Você está na página 1de 7

A COMUNIDADE DO AMOR

SUMÁRIO

LIÇÃO 05 – VIGIAR .................................................................................................................... 2


INTRODUÇÃO ........................................................................................................................ 2
I. POR QUE VIGIAR .......................................................................................................... 2
1. A fraqueza humana. ................................................................................ 2
2. A astúcia do Diabo. .................................................................................. 3
3. A repentina vinda do Senhor. ............................................................... 3
II. COMO VIGIAR ............................................................................................................. 3
1. Vigiando em oração. ............................................................................... 3
2. Vigiando em santidade. .......................................................................... 4
3. Vigiando em todo tempo. ...................................................................... 4
4. Vigiando meditando na Palavra ........................................................... 4
III. QUAIS OS RESULTADOS DE VIGIAR .............................................................................. 5
1. Não ser confundido ................................................................................. 5
2. Os que vigiam ficam firmes. .................................................................. 5
3. Os que vigiam vencem o pecado. ....................................................... 6
4. Os que vigiam encontraram o noivo................................................... 6
CONCLUSÃO ......................................................................................................................... 7

Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 1 | Página


A COMUNIDADE DO AMOR
LIÇÃO 05 – VIGIAR

1 Pedro 5:8-9

8 - Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como


leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. 9 - Resistam-lhe, permanecendo
firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm em todo o mundo estão passando
pelos mesmos sofrimentos.

INTRODUÇÃO

Todo crente precisa vigiar, para não cair no pecado. Um dia Jesus voltará e não
queremos ser encontrados vivendo no pecado, sem arrependimento nem preocupação
com as coisas de Deus. Por vezes perdemos o foco e não fazemos o que é certo. Por
isso, é importante ficar atento, pedir perdão pelos pecados e mudar o comportamento.

Não estamos sozinhos. Jesus nos ajuda a vigiar e a corrigir as coisas erradas.
Também temos a igreja. Juntos, podemos escapar das armadilhas do diabo e ficar prontos
para a vinda de Jesus. Vigiar, portanto, é manter-se atento, alerta ou acordado; estar de
sentinela.

I. POR QUE VIGIAR

O apóstolo Paulo fala da importância da armadura de Deus, do poder de Deus,


da oração e da vigilância para vencermos as astutas ciladas do inimigo: “orando em todo
tempo com toda oração e súplica no Espírito e vigiando nisso com toda perseverança e
súplica [..]” (Ef 6.18). A vigilância é o ato de estarmos atentos em todos os aspectos da
vida cristã. O apóstolo Pedro em 1 Pe 5:8 nos exorta “Estejam alertas e vigiem”, porque
“O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem
possa devorar”.

1. A fraqueza humana.

Sabendo da fragilidade humana, Jesus exortou os apóstolos a estarem vigilantes,


para vencerem as tentações (Mt 26.41; Mc 14.38). Fomos perdoados e libertos dos nossos

Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 2 | Página


A COMUNIDADE DO AMOR
pecados (1Jo 2.12; Rm 6.22), todavia, ainda não estamos livres da presença do pecado na
nossa natureza humana. Precisamos viver vigilantes, a fim de não sermos vencidos pelo
pecado (Rm 6.11,12; 1Co 15.34).

2. A astúcia do Diabo.

Além da fragilidade humana, o crente precisa vigiar também porque “[...] o diabo,
vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa
tragar” (1Pd 5.8). Toda tentação é proveniente da própria natureza humana (1Co 10.13; Tg
1.13-15), todavia, o principal agente da tentação é Satanás (Mt 4.3; Lc 4.2; 1Ts 3.5; Tg 4.7).
Precisamos estar vigilantes e fortalecermo-nos no Senhor a fim de vencer as batalhas
espirituais, que somos submetidos (Ef 6.10-18).

3. A repentina vinda do Senhor.

A necessidade da vigilância espiritual se dá também pelo fato de ser para o retorno


de Cristo um evento repentino. Diversas vezes, Jesus exortou os seus discípulos sobre isso
(Mt 24.36,42,44; 25.13; Mc 13.33; Lc 12.46). Infelizmente, não são poucos aqueles que têm
a promessa do Senhor como tardia, ao ponto de desacreditarem dela (2 Pe 3.4). Todavia,
Jesus nos assegurou que viria “sem demora” (Ap 3.11; 22.12,20). A Bíblia nos exorta a
estarmos vigilantes para não sermos pegos de surpresa e sermos achados dormindo
naquele dia (Mc 13.36; Lc 21.34).

II. COMO VIGIAR

1. Vigiando em oração.

Jesus associou o verbo vigiar com o verbo orar: “Vigiai e orai, para que não entreis
em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca” (Mt 26.41), são duas
atividades que se misturam e se completam. Não basta orar: é preciso vigiar
cuidadosamente. A Bíblia nos exorta a aguardarmos o Senhor vigiando em oração “E já
está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração”. (1 Pd
4.7). É por meio desta prática constante (1Ts 5.17) que o cristão mantém contato com
Deus (Jr 33.3; Tg 4.8).

Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 3 | Página


A COMUNIDADE DO AMOR
2. Vigiando em santidade.

A ausência de vigilância é terreno propício para que a tentação encontre brechas


e nos conduza à derrota espiritual. Jesus anunciou que antecipadamente que os dias que
antecedem a sua vinda, serão de extrema corrupção moral, comparando com o período
antediluviano e geração de Sodoma e Gomorra (Mt 24.37; Lc 17.28). Os apóstolos
também fizeram a mesma afirmação (2 Tm 3.1-5; 2 Pd 3.3).

Sabedores disto, nós cristãos, devemos no meio desta geração pervertida, vigiar
em santidade, a fim de não contaminarmos com o pecado (Fp 2.15). A santidade é
tipificada na Bíblia como vestes (Ap 19.8,14). Por sua vez, a falta de santidade pode ser
retratada como vestes sujas ou a nudez (Zc 3.3,4; Ap 3.18; 16.15). A exortação bíblica é
que devemos estar vestidos e com vestes limpas em todo tempo (Ec 9.8; Ap 3.4), e só
assim, venceremos as batalhas espirituais.

3. Vigiando em todo tempo.

O ensino sobre a vigilância é constante no ministério de Jesus (Mt 26.41 ver Ef


6.18). Já vimos que a palavra “vigiar” significa: “estar atento”. O contrário da palavra “vigiar”
é justamente “dormir” (Mc 14.37; Ef 5.14; Rm 13.11). Do ponto de vista bíblico, o sono
espiritual, tem conotação negativa, pois leva o homem a um estado de falta de vigilância.
Jesus falou disto quando disse: “Vigiai, pois, porque não sabeis quando virá o senhor da
casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã, para que, vindo
de improviso, não vos ache dormindo” (Mc 13.35,36). Por isso, somos exortados a
perseverança (Mt 24.13; Lc 8.15; Rm 2.7; 1Tm 4.16; Ap 3.10-11). Devemos também nos
exorta uns aos outros (Hb 10.25). Porque ele virá sobre todos os que vivem na face de
toda a terra. Estejam sempre atentos e orem para que vocês possam escapar de tudo o
que está para acontecer e estar em pé diante do Filho do homem". Lucas 21:34-36.

4. Vigiando meditando na Palavra

A igreja foi plantada no mundo para promover o Reino de Deus e não o reino das
trevas. E os agentes dessas boas novas somos nós os salvos! O cristão precisa conhecer
bem o “manual de fé” que o Senhor lhe deixou. É nas Sagradas Escrituras que

Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 4 | Página


A COMUNIDADE DO AMOR
encontramos as respostas para nossas dúvidas e inquietudes. É ali que aprenderemos a
confiar no Salvador e seguir suas pisadas em direção à perfeita felicidade e a vida eterna.

“Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer
conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para
a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que
andares. Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para
que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então
farás prosperar o teu caminho, e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Esforça-te, e
tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por
onde quer que andares. Josué 1:7-9

III. QUAIS OS RESULTADOS DE VIGIAR

1. Não ser confundido

As Escrituras dizem: Os que confiam em mim não serão confundidos (Is 49.23).
Isso ocorreu com Abraão, quando creu e saiu da terra de Ur em direção a um lugar
desconhecido. Isaque experimentou a fidelidade do Senhor e, ao semear em Siquém,
colheu cem vezes mais. Jacó, após ver seu salário mudado por dez vezes, voltou à sua
terra em paz, após ter lutado com o Altíssimo, o qual mudou o coração de Esaú. A
confusão não pertence ao povo santo, e sim a serenidade, a certeza e a paz, desde que
não abandone a fé em Cristo. Deus sempre cumprirá as Escrituras, porque Ele é fiel e
justo com quem Lhe serve em espírito e em verdade (Jo 4.23). Ser confundido é o destino
do ímpio, pois ele deixa de crer no Criador para acreditar no pai da mentira. Quem segue
as mentiras do demônio comete o erro de colaborar para que os fracos se enredem nas
falácias de Satanás. O destino dos ímpios é emudecer na sepultura, a qual simboliza o
Inferno.

2. Os que vigiam ficam firmes.

Firmeza – esta é uma característica daqueles que não são volúveis e fracos.
Firmeza lembra força e um alicerce inabalável. Assim, ser firme é ter um caráter reto e
aprovado, ter uma alma equilibrada e ligada em Deus. Firmes são aqueles que tendo
assumido um propósito, não retrocedem. Firmes são aqueles que tendo recebido uma
Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 5 | Página
A COMUNIDADE DO AMOR
visão, investem todos os recursos para transformarem aquela visão em pura realidade.1
Co 16:13 “Vigiai, permanecei firmes na fé, portai-vos corajosamente, sede fortes!”

3. Os que vigiam vencem o pecado.

Romanos 8:37-39 nos diz: “em todas estas coisas, porém, somos mais que
vencedores, por meio daquele que nos amou. Porque eu estou bem certo de que nem
morte, nem vida, nem anjos nem principados, nem as coisas do presente, nem do porvir,
nem os poderes, nem a altura, nem profundidade, nem qualquer outra criatura poderá
separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”.

Não há tentação tão grande que não possa ser vencida (1 Co 10:13). Precisamos
diariamente ter a convicção que o “Senhor é suficiente para nós” (Lc 1:74-75). Esse é o
viver de vitória que o Senhor separou para nós. “Porque a lei do Espírito da vida, em
Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte”. (Rm 8:2). “Mas graças a Deus, que
nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Coríntios 15: 57).

4. Os que vigiam encontraram o noivo.

Mateus 25:9-11 …, porém as sábias responderam: ‘Não podemos, pois assim faltará
tanto para nós quanto para vós outras! Ide, portanto, aos que o vendem e comprai-o’.
Mas, saindo elas para comprar, chegou o noivo. As virgens que estavam preparadas
entraram com ele para o banquete de núpcias. E a porta foi fechada. Mais tarde, todavia,
chegaram as virgens imprudentes e clamaram: ‘Senhor! Senhor! Abre a porta para nós!’

O Novo Testamento menciona a palavra vigiar para a volta do Senhor cerca de 50


vezes. Vigilância por parte de um cristão indica fé. Ele crê que o seu Senhor está voltando.
Portanto ele está vigiando e esperando. Vigilância indica estar preparado para sua vinda
(II Pd. 3:12).

Jesus Cristo voltará com certeza! Jamais duvide disto em seu coração meu querido
irmão, tenha fé, não ligue para os que questionam a demora na Sua volta, mantenha-se
firme e temente a Ele, pois Ele é Fiel e cumpre todas as Suas promessas. Naquele glorioso
Dia, que todos nós possamos dizer: Amém! Vem, Senhor Jesus!

Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 6 | Página


A COMUNIDADE DO AMOR
CONCLUSÃO

Aprendemos que o ensino bíblico sobre a vigilância envolve precaução, cuidado,


perseverança, fé e obediência, considerando esta verdade sigamos o ensino de Jesus:
“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas
a carne é fraca” (Mt 26.41). Em breve Jesus virá. Você está preparado para a sua vinda?
As consequências de nossas escolhas serão eternas. Que o Senhor nos ajude a ter
consciência e vivência, dentro do padrão divino para esperarmos a volta de Jesus,
conforme os ditames de sua santa Palavra, amando a sua vinda.

Rua Álvaro Sampaio, 300 – Vila Militar 7 | Página