Você está na página 1de 143

Redes ControlNet

e DeviceNet

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br


Rede ControlNet

Revisão Data Nome / Setor Natureza da Modificação

A 01/03/10 Elo Consultoria e Automação Criação

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 2


Rede ControlNet

INTRODUÇÃO _____________________________________________________________________________ 5

CARACTERÍSTICAS DE UMA REDE CONTROLNET ___________________________________ 5

ARQUITETURA DA REDE ________________________________________________________________ 7

COMPONENTES DE UM SISTEMA DE CABOS __________________________________________ 8

Nós __________________________________________________________________________________ 9

Tap's _________________________________________________________________________________ 9

Cabo tronco __________________________________________________________________________ 11


Cabo Coaxial _______________________________________________________________________ 11
Segmentos de cabo tronco ____________________________________________________________ 12
Sistema redundante de cabos _________________________________________________________ 13

Terminadores ________________________________________________________________________ 15

Repetidores __________________________________________________________________________ 15

Determinando as necessidades de uma aplicação ___________________________________________ 17

CONFIGURAÇÃO DE UMA REDE CONTROLNET _____________________________________ 21

Modelo produtor/consumidor ___________________________________________________________ 21

Troca de informações pela rede __________________________________________________________ 22

Serviços da Rede ______________________________________________________________________ 22


O Serviço Scheduled (Programado) _____________________________________________________ 22
O Serviço Unscheduled (Não programado) _______________________________________________ 23

Parâmetros de Rede ___________________________________________________________________ 23


Tempo de Atualização de Rede (NUT) ___________________________________________________ 23
Máximo nó da banda programada (SMÁX) _______________________________________________ 24
Máximo nó da banda não programada (UMÁX) ___________________________________________ 26

RSNETWORX FOR CONTROLNET _____________________________________________________ 28

Caso você esteja utilizando o ControlLogix 5000 ____________________________________________ 28

CONFIGURANDO A COMUNICAÇÃO COM UMA REDE CONTROLNET _____________ 31

Estabelecendo comunicação com a rede controlNet a partir do micro ou laptop ________________ 31

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 3


Rede ControlNet

Software RSLinx _____________________________________________________________________ 31


Cartão de comunicação 1784-KTCX15 ___________________________________________________ 33
Cartão de comunicação 1784-PCC ______________________________________________________ 34

CONFIGURANDO PROJETOS NA REDE CONTROLNET ______________________________ 36

Configurando um Projeto para o ControlLogix 5000 _________________________________________ 36

Conexões ____________________________________________________________________________ 43
Direct Connection (None) _____________________________________________________________ 43
Rack Optimized _____________________________________________________________________ 44
Conexão Mista: Rack Optmized e Direct Connection _______________________________________ 45

Configurando um projeto no Rs Network __________________________________________________ 56

CONFIGURANDO PROJETO 2 NA REDE CONTROLNET _____________________________ 61

Configurando Projeto 2 no ControlLogix 5000 – Flex I/O ______________________________________ 62

Configurando Projeto 2 no RsNetwork – Flex I/O ____________________________________________ 88

Configurando Projeto 2 - O Panel View Plus na rede ControlNet _______________________________ 94


Configurando o Panel View Plus para se comunicar na banda não Programada – RsView __________ 94
Associando um Objeto as tags do controlador ___________________________________________ 103
Configurando o Panel View Plus para se comunicar na banda Programada ____________________ 104
Associando as tags criadas a um Objeto ________________________________________________ 141

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 4


Rede ControlNet

Introdução
A função da rede ControlNet é transmitir dois tipos de informações em
um mesmo cabo:
Controle e dados de I/O
Informações não críticas

Características de uma rede


ControlNet
As características abaixo, descrevem uma rede ControlNet e seus
benefícios:

Alto desempenho para controle e informações de I/O


- Desempenho de I/O melhorada.
- Melhor comunicação peer-to-peer.
- Determinística e repetitiva.

Arquitetura flexível do sistema de controle


- Múltiplos controladores no mesmo link físico.
- Uma única rede para programação e I/O.
- Acesso à rede por qualquer nó.
- Substituição de Tap's em qualquer ponto do cabo tronco sem
maiores problemas.

Opção de arquitetura flexível


- Opção para redundância de meio físico.
- Incremento do número de nós no mesmo link.
- Processadores com portas ControlNet, Remote I/O e DH+.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 5


Rede ControlNet

Programação avançada
- Seleção do tempo de atualização de controle e de I/O pelo usuário.
- Resposta on-line da utilização dos recursos da rede.
- Mapeamento do controle e dados de I/O.

Rede de capacidade avançada


- Eliminação dos atrasos na comunicação entre controladores com a
eliminação dos blocos de mensagens.
- Eliminação das instruções de block transfer para rack's remotos.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 6


Rede ControlNet

Arquitetura da rede

O gráfico abaixo mostra os dispositivos mais comuns que podem ser


conectados em uma rede ControlNet:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 7


Rede ControlNet

Componentes de um sistema de cabos


Um sistema de cabos de uma rede ControlNet e composto em sua
maioria dos seguintes dispositivos abaixo:
Nós;
Tap's;
Cabo tronco;
Terminadores;
Segmentos;
Repetidores.

O gráfico abaixo mostra um exemplo de um sistema de cabos


ControlNet e alguns de seus componentes mais comuns:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 8


Rede ControlNet

Nós

Os nós em uma rede ControlNet devem seguir os seguintes requisitos:


Devem estar compreendidos entre 1 e 99 para funcionarem em uma
rede (os números dos nós não devem ser duplicados)
Devem estar conectados ao tronco por meio dos Tap's

Tap's

Conectam qualquer nó ao cabo tronco da rede e possuem


comprimento de 1 metro.
O número de tap's necessários depende do número de dispositivos a
serem conectados á rede. Um tap é necessário para cada dispositivo e
são necessários dois tap's para a conexão de um repetidor.

Obs: Quando houver planos de inserção de nós futuros, devemos incluir no


cabo tronco conectores de junção de cabo ("emendas"), reservando o local
para a inserção destes futuros tap's. Isto irá diminuir os problemas de ruídos
na rede quando estes nós forem instalados. Este possui o código 1786-BNCJ

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 9


Rede ControlNet

Importante: Um tap desconectado da rede pode causar ruídos. Por isso,


é recomendado que tenha apenas um ponto aberto para a manutenção
por segmento. Se forem necessários mais pontos desconectados em
um segmento, deve-se utilizar nestes pontos o conector 1786-TCAP.

Importante: O tap contém um circuito eletrônico passivo e deve ser


utilizado para o funcionamento correto da rede. A utilização de outros
métodos ou dispositivos causará reflexão de energia causando
problemas de comunicação e o mau funcionamento da rede.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 10


Rede ControlNet

Cabo tronco

O cabo tronco de uma rede ControlNet é o barramento ou a parte


central de um sistema de cabos. Dependendo dos fatores associados com a
aplicação e com o meio onde está instalado, podemos ter a combinação dos
seguintes tipos de cabos:

Cabo coaxial;
Cabo fibra ótica.

Cabo Coaxial

O tipo mais comum usado para a montagem de um segmento padrão


é o cabo coaxial RG6 com 4 malhas de isolação, que possui as seguintes
características:

Baixo custo
Cabo utilizado pela TV a cabo

Importante: O cabo tronco da rede ControlNet deve ser do tipo coaxial


com 4 malhas de isolação para o funcionamento sem interferência de
ruído. A seguir temos o desenho de um cabo deste tipo e sua descrição.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 11


Rede ControlNet

Segmentos de cabo tronco

Um segmento do cabo tronco coaxial é dividido em múltiplas seções


de cabos separados pelos tap's, e com resistores de terminação em ambas
as extremidades. O comprimento total do segmento é a soma total de todos
os segmentos de cabo tronco coaxial. Abaixo vemos uma figura que mostra
um segmento de cabo tronco com tap's e resistores de terminação.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 12


Rede ControlNet

Sistema redundante de cabos

Um segundo cabo tronco pode ser conectado entre os dispositivos


ControlNet, atuando de forma redundante. Com sistema redundante de
cabos, os dispositivos enviam os seus sinais em dois segmentos distintos. O
dispositivo que recebe os sinais compara a qualidade de cada um e "aceita" o
de melhor qualidade. Um sistema redundante de cabos pode ser utilizado em
aplicações que requerem maior segurança, quando um cabo se rompe. O
desenho a seguir mostra um sistema de cabos redundantes.

Um sistema de cabos redundantes tem como função a total imunidade


contra a perda de comunicação causada pelo rompimento dos cabos, porém
possui algumas limitações que devem ser observadas.

Os dois cabos devem ser passados por caminhos diferentes, para


evitar que ambos sejam rompidos simultaneamente.
Todos os nós da rede devem ser do tipo redundante, ou seja, devem
possuir os dois canais A e B.
Os nós devem estar sempre conectados aos dois cabos.
Importante: Qualquer nó conectado a apenas um cabo tronco em um
sistema redundante, causará falha no segmento desconectado.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 13


Rede ControlNet

Cada segmento de cabo em um sistema redundante pode ter


comprimento diferente de cabo. A diferença total entre eles não pode
ser maior que 800 metros.
Um nó não pode ser conectado em segmentos diferentes. Isto causará
uma operação incorreta. Abaixo vemos este tipo de conexão.

Ambos os segmentos dos cabos troncos, devem possuir a mesma


configuração, ou seja, cada segmento deve conter o mesmo número
de tap's, nós e repetidores, na mesma seqüência.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 14


Rede ControlNet

Terminadores

Os terminadores da rede ControlNet devem SEMPRE ESTAR


PRESENTES e devem possuir as seguintes características:

Devem ser de 75 ohms e montados em conectores do tipo BNC


Devem ser instalados em ambas as extremidades de cada segmento.

Abaixo temos a figura de um resistor de terminação.

Importante: A rede ControlNet, não funcionará sem os resistores ou


com resistores diferentes do mostrado acima.

Repetidores

Os repetidores devem ser utilizados para os seguintes propósitos:

Para incrementar o número de tap's


Para aumentar o comprimento da rede
Para criar uma configuração que se inicia em um ponto e se estende
em qualquer direção.

Os repetidores podem ser colocados em qualquer ponto do cabo


tronco utilizando um tap.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 15


Rede ControlNet

Abaixo vemos um repetidor montado com o adaptador de


comunicação.

Cada aplicação requer uma forma diferente para o roteamento dos


cabos. Os repetidores podem ser utilizados para criar diferentes topologias
para se adequar a cada aplicação. Abaixo vemos uma configuração típica.

Os repetidores podem ser combinados em configurações em série ou


em paralelo de acordo com a necessidade da aplicação. Porem existe
algumas limitações para o uso dos repetidores, a saber:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 16


Rede ControlNet

Podemos ter somente 5 repetidores em série e 48 em paralelo em


uma única rede.
O número máximo de nós endereçáveis em uma rede é 99. Como os
repetidores não requerem um número de nó, não interferem no
número de nós da rede.
Podemos ter apenas um caminho entre dois nós em um único
segmento. Múltiplos repetidores conectando segmentos diferentes
não são permitido.

Determinando as necessidades de uma


aplicação

Para a execução de um projeto, devemos ter em mente as seguintes


diretrizes:

Determinar quantos nós serão utilizados no seu projeto


Determinar o comprimento das seções do cabo tronco
Definir o tipo de cabo e conexões a serem utilizadas
Determinar quantos terminadores devem ser utilizados
Determinar qual o valor máximo permitido para cada segmento
Determinar se será necessário utilizar repetidores

1. Determine quantos dispositivos serão utilizados na rede.


Na sua aplicação, deve-se determinar o número de processadores,
adaptadores, inversores, ihm’s, computadores c etc., da sua aplicação,
observando o seguinte aspecto:

Você quer adicionar Entre com o número de


mais dispositivos no tap's necessários na lista
futuro? de materiais.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 17


Rede ControlNet

O número de dispositivos
Não
a serem instalados agora

O número de dispositivos
atual, mais o número de
Sim
dispositivos a serem
adicionados futuramente.

2. Para cada dispositivo, tome como referência o quadro abaixo para


determinar o tipo de tap a ser utilizado por estes diapositivos.

Para este tipo de Você precisa deste tipo


conexão... de tap
Uma conexão em "T"
com o cabo tronco e reta Tap reto em T
na derivação
Uma conexão em "Y"
com o cabo tronco e reta Tap reto em Y
na derivação
Uma conexão em "T"
Tap com angulo reto em
com o cabo tronco e
T
obliquo na derivação
Uma conexão em "Y"
Tap com angulo reto em
com o cabo tronco e
Y
oblíquo na derivação

3. Entre com os valores necessários de cada tipo de tap na lista de materiais.

4. Tome como referencia o quadro a seguir para determinar o tipo de cabo a


ser utilizado na sua aplicação.

Então será necessário este


Se sua aplicação é...
tipo de cabo
Industrial, porém não
Cabo Standard-PVC CM-CL2
abrasivo

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 18


Rede ControlNet

Industrial, porém muito Cabo Plenum-FEP CMP-


abrasivo CL2P

De alta movimentação Cabo High Flex

5. Quantifique o número de tap por segmento do sistema de cabos.

6. Meça o comprimento de cada segmento

7. Utilize o quadro abaixo para determinar se os segmentos estão dentro do


valor máximo permitido para o comprimento e o máximo número de taps
permitido. Podemos utilizar o gráfico da página 08.

Comprimento Número de taps permitido


1000 metros 2
750 metros 16
500 metros 32
250 metros 48

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 19


Rede ControlNet

8. No quadro a seguir verifique:

Se você tem estas


Você deve adicionar
quantidades de E os segmentos...
na lista de materiais...
segmentos na rede...

Excedeu o comprimento
Um repetidor
máximo/número de nós

Um Não excedeu o
comprimento Nada
máximo/número de nós
Um repetidor para cada
dois segmentos, mais
Excedeu o comprimento
um repetidor para cada
máximo/número de nós
segmento que exceder
Mais de um o limite
Não excedeu o
Um repetidor para cada
comprimento
dois segmentos
máximo/número de nós

Importante: Dois taps são necessários para cada repetidor. Adicione o


número de taps necessários à lista de materiais.

9. Multiplique o número de segmentos da rede por 2 e determine a


quantidade de terminadores necessários e adicione à lista de materiais.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 20


Rede ControlNet

Configuração de uma Rede


ControlNet

Modelo produtor/consumidor

A rede ControlNet é baseada no modelo produtor/consumidor, e


possui as seguintes características:

Múltiplos nós podem consumir os mesmos dados de um único


produtor.
Os nós podem ser sincronizados para receberem as informações
simultaneamente.
A banda de comunicação pode ser otimizada para um melhor
desempenho.
Uma única rede para controle, mensagem de I/O e programação.

O gráfico abaixo mostra a transferência de informação usando o modelo


produtor/consumidor.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 21


Rede ControlNet

Troca de informações pela rede

Abaixo, temos um descritivo de como é feita a troca de dados pela rede


ControlNet:

Uma mensagem é enviada por um produtor e contém apenas um


caractere identificador chamado de CID (connection ID). Este ID é
criado automaticamente quando os nós da ControlNet são conectados
à rede.
Os nós podem estar configurados para identificar um ID determinado.
O acesso à rede é controlado por um algoritmo, que permite que
apenas um nó possa transmitir a cada oportunidade de transmissão
em cada intervalo de atualização da rede (NUT).

Serviços da Rede

O Serviço Scheduled (Programado)

A rede ControlNet tem a capacidade de enviar mensagens


programadas. Estas mensagens possuem as seguintes características:

Tem maior prioridade na troca de dados


É determinística e repetitiva
Podem ser dados digitais, analógicos, e intertravamento ponto-a-
ponto.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 22


Rede ControlNet

O Serviço Unscheduled (Não programado)

Os dados não programados também podem ser transmitidos pela


rede. Este tipo de dados possui as seguintes características:

A transmissão é feita somente após a realização da transmissão dos


dados programados.
Possui informações que não são criticas ao processo
São mensagens do tipo ponto-a-ponto e dados de programação, como
upload e download de programas.

Parâmetros de Rede

Os parâmetros abaixo devem ser configurados através do software


RSNetworx for ControlNet, para iniciar as trocas de dados entre os
dispositivos:

Tempo de atualização da rede (NUT)


Máximo nó da banda programada (SMÁX)
Máximo nó de rede (UMÁX)
Meio físico

Tempo de Atualização de Rede (NUT)

NUT é a base de tempo repetitiva que a rede transmite os seus dados


programados, não programados e a banda de manutenção.
Tempo possível para o NUT é compreendido entre 2 e 750
milisegundos.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 23


Rede ControlNet

Neste intervalo de tempo está incluído as informações ponto-a-ponto,


dados de I/O discreto e analógicos.
O desenho a seguir demonstra dentro de um NUT as porções
programadas, não programadas e a banda de manutenção.

Máximo nó da banda programada (SMÁX)

O SMÁX é o máximo número do nó que pode transmitir e receber


dados durante a execução da banda programada do NUT. É necessário
seguir as regras abaixo para determinar o valor do SMÁX:

Nós até o valor do SMAX transmitem os seus dados todo o NUT e em


seqüência e estes nós podem enviar dados críticos de I/O e
intertravamento de controladores.

Todas as transferências de dados programados são mapeadas na rede


ControlNet. Para se obter um melhor rendimento da rede, defina os
endereços em seqüência, partindo do nó 1 até o máximo nó necessário na
banda programada, sem deixar espaços em branco. Para cada nó

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 24


Rede ControlNet

pertencente à banda programada, é possível transmitir até 510 bytes de


dados. O tamanho da banda programada é variável.

Exemplo de acesso aos dados pelos nós na banda programada

O gráfico acima mostra que:

O primeiro intervalo de atualização da rede mostra os nós abaixo de


SMÁX enviando mensagens scheduled (programadas).
No segundo intervalo de atualização da rede mostra os nós abaixo de
SMÁX enviando mensagens scheduled novamente, começando pelo
primeiro nó da banda programada.
No terceiro intervalo de atualização da rede, mostra um nó que foi
desconectado da rede. O slot time referido é o tempo que o próximo
nó irá aguardar para poder transmitir seus dados. Neste exemplo o nó
3 aguarda 1 slot time, pois o nó 2 foi desconectado da rede.
O slot time é baseado nos atributos físicos da rede, como o comprimento
de cabos e número de repetidores.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 25


Rede ControlNet

Máximo nó da banda não programada (UMÁX)

O máximo nó da banda não programada (UMÁX) é o número do nó


máximo da ControlNet que pode transmitir e receber dados não programados
(unschedule). Abaixo veremos como se determina o valor do UMÁX:

O tempo restante após o serviço programado e a banda de


manutenção é alocado para as operações não programadas.
O direito de transmissão na primeira banda não programada no
intervalo do NUT é rotativo de um nó por NUT.
A porção não programada do NUT pode não ser suficiente para a
transmissão de todos os nós daquela banda.

Importante: Nós maiores que o UMÁX, não comunicarão com a rede. Os


dados de tempo crítico, não serão inclusos na banda não programada
do NUT, portanto não poderão transmitir os seus dados.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 26


Rede ControlNet

Exemplo de acesso aos dados pelos nós na banda não programada

O exemplo anterior mostra:

1. A oportunidade de transmissão é passada de forma rotativa. O nó 7 é o


primeiro a transmitir seus dados no primeiro NUT, depois o nó 8 e o nó 9. No
segundo NUT, a transmissão é iniciada pelo nó 9, e não mais pelo 8, pois só
assim a rede garante que todos os nós serão executados na banda não
programada.

2. No terceiro NUT, o ciclo será completado com a varredura de todos os nós


até o UMÁX.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 27


Rede ControlNet

RSNetworx for ControlNet


O software RSNetworx for ControlNet é a ferramenta de configuração
para a rede ControlNet. Este software é utilizado para realizar as seguintes
tarefas:

Criar e editar uma rede em off-line


Editar ou monitorar a configuração de uma rede em on line
Programar as comunicações

Caso você esteja utilizando o ControlLogix


5000

1. Crie o arquivo em offline.

2. Adicione os dispositivos de I/O utilizando o software RSLogix5000.

3. Faça o download do projeto para o controlador.

4. Entre em on-line com a rede ControlNet e utilize o software RSNetworx for


ControlNet para agendar as comunicações.

5. Faça o upload do projeto do controlador, pois o módulo CNB possui as


configurações da rede e estarão armazenadas no processador.
Atenção: O software RSNetworx é suportado somente pelo sistema
operacional Microsoft Windows 95/98/Me, Windows NT4.0/2000/Xp.

Este software possui as seguintes características:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 28


Rede ControlNet

Flexível, fácil de usar, baseado na edição e componentes Windows.


Capacidade de utilização das ferramentas do tipo copiar e colar.

Abaixo vemos os principais componentes da janela principal do software


RSNetworx for ControlNet.

Janela de utilização dos


recursos da rede

Lista de
Hardware
Janela configuração
da rede

Janela de mensagens

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 29


Rede ControlNet

Abaixo temos a barra de ferramentas com os elementos mais comuns


utilizados no software RSNetworx for ControlNet.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 30


Rede ControlNet

Configurando a comunicação com


uma Rede ControlNet

Estabelecendo comunicação com a rede


controlNet a partir do micro ou laptop

Software RSLinx

O software RSLinx é utilizado para criar e editar a configuração dos


drivers de comunicação requeridos por todos os softwares para comunicar
com as redes e com os controladores. O software RSLinx é sempre utilizado
a comunicação, para upload, download, update de firmware e envio de
arquivos.

Janela RSWho

Após o driver correspondente estar configurado, podemos visualizar a


rede através da janela RSWho. A janela RSWho no software RSLinx é
utilizada para a visualização da rede ativa.

Importante: Quando aberto, o software RSLinx deve ser minimizado e


não fechado. Se fecharmos o software enquanto este estiver em uso, a
comunicação entre o computador e a rede será terminada.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 31


Rede ControlNet

A janela de RSWho do sofware RSLinx, mostra as redes em uma


estrutura do tipo arvore como no Windows® Explorer, como mostrado abaixo:

Drives de Comunicação

O driver de comunicação é a peça chave entre o dispositivo e o


software. Este possui as seguintes características:

Habilita ao usuário a comunicação com a rede, através de uma placa


de comunicação;
Permite ao usuário realizar o upload, download e entrar em online com
a rede em questão.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 32


Rede ControlNet

Placas de Comunicação ControlNet

Com um driver de comunicação, e com o cartão de comunicação


ControlNet, habilita-se ao usuário a comunicação entre o computador e a
rede ControlNet. Podemos comunicar com a rede ControlNet através das
seguintes placas de comunicação:

1784-KTCX15, para acessar a rede ControlNet de um computador do


tipo Desktop, com barramento padrão do tipo ISA (16bit’s) ou EISA (32
bit’s).
1784-PCC, para acessar a rede ControlNet de um computador do tipo
notebook.
1784-PCIC, para acessar a rede ControlNet de um computador do tipo
Desktop, com barramento padrão do tipo PCI.

Cartão de comunicação 1784-KTCX15

Para configurar um driver de comunicação para o módulo 1784-


KTCX15, os seguintes endereços físicos devem ser configurados no cartão:

Endereço base de memória (default D000:0000).


Endereço base de I/O (default 220).

Estes endereços irão permitir a troca de dados entre o cartão e o


computador e os comandos para a placa.

Importante: Quando decidir qual endereço utilizar, lembre-se que cada


cartão no computador deve ter um único endereço de memória base
para memória e I/O.
Os endereços podem ser setados através das dip switches no cartão,
como mostrado abaixo:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 33


Rede ControlNet

Para o Scheduled da rede ControlNet, o módulo 1784-KTCX15, deve


ter um endereço de nó de rede da seguinte forma:

O endereço deverá ser maior que o valor de SMÁX e é menor que o


valor do UMÁX.
É aconselhável não ter nós faltantes, pois assim teremos uma maior
performance.

Cartão de comunicação 1784-PCC


O cartão 1784-PCC permite a conexão entre um computador do tipo
Notebook, com qualquer dispositivo de rede que possua uma porta de acesso
a rede (NAP).

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 34


Rede ControlNet

Para configurar um drive de comunicação para um cartão 1784-PCC,


um driver separado é necessário no sistema operacional para a instalação e
operação do mesmo. Abaixo encontramos os arquivos necessários para os
drivers de comunicação:

Windows 95/98/Me: Virtual Device Driver (VXD), estes possuem os


arquivos .inf e .vxd.
Windows NT: necessita do driver do NT e do disco com os arquivos
setup.exe, unpccnt.exe e pcc_config.exe.
Windows 2000/Xp: Windows Driver Model (WDM), estes possuem os
arquivos .inf e .sys.

Importante: Falha na instalação do drive correto poderá prejudicar o


sistema operacional.

Para o Scheduled da rede ControlNet, o módulo 1784-PCC, deve ter


um endereço de nó de rede da seguinte forma:

O endereço deverá ser maior que o valor de SMÁX e menor que o


valor do UMÁX,
É aconselhável não ter nós faltantes, pois assim teremos uma maior
performance.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 35


Rede ControlNet

Configurando Projetos na rede


ControlNet
A seguir será mostrado os passos básicos necessários para configuração de
projetos na rede ControlNet.

Antes de começar

O Software RSLogix 5000

É a ferramenta principal de configuração e programação para todos os


sistemas Logix 5000, o software RSLogix 5000 é utilizado para desenvolver
as seguintes tarefas:

Criar e editar uma lógica ladder;


Monitorar tabelas de dados;
Configurar as comunicações entre os controladores;
Configurar os módulos de I/O e dispositivos.

Configurando um Projeto para o


ControlLogix 5000
Quando trabalhamos com a linha de controladores ControILogix 5000,
configuramos uma Rede ControlNet através do software RSLogix 5000. Para
isto utilizaremos um exemplo de configuração onde teremos um rack
ControlLogix com um controlador e um módulo ControlNet bastando apenas
siga os seguintes passos:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 36


Rede ControlNet

1. Iniciar o software RSLogix 5000

Escolha o tipo de CPU a ser utilizada no projeto. Digite um nome para o


controlador com até 40 caracteres, não sendo permitida a utilização de
caracteres especiais e inicialização com números. Caso seja necessária a
inicialização com números, inicie o nome com o caractere underscore (_).
Preencha o campo descrição do projeto, caso necessário. Escolha o tipo do
chassi a ser utilizado e o slot onde se encontra o controlador. Clique em OK.
Neste momento aparecerá na lateral esquerda da janela do software, a
árvore do projeto.
Na árvore de projeto localize a pasta I/O Configuration. Clique com o botão
da direita e escolha no menu New Module. Aparecerá então uma janela onde
será possível selecionar em uma lista qual módulo de I/O será configurado.
Escolha o módulo 1756-CNB/D e dique em OK.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 37


Rede ControlNet

Aparecerá então uma janela de configuração amigável durante todo o


processo de configuração do módulo. Entre com as configurações para este
módulo como mostrado na próxima figura.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 38


Rede ControlNet

Defina um nome para o cartão com até 40 caracteres, não sendo permitida a
utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique em
qual slot o cartão estará instalado. Se necessário preencha o campo
descrição com informações sobre a utilização do mesmo.
Em Electronic Keying, é selecionada a categoria de compatibilidade na troca
dos cartões. Este se divide em três categorias:
Compatible Module: o cartão que irá substituir o módulo com defeito
deverá ser do mesmo tipo.
Disable Keying: o cartão que irá substituir o módulo com defeito
poderá ser de qualquer modelo, porém deverá respeitar a mesma
família, não podemos substituir o cartão de saída por um de entrada,
por exemplo.
Exact Match: o cartão que irá substituir o módulo com defeito deverá
ser idêntico ao que está sendo substituído, tanto na revisão quanto no
modelo do cartão.
Clique em Next para a exibição da próxima tela de configuração. O valor do
RPI está desabilitado, pois não existe nenhum tipo de delay de comunicação
entre o cartão e o controlador, também temos os campos para manter o
cartão desabilitado e/ou gerar urna falha grave no controlador quando o
módulo for removido.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 39


Rede ControlNet

Clique em Next para a exibição da próxima tela de configuração. A tela


mostrada na figura a seguir só é ativa quando conectado on-line com o
processador.

Clique em Next para a exibição da próxima tela de configuração. A tela


mostrada a seguir é uma teta de estado usada em on-line para conferir se
houve algum erro no barramento e para configurar os parâmetros do
ControlBus. Clique em Finish para concluir a configuração deste módulo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 40


Rede ControlNet

Verifique se aparece o módulo 1756-CNB/D configurado na pasta I/O


Configuration, como mostra a figura abaixo. Caso tenha alguma dúvida,
peça auxílio ao instrutor.

Agora iremos configurar os dispositivos que irão comunicar com este projeto
através da Rede ControlNet. Neste exemplo faremos a configuração para um
módulo 1756-CNB/D e outro módulo 1756-CNB/D. Para isto devemos seguir
os seguintes passos:
Clique com o botão da direita do mouse sobre o módulo 1756-CNB/D
configurado anteriormente. No menu escolha o item New Module.

Aparecerá então uma janela onde será possível selecionar em uma lista qual
dispositivo ControlNet será adicionado à rede. Escolha o módulo 1756-
CNB/D e clique em OK.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 41


Rede ControlNet

Aparecerá então uma janela de configuração amigável durante todo o


processo de configuração do módulo. Entre com as configurações para este
módulo como mostrado na próxima figura.

Defina um nome para o cartão com até 40 caracteres, não sendo permitida a
utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique qual o
seu número de nó na ControlNet irá ocupar, qual o tamanho do chassi, onde
será alocado este cartão e o slot onde o cartão estará instalado. Se

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 42


Rede ControlNet

necessário preencha o campo descrição com informações sobre a utilização


do mesmo.

Antes de passarmos para a próxima etapa de configuração, devemos


saber mais alguns conceitos importantes sobre o ControlLogix 5000.
Conexão.

Conexões

Pode-se definir por conexão um enlace de comunicação entre dois


dispositivos. Estes dispositivos podem ser controladores, módulos de
comunicação, módulos de E/S, variáveis produzidas e consumidas ou
mensagens. O controlador Logix 5550 suporta até 250 conexões.

Conexões para módulos de E/S

Direct Connection (None)


Dados são transferidos em tempo real para o controlador.
Maior capacidade de diagnóstico.
Cartões no rack do controlador devem obrigatoriamente seguir esta
conexão: Direct.
Cartões analógicos também devem ser sempre do tipo direct.

Exemplo de utilização Direct Conection para dados em um chassi remoto.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 43


Rede ControlNet

Conexões requeridas para o controlador

Quantidade de Conexões por


Tipo da conexão Total
Módulos Módulo

Para as E/S locais 2 1 2

Para as E/S remotas 3 1 3

Para o módulo 1756 CNB


1 1 1
Remoto

Total de conexões 6

Rack Optimized

Um rack inteiro, composto por cartões digitais, pode representar


apenas uma conexão
As informações de diagnóstico são mais limitadas.
As informações são transferidas para o controlador de acordo com o
RPI configurado no módulo 1756 CNB
Exemplo de utilização de Rack Optimized para dados em um chassi remoto.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 44


Rede ControlNet

Conexões requeridas para o controlador

Quantidade Conexões por


Tipo da Conexão Total
de Módulos Módulo

Para as E/S locais 2 1 2

Para o módulo 1756


1 1 1
CNB Remoto

Total de conexões 3

Conexão Mista: Rack Optmized e Direct


Connection

Este tipo de configuração se comporta das duas formas. Para ser feita
esta configuração, devemos configurar o chassi de forma otimizada e
os cartões que necessitam dos diagnósticos ou os cartões analógicos
de forma direta.
Exemplo de utilização da Conexão Mista para dados em um chassi remoto.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 45


Rede ControlNet

Conexões requeridas para o controlador

Quantidade de Conexões por


Tipo da Conexão Total
Módulos Módulo

Para as E/S locais 2 1 2

Para módulo analógico


1 1 1
(remoto)
Para o módulo 1756
1 1 1
CNB Remoto

Total de conexões 4

Após estas definições, voltemos à janela de configuração do módulo 1756-


CNB/D. Está faltando a configuração do campo Comm Format. Neste campo
temos 3 opções de configurações:

Listen Only - Rack Optimization: quando configuramos desta forma


o controlador mestre somente terá os dados de leitura e os status dos

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 46


Rede ControlNet

módulos. Este chassi deverá estar configurado em outro controlador e


como rack otimizado também.
None (Direct connection): Uma conexão direta é um link em tempo
real de transferência de dados entre o controlador e um módulo de I/O.
O controlador mantém e monitora a conexão entre o controlador e o
módulo de I/O. Qualquer interrupção na conexão, como uma falha de
módulo ou a remoção de um módulo sob alimentação, faz com que o
controlador energize os bits de status de falha na área de dados
associada com o módulo.
Rack Optimization: Para os módulos de I/O digital é possível
selecionar a comunicação de gaveta otimizada. Uma conexão de
gaveta otimizada consolida o uso da conexão entre o controlador e
todos os módulos de I/O digital em uma gaveta (ou trilho DIN). Ao
invés de existirem conexões individuais e diretas para cada módulo de
I/O, há apenas uma conexão para toda a gaveta (ou trilho DIN).

Devemos escolher a opção mais conveniente para o projeto. Clique em Next,


para acessar a próxima janela de configuração.

Obs: Dependendo do tipo de configuração escolhida em Comm Format,


o valor do RPI pode ser nulo ou não. Se escolhermos a opção Rack

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 47


Rede ControlNet

Optimization, haverá um valor de RPI para a troca de dados de todo o


chassi. Caso seja escolhida a opção None (Direct Connection), o valor
do RPI será nulo, ou seja, a troca de dados entre o módulo 1756-CNB/D
e o controlador será em tempo real.

Clique em Next para acessar a próxima tela de configuração. A tela mostrada


na figura a seguir só é ativa quando conectado on-line com o processador.

Clique em Next para a exibição da próxima tela de configuração. A tela


mostrada a seguir é uma tela de estado usada em on-line para conferir se
houve algum erro no barramento e para configurar os parâmetros do
ControlBus. Clique em Finish para concluir a configuração deste módulo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 48


Rede ControlNet

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 49


Rede ControlNet

Agora veremos na configuração de I/O do projeto, os dois módulos 1756-


CNB/R, conforme o desenho abaixo.

A partir de agora, abrimos uma gaveta para I/O’s remotos. Cada cartão de I/O
que for configurado neste chassi deverá obedecer à configuração pré-
defínida no chassi. Caso a configuração do chassi seja do tipo Rack
Optimization, os módulos de I/O devem seguir o mesmo tipo para a
conexão. Caso o chassi tenha sido configurado para None (Direct
Connection), os módulos de I/O irão seguir o mesmo tipo de conexão.

Agora iremos configurar um cartão de saída no slot 1 do rack remoto. Para


isso, iremos seguir os seguintes passos:

Clique com o botão da direita sobre o cartão 1756-CNB/D configurado por


último e no menu escolha o item New Module. Aparecerá uma janela onde
deverá ser escolhido qual o módulo a ser configurado.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 50


Rede ControlNet

Escolha o módulo e clique em OK.

A partir de agora aparecerá uma janela que o auxiliará durante toda a


configuração do módulo. Nesta primeira tela, entre com as configurações
para este módulo como mostrado na próxima figura.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 51


Rede ControlNet

Defina um nome para o cartão com até 40 caracteres, não sendo permitindo
a utilização de caracteres especiais e o início com números. Especifique em
qual slot o cartão estará instalado. Se necessário preencha o campo
descrição com informações sobre a utilização do mesmo. Em COMM
FORMAT, encontraremos quatro opções de configuração:

Full Diagnostics - Output Data; esta opção torna o controlador onde


o modulo de I/O esta sendo configurado, mestre do cartão, para a
escrita dos dados de saída e das configurações do módulo.
Full Diagnostics - Scheduled Output Data; idem ao anterior, porém
deverá ser selecionada uma base de tempo para a atualização dos
dados do cartão de saída aos elementos de campo.
Listen Only - Full Diagnostics -Output Data; esta opção é utilizada
por outras CPU’s que necessitam dos dados deste módulo já
configurado por outro controlador. Estes dados serão apenas de
leitura, não permitindo a alteração de qualquer variável de
configuração.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 52


Rede ControlNet

Rack optimization: está opção é utilizada quando o chassi está


configurado para esta opção. Neste caso os diagnósticos do módulo
serão mais limitados.

OBS: Mesmo que o chassi esteja configurado como otimizado,


podemos configurar o cartão para as três opções acima (Full
Diagnostics - Output Data, Full Diagnostics – Scheduled Output Data,
Listen Only - Full Diagnostics -Output Data), gastará 1 conexão para
cada módulo, porém teremos todos os diagnósticos do cartão.

Clique em próximo para a exibição da próxima tela de configuração.

Defina os valores para o RPI, para manter o cartão desabilitado e/ou gerar
uma falha grave no controlador quando o módulo for removido. Quando
configuramos o cartão para Rack Optimization, o valor do RPI é definido no
cartão 1756-CNB/D.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 53


Rede ControlNet

Clique em Finish para encerrar a configuração deste módulo.

Verifique se as tags foram criadas para o módulo 1756-OB16D para o slot 0.

Clique com o botão da direita sobre a pasta do controlador e escolha o


item monitor tag's.
Como mostrado na figura a seguir, três tags deverão aparecer debaixo
de Tag Name:
-Rack_Remoto_1:1:C
-Rack_Remoto_1:1:I
-Rack_Remoto_1:1:O.

Estas três tags são estruturas das tags (ou grupos) e que contém mais
tags como é exibido de fato na tela. Se estas estruturas de tags (ou
grupos) não aparecerem, verifique se na caixa Scope o campo está
exibindo o nome do seu projeto e na caixa Show, Show all.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 54


Rede ControlNet

Iremos agora programar a troca de dados entre o controlador e o rack


remoto. Para isto será necessário realizar o download para o controlador.

No menu suspenso, escolha o item Communications e depois Who Active.


Escolha o controlador a ser executado o download. Clique sobre a mesma e
habilite a caixa Apply Current Path to Project, para assumir este caminho
para o download.
Pressione o botão download.
Feito o download, verifique se na configuração de I/O, sobre o módulo 1756-
CNB remoto aparece um flag amarelo.

Clique com o botão da direita do mouse sobre o cartão 1756-CNB e escolha


o item Properties.
Selecione o tab Connections e na janela de falhas verifique se aparece a
seguinte mensagem:
(Code 16#0317) Connection Request Error. Connection not Scheduled.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 55


Rede ControlNet

Esta falha informa a conexão com o controlador, mas esta não está
programada. A única forma de programar esta conexão é através do software
RSNetworx for ControlNet. Para isto basta seguir os seguintes passos:

Configurando um projeto no Rs Network

Inicialize o software RSNetworx através do ícone ou através do menu iniciar.


No menu suspenso, selecione New.
Selecione o item ControlNet Configuration, para criar um novo projeto para
a Rede ControlNet, e clique em OK.

Na barra de ferramentas, selecione o ícone abaixo para entrar em on line


com a Rede ControlNet.

Selecione o driver de comunicação adequado, ou o caminho necessário para


a Rede ControlNet, e clique em OK.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 56


Rede ControlNet

Ao entrar em on line com a rede, o software fará uma varredura para localizar
todos os dispositivos presentes na rede.
Na caixa Network Usage, marque a caixa Edit Enable.

Aparecerão alguns valores estatísticos sobre a transmissão dos dados da


Rede ControlNet, a saber:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 57


Rede ControlNet

Existem para todos os campos duas configurações: Current que é a


atual, aquela que esta rodando na rede e Pending, a que está sendo editada
e pendente. Podemos observar o valor do NUT que esta configurado para a
rede está em 5ms, podemos também observar que a carga da rede na banda
programada esta atualmente com uma média (Avg. Scheduled Band) de
0,26%, podendo chegar a um máximo (Peak Scheduled Band) de 1,06% e
que depois de aceita as modificações poderá chegar à 4,90%. Esta carga de
rede é o percentual de tempo utilizado pela banda programada em relação ao
NUT programado.

No campo Connection Memory Usage, observamos o percentual


gasto de conexões do módulo l756-CNB desta configuração.

Agora, localize o tab Network, selecione o menu Properties. Aparecerá uma


janela onde devemos configurar os parâmetros da rede. Selecione um valor
para o NUT, SMÁX e UMÁX de rede conforme indicado abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 58


Rede ControlNet

Clique em Aplicar, em seguida em OK. Observe que os valores estatísticos


serão modificados devido à alteração do NUT.

Salve o projeto, clicando no ícone abaixo. Este projeto será salvo na rede e
no seu computador. Nesta janela será informado que todas as conexões
entre os dispositivos serão estabelecidas. Clique em OK.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 59


Rede ControlNet

Verifique se os sinais sumiram e o led de I/O do controlador está aceso.


Caso contrário, verifique na propriedade dos módulos com defeitos, os erros
encontrados. Se necessário repita os passos g e k.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 60


Rede ControlNet

Configurando projeto 2 na rede


ControlNet

Projeto 2 na rede ControlNet

Agora iremos criar um novo projeto com as seguintes configurações:


Nó 01 – Módulo ControlNet 1756-CNB em um Rack ControlLogix.

Configuração do Rack
Slot Módulo
0 Controlador 1756-L61
1 Módulo Ethernet ENBT
2 Módulo DHRIO
3 Módulo ControlNet CNB
4 Módulo Devicenet DNB
5 Módulo Motion M2A

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 61


Rede ControlNet

Nó 02 – Scanner RN15S e um Panel View Plus 1250.

Configuração do Rack
Slot Módulo
0 Panel View Plus 1250
1 Scanner RN15S

Nó 03 – Adaptador ControlNet de Flex I/O ACN15.

Configuração do Flex
Slot Módulo
0 Entrada Digital IB16
1 Entrada Digital IB16
2 Saída a relé OW16
3 Saída a relé OW16
Antes de começar:
A IHM pode se comunicar com o controlador na rede controlNet
através da banda programada (Scheduled) e ou da banda não
programada (Unscheduled).
I/O se comunica com o controlador pela banda programada
(Scheduled).

Configurando Projeto 2 no ControlLogix


5000 – Flex I/O
Quando trabalhamos com a linha de controladores ControlLogix 5000,
configuramos a uma rede ControlNet através do software RsLogix 5000. Para
isso é preciso:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 62


Rede ControlNet

Iniciar o software RsLogix 5000 e selecionar o controlador e revisão utilizada


pelo hardware.

Na árvore de projeto localize a pasta I/O configuration clique com o botão


direito e escolha no menu New Module.

Aparecerá então uma janela onde será possível selecionar em uma lista qual
módulo de I/O será configurado. Escolha o módulo 1756-CNB e clique em ok.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 63


Rede ControlNet

Aparecerá então uma janela de configuração amigável que será utilizada


para configuração do módulo. Entre com as configurações necessárias para
sua aplicação.

Defina um nome para o módulo com até 40 caracteres, não sendo permitida
a utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique em
qual slot o módulo está localizado. Especifique qual nó de rede será

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 64


Rede ControlNet

assumido pelo módulo na rede controlNet. Se necessário preencha o campo


descrição com informações sobre o mesmo.

Em electronic keying, é selecionado a categoria de compatibilidade na troca


de módulos. Este se divide em três categorias:
Compatible Module – o cartão que irá substituir o module com
defeito, deverá ser do mesmo tipo;
Disable Keying – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
poderá ser qualquer modelo, porém deverá respeitar a mesma família,
não podemos substituir o módulo de saída por um de entrada, por
exemplo.
Exact Match – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
deverá ser idêntico ao que está sendo substituído, tanto na revisão
quanto no modelo do módulo.

Clique em ok para exibição da próxima tela de configuração.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 65


Rede ControlNet

O valor do RPI está desabilitado, pois o módulo serve de passagem para


comunicação da rede ControlNet com o controlador, também temos os
campos para manter o módulo desabilitado e/ou gerar uma falha grave no
controlador quando o módulo for removido.
Na aba RSNetWorx é possível criar um link entre o arquivo de configuração
da rede ControlNet com o RsLogix 5000.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 66


Rede ControlNet

Para isso basta selecionar o arquivo do software RsNetwork que contém a


configuração da rede através do botão Browse.

Em ControlNet File (.xc) será mostrado o caminho do arquivo de configuração


da rede ControlNet, este arquivo deve estar localizado em seu PC.

Com isso é possível acessar rapidamente o arquivo de configuração da rede


ControlNet pelo RSLogix 5000 bastando selecionar a opção “View and Edit
the ControlNet network” e pressionar o botão com o desenho da rede.

Na aba Module Info são exibidas informações de características do módulo e


staus. As informações desta tela só podem ser exibidas em modo online.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 67


Rede ControlNet

Na aba Backplane é exibido informações e erros do barramento no


backplane. As informações desta tela só podem ser exibidas em modo online.

Clique em ok e um novo módulo ControlNet será criado.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 68


Rede ControlNet

Agora iremos configurar os dispositivos que irão se comunicar com este


projeto através da rede ControlNet. Neste projeto será configurado o Flex I/O
e o Panel View Plus.

Configurando o Flex I/O


Clique como botão direito sobre o módulo CNB configurado anteriormente, no
menu selecione a opção New module.

Aparecerá então um janela onde será possível selecionar em uma lista qual
dispositivo ControlNet será adicionado á rede. Escolha o módulo ACN15 e
clique em ok.

Aparecerá então uma janela de configuração amigável que será utilizada


para configuração do módulo. Entre com as configurações necessárias para
sua aplicação.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 69


Rede ControlNet

Defina um nome para o módulo com até 40 caracteres, não sendo permitida
a utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique qual
nó de rede será assumido pelo módulo na rede controlNet. Se necessário
preencha o campo descrição com informações sobre o mesmo.

No campo Comm Format especifique qual tipo de comunicação será atribuído


ao flex e os módulos nele inserido.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 70


Rede ControlNet

None - O valor do RPI é definido em cada um dos módulos, cada


módulo pode ter um valor de RPI diferente, cada módulo é um ponto
de conexão da rede ControlNet.
Rack Optimizado - O valor de RPI de todos os módulos ligados ao
flex são definidos pelo adaptador ACN15, todos os módulos possuem
o mesmo valor de RPI, todo flex é um ponto de conexão na
ControlNet.
Em electronic keying, é selecionado a categoria de compatibilidade na troca
de módulos. Este se divide em três categorias:
Compatible Module – o cartão que irá substituir o module com
defeito, deverá ser do mesmo tipo;
Disable Keying – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
poderá ser qualquer modelo, porém deverá respeitar a mesma família,
não podemos substituir o módulo de saída por um de entrada, por
exemplo.
Exact Match – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
deverá ser idêntico ao que está sendo substituído, tanto na revisão
quanto no modelo do módulo.
Clique em ok para ser exibido a próxima tela de configuração.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 71


Rede ControlNet

Obs:Dependendo do tipo de configuração escolhido em Comm Format,


o valor do RPI pode ser nulo ou não. Se for escolhido opção Rack
Optimization haverá um valor para a troca de dados de todo o chassi.
Caso seja escolhida a opção None (direct Connection), o valor do RPI
será nulo, ou seja, a troca de dados entre o módulo ACN15 em tempo
real.

Na aba Module Info são exibidas as informações do adaptador como


identificação e Status.

As informações desta tela só podem ser exibidas em modo online.


Clique em ok e um novo adaptador de rede ControlNet será criado.Agora
veremos na configuração de I/O do projeto o módulo e o adaptador como
mostra a figura abaixo.

A partir de agora será configurado os módulos E/S que serão instalados no


Flex. Clique com o botão direito sobre o adaptador ACN15 configurado
anteriormente e selecione a opção New Module.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 72


Rede ControlNet

Aparecerá uma janela onde deverá ser escolhido qual o módulo a ser
configurado.

Selecione o módulo 1794-IB16/A e clique ok. Aparecerá então uma janela de


configuração amigável que será utilizada para configuração do módulo. Entre
com as configurações necessárias para sua aplicação.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 73


Rede ControlNet

Defina um nome para o módulo com até 40 caracteres, não sendo permitida
a utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique qual
slot o módulo está instalado. Se necessário preencha o campo descrição com
informações sobre o mesmo.

No campo Comm Format especifique qual tipo de comunicação será atribuído


ao módulo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 74


Rede ControlNet

Input Data (Direct Connetion) - O módulo defini o valor do RPI,o


módulo é um ponto de conexão da rede ControlNet.
Rack Optimization - O valor de RPI é definido pelo adaptador ACN
15, o valor de RPI do adaptador é atribuído ao módulo, todo flex é um
ponto de conexão na ControlNet.
Listen Only - Input Data – As informações deste módulo podem ser
lidas por mais de um controlador.
Selecione a opção Rack Optimization

Em electronic keying, é selecionado a categoria de compatibilidade na troca


de módulos. Este se divide em três categorias:
Compatible Module – o cartão que irá substituir o module com
defeito, deverá ser do mesmo tipo;
Disable Keying – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
poderá ser qualquer modelo, porém deverá respeitar a mesma família,
não podemos substituir o módulo de saída por um de entrada, por
exemplo.
Exact Match – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
deverá ser idêntico ao que está sendo substituído, tanto na revisão
quanto no modelo do módulo.
Selecione Disable Keyng.

Clique em ok e será exibida a próxima tela de configuração

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 75


Rede ControlNet

Obs:Dependendo do tipo de configuração escolhido em Comm Format,


o valor do RPI pode ser nulo ou não. Se escolhermos a opção Rack
Optimization, o valor de RPI será nulo, ou seja, será utilizado o valor de
RPI selecionado na configuração do adaptador ACN15. Caso seja
escolhido as opções Input Data ou Listen Only – Input Data haverá um
valor de RPI para a troca de dados do módulo.

Na aba Module Info são exibidas as informações do adaptador como


identificação e Status.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 76


Rede ControlNet

As informações desta tela só podem ser exibidas em modo online.

A última aba de configuração varia conforme os módulos nela são feitas


configurações específicas para cada módulo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 77


Rede ControlNet

No caso do módulo 1794-IB16 é possível definir um filtro de entrada para as


12 primeiras entradas e outro filtro para as 4 entradas restantes, habilitar os
filtros e habilitar o contador através da aba configuration.

Clique em ok e um novo módulo IB16 será criado. Agora veremos na


configuração de I/O do projeto o módulo CNB, o adaptador ACN15 e o
módulo entrada digital IB16 como mostra a figura abaixo.

Verifique se foram criados os tags como mostra a figura a seguir:

Agora repetiremos os mesmos passos descritos anteriormente para adicionar


o segundo módulo de entrada digital que será nomeado com

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 78


Rede ControlNet

Entrada_Digital_2. Depois de configurado o novo módulo será visualizado na


configuração de I/O do projeto o módulo CNB, o adaptador ACN15 e dois
módulos de entradas digitais IB16 como mostra a figura abaixo.

Verifique se foram criados os tags como mostra a figura a seguir:

Agora iremos configurar os módulos de saída a relé OW8.


Clique com o botão direito sobre o adaptador ACN15 configurado
anteriormente e selecione a opção New Module.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 79


Rede ControlNet

Aparecerá uma janela onde deverá ser escolhido qual o módulo a ser
configurado.

Selecione o módulo 1794-OW8 e clique ok. Aparecerá então uma janela de


configuração amigável que será utilizada para configuração do módulo. Entre
com as configurações necessárias para sua aplicação.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 80


Rede ControlNet

Defina um nome para o módulo com até 40 caracteres, não sendo permitida
a utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique qual
slot o módulo está instalado. Se necessário preencha o campo descrição com
informações sobre o mesmo.

No campo Comm Format especifique qual tipo de comunicação será atribuído


ao módulo.
Output Data (Direct Connetion) - O módulo defini o valor do RPI,o
módulo é um ponto de conexão da rede ControlNet.
Rack Optimization - O valor de RPI é definido pelo adaptador ACN
15, o valor de RPI do adaptador é atribuído ao módulo, todo flex é um
ponto de conexão na ControlNet.
Selecione a opção Rack Optimization
Em electronic keying, é selecionado a categoria de compatibilidade na troca
de módulos. Este se divide em três categorias:
Compatible Module – o cartão que irá substituir o module com
defeito, deverá ser do mesmo tipo;
Disable Keying – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
poderá ser qualquer modelo, porém deverá respeitar a mesma família,

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 81


Rede ControlNet

não podemos substituir o módulo de saída por um de entrada, por


exemplo.
Exact Match – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
deverá ser idêntico ao que está sendo substituído, tanto na revisão
quanto no modelo do módulo.
Selecione Disable Keying.

Clique em ok e será exibida a próxima tela de configuração.

Obs:Dependendo do tipo de configuração escolhido em Comm Format,


o valor do RPI pode ser nulo ou não. Se escolhermos a opção Rack
Optimization, o valor de RPI será nulo, ou seja, será utilizado o valor de
RPI selecionado na configuração do adaptador ACN15. Caso seja
escolhido às opções Output Data haverá um valor de RPI para a troca de
dados do módulo.
Na aba Module Info são exibidas as informações do adaptador como
identificação e Status.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 82


Rede ControlNet

As informações desta tela só podem ser exibidas em modo online.

A última aba de configuração varia conforme os módulos nela são feitas


configurações específicas para cada módulo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 83


Rede ControlNet

No caso do módulo 1794-OW8 é possível definir o comportamento das


saídas em caso de falha de comunicação ou controlador em modo programa
através da aba Fault/Idle Action.

Apply safe state Value to Outputs – Define um valor de segurança que será
atribuído pelo programador a cada uma das saídas.

Hold Last Outputs – Mantém o último estado de todas as saídas.


Reset Outputs – Reseta(zera) os valores de todas as saídas.

Clique em ok e um novo módulo OW8 será criado. Agora veremos na


configuração de I/O do projeto o módulo CNB, o adaptador ACN15, os dois
módulos de entradas digitais IB16 e o módulo de saída a relé como mostra a
figura abaixo.

Verifique se foram criados os tags como mostra a figura a seguir:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 84


Rede ControlNet

Agora repetiremos os mesmos passos descritos anteriormente para adicionar


o segundo módulo de saída relé que será nomeado com Saida_Rele_2.
Depois de configurado o novo módulo será visualizado na configuração de
I/O do projeto o módulo CNB, o adaptador ACN15, os dois módulos de
entradas digitais IB16 e os dois módulos de saídas reles como mostra a
figura abaixo.

Verifique se foram criados os tags como mostra a figura a seguir:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 85


Rede ControlNet

Agora será programada a troca de dados entre o controlador e o flex I/O,


para isto será necessário realizar o download do projeto para o controlador.
Feito o download, verifique se na configuração de I/O, sobre o adaptador
ACN15 aparece um flag amarelo.

Clique com o botão direito o botão direito sobre o adaptador ACN15 e


escolha propriedades.
Selecione a aba Connections e na janela de falhas verifique se aparece a
mensagem de erro:

(Code 16#0317) Connection Request Error. Connection not Scheduled.

Esta falha informa a conexão com o controlador, mas esta não está
programada. A única forma de programar esta conexão é através do software
RsNetworx for ControlNet. Para isso basta seguir os seguintes passos:

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 86


Rede ControlNet

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 87


Rede ControlNet

Configurando Projeto 2 no RsNetwork –


Flex I/O
Inicialize o software RsNetwork através do ícone ou através do menu iniciar.

No menu selecione NEW.

Será exibida um menu para seleção do tipo de arquivo que será criado, o
software RsNetwork trabalha com a redes ControlNet, DeviceNet e Ethernet
quando se tem todas as versões instaladas no micro deve-se selecionar o
tipo de arquivo que será criado.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 88


Rede ControlNet

Selecione a opção controlNet Configuration.


Na barra de ferramentas selecione a opção online através do ícone como
mostra a figura abaixo.

Selecione o driver de comunicação adequado, ou o caminho necessário para


a Rede ControlNet, e clique em Ok.
Após entra online com a rede o software fará ema varredura para localizar
todos os dispositivos presentes na rede.

Na caixa Network Usage, marque a caixa Edit Enable.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 89


Rede ControlNet

Aparecerão alguns valores estatísticos sobre a transmissão dos dados da


Rede ControlNet.

Existem para todos os campos duas configurações.


Current - Configuração Atual da rede, aquela que está rodando;
Pending – Configuração que está sendo editada e pendente;
Podemos observar o valor do NUT que está configurado para rede na banda
programada esta atualmente com uma média (Avg. Scheduled Band) de
0,26%, podendo chegar a um máximo de (Peak Scheduled Band) 1,06% e
que depois de aceita as modificações poderá chegar a 7,13%. Esta carga de
rede é o percentual de tempo utilizado pela banda programada em relação ao
NUT programado.
No campo Connection Memory Usage, observamos o percentual gasto de
conexões de módulo 1756-CNB desta configuração.
Agora localize a janela de propriedade da rede, clique na opção network e
depois em proprerties como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 90


Rede ControlNet

Aparecerá uma janela onde devemos configurar os parâmetros da rede.

Nesta tela defini-se:


Network Update Time (ms) – Tempo de atualização de rede
ControlNet;
Max. Scheduled Address - Maximo nó da rede que utiliza a banda
programada (Scheduled Band);
Max. Unscheduled Address – Máximo nó da rede que utiliza a banda
não programada (Unscheduled Band);

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 91


Rede ControlNet

Media Redundancy – Defini qual canal de comunicação está sendo


utilizado pela rede;
Network Name – O nome da rede.
Como foi visto anteriormente as E/S digitais trocam dados pela banda
programada, precisamos então configurar no RsNetwork de modo que o flex
fique dentro da banda programada, para isso basta definir o Max. Scheduled
com 2 que é o nó de rede do Flex como mostra a figura baixo.

Clique em aplicar, em seguida em ok. Observe que os valores estatísticos


serão modificados devido a alteração do NUT.
Salve o projeto, clicando no ícone abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 92


Rede ControlNet

Este projeto será salvo na rede e no seu computador. Será exibida a janela
que informa que todas as conexões entre os dispositivos serão
estabelecidos. Clique em Ok.

Abra o RsLogix 5000 e verifique se os sinais sumiram e o led de I/O do


controlador está aceso.

Caso contrário verifique nas propriedades dos módulos com defeitos os erros
encontrados. Se necessário refaça a configuração.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 93


Rede ControlNet

Configurando Projeto 2 - O Panel View Plus


na rede ControlNet

Configurando o Panel View Plus para se


comunicar na banda não Programada – RsView

A configuração do Panel View Plus na banda não programada (Unsheduled


Band) é feita utilizando somente o software RsView, que é o software de
criação das aplicações do panel view plus.
A partir de agora será exibido os passos necessários para configuração da
comunicação do Panel View Plus na rede ControlNet utilizando a banda não
programada.

Inicialize o software RsView através do ícone ou através do menu iniciar.

Será exibida uma tela com opções de seleção de uma aplicação existente ou
criação de uma nova aplicação.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 94


Rede ControlNet

Crie uma nova aplicação, defina um nome para aplicação com até 40
caracteres, não sendo permitida a utilização de caracteres especiais e o inicio
com números, caso seja necessário insira uma descrição e selecione o
idioma da sua nova aplicação.
Dê um duplo clique na opção Communication Setup para iniciar a
configuração.

Acesse a tela target, nela é feita a comunicação Scheduled, nela será


determinado o caminho percorrido pelos dados do Panel View Plus até o
controlador.
Adicione um novo dispositivo clicando com o botão direito sobre o backplane
virtual

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 95


Rede ControlNet

Será exibida uma tela com opções de dispositivos que poderão ser ligados
junto ao Panel View Plus, selecione o Scanner 2711P – RNS15S que está
instalado no Panel View Plus

Será exibida a tela de configuração do Scanner como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 96


Rede ControlNet

Selecione o nó de rede que foi definido no projeto, no caso, nó de rede 3. O


slot virtual pode permanecer 1. Clique em ok para adicionar o scanner a
configuração.

Agora será adicionado o módulo CNB, expanda o Scanner e clique com o


botão direito sobre a rede ControlNet como mostra figura abaixo.

Será exibida uma tela com opções de dispositivos que poderão ser ligado
junto ao módulo scanner, selecione o módulo CNB.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 97


Rede ControlNet

Será exibido a tela de configuração do módulo CNB.

Selecione o nó de rede definido no projeto, no caso, nó de rede 1. Clique em


ok e será adicionado o módulo na configuração como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 98


Rede ControlNet

Obs: É preciso mudar o endereço do backplane virtual que foi criado


junto com o módulo. Por default ele vem com o valor 0, se o backplane
estiver configurado com este valor não será possível adicionar o
controlador no slot 0.

Para isso basta clicar com o botão direito sobre o backplane e selecionar no
menu a opção Properties.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 99


Rede ControlNet

Mude o address do backplane para o mesmo slot que se encontra o módulo


CNB.

Agora será adicionado o ultimo elemento da comunicação, o controlador.


Clique com o botão direito sobre o backplane e selecione a opção Add
Device.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 100


Rede ControlNet

Será exibida uma tela com opções de CPU selecione o controlador utilizada
no projeto e clique em ok.

Será exibida a tela de configuração do controlador selecione o slot que o


controlador está localizada (Address), no caso, slot 0 e clique em ok.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 101


Rede ControlNet

O caminho de comunicação foi todo configurado e a tela target deverá se


apresentada como a figura abaixo.

Agora basta criar o Shortcut, o atalho do link criado, que será usado nos
objetos criados na aplicação do Panel View Plus.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 102


Rede ControlNet

Desta forma esta completa a configuração de comunicação de um Panel


View Plus na rede ControlNet utilizando a banda não programada.

Associando um Objeto as tags do controlador


Para utilizar as tags criadas basta adicionar um objeto qualquer a uma tela, na
opção Connections colocar o endereço do tag como mostra a figura abaixo.

O nome do Shortcuts deve vir entre colchete seguido do nome do tag.


[CPU_Unschedule]botao

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 103


Rede ControlNet

Configurando o Panel View Plus para se


comunicar na banda Programada
A configuração do Panel View Plus na banda programada (Scheduled Band)
é feita nos softwares:
RsLogix 5000
RsNetwork.
RsView
A partir de agora será exibido os passos necessários para configuração da
comunicação do Panel View Plus com o controlador pela banda programada.

Configuração no RsLogix 5000


A comunicação na banda programada é feita através da utilização das tags
produtor e consumidor, para isso iremos criar tags produtoras e
consumidoras no projeto do RsLogix 5000.
Tag criados:
CPU_ESCREVE_NO_PVP – Produtor;
CPU_LE_DO_PVP – Consumidor;
Para iniciar devemos adicionar o Panel View Plus no módulo CNB na
configuração de I/O do projeto.
Clique com o botão direito sobre o módulo CNB e selecione a opção New
Module como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 104


Rede ControlNet

Será exibida uma tela com opções de dispositivos de comunicação da rede


ControlNet selecione o Scanner 2711P-RN15S que esta instalado no Panel
View Plus como mostra a figura abaixo.

Clique em ok para exibir a tela de configuração do módulo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 105


Rede ControlNet

Defina um nome para o módulo com até 40 caracteres, não sendo permitida
a utilização de caracteres especiais e o inicio com números. Especifique o nó
de rede do scanner conforme definido no projeto. Se necessário preencha o
campo descrição com informações sobre o mesmo.
Em Comm Format só é possível a opção None.
Em electronic keying, é selecionado a categoria de compatibilidade na troca
de módulos. Este se divide em três categorias:
Compatible Module – o cartão que irá substituir o module com
defeito, deverá ser do mesmo tipo;
Disable Keying – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
poderá ser qualquer modelo, porém deverá respeitar a mesma família,
não podemos substituir o módulo de saída por um de entrada, por
exemplo.
Exact Match – o módulo que irá substituir o módulo com defeito
deverá ser idêntico ao que está sendo substituído, tanto na revisão
quanto no modelo do módulo.
Selecione Disable Keying.
Clique em ok para ser exibida a próxima tela de configuração.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 106


Rede ControlNet

A opção Inhibit Module quando selecionada desabilita a comunicação


scheduled, essa opção deverá ficar desmarcada.
A opção Major Fault On controller IF connection fails while in run mode
quando selecionada gera uma falha maior no controlador quando ocorrer
uma falha de comunicação.
Clique em ok para o scanner ser adicionado à configuração de I/O do projeto
como mostra a figura abaixo.

Agora serão criados as novas tags. Na pasta Controller Tag adicione duas
novas tags com os nomes CPU_ESCREVE_NO_PVP e CPU_LE_DO_PVP.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 107


Rede ControlNet

Configure a tag CPU_ESCREVE_NO_PVP como uma tag do tipo


consumidor, para isso entre na propriedade do tag e selecione em Type a
opção Produced.

Clique no botão connection para definir o número de consumidores que


esse tag se comunicará, no caso, 1 que é o Panel View Plus.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 108


Rede ControlNet

Obs: A opção Send Data State Change Event to Consumer(s) só deve


ser usada quando forem utilizadas as instruções de atualização
imediata de saída (IOT), caso contrário, NÃO selecione essa opção.

Clique em ok para que o tag Produtor seja criado.

A tag CPU_LE_DO_PVP será uma tag do tipo consumidor, para isso é


preciso selecionar em type na propriedade da tag a opção Consumed.

Clique no botão connection para definir de qual elemento a tag irá consumir
os dados, no caso, do Panel View Plus.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 109


Rede ControlNet

Producer – Defina qual elemento possui o tag produtor;


Remote Data – Digite o nome ou o número do tag produtor que deseja
consumir;
RPI – Defina o RPI para essa comunicação.
Mantenha os valores que foram mostrados na imagem anterior, clique em
ok e a tag tipo consumidor será criado.
O tag consumidor é um tag base do Panel View Plus como mostra a figura
abaixo.

Faça o download o projeto para o controlador.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 110


Rede ControlNet

Feito o donwload verifique se na configuração de I/O, sobre o scanner


2711P-RN15SB aparece um flag amarela.

Clique com o botão direito sobre o scanner 2711P-RN15SB e escolha o item


Properties.
Selecione a aba Connecetion e na janela de falhas verifique se aparece a
seguinte mensagem:

(Code 16#0317) Connection Request Error: Connection not scheduled.

Esta falha informa a conexão com o controlador, mas esta não está
programada.

Esta finalizada a configuração no Rslogix 5000, porém a comunicação não foi


estabelecida. Para isso devemos continuar a configuração, agora iremos
completar a configuração no software RsNetwork para ControlNet.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 111


Rede ControlNet

Configurando o RsView
Inicialize o software RsView através do ícone ou através do menu iniciar.

Será exibida uma tela com opções de seleção de uma aplicação existente ou
criação de uma nova aplicação.

Crie uma nova aplicação, defina um nome para aplicação com até 40
caracteres, não sendo permitida a utilização de caracteres especiais e o inicio
com números, caso seja necessário insira uma descrição e selecione o
idioma da sua nova aplicação.
Dê um duplo clique na opção Communication Setup para iniciar a
configuração.

Acesse a tela target, nela é feita a comunicação necessária para ser


visualizado o Panel View Plus na ControlNet.
Adicione um novo dispositivo clicando com o botão direito sobre o backplane
virtual

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 112


Rede ControlNet

Será exibida uma tela com opções de dispositivos que poderão ser ligados
junto ao Panel View Plus, selecione o Scanner 2711P – RNS15S que está
instalado no Panel View Plus

Será exibida a tela de configuração do Scanner como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 113


Rede ControlNet

Selecione o nó de rede que foi definido no projeto, no caso, nó de rede 3. O


slot virtual pode permanecer 1. Clique em ok para adicionar o scanner a
configuração.

Agora será adicionado o módulo CNB, expanda o Scanner e clique com o


botão direito sobre a rede ControlNet como mostra figura abaixo.

Será exibida uma tela com opções de dispositivos que poderão ser ligado
junto ao módulo scanner, selecione o módulo CNB.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 114


Rede ControlNet

Será exibido a tela de configuração do módulo CNB.

Selecione o nó de rede definido no projeto, no caso, nó de rede 1. Clique em


ok e será adicionado o módulo na configuração como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 115


Rede ControlNet

Clique em ok e faça o download da aplicação, agora é possível visualizar o


Panel View Plus na rede ControlNet. Os próximos passo serão efetuados no
software RsNetwork.

Configuração no RsNetwok para ControlNet


Inicialize o software RsNetwork através do ícone ou através do menu iniciar.

O RsNetwork normalmente é visualizado o ultimo arquivo que foi aberto.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 116


Rede ControlNet

Caso não seja o arquivo correto clique em New para abrir um novo arquivo.
Na barra de ferramentas selecione a opção online através do ícone como
mostra a figura abaixo.

Selecione o driver de comunicação adequado, ou o caminho necessário para


a Rede ControlNet, e clique em Ok.
Após entrar online com a rede o software fará uma varredura para localizar
todos os dispositivos presentes na rede.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 117


Rede ControlNet

Na caixa Network Usage, marque a caixa Edit Enable.

Clique com o botão direito sobre o Scanner 2711P–RN15S e selecione a


opção Scanlist Configuration.

Será exibida um nova tela de configuração, nela iremos estabelecer o link


entre a tag produtor e a tag consumidor, criados no ControlLogix, e o Panel
View Plus.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 118


Rede ControlNet

Clique com o botão direito sobre o Panel View Plus (PV Plus/VV-CE
ControlNet), selecione a opção Insert Target for Connections para definir o
link com a tag tipo consumidor criado no RsLogix 5000.

Será exibida a seguinte tela de configuração.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 119


Rede ControlNet

Target Name - Nome dado a conexão, não pode ser alterado


Produce Buffer ID – Identificação do link produtor. Esse valor deve ser igual
ao identificador do produtor utilizado na configuração do tag consumidor feita
no RsLogix 5000.

Nas opções Addressing Parameters configure:


Input Size – O tamanho do dado. Deve ser igual a tag tipo consumidor;
Input Address – Endereço onde é armazenada a informação;
Status Address – Palavra de status utilizada pelo dado e tem o mesmo
tamanho do dado.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 120


Rede ControlNet

Configure esses parâmetros como mostra a figura abaixo.

Como a tag tipo consumidor criado no RsLogix 5000 é do tipo DINT o


tamanho da saída deve ser de 2 word, para que os dados tenham o mesmo
comprimento.

A configuração da conexão deve ficar igual à imagem abaixo.

Clique em ok para validar a configuração, a tela do scanlist exibirá a nova


conexão como mostra a figura abaixo.

Agora será feita a configuração do link com a tag tipo produtor


(CPU_ESCREVE_NO_PVP), para isso basta clicar com o botão direito sobre o

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 121


Rede ControlNet

controlador, lembrando que o controlador se encontra no slot 0 e o nome do


programa no RsLogix é “Formação_Projeto_ControlNet”.

Será exibida uma tela para configuração do link com a tag tipo produtor.

As informações do campo Target Information são referentes o controlador,


este é definido automaticamente pelo software, não podendo ser alterado.
No campo Communications Parameters devemos inserir o nome da tag tipo
produtor criada no RsLogix 5000.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 122


Rede ControlNet

Defina o valor de RPI adequado para sua aplicação.


No campo Addressing Parameters defina:
Input Size – O tamanho do dado. Deve ser igual a tag tipo produtor;
Input Adrres – Endereço onde é armazenada a informação;
Status Address – Palavra de status utilizada pelo dado e tem o mesmo
tamanho do dado.
Configure esses parâmetros como mostra a figura abaixo.

Configure esses parâmetros como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 123


Rede ControlNet

Clique em ok para validar a configuração, a tela do scanlist exibirá a nova


conexão como mostra a figura abaixo.

Salve para validar as configurações clicando em File/Save ou no botão de


atalho que está localizado na barra de menu.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 124


Rede ControlNet

Após ter clicado na opção salvar a seguinte tela será mostrada.

Ela nos dá duas opções:


Optimize and re-write Schedule for all connections – Otimiza e
reescreve a configuração em todos as conexões.
Merge change into existing scheduled – Misturar as trocas em vigor.
Selecione a opção Optimize and re-write Schedule for all connections e
clique ok e feche a tela do scanlist.
A configuração no RSNetwork está completa, agora faltando apenas configurar
o Panel View Plus para finalizarmos a troca de dados do terminal Panel View
Plus e o controlador na banda programada (Scheduled) da rede ControlNet.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 125


Rede ControlNet

Configuração no RsView
Inicialize o software RsView através do ícone ou através do menu iniciar.

Será exibida uma tela com opções de seleção de uma aplicação existente ou
criação de uma nova aplicação.

Crie uma nova aplicação, defina um nome para o módulo com até 40
caracteres, não sendo permitida a utilização de caracteres especiais e o inicio
com números, caso seja necessário insira uma descrição e selecione o
idioma da sua nova aplicação como mostra a figura anterior.
Dê um duplo clique na opção Communication Setup para iniciar a
configuração.

Acesse a tela Local, nela será feita a comunicação Scheduled, nela será
determinado o caminho dos dados feito entre o Panel View Plus e o
controlador.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 126


Rede ControlNet

Adicione um novo dispositivo clicando com o botão direito sobre o backplane


virtual.

Será exibida uma tela com opções de dispositivos que poderão ser ligado
junto ao Panel View Plus, selecione o Scanner 2711P – RNS15S que está
instalado no Panel View Plus

Será exibida a tela de configuração do Scanner como mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 127


Rede ControlNet

Selecione o nó de rede que foi definido no projeto, no caso, nó de rede 3. O


slot virtual pode permanecer 1.
Clique na aba I/O configuration , a seguinte tela será exibida.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 128


Rede ControlNet

Nesta tela serão configuradas as tags que irão representar o link entre o
Panel View Plus e as tags tipo produtor e consumidor criadas no controlador
através do RsLogix 5000.
Clique com o botão direito sobre Input para adicionar um bloco de dados que
irá armazenar as informações vindas da tag tipo produtor criado no
controlador.

A seguinte tela de configuração será exibida.

Defina o tamanho do bloco de dados através da palavra inicial e o


comprimento do bloco. Como nosso projeto só irá trocar dados com uma tag
tipo DINT teremos um bloco de dados com 2 elemento INT iniciados na
palavra 0, como mostra a figura acima .
Clique em ok e veja que o bloco foi adicionado.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 129


Rede ControlNet

Agora será criado a conexão, neste ponto estaremos configurando o link da


aplicação do Panel View Plus com a configuração feita no RsNetwork.Para
isso clique com o botão direito sobre o bloco de dados criado e selecione a
opção Add Connection para adicionar uma conexão.

Será exibida a seguinte tela de configuração.

O bloco de dados INPUT é linkado com a tag tipo produtor do controlador


através do RsNetwork. Nesta tela devemos colocar a mesma configuração
das opções: Start Word, Lentgh in Words e Status Address usado na
conexão criada no controlador no scanlist do scanner.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 130


Rede ControlNet

A configuração deve ficar com mostra a figura abaixo.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 131


Rede ControlNet

Em Use for Connection Reporting define-se :


Node (Mac ID) – O nó de rede do módulo scanner, no caso, nó 3.
Slot – O slot que está instalado o controlador, no caso, Slot 0.
Clique em ok para concluir a configuração, será visualizado a conexão como
mostra a figura a seguir.

Agora será atribuído a essa conexão uma tag, essa tag será utilizada na
aplicação do Panel View Plus em objetos, para isso clique com o botão direito
sobre o bloco de dados e selecione a opção Add Alias.

Será exibida a seguinte tela de configuração do tipo de tag.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 132


Rede ControlNet

Nesta tela defina:


Alias Name - O nome do tag
Alias Data Type – O tipo de dado, no caso, DINT.
Addres Start Word – A palavra inicial, no caso, já configurada com 0.
Array Count – para quantos dados de uma array será copiado o dado.
Swapping - Inverte os dados, utilizado em casos especiais.
Clique em ok para finalizar a configuração do link entre o Panel View Plus e a
tag produtor criada no Rslogix 5000.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 133


Rede ControlNet

Agora a tag CLP_ESCREVE_NO_PVP recebe as informações enviadas pela


tag tipo produtor criado no RsLogix 5000.
Clique com o botão direito sobre Output para adicionar um bloco de dados que
irá enviar informações para a tag tipo consumidor criado no controlador.

A seguinte tela de configuração será exibida.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 134


Rede ControlNet

Defina o tamanho do bloco de dados através da palavra inicial e o


comprimento do bloco. Como nosso projeto só irá trocar dados com uma tag
tipo DINT teremos um bloco de dados com 2 elemento INT iniciados na
palavra 0, como mostra a figura acima . Clique em ok e veja que o bloco foi
adicionado.

Agora será criado a conexão neste ponto estaremos configurando o link da


aplicação do Panel View Plus com a configuração feita no RsNetwork.Para
isso clique com o botão direito sobre o bloco de dados criado anteriormente
e selecione a opção Add Connection para adicionar uma conexão.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 135


Rede ControlNet

Será exibida a seguinte tela de configuração.

O bloco de dados OUTPUT é linkado com a tag tipo consumidor do


controlador através do RsNetwork, nesta tela devemos colocar a mesma
configuração das opções: Start Word, Lentgh in Words e Status Address
usado na conexão criada no Panel View Plus no scanlist do scanner.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 136


Rede ControlNet

A configuração deve ficar com mostra a figura abaixo.

Em Use for Connection Reporting define-se :


Node (Mac ID) – O nó de rede do módulo scanner, no caso, nó 3.
Slot – O slot que está instalado o controlador, no caso, Slot 0.
Clique em ok para concluir a configuração, será visualizado a conexão como
mostra a figura a seguir.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 137


Rede ControlNet

Agora será atribuído a essa conexão uma tag, essa tag será utilizada na
aplicação do Panel View Plus em objetos, para isso clique com o botão direito
sobre o bloco de dados e selecione a opção Add Alias.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 138


Rede ControlNet

Nesta tela defina:


Alias Name - O nome do tag
Alias Data Type – O tipo de dado, no caso, DINT.
Addres Start Word – A palavra inicial, no caso, já configurada com 0.
Array Count – para quantos dados de uma array será copiado o dado.
Swapping - Inverte os dados, utilizado em casos especiais.
Initial Value – Atribua o valor inicial que será escrito na tag tipo
consumidor criada no controlador através do RsLogix.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 139


Rede ControlNet

Clique em ok para finalizar a configuração do link entre o Panel View Plus e a


tag tipo consumidor criada no Rslogix 5000.
A configuração deve ficar igual a imagem abaixo.

Clique em ok para validar as configurações. O próximo passo é criar o Shortcuts


(atalho) que será utilizado na aplicação do Panel View Plus junto com os
objetos.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 140


Rede ControlNet

Lembrando que todas as configurações devem ser feitas na aba Local, clique
em ok para validar as alterações.

Associando as tags criadas a um Objeto


Para utilizar as tags criadas basta adicionar um objeto qualquer a uma tela, na
opção Connections selecionar a opção tag.

Será exibida a tela do browser de tags.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 141


Rede ControlNet

É preciso visualizar a pasta do shortcuts Scheduled que foi criada


anteriormente para que seja possível acessar as tags criadas. Para isso clique
com o botão direito sobre o servidor principal da aplicação PVP_Scheduled e
selecione a opção Refresh Folder.

Após ser feito o Refresh será possível acessar as tags como mostra as figuras
baixo.

Como neste exemplo o objeto escolhido foi um botão, será selecionado a tag
que tem a função de escrita, ou seja, a tag em que o controlador lê dados do
Panel View Plus.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 142


Rede ControlNet

Feita seleção basta executar os passos básicos de criação de uma aplicação no


Panel View Plus e efetuar o Download da aplicação.

Caso não se lembre dos passos básicos de criação de uma aplicação do Panel
View Plus peça ajuda ao seu instrutor.

Por fim toda configuração foi completada, agora é possível fazer a troca de
dados entre o controlador e o Panel View Plus através de um módulo CNB e um
Scanner 2711-RN15S.

ELO Consultoria e Automação Ltda www.eloautomacao.com.br 143