Você está na página 1de 3

𝟐𝒙−𝟒

a) 𝒇(𝒙) = ; 𝐥𝐢𝐦 𝒇(𝒙)


𝒙−𝟏 𝒙→𝟏

I. Domínio e Imagem

Do denominador de f(x):

𝑥 − 1 ≠ 0 → 𝐷𝑜𝑚í𝑛𝑖𝑜 = {𝑥 ∈ ℝ | 𝑥 ≠ 1}

Se 𝑥 tende a ±∞, então 𝑓(𝑥) = 𝑦 = 2. Logo:

𝐼𝑚𝑎𝑔𝑒𝑚 = {𝑦 ∈ ℝ | 𝑦 ≠ 2}

II. Assíntotas vertical e horizontal (caso existam)

2𝑥 − 4
lim = −∞
𝑥→1+ 𝑥 − 1

2𝑥 − 4
lim− =∞
𝑥→1 𝑥−1

Logo, 𝒙 = 𝟏 é assíntota vertical, tanto pela direita quanto pela esquerda.

4
2𝑥 − 4 2−𝑥 2−0
lim = lim = lim =2
𝑥→∞ 𝑥 − 1 𝑥→∞ 1 𝑥→∞ 1 − 0
1−𝑥

4
2𝑥 − 4 2−𝑥 2−0
lim = lim = lim =2
𝑥→−∞ 𝑥 − 1 𝑥→∞ 1 𝑥→∞ 1 − 0
1−𝑥

E 𝒚 = 𝟐 é assíntonta horizontal.

III. Interceptos ox e oy (pontos que a função “corta” os eixos coordenados x e y


respectivamente, caso existam)

2(0)−4
Corta o eixo 𝑦 quando 𝑥 = 0, logo: 0−1
= 4. Assim, a função corta o eixo 𝒚 em 𝒚 = 𝟒.

2𝑥−4
Corta o eixo 𝑥 quando 𝑦 = 0, logo: 0 = 𝑥−1
→ 2𝑥 − 4 = 0 → 2𝑥 = 4 → 𝑥 = 2. Assim, a função corta o
eixo 𝒙 em 𝒙 = 𝟐.

IV. Gráfico da função


V. Limites indicados

2𝑥 − 4
lim = −∞
𝑥→1+ 𝑥 − 1

2𝑥 − 4
lim− =∞
𝑥→1 𝑥−1

Logo, lim f(x) não existe.


x→1

𝐱+𝟑
b) 𝐟(𝐱) = ; 𝐥𝐢𝐦 𝐟(𝐱)
𝟐−𝐱 𝐱→𝟐

I. Domínio e Imagem

Do denominador de f(x):

2 − 𝑥 ≠ 0 → 𝐷𝑜𝑚í𝑛𝑖𝑜 = {𝑥 ∈ ℝ | 𝑥 ≠ 2}

Se 𝑥 tende a ±∞, então 𝑓(𝑥) = 𝑦 = −1. Logo:

𝐼𝑚𝑎𝑔𝑒𝑚 = {𝑦 ∈ ℝ | 𝑦 ≠ −1}

II. Assíntotas vertical e horizontal (caso existam)

𝑥+3
lim+ = −∞
𝑥→2 2−𝑥
𝑥+3
lim− =∞
𝑥→2 2−𝑥

Logo, 𝒙 = 𝟐 é assíntota vertical, tanto pela direita quanto pela esquerda.


3
𝑥+3 1+𝑥
lim = = −1
𝑥→∞ 2 − 𝑥 2
𝑥 − 1

𝑥+3
lim = −1
𝑥→−∞ 2 − 𝑥

E 𝒚 = −𝟏 é assíntonta horizontal.

III. Interceptos ox e oy (pontos que a função “corta” os eixos coordenados x e y


respectivamente, caso existam)
(0)+3 3 𝟑
Corta o eixo 𝑦 quando 𝑥 = 0, logo: = . Assim, a função corta o eixo 𝒚 em 𝒚 = .
2−0 2 𝟐

𝑥+3
Corta o eixo 𝑥 quando 𝑦 = 0, logo: 0 = → 𝑥 + 3 = 0 → 𝑥 = −3. Assim, a função corta o eixo 𝒙 em
2−𝑥
𝒙 = −𝟑.

IV. Gráfico da função

V. Limites indicados

𝑥+3
lim+ = −∞
𝑥→2 2−𝑥
𝑥+3
lim− =∞
𝑥→2 2−𝑥

Logo, lim f(x) não existe.


x→2