Você está na página 1de 21

Fármaco Estômago Luz intestinal Plasma

pH = 1,0 pH = 5,0 pH = 7,4


Aspirina (pKa=3,5) NI I I
Fármacos Sulfametoxazol (pKa=5,5) NI NI I
Ácidos Clorotiazida (pKa=6,8) NI NI I
Ácido ascórbico (pKa=11,5) NI NI NI

Fármaco Estômago Luz intestinal Plasma


pH = 1,0 pH = 5,0 pH = 7,4
Diazepan (pKa=3,4) I NI NI
Fármacos Trimetoprima (pKa=6,5) I I NI
Básicos Morfina (pKa=8,0) I I I
Anfetamina (pKa=9,8) I I I
Propriedades das membranas que determinam a permeabilidade

 Presença de fenestras (endotélio capilares, glomérulos renais)


 Movimento da água (processo convectivo)
Difusão

 Espessura da membrana
 Equilíbrio de concentração dos dois lados da membrana
Difusão Propriedades das membranas que determinam a permeabilidade
Transporte mediado por carreador
Transporte mediado por carreador
DIFUSÃO FACILITADA
 Sem gasto energético

Taxa inicial de transporte


(massa/tempo)
 A favor do gradiente de equilíbrio

 Processo saturável

TRANSPORTE ATIVO
Concentração

 Com gasto energético

 Contra o gradiente de equilíbrio

 Processo saturável
Transporte mediado por carreador
Difusão facilitada

Equação de Michaelis-Menten

ν = Vmax C
Km + C
Km é a constante de Michaelis, que representa a concentração
de substrato em que o fluxo é metade da velocidade máxima

Adaptado: Lodish, 5ed, p. 249


Transporte mediado por carreador Transportadores ativos

Simporte Antiporte
(cotransporte) (contratransporte)

Adaptado: Lodish, 5ed, p. 247


Transporte mediado por carreador

Goodman, 12ed., 2012


Transporte mediado por carreador
Transporte mediado por carreador ABC (ATP-binding cassette) ativo
SLC (solute carriers) predominantemente difusão facilitada

Intestino delgado: Capilares cerebrais:


Absorção Função de barreira

Adaptada: Goodman, 12ed, 2012


Transporte mediado por carreador
Transporte mediado por carreador

Adaptada: Tozer e Rowland, 2009


Adaptada: Tozer e Rowland, 2009
Transporte mediado por carreador

• Seta tracejada: difusão simples


• Seta aberta: difusão facilitada
• Seta contínua: transportadores ativos de efluxo
Transporte mediado por carreador NET – transportador de norepinefrina (SLC6A2)

Inibidor seletivo:
Desipramina
(antidepressivo)

Inibidor:
Cocaína
Antidepressivos tricíclicos
(imipramina)

Adaptada: Golan, 3ed.


Transporte mediado por carreador

Exemplo....
Antihistamínicos
• 1ª geração  alta concentração no SNC
• Outras gerações  baixa concentração no SNC
 Menor lipofilicidade
 Substrato da glicoproteína P (efluxo)
FLUXO SANGUÍNEO VERUS PERMEABILIDADE

a. Limitação pela perfusão

• Seta larga: membrana sem resistência ao movimento do fármaco


• Seta fina: membrana com resistência ao movimento do fármaco
FLUXO SANGUÍNEO VERUS PERMEABILIDADE

b. Limitação pela permeabilidade


1. Na membrana celular

• Seta larga: membrana sem resistência ao movimento do fármaco


• Seta fina: membrana com resistência ao movimento do fármaco
FLUXO SANGUÍNEO VERUS PERMEABILIDADE

b. Limitação pela permeabilidade


1. Nas membranas celulares e capilares

• Seta larga: membrana sem resistência ao movimento do fármaco


• Seta fina: membrana com resistência ao movimento do fármaco
NATUREZA REVERSÍVEL DO TRANSPORTE

O transporte é bidirecional!!!!!!!!!

Exemplos: Carvão ativo (agente quelante)


Colestiramina (resina de troca iônica)