Você está na página 1de 13

17/02/2018

PRINCÍPIOS FÍSICOS DE RM
PROF. ESP. GUSTAVO PIRES

O QUE É RESSONÂNCIA?

 É um fenômeno físico de troca


de energia entre forças
periódicas e corpos em
movimento.

1
17/02/2018

EXEMPLO

 Som do Rádio
 O que se faz em ressonância, é
ajustar frequências a diferentes
regiões do corpo e assim obter
sinal da anatomia de interesse.

MOVIMENTO DO PRÓTON DE HIDROGÊNIO

 O movimento dele é chamado


de Spin é um movimento
giratório entorno do seu
próprio eixo, assim como o
movimento de rotação do
nosso planeta.

2
17/02/2018

PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DOS ÁTOMOS DE HIDROGÊNIO

 A carga atribuída ao próton (+) também se movimenta


 ao redor do próprio eixo
 O movimento de cargas elétricas gera uma corrente
N elétrica, e...
 Uma corrente elétrica cria um campo magnético ao seu
N redor

+  Com um polo norte, um polo sul e um momento


magnético (  )
 Ou seja, os núcleos dos átomos de hidrogênio podem
S
S ser vistos como pequenos ímãs, o que o torna sensível
i ao magnetismo gerados pelo equipamento de
ressonância.

NA AUSÊNCIA DE B0

 Os prótons de hidrogênio
encontram-se em momentos
magnéticos orientados
aleatoriamente, desalinhados.

3
17/02/2018

NA PRESENÇA DE B0

 Seus momentos magnéticos se


alinham a este campo magnético.
Alguns deste núcleos de
hidrogênio alinham-se em
paralelo ao campo magnético,
enquanto uma porção menor dos
núcleos se alinha em direção
antiparalela ao campo magnético.

NA PRESENÇA DE B0

 Os núcleos de baixa energia alinham


seu momento magnético
paralelamente ao campo externo e
são denominados núcleos SPIN UP
(de rotação positiva).
 Os núcleos de alta energia alinham seu
momento magnético na direção
antiparalela e são denominados
núcleos SPIN DOWN (de rotação
negativa).

4
17/02/2018

MOVIMENTO DE PRECESSÃO!

 Quando os prótons de hidrogênio estão


sob o efeito do campo magnético, antes
de ocorrer o alinhamento eles ganham
um novo movimento.
 Eles continuam tendo um spin só que
agora eles o fazem de forma cônica,
como se fosse um pião quando está
caindo, chamamos esse movimento de
precessão.

O MOVIMENTO DE PRECESSÃO

 O movimento de precessão só ocorre quando


 Frequência de
os prótons de hidrogênio estão sob a ação do
precessão
alto campo magnético.
B0
 A velocidade deste movimento é caracterizada
através da frequência de precessão .
 A frequência de precessão de um próton de
hidrogênio é dada pela equação de Larmor, onde
a frequência de precessão do próton de
hidrogênio é igual a característica giromagnética
desse próton vezes o campo magnético.

 =  x B0

5
17/02/2018

EQUAÇÃO DE LARMOR

 A taxa de precessão, ou frequência angular (  ) é governada pela força do


campo magnético externo ( B0 ) e é expressa através da Equação de Larmor
(equação fundamental da RMN e que define a condição de ressonância).

 =  x B0
  - é a razão giromagnética (constante específica de cada elemento.
 O núcleo de Hidrogênio possui uma constante giromagnética de 42,5 MHz/ T,
ou seja, se o campo magnético for de 1,5 Tesla o núcleo de Hidrogênio irá
precessar a 63,75 MHz.

PARA QUE OCORRA RESSONÂNCIA É PRECISO DUAS GRANDEZAS

 Ondas Eletromagnéticas
 Corpos em Movimento
 A frequência das ondas
eletromagnéticas devem ser
exatamente iguais a frequência de
movimento dos núcleos de
hidrogênio.

6
17/02/2018

QUAL A FINALIDADE DO CAMPO MAGNÉTICO DO SISTEMA DE


RESSONÂNCIA?

 0.2 T menor
alinhamento de
hidrogênios.
 1.5 T maior
alinhamento de
hidrogênios.

SISTEMA DE RESSONÂNCIA

7
17/02/2018

O QUE OCORRE COM OS HIDROGÊNIOS DO PACIENTE FORA DO


CAMPO MAGNÉTICO?

MOVIMENTO DE PRECESSÃO

 Movimento característico
dos hidrogênios que são
alinhados pelo campo
magnético.

8
17/02/2018

MAGNETIZAÇÃO LONGITUDINAL (MZ)

 Movimento característico dos


hidrogênios que são alinhados
pelo campo magnético.

APLICAÇÃO DA RADIOFREQUÊNCIA

9
17/02/2018

MAGNETIZAÇÃO TRANSVERSAL (MXY)

Mesma Fase

Magnetização Transversal (Mxy)

FORÇA MAGNÉTICA TRANSVERSAL

10
17/02/2018

INDUÇÃO DO MOVIMENTO DE ELÉTRONS PELA INVERSÃO DA


POLARIDADE MAGNÉTICA

FENÔMENO DA RESSONÂNCIA

11
17/02/2018

FID – FREE INDUCTION DECAY

RESUMO

12
17/02/2018

MOMENTO DA INTERPRETAÇÃO DO SINAL DO FID

T2

13