Você está na página 1de 62
@profdecioterror Décio Terror Filho Esta aula é continuação da que se encontra no seguinte link:

@profdecioterror Décio Terror Filho

Esta aula é continuação da que se encontra no seguinte link:

aula é continuação da que se encontra no seguinte link: https://www.youtube.com/watch?v=JYoeS_Ro3Jc (32) 98447 5981

(32) 98447 5981

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Questão 21: TRE GO 2015 Técnico Judiciário (banca CESPE)

Fragmento do texto: Em 1880, o deputado Rui Barbosa, da Bahia, redigiu, a pedido do

presidente do Conselho de Ministros, José Antônio Saraiva, o projeto de lei de reforma eleitoral. Em abril de 1880, o Ministério do Império enviaria o documento à Câmara dos Deputados. Aprovado posteriormente pelo Senado, em janeiro do ano seguinte seria

transformado no Decreto n.º 3.029 e ficaria popularmente conhecido como Lei Saraiva. Por

intermédio dela, seriam instituídas eleições diretas no país para todos os cargos, à exceção do de regente, amparado pelo Ato Adicional.

O tempo empregado nas formas verbais “enviaria” (linha 3), “seria transformado” (linhas 4

e 5), “ficaria” (linha 5) e “seriam instituídas” (linha 6) dá a entender que as ações

correspondentes a essas formas verbais não se concretizaram, de fato, no ano de 1880.

que as ações correspondentes a essas formas verbais não se concretizaram, de fato, no ano de

Prof. Terror

Questão 22: TJSE 2014 Analista (banca CESPE)

Fragmento do texto: Com todas as letras, as Ordenações Filipinas asseguravam ao marido o direito de matar a mulher caso a apanhasse em adultério. Também podia matá-la por meramente suspeitar de traição. Previa-se um único caso de punição: sendo o marido traído um “peão” e o amante de sua mulher uma “pessoa de maior qualidade”, o assassino poderia ser condenado a três anos de desterro na África.

O emprego do futuro do pretérito em “poderia” (linha 5) indica que a situação apresentada

na oração é não factual, ou seja, é hipotética.

(linha 5) indica que a situação apresentada na oração é não factual, ou seja, é hipotética.

Prof. Terror

eu tu estud estud s vend vend s permit permit s ele nós vós eles

eu

tu

estud

estud s

estud estud s
estud estud s

vend

vend s

vend vend s
vend vend s

permit

permit s

permit permit s
permit permit s

ele

nós

vós

eles

estud

estud mos

estud estud mos estud is estud m
estud estud mos estud is estud m

estud is

estud estud mos estud is estud m

estud m

estud estud mos estud is estud m

vend

vend mos

vend vend mos vend is vend m
vend vend mos vend is vend m

vend is

vend vend mos vend is vend m

vend m

vend vend mos vend is vend m

permit

permit mos

permit is permit m

permit permit mos permit is permit m
permit permit mos permit is permit m
permit permit mos permit is permit m
permit permit mos permit is permit m
estud is estud m vend vend mos vend is vend m permit permit mos permit is

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror

Questão 23: TRT RR 2015 Técnico Judiciário (banca FCC)

(nem creio que venha a ter)

O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo em que se encontra o sublinhado acima

está em:

(A)

que existam pássaros

(B)

que ele entendia

(C)

o que lhes ensinam

(D)

que assim se chama.

(E)

que uns dizem com voz rouca

entendia (C) o que lhes ensinam (D) que assim se chama. (E) que uns dizem com

Prof. Terror

Questão 24: TRT 4ªR 2015 Técnico Judiciário (banca FCC)

Antes mesmo que tu lhe saibas o misterioso sentido:

O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo em que se encontra o verbo sublinhado

acima está em:

a) Cujas palavras sumarentas escorram

b) Não se metem com ninguém.

c) Bastam-se.

d) João vem!

e) Morre, João

Cujas palavras sumarentas escorram b) Não se metem com ninguém. c) Bastam-se. d) João vem! e)

Prof. Terror

Questão 25: TRT 15ªR 2015 Técnico Judiciário (banca FCC)

Embora M. Rodrigues Lapa [

O verbo flexionado nos mesmos tempo e modo que o grifado acima está empregado em:

] empregue esse termo como “ânsia do infinito”

(A)

que Rodrigues Lapa atribuiu à saudade.

(B)

e para os conteúdos perdidos que o passado abrigava.

(C)

sem que, contudo, lhe seja inerente toda a escala cromática de valores

(D)

que relembra os tempos idos

(E)

ao passo que a sehnsuchtseria a expressão da adolescência

que relembra os tempos idos (E) ao passo que a “ sehnsucht ” seria a expressão

Prof. Terror

Questão 26: Detran - ES / 2011 / nível médio (banca CESPE)

Fragmento de texto: Como as opções alternativas ao transporte individual são pouco eficientes, pela falta de conforto, segurança ou rapidez, as pessoas continuam optando pelos automóveis, motocicletas ou mesmo táxis, ainda que permaneçam presas no trânsito”, afirma S. G., profissional da área de desenvolvimento sustentável.

No trecho “ainda que permaneçam”, o emprego da forma verbal no modo subjuntivo é

obrigatório em razão da presença da locução conjuntiva “ainda que”.

verbal no modo subjuntivo é obrigatório em razão da presença da locução conjuntiva “ainda que” .

Prof. Terror

eu estud a vend e permit i tu estud a s vend e s permit

eu

estuda

eu estud a vend e permit i

vende

eu estud a vend e permit i

permiti

eu estud a vend e permit i

tu

estuda

tu estud a s vend e s permit i s

s

vende

tu estud a s vend e s permit i s

s

permiti

tu estud a s vend e s permit i s

s

ele

estuda

ele estud a vend e permit i

vende

ele estud a vend e permit i

permiti

ele estud a vend e permit i

nós

estudá

nós estud á mos vend ê mos permit í mos

mos

vendê

nós estud á mos vend ê mos permit í mos

mos

permití

nós estud á mos vend ê mos permit í mos

mos

vós

estudá

vós estud á is vend ê is permit í is

is

vendê

vós estud á is vend ê is permit í is

is

permití

vós estud á is vend ê is permit í is

is

eles

estuda

eles estud a m vend e m permit i m

m

vende

eles estud a m vend e m permit i m

m

permiti

eles estud a m vend e m permit i m

m

estud á is vend ê is permit í is eles estud a m vend e m

Prof. Terror

Questão 27: EBSERH/HUJM-UFMT 2014 Assistente Administrativo (banca AOCP)

Em “E se o pote de maionese aberto na geladeira avisasse quando está prestes a estragar?”, a forma verbal destacada se encontra conjugada no

(A) futuro do modo subjuntivo.

(B)

perfeito do modo indicativo.

(C)

futuro do pretérito do modo indicativo.

(D)

presente do modo subjuntivo.

(E) imperfeito do modo subjuntivo.

do pretérito do modo indicativo. (D) presente do modo subjuntivo. (E) imperfeito do modo subjuntivo. Prof.

Prof. Terror

eu estud a vend e permit i tu estud a es vend e es permit

eu

estuda

eu estud a vend e permit i

vende

eu estud a vend e permit i

permiti

eu estud a vend e permit i

tu

estuda

tu estud a es vend e es permit i es

es

vende

tu estud a es vend e es permit i es

es

permiti

tu estud a es vend e es permit i es

es

ele

estuda

ele estud a vend e permit i

vende

ele estud a vend e permit i

permiti

ele estud a vend e permit i

nós

estuda

nós estud a mos vend e mos permit i mos

mos

vende

nós estud a mos vend e mos permit i mos

mos

permiti

nós estud a mos vend e mos permit i mos

mos

vós

estuda

vós estud a des vend e des permit i des

des

vende

vós estud a des vend e des permit i des

des

permiti

vós estud a des vend e des permit i des

des

eles

estuda

eles estud a em vend e em permit i em

em

vende

eles estud a em vend e em permit i em

em

permiti

eles estud a em vend e em permit i em

em

a des vend e des permit i des eles estud a em vend e em permit

Prof. Terror

Questão 28: CASAN 2016 Administrador (banca AOCP)

Em “[ Isso quer dizer que, mesmo se você estiver fazendo tudo isso e o nível dos

os

reservatórios continuar caindo, aí seria necessário acionar o nível de emergência [ verbos em destaque estão

]

]”

(A)

ambos no modo imperativo.

(B)

ambos no modo indicativo.

(C)

respectivamente no modo subjuntivo e no imperativo.

(D) respectivamente no modo subjuntivo e no indicativo.

(E) ambos no modo subjuntivo.

e no imperativo. (D) respectivamente no modo subjuntivo e no indicativo. (E) ambos no modo subjuntivo.

Prof. Terror

Questão 29: EBSERH/HUSM-UFSM 2014 Assistente Administrativo (banca AOCP)

Em “Se o teste genético estiver disponível no

”,

a forma verbal em destaque está conjugada

(A)

presente do indicativo.

(B)

futuro do presente do indicativo.

(C)

futuro do subjuntivo.

(D)

futuro do pretérito do indicativo.

(E)

pretérito imperfeito do subjuntivo.

do subjuntivo. (D) futuro do pretérito do indicativo. (E) pretérito imperfeito do subjuntivo. Prof. Terror

Prof. Terror

  ESQUEMA DE FORMAÇÃO DOS TEMPOS DERIVADOS DO PRESENTE DO   INDICATIVO   PRESENTE DO
 

ESQUEMA DE FORMAÇÃO DOS TEMPOS DERIVADOS DO PRESENTE DO

 

INDICATIVO

 

PRESENTE DO INDICATIVO

IMPERATIVO

IMPERATIVO

PRESENTE DO SUBJUNTIVO

AFIRMATIVO

NEGATIVO

estudo

-

-

estud

estud

estudas

 
estud a s   estud a não estud s estud s

estuda

não estud s

não estud s
estud a s   estud a não estud s estud s

estud s

estud s

estuda

estud

estud
estud a estud não estud estud

não estud

não estud
estud a estud não estud estud

estud

estud

estudamos

estud mos

estud mos
estud a mos estud mos não estud mos estud mos

não estud mos

não estud mos
estud a mos estud mos não estud mos estud mos

estud mos

estud mos

estudais

estud a is estud a i não estud is estud is

estudai

não estud is

não estud is
estud a is estud a i não estud is estud is

estud is

estud is

estudam

 

estud m

estud m
estud a m   estud m não estud m estud m

não estud m

não estud m
estud a m   estud m não estud m estud m

estud m

estud m
is estud a i não estud is estud is estud a m   estud m não

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

  ESQUEMA DE FORMAÇÃO DOS TEMPOS DERIVADOS DO PRESENTE DO   INDICATIVO   PRESENTE DO
 

ESQUEMA DE FORMAÇÃO DOS TEMPOS DERIVADOS DO PRESENTE DO

 

INDICATIVO

 

PRESENTE DO INDICATIVO

IMPERATIVO

IMPERATIVO

PRESENTE DO SUBJUNTIVO

AFIRMATIVO

NEGATIVO

venho

 

-

-

venha

vens

 
ven s   vem não venhas venhas

vem

não venhas

ven s   vem não venhas venhas

venhas

vem

venha

vem venha não venha venha

não venha

vem venha não venha venha

venha

vimos

 

venhamos

vimos   venhamos não venhamos venhamos

não venhamos

vimos   venhamos não venhamos venhamos

venhamos

vindes

vinde s vinde não venhais venhais

vinde

não venhais

vinde s vinde não venhais venhais

venhais

vêm

venham

vêm venham não venham venham

não venham

vêm venham não venham venham

venham

venhamos vinde s vinde não venhais venhais vêm venham não venham venham Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Questão 30: EBSERH/HU-UFMA 2015 Analista Administrativo (banca AOCP)

De acordo com o contexto, em adeus a estes hábitos.”, o termo em destaque trata-se de

(A)

um verbo conjugado no presente do indicativo, que expressa uma certeza em relação

à ação realizada.

(B)

um verbo conjugado no futuro do subjuntivo, que expressa uma ação incerta.

(C)

um verbo conjugado no imperativo negativo, que expressa uma ordem ou conselho ao interlocutor do texto.

(D) um verbo conjugado no futuro do indicativo, que expressa uma certeza em relação à

ação realizada.

(E) um verbo conjugado no imperativo afirmativo, que expressa uma ordem ao interlocutor do texto.

realizada. (E) um verbo conjugado no imperativo afirmativo, que expressa uma ordem ao interlocutor do texto.

Prof. Terror

Questão 31: EBSERH/HULW-UFPB 2014 Assistente Administrativo (banca AOCP)

Em “Em vez disso, procure uma hora

(A) indica uma sugestão para uma possível ação.

(B) indica que uma ação foi concretizada.

”,

o verbo em destaque

(C)

indica a certeza de um fato prestes a acontecer.

(D)

está no futuro do presente do indicativo.

(E)

não indica qualquer ação, pois é verbo de estado.

está no futuro do presente do indicativo. (E) não indica qualquer ação, pois é verbo de

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Agora eu era o herói E o meu cavalo só falava inglês A noiva do

Agora eu era o herói

E o meu cavalo só falava inglês A noiva do cowboy Era você

Além das outras três

Eu enfrentava os batalhões Os alemães e seus canhões Guardava o meu bodoque

E ensaiava um rock

Para as matinês

( )

o meu bodoque E ensaiava um rock Para as matinês ( ) João e Maria Não,

João e Maria

Não, não fuja não

Finja que agora eu era o seu brinquedo Eu era o seu pião O seu bicho preferido

Sim, me dê a mão

A gente agora já não tinha medo No tempo da maldade Acho que a gente nem tinha nascido

Prof. Terror

Chico Buarque e Sivuca

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
@profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981

@profdecioterror Décio Terror Filho

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981

(32) 98447 5981

 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

 

via

vi

     
 

vias

       
 

via

viu

     
 

víamos

vimos

     
 

víeis

vistes

     
 

viam

viram

     
SUBJUNTIVO presente P. imperf. Futuro
SUBJUNTIVO
presente
P. imperf.
Futuro
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

faço

via

vi

     

fazes

vias

       

faz

via

viu

     

fazemos

víamos

vimos

     

fazeis

víeis

vistes

     

fazem

viam

viram

     
 

SUBJUNTIVO

 

presente

P. imperf.

Futuro

FAZER

faça

   

faças

   

faça

   

façamos

   

façais

   

façam

   
 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

vejo

Via

Vi

     

vês

Vias

       

vê

Via

Viu

     

vemos

Víamos

vimos

     

vedes

Víeis

vistes

     

veem

Viam

viram

     
 

SUBJUNTIVO

 

presente

P. imperf.

Futuro

VER

veja

   

vejas

   

veja

   

vejamos

   

vejais

   

vejam

   
 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

venho

         

vens

         

vem

         

vimos

         

vindes

         

vêm

         
 

SUBJUNTIVO

 

presente

P. imperf.

Futuro

VIR

venha

   

venhas

   

venha

   

venhamos

   

venhais

   

venham

   
 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

tenho

         

tens

         

tem

         

temos

         

tendes

         

têm

         
 

SUBJUNTIVO

 

presente

P. imperf.

Futuro

TER

tenha

   

tenhas

   

tenha

   

tenhamos

   

tenhais

   

tenham

   
 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

ponho

         

pões

         

põe

         

pomos

         

pondes

         

põem

         

SUBJUNTIVO

presente

P. imperf.

Futuro

ponha

ponhas

ponha

ponhamos

ponhais

ponham

    SUBJUNTIVO presente P. imperf. Futuro ponh a ponh a s ponh a ponh a

PÔR

Verbo

Verbo Prof. Terror
Verbo Prof. Terror

Prof. Terror

 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

faço

 

fiz

fizera

   

fazes

 

fizeste

fizeras

   

faz

 

fez

fizera

   

fazemos

 

fizemos

fizéramos

   

fazeis

 

fizestes

fizéreis

   

fazem

 

fizeram

fizeram

   
 

SUBJUNTIVO

FAZER

presente

P. imperf.

Futuro

faça

fizesse

fizer

faças

fizesses

fizeres

faça

fizesse

fizer

façamos

fizéssemos

fizermos

façais

fizésseis

fizerdes

façam

fizessem

fizerem

 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

vejo

 

vi

vira

   

vês

 

viste

viras

   

vê

 

viu

vira

   

vemos

 

vimos

ramos

   

vedes

 

vistes

reis

   

veem

 

viram

viram

   
 

SUBJUNTIVO

 
 

presente

P. imperf.

Futuro

 

VER

veja

visse

vir

ver

vejas

visses

vires

prever

     

veja

visse

vir

rever

     

vejamos

ssemos

virmos

antever

vejais

sseis

virdes

vejam

vissem

virem

 
 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

venho

 

vim

viera

   

vens

 

vieste

vieras

   

vem

 

veio

viera

   

vimos

 

viemos

viéramos

   

vindes

 

viestes

viéreis

   

vêm

 

vieram

vieram

   
 

SUBJUNTIVO

 

presente

P. imperf.

Futuro

 

VIR

venha

viesse

vier

provir

venhas

viesses

vieres

intervir

venha

viesse

vier

convir

venhamos

viéssemos

viermos

sobrevir

venhais

viésseis

vierdes

advir

venham

viessem

vierem

 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

tenho

 

tive

tivera

   

tens

 

tiveste

tiveras

   

tem

 

teve

tivera

   

temos

 

tivemos

tivéramos

   

tendes

 

tivestes

tivéreis

   

têm

 

tiveram

tiveram

   
 

SUBJUNTIVO

deter

       

TER

presente

P. imperf.

Futuro

manter

     

tenha

tivesse

tiver

reter

     

tenhas

tivesses

tiveres

conter

tenha

tivesse

tiver

abster-se

tenhamos

tivéssemos

tivermos

ater-se

tenhais

tivésseis

tiverdes

entreter

tenham

tivessem

tiverem

 

INDICATIVO

 

presente

P. Imp.

P. Perf.

P. + q Perf

Fut Pres

Fut Pret

ponho

 

pus

pusera

   

pões

 

puseste

puseras

   

põe

 

pôs

pusera

   

pomos

 

pusemos

puséramos

   

pondes

 

pusestes

puséreis

   

põem

 

puseram

puseram

   
 

SUBJUNTIVO

PÔR

presente

P. imperf.

Futuro

 

ponha

pusesse

puser

propor

ponhas

pusesses

puseres

interpor

ponha

pusesse

puser

compor

ponhamos

puséssemos

pusermos

contrapor

ponhais

pusésseis

puserdes

ponham

pusessem

puserem

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror

Prof. Terror

Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
Prof. Terror
@profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981

@profdecioterror Décio Terror Filho

@profdecioterror Décio Terror Filho (32) 98447 5981

(32) 98447 5981