Você está na página 1de 17

Concílio para exame de um Candidato ao Ministério Pastoral

Batista

Breve introdução!

Infelizmente, percebi que na maioria dos concílios em que


participei, com excessões evidentemente, é visível as falhas na
organização. A falta de planejamento, organização e
conhecimento do funcionamento de um concílio é fator
determinante para o surgimento de inúmeros problemas.
Alguns concílios se assemelham a reuniões formais, apenas
para cumprir protocolos, e acabam por autorizar pessoas não
aptas para a mais nobre atribuição ministerial Batista: Pastor.
Mesmo que o assunto seja tão abrangente, espero conseguir
passar algumas importantes orientações, que ajudará tanto
Pastores, como candidatos a prepararem-se para um concílio,
tais como: Quais são as perguntas básicas para um concílio?
Como formar Concílios? Quantos Pastores devem ser
examinadores? Quais áreas devem ser examinadas? Quais são
as atribuições dos componentes da mesa diretora do concílio?
Diante destas e outras questões, é importante destacar que
não há uma bibliografia específica, e sim experiências vividas e
anotadas em outros exames, e a maioria delas vivenciada com
a leitura da Bíblia. Que Deus a todos abençoe!
Os oito pré-requisitos abaixo relacionado, é de extrema
relevância para que um homem seja consagrado ao Ministério
Pastoral.

1. Ter profunda convicção de sua salvação por meio da fé em Jesus


Cristo;
2. Crer na Bíblia como sua única regra de fé e o Novo Testamento
como sua pratica cristã;
3. Ser membro de uma Igreja Batista filiada a Convenção Batista
Brasileira e estar em plena comunhão com a qual é membro;
4. Ter uma real e profunda convicção de que foi vocacionado por
Deus;
5. Ter o devido preparo: Curso de Teológico e ou, 4 (quatro) anos
de experiência na liderança de uma congregação ou Igreja filiada a
convenção Batista Brasileira;
6. Ter apoio da esposa e dos filhos;
7. Ter um excelente testemunho de sua fé em Jesus Cristo;
8. Ter recebido um convite para pastorear uma congregação ou
uma Igreja Batista filiado a CBB. (este ponto é fundamental para
instauração de um concílio

Formação de um concílio

Será considerado apenas o que é relevante neste tema. É


fundamental entender que apenas Pastores podem participar de um
concílio para exame e consagração de candidatos ao ministério
pastoral Batista. Diáconos não devem participar, por ser
considerado o segundo oficial da igreja, ou seja, o menor não está
capacitado para examinar o maior. Aos seminaristas, creio que
devem ser instruídos e autorizados assistir concílios, para que
possam aprender como funcionam. O mesmo procedimento deve
ser concedido a Pastores de outras denominações evangélicas.
Estes podem observar, mas nunca participar, nem da avaliação
nem do resultado da votação. Quando aberto a todas as pessoas, é
visível o problema do constrangimento aos Pastores presentes, se o
candidato for repreendido por alguma colocação indevida ou ainda
não responda as perguntas convenientemente. Conforme nova
redação do estatuto da OPBB é necessário sete (7) Pastores da
ordem para validar o exame em nível da OPBB. Não havendo este
"quorum" o exame fica prejudicado e deve ser remarcado, após 180
dias, conforme o novo regulamento da OPBB.

Composição de um concílio

A composição para o concílio deve ser a seguinte:

1. Presidente
2. Secretário
3. Examinador na área de conversão a Jesus e chamada ministerial
(esta área, impreterivelmente, deve ser a primeira a ser examinada,
pois ela determinará a posição do concílio quanto a aprovação ou
não do candidato)
4. Examinador na área em Eclesiologia;
5. Examinador na área em Teologia;
6. Examinador na área em Bibliologia;
7. Examinador em ética Pastoral;
8. Pregador do sermão de consagração do novel Pastor;
9. Membro do concílio que fará a oração de consagração;
10. Membro do concílio que fará a entrega da Bíblia ao novel Pastor

A ordem pode ser alterada, no entanto é fundamental que o


candidato seja examinado em todas estas áreas. A prática de ser
indicado a votação um examinador geral deve ser evitada. Pode ser
votada a escolha de apenas dois (2) examinadores. No entanto
minha sugestão é que seja em numero de cinco (5), assim facilitará
tanto aos examinadores, que não precisarão fazer tantas perguntas,
como ao candidato, que passa a ser examinado por pessoas
diferentes.

Ps.: Todos os Pastores presentes ao concílio devem estar


preparados para exercer qualquer função do concílio. É facultado o
direito de recusar a indicação, assim como, de não ser necessário
se justificar.

Dicas importantes

· A composição da diretoria deve ser feita num local reservado, com


a presença apenas dos que irão participar do concílio examinante;
· As deliberações sobre a eleição da diretoria do concílio devem
seguir o modelo das Igrejas Batistas: proposta, apoio e votação;
· A Diretoria deve ser eleita minutos antes da instalação do concílio;
· Não é recomendado que os examinadores leiam as perguntas que
irão formular, entretanto podem consultar um pequeno roteiro sobre
a seqüência que farão as perguntas;
· Evitar reunião em forma de círculo.
· É aceitável, preparar uma Banca, onde estarão o presidente,
secretário, e o examinador da área. O candidato deve sentar-se de
frente ao examinador e a Banca, e lateralmente voltado para frente
aos demais componentes do concílio;
· O candidato deve receber a orientação que deve consultar a Bíblia
quando desejar;
· O candidato ao responder as perguntas, deve citar um versículo
da Bíblia, ou ainda melhor, fazer a sua leitura se souber onde
encontrá-lo;
· Quando terminar o exame, os membros do concílio podem retirar-
se para um lugar reservado, se houver outras pessoas presentes,
para deliberar apenas da aprovação ou não. Caso não haja outras
pessoas, poderá ser solicitado ao candidato que deixe o local.
· Não é permitido aos membros do concílio, declarar seu voto na
presença do candidato, antes da decisão do concílio;
· Se o concílio for aberto às pessoas, alguém previamente escolhido
poderá dirigir louvores, cânticos espirituais, enquanto os membros
estão retirados para votação.
· Concluída a votação, o presidente informará o resultado da
avaliação, declarando ao candidato se aprovado ou não e, se houve
ainda alguma recomendação;
· Em havendo resultado de reprovação, devem ser informadas ao
candidato, as áreas e porque foi reprovado. Neste caso, o concílio
pode nomear alguém para orientar e ajudar em seus estudos sobre
as áreas que foram reprovadas;
· É prudente dividir o concílio em duas partes: O exame e depois a
consagração. Manter o intervalo, se possível, de no mínimo 15 dias.
Isto poderá evitar constrangimento, tanto a Igreja como aos
convidados, caso o candidato for reprovado.

Atribuições dos componentes do concílio

Segue os pontos mais relevantes das atribuições dos componentes


do concílio:

1. Presidente - É concedido ao presidente da Igreja da qual o


candidato é membro, de iniciar os trabalhos. Isto ocorre como uma
homenagem ao Pastor do candidato. Então, antes de ser eleita a
Diretoria do concílio, cabe ao Pastor a abertura do programa e
direção.
2. Secretário - Redigir a Ata e assiná-la; escrever na Bíblia que será
entregue ao novel Pastor, após a dedicatória escrita pelo Pastor
que fará a entrega; a composição do concílio, o nome do Pastor que
fará a oração consagratória e do Pastor que fará o sermão de
consagração.
3. Examinadores:
· Experiência de conversão a Jesus Cristo e chamada ao ministério
Pastoral - Deve ser constituída em duas partes: 1) Conversão - 2)
Chamada;
Ps.: A missão deste examinador é muito importante. Sua decisão
em conjunto com os membros do concílio determinará a sua
continuidade ou não.
· Antes do início da avaliação em cada área, o examinador deve
acalmar o candidato, informando-lhe que o objetivo do concílio é de
avaliá-lo sobre suas convicções, suas experiências e seu
conhecimento Teológico para o Ministério Pastoral Batista;
· É necessário que o candidato se apresente: Nome; Idade;
Naturalidade; Estado civil; (se casado) quantos filhos etc;
· É importante perguntar ao candidato sobre a data da sua
conversão, textos bíblicos, pregador, etc..; também, os mesmos
dados sobre sua chamada para o ministério pastoral;
· É importante perguntar-lhe se ele tem certeza de sua salvação; e
também, se está convicto de sua chamada;
· O examinador deve perguntar as principais informações sobre o
batismo do candidato: data, local, Igreja, ministrante. etc.;
· Examinador em Eclesiologia - Compete ao examinador fazer
perguntas sobre as doutrinas da Igreja;
· Examinador em Teologia - Compete ao examinador fazer
perguntas sobre Teologia (como ciência), e todas as suas áreas:
Bíblica; Histórica; Sistemática e Prática;
· Examinador em Bibliologia - Compete ao examinador fazer
perguntas sobre a Bíblia como livro;
· Examinador em ética Pastoral - Compete ao examinador elaborar
perguntas, baseadas no código de ética da OPBB, podendo fazer
ainda, outras perguntas pertinentes a ética Pastoral. Por ex.: o
irmão já teve problema com um Pastor?
· Pregador do sermão - Pode ser convidado pelo candidato ou eleito
pelo concílio. No caso de ter sido convidado, o concílio deve ser
previamente informado.
· Membro do concílio que fará a oração consagratória - Cabe,
somente, orar a Deus, pedindo as bênçãos de Deus pela vida do
novel Pastor e por sua caminhada no ministério Pastoral; pela vida
de sua família e filhos. Deve evitar ler algum texto ou trazer ainda
qualquer comentário; No final de sua oração deve mencionar que o
novel Pastor está sendo consagrado ao Ministério Pastoral Batista
em nome de Jesus;
· Membro do concilio que fará a entrega da Bíblia - No momento da
entrega, é importante ler a Bíblia para o novel Pastor, e proferir
algumas palavras sobre ela e sobre a importância de que a utilize
em todo o instante. Deve também, escrever uma dedicatória.
Sugestão de textos para dedicatória: At. 20:28; Jr 3:15; Ef. 4:11; Lv
18:4,37; Nm. 27:17.
Ps.: Cabe a Igreja que convocou o concílio adquirir um exemplar da
Bíblia com referências, dicionário e concordâncias.

Ata do concílio

É provável que a Ata do concílio pode ser o único documento que


comprove que um Pastor foi aprovado para o exercício do Ministério
Pastoral Batista. Então é de extrema importância sua elaboração,
pois através de uma consulta, é possível saber se o concílio foi
regular ou não. O registro da Ata em cartório de Títulos e
documentos também é um procedimento importante a ser tomado.
Ao agir assim, o novel Pastor terá um documento comprobatório da
sua aprovação para exercer o ministério e também poder se filiar a
OPBB. É de bom alvitre, a Igreja solicitante do concílio, arcar com
as despesas para tais procedimentos.

Conselhos para os candidatos ao concílio

É fato de que um candidato ao ministério pastoral recebe inúmeros


conselhos para preparar-se ao exame. Segue algumas
recomendações que julgo importante para este evento:

Antes do concílio
· Comece a estudar assim que sentir Deus te vocacionando;
· Procure elaborar um roteiro de estudo com perguntas e respostas
bíblicas, com citações de versículos, capítulo e Livro da Bíblia;
· Procure assistir a todo concílio que tiver conhecimento,
preocupando-se em anotar as perguntas e respostas ás questões e
sobre todos os procedimentos na formação do mesmo;

Após ser marcada a data para o exame


· Se programe para intensificar seus estudos; repassando o que já
foi aprendido. Dê ênfase nas áreas que tiver dificuldade e procure
ajuda com seu orientador, para os pontos mais difíceis;
No dia que antecede ao concílio (dicas de vestibular)
· Descanse o máximo que puder, não tente acrescentar algo ao
aprendizado, é mais provável que esqueça o que já estudou do que
aprender alguma novidade;
· Consuma alimentação leve e beba muita água. Busque algum tipo
de lazer para descontrair.

Durante o exame
· Procure acalmar-se;
· Seja objetivo em suas respostas, não se alongue; E se a resposta
puder ser definida em apenas um sim ou não, responda exatamente
assim;
· Faça menção da Bíblia no maior número de suas respostas; tente
citar de cor ou lendo no mínimo um versículo para cada questão.

Ps.: Não se esqueça que sua confiança está em Deus que o


vocacionou. Procure seguir estes sábios conselhos e, certamente, o
Espírito Santo te iluminará e te capacitará para todas estas etapas.

Questionário para Concílios

É importante mencionar que dentro de cada assunto, não se


encerra todas as perguntas necessárias para um exame ao
ministério Pastoral Batista. No entanto, contribui na formulação de
algumas questões, que entendo ser de suma importância, para
avaliar as reais condições do conhecimento Teológico de um
candidato ao ministério Pastoral Batista. Organizei-as de maneira
sistematizada para favorecer o entendimento, tanto de Pastores
quanto dos candidatos.

Conversão a Jesus Cristo

1. Conte-nos resumidamente, como foi a sua experiência de


conversão a Jesus Cristo?
2. Quanto tempo o irmão é membro de uma Igreja Batista?
3. O irmão tem certeza da sua salvação?

Chamada ao Ministério Pastoral

1. Conte-nos sucintamente como Deus o vocacionou para o


ministério?
2. O irmão tem certeza de sua vocação ao ministério Pastoral?
3. O irmão já teve alguma dúvida sobre seu chamado?
4. Se Aprovado o irmão pretende exercer a atividade Pastoral em
tempo integral?
5. Qual será sua atitude se for reprovado por este concílio?

Área de Teologia (como ciência)

1. Como você definiria Teologia?


2. Que faz um teólogo?
3. Ao estudar Teologia, ela pode ser dividida? Quantas e quais
partes?
4. Quais ramos abrangem a teologia sistemática?

Área de Teologia - (referente a Deus)

1. Defina Deus?
2. Quem é Deus segundo a Bíblia?
3. Poderia nos explicar a diferença entre atributos naturais e
atributos morais de Deus?
4. Cite alguns atributos Naturais de Deus?
5. Cite alguns atributos morais de Deus?
6. O que é uma Teofania? De alguns exemplos?
7. Qual é a essência de Deus?

Área de Cristologia - (referente à Cristo)

1. Quem é Jesus?
2. Quais os nomes dados a Jesus?
3. Quais são os três ofícios de Jesus?
4. Quando Jesus se fez carne e habitou entre nós, ele era Deus ou
era homem?
5. Onde encontramos a primeira passagem da promessa da vinda
de Jesus como salvador da humanidade?
6. Qual é a obra de Jesus?

Área de Pneumatologia - (referente ao Espírito Santo)


1. Quem é o Espírito Santo?
2. Qual é o fruto do Espírito Santo?
3. Quando os salvos recebem o Espírito Santo?
4. Qual é a obra do Espírito Santo?
5. Cite alguma manifestação do Espírito Santo no A.T?
6. No A.T o Espírito Santo habitava de forma permanente nas
pessoas?
7. Cite alguma manifestação do Espírito Santo no N.T?
8. No N. T o Espírito Santo habita de forma permanente nas
pessoas?

Perguntas referentes à Trindade Divina

1. O vocábulo Trindade aparece na Bíblia?


2. Defina trindade Divina?
3. Dê exemplos da doutrina da trindade no A.T e N.T?

4. Até que ponto a doutrina da trindade é importante?

Perguntas de Bibliologia e Eclesiologia

Bibliologia - Estudo da Bíblia como Livro

1. Explique-nos o que é Revelação?


2. Como ocorreu a Revelação de Deus aos homens?
3. Cite exemplos de Revelação no A.T?
4. Explique-nos o que é Inspiração?
5. Explique-nos o que é Iluminação?
6. O que significa a palavra Bíblia?
7. Quem escreveu a Bíblia?
8. O que é a Bíblia?
9. Em quantas partes se divide a Bíblia? Quais são?
10. Quantos livros têm a Bíblia?
11. Qual o período de tempo em que foi escrito a Bíblia?
12. Em que línguas foram escritas a Bíblia?
13. O que significa a palavra apócrifo?
14. Na primeira versão do A. T (septuaginta), quais são os livros e
as adições apócrifas?
15. O A.T e o N.T são aceitos pelos Judeus como sendo inspirados
por Deus?
16. Como os Judeus dividem o A.T?
17. Como os Cristãos evangélicos dividem o A. T para fins de
estudo?
18. Discorra sobre o período Interbíblico?
19. O que significa a palavra Evangelho?
20. Quantos e Quais são os Evangelhos?
21. Como os Cristãos evangélicos dividem o N. T para fins de
estudo?
22. O que significa o vocábulo sinóptico?
23. O N. T tem um livro profético nos moldes do A.T? Qual?
24. Como ocorreu a divisão da Bíblia em capítulos?
25. Como ocorreu a divisão da Bíblia em versículos?
26. Qual o título que a Bíblia dá a si mesma?
27. O que é a Bíblia para o irmão?

Perguntas de Eclesiologia

Eclesiologia - Doutrina Bíblica da Igreja Batista

1. O que significa o termo etimológico "Igreja"?


2. O que é uma igreja Local?
3. Que outros nomes são dados à Igreja local?
4. O que é a Igreja Gloriosa?
5. Que outros dois nomes dados são dados à Igreja de Jesus
Cristo?
6. Porque Igrejas Batistas e não Igreja Batista?
7. Quem fundou a Igreja de Jesus Cristo? E sobre quem ele Fundou
a Igreja?
8. Segundo a Bíblia quais são os oficiais da Igreja?
9. Quais são as funções dos Pastores e dos Diáconos?
10. Segundo a Bíblia, quais são as ordenanças para Igreja?
11. Porque são ordenanças e não sacramentos?
12. O Que significa a palavra batismo?
13. O que simboliza o batismo?
14. Qual é a forma do batismo Bíblico?
15. Quem pode ser batizado?
16. Qual é a primeira maneira de tornar-se um membro de uma
Igreja local Batista?
17. Mencione alguns exemplos bíblicos de batismo?
18. Quantos e quais são os elementos da Ceia do Senhor?
19. O que simboliza o vinho, e o Pão?
20. Quais são as outras três principais interpretações dadas a
celebração da Ceia do Senhor?
21. Quais os modos conhecidos de se ministrar a Ceia do Senhor?
22. Existem outros modos de se tornar membro de uma igreja
Batista? Quais?
23. Quais são os modos de deixar de ser um membro de uma Igreja
Batista?
24. Como é o sistema de governo de uma Igreja Batista?
25. Quais os outros principais tipos de governo exercidos pelas
outras Igrejas evangélicas?
26. Como é a administração de uma Igreja Batista?
27. Comente sobre a disciplina na igreja Batista?
28. Biblicamente, quem tem de ser excluído?
29. Quais são as formas de sustento financeiro de uma Igreja
Batista?
30. O Dízimo é Bíblico?
31. O que é Dizimo?
32. Segundo a Bíblia, quem foi a primeira pessoa a entregar o
dízimo?
33. Os Pastores têm que entregar o dízimo e ofertas?
34. Existe base Bíblica para afirmar que a Igreja deve ser separada
do Estado?
35. O que caracteriza esta separação, entre Igreja e Estado?
36. O que é plano cooperativo?
37. Como é feita a cooperação entre as Igrejas Batistas?
38. Quais as partes principais de um Culto?
39. Porque o irmão é Batista?
40. O irmão reconhece a declaração doutrinaria da Convenção
Batista Brasileira?

Perguntas de Hamartiologia
Hamartiologia - Doutrina Bíblica do Pecado

1. Qual é a origem do pecado?


2. Quando se efetivou o pecado no mundo?
3. O que é pecar?
4. Quem peca?
5. Crentes pecam?
6. Cite duas importantes conseqüências do pecado?
7. O que o irmão entende sobre pecado original?
8. Mencione as duas classes em que os pecados possam ser
divididos a fins de estudo?
9. O que o irmão entende sobre imputação de pecado?
10. Existe perdão para todos os pecados?
11. Qual pecado que não tem perdão? e por que?
12. Explique a blasfêmia contra o Espírito Santo?

Perguntas de Soteriologia

Soteriologia - Doutrina Bíblica da Salvação

1. O que é a salvação? Um ato ou um processo?


2. O que é a santificação? Um ato ou um processo?
3. Um crente em Jesus pode perder a salvação?
4. O que é preciso fazer para ser salvo por Cristo?
5. Qual o significado de ser salvo?
6. A salvação tem preço? Quanto custa?
7. Quem pode ser salvo?
8. Explique o que é a justificação?
9. Qual foi a principal atitude de Deus para salvar o homem?
10. Qual é a ultima etapa da salvação do homem?
11. Discorra sobre o Reino de Deus?
12. O inferno existe? O que é o inferno?
O que é o Purgatório? É uma doutrina Bíblica

Perguntas de Antropologia

Antropologia - Doutrina Bíblica do Ser Humano

1. Qual a origem do Homem?


2. Quando Deus criou o Homem ele era sem pecados? Era
perfeito?
3. De que maneira o homem é a imagem e semelhança do Deus
uno - trino?
4. Explique sobre o homem carnal e o homem espiritual?
5. O que é dicotomia e tricotomia em relação ao homem?
6. Qual o destino do homem crente após a morte?
7. Qual o destino do homem ímpio após a morte?

Perguntas de Angeologia

Angeologia - Doutrina Bíblica dos Anjos

1. Defina quem são os Anjos?


2. Os Anjos são divididos em categorias? Quais?
3. Quem são os Anjos decaídos?
4. Existe Anjo da guarda?
5. Qual é a principal atividade dos Anjos a respeito do Homem?

Perguntas de Escatologia

Escatologia - Doutrina Bíblica dos últimos acontecimentos

1. Porque é importante estudar a escatologia?


2. Qual é o fato mais importante da escatologia Bíblica?
3. Quando se dará a segunda vinda de Cristo?
4. Segundo a Bíblia, como será a segunda vinda de Jesus Cristo?
5. Sobre o milênio, qual das três linhas de pensamento que o irmão
aceita?
6. A doutrina Bíblica da Escatologia se refere apenas ao livro de
Apocalipse?
7. O que o irmão entende por Eternidade?
8. Existe vida após a morte?
9. Em que situação fica os mortos, até a segunda vinda de Cristo?
10. O que é morte espiritual?
11. O irmão tem medo de morrer?
12. Depois da morte física, o corpo deve ser cremado ou enterrado?

Perguntas diversas para o candidato ao exame do concílio


1. Descreva uma ocasião em que você fez tentativas de reformar a
igreja em alguma área importante. Quais foram os resultados? O
que isto custou para você mesmo?
2. Descreva seu estilo de liderança. Quais têm sido alguns de seus
pontos fracos e de seus pontos fortes?
3. Quando você enfrentou oposição, isso ocorreu na maior parte
das vezes por causa de seu estilo de liderança, de sua
personalidade, de suas crenças ou de alguma outra coisa?
4. De acordo com sua observação, que doutrinas precisam de
ênfase especial em nossos dias?
5. O que é o verdadeiro arrependimento bíblico?
6. O que é a verdadeira fé bíblica?
7. Explique a justificação pela fé. Qual a diferença entre o ponto de
vista do Catolicismo Romano e o ponto de vista bíblico a respeito da
justificação?
8. Explique seu ponto de vista a respeito da santificação. Quais são
os vários meios que Deus usa para santificar o crente?
9. Uma pessoa pode ter Cristo como Salvador e não estar em
sujeição a Ele como Senhor?Explique.
10. Qual sua posição a respeito das inerrância das Escrituras?
11. Explique a expressão "Batismo do Espírito". Quando ocorre
esse batismo?
12. Quais são as suas opiniões sobre o batismo em água?
13. De que maneira a Bíblia relaciona a soberania de Deus à
salvação?
14. O que a Bíblia ensina a respeito da extensão da depravação do
homem?
15. O que a obra de expiação consumada por Cristo realizou em
favor dos crentes?
16. O que a Bíblia ensina a respeito da perseverança e da
preservação dos crentes?
17. Qual a utilização correta da Lei do Antigo Testamento?
18. Como você articula sua opinião a respeito dos assuntos
escatológicos e dos finais dos tempos?
19. Você crê que Jesus nasceu de uma virgem? Que importância
tem isso para sua crença?
20. Qual sua interpretação bíblica a respeito do inferno?
21. O que você pensa acerca do divórcio e do novo casamento?
22. Quais suas exigências para celebrar um casamento?
23. Explique suas opiniões sobre disciplina na igreja?
24. Qual sua opinião sobre o estilo de músicas na igreja?
25. Qual seu ponto de vista a respeito do levantamento de recursos
monetário para os vários projetos da igreja?
26. Quais suas convicções sobre dívidas na igreja local?
27. Qual sua visão missionária para a igreja? De que maneira você
está demonstrando interesse e envolvimento em missões?
28. Existem muitas pessoas que professam seguir a Cristo, mas
estão enganadas. Que evidências você tem de que Deus lhe deu a
vida?
29. O que significa p/ alguém amar a Deus? De que maneiras você
percebe o verdadeiro amor bíblico p/ com Deus manifestado em sua
própria vida?
30. O que sua família (esposa e filhos) sente a respeito de seu
compromisso com o pastorado?
31. Porque você acredita que Deus o quer no pastorado?
32. Examine cuidadosamente cada uma das qualificações bíblicas
p/ pastores e diáconos (I Tm3; Tt 1:5-9; At.6:1-6; 1 Pe 5:1). A) Quais
são as suas qualificações mais fortes? B) Com quais dessas
qualificações você tem mais dificuldade? C) Porque você acredita
que essas áreas de dificuldades não o desqualificam para o
ministério?
33. Um pastor é encarregado por Deus a pregar para a igreja e a
pastorear as pessoas de maneira individual. Que aspecto do
ministério apela mais a você?
34. De que maneiras específicas você poderá ser auxiliado a
desenvolver suas habilidades nessas duas áreas?
35. Quais são os seus métodos de envolver-se nas vidas das
pessoas enquanto você pastoreia e vela por suas almas?
36. Que atividades caracterizam seu interesse evangelístico? Como
você lida com o assunto do evangelismo pessoal e coletivo?
37. O que você pensa a respeito do aconselhamento? Como você
administra a necessidade de aconselhamento?
38. Quais são as suas praticas costumeira e específicas a respeito
de disciplina espiritual (ou seja oração, estudo bíblico, meditação,
mordomia, etc.)?
39. Como você descreve um pastor bem sucedido e uma igreja bem
sucedida?
40. Em que bases o pastor pode ser considerado uma pessoa
responsável?
41. Que relacionamentos de sua vida fornecem senso de
responsabilidade por suas atitudes e comportamento, tanto em sua
vida pessoal como em seu ministério pastoral?
42. Quais são os seus autores, teólogos e comentaristas
evangélicos favoritos? Porque? Que livros você leu recentemente?