Você está na página 1de 64

Profº.

:
Profº.:Anderson
AndersonFlores.
Flores.
Bibliografia Básica:
Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem
• Neste capítulo serão estudados apenas como se devem
indicar nos desenhos técnicos mecânicos uma peça a ser
soldada

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem

• Símbolos padronizados são usados para indicar a


localização, detalhes do chanfro e outras informações de

operações de soldagem em desenhos de engenharia.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem
• Tipos usuais de Junta:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem
• Um símbolo completo de soldagem consiste dos seguintes
elementos:

• Linha de referência (sempre horizontal),


• Seta,
• Símbolo básico da solda,
• Dimensões e outros dados,
• Símbolos suplementares,
• Símbolos de acabamento,
• Cauda, e
• Especificação de procedimento, processo ou outra
referência.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem
• O símbolo básico da solda indica o tipo de solda e chanfro
que serão usados.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem
• Exemplo de um símbolo para uma solda em chanfro de ½ V
com dimensões:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem
• Outros exemplos:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

2. Símbolos de Soldagem

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
Solda de junta em L

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Preparação para a Soldagem

Peça 1

Peça 1
Peça 2

Peça 2

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Resultado

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Solda de contorno

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Junta soldada com reforço de solda

Cotagem Interpretação

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Preparação para a Soldagem:
Resultado

Face Superior

Peça 1

Face Inferior

Peça 2
Profº: Anderson Flores
Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Junta Soldada com Reforço

• Acabamento do Cordão

Raso Convexo

Exemplo

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Podemos ter três tipos de configuração de cordões de
solda:
Cordão de solda de Cordão de solda
comprimento total intermitente

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Podemos ter três tipos de configuração de cordões de
solda:
Cordão de solda em
ziguezague

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Junta Soldada de comprimento total:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Junta Soldada do tipo intermitente:

Cotagem Interpretação

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Junta Soldada do tipo intermitente:
Solda do tipo Filete
Tamanho do
cordão de
solda

Lado da Seta

Lado Oposto

Comprimento do Filete: 30 mm
Passo: 50 mm

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Junta Soldada em Ziguezague:

Cotagem Interpretação

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Diferença entre Cordões de Solda: Intermitentes e
Ziguezague.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
Solda de junta em L

Cotagem

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Solda de junta em L

Cotagem Interpretação

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas

Além dos símbolos mostrados acima, existem símbolos de


acabamento, que indicam o método de acabamento da
superfície da solda. Estes símbolos são:
• C – Rebarbamento;
• G – Esmerilhamento;
• H – Martelamento;
• M – Usinagem;
• R – Laminação.
Profº: Anderson Flores
Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

3. Cotagem e Interpretação de Juntas


Soldadas
• Lado Oposto e Lado da Seta

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

4. Desenho de Conjunto de Junta


Soldada
• Neste tipo de desenho, os diversos elementos que
compõem uma peça soldada, como a peça nº 4 (composta
de seis elementos soldados), são enumerados como se
fosse uma única peça.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

4. Desenho de Conjunto de Junta


Soldada

• Nota: Sempre que um dos


elementos soldados for um
elemento padronizado,
como uma porca, um
parafuso, etc., deve-se
enumerar normalmente
como se fosse uma peça não
soldada.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

4. Desenho de Conjunto de Junta


Soldada

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

5. Processos mais comuns

• Processos mais comuns de Soldagem

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

6. Número de Processos

• Duas ou mais linhas de referência, podem ser usadas em


uma única seta para indicar a sequência de operações.
• Primeira operação; linha de referência mais próxima da
junta.
• Operações subsequentes: mostradas sequencialmente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exemplo
• No primeiro cordão será utilizado o processo de Eletrodo
Revestido e no segundo cordão o processo de MIG.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

7. Soldas de Contorno

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
1. A cada junta soldada representada abaixo, faça sua respectiva simbologia:
a)

b)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
c)

d)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
e)

f)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
g)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
2. Abaixo são mostradas várias juntas de topo, faça a respectiva
simbologia:
a) d)

b) e)

c) f)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
2. Abaixo são mostradas várias juntas de topo, faça a respectiva
simbologia:
g) j)

h)

i)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
3. Abaixo são mostradas várias juntas em T, faça a respectiva simbologia:

a) d)

b) e)

c) f)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
4. Abaixo são mostradas várias juntas soldadas, faça a respectiva
simbologia:

a)

b)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
4. Abaixo são mostradas várias juntas soldadas, faça a respectiva
simbologia:

c)

d)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
4. Abaixo são mostradas várias juntas soldadas, faça a respectiva simbologia:

e)

f)

g)

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios
• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

4. Solda em V curvado

• Aplicações de Símbolos de Solda de Chanfro em V Curvado


e Bisel Curvado
S = distância do ponto de
tangência ao topo do
membro;
E = tamanhos de solda de
chanfro

S = raio da barra;
E = tamanhos de solda de
chanfro

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Exercícios

• Para cada solda desejada, faça o símbolo correspondente.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

5. Soldas Intermitentes

• Exercícios:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

5. Soldas Intermitentes

• Exercícios:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

5. Soldas Intermitentes

• Exercícios:

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Trabalho 1
Soldar ao tubo de diâmetro 34 à chapa
de 54x60x6 com solda de canto de 3mm
de altura nos dois lados em toda volta, e
soldar o tubo a chapa de 40x120x12 com
solda em bisel de 6x60º em toda volta e em
seguida fixar a peça 1 a base utilizando o
parafuso indicado:
•Suporte – Aço 1020;
•Base – Aço 1020 – Medidas 40x40x500;
•Parafuso Cabeça Sextavada M14;
•Arruela lisa 14 – Aço 1010;
•Chapa de 54x60x6 mm.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Trabalho 2
Soldar ao tubo de diâmetro 34, a
chapa de 54x60x6 com solda de canto
de 3mm de altura nos dois lados em toda
volta, e soldar o tubo a chapa de
40x130x12 com solda de canto com 6mm
de altura em toda volta e fixar a peça 3 a
base utilizando o parafuso indicado.
•Parafuso Cabeça Sextavada M16;
•Arruela lisa 16 mm – Aço 1010;
•Suporte de Ø34 mm – Aço 1020;
•Base – Aço 1020 – 40x40x500 mm;
•Chapa – 130x40x12 mm;
•Chapa com ranhura – 54x60x6 mm.

Profº: Anderson Flores


Desenho Técnico Mecânico / Capítulo 1 – Simbologia de Soldagem

Desenho Técnico Mecânico

Próxima Aula

Capítulo 2 – Acabamento Superficial

Profº: Anderson Flores