Você está na página 1de 26

Farmacologia do tônus

vascular
Profa. Cátia Lira do Amaral

Referência principal: Cap. 21


Chong, D. Y; Michel, T. In: GOLAN, D. E.; TASHJIAN, A. H.; ARMSTRONG, E. J.; ARMSTRONG, A. W. Princípios de
Farmacologia - A Base Fisiopatológica da Farmacologia. Guanabara Koogan, 2014. 972p.
Dilatadores artéria  O2 miocárdio
coronária (suprimento)
Dilatadores  Pós carga
arteriolares*
Venodilatadores*  pré-carga

* Ambos reduzem demanda O2 miocárdio


Contração Relaxamento

GMP

PDE
 Ca2+ intracelular

Canais de Ca2+ regulados por voltagem Despolarização


AT1 (receptores de angiotensina) Angiotensina II
α1 (receptores alfa adrenérgicos) NE
ETA, ETB (receptores de endotelina) Endotelina
Katzung e Trevor, 13ed.
Katzung e Trevor, 13ed.
Classes farmacológicas

 Nitratos orgânicos, óxido nítrico de inalação e nitroprussiato de sódio


 Inibidores da fosfodiesterase
 Bloqueadores dos canais de cálcio
 Ativadores dos canais de potássio
 Antagonistas dos receptores de endotelina
 Outros: hidralazina, antagonistas alfa1, antagonistas beta, bloqueadores
renina/angiotensina.
Nitratos
Nitratos:
Doam NO, que ativa guanililciclase e  a perda
de fosforilação da miosina de cadeia leve no
músculo liso vascular, causando vasodilatação.

Gás óxido nítrico inalado:


Dilata seletivamente a vasculatura pulmonar
Uso clínico:
Falha respiratória neonatal
Hipóxia perinaltal
Hipertensão pulmonar

Fig. 21.3
Nitratos orgânicos
Nitroprussiato de sódio (NPS)

Liberam NO
Dinitrato de isossorbida*
5-mononitrato de isossorbida
Nitroglicerina*
Nitroprussiato de sódio
* Via sublingual (ação curta)

Predomínio!!!!
Efeitos adversos graves e comuns
Nitroprussiato de sódio Toxicidade do cianeto
(emergências hipertensivas) Arritmia cardíaca
Sangramento excessivo
• Uso restrito Hipotensão excessiva
• Grande eficácia hipotensora Acidose metabólica
• Ef. Controlado pela dose Obstrução intestinal
• Difícil administração Metemoglobinemia
Elevação da pressão intracraniana
(Rename, 2010) Rubor, cefaleia
Azotemia renal
Inibidores da fosfodiesterase (PDE)

Impedem a hidrólise de AMPc e GMPc.

Sildenafila
Vardenafila Efeitos adversos:
Tadalafila Infarto do miocárdio
Neuropatia óptica
isquêmica não arterítica
Uso clínico: Priamismos
Disfunção erétil Cefaleia
Hipertensão pulmonar Rubor
Exantema
Contra indicações: Diarreia
Uso de nitratos orgânicos Dispepsia
Bloqueadores dos canais de Ca2+
Bloqueadores dos canais de Ca2+
-
Músculo liso vascular
+
Miocárdio

 Bloqueiam canais de Ca2+ do tipo L regulados


por voltagem.
 Impedem o influxo de Ca2+ que promove a
formação de pontes cruzadas de actina-miosina
 Cada classe tem sítio de ligação exclusivo.
Bloqueadores dos canais de Cálcio:
Diidropiridínico: Nifedipino
Anlodipino Vasodilatadores
Felodipino
Isradipino
Nicardipino
Outros: Verapamil
Inotrópico e cronotrópico negativos
Diltiazen
Uso clínico:
Hipertensão
Arritmias cardíacas (algumas)
Angina

Ação na pressão arterial: 

- Reduz resistência vascular sistêmica


- Reduz débito cardíaco
↓ contratilidade do miocárdio e
↓ frequência cardíaca
Efeitos adversos (derivam de seus mecanismos)

Rubor (nifedipino) Bradicardia


Constipação intestinal (verapamil) Bloqueio átrio-ventricular
Insuficiência cardíaca

Relaxamento excessivo do músculo liso na Efeitos cronotrópicos e inotrópicos negativos.


vasculatura cutânea e no TGI (Verapamil e diltiazem)
(Não recomendado associar β-bloqueadores)
Ativadores dos canais de K+

 Vasodilatação direta.
 Abertura dos canais de K+
modulados por ATP.
 Hiperpolariza a membrana.
 Impede a despolarização.

Uso: Hipertensão grave ou refratária.

Minoxidil*
Pinacidil
Nicorandil
Cromacalim
* tópico: alopécia
Antagonistas dos receptores de endotelina

 Bloqueia ativação de receptores ETA


e ETB.

Uso: hipertensão pulmonar grave.

Bosentana
Ambrisentana

Efeitos adversos:
Hepatotoxicidade, anemia, hipotensão,
retensão hídrica, cefaleia, rubor.
Outros
Hidralazina
Mecanismo desconhecido
Uso (apenas):
- Hipertensão grave e refratária - Hiperpolarização da
- Emergência hipertensiva membrana
- Pré-eclampsia grave - Ativação dos canais de K+
- Eclampsia
(Rename, 2010) - Inibição da liberação de
Ca2+ induzida por IP3.
Efeitos adversos graves e comuns
Obs: Uso no tratamento
Agranulocitose
Leucopenia da hipertensão
Hepatotoxicidade tipicamente associado
Lúpus eritematoso sistêmico
com β bloqueador e
Cefaleia
Palpitações, taquicardia diurético
Anorexia, diarreia
(Golan, 3ed. 2014)
Outros
Antagonistas α1 adrenérgicos
- Prazosina
- Doxazosina
- Terazosina
Antagonistas β-adrenérgicos
- Propranolol
- Atenolol
- Metroprolol
Inibidores da ECA
- Captopril  Angiotensina II
- Enalapril  Bradicinina
- Lisinopril
Antagonistas receptores AT1
- Losartana
- Valsartana
Doses e intervalos de doses de fármacos anti-hipertensivos (Fonte: Fuchs, 4ed., 2010).