Você está na página 1de 13

DNA da Banana

Reagentes
-1 banana
- Sal grosso
- Detergente da loiça
- Álcool
- Água
- 1 garfo
- 1 faca
- 1 colher
- 1 copo
- 1 funil
- 1 filtro de café
- 1 tubo de ensaio
- 1 ansa ou palito

Procedimento
1) Corta 1 banana às rodelas. Esmigalha 1 rodela de banana com 1 garfo.

2) Num copo junta:


- 1 colher de chá de sal grosso
- 1 colher de chá de detergente da loiça
- 50 ml de água quente (60º C)

3) Junta a banana esmigalhada à solução que preparaste no copo. Mexe lentamente


durante uns minutos.

4) Coloca um filtro de café num funil e deixa passar a solução para um tubo de
ensaio.

5) Adiciona álcool gelado à solução filtrada.

6) Observa a formação do DNA!!!

Podes enrolá-lo com um palito


Porquê?
Detergente
As células e o seu núcleo estão envolvidos por membranas formadas por gorduras. O
detergente dissolve as membranas das células libertando o DNA.

Sal
Anula parcialmente a carga negativa do DNA. Consequentemente, provoca a agregação
do DNA facilitando depois a sua precipitação.

Álcool
Precipita o DNA que não se dissolve em álcool. Quanto mais frio estiver, menos solúvel
será o DNA e mais precipita.

Algumas questões
- O DNA está presente nas células de TODOS os seres vivos.
- Sabias que é o DNA que confere as tuas características próprias?
- E sabias que o DNA da banana é muito semelhante ao nosso?
Determinar a sensibilidade do ser humano aos
sabores.

VAI UMA PROVINHA ?

Materiais:
palitos
venda
mola da roupa
maçã cortada aos quadradinhos
cebola cortada aos quadradinhos

Procedimento:
• Coloca num ajudante uma venda e põe uma mola no nariz. É melhor usares
uma mola velha que já não prenda com muita força, para o nariz não ficar
demasiado apertado.
• Com um palito coloca na boca do ajudante um pedaço de alimento para que o
mastigue e identifique de que alimento se trata.
É importante que o ajudante não tenha visto as amostras de alimento antes do
início da experiência.
• Depois de fazer a identificação, pede ao ajudante que retire a mola do nariz e
compare o sabor quando o cheiro está incluído.
• Volta a colocar a mola no nariz do ajudante e em seguida usa um palito para
lhe meteres um pedaço de outro alimento
• Pede-lhe que o identifique.
• Retira a mola e volta a pedir-lhe a identificação do alimento.

Resultados:
Sem cheirar, a maçã e a cebola têm um paladar semelhante. A textura do
alimento fornece pistas, mas o sabor é o mesmo.

Porquê?
A língua possui terminações nervosas que nos permitem saborear coisas
doces, azedas, salgadas ou amargas. A maior parte das sensações de sabor
que experimentamos devem-se ao olfacto. Da próxima vez que estiveres
constipado e não conseguires respirar pelo nariz, repara como os alimentos
parecem perder o sabor.
À Procura de Impressões Digitais

Material:
1. Copo com impressões digitais
2. Pó de mina de lápis nº 1
3. Pó de talco
4. Pincel
5. Papel preto
6. Luvas de borracha
7. Lupa

Procedimento:
1- Junte uma colher do pó de mina com outra colher de pó de talco e
mistura bem.
2- Calce as luvas e, com um pincel macio cobre a superfície exterior do
copo, mas sem lhe tocar.
3- Enrole a folha de papel preto e coloca-a dentro do copo.
4- Com a ajuda da lupa, conseguirá ver umas marcas arredondadas –são as
impressões digitais de quem pegou no copo.

As impressões digitais são os desenhos formados


pela epiderme da ponta dos dedos. São sempre
diferentes, mesmo que se trate de gémeos.
Não mudam durante toda a tua vida. É por isso que a
polícia utiliza as impressões digitais para identificar
criminosos.
Efeito das chuvas ácidas nas plantas

Material

Folhas

Gobelé

Água

Ácido

Pinça

Procedimento

1-Coloca uma folha dentro de um gobelé com água.

2- Coloca uma folha dentro de um gobelé com água e ácido.

3- Observa.
Construindo uma molécula de DNA comestível

Material necessário:

- 1 saco de jujuba ou massa


de modelar de diferentes
cores
- 1 caixa de palitos de dente
- arame fino e flexível
- 1 alicate
- 1 régua

Como fazer?

1 Corte o arame em dois pedaços de aproximadamente 40 cm cada.

2 Escolha quatro cores de gomas, que representarão cada um dos nucleotídeos


da molécula de DNA. Separe as cores que farão pares entre as fitas de DNA
(você pode combinar a goma laranja com a vermelha e a amarela com a roxa,
por exemplo).
~

3 Espete as gomas nos arames, respeitando os pares escolhidos. Se você


escolheu a combinação de cores acima, se em um arame você coloca a goma
amarela, no outro coloque o seu par roxo. Lembre que ao longo de todo o DNA
esses pares devem ser respeitados.

4 Coloque os palitos entre as gomas para fazer a ligação entre os dois arames.
Coloque3 palitos ligando pares iguais de gomas (por exemplo, 3 palitos
ligando as roxas com as amarelas) e 2 palitos ligando os outros pares (por
exemplo, 2 palitos ligando as vermelhas com as laranjas).

5 Torça lentamente cada parte do arame. Pronto, você tem em mãos uma
simulação da molécula de DNA!
PIRÂMIDE DOS ALIMENTOS
Monte a sua pirâmide dos alimentos!

Nos espaços em branco, desenhe os seus alimentos preferidos de cada um dos grupos e depois
pinte os desenhos.

Recorte a pirâmide e dobre nas linhas pontilhadas. Depois cole a aba (1) na parte de trás (2) da
pirâmide. Pronto!
A absorção da água pelos vegetais
Utilizando flores brancas, água e
corante vermelho, os alunos podem
realizar uma experiência para
observar as estruturas vegetais
envolvidas no transporte da água para
as diversas partes da planta.
Depois de algum tempo imersas na
solução, as flores brancas adquirirão
uma coloração avermelhada,
evidenciando o transporte através do
caule.
Pigmentos dos cloroplastos
Passagem de nutrientes através do intestino

Material
15 cm de tripa seca Água iodada/Soluto de lugol
Solução de cozimento de amido Licor de Fehling
Solução de glicose 3 pipetas de 5ml
2 clipes e cordel Suporte de tubos de ensaio
1 tina pequena Pinça de madeira
Água destilada Lamparina
Tesoura Fósforos
4 tubos de ensaio

Procedimento
1- Fecha uma das extremidades da tripa com um cordel (verifica que a tripa não apresenta
rupturas).
2- Adiciona à tripa 10ml de cozimento de amido + 10 ml de solução de glicose.
3- Fecha a segunda extremidade da tripa com cordel. Lava o exterior da tripa com água
destilada.
4- Coloca a tripa na tina e prende as suas extremidades no bordo da tina com clipes.
5- Adiciona à tina 100ml de água destilada.
6- Após 5 minutos, coloca 1ml de água da tina no tubo 1 e 1ml no tubo 2.
7- Após 30 minutos, coloca 1ml de água da tina no tubo 3 e 1ml no tubo 4.
8- Faz o teste do Licor de Fehling aos tubos 1 e 3. Adiciona, a cada tubo, 1 ml de licor de
Fehling e leva os
tubos à chama da lamparina (o conteúdo não deve entrar em ebulição). Observa e regista os
resultados obtidos.
9- Faz o teste da água iodada/ soluto de Lugol aos tubos 2 e 4. Adiciona 2 gotas de água
iodada/ soluto de Lugol a cada tubo. Observa e regista os resultados obtidos.
NOTA:A solução de Licor de Fehling é azul e a quente e quando existem açúcares simples(glicose), forma um
precipitado cor-de-tijolo.
A água iodada/Soluto de Lugol é um indicador de cor amarelo-acastanhada que adquire a cor azul (intenso) na
presença de amido.

Discussão:
1- Refere qual a parte do sistema digestivo que a tripa pretende simular.
2- Indica os resultados obtidos ao fim de: 5 min. (tubo 1 e 2) e 30 min. (tubo 3 e
4).
3- Explica os resultados obtidos na questão anterior.
4- Comente a seguinte frase: “Ao nível da tripa ocorre uma passagem selectiva de
nutrientes.
Vulcão Submarino