Você está na página 1de 3
Relatório - Plano de Ensino 05/02/2013 11:08 Página: 1/3 FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO EMENTA A origem

Relatório - Plano de Ensino

05/02/2013 11:08

Página: 1/3

FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO

EMENTA

A origem da Filosofia enquanto pensamento crítico e sua consagração no mundo antigo; A metafísica e a escolástica no caminho do pensar filosófico medieval; A filosofia na trajetória moderna: do Renascimento ao Iluminismo; A idéia de progresso e as novas abordagens da educação.

OBJETIVO GERAL

De acordo com a concepção apontada, a disciplina Filosofia da Educação se coloca no rol das disciplinas dos cursos de licenciatura com a finalidade mais elevada de:

1. Compreender a Filosofia como forma específica de pensamento destinada à apreensão do real (sob a forma conceitual) cuja finalidade é a superação das fragmentações oriundas de impressões não fundamentadas.

2. Perceber que a formação universitária, para além de preparar profissionalmente, é a formação do sujeito enquanto agente social, com vistas à clareza acerca do compromisso com atitudes transformadoras da realidade.

3. Desenvolver a capacidade de reflexão crítica sobre os problemas que afetam o homem tanto em suas atividades, como em relação ao conhecimento atual e ao longo da história, particularmente dos processos de ensinar e de aprender, com vistas à compreensão do conhecimento e da própria filosofia como processo reflexivo acerca do real.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Tendo em vista os propósitos elencados, os quais refletem o compromisso com a formação crítica dos educandos, esta disciplina ? por meio das aulas, leituras, debates e demais atividades a serem realizadas ?, se propõe alcançar, de modo específico, os seguintes objetivos:

1. Compreender que o nascimento da Filosofia representou uma ruptura com as formas míticas de pensar e agir, que foi se consolidando com o decorrer da história;

2. Identificar na prática pedagógica antiga e medieval os vínculos com o pensamento filosófico, com vistas a compreender a relação necessária entre a formação escolar e o pensamento de uma época histórica.

3. Compreender a concepção moderna da filosofia, ciência e educação, enquanto processo de ruptura com os fundamentos políticos medievais, visando favorecer a descoberta de que as transformações da realidade concreta ocorrem em sintonia com a formulação de teorias explicativas deste real.

4. Identificar as teorias pedagógicas em todas as épocas como formulações de natureza política que visam a formação de um determinado tipo de homem;

5. Compreender a natureza do processo educativo, enquanto ideal explicitado por cada pensador, a partir de suas convicções sobre a sociedade e indivíduo; com vistas à compreensão da não neutralidade prática pedagógica.

6. Refletir sobre as questões filosóficas contemporâneas, visando a apreensão crítica da realidade, assim como a convicção da necessidade da participação coletiva como atributo básico da cidadania.

CONTEÚDOS

Unidade 1 -- A Filosofia na História: do Enfrentamento do Mito à Razão Dialética ? Breves considerações:

1. Da origem da filosofia à sua consolidação no mundo antigo;

2. A tradição metafísica e as primeiras formas de educação formal na historia: da Paidéia à Patrística;

3. A primazia do pensamento cristão medieval e suas consequências na educação: a consagração de Santo Agostinho e Tomas de Aquino.

Unidade 2 - Do Esboço da Modernidade às Transformações da Ciência e da Educação

1. Filosofia e educação no Renascimento; os jesuítas e Comenius;

2. O empirismo e o racionalismo como vertentes modernas do pensamento e sua reflexão na formação humana no século XVII: Descartes, Bacon, Hobbes,

Locke;

3. A Filosofia do Iluminismo no pensamento educacional de Kant; Rouseau e seus discípulos.

Unidade 3 - A Idéia de Progresso e as Novas Abordagens da Educação

1. O ideal escolanovista e sua estruturação no Brasil: De Dewey a Anísio Teixeira;

2. A educação na versão marxista: Gramsci e Saviani;

3. A educação como prática da liberdade em Paulo Freire.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

Relatório - Plano de Ensino 05/02/2013 11:08 Página: 2/3 CHAUÍ, Marilena . Convite à Filosofia.

Relatório - Plano de Ensino

05/02/2013 11:08

Página: 2/3

CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. 12 ed. São Paulo: Ática, 2001.

MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. 6 ed. Rio de janeiro: Jorge Zahar, 2001.

GADOTTI, Moacir. História das Idéias Pedagógicas. 8 ed. São Paulo: ÁTICA, 1999.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

 

Sugestão:

FEARN, Nicholas. Aprendendo a filosofar em 25 lições. São Paulo: J. Zahar, 2004.

NOVAES, Adauto (Org.). Olhar. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

ADORNO, Theodor Wiesengrund. Educação e emancipação. 2. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da educação. 3. ed. São Paulo: Moderna, 2008.

CHAUI, Marilena de Souza. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

GILES, Thomaz Ransom. Filosofia da educação. São Paulo: Epu, 2003

 

.

 

INDICAÇÃO MATERIAL DIDÁTICO

CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. 12 ed. São Paulo: Ática, 20012. Para que Filosofia? Introdução do livro Convite à Filosofia. (p.9-18).

Capítulo

1 do livro Convite à Filosofia. (p.19-23)

Capítulo 2 e 3 do livro Convite à Filosofia. (p. 25 a 41)

FONTE INTERNET http://www.cfh.ufsc.br/~wfil/convite.pdf, disponíbilizado pela autora CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática,

2000.

MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da Filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. 6ª ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

Parte I. capítulo 4 (21 páginas).

Parte II. capítulo 1 (2 páginas); capítulo 2 (10 páginas); capítulo 3 (8 páginas) capítulo 5 (8 páginas).

Parte III.

Capítulo 1 (25 páginas);

capítulo 2 (15 páginas); capítulo 3 (9 páginas); capítulo 5 (9 páginas); capítulo 6 ( 8 páginas).

 

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação.3ª ed.São Paulo Moderna.

Capitulo

13: A Pedagogia nos séculos XVIII e XIX. (páginas 207 a 217).

Autores sugeridos: Descartes; Bacon; Comenius; Hobbes; Locke; Kant; Rousseau; Nietzsche; Pestalozzi; Froebel; Gramsci; Anísio Teixeira; Azevedo; Lourenço Filho; Freire; Saviani; etc.

Aulas nº 2 ? Para entender o que é a Filosofia e sua importância na formação docente

Texto básico: Para que filosofia? Introdução do livro Convite à Filosofia. (p. 9-18)

Fonte: CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. 12 ed. São Paulo: Ática, 2001

Aula nº 3 ? Sobre a origem da filosofia

Texto básico: A origem da Filosofia. Capítulo 1do livro Convite à Filosofia. (p. 19-23)

Fonte: CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. 12 ed. São Paulo: Ática, 2001.

Relatório - Plano de Ensino 05/02/2013 11:08 Página: 3/3 Aula nº 4 ? O mundo

Relatório - Plano de Ensino

05/02/2013 11:08

Página: 3/3

Aula nº 4 ? O mundo antigo e o nascimento da Filosofia. Nessa aula o texto

Texto básico: O nascimento da Filosofia. Capítulo 2 do livro Convite à Filosofia. (p. 23-33). Este capítulo deverá ser consultado pela internet no site http://www.cfh.ufsc.br/~wfil/convite.pdf , pois está disponibilizado pela autora.

Fonte: CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. 12 ed. São Paulo: Ática, 2001.

Aulas nº 5, 6; 7; 8 e 9 ? O itinerário filosófico da antiguidade clássica à metafísica patrística medieval.

Texto básico: MARCONDES, Danilo. Iniciação à história da filosofia: dos pré-socráticos a Wittgenstein. 6 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

Parte 1 - Capítulo 4 (21 páginas), 5 (16 páginas), 6 (19 páginas);

Parte 2 - Capítulo 1 (2 páginas), 2 (10 páginas), 3 (8 páginas) e 5 (8 páginas)

Parte 3 ? Capítulo 1 (25 páginas), 2 (15 páginas); 3 (9 páginas); 5 (9 páginas) e capítulo 6 (8 páginas).

Aulas nº 11; 12 e 13 ? A imagem do homem ideal segundo o pensamento filosófico dos grandes vultos históricos

Obs.: Este conjunto de aulas será destinado à apresentação de trabalhos produzidos nas atividades que compõem a prática como componente curricular. Outras orientações serão oferecidas no portal que trata destas atividades.

Trata-se de atividades feitas em grupos, em caráter de atividades de pesquisas temáticas acerca da produção intelectual de grandes vultos do pensamento educacional. As apresentações deverão ser feitas a partir de estratégias do tipo Painel Verbalizado, a qual consiste numa exposição criativa das descobertas pelos grupos. Assim sendo, a atividade consiste numa pesquisa nas obras dos autores sugeridos pelo professor e terá como produto final a apresentação em sal de uma síntese das idéias destes autores e ainda a entrega de um trabalho escrito ao professor. A atividade compõe a avaliação do segundo bimestre, AV2.

Abaixo a lista de autores sugeridos por época histórica:

Autores sugeridos: Descartes; Bacon; Comenius; Hobbes; Locke; Kant; Rousseau; Nietzsche; Pestalozzi; Froebel; Gramsci; Anísio Teixeira; Azevedo; Lourenço Filho; Freire; Saviani; etc.