Você está na página 1de 3
TÍTULO CÓDIGO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP 030 T A R E F A S
TÍTULO
CÓDIGO
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO -
POP
030
T A R E F A
S E T O R
SONDAGEM VESICAL DE ALÍVIO (SEXO MASCULINO)
ENFERMAGEM
E X E C U T A N T E
R E S P O N S Á V E L
ENFERMEIRO
ENFERMEIRO
MATERIAL NECESSÁRIO
01
Biombo
01
Material para higiene íntima
(POP 33)
30
ml
Clorexidina Aquosa 1%
01
Bandeja de cateterismo
vesical
01
Par de luvas de procedimento
estéril
01
Sonda de nelaton
(n° conforme necessidade)
20
ml
Xilocaína gel (tubo estéril)
01
Pacote com 05 unidades de
gazes estéreis
01
Seringa 20 ml
01
Máscara cirúrgica
01
Óculos de proteção

D A T A

D A

E M I S S Ã O

 

V E R S Ã O

N.º DE REVISÃO

ÚLTIMA REVISÃO

F O L HA

 

03/07/2002

 

02

 

14

18/05/2016

1/2

 

E L A B O R A D O

P O R:

 

R E V I S A D O

POR:

 

CCIH

 

Grupo de Práticas

 
  TÍTULO CÓDIGO
  TÍTULO CÓDIGO
 

TÍTULO

CÓDIGO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP

030

 

ATIVIDADES CRÍTICAS

 

1

Higienizar as mãos

 

14

Colocar o campo fenestrado.

2

Reunir o material e levar ao quarto do cliente

15

Manter o pênis ereto, introduzir o bico da seringa de 20 ml no meato urinário e injetar 20 ml de xilocaína gel.

3

Conferir a pulseira de identificação e 2º identificador e explicar o procedimento ao cliente/ acompanhante.

16

Introduzir a sonda no meato urinário com a mão dominante e aguardar retorno de urina na cuba rim.

4

Promover a privacidade do cliente colocando biombo e/ou fechando a porta do quarto.

17

Aguardar drenar todo volume urinário da bexiga.

5

Colocar máscara cirúrgica e óculos de proteção

18

Retirar a sonda de alívio e o campo fenestrado.

6

Higienizar as mãos

 

19

Retirar o excesso de clorexidina aquosa 1% e xilocaína gel do cliente.

7

Fazer a higiene íntima do cliente com clorexidina degermante (conforme POP 33).

20

Deixar o cliente confortável no leito.

     

Recolher, encaminhar ao expurgo e descartar os materiais

8

Retirar o material de higiene íntima e higienizar as mãos novamente.

21

no saco de resíduos infectantes ou coletor de perfuro cortante, conforme indicação.

 

Abrir o kit de cateterismo sobre a cama, entre as pernas

   

9

do paciente, deixando uma das pontas do campo estéril próxima a região glútea, usando técnica estéril

22

Higienizar as mãos, retirar óculos de proteção e máscara cirúrgica.

10

Colocar clorexidina aquosa 1% na cúpula.

23

Realizar evolução de enfermagem e checar prescrição médica.

11

Abrir o material descartável sobre o campo (sonda de nelaton e seringa 20 ml)

24

 
 

Higienizar as mãos e calçar as luvas de procedimento

   

12

estéreis e solicitar para um auxiliar do procedimento colocar 20ml de xilocaína gel dentro da seringa de

25

20ml.

 

Com a mão não dominante manter o pênis ereto. Fazer antissepsia utilizando pinça e gaze embebida em

   

clorexidina aquosa 1% em movimentos unidirecionais:

13

1- monte pubiano para a base do pênis, 2- tracionar prepúcio, higienizar da glande para a base do pênis, 3- higienizar meato uretral com movimentos circulares

D A T A

D A

E M I S S Ã O

 

V E R S Ã O

N.º DE REVISÃO

ÚLTIMA REVISÃO

F O L HA

 

03/07/2002

 

02

 

14

18/05/2016

1/2

 

E L A B O R A D O

P O R:

 

R E V I S A D O

POR:

 

CCIH

 

Grupo de Práticas

 
TÍTULO CÓDIGO
TÍTULO CÓDIGO

TÍTULO

CÓDIGO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP

030

MANUSEIO DO MATERIAL

Para higiene que antecede a SVD e SVA, deve-se substituir o sabonete liquido por clorexedina degermante. Clientes em precaução de contato, desprezar os materiais descartáveis em saco de lixo branco (infectante). Todo material utilizado deverá estar esterilizado e durante a realização do procedimento, cumprir com rigor as medidas para manutenção da técnica asséptica. Em caso de coleta de urina, desprezar o primeiro jato, coletando jato médio em frasco estéril, identificando corretamente. Pacientes agitados / confusos, abrir kit de sondagem vesical em mesa ou carrinho auxiliar.

RESULTADOS ESPERADOS

Aliviar retenção urinária. Controlar o volume urinário. Coletar material para exame.

CONDUTAS EM CASOS DE NÃO CONFORMIDADES

Substituir os materiais se ocorrer contaminação durante o procedimento. Em caso de resistência, dor ou sangramento na introdução da sonda, interromper o procedimento e comunicar equipe médica.

REFERÊNCIAS

KOCH, R. M. et al. Técnicas básicas de Enfermagem. 20 ed., Curitiba, Século XXI, 2004. POTTER, P. A. & PERRY, A. G. Fundamentos de Enferma gem. 8 ed., Rio de Janeiro, Elsevier, 2013. Resolução Cofen 450/2013 disponível em: HTTP://novo.portalcofen.gov.br/wp-content/uploads/2014/01/anexo-parecer-

normativo-para-atuacao-da-equipe-de-enfermagem-em-sondagem-vesical1.pdf

D A T A

D A

E M I S S Ã O

 

V E R S Ã O

N.º DE REVISÃO

ÚLTIMA REVISÃO

F O L HA

 

03/07/2002

 

02

 

14

18/05/2016

1/2

 

E L A B O R A D O

P O R:

 

R E V I S A D O

POR:

 

CCIH

 

Grupo de Práticas

 

Interesses relacionados