Você está na página 1de 6

Série Gênesis – Passos tornos pelo caminho reto – Mensagem 2

Série Gênesis – Passos tortos pelo Caminho reto – Mensagem 2a

O homem precisa da mulher, e vice-e-versa!


(Texto: Gn 2:15~25)

1. Introdução.

Começa a história do homem. Mas como tudo na Bíblia, essa história começa com a
ação soberana de Deus sobre a vida dos seres humanos. Deus nunca os deixa
desamparados. Ele zela e cuida deles. Supre todas as suas faltas, e é glorificado.

Homem e mulher. O segundo relacionamento mais antigo que se tem notícia. O


primeiro é o relacionamento que Adão teve com Deus antes da criação de Eva, antes da
queda.

Deus criou todas as coisas de maneira soberana. Tudo foi feito por Ele e para ele. Essa é
a conclusão de Gn 1. Gênesis 2 começa com a instituição do sábado, como dia de
descanso (v. 1, 2) e em seguida uma descrição preliminar do mundo logo após a criação,
com uma ênfase especial à localização do Jardim do Éden (v. 3~14). Logo que Deus fez
todas as coisas e viu que tudo estava muito bom, ele passou a observar como vivia a sua
maior criação.

A partir do v. 15, temos a narração da história do homem propriamente dita. A criação


do homem e da mulher ocupa posição central nesse capítulo. Essa descrição é um
complemento à questão do "imago Dei" do primeiro capítulo.

Porém, surge uma questão crucial: “Não é bom” o homem viver só. Essa expressão é
um contraste marcante com as seis declarações “era bom” do capítulo 1. O conjunto da
criação estava boa, mas o olhar pata a particularidade do homem indicava que o
propósito de Deus ainda não fora atingido. O homem sozinho não poderia se multiplicar
e dominar a terra. Por isso, Deus faz a mulher, terminando toda a obra da criação. O
relacionamento entre homem e mulher e a formação da família são as bênçãos mais
antigas que o ser humano desfruta de Deus. Em um mundo onde esses conceitos estão
sendo cada vez mais denegridos, devemos voltar ao plano original de Deus.

O que Deus nos revela é que a mulher foi criada como um complemento para o homem.
O homem só é visto de forma completa com a mulher. Assim, nem um, nem outro
assumem posto de supremacia ontológica, pelo contrário, Paulo nos ensina que tanto um
quanto o outro devem se sujeita por temor de Cristo.

Deus é o Deus que criou o relacionamento entre homem e mulher, o casamento, o sexo,
a família. Sendo assim, Deus deve ser o centro de tudo isso também. Relacionamento
sem Deus é essencialmente sem sentido e sem propósito. Sexo sem Deus é maldição.

Deus gosta de ver um relacionamento verdadeiro entre homem e mulher. Aliás, isso é
celebrado da Bíblia. O problema é se nós colocamos Deus como prioridade ou não.

a
Pregado no dia 12 de dezembro de 2009.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com


Série Gênesis – Passos tornos pelo caminho reto – Mensagem 2

2. O texto (Gn 2:15~25)


15
O SENHOR Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e
cultivá-lob. 16 E o SENHOR Deus ordenou ao homem: “Coma livremente de qualquer
árvore do jardim, 17 mas não coma da árvore do conhecimento do bem e do mal, porque
no dia em que dela comer, certamente você morrerá”.
18
Então o SENHOR Deus declarou: “Não é bomc que o homem esteja sód; farei
para ele alguém que o auxiliee e lhe correspondaf”. 19 Depois que formou da terra todos
os animais do campo e todas as aves do céu, o SENHOR Deus os trouxe ao homem para
ver como este lhes chamaria; e o nome que o homem desse a cada ser vivo, esse seria o
seu nome. 20 Assim o homem deu nomes a todos os rebanhos domésticos, às aves do
céu e a todos os animais selvagens. Todavia não se encontrou para o homemg alguém
que o auxiliasse e lhe correspondesse.
21
Então o SENHOR Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este
dormia, tirou-lhe uma das costelash, fechando o lugar com carne. 22 Com a costela que
havia tirado do homem, o SENHOR Deus fez uma mulher e a levou até ele.
23
Disse então o homem:
“Esta, sim, é osso dos meus ossos
e carne da minha carne!
Ela será chamada mulher,
porque do homemi foi tirada”.
24
Por essa razão, o homem deixaráj pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se
tornarão uma só carnek.
25
O homem e sua mulher viviam nus, e não sentiam vergonha.

3. Exposição do texto.

1. Deus não criou ninguém para ficar sozinho.

Deus é um bom observador. Ele criou todas as coisas e viu que tudo era "muito bom".
Ele resolveu dar uma olhada para atenta para o homem, que fora criado "a sua imagem,
conforme sua semelhança". Após ver como Adão se "virava" no Jardim do Éden, Ele
chegou numa conclusão impressionante: "Não é boml que o homem esteja só": ~d"a'h' tAyh/
bAj-alo ~yhiloa/ hw"hy> rm,aOYw: (Gn 2:18). É a primeira vez que a expressão "não é bom" aparece
após por seis vezes ser declarado que Deus achava "bom" toda a criação.

b
2.15 Esse é o sentido do que o texto em Gn diz sobre "dominar", cf. Gn 1:28
c
2.18 O ato do homem está só não corresponde com o propósito de Deus expresso em Gn 1:28
d
2.18 Hebraico, "The being of man by himself is not good", cf. NET Bible
e
2.18 Hebraico rz<[e, "ajudadora", "cooperadora", não tem sentido contextualmente de ser inferior, mas "A Helper
Equal to Him", expressando uma "indispensable companion", cf. NET Bible
f
2.18 Hebraico ADg>n<K., "de acordo com o oposto dele". Denota ideia de correspondência.
g
2.20 Ou Adão. No hebraico, ~d"a' aparece sem o artigo, que indica que se trata de um nome próprio. A NVI traduz
como "homem". Essa palavra vem de hm'd"a], que significa "solo", "solo fértil": Deus fez o homem do hm'd"a]. Diferente
da "terra" genérica #r<a,.
h
2.21 Ou parte de um dos lados do homem; também no versículo 22.
i
2.23 Os termos homem (vayI) e mulher (hv'yI) formam um jogo de palavras no hebraico.
j
2.23 Hebraico bz"[', "abandonar", "esquecer", "deixar". No contexto é uma hipérbole usada para mostrar a mudança
de perspectiva do homem ao encontrar sua mulher e casar-se com ela. cf. NET Bible.
k
2.24 Hebraico, rf'B', que indica, no caso, união familiar com a perspectiva de uma formação de família, não somente
o ato sexual cf. Wolff, AAT.
l
2.18 O ato do homem está só não corresponde com o propósito de Deus expresso em Gn 1:28.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com


Série Gênesis – Passos tornos pelo caminho reto – Mensagem 2

Deus fez com que Adão convivesse com todos os animais no Jardim. Ele dava nome,
brincava com eles, cuidava deles. "Depois que formou da terra todos os animais do
campo e todas as aves do céu, o SENHOR Deus os trouxe ao homem para ver como este
lhes chamaria; e o nome que o homem desse a cada ser vivo, esse seria o seu nome.
Assim o homem deu nomes a todos os rebanhos domésticos, às aves do céu e a todos os
animais selvagens." (Gn 2:19,20). Pelo que podemos ver, Adão usava a sua capacidade
máxima do cérebro. Hoje, pesquisas indicam que usamos apenas de 10% do potencial
total do cérebro. Tal era a condição humana antes da Queda.

Porém, o interessante é que Deus via que mesmo Adão cuidando de todos os animais
ainda não estava bom. Faltava alguém como ele. Assim Deus disse: "farei para ele
alguém que o auxiliem e lhe correspondan" (Gn 2:18). Ninguém foi criado para viver
sozinho. O que Deus tem em mente para o homem é que ele desfrute de relacionamento
não somente com Deus, mas também com os seus semelhantes.

O ser humano não pode cumprir com o seu destino em nenhuma outra maneira a não ser
pela assistência mútua. F. Delitzscho.

Vários são os versículos que aconselham o homem a não ficar sozinho:


9
É melhor ter companhia
do que estar sozinho,
porque maior é
a recompensa do trabalho
de duas pessoas.
10
Se um cair,
o amigo pode ajudá-lo a levantar-se.
Mas pobre do homem que cai
e não tem quem o ajude a levantar-se!
11
E se dois dormirem juntos,
vão manter-se aquecidos.
Como, porém,
manter-se aquecido sozinho?
12
Um homem sozinho pode ser vencido,
mas dois conseguem defender-se.
Um cordão de três dobras
não se rompe com facilidade. (Ec 4:9~12)
1
Quem se isola
busca interesses egoístas
e se rebela contra a sensatez. (Pv 1:18)

Na concepção bíblica do ser humano, ficar sozinho não é o propósito original que Deus
planejou para sua mais bela criatura.

m
2.18 Hebraico rz<[e, "ajudadora", "cooperadora", não tem sentido contextualmente de ser inferior, mas "A Helper
Equal to Him", expressando uma "indispensable companion", cf. NET Bible, Westermann pag. 227.
n
2.18 Hebraico ADg>n<K., "de acordo com o oposto dele". Denota ideia de correspondência.
o
Cf. Westermann.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com


Série Gênesis – Passos tornos pelo caminho reto – Mensagem 2

Se você está sozinho, não fique triste. Confie em Deus. Se Deus cuidou de você até hoje,
Ele certamente terminará a grande obra da sua vida. Nunca esqueça do que Jesus falou
em Mateus 6:
28
“Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os
lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. 29 Contudo, eu lhes digo que
nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. 30 Se Deus
veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não
vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé? 31 Portanto, não se
preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘Que vamos beber?’ ou ‘Que
vamos vestir?’ 32 Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai
celestial sabe que vocês precisam delas. 33 Busquem, pois, em primeiro lugar o
Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas. 34
Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará as suas
próprias preocupações. Basta a cada dia o seu próprio mal.

2. O homem e a mulher devem se "corresponder".

"farei para ele alguém que o auxiliep e lhe correspondaq" (Gn 1:18b). Homem e mulher
são duas figuras que se complementam na bíblia. Nenhum dos dois, na vasta maioria
dos casos, foi pensado para viver separado um do outro. Essa carência que sentimos,
essa falta, quase algo existencial, que temos do sexo oposto é algo divinamente
inspirado e planejado.

O mundo tem deturpado a nossa visão de um relacionamento entre homem e mulher. O


mundo tem ultrapassado todas as barreiras jogando esse relacionamento em algo muito
simplório, imoral e "raso". Por causa disso, às vezes temos um tremendo anseio de ter
um relacionamento sério com alguém com medo em incorrer em algum pecado. Porém,
gosta de alguém, se relacionar e envolver não são atos ruins, pelo contrário, se pautados
pela palavra e pela presença de Deus são grande bênção.

Auxiliar e corresponder significa também que ninguém é responsável totalmente pelo


seu próprio nariz. Todos nós devemos nos submeter um ao outro. Não há campo mais
propício para o exercício dessa submissão e cobrança mútua do que no casamento. Da
mesma forma que a mulher se sujeita ao marido, o marido deve corresponder com seu
amor. O relacionamento é uma via de mão dupla.

Você está à procura de alguém, busque aquela pessoa que te possa complementar.
Geralmente dizemos que os opostos se atraem. Em parte é verdade, porque as virtudes
que eu não tenho, podem ser aperfeiçoadas na pessoa do meu marido, ou esposa. Se
você já tem alguém, lembre-se sempre em buscar apoio e correspondência nele(a).

p
2.18 Hebraico rz<[e, "ajudadora", "cooperadora", não tem sentido contextualmente de ser inferior, mas "A Helper
Equal to Him", expressando uma "indispensable companion", cf. NET Bible
q
2.18 Hebraico ADg>n<K., "de acordo com o oposto dele". Denota ideia de correspondência.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com


Série Gênesis – Passos tornos pelo caminho reto – Mensagem 2

3. A mulher é igual ao homem

"Então o SENHOR Deus fez o homem cair em profundo sono e, enquanto este dormia,
tirou-lhe uma das costelas r , fechando o lugar com carne. Com a costela que havia
tirado do homem, o SENHOR Deus fez uma mulher e a levou até ele" (Gn 1:21,22).

"É aqui que a criação da humanidade atinge o seu alvo planejado por Deus; Sua obra
agora se completou." C. Westermann.

Deus, vendo que Adão estava só, e que essa condição não era boa para ele, fez com que
ele dormisse profundamente e retirou uma costela para fazer uma mulher. O que isso
indica? O homem e a mulher são iguais perante Deus, e diante deles próprios. A mulher
é feita da mesma essência material do homem. A questão é só de quem veio primeiro.

Homem e mulher possuem essências iguais, porém, eles possuem economias diferentes.
O homem é "imagem e semelhança de Deus", tanto quanto a mulher:"Criou Deus o
homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulherd os criou." (Gn
1:27), porém, o homem possui uma função de "cabeça" da relação. Isso, de maneira
nenhuma indica inferioridade, mas apenas diferença funcional.

Um versículo que é muito mal entendido é Efésios 5:22ss:


22
Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, 23 pois o
marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o
seu corpo, do qual ele é o Salvador. 24 Assim como a igreja está sujeita a Cristo,
também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos.
25
Maridos, ame cada um a sua mulher, assim como Cristo amou a igreja
e entregou-se por ela 26 para santificá-la, tendo-a purificado pelo lavar da água
mediante a palavra, 27 e para apresentá-la a si mesmo como igreja gloriosa, sem
mancha nem ruga ou coisa semelhante, mas santa e inculpável. 28 Da mesma
forma, os maridos devem amar cada um a sua mulher como a seu próprio corpo.
Quem ama sua mulher, ama a si mesmo.

As pessoas ao lerem essa passagem logo ressaltam a necessidade de que a mulher deve
se sujeitar ao homem, mas o detalhe é que o versículo 21 diz: "Sujeitem-se uns aos
outros, por temor a Cristo." (Ef 5:21).

4. Se separar da família para formar uma nova família.

"Por essa razão, o homem deixará s pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se
tornarão uma só carnet." (Gn 2:24). Esse versículo é repetido por Jesus e Por Paulo (Ef
5:31). Quando há uma repetição de conceitos iguais é porque devemos nos atentar. O
que significa "deixar"?

r
2.21 Ou parte de um dos lados do homem; também no versículo 22.
s
2.23 Hebraico bz"[', "abandonar", "esquecer", "deixar". No contexto é uma hipérbole usada para mostrar a mudança
de perspectiva do homem ao encontrar sua mulher e casar-se com ela. cf. NET Bible.
t
2.24 Hebraico, rf'B', que indica, no caso, união familiar com a perspectiva de uma formação de família, não somente
o ato sexual cf. Wolff, AAT.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com


Série Gênesis – Passos tornos pelo caminho reto – Mensagem 2

Quando casamos, um novo mundo abre-se diante de nós. Não mais somos dependentes
dos nossos pais. Somos cabeças dos nossos próprios lares. Por isso, há a necessidade de
que, a partir do casamento, o casal seja independente para formar a sua estrutura e
também o seu ministério.

Por outro lado, pode também indicar a mudança radical de pensamento que o casamento
traz na vida do casal. A partir de então, o casal não pode se separar. O homem não pode
pensar por si próprio e nem a mulher. Tem que haver correspondência, submissão
mútua, respeito, amor.

E quando duas pessoas saem de suas casas e se unem formando uma só rf'B', não implica
apenas no ato sexual, mas, sobretudo, da união que deve se formar e manter a partir de
então. "Essa união é também espiritual, a mais completa comunidade pessoal u ". O
objetivo maior de Deus, numa relação séria entre um homem e uma mulher é a
formação de uma família. Deus quer que através do casamento, as pessoas possam
experimentar em parte do mistério que Deus mesmo experimenta que é a Trindade. O
casamento é a manifestação física, em miniatura, do Ministério da Trindade. Da mesma
forma que Deus é Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, que coexistem e se amam
eternamente, Deus quer que possamos participar desse mesmo mistério, tendo um
relacionamento profundo com alguém do sexo oposto.

Tudo o que Deus fez partiu da família. A igreja é a grande família. O Reino de Deus é a
família dos Filhos de Deus. Nunca menospreza a família. Seja uma pessoa que coloque
a família logo após Deus em prioridade. Lembre-se que até a igreja deve vir depois que
a família.

Conclusão

Esse é o modelo que devemos seguir para ter, e procurar ter, um relacionamento sadio
com o sexo oposto. Deus criou o homem para ter uma companhia. A mulher
complementa o homem. Por isso, Deus abençoou essa união desde o princípio. Não
fique preocupado se você está a procura dessa "costela perdida". Não faz parte do texto,
mas podemos ter algumas dicas de como procurar a pessoa certa:

1. Se submeta a Deus. Confie Nele. Leia 1 Pe 5:6,7


2. Ore a Deus. Espere Nele. Descanse Nele. Leia Fl 4:6,7
3. Busque alguém que seja cristão(ã). Leia 2 Co 6:14
4. Fique atento às oportunidades.
5. Nunca se menospreze. Lembre-se que o plano de Deus não é deixar você
sozinho.
6. Cuide-se: o como você se cuida revelará como você cuidará da outra pessoa.
7. A bênção dos pais é uma das maiores indicações da bênção de Deus (pode haver
exceção).
8. Repare como a pessoa cuida de seus próprios pais. Isso dará uma dica a respeito
da personalidade da pessoa.
9. Busque direção de Deus para encontrar uma pessoa que tenha uma mesma visão
e chamado que você.
10. Nunca confunda necessidade espiritual com carência afetiva.

u
Cf. Westermann.

Paulo Sung Ho Won – www.sunghojd.blogspot.com