Você está na página 1de 17

FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

ENGENHARIA MECÂNICA
NES954 - RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS

LISTA DE EXERCÍCIOS 1
Elasticidade Linear

⃗ = [(6𝑥 2 ) 𝑖 + (3 + 𝑧𝑥) 𝑗 + (−2 + 𝑥𝑦) 𝑘⃗ ] × 3 × 10−3 cm,


1 – Dado o seguinte campo de deslocamentos, 𝑢
√3
determine a deformação normal em (0,3; 0,9; 1,0), na direção 𝑛⃗ = 0,3 𝑖 + 0,4 𝑗 + 2
𝑘⃗

2 – Dado o seguinte estado de deformação em um ponto:

0,02 0,01 0
𝐸 = [0,01 −0,02 0,03] 𝑚𝑚/𝑚𝑚
0 0,03 0,04

√3
Pede-se determinar a distorção para os eixos tendo as direções 𝑛
⃗⃗⃗⃗1 = 0,6 𝑖 + 0,8 𝑗 e 𝑛
⃗⃗⃗⃗2 = 0,4 𝑖 − 0,3 𝑗 + 𝑘⃗.
2

3 – Para as seguintes componentes de deformação em um ponto, na referência xyz,

0,002 −0,004 0,004


𝐸 = [−0,004 0,008 −0,008] 𝑚𝑚/𝑚𝑚
0,004 −0,008 0

Pede-se determinar:
a) Os invariantes de deformação.
b) As deformações principais.
c) Os cossenos diretores dos eixos principais.
d) A máxima distorção.

4 – Com a roseta mostrada na figura, foram determinadas as seguintes deformações específicas:

𝜖𝑎 = 720 𝜇 𝜖𝑏 = 630 𝜇 𝜖𝑐 = −100 𝜇

Em que 1𝜇 = 10−6. Pede-se determinar:


a) As deformações no plano xy (𝜖𝑥𝑥 , 𝜖𝑦𝑦 , 𝜖𝑥𝑦 ).
b) As deformações principais no plano xy.
c) A máxima deformação transversal neste plano.
d) Para o caso de 𝜖𝑧𝑧 = 1000𝜇, determine a máxima deformação transversal.

5 – Uma placa de baquelite, com orifício elíptico, é ensaiada, achando-se um estado plano de tensão, como
mostrado na figura. Por meio de fotoelasticidade, encontra-se no ponto A σyy = 14 MPa. Pede-se determinar
o tensor de deformações neste ponto, sabendo-se que o módulo de elasticidade longitudinal é E = 35 GPa
e  = 0:2.
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

Questão 4 Questão 5

6 – Considere um material que possui simetria ortotrópica, para o qual a matriz de constantes elásticas que
fornece a relação 𝜎 = 𝑪 𝜖, é a seguinte:

𝜎𝑥𝑥 2,1 1,4 4,2 0 0 0 𝜖𝑥𝑥


𝜎𝑦𝑦 1,4 0,7 2,8 0 0 0 𝜖 𝑦𝑦
𝜎𝑧𝑧 4,2 2,8 2,1 0 0 0 𝜖 𝑧𝑧
𝜎𝑥𝑦 = 0 × 104 𝑀𝑃𝑎 ∙ 𝛾𝑥𝑦
0 0 2,8 0 0
𝜎𝑥𝑧 0 0 0 0 1,4 0 𝛾𝑥𝑧
[ 𝜎𝑦𝑧 ] [ 0 0 0 0 0 2,1] [ 𝛾𝑦𝑧 ]

Pede-se determinar o tensor de deformações correspondente ao seguinte tensor de tensões:

70 112 42
∑ = [112 119 112] 𝑀𝑃𝑎
42 112 210

7 – A madeira é geralmente considerada um material ortotrópico. Determinada espécie de madeira possui


a seguinte relação constitutiva:

106 × 𝜖𝑥𝑥 = 87,0 𝜎𝑥𝑥 − 34,8 𝜎𝑦𝑦 − 43,5 𝜎𝑧𝑧


106 × 𝜖𝑦𝑦 = −34,8 𝜎𝑥𝑥 + 1305 𝜎𝑦𝑦 − 609 𝜎𝑧𝑧
106 × 𝜖𝑧𝑧 = −43,5 𝜎𝑥𝑥 − 609 𝜎𝑦𝑦 + 1740 𝜎𝑧𝑧
106 × 𝜖𝑥𝑦 = 696 𝜎𝑥𝑦
106 × 𝜖𝑥𝑧 = 290 𝜎𝑥𝑧
106 × 𝜖𝑦𝑧 = 3045 𝜎𝑦𝑧

A qual é relativa aos eixos materiais (x, y, z), em que x é o eixo longitudinal, y é o eixo radial na árvore e z
é o eixo tangente ao crescimento dos anéis da árvore. A unidade de tensão é MPa. Em determinado ponto
em uma lâmina de madeira, o estado de tensão, em MPa, é o seguinte:

𝜎𝑥𝑥 = 7 𝜎𝑦𝑦 = 2,1 𝜎𝑧𝑧 = −2,8 𝜎𝑥𝑦 = 1,4 𝜎𝑥𝑧 = 𝜎𝑦𝑧 = 0

Pede-se determinar:
a) As tensões principais.
b) A orientação dos eixos das tensões principais.
c) As deformações principais.
d) A orientação dos eixos das deformações principais.
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

8 - Uma placa quadrada de 50 mm de lado está submetida ao estado plano de tensões mostrado na figura.
Pede-se calcular a variação de comprimento da diagonal BD sabendo-se que o material da referida placa
tem  = 0,3. Expresse o resultado em função do módulo de elasticidade longitudinal E.

Questão 8 Questão 9
(Dimensões em mm)

9 - A placa da figura tem espessura t = 50 mm, seu material possui E = 10 GPa e  = 0,3. Pede-se determinar
o tensor de tensões capaz de deformar a placa como mostrado pela linha tracejada. As dimensões são
dadas em mm. Considerar estado plano de tensões (EPT).

10 – Dado o tensor de tensões em um ponto, na referência xyz:

20 −40 40
∑ = [−40 80 −80] 𝑀𝑃𝑎
40 −80 0
Pede-se determinar:

a) Os invariantes de tensão.
b) As tensões principais, sabendo-se que uma delas é igual a zero, como pode ser notado pela equação
característica.
c) Os cossenos diretores do eixo principal 1.

Respostas:

1) 𝜖𝑛𝑛 = 0,0027

2) 𝛾𝑛1𝑛2 = 0,06357

3) 𝐼1 = 0,01 𝐼2 = −0,00008 𝐼3 = 0
𝜖1 = 0,0152 𝜖2 = 0 𝜖3 = −0,0052
⃗⃗⃗⃗1 = 0,3857 𝑖 − 0,7715 𝑗 + 0,5060 𝑘⃗
𝑣 𝑣2 = 0,8944 𝑖 + 0,4472 𝑗
⃗⃗⃗⃗
𝑣3 = −0,2262 𝑖 + 0,4526 𝑗 + 0,8625 𝑘⃗
⃗⃗⃗⃗ 𝛾𝑚á𝑥 = 0,0204
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

4) (a) 𝜖𝑥𝑥 = 630 𝜇 𝜖𝑦𝑦 = −10 𝜇 𝜖𝑥𝑦 = −410 𝜇


(b) 𝜖1 = 830,1 𝜇 𝜖2 = −210,1 𝜇 𝜖3 = 𝜖𝑧𝑧
(c) 𝛾𝑚á𝑥 = 1040,2 𝜇
(d) 𝛾𝑚á𝑥 = 1210,1 𝜇

5)
−80 0 0
𝐸=[ 0 400 0 ]𝜇
0 0 −80

6)
0,026220 0,002000 0,001500
𝐸 = [0,002000 −0,031000 0,002665 ]
0,001500 0,002665 −0,001110

7) (a) 𝜎1 = 7,372 𝑀𝑃𝑎 𝜎2 = 1,728 𝑀𝑃𝑎 𝜎3 = −2,8 𝑀𝑃𝑎


(b) ⃗⃗⃗⃗1 = 0,9665 𝑖 + 0,2567 𝑗 + 0 𝑘⃗
𝑣 𝑣2 = −0,2567 𝑖 + 0,9665 𝑗 + 0 𝑘⃗
⃗⃗⃗⃗ 𝑣3 = 𝑘⃗
⃗⃗⃗⃗
(c) 𝜖1 = 4452 𝜇 𝜖2 = 407,5 𝜇 𝜖3 = −6455 𝜇
(d) ⃗⃗⃗⃗1 = 0,2487 𝑖 + 0,9686 𝑗 + 0 𝑘⃗
𝑣 𝑣2 = 0,9686 𝑖 − 0,2487 𝑗 + 0 𝑘⃗
⃗⃗⃗⃗ 𝑣3 = 𝑘⃗
⃗⃗⃗⃗
282,8
8) ∆𝐿𝐵𝐷 = 𝑚𝑚
𝐸

9)
−11 25,6 0
∑ = [25,6 −36,6 0] 𝑀𝑃𝑎
0 0 0

10) (a) 𝐼1 = 100 𝐼2 = −8000 𝐼3 = 0


(b) 𝜎1 = 152,47 𝑀𝑃𝑎 𝜎2 = 0 𝑀𝑃𝑎 𝜎3 = −52,47 𝑀𝑃𝑎
(c) 𝑚1 = −0,7715 𝑛1 = 0,5060 𝑘1 = 0,3857
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 1
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

Exercício 2
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA

Exercício 3
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 4
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 5
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 7
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 8
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 9
FACULDADE DE ENGENHARIA E ARQUITETURA
Exercício 10