Você está na página 1de 70



0DQXDOGH 


6HUYLoR 

0$18$/'(6(59,d2
6(5929(17,/$'25&2/25
&yGLJRGR(TXLSDPHQWR
1ž5HJLVWUR06$0
0DQXDO&yGLJR
5HYLVmR$
'DWD -81
Ë1',&(

1 AVISOS IMPORTANTES ..................................................................................................................... 4


2 DESCRIÇÃO GERAL........................................................................................................................... 6
3 PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO .................................................................................................. 7
3.1 ESQUEMA PNEUMÁTICO ................................................................................................................. 7
3.2 SENSOR DE FLUXO ........................................................................................................................ 9
3.3 VÁLVULA MAGNÉTICA EXPIRATÓRIA ................................................................................................ 9
3.4 SERVO VÁLVULA .......................................................................................................................... 10
3.5 VÁLVULAS REGULADORAS ............................................................................................................ 10
3.6 VÁLVULA DE SOBREPRESSÃO ....................................................................................................... 11
4 IDENTIFICAÇÃO DOS COMPONENTES ....................................................................................... 13
4.1 COMPONENTES EXTERNOS ........................................................................................................... 13
4.2 SERVOVENTILADOR ...................................................................................................................... 14
4.3 BASE MÓVEL ............................................................................................................................... 15
4.4 CAIXA CENTRAL ........................................................................................................................... 16
4.5 VÁLVULAS PROPORCIONAIS .......................................................................................................... 17
4.6 VÁLVULAS REGULADORAS ............................................................................................................ 17
4.7 PAINEL FRONTAL .......................................................................................................................... 18
4.8 PAINEL TRASEIRO ........................................................................................................................ 19
4.9 PLACA DOS TRANSDUTORES ......................................................................................................... 20
4.10 LATERAL DIREITA ......................................................................................................................... 21
4.11 LATERAL ESQUERDA..................................................................................................................... 21
4.12 BLOCO DA INSPIRAÇÃO E EXPIRAÇÃO ............................................................................................ 22
5 DESCRIÇÃO ELETRÔNICA............................................................................................................. 24
5.1 SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA ........................................................................................... 24
5.2 PLACA DE CONTROLE................................................................................................................... 27
5.2.1 Servoventilador ................................................................................................................. 27
5.3 CIRCUITO DE CONTROLE DA VÁLVULA EXPIRATÓRIA, DAS SERVO-VÁLVULAS E BLENDER ELETRÔNICO 29
5.4 CIRCUITO AMPLIFICADOR DO SENSOR DE PRESSÃO ........................................................................ 33
5.5 CIRCUITO AMPLIFICADOR DO FLUXO INTERNO ............................................................................... 34
5.6 CONTROLE E MONITOR DE VENTILAÇÃO ........................................................................................ 34
6 LIGAÇÃO DOS CABOS E PLACAS .................................................................................................. 37
7 PROCEDIMENTO DE VERIFICAÇÃO DA CAIXA CENTRAL......................................................... 41
7.1 OBJETIVO .................................................................................................................................... 41
7.2 ACESSÓRIOS, EQUIPAMENTO E FERRAMENTAS NECESSÁRIAS ......................................................... 41
7.3 PROCEDIMENTO ........................................................................................................................... 41
8 PROCEDIMENTO DE VERIFICAÇÃO DA FONTE ..................................................................... 43
8.1 OBJETIVO .................................................................................................................................... 43
8.2 ACESSÓRIOS, EQUIPAMENTO E FERRAMENTAS NECESSÁRIAS: ....................................................... 43
8.3 PROCEDIMENTO ........................................................................................................................... 43
9 PROCEDIMENTO DE AJUSTE ELETRÔNICO ............................................................................. 44
9.1 TRIMPOTS PRINCIPAIS: ................................................................................................................. 44
9.2 OBJETIVO .................................................................................................................................... 44
9.3 ACESSÓRIOS, EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS. ........................................................................... 45
9.4 PROCEDIMENTO ........................................................................................................................... 45
9.5 AJUSTE DE OFF-SET ..................................................................................................................... 45
9.6 AJUSTE DO PEEP........................................................................................................................ 45
9.7 AJUSTE DA VIBRAÇÃO .................................................................................................................. 46
9.8 FUNCIONAMENTO EM NEONATAL ................................................................................................... 47
9.9 AJUSTE DO VOLUME..................................................................................................................... 47
9.10 AJUSTE DA CONCENTRAÇÃO ........................................................................................................ 48

Código do Manual: 204040028 2 Rev-A


10 PROCEDIMENTO DE VERIFICAÇÃO DO FUNCIONAMENTO ....................................................... 49
10.1 OBJETIVO .................................................................................................................................... 49
10.2 ACESSÓRIOS, EQUIPAMENTOS E FERRAMENTAS. ........................................................................... 49
10.3 PROCEDIMENTO ........................................................................................................................... 49
11 ALIMENTAÇÃO ELÉTRICA E PNEUMÁTICA................................................................................ 60
12 PROGRAMA DE REVISÃO - N. SÉRIE = ....................................................................................... 61
ANEXOS ..................................................................................................................................................... 63
PLACA DE CONTROLE DO SERVOVENTILADOR COLOR ................................................................................. 63
PLACA DOS TRANSDUTORES...................................................................................................................... 63
PLACA DO DISPLAY ................................................................................................................................... 64
PLACA PC ................................................................................................................................................ 64
PLACA DA FONTE ...................................................................................................................................... 65

Código do Manual: 204040028 3 Rev-A


 $9,626,03257$17(6

26HUYRYHQWLODGRU&2/25pXPDSDUHOKRPpGLFRSURMHWDGRSDUDDOLDUDPDLVDYDQoDGD
WHFQRORJLD FRP XPD JUDQGH IDFLOLGDGH GH XVR GHYHQGR VHU RSHUDGR VRPHQWH SRU
SURILVVLRQDLVTXDOLILFDGRVHHVSHFLDOPHQWHWUHLQDGRVQDVXDXWLOL]DomR4XDOTXHUVHUYLoR
GH PDQXWHQomR SUHYHQWLYD RX FRUUHWLYD GHYH VHU H[HFXWDGR SRU SURILVVLRQDLV
TXDOLILFDGRV SHOD HPSUHVD . 7$.$2.$ 2EVHUYH DWHQWDPHQWH RV DYLVRV H
UHFRPHQGDo}HVFRQVWDQWHVQHVWHPDQXDO


9HQWLODomR

™
Após o início da ventilação, verifique se os parâmetros ventilatórios indicados na tela estão
adequados.

™
Verifique o ajuste adequado de todos os limites de alarmes.

™
Para que toda a água condensada no circuito respiratório escoe de volta aos drenos e não chegue
ao paciente, o suporte para tubos deverá ser posicionado próximo ao intermediário em "Y" e em uma
posição inferior em relação à boca do paciente.

™
Para evitar uma desconexão acidental ou um vazamento de gases no circuito respiratório, realize
todas as conexões com bastante firmeza. Feche com firmeza a tampa roscada do Umidificador.

™
Verifique freqüentemente a firme conexão do tubo endotraqueal.

6HQVRUGH)OX[R

™
Conecte sempre o sensor de fluxo SOLICITADO.

™
Utilize somente o sensor de fluxo fornecido pela TAKAOKA para o Servoventilador COLOR.

'XUDQWHDXWLOL]DomRGR6HUYRYHQWLODGRUYHULILTXHDOLPSH]DGRVHQVRUGHIOX[RSHORPHQRVDFDGD
KRUDV

$OLPHQWDomR(OpWULFDH%DWHULD,QWHUQD

™
Somente conecte o cabo de força a uma tomada devidamente aterrada e aprovada para uso
hospitalar, em uma instalação elétrica que atenda à norma ABNT NBR 13534 - “Instalações elétricas
em estabelecimentos assistenciais de saúde - Requisitos de segurança”. A tomada fêmea de três
pinos deverá ser do tipo Nema 5-15P.

™
Mantenha a bateria interna sempre carregada, para que o Servoventilador continue a operar mesmo
em uma eventual falha na rede elétrica. Para isto, o Servoventilador deverá ser deixado
constantemente FRQHFWDGRjUHGHHOpWULFD, mesmo enquanto estiver desligado.

™
Faça uma recarga da bateria após a utilização do Servoventilador sem alimentação com a rede
elétrica, preparando a bateria para uma próxima utilização.Faça uma recarga completa da bateria
após o Servoventilador estar em desuso e desconectado da rede elétrica por um período superior a
20 (vinte) dias.

™
O Umidificador Aquecido (opcional) não será alimentado pela bateria interna do Servoventilador nem
pela entrada de 12 Vdc.

Código do Manual: 204040028 4 Rev-A


™
Se o Servoventilador estiver sendo alimentado pela sua bateria interna e o alarme de bateria fraca
for ativado, o Servoventilador deverá então ser conectado imediatamente à rede elétrica.

'LYHUVRV

™
Servoventilador deverá ser submetido a uma revisão semestral realizada por um técnico autorizado
pela TAKAOKA.

™
Não utilize o Servoventilador caso o autoteste aponte alguma irregularidade. Providencie, então a
solução para o problema apresentado.

™
Verifique se o Servoventilador está corretamente configurado e se os alarmes estão adequadamente
ajustados antes de utilizar o equipamento.

™
Ao encher o copo do Nebulizador, não ultrapasse a capacidade máxima de medicamento no
reservatório.

™
Não pressione nenhuma tecla com instrumentos cirúrgicos ou ferramentas. Utilize somente as
pontas dos dedos para pressionar as teclas. Objetos pontiagudos ou duros podem danificar as
teclas.

™
Estabeleça uma rotina de limpeza e esterilização adequada aos componentes do Servoventilador.

™
Observe constantemente se o manômetro digital de pressão inspiratória ou o gráfico de P x t indicam
valores adequados.

™
Mantenha o paciente sob constante observação. Observe freqüentemente a sua expansão pulmonar
e a livre expiração.

™
Leia este Manual de Serviço e o Manual de Operação com bastante cuidado, para utilizar
corretamente o equipamento e tirar o máximo proveito de todos os seus recursos.

™
Leia também o Manual de Instruções do Umidificador Aquecido 6060, que acompanha o
Servoventilador COLOR.

™
Qualquer reparo que se faça necessário no Servoventilador somente deverá ser executado por
técnicos especializados e devidamente autorizado pela TAKAOKA.

6HUYLoR 0DQXWHQomRSUHYHQWLYDHFRUUHWLYD 

™
Qualquer serviço interno no Servoventilador COLOR somente deverá ser realizado por um técnico
devidamente autorizado e treinado pela 7$.$2.$. Este Manual de Serviço não dispensa o
treinamento adequado do técnico.

™
Este Manual de Serviço pressupõe que o técnico conheça a parte operacional e os controles do
equipamento. Faz-se necessária a leitura cuidadosa do Manual de Operação do Servoventilador
COLOR.

™
Utilize somente peças de reposição originais TAKAOKA. A utilização de peças não originais poderá
colocar em risco a segurança do paciente.

™
As características técnicas dos produtos TAKAOKA estão sujeitas a alterações sem aviso prévio,
devido ao constante processo de evolução tecnológica a que estes são submetidos.

Código do Manual: 204040028 5 Rev-A


 '(6&5,d­2*(5$/

O Servoventilador COLOR é um respirador eletrônico projetado para aplicações de insuficiência


respiratória em UTI podendo ser utilizado tanto para ventilação invasiva quanto para ventilação não
invasiva.

A tabela abaixo apresenta as modalidades de ventilação disponível no Servoventilador COLOR. As


modalidades que requerem esforço inspiratório do paciente para o disparo dos ciclos inspiratórios
contam com um sistema de proteção contra apnéia, com mudança automática para uma outra
modalidade de reserva (EDFNXS) H[FHWRQDPRGDOLGDGH&3$3.

9HQWLODomRGH
,WHP 0RGDOLGDGH 'HVFULomR
%DFNXS

 9&9 Ventilação de volume controlado ---

 3&9 Ventilação de pressão controlada ---

Ventilação de volume assegurado por


 3&9$9Š ---
controle de pressão

Ventilação mandatória intermitente IMV (não


 6,099
sincronizada com volume controlado sincronizado)

Ventilação mandatória intermitente IMV


 6,093Š
sincronizada com pressão controlada (não sincronizado)

 009 Ventilação de volume minuto mínimo VCV

Ventilação espontânea com dois níveis de


 %,39Š ---
pressão

Ventilação com pressão positiva contínua


 &3$3 Não tem
nas vias aéreas.

Ventilação com pressão positiva contínua


 369 PCV
nas vias aéreas com pressão de suporte

Ventilação de volume assegurado por


 369$9Š VCV
pressão de suporte

 969Š Ventilação Servo Volumétrica. PCV/AVŠ

Código do Manual: 204040028 6 Rev-A


 35,1&Ë3,2'()81&,21$0(172


 (VTXHPD3QHXPiWLFR
A Figura 3.1 representa o esquema pneumático interno do Servoventilador COLOR, o qual encontra-se
explicado abaixo.

O oxigênio (O2) e o ar comprimido entram no Servoventilador COLOR através de suas respectivas


conexões rosqueadas, seguindo então caminhos paralelos até se misturarem logo antes da saída para o
circuito respiratório.

Junto à entrada de cada gás encontra-se um sensor para o alarme de baixa pressão de oxigênio ou de
ar comprimido. A pressão de cada gás é reduzida por uma válvula reguladora de pressão, onde existe
também uma tomada para a calibração da pressão regulada. Os dois gases passam então por suas
respectivas servo-válvulas controladas eletronicamente, as quais fornecem em cada instante a
quantidade exata para atender aos ajustes de fluxo e concentração de oxigênio para a ventilação. Os
fluxos de oxigênio e ar comprimido são então misturados e fornecidos ao circuito respiratório. O controle
da pressão inspiratória é realizada pela válvula eletromagnética expiratória, a qual é comandada por um
sistema eletrônico microprocessado.

,03257$17(
2V FRPSRQHQWHV LQWHUQRV GR 6HUYRYHQWLODGRU &2/25 LQWHUOLJDPVH DWUDYpV GH WXERV
SDGURQL]DGRV$OJXQVWXERVLQWHUQRVGR6HUYRYHQWLODGRU&2/25VmRHVSLUDODGRVSDUDTXH
HVWHV VH DFRPRGHP PHOKRU H QmR YHQKDP D FRODEDU 8WLOL]H VRPHQWH RV WXERV RULJLQDLV
IRUQHFLGRVSHOD7$.$2.$

Código do Manual: 204040028 7 Rev-A


Figura 3.1: Esquema pneumático do Servoventilador COLOR

Código do Manual: 204040028 8 Rev-A


 6HQVRUGH)OX[R
O Servoventilador COLOR conta com dois sensores de fluxo Figura 3.3 para a medição dos fluxos e
volumes dos gases, sendo um interno e outro externo acoplado ao sistema respiratório. Cada sensor de
fluxo do tipo “pressão diferencial” é composto por um adaptador com duas conexões cônicas, no interior
do qual se encontra uma resistência à passagem do fluxo. Dois tubos laterais levam os sinais de pressão
na entrada e na saída do sensor de fluxo até um transdutor de pressão diferencial localizado dentro da
caixa do Servoventilador. O valor do fluxo inspirado ou expirado é medido em cada instante, em função
da diferença de pressão através do sensor. A detecção dos instantes de ciclagem do Servoventilador é
feita também pelo sensor de fluxo.

'P
Fluxo

'P

Fluxo
Figura 3.3: Sensor de Fluxo

 9iOYXOD0DJQpWLFD([SLUDWyULD
A Figura 3.4 representa esquematicamente a construção da válvula eletromagnética, a qual possui um
princípio de funcionamento simples e seguro. O diafragma controla a passagem do fluxo, além de isolar
o interior da válvula para evitar a sua contaminação. O comando do diafragma é realizado através do
pino que se movimenta junto com a bobina móvel, a qual desloca-se no interior de um ímã. A força de
fechamento do diafragma depende da corrente elétrica aplicada na bobina, sendo controlada
eletronicamente através de um sistema com realimentação.

Figura 3.4: Válvula Magnética

I>0 I=0
Figura 3.5: Operação da válvula magnética.

Código do Manual: 204040028 9 Rev-A


O estado natural da válvula magnética é o de normalmente aberto permitindo a livre passagem do fluxo
no caso de ausência de corrente elétrica.

A pressão controlada é diretamente proporcional à corrente aplicada Figura 3.6.

Força ou Pressão

Corrente (mA)
Figura 3.6: Força em função da corrente aplicada

 6HUYR9iOYXOD
A Figura 3.7 representa esquematicamente a construção da servo válvula de fluxo, a qual é utilizada
para controle de fluxo de oxigênio e fluxo de ar. Esta válvula está no estado normalmente fechado, isto é
não liberando fluxo enquanto não haja corrente aplicada em seus terminais elétricos devido a ação da
mola que mantém o êmbolo fechando a passagem do gás. Quando há uma corrente aplicada, a bobina
exerce uma força no êmbolo que comprime a mola, liberando a passagem do gás. O fluxo obtido na
saída é proporcional à corrente aplicada, e por esta razão muitas vezes esta servo válvula de fluxo é
também denominada de válvula proporcional.

I=0 I>0
Figura 3.7: Princípio de funcionamento da servo válvula de fluxo

 9iOYXODV5HJXODGRUDV
Estas válvulas permitem obtermos uma pressão regulada em suas saídas. Os funcionamentos consistem
na mola (1) que exerce uma força sobre o diafragma (2) a qual é igual a pressão existente na saída
multiplicada pela área do diafragma. O êmbolo (3) se move para baixo ou para cima conforme haja uma
diminuição ou aumento da pressão na saída, liberando a passagem da entrada para a saída. Portanto se
a pressão na saída diminuir, a mola (1) empurra o diafragma (2) que por sua vez empurra o êmbolo (3)
liberando a passagem da entrada para a saída. Por outro lado se a pressão na saída subir, o diafragma
(2) empurra a mola (1) e o êmbolo (3) sobe pela força exercida pela mola (4,) ocluindo a passagem.

Código do Manual: 204040028 10 Rev-A


Figura 3.8: Válvula Reguladora de alta pressão

Figura 3.9: Válvula Reguladora de baixa pressão (opcional – somente no modelo configurado com
Compressor de Ar)

 9iOYXODGH6REUHSUHVVmR
Esta válvula permite uma despressurização imediata do sistema respiratório quando a pressão
inspiratória superar a pressão limite ajustada no painel de controle do Servoventilador. O funcionamento
simple e seguro, conta com uma solenóide controlada eletronicamente que permite a entrada de gases
na parte inferior da válvula de sobrepressão, gerando um pressão interna, deslocando o diafragma (5)
para cima e por consequencia o disco (1) também sobe até a borracha (4) atingir o encosto (3)
ocorrendo a vedação, isto possibilita o envio dos gases durante a fase inspiratória. Quando a solenóide
não permitir a entrada de gases na parte inferior da válvula de sobrepressão (pressão inspiratória
superou a pressão limite), o diafragma (5) desce e por consequencia o disco (1) também desce
eliminado a vedação e ocorrendo um desvio para os furos (2) dos gases durante a fase inspiratória.

Código do Manual: 204040028 11 Rev-A


3 2

4
1
5

Entrada

Figura 3.9: Válvula de sobrepressão

Código do Manual: 204040028 12 Rev-A


 ,'(17,),&$d­2'26&20321(17(6

Este capítulo apresenta alguns desenhos da parte interna e externa do Servoventilador COLOR, com as
respectivas relações de materiais. Utilize estes desenhos para localizar os componentes do
Servoventilador e como referência para a realização dos procedimentos de montagem e manutenção.

 &RPSRQHQWHVH[WHUQRV

Figura 4.1: Componentes Externos

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202010621(*) KIT NEBULIZADOR PARA COLOR +3 01 PC
202011669(**) CIRCUITO RESPIRATÓRIO ADULTO PARA UTI 03 PC
202011670(**) CIRCUITO RESPIRATÓRIO INFANTIL PARA UTI 03 PC
202011671(**) CIRCUITO RESPIRATÓRIO NEONATAL PARA UTI 03 PC
446010053 MONITOR LCD 15” 01 PC
202010523 BASE MÓVEL 01 PC
202010612 SUPORTE ARTICULADO 01 PC
202010620 EXTENSÃO PARA OXIGÊNIO 01 PC
202010996 EXTENSÃO PARA AR COMPRIMIDO C/FILTRO 01 PC
429020003 CABO DE FORÇA 3 X 0,75MM X 5M 01 PC
202010518 CAIXA SUPERIOR 01 PC

Código do Manual: 204040028 13 Rev-A


201050003 UMIDIFICADOR AQUECIDO 01 PC
314020008 PARAFUSO CABEÇA PANELA M4X0,7 01 PC
202011960 KIT DE SENSORES DE FLUXO 05 PC

(*) Item opcional


(**) Total de circuitos entregue com o aparelho – 3 unidades a escolher no pedido

 6HUYRYHQWLODGRU

Figura 4.2: Servoventilador

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202010519 TAMPA DA CAIXA SUPERIOR 1 PC
314020013 PARAFUSO CABEÇA PANELA M3X0,5P 1 PC
314020011 PARAFUSO CABEÇA PANELA 1 PC
202010520 BANDEJA 1 PC
203011844 ALÇA DO SERVOVENTILADOR 1 PC

Código do Manual: 204040028 14 Rev-A


 %DVH0yYHO

Figura 4.3: Base Móvel

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


203060240 ALÇA PEQUENA 1 PC
317030001 PARAF.ALLEN CAB.ABAULADA M6X1PX20MM 5 PC
203060108 GANCHO 3 PC
203100332 COLUNA 1 PC
325010005 RODIZIO COM TRAVA 2 PC
325020008 RODIZIO SEM TRAVA 2 PC
203011802 BASE DE ALUMÍNIO 1 PC
302010009 ARR.PRESSÃO DIAM.INT 5/16” 4 PC
311030030 PARAF.CAB.CIL.ALLLENC/SEXT.INT.M8X1.25PX25MM 3 PC
203010477 PARAF.DE FIXAÇÃO 3 PC
317030050 PARAF.ALLEN CAB.ABAULADA M8X1.25PX25MM 3 PC
203021779 SUPORTE DA COLUNA 1 PC


Código do Manual: 204040028 15 Rev-A


 &DL[DFHQWUDO

Figura 4.4: Caixa central

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202010522 TAMPA TRASEIRA DA CAIX CENTRAL 1 PC
202010145 VALVULA EXPIRATORIA 1 PC
202011158 VÁLVULA DE SOBREPRESSÃO 1 PC
202010522 TAMPA TRASEIRA DA CAIXA CENTRAL 1 PC
202010555 SUPORTE PARA PCI 1 PC
203100308 CAIXA CENTRAL 1 PC
203010025 BICO DIAM INT 1,0 MM 1 PC
203010026 BICO DIAM INT 1,5 MM 2 PC
203010031 BICO P/ T 2 PC
203010042 BICO DIA INT 6,0 MM ROSCA M8 2 PC
203011930 CONEXÃO DO SERVOVENTILADOR COLOR 1 PC
203030637 ARRUELA 1 PC
203010618 CONEXÃO C/ROSCA 5/8”X26 1 PC
203010762 BICO PARA NEBULIZADOR 1 PC
203010878 BICO DO COLOR 2 PC
203011595 BLOCO INFERIOR 1 PC
203030274 SENSOR DE FLUXO ADULTO 1 PC
314020013 PARAFUSO CABEÇA PANELA FENDA CRUZ M3X0,5 1 PC
310020001 PARAFUSO CABEÇA PANELA C/ PHILIPS M3X0,5 1 PC
320010040 PORCA SEXT 3/8”XM6 1 PC
429090016 CABO DA VALV.ELETROMAGNETICA 1 PC
429090338 CABO CO2 1 PC
429090339 CABO FiO2 1 PC
429090319 CABO TRANSDUTOR 1 PC
314020010 PARAF.CAB.PAN.C/FENDA PHILIPS M3X0,5PX14MM 2 PC
202011355 BLOCO P/ ALIMENTAÇÃO DA VALV SOBREPRESSAO 1 PC
203060031 TAMPA LUER 1 PC
203011287 BICO P/ VENT. COLOR 3 PC
117060021 PVC TUBO AZUL 7,5X1,75 MM

Código do Manual: 204040028 16 Rev-A


117060020 PVC TUBO CRISTAL 7,5X1,75 MM
117060028 TUBO FLEXIVEL CRISTAL 3X1,6 MM

 9iOYXODVSURSRUFLRQDLV

Figura 4.5: Válvulas proporcionais

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202011532 VALVULA PROPORCIONAL 2 PC
203021625 SUPORTE DA VALVULA PROPORCIONAL 1 PC
314020013 PARAF.CAB.PAN.PHS M3X10 4 PC

 9iOYXODVUHJXODGRUDV


Figura 4.6: Válvulas reguladoras

Código do Manual: 204040028 17 Rev-A


&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,
203100309 TAMPA TRASEIRA CAIXA CENTRAL 1 PC
202010021 VÁLVULA DE CALIBRAÇÃO 4 PC
202011644 CONEXÃO OXIGENIO 1 PC
202011598 VÁLVULA REGULADORA DE ALTO FLUXO 4 PC
202010557 SUPORTE COM VALVULA MAGNETICA 1 PC
203010022 BICO DIA INT 2,4 MM 14 PC
203010025 BICO DIA INT 1 M6X1 7 PC
203010045 BICO DIA INT 4 ROSCA M6X1 2 PC
202011645 CONEXÃO AR COMPRIMIDO 1 PC
314020013 PARAF.CAB.PAN.C/FENDA CRUZ M3X0,5PX10,00MM 6 PC
316030025 PARAF.S/CAB.ALLEN C/SEXT INT M6X6MM 7 PC
320010032 PORCA SEXT ¾”ROSCA 9/16” 1 PC

 3DLQHOIURQWDO



Figura 4.7: Painel frontal

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202010520 BANDEJA COLOR 1 PC
203020401 TRRILHO CENTRAL PARA BANDEJA 1 PC
445010153-02 PCI TCL COLOR 1 PC
429090222 CABO DE COMUNICAÇÃO CPU TECLADO 1 PC
429090321 CABO MONITOR ON 1 PC
429090325 CABO INDICADOR DE REDE 1 PC
203020402 TRILHO LATERAL PARA BANDEJA 2 PC
314020011 PARAF. CAB. PAN. FENDA PHILIPS M3x0,5Px6,0mm 10 PC
203060941 TECLADO DE MEMBRANA 1 PC

Código do Manual: 204040028 18 Rev-A


202011292 BOTÃO EASY TOUCH 1 PC
429090328 CABO EASY TOUCH 1 PC
203060534 TAMPA SUPERIOR 1 PC

 3DLQHOWUDVHLUR


Figura 4.8: Painel traseiro

Código do Manual: 204040028 19 Rev-A


&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,
203021938 SUPORTE PARA BATERIA DO COLOR 1 PC
202010556 SUPORTE PARA FONTE
203030127 SUPORTE 2
446010046 PCM 5824G0A1
445010154-03 PCI CONTROLE COLOR 2 PC
203100307 CAIXA SUPERIOR GRAVADA COLOR 1 PC
314020011 PARAF. CAB. PAN. C/FENDA PHILIPS M3X0,5PX6MM 8 PC
203060266 ABRAÇADEIRA PLSKLIP P3 HELLERMAN 1 PC
302010002 ARRUELA DE PRESSÃO ¼”X10,5X1,5 4 PC
314020008 PARAF.CAB.PAN.PHS M4X0,8 2 PC
314020013 PARAF. CAB. PAN. C/FENDA CRUZ M3X0,5PX10MM 3 PC
317030051 PARAFUSO ALLEN CAB ABAUL 1/4X3/8” 4 PC
421010002 PORTA FUSÍVEL 2 PC
429090322 CABO DA BATERIA 1 PC
429090334 CABO ALTO-FALANTE
429090336 CABO REDE/FONTE 1 PC
429090333 CABO DO MONITOR 1 PC
429090331 CABO CHAVE LIGA DESLIGA 1 PC
429090329 CABO SERVOVENTILADOR (COOLER) 1 PC
429090330 CABO FONTE EXTERNA 12V 1 PC
429090327 CABO TOMADA/FUSIVEL 1 PC
437010020 BATERIA RECARREGÁVEL 12V 7,2AH / 20H 1 PC
430010023 TOMADA C/ FILTRO DE LINHA E PORTA FUSÍVEL 2 PC


 3ODFDGRVWUDQVGXWRUHV

Figura 4.9: Placa dos transdutores

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


203021647 SUPORTE DA PLACA 1 PC
314020011 PARAFUSO CAB. PANELA M3 x 0,5 4 PC
445010155 PCI TRANSDUTOR COLOR 1 PC




Código do Manual: 204040028 20 Rev-A


 /DWHUDOGLUHLWD


Figura 4.10: Lateral direita

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202020098 ALÇA DO SERVOVENTILADOR 1 PC
203030127 PARAFUSO CABEÇA PAN. M3x0,5P 1 PC

 /DWHUDOHVTXHUGD

Figura 4.11: Lateral esquerda

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202020098 ALÇA DO SERVOVENTILADOR 1 PC
203030127 PARAFUSO CABEÇA PAN. M3x0,5P 1 PC




Código do Manual: 204040028 21 Rev-A




 %ORFRGD,QVSLUDomRHH[SLUDomR
A válvula expiratória consiste em uma válvula eletromagnética que define as fases inspiratória e
expiratória do Servoventilador COLOR. Durante a fase expiratória, a válvula é aberta para permitir a
saída dos gases expirados. O bloco da válvula expiratória é afixado ao painel frontal de conexões do
Servoventilador.

A Figura 4.19 mostra esquematicamente a montagem dos componentes do bloco da válvula expiratória.
Este bloco possui em seu corpo duas conexões cônicas para os tubos corrugados do circuito
respiratório. A válvula expiratória é facilmente desmontável para a GHVLQIHFomRGHVHXVFRPSRQHQWHV
LQVSHomRRXWURFDGHVHXGLDIUDJPD. Após cada montagem da válvula expiratória com o seu diafragma
corretamente posicionado, ligue o Servoventilador e realize um procedimento de teste para verificar o
seu perfeito funcionamento.

$WHQomR
9HULILTXH D OLPSH]D H R SHUIHLWR HVWDGR GH FRQVHUYDomR GR GLDIUDJPD GD YiOYXOD
H[SLUDWyULD &DVR VHMD FRQVWDWDGD TXDOTXHU ILVVXUD RX RXWUD LUUHJXODULGDGH QHVWH
FRPSRQHQWHIDoDDVXEVWLWXLomRSRUXPQRYR
9HULILTXHRSHUIHLWRHVWDGRGRDQHOGHYHGDomR 2ULQJ 
$IL[DomRGREORFRQRSDLQHOIURQWDOGHFRQH[}HVGR6HUYRYHQWLODGRUGHYHUiVHUIHLWDFRP
EDVWDQWHILUPH]DSDUDTXHQmRKDMDYD]DPHQWRGHJDVHV


Figura 4.12: Bloco de Inspiração e Expiração

Código do Manual: 204040028 22 Rev-A


Figura 4.13: Componentes do Bloco de Inspiração e Expiração

&yGLJR 'HVFULomR 4WGH 80,


202010239 VALVULA MAGNETICA 1 PC
203010331 BICO DIA INT 9/16”X26F – DIA EXT 9/16” 1 PC
203010348 PORCA 1 PC
203010615 CORPO DA VALVULA 1 PC
203010617 PINO C/ROSCA 5/16”X18F M8X1,25P 1 PC
203010619 PORCA SEXT ½” – DIA EXT 14MM 1 PC
203020084 ARRUELA DE VEDAÇÃO 1 PC
203020622 ENCOSTO DA VALVULA EXPIRATORIA 1 PC
203030330 BASE DA VALVULA EXPIRATORIA 1 PC
203030331 BUCHA DA VALVULA EXPIRATORIA 1 PC
203040062 DIAFRAGMA 1 PC
320010047 PORCA PRENSÁVEL M8 1 PC
303010059 O’RING REF.2113 V3206-7B DIA INT 13,94X2,62ESP 1 PC
320010037 PORCA SEXT ROSCA M8X1,25PX6,5 – SEXT 13MM 1 PC

Código do Manual: 204040028 23 Rev-A


 '(6&5,d­2(/(75Ð1,&$

A eletrônica de controle é realizada por uma única placa que simultaneamente monitoriza e controla o
Servoventilador. Abaixo se encontra a Figura 5.1 que apresenta um diagrama de blocos simplificado da
interconexão dos módulos. Nos itens seguintes serão fornecidos maiores detalhes dos mesmos.

 6LVWHPDGH$OLPHQWDomR(OpWULFD
O aparelho pode ser alimentado com tensões de 90VAC a 240VAC de uma rede elétrica que esteja em
conformidade com a norma ABNT NBR 13534- “Instalações elétricas em estabelecimentos assistenciais
de saúde - Requisitos de segurança”

Conversor AC-DC
90-240Vac -> PCM445010164
15Vdc

Conversor DC-DC
15V para
+12V, -12V, +5V,
+3,3v
ON
OFF

Figura 5.1: Diagrama em blocos da alimentação elétrica

A entrada AC é convertida para 15VDC por uma fonte AC-DC de 50W. A placa PCM445010164 possui
um circuito de cargas da bateria de 12V e conversores
DC-DC para obter tensões de +12V,-12V,+5V e + 3.3V

CN1 - informa STATU de rede elétrica


CN2 – conector para chave liga/desliga
CN3 – entrada DC de 15V
CN5 – entrada auxiliar de 12V
CN6 – conexão da bateria 12V – 9Ah
CN7 – saída de +3,3V
CN8 – saída para alimentação do monitor LCD
CN10 – saída das tensões convertidas para alimentação da placa controle e CPU
CN11 – alimentação cooler
CN12 – entrada da fonte de alimentação do monitor LCD
CN13 – monitor ON

O circuito e formado por U3, R4, R7, Q2, R10, Q4, R12 é uma fonte de corrente controlada que executa
a carga da bateria com uma corrente de 250mA .Q4 é responsável por desligar o circuito de carga, toda
vez que a carga da bateria atingir 13.6V.
U1:A e Q1 acionam um relé Liga/Desliga do circuito DC-DC.
U2 é o conversor DC-DC para +12V
U5 é o conversor DC-DC para -12V
U4 é o conversor DC-DC para +5V
U8 é o conversor DC-DC para +3,3V

Código do Manual: 204040028 24 Rev-A


Figura 5.2: Esquema elétrico do Conversor de Tensão

Código do Manual: 204040028 25 Rev-A


Figura 5.3: Esquema elétrico do carregador e supervisor de bateria

Código do Manual: 204040028 26 Rev-A


 3ODFDGH&RQWUROH

 6HUYRYHQWLODGRU

O controle do Servoventilador é realizado pelo processador Cygnal C8051F021 (U20) que internamente
possui temporizadores, módulo de comunicação serial, portas paralelas de periféricos, memória RAM de
4KB,memória flash de 64KB e conversor A/D de doze bits.
O sinal de fluxo do paciente, fluxo interno e pressão são convertidos para o formato digital pelo
conversor do microcontrolador .
x AIN 7 – Pressão Interna
x AIN6 – Pressão
x AIN5 – Fluxo Interno x10
x AIN4 – Fluxo interno x1
x AIN3 – Fluxo Paciente x10
x AIN2 – Fluxo Paciente x1
x AIN – Fio2
x AIN0 – Off-set Paciente
CN1 - Transdutores
CN2 – Servo-válvulas de O2 e AR , Válvula Magnética
CN7 – Solenóides do Nebulizador / Sobrepressão e Medição de Pressão de rede de Ar comprimido
e O2
CN3 e CN5 – Cabo Auto-Falante
CN4 – Cabo de Som
CN6 – Cabo Monitor-ON
CN12 – Cabo Alimentação
CN14 – Cabo Alimentação 3.3V
CN16 – Cabo Fio2
CN17 – Cabo Capnógrafo
CN20 – Cabo Serial


Código do Manual: 204040028 27 Rev-A


Figura 5.4: Esquema elétrico do Controle do Color

Código do Manual: 204040028 28 Rev-A


 &LUFXLWRGHFRQWUROHGDYiOYXODH[SLUDWyULDGDVVHUYRYiOYXODVH%OHQGHU
HOHWU{QLFR
Este circuito executa o controle ativo da pressão no circuito respiratório em todas as modalidades
ventilatórias.

Figura 5.5: Sistema de controle das válvulas

O µP através de uma comunicação paralela fornece a pressão referencial para o DSP, o qual regula a
pressão do circuito respiratório do paciente. Um amplificador de potencia fornece a corrente necessária a
cada instante para a válvula magnética de controle pressão o qual movimenta o diafragma de silicone
aumentando a força (pressão) quando há uma redução na corrente aplicada à válvula magnética. Um
transdutor de pressão mede no circuito respiratório convertendo-o em tensão que após amplificação e
realimentando o DSP. O mesmo processo ocorre para a servo-válvula de O2 e AR.

Desta forma dada uma pressão de referencia o DSP age de maneira a controlar e manter esta mesma
pressão no circuito respiratório atuando sobre as servo-válvulas de O2 e AR dividindo o fornecimento de
corrente, controlando, também a concentração de referencia.

Se a pressão aumenta ficando maior que de referencia, no circuito respiratório o DSP compensa
reduzindo a corrente suprida a servo-válvula, se a pressão reduz, ficando menor que a pressão
referencia, no circuito respiratório o DSP de controle compensa aumentando a corrente a corrente
suprida a servo-válvula.

Código do Manual: 204040028 29 Rev-A


Figura 5.6: Esquema elétrico do controle da Válvula Expiratória

Código do Manual: 204040028 30 Rev-A



Fluxo (lpm)

Blender % O2
Fluxo Total = F_Ar + F_O 2

I_O2 I_Ar Corrente (mA)




Figura 5.7: “Blender Eletrônico” – Proporção de corrente

Para um dado fluxo total o controle digital de mistura de Ar e O2 determina a proporção de corrente que
deve ser fornecida para o amplificador da servo-válvula de O2 e o amplificador da servo-válvula de Ar.
x O amplificador de potência da servo-válvula de Ar é composto pelo U8:A e Q4.
x O amplificador de potência da servo-válvula de O2 é composto pelo U8:B e Q3.
x As diferenças de fluxos de referência com o fluxo medido é executado pelo U21
O controle de concentração é executado pelo DSP e o seu valor e dado pelo pela saída VOUT_B e
VOUT_C do U12

7ULPSRWVSULQFLSDLV

P4 - ajusta o blender de Ar
P3 - ajusta o blender de O2

Código do Manual: 204040028 31 Rev-A


Figura 5.8: Esquema elétrico de Controle do Blender

Código do Manual: 204040028 32 Rev-A


Transdutor
diferencial
de pressão

PRÉ-AMP X10

&LUFXLWR$PSOLILFDGRUGR)OX[RGH3DFLHQWH

Fluxo PAC x10


1,5 V
2,5V

Fluxo PAC x1

Figura 5.9: Circuito de medição do fluxo do paciente

O circuito amplificado do paciente é realizado por um pré-amplificador e um amplificador x10. Cada um


dos sinais é adicionado de um offset de 1.5V para compatibilizá-los com o conversor A/D.
O circuito pré-amplificado é realizado pelo U6: B. O U7:C é o amplificador com ganho 10. O offset e
ajustado pelo EP2 e U3: A. O U6:C agrega um offset de 1.5V para compatibilizar com o conversor A/D.

 &LUFXLWRDPSOLILFDGRUGRVHQVRUGHSUHVVmR

Transdutor
diferencial Pressão para
de pressão sistema de
controle
eletrônico
PRÉ-AMP

Pressão para
conversor A/D
2,5V

Figura 5.10: Circuito de medição de pressão endotraqueal

O circuito amplificador de pressão é realizado por um pré-amplificador U2: A. O offset do transdutor e


ajustado pelo EP4 e o U2: B.

Código do Manual: 204040028 33 Rev-A


 &LUFXLWR$PSOLILFDGRUGR)OX[R,QWHUQR

Transdutor
diferencial
de pressão
Fluxo INT x10

PRÉ-AMP X10

Fluxo INT x1

Figura 5.11: Circuito de medição do fluxo interno

O circuito amplificador do sensor de fluxo interno é similar ao do sensor do paciente. A única diferença é
que este circuito não necessita agregar offset para compatibilizar com o conversor A/D.
O circuito pré-amplificado é realizado pelo U6: A. O U7: A é o amplificador com ganho 10 e o U3:D é um
buffer interno para o fluxo x1. O offset do transdutor e ajustado no EP3 e U3: C.

 &RQWUROHH0RQLWRUGH9HQWLODomR
O controle das funções do Servoventilador Color é realizado através de uma placa com padrão PC, onde
gerencia a comunicação da placa controle e o software responsável pela apresentação dos parâmetros e
curvas do Servoventilador. A placa do PC é conectada com a placa controle através do barramento PC-
104, onde recebe todos os dados necessários para a ventilação.

A placa PC é responsável pelo gerenciamento de alguns recursos do Servoventilador, onde podemos


citar: o teclado do Servoventilador através do conector (CN17), a interface com o monitor de LCD é
realizado através do conector para display CRT (CN18), o sistema de áudio utiliza-se o conector (CN5),
que envia o sinal para a placa controle para ser realizado a amplificação do sinal, os dados do sensor de
capnógrafo são recebidos através o conector (CN16 – COM1), antes de ser recebido à placa controle
converte o sinal do sensor para o padrão RS-232 e a conexão para o monitor WRXFKVFUHHQ se da pela
porta serial COM2 (CN14).

A fonte de alimentação fornece as tensões necessárias para o funcionamento da placa PC com a ligação
do conector (CN9). As tensões requeridas são 5V, 12V e GND.

Possui também memória SODIMM de 64MB e memória &RPSDFWIODVK de 32MB responsável pelo
armazenamento do software para gerenciamento do Servoventilador.

Código do Manual: 204040028 34 Rev-A


Figura 5.12: Esquema elétrico dos Circuitos Amplificadores


Código do Manual: 204040028 35 Rev-A


Figura 5.13: Esquema elétrico da placa dos Transdutores

Código do Manual: 204040028 36 Rev-A


 /,*$d­2'26&$%26(3/$&$6


Figura 6.1: Ligação dos cabos e placas

Código do Manual: 204040028 37 Rev-A


Figura 6.2: Ligações adicionais da parte superior para a configuração com Compressor de Ar

Código do Manual: 204040028 38 Rev-A


Figura 6.3: Ligações adicionais da parte inferior para a configuração com Compressor de Ar

Código do Manual: 204040028 39 Rev-A


Figura 6.4: Esquema completo com as ligações adicionais para a configuração com Compressor de Ar

Código do Manual: 204040028 40 Rev-A


 352&(',0(172'(9(5,),&$d­2'$&$,;$&(175$/


 2EMHWLYR
Estabelecer o procedimento de verificação do funcionamento da caixa central do Servoventilador Color.

 $FHVVyULRVHTXLSDPHQWRHIHUUDPHQWDVQHFHVViULDV

 Giga de teste;
 Manômetro de precisão de 0 a 100 PSI;
 Rotâmetro padrão 0 a 300 ml;
 Rotâmetro padrão 0 a 8000 ml;
 Extensão de Ar;
 Extensão de O2;
 Extensão de rede elétrica;
 Circuito respiratório (traquéias, sensor de fluxo e intermediário “Y”) adulto;
 Pulmoteste;
 Resistência de 20.

 3URFHGLPHQWR

&RQHFWDUDVH[WHQV}HVGH$UH2jEDVHSQHXPiWLFD
3.1.1 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (45 PSI) de O2;
3.1.2 Ajustar a válvula reguladora de pressão de O2 com uma chave Allen de 3mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 45 PSI;
3.1.3 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (35 PSI) de O2;
3.1.4 Ajustar a válvula reguladora de pressão de O2 com uma chave Allen de 3mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 35 PSI;

$MXVWDUDYiOYXODUHJXODGRUDGHSUHVVmRGH$U
3.2.1 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (45 PSI) de Ar;
3.2.2 Ajustar a válvula reguladora de pressão de Ar com uma chave Allen de 3mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 45 PSI;
3.2.3 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (35 PSI) de Ar;
3.2.4 Ajustar a válvula reguladora de pressão de Ar com uma chave Allen de 3mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 35 PSI;

7HVWHGHYD]DPHQWRGDEDVH
3.3.1 Conectar o rotâmetro de 0 - 300 ml (com a agulha toda aberta) à saída UMIDIFICADOR da
válvula expiratória;
3.3.2 Verificar se existe vazamento, ou seja, a esfera do rotâmetro sobe indicando o valor do
vazamento (máximo permitido 300 ml/min);

,QVSHFLRQDUIXQFLRQDPHQWR
3.4.1 Ligar a base pneumática à rede de Ar comprimido, à rede de O2 e a rede elétrica.
3.4.2 Montar na base pneumática o circuito respiratório adulto com resistência de 20 no pulmoteste.
3.4.3 Conectar os cabos elétricos na base pneumática e na giga de teste.
3.4.4 O Servoventilador fará o ajuste automaticamente do off-set em seguida o auto teste.
3.4.5 Após o término do AUTOTESTE, confirmar o peso do paciente em 50 Kg e 10 ml/Kg.
3.4.6 Ajustar:
 PEEP = 0
 Pausa inspiratória = 0
 Fluxo de base = OFF
Os demais parâmetros não deverão ser alterados.
3.4.7 Deixar o Servoventilador ciclar e verificar ruído auditivo das proporcionais
3.4.8 Ajustar:

Código do Manual: 204040028 41 Rev-A


 Pausa inspiratória = 2,5 segundos
3.4.9 Deixar o Servoventilador ciclar e verificar se durante a pausa inspiratória de 2,5 s não existe
alteração do volume no pulmoteste, significando a ausência de vazamento.
3.4.10 Ajustar:
 Pausa inspiratória = 0,4 segundos
,QVSHFLRQDUYiOYXODGHVREUHSUHVVmR
3.5.1 Desconectar o ramo expiratório da base pneumática e obstruí-lo, verificar se após
aproximadamente dois ciclos aparecerá a mensagem “OBSTRUCAO NA EXP”, e se quando a
pressão no circuito respiratório superar o valor da pressão limite ajustada ocorrerá uma
despressurização do sistema através da válvula de sobrepressão.

,QVSHFLRQDUIOX[RV
3.6.1 Ajustar no menu do Servoventilador:
 NEBUL / TGI: OFF
3.6.2 Conectar o rotâmetro de 0 a 8l na saída NEBULIZADOR (com a agulha toda aberta).
3.6.3 Verificar se durante os ciclos respiratórios existem fluxos, indicando um mau funcionamento das
válvulas (de 0 a 50 ml/min).
3.6.4 Ajustar no menu do Servoventilador:
 NEBUL / TGI..: NEB
3.6.5 Verificar durante a fase inspiratória o fluxo existente (de 4,5 a 8 litros).
3.6.6 Ajustar no menu do Servoventilador:
 NEBUL / TGI: TGI
3.6.7 Verificar durante o final da fase expiratória o fluxo existente (de 4,5 a 8 litros).

Código do Manual: 204040028 42 Rev-A


 352&(',0(172'(9(5,),&$d­2'$)217(


 2EMHWLYR
Estabelecer o procedimento de verificação do funcionamento da fonte do Servoventilador Color.

 $FHVVyULRVHTXLSDPHQWRHIHUUDPHQWDVQHFHVViULDV

 Fonte teste;
 Giga de teste.

 3URFHGLPHQWR

3.1 Conectar a fonte teste e uma chave liga/desliga à fonte a ser verificada;
3.2 Ligar a fonte teste à tomada elétrica;
3.3 Ligar a fonte teste;
3.4 Testar auditivamente se a fonte a ser verificada funciona, ou seja, se o relê emite o som
característico.
3.5 Conectar uma ponta do multímetro no terra TP1 e a outra nos pinos do conector CN10 e verificar
as tensões de acordo com a tabela abaixo:

3LQRV 7HQVmR
1 0
2 +15 V ± 10%
3 +12 V ±10%
4 +5 V ±10%
5 -12 V ±10%
6 0

3.6 Conectar uma ponta do multímetro no terra TP1 e a outra nos pinos do conector CN6 e verificar
as tensões de acordo com a tabela abaixo:

3LQRV 7HQVmR
1 0
2 +13,5 V ±10%

3.7 Conectar uma ponta do multímetro no terra TP1 e a outra nos pinos do conector CN5 e verificar
as tensões de acordo com a tabela abaixo:

3LQRV 7HQVmR
1 0
2 +13,5 V ±10%

3.8 Desligar a fonte teste;


3.9 Conectar a giga de teste ao multímetro e ao CN6 e ligar a fonte teste;
3.10 Medir a corrente no multímetro (deve estar entre 230 mA e 260 mA).

Código do Manual: 204040028 43 Rev-A


 352&(',0(172'($-867((/(75Ð1,&2


 7ULPSRWVSULQFLSDLV

3±Ajuste do Blender O2.
3±Ajuste do Blender Ar.
3±Ganho de fluxo do transdutor paciente.

7ULPSRWVSULQFLSDLV

3

3

3

Figura 9.1: Trimpots principais da placa de controle do Color

 2EMHWLYR
Estabelecer o procedimento de ajuste eletrônico do Servoventilador Color.

Código do Manual: 204040028 44 Rev-A


 $FHVVyULRVHTXLSDPHQWRVHIHUUDPHQWDV

 Extensão de Ar;
 Extensão de O2;
 Extensão de rede elétrica;
 Balão de prova de 2000 ml;
 Balão de prova de 500 ml;
 Balão de prova de 50 ml;
 Resistência 20;
 Resistência 50;
 Circuito respiratório (traquéias, sensor de fluxo e intermediário “Y”) adulto;
 Circuito respiratório (traquéias, sensor de fluxo e intermediário “Y”) neonatal;
 Pulmoteste;
 Pulseira antiestática;
 Multímetro;

 3URFHGLPHQWR
Para realização deste procedimento o Servoventilador deverá estar aberto, ou seja, o painel frontal solto,
para que se tenha acesso aos componentes eletrônicos que necessitarem de ajustes.
Caso necessite entrar no modo calibração pressione as teclas “FREEZE”, “REPEAT” e “ENTER” na
seqüência.

 $MXVWHGHRIIVHW

5.1 Ligar o Servoventilador à rede de Ar comprimido, à rede de O2 e a rede elétrica.
5.2 Montar o circuito respiratório adulto com resistência de 20 no balão de 2000 ml.
5.3 Ligue o Servoventilador e aguarde o ajuste de offset e o autoteste.
5.4 Após o término do AUTOTESTE e o aparecimento da mensagem “AUTOTESTE-OK”, confirmar
o peso do paciente em 50 Kg e 10 ml/Kg.
5.5 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade PCV.
5.6 Verificar:
 Modalidade = PCV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 2 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 1,45 s
 Freq. = 14
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----

 $MXVWHGR3((3
6.1 Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 60%
 PEEP CPAP = 0 cmH2O
 Pressão Limite = 40 cmH2O
 Freq. = 14 rpm
6.2 Colocar o Servoventilador na apresentação do gráfico Pxt.
6.3 Pressionar a tecla STAND BY . O Led do STAND BY acende, o Servoventilador pára de ciclar
e apresenta no display a mensagem STAND BY.

Código do Manual: 204040028 45 Rev-A


6.4 Zerar a linha do PEEP ajustando no trimpot P14.
6.5 Pressionar a tecla STAND BY . O Led do STAND BY apaga, o Servoventilador volta a ciclar e
desaparece do display a mensagem STAND BY.
6.6 Ajustar a inclinação da curva de descida da pressão por meio do trimpot P1. A descida da
curva deverá ser a mais íngrimi possível, quase vertical.
6.7 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.
6.8 Ajustar:
 PEEP CPAP = 10 cmH2O
6.9 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.
6.10 Ajustar:
 PEEP CPAP = 15 cmH2O
6.11 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.
6.12 Ajustar:
 PEEP CPAP = 20 cmH2O
6.13 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.
6.14 Se durante o platô existir vibração, ajuste os ganhos no modo de calibração.
6.15 Se durante a inspiração existir over shoot (pico de pressão), ajuste o modo de calibração.
6.16 Trocar a resistência para um valor de 50.
6.17 Ajustar:
 PEEP CPAP = 20 cmH2O
6.18 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.
6.19 Ajustar:
 PEEP CPAP = 10 cmH2O
6.20 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.
6.21 Ajustar:
 PEEP CPAP = 0 cmH2O
6.22 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra ajuste o
valor do PEEP no modo de calibração.

 $MXVWHGD9LEUDomR

7.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade MMV.
7.2 Verificar:
 Modalidade = MMV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = 0,4 s
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 0 cmH2O
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 7.0 L
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 14
 Fluxo = 30 lpm
 P. Suporte = 20 cmH2O
7.3 Ajustar:
 Pausa Inspiratória = 0 s
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 P. Suporte = 30 cmH2O
7.4 Estimular o balão no final da expiração, e observar se durante as inspirações ocorrem
vibrações, se necessário ajuste no modo de calibração para eliminar as vibrações.
7.5 Ajustar:

Código do Manual: 204040028 46 Rev-A


 P. Suporte = 20 cmH2O
7.6 Estimular o balão no final da expiração, e observar se durante as inspirações ocorrem
vibrações, se necessário ajuste no modo de calibração para eliminar as vibrações.
7.7 Ajustar:
 P. Suporte = 10 cmH2O
7.8 Estimular o balão no final da expiração, e observar se durante as inspirações ocorrem
vibrações, se necessário ajuste no modo de calibração para eliminar as vibrações.
7.9 Trocar a resistência para um valor de 20.
7.10 Desligar o Servoventilador.

 )XQFLRQDPHQWRHPQHRQDWDO

8.1 Montar o circuito respiratório neonatal com resistência de 50 no balão de 50 ml.
8.2 Ligar o Servoventilador, escolhendo um peso de 0,8 Kg e 10 ml/Kg.
8.3 Verificar:
 Modalidade = PCV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 0,41 s
 Freq. = 49
 Fluxo = 8 lpm
 P. Suporte = ----
8.4 Verificar se os valores apresentados da Pmáx e do PEEP estão condizentes com os
ajustados. Caso isto não ocorra ajuste o valor do PEEP, a vibração da Pmáx e o pico de
pressão nos modos de calibração.
8.5 Desligar o Servoventilador.

 $MXVWHGR9ROXPH

9.1 Montar o circuito respiratório adulto com resistência de 20 no pulmoteste.
9.2 Ligar o Servoventilador, escolhendo um peso de 50 Kg e 10 ml/Kg.
9.3 Verificar:
 Modalidade = VCV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = 0,4 s
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 2 cmH2O
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 500 ml
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 14 rpm
 Fluxo = 30 lpm
 P. Suporte = ----
9.4 Ajustar:
 PEEP CPAP = 0 cmH2O
 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = 0 s
 Fluxo de base = OFF
9.5 Igualar no menu do Servoventilador os valores do FLX e o do FLXi através no modo de
calibração
9.6 Verificar no pulmoteste o volume apresentado e se necessário ajuste os valores através do P6.

Código do Manual: 204040028 47 Rev-A


9.7 Ajustar:
 Volume = 1000 ml
 Freq. = 10 rpm
9.8 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra repita
os itens 9.5 e 9.6.
9.9 Ajustar:
 Volume = 300 ml
 Freq. = 16 rpm
9.10 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra repita
os itens 9.5 e 9.6.

 $MXVWHGD&RQFHQWUDomR

10.1 Ajustar:
 PEEP CPAP = 0 cmH2O
 Conc. Oxigênio = 60%
 Volume = 500 ml
 Freq. = 14
10.2 Montar o Oxímetro entre a saída UMIDIFICADOR e a traquéia do ramo inspiratório.
10.3 Calibrar o Oxímetro ao ar ambiente (21%).
10.4 Ajustar a concentração = 60% . Ajuste P3 e/ou P4de modo a apresentar 60% no oxímetro.
10.5 Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 70%
10.6 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra, ajuste
os coeficientes no modo calibração.
10.7 Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 50%
10.8 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra, ajuste
os coeficientes no modo calibração.
10.9 Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 30%
10.10 Verificar se o valor apresentado está condizente com o ajustado. Caso isto não ocorra, ajuste
os coeficientes no modo calibração.
10.11 Desligar o Servoventilador.

Código do Manual: 204040028 48 Rev-A


 352&(',0(172'(9(5,),&$d­2'2)81&,21$0(172
 2EMHWLYR
Estabelecer o procedimento de verificação do funcionamento do Servoventilador Color (Servoventilador
versão 3.06 e Ventcare versão 3.03)

 $FHVVyULRVHTXLSDPHQWRVHIHUUDPHQWDV
Manômetro de precisão de 0 – 100 PSI TIRE GAUGE;
Extensão de Ar;
Extensão de O2;
Extensão de rede elétrica;
Balões de prova de 2000, 500 e 50 ml;
Resistências de 20 e 50;
Rotâmetro padrão 0 – 300 ml;
Rotâmetro padrão 0 – 8 l;
Circuito respiratório (traquéias, sensor de fluxo e intermediário “Y”) adulto;
Circuito respiratório (traquéias, sensor de fluxo e intermediário “Y”) infantil;
Circuito respiratório (traquéias, sensor de fluxo e intermediário “Y”) neonatal;
Pulmoteste modelo 640.

 3URFHGLPHQWR

 Montar as conexões de O2, ar comprimido e rede elétrica no Servoventilador juntamente com


circuito respiratório adulto e o balão de prova de 2000 ml com resistência 20.

 Ligar o Servoventilador, escolher um peso de 50 Kg e 10 ml/kg. Deixar o equipamento funcionando


(ciclando) por 72 horas (3 dias e 3 noites) para que todos os componentes eletrônicos sejam
solicitados e entrem em temperatura de trabalho no instante das verificações a seguir.

 O número do campo do formulário a ser preenchido será o mesmo número da instrução de trabalho.
 0HGLomRGDVSUHVV}HV
3.1.1 Pressionar STAND BY.
3.1.2 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (45 PSI) de O2;
3.1.3 Ajustar a válvula reguladora de pressão de O2 com uma chave hallen de 2mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 45 PSI;
3.1.4 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (35 PSI) de O2;
3.1.5 Ajustar a válvula reguladora de pressão de O2 com uma chave hallen de 2mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 35 PSI;
3.1.6 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (45 PSI) de Ar;
3.1.7 Ajustar a válvula reguladora de pressão de Ar com uma chave hallen de 2mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 45 PSI;
3.1.8 Conectar o manômetro à tomada de medição da pressão regulada (35 PSI) de Ar;
3.1.9 Ajustar a válvula reguladora de pressão de Ar com uma chave hallen de 2mm, até que seja
indicada no manômetro uma pressão de 35 PSI;
3.1.10 Pressionar STAND BY.
3.1.11 O Servoventilador deve entrar em funcionamento.
3.1.12 Desligar o Servoventilador.

9HULILFDomRGR2IIVHW
Fazer a verificação do Offset a cada dia (24 horas)
3.3.1 Entrar no modo calibração.
3.3.2 Pressionar STAND BY., o Servoventilador pára de ciclar e aparece no display a mensagem
STAND BY.
3.3.3 Ler o Offset:
 P=0 (r0)
 Ofi=0-0 à 1-10 (r1)

Código do Manual: 204040028 49 Rev-A


 Ofp=127 (r2)
3.3.4 Pressionar Conc. Oxigênio e Pressão Limite simultaneamente. Para desaparecer os valores dos
Offsets.
3.3.5 Pressionar STAND BY para o Servoventilador entrar em funcionamento.
3.3.6 Desligar o Servoventilador.

,QVSHFLRQDUDODUPHV
3.4.1 Desconectar o Servoventilador da rede elétrica, da rede de ar comprimido e da rede de O2.
3.4.2 Ligar o Servoventilador.
3.4.3 Aguardar o auto teste das válvulas.
3.4.4 Verificar se o Servoventilador apresentará os seguintes alarmes: 9(5,),48( 5('(2 e
9(5,),48(5('($5
O Servoventilador deve permanecer inoperante, sem nenhum tipo de alarme sonoro.
3.4.5 Desligar o Servoventilador.
3.4.6 Conectar o Servoventilador somente a rede de ar comprimido.
3.4.7 Ligar o Servoventilador.
3.4.8 Aguardar o auto teste das válvulas.
3.4.9 Escolher um peso de 50 Kg e 7 ml/kg.
3.4.10 Verificar se o Servoventilador apresentará o alarme audiovisual 9(5,),48(5('(2 e se a
Concentração de Oxigênio apresentada no display passará automaticamente para 21%.
Este alarme se tornará apenas visual após 2,5 minutos.
3.4.11 Pressionar a tecla RESET para verificar a existência do alarme sonoro.
3.4.12 Pressionar a tecla RESET para silenciar o alarme sonoro e o desenho de um sino com um risco
na diagonal aparecerá no display.
3.4.13 Desligar o Servoventilador.
3.4.14 Conectar o Servoventilador à rede de Ar comprimido e à rede de O2.
3.4.15 Ligar o Servoventilador.
3.4.16 Aguardar o auto teste das válvulas.
3.4.17 Escolher um peso de 50 Kg e 7 ml/kg.
3.4.18 O Led de REDE deve estar apagado e o Servoventilador deve entrar em funcionamento.
3.4.19 Verificar se após 15 segundos aproximadamente, o Servoventilador apresentará no display o
alarme audiovisual (após 2,5 minutos este alarme se tornará apenas visual):
6(05('((/e75,&$
3.4.20 Pressionar a tecla RESET para verificar a existência do alarme sonoro.
3.4.21 Pressionar a tecla RESET para silenciar o alarme sonoro e o desenho de um sino com um risco
na diagonal aparecerá no display.
3.4.22 Ligar o Servoventilador à rede elétrica 110V.
3.4.23 O Led de REDE deve acender permanentemente.
3.4.24 O Servoventilador não deve dar nenhum sinal de alarme.
3.4.25 Desligar o Servoventilador da rede de Ar comprimido.
3.4.26 Verificar se o Servoventilador apresentará o alarme audiovisual 9(5,),48(5('($5 e se a
Concentração de Oxigênio apresentada no display passará automaticamente para 100%.
Este alarme se tornará apenas visual após 2,5 minutos.
3.4.27 Ligar o Servoventilador à rede de Ar comprimido.
3.4.28 O alarme será desativado, porém, a Concentração de Oxigênio apresentada no display
continuará em 100%.
3.4.29 Ajustar a concentração em 60%.
3.4.30 Desligar o Servoventilador da rede de O2.
3.4.31 Verificar se o Servoventilador apresentará o alarme audiovisual 9(5,),48(5('(2 e se a
Concentração de Oxigênio apresentada no display passará automaticamente para 21%.
Este alarme se tornará apenas visual após 2,5 minutos.
3.4.32 Ligar o Servoventilador à rede de O2.
3.4.33 O alarme será desativado, porém, a Concentração de Oxigênio apresentada no display
continuará em 21%.
3.4.34 Ajustar a concentração em 60%.

 ,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH9&9±DGXOWR
3.5.1. Deixar o equipamento em funcionamento por no mínimo 1 hora para que todos os
componentes eletrônicos entrem em temperatura de trabalho.
3.5.2. Verificar:
 Modalidade = VCV

Código do Manual: 204040028 50 Rev-A


 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = 0,4 s
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 2 cmH2O
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 350 ml
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 15 rpm
 Fluxo = 46 l/min
 P. Suporte = ----
3.5.3. Zerar a linha de base do fluxo no monitor (gráfico F x t).
3.5.4. Retirar o balão e a resistência.
3.5.5. Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 21%
 Volume = 2000 ml
 PEEP CPAP = 0
 Fluxo = 100 l/min
 Pausa Inspiratória = 0
 No menu Tipo de Fluxo = Quadrado
 No menu Fluxo de Base = 0
3.5.6. Verificar no menu do Servoventilador o Fluxo FLX e FLXi de Ar.
3.5.7. Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 100%
3.5.8. Verificar no menu do Servoventilador o Fluxo FLX e FLXi de O2.
3.5.9. Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 60%
 Fluxo = 110 l/min
3.5.10. Verificar no menu do Servoventilador o Fluxo FLX e FLXi dos gases.
3.5.11. Ajustar:
 Volume = 500 ml
 Pressão Limite = 60 cmH2O
 Freq = 12 rpm
 Fluxo = 25 l/min
3.5.12. Conectar o pulmoteste com resistência de 20.
3.5.13. Verificar no gráfico Fxt do monitor o fluxo quadrado (constante) e o fluxo máximo.
3.5.14. Verificar no monitor e no pulmoteste o volume apresentado.
3.5.15. Ajustar:
 Pausa inspiratória = 2,5 segundos
3.5.16. Verificar no gráfico Fxt do monitor o patamar no final da inspiração com fluxo zero e a
mensagem RELAÇÃO INVERTIDA devido uma relação I:E maior do que 2,5:1.
3.5.17. Verificar se durante a pausa inspiratória o volume do pulmoteste não se altera.
3.5.18. Ajustar:
 Pausa inspiratória = 0.0
 PEEP CPAP = 8 cmH2O
 No menu fluxo de base = 4 lpm
3.5.19. Conectar o balão de 2 litros.
3.5.20. Verificar no gráfico P x t do monitor o PEEP no gráfico e na lateral direita do display.
3.5.21. Se o Servoventilador estiver configurado com a medição de FiO2 interligue o conector na
lateral direita do Servoventilador e a outra extremidade do cabo na célula de O2. Realize a
sua calibração a 21% (ar ambiente) pelo MENU do Servoventilador.
3.5.22. Deixe a célula de O2 ao ar ambiente e verifique se durante todo o ensaio a FiO2
monitorada pelo Servoventilador permanece em 21%.

Código do Manual: 204040028 51 Rev-A


,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH3&9
3.6.1. Através da tecla MODO, mudar para a modalidade PCV.
3.6.2. Verificar:
 Modalidade = PCV
 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 8 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 1.3 s
 Freq. = 15
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.6.3. Verificar no gráfico P x t do monitor a informação do paciente ADU, e os valores da P Max
e do PEEP no gráfico e na lateral direita do display.
3.6.4. Ajustar:
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 PEEP CPAP = 15 cmH2O
3.6.5. Verificar no gráfico P x t do monitor os valores da P Max e do PEEP no gráfico e na lateral
direita do display.
3.6.6. Desconectar o ramo expiratório da base pneumática e obstrui-lo, verificar se após
aproximadamente dois ciclos aparecerá a mensagem “OBSTRUCAO NA EXP”, e se
quando a pressão no circuito respiratório superar o valor da pressão limite ajustada
ocorrerá uma despressurização do sistema através da válvula de sobrepressão.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH3&9$9
3.7.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade PCV/AV.
3.7.2 Verificar:
 Modalidade = PCV/AV
 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 15 cmH2O
 Pressão Limite = 25 cmH2O
 Volume = 350 ml
 Tempo insp. = 1.3 s
 Freq. = 15
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.7.3 Ajustar:
 Volume = 500 ml
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
3.7.4 Verificar após ser alcançado o volume de 500 ml no monitor o valor da pressão máxima.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH6,099
3.8.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade SIMV/V.
3.8.2 Verificar:
 Modalidade = SIMV/V
 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = 0.4
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O

Código do Manual: 204040028 52 Rev-A


 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 350
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 9 rpm
 Fluxo = 46 l/min
 P. Suporte = ----
3.8.3 Verifique durante os ciclos mandatórios o volume e o valor do PEEP no final da expiração.
3.8.4 Verifique se ao estimular o balão durante o intervalo de JANELA o ciclo é disparado. E se
aparece a mensagem ASSISTIDA: TRIGGER PRESSÃO, e se a freqüência respiratória
aumenta no monitor.
3.8.5 Ajustar:
 Assistida = ----
 No menu fluxo disparo = 4 lpm
3.8.6 Verifique se ao estimular o balão durante o intervalo de JANELA o ciclo é disparado. E se
aparece a mensagem ASSISTIDA: TRIGGER FLUXO, e se a freqüência respiratória aumenta
no monitor.
3.8.7 Ajustar:
 Assistida = 2 cmH2O
 No menu fluxo disparo = OFF

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH6,093
3.9.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade SIMV/P.
3.9.2 Verificar:
 Modalidade = SIMV/P
 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 1.3 s
 Freq. = 9 rpm
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.9.3 Verifique durante os ciclos mandatórios no monitor a P max e o valor do PEEP no final da
expiração.
3.9.4 Verifique se ao estimular o balão durante o intervalo de JANELA o ciclo é disparado. E se
aparece a mensagem ASSISTIDA: TRIGGER PRESSÃO.
3.9.5 Ajustar:
 Assistida = ----
 No menu fluxo disparo = 4 lpm
3.9.6 Verificar se ao estimular o balão durante o intervalo de JANELA o ciclo é disparado. E se
aparece a mensagem ASSISTIDA: TRIGGER FLUXO.
3.9.7 Ajustar:
 Assistida = 2 cmH2O
 No menu fluxo disparo = OFF
,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH009
3.10.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade MMV.
3.10.2 Verificar:
 Modalidade = MMV
 Conc. Oxigênio = 60%
 Pausa Inspiratória = 0.4
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
Código do Manual: 204040028 53 Rev-A
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 5.2 L
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 15 rpm
 Fluxo = 46 l/min
 P. Suporte = 20 cmH2O
3.10.3 Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 80%
 Pressão Limite = 40 cmH2O
 Fluxo = 40 l/min
 Volume = 7 litros
3.10.4 Estimular o balão no final da expiração, mais ou menos 20 ciclos e verificar na lateral direita do
monitor o parâmetro “Vol. Min.” .
3.10.5 Ajustar o fluxo de base se necessário.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH%,39
3.11.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade BIPV.
3.11.2 Verificar:
 Modalidade = BIPV
 Conc. Oxigênio = 80%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 1.3 s
 Freq. = 15
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.11.3 Verificar no gráfico P x t do monitor a P Max e o valor do PEEP no final da expiração.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH&3$3
3.12.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade CPAP.
3.12.2 Verificar:
 Modalidade = CPAP
 Conc. Oxigênio = 80%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = ----
 Freq. = ----
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.12.3 Ajustar:
 P.Suporte = 10 cmH2O
3.12.4 Verificar no gráfico P x t do monitor, se ao estimular o balão um ciclo é iniciado e se este ciclo
possui uma pressão de suporte de 10 cmH2O. E se aparece a mensagem ESPONTANEA:
TRIGGER PRESSÃO.
3.12.5 Deixar o Servoventilador funcionando sem estimular o balão e verificar o aparecimento da
mensagem APNÉIA.

Código do Manual: 204040028 54 Rev-A


,QVSHFLRQDU0RGDOLGDGH369
3.13.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade PSV.
3.13.2 Verificar:
 Modalidade = PSV
 Conc. Oxigênio = 80%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 1.3 s
 Freq. = 15
 Fluxo = ----
 P. Suporte = 10 cmH2O
3.13.3 Verificar no gráfico P x t do monitor, se ao estimular o balão um ciclo é iniciado e se este ciclo
possui uma pressão de suporte de 10 cmH2O. E se aparece a mensagem ESPONTÂNEA:
TRIGGER PRESSÃO.
3.13.4 Deixar o Servoventilador funcionando sem estimular o balão e verificar o aparecimento da
mensagem CONTROLADA PCV.

,QVSHFLRQDU0RGDOLGDGH369$9
3.14.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade PSV/AV.
3.14.2 Verificar:
 Modalidade = PSV/AV
 Conc. Oxigênio = 80%
 Pausa Inspiratória = 0.4 s
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 350 ml
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 15
 Fluxo = 46 l/min
 P. Suporte = 20 cmH2O
3.14.3 Ajustar:
 Volume = 500 ml
 Pressão Limite = 50 cmH2O
 P. Suporte = 10 cmH2O
3.14.4 Estimular o balão e verificar se a pressão de suporte no painel de controle do Servoventilador
aumenta até o volume chegar ao valor pré-ajustado de 500 ml.
3.14.5 Observar o valor do Vinsp MED. na lateral direita do monitor.
3.14.6 Observar o valor do Vexp MED. na lateral direita do monitor.
3.14.7 Deixar o Servoventilador funcionando sem estimular o balão e verificar o aparecimento da
mensagem CONTROLADA VCV.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH969
3.15.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade VSV.
3.15.2 Verificar:
 Modalidade = VSV
 Conc. Oxigênio = 80%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 25 cmH2O

Código do Manual: 204040028 55 Rev-A


 Volume = 350 ml
 Tempo insp. = 1.3 s
 Freq. = 15
 Fluxo = ----
 P. Suporte = 20 cmH2O
3.15.3 Verificar no gráfico P x t do monitor, se ao estimular o balão um ciclo é iniciado e se este ciclo
possui uma pressão de suporte de 20 cmH2O. E se aparece a mensagem ESPONTÂNEA:
TRIGGER PRESSÃO.
3.15.4 Deixar o Servoventilador funcionando sem estimular o balão e verificar o aparecimento da
mensagem CONTROLADA PCV/AV.
3.15.5 Desligar o Servoventilador.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH3&9,QIDQWLO
3.16.1 Montar o circuito respiratório infantil e o balão de 500 ml com resistência 50.
3.16.2 Ligar o Servoventilador.
3.16.3 Escolher um peso de 6,5 Kg e 8 ml/kg.
3.16.4 Aguardar o auto teste das válvulas.
3.16.5 Verificar:
 Modalidade = PCV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 0.73 s
 Freq. = 28
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.16.6 Verificar no gráfico P x t do monitor a informação do paciente INF e os valores da P Max e do
PEEP no gráfico e na lateral direita do display.
3.16.7 Desconectar o ramo expiratório da base pneumática e obstrui-lo, verificar se após
aproximadamente dois ciclos aparecerá a mensagem “OBSTRUCAO NA EXP”, e se quando a
pressão no circuito respiratório superar o valor da pressão limite ajustada ocorrerá uma
despressurização do sistema através da válvula de sobrepressão.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH6,093LQIDQWLO
3.17.1 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade SIMV/P.
3.17.2 Verificar:
 Modalidade = SIMV/P
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 0,73 s
 Freq. = 17 rpm
 Fluxo = ----
 P. Suporte = ----
3.17.3 Verifique durante os ciclos mandatórios no monitor a P max e o valor do PEEP no final da
expiração.
3.17.4 Verificar se ao estimular o balão durante o intervalo de JANELA o ciclo é disparado. E se
aparece a mensagem ASSISTIDA: TRIGGER FLUXO, e se a freqüência respiratória aumenta
no monitor.

Código do Manual: 204040028 56 Rev-A


3.17.5 Ajustar:
 No menu fluxo disparo: OFF
3.17.6 Verifique se ao estimular o balão durante o intervalo de JANELA o ciclo é disparado. E se
aparece a mensagem ASSISTIDA: TRIGGER PRESSÃO, e se a freqüência respiratória
aumenta no monitor.
3.17.7 Ajustar:
 No menu fluxo disparo: 4 lpm
3.17.8 Pressionar STAND BY.

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH9&9,QIDQWLO
3.18.1 Montar o pulmoteste com resistência de 50.
3.18.2 Pressionar STAND BY.
3.18.3 Através da tecla MODO, mudar para a modalidade VCV.
3.18.4 Verificar:
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = 0.2 s
 Assistida = 2 cmH2O
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 50 ml
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 28
 Fluxo = 12 l/min
 P. Suporte = ----
3.18.5 Ajustar:
 Volume = 200 ml
 Fluxo = 20 l/min
 PEEP CPAP = 0
 No menu fluxo de base = 0
 Freq. = 14
3.18.6 Verificar o volume no pulmoteste.
3.18.7 Verificar o volume no monitor.
3.18.8 Desligar o Servoventilador

,QVSHFLRQDUDPRGDOLGDGH3&9±1HRQDWDO
3.19.1 Montar o circuito respiratório neonatal e o balão de 50 ml com resistência de 50.
3.19.2 Ligar o Servoventilador.
3.19.3 Escolher um peso de 0,8 Kg e 8 ml/kg.
3.19.4 Aguardar o auto teste das válvulas.
3.19.5 Verificar:
 Modalidade = PCV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = ----
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 5 cmH2O
 Pressão Limite = 15 cmH2O
 Volume = ----
 Tempo insp. = 0.38 s
 Freq. = 53 rpm
 Fluxo = 8 l/min
 P. Suporte = ----
3.19.6 Verificar no gráfico P x t do monitor a informação do paciente NEO e os valores da P Max e
do PEEP no gráfico e na lateral direita do display.
3.19.7 Ajustar:
 Assistida = 1 cmH2O

Código do Manual: 204040028 57 Rev-A


 Freq. = 40 rpm
3.19.8 Verifique se ao estimular o balão um ciclo é disparado. E se aparece a mensagem
ASSISTIDA: TRIGGER PRESSÃO, e se a freqüência respiratória aumenta no monitor.
3.19.9 Ajustar:
 Assistida = ----
 Fluxo de disparo = 2 lpm
3.19.10 Observar se ao estimular o balão um ciclo é disparado. E se aparece a mensagem
ASSISTIDA: TRIGGER FLUXO, e se a freqüência respiratória aumenta no monitor.
3.19.11 Pressionar STAND BY . O Led do STAND BY acende, o Servoventilador para de ciclar e
aparece no display STAND-BY.
3.19.12 Desligar o Servoventilador

9HULILFDomRGHIXQFLRQDPHQWRHPGLIHUHQWHVFRQFHQWUDo}HVGH2
3.20.1 Montar o circuito respiratório adulto e o balão de 2 litros com resistência de 20.
3.20.2 Ligar o Servoventilador.
3.20.3 Escolher um peso de 50 Kg e 7 ml/kg.
3.20.4 Aguardar o auto teste das válvulas.
3.20.5 Verificar:
 Modalidade = VCV
 Conc. Oxigênio = 40%
 Pausa Inspiratória = 0,4 s
 Assistida = ----
 PEEP CPAP = 2 cmH2O
 Pressão Limite = 30 cmH2O
 Volume = 350 ml
 Tempo insp. = ----
 Freq. = 15 rpm
 Fluxo = 46 l/min
 P. Suporte = ----
3.20.6 Ajustar:
 Fluxo = 8 l/min
 Fluxo de Base = OFF
 Conc. Oxigênio = 21%
 PEEP CPAP = 0
3.20.7 Verificar se o Servoventilador cicla normalmente por aproximadamente 1,5 minutos
apresentando a mensagem RELAÇÃO INVERTIDA.
3.20.8 Pressionar as teclas Conc. Oxigênio + ciclo manual, o Servoventilador deve entrar em
operação 100% O2.
3.20.9 Verificar o aparecimento da figura indicando a condição de 100% de O2 e se o
Servoventilador cicla normalmente por 1,5 minutos, retornando após este tempo para 21%.
3.20.10 Ajustar:
 Conc. Oxigênio = 60%
3.20.11 Verificar se o Servoventilador cicla normalmente por aproximadamente 1,5 minutos.

,QVSHFLRQDU&LFOR0DQXDO
3.21.1 Ajustar:
 Fluxo = 23 l/min
3.21.2 está entre –5 e +5.
3.21.3 Pressionar:
 Ciclo Manual
3.21.4 Verificar no monitor se o ciclo inicia imediatamente e a freqüência aumenta. E se aparece a
mensagem ASSISTIDA: TRIGGER MANUAL

,QVSHFLRQDU0RQLWRU
3.22.1 Pressionar CONGELA e verificar se somente o gráfico congela e os demais parâmetros do
monitor continuam funcionando.
3.22.2 Verificar se os gráficos de tendência estão funcionando corretamente.

Código do Manual: 204040028 58 Rev-A


3.22.3 Ajustar:
 No menu do monitor o alarme de pressão “alto” = 15 cmH2O
3.22.4 Verificar após aproximadamente 15 segundos o alarme de PRESSÃO ALTA aparece no
display.

,QVSHFLRQDU)OX[RV
3.23.1 Ajustar no menu do Servoventilador:
 NEBUL / TGI..: OFF
3.23.2 Conectar o rotâmetro de 0 a 8l na saída NEBULIZADOR (com a agulha toda aberta).
3.23.3 Verificar se durante os ciclos respiratórios existem fluxos, indicando um mau funcionamento
das válvulas (de 0 a 50 ml/min).
3.23.4 Ajustar no menu do Servoventilador:
 NEBUL / TGI..: NEB
3.23.5 Verificar durante a fase inspiratória o fluxo existente (de 4,5 a 8 litros).
3.23.6 Ajustar no menu do Servoventilador:
 NEBUL / TGI..: TGI
3.23.7 Verificar durante o final da fase expiratória o fluxo existente (de 4,5 a 8 litros).

,QVSHFLRQDU9D]DPHQWRV
3.24.1 Pressione STAND BY. O Led do STAND BY acende, o Servoventilador pára de ciclar e aparece
no display a mensagem STAND BY.
3.24.2 Conectar o rotâmetro de 0 a 300 ml (com a agulha toda aberta) na saída UMIDIFICADOR.
3.24.3 Verificar se existe vazamento (de 0 a 300 ml/min).

,QVSHFLRQDU,/9 ,QGHSHQGHQW/XQJ9HQWLODWLRQ HPGRLV6HUYRYHQWLODGRUHV


3.25.1 Conectar o cabo serial mestre/escravo às saídas seriais dos Servoventiladores. O
posicionamento deste cabo estabelecerá quem será o mestre e o escravo durante o
ensaio;
3.25.2 Conectar o circuito respiratório adulto e o balão de prova de 2000 ml com resistência 20
nos dois Servoventiladores;
3.25.3 Ligar os dois Servoventiladores, escolher um peso de 50 Kg e 10 ml/kg para ambos;
3.25.4 Através da tecla MODO, mudar os Servoventiladores para a modalidade SIMV/V. A
freqüência do Servoventilador ESCRAVO deve ser menor ou igual a do Servoventilador
MESTRE.
3.25.5 Verifique se ao estimular o balão do Servoventilador “ESCRAVO” durante o intervalo de
JANELA o ciclo é disparado apenas neste Servoventilador. E se aparece a mensagem
ASSISTIDA: TRIGGER ILV, e se a freqüência respiratória no monitor é igual a do
Servoventilador ‘MESTRE’.
3.25.6 Verifique se ao estimular o balão do Servoventilador “MESTRE” durante o intervalo de
JANELA o ciclo é disparado sincronizadamente em ambos os Servoventiladores.
3.25.7 Pressionar STAND BY nos dois Servoventiladores.
3.25.8 Inverter a posição do cabo mestre/escravo e repetir os procedimentos 3.25.5 e 3.25.6.
3.25.9 Desligar o Servoventilador.

Código do Manual: 204040028 59 Rev-A


 $/,0(17$d­2(/e75,&$(31(80È7,&$

1. Verifique inicialmente se a chave geral liga/desliga localizada no painel osterior do


Servoventilador COLOR encontra-se na posição desligada (2))).

2. Interligue as conexões de entrada de O2 e de ar comprimido localizadas no painel posterior do


Servoventilador COLOR com as respectivas fontes de alimentação destes gases. Utilize as
extensões que acompanham o Servoventilador.

Se o Servoventilador estiver configurado com Compressor de Ar (opcional) a conexão de ar comprimido
ao Servoventilador é opcional.


,03257$17(
$VSUHVV}HVGHDOLPHQWDomRGHR[LJrQLRHGHDUFRPSULPLGRGHYHUmRHQFRQWUDUVHQDIDL[D
HQWUHHSVL HN3D 
&RQHFWH R ILOWUR GH DU TXH DFRPSDQKD R DSDUHOKR HQWUH D FRQH[mR GH DU FRPSULPLGR GR
6HUYRYHQWLODGRU H D UHVSHFWLYD H[WHQVmR 2 DU FRPSULPLGR GD IRQWH GHYHUi HVWDU OLYUH GH
XPLGDGHyOHRHLPSXUH]DV 

3. Alimente o Servoventilador COLOR com uma rede elétrica de 110 ou 220 VAC, através do
cabo de força que acompanha o aparelho.

/,*$d®2
3,1299
  1(8752)$6(
)$6()$6(
7(55$7(55$

Figura 11.1. Tomada elétrica de três pinos, do tipo Nema 5-15P.



2EVHUYDomR
2 6HUYRYHQWLODGRU SRGHUi VHU DOLPHQWDGR LQGLIHUHQWHPHQWH FRP  RX  9$& SRLV SRVVXL VHOHomR
DXWRPiWLFDGHYROWDJHP
6HR6HUYRYHQWLODGRUHVWLYHUFRQILJXUDGRFRP&RPSUHVVRUGH$U RSFLRQDO YHULILTXHDFRUUHWDSRVLomRGD
FKDYH VHOHWRUD GH WHQVmR GR PHVPR DQWHV GH FRQHFWDU R FDER GH IRUoD GR 6HUYRYHQWLODGRU 2
&RPSUHVVRUGH$U VyIXQFLRQDVHR6HUYRYHQWLODGRUIRUDOLPHQWDGRSRUXPDUHGHHOpWULFDGHD
9FD

4. Alimente o Umidificador Aquecido 6060 indiferentemente com 110 ou


220 VAC, através da tomada elétrica de saída localizada no painel posterior do
Servoventilador COLOR. O Umidificador Aquecido possui seleção automática de voltagem.

5. Servoventilador possui uma bateria interna recarregável, que permite a utilização temporária
do aparelho sem este estar interligado à rede elétrica. Havendo uma falha na rede elétrica, o
Servoventilador passará automaticamente a ser alimentado através de sua bateria interna, e a
ventilação não será interrompida. O indicador de alimentação elétrica ficará piscando e haverá
um alarme de FALHA DE REDE ELÉTRICA, enquanto o Servoventilador estiver sendo
alimentado por sua bateria interna.

Código do Manual: 204040028 60 Rev-A


 3URJUDPDGH5HYLVmR16pULH 

Programa de Revisão – Nº Série = __________________

As revisões devem ser semestrais e solicitadas pelo usuário.

5HYLVmR6HPHVWUDO

,WHP 2. 1mR2. 2EVHUYDo}HV


1. Aparência geral pintura
2. Rodízios e base
3. Ganchos laterais a coluna
4. Gancho traseiro a coluna
5. Puxador traseiro a coluna
6. Pinos de suporte do umidificador
7. Entrada de Ar comprimido rosca e conexão
vazamentos
8. Entrada de O2 rosca e conexão
vazamentos
9. Pressão da válvula reguladora de Ar
comprimido ( 35 r 2 psi )
10. Pressão da válvula reguladora de O2. (35
r 2 psi )
11. Chave liga/desliga
12. Entrada da rede elétrica
13. Tomada do umidificador
14. Saída serial RS-232C
15. Entrada para bateria de 12 V externa
16. Fixação dos suportes da bandeja
17. Bandeja e cinta para monitores
18. Fixação dos suportes do braço articulado
19. Funcionamento dos potenciômetros de
contraste
20. Funcionamento do alto falante
21. Conexão azul do sensor de fluxo
22. Conexão branca do sensor de fluxo
23. Conexão do nebulizador
24. Sistema de fixação do bloco INS/EXP –
Rosca e Parafuso
25. Diafragma
26. Leds do bargraph
27. Led de Rede elétrica
28. Led de Bateria
29. Tecla de ciclo manual
30. Display de controle do Color
31. Teclado de Membrana
32. Display do Ventcare
33. Funcionamento geral do equipamento
34. Anotar Versão do Color
35. Anotar Versão do Ventcare
36. Aparência geral do umidificador
(opcional)
37. Chave liga/desliga do umidificador
(opcional)
38. Porta fusível do umidificador (opcional)
39. Porta fusível do Servoventilador
40. Led POWER ON do Umidificador
(opcional)

Código do Manual: 204040028 61 Rev-A


41. Led HEATER ON do Umidificador
(opcional)
42. Alavanca de trava da câmara do
umidificador (opcional)
43. Sensor de temperatura do umidificador
(opcional)
44. Mostrador digital do umidificador
(opcional)
45. Funcionamento geral do umidificador
(opcional)
46. Funcionamento geral do compressor de
ar (opcional)

6XEVWLWXLUDFDGDPHVHV

,WHP 2EVHUYDo}HV
1. Diafragma
2. Sensor de O2 (opcional)

6XEVWLWXLUDFDGDPHVHV

,WHP 2EVHUYDo}HV
1. Linha do sensor de fluxo

5HYLVmRDQXDO

,WHP 2. 1mR2. 2EVHUYDo}HV
1. Executar os itens da Revisão Semestral
2. Limpeza interna do Color
3. Limpeza interna do Umidificador
(opcional)
4. Reajuste eletrônico do Color
5. Reajuste eletrônico do Umidificador
(opcional)
6. Revisão geral do compressor de ar
(opcional)

Código do Manual: 204040028 62 Rev-A


$1(;26

3ODFDGH&RQWUROHGR6HUYRYHQWLODGRU&RORU

Anexo 1: Placa PCI controle COLOR

3ODFDGRV7UDQVGXWRUHV

Anexo 2: Placa de transdutores do Servoventilador COLOR



Código do Manual: 204040028 63 Rev-A
3ODFDGR'LVSOD\

Anexo 3: Placa de controle do display




3ODFD3&

Anexo 4: Placa de PC



Código do Manual: 204040028 64 Rev-A


3ODFDGDIRQWH

Anexo 5: Placa da fonte do Servoventilador COLOR

Código do Manual: 204040028 65 Rev-A


Código do Manual: 204040028 66 Rev-A
Código do Manual: 204040028 67 Rev-A
Código do Manual: 204040028 68 Rev-A
Código do Manual: 204040028 69 Rev-A
Código do Manual: 204040028 70 Rev-A