Você está na página 1de 27

MÓDULO 6

Caro aluno
Este módulo é dedicado ao estudo dos seres vivos do nosso planeta

Destacamos alguns pontos principais que serão abordados para que seu
estudo seja melhor aproveitado:

• A importância da classificação na nossa vida diária.

• Seres vivos dos cinco reinos e as suas características básicas

• Características das células animais e vegetais

• A formação do universo e dos planetas segundo a Teoria do Big Bang

• As condições do planeta Terra que favoreceram a formação dos seres vivos.

• Os tipos de bactérias pela sua forma

• Protozoários causadores de doenças.

• Os fungos e sua importância para as atividades humanas

• Principais características das aves, mamíferos e peixes

• Importância do Reino das Plantas para a produção de alimentos e oxigênio no


planeta Terra

• A importância das planta e as funções de cada uma das suas partes

• Importância das algas como grandes produtoras de oxigênio no planeta Terra

Esperamos que você aproveite bem este material que foi preparado com
muito cuidado, sempre com o objetivo de melhor atendermos às suas
necessidades.

EQUIPE DE BIOLOGIA
2

BREVE HISTÓRIA DAS ORIGENS

A questão da origem do universo e de tudo que nele existe vem


despertando a curiosidade do homem desde a antigüidade. Com o
desenvolvimento das ciências muitas das antigas crenças foram substituídas por
teorias formuladas com base no novo conhecimento científico. O conhecimento
de que hoje dispomos tem aumentado ainda mais nossa curiosidade a respeito da
origem do universo.
Vamos conhecer algumas informações científicas sobre a formação do
sistema solar, seus planetas e as condições que permitiram a origem e a
manutenção da vida na Terra.

A ORIGEM DO SISTEMA SOLAR

Os cientistas elaboraram uma teoria que se propõe explicar a origem do


Universo. Essa teoria foi denominada Teoria do Big Bang ( Grande Explosão ).

De acordo com essa teoria, há cerca de 20 bilhões de anos toda


matéria e energia que viriam a constituir futuramente o universo,
com seus bilhões de galáxias, estavam comprimidas em uma esfera
da ordem de milésimos de centímetro, menor que a ponta de uma
agulha

Teria havido, então, uma monumental explosão : matéria e energia


entraram em expansão, resultando na imensidão que existe hoje .
3

A ORIGEM DOS PLANETAS

A teoria mais aceita propõe que os planetas tenham se formado a partir


de poeira e gases cósmicos . Em alguns pontos isolados essas partículas
agregaram-se , formando corpos cada vez maiores. Esses corpos foram os
precursores dos atuais planetas.

Tudo indica que a Terra e os demais planetas formaram-se


entre 4,5 e 5 bilhões de anos atrás.

Ao atingirem um certo tamanho, os planetas passaram a atrair , por


gravidade , os gases hélio e nitrogênio. Esses gases passaram a constituir um
atmosfera primária . Essa atmosfera logo desapareceu pela ação de ventos de
energia solar. Como resultado , os planetas mais próximos do sol ficaram
praticamente sem atmosfera.

Na Terra , uma atmosfera secundária formou-se lentamente pelos gases


liberados do interior do próprio planeta . Esses gases eram, principalmente,
amônia , hidrogênio, metano e vapor de água.
O vapor de água formava nuvens que se resfriavam nas altas camadas da
atmosfera, condensando-se e caindo na forma de chuva . Tinha início o ciclo da
água em nosso planeta.
4

A água, ao atingir a crosta ainda quentíssima , evaporava-se rapidamente,


condensando-se em seguida e caindo novamente na forma líquida.
Quando a superfície do planeta esfriou, a água na forma líquida começou
a se acumular. Começavam a se formar os primeiros lagos , mares e oceanos.
Foi nesse cenário que apareceram os primeiros seres vivos , dos quais
descendem todas as formas de vida que já habitaram nosso planeta.

OS PRIMEIROS SERES VIVOS

Os cientistas acreditam que as águas das chuvas arrastavam as moléculas


orgânicas ( compostos de carbono , oxigênio , nitrogênio e hidrogênio ) recém
formadas para as regiões mais baixas da crosta, onde se acumulavam.
Durante milhões de anos essas moléculas foram se acumulando,
transformando-se em verdadeiros caldos orgânicos . Essa alta concentração,
aliada ao calor e a intensa radiação, fazia com que as moléculas reagissem entre
si, dando origem a novos tipos de substâncias.
Deve ter sido neste cenário que proteínas e ácidos nucléicos puderam se
formar dando origem aos primeiros seres vivos .
A vida teria começado quando uma agregado de moléculas adquiriu duas
capacidades: a de manter sua organização e a de se dividir formando entidades
semelhantes a ele chamadas coacervados .

COACERVADOS - conjunto de moléculas que adquiriram a


capacidade de se dividir, mantendo a sua organização

A Terra é hoje um planeta repleto de seres vivos , formados por


unidades mais complexas chamadas células..

CONHECENDO A CÉLULA

As células começaram a ser vistas e estudadas a partir do século XVII.


A célula é o elemento fundamental que forma todos os seres vivos; é a
menor parte da matéria viva que constitui os organismos. Em geral, a célula é
tão pequena que só pode ser vista ao microscópio. Mas também existem
exceções: por exemplo, a gema do ovo de qualquer ave é uma única célula.
5

A figuras abaixo mostram os 2 tipos de células:


1- A Célula Animal

2- A Célula Vegetal

Responda em seu caderno: - Você consegue perceber a diferença entre essas


duas células ?
________________________________________________________________
________________________________________________________________
6

A CÉLULA ANIMAL E A CÉLULA VEGETAL

Apesar de tanto animais quanto vegetais serem formados de por células,


existem certas diferenças entre a célula animal e a célula vegetal, como
mostraram as figuras. As principais diferenças são:
• Na célula vegetal, a membrana é envolvida por uma parede celular. Essa
parede é rica em uma substância chamada celulose. Na célula animal, há
apenas a membrana plasmática.
• No citoplasma da célula vegetal existe uma ou mais bolsas chamada de
vacúolo, que ocupa quase todo o interior da célula e é cheio de uma
substância rica em materiais nutritivo. Na célula animal os vacúolos são
menores e mais numerosos.
• No interior da célula vegetal também são encontrados os cloroplastos, com
pigmento chamado de clorofila. Esses pigmentos têm a cor verde. A clorofila
permite que a célula produza o seu próprio alimento a partir da energia do
Sol. As células animais não têm cloroplastos.
As células formam todos os seres vivos descobertos até hoje. A partir desse
momento, vamos conhecer e estudar as formas de classificar os seres vivos.
Observe atentamente as figuras abaixo e separe-as em dois grupos:

Complete a tabela abaixo em seu caderno para classificar as figuras acima:

Características Figuras
1-
2-

Qual foi a forma com que você separou as figuras ?


___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________
7

O que você fez na atividade anterior foi elaborar um critério de


classificação.
Mas, o que é um critério?

CRITÉRIOS são características utilizadas para a classificação.


Por exemplo a cor e a presença de flores nas plantas

Na Biologia fazemos algo semelhante com os seres vivos. Os primeiros


biólogos estudavam os seres vivos descrevendo as suas características. Fazendo
esse estudo, observavam várias semelhanças e diferenças. Foi usando essas
diferenças e semelhanças que os biólogos criaram critérios para agrupar e
separar os seres vivos.
Um dos critérios usados é a forma de obter alimento. Com esse critério
podemos separar em dois grandes grupos os seres vivos: os autótrofos, que são
capazes de produzir o seu alimento através da fotossíntese e os heterótrofos,
que precisam de outros seres vivos para se alimentar.

Chamamos de Fotossíntese o processo em que os seres


vivos que possuem clorofila, absorvem o gás carbônico,
a água e a luz solar para produzir glicose para a
obtenção de energia com liberação de oxigênio na
atmosfera.

ATIVIDADE
Em seu caderno, classifique os seres vivos de acordo com a forma com
que eles se alimentam:

Critérios Seres Vivos


Autótrofo

Heterótrofo
8

As possibilidades de agrupamento não param por aí. Vamos conhecer


algumas outras formas de classificar os seres vivos.

ATIVIDADE

Observe atentamente os animais abaixo e complete a tabela em seu


caderno:

Critérios Animais
Ser mamífero
Ser invertebrado
Precisar da água para reprodução
Capacidade de voar

Acompanhe atentamente o significado das palavras da tabela abaixo, elas


serão muito utilizadas no processo de classificação dos seres vivos.
Após a leitura da tabela realize a próxima atividade em seu caderno:

Termos utilizados Significado Exemplos


Produz o seu próprio alimento através da
Autótrofo plantas
fotossíntese
Precisa ingerir alimento para a sua
Heterótrofo animais
sobrevivência
Unicelular Formado de apenas uma célula Bactérias
Pluricelular Formado de mais de uma célula Animais
Procarionte Célula que não possui membrana que
envolve o núcleo, separando-o do resto da Bactéria
célula
Eucarionte Célula que possui membrana que envolve o
Plantas
núcleo.
9

ATIVIDADE
Consultando a tabela da página anterior, realize a atividade a seguir no seu
caderno:

Complete os espaços com uma das palavras que aparecem dentro dos
parênteses:

a) O homem necessita ingerir alimentos para sobreviver. Por esta característica


podemos afirmar que o homem é um ser_____________( autótrofo /
heterótrofo )

b) As bactérias são formadas de apenas uma célula, por isso são chamadas de
____________( unicelular / pluricelular )

c) As células do nosso corpo possuem núcleo individualizado por uma


membrana que separa o núcleo do corpo da célula. Esse tipo de célula é
chamado de _______________( eucarionte / procarionte )

d) As plantas realizam a fotossíntese e assim produzem o seu próprio alimento.


Esses seres vivos são chamados de __________________( autótrofo /
heterótrofo)

e) O cachorro é formado de milhões de células, sendo por isso classificados


como _________________( unicelular / pluricelular )

f) As bactérias são formadas de apenas uma célula que não possui membrana
nuclear. São classificados como __________________.
( procarionte / eucarionte )

OS CINCO REINOS DOS SERES VIVOS

Nosso estudo a partir desse momento irá concentrar-se nos reinos que
classificam todos os seres vivos conhecidos até hoje.
Há algum tempo atrás os biólogos consideravam apenas a existência de 3
reinos:
• reino animal – englobava todos os animais
• reino vegetal – englobava todos os seres que realizam a fotossíntese
• reino mineral – seres inanimados, sem vida ( rochas )
10

Com a descoberta de seres microscópicos, essa classificação não serviu


mais. Foram necessários outros critérios que envolvessem todos os seres vivos,
inclusive os microscópicos.
O moderno sistema de classificação que distribui os seres vivos em cinco
reinos foi idealizado em 1969 e todas as espécies vivas conhecidas foram
classificadas segundo os critérios:

• organização celular
• alimentação
• número de células.

Podemos fazer uma comparação para entendermos melhor como é essa


classificação biológica: quando endereçamos uma carta à alguém, escrevemos
no envelope o nome da pessoa, o nome da rua e número da casa onde ela mora,
o nome do bairro, a cidade, o estado e o país.
O país tem vários estados. Cada estado tem várias cidades. As cidades são
divididas em bairros. Cada bairro tem uma rua. Cada rua tem várias casas, cada
uma com uma numeração diferente.
Com os seres vivos também temos essa organização. Temos vários
reinos, que na nossa comparação seriam os países. Cada reino tem vários filos.
Dentro de cada filo encontramos várias classes. Cada classe é dividida em várias
ordens. Dentro da ordem temos as famílias. As famílias dividem-se em gêneros
e esses contém as espécies.

Comparando:

HIERARQUIA BIOLÓGICA COMPARAÇÃO


Reino País
Filo Estado
Classe Cidade
Ordem Bairro
Família Rua
Gênero Casas
Espécie Número da casa

Usando essa analogia ( comparação ), é fácil reconhecer quando estamos


falando de organismos distantes ou próximos. Observe e responda o próximo
exercício no seu caderno.
11

O quadro a seguir traz a classificação do homem, da minhoca e do


cachorro. O cachorro está mais próximo do homem ou da minhoca?

HOMEM CACHORRO MINHOCA


Reino Metazoa Metazoa Metazoa.
Filo cordados cordados anelídeos
Classe mamífero mamífero oligoqueto
Ordem primata carnívoro haplotaxidas
Família hominídeo canídeos glossoscolicídeos
Gênero homo canis pontoscolex
Espécie homo sapiens canis familiaris pontoscolex corethrurus

REGRAS PARA UTILIZAR OS NOMES


A nomenclatura utilizada na Biologia segue algumas regras básicas:
1. Uso do nome em latim, pois é uma língua que não sofre mudanças por
não ser utilizada por nenhum povo.
2. Gênero escrito com letra inicial maiúscula.
3. A espécie deve ser escrita com letra inicial minúscula.
4. Tanto o gênero quanto a espécie devem ser grifados ou destacados de
alguma forma no texto ( observe a escrita da tabela acima).

Agora que já sabemos a importância da classificação, vamos conhecer


a tão famosa classificação biológica dos seres vivos!

Abrange todos os organismos unicelulares e procariontes. São


representantes deste reino as algas azuis ( cianofíceas ) e as bactérias.
O reino Monera compreende os organismos mais simples conhecidos
entre os que apresentam estrutura celular. São organismos procariontes ( não
apresentam membrana nuclear ) e unicelulares. Os representantes são as
bactérias e as cianobactérias, que também são conhecidas como algas
cianofíceas ou azuis.
AS BACTÉRIAS

São unicelulares e estão entre os menores seres vivos conhecidos. Podem


viver isoladas ou em colônias.
Provavelmente são os organismos mais abundantes do planeta sendo
encontrados em praticamente todos os ambientes.
12

Quanto à nutrição, podem ser autótrofas – produzem seu alimento através da


fotossíntese ou heterotróficas – ingerem alimentos.

As heterotróficas podem ser:


- saprófitas - se alimentam da matéria orgânica em decomposição;
- parasitas - se alojam em algum ser vivo, prejudicando-o;
- simbióticas - vivem às custas de outro ser vivo sem prejudicá-lo.

As bactérias podem ser úteis ao homem quando são utilizadas na agricultura,


na indústria ( na produção de queijos e vinhos ) e indústria farmacêutica. São
também muito importante ao meio ambiente na decomposição da matéria
orgânica, pois decompõem os restos de animais e plantas após a sua morte.
Condições de vida de uma bactéria:
• água líquida
• temperatura adequada
• alimento
Algumas outras bactérias causam diversas doenças em plantas, em animais e
até no homem, são as bactéria patogênicas.
Muitos tipos de bactérias flageladas, como a Salmonella (foto), produzem
doenças nos animais e nas pessoas. O microorganismo se move com o auxílio de
projeções chamadas flagelos, e se multiplica no intestino, produzindo
inflamações graves. Os animais de criação, especialmente as aves, são um
depósito de bactérias, que podem infectar o homem, por meio de carne, ovos e
produtos contaminados.

AS CIANOBACTÉRIAS

Também conhecidas como algas azuis ou cianofíceas. Vivem isoladas ou


em colônias. Apresentam clorofila, são organismos autótrofos e realizam a
fotossíntese. São as grandes produtoras de oxigênio e são capazes de fixar o
nitrogênio do ar para construir as suas proteínas.
13

Observe os tipos de bactérias:

O reino Protista é formado por organismos eucariontes ( apresentam núcleo


individualizado ). Os protistas compreendem os protozoários e as algas
unicelulares.

OS PROTOZOÁRIOS
Suas características são:
- eucariontes;
- podem viver isolados ou formar colônias;
- podem ser parasitas ou ter vida livre;
- são heterótrofos;
- auxiliam as bactérias e fungos na decomposição da matéria orgânica.
14

Podem ser classificados em vários tipos, de acordo com a forma com que
se locomovem – as organelas locomotoras:

- Sarcodina - locomovem-se através de projeções da membrana;


plasmática chamadas de pseudópodes;
- Flagellata - locomovem-se através de flagelos;
- Ciliata- locomovem-se através de cílios;
- Sporozoa- não apresentam estruturas locomotoras.

Dinoflagelado
Os dinoflagelados são os responsáveis pela produção de energia na
cadeia oceânica. Têm uma estrutura semelhante a um chicote chamada
flagelo, que atua como órgão de locomoção e apresentam características
tanto de vegetais como de animais. Os dinoflagelados podem se reproduzir
de forma rápida, gerando grandes populações de forma imediata; certas
espécies, mediante este tipo de crescimento, formam as marés vermelhas
tóxicas que matam os peixes e contaminam os mariscos.

dinoflagelado

ALGAS PROTISTAS

São todas unicelulares e eucariontes. Autótrofas, com intensa atividade


fotossintetizante, são responsáveis pela maior parte do oxigênio colocado
diariamente na atmosfera.
15

Conheça algumas doenças causadas por protozoários:

AGENTE FORMA DE
DOENÇA SINTOMAS PREVENÇÃO
CAUSADOR CONTÁGIO
Ingestão de
Tratamento da água e
Disenteria Entamoeba Diarréias com alimentos ou
amebiana
higiene com os
histolytica sangue água
alimentos
contaminada
Doença de Typanosoma Insuficiência Picadas de
Chagas Eliminação do barbeiro
cruzi cardíaca barbeiros
Diarréias Ingestão de
Tratamento da água e
Giardia acompanhadas alimentos ou
Giardíase higiene com os
lamblia de dores água
alimentos
abdominais contaminada
Picada do
Plasmodium Febres e mal
Malária mosquito Eliminação do mosquito
vivax estares cíclicos
prego
Uso de
objetos
Corrimentos e contaminados
Tricomonía - Trichomonas Uso de preservativos nas
se infecções e relações
vaginalis relações sexuais
vaginais sexuais com
pessoas
transmissoras

Os fungos são organismos eucariontes, aclorofilados e heterótrofos.


Podem ser unicelulares ou pluricelulares. Dependendo de sua nutrição podem
ser :
• autótrofos - produzem seus alimentos ( fotossíntese )
• heterótrofos – ingerem alimentos
Alguns fungos são nocivos as plantas e animais , causando doenças as
plantas e animais, outros são úteis, sendo usados na produção do álcool e até de
medicamentos ( antibióticos ), como o Penicilium de onde se extrai a penicilina.
Há também as espécies comestíveis ( champignons ) e os orelhas de pau .
Existem os fungos chamados imperfeitos ( Deuteromicetos ) . A este grupo
pertence a causadora da micoses no homem , a Candida albicans .
Os líquens são associações entre algas unicelulares e fungos . Trata-se de
uma associação de espécies diferentes , em que ambos se beneficiam. Nos
16

liquens, as algas realizam a fotossíntese , produzindo alimentos para o fungos,


este protege as algas , retendo a água e sais minerais para ambos .
Uma das funções dos fungos é a participação na cadeia alimentar,
servindo de alimentos para a espécie humana.

Cogumelos comestíveis

Certos fungos vivem em


perfeita harmonia com algumas
algas, estabelecendo uma
associação que traz benefícios
mútuos. Essa relação é tão íntima
que passam a formar um novo
indivíduo, o líquen.

ATIVIDADES

A atividade a seguir foi elaborada para pesquisa dos textos sobre os


Reinos: Monera, Protista e Fungi.

Realize a atividade em seu caderno.

Analise as frases e classifique-as como ( V ) verdadeira ou ( F ) falsa:

A- ( ) Podemos afirmar que todos os fungos são unicelulares.


B–( ) As bactérias são as grandes produtoras de oxigênio no nosso planeta.
C–( ) Os protozoários são unicelulares e podem causar doenças ao homem.
D–( ) Os fungos são formados de células eucariontes.
E–( ) As bactérias são formadas por células procariontes.

Vamos estudar a partir desse momento os Reinos formados de seres


pluricelulares com células eucariontes: as plantas e os animais. Iniciaremos
o estudo por um reino de seres responsáveis pela produção de uma parte do
oxigênio da atmosfera e pela produção de alimentos.
17

Abrange todos os organismos autótrofos, pluricelulares e eucariontes.


Esse reino também é conhecido como o reino das plantas. Incluem-se também,
neste reino, certas algas.
Este reino reúne organismos eucariontes , pluricelulares e autotróficos .
Os componentes deste reino, juntamente com as cianofíceas e as algas
protistas , são os grandes produtores de alimento e oxigênio do planeta .
Cada órgão é formado por um conjunto de tecidos que desempenham uma
ou mais funções . Os órgãos estudados aqui serão : a raiz, o caule as folhas as
flores , os frutos e as sementes .

O caule é o órgão vegetal encarregado da


condução da seiva e sustentação das folhas, flores
e frutos. Na maioria das plantas é aéreo, porém
podem ser subterrâneos ou aquáticos

A folha é um órgão vegetal especialmente


adaptado para a transpiração e fotossíntese.
Possuem outras adaptações que permitem que elas
desempenhem outras funções além das citadas. A
fixação de muitos caules de trepadeiras, espinhos
são folhas que reduziram a sua superfície como
proteção contra a transpiração excessiva e que
constitui uma defesa contra os animais e as folhas
carnívoras são adaptações para capturar insetos.
18

Os cactos são exemplos de plantas que possuem espinhos que


controlam a sua transpiração.

A flor é o órgão de reprodução dos vegetais.


Tem a sua origem nas extremidades dos ramos.

O fruto é resultado da fecundação e


desenvolvimento do ovário da
planta.

Após a fertilização, o óvulo


desenvolve-se intensamente e
origina a semente.
19

São os organismos
pluricelulares, eucariontes e
heterótrofos por ingestão. Esse
reino abrange todos os
animais. O Reino Animal é
formado por uma grande
variedade de espécies, desde
os animais mais simples até os
mais complexos, como os
seres humanos.
gado

Vamos conhecer primeiramente os animais


mais simples, que não possuem coluna vertebral ,
os chamados invertebrados.

OS ANIMAIS INVERTEBRADOS
PORÍFEROS

São os animais pluricelulares mais simples que existem.


Vivem em ambientes aquáticos e não apresentam nenhum órgão ou
sistema. A respiração, excreção e circulação são realizadas por
difusão ( as substâncias atravessam os espaços entre as células ).
As esponjas são os representantes deste grupo.
20

da e CELENTERADOS

Esses animais apresentam tecidos,


mas sem a formação de órgãos muito
complexos. São aquáticos e
apresentam células que liberam um
líquido urticante que tem a função de
defesa e captura de alimento. A
respiração e a excreção são realizadas
por difusão. São representantes desse
grupo as medusas ( foto ).
medusa

NEMATELMINTES

São os vermes de corpo cilíndrico e alongado. Apresentam


sistema digestivo completo com boca e ânus, sua respiração é
cutânea e ocorre por difusão. Como exemplo podemos citar alguns
parasitas do homem: lombriga e os vermes que causam o amarelão.

PLATELMINTES

Apresentam o corpo achatado. Podem ser terrestre ou


aquáticos. Possuem sistema digestivo incompleto e a respiração se
dá por difusão. Alguns são de vida livre e outros são parasitas. São
representantes deste grupo o verme causador da esquistossomose e a
tênia.

MOLUSCOS

São animais de corpo mole, com ou


sem concha. Possuem vida livre, são
terrestres ou aquáticos. O sistema digestivo
é completo e a respiração pode ser cutânea.
Como exemplos deste grupo podemos citar
os lulas, a lesma ( figura ) e o polvo.
21

ANELÍDEOS

São os animais que apresentam o


corpo segmentado ( dividido ) em anéis.
Possuem vida livre e podem ser aquáticos
ou terrestres .Apresentam os sistemas
digestivo, respiratório ( cutâneo ), excretor,
nervoso e circulatório.
A minhoca e o sanguessuga são exemplos
deste grupo.

minhocas

ARTRÓPODES

São os animais de patas articuladas e


esqueleto externo ( exoesqueleto ). Podem
sofrer mudas( trocas ) de esqueleto para
permitir o crescimento do animal. Estes
animais estão divididos em classes, como
os: os insetos, os aracnídeos e os crustáceos.
Gafanhoto

As principais características de cada classe estão relacionadas no quadro a


seguir:

Insetos Crustáceos Aracnídeos Quilópodes Diplópodes


Água doce ou
Habitat Terrestre salgada Terrestre Terrestre Terrestre
Muitas, um Muitas, dois
Número de
Seis Variável Oito par em cada pares em
patas
anel cada anel
Antenas Um par Dois pares Ausentes Um par Um par
Pulmo-
Respiração Traqueal Branquial Traqueal Traqueal
traqueal
Barata e Caranguejo e Aranha e Centopéias Piolho – de-
Exemplos
pulga camarão escorpião e lacraias cobra
22

OS EQUINODERMOS formam um grupo de animais exclusivamente


marinhos e de vida livre. Os representantes deste grupo são bastante
conhecidos, a estrela- do- mar, o ouriço- do- mar e a bolacha- de- praia.

Vamos estudar as
características dos animais
vertebrados

OS ANIMAIS VERTEBRADOS
Neste filo estão os animais mais desenvolvidos que existem. Possuem
coluna vertebral e caixa craniana para proteção do cérebro. Vamos estudar a
classe tetrapoda que incluem os animais que possuem patas em número par. Este
grupo compreende a classe dos anfíbios, répteis, peixes, aves e mamíferos.

OS ANFÍBIOS
Possuem a pele lisa e sem estruturas que impeçam a transpiração. São
pecilotérmicos ( temperatura corporal varia de acordo com o ambiente).
O sistema digestivo é completo e a circulação é fechada. A fecundação é
externa. Nos sapos e rãs, representantes deste grupo, as larvas são chamadas de
girinos.

Embora os dois sejam anfíbios, há diversas diferenças anatômicas entre eles. As


rãs têm a pele lisa e suas patas são especializadas para saltar e nadar (à esquerda). A
pele do sapo (como a do sapo verde à direita), é seca e coberta de protuberâncias
glandulares chamadas verrugas. Os sapos não saltam tão bem quanto as rãs.
23

OS RÉPTEIS
Os répteis são os primeiros vertebrados equipados para a vida terrestre.
Sua pele é seca, sem glândulas e rica em queratina ( proteína
impermeabilizante ), pode ser coberta por escamas. São pecilotérmicos. A
respiração é do tipo pulmonar e o sistema circulatório é fechado. São ovíparos
com fecundação interna. São representantes deste grupo as
tartarugas ( marinhas ), os jabutis ( terrestres ), os cágados ( água doce ), além
dos jacarés, cobras e crocodilos.

Aligátor
O aligátor americano, declarado espécie ameaçada de extinção em 1967, aumentou
bastante em número na sua região de origem, o sudeste dos Estados Unidos. Embora
possa alcançar até 6 metros de comprimento, geralmente mede por volta de 1,5 metro.
Alimenta-se de outros répteis, carniça, aves, mamíferos e anfíbios. Devido ao fato de o
aligátor e outros crocodilianos não conseguirem mastigar sua comida, engolem as
presas inteiras ou, no caso de animais maiores, despedaçam-nos e engolem os pedaços.

OS PEIXES
Este grupo de vertebrados é composto por animais aquáticos. Têm as
seguintes características: são pecilotérmicos, apresentam respiração branquial, o
sistema digestivo é completo e a excreção é realizada por rins. Alguns possuem
bexiga natatória ( estrutura que se enche de ar para que o peixe possa vir à
superfície ).
24

AS AVES

As aves surgiram na Terra provavelmente na mesma época dos


mamíferos. A maioria das aves possuem membros adaptados para o vôo. São
encontradas nos mais diversos ambientes.
Apresentam o corpo coberto de penas, a pele possui uma glândula que
secreta um líquido oleoso para a impermeabilização das penas ( glândula
uropigiana ), são homeotérmicos, respiração pulmonar. Os seus representantes
são bastante comuns: os pássaros, os patos, corujas, etc.

Pavão-real
As compridas plumas e as brilhantes cores do pavão-real macho atraem a
fêmea durante a corte. Sua dieta inclui insetos, invertebrados e até serpentes

OS MAMÍFEROS

Constituem o grupo mais avançado de animais. A principal característica


deste grupo é a ocorrência de glândulas mamárias nas fêmeas, que produzem
leite para a nutrição de sua prole.
São homeotérmicos e apresentam o corpo coberto de pêlos para a
manutenção da temperatura corporal, têm a pele seca com glândulas sebáceas
( secretar o sebo ) e glândulas sudoríparas ( secretar o suor ). A respiração é
pulmonar e o sistema nervoso bastante desenvolvido. Na sua maioria, são
vivíparos ( os filhotes desenvolvem-se completamente no interior do corpo da
fêmea ), uma exceção é o ornitorrinco, que põe ovos. Como representantes dos
mamíferos podemos citar o homem, macaco, elefante, golfinho, morcego.
25

Os vírus são considerados como seres de transição entre a


matéria bruta e a viva.
O vírus é uma capsula de proteína que contém um dos tipos de ácido
nucléico - DNA ou RNA - mas nunca os dois juntos . Os vírus são de
dez a cem vezes menores que as bactérias e são responsáveis por
várias doenças, como gripe, sarampo, rubéola , poliomielite, raiva,
febre amarela, hepatite, etc.

ATIVIDADE

Observando os gráficos abaixo, responda as questões que seguem em


seu caderno:

TEMPERATURADOGATO TEMPERATURA DA COBRA


Temperatura do
temperatura do

40 40
30 30
corpo
corpo

20 20
10 10
0 0
10 14 19 28 34 10 15 20 28 33
temperatura do ambiente Temperatura do ambiente

1- Qual é a temperatura da cobra quando a temperatura ambiente é de 20


graus?
2- Qual é a temperatura do gato quando a temperatura é de 28 graus ?
3- Quando a temperatura do gato é de 37 graus, qual é a temperatura do
ambiente?
4- Quando a temperatura da cobra for de 28 graus, aproximadamente, qual
será a temperatura do ambiente?
5- Classifique os dois animais em pecilotérmico ou homotérmico.
26

BIBLIOGRAFIA

Enciclopédia Barsa

Enciclopédia Encarta 2001

Enciclopédia Ilustrada Medicina e Saúde

Superinteressante 10 Anos de Revista em CD – Rom

O Corpo Humano
Guia Multimídia sobre o Corpo e Seu Funcionamento

Biologia – Citologia
Coleção Nova Geração
Autor : J. Laurence

Biologia Educacional
Autora: Maria Ângela dos Santos

Biologia Atual
Autor Wilson Roberto Paulino

Biologia
Autores: Demétrio GowdaK
Neide S. de Mattos

Biologia
Texto organizado pelo Biological Sciences Curriculum Study

Biologia
Autores: César e Sezar

Biologia das Populações


Autores: Amabis e Martho

Biologia Moderna
27

Autores: Amabis e Martho

Ensino Médio e Formação Profissional


Autor; Marco Antonio dos Santos
Editora Didática Paulista

Expoente
Material Didático de Educação Infantil ao Pré- Vestibular

Revista Globo Ciência

Revista Galileu

Revista Superinteressante

MATERIAL ELABORADO

Equipe de Biologia

Antonio Caetano de Arantes


Aparecida Ferreira da Silva
Edilma Alves da Silva

Professor Coordenador
Neiva Aparecida Ferraz Nunes

Centro Estadual de Educação Supletiva de Votorantim - CEESVO

ANO – 2002

Apoio Prefeitura Municipal de Votorantim.