Você está na página 1de 20

SEM534 Processos de Fabricação Mecânica

SEM534 – Processos de Fabricação Mecânica Aula 01: Geometria da ferramenta e movimentos
SEM534 – Processos de Fabricação Mecânica Aula 01: Geometria da ferramenta e movimentos

Aula 01: Geometria da ferramenta e

movimentos

SEM534 – Processos de Fabricação Mecânica Aula 01: Geometria da ferramenta e movimentos
SEM534 – Processos de Fabricação Mecânica Aula 01: Geometria da ferramenta e movimentos

Geometria da Cunha cortante

Geometria da Cunha cortante Para cada par material de ferramenta / material de peça têm uma
Geometria da Cunha cortante Para cada par material de ferramenta / material de peça têm uma

Para cada par material de ferramenta / material de peça

têm uma geometria de corte apropriada ou ótima.

A geometria da ferramenta influência na:

Formação do cavaco

Saída do cavaco

Forças de corte

Desgaste da ferramenta

Qualidade do Acabamento

Classificação da ferramenta de corte

Classificação da ferramenta de corte 1. Ferramentas com ponta única – Uma aresta de corte dominante
Classificação da ferramenta de corte 1. Ferramentas com ponta única – Uma aresta de corte dominante

1. Ferramentas com ponta única

Uma aresta de corte dominante

Ponta é geralmente arredondada formando um raio na ponta

Torneamento usa ferramenta de ponta única

2. Ferramentas com Múltiplas arestas de corte

Mais de uma aresta de corte

Movimento relativo da peça é rotativo

Fresamento e furação usam ferramentas com

múltiplas arestas

Classificação da ferramenta de corte

Classificação da ferramenta de corte Peça Superfície formada Movimento Ferramenta de avanço Movimento de rotação
Classificação da ferramenta de corte Peça Superfície formada Movimento Ferramenta de avanço Movimento de rotação
Peça Superfície formada Movimento Ferramenta de avanço
Peça
Superfície formada
Movimento
Ferramenta
de avanço

Movimento de rotação

Classificação da ferramenta de corte

Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte

Classificação da ferramenta de corte

Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte
Classificação da ferramenta de corte

Geometria da Cunha cortante

Geometria da Cunha cortante Direção do corte Superfície de saída Direção do avanço Aresta secundária de
Geometria da Cunha cortante Direção do corte Superfície de saída Direção do avanço Aresta secundária de
Direção do corte Superfície de saída Direção do avanço Aresta secundária de corte Aresta principal
Direção do corte
Superfície de saída
Direção do
avanço
Aresta
secundária
de
corte
Aresta principal de corte
Superfície
de
folga
secundária
Superfície de folga primária
Raio
da
ponta
da
ferramenta

Geometria da Cunha cortante

Geometria da Cunha cortante Ferramenta de ponta única e de múltiplas pontas
Geometria da Cunha cortante Ferramenta de ponta única e de múltiplas pontas
Geometria da Cunha cortante Ferramenta de ponta única e de múltiplas pontas

Ferramenta de ponta única e de múltiplas pontas

Geometria da Cunha Cortante

Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante
Geometria da Cunha Cortante

Nomenclatura da Ferramenta de Tornear

Nomenclatura da Ferramenta de Tornear  = ângulo de folga  = ângulo de cunha 
Nomenclatura da Ferramenta de Tornear  = ângulo de folga  = ângulo de cunha 

= ângulo de folga

= ângulo de cunha

= ângulo de saída

= ângulo de ponta

= ângulo de posição

ângulo

inclinação

r= raio de ponta

=

de

de saída  = ângulo de ponta  = ângulo de posição  ângulo inclinação r

Geometria da Ferramenta de Tornear

Geometria da Ferramenta de Tornear Fatores a serem considerados na escolha da geometria da ferramenta: -
Geometria da Ferramenta de Tornear Fatores a serem considerados na escolha da geometria da ferramenta: -

Fatores a serem considerados na escolha da geometria da

ferramenta:

- Material da ferramenta

- Material da peça

- Condições de corte

- Tipo de operação

- Geometria da peça

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Direção do corte Direção do avanço Plano de referência da ferramenta
Sistema de Referência de Ferramenta Direção do corte Direção do avanço Plano de referência da ferramenta
Direção do corte Direção do avanço Plano de referência da ferramenta Ponto Selecionado na aresta
Direção do corte
Direção do
avanço
Plano de referência
da ferramenta
Ponto Selecionado na aresta

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Direção do corte Direção do avanço Plano de medida Ponto Selecionado
Sistema de Referência de Ferramenta Direção do corte Direção do avanço Plano de medida Ponto Selecionado
Direção do corte Direção do avanço Plano de medida Ponto Selecionado na aresta
Direção do corte
Direção do
avanço
Plano
de
medida
Ponto Selecionado na aresta

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Direção do corte Direção do avanço Plano de corte Ponto Selecionado
Sistema de Referência de Ferramenta Direção do corte Direção do avanço Plano de corte Ponto Selecionado
Direção do corte Direção do avanço Plano de corte Ponto Selecionado na aresta
Direção do corte
Direção do
avanço
Plano de corte
Ponto Selecionado na aresta

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Ângulos definidos no plano de referência   s  p
Sistema de Referência de Ferramenta Ângulos definidos no plano de referência   s  p

Ângulos definidos no plano de referência

  s  p
 s
 p
  s  p Plano de trabalho Plano de Referência

Plano

de

trabalho

  s  p Plano de trabalho Plano de Referência

Plano de Referência

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Ângulos medidos no Plano de corte Plano de trabalho Plano de
Sistema de Referência de Ferramenta Ângulos medidos no Plano de corte Plano de trabalho Plano de

Ângulos medidos no Plano de corte

Plano de trabalho Plano de Referência λ Plano de 90º Medida Plano de Corte
Plano de
trabalho
Plano de Referência
λ
Plano de
90º
Medida
Plano de Corte

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Ângulos medidos no Plano de corte Direção do corte Aresta principal
Sistema de Referência de Ferramenta Ângulos medidos no Plano de corte Direção do corte Aresta principal

Ângulos medidos no Plano de corte

Direção do corte Aresta principal de corte  Superfície de folga primária
Direção do corte
Aresta principal de corte
Superfície de folga
primária

Sistema de Referência de Ferramenta

Sistema de Referência de Ferramenta Plano de Corte Plano 90º Medida Plano de Referência de Plano
Sistema de Referência de Ferramenta Plano de Corte Plano 90º Medida Plano de Referência de Plano
Plano de Corte Plano 90º Medida Plano de Referência
Plano de
Corte
Plano
90º
Medida
Plano de Referência

de

Plano de  Referência   Plano de Medida
Plano
de
Referência
 
Plano de Medida

Efeito da Geometria no Corte

Efeito da Geometria no Corte
Efeito da Geometria no Corte
Efeito da Geometria no Corte

Valores de ângulos

Valores de ângulos Material   HSS     MD      1  2
Valores de ângulos Material   HSS     MD      1  2

Material

 

HSS

   

MD

 

1

2

χ 1 χ 2

1

2

χ 1 χ 2

Ligas de Al e Mg

20

15

12

10

5

0

5

5

5

15

Ligas de Cobre

5

10

8

8

5

0

5

5

5

15

Aços

10

12

5

5

15

-5

-5

5

5

15

Aços Inox

5

8-10

5

5

15

-5 0

-5 - +5

5

5

15

Ligas resistentes a altas temperaturas

0

10

5

5

15

5

0

5

5

45

Ligas refratárias

0

20

5

5

5

0

0

5

5

15

Ligas de Ti

0

5

5

5

15

-5

-5

5

5

5

FoFo

5

10

5

5

15

-5

-5

5

5

15

Termoplásticos

0

0

20-30

15-20

10

0

0

20-30

15-20

10

Termorígidos

0

0

20-30

15-20

10

0

15

5

5

15

ângulo de inclinação ângulo de saída 1 ângulo de folga principal 2 ângulo de folga lateral ou secundário χ 1 ângulo de posição χ 2 ângulo de posição lateral