Você está na página 1de 44

Fevereiro 2009 - Nº 184

Capa: Isabela M. Jannani, Mariana Rocha Telles e Marcos Cardozo Miranda, alunos de Adm. de

Capa: Isabela M. Jannani, Mariana Rocha Telles e Marcos Cardozo Miranda, alunos de Adm. de Empresas do Câmpus Londrina Foto: João Gilberto Viana Borges

EXPEDIENTE

Vida Universitária é uma publicação Mensal da Editora Ruah*, sob licença da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Registrada sob o nº 01, do livro B, de Pessoas Jurídicas, do 4º Ofício de Registro de Títulos, em 30/12/85 - Curitiba, Paraná

Editor Luís Fernando Carneiro Redação Fernanda Jacometti Editor de Arte Paulo Schiavon Fotos João Gilberto Viana Borges e Fernando Gustavo Barbosa Revisão Ellen Nogueira

PUCPR

Rua Imaculada Conceição, 1155 - 2º andar Prado Velho - Curitiba - Paraná Caixa Postal 17.315 - CEP: 83.215-901 Fone: (41) 3271-1310 / 3271-1515 www.pucpr.br

Tiragem 15.000 exemplares

Editora Ruah*

www.pucpr.br Tiragem 15.000 exemplares Editora Ruah* Rua Casemiro José Marques de Abreu, 706. Ahú. Cep

Rua Casemiro José Marques de Abreu, 706. Ahú. Cep 82.200-130. Curitiba. Paraná (41) 3018-8805 www.editoraruah.com.br

Para anunciar, ligue: (41) 3018-8805

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização prévia e escrita. Todas as opiniões são de responsabilidades dos respectivos autores.

SINTONIA

UMA

NOVA FASE

Passadas as comemorações dos calouros pelo ingresso na Pon- tifícia Universidade Católica do Paraná é chegada a hora de arregaçar as mangas e dar início a uma nova vida, a Vida Universitária. Os calouros já tiveram a oportunidade de passar uma semana na Uni- versidade para conhecê-la melhor, conhecer os professores, a infra- estrutura e também as diversas vertentes que compõem o curso que escolheram. Agora, junto com os veteranos, iniciam o ano letivo e a PUC dá as boas vindas a todos os alunos.

A PUCPR é a maior instituição de ensino privado do Estado do Pa-

raná e para este ano prevê crescer ainda mais. Crescer investindo em

obras, benfeitorias e equipamentos que irão contribuir para melhorar ainda mais a qualidade da formação dos nossos alunos. Os inves- timentos serão feitos nos cinco câmpus da Universidade, e estarão direcionados às melhorias necessárias em cada um. Este é também o ano da comemoração do cinquentenário da PUC. São 50 anos de história e de presença ativa na vida dos paranaenses. 50 anos formando profissionais comprometidos com a ética, com os valores morais e com a sociedade. Assim, estamos preparando uma série de comemorações para, junto do nosso corpo docente, dos nossos colaboradores e dos nossos alunos, transpormos mais esta importante data.

O nosso agradecimento a todos aqueles que fazem e que fizeram

parte desta história e sejam muito bem vindos aqueles que agora se unem a nós!

Clemente Ivo Juliatto Reitor

ÍNDICE

06

FILHOS DA PUC Aluna da PUCPR vence concurso mundial de design com plataforma de ônibus

10

DNA Conheça um pouco sobre a presença Marista no Brasil e no mundo

12

PRETO NO BRANCO Reitor fala sobre os 50 anos da Universidade e a importância da formação integral

16

SUA UNIVERSIDADE Semana do calouro diminui a tensão do primeiro contato com a universidade

18

DIÁRIO Aluno e profissional falam sobre o dia-a-dia do engenheiro de produção

27

INVESTIMENTO PUCPR vai receber 50 milhões em investimentos em 2009

28

ESPECIAL Universidade que alia formação profissional e pessoal

38

VEM AÍ Núcleo de Línguas oferece cursos de Inglês, Espanhol, Francês e preparatório para TOIEC

40

REGISTRO PUC firma parceria com universidade americana para desenvolver pesquisas

Francês e preparatório para TOIEC 40 REGISTRO PUC firma parceria com universidade americana para desenvolver pesquisas

FILHOS DA PUC

DESIGN

DE PONTA

EX-AlunA PREMIADA InTERnACIOnAlMEnTE FAlA SOBRE A CARREIRA DE DESIGnER

A os 21 anos, a designer Danie- le Adamo Andreos realizou o sonho de muitos profissio- nais: receber reconhecimen-

to por um projeto bem desenvolvido. Ainda no último período de Desenho Industrial da PUCPR, ela venceu no ano passado o prêmio IF Product Design Award 2008, o mais importante da categoria do mercado europeu. Daniele desenvolveu um projeto para a empresa paranaense Daiken Indústria Ele- trônica. A plataforma para acesso a ônibus de pessoas com necessidades especiais concorreu com 2.771 projetos de 35 pa- íses. Daniele ainda concorreu ao prêmio IF Concept, destinado a estudantes, no qual participou com o projeto do banco ‘Ban- dô’.

Atualmente a designer está fazendo um estágio de aperfeiçoamento na Alemanha. E qual o conselho para os estudantes de design que querem fazer parte de um mercado de ponta? “Acima de tudo muita disposição e força de vontade; procurar se especializar em alguma área específica e não deixar de participar de concursos, pois são eles que valorizam o nome e o trabalho de dos designers”, explica. Quando lembra da PUC, Daniele des- taca a importância da equipe de professo- res. “Eles me deram bastante apoio, sem a ajuda deles eu não estaria aqui. Há apenas 6 meses que me formei e tenho saudades enormes”, finaliza.

6 meses que me formei e tenho saudades enormes”, finaliza. 6 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

6 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

CONHEçA O PROjETO A plataforma veicular é utilizada em ônibus urbanos com o objetivo de
CONHEçA O PROjETO
A plataforma veicular é utilizada em
ônibus urbanos com o objetivo de tornar
o transporte coletivo público acessível. O
produto possui dupla função, é utilizado para
elevar o usuário do nível da calçada até o
interior do ônibus, e na posição de repouso
pode ser utilizada como escada pelos demais
passageiros. O produto foi desenvolvido em
conjunto com empresas de transporte urbano
de Curitiba e com apoio da URBS. Além
da preocupação com a funcionalidade e
estética, a equipe de desenvolvimento levou
em consideração todas as normas técnicas
de acessibilidade.

DROPS

LIxãO INTERNACIONAL

DROPS LIxãO INTERNACIONAL A bióloga Andressa Rutz Debiazio, ca- minhava pela praia, na Ilha do Mel,

A bióloga Andressa Rutz Debiazio, ca- minhava pela praia, na Ilha do Mel, no litoral paranaense, quando encontrou uma garrafa de vodka russa. Um achado que poderia ser apenas uma curiosidade acabou sendo o pon- to de partida para uma pesquisa que revelou a presença de uma expressiva quantidade de lixo estrangeiro na região. No levantamento que embasou sua mo- nografia, a bióloga encontrou 148 embalagens de metal, vidro, papel e plástico, oriundas de 42 países diferentes. Perfeitamente reciclável, esse material é atirado ao mar e, por ação das marés, acaba alcançando o litoral. De outubro

de 2004 a maio de 2008, foram feitas dez co- letas ao longo de 22 km de costa da Estação Ecológica da Ilha do Mel. A origem dos produ- tos foi identificada pelo idioma usado nos ró- tulos e, principalmente, pelo código de barras, que segue uma tabela universal. Atualmente a bióloga da PUCPR dirige o projeto Que Lixo É Esse?, cujo principal obje- tivo é levar educação ambiental a escolas do litoral e das ilhas paranaenses. Ela pretende também buscar alternativas de aproveitamento do lixo recolhido na costa, visando criar uma fonte extra de renda para as comunidades da região que vivem exclusivamente da pesca.

Danos ambientaisas comunidades da região que vivem exclusivamente da pesca. www.tamar.org.br Além de ser uma ameaça potencial

www.tamar.org.br
www.tamar.org.br

Além de ser uma ameaça potencial à saúde pública, o lixo provoca sérios danos ambientais, como a morte de tartarugas marinhas por ingestão de plásticos, confundidos com algas, e a contaminação da água e da areia por resíduos tóxicos liberados pelas embalagens de inseticidas.

Ameaça estrangeira

Ameaça estrangeira

 

Os responsáveis pela sujeira podem ser navios de todas as partes do mundo que atravessam o Canal da Galheta em direção aos portos de Paranaguá e Antonina.

Contra o patrimônio

Contra o patrimônio

Durante o estudo, a pesquisadora se surpreendeu com a quantidade de lixo brasileiro encontrado na reserva. De todo o material recolhido, cerca de 98% era de lixo nacional.

8 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

PROFESSORES DA PUCPR ESTãO ENTRE OS MAIS ADMIRADOS DA MEDICINA

Professores PUCPR e médicos da Aliança Saúde PUCPR – Santa Casa foram destaque na publicação Análise Saúde 2009 – Os mais admirados da Medicina. A publicação ouviu mais de três mil médicos de todo o País, que elegeram os melhores profissionais do ano em 50 especialidades. A PUCPR e a Aliança Saúde tiveram 16 de seus profissionais incluídos na

lista, sendo três na área de cirurgia car- diovascular. São eles: Francisco Diniz Affonso Costa, Luiz César Guarita Souza

e Paulo Roberto Slud Brofman. Na área

de nefrologia foram citados outros dois especialistas que fazem parte do corpo docente da PUCPR e do corpo clínico

do Hospital Universitário Cajuru (HUC), Miguel Carlos Riella e Roberto Pecoits Filho. Na área cardiológica, outros dois destaques: José Rocha Faria Neto, car- diologista da Santa Casa de Curitiba

e professor da PUCPR; e Nelson Itiro

Miyague, professor da PUCPR. Em ci- rurgia do aparelho digestivo, foram des- tacados os médicos Marcos de Abreu Bonardi, da Santa Casa de Curitiba, e

Zacarias Alves de Souza Filho, professor da PUCPR. Os outros profissionais destacados pela publicação foram o cirurgião ge- ral Alcides José Branco Filho, da Santa Casa de Curitiba; Ana Cristina Ravazzani de Almeida, endocrinologista da Santa Casa de Curitiba e professora da PUC- PR; Salmo Raskin, especialista em ge- nética médica e professor da PUCPR; Cícero de Andrade Urban, mastologista da Santa Casa; Dirceu Zorzetto Filho, psiquiatra do Hospital Nossa Senhora da Luz e professor da PUCPR; Ricardo Ramina, neurocirurgião e professor da PUCPR; e Lorete Mara da Silva Kotze, gastroenterologista do HUC e professora da PUCPR.

TROTE SOLIDÁRIO EM LONDRINA E TOLEDO

TROTE SOLIDÁRIO EM LONDRINA E TOLEDO Para receber os calouros, os Câmpus Lon- drina e Toledo

Para receber os calouros, os Câmpus Lon- drina e Toledo programaram o Trote Solidário. Em Londrina a recepção acontecerá nos dias 18 e 19, no hall de entrada, com coleta de sangue pelo Hemocentro do Hospital Universitário de Londrina. O evento é realizado pelo segundo ano consecutivo. Cerca de 160 calouros enfrentaram

o medo da agulha e doaram sangue em 2008. Em Toledo, os calouros doaram alimentos, calçados e roupas, que foram encaminhados às instituições de caridade Casa de Maria e Fazenda Esperança. A coleta aconteceu entre os dias 3 e 4 de fevereiro na entrada no Bloco Acadêmico do Câmpus.

PóS-GRADUAçãO Estão abertas as inscrições para os cursos de Pós-graduação (especialização) na PUCPR. São 209
PóS-GRADUAçãO
Estão abertas as inscrições para os cursos de
Pós-graduação (especialização) na PUCPR. São 209
opções distribuídas nas áreas Agrária e Ambiental,
209209
Artes e Arquitetura, Comunicação, Educação, Exatas
e
Tecnologia, Humanas, Jurídicas, Negócios, Saúde
e
Turismo, nas cinco cidades em que possui Câmpus
(Curitiba, São José dos Pinhais, Londrina, Toledo e
Maringá).
Para 2009 foram lançados 33 novos cursos, entre
eles Enfermagem em Oncologia, Educação e Gestão
São
as
opções
de
cursos
de
de Trânsito e Transporte, Nutrição nos Ciclos da Vida
especialização
e
Sistemas Energéticos e Meio Ambiente. Entre as no-
vidades está o curso de Implantodontia para dentistas
registrados no CRO. O período de duração é de junho
de 2009 a julho de 2011 com carga horária de 1150
horas. As aulas terão início em março de 2009. Os
interessados podem se inscrever pelo site da PUC.
Mais informações: (41) 3271-1515.
oferecidas
nos
cinco
câmpus

PUCPR GANHA PELA TERCEIRA VEz CONSECUTIVA O TOP OF MIND

PUCPR GANHA PELA TERCEIRA VEz CONSECUTIVA O TOP OF MIND A PUCPR recebeu o Top of

A PUCPR recebeu o Top of Mind 2008 da Revista Amanhã por ter sido a marca mais lembrada pela população de Curi- tiba no segmento entre as faculdades privadas. A instituição é a vencedora da categoria desde 2006. Para a diretora de Comunicação e Marketing da Associa- ção Paranaense de Cultura (APC), Maysa Simões, “a marca da PUCPR reúne cre- dibilidade e tradição quando se trata de ensino superior e isso foi comprovado pela pesquisa”.

COMO FunCIOnA Para definir as marcas que não saem da cabeça do consumidor paranaense,

o Instituto Bonilha adotou as normas da

Associação Brasileira dos Institutos de

Pesquisa de Mercado. Foram realizadas

mil entrevistas nos 22 maiores centros consumidores do estado, de acordo com

o peso populacional de cada um. O uni-

verso compreende pessoas de ambos os sexos, a partir de 18 anos e de todas as classes sociais.

DNA

PRETO NO BRANCO

SEMPRE

PRESENTE

REITOR FAlA SOBRE OS 50 AnOS DA unIvERSIDADE E A IMPORTânCIA DA FORMAçãO InTEGRAl

P ara o reitor Clemente Ivo Juliatto, ao pas- sar pela PUCPR a pessoa pode conquis- tar dois diplomas: um como excelente profissional e outro como ‘gente boa’.

“Fico feliz quando encontro ex-alunos bem-sucedidos, mas principalmente quando percebo que são pessoas éticas, conscientes e felizes”, afirma. Segundo o rei- tor, formado em Matemática pela PUCPR e doutor em Educação na área de Administração Universitária pela Columbia University de Nova York o aluno leva para sempre a marca da instituição que o formou. “A marca não é aquela que vai impressa no diploma, mas os va- lores e princípios impressos na alma de cada pessoa”, ensina. Em 1990, concluiu pós-doutorado em Admi- nistração Universitária pela Harvard University, Cam- bridge, Massachussetts, USA. Como Fulbright Scholar, teve a oportunidade de desenvolver pesquisa sobre a melhoria da qualidade da educação e do desempenho nas instituições de ensino superior. Assim, comemorar os 50 anos da PUCPR é cele- brar a caminhada de uma instituição sempre presente na vida dos paranaenses.

COMO SuRGIu A PuCPR? Foi uma iniciativa de um grupo de educadores preocupados com a formação profissional, com a ele- vação dos padrões educacionais da época e com o desenvolvimento da Ciência. É emocionante recordar que com tão poucos recursos de um centro universitário, a nossa Univer- sidade tenha se transformado neste complexo educacional referência em várias áreas do conhecimento e re- conhecida tanto no âmbito nacional quanto no internacional. Teremos uma série de atividades em março para relembrar e celebrar esta cami- nhada.

QuAnDO OS IRMãOS MARIS- TAS ASSuMIRAM A unIvERSIDA- DE E QuAl A PRInCIPAl COnTRI- BuIçãO? Acredito que a maior contribui- ção dos Maristas é o pioneirismo e a preocupação com a excelência. Em 1959 a PUCPR era apenas um con- glomerado de faculdades dirigidas por instituições católicas. A partir de 1974, Dom Pedro Fedalto, grão- chanceller na época, entregou a ad- ministração da Universidade aos Ir- mãos Maristas. A PUCPR de lá pra cá só ascendeu tanto no ponto de vista estrutural quanto no institucional.

tanto no ponto de vista estrutural quanto no institucional. Arquibancada do antigo Hipódromo. Hoje parte das
tanto no ponto de vista estrutural quanto no institucional. Arquibancada do antigo Hipódromo. Hoje parte das
tanto no ponto de vista estrutural quanto no institucional. Arquibancada do antigo Hipódromo. Hoje parte das

Arquibancada do antigo Hipódromo. Hoje parte das instalações da universidade.

Prédio da Administração da PuCPR-Curitiba em construção.

12 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

QuAl FOI O GRAnDE MARCO nA HISTóRIA DA unIvERSIDADE ? A concessão pelo Vaticano, em 1985, à condição de Pontifícia. Nós somos a 6ª no País e a última a fazer parte deste gru- po seleto. No Brasil ainda há outras 18 instituições católicas. Este fato foi muito importante e prova do reconhecimento de nossa instituição.

QuAl O MAIOR DIFEREnCIAl DA PuCPR? Além de cumprir seu papel de edu- car, a PUCPR mantém o compromisso de formar cidadãos. Somos pioneiros no envolvimento dos nossos estudantes no Projeto Comunitário, disciplina obrigató- ria que já está sendo adotada em outras instituições. Além de ser um profissional competente, queremos que ele seja um líder em sua comunidade, solidário, sen- sível e colaborador.

POR QuE O AlunO DEvE SE ORGulHAR DE FAzER PARTE DESTA HISTóRIA? Porque faz parte de uma universidade de verdade, com bases sólidas, que con- ta com o trabalho e o talento de milhares de pessoas competentes e preocupadas verdadeiramente com a formação integral do Ser Humano.

verdadeiramente com a formação integral do Ser Humano.   PROGRAMAÇÃO 50 ANOS 12 DE MARçO –
 

PROGRAMAÇÃO 50 ANOS

12

DE MARçO – QuInTA -FEIRA

20h - Homenagem da Câmara Municipal de Curitiba à PUCPR. Proposição do Vereador Felipe Braga Côrtes. Local: Rua Barão do Rio Branco, s/n.º - Curitiba – PR

13

DE MARçO – SEXTA -FEIRA

17h - Outorga do Título de Doutor Honoris Causa ao Irmão Seán Dominic Sammon – Superior Geral dos Irmãos Maristas. Local: Auditório Dom Manuel da Silveira D´Elboux – 11.º andar, Prédio da Administração - Câmpus Curitiba.

19h - Aula Inaugural do novo Mestrado em Teologia - Núncio Apostólico do Brasil, Ex.ª Rev.ma Dom Lorenzo Baldisseri. Local: Auditório John Henry Newman – Biblioteca Central – Câmpus Curitiba

14

DE MARçO – SáBADO

10h – Missa Solene Comemorativa a ser celebrada pelo Núncio Apostólico do Brasil, Ex.ª Rev.ma Dom Lorenzo Baldisseri e Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Ex.ª Rev.ma Dom Moacyr José Vitti. Local:

Paróquia Universitária Jesus Mestre – Câmpus Curitiba.

11h30 - Inauguração do Painel PUCPR 50 Anos e Plantio de Árvore. Local: Câmpus Curitiba.

15

DE MARçO – DOMInGO

Das 9 às 12h - Passeio Ciclístico PUCPR 50 Anos. Informações e inscrições no site www.pucpr.br

17

DE MARçO – TERçA-FEIRA

11h - lançamento do Selo Comemorativo PUCPR 50 Anos. Local: Biblioteca Central – Câmpus Curitiba.

24

DE MARçO - TERçA-FEIRA

16h – lançamento de publicações relativas aos 50 Anos da PUCPR. Local: Auditório John Henry Newman – Biblioteca Central – Câmpus Curitiba.

26

DE MARçO – QuInTA -FEIRA

17h - Homenagem da Assembleia Legislativa do Paraná à PUCPR. Proposição do Deputado Alexandre Curi. Local: Praça N. Sr.ª de Salete, s/n.º – Centro Cívico – Curitiba - PR.

31

DE MARçO – TERçA-FEIRA

20h30 - Concerto da Orquestra de Câmara, Coral Champagnat e Grupo de Dança. Local: Teatro da PUCPR – TUCA – Câmpus Curitiba.

Local: Teatro da PUCPR – TUCA – Câmpus Curitiba. Em 1985, o vaticano concede à PuCPR

Em 1985, o vaticano concede à PuCPR a condição de Pontifícia, tornando a universidade a 6° no país a fazer parte deste grupo.

14 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

grupo. 1 4 • Vida Universitária • Fevereiro/2009 Moderno e amplo, o prédio da Biblioteca Central

Moderno e amplo, o prédio da Biblioteca Central valoriza o Câmpus Curitiba.

SUA UNIVERSIDADE

PRIMEIRO

CONTATO

SEMAnA DO CAlOuRO DIMInuI A TEnSãO DO PRIMEIRO COnTATO COM A unIvERSIDADE

C omeço de ano para calou-

ro não é fácil. Apreensão,

medo, ansiedade e insegu-

rança são alguns dos senti-

mentos de quem inicia uma fase diferente na vida, com novos colegas, professores,

ritmo de estudo, objetivos e responsabilida- des. Nem mesmo quem já passou pela ex- periência foge destas primeiras impressões.

É o caso de Lilian Cris Provin Rigo, 29 anos, licenciada em Física e caloura do curso de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR. Lilian contou que desde a adolescência

tinha vontade de ser arquiteta, mas a opor- tunidade de realizar o desejo veio somen-

te este ano. Logo depois de se formar em

Física ela casou-se, teve filhos e não pôde continuar a estudar. Ano passado começou

a

fazer pós-graduação, também na PUCPR,

o

que a motivou a prestar vestibular. “De-

pois de algum tempo sem estudar, parece muito difícil enfrentar uma sala de aula, tarefas, leituras. Mas quando retomamos a

rotina de estudante, a dificuldade diminui. O conhecimento acaba melhorando até a vida pessoal”, conta. Lilian aprovou a recepção aos calou- ros, promovida com o objetivo de integrar os novos alunos ao ambiente universitário.

O evento aconteceu no dia 2 de fevereiro

no Câmpus Curitiba e contou com palestra

e atividades específicas para cada curso.

Na palestra de abertura os estudantes dos Câmpus Curitiba e São José dos Pinhais conheceram a estrutura da Universidade e o

16 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

e o 1 6 • Vida Universitária • Fevereiro/2009 Calouros de Arquitetura conhecem maquetes produzidas por

Calouros de Arquitetura conhecem maquetes produzidas por veteranos do curso

conhecem maquetes produzidas por veteranos do curso Novos alunos assistem à palestra de Guto Zafalon no

Novos alunos assistem à palestra de Guto Zafalon no Câmpus Curitiba

MARCElA MARCOnDES RODRIGuES Caloura do curso de Direito “Achei importante realizarem esta semana antes de

MARCElA MARCOnDES RODRIGuES Caloura do curso de Direito

“Achei importante realizarem esta semana antes de começar as aulas para que possamos nos integrar e familiarizar com a universidade. Também me senti mais segura sabendo que aqui existe uma boa infraestrutura para realizarmos as pesquisas que os professores vão exigir.”

sistema de segurança com monitoramento por câmeras. Logo depois, a palestra com o Professor de Educação Física Guto Zafalon apresentou algumas dicas para os novos

universitários de forma descontraída. No fi- nal da manhã, os calouros foram até as salas de aula e de lá cada turma realizou um tour com os professores pelos laboratórios es- pecíficos de cada curso. Ao longo da sema- na, os estudantes contaram com atividades específicas organizadas pelo departamento do curso. Pedro Henrique de Oliveira, 17 anos, também calouro de Arquitetura, aprovou

a iniciativa de uma semana especial para

receber os novos alunos. “A palestra, a conversa com os professores e conhecer

a infraestrutura da universidade me deixou

e conhecer a infraestrutura da universidade me deixou FElIPE CORRêA RODRIGuES POlAnCO ACOSTA Calouro do curso

FElIPE CORRêA RODRIGuES POlAnCO ACOSTA Calouro do curso de Agronomia

“Valeu a pena assistir à palestra para conhecer a estrutura da PUCPR. Não sou de Curitiba e com a explicação dos cursos percebi que minha escolha realmente vai valer a pena. Já conheci o câmpus de São José dos Pinhais, onde vou estudar, e gostei muito.”

animado para começar”, revelou. A escolha por Arquitetura e Urbanismo foi resultante da sua participação na Feira de Cursos da PUCPR e lá pôde conhecer melhor a profissão e decidir sua opção no vestibular.

vIDA unIvERSITáRIA Direto do Ensino Médio para a univer- sidade, Pedro já sente a diferença entre os dois ambientes, principalmente pela opor- tunidade de conviver com pessoas diferen- tes, que optaram por campos de estudos variados. Ele também gosta da idéia de fo- car a área de estudo e se preparar para atuar como profissional. “Percebi que, apesar da liberdade que temos na faculdade, temos também mais responsabilidades. Agora sei

faculdade, temos também mais responsabilidades. Agora sei HAIkE OSTER Caloura do curso de Engenharia de Produção

HAIkE OSTER

Caloura do curso de Engenharia de Produção

“A explicação ajuda o estudante a se localizar, porque a PUCPR é enorme. A palestra também ajudou a motivar os calouros e até a desinibir os mais tímidos. Estimulou os alunos a se soltarem para conversar e conhecer os colegas da turma.”

que tenho que estudar para aprender porque com certeza terei que aplicar os conheci- mentos no meu trabalho”. Alexandre Tom dos Santos, diretor ad- junto do curso de Arquitetura e Urbanismo, considera importante, tanto para os profes- sores quanto para os estudantes, que as aulas dos calouros comecem antes. “Os calouros se sentem mais relaxados e ficam mais atentos às explicações sem a pressão dos veteranos. Para os professores, a dis- ponibilidade de horários livres é maior, e é possível mostrar todas as vertentes do curso com tranquilidade”, explicou. Outra vanta- gem é que a semana do calouro não conta como hora letiva, portanto o horário de aula para os professores transmitirem conteúdo não diminui.

horário de aula para os professores transmitirem conteúdo não diminui. Vida Universitária • Fevereiro/2009 • 1

DIÁRIO

Conheça o dia-a-dia do engenheiro de produção

ACADÊMICO

Conheça o dia-a-dia do engenheiro de produção ACADÊMICO DANIEL LAROCA ENGENHARIA DE PRODUçãO - 7º PERÍODO

DANIEL LAROCA ENGENHARIA DE PRODUçãO - 7º PERÍODO

DANIEL LAROCA ENGENHARIA DE PRODUçãO - 7º PERÍODO “APLICO O qUE é ESTUDADO E COMPLEMENTO AS

“APLICO O qUE é ESTUDADO E COMPLEMENTO AS AULAS COM NOVIDADES DO ESTÁGIO”

A palavra estudo é sinônimo de rotina para o aluno de En- genharia de Produção. A cada aula são ensinados conteúdos novos que devem ser aprofundados, pois podem ser a base fun- damental para o exercício da profissão. Daniel sente isto na prática. Faz estágio na Sadia e consi- dera importante conciliar faculdade e trabalho. “Aplico o que é estudado e complemento as aulas com novidades que aprendo no estágio”. Mas alerta que a prioridade deve ser a faculdade, pois o momento é de aprendizado.

vIDA unIvERSITáRIA É também na faculdade, como membro do Centro Acadêmico, que está aprendendo a tomar decisões que afetam o interesse de muitas pessoas e a lidar com conflitos. “Acho importante todos os alunos se envolverem em assuntos referentes ao curso, saberem que uma decisão da instituição pode afetar diretamente a formação acadêmica”.

A ESCOlHA Daniel escolheu o curso quando descobriu que um engenheiro de produção pode trabalhar em várias áreas, desde o setor industrial até produção civil. Uma das missões deste profissional é reduzir os custos dos serviços e mercado- rias oferecidos pelas empresas. Suas expectativas em relação ao futuro são as melhores possíveis, pois apesar de ser um curso novo a demanda por profissionais da área cresceu muito nos últimos anos. “Estou confiante”, concluiu.

18 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

PROFISSIONAL

8 • Vida Universitária • Fevereiro/2009 PROFISSIONAL DIOGO DE FARIA ENGENHEIRO DE PRODUçãO - GRADUADO EM

DIOGO DE FARIA ENGENHEIRO DE PRODUçãO - GRADUADO EM 2007

DIOGO DE FARIA ENGENHEIRO DE PRODUçãO - GRADUADO EM 2007 “GOSTO MUITO DA FRASE: SEM SABER

“GOSTO MUITO DA FRASE:

SEM SABER qUE ERA IMPOSSÍVEL, ELE FEz”.

Chegar ao fim do curso é a maior dificuldade para quem faz Engenharia de Produção. A desistência é grande, mas os que ficam são recompensados. Um bom engenheiro é dispu- tado pelo mercado até em períodos de crise. “As portas se abriram mais rápido do que vocês imaginam”, é o que prevê Diogo para quem está se formando. Hoje ele é consultor da empresa Ernst & Young, responsável por projetos de Gestão de Risco e Auditoria Interna de grandes grupos nacionais e internacionais.

DICAS “Seja pró-ativo, pois o mercado está carente de pro- fissionais com iniciativa”. Atitude que Diogo tem de sobra. No inicio da faculdade ajudou a fundar a Empresa Júnior de En- genharia de Produção, foi membro do Centro Acadêmico e na metade do curso montou um pequeno negócio que foi destaque no programa “Pequenas Empresas Grandes Negócios”, da Rede Globo. “Ter a mente aberta para trabalhar em áreas que nunca ima- ginou também ajuda na profissão”. Hoje, o engenheiro trabalha com contabilidade e eletricidade, as duas matérias que menos gostava na faculdade. “Não crie dificuldades para você mesmo. Gosto muito da frase: sem saber que era impossível, ele fez”.

ROTInA “Trabalho por volta de 10 horas por dia, porém te- nho vários benefícios. Viajo por todo o Brasil e tenho a oportuni- dade de trabalhar com os melhores profissionais do mercado”.

d a q u i uma universidade de verdade presente em todo o estado Panorâmica

d aqui

uma universidade de verdade presente em todo o estado

Panorâmica da cidade de Maringá, que conta com o novo câmpus da PUCPR

Londrina

maringá

ToLEdo

são josé

COISA

CASA

CAPACITAÇÃO

EDUCAÇÃO

SÉRIA

NOVA

PROFISSIONAL

EXECUTIVA

Alunos

Alunos de

Pós-graduação

Escola de

desenvolvem

Nutrição e

em Toledo

Negócios

projeto com

Enfermagem

tem seis novos

terá cursos de

brinquedos

têm novo

cursos na área

curta duração

reciclados para

endereço em

de negócios

em março

crianças

2009

DROPS

Formaturas Em tolEdo E maringá

DROPS Formaturas Em tolEdo E maringá A cerimônia de colação de grau do curso de Agronomia

A cerimônia de colação de grau do curso

de Agronomia do Câmpus Toledo foi realizada no dia 6 de fevereiro no Teatro Municipal. No mesmo dia aconteceu a colação dos cursos de

Filosofia e Ciências Biológicas, no Auditório da PUCPR. A missa foi celebrada na Catedral Cris- to Rei, também dia 6.

O Câmpus Maringá realizou colação de grau

de 245 formandos dos cursos de Enfermagem, Filosofia, Nutrição, Direito, Turismo e Adminis- tração. A celebração aconteceu entre os dias 21 e 23 no Teatro Marista. O arcebispo Dom Anuar Battisti celebrou uma missa em homenagem aos formandos, dia 20 de janeiro, na Catedral. Também foi realizado culto na 1ª Igreja Batista de Maringá e na Igreja Adventista do 7º Dia.

gincana dos calouros A recepção aos calouros do turno da manhã do Câmpus São José

gincana dos calouros

A recepção aos calouros do turno da manhã do Câmpus São José dos Pinhais, também chamada de Semana de Integração, envolveu diversas atividades culturais, recreativas e sócio-ambientais. Foi realizada, entre os dias 2 e 11 de fevereiro, uma gincana entre os cursos que incluiu trilha ecológica, atividades na Fazenda Experimental Gralha Azul e arrecadação de alimentos. Os diretores e professores dos cursos também realizaram palestras para recepcionar os novos alunos e mostrar a universidade.

camPanha da FratErnidadE 2009

No dia 26 a Pastoral de Toledo irá começar a divulgação da Campanha da Fraternidade 2009, cujo tema é “Fraternidade e Segurança Pública” e o lema “A paz é fruto da justiça”. A Campanha da fraternidade é organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e sempre destaca temas relaciona- dos à realidade do país. Este ano o objetivo é suscitar o debate sobre a segurança pública e contribuir para a promoção da cultura da paz na comunidade. Para a escolha do cartaz foi realizado um concurso com 47 participantes, e a principal mensagem do trabalho vencedor é que a cultu- ra é uma forte ferramenta na busca pela paz.

que a cultu- ra é uma forte ferramenta na busca pela paz. churrasco dE acolhida Em

churrasco dE acolhida

Em Londrina está programado para o dia 15 de fevereiro churrasco de acolhida aos calouros e veteranos, no Seminário Paulo VI, das 11h às 15h. No dia 16, a escola de Balé de Londrina irá se apresentar no Hall de Entrada do Câmpus nos intervalos de aula da manhã e da noite.

Encontro Pastoral

O primeiro encontro de 2009 da Pasto- ral Juvenil Marista do Câmpus Toledo está programado para o dia 20, às 18h, no Nú- cleo da Pastoral.

SÃO jOSÉ

TEMPO DE

QUALIDADE

Escola dE NEgócios laNça cursos dE EXTENsÃo

A Escola de Negócios PUCPR

lançou este ano o Programa

de Educação Executiva em

Gestão, que será oferecido no

Núcleo de Práticas Jurídicas e Desenvolvi- mento Empresarial (NPJDE) de São José dos Pinhais. Voltado a toda comunidade, o programa oferece cursos de curta duração nas formações gerencial e de desenvolvi- mento profissional e tem início previsto para março. As datas, horários e demais informações serão publicados no site da PUCPR. A formação gerencial tem o objeti- vo de desenvolver habilidades técnicas e operacionais para gerentes de pequenas e médias empresas. Já a formação de desen- volvimento profissional é focada em cargos do alto executivo, ligados ao planejamento estratégicos das empresas. A proposta do Núcleo de Desenvolvi- mento Empresarial é formar profissionais alinhados às necessidades empresariais nas mais diversas áreas de negócios. O núcleo também tem a preocupação de acompanhar as atualizações do mercado, analisado em um contexto cada vez mais dinâmico.

mercado, analisado em um contexto cada vez mais dinâmico. NÚclEo dE sÃo JosÉ De acordo com

NÚclEo dE sÃo JosÉ De acordo com o diretor, Sadi Franzon, o Núcleo de Práticas Jurídicas e Desenvolvimento Empresarial pretende contribuir com a sintonia social e fazer com que os alunos aliem a teoria aprendida em sala de aula à prática jurídica.

cursos dE Formação gErEncial

Elaboração e Análise de Folha de Pagamento

10 h/a

Atmosfera de Loja e Merchandising

30 h/a
30
h/a

Análise e Gestão de Crédito para o Varejo e Serviços

30 h/a

Código de Defesa do Consumidor no Varejo e Serviços

30 h/a
30
h/a

Elaboração e Análise de Projetos de Novos Negócios

20 h/a

Gestão Preventiva de Riscos Trabalhistas

30 h/a
30
h/a

Gestão de Custos e Formação de Preços

30 h/a

Pesquisa e Análise do Comportamento do Consumidor

30 h/a
30
h/a

Planejamento e Gestão Simulada de Marketing - Marketing Game

30 h/a

Gestão Estratégica da Informação

30 h/a
30
h/a

Planejamento Estratégico com Cenários

60 h/a

Formação de Equipes de Alto Desempenho

30 h/a
30
h/a

Contabilidade e Finanças para Gestores Não-Financeiros

30 h/a

cursos dE dEsEnvolvimEnto ProFissional

Investindo no Mercado Financeiro

10 h/a

Liderança e Negociação

20 h/a
20
h/a

Conjuntura Econômica

20 h/a

Direito Empresarial – Aspectos Societários e Contratuais

30 h/a
30
h/a
20 h/a Conjuntura Econômica 20 h/a Direito Empresarial – Aspectos Societários e Contratuais 30 h/a

LONDRINA

RECICLAgEM

DO BEM

PasToral JuvENil MarisTa ProMovE coNcurso coM o TEMa MEio aMbiENTE

B rinquedo na mão de criança é diversão na certa. Então imagine presentear crianças de uma creche com brin-

quedos feitos de material reciclado. Além de divertir e mexer com a imaginação da garotada ensina que muita coisa que joga- mos no lixo pode virar objeto de grande utilidade. Foi com este pensamento que um grupo de 12 estudantes do Câmpus Londrina da PUCPR planejou e desenvol- veu o projeto ReciclaPUC.

A proposta venceu o concurso Projeto

Juventude e Meio Ambiente, promovido

pela Pastoral Juvenil Marista. O objetivo do concurso foi estimular os estudantes da universidade a elaborar planos de uso inteligente do lixo de forma que envol- vesse toda a comunidade e criasse uma conscientização ambiental. Todos os tra- balhos foram desenvolvidos até o final de novembro de 2008.

O grupo ganhador pediu doações de

garrafas PET e alimentos para os alunos e colaboradores da PUCPR. Também con- seguiu patrocínio de microempresas da região, que doaram alimentos não perecí- veis e doces. Com o material arrecadado, foram feitos dois tipos de brinquedos, o “vai-e-vem” e um “sapinho” rechea- do com doces, que foram distribuídos a crianças de uma creche da comunidade. ”Decidimos trabalhar com esta faixa etária porque quando a criança gosta de alguma coisa nunca esquece, ela aprende e coloca

gosta de alguma coisa nunca esquece, ela aprende e coloca Crianças se divertem com brinquedos feitos

Crianças se divertem com brinquedos feitos de material reciclado

a lição em prática durante toda a vida. No

caso da reciclagem é importante porque ajuda a criar uma consciência ambiental que pode ser ensinada aos mais velhos”, explica Rita de Cássia de Souza, estudante do 3° período de Administração e coorde- nadora do ReciclaPUC.

TEaTro TaMbÉM lEva o rEcado Para as crianças assimilarem a men- sagem, o grupo apresentou uma peça de teatro de bonecos. O roteiro, escrito pelo

próprio grupo, conta a história de uma fa- mília que sai para fazer piquenique e com

a embalagem do lanche monta brinquedos

muito divertidos. Ao final do espetáculo os alunos da PUCPR entregaram os presentes feitos de garrafa PET. “As crianças adora-

ram os brinquedos, e ficaram encantadas com a peça de teatro”, conta a coordena- dora do projeto.

No fiM, a rEcoMPENsa O grupo vencedor, além de contribuir com o meio ambiente, ganhou uma via- gem, em dezembro de 2008, para Foz do Iguaçu com direito a visita à Hidrelétrica de Itaipu, Parque das Aves e Cataratas. De acordo com Rita, a viagem foi gratificante. “Aprendemos muito sobre a usina e as Ca- taratas são maravilhosas.” Agora o grupo quer levar o proje- to adiante e criar campanhas, dentro do Câmpus Londrina, para conscientizar ou- tros alunos da PUCPR de que reciclar é fácil e ajuda a preservar a natureza.

do Câmpus Londrina, para conscientizar ou- tros alunos da PUCPR de que reciclar é fácil e
Alunos do grupo que desenvolveu o Projeto RecilaPUC mas o quE é PEt? A sigla

Alunos do grupo que desenvolveu o Projeto RecilaPUC

Alunos do grupo que desenvolveu o Projeto RecilaPUC mas o quE é PEt? A sigla PET
Alunos do grupo que desenvolveu o Projeto RecilaPUC mas o quE é PEt? A sigla PET
Alunos do grupo que desenvolveu o Projeto RecilaPUC mas o quE é PEt? A sigla PET

mas o quE é PEt?

A sigla PET significa politereftalato de etila que é um polímero termoplástico desenvolvido pelos químicos ingleses Whinfield e Dickson, em 1941. O grande problema deste material é

o tempo que leva para ser degradado, cerca de 100 anos, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Além disso, prejudica a decomposição de outros materiais, pois acaba

impermeabilizando

certas camadas de lixo nos aterros sanitários. A reciclagem apresenta- se como uma solução para dimunir a poluição causada nos solos e rios.

como reciclar Com o material das garrafas é possível confeccionar tanto objetos artesanais, porta-retratos, cadeiras, brinquedos, árvores de natal, como industriais. O PET é triturado e reprocessado para dar origem a novas garrafas e outros objetos feitos com polietileno. Além de diminuir a poluição ambiental, o custo da garrafa reciclada chega a ser 40% menor do que a original.

TOLEDO

ESPECIALIZAÇÃO PARA

PROFISSIONAIS

sEis Novos cursos Na árEa dE NEgócios fazEM ParTE da Pós-graduaçÃo EM TolEdo

O Câmpus Toledo oferece este ano seis novos cur- sos de pós-graduação na área de negócios: Audi-

toria e Perícia, Controladoria e Finanças, Gestão Tributária, Logística Empresarial, Planejamento e Gerenciamento Estratégi-

co e Gestão Empresarial da Saúde.

Os cursos têm o objetivo de motivar

e capacitar os alunos a participar de as- suntos de gestão empresarial. Também buscam demonstrar que é possível obter

bons resultados na área de negócios uti- lizando estratégias adequadas.

A ementa dos cursos, que já estão

com inscrições abertas e devem come- çar em abril, é a mesma aplicada nas es- pecializações da Escola de Negócios do Câmpus Curitiba. Os estudantes terão a oportunidade

de agregar novos conhecimentos e par- tilhar experiências por meio de debates. As aulas irão acontecer sempre no Câm- pus Toledo, semanal ou quinzenalmente. No caso do curso Gestão Empresarial da Saúde as aulas serão semipresenciais.

caso dE sucEsso

A especialização Gestão Estratégica

de Pessoas completou quatro anos em 2009, consolidando o programa de pós-

graduação lato sensu do Câmpus Toledo.

A administradora Neusa Carmen Furlan

terminou esta especialização em 2008.

O que chamou a atenção de Neusa foi

em 2008. O que chamou a atenção de Neusa foi Pós-graduação faz diferença no mercado de

Pós-graduação faz diferença no mercado de trabalho

a qualidade dos professores que minis-

traram as aulas. “As técnicas e métodos ensinados foram os mais atualizados do mercado e me agregaram muito conheci- mento profissionalmente, principalmente

no que diz respeito a área de recrutamen-

to e seleção”.

As parcerias firmadas com empresas da região auxiliam os cursos de especia- lização a mostrar exemplos práticos aos alunos. Neusa conta que tiveram a opor- tunidade de conversar com equipes de RH de grandes empresas, tirar dúvidas e

conhecer estratégias que deram certo. Outra vantagem é que buscam ensinar procedimentos que podem ser aplicados no dia-a-dia do profissional. “A cada módulo aprendi algo que aplico no meu trabalho atualmente”, acrescentou.

algo que aplico no meu trabalho atualmente”, acrescentou. curso dE Farmácia A PUCPR abriu este ano

curso dE

Farmácia

A PUCPR abriu este ano no

Câmpus Toledo a graduação em Farmácia. O curso tem o apoio de

laboratórios para as aulas práticas

e para o desenvolvimento de

pesquisa. Também disponibilizará ambiente hospitalar para as

disciplinas farmácia hospitalar e farmácia clínica.

A ementa do curso prepara o

aluno para realizar atividades nas áreas de fármacos, medicamentos, análises clínicas e toxicológicas, controle, produção e análise de alimentos.

unidadE

ExPErimEntal

Está programada para este ano a implantação do projeto da unidade experimental. A idéia é trabalhar com irrigação em uma área de aproximadamente um alqueire para atender grandes culturas, como soja e milho, fruticultura, oleicultura (cultivo de hortaliças) e pastagem.

A unidade experimental pretende

atender a várias disciplinas de diferentes cursos de graduação.

MARINgÁ

gRADUAÇÃO DE

CASA NOVA

aluNos dE NuTriçÃo E ENfErMagEM TêM Novo ENdErEço E MuiTas NovidadEs

E ste ano os alunos dos cursos

de graduação em Nutrição

e Enfermagem do Câmpus

Maringá da PUCPR – Colégio

Marista - têm uma boa razão para se animar com a volta às aulas. Isto porque o antigo câmpus da universidade foi transferido para a nova sede, que fica na Praça Vitor Rodrigues Martins. A maior novidade é que

a Universidade agora passa a oferecer esta-

cionamento. Além disso, a nova sede passou por várias reestruturações. As bibliotecas dos dois câmpus foram unificadas, reunindo em torno de 25 mil títulos, o que irá facili- tar a consulta e empréstimo de livros pelos estudantes. As salas de aula passaram por pintura, as carteiras foram reformadas, foi realizada a instalação de ar-condicionado no auditório e os dois laboratórios de infor- mática estão prontos para utilização. O Nú- cleo de Práticas Jurídicas voltou a atender a comunidade no início do ano letivo.

EM brEvE Outras obras serão colocadas em práti-

ca ao longo do primeiro semestre de 2009.

A área administrativa do câmpus deve ser

reformada para oferecer melhor atendimen- to aos estudantes e acomodar a direção dos cursos de Nutrição e Enfermagem. Será implantada rede wireless de acesso à inter- net para toda a universidade. Além disso, o

serviço de fotocópias será instalado em um local próximo ao bloco.

fotocópias será instalado em um local próximo ao bloco. Prefeito Silvio Barros e o Vice-Reitor João
fotocópias será instalado em um local próximo ao bloco. Prefeito Silvio Barros e o Vice-Reitor João

Prefeito Silvio Barros e o Vice-Reitor João Oleynik inauguram o Câmpus Maringá

PucPr Em maringá

A PUCPR inaugurou o novo Câmpus em Maringá em de agosto de 2008. Em 2007, a Asso-

ciação Paranaense de Cultura (APC), mantenedora da PUCPR, assumiu as operações das Facul- dades Nobel em Maringá, e em 2008 o MEC autorizou a unificação das duas instituições.

A solenidade de inauguração contou com a presença do vice-reitor da PUCPR, João Oleynik;

do decano do Câmpus, Ricardo Bertin; do prefeito de Maringá, Silvio Barros, e outras autorida- des da região. No Câmpus Maringá são ofertados os cursos de Filosofia, Nutrição, Enfermagem, Adminis- tração, Turismo e Direito. O objetivo da universidade é implantar novos cursos de graduação e investir na estrutura e professores do Câmpus.

O objetivo da universidade é implantar novos cursos de graduação e investir na estrutura e professores

INVESTIMENTO

FELIz

ANO NOVO

PuCPR vAI RECEBER 50 MIlHõES EM InvESTIMEnTOS EM 2009

A previsão da Associação Pa-

ranaense de Cultura (APC),

entidade mantenedora da

PUCPR, é de investir R$ 50,2

milhões em 2009. Entre os negócios manti- dos pela APC – Educação, Saúde, Comuni- cação e outros – a maior parte dos recursos será concentrada na área de educação. De acordo com Marco Antônio Cândi- do, Superintendente Executivo da APC, em 2008 os investimentos chegaram a R$ 28 milhões. “Este ano os recursos que serão investidos são superiores uma vez que o planejamento prevê obras e benfeitorias nos cinco Câmpus da instituição, amplian- do e melhorando a infra-estrutura, e pro- movendo as reformas necessárias, além de investimentos nas unidades hospitalares voltadas para o ensino em saúde”, explica. As obras e benfeitorias devem concentrar 76,2% dos investimentos, um total de R$ 38,3 milhões. “Desta forma a APC pretende manter não só a qualidade do ensino que os es- tudantes recebem, mas também a da in- fraestrutura de suas unidades”, ressalta. “A qualidade de ensino, aliada à qualida- de na infraestrutura, dos equipamentos à disposição dos alunos, é que faz com que a PUCPR seja uma das melhores institui- ções de ensino superior do país”, comple- ta Cândido. São três os pilares que fazem da PUCPR uma referência nacional: alta

qualidade de ensino, pesquisa de ponta e sintonia social.

qualidade de ensino, pesquisa de ponta e sintonia social. PRINCIPAIS INVESTIMENTOS PREVISTOS • Construção da

PRINCIPAIS INVESTIMENTOS PREVISTOS

Construção da nova unidade do Hospital Universitário Cajuru

Reforma do antigo prédio da Providência para abrigar a primeira unidade do PUC Tecnoparque

Construção e adequação de blocos acadêmicos

Construção de uma unidade de suinocultura na Fazenda Experimental Gralha Azul

Melhoria da infraestrutura de esportes

A implantação do plano de mobilidade e a adequação e ampliação da área de atendimento a alunos.

Aquisição de equipamentos de informática para os quais serão destinados R$ 6,3 milhões, 12,5% do total. A aquisição de outros equipamentos e materiais vai receber R$ 5,6 milhões, 11,1% do total.

CâMPUS CURITIBA

Instalação de câmeras fixas para ampliação das áreas monitoradas

Aquisição e instalação do arquivo da educação continuada

Construção, reforma e instalação da Central de Projetos de Pesquisa e Pós-Graduação, entre outras obras que já estão previstas.

CâMPUS LONDRINA

Adequação das salas de aula e a adequação física do projeto de prevenção contra incêndios.

CâMPUS MARINGÁ

Entre outras obras, a reforma da biblioteca, da Agência Escola, do Centro Acadêmico e da Pastoral e Projeto Comunitário e também a adaptação para acessibilidade de pessoas portadoras de necessidades especiais.

CâMPUS SãO jOSé DOS PINHAIS

Construção da biblioteca e a adequação de laboratórios

CâMPUS TOLEDO

Construção de uma nova unidade de bovinocultura, além da melhoria na infraestrutura física.

ESPECIAL

ORGULHO

20 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

PUC

vAlE A PEnA COnHECER OS DIFEREnCIAIS DA unIvERSIDADE E PARTICIPAR DAS ATIvIDADES DESEnvOlvIDAS

Universidade é bem mais que o lugar no qual você conquista um diploma. É espaço de convivência, troca de experiências, participação, geração de conhecimento. Universidade de verdade é aquela que oferece todas as condições para o seu crescimento profissional e pessoal. Em março deste ano a PUCPR completa 50 anos de atuação e, assim como na nossa vida, as datas especiais são uma boa razão para um balanço das realizações. Convidamos o superintendente Executivo da APC (Associação Paranaense de Cultura), Marco Antonio Cândido, e os pró-reitores universitários, Robert Carlisle Burnett e Ricardo Tescarolo, para apresentarem alguns diferenciais e comentarem porque estudar na PUCPR é motivo de orgulho para tanta gente. Mais que um panorama da sua universidade, o resultado dessas conversas é um convite para que você aproveite muito bem as oportunidades oferecidas nas mais variadas áreas.

ESPECIAL

A MAIOR DO

PARANÁ

Segundo o Prof. Marco Antonio Cân- dido, Superintendente Executivo da APC,

ao longo de sua trajetória no Ensino Su- perior, a PUCPR conta com o reconheci- mento da sociedade e de órgãos ligados

à Educação que comprovam seu cresci-

mento consistente, fundamentado pelo critério da garantia da qualidade. A Uni- versidade é a maior instituição de ensino

superior particular presencial, com cerca de 30 mil alunos da Graduação ao Douto- rado, em cinco câmpus, em Curitiba e no interior do Estado. “Nossos alunos fazem parte de um grande complexo que, além dos cinco campus atendendo todo o Esta- do, conta em Curitiba e Região com qua- tro hospitais, um grupo de comunicação

e uma série de negócios que dão supor-

te ao aprendizado ”, afirma, destacando

que, por ser filantrópica, a APC reinveste

o resultado na própria instituição, o que

favorece avanços consideráveis em todas as áreas.

o que favorece avanços consideráveis em todas as áreas. Prof. Marco Antonio Cândido Tradição faz toda

Prof. Marco Antonio Cândido

em todas as áreas. Prof. Marco Antonio Cândido Tradição faz toda diferença quando o assunto é

Tradição faz toda diferença quando o assunto é educação integral.

faz toda diferença quando o assunto é educação integral. Vale destacar que o modelo moder- no

Vale destacar que o modelo moder- no de governança permite consolidar o posicionamento estratégico e fortalecer a missão nos diversos setores, aumen- tando a eficiência e a competitividade. “É esta estrutura que estabelece, de maneira ordenada e efetiva, a participação dos Ir- mãos Maristas nas decisões estratégicas da APC e suas áreas de negócio”, expli- ca.

MARISTA Prof. Cândido salienta que é funda- mental que o aluno compreenda o uni- verso macro no qual a PUC do Paraná está inserida. “Fazemos parte do grupo Marista, presente em quase 80 países e que possui aproximadamente 500 mil alunos. Esta tradição faz toda a diferença quando o assunto é a educação integral de profissionais e cidadãos competen- tes, comprometidos com a vida e o de- senvolvimento da sociedade”, conclui.

PRESENçA MARCANTE

A PUCPR é mantida pela APC (Associação Paranaense de Cultura), uma associação civil de direito

privado, filantrópica e com fins educacionais. Os alunos da área de saúde contam em sua formação universitária com uma completa rede hospitalar

formada pelo Hospital Universitário Cajuru (HUC), Santa Casa de Curitiba, Hospital Nossa Senhora da Luz e Maternidade Alto Maracanã. Na área de comunicação, a APC conta com o Grupo Lumen, com as rádios Clube AM e FM, Lumen FM, TV Lumen, afiliada do Canal Futura (Fundação Roberto Marinho) e a repetidora da Rede Vida de Televisão.

A mantenedora desenvolve ainda outras atividades de apoio e suporte às ações de saúde, educação e

assistência social.

A PUCPR faz parte da Província Marista Brasil Centro Sul, junto com a ABEC (Associação Brasileira de

Educação e Cultura) e a UCE (União Catarinense dos Estudantes) – que reúnem 16 colégios maristas e a

Editora FTD.

Educação e Cultura) e a UCE (União Catarinense dos Estudantes) – que reúnem 16 colégios maristas

22 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

BIBLIOTECA

Com cerca de 235 mil títulos e 670 mil exemplares, o Sistema Integrado de Bibliotecas da PUCPR (SIBI) é composto por seis unidades coordenadas pela Biblioteca Central, localizada no Câmpus Curitiba. Ao todo são ofertados um milhão de itens, entre livros em formato impresso e digital, periódicos, CDs, monografias, teses, dissertações, normas, cartazes, disquetes e transparências. Só em 2007 foram realizados mais de um milhão de atendimentos e 500 mil empréstimos.

CONCEITO MÁXIMO

A Universidade é a única instituição privada do Estado

a fazer parte do grupo de 191 universidades do país a

garantir acesso aos 10.497 títulos e 100 bases de dados do portal mantido pela Coordenação de Aperfeiçoamento

de Pessoal de Nível Superior do Ministério da Educação (Capes/MEC). O acesso só é concedido pela Capes às universidades federais e às instituições de ensino superior privadas com conceito cinco nos programas de Pós-graduação Stricto Sensu. A PUCPR conquistou, em 2007, o conceito cinco nos cursos de mestrado e doutorado em Administração e Ciências da Saúde, sendo

a única privada do Paraná a obter o conceito máximo da coordenação.

ESPECIAL

DESCOBRINDO A

UNIVERSIDADE

Robert Carlisle Burnett

Pró-Reitor de Graduação, Pesquisa e Pós-Graduação

Para os alunos, o investimento em pesquisa realizado pela PUCPR é uma ex- cepcional oportunidade para a obtenção de importantes diferenciais no decorrer da sua graduação. De um lado isso signi- fica que esse aluno conta com professo-

res altamente titulados, obrigatoriamente atualizados, pois atuam no mestrado ou doutorado, com relações nacionais e in- ternacionais importantes que podem ser aproveitadas pelo aluno. De outro, esse aluno tem a oportunidade de se ligar aos projetos de pesquisa desenvolvidos, com todas as vantagens que isso representa, em especial pelo programa de iniciação científica. Dessa forma ele passa a en- tender a dinâmica da pesquisa, pratica

o método científico, aprende a fazer um

projeto e passa a produzir ciência com todos os rigores que isso exige. Costuma-se dizer que participar de um projeto de pesquisa equivale a obter

outro diploma, pois a iniciação científica

é hoje utilizada pelo mercado como um

importante diferencial de currículo. Além disso, se o aluno, após concluir seu cur- so, quiser seguir no mestrado ou dou- torado, já está com todos os requisitos prontos para tanto.

PóS-GRADuAçãO Os mestrados e doutorados da PUCPR cobrem todas as áreas do conhecimento, incluindo aqui a Teologia, cujo mestrado

irá iniciar no próximo mês de março. Este

é um diferencial fundamental, pois qual-

24 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

qual- 2 4 • Vida Universitária • Fevereiro/2009 quer que seja o curso de graduação que

quer que seja o curso de graduação que

o aluno cursar, haverá um mestrado ou

doutorado para ele continuar sua forma- ção na mesma área. Em especial se ele já participou de um programa de iniciação científica. Enquanto isso, as outras instituições - como oferecem poucas bolsas de inicia- ção e um número reduzido de programas, abrangendo normalmente apenas uma ou duas áreas do conhecimento - têm

condições limitadas de constituir-se em ambiente onde o aluno possa continuar

a sua formação. Isto também significa

que a oferta de iniciação está limitada a poucas áreas; dependendo do curso, o aluno não tem oportunidade de aprofun- dar a sua formação, pois ali não haverá docente desenvolvendo um projeto de pesquisa, publicando, etc. Na pós-graduação são desenvolvidos projetos de grande envergadura, muitos dos quais possuem conteúdo tecnológico inovador. Basta entrar no site dos progra- mas e verificar as linhas de pesquisa que oferecem, o que lhes permite interagir

com empresas ou órgãos governamen- tais, registrar patentes, obter bolsasde estudos, etc.

IDEnTIDADE PuCPR O aluno que consegue apreender as potencialidades que a PUCPR oferece para uma formação diferenciada certa- mente se identifica com a instituição. É o que chamamos de Identidade PUCPR. Estudos mostram, por exemplo, que, apesar de importantes na ligação do aluno com a instituição no seu primeiro ano, os aspectos externos deixam de ser percebi- dos como fundamentais já no decorrer do seu segundo semestre. Refiro-me ao que chamamos comumente de “perfumarias” ou enfeites e que pouco afetam a forma- ção. Murais, jardins, prédios imponentes, lagos, pastas, agendas tudo isso é impor- tante e impressiona nos primeiros meses, mas está longe de ser fundamental. Pouco a pouco o olhar do aluno vai sendo redirecionado para os aspectos da sua formação: qualidade dos professores e seu preparo e atualização, ensino mo- derno com o uso de modernas tecnolo- gias, biblioteca e suas bases de dados, preparo e desempenho dos gestores com os quais ele se relaciona, laboratórios, oferta de bolsas e estágios, organização acadêmica, planejamento do seu curso, etc. Na PUCPR, porém, o diferencial não termina na sua competência relacionada com a formação profissional. Trata-se de uma instituição que cultua uma missão e valores que a diferenciam radicalmente das demais instituições, tanto privadas como públicas.

A NÚMERO 1 EM PESQUISA

A PUCPR é a primeira instituição particular em pesquisa do Paraná, segundo dados do Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Fundação Araucária. A avaliação é feita de acordo com o número de projetos desenvolvidos e trabalhos publicados pela Universidade.

PROFESSORES

O corpo docente faz parte do seleto

grupo de 37 universidades privadas do país que cumprem a Lei de

Diretrizes e Bases da Educação

(LDB), segundo Censo da Educação Superior de 2006, que determina ter pelo menos um terço dos professores das instituições em regime de dedicação integral. Cerca de 80% do corpo docente é formado por mestres

e doutores.

RANKING

A Escola de Negócios da

PUCPR foi a única instituição de ensino privado do Sul do Brasil selecionada no ranking 2008 do Eduniversal, criado pela SMBG, companhia líder na França de orientação educacional. O selo de qualidade internacional reúne pela primeira vez as mil escolas de negócios mais influentes do

mundo.

GUIA DO ESTUDANTE

Em 2007 a PUCPR foi uma das

três instituições privadas do estado

a receber o reconhecimento na

categoria Pesquisa Científica da Região Sul, do Guia do Estudante da

Editora Abril. Em 2008 a PUCPR deu mais um passo importante na área

de pesquisa. A Instituição criou a Agência PUC de Ciência, Tecnologia

e Inovação

STRICTO SENSU

O programa de Stricto Sensu

oferece 14 opções de Mestrado

e sete de Doutorado. Atualmente,

são desenvolvidas cerca de 1500 dissertações e teses e 300 projetos de iniciação científica. Os projetos resultaram em 1380 publicações, sendo que 108 delas internacionais.

ESPECIAL

COMPROMISSO COM A

SINTONIA SOCIAL

Ricardo Tescarolo

Pró-Reitoria Comunitária

Para fazer da PUCPR “uma universi- dade de verdade”, somos convocados a assumir a vanguarda no processo perma- nente de humanização da sociedade pelo conhecimento, a matéria-prima de uma instituição de educação superior. Por de- finição, a nossa universidade deve cum- prir três tarefas principais: 1 - conservar e transmitir o patrimônio de conhecimento da humanidade (ensino); 2 - produzir no- vos conhecimentos (pesquisa); 3 - colo- cá-los à disposição de todas as pessoas (extensão). Além disso, a PUCPR, como univer- sidade católica, deve iluminar a busca da verdade pela experiência da fé. Para tanto, aceitamos a advertência de que “fé sem razão pode levar a mitos e supers- tições” e “razão sem fé não contempla a radicalidade do ser” (João Paulo II. Encíclica Fides et Ratio. Roma, 1998, n. 48). Portanto, a fé não se coloca fora da investigação científica, como que a limi- tá-la ou impedi-la, mas acima dela, como sua elevação e alargamento de horizonte (João Paulo II. Discurso aos participantes do Congresso das Universidades Católi- cas, 1989, n. 5). A Pró-Reitoria Comunitária e de Exten- são, evidentemente integrada ao conjunto da universidade, deve ser protagonista na formação para a cidadania, na humanização da socialização e gestão do conhecimento, nos processos de inclusão social, nos bene- fícios do progresso humano, no desenvolvi- mento integral e na emancipação da pessoa

26 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

da pessoa 2 6 • Vida Universitária • Fevereiro/2009 A nossa proposta educativa vale-se do que

A nossa proposta educativa vale-se do que é relevante aprender no mundo contemporâneo.

do que é relevante aprender no mundo contemporâneo. e na promoção de um quadro referencial de

e na promoção de um quadro referencial de humanismo e respeito à vida. Outra preocupação importante é a de

ir ao encontro das principais questões que

afetam a humanidade. Isso supõe relacio- namento estreito com a comunidade na qual nos inserimos. Nossos projetos de ação comunitária e de extensão estão in- tegrados às complexas realidades atuais,

buscando propor soluções aos problemas que comprometem a dignidade humana e

o desenvolvimento sustentável.

AlunOS DIFEREnCIADOS As ações comunitárias da PUCPR,

reforçando o seu compromisso global de sintonia social, fazem parte efetiva do projeto pedagógico e da matriz curricular, visando à formação integral dos seus alu- nos. A presença dos jovens tem signifi- cado especial, pois em suas mãos está a possibilidade de construirmos um mun- do melhor. Tal esperança só vai realizar- se, porém, se a nossa educação envolver os jovens na transformação do mundo, empenhando-os em ações concretas de solidariedade, como é o caso do “Projeto Comunitário”, iniciativa única e pioneira de conscientização socioambiental na educação superior brasileira. Com isso, a PUCPR busca desenvolver ou aprimorar nos estudantes uma formação que har- moniza “a excelência do desenvolvimen-

to humanístico e cultural com a formação

profissional especializada” (João Paulo II. Constituição Apostólica Ex Corde Eccle- siae, n. 23). Essa formação integral é, hoje, critério e condição para a inserção no mundo do trabalho.

A nossa proposta educativa vale-se do que é relevante aprender no mundo contemporâneo. Isso significa que não basta mais armazenar, memorizar e pro-

cessar dados e informações ou capacitar-

se tecnicamente para uma profissão, mas

implica estudar para ser capaz de des-

construir e reconstruir um sistema socio- ambientalmente comprometido e respon- sável de conhecimentos e competências. Portanto, importa estar consciente do que acontece no mundo, de modo a alimentar

o empenho pessoal e comunitário para

ajudar a melhorar as condições de vida da humanidade e do nosso planeta.

PROJETO COMUNITÁRIO

Com a preocupação de formar de modo integral profissionais

e cidadãos competentes, comprometidos com a vida e o

desenvolvimento da sociedade, é a única instituição com

a disciplina Projeto Comunitário. No primeiro semestre de

2008, o Projeto contou com 99 parceiros, com atuação em 128 locais diferentes, em 28 municípios paranaenses. A cada semestre mais de duas mil atividades são desenvolvidas, essas inseridas em cerca de 300 projetos diferentes. Além disso, a PUCPR desenvolve programas como o Centro Social

Champagnat e o Programa de Ação Comunitária e Ambiental (ProAção), que estão presentes em sete municípios. São diferenciais como estes que tornam a PUCPR referência em compromisso social.

VIDA UNIVERSITÁRIA

VIDA UNIVERSITÁRIA QUEM Camila dos Santos Rosa O QUE Calouro do curso de Nutrição ONDE Câmpus

QUEM Camila dos Santos Rosa O QUE Calouro do curso de Nutrição ONDE Câmpus Maringá

QUEM Carina Dotto, Anne Caroline Schmitz, Meirieli Nunes O QUE Calouras dos cursos de Enfermagem e Agronomia ONDE Câmpus Toledo

dos cursos de Enfermagem e Agronomia ONDE Câmpus Toledo 2 8 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

28 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

Toledo 2 8 • Vida Universitária • Fevereiro/2009 QUEM Thaís Rodrigues C. Gouvêa e Quézia U.

QUEM Thaís Rodrigues C. Gouvêa e Quézia U. Silva

O QUE Calouras do curso de Direito

ONDE Câmpus Maringá

O QUE Calouras do curso de Direito ONDE Câmpus Maringá QUEM Kawana Nyere e Camila Araújo

QUEM Kawana Nyere e Camila Araújo

O QUE Calouras do curso de Direito

ONDE Câmpus Londrina

QUEM Laís Gulin Lins Machado e Serenna Belforte O QUE Designer em Moda ONDE Câmpus
QUEM Laís Gulin Lins Machado e Serenna Belforte O QUE Designer em Moda ONDE Câmpus

QUEM Laís Gulin Lins Machado e Serenna Belforte O QUE Designer em Moda ONDE Câmpus Curitiba

QUEM Adelino Ferreira, Raíssa Marvulle, Mariana Fernandes, Ana Cláudia Gonçalves Ferreira O QUE Calouros do curso de Direito ONDE Câmpus Londrina

QUEM Thiago Nogueira, Wesley de Godoy, Josias Romeiro

e

DJonh Denys dos Reis.

O

QUE Calouros do curso de Filosofia

ONDE Câmpus Maringá
ONDE Câmpus Maringá

VEM AÍ

12 /02

25 /02

27

02

02

/02

/03

/03

ConFira a prograMação CoMpLeTa no porTaL WWW.puCpr.Br

/03 ConFira a prograMação CoMpLeTa no porTaL WWW.puCpr.Br TOEIC - Começa a segunda turma do Curso

TOEIC - Começa a segunda turma do Curso Preparatório para o TOEIC (Test of English for International Communication), oferecido pelo Núcleo de Línguas da PUCPR. O teste verifica o nível de proficiência em inglês e começou a ser aplicado pela PUCPR o ano passado. O preparatório enfoca leitura e compreensão de textos escritos, compreensão auditiva, revisão gramatical e inclui prática de testes. O curso, de 36 horas, será oferecido às quintas-feiras, das 19h às 22h. O valor é R$ 438,00 e pode ser parcelado em três vezes. As inscrições podem ser feitas pelo site da PUCPR. Mais informações (41) 3271-2583.

CISCO CCNA - Estão abertas até dia 25 de fevereiro as inscrições para o curso de extensão Cisco CCnA – Módulos 1, 2, 3 e 4. Promovido pela PUCPR, entre os dias 3 de março e 14 de dezembro, o curso será ministrado pela Academia Oficial Cisco e o aluno receberá um Certificado de Curso de Extensão emitido pela universidade. Também terá acesso a todo currículo oficial CCNA da Cisco Systems, ao Sistema de Provas via WEB e a laboratório com equipamentos próprios utilizados no currículo. O horário das aulas será das 19h às 23h, às terças-feiras, no Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CTCH), Câmpus Curitiba. O custo é 13 parcelas de R$ 310,00. Mais informações: (41)

3271-2191

SAÚDE MULHER - Termina dia 27 de fevereiro o prazo de inscrição via internet para O Especial Saúde Mulher, que tem a PUCPR como um dos apoiadores. O encontro vai reunir, entre 10 e 12 de março, simpósios com temas relacionados ao universo feminino. Os professores de Medicina da PUCPR Lídia Moura, Francisco Maia da Silva, Paulo Brofman, Vivian Ferreira do Amaral e a diretora do curso de Nutrição, Helena Simonard, participarão do evento. Podem participar o público científico e comunitário (leigo). As inscrições para os alunos de graduação da PUCPR terão 60% de desconto e para os alunos de pós-graduação 30%, segundo a organização do evento. Mais informações e inscrição no site www. especialsaudedamulher.com.br

NÚCLEO DE LÍNGUAS - As inscrições para os cursos regulares do núcleo de línguas da PuCPR (Inglês, Francês e Espanhol) podem ser feitas até dia 2 de março. O horário de atendimento do Núcleo é de segunda a sexta-feira, das 17h às 19h, e aos sábados das 8h às 12h15, no Bloco de Humanas do Câmpus Curitiba. Confira os horários dos cursos ofertados para 2009 no site www.pucpr. br/cursos/extensao

REPORTAGEM CINEMATOGRÁFICA - Também no dia 2 de março começa o Curso Intensivo de Reportagem Cinematográfica, promovido pela PUCPR em parceria com a Rede Paranaense de Comunicação (RPC). O objetivo do curso é aprimorar a formação do profissional na área de telejornalismo, por meio de atividades práticas como produção de matérias, simulações e realização de telejornais na TV Treino, e aulas teóricas.

30 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

REGISTROS

01
01

do II Torneio de Gestão Empresarial pro-

movido pela PUCPR. Segundo Kubrusly,

há muita criatividade no País e o quadro

“Me Leva Brasil” surgiu justamente para

provar que o povo brasileiro é criativo.

O jornalista selecionou episódios da

série que mostram exemplos de em- preendedorismo e criatividade, como o do brasileiro analfabeto que construiu uma casa sem gastar um real, utilizando apenas materiais encontrados na rua, e da proprietária de uma funerária que implantou uma série de diferenciais nos seus serviços.

3. O PROFESSOR MAnOEl CAM- POS AlMEIDA dos cursos de Matemá-

1. A unIvERSIDADE DO AlABA- MA firmou parceria com a PUCPR para desenvolver pesquisas na área da saúde da mulher. A parceria envolve 1,5 mi- lhão para o projeto Rede de Controle de Tabaco, coordenado pela professora Regina Cruz, diretora do curso de Psi- cologia. Para o projeto Exames de Pre- venção do Câncer de Mama entre Mu-

lheres Brasileiras: Desenvolvimento de Estratégias Culturalmente Relevantes, que tem como uma das coordenadoras

a professora da PUCPR Ilma Siqueira,

foi destinado R$ 300 mil. A Agência PUC cumpriu seu papel intermediando

a

relação entre a PUCPR e a Universi-

ty

Alabama at Birmingham (UAB), bem

como oferecerá apoio executivo aos projetos.

2. M A u R í CIO ku BR u S ly minis - trou palestra em Dezembro de 2008 na

32 • Vida Universitária • Fevereiro/2009

02
02

PUCPR. O repórter do programa Fantás- tico, da TV Globo, e autor dos livros “13 Pontos” e “Me Leva Brasil” falou sobre Criatividade, encerrando as atividades

tica e Física esteve em Berlim no final

de novembro a convite do Max Planck

Institut für Wissenschaftsgeschichte (Instituto Max Planck para a História

da Ciência), onde participou de dois workshops de pesquisa. No primeiro discutiram as origens da matemáti- ca védica e suas conexões com as da Mesopotâmia e da China, bem como a influência da matemática grega no de- senvolvimento posterior da matemática hindu. No segundo workshop procurou

decifrar a escrita cuneiforme de tabletes provindos da escavação do Palácio de Ebla que data de 2500-2000 a.C. des- coberto por arqueólogos italianos em

1970.

4. O CPPOM-PuCPR promoveu a exposição Viva a Vida Aquática em Guaratuba entre 7 de janeiro e 8 de

04
04
05
05

fevereiro. O destaque da III edição da mostra foi dado à Aquicultura Sus- tentável como ferramenta para pre- servação do meio ambiente. Além de

organismos nativos, foram expostas espécies cultiváveis. O objetivo do evento é conscientizar as pessoas que têm contato com o litoral paranaense

por meio do conhecimento das espé- cies que habitam a região. Para des- pertar a conscientização nas crianças, foram realizadas atividades que enfa- tizaram a importância da preservação dos ambientes aquáticos.

5. SERvIçO InéDITO DE ODOn- TOlOGIA foi implantado pela PUCPR este ano na Santa Casa de Curitiba. A iniciativa de oferecer o serviço, exclusi- vo para o atendimento a pacientes inter- nados no hospital, é do curso de Odon- tologia da PUCPR e tem como objetivo diminuir o nível de infecções bucais causadas pela cárie e por doença perio- dontal, bem como diagnosticar outros problemas estomatológicos como o câncer bucal. Os profissionais avaliam ainda as condições das próteses que os pacientes utilizam e dão orientações sobre a higiene bucal.

PRATELEIRA

PRATELEIRA O Professor e Doutorando em Administração, Prof. GiancarLo de cristo Leite , indica o Livro

O Professor e Doutorando em Administração, Prof. GiancarLo de cristo Leite, indica o Livro A Cabana, de William P. Young. Fenômeno americano de vendas, com quase dois milhões de exemplares vendidos, o livro aborda a diferença entre dor e sofrimento e mostra como curar o dor e reconquistar a esperança quando as coisas não vão bem. Baseado no desaparecimento de uma menina, a história mostra o sofrimento de toda uma família. Após quatro anos, o pai recebe um bilhete que mudaria sua vida.

quatro anos, o pai recebe um bilhete que mudaria sua vida. A Cabana William P. Young

A Cabana

William P. Young - EDITORA SExTANTE

sua vida. A Cabana William P. Young - EDITORA SExTANTE O mauricio KubrusLy é encontrar grandes
sua vida. A Cabana William P. Young - EDITORA SExTANTE O mauricio KubrusLy é encontrar grandes
sua vida. A Cabana William P. Young - EDITORA SExTANTE O mauricio KubrusLy é encontrar grandes

O

mauricio

KubrusLy

é

encontrar grandes personagens Brasil afora. Em visita à

repórter

famoso por

PUCPR, ele indicou aos leitores da Vida Universitária o CD de uma figura conhecida, mas que inicia uma nova fase na sua carreira. Trata-se do CD Sou, que marca a estréia solo do músico Marcelo Camelo (ex-Los Hermanos). “Sou”

é

um álbum único, com faixas introspectivas

e

arranjos muito sofisticados, onde há até

espaço para o piano erudito de Clara Sverner.

É sem dúvida um disco livre de conceitos

pré-estabelecidos e muito verdadeiro, assim como a obra que marca a carreira de Camelo.

Sou

Marcelo Camelo - Gravadora SonyBMG

a carreira de Camelo. Sou Marcelo Camelo - Gravadora SonyBMG A jornalista Karen Lisse FuKushima ,
a carreira de Camelo. Sou Marcelo Camelo - Gravadora SonyBMG A jornalista Karen Lisse FuKushima ,
a carreira de Camelo. Sou Marcelo Camelo - Gravadora SonyBMG A jornalista Karen Lisse FuKushima ,

A jornalista Karen Lisse FuKushima, recém-formada pela PUCPR, destaca que bons filmes são aqueles aos

quais podemos assistir várias vezes, ver e rever. A trilogia do Poderoso Chefão (The Godfather) é um desses casos. Todos os atores atuam de maneira espetacular sob a tutela de Coppola. Agora, remasterizada, a coleção que nunca sai das bancas é vendida a preços promocionais. Vale

a

pena conferir e ter em casa a história intensa

e

dramática da Família Corleone.

Trilogia O Poderoso Chefão:

The Coppola Restoration - 4 DVDs

Francis Ford Coppola Produtora Paramount Pictures

SELEçãO DE FILMES qUE VOCê ENCONTRA NA BIBLIOTECA DA PUCPR, COM O TEMA

GASTRONOMIA

ENCONTRA NA BIBLIOTECA DA PUCPR, COM O TEMA GASTRONOMIA Festa de FantástiCa BaBette FáBriCa de ChoColate
Festa de FantástiCa BaBette FáBriCa de ChoColate tempero da Vida ChoColate saBor da paixão
Festa de
FantástiCa
BaBette
FáBriCa de
ChoColate
tempero da Vida
ChoColate
saBor da paixão

34 • Vida Universitária • Fevereiro/2009