Você está na página 1de 7

EXEMPLO: Calcular o número de extintores para incêndio classe "A" e risco médio, numa

área de 1.500 m2.1) Cálculo do número de Unidades Extintoras (U.E.) = área total / área
máxima protegida pela capacidade e xtintora de 1A (Tabela 2):
U.E. = 1.500 m2 / 135 m2 = 12A (aproximadamente)
2) Cálculo do número de extintores = área total / área máxima protegida por extintor (Tabela
2, risco médio):
E = 1.500 m2 / 800 m2 = 2 extintores (aproximadamente)
3) Determinação da área máxima a ser protegida por cada extintor (Tabela 3, risco médio):
A = U.E. / E = 12A / 2 = 6A
Entrando-se na Tabela 3 com 6A e risco médio, encontra-se a área máxima de 800 m2.
4) Se optarmos pela ÁGUA como agente extintor PORTÁTIL, veremos pela Tabela 4, que
haverá a necessidade de:
12A / 2A = 6 extintores (de 10 litros cada).
Tabela 1 - QUANTIDADE DE EXTINTORES SEGUNDO
O RISCO DE FOGO
ÁREA
RISCO DE CLASSE DE DIST.MÁX. A
COBERTA
FOGO OCUPAÇÃO(*) PERCORRER
POR U.E.
500 m2 pequeno "A" - 01 e 02 20 metros
250 m2 médio "B" - 02, 04, 05 e 06 10 metros
"C" - 07, 08, 09, 10,
150 m2 grande 10 metros
11, 12 e 13
(*) Segundo Tarifa de Seguro Incêndio do Brasil do Instituto de Resseguros do Brasil - IRB.

Tabela 2 - DETERMINAÇÃO DA UNIDADE


EXTINTORA, ÁREA MÁXIMA PROTEGIDA E
DISTÂNCIA MÁXIMA A SER PERCORRIDA
FOGO CLASSE "A" PARA
PAR METROS / RISCO DE INCÊNDIO peq. méd. grd.
Unidade Extintora (U.E.) 2A 2A 4A
rea máx.prot.pela capac. extintora de 1A
270 135 90
(m2)
rea máxima protegida por extintor (m2 ) 800 800 800
Distância máxima a percorrer até o extintor 20 20 20
(m)

Tabela 3 - ÁREA MÁX.


PROT. POR EXTINTOR
(classe A), m2
EXT. peq. méd. grd.
2A 540 270 ---
3A 800 405 ---
4A 800 540 360
6A 800 800 540
10A 800 800 800
20A 800 800 800
30A 800 800 800
40A 800 800 800
Tabela 4 - CLASSIFICAÇÃO DOS EXTINTORES SEGUNDO O
AGENTE EXTINTOR, A CARGA NOMINAL E A CAPACIDADE
EXTINTORA EQUIVALENTE (C.E.E.)
AGENTE
CARGA E.P. C.E.E. E.P. CARGA E.R. C.E.E. E.R.
EXTINTOR
Água 10 l 2A 75 l 10A
150 l 20A
Espuma 10 l 2A:2B 75 l 6A:10B
química 20 l 2A:5B 150 l 10A:20B
Espuma 9l 2A:20B
mecânica
4 kg 2B 10 kg 5B
Gás carbônico 6 kg 2B 25 kg 10B
(CO2) 30 kg 10B
50 kg 10B

1 kg 2B
Pó químico à 2 kg 2B
base de 4 kg 10B 20 kg 20B
bicarbonato de 6 kg 10B 50 kg 30B
sódio 8 kg 10B
12 kg 20B 100 kg 40B

1 kg 2B
Hidrocarbonetos 2 kg 5B
halogenados 2,5 kg 10B
4 kg 10B

LEGENDA: E.P.= Extintor Portátil E.R.= Extintor sobre Rodas

A unidade extintora não verifica o desem penho do extintor, ou seja, não


se sabe o volume de fogo que o extintor é ca paz de extinguir num ensaio
padronizado.
A capacidade extintora, por outro lado, verifica o desempenho do
extintor
classe B,utilizando as normas NBR 9443 e NBR 9444 para fogo classe A e
respectivamente.
CAPACIDADE EXTINTORA DEFINE O TAMANHO DO FOGO E A CLASSE DE
INCÊNDIO QUE O EXTINTOR DEVE COMBATER. ESSA INFORMAÇÃO
DEVE CONSTAR, OBRIGATORIAMENTE, NO RÓTULO DO PRODUTO
Extintores com alta capacidade extintora, fabricados no Brasil, são capazes de
combater fogo de maiores proporções com menor quantidade de agente extintor,
proporcionando maior leveza e facilidade no manuseio do equipamento.

Exemplo:

Polivalente, está apto


apagar fogo classe A. apagar fogo classes B para apagar fogo
Não está apto para Não está apto para
classes A, B e C.
eC
Extintor à base de
Extintor à base de
Bicarbonato de Extintor à base de
Fosfato Monoamônico
Sódio* Água**
(polivalente)***
Classe BC A ABC
Carga de agente 12 kg 10 L 4,5 kg
Peso aproximado 17 kg 14 kg 7 kg
Capacidade Extintora 20-B;C 2-A 4-A:80-B:C

Tabela 3 ± Classe de ocupação na tarifa de seguros incêndio do Brasil

Fonte: NBR ± 9077, 1983.

OCUPAÇÃO DO RISCO CLASSE DE OCUPAÇÃO


Açougues 4
Agências 3
Antigüidades 6
Armazéns mistos e grandes 4a6
Asfaltos preparação 7
Depósitos 5
Bares, botequins 4
Bibliotecas públicas 2
Consultórios 1e2
Edifícios de apartamento 1
Escolas 1e2
Escritórios 1e2
Explosivos 12 e 13
Estufa para madeira 8
Farmácias 6
Fogos de artifício 12 e 13
Fotografias 4e5
Garagens residenciais 1
Guarda móveis 6

Hotéis 3a6
Igrejas 2
Livrarias 3e4
Moradias 1
Postos de serviço 4a9
Restaurantes 4
Siderurgia 2a8
Teatros 7

4 - Como se calcula o número de extintores de uma planta


(fábrica )?
Risco de rea de Abrangência do Espaço Máximo a Percorrer Até o
Incêndio Extintor Extintor

Baixo 500 m 20m

Médio 250 m2 15m

Alto 150 m 10m

Fórmula:
NE = AAT/AAE
ou seja
Número de Extintores = Área Total da Planta/ Area de Abrangencia do
Extintor.
Exemplo:Para uma fábrica de 300m x 70m e grau de risco alto

Área Total = 300 x 70 = 21.000m2

NE = AAT/AAE
NE = 21.000m 2/150m 2

NE = 140

Número de Extintores = 140 ,


e a distância máxima a se percorrer até um extintor é de 10 metros.

é de 10 metros.
10 - O que contém o interior de um extintor de PQS (pó
químico seco)? .

Um agente propelente, normalmente é o N2 O PQS pode ser composto de bicarbonato de sódio


(NaHCO3), bicarbonato de potássio (KHCO3), cloreto de potássio(KCL), uréia -bicarbonato de
potássio, (KC 2N2H3O3) e fosfato de amônia (NH4H2PO,4), misturados com aditivos (esteratos
metálicos, triclorato de fósforo e polímero de silicone
) que lhe dão as características necessárias
para o acondicionamento e emprego.
O PQS é um produto estável a temperaturas de até 60oC. Acima desta temperatura dissocia -se,
exercendo função ex tintora

AFT/2008 Como diz o nosso amigo, segue o baile..........

26 No PPRA ± Programa de Prevenção de Riscos Ambientais ± a avaliação sistemática e


repetitiva dos riscos ambientais a que os trabalhadores estão expostos é considerada etapa
de:
(A) controle. (B) avaliação.
(C) antecipação. (D) monitoramento.
(E) reconhecimento.

27Analise as afirmativas abaixo sobre as condições ambientais dos locais de trabalho onde
as atividades requeiram esforço intelectual e atenção constante.
I - A umidade relativa do ar não deverá ser inferior a 40%.
II - A velocidade do ar não deverá ser superior a 0,75 m por
segundo.
III - O índice de temperatura efetiva deverá situar -se entre 20 e 26 oC.
IV - A iluminação geral deverá ser distribuída de forma uniforme e difusa.
V - A medição do nível de iluminamento, quando não definido o campo de trabalho, será
um plano horizontal a
0,85 m do piso.
Estão corretas apenas as afirmativas:
(A) I, II e III (B) I, II e IV
(C) I, III e IV (D) II, III e V
(E) II, IV e V

28 O método de extinção de incêndio em que se reduz ou elimina a presença do


comburente na reação química de combustão é denominado:
(A) retirada do material. (B) reação em cadeia.
(C) resfriamento. (D) abafamento.
(E) isolamento.
33 Observando o prescrito na NR 23 ± Proteção contra Incêndios ± o primeiro procedimento
para o combate ao fogo é:
(A) desligar a rede elétrica.
(B) evacuar o local sem pânico.
(C) acionar o sistema de alarme.
(D) acionar o Corpo de Bombeiros ou a Brigada de Incêndio.
(E) utilizar os meios disponíveis para extinção da combustão.

Considere o texto abaixo para responder às questões de 34 a 36.


Beatriz trabalhava como cortadora de moldes em uma confecção
de roupas. Preocupada com problemas de saúde
de um de seus filhos, distraiu -se e cortou com gravidade o
seu dedo polegar. Depois de medicada no ambulatório da
empresa, foi dispensada do trabalho neste dia.

34 O acidente ocorrido com Beatriz tem como causa:


(A) risco local.
(B) risco mecânico.
(C) risco operacional.
(D) condição insegura.
(E) ato inseguro devido ao fator pessoal de insegurança.
1- AFT/2008...........26D 27B 28D33C 34E

Pó Químico seco (PQS)

É um agente extintor formato por um grupo de finíssimas partículas sólidas.Tem como característica não
ser abrasivo, não ser tóxico, mas pode provocar asfixia se inalado em excesso, não conduz corrente
elétrica, mas tem o inconveniente de contaminar o ambiente, sujando-o, dificultando a visualização e
podendo ainda danificar equipamentos elétricos e eletrônicos. Deve-se evitar sua utilização em
ambientes que possuam esses em seu interior. Atua por abafamento e na quebra dareação em cadeia.

O PQS pode ser classificado conforme sua correspondência com as classes de incêndios, tendo as
seguintes categorias:

Pó ABC ʹ Composto a base de fosfato de amônia, sendo chamado de polivalente, pois atua nas classes A,
B e C.

Pó BC ʹ Composto a base de bicarbonato de sódio ou de potássio, indicados para incêndio classes B e C.

Pó D ʹ Usado exclusivamente na classe D de incêndio, sendo a sua composição variada, pois cada metal
pirofórico terá um agente específico, tendo com base a grafita misturada com cloretos e carbonetos.

Agentes extintores
Classes de incêndio COЇ
Água (jato) Água (Neblinada) Espuma PQS (ABC) PQS (BC) PQS (D)
A x x x x x
B x x x x x
C x x x
D x

Tamanhos: 2, 6 e 12 kg para os portáteis e 80, 100, 150 e 250 kg para carretas.Os aparelhos de pó
devem ser instalados de maneira que seu emprego s eja o mais r ápido possível, devido tratar -se de
e me o e e re r , co rem re e r co e e o or o e em e r oc o e
mo o e o o er or o e e ercorrer m o e 10m r c ç o

Unidades de extintores ± quantidade

Capacidade dos Números de extintores que


Substância
extintores constituem a unidade extintora

Espuma
10 litros 1
Água
6 quilos 1

Gás carbônico 4 quilos 2

(CO2) 2 quilos 3

1 quilo 4
4 quilos 1

Pó químico 2 quilos 2

1 quilo 3