta conta regista os gastos do período respeitantes ao consumo de energia e fluidos.

31.12.2014
6241
6242
6243
6248

Electricidade
Combustíveis
Água
Outros
Total:

23.011,41
21.892,24
4.919,47
9.304,88
59.128,00

Valor
do
Orçamento
26.100,00
22.190,00
4.860,00
11.080,00
64.230,00

%
31.12.2013
Desvio
-11,83%
-1,34%
1,22%
-16,02%
-7,94%

27.385,80
22.369,26
4.468,03
9.728,61
63.951,70

Diferença
2014
2013
-4.374,39
-477,02
451,44
-423,73
-4.823,70

COMENTÁRIOS
Verifica-se uma redução de gastos nesta rubrica tão importante.

Março 2015  Página 40

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 42 E – FSE – DESLOCAÇÕES, ESTADIAS E TRANSPORTES
Esta conta regista os gastos do período respeitantes a deslocações e estadias que não sejam suportados
através de ajudas de custo. Engloba também o transporte de pessoal e de mercadorias (quando este gasto não
é directamente atribuível ao custo dos inventários).

31.12.2014
6251
6252
6253
6258

Deslocações e estadias
Transportes de pessoal e utentes
Transportes de mercadorias
Outros
Total:

Valor
do
Orçamento

2.353,05
6.060,44

2.460,00
15.880,00

8.413,49

18.340,00

%
31.12.2013
Desvio
-4,35%
-61,84%
#DIV/0!
#DIV/0!
-54,12%

2.093,65
13.954,85

16.048,50

Diferença
2014
2013
259,40
-7.894,41
0,00
0,00
-7.635,01

COMENTÁRIOS
Verifica-se uma diminuição significativa de gastos nesta rubrica.

NOTA 42 F – FSE – SERVIÇOS DIVERSOS
Esta conta regista os gastos do período respeitantes a serviços diversos, prestados por entidades externas.

31.12.2014
62611
62612
6262
6263
6265
6266
6267
62681
62682
62683
62684
62685
62686
62689

Rendas de Imóveis
Alugueres de Equipamento
Comunicação
Seguros
Contencioso e Notariado
Despesas de Representação
Serviços de Limpeza e Higiene
Serviços de Transportes
Serviços Médico/Hospitalares
Activ.Desportivas/Culturais
Festas/Encontros
Colónia de Férias
Serviços bancários
Outros Serviços
Total:

7.700,00
8.565,98
6.247,29
6.484,21
40,00
216,28
9.440,00

Valor
do
Orçamento
6.000,00
21.900,00
8.380,00
7.240,00
610,00
790,00

17.021,00
3.828,87

700,00

5.850,00

5.400,00

5.560,94
70.954,57

4.170,00
55.190,00

%
31.12.2013
Desvio
28,33%
-60,89%
-25,45%
-10,44%
-93,44%
-72,62%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
446,98%
#DIV/0!
8,33%
#DIV/0!
33,36%
28,56%

6.550,00
7.201,92
8.196,83
5.608,71
650,00
407,05

683,07
4.487,50
4.628,30
38.413,38

Diferença
2014
2013
1.150,00
1.364,06
-1.949,54
875,50
-610,00
-190,77
9.440,00
0,00
17.021,00
3.145,80
0,00
1.362,50
0,00
932,64
32.541,19

COMENTÁRIOS
A diferença significativa de gastos nesta rubrica, refere-se ao projecto construír sorrisos com o BPI, cujas despesas
estão contabilizadas na rubrica de serviços médico/hospitalares.

Março 2015  Página 41

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 43 – GASTOS COM O PESSOAL
Esta conta regista todas as remunerações de carácter fixo e periódicas atribuídas aos recursos humanos da
instituição, bem como os encargos sociais de conta da instituição (parte patronal) e os gastos de carácter
social, obrigatórios e facultativos.
Engloba também os seguros relativos ao pessoal, como seja o caso de seguros dos ramos vida, acidentes de
trabalho e doenças profissionais e bem assim seguros que garantam o benefício da reforma, invalidez ou
sobrevivência.
Todos os benefícios dos empregados estão reconhecidos no período, independentemente de serem pagos em
períodos subsequentes.

31.12.2014
631
6321
6322
633
634
635
636
637
638

Remunerações aos orgãos sociais
Remunerações Certas
Remunerações Adicionais
Benefícios pós-emprego
Indemnizações
Encargos Sobre Remunerações
Seguros Ac.Trab.e D.Profissionais
Gastos de acção social
Outros Gastos Com o Pessoal
Total:

Valor
do
Orçamento

716.597,61
56.299,59

712.285,88
54.450,00

151.947,73
5.581,08

151.004,62
7.122,86

1.922,83
932.348,84

2.000,00
926.863,36

%

Diferença
2014
2013

31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
0,61%
3,40%
#DIV/0!
#DIV/0!
0,62%
-21,65%
#DIV/0!
-3,86%
0,59%

0,00
48.715,95
2.418,20
0,00
0,00
12.730,62
490,13
0,00
-4.694,93
59.659,97

667.881,66
53.881,39

139.217,11
5.090,95
6.617,76
872.688,87

Para uma melhor análise dos gastos com o pessoal, durante o período, queiram consultar o mapa que se encontra
no Anexo III, onde estão descriminados todos os trabalhadores.

NOTA 44 – AJUSTAMENTOS DE INVENTÁRIOS (PERDAS/REVERSÕES)
São evidenciados nesta rubrica os ajustamentos/variações líquidas ocorridas no período, referentes às
estimativas de perdas (e suas reversões) que afectam os inventários.
31.12.2014
Perdas
6522/76222
6523/76223
6524/76224
6525/76225
6526/76226
6527/76227

Reversões

Mercadorias
Matérias primas
Prod.acab.intermédios
Subprod.,D.R.e refugos
Prod.e trabalhos curso
Activos biológicos
Total:

0,00

0,00

Total

Diferença 2014
2013

2013
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

COMENTÁRIOS
Não houve movimentos nesta rubrica durante o período.

Março 2015  Página 42

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 45 – IMPARIDADE DE DÍVIDAS A RECEBER (PERDAS/REVERSÕES)
Compreende as variações líquidas ocorridas no período, referente às estimativas de perdas (e suas reversões)
por imparidades que afectam as dívidas a receber.
31.12.2014
Perdas
6511/76211
6512/76212

Clientes e utentes
Outros devedores
Total:

Reversões

3.695,25
3.695,25

0,00

Total

Diferença 2014
2013

2013

0,00
3.695,25
3.695,25

0,00

0,00
3.695,25
3.695,25

COMENTÁRIOS
Este registo refere-se às despesas consideradas não elegíveis pelas entidades gestoras da formação profissional.

NOTA 46 – PROVISÕES (AUMENTOS/REDUÇÕES OU REVERSÕES)
Compreende as variações líquidas ocorridas no período, referentes às provisões em geral, reconhecidas e
mensuradas.
31.12.2014
Perdas
671/7631
672/7632
673/7633
674/7634
675/7635
676/7636
677/7637
678/7638
679/7639

Reversões

Impostos
Garantias a clientes
Proc.Judiciais curso
Acid.trab.doenç.prof.
Matérias ambientais
Contratos onerosos
Reestruturação
Específicas
Outras provisões
Total:

0,00

0,00

Total

Diferença 2014
2013

2013
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

COMENTÁRIOS
Não houve movimentos nesta rubrica durante o período.

Março 2015  Página 43

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 47 – OUTRAS IMPARIDADES (PERDAS/REVERSÕES)
Esta rubrica evidencia as variações líquidas ocorridas no período, referentes às estimativas de perdas (e suas
reversões) por imparidades que digam respeito a activos ou grupo de activos não sujeitos a depreciação nem
a amortização.
31.12.2014
Perdas
653
654/7611
655/7612
656/7613
657

Reversões

Total

Investim. Financeiros
Propried.investimento
Activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Investimentos em curso
Total:

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

Diferença 2014
2013

2013

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

COMENTÁRIOS
Não houve movimentos nesta rubrica durante o período.

NOTA 48 – AUMENTOS/REDUÇÕES DE JUSTO VALOR
Compreende os aumentos ou reduções nas quantias de activos ou passivos, mensurados pelo justo valor com
reconhecimento nos resultados.
31.12.2014
Perdas
771/661
772/662
773/663
774/664

Reversões

Instrum. Financeiros
Investim. Financeiros
Propried. Investimento
Activos biológicos
Total:

0,00

0,00

Total

Diferença 2014
2013

2013
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

COMENTÁRIOS
Não houve movimentos nesta rubrica durante o período.

Março 2015  Página 44

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 49 – OUTROS RENDIMENTOS E GANHOS
Esta rubrica regista os outros rendimentos e ganhos no período que não tenham enquadramento nas
restantes contas desta classe.

31.12.2014
7811
7812
78161
78162-6
7817
782
783
784
787
7881
7883
7885
78861
78862
78868
7888..

Serviços Sociais
Aluguer de equipamento
Campanhas angariação fundos
Reembolsos/Festas/Outros
Aluguer de instalações
Total:
Desc.pronto pagamento obtidos
Recuperação dívidas a receber
Ganhos em inventários
Em investimentos financeiros
Total:
Correcções períodos anteriores
Imputação subs.p/investimento
Restituição de impostos
Total:
Donativos em dinheiro
Donativos em espécie
Rendimentos diversos
Outros
Total:
TOTAL GERAL:

Valor
do
Orçamento

18.518,85
29.099,07

16.000,00
12.000,00

47.617,92

28.000,00

0,00
554,02
25.488,00

0,00

26.042,02
15.099,25
8.083,62

23.182,87
96.842,81

27.197,10
27.197,10
22.000,00

4.000,00
26.000,00
81.197,10

%
31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
#DIV/0!
15,74%
142,49%
#DIV/0!
70,06%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-6,28%
#DIV/0!
-4,25%
-31,37%
#DIV/0!
#DIV/0!
-100,00%
-10,84%
19,27%

21.671,88
20.787,68
42.459,56

0,00
929,31
31.203,81
32.133,12
37.720,43
4.885,46

42.605,89
117.198,57

Diferença
2014
2013
0,00
0,00
-3.153,03
8.311,39
0,00
5.158,36
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
-375,29
-5.715,81
0,00
-6.091,10
-22.621,18
3.198,16
0,00
0,00
-19.423,02
-20.355,76

COMENTÁRIOS
Constata-se nesta rubrica uma boa diferença entre os valores orçamentados e os ganhos efectivos. No entanto o
valor é menor comparativamente com o realizado no período anterior.

Março 2015  Página 45

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 50 – OUTROS GASTOS E PERDAS
Esta rubrica regista os gastos no período que não tenham enquadramento nas restantes contas desta classe.

31.12.2014
6811
68122
6812..
6813
682
683
684
686
687
6881
6882
6883
6884
68872
68872
68882
68889
689

Impostos directos
Imposto s/ o valor acrescentado
Outros impostos indirectos
Taxas
Total:
Desc. pronto pagam. Concedidos
Dívidas incobráveis
Perdas em inventários
Em investimentos financeiros
Em investimentos não financeiros
Total:
Correcções períodos anteriores
Donativos
Quotizações
Ofertas e amostras inventários
Total:
Bolsas/subs. estagiários e cei´s
Bolsas a formandos
Total:
Multas e penalidades
Outros
Gratificações/Subs./Bolsas estudo
Total:
TOTAL GERAL:

27,71
737,58
765,29
120,00
985,00

Valor
do
Orçamento

540,00
540,00

1.105,00
170,43

0,00

1.830,99

2.900,00

2.001,42
37.571,09
309.665,46
347.236,55

2.900,00
17.200,00
470.946,02
488.146,02
3.000,00

1.725,00
1.725,00
352.833,26

3.000,00
494.586,02

%
31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
#DIV/0!
-94,87%
#DIV/0!
41,72%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-36,86%
#DIV/0!
-30,99%
118,44%
-34,25%
-28,87%
#DIV/0!
-100,00%
#DIV/0!
-42,50%
-28,66%

678,63
678,63

0,00
422,00
2.630,99
3.052,99
16.144,13
290.784,60
306.928,73
292,50
2.518,03
1.050,00
3.860,53
314.520,88

Diferença
2014
2013
0,00
0,00
-650,92
737,58
86,66
120,00
985,00
0,00
0,00
0,00
1.105,00
-251,57
0,00
-800,00
0,00
-1.051,57
21.426,96
18.880,86
40.307,82
-292,50
-2.518,03
675,00
-2.135,53
38.312,38

COMENTÁRIOS
A diferença de gastos nesta rubrica deve-se basicamente aos gastos com formandos (que tem uma contrapartida de
receita de 100% na rubrica 75).

Março 2015  Página 46

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 51 – GASTOS/REVERSÕES DE DEPRECIAÇÃO E AMORTIZAÇÃO
Esta rubrica regista os gastos de depreciações das propriedades de investimento, do activo fixo tangível e as
amortizações dos activos intangíveis que devam ser reconhecidos no período.
31.12.2014
Gastos
641
6421
6422
6423
6424
6425
6426
6427
643

Propriedades investimento
Terrenos e recursos naturais
Edificios e outras construções
Equipamamento básico
Equipamento transporte
Equipamento administrativo
Equipamentos biológicos
Outros activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Total:

Reversões

34.086,93
5.589,72
5.137,85
1.651,36
1.837,61
225,47
48.528,94

0,00

Total
0,00
0,00
34.086,93
5.589,72
5.137,85
1.651,36
0,00
1.837,61
225,47
48.528,94

2013
0,00
0,00
34.086,93
5.627,34
13.665,61
7.279,01
0,00
1.794,44
225,47
62.678,80

Diferença 2014
2013
0,00
0,00
0,00
-37,62
-8.527,76
-5.627,65
0,00
43,17
0,00
-14.149,86

No anexo III deste relatório existe um mapa discriminativo individual de todos os activos tangíveis e intangíveis, as
respectivas depreciações e amortizações do período e acumuladas e os subsídios para investimento da instituição.

NOTA 52 – JUROS E RENDIMENTOS SIMILARES OBTIDOS
Esta rubrica regista os juros e rendimentos similares que a instituição obteve por investimentos efectuados.

31.12.2014
7911
7912
7913
7918
798

Juros obtidos de depósitos
Juros de aplicações financeiras
Juros finac. conc. a associadas
Juros outros finac. concedidos
Outros rendimentos similares
Total:

0,00

Valor
do
Orçamento

0,00

%
31.12.2013
Desvio
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!

6,34

6,34

Diferença
2014
2013
-6,34
0,00
0,00
0,00
0,00
-6,34

COMENTÁRIOS
Não foram registados movimentos nesta rubrica

Março 2015  Página 47

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

NOTA 53 JUROS E GASTOS SIMILARES SUPORTADOS
Esta rubrica regista os gastos e perdas, no período, com juros suportados com os vários tipos de
financiamento obtidos e outros juros.

31.12.2014
6911
6914
6915
6918
692
698

Juros de financiamentos
Juros de mora e compensatórios
Juros de acordos
Outros juros
Total:
Diferenças câmbio desfavoráveis
Outros gastos similares
Total:
TOTAL GERAL:

Valor
do
Orçamento

24.175,10
146,02

12.000,00

24.321,12

12.000,00

6.614,72
6.614,72
30.935,84

0,00
12.000,00

%
31.12.2013
Desvio
101,46%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
102,68%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
157,80%

17.138,47
198,00

17.336,47
801,87
801,87
18.138,34

Diferença
2014
2013
7.036,63
-51,98
0,00
0,00
6.984,65
0,00
5.812,85
5.812,85
12.797,50

COMENTÁRIOS
Verifica-se um aumento significativo de gastos com os financiamentos obtidos para colmatar as necessidades de
tesouraria periódicas.

NOTA 54 – IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DO PERÍODO
Esta rubrica corresponde à soma algébrica do imposto estimado para o período com o imposto diferido,
relativamente ao rendimento do período, da parte da actividade que não está isenta de imposto e das
tributações autónomas.
COMENTÁRIOS
A Instituição está isenta de IRC.

Março 2015  Página 48

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS POR ÁREAS OU VALÊNCIAS

Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

Designação

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

CONTA 71 – VENDAS
711
712
713
714
715
716
717
718

721
722
723
724
7251
7255
7256
7257
7259
726
728

731
732
733
734

741
742
743
744

111
112
113
114
115
116
117
118

1211
1212
1213
1214
1221
1225
1226
1227
1229
126
128

131
132
133
134

141
142
143
144

Mercadorias
Produtos acabados intermédios
Subprodutos, desperd., res. refugos
Activos biológicos
Materiais de consumo
Iva das vendas c/ imp. incluído
Devolução das vendas
Descontos e abatim. em vendas
TOTAIS
Quotas de utilizadores
Quotizações e jóias
Promoções p/ captação recursos
Rendimentos de patroc.,colaborações
Matriculas e mensalidades utentes
Serviços prestados c/ participação dos utentes
Serviço de refeições
Serviços sociais
Outros serviços
Iva dos serviços c/ imposto incluído
Descontos e abatimentos
TOTAIS
Produtos acabados e intermédios
Subprod.,desperd.,res.,refugos
Produtos e trabalhos em curso
Activos biológicos
TOTAIS
Activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Propriedades de investimento
Activos por gastos diferidos
TOTAIS

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
CONTA 72 – PRESTAÇÕES DE SERVIÇOS
0,00
0,00
0,00
0,00
67 499,05
31 860,64
41 205,06
140 564,75
2 088,00
2 088,00
0,00
0,00
0,00
704,55
0,00
0,00
67 499,05
31 860,64
43 293,06
142 652,75
704,55
CONTA 73 – VARIAÇÕES NOS INVENTÁRIOS DE PRODUÇÃO
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
CONTA 74 – TRABALHOS PARA A PRÓPRIA ENTIDADE
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

14 377,60

0,00

14 377,60
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
14 377,60

14 377,60
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
14 377,60

24 313,65

0,00
12 122,00
0,00
0,00
221,71
0,00
9 902,13
0,00
2 772,36
0,00
0,00
25 018,20

0,00
12 122,00
0,00
0,00
140 786,46
2 088,00
9 902,13
0,00
2 772,36
0,00
0,00
167 670,95

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

14 377,60

12 122,00

221,71
9 902,13
2 067,81

0,00

0,00

0,00

Março 2015  Página 49

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

Designação

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

CONTA 75 – SUBSÍDIOS À EXPLORAÇÃO
Centro Regional de Segurança Social
751111 15111
Creches
751112 15112
Centro actividades tempos livres
7511… 15113
Lares/moradias
7511313 15114
Centro actividades ocupacionais
7511… 15115
Apoio domiciliário
7511316 15116
Intervenção precoce
7511… 15117
Outras valências
7511… 15118
Subsidios eventuais

207 586,80

220 929,27

321 598,20

207 586,80

220 929,27

19 689,74

3 396,58

3 713,53

321 598,20

Soma
Iefp/Poph/Proj.Comunitários
75121
15121
Iefp - Centro emprego protegido
75122
15122
Iefp - Estagiários e cei´s
75123
15123
Iefp - Formação profissional
7512..
15124
Iefp - Outros
75131
15125
Fse/Poph - Formação profissional
75132
15128
Projectos comunitários
Soma

19 689,74

3 396,58

3 713,53

0,00
26 799,85
0,00
0,00
0,00
0,00
26 799,85

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
776 914,12
0

Outros Entes Públicos
7514
15131
Ministério da Educação
7515
15132
Ministério da Saúde
7516
15133
Fundo de Socorro Social
7517
15134
Inr - Instituto nacional reabilitação
7518
15135
Autarquias
7518..
15138
Outros entes públicos
Soma
Outras Entidades
752..
15181
753
15182
754
15183

0,00

0,00

Entidades particulares
Doações e heranças
Legados
Soma

TOTAIS
TOTAL DE UTENTES / FORMANDOS
CONTRIBUIÇÃO POR MÊS DE SUBSÍDIOS POR
UTENTE / FORMANDO

0,00
0,00
428 516,07
321 598,20
0,00
0,00
0,00
0,00
750 114,27

0,00
341 287,94
57

0,00
210 983,38
18

0,00
224 642,80
18

498,96

976,77

1 040,01

#DIV/0!

0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
428 516,07
321 598,20
0,00
0,00
0,00
0,00
750 114,27

3 720,22

0,00
3 720,22
0,00
0,00
710 931,50
0,00
714 651,72

0,00
30 520,07
0,00
0,00
710 931,50
0,00
741 451,57

1 155,00
3 327,82
4 482,82

0,00
0,00
0,00
5 913,52
1 155,00
3 327,82
10 396,34

0,00
0,00
0,00
5 913,52
1 155,00
3 327,82
10 396,34

0,00
0,00
0,00
0,00
725 048,06
0

0,00
0,00
0,00
0,00
1 501 962,18
0

0,00

3 720,22

710 931,50
710 931,50

0,00

5 913,52

0,00

0,00
710 931,50
124
477,78

5 913,52

0,00
5 913,52

#DIV/0!

0,00
8 203,04

#DIV/0!

#DIV/0!

#DIV/0!

Março 2015  Página 50

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

Designação

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

CONTA 76 – REVERSÕES
7611
7612
7613
7621
7622
7623
7624
7625
7626
7627
7628
763

771
772
773
774

1611
1612
1613
1621
1622
1623
1624
1625
1626
1627
1628
163

171
172
173
174

Propriedades de investimento
Activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Em dividas a receber
Em inventários
Em investimentos financeiros
Em propriedades de investimento
Em activos fixos tangíveis
Em activos intangíveis
Em investimentos em curso
Em cativos n/corr.detidos p/venda
De provisões
TOTAIS
Instrumentos financeiros
Investimentos financeiros
Propriedades de investimento
Activos biológicos
TOTAIS

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
CONTA 77 – GANHOS POR AUMENTOS DE JUSTO VALOR
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

Março 2015  Página 51

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

7811
7812
78161
78162-6
7817
782
783
784
787
7881
7883
7885
78861
78862
78868
7888

7911
7912
7913
7918
798

1811
1812
1813
1814
1812
182
183
184
187
1881
1883
1885
18861
18862
1888
1888

1911
1912
1913
1918
198

Designação

Serviços socias
Aluguer de equipamento
Campanhas angariação fundos
Reembolsos/Festas/Outros
Aluguer de instalações
Desc.pronto pagamento obtidos
Recuperação dívidas a receber
Ganhos em inventários
Em investimentos financeiros
Correcções períodos anteriores
Imputação subs.p/investimento
Restituição de impostos
Donativos em dinheiro
Donativos em espécie
Rendimentos diversos
Outros
TOTAIS
Juros obtidos de depósitos
Juros de aplicações financeiras
Juros financ. conc. a associados
Juros outros financ.concedidos
Outros rendimentos similares
TOTAIS

TOTAL GERAL DE RENDIMENTOS E GANHOS
NÚMERO DE UTENTES
RENDIMENTOS E GANHOS POR UTENTE POR ANO

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

CONTA 78 – OUTROS RENDIMENTOS E GANHOS
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
244,00
310,00
554,00
2 455,32
8 960,37
14 072,31
25 488,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
2 699,32
8 960,37
14 382,31
26 042,00
0,00
CONTA 79 – JUROS, DIVIDENDOS E OUTROS RENDIMENTOS SIMILARES
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
411 486,31

251 804,39

282 318,17

57
7 219,06

18
13 989,13

18
15 684,34

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

70 800,81

0,00
0,00
18 518,85
29 099,07
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,02
0,00
0,00
15 099,25
8 083,62
0,00
0,00
70 800,81

0,00
0,00
18 518,85
29 099,07
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
554,02
25 488,00
0,00
15 099,25
8 083,62
0,00
0,00
96 842,81

0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

117 695,10

835 244,67

1 780 853,54

18 518,85
29 099,07

0,02

15 099,25
8 083,62

0,00

945 608,87

711 636,05

5 913,52

0

124
5 739,00

124
47,69

#DIV/0!

0
#DIV/0!

#DIV/0!

0
#DIV/0!

Março 2015  Página 52

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

Designação

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

CONTA 61 – COMPRAS
611
61211
61219
6123
6124
6125
6126
613
614
615

011
0121
0122
0123
0124
0125
0126
013
014
015

Subcontratos
6211
0211
6219
0219

Mercadorias
Matér. primas-gen.alimentares
Outras matérias primas
Embalagens
Materiais diversos
Matérias em trânsito
Existências doadas
Activos biológicos
Materiais de consumo
Subprod.,desperd.,res. e refugos
TOTAIS

0,00
7 114,20
68,40
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
994,42
3 155,73
3 032,45
7 182,60
CONTA 62 – FORNECIMENTOS E SERVIÇOS EXTERNOS
926,02
68,40

Exploração de refeitórios
Outros subcontratos

28 371,45

28 371,38

67 798,91

28 371,45

28 371,38

1 647,77
320,11
1 392,49
66,38
451,82
120,00

492,15
104,76
5 112,47
21,72
4,06

646,27
116,39
9 692,45
24,14
4,52

275,31
8 920,18
3 621,07

301,35
1 714,80
2 779,50

1 969,09
10 094,24

Soma

16 815,13

10 530,81

22 547,10

Ferramentas e Utensílios de Desgaste Rápido
Livros e Documentação Técnica
Material de Escritório
Artigos para oferta
Material didáctico
Rouparia de alojamentos
Vestuário e calçado
Medicamentos e artigos saúde
Produtos de limpeza e higiene
Materiais para a formação

2 011,91

392,67

494,87

188,39

181,66

195,38

Soma

108,91
129,64

23,90
147,04
3 079,90

7 260,00
10 455,47

3 032,45

67 798,91

Serviços Especializados
62211
02211
Trab.espec.-contabilidade
62212
02212
Trab.espec.-assist. informática
62213/9 02219
Outros trabalhos especializados
6222
0222
Publicidade e Propaganda
6223
0223
Vigilância e Segurança
6224
0224
Honorários
6225
0225
Comissões
62261
02261
Cons. Rep.-edifícios
62262
02262
Cons. Rep.-veículos
62269
02269
Cons. Rep.-outros equipamentos
6228
0228
Outros Serviços Especializados
Materiais
6231
0231
6232
0232
6233
0233
6234
0234
6235
0235
62381
02381
62382
02382
62383
02383
62384
02384
62385
02385

3 155,73

74,79
110,26
3 104,41

124 541,74
0,00
124 541,74
2 786,19
541,26
16 197,41
112,24
460,40
120,00
0,00
576,66
12 604,07
16 494,81
0,00
49 893,04
2 899,45
0,00
565,43
0,00
0,00
0,00
98,69
366,21
6 313,95
0,00

0,00

0,00
3 117,81
639,54
2 970,99
184,50
846,71
6 703,00

0,00

0,00

185,00

17 715,47

7 260,00
10 455,47
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
17 715,47

7 260,00
17 569,67
68,40
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
24 898,07

0,00

0,00
0,00
0,00

124 541,74
0,00
124 541,74

3 117,81
639,54
2 970,99
1 907,00
846,71
7 773,00
1 985,00
580,83
5,00
1 195,62
0,00
21 021,50

5 904,00
1 180,80
19 168,40
2 019,24
1 307,11
7 893,00
1 985,00
1 157,49
12 609,07
17 690,43
0,00
70 914,54

7 636,47
227,84
4 231,49
0,00
205,33
0,00
5 114,33
125,39
2 048,24
10 998,50

10 535,92
227,84
4 796,92
0,00
205,33
0,00
5 213,02
491,60
8 362,19
10 998,50

1 537,50
1 070,00
1 985,00

580,83
5,00
1 195,62
16 239,00

185,00

4 597,50

5 146,11
211,36
4 056,96

1 272,57

1 217,79
16,48
174,53

921,36
53,62
75,35

1 077,24

205,33
3 115,73
71,77
1 969,05
10 998,50

3,84

Março 2015  Página 53

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.
62386
62387
62388

02386
02387
02388

Energia e Fluídos
6241
0241
6242
0242
6243
0243
6248
0248

Designação

1) Cao

3) Lar II

Material desportivo
Mat.repres. e propaganda
Outros materiais
Soma

2 438,85

3 825,17

3 979,71

4 216,54
1 789,26
2 972,88
3 632,16
12 610,84

6 300,84
1 628,94
1 691,72
2 089,32
11 710,82

14 434,88
20 043,26
4 919,47
9 097,38
48 494,99

8 576,53
844,75

299,20

705,03

Soma

3 917,50
16 625,06
254,87
3 375,90
24 173,33

207,50
9 628,78

299,20

32,64
5 887,05

55,51
25,63

17,79
28,46

105,94
5 941,14

1 690,17
68,10

5 919,69

81,14

46,25

0,00
6 047,08

1 758,27

6 000,00
439,46
1 359,74
1 823,48
14,79

140,75
1 096,73
1 079,84
4,84

141,30
1 194,02
2 551,30
20,37

4 471,78

4 968,22

114,40

127,10

Electricidade
Combustíveis
Água
Outros de Energia e Fluídos

Soma
Rendas de imóveis
Alugueres de equipamento
Comunicação
Seguros
Contencioso e notariado
Despesas de representação
Serviços de limpeza e higiene
Serviços de transportes
Serviços médico/hospitalares
Activ. desportivas e culturais
Festas/encontros
Colónia de férias
Serviços bancários
Outros serviços

99,96

Soma
TOTAIS

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
6) INR
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
2 322,90
2 489,88
30 587,59
40 831,32

0,00
0,00
0,00
10 243,73

Deslocações, Estadias e Transportes
6251
0251
Deslocações e Estadias
6252
0252
Transportes de Pessoal
6253
0253
Transportes de Mercadorias
6258
0258
Outros
Serviços Diversos
62611
02611
62612
02612
6262
0262
6263
0263
6265
0265
6266
0266
6267
0267
62681
02681
62682
02682
62683
02683
62684
02684
62685
02685
62686
02686
62689
02689

2) Lar I

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

491,83
10 229,26
127 375,17

144,75
7 053,09
62 472,50

53,09
9 055,40
75 710,66

6 000,00
721,51
3 650,49
5 454,62
40,00
0,00
9 440,00
0,00
0,00
341,46
0,00
0,00
0,00
689,67
26 337,75
265 558,33

25 774,81

0,00

1 650,00
4 221,12
2 542,26
743,54

705,03

8 576,53
1 848,98
0,00
207,50
10 633,01

23 011,41
21 892,24
4 919,47
9 304,88
59 128,00

556,94
51,20

2 247,11
119,30

2 353,05
6 060,44

608,14

0,00
2 366,41

0,00
8 413,49

1 700,00
7 844,47
2 596,80
1 029,59
0,00
216,28
0,00
0,00
17 021,00
3 487,41
0,00
5 850,00
0,00
4 871,27
44 616,82
109 225,33

7 700,00
8 565,98
6 247,29
6 484,21
40,00
216,28
9 440,00
0,00
17 021,00
3 828,87
0,00
5 850,00
0,00
5 560,94
70 954,57
374 783,66

50,00
3 623,35
54,54
286,05
119,18

126,00

97,10

16 895,00
3 487,41
5 850,00

525,54
9 808,46
63 209,32

5 969,18
8 776,28

4 345,73
28 839,18
37 239,73

Março 2015  Página 54

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

631
6321
6322
633
634
635
636
637
638

641
6421
6422
6423
6424
6425
6426
6427
643

Designação

031
0321
0322
0323
0324
0325
0326
0327
0328

Remunerações órgãos sociais
Remunerações certas
Remunerações adicionais
Beneficios pós-emprego
Indemnizações
Encargos sobre remunerações
Seguros ac. trab. e doenças profissionais
Gastos de acção social
Outros gastos com o pessoal
TOTAIS
TOTAL DE UTENTES / FORMANDOS
GASTO POR MÊS POR UTENTE / FORMANDO
041
0421
0422
0423
0424
0425
0426
0427
043

Propriedades de investimento
Terrenos e recursos naturais
Edifícios e outras construções
Equipamento básico
Equipamento de transporte
Equipamento administrativo
Equipamentos biológicos
Outros activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
TOTAIS

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

CONTA 63 – GASTOS COM O PESSOAL
0,00
199 148,17
120 676,51
126 254,64
446 079,32
260 726,08
14 418,23
10 296,39
12 235,48
36 950,10
19 349,49
0,00
0,00
44 449,98
25 989,64
26 883,23
97 322,85
54 610,13
1 695,20
1 216,71
623,10
3 535,01
2 046,07
0,00
998,88
226,42
151,43
1 376,73
546,10
260 710,46
158 405,67
166 147,88
585 264,01
337 277,87
57
18
18
102235
124
381,16
733,36
769,20
0,48
226,67
CONTA 64 – GASTOS DE DEPRECIAÇÃO E AMORTIZAÇÃO
0,00
0,00
2 578,08
9 832,93
21 675,92
34 086,93
5 589,72
5 589,72
5 137,85
5 137,85
99,21
489,80
300,98
889,99
761,37
0,00
681,71
444,18
215,16
1 341,05
496,56
0,00
225,47
8 496,85
10 766,91
27 781,78
47 045,54
1 483,40

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

9 792,21

14,75

9 792,21
#DIV/0!

0,00

14,75
#DIV/0!

0,00

0,00
270 518,29
19 349,49
0,00
0,00
54 624,88
2 046,07
0,00
546,10
347 084,83
57217
0,51

0,00
716 597,61
56 299,59
0,00
0,00
151 947,73
5 581,08
0,00
1 922,83
932 348,84
159452
0,49

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
761,37
0,00
496,56
225,47
1 483,40

0,00
0,00
34 086,93
5 589,72
5 137,85
1 651,36
0,00
1 837,61
225,47
48 528,94

Março 2015  Página 55

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

6511
6512
6522
6523
6524
6525
6526
6527
653
654
655
656
657

661
662
663
664

671
672
673
674
675
676
677
678
679

0511
0512
0521
0522
0523
0524
0525
0526
053
054
055
056
057

061
062
063
064

071
072
073
074
075
076
077
078
079

Designação

Clientes e utentes
Outros devedores
Mercadorias
Matérias primas
Produtos acabados intermédios
Subprod.,desperd.,res. Refugos
Produtos e trabalhos em curso
Activos biológicos
Investimentos financeiros
Propriedades de investimento
Activos fixos tangíveis
Activos intangíveis
Investimentos em curso
TOTAIS
Instrumentos financeiros
Investimentos financeiros
Propriedades de investimento
Activos biológicos
TOTAIS
Impostos
Garantias a clientes
Processos judiciais em curso
Acid. Trab. e doenças profission
Matérias ambientais
Contratos onerosos
Reestruturação
Específicas
Outras provisões
TOTAIS

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

CONTA 65 – GASTOS POR IMPARIDADE
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
CONTA 66 – PERDAS POR REDUÇÃO DE JUSTO VALOR
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
CONTA 67 – PROVISÕES DO EXERCÍCIOS
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

3 695,25

0,00
3 695,25
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
3 695,25

0,00
3 695,25
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
3 695,25

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

3 695,25

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

Março 2015  Página 56

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Contas Rúbrica
da Geral da Analít.

6811
68122
6812
6813
682
683
684
686
687
6881
6882
6883
6884
68872
68872
68882
68889
689

6911
6914
6915
6918
692
698

0811
0812
0813
0814
082
083
084
086
087
0881
0882
0883
0884
0885
0886
0887
0889
0888

0911
0914
0915
0918
092
098

Designação

Impostos directos
Imposto s/valor acrescentado
Outros impostos indirectos
Taxas
Desc. Pronto pagam.concedidos
Dívidas incobráveis
Perdas em inventários
Em investimentos financeiros
Em investim. não financeiros
Correcções períodos anteriores
Donativos
Quotizações
Ofertas e amostras inventários
Bolsas/subs estagiários e cei´s
Bolsas a formandos
Multas e penalidades
Outros
Gratificações/Subs./Bolsas estudo
TOTAIS
Juros de financiamentos
Juros de mora e compensatórios
Juros de acordos
Outros juros
Diferênças câmbio desfavoráv.
Outros gastos similares
TOTAIS

TOTAL GERAL DE GASTOS E PERDAS
NÚMERO DE UTENTES
GASTOS E PERDAS POR UTENTE POR ANO

1) Cao

2) Lar I

3) Lar II

CONTA 68 – OUTROS GASTOS E PERDAS
0,00
0,00
0,00
174,03
146,32
320,35
120,00
120,00
985,00
985,00
0,00
0,00
0,00
39,25
39,25
0,00
0,00
0,00
26 395,86
6 025,58
5 149,65
37 571,09
0,00
309 665,46
0,00
0,00
900,00
900,00
28 440,11
6 199,61
5 295,97
39 935,69
309 665,46
CONTA 69 – GASTOS E PERDAS DE FINANCIAMENTO
692,69
23 482,41
24 175,10
0,00
0,00
0,00
0,00
136,08
35,96
6 415,87
6 587,91
136,08
728,65
29 898,28
30 763,01
0,00
426 153,09

241 729,07

307 867,02

975 749,18

711 636,05

57
7 476,37

18
13 429,39

18
17 103,72

37351
26,12

124
5 739,00

IMPOSTO SOBRE O RENDIMENTO DO PERIODO
RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO

4=1+2+3 Total 5) Formação e
VALÊNCIAS
Projectos

8=5+6+7 Total
7) Actividades
9=4+8 TOTAL
OUTRAS
Extra
GERAL
ACTIVIDADE
Valências
S

6) INR

27,71
417,23

131,18
1 830,99

0,00

825,00
3 232,11

10 075,32

-25 548,85

-30 140,31

0,00

0,00
0,00
27,71
737,58
120,00
985,00
0,00
0,00
0,00
170,43
0,00
1 830,99
0,00
37 571,09
309 665,46
0,00
0,00
1 725,00
352 833,26
24 175,10
146,02
0,00
0,00
0,00
6 614,72
30 935,84

0,00

26,81
172,83

0,00
146,02
0,00
0,00
0,00
26,81
172,83

18 568,49

62 070,14

792 274,68

1 768 023,86

200
3 968,52

37551
47,08

0,00

0,00

42 969,99

12 829,68

146,02

#DIV/0!

#DIV/0!

0,00
-14 666,78

0,00
0,00
27,71
417,23
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
131,18
0,00
1 830,99
0,00
0,00
309 665,46
0,00
0,00
825,00
312 897,57

-12 654,97

55 624,96

Março 2015  Página 57

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
GASTOS, PERDAS E RESULTADOS POR ÁREAS, COMPARATIVAMENTE COM O ORÇAMENTO

CAO - CENTRO DE ACTIVIDADES OCUPACIONAIS
Rendimentos e Ganhos
Gastos e Perdas
Valor do
Valor do
Valor do
Valor do
CONTAS
% Desvio
CONTAS
Período
Orçamento
Período
Orçamento
#DIV/0! 61 - Custo merc.vend.mat.consum.
71 - Vendas
994,42
5 400,00
-2,18% 62 - Fornecimentos e serv.externos
72 - Prestações de serviços
67 499,05
69 000,00
127 375,17 129 248,96
#DIV/0! 63 - Gastos com o pessoal
73 - Variações inventários produção
260 710,46 270 263,66
#DIV/0! 64 - Gastos deprec./amortização
74 - Trabalhos p/ própria entidade
8 496,85
11 646,61
3,99% 65 - Perdas por imparidade
75 - Subsídios, doaç.e l.exploração
341 287,94 328 197,00
#DIV/0! 66 - Perdas p/ redução justo valor
76 - Reversões
#DIV/0! 67 - Provisões do período
77 - Ganhos p/ aumentos e ganhos
78 - Outros rendimentos e ganhos
2 699,32
2 355,36 14,60% 68 - Outros gastos e perdas
28 440,11
13 870,00
#DIV/0! 69 - Gastos e perdas financiamento
79 - Juros, divid.e outros r.similares
136,08
2,99%
TOTAIS
411 486,31 399 552,36
TOTAIS
426 153,09 430 429,23
Total de Utentes
57
57
Total de Utentes
57
57
Rendimento Utente / Mês
601,59
584,14
Gasto Utente / Mês
623,03
629,28
RESULTADO
Previsão
Realização
Variação % Desvio
-30 876,87
-14 666,78
16 210,09 -52,50%
COMENTÁRIOS

% Desvio
-81,58%
-1,45%
-3,53%
-27,04%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
105,05%
#DIV/0!
-0,99%

Verifica-se uma recuperação nesta valência em relação ao resultado previsto e resultados de períodos anteriores.

LAR RESIDENCIAL I e II
Rendimentos e Ganhos
Gastos e Perdas
Valor do
Valor do
Valor do
Valor do
CONTAS
% Desvio
CONTAS
Período
Orçamento
Período
Orçamento
#DIV/0! 61 - Custo merc.vend.mat.consum.
71 - Vendas
6 188,10
1 800,00
2,67% 62 - Fornecimentos e serv.externos
72 - Prestações de serviços
75 153,70
73 200,00
138 183,16 116 697,20
#DIV/0! 63 - Gastos com o pessoal
73 - Variações inventários produção
324 553,55 330 855,44
#DIV/0! 64 - Gastos deprec./amortização
74 - Trabalhos p/ própria entidade
38 548,69
39 743,12
-0,07% 65 - Perdas por imparidade
75 - Subsídios, doaç.e l.exploração
435 626,18 435 940,00
#DIV/0! 66 - Perdas p/ redução justo valor
76 - Reversões
#DIV/0! 67 - Provisões do período
77 - Ganhos p/ aumentos e ganhos
-6,03% 68 - Outros gastos e perdas
78 - Outros rendimentos e ganhos
23 342,68
24 841,74
11 495,58
3 470,00
#DIV/0! 69 - Gastos e perdas financiamento
79 - Juros, divid.e outros r.similares
30 626,93
TOTAIS
534 122,56
Total de Utentes
36
Rendimento Utente / Mês
1 236,39
RESULTADO
Previsão
Realização
41 415,98
-15 473,45

533 981,74
36
1 236,07
Variação
-56 889,43

0,03%

TOTAIS
Total de Utentes
Gasto Utente / Mês

549 596,01
36
1 272,21

492 565,76
36
1 140,20

% Desvio
243,78%
18,41%
-1,90%
-3,01%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
231,28%
#DIV/0!
11,58%

% Desvio
-137,36%
COMENTÁRIOS

Os valores do orçamento de receitas previsto está equilibrado. No entanto, o orçamento das despesas ficou muito aquém do realizado, havendo um
aumento de despesas em quase todas as rubricas, especialmente dos juros suportados de fibanciamentos.

Março 2015  Página 58

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

FORMAÇÃO E PROJECTOS
Rendimentos e Ganhos
Gastos e Perdas
Valor do
Valor do
Valor do
Valor do
CONTAS
% Desvio
CONTAS
Período
Orçamento
Período
Orçamento
#DIV/0! 61 - Custo merc.vend.mat.consum.
71 - Vendas
#DIV/0! 62 - Fornecimentos e serv.externos
72 - Prestações de serviços
704,55
63 209,32 105 969,24
#DIV/0! 63 - Gastos com o pessoal
73 - Variações inventários produção
337 277,87 325 744,27
#DIV/0! 64 - Gastos deprec./amortização
74 - Trabalhos p/ própria entidade
1 483,40
305,42
75 - Subsídios, doaç.e l.exploração
710 931,50 902 964,94 -21,27% 65 - Perdas por imparidade
#DIV/0! 66 - Perdas p/ redução justo valor
76 - Reversões
#DIV/0! 67 - Provisões do período
77 - Ganhos p/ aumentos e ganhos
#DIV/0! 68 - Outros gastos e perdas
78 - Outros rendimentos e ganhos
309 665,46 470 946,01
#DIV/0! 69 - Gastos e perdas financiamento
79 - Juros, divid.e outros r.similares
TOTAIS
711 636,05
Total de Formandos
124
Rendimento Formando/ Mês
478,25
RESULTADO

902 964,94
124
606,83

Previsão

Realização

Variação

0,00

0,00

0,00

-21,19%

TOTAIS
Total de Formandos
Gasto Formando / Mês

711 636,05
124
478,25

902 964,94
124
606,83

% Desvio
#DIV/0!
-40,35%
3,54%
385,69%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-34,25%
#DIV/0!
-21,19%

% Desvio
#DIV/0!
COMENTÁRIOS

Tendo em conta que os valores gastos na formação e projectos são financiados a 100%, esta área terá sempre um saldo nulo. A diferença existente entre o
orçamento previsto e realizado deve-se à perspectiva da quantidade de formandos que a formação vai ter no ano seguinte aquando da elaboração do
orçamento.

ACTIVIDADES EXTRA VALÊNCIAS
Rendimentos e Ganhos
Gastos e Perdas
Valor do
Valor do
Valor do
Valor do
CONTAS
% Desvio
CONTAS
Período
Orçamento
Período
Orçamento
71 - Vendas
14 377,60
10 000,00 43,78% 61 - Custo merc.vend.mat.consum.
17 715,47
15 500,00
72 - Prestações de serviços
24 313,65
21 800,00 11,53% 62 - Fornecimentos e serv.externos
46 016,01
12 320,00
#DIV/0! 63 - Gastos com o pessoal
73 - Variações inventários produção
9 806,96
#DIV/0! 64 - Gastos deprec./amortização
74 - Trabalhos p/ própria entidade
75 - Subsídios, doaç.e l.exploração
14 116,56
1 000,00 1311,66% 65 - Perdas por imparidade
3 695,25
#DIV/0! 66 - Perdas p/ redução justo valor
76 - Reversões
#DIV/0! 67 - Provisões do período
77 - Ganhos p/ aumentos e ganhos
78 - Outros rendimentos e ganhos
70 800,81
54 000,00 31,11% 68 - Outros gastos e perdas
3 232,11
6 300,00
#DIV/0! 69 - Gastos e perdas financiamento
79 - Juros, divid.e outros r.similares
172,83
12 000,00
TOTAIS
123 608,62
86 800,00 42,41%
TOTAIS
80 638,63
46 120,00
Total de Utentes
Total de Utentes
Rendimento Utente / Mês
#DIV/0!
#DIV/0!
Gasto Utente / Mês
#DIV/0!
#DIV/0!
RESULTADO
Previsão

Realização

Variação

40 680,00

42 969,99

2 289,99

% Desvio
14,29%
273,51%
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
#DIV/0!
-48,70%
-98,56%
74,85%

% Desvio
5,63%
COMENTÁRIOS

O valor de resultado realizado foi superior ao esperado.No entanto, os valores orçamentados de despesas e receitas foram significativamente diferentes
dosvalores realizados.

Março 2015  Página 59

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA

ANEXO III

MAPAS ANALÍTICOS

Março 2015  Página 60

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
CLIENTES E UTENTES

Número
Contribuinte

NOME
Aldina Palma Santos
Alvaro Manuel Costa
Ana Cristina P. Prudencio
Ana Lucia P. Machado
André Miguel Rodrigues
Antónia Rita C. Vieira
António José M. Nunes
António Manuel D. Feio
António Mosca
António Rita C. Vieira
Carlos Pratas
David Alhinho
Domingos José B. Pratas
Fábio Chaminé
Fábio Miguel M. Custódio
Filipe J. Rações Silva
Francisco António Vieira
Francisco Barros
Helder Manuel C.Neto
Igor Alexandre P. Silva
Inês Vilão
Ivone Carmo G. Gomes
Joao Batista C. Neto
João Diogo Hermezilha
João Vitor Baião Pratas
José Coelho
José Maria C. Laneiro
Manuel Ramiro Guerreiro
Marco da Saúde Rosa
Maria Lurdes Gingado José
Maria Luz V. Pereira
Mário Manuel Pólvora
Marta Cristina M. Lopes
Miguel Raposo C. Conceição
Paula Cristina G. José
Paula Maria G. Pombeiro

1) Cliente
Conta
Corrente

2) Utente
Conta
Corrente
189,94
110,00
945,00
255,00
130,00
773,00
5 564,00
1 736,00
149,00
506,00
100,00
190,00
1 232,00
566,00
644,00
784,00
506,00
302,00
760,00
836,00
158,00
470,40
100,00
300,00

84,00
214,00
42,00
2 017,60
100,00
136,00
1 154,96

SALDO DO PERÍODO - 2013
4) Cliente
3) Cliente
Cobrança
Factoring
Duvidosa

5) Utente
Cobrança
Duvidosa

6=1 a 5
TOTAL
189,94
110,00
945,00
0,00
255,00
130,00
0,00
773,00
5 564,00
0,00
1 736,00
149,00
506,00
100,00
190,00
1 232,00
566,00
644,00
784,00
506,00
302,00
760,00
836,00
158,00
470,40
100,00
300,00
0,00
0,00
84,00
214,00
42,00
2 017,60
100,00
136,00
1 154,96

IMPARID./ADIANTAMENTOS
7) Perdas
9=7+ 8
8) Adiantam.
Imparidade
C./Utente
Acumulada
TOTAL
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
-30,00
-30,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

10=6-8
TOTAL
GERAL
2014
189,94
110,00
945,00
0,00
255,00
130,00
0,00
773,00
5 564,00
0,00
1 736,00
149,00
506,00
100,00
190,00
1 232,00
566,00
644,00
784,00
506,00
302,00
760,00
836,00
158,00
470,40
100,00
300,00
30,00
0,00
84,00
214,00
42,00
2 017,60
100,00
136,00
1 154,96

2013
189,94
110,00
358,00
985,00
255,00
0,00
-42,00
353,00
3 458,00
-332,00
1 488,00
0,00
506,00
0,00
182,00
754,00
42,00
322,00
0,00
289,00
0,00
1 900,00
0,00
158,00
506,00
0,00
300,00
0,00
286,00
126,00
0,00
42,00
2 049,60
540,00
0,00
1 219,96

Março 2015  Página 61

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Número
Contribuinte

NOME

1) Cliente
Conta
Corrente

Ricardo Jorge C. Dias
Rui Manuel S. Figueira
Tiago Almeida
Vanderlei Ladeira
Vera Cristina S. Castilho
Vitor Manuel A. Valente
Vitor Manuel C. Canário
Vitor Manuel P. Dores
TOTAIS

2) Utente
Conta
Corrente
273,00
298,00

SALDO DO PERÍODO - 2013
4) Cliente
3) Cliente
Cobrança
Factoring
Duvidosa

5) Utente
Cobrança
Duvidosa

4 057,00
165,00
168,00
135,00
511,00
0,00

26 661,90

0,00

0,00

0,00

6=1 a 5
TOTAL
273,00
298,00
0,00
4 057,00
165,00
168,00
135,00
511,00
26 661,90

IMPARID./ADIANTAMENTOS
7) Perdas
9=7+ 8
8) Adiantam.
Imparidade
C./Utente
Acumulada
TOTAL
0,00
0,00
-150,00
-150,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

-180,00

-180,00

10=6-8
TOTAL
GERAL
2014
273,00
298,00
150,00
4 057,00
165,00
168,00
135,00
511,00
26 841,90

2013
545,00
118,50
0,00
0,00
162,00
112,00
0,00
378,00
17 361,00

Março 2015  Página 62

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
FORNECEDORES

Número
Contribuinte
501 687 942
503 841 455
509 673 309
501 144 587
504 277 073
500 194 670
502 825 812
502 670 592
510 039 537
503 504 564
502 345 594
510 320 325
501 948 171
513 002 170
505 991 527
128 056 070
121 766 870
506 905 080
980 484 073
508 259 509
504 299 590
501 160 817
500 142 858
501 409 963
502 127 856
505 770 482
501 725 717
507 124 057
508 630 355
500 435 731
500 853 975
502 600 268
504 733 281
501 312 951
507 441 443
502 440 139
501 290 567

NOME
Agropax
Alquimed M M H, Lda.
Amarujo Sociedade Unipessoal
Ambaal - Diário do Alentejo
Associação S.S. Amigo Trigaches
BP Portugal, Sa
Creditex, Sa
Cruzinfor, Lda.
Daniel Mestre C.Pneus, Lda.
Edp Comercial Com Energia, Sa
Efaflu, Sa
Elecser Mont I E, Lda.
Elidio Ferreira, Lda.
Em Nossas Mãos
Emas
Farmácia Fonseca
Farmácia Santos
Fermentão, Lda.
Gás Natural S SDG Sa
Grenke Renting
Iceblock, Sa
Irmãos Luzia
Itau
J.A. Ramos, Lda.
Jet Coller, Sa
Jmcs Com. Produtos Quimicos
Jv-Soc.Representações, Lda.
Kmed C. Consult. Formação, Sa
Lança & Filho Pro, Lda.
Lança & Filho, Lda.
Manuel Rui A. Nabeiro, Lda.
Meo Serv.Comun., Multi, Sa
Paxgás
Pereira & Sousa
Pinheiro M & S, Sa
Prominent Portugal
Prosegur

1) Fornec.
Conta
Corrente

SALDO DO PERÍODO - 2014
2) Fornec.
3) Fornec.
4) Fornec.
Titulos
Recepç.
de
A Pagar
Confer.
Investim.

1 515,45
1 905,79
780,00
646,98
1 771,20
241,92
1 218,38

2 275,00
227,07
26,60
435,11
240,76
16 319,68
32 216,53
410,82
50,33
126,94
2 857,61
209,06
129,74
146,06
191,48
221,40
222,77

5=1 a 4
TOTAL
0,00
1 515,45
1 905,79
0,00
780,00
646,98
0,00
1 771,20
241,92
1 218,38
0,00
0,00
0,00
2 275,00
0,00
227,07
26,60
435,11
0,00
240,76
16 319,68
0,00
32 216,53
410,82
50,33
126,94
0,00
2 857,61
0,00
209,06
129,74
146,06
0,00
191,48
221,40
0,00
222,77

IMPARID./ADIANTAMENTOS
6) Perdas
8=6+7
7) Adiantam
Imparidade
de Fornec.
Acumulada
TOTAL
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
-5,04
-5,04
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
-5,11
-5,11
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

9)=5-8
TOTAL
GERAL
2014
0,00
1 515,45
1 905,79
0,00
780,00
646,98
0,00
1 771,20
241,92
1 218,38
0,00
0,00
0,00
2 275,00
5,04
227,07
26,60
435,11
0,00
240,76
16 319,68
0,00
32 216,53
410,82
50,33
126,94
0,00
2 857,61
5,11
209,06
129,74
146,06
0,00
191,48
221,40
0,00
222,77

2013
238,62
567,32
406,04
50,74
0,00
2 106,09
413,56
984,00
0,00
-131,18
455,10
1 801,09
135,94
0,00
0,00
23,73
0,00
460,73
2 359,15
0,00
16 319,68
77,05
38 383,14
0,00
32,59
0,00
647,16
0,00
0,00
0,00
465,48
0,00
1 313,69
0,00
0,00
1 000,43
206,68

Março 2015  Página 63

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Número
Contribuinte
504 615 947
505 467 615
502 522 380
501 607 064
505 233 673
502 600 268
980 420 636

NOME
Pt Comunicações
Retail Meat Beja
Rodoviária do Alentejo, Sa
Santa Casa Misericordia de Beja
Tiago Morgado, Lda.
Tmn-Telec. Móveis Nacionais
Zurich Insurance
TOTAIS

1) Fornec.
Conta
Corrente
84,84
21,03
453,25

SALDO DO PERÍODO - 2014
2) Fornec.
3) Fornec.
4) Fornec.
Titulos
Recepç.
de
A Pagar
Confer.
Investim.

190,58
449,85
49 266,55

0,00

0,00

16 319,68

5=1 a 4
TOTAL
84,84
21,03
453,25
0,00
190,58
0,00
449,85
65 586,23

IMPARID./ADIANTAMENTOS
6) Perdas
8=6+7
7) Adiantam
Imparidade
de Fornec.
Acumulada
TOTAL
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00
0,00

-10,15

-10,15

9)=5-8
TOTAL
GERAL
2014
84,84
21,03
453,25
0,00
190,58
0,00
449,85
65 596,38

2013
183,83
0,00
1 450,42
550,00
0,00
108,06
26,98
70 636,12

Março 2015  Página 64

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
MAPA DE DEPRECIAÇÕES/AMORTIZAÇÕES, SUBSÍDIOS PARA INVESTIMENTOS E DOAÇÕES
ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS E INTANGÍVEIS
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS
TERRENOS E RECURSOS NATURAIS
1001 Cerci – Terrenos

1988

5 823,43

0,00

5 823,43

0,00

0,00

5 823,43

0,00

0,00

0,00

1002 Educ/Cao – Reserva Natural Água

1981

759,42

759,42

759,42

759,42

759,42

0,00

0,00

0,00

759,42

0,00

6 582,85

759,42

6 582,85

759,42

759,42

5 823,43

Totais Terrenos e Recursos Naturais

0,00

0,00

5 823,43

0,00

0,00

0,00

0,00

759,42

5 823,43

EDIFÍCIOS E OUTRAS CONSTRUÇÕES
2001 Educ/Cao – Edifícios

1982

62 684,02

62 684,02

62 684,02

62 684,02

62 684,02

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

62 684,02

0,00

2002 Educ/Cao – Edifícios

1984

3 442,91

3 442,91

3 442,91

3 442,91

3 442,91

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

3 442,91

0,00

2003 Educ/Cao – Edifícios

1986

22 333,79

22 333,79

22 333,79

22 333,79

22 333,79

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

22 333,79

0,00

2004 Educ/Cao – Edifícios

1986

7 481,97

4 189,91

7 481,97

4 189,91 64221104

433821104

149,64

4 339,55

3 142,42

0,00

0,00

0,00

0,00

4 339,55

3 142,42

2005 Educ/Cao – Edifícios

1992

77 619,46

62 155,57

77 619,46

62 155,57 64221105

433821105

1 552,39

63 707,96

13 911,50

0,00

0,00

0,00

0,00

63 707,96

13 911,50

2006 Educ/Cao – Edifícios

1995

10 523,21

8 734,25

10 523,21

8 734,25 64221106

433821106

210,46

8 944,71

1 578,50

0,00

0,00

0,00

0,00

8 944,71

1 578,50

2007 Educ/Cao – Alpendre

1995

3 558,42

2 833,49

0,00

0,00

71,17

2 904,66

653,76

2 904,66

653,76

2008 Educ/Cao – Edifícios

1997

5 048,08

3 685,15

5 048,08

3 685,15 64221108

433821108

100,96

3 786,11

1 261,97

0,00

0,00

0,00

3 786,11

1 261,97

2009 Lar I – Construção

2008

483 421,99

87 015,96

35 403,46

6 376,39 64221109

433821109

708,07

7 084,46

28 319,00

8 960,37

89 599,94

358 418,59

96 684,40

386 737,59

2010 Polidesportivo-GrandesObras

2012

41 121,83

822,43

41 121,83

822,43 6422 1110 4338 21110

822,43

1 644,86

39 476,97

1 644,86

39 476,97

2012 Lar II - Auto 01

2011

20 365,40

407,31

8 036,19

160,72 6422 1112 4338 21112

160,72

321,45

7 714,74

12 329,21

246,58 6422 1212 4338 21212

5935 2112

78835 2112

246,58

493,17

11 836,04

814,62

19 550,78

2013 Lar II - Auto 02

2011

53 393,42

1 067,87

21 069,04

421,38 6422 1113 4338 21113

421,38

842,76

20 226,28

32 324,38

646,49 6422 1213 4338 21213

5935 2113

78835 2113

646,49

1 292,98

31 031,40

2 135,74

51 257,68

2014 Lar II - Auto 03

2011

71 133,70

1 422,67

28 069,36

561,39 6422 1114 4338 21114

561,39

1 122,77

26 946,59

43 064,34

861,29 6422 1214 4338 21214

5935 2114

78835 2114

861,29

1 722,57

41 341,77

2 845,35

68 288,35

2015 Lar II - Auto 04

2011

30 174,36

603,49

11 906,80

238,14 6422 1115 4338 21115

238,14

476,27

11 430,53

18 267,56

365,35 6422 1215 4338 21215

5935 2115

78835 2115

365,35

730,70

17 536,86

1 206,97

28 967,39

2016 Lar II - Auto 05

2011

37 871,81

757,44

14 944,22

298,88 6422 1116 4338 21116

298,88

597,77

14 346,45

22 927,59

458,55 6422 1216 4338 21216

5935 2116

78835 2116

458,55

917,10

22 010,49

1 514,87

36 356,94

2017 Lar II - Auto 06

2011

53 898,24

1 077,96

21 268,25

425,37 6422 1117 4338 21117

425,37

850,73

20 417,52

32 629,99

652,60 6422 1217 4338 21217

5935 2117

78835 2117

652,60

1 305,20

31 324,79

2 155,93

51 742,31

2018 Lar II - Auto 07

2011

129 203,97

2 584,08

50 983,89

1 019,68 6422 1118 4338 21118

1 019,68

2 039,36

48 944,53

78 220,08

1 564,40 6422 1218 4338 21218

5935 2118

78835 2118

1 564,40

3 128,80

75 091,28

5 168,16

124 035,81

2019 Lar II - Auto 08

2011

144 871,83

2 897,44

57 166,42

1 143,33 6422 1119 4338 21119

1 143,33

2 286,66

54 879,76

87 705,41

1 754,11 6422 1219 4338 21219

5935 2119

78835 2119

1 754,11

3 508,22

84 197,19

5 794,87

139 076,96

2020 Lar II - Auto 09

2011

55 563,32

1 111,27

21 925,29

438,51 6422 1120 4338 21120

438,51

877,01

21 048,28

33 638,03

672,76 6422 1220 4338 21220

5935 2120

78835 2120

672,76

1 345,52

32 292,51

2 222,53

53 340,79

2021 Lar II - Auto 10

2011

166 649,71

3 332,99

65 759,98

1 315,20 6422 1121 4338 21121

1 315,20

2 630,40

63 129,58

100 889,73

2 017,79 6422 1221 4338 21221

5935 2121

78835 2121

2 017,79

4 035,59

96 854,14

6 665,99

159 983,72

2022 Lar II -Revisão de Preços

2011

9 064,33

181,29

9 064,33

181,29 6422 1122 4338 21122

181,29

362,57

8 701,76

0,00

0,00

0,00

0,00

362,57

8 701,76

2023 Lar II -Desp.Gar. + J.Mora

2011

3 548,90

70,98

3 548,90

70,98 6422 1123 4338 21123

70,98

141,96

3 406,94

0,00

0,00

0,00

0,00

141,96

3 406,94

2024 Lar II -Central Projectos

2011

20 644,52

412,89

11 144,52

222,89 6422 1124 4338 21124

222,89

445,78

10 698,74

9 500,00

190,00 64221224 4338 21224

59372124

7883 72124

190,00

380,00

9 120,00

825,78

19 818,74

2025 Lar II -Consulplanicie

2011

4 371,00

87,42

3 065,15

61,30 6422 1125 4338 21125

61,30

122,61

2 942,54

1 305,85

26,12 6422 1225 4338 21225

5935 2125

78835 2125

26,12

52,23

1 253,62

174,84

4 196,16

2026 Lar II -Ricardo Brazao

2011

9 687,50

193,75

6 637,80

132,76 6422 1126 4338 21126

132,76

265,51

6 372,29

3 049,70

60,99 6422 1226 4338 21226

5935 2126

78835 2126

60,99

121,99

2 927,71

387,50

9 300,00

2027 Lar II -Juros e Outras Despesas

2011

8 132,39

162,65

8 132,39

162,65 6422 1127 4338 21127

162,65

325,30

7 807,09

0,00

0,00

0,00

0,00

325,30

7 807,09

2028 Lar II -Revisão de Preços

2012

9 389,97

187,80

9 389,97

187,80 6422 1128 4338 21128

187,80

375,60

9 014,37

0,00

0,00

0,00

0,00

375,60

9 014,37

2029 Lar II - Auto 11

2012

77 211,01

1 544,22

30 467,46

609,35 6422 1129 4338 21129

609,35

1 218,70

29 248,76

934,87

1 869,74

44 873,81

3 088,44

74 122,57

2030 Lar II - Auto 12

2012

3 792,09

75,84

1 496,36

29,93 6422 1130 4338 21130

29,93

59,85

1 436,51

2031 Lar II - Auto 13

2012

49 421,65

988,43

19 501,78

390,04 6422 1131 4338 21131

390,04

780,07

18 721,71

0,00

3 558,42

2 833,49 64221207

433821207

59312107

788312107

0,00
448 018,53

46 743,55

80 639,57 64221209

433821209

59322109

788312109

934,87 6422 1229 4338 21229

5935 2129

78835 2129

2 295,73

45,91 6422 1230 4338 21230

5935 2130

78835 2130

45,91

91,83

2 203,90

151,68

3 640,41

29 919,87

598,40 6422 1231 4338 21231

5935 2131

78835 2131

598,40

1 196,79

28 723,08

1 976,87

47 444,78

Março 2015  Página 65

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

2032 Lar II -Juros Mora Cosnstrutor

2012

19 682,52

393,65

19 682,52

393,65 6422 1132 4338 21132

393,65

787,30

18 895,22

0,00

0,00

0,00

0,00

787,30

18 895,22

2033 Lar II -Auto 1 de Erros e Omissoes

2012

12 361,70

247,23

12 361,70

247,23 6422 1133 4338 21133

247,23

494,47

11 867,23

0,00

0,00

0,00

0,00

494,47

11 867,23

2034 Lar II -Revisão Defin.Preços

2012

2 495,23

49,90

2 495,23

49,90 6422 1134 4338 21134

49,90

99,81

2 395,42

0,00

0,00

0,00

0,00

99,81

2 395,42

2035 Lar II -Central Projectos

2012

3 728,75

74,58

3 728,75

74,58 6422 1135 4338 21135

74,58

149,15

3 579,60

0,00

0,00

0,00

0,00

149,15

3 579,60

2036 Lar II -Ricardo Brazao

2012

5 812,50

116,25

2 997,39

59,95 6422 1136 4338 21136

59,95

119,90

2 877,49

56,30

112,60

2 702,51

232,50

5 580,00

2037 Lar II -Juros e Outras Despesas

2012

32 512,10

650,24

32 512,10

650,24 6422 1137 4338 21137

650,24

1 300,48

31 211,62

0,00

0,00

0,00

0,00

1 300,48

31 211,62

2038 Lar II -Juros Mora Cosnstrutor

2012

3 044,72

60,89

3 044,72

60,89 6422 1138 4338 21138

60,89

121,79

2 922,93

0,00

0,00

0,00

0,00

121,79

2 922,93

2039 Lar II -Alterações Aceites

2012

895,44

17,91

895,44

17,91 6422 1139 4338 21139

17,91

35,82

859,62

0,00

0,00

0,00

0,00

35,82

859,62

2040 Lar II -Juros Mora (Tribunal)

2012

31 663,60

633,27

31 663,60

633,27 6422 1140 4338 21140

633,27

1 266,54

30 397,06

0,00

0,00

0,00

0,00

1 266,54

30 397,06

2041 Lar II -Consulplanicie

2012

2 250,00

45,00

909,65

18,19 6422 1141 4338 21141

18,19

36,39

873,26

2 160,00

2042 Lar II - Estores

2013

2 735,78

54,72

2 735,78

54,72 6422 1142 4338 21142

54,72

109,43

2 626,35

1 792 807,14

279 408,91

782 263,71

184 756,52

13 876,05

198 632,57

583 631,14

Totais Edifícios e Outras Construções

2 815,11

1 340,35
1 010 543,43

56,30 6422 1236 4338 21236

26,81 6422 1241 4338 21241

5935 2136

78835 2136

26,81

53,61

1 286,74

90,00

0,00

0,00

0,00

0,00

109,43

2 626,35

94 652,39

20 210,87

114 863,26

895 680,17

313 495,83

1 479 311,31

5935 2141

78835 2141

EQUIPAMENTO BÁSICO
3001 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1982

3 591,99

3 591,99

3 591,99

3 591,99

3 591,99

0,00

0,00

0,00

0,00

3 591,99

0,00

3002 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1982

42,25

42,25

42,25

42,25

42,25

0,00

0,00

0,00

0,00

42,25

0,00

3003 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1984

1 926,81

1 926,81

1 926,81

1 926,81

1 926,81

0,00

0,00

0,00

0,00

1 926,81

0,00

3004 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1985

2 067,02

2 067,02

2 067,02

2 067,02

2 067,02

0,00

0,00

0,00

0,00

2 067,02

0,00

3005 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1985

386,25

386,25

386,25

386,25

386,25

0,00

0,00

0,00

0,00

386,25

0,00

3006 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1985

215,56

215,56

215,56

215,56

215,56

0,00

0,00

0,00

0,00

215,56

0,00

3007 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1986

101,21

101,21

101,21

101,21

101,21

0,00

0,00

0,00

0,00

101,21

0,00

3008 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1987

595,27

595,27

595,27

595,27

595,27

0,00

0,00

0,00

0,00

595,27

0,00

3009 Cep – Máq. Fabrico Malhas

1988

47 419,58

47 419,58

47 419,58

47 419,58

47 419,58

0,00

0,00

0,00

0,00

47 419,58

0,00

3010 Cep – Máq. Uso Normal

1988

2 851,44

2 851,44

2 851,44

2 851,44

2 851,44

0,00

0,00

0,00

0,00

2 851,44

0,00

3011 Cep – Máq. Uso Ambiente Corrosivo

1988

5 065,59

5 065,59

5 065,59

5 065,59

5 065,59

0,00

0,00

0,00

0,00

5 065,59

0,00

3012 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1989

83,26

83,26

83,26

83,26

83,26

0,00

0,00

0,00

0,00

83,26

0,00

3013 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1989

104,75

104,75

104,75

104,75

104,75

0,00

0,00

0,00

0,00

104,75

0,00

3014 Cep – Máq. Fabrico Malhas

1989

583,59

583,59

583,59

583,59

583,59

0,00

0,00

0,00

0,00

583,59

0,00

3015 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1992

232,53

232,53

232,53

232,53

232,53

0,00

0,00

0,00

0,00

232,53

0,00

3016 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1993

27 417,23

27 417,23

27 417,23

27 417,23

27 417,23

0,00

0,00

0,00

0,00

27 417,23

0,00

3017 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1993

2 481,27

2 481,27

2 481,27

2 481,27

2 481,27

0,00

0,00

0,00

0,00

2 481,27

0,00

3018 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1993

335,71

335,71

335,71

335,71

335,71

0,00

0,00

0,00

0,00

335,71

0,00

3019 Cep – Máq. Rectilínea

1993

99 520,16

99 520,16

99 520,16

99 520,16

99 520,16

0,00

0,00

0,00

0,00

99 520,16

0,00

3020 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1994

6 483,75

6 483,75

6 483,75

6 483,75

6 483,75

0,00

0,00

0,00

0,00

6 483,75

0,00

3021 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1994

3 577,23

3 577,23

3 577,23

3 577,23

3 577,23

0,00

0,00

0,00

0,00

3 577,23

0,00

3022 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1995

4 824,06

4 824,06

4 824,06

4 824,06

4 824,06

0,00

0,00

0,00

0,00

4 824,06

0,00

3023 Cep – Máq. Com Tampo e Caldeira

1995

5 666,34

5 666,34

5 666,34

5 666,34

5 666,34

0,00

0,00

0,00

0,00

5 666,34

0,00

3024 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1995

748,20

748,20

748,20

748,20

748,20

0,00

0,00

0,00

0,00

748,20

0,00

3025 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1996

10 380,73

10 380,73

10 380,73

10 380,73

10 380,73

0,00

0,00

0,00

0,00

10 380,73

0,00

3026 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1996

12 441,28

12 441,28

12 441,28

12 441,28

12 441,28

0,00

0,00

0,00

0,00

12 441,28

0,00

3027 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1997

59 310,19

59 310,19

59 310,19

59 310,19

59 310,19

0,00

0,00

0,00

0,00

59 310,19

0,00

Março 2015  Página 66

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

3028 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1997

366,62

366,62

366,62

366,62

366,62

0,00

0,00

0,00

0,00

366,62

0,00

3029 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

1999

366,62

366,62

366,62

366,62

366,62

0,00

0,00

0,00

0,00

366,62

0,00

3030 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

2001

1 466,97

1 466,97

1 466,97

1 466,97

1 466,97

0,00

0,00

0,00

0,00

1 466,97

0,00

3031 Educ/Cao – Equip. Não Especificado

2002

1 479,99

1 479,99

1 479,99

1 479,99

1 479,99

0,00

0,00

0,00

0,00

1 479,99

0,00

3032 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

2002

440,00

440,00

440,00

440,00

440,00

0,00

0,00

0,00

0,00

440,00

0,00

3033 Formação – Máq. Não Especificadas

2005

2 867,20

2 867,20

2 867,20

2 867,20

2 867,20

0,00

0,00

0,00

0,00

2 867,20

0,00

3034 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

2008

450,00

450,00

450,00

450,00

450,00

0,00

0,00

0,00

0,00

450,00

0,00

3035 Lar II-Fogão JP 7401/1H

2012

1 937,25

645,49

1 937,25

645,49 64239120

433839120

322,75

968,24

969,01

0,00

0,00

0,00

968,24

969,01

3036 Lar II-Forno AX F-133 TG

2012

1 057,80

352,46

1 057,80

352,46 64239121

433839121

176,23

528,69

529,11

0,00

0,00

0,00

528,69

529,11

3037 Lar II-Suporte Forno Inox

2012

475,00

158,27

475,00

158,27 64239122

433839122

79,14

237,41

237,60

0,00

0,00

0,00

237,41

237,60

3038 Lar II 2012 - Diversos

2012

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

3039 Lar II 2012-2 Poltronas

2012

2 216,90

369,34

1 922,02

320,21 6423 24102 433832 4102

320,21

640,42

1 281,60

294,88

49,13 6423 24202 433832 4202 5935 32402 788353 2402

49,13

98,25

196,63

738,67

1 478,23

3040 Lar II 2012-2 Sofás

2012

772,44

128,69

304,80

50,78 6423 24103 433832 4103

50,78

101,56

203,24

467,64

77,91 6423 24203 433832 4203 5935 32403 788353 2403

77,91

155,82

311,82

257,38

515,06

3041 Lar II 2012-1 Secretária

2012

172,20

28,69

67,95

11,32 6423 24104 433832 4104

11,32

22,64

45,31

104,25

17,37 6423 24204 433832 4204 5935 32404 788353 2404

17,37

34,74

69,51

57,38

114,82

3042 Lar II 2012-1 Bloco Rodado

2012

117,72

19,61

46,45

7,74 6423 24105 433832 4105

7,74

15,48

30,97

71,27

11,87 6423 24205 433832 4205 5935 32405 788353 2405

11,87

23,75

47,52

39,22

78,50

3043 Lar II 2012-1 Cadeira Com Braços

2012

141,45

23,57

55,82

9,30 6423 24106 433832 4106

9,30

18,60

37,22

85,63

14,27 6423 24206 433832 4206 5935 32406 788353 2406

14,27

28,53

57,10

47,13

94,32

3044 Lar II 2012-2 Cadeiras Fixas

2012

101,92

16,98

40,22

6,70 6423 24107 433832 4107

6,70

13,40

26,82

61,70

10,28 6423 24207 433832 4207 5935 32407 788353 2407

10,28

20,56

41,14

33,96

67,96

3045 Lar II 2012-1 Armário Com Portas Correr

2012

282,90

47,13

111,63

18,60 6423 24108 433832 4108

18,60

37,20

74,43

171,27

28,53 6423 24208 433832 4208 5935 32408 788353 2408

28,53

57,07

114,20

94,26

188,64

3046 Lar II 2012-5 Mesas Rectangulares

2012

1 088,55

181,35

429,54

71,56 6423 24109 433832 4109

71,56

143,12

286,42

659,01

109,79 6423 24209 433832 4209 5935 32409 788353 2409

109,79

219,58

439,43

362,70

725,85

3047 Lar II 2012-1 Mesa Quadrada

2012

193,11

32,17

76,20

12,69 6423 24110 433832 4110

12,69

25,39

50,81

116,91

19,48 6423 24210 433832 4210 5935 32410 788353 2410

19,48

38,95

77,96

64,34

128,77

3048 Lar II 2012-24 Cadeiras

2012

2 697,24

449,36

1 064,33

177,32 6423 24111 433832 4111

177,32

354,63

709,70

1 632,91

272,04 6423 24211 433832 4211 5935 32411 788353 2411

272,04

544,09

1 088,82

898,72

1 798,52

3049 Lar II 2012-1 Carro Transporte de Comida 2012

230,26

38,36

90,86

15,14 6423 24112 433832 4112

15,14

30,27

60,59

139,40

23,22 6423 24212 433832 4212 5935 32412 788353 2412

23,22

46,45

92,95

76,72

153,54

3050 Lar II 2012-1 Aparador

2012

763,83

127,25

301,41

50,21 6423 24113 433832 4113

50,21

100,43

200,98

462,42

77,04 6423 24213 433832 4213 5935 32413 788353 2413

77,04

154,08

308,34

254,51

509,32

3051 Lar II 2012-1 Armário Com Cacifo

2012

305,04

50,82

120,37

20,05 6423 24114 433832 4114

20,05

40,11

80,26

184,67

30,77 6423 24214 433832 4214 5935 32414 788353 2414

30,77

61,53

123,14

101,64

203,40

3052 Lar II 2012-1 Móvel Para Medicamentos

2012

851,16

141,80

335,87

55,96 6423 24115 433832 4115

55,96

111,91

223,96

515,29

85,85 6423 24215 433832 4215 5935 32415 788353 2415

85,85

171,69

343,60

283,61

567,55

3053 Lar II 2012-1 Balde de Pensos

2012

50,60

8,43

19,97

3,33 6423 24116 433832 4116

3,33

6,65

13,32

30,63

5,10 6423 24216 433832 4216 5935 32416 788353 2416

5,10

10,21

20,42

16,86

33,74

3054 Lar II 2012-1 Nebulizador de Compressor 2012

79,43

13,23

31,34

5,22 6423 24117 433832 4117

5,22

10,44

20,90

48,09

8,01 6423 24217 433832 4217 5935 32417 788353 2417

8,01

16,02

32,07

26,47

52,96

3055 Lar II 2012-1 Medidor de Tensão Arterial

2012

95,94

15,98

37,86

6,31 6423 24118 433832 4118

6,31

12,61

25,25

58,08

9,68 6423 24218 433832 4218 5935 32418 788353 2418

9,68

19,35

38,73

31,97

63,97

3056 Lar II 2012-2 Sofás de 3 Lugares

2012

1 015,98

169,26

400,91

66,79 6423 24119 433832 4119

66,79

133,58

267,33

615,07

102,47 6423 24219 433832 4219 5935 32419 788353 2419

102,47

204,94

410,13

338,52

677,46

3057 Lar II 2012-3 Sofás de 2 Lugares

2012

1 173,42

195,49

463,03

77,14 6423 24120 433832 4120

77,14

154,28

308,75

710,39

118,35 6423 24220 433832 4220 5935 32420 788353 2420

118,35

236,70

473,69

390,98

782,44

3058 Lar II 2012-4 Poltronas Individuais

2012

974,16

162,30

384,40

64,04 6423 24121 433832 4121

64,04

128,08

256,32

589,76

98,25 6423 24221 433832 4221 5935 32421 788353 2421

98,25

196,51

393,25

324,59

649,57

3059 Lar II 2012-2 Mesas de Apoio

2012

177,12

29,51

69,89

11,64 6423 24122 433832 4122

11,64

23,29

46,60

107,23

17,86 6423 24222 433832 4222 5935 32422 788353 2422

17,86

35,73

71,50

59,02

118,10

3060 Lar II 2012-4 Cadeiras Sem Braços

2012

541,20

90,16

213,56

35,58 6423 24123 433832 4123

35,58

71,16

142,40

327,64

54,58 6423 24223 433832 4223 5935 32423 788353 2423

54,58

109,17

218,47

180,33

360,87

3061 Lar II 2012-1 Mesa de Jogo Reversível

2012

147,60

24,59

58,24

9,70 6423 24124 433832 4124

9,70

19,41

38,83

89,36

14,89 6423 24224 433832 4224 5935 32424 788353 2424

14,89

29,77

59,59

49,18

98,42

3062 Lar II 2012-1 Móvel de Tv

2012

360,88

60,12

142,40

23,72 6423 24125 433832 4125

23,72

47,45

94,95

218,48

36,40 6423 24225 433832 4225 5935 32425 788353 2425

36,40

72,80

145,68

120,25

240,63

3063 Lar II 2012-1 Leitor de Cd

2012

207,87

34,63

82,03

13,67 6423 24126 433832 4126

13,67

27,33

54,70

125,84

20,96 6423 24226 433832 4226 5935 32426 788353 2426

20,96

41,93

83,91

69,26

138,61

3064 Lar II 2012-1 Tv Lcd

2012

982,77

163,73

387,80

64,61 6423 24127 433832 4127

64,61

129,21

258,59

594,97

99,12 6423 24227 433832 4227 5935 32427 788353 2427

99,12

198,24

396,73

327,46

655,31

3065 Lar II 2012-1 Leitor de Dvd

2012

86,09

14,34

33,97

5,66 6423 24128 433832 4128

5,66

11,32

22,65

52,12

8,68 6423 24228 433832 4228 5935 32428 788353 2428

8,68

17,37

34,75

28,69

57,40

3066 Lar II 2012-7 Estrados 4 P/Eléctrico

2012

2 229,99

371,52

879,95

146,60 6423 24129 433832 4129

146,60

293,20

586,75

1 350,04

224,92 6423 24229 433832 4229 5935 32429 788353 2429

224,92

449,83

900,21

743,03

1 486,96

3067 Lar II 2012-13 Estrados Planos

2012

1 726,92

287,70

681,44

113,53 6423 24130 433832 4130

113,53

227,06

454,38

1 045,48

174,18 6423 24230 433832 4230 5935 32430 788353 2430

174,18

348,35

697,13

575,41

1 151,51

0,00

0,00

0,00

Março 2015  Página 67

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

3068 Lar II 2012-20 Colchões

2012

1 879,80

313,17

741,77

123,58 6423 24131 433832 4131

123,58

247,16

494,61

1 138,03

189,60 6423 24231 433832 4231 5935 32431 788353 2431

189,60

379,19

758,84

626,35

1 253,45

3069 Lar II 2012-20 Mesas de Cabeceira

2012

3 089,73

514,75

556,09

92,64 6423 24132 433832 4132

92,64

185,29

370,80

2 533,64

422,10 6423 24232 433832 4232 5935 32432 788353 2432

422,10

844,21

1 689,43

1 029,50

2 060,23

3070 Lar II 2012-20 Cadeiras

2012

2 247,70

374,47

886,94

147,76 6423 24133 433832 4133

147,76

295,53

591,41

1 360,76

226,70 6423 24233 433832 4233 5935 32433 788353 2433

226,70

453,41

907,35

748,93

1 498,77

3071 Lar II 2012-3 Mesas de Cama Inclinável

2012

250,92

41,80

99,01

16,50 6423 24134 433832 4134

16,50

32,99

66,02

151,91

25,31 6423 24234 433832 4234 5935 32434 788353 2434

25,31

50,62

101,29

83,61

167,31

3072 Lar II 2012-6 Cacifos Duplos

2012

905,82

150,91

357,44

59,55 6423 24135 433832 4135

59,55

119,10

238,34

548,38

91,36 6423 24235 433832 4235 5935 32435 788353 2435

91,36

182,72

365,66

301,82

604,00

3073 Lar II 2012-1 Mesa de Refeição

2012

139,25

23,20

54,95

9,15 6423 24136 433832 4136

9,15

18,31

36,64

84,30

14,04 6423 24236 433832 4236 5935 32436 788353 2436

14,04

28,09

56,21

46,40

92,85

3074 Lar II 2012-4 Cadeiras

2012

203,84

33,96

80,44

13,40 6423 24137 433832 4137

13,40

26,80

53,64

123,40

20,56 6423 24237 433832 4237 5935 32437 788353 2437

20,56

41,12

82,28

67,92

135,92

3075 Lar II 2012-1 Secretária

2012

172,20

28,69

67,95

11,32 6423 24138 433832 4138

11,32

22,64

45,31

104,25

17,37 6423 24238 433832 4238 5935 32438 788353 2438

17,37

34,74

69,51

57,38

114,82

3076 Lar II 2012-1 Bloco Rodado

2012

117,72

19,61

46,45

7,74 6423 24139 433832 4139

7,74

15,48

30,97

71,27

11,87 6423 24239 433832 4239 5935 32439 788353 2439

11,87

23,75

47,52

39,22

78,50

3077 Lar II 2012-1 Cadeira Com Braços

2012

141,45

23,57

55,82

9,30 6423 24140 433832 4140

9,30

18,60

37,22

85,63

14,27 6423 24240 433832 4240 5935 32440 788353 2440

14,27

28,53

57,10

47,13

94,32

3078 Lar II 2012-2 Cadeiras Fixas

2012

101,92

16,98

40,22

6,70 6423 24141 433832 4141

6,70

13,40

26,82

61,70

10,28 6423 24241 433832 4241 5935 32441 788353 2441

10,28

20,56

41,14

33,96

67,96

3079 Lar II 2012-1 Armário Baixo

2012

282,90

47,13

111,63

18,60 6423 24142 433832 4142

18,60

37,20

74,43

171,27

28,53 6423 24242 433832 4242 5935 32442 788353 2442

28,53

57,07

114,20

94,26

188,64

3080 Lar II 2013-Exaustor

2013

Totais Equipamento Básico

1 527,66

127,25

1 527,66

340 206,30

312 058,49

322 841,33

309 165,49

127,25 6423 24143 433832 4143

11 237,92

11 237,92

11 237,92

11 237,92

127,25

254,50

1 273,16

2 696,73

311 862,21

10 979,12

17 364,97

0,00

0,00

0,00

0,00

254,50

1 273,16

2 893,00

2 893,00

5 786,01

11 578,96

317 648,22

22 558,08

EQUIPAMENTO DE TRANSPORTE
4001 Lar I – Hyundai 48-07-JS

11 237,92

0,00

0,00

0,00

0,00

11 237,92

0,00

4002 Cao – Ford 34-18-EM

1994

18 076,85

18 076,85

18 076,85

18 076,85

18 076,85

0,00

0,00

0,00

0,00

18 076,85

0,00

4003 Form – Veículo 73-71-DZ

1994

52 693,01

52 693,01

52 693,01

52 693,01

52 693,01

0,00

0,00

0,00

0,00

52 693,01

0,00

4004 Cao . Tractores

1997

47 272,57

47 272,57

47 272,57

47 272,57

47 272,57

0,00

0,00

0,00

0,00

47 272,57

0,00

4005 Edu/Cao/Lar – Veículo 27-53-NF

1999

94 542,15

94 542,15

94 542,15

94 542,15

94 542,15

0,00

0,00

0,00

0,00

94 542,15

0,00

4006 Lar I – Renault 63-79-QJ

2001

5 237,38

5 237,38

5 237,38

5 237,38

5 237,38

0,00

0,00

0,00

0,00

5 237,38

0,00

4007 Cao – Ford 45-BI-18

2006

18 429,75

18 429,75

18 429,75

18 429,75

18 429,75

0,00

0,00

0,00

0,00

18 429,75

0,00

4008 Educ/Cao – Iveco 99-HU-60

2009

59 718,03

56 302,18

19 718,03

18 586,37 64243203

2 284,19

40 000,00

0,00

59 718,03

0,00

4009 Cao-Renault 45-NQ-34

2013

17 220,00

1 722,00

17 220,00

0,00

0,00

0,00

3 444,00

13 776,00

324 427,66

305 513,81

284 427,66

2 284,19

40 000,00

0,00

310 651,66

13 776,00

Totais Equipamento de Transporte

433843103

1 131,66

19 718,03

0,00

1 722,00 6424 1105 4338 41105

1 722,00

3 444,00

13 776,00

2 853,66

270 651,66

13 776,00

267 798,00

40 000,00
40 000,00

37 715,81 64243203
37 715,81

433843203

59334303

788334303

EQUIPAMENTO ADMINISTRATIVO
5001 Cep – Mobiliário

1988

1 770,80

1 770,80

1 770,80

1 770,80

1 770,80

0,00

0,00

0,00

0,00

1 770,80

0,00

5002 Cep – Máq. Esc. Calc. Contab.

1988

6 206,75

6 206,75

6 206,75

6 206,75

6 206,75

0,00

0,00

0,00

0,00

6 206,75

0,00

5003 Cep – Mobiliário

1989

1 077,22

1 077,22

1 077,22

1 077,22

1 077,22

0,00

0,00

0,00

0,00

1 077,22

0,00

5004 Educ/Cao – Mobiliário

1992

471,95

471,95

471,95

471,95

471,95

0,00

0,00

0,00

0,00

471,95

0,00

5005 Educ/Cao – Mobiliário

1993

181,68

181,68

181,68

181,68

181,68

0,00

0,00

0,00

0,00

181,68

0,00

5006 Educ/Cao – Máq. Esc. Calcular

1993

578,61

578,61

578,61

578,61

578,61

0,00

0,00

0,00

0,00

578,61

0,00

5007 Educ/Cao – Máq. Esc. Fotocopiar

1993

3 760,94

3 760,94

3 760,94

3 760,94

3 760,94

0,00

0,00

0,00

0,00

3 760,94

0,00

5008 Form – Mobiliário

1994

4 742,66

4 742,66

4 742,66

4 742,66

4 742,66

0,00

0,00

0,00

0,00

4 742,66

0,00

5009 Form – Equipamento

1994

4 785,07

4 785,07

4 785,07

4 785,07

4 785,07

0,00

0,00

0,00

0,00

4 785,07

0,00

5010 Educ/Cao – Computador

1994

363,62

363,62

363,62

363,62

363,62

0,00

0,00

0,00

0,00

363,62

0,00

5011 Educ/Cao – Mobiliário

1996

237,11

237,11

237,11

237,11

237,11

0,00

0,00

0,00

0,00

237,11

0,00

5012 Educ/Cao – Computador

1996

1 488,16

1 488,16

1 488,16

1 488,16

1 488,16

0,00

0,00

0,00

0,00

1 488,16

0,00

5013 Educ/Cao – Computador

1996

389,06

389,06

389,06

389,06

389,06

0,00

0,00

0,00

0,00

389,06

0,00

5014 Educ/Cao – Mobiliário

1997

1 589,82

1 589,82

1 589,82

1 589,82

1 589,82

0,00

0,00

0,00

0,00

1 589,82

0,00

Março 2015  Página 68

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

5015 Educ/Cao – Mobiliário

1998

4 175,07

4 175,07

4 175,07

4 175,07

4 175,07

0,00

0,00

0,00

0,00

4 175,07

0,00

5016 Horizon – Equipamento

1999

50 355,78

50 355,78

50 355,78

50 355,78

50 355,78

0,00

0,00

0,00

0,00

50 355,78

0,00

5017 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

2002

1 977,22

1 977,22

1 977,22

1 977,22

1 977,22

0,00

0,00

0,00

0,00

1 977,22

0,00

5018 Educ/Cao – Computador

2002

2 863,50

2 863,50

2 863,50

2 863,50

2 863,50

0,00

0,00

0,00

0,00

2 863,50

0,00

5019 Educ/Cao – Computador

2004

897,46

897,46

897,46

897,46

897,46

0,00

0,00

0,00

0,00

897,46

0,00

5020 Educ/Cao – Mobiliário

2005

199,00

199,00

199,00

199,00

199,00

0,00

0,00

0,00

0,00

199,00

0,00

5021 Educ/Cao – Computador

2005

1 692,18

1 692,18

1 692,18

1 692,18

1 692,18

0,00

0,00

0,00

0,00

1 692,18

0,00

5022 Educ/Cao – Computador

2006

1 017,61

1 017,61

1 017,61

1 017,61

1 017,61

0,00

0,00

0,00

0,00

1 017,61

0,00

5023 Educ/Cao – Computador

2007

1 072,00

1 072,00

1 072,00

1 072,00

1 072,00

0,00

0,00

0,00

0,00

1 072,00

0,00

5024 Educ/Cao – Computador

2007

1 311,68

1 311,68

1 311,68

1 311,68

1 311,68

0,00

0,00

0,00

0,00

1 311,68

0,00

5025 Lar I – Equip. Residência

2007

36 616,45

36 616,45

36 616,45

36 616,45

36 616,45

0,00

0,00

0,00

0,00

36 616,45

0,00

5026 Educ/Cao – Computador

2008

234,00

234,00

234,00

234,00

234,00

0,00

0,00

0,00

0,00

234,00

0,00

5027 Educ/Cao – Alarme

2008

1 187,01

1 087,80

1 187,01

1 087,80 64251113

433851113

99,21

1 187,01

0,00

0,00

0,00

0,00

1 187,01

0,00

5028 Lar I – Relógio de Ponto

2011

1 776,89

888,09

1 776,89

888,09 64251114

433851114

296,03

1 184,12

592,77

0,00

0,00

0,00

1 184,12

592,77

5029 Form.-Computador Portatil Asus

2012

1 795,80

628,53

1 795,80

628,53 64252111

433852111

359,16

987,69

808,11

0,00

0,00

0,00

987,69

808,11

5030 Form-Computador Portátil Asus

2012

1 795,80

628,53

1 795,80

628,53 64252112

433852112

359,16

987,69

808,11

0,00

0,00

0,00

987,69

808,11

5031 Disco Externo LG

2012

215,25

75,34

215,25

75,34 64252113

433852113

43,05

118,39

96,86

0,00

0,00

0,00

118,39

96,86

5032 Educ/Cao-Relógio Ponto

2012

2 059,01

686,06

2 059,01

686,06 64251115

433851115

343,03

1 029,09

1 029,92

0,00

0,00

0,00

1 029,09

1 029,92

5033 Lar II - Estante e Votrine

2012

643,69

107,23

643,69

107,23 6425 1116 4338 51116

107,23

107,23

536,46

0,00

0,00

0,00

214,46

429,23

5034 Lar I e II-Relógio de Ponto

2013

1 068,50

44,49

1 068,50

44,49 6425 1117 4338 51117

44,49

88,98

979,52

0,00

0,00

0,00

88,98

979,52

140 597,35

134 201,47

140 597,35

134 201,47

1 651,36

135 745,60

4 851,75

0,00

0,00

0,00

135 852,83

4 744,52

Totais Equipamento Administrativo

0,00

0,00

OUTROS ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS
7001 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1982

211,99

211,99

211,99

211,99

211,99

0,00

0,00

0,00

0,00

211,99

0,00

7002 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1984

324,22

324,22

324,22

324,22

324,22

0,00

0,00

0,00

0,00

324,22

0,00

7003 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1988

200,32

200,32

200,32

200,32

200,32

0,00

0,00

0,00

0,00

200,32

0,00

7004 Cep – Ferram. Utensílios

1988

1 088,99

1 088,99

1 088,99

1 088,99

1 088,99

0,00

0,00

0,00

0,00

1 088,99

0,00

7005 Cep – Ferram. Utensílios

1988

274,34

274,34

274,34

274,34

274,34

0,00

0,00

0,00

0,00

274,34

0,00

7006 Cep – Ferram. Utensílios

1988

930,62

930,62

930,62

930,62

930,62

0,00

0,00

0,00

0,00

930,62

0,00

7007 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1990

448,92

448,92

448,92

448,92

448,92

0,00

0,00

0,00

0,00

448,92

0,00

7008 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1992

634,25

634,25

634,25

634,25

634,25

0,00

0,00

0,00

0,00

634,25

0,00

7009 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1993

177,61

177,61

177,61

177,61

177,61

0,00

0,00

0,00

0,00

177,61

0,00

7010 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1993

309,25

309,25

309,25

309,25

309,25

0,00

0,00

0,00

0,00

309,25

0,00

7011 Form – Ferram. Utensílios

1993

580,92

580,92

580,92

580,92

580,92

0,00

0,00

0,00

0,00

580,92

0,00

7012 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1994

389,06

389,06

389,06

389,06

389,06

0,00

0,00

0,00

0,00

389,06

0,00

7013 Educ/Cao – Ferram. Utensílios

1995

1 314,34

1 314,34

1 314,34

1 314,34

1 314,34

0,00

0,00

0,00

0,00

1 314,34

0,00

7014 Educ/Cao – Ferram. Utensílios

1996

309,26

309,26

309,26

309,26

309,26

0,00

0,00

0,00

0,00

309,26

0,00

7015 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

1997

2 464,23

2 464,23

2 464,23

2 464,23

2 464,23

0,00

0,00

0,00

0,00

2 464,23

0,00

7016 Educ/Cao – Ferram. Utensílios

1998

424,21

424,21

424,21

424,21

424,21

0,00

0,00

0,00

0,00

424,21

0,00

7017 Educ/Cao – Ferram. Utensílios

1999

498,75

498,75

498,75

498,75

498,75

0,00

0,00

0,00

0,00

498,75

0,00

7018 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1999

1 915,06

1 915,06

1 915,06

1 915,06

1 915,06

0,00

0,00

0,00

0,00

1 915,06

0,00

Março 2015  Página 69

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

7019 Educ/Cao – Ferram. Utensílios

2001

189,49

189,49

189,49

189,49

189,49

0,00

0,00

0,00

0,00

189,49

0,00

7020 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

2002

1 096,56

1 096,56

1 096,56

1 096,56

1 096,56

0,00

0,00

0,00

0,00

1 096,56

0,00

7021 Educ/Cao – Ferram. Utensílios

2005

345,00

345,00

345,00

345,00

345,00

0,00

0,00

0,00

0,00

345,00

0,00

7022 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

2006

399,00

399,00

399,00

399,00

399,00

0,00

0,00

0,00

0,00

399,00

0,00

7023 Educ/cao – Máq. Ferr.Ligeir.

2006

270,00

270,00

270,00

270,00

270,00

0,00

0,00

0,00

0,00

270,00

0,00

7024 Lar I – Máq. Não Especificadas

2008

1 425,00

1 425,00

1 425,00

1 425,00

1 425,00

0,00

0,00

0,00

0,00

1 425,00

0,00

7025 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

2009

1 100,00

1 100,00

1 100,00

1 100,00

1 100,00

0,00

0,00

0,00

0,00

1 100,00

0,00

7026 Formação – Ar Condicionado

2010

8 295,00

3 585,00

8 295,00

3 585,00 64271126

4 088,75

4 206,25

0,00

0,00

0,00

4 088,75

4 206,25

7027 Educ/Cao – Máquina Zanussi

2010

1 100,00

1 100,00

1 100,00

1 100,00

1 100,00

0,00

0,00

0,00

0,00

1 100,00

0,00

7028 Educ/Cao – Frigorífico Beko

2010

195,00

195,00

195,00

195,00

195,00

0,00

0,00

0,00

0,00

195,00

0,00

7029 Formação – Zanussi Zrt344

2011

770,00

577,50

770,00

577,50 64271129

43387129

192,50

770,00

0,00

0,00

0,00

0,00

770,00

0,00

7030 Formação – Ar Condicionado Philco

2011

630,00

236,25

630,00

236,25 64271130

433871130

78,75

315,00

315,00

0,00

0,00

0,00

315,00

315,00

7031 Lar I-Sistema Detecção Incendio

2012

636,53

159,12

636,53

159,12 64279124

433879124

79,56

238,68

397,85

0,00

0,00

0,00

238,68

397,85

7032 Formação-Armario Congelador

2013

475,00

89,06

475,00

89,06 6427 1132 4338 71132

118,75

207,81

267,19

0,00

0,00

0,00

207,81

267,19

7033 Cao-M+aquina Agrícola

2013

600,00

99,96

0,00

0,00

0,00

99,96

199,92

400,08

199,92

400,08

7034 Lar I e II-Máquina Lavadora

2014

2 583,00

0,00

2 583,00

430,33

430,33

2 152,67

0,00

0,00

0,00

430,33

2 152,67

8001 Educ/Cao – Instalação Eléctrica

1982

1 168,21

1 168,21

1 168,21

1 168,21

1 168,21

0,00

0,00

0,00

0,00

1 168,21

0,00

8002 Educ/Cao – Instalação Eléctrica

1984

165,57

165,57

165,57

165,57

165,57

0,00

0,00

0,00

0,00

165,57

0,00

8003 Educ/Cao – Não Especificado

1984

203,09

203,09

203,09

203,09

203,09

0,00

0,00

0,00

0,00

203,09

0,00

8004 Educ/Cao – Estufas

1986

6 583,13

6 583,13

6 583,13

6 583,13

6 583,13

0,00

0,00

0,00

0,00

6 583,13

0,00

8005 Educ/Cao – Não Especificado

1988

77,31

77,31

77,31

77,31

77,31

0,00

0,00

0,00

0,00

77,31

0,00

8006 Educ/Cao – Instalação Eléctrica

1988

3 987,25

3 987,25

3 987,25

3 987,25

3 987,25

0,00

0,00

0,00

0,00

3 987,25

0,00

8007 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1988

2 007,56

2 007,56

2 007,56

2 007,56

2 007,56

0,00

0,00

0,00

0,00

2 007,56

0,00

8008 Educ/Cao – Mat. Incêndio

1988

111,35

111,35

111,35

111,35

111,35

0,00

0,00

0,00

0,00

111,35

0,00

8009 Educ/Cao – Não Especificado

1993

4 268,46

4 268,46

4 268,46

4 268,46

4 268,46

0,00

0,00

0,00

0,00

4 268,46

0,00

8010 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1994

806,81

806,81

806,81

806,81

806,81

0,00

0,00

0,00

0,00

806,81

0,00

8011 Educ/Cao – Televisores

1994

236,93

236,93

236,93

236,93

236,93

0,00

0,00

0,00

0,00

236,93

0,00

8012 Educ/Cao – Televisores

1995

623,50

623,50

623,50

623,50

623,50

0,00

0,00

0,00

0,00

623,50

0,00

8013 Educ/Cao – Televisores

1996

399,04

399,04

399,04

399,04

399,04

0,00

0,00

0,00

0,00

399,04

0,00

8014 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1996

544,70

544,70

544,70

544,70

544,70

0,00

0,00

0,00

0,00

544,70

0,00

8015 Educ/Cao – Máq. Não Especificadas

1996

6 361,88

6 361,88

6 361,88

6 361,88

6 361,88

0,00

0,00

0,00

0,00

6 361,88

0,00

8016 Educ/Cao – Estufas

1997

6 013,35

6 013,35

6 013,35

6 013,35

6 013,35

0,00

0,00

0,00

0,00

6 013,35

0,00

8017 Educ/Cao – Televisores

1998

239,42

239,42

239,42

239,42

239,42

0,00

0,00

0,00

0,00

239,42

0,00

8018 Educ/Cao – Televisores

1999

428,94

428,94

428,94

428,94

428,94

0,00

0,00

0,00

0,00

428,94

0,00

8019 Educ/Cao – Aparelhagem Som

1999

931,90

931,90

931,90

931,90

931,90

0,00

0,00

0,00

0,00

931,90

0,00

8020 Educ/Cao – Aparelhagem Som

2005

279,00

279,00

279,00

279,00

279,00

0,00

0,00

0,00

0,00

279,00

0,00

8021 Educ/Cao – Sistema Vigilância

2010

624,00

312,00

624,00

312,00 64279121

433879121

78,00

390,00

234,00

0,00

0,00

0,00

390,00

234,00

8022 Lar I – Bomba Drenagem

2011

845,24

316,98

845,24

316,98 64279122

433879122

105,66

422,64

422,60

0,00

0,00

0,00

422,64

422,60

433871126

0,00
0,00 6427 1133 4338 71133

503,75

600,00

99,96 64271333

43387133

5947101

7883 87133

Março 2015  Página 70

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
IDENTIFICAÇÃO DO ACTIVO TANGÍVEL
N.º de
Ficha
Activo

Design. Bem e Valência

FINANCIAMENTO PRÓPRIO

Ano de
1=3+8 Valor
AquisiTotal Aquisição
ção

2=4+9 Totais
(4) Dep./Am.
Dep./Am. (3) Valor Financ.
Acumul.
Acumul.
Próprio
Antereriores
Anteriores

8023 Lar I – Bomba Drenagem 4T

2011

350,30

131,37

350,30

8024 Formação-Alarme

2013

639,60

62,16

639,60

70 502,46

59 623,19

69 902,46

2 675 123,76

1 091 565,29

1 606 615,36

Totais Outros Activos Fixos Tangíveis
TOTAL DOS ACTIVOS FIXOS TANGÍVEIS

Conta a
Debitar

131,37 64279123

Conta a
Creditar

FINANCIAMENTO PÚBLICO/ESTATAL E DOAÇÕES

5=3*Taxa
Dep./Am.
Período

(9) Dep./Am.
6=4+5 Dep./Am. 7=3-6 valor (8) Valot Financ.
Acumuladas
Acumuladas Líquido Activo Público/ Doação
Anteriores

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

Conta a
Debitar

Conta a
Creditar

GLOBAIS

10=8*Taxa
Valor
Dep./Am.
Período

11=9+10
Dep./Am.
Acumuladas

12=8-11 Valor
Líquido Activo

13=6+11
Dep./Am.
Acumuladas

14=1-13 Valor
Líquido

433879123

43,79

175,16

175,14

0,00

0,00

0,00

175,16

62,16 6427 9125 4338 79125

106,56

168,72

470,88

0,00

0,00

0,00

168,72

175,14
470,88

59 523,23

1 737,65

61 260,88

8 641,58

600,00

99,96

99,96

199,92

400,08

61 460,80

9 041,66

956 204,13

22 815,44

978 912,34

627 703,02

1 068 508,40

135 361,16

25 488,02

160 849,19

907 659,21

1 139 868,76

1 535 255,00

ACTIVOS FIXOS INTANGÍVEIS
9001 Educ/Cao – Programa Computador

1995

1 167,19

1 167,19

1 167,19

1 167,19

1 167,19

0,00

0,00

0,00

0,00

1 167,19

0,00

9002 Educ/Cao – Programa Computador

2002

3 010,84

3 010,84

3 010,84

3 010,84

3 010,84

0,00

0,00

0,00

0,00

3 010,84

0,00

9003 Educ/Cao – Programa Computador

2004

995,32

995,32

995,32

995,32

995,32

0,00

0,00

0,00

0,00

995,32

0,00

9004 Educ/Cao – Programa Computador

2005

1 114,66

1 114,66

1 114,66

1 114,66

1 114,66

0,00

0,00

0,00

0,00

1 114,66

0,00

9005 Educ/Cao – Programa Computador

2005

328,44

328,44

328,44

328,44

328,44

0,00

0,00

0,00

0,00

328,44

0,00

9006 Educ/Cao – Programa Computador

2006

1 210,00

1 210,00

1 210,00

1 210,00

1 210,00

0,00

0,00

0,00

0,00

1 210,00

0,00

9007 Educ/Cao – Programa Computador

2008

605,00

605,00

605,00

605,00

605,00

0,00

0,00

0,00

0,00

605,00

0,00

9008 Lar I – Programa Computador

2008

821,59

821,59

821,59

821,59

821,59

0,00

0,00

0,00

0,00

821,59

0,00

9009 Form.-Programa Office

2012

676,50

394,57

676,50

394,57 64331109

225,47

620,04

56,46

0,00

0,00

0,00

620,04

56,46

TOTAL DOS ACTIVOS FIXOS INTANGÍVEIS

9 929,54

9 647,61

9 929,54

9 647,61

225,47

9 873,08

56,46

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

9 873,08

56,46

TOTAL GERAL DE ACTIVOS TANGÍVEIS E
INTANGÍVEIS

2 685 053,30

1 101 212,90

1 616 544,90

965 851,74

23 040,91

988 785,42

627 759,48

1 068 508,40

135 361,16

25 488,02

160 849,19

907 659,21

1 149 741,84

1 535 311,46

442823109

Março 2015  Página 71

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
MAPA DO PESSOAL
CUSTOS DO PERÍODO

Nr de Número de
Ordem Contribuinte

Nome Completo

DECLARAÇÃO DE RENDIMENTOS
(7)
10=4
(1) Vencim. (2) Outras 3=1+2 Total
6=Tx*3
8=5+6+7 (9) Rendim.
(11)
(12) Taxa
(4) Remun. 5=3+4 Total
(13) Seg.
Correcção
Outras
+ Férias e
Remun.
Remun.
Enc. Sociais
Total geral Sujeitos a
Imposto Extraordi
Adicionais de Abonos
Social
Estimativa
Remun.
Natal
Certas
Certas
Obrigat.
Encargos
Retenção
Retido
nária
P/ Férias
Isentas
DAS VENDAS E SERVIÇOS PRESTADOS COM TAXA DE ENCARGOS DE 21,2%

01

191 181 521 Ana Isabel Torres Duarte

9 782,08

13,38

9 795,46

952,21

10 747,67

2 076,65

12 824,32

9 795,46

952,21

434,00

49,47

1 077,49

02

234 142 928 Ana Luisa J.S. Graça

7 216,30

1 534,74

8 751,04

977,83

9 728,87

1 855,21

11 584,08

8 751,04

977,83

379,00

21,93

962,60

03

254 075 690 Ana Margarida M. Martins

7 267,00

1 534,74

8 801,74

977,83

9 779,57

1 865,97

11 645,54

8 801,74

977,83

476,00

20,14

968,18

04

153 741 384 Ana Maria Jorge R. Vaz Pinto

10 407,32

2 114,82

12 522,14

969,29

13 491,43

2 654,70

16 146,13

12 522,14

969,29

1 374,00

101,61

1 377,43

05

211 311 456 Anabela Maria Raminhos Chaveiro

7 165,60

1 530,46

8 696,06

973,56

9 669,62

1 843,57

11 513,19

8 696,06

973,56

307,00

22,74

956,54

06

111 142 032 Ângela Maria Peneque Batista

9 370,52

1 938,04

11 308,56

849,73

12 158,29

2 397,43

14 555,72

11 308,56

849,73

1 221,00

87,62

1 243,95

07

160 449 758 Angelina Carlota Janeiro Galinha

9 790,24

4 118,22

13 908,46

977,83

14 886,29

2 948,58

17 834,87

13 908,46

977,83

1 705,00

133,21

1 529,91

08

250 435 802 Cátia Duarte Barbeirinho Assucena

7 165,60

1 526,11

8 691,71

965,02

9 656,73

1 842,64

11 499,37

8 691,71

965,02

370,00

20,40

956,07

09

233 916 504 Cláudia Sofia Janeiro Silva

4 601,10

13,68

4 614,78

973,56

5 588,34

978,33

6 566,67

4 614,78

973,56

21,46

507,62

10

190 466 227 Dina Maria Vinha Machado

1 755,70

260,21

2 015,91

162,26

2 178,17

427,37

2 605,54

2 015,91

162,26

32,00

2,38

221,75

11

195 317 386 Elsa Cristina R. C. Caixeirinho

7 728,70

1 638,16

9 366,86

973,56

10 340,42

1 985,77

12 326,19

9 366,86

973,56

451,00

36,38

1 030,33

12

108 301 796 Felizardo José Morais P. Pinto

9 721,80

2 114,94

11 836,74

977,83

12 814,57

2 509,41

15 323,98

11 836,74

977,83

1 294,00

83,06

1 302,05

13

161 532 349 Francisca Agostinha D. Matos

25 509,59

13,50

25 523,09

960,75

26 483,84

5 410,89

31 894,73

25 523,09

960,75

5 642,00

357,19

2 807,54

14

178 962 031 Hermínia Maria A. J. R. Serra

8 111,53

1 694,04

9 805,57

930,86

10 736,43

2 078,78

12 815,21

9 805,57

930,86

670,00

46,79

1 078,62

15

219 914 036 Hugo António Caetano Inácio

7 199,40

1 534,74

8 734,14

977,83

9 711,97

1 851,65

11 563,62

8 734,14

977,83

306,00

23,96

960,76

16

252 133 048 Inês Guerreiro V. Machado

12 838,00

13,74

12 851,74

977,83

13 829,57

2 724,58

16 554,15

12 851,74

977,83

1 602,00

104,08

1 413,68

17

137 222 076 Joaquim Manuel P. Contreiras

9 651,76

1 694,70

11 346,46

977,83

12 324,29

2 405,44

14 729,73

11 346,46

977,83

1 133,00

73,33

1 248,10

18

192 065 041 José Hilário Tareco P. Mendes

13 791,86

5 306,70

19 098,56

977,83

20 076,39

4 048,88

24 125,27

19 098,56

977,83

672,00

331,09

2 100,83

19

210 732 407 Kai Martin Kellner

10 320,24

13,68

10 333,92

973,56

11 307,48

2 190,78

13 498,26

10 333,92

973,56

764,00

54,90

1 136,72

20

163 542 988 Lénea Matos Pereira Ferro

8 109,99

2 111,22

10 221,21

713,09

10 934,30

2 166,90

13 101,20

10 221,21

713,09

764,00

63,77

1 124,34

21

221 744 282 Luís Miguel Fernandes S. Vieira

13 977,18

13,62

13 990,80

969,29

14 960,09

2 966,06

17 926,15

13 990,80

969,29

1 886,00

129,50

1 538,96

22

238 501 574 Madalena Isabel V. Pegas

9 572,47

13,26

9 585,73

943,67

10 529,40

2 032,17

12 561,57

9 585,73

943,67

651,00

35,46

1 054,44

23

175 672 490 Manuel Borges Gomes

10 345,48

2 114,88

12 460,36

973,56

13 433,92

2 641,60

16 075,52

12 460,36

973,56

1 367,00

99,93

1 370,64

24

181 192 292 Manuel M. Palma Santos

9 723,44

13,62

9 737,06

969,29

10 706,35

2 064,26

12 770,61

9 737,06

969,29

724,00

37,54

1 071,08

25

226 074 765 Margarida C.C.M. Cuco

5 568,56

1 176,84

6 745,40

764,33

7 509,73

1 430,02

8 939,75

6 745,40

764,33

229,00

18,25

741,99

26

122 321 847 Maria Alice Espadilha Rosa Neves

10 467,16

2 114,94

12 582,10

977,83

13 559,93

2 667,40

16 227,33

12 582,10

977,83

1 248,00

107,80

1 384,02

27

122 322 860 Maria Carolina G. F. Conceição

6 971,55

1 694,46

8 666,01

960,75

9 626,76

1 837,19

11 463,95

8 666,01

960,75

333,00

18,56

953,27

28

149 419 015 Maria Céu Lopes Serra F. Lopes

9 537,83

1 694,34

11 232,17

952,21

12 184,38

2 381,22

14 565,60

11 232,17

952,21

1 079,00

71,94

1 235,54

29

117 646 288 Maria Ermelinda Morais B. Pereiro

10 323,80

2 114,70

12 438,50

960,75

13 399,25

2 636,96

16 036,21

12 438,50

960,75

1 365,00

99,34

1 368,23

30

179 106 007 Maria Filomena Moisão Janota

7 988,76

1 168,74

9 157,50

930,86

10 088,36

1 941,39

12 029,75

9 157,50

930,86

464,00

28,56

1 007,32

31

140 161 635 Maria Francisca S. M. Leonardo

14 196,28

13,56

14 209,84

965,02

15 174,86

3 012,48

18 187,34

14 209,84

965,02

1 912,00

135,46

1 563,09

32

203 362 918 Maria Irene Vigon Manso F. Kellner

14 035,48

854,04

14 889,52

965,02

15 854,54

3 156,59

19 011,13

14 889,52

965,02

1 994,00

153,77

1 637,84

33

212 201 654 Maria José Batista Rosa

2 619,56

456,35

3 075,91

303,17

3 379,08

652,10

4 031,18

3 075,91

303,17

62,00

4,00

338,37

Março 2015  Página 72

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
CUSTOS DO PERÍODO
Nr de Número de
Ordem Contribuinte

Nome Completo

(7)
(1) Vencim. (2) Outras 3=1+2 Total
6=Tx*3
(4) Remun. 5=3+4 Total
Correcção
+ Férias e
Remun.
Remun.
Enc. Sociais
Adicionais de Abonos
Estimativa
Natal
Certas
Certas
Obrigat.
P/ Férias
12 776,86
13,56
12 790,42
965,02
13 755,44
2 711,58

DECLARAÇÃO DE RENDIMENTOS
10=4
8=5+6+7 (9) Rendim.
(11)
(12) Taxa
(13) Seg.
Outras
Total geral Sujeitos a
Imposto Extraordi
Social
Remun.
Encargos
Retenção
Retido
nária
Isentas
16 467,02
12 790,42
965,02 1 451,00
107,18 1 406,95

34

164 211 497 Maria José Modesto da Luz

35

209 275 138 Maria José Torres Vidal

15 362,72

8,34

15 371,06

593,53

15 964,59

3 258,67

19 223,26

15 371,06

593,53

2 857,00

212,15

1 690,80

36

198 350 899 Maria Laura Teodósio Abraços

14 957,10

6,36

14 963,46

452,62

15 416,08

3 172,26

18 588,34

14 963,46

452,62

2 423,00

167,73

1 645,97

37

202 238 113 Maria Luisa B.M.B. Sousa

7 182,50

1 534,74

8 717,24

977,83

9 695,07

1 848,05

11 543,12

8 717,24

977,83

229,00

26,13

958,88

38

200 854 844 Maria Luisa S.M. Simões

10 958,15

11,58

10 969,73

824,11

11 793,84

2 325,60

14 119,44

10 969,73

824,11

1 127,00

84,24

1 206,68

39

181 192 373 Maria Manuela Agostinho Mateus

7 464,02

1 576,04

9 040,06

939,40

9 979,46

1 916,47

11 895,93

9 040,06

939,40

494,00

24,86

994,39

40

223 447 676 Maria Manuela G. Raposo

6 945,90

1 474,87

8 420,77

926,59

9 347,36

1 785,20

11 132,56

8 420,77

926,59

54,00

24,89

926,28

41

198 248 404 Maria Manuela Guerreiro C. N. Marreiros

6 658,60

1 397,28

8 055,88

815,57

8 871,45

1 707,85

10 579,30

8 055,88

815,57

170,00

16,26

886,14

42

120 842 254 Maria Manuela Ramalho C. Aleixo

9 659,32

2 113,92

11 773,24

905,24

12 678,48

2 495,94

15 174,42

11 773,24

905,24

1 184,00

88,07

1 295,05

43

190 664 479 Maria Paula Lula Pinto Prego

10 467,16

2 114,94

12 582,10

977,83

13 559,93

2 667,41

16 227,34

12 582,10

977,83

1 382,00

103,21

1 384,02

44

229 749 844 Marília Isabel Gaspar Martins

5 965,70

957,21

6 922,91

768,60

7 691,51

1 467,66

9 159,17

6 922,91

768,60

71,00

19,44

761,51

45

193 354 934 Patrocínia Rosa L. J. Páscoa

7 421,00

1 565,16

8 986,16

930,86

9 917,02

1 905,07

11 822,09

8 986,16

930,86

491,00

30,91

988,47

46

215 012 208 Paula Alexandra B. Santos

1 260,96

2,40

1 263,36

170,80

1 434,16

267,83

1 701,99

1 263,36

170,80

47

244 422 994 Paula Cristina Horta

7 224,75

13,68

7 238,43

973,56

8 211,99

1 534,56

9 746,55

7 238,43

973,56

48

182 660 397 Paula Luísa Mendonça P. Mendes

20 684,72

3 559,74

24 244,46

977,83

25 222,29

5 139,82

30 362,11

24 244,46

977,83

49

212 190 610 Raquel Inês A. Amaral

50

210 891 610 Ricardo Miguel Silva Rosa

51

138,97
796,23
4 878,00

344,14

2 666,89

2 596,92

4,44

2 601,36

315,98

2 917,34

551,49

3 468,83

2 601,36

315,98

103,00

10,08

286,15

23 878,02

433,68

24 311,70

956,48

25 268,18

5 154,08

30 422,26

24 311,70

956,48

4 731,00

351,41

2 674,28

205 219 101 Rita Isabel Serrano Relva

9 782,08

13,68

9 795,76

973,56

10 769,32

2 076,71

12 846,03

9 795,76

973,56

728,00

39,23

1 077,52

52

143 756 893 Rosa Maria Carvalho B. Lino

7 952,20

2 114,94

10 067,14

977,83

11 044,97

2 134,22

13 179,19

10 067,14

977,83

744,00

47,10

1 107,38

53

210 129 050 Sílvia Dias Freitas

6 405,10

1 248,73

7 653,83

768,60

8 422,43

1 622,60

10 045,03

7 653,83

768,60

230,00

20,83

841,92

54

227 303 580 Susana Cristina B. F. Charrua

7 710,60

1 629,00

9 339,60

965,02

10 304,62

1 980,01

12 284,63

9 339,60

965,02

604,00

30,17

1 027,34

55

244 971 773 Tatiana Filipa Silva Mestre

5 566,00

7,20

5 573,20

512,40

6 085,60

1 181,50

7 267,10

5 573,20

512,40

498,00

31,69

613,07

56

171 597 826 Teresa Conceição Inverno Fialho

24 134,46

13,62

24 148,08

969,29

25 117,37

5 119,39

30 236,76

24 148,08

969,29

4 948,00

338,71

2 656,29

57

221 387 650 Vanda Maria G. Rodrigues

20 684,72

13,74

20 698,46

977,83

21 676,29

4 388,06

26 064,35

20 698,46

977,83

3 825,00

270,57

2 276,82

58

224 558 579 Vanda Nazaré Oliveira Rebocho

7 249,36

1 177,24

8 426,60

977,83

9 404,43

1 786,46

11 190,89

8 426,60

977,83

223,00

17,49

926,93

59

216 916 208 Vera Cristina Horta Lopes Neca

12 767,06

13,56

12 780,62

965,02

13 745,64

2 709,48

16 455,12

12 780,62

965,02

1 438,00

107,52

1 405,87

586 547,86

67 182,82

653 730,68

51 415,07

705 145,75

138 590,94

843 736,69

653 730,68

Total de Pessoal das Vendas e Serviços Prestados 21,2%

0,00

51 415,07 67 793,00

5 109,63 71 910,10

DAS VENDAS E SERVIÇOS PRESTADOS – OUTRAS TAXAS
60

196 690 986 António José S.C. Alvaro

Total de Pessoal das Vendas e Serviços Prestados Out. Taxas
TOTAL GERAL DE PESSOAL DAS VENDAS E
SERVIÇOS PRESTADOS

7 012,57

840,48

7 853,05

7 853,05

1 664,89

9 517,94

7 853,05

0,00

7 012,57

840,48

7 853,05

0,00

7 853,05

1 664,89

0,00

9 517,94

7 853,05

0,00

593 560,43

68 023,30

661 583,73

51 415,07

712 998,80

140 255,83

0,00

853 254,63

661 583,73

0,00

51 415,07 67 793,00

4,03

863,82

4,03

863,82

5 113,66 72 773,92

Março 2015  Página 73

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
CUSTOS DO PERÍODO

Nr de Número de
Ordem Contribuinte

DECLARAÇÃO DE RENDIMENTOS
(7)
10=4
(1) Vencim. (2) Outras 3=1+2 Total
6=Tx*3
8=5+6+7 (9) Rendim.
(11)
(12) Taxa
(4) Remun. 5=3+4 Total
(13) Seg.
Correcção
Outras
+ Férias e
Remun.
Remun.
Enc. Sociais
Total geral Sujeitos a
Imposto Extraordi
Adicionais de Abonos
Social
Estimativa
Remun.
Natal
Certas
Certas
Obrigat.
Encargos
Retenção
Retido
nária
P/ Férias
Isentas
DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS COM TAXA DE ENCARGOS DE 21,2%

Nome Completo

61

137 222 009 António Miguel Reis Chapita

10 419,32

13,62

10 432,94

969,29

11 402,23

2 211,78

13 614,01

10 432,94

969,29

880,00

53,98

1 147,60

62

178 240 729 Fernando Manuel P. P. Palma

10 203,64

1 331,92

11 535,56

1 229,40

12 764,96

2 445,54

15 210,50

11 535,56

1 229,40

1 071,00

81,54

1 268,91

63

239 451 945 Rute Isabel Almeida Lopes

9 224,30

10,26

9 234,56

730,17

9 964,73

1 957,71

11 922,44

9 234,56

730,17

685,00

41,47

1 015,79

64

219 658 064 Sónia Cristina L. B. Guerreiro

13 977,18

13,74

13 990,92

977,83

14 968,75

2 966,08

17 934,83

13 990,92

977,83

2 016,00

125,04

1 538,98

65

216 549 132 Tania I.P.G. Martins

9 806,16

13,74

9 819,90

977,83

10 797,73

2 081,82

12 879,55

9 819,90

977,83

632,00

43,32

1 080,19

53 630,60

1 383,28

55 013,88

4 884,52

59 898,40

11 662,93

0,00

71 561,33

55 013,88

4 884,52

5 284,00

345,35

6 051,47

53 630,60

1 383,28

55 013,88

4 884,52

59 898,40

11 662,93

0,00

71 561,33

55 013,88

4 884,52

5 284,00

345,35

6 051,47

Total de Pessoal dos Serviços Administrativos 21,2%
TOTAL GERAL DE PESSOAL DOS SERVIÇOS
ADMINISTRATIVOS

MEDICINA NO TRABALHO

1 922,83

SEGUROS DE ACIDENTES DE TRABALHO E DOENÇAS PROFISSIONAIS

5 581,08

OUTROS CUSTOS COM O PESSOAL

28,97

TOTAL GERAL DE CUSTOS COM O PESSOAL

932 348,84
ESTAGIÁRIOS

66

240 380 495 Neuza Valente Figueira

5 451,07

5 451,07

691,74

6 142,81

1 155,63

7 298,44

5 451,07

691,74

357,00

17,69

599,62

67

239 008 316 Sara Van Haaster S.V.Teixeira

8 084,38

8 084,38

1 029,07

9 113,45

1 713,90

10 827,35

8 084,38

1 029,07

561,00

28,99

889,28

68

255 461 780 Tania Vanessa Bravo Cachapela

6 427,33

6 427,33

1 041,88

7 469,21

1 362,62

8 831,83

6 427,33

1 041,88

0,28

707,01

19 962,78

19 962,78

2 762,69

22 725,47

4 232,15

26 957,62

19 962,78

2 762,69

46,96

2 195,91

TOTAL GERAL DE ESTAGIÁRIOS

0,00

0,00

918,00

Março 2015  Página 74

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
MAPA DO PESSOAL INDEPENDENTE

Número de
226 304 540
213 243 881
149 069 634
220 148 112
150 706 383
218 506 503
252 663 438
144 464 160

NOME COMPLETO
Ana Sofia M. Mira Borges
Andreia Sofia Lopes Faias
António Manuel C.Aguião
Esmeralda C.N.F. Olho Azul
José Alberto Conceição Marques
Leonor F.F. Pinto Barros
Marcia Filipa Paixão Chapita
Margarida M.C.B. Fonseca
TOTAL GERAL

(1) Ilíquido
1 100,00
600,00
1 000,00
1 500,00
240,00
2 500,00
400,00
10,00
7 350,00

(2) IVA
138,00
60,00
345,00

543,00

3=1+2 TOTAL
1 100,00
738,00
1 060,00
1 845,00
240,00
2 500,00
400,00
10,00
7 893,00

(4) IRS Retido
5=3-4 Líquido Pago
275,00
825,00
738,00
115,00
945,00
1 845,00
240,00
2 500,00
100,00
300,00
10,00
490,00

7 403,00

Março 2015  Página 75

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
DONATIVOS RECEBIDOS EM 2014
Número de
Contribuinte
502 414 405
509 673 309
210 749 695
500 010 595
509 228 690
261 886 347
156 741 458
506 077 365
504 516 493
216 373 719
195 317 793
199 559 813
204 817 145
195 577 094
503 720 135
130 622 028
228 018 013
506 643 662
179 228 560
181 025 027
125 736 290
204 570 123
510 622 240
509 510 108
106 358 111
110 826 086
196 052 696
190 991 410
500 029 016
502 370 262
504 063 871
206 123 965
120 236 737
507 509 170
510 201 849
501 948 171
508 896 843
500 960 046
503 512 150
201 853 965
175 223 505
208 551 352
505 872 722
206 730 080
253 377 501
199 834 520
108 060 152
214 519 678
196 642 850
185 219 829
227 853 482
203 053 290
224 136 984
161 532 349
192 626 183
202 446 263
219 861 633
252 053 311
501 725 717

Entidade

A. Cano Associados, Sa
A. Marujo - Sociedade Unipessoal, Lda.
Ana Ilheu Janeiro
Agência Funerária Pax Julia
Agrivilhena, Lda.
Ana Sofia Conceição
Alda Santos Costa
Alexandra Cortez Unipessoal
Alumipax, Lda.
Ana Isabel H. Lopes
Ana Isabel B.A.Baltasar
Ana Cristina Vaz
Ana Sofia L. Canadas
Anabela Estácio
Antonio MCR & F, Lda.
António Modesto Silva
Andreia Santana
Associação Freguesias Cidade B
Antonio Grade
Antonio S.F.Almodovar
Bartolomeu Marciano
Antonio Pascoa
Brico Ferreira
Cafetaria, Lda.
Antonio M.S.Mourão
Antonio A.S.G. Monteiro
Antonio M.E. Janota
Antonia Gonçalves
Armando F.S. Espada
Associação Columbofila D. Beja
Associação Estudantes Estig
Cristina Mestre
Augusto Casadinho
Dixpax, Lda.
Autonomia e Descoberta
Elidio Ferreira
Café C+S José Carvoeiras
Caixa Geral Depositos
Estores Valente, Lda.
Carla Grileiro
Carlos Baião
Celia Lopes
Clinica M.D. Pax Julia
Cristina Pirata
David Luis Inacio
Dilia Santos Fourmigault
Elisio Mendes Miranda
Emanuel M. Garcês
Fatima Caeiro
Filipa I.C. Mestre
Francisca Parreira
Gonçalo Sebastião
Gonçalo Silva
Francisca Matos
Helena Isabel P Pelica
Francisca Leonor Fachadas
Helena Silva
Irene Francisca Oliveira
J.V. Soc. Representações

CÓDIGO DO DONATIVO: 06
Número de
Contribuinte
DONATIVOS EM DINHEIRO
150,00
102 450 838
150,00
184 908 884
50,00
210 772 387
50,00
238 419 665
250,00
238 784 657
100,00
204 083 630
55,00
231 988 648
100,00
216 105 358
50,00
500 435 731
100,00
506 649 822
50,00
501 397 280
50,00
188 240 829
50,00
510 680 232
110,00
238 501 574
50,00
500 182 655
750,00
150 705 093
50,00
182 641 317
400,00
121 766 870
50,00
196 824 605
50,00
164 211 497
20,00
111 734 673
50,00
165 811 633
100,00
128 056 070
20,00
190 620 307
225,00
219 865 930
60,00
510 011 209
50,00
510 315 313
50,00
503 125 709
20,00
204 705 339
1 000,00
213 441 918
65,00
178 095 460
50,00
506 603 792
50,00
212 190 610
100,00
166 419 605
35,00
502 526 602
20,00
187 060 339
25,00
212 358 979
250,00
199 825 734
10,00
501 546 030
50,00
227 900 391
50,00
503 841 404
50,00
502 890 770
20,00
509 913 652
50,00
209 267 127
200,00
500 237 433
50,00
165 964 685
20,00
215 663 110
50,00
510 835 023
50,00
510 835 015
50,00
216 916 208
50,00
501 274 812
60,00
980 420 636
975,00
20,00
50,00
50,00
55,00
50,00
100,00
Valor

Entidade

Valor

José Agostinho S. Monteiro
José Alberto F.C. Godinho
Joana Almodovar
Joao Ciriaco
Joao Goulão
Jorge Ricardo
Jorge Carocinho
José Rodeia
Lança & Filho
Junta Freguesia Beringel
Lacilibe, Lda.
Karsten Larsen
Luis Francisco Unipessoal
Madalena Pegas
Margharido Joalheiros
Maria Ana Carmo T.Sena
Maria Catarina Costa
Maria Fátima André Moura
Maria Fatima C.C. Costa
Maria José Luz
Maria Helena Palma
Maria Odete Capa
Maria Isabel Pelica
Maria Jose Gonçalves
Maria Teresa Gonçalves
My Farm. Com., Lda.
Natercia Marques
Modelovisual
Nuno Mamede
Paulo Valente
Paulo Montez
Pretibeja Vestuário e Calçado
Raquel Amaral
Rafael Antonio Valente
Ribeiro & Carapinha, Lda
Rui Alexandre G. Ferro
Sandra Paiva
Sandra P. Marques Fialho
Sanata Casa M. Vila de Alva
Silvia Sousa
Snack Bar Pulo do Lobo
Sociedade Agro Pecuária Sag
Soma Final, Lda.
Sonia Calvario
Stet
Susana Henriques
Susana Santinhos
Uniao Freguesias S.J. Batista
Uniao Freguesias Beja Salvador
Vera Cristina H.L. Neca
Xavieres, Lda.
Zurich I PLC Suc. Portugal

60,00
55,00
50,00
50,00
50,00
50,00
55,00
50,00
350,00
50,00
150,00
20,00
50,00
20,00
150,00
60,00
50,00
180,00
50,00
20,00
150,00
50,00
20,00
50,00
50,00
25,00
15,00
200,00
50,00
50,00
55,00
1 057,35
20,00
10,00
150,00
25,00
50,00
50,00
50,00
50,00
25,00
50,00
111,90
50,00
150,00
50,00
50,00
1 350,00
730,00
20,00
100,00
250,00

Sem Documento Legal
Tribunais

100,00
1 400,00

Março 2015  Página 76

RELATÓRIO E CONTAS 2014  CERCIBEJA
Número de
Contribuinte
508 608 260
503 396 842
501 562 966

Entidade

Banco Alimentar de Beja
Carrasco, Sa
Fenacerci, Fcrl
Géneros - Crss

EM DINHEIRO

Número de
Contribuinte
DONATIVOS EM ESPÉCIE
714,35
502 011 475
615,00
502 526 602
1 477,57
504 499 211
166,75
Valor

15 099,25
TOTAL GERAL

Entidade

Valor

Modelo Continente
Ribeiro & Carapinha, Lda.
Superbeja Supermercados

4 400,14
580,66
129,15

EM ESPÉCIE

8 083,62
23 182,87

Março 2015  Página 77