Você está na página 1de 53

Estado do Rio Grande do Norte

PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI


CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

PLANO DIRETOR

LEI MUNICIPAL nº 479/2006

10 de outubro de 2006

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 1 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

SUMÁRIO

TÍTULO I DA DEFINIÇÃO E PRINCÍPIOS DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL. 3

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO. 3

CAPÍTULO II DOS PRINCÍPIOS DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL. 4

TÍTULO II DA POLÍTICA URBANA MUNICIPAL. 4

CAPÍTULO I DOS PRINCÍPIOS, OBJETIVOS E DIRETRIZES. 4

CAPÍTULO II DA FUNÇÃO SOCIAL DA CIDADE E DA PROPRIEDADE URBANA. 7

CAPÍTULO III DOS INSTRUMENTOS DE IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA URBANA 8


MUNICIPAL.

CAPÍTULO IV DOS INSTRUMENTOS DA POLÍTICA URBANA MUNICIPAL. 9

Seção I DA LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO. 10

Seção II DO CÓDIGO DE OBRAS. 10

Seção III DO CÓDIGO DE POSTURA. 11

Seção IV DO DIREITO DE PREEMPÇÃO. 11

Seção V DA OPERAÇÃO URBANA CONSORCIADA. 11

Seção VI EDIFICAÇÃO OU UTILIZAÇÃO COMPULSÓRIA, IPTU PROGRESSIVO 12


NO TEMPO E DESAPROPRIAÇÃO COM PAGAMENTO EM TÍTULO.

TÍTULO III DO ORDENAMENTO ESPACIAL DO DESENVOLVIMENTO URBANO. 13

CAPÍTULO I DA DIVISÃO DO TERRITÓRIO MUNICIPAL. 13

Seção I DA ZONA ESPECIAL DE AMBIENTE NATURAL (ZEAN). 13

Seção II DA ZONA ESPECIAL DE CENTRO (ZEC). 14

Seção III DA ZONA URBANA CONSOLIDADA (ZUC). 14

Seção IV DA ZONA DE CONSOLIDAÇÃO URBANA (ZCUR). 15

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 2 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Seção V DA ZONA DE EXPANSÃO URBANA (ZEU). 15

Seção VI DA ZONA ESPECIAL DE INTERESSE HISTÓRICO, CULTURAL E 15


NATURAL (ZEIH).

CAPÍTULO II DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO URBANO. 16

Seção I DA DEFINIÇÃO. 16

Seção II DOS PARÃMETROS URBANÍSTICOS DE USO E OCUPAÇÃO DO 17


SOLO.

CAPÍTULO III DA MOBILIDADE URBANA, DOS TRANSPORTES E DO SISTEMA 19


VIÁRIO.

Seção I DOS PRINCÍPIOS, DIRETRIZES E OBJETIVOS DA MOBILIDADE 19


URBANA.

Seção II DO TANSPORTE URBANO. 20

Seção III DO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL. 21

TÍTULO IV DA INFRA-ESTRUTURA URBANA, DA CONSERVAÇÃO AMBIENTAL 22


E DA PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO, OBJETIVOS E DIRETRIZES. 22

Seção I DA DEFINIÇÃO, COMPOSIÇÃO E PRINCÍPIOS. 22

Seção II DAS DIRETRIZES. 23

CAPÍTULO II DO SANEAMENTO AMBIENTAL. 25

CAPÍTULO III DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 25

Seção I DOS PRINCÍPIOS E DIRETRIZES 26

Seção II DOS PROGRAMAS ESPECIAIS 27

TÍTULO V DA GESTÃO DEMOCRÁTICA DA POLÍTICA URBANA 28

Seção I DOS PRINCÍPIOS E DIRETRIZES 28

Seção II DO PROCESSO DE GESTÃO DO PLANO DIRETOR. 29

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 3 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Seção III DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO. 29

TÍTULO VI DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS 30

ANEXO I MAPAS 33

ANEXO II TABELA DE ÍNDICES DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DE APODI 40

ANEXO III VIAS DO MUNICIPIO DE APODI (HIERARQUIA VIÁRIA) 42

ANEXO IV DESCRITIVO DOS PERIMETROS DAS ZONAS 44

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 4 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

LEI N° 479/2006
DE 10 DE OUTUBRO DE 2006

Institui o Plano Diretor Municipal de Apodi, nos


termos do artigo 182, § 1º da Constituição
Federal, do capítulo III da Lei nº 10.257/2001,
de 10 de julho de 2001-Estatuto da Cidade, e,
do artigo 6º, inciso VII, da Lei Orgânica de
Apodi e estabelece os instrumentos básicos
para a Gestão da Política Urbana do
município.

TÍTULO I

O PREFEITO MUNICIPAL DE APODI/RN. Faço saber que a Câmara


Municipal aprova e eu sanciono a seguinte Lei:

DA DEFINIÇÃO E PRINCÍPIOS DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL.

CAPÍTULO I

DA DEFINIÇÃO.

Art. 1º: O Plano Diretor Municipal de Apodi constitui-se o instrumento básico da


Política de Desenvolvimento e da Política Urbana Municipal, orientando as atuações
publicas e privadas de modo a assegurar o desenvolvimento ordenado da cidade e o
pleno cumprimento da função social da cidade e da propriedade urbana.

Art. 2º: Devem se adequar a este Plano Diretor, os instrumentos orçamentários


municipais, a saber:

I-Plano Plurianual.

II-Lei de Diretrizes Orçamentárias.

III-Lei Orçamentária Anual do Município.

Art. 3º: O Plano Diretor Municipal estabelece as diretrizes de caráter físico-


territorial referentes à estruturação e ao ordenamento do espaço urbano, constituindo-
se instrumento norteador da promoção da qualidade de vida urbana do município.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 5 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Art. 4º: O Plano Diretor Municipal constitui-se instrumento promotor do


desenvolvimento integrado entre as áreas urbana e rural do município.

CAPÍTULO II

DOS PRINCÍPIOS DO PLANO DIRETOR MUNICIPAL.

Art. 5º: O Plano Diretor Municipal de Apodi é regido pelos seguintes princípios:

I - Configuração de diretrizes de ordenamento territorial baseada em opções


exeqüíveis e passiveis de aplicação no horizonte temporal de sua abrangência,
em médios e longos prazos.
II - Expansão do tecido urbano e o adensamento das ocupações no território
municipal de modo progressivo ao longo do tempo, tendo por referência e
limitação:
a) As características ambientais.
b) O provimento das infra-estruturas urbanas.
c) A oferta de equipamentos e serviços urbanos.
II I- Promoção do desenvolvimento municipal através da:
a) Transparência administrativa.
b) Expansão do desenvolvimento municipal a todas as áreas do município,
urbanas e rurais, baseada na regionalização.
c) Eficácia, eficiência, efetividade das ações e investimentos públicos.
d) Continuidade e complementaridade destas ações e investimentos.
IV - Garantia da participação dos cidadãos em todas as etapas do processo de
gestão do desenvolvimento urbano, especialmente da Política Urbana Municipal.
V - Adequação física e organizacional da administração publica municipal de
modo a atender as exigências de implementação dos instrumentos previstos
nesta Lei.
VI - Investimentos públicos privilegiando os interesses e o bem-estar coletivo,
em detrimento de interesses individuais e/ou de grupos sociais restritos.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 6 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

TÍTULO II
DA POLÍTICA URBANA MUNICIPAL.

CAPITULO I

DOS PRINCÍPIOS, OBJETIVOS E DIRETRIZES.

Art. 6º: Constituem-se princípios basilares da Política Urbana Municipal de


Apodi:

I - A regulação do uso e da ocupação da propriedade urbana em prol do


bem coletivo, da segurança e do bem-estar dos cidadãos, bem como do
equilíbrio ambiental.
II - A instauração de uma Cultura de Planejamento Municipal, com foco na
Gestão do Ordenamento Físico-Territorial Urbano.
III - A garantia da plena participação da população do município ao longo
de todo o processo de gestão desta política.

Art. 7º: São objetivos da Política Urbana Municipal:

I - O pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e da


propriedade urbana.
II - A garantia do bem-estar dos seus habitantes.
III - A promoção do desenvolvimento local, com justa e equilibrada
distribuição de oportunidades e benefícios gerados por este desenvolvimento.
IV - A redução das desigualdades sociais e da pobreza, pela inclusão
social.
V - A preservação do meio ambiente natural e o manejo adequado dos
recursos naturais locais, base necessária para o desenvolvimento equilibrado
das atividades humanas no município.
VI - O adequado desenvolvimento do espaço urbano de forma integrada e
equilibrada com o meio ambiente natural.
VII - A proteção e valorização do patrimônio cultural e natural do
município, como elemento do desenvolvimento local.
VIII-A garantia da mobilidade urbana a todos, em especial àqueles
portadores de necessidades especiais.
IX - A participação dos diversos agentes públicos e privados atuantes na
cidade no processo de desenvolvimento urbano e de controle da implantação da
política urbana.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 7 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

X - A integração de Apodi com os municípios vizinhos, visando consolidar


seu papel de pólo regional na Microrregião da Chapada do Apodi.
XI - A integração dos diversos núcleos urbanos do município entre si, bem
como das áreas urbana e rural, garantindo a todos os seus habitantes o acesso
às infra-estruturas, equipamentos e serviços urbanos básicos.

Art. 8°: São diretrizes gerais da Política Urbana Municipal de Apodi:

I - O ordenamento espacial do desenvolvimento urbano, considerando:


a) A restrição ao parcelamento do solo, à edificação ou ao uso
excessivo ou inadequado em relação à infra-estrutura urbana e ao equilíbrio
ambiental.
b) O desenvolvimento equilibrado e integrado das áreas urbana e
rural, garantindo as características paisagísticas predominantes no
município.
c) A adequação das normas urbanísticas às características sociais,
econômicas, culturais e físico-espaciais do município, dos diversos núcleos
urbanos que o compõem e de seus ocupantes.
d) A simplificação da legislação de parcelamento, uso e ocupação do
solo e das normas edilícias, visando reduzir custos e ampliar a oferta dos
lotes e unidades habitacionais.
e) A ampla e irrestrita divulgação dos direitos e deveres relacionados à
legislação urbanística por todos os cidadãos, independente de condição
social e localização no território municipal.
II - A dotação de infra-estruturas e serviços urbanos e a conservação
ambiental, considerando:
a) O planejamento do desenvolvimento do município, da distribuição
espacial da população e das atividades econômicas municipais, de modo a
evitar e corrigir distorções do crescimento urbano e seus efeitos negativos
sobre o meio ambiente.
b) A garantia da prestação de serviços urbanos básicos a toda a
população, em especial aqueles relativos à Mobilidade e ao Saneamento
Ambiental;
c) A adequação da infra-estrutura urbana as necessidades do
desenvolvimento local e da conservação ambiental, com garantia de acesso
a todos os cidadãos.
d) A conservação e recuperação do meio ambiente, da paisagem
urbana e do patrimônio histórico, artístico e cultural da cidade.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 8 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

e) A garantia de pleno usufruto dos espaços de uso comum e das


amenidades por eles oferecidas pelo conjunto da população.
III - A promoção da cidadania e da gestão democrática de políticas
públicas, considerando:
a) A implantação do Sistema Municipal de Planejamento Urbano,
constituído basicamente dos instrumentos normativos e das instâncias de
gestão previstas na Lei Federal N° 10.257/2001.
b) A garantia da participação e controle social na gestão de políticas
públicas.
c) O desenvolvimento sócio-espacial equilibrado e justo no meio
urbano.
d) A distribuição equânime dos ganhos e benefícios advindos de
investimentos públicos em melhorias urbanas.
IV - Crescimento econômico local, com base em um Plano de
Desenvolvimento Local Sustentável, a considerar:
a) A priorização de investimentos que garantam a infra-estrutura e
serviços urbanos necessários a este desenvolvimento.
b) A integração das políticas públicas urbana e de desenvolvimento
socioeconômico.

CAPÍTULO II

DA FUNÇÃO SOCIAL DA CIDADE E DA PROPRIEDADE URBANA.

Art. 9°: São requisitos fundamentais para o cumprimento da função social da


cidade:

I - Desenvolvimento pleno de todas e quaisquer atividades urbanas


segundo o principio da sustentabilidade, com base na:
a) Eficiência econômica, com a geração e a distribuição de riquezas.
b) Prudência ecológica, com o manejo e a conservação ambiental.
c) Justiça social, com a participação da sociedade local no processo
de gestão e nos ganhos dos benefícios do desenvolvimento gerado.
II - Condições adequadas de habitabilidade para toda a população
residente ou não no município, considerando:
a) A recuperação e conservação do meio ambiente urbano, com
atenção especial às áreas degradadas.
b) A prestação de serviços públicos e comunitários básicos, como
saúde, educação, abastecimento, segurança e transportes.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 9 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

c) A dotação de infra-estruturas urbanas em quantidade e qualidade


suficiente para atender à demanda local.
d) A prestação de serviços públicos e comunitários básicos, como
saúde, educação, abastecimento, segurança e transportes.
III - Proteção, conservação e recuperação do meio ambiente natural.
IV - Conservação do patrimônio histórico-cultural, natural e arqueológico
do município, em especial o Sítio do Lajedo de Soledade.

Art. 10: São requisitos fundamentais para o cumprimento da função social da


propriedade urbana:

I - O efetivo uso das propriedades territoriais e prediais, em função do


desenvolvimento das atividades urbanas.
II - Uso e ocupação da propriedade urbana em condições adequadas ao
desenvolvimento urbano equilibrado e à promoção da qualidade de vida urbana,
considerando:
a) A disponibilidade de infra-estruturas, equipamentos e serviços
urbanos em quantidade e qualidade compatíveis com a intensidade deste
uso e ocupação.
b) O respeito ao principio de preservação ambiental, paisagística, do
patrimônio histórico-cultural, natural e arqueológico.
c) O respeito à segurança e à saúde dos proprietários, usuários,
vizinhos e da comunidade em geral.
d) A revitalização de áreas não edificadas, subutilizadas ou não
utilizadas com a instalação de usos indutores de desenvolvimento.
III - A conservação e o adequado manejo dos recursos naturais,
especialmente os recursos minerais e hídricos.
Art. 11: Os proprietários de imóveis territoriais e prediais urbanos que venham a
impedir a execução de atividades de interesse urbanístico em sua propriedade estão
sujeitos às penas e sanções previstas em lei.
Parágrafo único: Consideram-se atividades de interesse urbanístico todas
aquelas relativas ao cumprimento das funções sociais da cidade, dentre elas:
I - Habitação.
II - Produção e comércio de bens.
III - Prestação de serviços.
IV - Lazer.
V - Circulação de bens e pessoas.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 10 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

CAPITULO III

DOS INSTRUMENTOS DE IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA URBANA


MUNICIPAL.

Art. 12: Constituem-se instrumentos de Planejamento utilizados na execução da


Política Urbana Municipal:

I - O Plano Diretor Municipal.


II - A legislação pertinente ao ordenamento territorial urbano, como
normas de parcelamento, uso e ocupação do solo, edificações e posturas.
III - Os programas, planos e projetos de caráter urbano, sejam eles
setoriais ou integrados.
IV - As normas orçamentárias.

Art. 13: Constituem-se instrumentos Fiscais e Financeiros na efetivação da


Política Urbana Municipal:

I - O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).


II - Os Impostos Progressivos previstos no Estatuto da Cidade.
III - As taxas e tarifas diferenciadas de serviços urbanos.
IV - A Contribuição de Melhoria.
V - Os incentivos e benefícios fiscais.

Art. 14: Constituem-se instrumentos Jurídicos para a implantação da Política


Urbana Municipal:

I - A Servidão Administrativa.
II - As Limitações Administrativas.
III - O Tombamento de bens imóveis.
IV - O Parcelamento, a Edificação ou a Utilização Compulsórios.
V - A Desapropriação por interesse social, necessidade ou utilidade
pública.
VI - O Direito de Superfície.
VII - O Direito de Preempção.
VIII - As Zonas Especiais de Interesse Social (ZEIS).
IX - A Concessão de Direito Real de Uso (CDRU).

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 11 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

X - A Usucapião Especial Urbana.


XI - A Regularização Fundiária.
XII - As Operações Urbanas Consorciadas.
XIII - Os Estudo Prévios de Impacto Ambiental (EIA) e de Impacto de
Vizinhança (EIV).

Art. 15: Constituem-se instrumentos Administrativos para a concretização da


Política Urbana Municipal:

I - A Concessão de Serviços Públicos.


II - A constituição de Estoque de Terras.
III - A aprovação de projetos de edificações e de parcelamento ou
remembramento do solo.
IV - Os Convênios e Acordos técnicos, operacionais e de cooperação
institucional com entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos, nacionais
ou internacionais.
Art. 16: Além dos instrumentos listados neste capítulo, devem ser utilizados
todos os demais meios e instrumentos legais que permitam a execução da Política
Urbana Municipal, bem como, a efetivação de seus objetivos.

CAPÍTULO IV
DOS INSTRUMENTOS DA POLÍTICA URBANA MUNICIPAL.

Art. 17: São instrumentos preferenciais da Política Urbana Municipal, sem


prejuízos da adoção e implementação de outros, a seguinte previsão:
I - Lei de Uso e Ocupação do Solo
II - Código de Obras.
III - Código de Postura.
IV - Direito de Preempção.
V - Operação Urbana Consorciada.
VI - Edificação ou Utilização Compulsória, IPTU Progressivo no Tempo e
Desapropriação com Pagamento em Títulos.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 12 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Seção I
DA LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO.
Art. 18. A Lei de Uso e Ocupação do Solo estabelece as normas e as condições
para o parcelamento, ocupação e uso do solo em Apodi, conforme previsões
normativas contidas na Seção I, Capítulo II, Título II, deste Plano Diretor.
Art. 19: Estão sujeitas às disposições desta Lei:
I - O parcelamento do solo.
II - As obras de edificações no que se refere aos parâmetros urbanísticos,
definidos na Seção II, Capítulo II, Título II, desta Lei.
III - A localização de usos e o funcionamento de atividades.
Art. 20: É conferido um prazo de 12(doze) meses, após a aprovação deste
Plano Diretor, para aprovação da Lei de Uso e Ocupação do Solo de Apodi.
Seção II
DO CÓDIGO DE OBRAS.
Art. 21: O Código de Obras institui normas legais e administrativas, aplicadas
em projetos de licenciamento, execução, manutenção e utilização de obras, edificações
e equipamentos, no âmbito dos imóveis situados no município, sejam eles destinados
ao uso público ou privado, sem prejuízo da incidência de outras regras legais em vigor.
Art. 22: É conferido um prazo de 12(doze) meses, após a aprovação deste
Plano Diretor, para aprovação do Código de Obras.
Seção III
DO CÓDIGO DE POSTURA.
Art. 23: O Código de Postura contem normas legais e administrativas, que
tratam da policia administrativa, a cargo da Prefeitura Municipal de Apodi, em matéria
de higiene, segurança, ordem e costume público, instituindo, ainda, normas
disciplinando o funcionamento de estabelecimento industriais, comerciais e de serviços,
bem como, regras sobre a utilização de logradouros públicos, a incidir sobre bens
públicos e/ou privados.
Parágrafo único: O Código de Postura tem como fundamento o interesse público
e o bem estar dos cidadãos de Apodi.
Art. 24: É conferido um prazo de 12(doze) meses, após a aprovação deste
Plano Diretor, para aprovação do Código de Postura.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 13 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Seção IV
DO DIREITO DE PREEMPÇÃO.
Art. 25: O Poder Público municipal poderá exercer o Direito de Preempção para
aquisição de imóvel urbano objeto de alienação onerosa entre particulares, conforme
disposto no Estatuto da Cidade, artigos 25, 26 e 27.

Art. 26: O Direito de Preempção terá incidência prioritária no âmbito das Zonas
Especiais de Centro (ZEC), da Zona Urbana Consolidada (ZUC), da Zona de
Consolidação Urbana (ZCUR) e da Zona de Expansão Urbana (ZEU).

Art. 27: Lei Municipal, com base no disposto no Estatuto da Cidade, poderá
definir outras condições para a aplicação do instrumento.
Seção V
DA OPERAÇÃO URBANA CONSORCIADA.
Art. 28: O Poder Público municipal poderá executar Operação Urbana
Consorciada com o objetivo de alcançar transformações urbanísticas, estruturais,
valorização ambiental, ampliação dos espaços públicos, melhorias sociais, de infra-
estrutura e do sistema viário, num determinado perímetro contínuo ou descontinuado,
tudo em consonância com o previsto nos artigos 32, 33 e 34 do Estatuto da Cidade.
Art. 29: Os recursos obtidos pelo Poder Público serão aplicados exclusivamente
no programa de intervenções, definido na Lei Municipal da Operação Urbana
Consorciada.

Art. 30: Lei Municipal da Operação Urbana Consorciada regula sua aplicação,
execução, estabelecendo, ainda, requisitos e critérios.

Art. 31: As Operações Urbanas Consorciadas terão aplicação prioritária nas


Zonas Especiais de Centro (ZEC), Zonas de Urbanização Consolidada (ZUC) e nas
Zonas de Consolidação Urbana (ZCUR).
Seção VI
EDIFICAÇÃO OU UTILIZAÇÃO COMPULSÓRIA, IPTU PROGRESSIVO NO
TEMPO E DESAPROPRIAÇÃO COM PAGAMENTO EM TÍTULOS.
Art. 32: O parcelamento, edificação ou utilização compulsória, a tributação
progressiva no tempo e a desapropriação, de que trata a Constituição Federal, artigo
182, § 4º, e os artigos 5º, 6º, 7º e 8º, do Estatuto da Cidade, incidirão sobre lotes ou
glebas não edificados ou subutilizados que não estejam atendendo à função social da
propriedade urbana, nas Zonas Especiais de Centro (ZEC), nas Zonas de Urbanização
Consolidada (ZUC) e nas Zonas de Consolidação Urbana (ZCUR).

Art. 33: A aplicação da alíquota progressiva no tempo será suspensa


imediatamente, a requerimento do contribuinte, a partir da data em que seja iniciado o
Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 14 de 48
Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

processo administrativo de parcelamento ou iniciada a edificação ou utilização ou a


recuperação, mediante licença municipal, sendo restabelecida em caso de fraude ou
interrupção, quando não requerida e justificada pelo contribuinte.

Art. 34: Lei específica disporá sobre os processos de interrupção, suspensão e


restabelecimento da alíquota progressiva de que trata o parágrafo anterior, e das
penalidades cabíveis em caso de dolo ou fraude.

Art. 35: Caso a obrigação de parcelar e utilizar não esteja atendida no prazo de
cinco anos, o Município manterá a cobrança pela alíquota máxima, até que se cumpra
à referida obrigação, garantida a aplicação da medida da desapropriação do imóvel
com pagamento em títulos da dívida pública na forma prevista na Constituição Federal,
art. 182 § 4º, inciso III, e em conformidade com o previsto no Estatuto da Cidade.

§ 1º - O Município mediante prévia autorização do Senado Federal, emitirá


títulos da dívida pública, com prazo de resgate de até dez anos, para pagamento do
valor da desapropriação.

§ 2º - O pagamento será efetuado em dez anos mediante parcelas anuais, iguais


e sucessivas, assegurados o valor real da indenização e os juros legais.

§ 3º - Os imóveis desapropriados serão utilizados para a construção de


habitações populares ou equipamentos urbanos, podendo ser alienados a particulares,
mediante prévia licitação.

Art. 36: É vedada à concessão de isenções ou de anistias relativas à tributação


progressiva para fazer cumprir a função social da propriedade.

Art. 37: Lei Municipal específica, no âmbito de sua competência legal, poderá
regulamentar ou complementar os instrumentos tratados nesta seção.

TÍTULO III

DO ORDENAMENTO ESPACIAL DO DESENVOLVIMENTO URBANO.

CAPÍTULO I
DA DIVISÃO DO TERRITÓRIO MUNICIPAL.

Art. 38: O território do município de Apodi está dividido segundo 5 (cinco) tipos
distintos de zonas urbanas e 1 (uma) de área rural, conforme suas características
peculiares físico-territoriais e urbanísticas, a saber:

I - Zona Especial de Ambiente Natural (ZEAN).

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 15 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

II - Zona Especial de Centro (ZEC).


III - Zona Urbana Consolidada (ZUC).
IV - Zona de Consolidação Urbana (ZCUR).
V - Zona de Expansão Urbana (ZEU).
VI - Zona Especial de Interesse Histórico, Cultural e Natural (ZEIH).

Seção I
DA ZONA ESPECIAL DE AMBIENTE NATURAL (ZEAN).

Art. 39: A Zona Especial de Ambiente Natural (ZEAN) são porções do território
destinadas a proteger ocorrências ambientais isoladas de grande relevância para a
conservação do meio ambiente natural e urbano, tais como:

a) Paisagens naturais notáveis.


b) Remanescentes de vegetação significativa.
c) Áreas de reflorestamento.
d) Áreas frágeis ou de exposição a riscos ambientais, onde qualquer
intervenção está sujeita a análise específica.
Art. 40 As Zonas Especiais de Ambiente Natural (ZEAN) é constituída pelas
áreas que margeiam a Lagoa de Apodi, e, dentro do perímetro urbano, as margens do
córrego de Cruz das Almas, até encontrar as margens da lagoa seca, a oeste do
núcleo urbano da sede municipal.
Art. 41: Os limites das Zonas Especial de Ambiente Urbano (ZEAN) estão
descritos no Anexo IV desta Lei.

Seção II
DA ZONA ESPECIAL DE CENTRO (ZEC).

Art. 42: A Zonas Especial de Centro (ZEC) é formada pela área mais antiga da
cidade e apresenta edificações antigas de relevante valor histórico-arquitetônico, sendo
caracterizada pela ocorrência de:

I - Lotes estreitos em quadras longas.

II - Presença de prédios públicos da administração municipal, serviços de


saúde, educação e segurança pública.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 16 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Art. 43: São objetivos da Zona Especial de Centro (ZEC):

I - Permitir o incremento das atividades de comércio e serviços na área


central da sede do município.

II - Possibilitar um nível de adensamento construtivo mais elevado,


segundo o limite de oferta das infra-estruturas e serviços urbanos.

III - Preservar parâmetros morfológicos tradicionais.

Art. 44: A Zona Especial de Centro (ZEC) é constituída pelas áreas de


comércio, serviços e habitação cortadas pela BR-405.

Parágrafo Único: A BR-405 divide a Zona Especial de Centro (ZEC) em duas


porções, ao sul a parte de maior perímetro e densidade de ocupação do núcleo urbano
da sede municipal, e ao norte com mesma densidade e perímetro menor.

Art. 45: Os limites da Zona Especial de Centro (ZEC) estão descritos no Anexo
IV desta Lei.

Seção III

DA ZONA URBANA CONSOLIDADA (ZUC).

Art. 46: A Zona Urbana Consolidada (ZUC) compreende a área de ocupação


urbana já consolidada imediatamente contígua ao Centro da sede municipal,
apresentando as seguintes características:

I - Ocupação predominantemente residencial.

II - Lotes estreitos em quadras longas.

III - Parcelamento predominantemente ortogonal que evidenciando certa


regularidade da ocupação.

Art. 47: A Zona Urbana Consolidada (ZUC) tem como objetivo à ocupação
urbana em nível intermediário de adensamento construtivo.

Art. 48: A Zona Urbana Consolidada (ZUC) é constituída pelas áreas que se
apresentam estreitamente relacionadas à Zona Especial de Centro (ZEC), à qual se
conectam através das vias secundárias que cruzam a rodovia BR-405, configurando
em alguns trechos uma única malha urbana compreendida pelos bairros vizinhos ao
Centro como Malvinas, São João, Cruz das Almas, Timbaúba do Campo e São
Sebastião.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 17 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Art. 49: Os limites da Zona Urbana Consolidada (ZUC) estão descritos no Anexo
IV desta Lei.

Seção IV

DA ZONA DE CONSOLIDAÇÃO URBANA (ZCUR).

Art. 50: A Zona de Consolidação Urbana (ZCUR) tem como objetivo conservar
uma área de amenização da ocupação urbana nos limites da área ocupada, com
parâmetros de adensamento construtivo mais restritivos compatíveis com a natureza
de uma área em vias de ocupação, mas ainda não consolidada, compreendendo as
áreas de ocupação ainda rarefeita em direção oposta ao Centro e que apresentam uma
dinâmica urbana bastante influenciada pela ZUC.

Art. 51: A Zona de Consolidação Urbana (ZCUR) é constituída por duas grandes
áreas, a saber:

I - A primeira às margens da BR-405, no acesso norte ao Centro, onde a


ocupação apresenta lotes mais largos e quadras curtas.

II - A segunda, vizinha aos Bairros de Cruz das Almas, Timbaúba do


Campo e Betel, onde a ocupação apresenta-se ainda bastante esparsa.

Art. 52: Os limites da Zona de Consolidação Urbana (ZURC) estão descritos no


Anexo IV desta Lei.

Seção V

DA ZONA DE EXPANSÃO URBANA (ZEU).

Art. 53: São objetivos da Zona de Expansão Urbana (ZEU) garantir reservas de
terra urbana que:

I - Restrinjam a especulação imobiliária.

II - Possibilitem a opção de adensamento construtivo mais ameno, com


baixo índice de ocupação e presença ainda marcante de áreas livres.

Parágrafo Único: As Zonas de Expansão Urbana (ZEU) são caracterizadas por


grandes vazios e áreas verdes.

Art. 54: A Zona de Expansão Urbana (ZEU) é constituída por sítios e


propriedades rurais que se comunicam através de estradas vicinais não pavimentadas
Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 18 de 48
Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

nas localidades de São José, Peque, Bicentenário, Bico Torto, Bacurau, Pody dos
Encantos, e Portal da Chapada.

Parágrafo único: Os Conjuntos Habitacionais de Interesse Social e as áreas


industriais do município de Apodi estão inseridos na Zona de Expansão Urbana (ZEU),
sujeitas a índices de uso e ocupação do solo, definidos no Anexo IV, desta Lei.

Art. 55: Os limites da Zona de Expansão Urbana (ZEU) estão descritos no


Anexo IV desta Lei.

Seção VI

DA ZONA ESPECIAL DE INTERESSE HISTÓRICO, CULTURAL E NATURAL


(ZEIH).

Art. 56: A Zona Especial de Interesse Histórico, Cultural e Natural (ZEIH) tem
por objetivo a conservação do patrimônio histórico, cultural e natural do sitio do Lajedo
de Soledade, onde existe ocorrência rara de afloramento calcário, com registros pré-
históricos de presença humana na região.

Art. 57: A Zona Especial de Interesse Histórico, Cultural e Natural (ZEIH) é


constituída pela área do Parque Nacional de Lajedo de Soledade.

Art. 58: A Zona Especial de Interesse Histórico, Cultural e Natural (ZEIH) dispõe
de limites contidos na Lei que regulamenta o Parque Nacional de Lajedo de Soledade.

CAPÍTULO II
DO USO E OCUPAÇÃO DO SOLO URBANO.
Seção I
DA DEFINIÇÃO.

Art. 59 Considera-se Uso do Solo Urbano qualquer destinação efetiva dos


imóveis territoriais e prediais no município em que se abriguem atividades como:

I - Moradia.
II - Produção nos setores primário ou secundário.
III - Comércio de bens.
IV - Prestação de serviços públicos, como saúde, educação e segurança.
V - Prestação de serviços privados.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 19 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

VI - Lazer e a diversão.
VII - Conservação de áreas naturais e/ou de amenidades de uso coletivo
e/ou privado.

Art. 60: O direito de uso do solo só será efetivado sob a anuência dos órgãos
responsáveis pelo ordenamento urbano, segundo os parâmetros estabelecidos nesta
lei e nos instrumentos que a complementam.

Art. 61: Não serão autorizados quaisquer usos que venham a representar
incômodos, riscos à saúde publica e/ou conflitos com os demais usos predominantes
nas zonas em que se desejem instalar estes primeiros.

Art. 62: Consideram-se usos incômodos ou de risco aqueles que:

I - Provoquem emissões de sons, de dejetos líquidos, sólidos e/ou


gasosos.

II - Representem ameaça à convivência com outros usos, ou seja,


potencialmente promotores de acidentes.

Art. 63: Os imóveis territoriais e prediais mantidos sem uso, para fins
especulativos sofrerão as sanções previstas em lei, pelo não cumprimento de sua
função social.

Art. 64: O uso e a ocupação do solo urbano deve se desenvolver segundo a


oferta das infra-estruturas urbanas, definidas na Seção II, Capítulo I, do Título IV, deste
Plano Diretor, que condicionam a instalação das atividades urbanas e o nível de
adensamento construtivo nas diversas zonas e regiões do território municipal.

Seção II

DOS PARÂMETROS URBANÍSTICOS DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO.

Art. 65: Para regulação da ocupação do território municipal, ficam definidos os


seguintes parâmetros reguladores da ocupação do solo:

I - Os recuos, frontais, de fundos e laterais.


II - A taxa de ocupação.
III - O coeficiente de utilização dos terrenos.
IV - O gabarito ou quantidade máxima de pavimentos.
V - A taxa de solo natural.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 20 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

VI - As áreas mínimas de terrenos.


VII - A testada ou largura frontal mínima dos terrenos.

Art. 66: Os recuos são os afastamentos entre os diversos elementos dos


imóveis prediais (edificações) e os limites dos imóveis territoriais (terrenos), a saber:

I - Recuo frontal é aquele existente entre a face exterior da edificação e o


limite da frente do terreno que a abriga.
II - Recuos laterais são aqueles existentes entre a face exterior da
edificação e os limites dos lados esquerdo e direito do terreno que a abriga.
III - Recuo de fundos é aquele existente entre a face exterior da
edificação e o limite de trás do terreno que a abriga.

Art. 67: A taxa de ocupação é o percentual da área total do terreno efetivamente


ocupada pela edificação.

Art. 68: O coeficiente de utilização dos terrenos é o total máximo de área


construída permitida numa determinada zona, obtido a partir de um multiplicador da
área do terreno que abriga esta edificação.

Parágrafo único: Para efeito do cálculo da área máxima de construção são


considerados todos os pavimentos e áreas cobertas da edificação.

Art. 69: O gabarito (quantidade máxima de pavimentos) é o total de pisos ou


pavimentos de uma edificação.

Parágrafo único: Os pavimentos semi-enterrados não serão computados no


cálculo do gabarito das edificações.

Art. 70: A taxa de solo natural é o índice que aponta o total de área do terreno
que não foi alterado por construções ou movimentações de terras.

Art. 71: As áreas mínimas de terrenos representam as dimensões de área


mínimas aceitas para que uma edificação possa vir a ser abrigada em uma
determinada zona do município.

Art. 72: A testada é a largura frontal mínima dos terrenos aceita para que uma
edificação possa vir a ser abrigada em uma determinada zona do município.

Art. 73: Os parâmetros definidos nesta seção estão apresentados no Anexo II


desta Lei.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 21 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

CAPÍTULO III

DA MOBILIDADE URBANA, DOS TRANSPORTES E DO


SISTEMA VIÁRIO.

Seção I

DOS PRINCÍPIOS, DIRETRIZES E OBJETIVOS DA MOBILIDADE URBANA.

Art. 74: Para os fins desta Lei, entende-se a mobilidade urbana como a
capacidade de cada cidadão de se deslocar no espaço urbano para ter acesso aos
bens e serviços, atividades e oportunidades de trabalho que nele se desenvolvem.

Art. 75: O Plano Diretor Municipal tem por principio propiciar o mais amplo e
democrático acesso ao espaço urbano a todos os seus usuários, através das políticas
publicas municipais de transporte e circulação.

Art. 76: São diretrizes básicas para a promoção da mobilidade urbana em


Apodi:

I - A priorização de meios de transportes coletivos em detrimento dos


individuais.

II - O incentivo ao uso de meios de transportes não motorizados.

III - A garantia de segurança e conforto aos usuários dos transportes


coletivos.

Art. 77: São objetivos da Política Municipal de Mobilidade Municipal:

I - Garantir a acessibilidade e a livre circulação de todos os cidadãos,


respeitando o direito de ir e vir de cada indivíduo.

II - Tornar possível a todos o acesso ao sistema de transporte.

III - Promover o equilíbrio de oportunidades oferecidas pelos transportes


aos cidadãos.

IV - Promover a sensibilização e a educação da sociedade para o


atendimento e o respeito aos princípios da mobilidade urbana.

V - Adequar os ambientes e equipamentos urbanos para o


favorecimento dos princípios da mobilidade urbana, com a eliminação das
barreiras arquitetônicas.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 22 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

§ 1º: Constituem-se público alvo prioritário da promoção da mobilidade urbana


os cidadãos portadores de necessidades especiais no que se refere ao exercício da
circulação pelo espaço urbano.

§ 2º: O poder publico municipal tem o prazo de 3 (três) anos para a


regulamentação da Política Municipal de Mobilidade Urbana.

§ 3º: Na Política Municipal de Mobilidade Urbana devem constar as definições do


Sistema Municipal de Transportes e da Legislação de Erradicação de Barreiras
Arquitetônicas.

Seção II

DO TRANSPORTE URBANO.

Art. 78: Para os fins desta Lei, transporte coletivo é o serviço público regular e
contínuo de transporte de passageiros em veículos que percorram linhas estabelecidas
entre pontos perfeitamente delimitados, seguindo itinerários e horários previamente
fixados, com pontos de embarque definidos e o pagamento individual de passagens
fixado pelo poder público.

Art. 79: São diretrizes do transporte urbano em Apodi:

I - O gerenciamento da modalidade de passageiros e de cargas que


compatibilize a oferta com a demanda de transportes, integrando diferentes
modalidades, contemplando a incorporação adequada ou o desenvolvimento de
novas tecnologias, para melhorar o desempenho do transporte urbano e
disciplinar o tráfego urbano.

II - Fomentar o transporte coletivo de passageiros em base tarifaria


acessível a todos, como mecanismo de integração territorial e inclusão social.

III - Favorecer o escoamento da produção, visando contribuir para a


competitividade da economia local.

IV - Desenvolver o transporte como mecanismo de atenuação das


disparidades regionais e de inclusão social, com o apoio a estudos e o
desenvolvimento de sistemas de transporte apropriados, visando à integração e
a busca de oportunidades econômicas para as regiões menos favorecidas.

V - Apoiar estudos e pesquisas que busque tornar o transporte um meio


mais democrático em relação às oportunidades existentes no meio urbano.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 23 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Seção III
DO SISTEMA VIÁRIO MUNICIPAL.

Art. 80: O sistema viário de Apodi é composto dos seguintes tipos de vias:

I - Eixo Viário Estruturador.


II - Via Principal.
III - Via Secundária.
IV - Anel Viário.
V - Via Local.
VI - Ciclovia.

Art. 81: O Eixo Viário Estruturador configura-se como uma via a partir da qual se
distribuem as demais, que suporta trânsito intenso e admite velocidades mais elevadas,
sendo caracterizada por:

I - Cruzamentos em nível controlados ou não.

II - Por semáforos, que franqueiam o acesso aos lotes lindeiros e às vias


principais, secundárias e locais, possibilitando o trânsito entre as regiões do
Município.

Art. 82: A Via Principal é definida pelo seu papel de via coletora e distribuidora
do tráfego, de trânsito de média intensidade e velocidade, com os seguintes objetivos:

I - Coletar e distribuir o trânsito desde e a partir de vias arteriais.

II - Franquear o acesso a quem tenha necessidade de entrar ou sair


dessas vias.

III - Possibilitar o trânsito pelas diversas zonas e regiões do Município.

Art. 83: A Via Secundária é aquela caracterizada por:

I - Interseções em nível, não semaforizada.

II - Trafego de vizinhança de baixa intensidade e velocidade.

III - Permitir acesso local ou a áreas restritas de uma determinada zona


ou localidade municipal.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 24 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Art. 84: O Anel Viário é constituída por uma via de contorno, com a função de
desviar do Centro do município o trânsito de maior intensidade e velocidade, sendo
ademais uma via igualmente coletora e distribuidora do tráfego desde o Eixo Viário
Estruturador até as Vias Secundárias e vice-versa.

Parágrafo único: O Anel Viário, em seu trecho de contorno da face leste da


sede do município, terá seu traçado definido por projeto especifico.

Art. 85: A Via Local é aquela caracterizada por interseções em nível, não
semaforizadas, destinadas apenas ao acesso local ou áreas restritas.

Art. 86: A Ciclovia é uma via exclusivamente dedicada ao trânsito de bicicletas,


permitindo a redução dos riscos representados pelo fluxo concomitante de veículos
automotores e pedestres.

Parágrafo único: As Ciclovias terão seu traçado definido por projetos


específicos.

Art. 87: A relação das vias e dos traçado viários componentes do Sistema Viário
Municipal encontram-se detalhados no Anexo I e III, respectivamente desta Lei.

TÍTULO IV

DA INFRA-ESTRUTURA URBANA, DA CONSERVAÇÃO AMBIENTAL E DA


PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

CAPÍTULO I
DA DEFINIÇÃO, OBJETIVOS E DIRETRIZES.
Seção I
DA DEFINIÇÃO, COMPOSIÇÃO E PRINCÍPIOS.

Art. 88: A infra-estrutura urbana são redes físicas integradas a sistemas de


organização e prestação de serviços que têm os seguintes objetivos:

I - Possibilitar o desenvolvimento das atividades urbanas em geral e as


atividades de interesse urbanístico em particular.

II - Garantir a integração espacial entre as diversas zonas e regiões do


município.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 25 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

III - Possibilitar salubridade, segurança, mobilidade e o aproveitamento de


amenidades no ambiente urbano pelos cidadãos de Apodi.

Art. 89: Constituem infra-estruturas urbanas:

I - O sistema viário local e regional, integrado ao sistema de trânsito e


transportes públicos.
II - A rede de abastecimento d’água, integrada ao sistema de captação,
adução, tratamento e distribuição.
III - A rede de coleta de esgotos, integrada ao sistema de coleta e
tratamento de efluentes.
IV - A rede de drenagem, integrada ao sistema viário e à dinâmica natural
de drenagem das bacias hidrográficas.
V - A rede de equipamentos de tratamento e destinação final de resíduos
sólidos, integrada ao sistema de gestão de resíduos sólidos.
VI - A rede de abastecimento de energia elétrica, integrada ao sistema de
geração, transformação e distribuição.
VII - A rede de telecomunicações, integrada ao sistema de comunicações
nacional telefônica, radiofônica e televisiva.

Art. 90: As infra-estruturas urbanas têm por princípio o desenvolvimento urbano


sustentável, em sintonia com os regimes naturais dos ecossistemas locais e regionais,
garantindo a conservação ambiental e a integração equilibrada entre o ambiente
urbano e o ambiente natural.

Art. 91: A implantação das infra-estruturas urbanas deve respeitar o principio de


sua justa e equânime distribuição para todas as zonas e regiões do município,
alcançando a população local e os usuários do espaço urbano em geral, sem distinção
de condição social.

Seção II

DAS DIRETRIZES.

Art. 92: A implementação das infra-estruturas urbanas pauta-se pelas seguintes


diretrizes:

I - Obedecer às prioridades estabelecidas, considerando de inicio as


necessidades de atendimento das infra-estruturas básicas, em especial as
componentes do Saneamento Ambiental.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 26 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

II - Respeitar os programas, planos e projetos de caráter municipal e


regional, integrando-se as redes existentes ou projetadas.
III - Submeter à conservação da infra-estrutura a plano especifico, que
garanta a expansão progressiva e equilibrada e a manutenção programada das
redes e serviços a elas vinculadas.
IV - Integrar as diversas regiões e zonas do território municipal.
V - Sujeitar a aprovação de parcelamentos urbanos à existência de infra-
estruturas mínimas exigidas pela Lei Federal N° 6.766/1979 e suas alterações.

Art. 93: Para os fins desta Lei, consideram-se infra-estruturas básicas:


I - Abastecimento de água.
II - Energia elétrica.
III - Sistema viário.
IV -Drenagem.
V - Esgotamento sanitário.

CAPÍTULO II
DO SANEAMENTO AMBIENTAL.

Art. 94: O saneamento ambiental é elemento fundamental para o


desenvolvimento municipal em bases sustentáveis, constituindo-se, dentre as infra-
estruturas urbanas, alvo de especial atenção quando da definição de prioridades e
investimentos voltados ao provimento das redes e serviços urbanos.

Art. 95: O saneamento ambiental compreende o conjunto de redes de infra-


estruturas e serviços compostos pelos seguintes elementos:

I - O abastecimento d’água.
II - O esgotamento sanitário.
III - A limpeza urbana, coleta e destinação final de resíduos sólidos.
IV - A drenagem pluvial.

Art. 96: São diretrizes para a gestão do saneamento ambiental:

I - Implantação de redes e serviços subordinadas a indicativos de estudos


técnicos com alternativas adequadas a cada situação particular encontrada nas
diversas zonas e regiões.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 27 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

II - Elaboração de estudos e propostas de enfrentamento das situações


de risco ambiental quanto aos aspectos do saneamento ambiental.
III - Promover ações de educação ambiental junto à população do
município, visando o desenvolvimento de uma cultura local de conservação
ambiental.

Art. 97: O planejamento dos investimentos e a implantação das redes e serviços


de saneamento ambiental serão objeto de programas, planos e projetos específicos,
respeitando-se as peculiaridades geofísicas e ambientais do Município e a sua
integração com as demais redes de infra-estruturas, equipamentos e serviços
municipais e regionais.

Parágrafo único: Este planejamento tem por base as bacias hidrográficas e o


nível de adensamento construtivo de cada zona do território municipal.

CAPÍTULO III

DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

Seção I

DOS PRINCÍPIOS E DIRETRIZES.

Art. 98: O Plano Diretor Municipal como instrumento de construção das


condições básicas necessárias ao desenvolvimento sustentável de Apodi tem por
princípios:

I - A Eficiência Econômica, com a geração e a distribuição de riquezas.


II - A Prudência Ecológica, com o manejo e a conservação ambiental.
III - A Justiça Social, com a participação da sociedade local no processo
de gestão e nos ganhos dos benefícios do desenvolvimento gerado.

Art. 99: São diretrizes para a promoção do desenvolvimento municipal


sustentável, com a geração e a distribuição de riquezas:

I - O aproveitamento das vocações particulares do município,


identificadas no processo de elaboração desta Lei.
II - A integração das atividades econômicas do município àquelas da
região em que se insere, de modo a consolidar seu papel de pólo microrregional.
III - O investimento em infra-estruturas e serviços urbanos, de modo a
possibilitar a otimização e ampliação das atividades econômicas locais.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 28 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

IV - A formação e a capacitação profissional para a inclusão qualificada


da mão-de-obra local em atividades produtivas de interesse, centradas no
atendimento da população jovem.
V - A implementação de programas de incentivos fiscais como estimulo à
implementação de novas atividades produtivas.
VI - A participação ativa do poder público municipal e da sociedade civil
organizada na gestão dos programas e projetos de desenvolvimento sócio-
ambiental no entorno da Barragem de Santa Cruz.

Art. 100: São diretrizes para a promoção do desenvolvimento municipal


sustentável, com o manejo adequado dos recursos naturais e a conservação do meio
ambiente natural:

I - O investimento em infra-estruturas e serviços urbanos, como garantia à


redução dos riscos ambientais e à erradicação das situações de degradação
ambiental.
II - O estabelecimento de convênios e cooperações técnicas e financeiras
para a promoção de programas, projetos e ações de educação e conservação
ambiental.
III - O desenvolvimento de programas que visem ao conhecimento dos
potenciais e problemas ecológicos do município, de modo a orientar os
investimentos a serem realizados para a conservação ambiental.
IV - A educação ambiental para a construção de uma cultura local de
respeito e ação coletiva de proteção ao meio ambiente e aos recursos naturais e
ecossistemas a ele associados.
V - A valorização e resgate da memória e da vivência coletiva com o
patrimônio natural, histórico e cultural do município, como meio de estimular a
responsabilidade ambiental.

Art. 101: São diretrizes para a promoção do desenvolvimento municipal


sustentável, com a participação social na gestão deste desenvolvimento e no usufruto
dos benefícios materiais e imateriais do desenvolvimento gerado:

I - A implementação de políticas publicas de distribuição dos


investimentos municipais para o atendimento às prioridades de intervenção
físico-territorial em áreas mais carentes de infra-estruturas, equipamentos e
serviços urbanos.
II - O desenvolvimento de programas de inclusão social que considerem
não apenas o caráter assistencialista, mas a formação e a capacitação
profissional para o aproveitamento das oportunidades de trabalho.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 29 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

III - O estabelecimento de convênios e cooperações técnicas e financeiras


para a promoção de programas, projetos e ações de inclusão e geração de
oportunidades de trabalho e renda.
IV - A educação social e política, como meio de conscientização e
estimulo da sociedade local para o exercício de sua responsabilidade na gestão
do desenvolvimento futuro do município.

Seção II
DOS PROGRAMAS ESPECIAIS.

Art. 102: Este Plano Diretor cria os seguintes programas especiais:

I - Programa Especial de Desenvolvimento Sustentável.


II - Programa Especial de Conservação das Infra-Estruturas, Serviços e
Próprios Municipais.
III - Programa Especial de Desenvolvimento Agro-Ecológico e Ambiental.
IV - Programa Especial de Enfrentamento de Riscos Ambientais.
Parágrafo único: A definição das competências, diretrizes, objetivos e
composição, bem como, a criação de outros programas é atribuição do Conselho de
Desenvolvimento Urbano.

Art. 103: Os programas especiais promoverão estudos e desenvolverão


propostas e diretrizes para o uso e ocupação do solo, o desenvolvimento econômico e
social, a conservação ambiental, definindo e coordenando as ações necessárias à
elaboração de projetos e planos de desenvolvimento sustentável, bem como à
implantação de redes de infra-estrutura, serviços e equipamentos urbanos.

TÍTULO V

DA GESTÃO DEMOCRÁTICA DA POLÍTICA URBANA.

Art. 104: Como instrumento de construção da cultura de planejamento no


município, o Plano Diretor Municipal de Apodi é o marco orientador dos instrumentos
de gestão orçamentária, como os Planos Plurianuais (PPA), a Lei de Diretrizes
Orçamentárias (LDO) e a Lei de Orçamento Anual (LOA), que comporão o Sistema de
Planejamento Municipal.

Parágrafo único: Os instrumentos de gestão orçamentária deverão contemplar


em sua elaboração os programas, planos, projetos e outras ações previstas neste
Plano Diretor Municipal.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 30 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Seção I

DOS PRINCÍPIOS E DIRETRIZES.

Art. 105: A gestão do Plano Diretor Municipal e das ações nele previstas tem
por princípios:

I - O caráter democrático da gestão municipal, com a garantia a


participação popular na gestão municipal, através dos Conselhos Municipais, e,
outras instâncias de controle social.
II - A regionalização da administração pública municipal, envolvendo os
vários núcleos urbanos e sua população.
Art. 106: O Plano Diretor Municipal de Apodi, em sua elaboração,
implementação e revisão deve se pautar e/ou compatibilizar com as diretrizes
emanadas por outros instrumentos de planejamento, tais como:
I - A Lei de Responsabilidade na Gestão Fiscal.
II - As Agendas 21 estadual e local.
III - A Lei Orgânica do Município.
IV - Os Planos setoriais do Governo do Estado do Rio Grande do Norte.
V - Os Planos de Desenvolvimento Regional e Municipal.

Art. 107: A gestão do Plano Diretor Municipal tem por base:

I - A construção de uma estrutura gerencial municipal adequada.


II - A instituição de Instâncias de Controle Social.
Art. 108: A administração publica municipal é a responsável pela adequação da
estrutura de gestão, cabendo à prefeitura municipal a definição de seus componentes e
instâncias, bem como suas respectivas atribuições.

Seção II
DO PROCESSO DE GESTÃO DO PLANO DIRETOR.

Art. 109: O processo de Gestão do Plano Diretor Municipal de Apodi comporta


as seguintes etapas:

I - Elaboração do Plano Diretor, englobando o levantamento e análise dos


diversos aspectos da realidade local e a proposição de diretrizes para o
desenvolvimento urbano.
II - Implementação do Plano Diretor, com a institucionalização dos
instrumentos previstos, desenvolvimento dos Programas, Planos e Projetos

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 31 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

propostos seguidos de sua implantação, e, a necessária regulamentação legal de


dispositivos normativos neste Plano contidos.
III - Monitoramento do Plano Diretor, constando o acompanhamento e
registro da sua evolução em sua implementação, conforme os indicadores
estabelecidos.
IV - Avaliação do Plano Diretor, realizada em diversas fases, a saber:
a) Avaliação anterior e/ou prévia, ainda na fase proposição, de modo a
permitir a crítica sobre a validade e relevância das propostas.
b) Avaliação de Processo, realizada durante a implementação do
Plano, dos instrumentos e ações por ele indicados, tendo por foco os
indicadores recolhidos.
c) Avaliação posterior, realizada após a conclusão das ações e da
aplicação dos instrumentos previstos no Plano.
V - Revisão do Plano Diretor, redefinindo rumos e diretrizes, corrigindo-os
ou complementado-os, conforme a avaliação.

Seção III
DO CONSELHO MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO.

Art. 110: O Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU) é a instância máxima


de gestão da Política Urbana Municipal, tendo como atribuição, conforme normas
contidas neste Plano Diretor, proceder à elaboração, implementação, monitoramento,
avaliação e revisão desta política e deste Plano Diretor.

Parágrafo único: O CDU tem caráter deliberativo, sendo composto de maneira


paritária por representantes dos Poderes Executivo, Legislativo e da sociedade civil
local.

Art. 111 O Conselho de Desenvolvimento Urbano será composto de 18 (dezoito)


membros Titulares e 18 (dezoito) membros Suplentes distribuídos da seguinte forma:

I - 9 (nove) representantes do Poder Público Municipal, assim


distribuídos:
a) 7 (sete) representantes das Secretarias municipais das áreas de
planejamento, transporte, meio ambiente, fazenda, desenvolvimento
econômico, turismo, patrimônio cultural, obras, serviços públicos, políticas
sociais, habitação, saneamento, orçamento participativo.
b) 2 (dois) representantes da Câmara Municipal.
II - 9 (nove) representantes da Sociedade Civil Organizada, assim
distribuídos:

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 32 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

a) 1 (um) representante das entidades do setor imobiliário.


b) 1 (um) representante das entidades do setor de comércio e
serviços.
c) 1 (um) representante de entidades sindicais da área urbana.
d) 1 (um) representante de entidades sindicais da área rural.
e) 1 (um) representante de ONGs com atuação no município.
f) 1 (um) representante de entidades profissionais.
g) 1 (um) representante de entidades acadêmicas com atuação no
município.
h) 2 (dois) representantes do segmento da sociedade civil no
Conselho do Orçamento Participativo.

§ 1º: O Conselho do Desenvolvimento Urbano será presidido pelo representante


titular da secretaria municipal responsável pelo planejamento físico-territorial, conforme
as atribuições definidas na reestruturação gerencial da administração pública
municipal.
§ 2º: Os membros do Conselho de Desenvolvimento Urbano não serão
remunerados.

TÍTULO VI
DAS DISPOSIÇÕES FINAIS E TRANSITÓRIAS.

Art. 112: O Município promoverá a edição popular deste Plano Diretor que será
distribuído nas repartições públicas e perante entidades representativas da sociedade
civil.

Art. 113: O Poder Executivo Municipal terá um prazo de 12(doze) meses para
efetuar a adaptação da legislação municipal em vigor, naquilo que for legalmente
exigível, aos termos deste Plano Diretor.

Art. 114: O Poder Executivo Municipal terá um prazo de 12(doze) meses para
criar ou adaptar a estrutura administrativa aos termos desta Lei.

Art. 115: O Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU), terá seu


funcionamento regulamentado por Decreto, no prazo máximo de 6(seis) meses, após a
aprovação deste Plano Diretor.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 33 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Art. 116: O município em um período de 24 (vinte e quatro), após a aprovação


deste Plano Diretor, definirá o perímetro das comunidades rurais, consolidadas e
assentadas no território municipal, em conformidade com as diretrizes gerais
estabelecidas no Programa Especial de Desenvolvimento Sustentável para cada
destas comunidades.

Art. 117: Os bens públicos e os imóveis particulares, por iniciativa de seus


representantes legais e proprietários particulares, respectivamente, terão um prazo de
12(doze) meses para ajustar situações desconformes, porventura existentes de tais
bens, ao conteúdo deste Plano Diretor.
Art. 118: O município terá a disposição um prazo de 12(doze) meses, após a
aprovação deste Plano Diretor, para implantar a Lei de Parcelamento do Solo de Apodi.
§ 1º: Para fins de parcelamento do solo urbano em Apodi, o interessado em
parcelar terreno(s) de sua propriedade deverá requerer à Prefeitura
Municipal as Diretrizes Municipais, instruído de planta do imóvel, em 03 (três) vias, e
dos arquivos das plantas do imóvel, em meio magnético, conforme orientação da
Prefeitura, contendo no mínimo:
I - Identificação da propriedade e seu Registro Geral de Imóveis-RGI.
II - Identificação do cadastro municipal da propriedade, quando houver.
III - Locação e situação da propriedade e sua orientação magnética e
geográfica (coordenadas UTM de geo-referência) nas escalas nas escalas
solicitadas pela Prefeitura Municipal.
IV - Dimensões lineares e angulares das divisas e área da propriedade.
V - Propriedades confrontantes e loteamentos contíguos ressaltando o
arruamento.
VI - Localização de bens culturais, bens tombados, lâminas d’água, rios,
canais, lagos, charcos, áreas alagadiças, mangues, matas, árvores nativas de
grande porte, depressões e buracos, estradas, ruas, caminhos carroçáveis e
ruínas existentes e outros elementos exigidos.
VII - Curvas de níveis a intervalo máximo de 10m(dez metros).
VIII - Tipo de uso predominante a que se destinam as áreas do
loteamento.
IX - Terrenos de marinha e acrescidos de marinha, áreas “non-ædificandi”
e de preservação permanente, quando houver.
§ 2º: Constituem-se obrigações do agente parcelador do solo urbano, seja ele
público ou privado:
I - Destinar 35% do total da gleba para equipamentos e obras públicas:
sistema viário, escolas, postos de saúde, praças.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 34 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

II - Aprovar o projeto no órgão ambiental competente no estado o Rio


Grande do Norte.
III - Dotar o loteamento com as infra-estruturas de água potável e energia
elétrica em todas as ruas.
IV - Dotar o loteamento de arruamento com aberturas de vias com meio
fio, linha d’água e pavimentação da via principal do loteamento.
V - Indicar o sistema de esgotamento sanitário a ser adotado e aprovado
no órgão estadual competente.
VI - Definir o greide das ruas, compatibilizando-as com malha viária
existente.
VII - Demarcar e piquetear todos os lotes.
Art. 119: Fazem parte desta Lei, os seguintes anexos:

I - MAPAS:
Mapa 1 - Geológico
Mapa 2 - Zoneamento.
Mapa 3 - Sistema Viário
Mapa 4 - Propostas Estruturadoras.
Mapa 5 - Propostas
II - TABELA DE ÍNDICES DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DE APODI.
III - NOMES DAS VIAS DO SISTEMA VIÁRIO DO MUNICÍPIO
IV - MEMORIAL DESCRITIVO DOS PERÍMETROS DAS: ZONA
ESPECIAL DE CENTRO (ZEC), ZONA URBANA CONSOLIDADA (ZUC), ZONA
DE CONSOLIDAÇÃO URBANA (ZCUR), ZONA ESPECIAL DE AMBIENTE
NATURAL (ZEAN) E DA ZONA DE EXPANSÃO URBANA (ZEU).

Art. 120: Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 35 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

ANEXO I

MAPAS

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 36 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Anexo II - Tabela de Índices de Uso e Ocupação do Solo de Apodi


Recuos T Á T C L
(m) T C Gab rea omprim.
axa de estada argura
axa de oeficiente arito Máximo Mínima Maximo
Zonas Solo Mínima Mínima
L F Ocupação de
Natural
(Número de de Lote
de Lote de Face das
rontal ateral undos (%) Utilização Pavimentos) ( (m) de Quadra
(%) Vias
m²) (m)
3
Zona Urbana Consolidada (ZUC) 1, 2, 3, 4 50 1,5 3 250
0,5 5 60 0 0
3
Zona de Consolidação Urbana (ZCUR) 50 1,5 3 250
0,5 5 60 0 0
3
Zona de Expansão Urbana (ZEU) 50 2 2 250
0,5 5 60 0 0
Subzona de Expansão Urbana 1
2
(Conjuntos Habitacionais de Interesse 70 1 1 200
0,5 0 00 0 2
Social)
Subzona de Expansão Urbana 2 5
50 0,8 6 250
(Indústrias) 0 0 .000 2
1, 2, 3, 4 2
Zona Especial de Centro (ZEC) 50 1,5 4 -
0,5 0 00 0
Zona Especial de Ambiente Natural (ZEAN)
Non Ædificandi
Zona Especial de Interesse Histórico,
Cultural e Natural (ZEIH)
Notas:
1- Parâmetros a serem aplicados em lotes vazios ou oriundos de novos parcelamentos
2 - Nas reformas dos imóveis existentes devem ser tolerados os parâmetros predominantes na quadra e na rua.
3 - Nas reformas dos imóveis existentes, o proprietário deverá adequar os ambientes com áreas molhadas as condições sanitárias, de iluminação e
ventilação adequadas.
4 - Os proprietários de imóveis existentes, ao reformá-los deve promover tratamento de águas residuais e dos esgotos domésticos.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 37 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

ANEXO III:

VIAS DO MUNICIPIO DE APODI (HIERARQUIA VIÁRIA)

Eixo Rodoviário Estruturador:


1 - BR-405.

Vias Principais:
1 - Rua Almirante Barroso;
Rua Senador Severo Gomes.
2 - Rua João Pessoa;
Rua Nossa Senhora da Conceição;
Rua São Vicente;
Rua Mal. Floriano Peixoto.
3 - Rua Dr. Vingt Rosado;
Rua José do Patrocínio;
Rua Tiradentes;
Rua Moésio de Holanda.
4 - Rua Vereador Domingos F. de Freitas;
Rua Manoel Nogueira.

Vias Secundárias:
1 - Rua Oiti;
Rua José do Patrocínio.
2 - Rua Professor Câmara Cascudo;
Rua Professor Raimundo N. da Silva;
Rua Dom Pedro I (trecho).
3 - Rua Ademar Leão da Silveira.
4 - Rua Adrião Bezerra.
5 - Rua Padre João da Cunha.
Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 38 de 48
Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

6 - Rua São João Batista.


7 - Rua Mal. Deodoro (trecho);
Rua Antonio Lopes Filho.

Anel Viário:
1 - Rua Luiz Jacinto.
2 - Rua Nonato Mota.
3 - Via de Contorno (a ser projetada).

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 39 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

ANEXO IV:

DESCRITIVO DOS PERIMETROS DAS ZONAS

Zona Especial de Centro (ZEC):


Partindo da esquina da R. José do Patrocínio com a Trav. Enéas Barbosa (UTM
W 633.378, S 9.374.334), seguindo pela Travessa Enéas Barbosa em sentido Sul-
Sudoeste, até a esquina com a R. Enéas Barbosa, segue pela R. Bartolomeu de B.
Guerra, onde deflete à esquerda na rua da Pça da Redenção até a R. Carlos XXX,
defletindo à direita, seguindo pela confluência com a R. Santa até a R. Prof. A. Dantas
de onde defletirá à esquerda até a esquina da R. Marechal Floriano Peixoto, defletindo
à direita e seguindo nessa rua até o seu ponto final, de onde defletirá à esquerda na R.
São Vicente até a esquina com a R. Nossa Sra. da Conceição onde deflete à direita e
segue nessa rua até a junção com a R. Pedro Velho, defletindo à esquerda até a Trav.
Nonato Mota, onde deflete à esquerda até a R. Eco Bezerra, onde defletirá à direita e
seguirá até a esquina com a R. Antônio Moreira, defletindo à esquerda e seguindo até
a esquina com a R. João Pessoa, defletindo à direita e seguindo até a esquina com a
R. Padre João da Cunha, onde deflete à esquerda até a esquina com a R. Cel. João de
Brito onde deflete à direita até o seu término no ponto (UTM W 633.866, S 9.373.460)
defletindo à esquerda com azimute 23º34’44" por 44,00m até o eixo da calha da R.
Manoel Coriolano no ponto (UTM W 633.883, S 9.373.500) onde defletirá à direita até a
esquina com a Trav. Sebastião Sizenando, defletindo à esquerda e seguindo pela R.
Almirante Barroso até a R. Antônio Lopes Filho, onde defletirá a esquerda até a
esquina com a R. Sebastião Paulo defletindo à direita até a esquina com a R. Padre
Benedito Alves, defletindo então à esquerda até a esquina com a R. Benjamin Constant
onde defletirá à direita até a esquina com a R. Joana Estér Soares defletindo à
esquerda até a esquina com a R. Marechal Floriano Peixoto, defletindo à direita até a
esquina com a R. José Simplício onde defletirá à esquerda até a R. Manoel Nóbrega
Ferreira, defletindo à direita nesta rua por 38,60m até o ponto (UTM W 633.448, S
9.374.337), onde defletirá com azimute 268º4’52" até o ponto de partida encerrando
assim o polígono limitante da ZEC – Zona Especial de Centro.

Zona Urbana Consolidada (ZUC): do ponto UTM W 633.448, S 9.374.337

ZUC - Timbaúba do Campo:


Partindo da esquina da R Manoel Nóbrega Ferreira com a R. Luiz Sulpino (UTM
W 633.448, S 9.374.337), segue no sentido Leste pela R. Luiz Sulpino até a R. Oito de
Dezembro onde deflete à esquerda e segue por 21,40m até o ponto (UTM W 633.472,
S 9.374.365), onde deflete com azimute 99º13’58" por 135,90m até a R. das Nações
Unidas, onde defletirá à esquerda até a esquina da R. Ver. Abílio S. de Macedo,
defletindo à direita até a esquina com a R. Marechal Floriano Peixoto, onde defletirá à
direita até a esquina com a R. da Saúde, onde deflete à esquerda até a esquina com a
R. Mundinha Dantas, defletindo a esquerda até a esquina com a R. Sulmira Marinho
Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 40 de 48
Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

defletindo à direita até a esquina com a R. Frânio V. de Oliveira, onde deflete à


esquerda até o ponto (UTM W 634.058, S 9.374.413), defletindo à direta pela R. Ver.
Celso Marinho e seguindo sua calha no sentido Nordeste até a esquina com a R.
Senador Severo Gomes onde deflete à direita até a esquina com a R. Senador Marcos
Freire defletindo à esquerda até a esquina com a R. Almirante Barroso onde deflete à
direita até a esquina com a R. Sebastião Lúcio da Silva até o fim desta rua no ponto
(UTM W 634.285, S 9.374.063), onde deflete com azimute 224º45’31", sentido Sul-
Sudoeste, por 150,80m até o ponto (UTM W 634.179, S 9.373.956), onde deflete à
direita pela R. Padre Renato de Menezes até a esquina com a R. Adrião Bezerra, onde
deflete à esquerda com azimute 187º45’21", sentido Sul-Sudoeste, por 251,10m (lateral
do terreno da Usina Desativada) até o ponto (UTM W 634.134, S 9.373.705) defletindo
a esquerda pela R. Manoel Pedro Viana até o ponto (UTM W 634.243, S 9.373.675) de
onde deflete com azimute 195º39’24", sentido Sul-Sudoeste, por 160,10m até o ponto
(UTM W 634.200, S 9.373.521), onde deflete com azimute 264º36’35", sentido
Sudoeste, por 43,35m até o ponto (UTM W 634.157, S 9.373.516), onde deflete com
azimute 218º33’56" por 103,65m até o ponto (UTM W 634.092, S 9.373.436), onde
deflete com azimute 249º15’12" por 180,25m até a esquina da R. Manoel Coriolano
com a Trav. Sebastião Sizenando, defletindo à direita e seguindo pela R. Almirante
Barroso até a R. Antônio Lopes Filho, onde defletirá a esquerda até a esquina com a R.
Sebastião Paulo defletindo à direita até a esquina com a R. Padre Benedito Alves,
defletindo então à esquerda até a esquina com a R. Benjamin Constant onde defletirá à
direita até a esquina com a R. Joana Estér Soares defletindo à esquerda até a esquina
com a R. Marechal Floriano Peixoto, defletindo à direita até a esquina com a R. José
Simplício onde defletirá à esquerda até a R. Manoel Nóbrega Ferreira, defletindo à
direita nesta rua por 38,60m, até o ponto de partida, encerrando assim o polígono
limitante da Zona de Urbanização Consolidada do Bairro de Timbaúba do Campo.

ZUC - São João:


No término da R. Cel. João de Brito, ponto (UTM W 633.866, S 9.373.460),
deflete no azimute 195º07’23”, sentido Sul-Sudoeste, por 52,60m até o ponto (UTM W
633852, S 9373409), defletindo no azimute 231º50’20”, sentido sudoeste por 195,40m
até o ponto (UTM W 633.699, S 9.373.288), defletindo com azimute 248º26’34”, sentido
sudoeste por 51,45m até o ponto (UTM W 633.651, S 9.373.270) de onde deflete com
azimute 276º39’41”, sentido Oeste por 138,90m, até o ponto (UTM W 633.513, S
9.373.286), onde deflete no azimute 255º14’38”, sentido Oeste-Sudoeste por 90,55m
até o ponto (UTM W 633.425, S 9.373.263) de onde deflete com azimute 270º72’39”,
sentido Oeste por 137,90m até o ponto (UTM W 633.287, S 9.373.264) de onde deflete
com azimute 285º15’20” no sentido Oeste-Noroeste por 57,20m até o ponto (UTM W
633.232, S 9.373.279), onde deflete com azimute 1º17’04”, sentido Norte, por 97,45m
até o ponto (UTM W 633.234, S 9.373.377), onde deflete com azimute 23º34’46”,
sentido Norte-Nordeste por 21,30m até a esquina da R. Nossa Sra. da Conceição com
R. Pedro Velho, defletindo à direita até a Trav. Nonato Mota, onde deflete à esquerda
até a R. Eco Bezerra, onde defletirá à direita e seguirá até a esquina com a R. Antônio

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 41 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Moreira, defletindo à esquerda e seguindo até a esquina com a R. João Pessoa,


defletindo à direita e seguindo até a esquina com a R. Padre João da Cunha, onde
deflete à esquerda até a esquina com a R. Cel. João de Brito onde deflete à direita até
o seu término no ponto de partida, encerrando assim o polígono limitante da Zona de
Urbanização Consolidada do Bairro de São João.

ZUC - Malvinas:
Partindo da esquina da R. Marechal Floriano Peixoto com a R. São Vicente
(UTM W 633.274, S 9.373.671) até a esquina com a R. Nossa Sra. da Conceição onde
deflete à direita e segue nessa rua até o ponto (UTM W 633.213, S 9.373.451), onde
deflete à direita no azimute 306º33'11" no sentido Noroeste por 52,70m até o ponto
(UTM W 633.170, S 9.373.482), onde deflete com azimute 28º40'27" no sentido
Nordeste por 215,00m até o ponto de partida, encerrando assim o polígono limitante da
Zona de Urbanização Consolidada do Bairro de Malvinas.

ZUC - São Sebastião:


Partindo da esquina da R. José do Patrocínio com a Trav. Enéas Barbosa (UTM
W 633.378, S 9.374.334), seguindo pela Travessa Enéas Barbosa em sentido Sul-
Sudoeste, até a esquina com a R. Enéas Barbosa, segue pela R. Bartolomeu de B.
Guerra, onde deflete à esquerda na rua da Pça da Redenção até a R. Carlos XXX,
defletindo à direita, seguindo pela confluência com a R. Santa até a R. Prof. A. Dantas
de onde defletirá à esquerda até a esquina da R. Marechal Floriano Peixoto, defletindo
à direita e seguindo nessa rua até a esquina com a Trav. Tiradentes, defletindo à direita
até a esquina com a R. Tiradentes, onde deflete à esquerda até o ponto (UTM W
633.124, S 9.373.654), onde deflete com azimute 286º52'13" no sentido Oeste-
Noroeste por 48,30m até o ponto (UTM W 633.077, S 9.373.668), onde deflete com
azimute 12º45’23” no sentido Norte-Nordeste por 74,60m até o ponto (UTM W 633.093,
S 9.373.741), onde deflete com azimute 281º11’33”, sentido Oeste por 34,40m até o
ponto (UTM W 633.059, S 9.373.748), onde deflete com azimute 13º06’02” sentido
Norte por 104,05m até o ponto (UTM W 633.077, S 9.373.850), onde deflete com
azimute 292º31’50” sentido Noroeste por 52,65m até o ponto (UTM W 633.028, S
9.373.869) defletindo no azimute 13º52’41” no sentido Norte-Nordeste por 179,20m até
o ponto (UTM W 633.075, S 9.374.042) e segue em sentido Norte-Nordeste pela R.
Projetada do Parque de Vaquejada até a esquina da R. José do Patrocínio, onde
deflete à direita até esquina com a Av. Vingt Rosado, defletindo à esquerda até a
esquina da R. do Araçá e defletindo à direita até a BR-405 onde deflete à direita até a
esquina com a R. José do Patrocínio onde deflete à direita até o ponto de partida,
encerrando assim o polígono limitante da Zona de Urbanização Consolidada do Bairro
de São Sebastião.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 42 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Zona de Consolidação Urbana (ZCUR):


ZCUR - Independência:
Partindo do ponto (UTM W 633.119, S 9.374.158) em frente ao Parque de
Vaquejada, segue em sentido Norte-Nordeste pela R. Projetada até a esquina da R.
José do Patrocínio, onde deflete à direita até esquina com a Av. Vingt Rosado onde
deflete à esquerda até a esquina da R. do Araçá e defletindo à direita até a BR-405
onde deflete à direita até a esquina com a R. Luiz Sulpino (UTM W 633.448, S
9.374.337), onde deflete à esquerda até a esquina da R. Oito de Dezembro onde
deflete à esquerda e segue por 21,40m até o ponto (UTM W 633.472, S 9.374.365),
onde deflete com azimute 99º13’58" por 135,90m até a R. das Nações Unidas, onde
defletirá à esquerda até a esquina da R. Ver. Abílio S. de Macedo, defletindo à direita
até a esquina com a R. Marechal Floriano Peixoto, onde defletirá à direita até a esquina
com a R. da Saúde, onde deflete à esquerda até a esquina com a R. Mundinha Dantas,
defletindo a esquerda até a esquina com a R. Sulmira Marinho (UTM W 633.896 S
9.374.359), onde defletirá com azimute 265º34’37” sentido Oeste por 82,70m até o
ponto (UTM W 633.814, S 9.374.353), onde defletirá com azimute 13º00'13" no sentido
Norte-Nordeste por 158,00m até o ponto (UTM W 633.850, S 9.374.506), onde defletirá
com azimute 353º50'07" sentido Norte-Noroeste por 135m até interceptar a R.
Marechal Floriano Peixoto no ponto (UTM W 633835, S 9.374.641), onde deflete com
azimute 274º02’59” sentido Oeste por 348,00m até interceptar a R. Oito de Dezembro
no ponto (UTM W 633.488, S 9.374.665), onde deflete à direita e segue por essa rua
no sentido Norte até o ponto (UTM W 633480, S 9.375.109), onde segue no azimute
0º00’00” por 701,00m até o ponto (UTM W 633.480, S 9.375.811), onde deflete com
azimute 356º33'59" sentido Norte-Noroeste por 297,50m até o ponto (UTM W 633.462,
S 9.376.111), onde deflete com azimute 256º31’57” sentido Oeste até interceptar a BR-
405 no ponto (UTM W 633.350, S 9.376.084), onde deflete à direita até a esquina da
estrada de acesso à Fazenda Refúgio, ponto (UTM W 633.343, S 9.376.217), onde
deflete à esquerda com azimute 268º19’22” sentido Oeste por 106,30m até o ponto
(UTM W 633.237, S 9.376.214), onde deflete com azimute 178º12’20” sentido Sul por
464,00m até o ponto (UTM W 633.252, S 9.375.750), onde deflete com azimute
186º09’10” sentido Sul por 180,20m até o ponto (UTM 633.232, S 9.375.571), onde
deflete com azimute 230º49’03” sentido Sudoeste por 161,10m até interceptar a Av.
Vingt Rosado no ponto (UTM W 633.108, S 9.375.469), onde deflete à esquerda e
segue por essa avenida no sentido Sul-Sudeste até o ponto (UTM W 633.245, S
9.374.760), onde deflete com azimute 267º50’17” no sentido Oeste por 298,00m até o
ponto (UTM W 632.947, S 9.374.749), onde deflete com azimute 163º47’38” no sentido
Sul-Sudeste por 615,30m até o ponto de partida, encerrando assim o polígono limitante
da Zona de Consolidação Urbana do Bairro de Independência.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 43 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

ZCUR - Lagoa Seca:


Partindo da esquina da R. Frânio V. de Oliveira com a R. Ver. Celso Marinho no
o ponto (UTM W 634.058, S 9.374.413), segue pela R. Ver. Celso Marinho no sentido
Nordeste até a esquina com a R. Senador Severo Gomes onde deflete à direita até a
esquina com a R. Senador Marcos Freire defletindo à esquerda até a esquina com a R.
Almirante Barroso onde deflete à direita até a esquina com a R. Sebastião Lúcio da
Silva até o fim desta rua no ponto (UTM W 634.285, S 9.374.063), onde deflete com
azimute 224º45’31", sentido Sul-Sudoeste, por 150,80m até o ponto (UTM W 634.179,
S 9.373.956), onde deflete à direita pela R. Padre Renato de Menezes até a esquina
com a R. Adrião Bezerra, onde deflete à esquerda com azimute 187º45’21", sentido
Sul-Sudoeste, por 251,10m (lateral do terreno da Usina Desativada) até o ponto (UTM
W 634.134, S 9.373.705) defletindo a esquerda pela R. Manoel Pedro Viana até o
ponto (UTM W 634.243, S 9.373.675) e segue pela R. Manoel Pedro Viana até o ponto
(UTM W 634.497, S 9.373.704), onde deflete pelo azimute 331º32'03" no sentido Norte-
Noroeste por 286,60m até o ponto (UTM W 634.360, S 9.373.956), onde deflete com
azimute 54º50’40” no sentido Nordeste por 56,50m até o ponto (UTM W 634.406, S
9.373.988), onde deflete com azimute 10º33’15” no sentido Norte-Nordeste por 53,20m
até o ponto (UTM W 634.416, S 9.374.040), onde deflete com azimute 326º31’41”
sentido Norte-Noroeste por 63,20m até o ponto (UTM W 634.381, S 9.374.093), onde
deflete com azimute 25º50’08” sentido Norte-Nordeste por 102,30m até o ponto (UTM
W 634.426, S 9.374.185), onde deflete com azimute 333º59’54” sentido Norte-Noroeste
por 242,00m até o ponto (UTM W 634.320, S 9.374.403), onde deflete com azimute
15º20’02” no sentido Norte-Nordeste por 341,00m até o ponto (UTM W 634.410, S
9.374.731), onde deflete com azimute 299º30’51” sentido Noroeste por 181,20m até o
ponto (UTM W 634.252, S 9.374.821), onde deflete com azimute 232º25’55” sentido
Sudoeste por 164,80m até o ponto (UTM W 634.121, S 9.374.720), onde deflete com
azimute 144º46’29” no sentido Sudeste por 196,90m até o ponto (UTM W 634.235, S
9.374.559), onde deflete com azimute 230º27’28” sentido Sudoeste por 229,20m até o
ponto de partida, encerrando assim o polígono limitante da Zona de Consolidação
Urbana do Bairro de Lagoa Seca.

Zona Especial de Ambiente Natural (ZEAN):


ZEAN - Lagoa de Apodi:
Partindo do Marco XI (UTM W 632.936, S 9.373.003) no azimute 122º21’21”
sentido Sudeste por 645,15m até o ponto (UTM W 633.481, S 9.372.658), onde deflete
com azimute 31º46’32” no sentido Nordeste por 418,60m até o ponto (UTM W 633.701,
S 9.373.014), onde deflete com azimute 62º52’’7” sentido Nordeste por 224,00m até o
ponto (UTM W 633.900, S 9.373.116), onde deflete com azimute 42º57’57” sentido
Nordeste por 387,80m até o ponto de intersecção com a BR-405 (UTM W 634.165, S
9.373.400), onde deflete à esquerda por 79,30m até o ponto (UTM W 634.103, S
9.373.449), onde deflete com azimute 219º43’07” sentido Sudoeste por 18,00m até o
ponto (UTM W 634.092, S 9.373.436), onde deflete com azimute 249º15’12" sentido

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 44 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

Noroeste por 180,25m até a esquina da R. Manoel Coriolano com a Trav. Sebastião
Sizenando, onde segue em direção Oeste pela R. Manoel Coriolano por 38,00m até o
ponto (UTM W 633.883, S 9.373.500) onde deflete com azimute 203º34'44" por 44,00m
até o ponto (UTM W 633.866, S 9.373.460) término da R. Cel. João de Brito, deflete no
azimute 195º07’23”, sentido Sul-Sudoeste, por 52,60m até o ponto (UTM W 633852, S
9373409), defletindo no azimute 231º50’20”, sentido sudoeste por 195,40m até o ponto
(UTM W 633.699, S 9.373.288), defletindo com azimute 248º26’34”, sentido sudoeste
por 51,45m até o ponto (UTM W 633.651, S 9.373.270) de onde deflete com azimute
276º39’41”, sentido Oeste por 138,90m, até o ponto (UTM W 633.513, S 9.373.286),
onde deflete no azimute 255º14’38”, sentido Oeste-Sudoeste por 90,55m até o ponto
(UTM W 633.425, S 9.373.263) de onde deflete com azimute 270º72’39”, sentido Oeste
por 137,90m até o ponto (UTM W 633.287, S 9.373.264) de onde deflete com azimute
285º15’20” no sentido Oeste-Noroeste por 57,20m até o ponto (UTM W 633.232, S
9.373.279), onde deflete com azimute 1º17’04”, sentido Norte, por 97,45m até o ponto
(UTM W 633.234, S 9.373.377), onde deflete com azimute 23º34’46”, sentido Norte-
Nordeste por 21,30m até a esquina da R. Nossa Sra. da Conceição com R. Pedro
Velho onde deflete à esquerda até o ponto (UTM W 633.213, S 9.373.451), onde
deflete no azimute 306º33'11" no sentido Noroeste por 52,70m até o ponto (UTM W
633.170, S 9.373.482), onde deflete com azimute 28º40'27" no sentido Nordeste por
215,00m até a esquina da R. Marechal Floriano Peixoto com a R. São Vicente (UTM W
633.274, S 9.373.671), onde deflete a esquerda pela R. Marechal Floriano Peixoto até
a esquina com a Trav. Tiradentes, defletindo à esquerda até a esquina com a R.
Tiradentes, onde deflete à esquerda até a esquina com a R. Moésio Holanda,
defletindo à direita e seguindo pela R. Moésio Holanda em sentido Oeste por 451,80m
até uma bifurcação com uma estrada carroçável (UTM W 632.685, S 9.373.824), onde
deflete à esquerda e segue em direção Sul por 139,10m até o ponto (UTM W 632.680,
S 9.373.685), onde segue ainda nessa estrada em direção Sul-Sudeste por até o ponto
(UTM W 632.722, S 9.373.592), onde segue por essa estrada em sentido Sul até a
intersecção do polígono de limite da Sede do Município no ponto (UTM W 632.687, S
9.373.349), onde deflete à esquerda com azimute 144º17'27" em sentido Sudeste até o
ponto de partida (Marco XI), encerrando assim o polígono da Zona Especial de
Ambiente Natural da Lagoa de Apodi.

ZEAN - Lagoa Seca:


Partindo do Marco IV (UTM W 634.638, S 9.373.882), no azimute 100º00’00”
sentido Sudeste por 32,00m até o Marco V (UTM W 634.669, S 9.373.876), onde
deflete com azimute 190º07'31" sentido Sul por 56,70m até o ponto (UTM W 634.659,
S 9.373.821), onde deflete com azimute 215º56’57” sentido Sul- Sudoeste por 83,20m
até o ponto (UTM W 634.610, S 9.373.753), onde deflete com azimute 229º13’50”
sentido Sudeste por 149,80m até o ponto (UTM W 634.497, S 9.373.655), onde deflete
com azimute 237º03’08” sentido Sudoeste por 170,75m até o ponto (UTM W 634.354,
S 9.373.563), onde deflete com azimute 238º01’59” em sentido Sudoeste por 246,70m
até o Marco VI (UTM W 634.146, S 9.373.429), onde deflete com azimute 148º02’58”

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 45 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

sentido Sudeste por 34,50m até interceptar a BR-405 no ponto (UTM W 634.165, S
9.373.400), onde deflete à direita por 79,30m até o ponto (UTM W 634.103, S
9.373.449), onde deflete com azimute 38º50’18” sentido Nordeste por 85,40m até o
ponto (UTM W 634.157, S 9.373.516), onde deflete com azimute 85º11’31” sentido
Nordeste por 43,30m até o ponto (UTM W 634.200, S 9.373.521), onde deflete com
azimute 15º48’12” sentido Norte-Nordeste por 160,20m até interceptar a R. Manoel
Pedro Viana no ponto (UTM W 634.243, S 9.373.675), onde deflete à direita por essa
rua até o ponto (UTM W 634.497, S 9.373.704), onde deflete pelo azimute 331º32'03"
no sentido Norte-Noroeste por 286,60m até o ponto (UTM W 634.360, S 9.373.956),
onde deflete com azimute 54º50’40” no sentido Nordeste por 56,50m até o ponto (UTM
W 634.406, S 9.373.988), onde deflete com azimute 10º33’15” no sentido Norte-
Nordeste por 53,20m até o ponto (UTM W 634.416, S 9.374.040), onde deflete com
azimute 326º31’41” sentido Norte-Noroeste por 63,20m até o ponto (UTM W 634.381, S
9.374.093), onde deflete com azimute 20º43’45” sentido Nordeste por 61,70m até o
ponto (UTM W 634.403, S 9.374.150), onde deflete com azimute 138º53’40” sentido
Sudeste por 138,15m até o ponto (UTM W 634.494, S 9.374.046), onde deflete com
azimute 126º50’18” sentido Sudeste por 166,30m até interceptar o limite do distrito no
ponto (UTM W 634.627, S 9.373.947), onde deflete com azimute 170º58’18” sentido
Sul por 65,00m até o ponto de partida (Marco IV), encerrando assim o polígono da
Zona Especial de Ambiente Natural de Lagoa Seca.

Zona de Expansão Urbana (ZEU):


ZEU - Bico Torto:
Partindo do Marco VI (UTM W 634.146, S 9.373.429), segue pelo azimute
128º11’10” sentido Sudeste por 1.046,60m até o Marco VII (UTM W 634.969, S
9.372.782), onde deflete com azimute 208º58’45” sentido Sul-Sudoeste por 609,00m
até o Marco VIII (UTM W 634.674, S 9.372.249), onde deflete com azimute 230º00’00”
sentido Sudoeste por 400,00m até o Marco IX (UTM W 634.368, S 9.371.992), onde
deflete com azimute 270º00’00” sentido Oeste por 400,00m até o Marco X (UTM W
633.968, S 9.371.992), onde deflete com azimute 6º16’08” sentido Norte por 265,30m
até o ponto (UTM W 634.001, S 9.372.255), onde deflete com azimute 343º23’51”
sentido Norte-Noroeste por 93,40m até o ponto (UTM W 633.974, S 9.372.345), onde
deflete com azimute 302º21’21” sentido Noroeste por 584,40m até o ponto (UTM W
633.481, S 9.372.658), onde deflete com azimute 31º46’32” no sentido Nordeste por
418,60m até o ponto (UTM W 633.701, S 9.373.014), onde deflete com azimute
62º52’’7” sentido Nordeste por 224,00m até o ponto (UTM W 633.900, S 9.373.116),
onde deflete com azimute 42º57’57” sentido Nordeste por 387,80m até o ponto de
intersecção com a BR-405 (UTM W 634.165, S 9.373.400), onde deflete com azimute
328º02’58” sentido Norte-Noroeste por 34,45m até o ponto de partida (Marco VI),
encerrando assim o polígono da Zona de Expansão Urbana de Bico Torto.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 46 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

ZEU - Pody dos Encantos / Peque:


Partindo do Marco I (UTM W 633.320, S 9.376.627), segue pelo azimute
145º20’54” sentido Sul-Sudeste por 1.703,10m até o Marco II (UTM W 634.288, S
9.375.226) onde deflete com azimute 123º15’25” sentido Sudeste por 869,10m até o
Marco III (UTM W 635.015, S 9.374.750), onde deflete com azimute 226º42’26” sentido
Sudoeste por 364,30m até o ponto (UTM W 634.750, S 9.374.500), onde deflete com
azimute 217º05’14” sentido Sul-Sudoeste por 217,35m, até o ponto (UTM W 634.619, S
9.374.326), onde deflete com azimute 183º55’07” sentido Sul por 244,45m até o ponto
(UTM W 634.602, S 9.374.082), onde deflete com azimute 169º29’33” sentido Sul por
138,05m até o ponto (UTM W 634.627, S 9.373.947), onde deflete com azimute
306º50’15” sentido Noroeste por 166,30m até o ponto (UTM W 634.494, S 9.374.046),
onde deflete com azimute 318º53’40” sentido Noroeste por 138,15m até o ponto (UTM
W 634.403, S 9.374.150), onde deflete com azimute 32º42’52” sentido Nordeste por
41,10m até o ponto (UTM W 634.426, S 9.374.185), onde deflete com azimute
333º59’54” sentido Norte-Noroeste por 242,00m até o ponto (UTM W 634.320, S
9.374.403), onde deflete com azimute 15º20’02” no sentido Norte-Nordeste por
341,00m até o ponto (UTM W 634.410, S 9.374.731), onde deflete com azimute
299º30’51” sentido Noroeste por 181,20m até o ponto (UTM W 634.252, S 9.374.821),
onde deflete com azimute 232º25’55” sentido Sudoeste por 164,80m até o ponto (UTM
W 634.121, S 9.374.720), onde deflete com azimute 144º46’29” no sentido Sudeste por
196,90m até o ponto (UTM W 634.235, S 9.374.559), onde deflete com azimute
230º27’28” sentido Sudoeste por 229,20m até a esquina da R. Frânio V. de Oliveira
com a R. Ver. Celso Marinho no ponto (UTM W 634.058, S 9.374.413) onde deflete a
esquerda até a esquina com a R. Sulmira Marinho, defletindo à direita até a esquina
com a R. Mundinha Dantas (UTM W 633.896 S 9.374.359), onde defletirá com azimute
265º34’37” sentido Oeste por 82,70m até o ponto (UTM W 633.814, S 9.374.353), onde
defletirá com azimute 13º00'13" no sentido Norte-Nordeste por 158,00m até o ponto
(UTM W 633.850, S 9.374.506), onde defletirá com azimute 353º50'07" sentido Norte-
Noroeste por 135m até interceptar a R. Marechal Floriano Peixoto no ponto (UTM W
633835, S 9.374.641), onde deflete com azimute 274º02’59” sentido Oeste por
348,00m até interceptar a R. Oito de Dezembro no ponto (UTM W 633.488, S
9.374.665), onde deflete à direita e segue por essa rua no sentido Norte até o ponto
(UTM W 633480, S 9.375.109), onde segue no azimute 0º00’00” por 701,00m até o
ponto (UTM W 633.480, S 9.375.811), onde deflete com azimute 356º33'59" sentido
Norte por 297,50m até o ponto (UTM W 633.462, S 9.376.111), onde deflete com
azimute 256º31’57” sentido Oeste até interceptar a BR-405 no ponto (UTM W 633.350,
S 9.376.084), onde deflete à direita até a esquina da estrada de acesso à Fazenda
Refúgio, ponto (UTM W 633.343, S 9.376.217), onde deflete à esquerda com azimute
268º19’22” sentido Oeste por 106,30m até o ponto (UTM W 633.237, S 9.376.214),
onde deflete com azimute 178º12’20” sentido Sul por 464,00m até o ponto (UTM W
633.252, S 9.375.750), onde deflete com azimute 186º09’10” sentido Sul por 180,20m
até o ponto (UTM 633.232, S 9.375.571), onde deflete com azimute 230º49’03” sentido
Sudoeste por 161,10m até interceptar a Av. Vingt Rosado no ponto (UTM W 633.108, S
9.375.469), onde deflete à esquerda e segue por essa avenida no sentido Sul-Sudeste

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 47 de 48


Estado do Rio Grande do Norte
PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
CNPJ 08.349.011/0001-93
Praça Francisco Pinto, 56 – CEP 59700-000 – Apodi –RN
Telefax: (84) 3333 - 2123 E-Mail: prefeituraapodi@yahoo.com.br

até o ponto (UTM W 633.245, S 9.374.760), onde deflete com azimute 267º50’17” no
sentido Oeste por 298,00m até o ponto (UTM W 632.947, S 9.374.749), onde deflete
com azimute 163º47’38” no sentido Sul-Sudeste por 615,30m até o ponto (UTM W
633.119, S 9.374.158), onde deflete à direita pela R. Projetada até o ponto (UTM W
633.075, S 9.374.042), onde deflete com azimute 195º22’35” sentido Sul-Sudoeste por
179,30m até o ponto (UTM W 633.028, S 9.373.869) onde deflete com azimute
111º11’39” sentido Leste por 52,65m até o ponto (UTM W 633.077, S 9.373.850), onde
deflete com azimute 190º00’29” sentido Sul por 104,05m até o ponto (UTM W 633.059,
S 9.373.748), onde deflete à direita na R. Moésio Holanda, sentido Oeste por 451,80m
até uma bifurcação com uma estrada carroçável (UTM W 632.685, S 9.373.824), onde
deflete à esquerda e segue em direção Sul por 139,10m até o ponto (UTM W 632.680,
S 9.373.685), onde segue ainda nessa estrada em direção Sul-Sudeste por até o ponto
(UTM W 632.722, S 9.373.592), onde segue por essa estrada em sentido Sul até a
intersecção do polígono de limite da Sede do Município no ponto (UTM W 632.687, S
9.373.349), onde deflete com azimute 324º17’27” sentido Norte-Noroeste por 717,30m
até o Marco XII (UTM W 632.268, S 9.373.932), onde deflete com azimute 29º21’17”
sentido Nordeste por 144,50m até o Marco XIII (UTM W 632.339, S 9.374.058), onde
deflete com azimute 12º45’48” sentido Norte-Nordeste por 2.241,70m até o Marco XIV
onde deflete com azimute 51º44’34” sentido Nordeste por 618,90m até o ponto de
partida (Marco I) ), encerrando assim o polígono da Zona de Expansão Urbana de Pody
dos Encantos / Pequé.

Palácio Francisco Pinto, em Apodi/RN, 10 de outubro de 2006.

Plano Diretor do Município de Apodi – Lei nº 479/2006 – Página nº 48 de 48


GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO

MOSSORÓ

Campo de Petróleo
Riacho da Forquilha

EA
C
O
D

Kj
O
D
TA

A
ES

R
ER
U
G
PE
LI
FE
Sítio Histórico

Soledade Aterro
Controlado

Apodi
Qal

Ka

117
Ka
LO
ME Melancias
POTIRETAMA

IA NO
R
VE
SE

Ka
Ú
A
IT

PAU DOS FERROS Pe


CARAÚBAS

Kp N
O
RIACH
UZ ZAL
DA CR ARI
UM

LEGENDA
Qal ALUVIÕES
LIMITE MUNICÍPIO MAPA 01
Ka FORMAÇÃO AÇU
RODOVIA BR-405 MAPA GEOLÓGICO
Pe EMBASAMENTO CRISTALINO
CORPOS D'ÁGUA (LAGOAS OU AÇUDES) ESCALA 1:200.000 atp engenharia
Kj FORMAÇÃO JANDAIRA
Kp FORMAÇÃO PENDÊNCIA 5000 0m 10000
FALHA GEOLÓGICA
632000 632000 632400 632800 633200 633600 634000 634400 634800
MOSSORÓ
MARCO I
9376600

PONTOS REFERENCIAIS

1 Delegacia
2 Usina Desativada
MARCO XIV
3 Praça São Francisco
9376200 4 Mercado Público
9
5 Praça Getúlio Vargas
6 Escola Estadual Gerson Lopes
7 Prefeitura e Câmara Municipal
8 Igreja Matriz
9 Cemitério
10 Depart. de Obras da Prefeitura
23 11 Praça da Redenção
12 Parque de Vaquejada Francisco Sales
13 AABB
9375800
PORTAL 14 Ginásio Nossa Sra. da Conceição
DA 15 CAIC
CHAPADA 16 Escola Estadual A. Dantas
SÃO
17 Hospital Hélio Morais Marinho
JOSÉ 18 Hotel Passeio
19 Secretaria de Obras e Transportes
20 Hospital Materno Claudiano Pinto
21 Conjunto Bacurau I
22 Conjunto Bacurau II
9375400 23 Conjunto Lucas Pinto Ipê
24 Grupo Escolar Pereira Pinto

MARCO II

19
PEQUÉ

18
9375000 PODY 16 17
DOS
ENCANTOS

BICENTENÁRIO MARCO III


14 13 22

9374600
INDEPENDÊNCIA

BETEL
BAIXA
DA
CÓRREGO ALEGRIA
BACURAU
15
9374200
SÃO 10 LAGOA
12 SEBASTIÃO SECA
RN
MARCO XIII -2
33 20
11 9
MARCO XII
21
TIMBAÚBA MARCO IV
DO MARCO V
CAMPO
9373800 24
8
2
5 CENTRO
CRUZ DE ALMAS
6
1
7 4
3

MALVINAS SÃO JOÃO MARCO VI


9373400

LAGOA DO APODI
9373000 MARCO XI

MARCO VII
BICO
TORTO

9372600

MARCO VIII
9372200
N

MARCO X MARCO IX

PAU DOS
FERROS
9371800
FONTE: BASE CARTOGRÁFICA DA CAERN DO MUNICÍPIO DE APODI

LEGENDA

ZEAN-ZONA ESPECIAL DE AMBIENTE NATURAL LIMITE SEDE MAPA 02


ZEC-ZONA ESPECIAL DE CENTRO CORPOS D'ÁGUA (LAGOAS OU AÇUDES)
ZONEAMENTO
ZUC-ZONA URBANA CONSOLIDADA BR-405
ESCALA 1:15.000 atp engenharia
ZCUR-ZONA DE CONSOLIDAÇÃO URBANA 500 0 1000

ZEU-ZONA DE EXPANSÃO URBANA


632000 632000 632400 632800 633200 633600 634000 634400 634800
MOSSORÓ

9376600

PONTOS REFERENCIAIS

1 Delegacia
2 Usina Desativada
3 Praça São Francisco
9376200 4 Mercado Público
9
5 Praça Getúlio Vargas
6 Escola Estadual Gerson Lopes
7 Prefeitura e Câmara Municipal
8 Igreja Matriz
9 Cemitério
10 Depart. de Obras da Prefeitura
23 11 Praça da Redenção
12 Parque de Vaquejada Francisco Sales
13 AABB
9375800
PORTAL 14 Ginásio Nossa Sra. da Conceição
DA 15 CAIC
CHAPADA 16 Escola Estadual A. Dantas
SÃO
17 Hospital Hélio Morais Marinho
JOSÉ 18 Hotel Passeio
19 Secretaria de Obras e Transportes
20 Hospital Materno Claudiano Pinto
21 Conjunto Bacurau I
22 Conjunto Bacurau II
9375400 23 Conjunto Lucas Pinto Ipê
24 Grupo Escolar Pereira Pinto

19
PEQUÉ

18
9375000 PODY 16 17
DOS
ENCANTOS

BICENTENÁRIO
14 13 22

9374600
INDEPENDÊNCIA

BETEL
BAIXA
DA
CÓRREGO ALEGRIA
BACURAU
15
9374200
SÃO 10 LAGOA
12 SEBASTIÃO SECA
RN
-2 20
33
11 9
21
TIMBAÚBA
DO
CAMPO
9373800 24
8
2
5 CENTRO
CRUZ DE ALMAS
6
1
7 4
3

MALVINAS SÃO JOÃO


9373400

9373000 LAGOA DO APODI

BICO
TORTO

9372600

9372200
N

PAU DOS
FERROS
9371800
FONTE: BASE CARTOGRÁFICA DA CAERN DO MUNICÍPIO DE APODI

LEGENDA

EIXO VIÁRIO ESTRUTURADOR(BR-405) LIMITE SEDE MAPA 03


VIAS PRINCIPAIS CORPOS D'ÁGUA (LAGOAS OU AÇUDES) SISTEMA VIÁRIO
VIAS SECUNDÁRIAS ESCALA 1:15.000 atp engenharia
ANEL VIÁRIO A IMPLANTAR 500 0 1000
TA
B
DO OLE GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO
NO IRO
RT MOSSORÓ
E FAZ. SANTA FÉ

O
H
C
IA O
R D TAPUIO

Á
FAZ. OITICICA FAZ. CAIÇARA
FAZ. TABULEIRO ST. PAU DOS

R
GRANDE FAZ. UBERABA FERROS

EA
ST. CHAVES
SÍTIO DO GOES
ST. LAJES

C
(Pov.)
E. M. VALDOMIRO
P. VIANA O
LE A
Ó ILH ST. SÃO PAULO
TR QU

O
FAZ. ALDO MARTINS PE OR
E
D AF
D C
A C
PO D
M HO
IA
ST. VENHA VER
R
O
ESTAÇÃO DA
D

PETROBRÁS

I
TA

D
ST. PEREIRO DA RAÍZ FO MULUNGÚ (Lug.)
DA RQ
O U IL
CH

O
H
FAZ. SÃO LUIZ RIA A
ES

ST. JUREMA

AP
BRANCA

LAJE FEIA (Lug.)

O
D
ST. CARRASCO

A
ST. CAMPINAS ST. NOVA ESPERANÇA

A
POÇO DA PREFEITURA

AD
LAJEIRO DA

05
ST. BAIXA DO NECA ST. CARRASCO FAZ. CANAÃ
ST. ALGODÃO

R
ORELHA (Lug.)

-4
E. M. DE ALGODÃO

BR
AP

ER
CEAÇU (Lug.) ST. LAGOA DA OSTRA

ST. CHIQUEIRO
ST. PARAÍSO DOS BODES
H
ST. SÃO SABINO
ALTO SANTO

U
C

ASSENTAMENTO ST.
ST. BAIXA ST. MORADA QUIXABEIRINHA
PARAÍSO

G
DO TUBARÃO NOVA

ST. CRUZEIRO FAZ. MARAVILHA


ST. BAIXINHA FAZ. NOVA FO FAZ. LAGOA
ST. RETA (D RN

E
ESPERANÇA ES O DA SERRA
ST. JOÃO PEDRO AS AT D
ST. SERRARIA ST. PLANALTO
F R SE IV E C
AD AL

P
ST. MORADA NOVA EI NT O)

FAZ. REFORMA
ESCOLA ISOLADA
DA AM
FAZ. LAGOA (SOLEDADE I) M EN

LI

VERMELHA O TO

FAZ. SÃO MANOEL

FE
FAZ. SÃO DOMINGOS

DESCOBERTA
AS

E. M. NOVA
FAZ. SÃO JOÃO
AU SE
ST. LAGOA DA ROÇA RO N T ST. MIRASELVA
DO FEIJÃO RA AM E. M. DE MIRASELVA
FAZ. EMPRESA DA ENT
ST. MASSAPÊ ST. ESPERANÇA SE O
ST RR
A E. M. DE ST. ABREU
E. M. DE SABIÁ

.C
AM ST. QUADRA
NTO

ASSENTAMENTO ST. ABREU

VISÃO MUNDIAL
PE NOVA DESCOBERTA
ST ST. LETÍCIA
RE ME

ST. JOÃO
ST. SABIÁ

RE (Lug.)
A G TA

LEITE
S

DA
M IL SE N

SO ST. SÃO LUIZ


L ED
AS

AD
ST. JUAZEIRO ST. LONA E
Á CÁ ÁREA DE INTERESSE
AP JU HISTÓRICO - LAJEDO DA
FAZ. BAIXA AC DO ST
ST. CEARÁ VERDE ST. SANTA .M O SOLEDADE
.
IZABEL ST CH ST. CAMPESTRE ESCOLA ISOLADA O
LH
RIA ST O
. SOLEDADE (Pov.) D'Á
FR SÃO ATERRO
A NC GU
IS CO E. M. FCO. CONTROLADO A
A

ST. RETIRO
EMPRES

(Lug TARGINO DA COSTA


.)

ST. PÉ DE FAZ. CARAÍBA


SERRA M.
FAZ. PRIMAZIA AS NIO
DA

A
GU TO
C A SE N
FAZ. SANTA

ST. VERTENTE D'Á A N EIRA


M.

ISAURO (Lug.)
NT T A O
O ME LH AFA E . OLIV
.O R
IZABEL

ST. REIS MAGOS DE V NTO S T GA R DE

POÇO DE

FISCAL
POSTO
EGO

AR DA RIO NOVO (Lug.)


AS
CÓRR

ST. SANTA RITA ST. SAQUINHO


ST. CANTO DE E. M. JOAQUIM M. E.
ST. BELA VARAS E. M. VALDIMIRO VIANA S. LOURENCINHO B . M.
E.M. MANOEL FONTE ST. PAU FERRO DE MORAIS D JO
ST. GARAPA (Lug.) A
ST. BAIXA RODRIGUES ST. MARIZEIRO E. M. ISAURO
ST. IRAPUÃ SIL SÉ
DA MELÍCIA ST. SÃO PEDRO C. OLIVEIRA VA
ST. SÃO LOURENCINHO ST. JOÃO CORREIA
RN-2 SANTANA

ES
ST. NOVO ST. TABULEIRO GRANDE

NE O
ST. NOVO
33

VID
B E Ú LI
ORIENTE ST. LAGOA JUNCAL ST. PINDOBA (Lug.)
HORIZONTE ST. BARRO
ST. SÃO PAULO

IJ
LA. TAPADA RIACHO DO MATO BRANCO E. E. ISOLADA
ST. JATOBÁ

DA

M.
ST. BAIXA (Lug.) BA RRA ST. CARNAÚBA SECA
AMAR GOA

ST. NOVO
ST. CARNAUBINHA

E.
ELA

DAS CABRAS BELA VISTA

E.
HORIZONTE II ST. BOA VISTA ST. GUAXINIM
LA

DIÓGENES

ST. JUAZEIRO ST. BELA VISTA


E. M. LUIS

E. M. A. L.
ST.

ST. NOVO CÓRREGO (Lug.) VICENTE


ST. GOIANINHA
ORIENTE II ST. ESTREITO ST. CARNAÚBA
O

ST. SÃO PAULO E. M. IZABEL


RG

TELERN
ST. BAIXA SECA ST. PAULISTA
LA

TÔRRES ST. PONTA (Lug.) LAGOA


NOVA TA g.) E. M. FAUSTINO
FAZ. TA (Lu FECHADA
.

CIPÓ
ST

OB ER SECA
O LO DE OLIVEIRA
NT ES
ÇA DESC FLOR
BE
O

N
O
RETIR

ÃO G ST. CUVICO
EIRO

S ST. BOA SORTE ST. BARRA (Lug.) FAZ. POÇO VERMELHO


T. S
ÃO ST. CARRILHO
S
T.
ST. MELANCIAS
ST. CAJULÂNDIA

FAZ. FORTUNA E. M. MIGUEL


MA RIZ
ST.

S
LAGOA APODI M. DE MORAIS
ST. GANGORRINHA FAZ. SÃO LUCAS
CERÂMICA
CIPÓ
ST. TRÊS IRMÃOS

ST.
ST. VENHA VER

ST. GARAPA ST. CARAFOSSA APANHA PEIXE (Lug.)


ST. LAGOA DA LAMA ST. MEEIRO
ST.
ST. STA. MARIA TR
APIÁ
E. M. FCO. ST. RAMADA
CARAFOSSA P. DA COSTA
ST. DO PADRE (Lug.) ST. LAGOINHA FAZ. REFORMA
ST. CATOLÉ
ST. OLHEIRO EA
O RZ A
ST. URBANO CL Á EIR

F R ÉLIX
(Lug.) BO . V RR A

IO
ST. CUVICO A ST A EZ

EU . F
.C

ÁS
ST. BRAVO C O
DE BAIXO
ST PR

M
ST. VERTENTE A
D
FAZ. ALTOS Z.

E.
ST. ALMENO FA ST. VÁRZEA ST. BAMBURRAL
ST. SANTA MARIA DA SALINA CAMPO LIMPO
AÇUDINHO (Lug.) ST. PAU ST. VÁRZEA DA SALINA
ST. BAIXA GRANDE
ST. PEDRINHA FERRADO ST. AMENO ST. QUEIMADAS

ST. BAIXA VERMELHA RN E. M. FCO. J. FERNANDES


E. M. BATISTA MELO
ST. MORADA -23
NOVA ST. RIACHO 3 ST. SANTA ROSA (Lug.)
ST. LAGOA DA CARNAÚBA
ST. RUDARCK E. M. RENTO MELO ST. SOROROCA

LO
DE DENTRO CERÂMICA (Lug.)
ROSA

ME
ST. ÁGUA FRIA
I FAZ. MARIZEIRO
FAZ. DIAMANTE D
STA.
(Lu g.)
POTIRETAMA

O
ST. SALGADO P
ST. ESPINHEIRO A
E. M. MANOEL

O ST. MELANCIAS (Pov.) T. XAVIER

IAN
FAZ. SANTA CRUZ
NIO
ANTO
E. E.
R PINTO
E. M. DE MELANCIAS

G. F. UZ

VE
CR
ADO ST. SÃO DIMAS NTA IO ST. POÇO
BI SP ST. AMENO SA R

SE
ST . (Lug.) VERDE
EM
BISPADO (Pov.) AG
RR
BA E. M. BENTO
JOAQUIM ST. CACHOEIRA
ST. CAMPO GRANDE
SANTA CRUZ
ST. BRAVO
E. M. MANOEL ST. SANTA CRUZ
A. DE SOUZA (Lug.)

ST. MANSIDÃO

ST. PENDÊNCIAS

ST. ACHIM
05
RIACH O

-4 ST. VEADOS ST. HORIZONTE


BR ST. CANOA FAZ. PEDRA D'ÁGUA
DA CRUZ

Ú
A ST. LAJES
ST. ALDEIA

IT
ST. CACHOEIRA
ST. SÃO BENTO ST. SERRISTA ST. CONVENÇÃO ST. GROSSOS
(Lug.)
ST. PAU D'ÁRCO ST. CÁPUA (Lug.)
FAZ. SERRARIA
E. M. ANTONIO A. PAMPLONA
O
NIL

FAZ. BARRO VERMELHO


PAU DOS FERROS ST. VISÃO
O
V

S
CA RIM
O

RO
N

RE CU O E. M. MASSAPÊ
Z.

AR ES AM
FA

M VERMELHO
O RO ST. MACAÉ
HO OÇ ED
C .P
RIA .P
ST M
CARAÚBAS
DA

E. ST. PRADO
AN

ST. INVEJA
AR

ST. SUSSUARANA
.V
ST

FAZ. BEZERRO ST. JOÃO DIAS


MUCAMBO (Lug.) LAGOA DO MATO
ST. ARÇÃO

SÍTIO UNIÃO ST. BORRACHA


FAZ. REFORMA
ST. ARÇÃO

ST. BOM (Lug.)


JARDIM
FAZ. GANGORRA
FAZ. SUCUPIRA
FAZ. MARACAJAÚ AÇUDE ARÇÃO

ST. NOVO HORIZONTE


FAZ. PENEDO

FAZ. BARRO
ST. ARÇÃO (Lug.)
BRANCO
ST. RAPÉ (Lug.)
E. M. ENÉAS
FAZ. BONITO FCO. DA COSTA
FAZ. JOÃO
E. M. MARCIANO

PAULO ST. RAPÉ


DE OLIVEIRA

E. M. LUIS TE
EN
FAZ. MILONA

PITOMBEIRAS (Lug.)
M. FILHO RR
CO
HO
C
ST. TRAÍRAS RIA
FAZ. ACAUÃ
RIA

FAZ. PITOMBEIRAS
CH

E. M. ESCOLÁSTICA PINHEIRO
O

FAZ. SEBASTIÃO PO
MIR
AD

O
OR

RIACH ST. PALESTINA

UZ
DA CR
SERROTE
DO REMÉDIO
ST. REMÉDIO

FAZ. CONSULTA

N
I ZAL
U MAR

LEGENDA
Desvio da BR-405 Inventário Agro-ecológico Ambiental
MAPA 04
Requalificação BR-405 (Perímetro Urb.) Área de Interesse Turístico PROPOSTAS ESTRUTURADORAS
Barragem St. Cruz
Terminal Rodoviário ESCALA 1:200.000 atp engenharia
Unidade Conservação da Lagoa de Apodi
Zona Industrial
Limite Municipal 5000 0m 10000
Área de Interesse Histórico - Plano de Preservação
Rodovia BR-405
Requalificação do Mercado, Feira Livre
Corpos d'água (Lagoas e Açudes)
e ruas do entorno
632000 632000 632400 632800 633200 633600 634000 634400 634800
MOSSORÓ

9376600

PONTOS REFERENCIAIS

1 Delegacia
2 Usina Desativada
3 Praça São Francisco
9376200 4 Mercado Público
9
5 Praça Getúlio Vargas
6 Escola Estadual Gerson Lopes
7 Prefeitura e Câmara Municipal
8 Igreja Matriz
9 Cemitério
10 Depart. de Obras da Prefeitura
23 11 Praça da Redenção
12 Parque de Vaquejada Francisco Sales
13 AABB
9375800
PORTAL 14 Ginásio Nossa Sra. da Conceição
DA 15 CAIC
CHAPADA 16 Escola Estadual A. Dantas
SÃO
17 Hospital Hélio Morais Marinho
JOSÉ B REQUALIFICAÇÃO DAS 18 Hotel Passeio
MARGENS DA BR-405 19 Secretaria de Obras e Transportes
20 Hospital Materno Claudiano Pinto
21 Conjunto Bacurau I
22 Conjunto Bacurau II
9375400 23 Conjunto Lucas Pinto Ipê
24 Grupo Escolar Pereira Pinto

F POSTO POLICIAL
19 G
F PEQUÉ

18
9375000 PODY 16 17
DOS
ENCANTOS

BICENTENÁRIO
13 22
14

G B
9374600
INDEPENDÊNCIA C REQUALIFICAÇÃO VIÁRIA
Abertura de "vielas" e definição de quadras

BETEL
BAIXA
DA

BACURAU
ALEGRIA
15 I
9374200
SÃO
12 SEBASTIÃO 10
C LAGOA
SECA
20 11
9
21 G
TIMBAÚBA
DO
CAMPO
9373800 24
8 2
G 5 CENTRO
CRUZ DE ALMAS
6
H 4
D 1
7 G 3
A G
MALVINAS SÃO JOÃO
9373400

9373000 LAGOA DO APODI

BICO
TORTO

9372600

9372200

A TERMINAL TURÍSTICO DE APODI

PAU DOS
FERROS
9371800
FONTE: BASE CARTOGRÁFICA DA CAERN DO MUNICÍPIO DE APODI

LEGENDA

A TERMINAL TURÍSTICO DE APODI G MELHORIA DOS ESPAÇOS PÚBLICOS MAPA 05


B REQUALIFICAÇÃO DAS MARGENS DA BR-405 H IMÓVEIS PARA PRESERVAÇÃO
PROPOSTAS
C REQUALIFICAÇÃO DAS RUAS VIZINHAS AO CAMPO DE FUTEBOL I DRENAGEM NA BAIXA DO CAIC ESCALA 1:15.000 atp engenharia
D ORDENAMENTO DA FEIRA E DO MERCADO PÚBLICO 500 0 1000
LIMITE SEDE
E PROPOSTAS DE MELHORIA HABITACIONAL
CORPOS D'ÁGUA (LAGOAS OU AÇUDES)
F POSTO POLICIAL