Você está na página 1de 5

MODELO DE INTERPOSIÇÃO DE APELAÇÃO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ____ª VARA


CRIMINAL DA COMARCA DE ____________________

_________________________, qualificado a fls. , nos autos do


processo em que o Ministério Público lhe move, por seu advogado,
vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, inconformado
com a respeitável sentença de fls. ___, interpor RECURSO DE
APELAÇÃO1, com fundamento no art. 5932, ___, do Código de Processo
Penal.
Requer, após o recebimento desta, com as razões inclusas, seja
intimado o Ministério Público para, querendo, apresentar contra-
razões, encaminhando-se os autos, na sequência, ao Egrégio Tribunal
de Justiça, onde será processado e provido o presente recurso.

Termos em que,

Pede deferimento.

(nome da cidade), data da interposição

________________________________
Advogado

1 O prazo para a interposição do recurso de apelação é de 5 dias, nos termos do art. 593 do CPP.
2 Atenção quando a sentença condenatória for proferida em sessão do júri popular, pois, nessa
hipótese, o fundamento legal será o art. 593, III, do Código de Processo Penal, devendo ser
indicada a alínea, valendo registrar o enunciado da Súmula 713 do Supremo Tribunal Federal: “O
efeito devolutivo da apelação contra decisões do júri é adstrito aos fundamentos da sua
interposição”.

MODELO DE RAZÕES DE APELAÇÃO

Autos nº
Apelante:
Apelado: MINISTÉRIO PÚBLICO4

RAZÕES

Egrégio Tribunal de Justiça5,

I – SINTESE DA DEMANDA

____________________________, qualificado nos autos, foi denunciado


pelo Ministério Público pela prática do crime previsto no art.__________
porque________6 .
O MM. Juiz, julgando procedente a pretensão punitiva,
condenou-o ao cumprimento da pena privativa de liberdade de
________7.

II - DA FUNDAMENTAÇÃO

Das preliminares8

Da preliminar de nulidade por incompetência absoluta do juízo

Da preliminar de nulidade por cerceamento de defesa

Da preliminar de extinção da punibilidade


Da preliminar de nulidade por violação ao método trifásico de fixação
da pena privativa
de liberdade

4 Atenção: se ação penal pública de iniciativa privada, deverá ser indicado o nome do querelante.
5 Tratando-se de crime da competência da Justiça Federal, deve-se registrar “Egrégio Tribunal
Regional Federal”. Se Juizado Especial, “Colenda Turma Recursal”.
6 Sucinta narrativa do fato descrito na denúncia.

7 Transcrever a pena aplicada, o regime prisional e a substituição da pena privativa de liberdade

ou suspensão condicional da execução da pena (ou sua denegação).


8 Inserir, de forma individualizada, todas as preliminares de nulidade, quando existentes. Veja as

possibilidades.

Da preliminar de nulidade por ausência de manifestação quanto à


substituição da pena
privativa de liberdade por restritiva de direitos 9

Da preliminar de nulidade por ausência de manifestação quanto à


suspensão condicional da execução da pena10

Do mérito
(Ao iniciar o mérito, lembre-se de fazer a “passagem”, ex. “Pelo
princípio da eventualidade, superada a matéria preliminar” ou “Por
amor ao debate, superada a matéria preliminar”)

Da absolvição por estar provada a inexistência do fato11

Da absolvição por não haver prova da existência do fato12

Da absolvição por não constituir o fato infração penal13

Da absolvição por não existir prova de ter o réu concorrido para a


infração penal14

Da absolvição por existir circunstância excludente de ilicitude 15

Da absolvição por existir circunstância excludente de culpabilidade 16

Da absolvição por não existir prova suficiente para a condenação 17

Da necessidade de redução da pena privativa de liberdade e adoção


de regime prisional mais brando

Da necessidade de reforma da sentença para a substituição da pena


privativa de liberdade por restritiva de direitos 18
Da necessidade de reforma da sentença para a concessão da
suspensão condicional da execução da pena

9 Determina a norma prevista no art. 59, IV, do Código Penal, a obrigatória manifestação quanto à
substituição da pena privativa de liberdade.
10 Determina a norma prevista no art. 157 da Lei de Execução Penal, a obrigatória manifestação

quanto à substituição da pena privativa de liberdade.


11 Artigo 386, I, do Código de Processo Penal.

12 Artigo 386, II, do Código de Processo Penal.

13 Artigo 386, III, do Código de Processo Penal.

14 Artigo 386, IV, do Código de Processo Penal.

15 Artigo 386, V, do Código de Processo Penal.

16 Artigo 386, V, do Código de Processo Penal.

17 Artigo 386, VI, do Código de Processo Penal.

18 Os requisitos estão inseridos no art. 44 do Código Penal.

III - DO PREQUESTIONAMENTO

Concessa venia, para efeitos de atendimento à orientação sumulada


pelo E. Supremo Tribunal Federal, fica prequestionada a matéria
infraconstitucional (ou constitucional) debatida nestes autos, especialmente
em relação ao artigo _________ (indicar o dispositivo infraconstitucional ou
constitucional violado).

IV – DAS CONCLUSÕES

Isso posto, invocando em prol os doutos subsídios desta


AUGUSTA CORTE, conhecido o recurso, requer o Apelante:

1 – (matéria preliminar)

2 – Superada a preliminar, pelo princípio da eventualidade, no


mérito, ____.

3 - Por fim, requer sejam debatidas todas as questões versadas


no presente recurso para fins de prequestionamento.
(nome da cidade), data do oferecimento de
razões recursais

_______________________
Advogado