Você está na página 1de 17

DEVOLUTIVA DE AVALIAÇÃO

DESENVOLVIMENTISTA

Cecília Gomes Monteiro de Araújo


Idade: 9 anos e 7 meses
Natal, 18 de agosto de 2017

Eliana Rodrigues Araújo


Psicopedagoga
Caracterização

Transtorno do Espectro do Autismo-TEA


(DSM-5, 2013)

Deficiência do neurodesenvolvimento que incluem


déficits na comunicação e interação social, padrões
repetitivos de comportamento, interesses ou
atividades restritas.
Sinais e sintomas iniciais surgem antes dos 3 anos. As
limitações funcionais variam entre as pessoas com TEA
e pode se desenvolver (para + ou -) ao longo do tempo.

GRAVE MODERADO LEVE

(Centers for Disease Control and Prevention, 2014)


Perspectiva Cognitivista / Desenvolvimentista
(Trevarthen, Aitken, Papoudi e Robarts, 1998)

Neurodesenvolvimento Típico

(retardo mental)
atípico (autismo)
Desenvolvimento

Deficiência Cognitiva
Sob a perspectiva desenvolvimentista
Marcos do desenvolvimento neurológico: engatinhar,
rastejar, ficar em pé, andar, balbuciar, entre outros,
ocorreram no tempo normal.
Marcos do desenvolvimento psiconeurilogicos
(Atípico): As categorias do desenvolvimento prejudicadas
no transtorno autista, são: Contato visual direto;
Expressão facial; Posturas corporais; Gestos para regular
interação; compartilhar interesses por pessoas e objetos
(Não mostrar; Não trazer; Não apontar, não chamar para
brincar); Ausência de reciprocidade social ou emocional;
vocalizações, respostas aos gestos e chamados;
Ausência (ou diferenças) nos jogos de imitação e
imaginação; comunicação atípica.
Sob a perspectiva desenvolvimentista
Sinais precoces: Marcadores comportamentais
 Atenção conjunta/compartilhada
 Interesses comuns
 Pessoas
 Sorriso responsivo
 Contato ocular
 Orientação para seu nome
 Seguir o apontar
 Apontar declarativo
 Apontar imperativo
 Linguagem referencial (se a criançça diz água apontando
para o bebedouro, por ex.)
 Dentre outros.
sintomas Comportamento,
critérios de
Níveis de sintomas diagnóstico
comportamentais

Níveis cognitivos Percepção e


e psicológicos cognição

Causas
Níveis biológicos: biológicas
a base

(Inger Nilsson, 2005)


http://atividadesparaeducacaoespecial.com/wp-content/uploads/2013/11/AUTISMO-EDUCA%C3%87%C3%83O-ESPECIAL.pdf
(Centers for Disease Control and Prevention, 2014)
Transtornos do Espectro do Autismo

Estudos epidemiológicos em continentes e países


diferentes apresentam prevalências aproximadas:
1/166 (CARTER ET AL, 2011)

1/368 (PAULA, RIBEIRO, FOMBONNE, MERCADANTE, 2011)


 1/88 (CDC, 2013).

A prevalência em indivíduos do sexo masculino e


feminino ocorre na razão de 4:1.
Complexidade do autismo

“O autismo é uma condição heterogênea;


não há duas crianças ou adultos com
autismo exatamente com o mesmo perfil.
Mas as dificuldades caem em domínios de
um núcleo comum, que podem ser medidos
de forma confiável e geralmente consistente
ao longo do tempo, apesar de
comportamentos específicos poderem ser
alterados com o desenvolvimento.”
(LORD et all, 2000, p.1)
Complexidade do autismo

Não há um padrão...

Vídeo Symptons
Autismo e Coeficiente de Inteligência
Developmental Disabilities Monitoring (ADDM) Network. Surveillance (Prevalence of Autism Spectrum Disorder Among Children
Aged 8 Years)
FONTE: (CDC, 2014) - Community Report from the Autism and

Summaries / Vol. 63 / No. 2 March 28, 2014

31%
46% Deficiência Intelectual
(QI < 70)
Superior
(QI > 86)
23%

Mediano
(QI =71 a 85)
Principais características cognitivas alunos autistas
Processo Ensino aprendizagem
DIFERENÇAS NO ESTILO COGNITIVO
AUTISMO NÃO AUTISMO
Pensamento literal, concreto Pensamento simbólico
Estilo de pensamento visual Estilo de pensamento verbal
Pensamento fragmentado Pensamento holístico
Um tipo de estímulo sensorial por vez Coordenação de todas as modalidades
sensoriais
Fazer as coisas a seu modo Adaptação às outras pessoas
Previsibilidade Improvisação
Aqui e agora História: antes e depois
Engana-se com promessas Entende o “pode ser”
Conceito de agora superior ao conceito de Conceito de tempo superior
tempo
DEVOLUTIVA DE AVALIAÇÃO DESENVOLVIMENTISTA
1. Motivo da procura
2. Metodologia
3. Histórico
4. Observação: Direcionamento do olhar com foco e seguimento; olhares furtivos
sem sorrisos mútuos; fraca expressividade facial; fraca troca de turno lúdico e
dialógico; normal reação a sons e luzes, reação ao contato tátil e texturas; boa
imitação motora ampla (bater palmas, tchau, tocar instrumentos); esboça
imitação nas atividades (fantoches e encaixes); compartilhamento de interesse
por objeto de sua preferência. Boa aceitação de contato físico e aproximação
social. Não se percebeu comportamento desadaptativo; carinhosa, afetuosa;
atenção a historinha de um livro de gravuras ; ecolalia imediata; testes de provas
Piagetianas de conservação de Massa e de quantidade. Cecília tem noção de
tempo e espaço, registra seu nome e data nos cabeçalhos das tarefas; Lê e
escreve palavras simples ao lado dos desenhos (Cobra, Cavalo, Sapato, Papagaio,
dentre outros). Reconhece cores, formas geométricas e números até dois
dígitos. A criança não demonstrou compreensão quanto a conservação de
massa, de quantidade e de líquido, encontrando-se na fase de estágio Pré-
Operacional que ocorre entre os dois e sete anos.
DEVOLUTIVA DE AVALIAÇÃO DESENVOLVIMENTISTA

5. Resultados dos Testes:

(a) Escala CARS pontuou 34,5 indicativo para TEA moderado;


(b) Escala ABC sugere que acima de 68,0 pontos é indicativo para
autismo, tendo pontuado 107 pontos;
(c) A Autism checklist também indicou Autismo.
(d) A Aplicação das Provas Piagetianas indicou um atraso cognitivo
em relação a crianças da mesma faixa etária indicando
necessidade de adaptações de conteúdos, curriculares e
estratégias de ensino especializadas.
(e) Manual de Saúde Mental Americano versão 5 (DSM-5), os
sintomas identificados correspondem aos critérios para
Transtorno do Espectro Autista (TEA), em grau moderado sem
déficit intelectual.
Childhood Autism Rating Scale (CARS)
Escala de Pontuação para Autismo na Infância
Versão em Português CARS (PEREIRA, 2008)
Escore por categoria
Nome: Cecília Gomes Monteiro de Araújo
Sexo: Feminino
Idade: 09 anos e 8 meses Data Nasc: 18/12/2007
Data da aplicação: 16.08.2017
Hipótese Diagnóstica: Transtorno do Espectro Autista do tipo Moderado

Itens Pontos
1 – Relacionamento inter-pessoal 2,5
2 – Imitação 1,5
3 – Resposta emocional 2,0
4 – Expressão corporal 1,5
5 - Uso do objeto 2,5
6 – Adaptação a mudanças 2,5
7 – Uso do olhar 2,0
8 - Uso da audição 2,5
9 - Uso do paladar, olfato e do tato 3,0
10 – Medo e nervosismo 1,5
11 – Comunicação verbal 3,5
12 – Comunicação não-verbal 2,5
13 – Nível de atividade 2,0
14 – Nível e coerência da resposta intelectual 2,0
15 - Impressão geral 3,0
Total 34,5

Resultado final
Normal: 15 – 29,5
Autismo leve / moderado: 30 – 36,5 34,5
Autismo grave: acima 37
ABC – AUTISM BEHAVIOR CHECKLIST– Record Form
31 Machuca outros mordendo, batendo 1
Inventário de Comportamento da Criança Autista
Elaborado por Krug, Arick e Almond (1993), validado por Marteleto e Pedromônico (2005) 32 Repete a mesma frase muitas vezes 2
Protocolo de registro do Inventário de Comportamentos Autísticos (ICA) 33 Ausência de imitação de brincadeiras de outras crianças 2
Ausência de reação do piscar quando luz forte incide em seus
34 2
Nome da criança: Cecília olhos
Data da aplicação: 02.08.2018 35 Machuca-se mordendo, batendo a cabeça 1
Data Nascimento: 18/12/2007 Idade atual: Idade: 09 anos e 7 meses
36 Não espera para ser atendido (quer as coisas imediatamente) 2
37 Não aponta para mais que cinco objetos 2
ES RE CO LG PS
38 Dificuldade de fazer amigos 2
1 Gira em torno de si por longo período de tempo. 3
39 Tapa as orelhas para vários sons 2
2 Aprende uma tarefa, mas esquece rapidamente. 1
40 Gira, bate objetos muitas vezes 3
3 É raro atender estímulo não-verbal social/ ambiente (expressões, gesto situações). 2 41 Dificuldade para o treino de toalete 1
4 Ausência de resposta para solicitações verbais-venha cá; sente-se 1 42 Usa de 0 a 5 palavras/dia para indicar necessidades e o que quer 2
5 Usa brinquedos inapropriadamente 2 43 Frequentemente muito ansioso ou medroso 2
6 Pobre uso da discriminação visual (fixa uma característica objeto) 1 44 Franze, cobre ou vira os olhos quando em presença de luz natural 1
7 Ausência do sorriso social 2
45 Não se veste sem ajuda 1
8 Uso inadequado de pronomes (eu por ele) 2
46 Repete constantemente as mesmas palavras e/ou sons 2
9 Insiste em manter certos objetos consigo 2
47 "Olha através" das pessoas 2
10 Parece não escutar (suspeita-se de perda de audição) 2
11 Fala monótona e sem ritmo 3
48 Repete perguntas e frases ditas por outras pessoas 2
Frequentemente inconsciente dos perigos de situações e do
12 Balança-se por longos períodos de tempo 1 49 2
ambiente
13 Não estende o braço para ser pego (nem o fez quando bebê) 2
14 Fortes reações frente a mudanças no ambiente 2
50 Prefere manipular e ocupar-se com objetos inanimados 2
15 Ausência de atenção ao seu nome quando entre 2 outras crianças 3 51 Toca, cheira ou lambe objetos do ambiente 2
Frequentemente não reage visualmente à presença de novas
16 Corre interrompendo com giros em torno de si, balanceio de mãos 2 52 1
pessoas
17 Ausência de resposta para expressão facial/sentimento de outros 2
Repete seqüências de comportamentos complicados (cobrir coisas,
18 Raramente usa "sim" ou "eu" 1 53 2
por ex.)
19 Possui habilidade numa área do desenvolvimento. 2
54 Destrutivo com seus brinquedos e coisas da família 1
20 Ausência de respostas a solicitações verbal envolvendo o uso de referenciais de espaço 1
55 O atraso no desenvolvimento identificado antes dos 30 meses 3
21 Reação de sobressalto a som intenso (suspeita de surdez) 2 56 Usa mais que 15 e menos que 30 frases diárias para comunicar-se 2
22 Balança as mãos 2
57 Olha fixamente o ambiente por longos períodos de tempo 2
23 Intensos acessos de raiva e/ou frequentes "chiliques" 2
24 Evita ativamente o contato visual 1 TOTAIS 16 23 24 25 19
25 Resiste ao toque / ao ser pego / ao carinho 2
TOTAL GERAL 107
26 Não reaje a estímulos dolorosos 3
27 Difícil e rígido no colo (ou quando bebê) 2
28 Flácido quando no colo 2
29 Aponta para indicar objeto desejado 2 Interpretação:
30 Anda na ponta dos pés 3
Menor q 47 = Criança Normal
47-53 = leve probabilidade para autismo
54-67 = moderada probabilidade para autismo
Maior 68 = autismo
DEVOLUTIVA DE AVALIAÇÃO DESENVOLVIMENTISTA

Os resultados apontam para um quadro do Espectro do


Transtorno Autista (TEA) do tipo Moderado sem déficit
intelectual, que deverá ser validado por médicos da criança.

Importante: A criança apresenta uma boa funcionalidade


(anda, sobe, desce, senta com desenvoltura; usa o banheiro,
pega em pinça, procura o que deseja, etc), com autonomia.

NÃO EXISTE AUTISMO DE ALTO FUNCIONAMENTO!


O CORRETO SÃO PESSOAS AUTISTAS DE ALTO FUNCIONAMENTO (de acordo
com a Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) em relação a
independência e autonomia do indivíduo).
6. Orientações e Indicações: Na atual fase do desenvolvimento,
a prioridade de tratamento deve ser:
a) Desenvolvimento da comunicação – desenvolver a troca de
turnos, quantitativas, qualitativas e temporais da fluência
verbal, assim como do nível de tipicidade das respostas
para melhor desenvolver o processo de se comunicar e
aprender;
b) Acompanhamento psicopedagógico - mediação no
processo de ensino e aprendizagem em todos os aspectos
– adaptações de conteúdos, de materiais e estratégias de
ensino específicas, com apoio visual e outras tecnologias;
c) Desenvolvimento da autonomia - ensino das atividades
diárias – arrumar a cama, guardar roupas e utensílios em
armários, lavar louças, cozinhar, etc. A participação nas
tarefas cotidianas é de fundamental importância.