Você está na página 1de 428

01 Q492629 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Técnico Previdenciário ­


BETA
Administrativa

De acordo com a definição de José dos Santos Carvalho Filho, a prerrogativa de direito público que, calcada na
lei, autoriza a Administração Pública a restringir o uso e o gozo da liberdade e da propriedade em favor do
interesse da coletividade (Manual de Direito Administrativo, São Paulo, Atlas 25. ed. p. 75) refere­se ao poder

a) de polícia judiciária, que autoriza a Administração pública a restringir a liberdade dos administrados.

b) de império, que qualifica todos os atos praticados pela Administração pública.

c) discricionário, que permite à Administração pública atuar nas lacunas da lei.

d) de polícia, que não se restringe às atividades normativas e preventivas, alcançando também atuação
repressiva.

e) vinculado, que exige que a Administração pública faça tudo aquilo que estiver expressamente previsto
na lei.

02 Q492630 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Técnico Previdenciário ­


Administrativa

Uma empresa privada, concessionária de serviço público de distribuição de gás, está sendo processada em ação de
indenização movida por um administrado que se feriu gravemente ao cair em um bueiro que estava com a tampa
deslocada. Pretende o administrado a responsabilização objetiva da empresa. A decisão de processar a
concessionária de serviço público

a) não possui amparo no ordenamento jurídico pois deveria ter sido ajuizada em face da concessionária e
do Estado, vez que há solidariedade na responsabilidade.

b) possui amparo no ordenamento jurídico vigente, vez que as concessionárias de serviço público
respondem objetivamente pelos danos que causarem no desempenho de suas atividades.

c) não é coerente com o ordenamento jurídico, que restringe a responsabilidade objetiva ao Estado.

d) possui amparo no ordenamento jurídico, mas a empresa responde sob a modalidade subjetiva, porque
tem personalidade jurídica de direito privado.

e) não possui amparo legal, tendo em vista que se tratou de evento de força­maior, inevitável e
imprevisível.

03 Q492631 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Técnico Previdenciário ­


Administrativa

A instauração de processo administrativo, nos termos do que dispõe a Lei no  9.784/99,

a) pode se dar a pedido de pessoa física ou jurídica titular do interesse em questão, ou mesmo ser
instaurada de ofício.

b) deve se dar por provocação do interessado ou do Ministério Público, vedada instauração de ofício.

c) depende de provocação do interessado, sendo vedada a instauração de ofício ou requerida por tercei­
ros.

d) deve se dar por meio de ofício, vedada a participação de interessados indiretos no objeto do processo.

e) deve se dar após autorização judicial quando houver potencial de aplicação de pena de demissão a
servidor público.

04 Q492632 Direito Administrativo   Contratos administrativos


Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Técnico Previdenciário ­
Administrativa

O regime jurídico de direito público confere à Administração pública um conjunto de prerrogativas que se
expressam nas atividades por ela desenvolvidas. No âmbito dos contratos administrativos, pode­se identificar
algumas cláusulas exorbitantes que representam essas prerrogativas da Administração pública, tal como

a) a possibilidade de interromper o pagamento pelos serviços executados, por motivos de interesse
público, por tempo indeterminado, sem que à contratada assista direito à rescisão.

b) a faculdade de editar decreto para enquadramento do contrato em hipótese de dispensa ou
inexigibilida­ de de licitação.

c) o poder de decidir quando determinado contrato deve se submeter à prévia licitação.

d) a possibilidade de substituir o contratado para a prestação de determinado serviço por outro licitante,
caso comprove que a medida será mais econômica para a Administração.

e) a faculdade de promover alterações unilaterais no contrato, independentemente de anuência da
contratada, assegurado o equilíbrio econômico­financeiro do contrato.

05 Q492633 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Técnico Previdenciário ­


Administrativa

Durante o curso de um procedimento de licitação, um servidor do órgão responsável pelo certame identificou que
uma das formalidades legais não estava sendo cumprida. Formalizou a constatação da irregularidade ao seu
superior, que adotou as providências e comunicações cabíveis para que a licitação

a) seja suspensa por tempo indeterminado até que o vício seja sanado, celebrando­se contrato
emergencial até a conclusão do certame.

b) seja anulada, diante do vício indicado, inclusive em observância ao princípio da legalidade.

c) seja revogada, demonstrado que haveria comprovado prejuízo à Administração pública caso houvesse
continuidade do procedimento.

d) seja invalidada, autorizando­se a celebração de contrato com a mesma empresa com dispensa de
licitação, em face do comprovado prejuízo caso a Administração tenha que aguardar a conclusão de
novo certame.

e) prossiga regularmente, em observância ao princípio da eficiência, caso se comprove que a interrupção
ocasionaria prejuízo à Administração.

06 Q492634 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Técnico Previdenciário ­


Administrativa

Dentre as formas de provimento em cargo público previstas na Lei no  1.118/71, a

a) transferência e a reintegração somente podem ser determinadas por ordem judicial.

b) decisão de reintegração exige que o servidor submeta­se a um novo concurso para definição do cargo
que passará a ocupar.

c) nomeação dá­se somente para ocupação de cargo efetivo, não se aplicando aos cargos
comissionados, empregos e funções.

d) transferência tem lugar para transformar um empregado celetista em empregado estatutário.

e) reintegração é o reingresso do servidor no cargo que ocupava, que tem direito a receber as vantagens
do período em que esteve afastado.

07 Q492663 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Procurador Autárquico


O Tabelionato de Notas de um determinado município procedeu ao reconhecimento de firma de uma procuração
que outorgava poderes para alienação de um imóvel. Apurou­se, posteriormente, que a assinatura era falsa e que a
procuração fora efe­ tivamente utilizada no processo de alienação, lesando o real titular do domínio do bem.
Diante desse cenário, afigura­se como solução coerente com o ordenamento jurídico a

a) responsabilização objetiva do Estado, em decorrência da atividade notarial, exercida por meio de
delegação do Poder Público, sem prejuízo do direito de regresso em face do causador dos danos.

b) responsabilidade objetiva do delegatário do serviço público e a responsabilidade subjetiva do
funcionário que reconheceu a firma, sem prejuízo do direito de regresso em face do Estado.

c) responsabilização pessoal do funcionário que reconheceu a firma, eximindo­se o Tabelião e o Estado
do dever de indenização aos prejudicados, salvo se comprovado dolo.

d) responsabilização subjetiva do delegatário do serviço público prestado, mediante comprovação de
culpa, tendo em vista que o regime privado do serviço afasta qualquer pretensão indenizatória em face
do Tabelião ou do Estado.

e) responsabilidade objetiva pura do Tabelião e a responsabilidade subjetiva do Estado, que só responde
subsidiariamente mediante a comprovação de dolo ou culpa.

08 Q492669 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Procurador Autárquico

Um Estado da Federação contratou, após prévia licitação pela Lei no  8.666/93, a construção de um hospital para
atender demanda ambulatorial, de maternidade, emergência e algumas outras especialidades. Faltando pouco mais
de 5% (cinco por cento) para a conclusão das obras, a construtora contratada paralisou completamente os
trabalhos e, adotadas todas as providências cabíveis, ficou constatada a impossibilidade de retornarem aos
trabalhos. A Administração, dentre as alternativas legalmente cabíveis,

a) deverá rescindir o contrato e realizar contratação emergencial com outra empresa.

b) deverá realizar contratação com inexigibilidade de licitação, com fundamento em situação
emergencial, ante a im­ possibilidade de aguardar a conclusão de novo procedimento de licitação

c) poderá formalizar contratação direta com o segundo colocado na licitação realizada, com dispensa de
licitação, desde que observadas as condições da proposta vencedora

d) deverá concluir diretamente a obra, diante da vedação para contratação direta e em razão da urgência
da inauguração do hospital, não sendo possível aguardar novo procedimento de licitação.

e) deverá ajuizar medida judicial para obrigar a contratada a concluir a obra, tendo em vista que esta não
pode rescindir unilateralmente o contrato.

09 Q492673 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Procurador Autárquico

Uma empresa privada sagrou­se vencedora numa licitação para contratação de exploração de serviço de transporte
urbano. Celebrado o contrato, viu­se obrigada a contratar mais pessoal para cobrir a demanda das novas
atividades. Essa contratação

a) não sofre ingerência dos princípios que regem a Administração pública, porque não obstante tenha
recebido a titularidade do serviço público, sua execução continua submetida ao regime jurídico de
direito privado.

b) depende de autorização do poder concedente e por ele passará a ser regulada, na medida em que
serão destacados para desenvolvimento das atividades afetas a execução do serviço público
concedido.

c) deve ser feita mediante prévio concurso público, tendo em vista que a delegação do serviço público
obriga a concessionária a se submeter aos princípios informativos da atuação da Administração
pública.

d) exige que os servidores contratados se submetam ao regime jurídico de direito público, como
funcionários públicos estatutários, já que a remuneração dos serviços se dará com as receitas oriundas
da cobrança de tarifa dos usuários do serviço público concedido.
e) não sofre interferência das normas de direito público que regem as relações de pessoal na
Administração pública, vez que a concessionária, pessoa jurídica de direito privado, remanesce
submetida ao regime jurídico de direito privado.

10 Q492674 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Procurador Autárquico

O Estado do Amazonas licitou uma parceria público­privada para construção e gestão de uma unidade prisional de
regime semi­ aberto. Nesse caso, considerando as modalidades de parcerias, público­privadas e as características
das atividades transferidas ao privado, é correto afirmar que se trata de uma concessão

a) administrativa, que agrega a realização de obras de construção à gestão da unidade, excetuados os
aspectos normativos e sancionatórios do poder de polícia, que não podem ser delegados ao privado.

b) patrocinada, que permite a delegação de alguns aspectos do poder de polícia, do poder disciplinar e
do poder normativo, além da remuneração por meio de contraprestação paga pelo poder concedente,
vedada qualquer obtenção de receita diretamente pela concessionária.

c) administrativa, tendo em vista que agrega ao objeto do contrato a realização de obras, somada à
delegação do poder normativo e disciplinar.

d) patrocinada, considerando que só essa modalidade se adequa à gestão de uma unidade prisional,
porque obrigatoria­ mente implica na delegação de poder de polícia, poder normativo e poder
disciplinar, somada à cobrança de tarifa do poder concedente.

e) comum, considerando que só essa modalidade implica na exploração do equipamento público após a
conclusão de obra civil, mediante remuneração por meio de contraprestação paga pelo poder
concedente e outorga de poder hierárquico.

11 Q492676 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: MANAUSPREVProva: Procurador Autárquico

As regras vigentes sobre serviços aéreos impuseram limites, condições e detalhamento para desempenho das
atividades antes definidas exclusivamente pela Administração pública direta. O modelo de criação de um ente, com
capacidade técnica específica para disciplina do setor, tais como horários de voos, tarifas etc., é expressão do
modelo

a) descentralizador, que implica a criação de um ente, na maioria das vezes, autarquias, para
transferência da titularidade e execução dos serviços públicos de competência dos entes federados.

b) de terceirização, na medida em que se insere uma terceira pessoa jurídica na relação antes exclusiva
entre o titular do serviço público e as concessionárias do serviço público.

c) regulatório, atribuído à agência reguladora, à qual ficou atribuída a discricionariedade técnica que
antes era incumbência da Administração direta.

d) regulatório, atribuído à uma agência executiva, cujos dirigentes possuem independência e
discricionariedade técnica para administração do setor.

e) arbitral, atribuído a uma autarquia, que passa a solucionar as divergências e controvérsias do setor,
conferindo maior agilidade e confiabilidade à execução dos contratos.

12 Q494603 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Com relação às entidades do terceiro setor e às pessoas jurídicas que integram a administração indireta, assinale a
opção correta.

a) As OSs formalizam o regime de cooperação com o poder público por meio da celebração de termo de
parceria no qual são descritos, de modo detalhado, os direitos e as obrigações dos pactuantes.

b) São passíveis de qualificação como OSCIP, entre outras entidades, as fundações públicas e as
sociedades civis ou associações de direito privado, desde que se dediquem a atividades e objetivos
sociais descritos na Lei n.º 9.790/1999, conhecida como Lei das OSCIPs

c) As fundações estatais, sejam elas de direito público ou de direito privado, somente podem ser criadas
por lei específica de iniciativa do chefe do Poder Executivo.

d) As empresas públicas devem ter a forma de sociedades anônimas; as sociedades de economia mista,
por sua vez, podem revestir­se de qualquer uma das formas admitidas em direito.

e) As pessoas jurídicas de direito privado que pretendem qualificar­se como OSCIPs não podem ter fins
lucrativos e devem ter como objetivos, entre outros, a promoção gratuita da educação e da saúde, da
segurança alimentar e nutricional e do voluntariado.

13 Q494605 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Acerca da responsabilidade civil do Estado e da responsabilidade administrativa, civil e penal do servidor, assinale
a opção correta.

a) Se um servidor público federal que responda a processo por crime de corrupção passiva for absolvido
por insuficiência de provas quanto à autoria desse crime, ele não poderá ser processado e punido por
esse crime na esfera administrativa.

b) A administração pública não pode aplicar ao servidor a pena de demissão em processo disciplinar se
ainda estiver em curso a ação penal a que ele responda pelo mesmo fato.

c) Como regra, as pessoas jurídicas de direito privado que desenvolvam atividades econômicas não se
submetem à responsabilidade civil objetiva, exceção feita apenas às empresas públicas, sejam elas
prestadoras de serviços ou promotoras de atividades econômicas.

d) A responsabilidade das concessionárias e permissionárias de serviços públicos será objetiva,
independentemente de a vítima ser usuário ou terceiro.

e) A ação de ressarcimento proposta pelo Estado contra o agente que, agindo com culpa ou dolo, for
responsável por dano causado a terceiro prescreve em três anos, conforme dispõe o Código Civil para
toda e qualquer pretensão de reparação civil.

14 Q494606 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Assinale a opção correta a respeito de licitações e registro de preços.

a) Representa hipótese de licitação dispensada, com previsão na Lei n.º 8.666/1993, a locação de
imóvel destinado ao atendimento das finalidades precípuas da administração cuja necessidade de
instalação e localização condicione a sua escolha.

b) Quando, no decorrer de uma licitação, os licitantes apresentarem propostas com preços
manifestamente superiores aos praticados no mercado nacional ou incompatíveis com os fixados pelos
órgãos oficiais competentes, se estará diante, então, da chamada licitação deserta.

c) Em todas as modalidades licitatórias, faz­se imprescindível a constituição de comissão permanente ou
especial de, no mínimo, três membros, servidores qualificados pertencentes aos quadros permanentes
dos órgãos da administração responsável pela licitação, a qual será responsável por receber, examinar
e julgar todos os documentos e procedimentos relativos às licitações e ao cadastramento dos
licitantes.

d) O sistema de registro de preços é o procedimento administrativo por meio do qual a administração
pública seleciona as propostas mais vantajosas, que ficarão registradas para futuras contratações de
prestação de serviços e aquisição de bens mediante concorrência ou pregão.

e) Se a administração pública pretender contratar serviços ou adquirir materiais, equipamentos ou
gêneros que só possam ser fornecidos por produtor, empresa ou representante comercial exclusivo,
poderá fazê­lo mediante dispensa de licitação.

15 Q494607 Direito Administrativo   Atos administrativos


Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Assinale a opção correta com relação aos atos administrativos.

a) Tanto os atos administrativos constitutivos quanto os negociais e os enunciativos dispõem do atributo
da imperatividade.

b) A permissão de uso de bem público, tradicionalmente considerada ato administrativo precário, possui
atualmente natureza jurídica de contrato administrativo bilateral resultante de atividade vinculada do
administrador.

c) A competência, como elemento do ato administrativo, pode ser delegada a outros órgãos ou agentes,
se não houver impedimento legal, mesmo que estes não sejam hierarquicamente subordinados aos que
possuam a competência originária.

d) São classificados como compostos os atos administrativos elaborados pela manifestação autônoma de
agentes ou órgãos diversos que concorrem para a formação de um único ato.

e) A homologação é ato administrativo que envolve apenas competências discricionárias relacionadas à
conveniência de ato anteriormente praticado.

16 Q494609 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Tendo em vista as permissões e concessões de serviços públicos e as parcerias público­privadas, assinale a opção
correta.

a) A concessionária do serviço público somente pode interromper a prestação do serviço por motivos de
ordem técnica ou de segurança das instalações, casos em que ficará dispensada de realizar prévia
comunicação ao usuário.

b) A concessão patrocinada se caracteriza pelo fato de a administração pública, além de ser a usuária
direta ou indireta do serviço ou da obra contratada, ser integralmente responsável pela remuneração
do parceiro público­privado.

c) Embora seja formalizada por meio de contrato administrativo, a permissão de serviço público se
diferencia da concessão por não poder ser firmada com pessoa jurídica ou consórcio de empresas.

d) O poder concedente poderá intervir na concessão, com o fim de assegurar a adequação na prestação
do serviço e o fiel cumprimento das normas contratuais, regulamentares e legais pertinentes, medida
essa que deve ser formalizada por decreto.

e) A encampação, que constitui uma das formas de extinção do contrato de concessão, deve ser adotada
pela administração sempre que se caracterizar a inadimplência por parte do concessionário.

17 Q494610 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Assinale a opção correta com relação ao poder regulamentar e ao poder de polícia administrativa.

a) O poder de polícia administrativa tem como uma de suas características a autoexecutoriedade,
entendida como sendo a prerrogativa de que dispõe a administração para praticar atos e colocá­los em
imediata execução sem depender de autorização judicial.

b) O exercício do poder de polícia administrativa é sempre discricionário, caracterizando­se por conferir
ao administrador liberdade para escolher o melhor momento de sua atuação ou a sanção mais
adequada no caso concreto, por exemplo, quando houver previsão legal de duas ou mais sanções
para determinada infração

c) No exercício da atividade de polícia, a administração atua por meio de atos concretos e impositivos
que geram deveres e obrigações aos indivíduos, não sendo possível considerar que a edição de atos
normativos caracterize atuação de polícia administrativa.

d) O poder regulamentar é prerrogativa concedida textualmente pela CF ao chefe do Poder Executivo
federal que não se estende aos governadores e aos prefeitos.

e) No exercício do poder regulamentar, o presidente da República pode dispor, mediante decreto, sobre
a organização e o funcionamento da administração federal, quando tal ato administrativo não implicar
aumento de despesa; sobre a criação e extinção de órgãos públicos; sobre a extinção de funções ou
cargos públicos, quando estes estiverem vagos.

18 Q494611 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

No que concerne ao regime jurídico do servidor estatutário e do empregado público e ao regime de previdência
social para ambos, assinale a opção correta.

a) O RGPS organizado pelo INSS se aplica aos empregados das pessoas jurídicas de direito privado da
administração indireta e aos empregados públicos em geral, deles excluídos os servidores ocupantes
exclusivamente de cargos em comissão e os servidores temporários.

b) O RGPS é obrigatório para os servidores que ingressaram no serviço público até a data da publicação
do ato de instituição desse regime, e facultativo para os que ingressaram no serviço público depois da
instituição desse regime.

c) Em que pese a alteração promovida pela Emenda Constitucional n.º 19, que implementou, em 1998,
a reforma da administração pública, permanece válida a norma constitucional que determina que
todos os entes federativos devem instituir regime jurídico único para os servidores da administração
pública direta, das autarquias e das fundações de direito público.

d) O regime de emprego público regulamentado pela Lei n.º 9.962/2000 incide sobre os servidores da
administração federal direta, mas não sobre os servidores das autarquias, das empresas públicas e das
sociedades de economia mista.

e) Os cargos em comissão e as funções de confiança podem ser exercidos por qualquer pessoa, servidor
público ou não, cabendo à legislação ordinária estabelecer os casos, as condições e os percentuais
mínimos de cargos comissionados destinados aos servidores de carreira.

19 Q494612 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Assinale a opção correta no que se refere aos contratos administrativos.

a) As cláusulas exorbitantes de que a administração pública pode lançar mão nos contratos
administrativos não precisam constar dos instrumentos contratuais, mas deverão, necessariamente,
estar previstas no edital da licitação.

b) Caso ocorra desequilíbrio do contrato devido a aumento da alíquota de tributo que incida sobre o
objeto contratual, o particular contratado será beneficiado com a revisão contratual; entretanto, a
administração não poderá reduzir o valor devido no ajuste na hipótese de haver diminuição da
alíquota de tributo.

c) Os contratos e seus aditamentos serão lavrados nas repartições interessadas, as quais manterão arquivo
cronológico dos seus autógrafos e registro sistemático do seu extrato, sendo integralmente vedados,
sob pena de nulidade, contratos verbais com a administração.

d) O fato da administração é um fato genérico e extracontratual imputável à administração pública que
acarreta o aumento dos custos do contrato administrativo.

e) O contrato administrativo tem como uma de suas características a alteração unilateral; entretanto,
apenas as cláusulas regulamentares (ou de serviço) podem ser alteradas unilateralmente, possibilidade
essa que não alcança as cláusulas econômico­financeiras e monetárias.

20 Q494613 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRF ­ 5ª REGIÃOProva: Juiz federal

Considerando a disciplina legal acerca das agências reguladoras e das agências executivas, assinale a opção
correta.
a) Apenas as autarquias podem, mediante iniciativa do advogado­ geral da União, ser qualificadas como
agências executivas, desde que possuam um plano estratégico de reestruturação e de desenvolvimento
institucional que definam diretrizes, políticas e medidas voltadas para a racionalização de sua estrutura

b) A qualificação de uma entidade como agência reguladora é efetivada por meio de decreto do chefe do
Poder Executivo, a partir do que deverá assinar contrato de gestão com o respectivo ministério ao qual
é subordinada.

c) A agência executiva deve celebrar contrato de gestão com o respectivo ministério supervisor, com
periodicidade mínima de um ano, no qual se estabelecerão os objetivos, metas e indicadores de
desempenho da entidade, bem como os recursos necessários e os critérios e instrumentos para a
avaliação do seu cumprimento.

d) Pela técnica da deslegalização, mediante a qual o próprio legislador retirou certas matérias do domínio
da lei, as agências reguladoras podem editar atos normativos dotados de conteúdo técnico que
disciplinem matérias que deveriam ser reguladas por lei ordinária e por lei complementar, desde que
expressamente autorizadas pela legislação pertinente.

e) As agências reguladoras são autarquias com regime jurídico especial, dotadas de autonomia em
relação ao ente central, razão pela qual não se admite a interposição de recurso hierárquico impróprio
contra suas decisões nem a demissão de seus dirigentes, salvo mediante sentença transitada em
julgado.

Respostas    01:      02:      03:      04:      05:      06:      07:      08:      09:      10:      11:      12:      13:      14:      15: 
    16:      17:      18:      19:      20:     

←  1  2  3  4  5  6  7  8  9 …  220  221  →


21 Q494829 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­PEProva: Juiz de direito


BETA

No que tange ao regime jurídico dos contratos celebrados pela Administração pública, é correto afirmar:

a) Em contrato de obra pública, a inadimplência do contratado, com referência aos encargos trabalhistas,
fiscais e comerciais não pode onerar o objeto do contrato ou restringir a regularização e o uso das
obras e edificações, inclusive perante o Registro de Imóveis.

b) A Administração pública pode alterar unilateralmente o contrato administrativo, para restabelecer a
relação que as partes pactuaram inicialmente entre os encargos do contratado e a retribuição da
administração para a justa remuneração da obra, serviço ou fornecimento, objetivando a manutenção
do equilíbrio econômico­financeiro inicial do contrato, na hipótese de sobrevirem fatos imprevisíveis,
ou previsíveis porém de consequências incalculáveis, retardadores ou impeditivos da execução do
ajustado, ou, ainda, em caso de força maior, caso fortuito ou fato do príncipe, configurando álea
econômica extraordinária e extracontratual.

c) Em vista do princípio da supremacia do interesse público, considera­se que todo e qualquer contrato
firmado pelos entes da Administração pública é contrato administrativo, dotado de cláusulas
exorbitantes, tais como a possibilidade de alteração unilateral do ajuste

d) Em face da indisponibilidade do interesse público, a solução de litígios por meio de arbitragem não é
admitida em contratos administrativos de nenhuma espécie.

e) Dado o formalismo dos contratos administrativos, é nulo e de nenhum efeito a celebração de
contratos por meio verbal, seja qual for o valor ou natureza da contratação.

22 Q494830 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­PEProva: Juiz de direito

Dalva era passageira de ônibus intermunicipal que fazia a linha entre Vitória de Santo Antão e Jaboatão dos
Guararapes, linha essa explorada em regime de concessão pela Empresa Expresso Caramuru S/A, quando referido
ônibus envolveu­se em acidente, sem a participação de outros veículos. Em virtude dos ferimentos, Dalva acabou
se submetendo a cirurgias reparadoras, remanescendo todavia sequelas funcionais e estéticas decorrentes do
acidente. Do relato, deve­se concluir que

a) a empresa concessionária deve ser responsabilizada de forma objetiva; o Estado de Pernambuco, na
qualidade de poder concedente, deve ser responsabilizado de forma subjetiva, em virtude da culpa in
vigilando.

b) a empresa concessionária e o poder concedente respondem objetivamente pelos danos materiais
sofridos pela usuária, este último, deforma subsidiária; os danos morais, todavia, são de natureza
personalíssima, portanto somente a causadora direta é que responderá por eles.

c) não se aplica à situação o disposto no art. 37, § 6 o da CF/88, que dispõe sobre a responsabilidade
objetiva pelos danos causados a terceiros, sendo que a responsabilidade em face dos usuários do
serviço público é de natureza subjetiva, regulada pela Lei n o 8.987/95 e pelo código de defesa do
consumidor.

d) devem ser responsabilizadas de forma objetiva e solidária a empresa concessionária de serviço público
e o Estado de Pernambuco, na qualidade de poder concedente.

e) em caso de extinção do contrato de concessão, outra empresa que venha a assumir a prestação do
serviço público, após regular seleção licitatória, não responde pelos danos causados à usuária pela
prestadora anterior.

23 Q494831 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­PEProva: Juiz de direito

A empresa Eletropubli S/A é uma sociedade de economia mista controlada pelo Estado X, criada no ano de 2000,
com a finalidade de atuar na área de geração de energia hidrelétrica. Baseado nessas informações, é correto
afirmar que se trata de
a) órgão estatal, que atua por meio de desconcentração, não havendo delegação no caso em tela.

b) pessoa jurídica de direito público, havendo no caso descentralização por delegação da União, titular
do serviço em questão.

c) pessoa jurídica de direito privado, havendo no caso descentralização por meio de delegação da União,
titular do serviço em questão.

d) pessoa jurídica de direito público, havendo no caso descentralização por outorga legal dada pelo
Estadomembro, titular do serviço em questão.

e) pessoa jurídica de direito privado, havendo no caso descentralização por outorga legal dada pelo
Estadomembro, titular do serviço em questão.

24 Q494832 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­PEProva: Juiz de direito

Acerca do processo administrativo, tal como disciplinado na Lei Federal n o 9.784/99, é correto afirmar que

a) a ausência de parecer obrigatório nem sempre impedirá o prosseguimento do processo administrativo
até final decisão.

b) se aplica ao processo administrativo o princípio que veda a reformatio in pejus, o que se justifica em
razão da observância do princípio do devido processo legal.

c) o processo administrativo deve ser formalista, o que se impõe, em observância ao princípio da
segurança jurídica.

d) em virtude da indisponibilidade do interesse público, é vedado ao particular interessado no processo
formular desistência ou renúncia

e) se aplica no processo administrativo o princípio da identidade física do juiz, pelo qual o órgão que
promoveu a instrução deve ser o mesmo a decidir a questão controversa.

25 Q494834 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­PEProva: Juiz de direito

"[...] é a qualificação jurídica dada a pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, instituída por iniciativa
de particulares, e que recebe delegação do Poder Público, mediante contrato de gestão, para desempenhar serviço
público de natureza social" (Maria Sylvia Zanella Di Pietro, Direito Administrativo, 2012: 565).

A definição acima se refere às

a) Serviços sociais autônomos.

b) Organizações não­governamentais.

c) Organizações sociais.

d) Fundações de apoio.

e) Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público.

26 Q488916 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Julgue o item a seguir, referente às autarquias federais.

A criação de autarquia é uma forma de descentralização por meio da qual se transfere determinado serviço público
para outra pessoa jurídica integrante do aparelho estatal.

Certo Errado
27 Q488917 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Acerca dos atos administrativos, julgue o item subsequente.

O ato que aplica determinada sanção a um servidor público configura exemplo de ato constitutivo, que se
caracteriza por criar, modificar ou extinguir direitos.

Certo Errado

28 Q488918 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Acerca dos atos administrativos, julgue o item subsequente.

Tanto os atos administrativos constitutivos quanto os negociais e os enunciativos têm o atributo da
imperatividade.

Certo Errado

29 Q488919 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

A respeito dos cargos e funções públicas, julgue o item que se segue.

A função pública compreende o conjunto de atribuições conferidas aos servidores ocupantes de cargo efetivo,
razão por que não é exercida por servidores temporários.

Certo Errado

30 Q488920 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

A respeito dos cargos e funções públicas, julgue o item que se segue.

O ocupante de cargo vitalício só perde o cargo mediante regular processo judicial com sentença transitada em
julgado.

Certo Errado

31 Q488921 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Julgue o próximo item , acerca de inexigibilidade de licitação e do leilão como modalidade licitatória.

A contratação de serviços técnicos, de natureza singular, com profissionais ou empresas de notória especialização,
insere­se entre as hipóteses de licitação dispensável.

Certo Errado

32 Q488922 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Julgue o próximo item , acerca de inexigibilidade de licitação e do leilão como modalidade licitatória. 

Se a administração pública pretender vender bens móveis inservíveis, ela deverá fazê­lo mediante leilão a quem
oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da avaliação dos bens em questão.

Certo Errado

33 Q488923 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Com relação ao controle da administração e ao poder de polícia administrativa, julgue o item seguinte.

O poder de polícia administrativa, que incide sobre as atividades, os bens e os próprios indivíduos, tem caráter
eminentemente repressivo.

Certo Errado

34 Q488924 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Analista do Ministério


Público

Com relação ao controle da administração e ao poder de polícia administrativa, julgue o item seguinte. 

Compete ao Poder Judiciário, como mecanismo de controle judicial, sustar, de ofício, os atos normativos do Poder
Executivo que exorbitem do poder regulamentar.

Certo Errado

35 Q489053 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

Julgue o item a seguir, de acordo com o regime jurídico das autarquias.

Autarquia é entidade dotada de personalidade jurídica própria, com autonomia administrativa e financeira, não
sendo possível que a lei institua mecanismos de controle da entidade pelo ente federativo que a criou.

Certo Errado

36 Q489055 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público
Julgue o item a seguir, de acordo com o regime jurídico das autarquias. 

As autarquias responderão objetivamente pelos danos provocados por seus agentes a terceiros, ainda que se
comprove que esses agentes tenham agido com prudência, perícia e cuidados exigidos.

Certo Errado

37 Q489057 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

Julgue o item a seguir, de acordo com o regime jurídico das autarquias. 

O instrumento adequado para a criação de autarquia é o decreto, pois o ato é de natureza administrativa e de
iniciativa privativa do chefe do Poder Executivo.

Certo Errado

38 Q489061 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

O servidor responsável pela segurança da portaria de um órgão público desentendeu­se com a autoridade superior
desse órgão. Para se vingar do servidor, a autoridade determinou que, a partir daquele dia, ele anotasse os dados
completos de todas as pessoas que entrassem e saíssem do imóvel. 

Com referência a essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

O ato da autoridade superior foi praticado no exercício de seu poder disciplinar.

Certo Errado

39 Q489063 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

O servidor responsável pela segurança da portaria de um órgão público desentendeu­se com a autoridade superior
desse órgão. Para se vingar do servidor, a autoridade determinou que, a partir daquele dia, ele anotasse os dados
completos de todas as pessoas que entrassem e saíssem do imóvel. 

Com referência a essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

Na situação apresentada, a ordem exarada pela autoridade superior é ilícita, por vício de finalidade

Certo Errado

40 Q489065 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

Acerca do regime jurídico dos servidores públicos federais, julgue o item subsequente.

O servidor público federal estável, habilitado em concurso público e empossado em cargo de provimento efetivo,
só perderá o cargo em virtude de sentença judicial transitada em julgado.
Certo Errado

Respostas    21:      22:      23:      24:      25:      26:      27:      28:      29:      30:      31:      32:      33:      34:      35: 
    36:      37:      38:      39:      40:     

←   1 2  3  4  5  6  7  8  9 …  220  221  →


41 Q489067 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


BETA
Público

Acerca do regime jurídico dos servidores públicos federais, julgue o item subsequente.

Os atos praticados pelos servidores do MPU possuem presunção de legitimidade, não sendo possível, por isso,
questionar­se, administrativamente, a veracidade dos fatos expostos em declaração por eles exarada.

Certo Errado

42 Q489069 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

Acerca do regime jurídico dos servidores públicos federais, julgue o item subsequente.

O servidor ocupante de cargo em comissão pode ser exonerado a qualquer momento, independentemente de
motivação.

Certo Errado

43 Q489072 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: MPUProva: Técnico do Ministério


Público

Acerca do regime jurídico dos servidores públicos federais, julgue o item subsequente.

Os impedimentos, as proibições e os deveres previstos na Lei n.º 8.112/1990 somente se aplicam ao servidor
público após a posse, momento em que ocorre a investidura no cargo.

Certo Errado

44 Q489523 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

Julgue o item seguinte , referente à disposição da Lei n.º 9.784/1999 — Lei do Processo Administrativo — e da
Lei Complementar Estadual n.º 13/1994 — Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Piauí.

A edição de atos de caráter normativo e a decisão de recursos administrativos não podem ser objetos de
delegação.

Certo Errado

45 Q489524 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

Julgue o item seguinte , referente à disposição da Lei n.º 9.784/1999 — Lei do Processo Administrativo — e da
Lei Complementar Estadual n.º 13/1994 — Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Piauí. 

A licença para tratar de interesse particular concedida a servidor não poderá ser interrompida pela administração,
senão a pedido do próprio servidor.
Certo Errado

46 Q489525 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

Julgue o item seguinte , referente à disposição da Lei n.º 9.784/1999 — Lei do Processo Administrativo — e da
Lei Complementar Estadual n.º 13/1994 — Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Estado do Piauí. 

O processo administrativo poderá iniciar­se de ofício ou em razão de requerimento do interessado.

Certo Errado

47 Q489526 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

À luz das disposições contidas na Lei de Licitações — Lei n.º 8.666/1993 — e na Lei dos Pregões — Lei n.º
10.520/2002 —, julgue o item que se segue.

A equipe de apoio do pregão será integrada exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo na
administração, pertencentes ao quadro permanente do respectivo órgão público.

Certo Errado

48 Q489527 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

À luz das disposições contidas na Lei de Licitações — Lei n.º 8.666/1993 — e na Lei dos Pregões — Lei n.º
10.520/2002 —, julgue o item que se segue. 

Em uma licitação, é vedada a participação direta ou indireta de servidor da entidade licitante.

Certo Errado

49 Q489528 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

Julgue o item a seguir, acerca dos atos administrativos e da responsabilidade civil do Estado. 

A administração pode anular os próprios atos, por motivo de conveniência ou oportunidade, respeitados os
direitos adquiridos e ressalvada a apreciação judicial, bem como pode revogá­los quando eles estiverem eivados de
vícios que os tornem ilegais.

Certo Errado

50 Q489529 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

Julgue o item a seguir, acerca dos atos administrativos e da responsabilidade civil do Estado. 

De acordo com a teoria do risco integral, é suficiente a existência de um evento danoso e do nexo de causalidade
entre a conduta administrativa e o dano para que seja obrigatória a indenização por parte do Estado, afastada a
possibilidade de ser invocada alguma excludente da responsabilidade.

Certo Errado

51 Q489530 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: CGE­PIProva: Auditor

Julgue o item a seguir, acerca dos atos administrativos e da responsabilidade civil do Estado. 

As pessoas jurídicas de direito público responderão pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a
terceiros, assegurado o direito de regresso contra o responsável apenas nos casos de dolo.

Certo Errado

52 Q483670 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

Suponha que o Estado de Goiás tenha instaurado um procedimento licitatório para a contratação de obra de
grande vulto e, ao final do certame, já tendo conhecimento do vencedor, considerou prudente não prosseguir
com a contratação haja vista que a empresa que apresentou a melhor proposta teve envolvimento comprovado em
investigações em curso para apuração de fraudes em outras licitações no Estado e superfaturamento de contratos.
Diante deste cenário, com base nas disposições da Lei no  8.666/1993,

a) deverá desclassificar a empresa vencedora, caso o resultado da licitação já tenha sido homologado,
podendo contratar diretamente a execução das obras, observada a compatibilidade de preços com os
praticados no mercado.

b) poderá revogar a licitação, por razões de interesse público, decorrente de fato superveniente
devidamente comprovado, pertinente e suficiente para justificar tal conduta.

c) deverá anular a licitação, por ilegalidade, de ofício ou por provocação de terceiros, mediante parecer
escrito e devidamente fundamentado.

d) poderá desconsiderar a proposta apresentada pelo licitante vencedor e adjudicar o objeto ao segundo
colocado, por decisão fundamentada da comissão de licitação.

e) poderá deixar de contratar a empresa vencedora, desde que ainda não tenha adjudicado o objeto da
licitação, independentemente desta ter sido formalmente apenada com suspensão ou declaração de
inidoneidade.

53 Q483671 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

Suponha que um servidor público tenha cometido erro na alimentação do sistema informatizado de distribuição de
ações judiciais, o que levou a constar, equivocadamente, a existência de antecedente criminal para determinado
cidadão. Essa situação gerou prejuízos concretos para o cidadão, que foi preterido em processo de seleção para
emprego de vigilante e também obrigado a desocupar o quarto na pensão onde residia. Diante dessa situação,
referido cidadão

a) possui direito de obter indenização do servidor pelos prejuízos suportados, independentemente de
comprovação de dolo ou culpa, em caráter subsidiário à responsabilidade objetiva do Estado.

b) possui direito de obter do Estado a indenização pelos danos materiais e morais sofridos, condicionado
à comprovação da culpa in elegendo ou in vigilando da Administração.

c) poderá acionar judicial ou administrativamente o servidor que cometeu a falha, o qual possui
responsabilidade objetiva pelos prejuízos comprovados.

d) possui direito de ser indenizado pelo Estado pelos prejuízos decorrentes da conduta do servidor
público, independentemente da comprovação de dolo ou culpa deste.
e) poderá demandar, administrativa ou judicialmente, o Estado e o servidor, que possuem
responsabilidade pelos danos causados por ação ou omissão, respondendo o Estado em caráter
subsidiário em relação ao servidor.

54 Q483672 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

O regime jurídico administrativo compreende um conjunto de prerrogativas e sujeições aplicáveis à Administração
e expressa­se sob a forma de princípios informativos do Direito Público, bem como pelos poderes outorgados à
Administração, entre os quais se insere o poder normativo, que

a) não se restringe ao poder regulamentar, abarcando também atos originários relativos a matéria de
organização administrativa.

b) permite a edição de atos discricionários, com base em critérios de conveniência e oportunidade e
afasta a vinculação a requisitos formais

c) autoriza a Administração a impor limites às atividades privadas em prol do interesse público.

d) é o instrumento pelo qual a Administração disciplina a execução da lei, editando normas que podem
inovar em relação ao texto legal para a criação de obrigações aos administrados.

e) compreende a aplicação de sanções àqueles ligados à Administração por vínculo funcional ou
contratual.

55 Q483673 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

As normas constitucionais que delineiam os contornos do regime jurídico dos servidores públicos preconizam a
possibilidade de contratação sem prévio concurso público de provas e títulos para

I. empregos públicos, em sociedades de economia mista e empresas públicas que atuem em regime de competição
no mercado. 

II. cargos em comissão, destinados exclusivamente a funções de chefia, direção e assessoramento. 

III. contratações temporárias, limitadas a 20% do quadro permanente efetivo. 

Está correto as situações descritas APENAS em

a) III.

b) I

c) I e II.

d) II e III.

e) II.

56 Q483674 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

De acordo com as disposições da Lei federal no  6.015/1973, e suas alterações, que disciplina os Registros
Públicos

a) devem ser realizados independentemente do recolhimento de custas e emolumentos os atos
relacionados com a primeira aquisição imobiliária para fins residenciais, financiada pelo Sistema
Financeiro da Habitação.

b) qualquer pessoa pode requerer certidão do registro, devendo informar ao oficial ou ao funcionário o
motivo ou interesse do pedido.

c) nas certidões de registro civil, não se mencionará a circunstância de ser legítima, ou não, a filiação,
salvo a requerimento do próprio interessado, ou em virtude de determinação judicial.

d) a certidão será lavrada em inteiro teor, vedado resumo, e devidamente autenticada pelo oficial ou seus
substitutos legais, não podendo ser retardada por mais de 5 dias úteis.

e) quando houver qualquer alteração posterior ao ato cuja certidão é pedida, o Oficial mencionará tal
alteração apenas se assim solicitado no pedido.

57 Q483675 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

A denominada Administração pública indireta compreende, entre outras entidades,

a) concessionárias de serviços públicos, que exercem a descentralização de serviços por colaboração.

b) empresas públicas, sendo a elas equiparadas as fundações instituídas ou mantidas pelo poder público.

c) sociedades de economia mista, que podem ser prestadoras de serviço público ou exploradoras de
atividade econômica.

d) organizações sociais que celebrem contratos de gestão com a Administração direta.

e) autarquias, sujeitas ao regime jurídico de direito privado, salvo em matéria de pessoal

58 Q483676 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TJ­GOProva: Juiz de direito

Suponha que em determinada rodovia estadual, objeto de concessão, o reajuste de pedágio, aplicado em
conformidade com o regramento estabelecido no contrato de concessão, tenha causado forte insatisfação da
população, que passou a exigir do Poder Concedente a revogação do aumento. O Poder Concedente,
pretendendo acolher o pleito da população, poderá, com base na legislação que rege a matéria,

a) retomar o serviço por motivo de interesse público, mediante encampação, condicionada a autorização
legislativa específica e após prévio pagamento da indenização prevista legalmente.

b) reduzir unilateralmente o valor do pedágio, estando a concessionária obrigada a suportar a redução da
receita tarifária, por se tratar de fato do príncipe.

c) retomar a rodovia, mediante declaração de caducidade da concessão, indenizando a concessionária
pelos investimentos não amortizados.

d) decretar a intervenção na concessão, indenizando a concessionária pelos lucros cessantes
correspondentes ao prazo restante da concessão.

e) alterar a equação econômico­financeira do contrato, concedendo subsídio à concessionária para
compensar a redução da receita tarifária.

59 Q484015 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Um servidor da União utilizou recursos materiais da repartição em atividade particular. Nos termos da Lei n°
8.112/90, esse ato é passível da aplicação da penalidade de

a) demissão.

b) advertência.

c) suspensão de 15 dias.

d) suspensão de 30 dias.
e) suspensão de 90 dias.

60 Q484016 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

É regra atinente ao processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal a vedação

a) da apresentação de alegações finais.

b) de cobrança de despesas processuais em qualquer hipótese.

c) do impulso de ofício do processo.

d) do sigilo.

e) da renúncia total ou parcial de competência, salvo se autorizado em lei.

Respostas    41:      42:      43:      44:      45:      46:      47:      48:      49:      50:      51:      52:      53:      54:      55: 
    56:      57:      58:      59:      60:     

←   1  2 3  4  5  6  7  8  9 …  220  221  →


61 Q484041 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


BETA
Administrativa

Considere os seguintes atos administrativos: 

I. Ato administrativo discricionário. 
II. Ato Administrativo vinculado. 
III. Ato administrativo com vício de forma. 
IV. O mero ato administrativo, como, por exemplo, a certidão.

Pode ser objeto de anulação, quando eivado de vício de legalidade, o descrito em:

a) II, apenas.

b) III, apenas.

c) I, II, III e IV.

d) II e IV, apenas.

e) I, II e III, apenas.

62 Q484042 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Um determinado órgão público pretende contratar associação de portadores de deficiência física, sem fins
lucrativos e de comprovada idoneidade, para a prestação de serviços, desde que o preço contratado seja
compatível com o praticado no mercado. Nesse caso e nos termos da Lei n° 8.666/93, a licitação é

a) obrigatória na modalidade concorrência.

b) inexigível.

c) dispensável.

d) obrigatória na modalidade convite.

e) obrigatória na modalidade pregão.

63 Q484043 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

João,  Prefeito  Municipal,  dispensou  procedimento  licitatório  e  contratou  diretamente  a  empresa  MM  para  a
prestação  de  serviço  público  de  fornecimento  de  merenda  escolar,  sendo  devidamente  justificada  a  situação
emergencial  da  contratação.  Comprovou­se,  posteriormente,  que  houve  superfaturamento  no  mencionado
contrato administrativo. Nos termos da Lei n° 8.666/93, nos casos de dispensa, se comprovado superfaturamento,
respondem  pelo  dano  causado  à  Fazenda  Pública  o  prestador  de  serviço  e  o  agente  público  responsável,  sem
prejuízo de outras sanções legais cabíveis. A responsabilidade da empresa MM e de João é

a) excludente.

b) objetiva negativa.

c) subsidiária.

d) disjuntiva.

e) solidária.
64 Q484044 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Considere duas situações hipotéticas: O Prefeito de Boa Vista praticou ato administrativo de competência exclusiva
da Presidente da República. Josefina, servidora pública, demitiu o também servidor público José por ser seu
desafeto, inexistindo qualquer falta grave que justificasse a punição. A propósito da validade dos atos
administrativos narrados,

a) ambos os atos são nulos, existindo, no primeiro, vício de competência e, no segundo, vício de objeto.

b) apenas o segundo ato é nulo.

c) ambos os atos são nulos, existindo, no primeiro, vício de competência e, no segundo, vício relativo à
finalidade.

d) ambos os atos são válidos.

e) apenas o primeiro ato é nulo.

65 Q484045 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Uma das características dos contratos administrativos denomina­se comutatividade, segundo a qual o contrato
administrativo

a) se reveste de obrigações recíprocas e equivalentes para as partes.

b) deve ser executado pelo próprio contratado.

c) se expressa por escrito e com requisitos especiais.

d) é remunerado na forma convencionada.

e) pressupõe anterior licitação.

66 Q484046 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

O Estado de Roraima pretende realizar procedimento licitatório para a construção de obra pública. Ressalte­se que
o valor da contratação será de R$ 700.000,00 (setecentos mil reais). Na hipótese narrada, a modalidade de
licitação apropriada é

a) registro de preços.

b) concorrência.

c) convite.

d) tomada de preços.

e) pregão.

67 Q484047 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa
A edição de atos normativos de efeitos internos, com o objetivo de ordenar a atuação dos órgãos subordinados
decorre do poder

a) disciplinar.

b) regulamentar.

c) hierárquico.

d) de polícia.

e) normativo.

68 Q484048 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Jonas, servidor público, revogou ato administrativo que já havia exaurido seus efeitos. No mesmo dia, anulou ato
administrativo que, embora válido, era inoportuno ao interesse público. Sobre o tema,

a) incorretas as condutas, pois não é válido na mesma data utilizar­se de ambos os institutos.

b) incorretas ambas as condutas, haja vista a inexistência dos requisitos legais para a adoção dos citados
institutos.

c) corretas a revogação e a anulação.

d) correta apenas a anulação.

e) correta apenas a revogação.

69 Q484049 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Um determinado Município do Estado de Roraima, ao concluir procedimento licitatório, deixou,
injustificadamente, de atribuir o objeto da licitação ao vencedor do certame. Nesse caso, houve violação ao
princípio

a) da publicidade.

b) do julgamento objetivo.

c) da ampla defesa.

d) da adjudicação compulsória.

e) da vinculação ao instrumento convocatório.

70 Q484051 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

A União Federal pretende contratar fornecimento de energia elétrica e gás natural com empresa concessionária de
serviços públicos, segundo as normas da legislação específica. Nesse caso e nos termos da Lei n° 8.666/93, a
licitação é

a) obrigatória na modalidade pregão.

b) dispensável.
c) obrigatória na modalidade concorrência.

d) obrigatória na modalidade convite.

e) inexigível.

71 Q485696 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Dentre os direitos previstos no Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, Autarquias e das
Fundações Públicas Federais está o gozo de licenças. É vedado o exercício de atividade remunerada durante o
período de licença

a) por motivo de doença em pessoa da família.

b) para atividade política

c) para tratar de interesses particulares

d) para capacitação.

e) por motivo de afastamento do cônjuge ou companheiro.

72 Q485697 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Nos termos previstos na Lei n o  9.784/99, que regula o processo administrativo no âmbito da Administração
Pública Federal, é regra atinente à delegação que

a) as decisões tomadas por delegação considerar­seão adotadas tanto pelo delegado como por aquele
que delegou.

b) é incabível no ato de delegação ressalvas de exercício da atividade delegada.

c) a edição de atos de caráter normativo pode ser objeto de delegação

d) o ato de delegação é irrevogável.

e) o ato de delegação e o de sua revogação devem ser publicados em meio oficial.

73 Q485698 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Nos termos da Lei n o  8.429/92, é ato de agente público que caracteriza ato de improbidade administrativa que
atenta contra os princípios da Administração pública:

a) frustrar a licitude de concurso público.

b) conceder benefício administrativo sem a observância das formalidades legais.

c) realizar operação financeira sem a observância das normas legais.

d) permitir que terceiros enriqueçam ilicitamente.

e) ordenar a realização de despesas não autorizadas em lei
74 Q485716 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Os órgãos públicos consultivos

a) admitem a delegação de atribuições, porém não a avocação de atribuições.

b) fogem à relação hierárquica no que diz respeito ao exercício de suas funções.

c) são exemplos típicos de órgãos onde se exclui totalmente a interferência de órgãos superiores.

d) estão excluídos da hierarquia administrativa para fins disciplinares

e) admitem a avocação de atribuições, porém não a delegação de atribuições.

75 Q485717 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Henrique, servidor público e chefe de determinada repartição pública, publicou portaria na qual foram expedidas
determinações especiais a seus subordinados. No que concerne à classificação dos atos administrativos, a portaria
constitui ato administrativo

a) ordinatório.

b) negocial.

c) punitivo.

d) normativo.

e) enunciativo

76 Q485718 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Nos termos da Lei n o  8.666/1993, existindo na praça mais de três possíveis interessados, a cada nova licitação na
modalidade convite, realizada para objeto idêntico ou assemelhado, é obrigatório o convite a, no mínimo, mais
um determinado número de interessado(s), enquanto existirem cadastrados não convidados nas últimas licitações.
O número mínimo de interessados a que se refere o enunciado é de

a) dois.

b) três.

c) seis.

d) um.

e) cinco.

77 Q485719 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Paola, servidora pública estadual, praticou ato administrativo com vício em seu motivo (indicação de motivo
falso). Carlos, particular interessado no aludido ato, ao constatar o vício, requereu a aplicação da teoria dos
motivos determinantes, sendo seu pleito prontamente acolhido pela Administração pública. Nesse caso, o ato
administrativo praticado por Paola

a) poderá ser convalidado por outro ato administrativo.

b) será válido, independentemente do vício narrado, haja vista o direito adquirido e o ato jurídico
perfeito.

c) será nulo.

d) poderá ser convalidado pelo mesmo ato administrativo.

e) será válido, desde que corrigido integralmente o vício.

78 Q485720 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

O Estado de Roraima pretende contratar serviços de informática, a serem prestados por órgão que integra a
Administração Pública, criado para esse fim específico. Nesse caso e nos termos da Lei n o  8.666/1993, a licitação
é

a) dispensável.

b) obrigatória na modalidade concorrência.

c) obrigatória na modalidade pregão.

d) inexigível.

e) obrigatória na modalidade convite

79 Q485721 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

A empresa ABC, vencedora de importante pregão, fraudou na execução do contrato administrativo. Nos termos da
Lei n o  10.520/2002, referida empresa, sem prejuízo de outras sanções, ficará impedida de licitar e contratar com
a União, Estados, Distrito Federal e Municípios pelo prazo de até

a) seis anos.

b) oito anos.

c) sete anos.

d) dez anos

e) cinco anos.

80 Q484014 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRE­RRProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Após o término do exercício de mandato, de cargo em comissão ou de função de confiança, as ações destinadas a
levar a efeitos as sanções previstas na Lei n° 8.429/92 podem ser propostas até

a) 20 anos.

b) 15 anos.
c) 5 anos.

d) 10 anos.

e) 20 anos.

Respostas    61:      62:      63:      64:      65:      66:      67:      68:      69:      70:      71:      72:      73:      74:      75: 
    76:      77:      78:      79:      80:     

←   1  2  3 4  5  6  7  8  9 …  220  221  →


81 Q481171 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração


BETA

De acordo com a Lei nº 8.112/90, a ajuda de custo destina­se a compensar as despesas de instalação do servidor
que, no interesse do serviço, passar a ter exercício em nova sede, com mudança de domicílio em caráter
permanente. Na hipótese do servidor se afastar do cargo, ou reassumi­lo, em virtude de mandato eletivo:

a) será concedida ajuda de custo calculada sobre a remuneração do servidor, não podendo exceder a
importância correspondente a seis meses.

b) será concedida ajuda de custo calculada sobre a remuneração do servidor, não podendo exceder a
importância correspondente a dois meses.

c) será concedida ajuda de custo calculada sobre a remuneração do servidor, não podendo exceder a
importância correspondente a três meses.

d) não será concedida ajuda de custo havendo expressa vedação legal neste sentido.

e) será concedida ajuda de custo correspondente ao valor fixo referente ao último mês da remuneração
do servidor.

82 Q481175 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

Mariazilda, servidora pública federal, recusou fé a documento público e, após regular processo administrativo, foi
condenada a pena de advertência. Dois meses após o trânsito em julgado dessa condenação, Mariazilda promoveu
manifestação de desapreço no recinto da repartição. Neste caso, de acordo com a Lei nº 8.112/90, Mariazilda está
sujeita à pena de

a) repreensão verbal.

b) suspensão de até 180 dias.

c) demissão.

d) suspensão de até 90 dias.

e) suspensão de até 120 dias.

83 Q481189 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

Ato administrativo é:

a) realização material da Administração em cumprimento de alguma decisão administrativa.

b) sinônimo de fato administrativo.

c) manifestação bilateral de poder da Administração pública que, agindo nessa qualidade, tenha por fim
imediato adquirir, resguardar, transferir, modificar, extinguir, declarar direitos e impor obrigações aos
administrados.

d) manifestação unilateral de vontade da Administração pública que visa impor obrigações aos
administrados ou a si própria ou alguma realização material em cumprimento a uma decisão de si
própria.

e) manifestação unilateral de vontade da Administração pública que, agindo nessa qualidade, tenha por
fim imediato adquirir, resguardar, transferir, modificar, extinguir e declarar direitos, ou impor
obrigações aos administrados ou a si própria.

84 Q481191 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990


Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

Os agentes públicos subdividem­se em cinco espécies ou categorias bem diferenciadas, dentre elas, o agente

a) integral.

b) supervisor.

c) delegado.

d) investigador.

e) corporativo.

85 Q481192 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

Corresponde à espécie agente político:

a) Agentes Comunitários de Saúde.

b) Mesário da Justiça Eleitoral.

c) Dirigentes de empresas estatais.

d) Membros do Conselho Tutelar.

e) Membros do Ministério Público.

86 Q481193 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

A Administração é dotada de poderes administrativos dentre os quais figuram os poderes

a) militar, disciplinar, discricionário e hierárquico.

b) disciplinar, político, vinculado e hierárquico.

c) político, vinculado, hierárquico e de polícia.

d) disciplinar, discricionário, regulamentar e de polícia.

e) regulamentar, vinculado, disciplinar e militar.

87 Q481194 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

No tocante às formas de provimento de cargo público, tem­se que:

a) a recondução é a reinvestidura do servidor estável no cargo anteriormente ocupado, ou no cargo
resultante de sua transformação, quando invalidada a sua demissão por decisão administrativa ou
judicial, com ressarcimento de todas as vantagens.

b) a readaptação é a investidura do servidor em cargo de atribuições e responsabilidades menos
complexas e será efetivada em cargo de atribuições cuja habilitação exigida não dependa de nível de
escolaridade.

c) o aproveitamento é decorrência obrigatória do retorno à atividade de servidor em disponibilidade e
será feito em cargo de atribuições e vencimentos compatíveis com o anteriormente ocupado.
d) a hipótese de reversão do aposentado voluntariamente depende de seu interesse desde que não tenha
70 (setenta) anos de idade.

e) na hipótese de reintegração, encontrando­se provido o cargo, o seu eventual ocupante será
reconduzido ao cargo de origem, com direito à indenização caso não aproveitado em outro cargo, ou,
ainda, posto em disponibilidade.

88 Q481195 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Técnico ­ Administração

Dentre as modalidades de licitação, é correto afirmar:

a) Tomada de preço é a modalidade mais simples, destinada às contratações de pequeno valor,
consistente na solicitação escrita a pelo menos três interessados do ramo, registrados ou não, para que
presentem suas propostas, no prazo mínimo de cinco dias úteis.

b) Pregão é a modalidade de licitação utilizável para a venda de bens móveis inservíveis para a
Administração, produtos legalmente apreendidos ou empenhados e também para os bens imóveis cuja
aquisição haja derivado de procedimento judicial ou de dação em pagamento.

c) Concorrência é a cabível qualquer que seja o valor de seu objeto, em que se admite a participação de
quaisquer interessados, registrados ou não, que satisfaçam as condições do edital, convocados com
antecedência mínima de 45 ou 30 dias.

d) Concurso é destinado à escolha de trabalho técnico ou artístico, predominantemente de criação
intelectual. É usado comumente na seleção de projetos, onde se busca a melhor técnica, e não o
menor preço. Aos classificados pode­se atribuir prêmio ou remuneração.

e) Convite é a licitação para contratos de valor estimado imediatamente superior ao estabelecido para a
tomada de preço, realizada entre interessados previamente cadastrados, observada a necessária
qualificação.

89 Q481294 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Estatística

De acordo com a Lei n o 8.112/90, o servidor que, a serviço, afastar­se da sede em caráter eventual ou transitório
para outro ponto do território nacional ou para o exterior, fará jus a passagens e diárias destinadas a indenizar as
parcelas de despesas extraordinária com pousada, alimentação e locomoção urbana, conforme dispuser em
regulamento. Quando o deslocamento NÃO exigir pernoite fora da sede,

a) só será devido o pagamento de diária, ainda que não integral, se o afastamento superar 20
quilômetros.

b) não é devido o pagamento de diária

c) só será devido o pagamento de diária, ainda que não integral, se o afastamento superar 30
quilômetros.

d) a diária é devida em 70%

e) a diária é devida pela metade.

90 Q481295 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Estatística

De acordo com a Lei n o  8.112/90, a demissão ou a destituição de cargo em comissão, incompatibiliza o ex­
servidor para nova investidura em cargo público federal, pelo prazo de 5 anos, em razão da prática da conduta de

a) incontinência pública e conduta escandalosa, na repartição.

b) valer­se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da função
pública.
c) insubordinação grave em serviço

d) ofensa física, em serviço, a servidor ou a particular, salvo em legítima defesa própria ou de outrem

e) aplicar irregularmente dinheiros públicos.

91 Q481692 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Gestão


Pública

De acordo com a Lei n º 8.112/90, a demissão ou a destituição de cargo em comissão, incompatibiliza o ex­
servidor para nova investidura em cargo público federal, pelo prazo de 5 anos, em razão da prática da conduta de

a) ofensa física, em serviço, a servidor ou a particular, salvo em legítima defesa própria ou de outrem.

b) aplicar irregularmente dinheiros públicos.

c) incontinência pública e conduta escandalosa, na repartição.

d) valer­se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da função
pública.

e) insubordinação grave em serviço.

92 Q481696 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Gestão


Pública

De acordo com a Lei nº 8.112/90, o servidor que, a serviço, afastar­se da sede em caráter eventual ou transitório
para outro ponto do território nacional ou para o exterior, fará jus a passagens e diárias destinadas a indenizar as
parcelas de despesas extraordinária com pousada, alimentação e locomoção urbana, conforme dispuser em
regulamento. Quando o deslocamento NÃO exigir pernoite fora da sede,

a) a diária é devida em 70%.

b) a diária é devida pela metade.

c) só será devido o pagamento de diária, ainda que não integral, se o afastamento superar 20
quilômetros.

d) não é devido o pagamento de diária.

e) só será devido o pagamento de diária, ainda que não integral, se o afastamento superar 30
quilômetros.

93 Q481736 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Gestão


Pública

Suponha que determinado diretor, responsável pela área de pessoal de um órgão público, tenha aprovado escala
de férias dos servidores do órgão, sem atentar, contudo, para as condições de manutenção da regularidade do
atendimento ao público, de forma que a manutenção da escala poderá prejudicar o bom andamento do serviço.
Referido ato administrativo:

a) pode ser anulado, administrativamente ou judicialmente, tanto por razões de legalidade como de
conveniência administrativa, para fins de preservação do interesse público.

b) é passível de controle pelo órgão hierarquicamente superior ao da autoridade que o praticou, que
pode anular o ato se considerá­lo inoportuno ou inconveniente.

c) pode ser revogado pela própria Administração, por razões de conveniência e oportunidade, como
expressão da autotutela.
d) somente pode ser revogado se identificada ilegalidade ou desvio de finalidade.

e) uma vez aperfeiçoado, não pode mais ser modificado pela Administração.

94 Q481737 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Gestão


Pública

Em relação a processo administrativo disciplinar que tenha culminado com a imposição de pena de demissão a
oficial de promotoria integrante dos quadros de Ministério Público estadual, o Conselho Nacional do Ministério
Público

a) não terá competência revisional, por se tratar de processo contra membro de Ministério Público
estadual, e não da União.

b) não terá competência revisional, por não se tratar de processo contra membro do Ministério Público.

c) terá competência revisional, de ofício ou mediante provocação, desde que julgado há menos de um
ano.

d) terá competência revisional, de ofício ou mediante provocação, a qualquer tempo, se fundado em
ofensa aos princípios constitucionais da Administração.

e) terá competência revisional, mediante provocação, para o fim de anulação da decisão ou reforma em
favor do servidor, vedada a reformatio in pejus.

95 Q481738 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Gestão


Pública

Suponha que gestores de empresa privada, na qual a União detenha participação no respectivo capital social,
tenham recebido comissão de prestadores de serviços da referida empresa para contratá­los por valores
significativamente superiores aos praticados no mercado. No caso narrado, de acordo com as disposições da Lei
federal nº 8.429/92, que dispõe sobre os atos de improbidade administrativa,

a) a responsabilização dos gestores e dos fornecedores condiciona­se à comprovação de prejuízo direto à
União, eis que a Lei de Improbidade não alcança atos praticados contra empresas privadas.

b) os gestores da empresa responderão por ato de improbidade que causa prejuízo ao erário, desde que
comprovado enriquecimento ilícito, hipótese em que também serão alcançados os particulares que
tenham se beneficiado diretamente da conduta dos agentes públicos.

c) os envolvidos somente estão sujeitos às penas estabelecidas no referido diploma legal se a participação
da União no capital social da empresa for majoritária.

d) tanto os gestores como os fornecedores estarão sujeitos às penas previstas na Lei de Improbidade, nos
limites estabelecidos no referido diploma legal, independentemente do percentual de participação
acionária da União no capital da empresa.

e) apenas os gestores da empresa podem ser apenados por ato de improbidade, nos limites de sua
responsabilidade e limitada a sanção patrimonial à contribuição da União no capital da empresa.

96 Q481739 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Gestão


Pública

Determinada autarquia necessita instalar um escritório regional e, para tanto, pretende comprar ou alugar um
imóvel. De acordo com as disposições da Lei federal nº 8.666/93, que dispõe sobre licitações e contratos
administrativos,

a) a aquisição depende de prévio procedimento licitatório, obrigatoriamente na modalidade concorrência,
e a locação pode ser feita por meio de pregão, ambos os casos precedidos de avaliação.

b) a licitação poderá ser dispensada tanto para a aquisição como para a locação, desde que as
necessidades de instalação e localização condicionem a escolha, observada a compatibilidade de preço
com o mercado, segundo avaliação prévia.

c) tanto a locação como a aquisição prescindem de prévio procedimento licitatório, por se tratar de
contrato de direito privado, sendo necessária a prévia avaliação no caso de aquisição.

d) a locação depende de prévio procedimento licitatório, porém, no caso de aquisição, a licitação será
dispensada se o imóvel for previamente afetado ao serviço público.

e) ambas as situações configuram expressa hipótese de inexigibilidade de licitação, haja vista a
singularidade do objeto, devendo ser comprovada a compatibilidade de preços com o mercado.

97 Q483001 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior

Com base no que dispõem a Lei n.º 9.784/1999, o Estatuto e o Regimento Geral da UnB, julgue os itens que se
seguem.

Como decorrência dos princípios da legalidade e da segurança jurídica, é correto afirmar que os processos
administrativos regidos pela Lei n.º 9.784/1999 devem, em regra, guardar estrita correspondência com as formas
estabelecidas para cada espécie processual, podendo a lei, em determinadas hipóteses, dispensar essa exigência.

Certo Errado

98 Q483004 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior

Com base no que dispõem a Lei n.º 9.784/1999, o Estatuto e o Regimento Geral da UnB, julgue os itens que se
seguem. 

Considere que, em um processo administrativo, um servidor público federal tenha requerido a concessão de
vantagem pessoal. Considere, ainda, que a administração tenha fixado prazo para que o interessado apresentasse
os documentos necessários à análise do pedido formulado e que esses documentos não tenham sido entregues no
prazo estipulado. Nessa situação, o processo deverá ser arquivado.

Certo Errado

99 Q483005 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior

Maria, servidora pública federal estável, integrante de comissão de licitação de determinado órgão público do
Poder Executivo federal, recebeu diretamente, no exercício do cargo, vantagem econômica indevida para que
favorecesse determinada empresa em um procedimento licitatório. Após o curso regular do processo administrativo
disciplinar, confirmada a responsabilidade de Maria na prática delituosa, foi aplicada a pena de demissão. 

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens a seguir, com base na legislação aplicável ao caso.

Caso Maria, notoriamente, possuísse boa conduta no ambiente de trabalho e não houvesse registros negativos em
seus assentamentos funcionais, a administração poderia, com fundamento em tais atenuantes, ter optado pela
imposição de penalidade menos gravosa.

Certo Errado

100 Q483006 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior


Maria, servidora pública federal estável, integrante de comissão de licitação de determinado órgão público do
Poder Executivo federal, recebeu diretamente, no exercício do cargo, vantagem econômica indevida para que
favorecesse determinada empresa em um procedimento licitatório. Após o curso regular do processo administrativo
disciplinar, confirmada a responsabilidade de Maria na prática delituosa, foi aplicada a pena de demissão. 

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens a seguir, com base na legislação aplicável ao caso. 

A infração praticada por Maria caracteriza­se como ato de improbidade administrativa que importa enriquecimento
ilícito.

Certo Errado

Respostas    81:      82:      83:      84:      85:      86:      87:      88:      89:      90:      91:      92:      93:      94:      95: 
   96:      97:      98:      99:      100:     

←   1  2  3  4 5  6  7  8  9 …  220  221  →


101 Q483007 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior


BETA

Maria, servidora pública federal estável, integrante de comissão de licitação de determinado órgão público do
Poder Executivo federal, recebeu diretamente, no exercício do cargo, vantagem econômica indevida para que
favorecesse determinada empresa em um procedimento licitatório. Após o curso regular do processo administrativo
disciplinar, confirmada a responsabilidade de Maria na prática delituosa, foi aplicada a pena de demissão. 

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens a seguir, com base na legislação aplicável ao caso. 

Caso a penalidade aplicada seja posteriormente invalidada por meio de sentença judicial, Maria deverá ser
reintegrada ao cargo anteriormente ocupado.

Certo Errado

102 Q483008 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior

Maria, servidora pública federal estável, integrante de comissão de licitação de determinado órgão público do
Poder Executivo federal, recebeu diretamente, no exercício do cargo, vantagem econômica indevida para que
favorecesse determinada empresa em um procedimento licitatório. Após o curso regular do processo administrativo
disciplinar, confirmada a responsabilidade de Maria na prática delituosa, foi aplicada a pena de demissão. 

Considerando essa situação hipotética, julgue os itens a seguir, com base na legislação aplicável ao caso. 

Supondo o regular funcionamento de uma comissão de ética no órgão ao qual pertencia Maria, é correto afirmar
que a pena de demissão poderia ter sido diretamente aplicada por essa comissão, caso o parecer que
fundamentasse essa decisão fosse assinado por todos os seus integrantes.

Certo Errado

103 Q483009 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior

Com base nas disposições contidas nas Leis n.º 8.112/1990 e n.º 8.429/1992, julgue os itens subsequentes.

A licença de um servidor para tratar de assuntos particulares, desde que preenchidos os requisitos previstos em lei,
dependerá da concessão da administração. No entanto, a interrupção da licença somente ocorrerá com o
consentimento do servidor licenciado.

Certo Errado

104 Q483010 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Superior

Com base nas disposições contidas nas Leis n.º 8.112/1990 e n.º 8.429/1992, julgue os itens subsequentes. 

Suponha que determinado servidor público federal tenha permitido, de forma culposa, a realização de despesas
não autorizadas em lei. Nessa hipótese, embora tenha sido cometido ato de improbidade administrativa que
causou prejuízo ao erário, nos termos da lei, não se exige o ressarcimento integral do dano, haja vista a
inexistência de dolo na conduta do servidor.

Certo Errado
105 Q483162 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

Com base no que dispõem as Leis n.º 8.112/1990 e n.º 9.784/1999, julgue o item que se segue.

Considere que João, de setenta anos de idade, servidor público federal aposentado por invalidez, tenha solicitado
a reversão de sua aposentadoria. Nessa situação, mesmo que a junta médica oficial tenha concluído que o referido
servidor não apresenta qualquer condição incapacitante para o exercício profissional, a administração deverá
indeferir a solicitação de João.

Certo Errado

106 Q483163 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

Com base no que dispõem as Leis n.º 8.112/1990 e n.º 9.784/1999, julgue o item que se segue.

No âmbito do processo administrativo, o não atendimento, por parte do interessado, de intimação regularmente
oficializada pelo órgão competente, não impede o prosseguimento do processo administrativo. Todavia, não será
mais garantido o direito da ampla defesa ao interessado.

Certo Errado

107 Q483164 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

Com base no que dispõem as Leis n.º 8.112/1990 e n.º 9.784/1999, julgue o item que se segue. 

Considere que Joana, servidora pública da Universidade de Brasília (UnB), tenha recebido documentação para a
instrução do processo administrativo de posse de um professor estrangeiro em um cargo público da universidade.
Nessa situação, Joana deve desconsiderar a não apresentação, pelo professor, do documento comprobatório de
nacionalidade brasileira, devendo dar prosseguimento ao referido processo.

Certo Errado

108 Q483165 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

Com base no que dispõem as Leis n.º 8.112/1990 e n.º 9.784/1999, julgue o item que se segue. 

O princípio da motivação deve nortear a administração pública na prática dos seus atos. Por essa razão, o
administrador, com o fim de propiciar segurança, deve adotar, nos processos administrativos, formas e
procedimentos complexos, com várias etapas e verificações.

Certo Errado

109 Q483166 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

De acordo com as disposições da Lei n.º 8.429/1992 e do Estatuto da UnB, julgue os itens 32 e 33.

Um servidor administrativo da UnB, ao analisar determinado processo, relacionado à estrutura administrativa da
universidade, com o fim de fundamentar a deliberação pela autoridade competente, poderá fazer uso das
disposições contidas no Estatuto da Universidade e, de forma subsidiária, das normas constantes no Regimento
Geral da Universidade ou em normas complementares.

Certo Errado

110 Q483167 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

De acordo com as disposições da Lei n.º 8.429/1992 e do Estatuto da UnB, julgue os itens 32 e 33. 

O servidor público que praticar ato de improbidade administrativa que implique em enriquecimento ilícito estará
sujeito à perda de bens ou valores acrescidos ao seu patrimônio. Em caso de óbito do agente público autor da
improbidade, esse ônus não será extensível aos seus sucessores.

Certo Errado

111 Q483565 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

Com base no que dispõem as Leis n.º 8.112/1990 e n.º 9.784/1999, julgue o item que se segue.

Considere que Joana, servidora pública da Universidade de Brasília, tenha recebido documentação para a instrução
do processo administrativo de posse de um professor estrangeiro em um cargo público da universidade. Nessa
situação, Joana deve desconsiderar a não apresentação, pelo professor, do documento comprobatório de
nacionalidade brasileira, devendo dar prosseguimento ao referido processo.

Certo Errado

112 Q483566 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: FUBProva: Nível Médio

De acordo com as disposições da Lei n.º 8.429/1992, do Decreto n.º 1.171/1994 e do Estatuto da Universidade
de Brasília, julgue o item subsequente.

O servidor público que praticar ato de improbidade administrativa que implique em enriquecimento ilícito ficará
sujeito à perda de bens ou valores acrescidos ao seu patrimônio. Em caso de óbito do agente público autor da
improbidade, esse ônus não será extensível aos seus sucessores.

Certo Errado

113 Q483763 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

Luciomar, servidor público federal, após regular processo administrativo disciplinar, foi exonerado. Considerando
que ele possuía débito com o erário, de acordo com a Lei no  8.112/90, Luciomar

a) será notificado para pagamento ou parcelamento do débito dentro do prazo de quinze dias da
efetivação de sua exoneração, sob pena de inscrição na dívida ativa após noventa dias.

b) terá o prazo de noventa dias para quitar o débito, sendo que a não quitação do débito dentro desse
prazo implicará sua inscrição em dívida ativa.

c) terá seu débito inscrito imediatamente na dívida ativa por expressa previsão legal, em razão da
extinção de seu vínculo com Administração pública.
d) terá o prazo de sessenta dias para quitar o débito, sendo que a não quitação do débito dentro desse
prazo implicará sua inscrição em dívida ativa.

e) será notificado para pagamento ou parcelamento do débito dentro do prazo de trinta dias da
efetivação de sua exoneração, sob pena de inscrição na dívida ativa após cento e vinte dias.

114 Q483764 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

Considere as seguintes situações: 

I. Rovanilda, servidora pública federal, mantinha sob sua chefia imediata, em função de confiança, seu irmão,
Rivaildo. 
II. Renata, servidora pública federal, aceitou comissão de estado estrangeiro. 

Neste casos, de acordo com a Lei no 8.112/90, considerando as condutas praticadas, bem como que ambas são
servidoras primárias, sem processo administrativo disciplinar anterior, Rovanilda e Renata estão sujeitas às penas
de

a) suspensão de até sessenta dias.

b) advertência e suspensão, respectivamente.

c) suspensão de até trinta dias.

d) advertência e demissão, respectivamente.

e) demissão.

115 Q483777 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

Concluídos os estudos prévios de modelagem econômico­financeira de um projeto de expansão da rede
metroferroviária de determinado Município, restou evidenciado que os investimentos a serem suportados pelo
contratado para a consecução do objeto pretendido pela Administração não seriam cobertos pela receita auferida
mediante cobrança de tarifa junto aos usuários da rede, na hipótese de exploração dos serviços correspondentes.
Diante des­ sa realidade, a expansão e operação da rede metroferroviária pode ser contratada na modalidade

a) concessão de serviços públicos, ficando a Administração incumbida da cobrança de tarifa do usuário e
auferindo a receita correspondente, remunerando­se o concessionário mediante a contraprestação
pecuniária a cargo da Administração em montante suficiente para assegurar o equilíbrio econômico­
financeiro do contrato.

b) parceria público­privada, tendo por objeto exclusivamente a execução das obras necessárias, com
pagamento pela Administração de aporte de recursos de forma compatível com os investimentos
realizados em bens reversíveis.

c) concessão administrativa, que admite aporte de recursos da Administração para complementar a
receita auferida pelo concessionário mediante a cobrança de tarifa do usuário, aportes estes que
devem guardar compatibilidade com a parcela fruível do serviço.

d) obra pública, seguida de concessão administrativa para a exploração dos serviços proporcionados pela
expansão mediante cobrança de tarifa dos usuários, condicionada ao pagamento de outorga à
Administração, correspondente ao valor econômico dos investimentos realizados.

e) concessão patrocinada, ficando o concessionário incumbido de realizar os investimentos e operar os
serviços de transportes de passageiros, remunerando­se mediante a tarifa cobrada dos usuários e
contraprestação pecuniária paga pela Administração, admitindo­se, também, o aporte de recursos pela
Administração destinado aos investimentos em obras e bens reversíveis.

116 Q483778 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.


Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

Em função do agravamento da crise hídrica, determinado Estado necessita construir obras de transposição de
águas de bacia hidrográfica localizada na divisa de seu território para reservatório na área metropolitana.
Objetivando concluir o procedimento licitatório e as obras propriamente ditas no menor prazo possível, cogita
adotar o Regime Diferenciado de Contratações Públicas – RDC, disciplinado pela Lei federal no  12.462/2011 e
alterações posteriores. Referida alternativa afigura­se juridicamente

a) inviável, eis que o RDC é aplicável exclusivamente às licitações e contratos necessários aos Jogos
Olímpicos e Paraolímpicos de 2016 e Copa do Mundo Fifa 2014, definidos pelas respectivas
autoridades.

b) inviável, eis que o RDC é aplicável somente a licitações para contratos a serem celebrados pela União e
entidades da Administração Pública federal.

c) viável, desde que a licitação e a contratação em questão correspondam a ações inseridas no Programa
de Aceleração do Crescimento – PAC.

d) viável, desde que comprovado o relevante interesse público ou imperativo de segurança nacional, com
a necessária aprovação pela União do objeto licitado.

e) viável, desde que comprovado o caráter emergencial da contratação, mediante a prévia declaração de
situação de calamidade pública, na forma da lei.

117 Q483779
Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

Em determinado Município, consórcio de empresas privadas permissionário de serviços públicos de transporte de
passageiros passou a prestar os serviços de forma deficiente, desrespeitando as condições determinadas pelo Poder
Concedente em relação à frota disponível, regularidade de viagens e índices de conforto. O consórcio alegou que
a tarifa cobrada dos usuários, fixada pelo Poder Concedente, estaria defasada, sendo esta a razão da deterioração
da qualidade do serviço. De acordo com as disposições legais aplicáveis, o Poder Concedente possui a prerrogativa
de

a) revogar a permissão, que possui caráter precário, e delegar a prestação dos serviços a outro consórcio,
mediante concessão ou permissão, sempre com prévia licitação.

b) decretar a encampação, em face do reiterado descumprimento das condições do contrato, retomando
a prestação direta dos serviços.

c) decretar a caducidade do contrato, assumindo os serviços para reestabelecer as condições de
regularidade e qualidade necessárias, mediante prévia indenização ao consórcio.

d) decretar a intervenção na permissão, com vistas a apurar a efetiva necessidade de reequilíbrio
econômico­financeiro do contrato.

e) rescindir a permissão, mediante prévia indenização pelos investimentos não amortizados, descontadas
as multas eventualmente aplicadas ao consórcio.

118 Q483781 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

De acordo com a Lei federal no 11.107/2005, que dispõe sobre a contratação de consórcios públicos para a
realização de objetivos de interesse comum entre entes da Federação,

a) os agentes públicos incumbidos da gestão de consórcios responderão pessoalmente pelas obrigações
contraídas pelo consórcio de que participem.

b) o contrato de programa continuará em vigor mesmo quando extinto o consórcio público ou o
convênio de cooperação que autorizaram a gestão associada.

c) as normas de direito financeiro aplicáveis às entidades públicas aplicam­se aos consórcios públicos
apenas em caráter subsidiário, não alcançando a execução de receitas e despesas.

d) é nula a cláusula do contrato de consórcio que preveja transferência ou cessão de direitos operadas
por força da gestão associada de serviços públicos.
e) as despesas realizadas com recursos entregues aos consórcios por meio do contrato de rateio somente
serão contabilizadas nas contas dos respectivos entes consorciados em se tratando de despesas de
pessoal.

119 Q483782 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: CNMPProva: Analista ­ Direito

Determinado órgão público pretende contratar serviços técnicos especializados de engenharia, para elaboração de
projeto básico para uma obra de considerável complexidade técnica que pretende realizar. De acordo com as
disposições da Lei no  8.666/1993, para contratação do referido projeto

a) será inexigível prévia licitação, por se tratar de serviços técnico especializados, ainda que não sejam de
natureza singular.

b) poderá ser dispensada a licitação, se comprovada a notória especialização do contratado.

c) será necessário o prévio procedimento licitatório, adotando­se, obrigatoriamente, a modalidade
concorrência.

d) poderá ser adotada a modalidade empreitada integral, na qual o projeto básico pode ficar a cargo da
empresa contratada para a execução da obra.

e) a correspondente licitação poderá ser do tipo melhor técnica ou técnica e preço, dada a natureza
predominantemente intelectual dos serviços contratados.

120 Q483913 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

A respeito da Lei n.º 8.112/1990, cada um dos próximos itens apresenta uma situação hipotética, seguida de uma
assertiva a ser julgada. 

Um processo administrativo disciplinar instaurado para apurar possíveis irregularidades cometidas por um servidor
público federal revelou o desvio de verbas públicas. Nessa situação, o eventual ajuizamento da ação penal não
extinguirá o procedimento administrativo contra o servidor

Certo Errado

Respostas    101:      102:      103:      104:      105:      106:      107:      108:      109:      110:      111:      112:      113: 
    114:      115:      116:      117:      118:      119:      120:     

←   1  2  3  4  5 6  7  8  9  10 …  220  221  →


121 Q483914 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


BETA
Administrativa

A respeito da Lei n.º 8.112/1990, cada um dos próximos itens apresenta uma situação hipotética, seguida de uma
assertiva a ser julgada. 

Alice, aprovada em concurso público para o cargo de técnico administrativo de um TRE, precisa acompanhar
cirurgia de ente familiar que ocorrerá no mesmo dia em que foi marcada sua posse. Nessa situação, Alice poderá
nomear, por procuração específica, alguém que a represente no ato da posse.

Certo Errado

122 Q483915 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

A respeito da Lei n.º 8.112/1990, cada um dos próximos itens apresenta uma situação hipotética, seguida de uma
assertiva a ser julgada. 

Em razão de uma reforma administrativa realizada no âmbito do Poder Judiciário, os cargos ocupados por alguns
servidores estáveis de determinado TRE foram extintos, e esses servidores foram colocados em disponibilidade.
Nessa situação, o retorno dos servidores à atividade pública poderá dar­se por recondução, caso em que eles
passarão a ocupar cargos de atribuições e vencimentos compatíveis com os anteriormente ocupados.

Certo Errado

123 Q483916 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

A respeito da Lei n.º 8.112/1990, cada um dos próximos itens apresenta uma situação hipotética, seguida de uma
assertiva a ser julgada. 

Paulo, técnico judiciário em exercício na capital do estado de jurisdição de um TRE, pediu sua remoção para outra
cidade, na mesma jurisdição desse tribunal. Nessa situação, se for removido, Paulo não terá direito a ajuda de
custo.

Certo Errado

124 Q483940 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Acerca de ato administrativo e agentes públicos, julgue o item subsecutivo.

Promoção e readaptação são formas de provimento em cargo público.

Certo Errado

125 Q483941 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa
Acerca de ato administrativo e agentes públicos, julgue o item subsecutivo. 

Remoção é o deslocamento do servidor, a pedido, no âmbito do mesmo quadro, com ou sem mudança de sede

Certo Errado

126 Q483943 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Julgue o item a seguir, referentes a responsabilidade civil do Estado e licitações.

Leilão é a modalidade de licitação entre interessados devidamente cadastrados ou que atenderem a todas as
condições exigidas para cadastramento até o terceiro dia anterior à data do recebimento das propostas, observada
a necessária qualificação.

Certo Errado

127 Q483945 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Julgue o item a seguir, referentes a responsabilidade civil do Estado e licitações. 

As modalidades de licitação incluem a concorrência, a tomada de preços, o convite, o concurso, o leilão e a
seleção por melhor técnica e preço.

Certo Errado

128 Q483979 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Com relação a licitações, julgue o item que se segue.

Na modalidade convite, empresas que não tenham sido convidadas pela administração não poderão participar da
licitação.

Certo Errado

129 Q483980 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Com relação a licitações, julgue o item que se segue.

Ressalvados casos contemplados pela legislação que a rege, a licitação deve ser efetuada onde se situar a
repartição interessada em seus resultados.

Certo Errado

130 Q483981 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.


Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área
Administrativa

Com relação a licitações, julgue o item que se segue.

Critérios de sustentabilidade ambiental devem ser observados no processo licitatório.

Certo Errado

131 Q483982 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Com relação a licitações, julgue o item que se segue.

Com exceção das sociedades de economia mista, que — devido à participação da iniciativa privada em seu capital
— seguem regras próprias, os órgãos da administração indireta estão sujeitos à regra de licitar.

Certo Errado

132 Q483983 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Com relação a licitações, julgue o item que se segue.

A modalidade de licitação adequada deve ser definida de acordo com o objeto a ser adquirido ou obra a ser
contratada, decisão que deve ser seguida pela apuração do valor total do objeto a ser licitado.

Certo Errado

133 Q485801 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Rafael, agente público, chocou o veículo que dirigia, de propriedade do ente ao qual é vinculado, com veículo
particular dirigido por Paulo, causando­lhe danos materiais. 

Acerca dessa situação hipotética, julgue o seguinte item

Rafael pode ser responsabilizado, regressivamente, se for comprovado que agiu com dolo ou culpa, mesmo sendo
ocupante de cargo em comissão, e deve ressarcir a administração dos valores gastos com a indenização que venha
a ser paga a Paulo.

Certo Errado

134 Q485802 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Rafael, agente público, chocou o veículo que dirigia, de propriedade do ente ao qual é vinculado, com veículo
particular dirigido por Paulo, causando­lhe danos materiais. 

Acerca dessa situação hipotética, julgue o seguinte item.

A responsabilidade da administração pelos danos causados a terceiro é objetiva, ou seja, independe da
comprovação do dolo ou culpa de Rafael.

Certo Errado

135 Q485803 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Rafael, agente público, chocou o veículo que dirigia, de propriedade do ente ao qual é vinculado, com veículo
particular dirigido por Paulo, causando­lhe danos materiais. 

Acerca dessa situação hipotética, julgue o seguinte item.

Caso Rafael seja empregado de empresa terceirizada, contratada pela administração para a prestação de serviços de
transporte de materiais, a responsabilidade do ente público será objetiva, porém subsidiária.

Certo Errado

136 Q485804 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Rafael, agente público, chocou o veículo que dirigia, de propriedade do ente ao qual é vinculado, com veículo
particular dirigido por Paulo, causando­lhe danos materiais. 

Acerca dessa situação hipotética, julgue o seguintes item.

A responsabilidade da administração pode ser afastada caso fique comprovada a culpa exclusiva de Paulo e pode
ser atenuada em caso de culpa concorrente.

Certo Errado

137 Q485805 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Durante a realização de escavações para a expansão de obra de metrô, de responsabilidade do governo federal,
ocorreu acidente que resultou na abertura de imensa cratera em área residencial e consequente desmoronamento
de um edifício com soterramento de veículos. Os particulares prejudicados pretendem formular pedidos de
ressarcimento junto à administração pública. 

Considerando essa situação hipotética e as regras contidas na Lei n.º 9.784/1999, julgue os item que se segue.

Os interessados deverão aguardar decisão administrativa referente aos seus pedidos para, então, se insatisfeitos,
buscarem a via judicial para a resolução da questão.

Certo Errado

138 Q485806 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Durante a realização de escavações para a expansão de obra de metrô, de responsabilidade do governo federal,
ocorreu acidente que resultou na abertura de imensa cratera em área residencial e consequente desmoronamento
de um edifício com soterramento de veículos. Os particulares prejudicados pretendem formular pedidos de
ressarcimento junto à administração pública. 

Considerando essa situação hipotética e as regras contidas na Lei n.º 9.784/1999, julgue os item que se segue.

O prazo para a interposição de recurso administrativo contra eventual decisão denegatória dos pedidos de
ressarcimento é de 15 dias, contados a partir da data da intimação do interessado.

Certo Errado

139 Q485807 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Durante a realização de escavações para a expansão de obra de metrô, de responsabilidade do governo federal,
ocorreu acidente que resultou na abertura de imensa cratera em área residencial e consequente desmoronamento
de um edifício com soterramento de veículos. Os particulares prejudicados pretendem formular pedidos de
ressarcimento junto à administração pública. 

Considerando essa situação hipotética e as regras contidas na Lei n.º 9.784/1999, julgue os item que se segue.

Se não houver preceito legal em sentido contrário, os pedidos dos interessados podem ser reunidos em um único
requerimento, desde que tenham conteúdo e fundamentos idênticos.

Certo Errado

140 Q485808 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Pedro, servidor de um órgão da administração pública, foi informado por seu chefe da possibilidade de ser
removido por ato de ofício para outra cidade, onde ele passaria a exercer suas funções. 

Nessa situação hipotética, considerando as regras dispostas na Lei n.º 8.112/1990, julgue o item subsequente.

Se for removido, Pedro terá direito a receber ajuda de custo correspondente ao valor efetivamente gasto no
deslocamento, seu e de sua família, que inclui despesa com passagem, bagagem e bens pessoais

Certo Errado

Respostas    121:      122:      123:      124:      125:      126:      127:      128:      129:      130:      131:      132:      133: 
    134:      135:      136:      137:      138:      139:      140:     

←   1  2  3  4  5  6 7  8  9  10  11 …  220  221  →


141 Q485809 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


BETA
Área Administrativa

Pedro, servidor de um órgão da administração pública, foi informado por seu chefe da possibilidade de ser
removido por ato de ofício para outra cidade, onde ele passaria a exercer suas funções. 

Nessa situação hipotética, considerando as regras dispostas na Lei n.º 8.112/1990, julgue o item subsequente.

Caso Pedro seja removido por motivação fundamentada em situação de fato, a validade do ato que determine a
remoção fica condicionada à veracidade dessa situação por força da teoria dos motivos determinantes.

Certo Errado

142 Q485810 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Pedro, servidor de um órgão da administração pública, foi informado por seu chefe da possibilidade de ser
removido por ato de ofício para outra cidade, onde ele passaria a exercer suas funções. 

Nessa situação hipotética, considerando as regras dispostas na Lei n.º 8.112/1990, julgue o item subsequente. 

Pedro não poderá se recusar à remoção, que tem fundamento no denominado poder hierárquico da administração
pública.

Certo Errado

143 Q485811 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Determinado ente da administração pública deseja realizar procedimento licitatório para a contratação de serviços
de segurança patrimonial armada para seu edifício sede. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o próximo item.

O objeto da contratação pretendida pode ser classificado como serviço de natureza contínua.

Certo Errado

144 Q485812 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Determinado ente da administração pública deseja realizar procedimento licitatório para a contratação de serviços
de segurança patrimonial armada para seu edifício sede. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o próximo item.

O valor estimado da contratação é determinante na escolha da modalidade licitatória a ser adotada: concorrência
pública, tomada de preços, convite ou pregão.

Certo Errado
145 Q485813 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Determinado ente da administração pública deseja realizar procedimento licitatório para a contratação de serviços
de segurança patrimonial armada para seu edifício sede. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o próximo item.

A contratação dos serviços pretendidos constitui forma descentralizada de execução de serviços públicos, por
delegação, na modalidade terceirização.

Certo Errado

146 Q485814 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Acerca das entidades paraestatais e do terceiro setor, julgue o item seguinte.

Às organizações sociais é vedada a finalidade de lucro, devendo ser suas atividades estatutárias dirigidas ao ensino,
à pesquisa científica, ao desenvolvimento tecnológico, à proteção e preservação do meio ambiente, à cultura e à
saúde.

Certo Errado

147 Q485815 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Acerca das entidades paraestatais e do terceiro setor, julgue o item seguinte.

As organizações da sociedade civil de interesse público são pessoas jurídicas de direito privado que firmam
contrato de gestão com o poder público, com a finalidade de firmar parceria entre as partes, objetivando o
fomento e a execução de atividades de interesse social, sem fins lucrativos.

Certo Errado

148 Q485816 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Acerca das entidades paraestatais e do terceiro setor, julgue o item seguinte.

Entidades para estatais são pessoas jurídicas de direito público ou privado que atuam ao lado do Estado,
executando atividades de interesse público, porém não privativos do ente estatal

Certo Errado

149 Q485872 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Acerca dos atos administrativos e do processo administrativo sob o regime da Lei n.º 9.784/1999, julgue os item a
seguir. 
Conforme expressa disposição da Lei n.º 9.784/1999, se ocorrer equivocada interposição de recurso
administrativo perante autoridade incompetente, será indicada ao recorrente a autoridade competente e devolvido
o prazo recursal.

Certo Errado

150 Q485873 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Acerca dos atos administrativos e do processo administrativo sob o regime da Lei n.º 9.784/1999, julgue os item a
seguir. 

Conforme entendimento consolidado do Supremo Tribunal Federal, a revogação de ato administrativo que já
gerou efeitos concretos exige regular processo administrativo

Certo Errado

151 Q485874 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Acerca de improbidade administrativa e controle da administração pública, julgue item a seguir.

Embora possa corresponder a crime definido em lei, o ato de improbidade administrativa, em si, não constitui
crime.

Certo Errado

152 Q485875 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Acerca de improbidade administrativa e controle da administração pública, julgue item a seguir. 

A sanção de perda da função pública decorrente de sentença em ação de improbidade administrativa não tem
natureza de sanção administrativa.

Certo Errado

153 Q485876 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Acerca de improbidade administrativa e controle da administração pública, julgue item a seguir. 

Conforme a doutrina dos checks and balances, a preservação do equilíbrio das instituições democráticas, inclui­se
entre os objetivos do controle administrativo.

Certo Errado

154 Q485877
Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Em decorrência do lançamento indevido de condenação criminal em seu registro eleitoral, efetuado por servidor
do TRE/GO, um cidadão que não havia cometido nenhum crime, ficou impedido de votar na eleição presidencial,
razão por que ajuizou contra o Estado ação pleiteando indenização por danos morais. Apurou­se que o erro havia
ocorrido em virtude de homonímia e que tal cidadão, instado pelo TRE/GO em determinado momento, havia se
recusado a fornecer ao tribunal o número de seu CPF.

Considerando a situação hipotética apresentada, julgue o item seguinte, referentes à responsabilidade civil do
Estado.

Em sua defesa, o poder público poderá alegar culpa do cidadão na geração do erro, uma vez que ele não
forneceu o número de seu CPF. Nesse caso, conforme a teoria do risco administrativo, demonstrada culpa da
vítima, a indenização poderá ser atenuada ou excluída

Certo Errado

155 Q485878 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Em decorrência do lançamento indevido de condenação criminal em seu registro eleitoral, efetuado por servidor
do TRE/GO, um cidadão que não havia cometido nenhum crime, ficou impedido de votar na eleição presidencial,
razão por que ajuizou contra o Estado ação pleiteando indenização por danos morais. Apurou­se que o erro havia
ocorrido em virtude de homonímia e que tal cidadão, instado pelo TRE/GO em determinado momento, havia se
recusado a fornecer ao tribunal o número de seu CPF. 

Considerando a situação hipotética apresentada, julgue o item seguinte, referentes à responsabilidade civil do
Estado.

Para garantir o seu direito de regresso, o poder público, ao responder à ação de indenização, deverá promover a
denunciação da lide ao servidor causador ao suposto dano.

Certo Errado

156 Q485879 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: TRE­GOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Em decorrência do lançamento indevido de condenação criminal em seu registro eleitoral, efetuado por servidor
do TRE/GO, um cidadão que não havia cometido nenhum crime, ficou impedido de votar na eleição presidencial,
razão por que ajuizou contra o Estado ação pleiteando indenização por danos morais. Apurou­se que o erro havia
ocorrido em virtude de homonímia e que tal cidadão, instado pelo TRE/GO em determinado momento, havia se
recusado a fornecer ao tribunal o número de seu CPF. 

Considerando a situação hipotética apresentada, julgue o item seguinte, referentes à responsabilidade civil do
Estado.

Na referida ação, fundamentada na responsabilidade objetiva do Estado, constarão como corréus o servidor
responsável pelo erro e o poder público

Certo Errado

157 Q475644 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPUProva: Defensor Público


Em relação a improbidade administrativa e responsabilidade civil do servidor público federal, julgue
  o  item  subsequente.

O rol de condutas tipificadas como atos de improbidade administrativa constante na Lei de Improbidade (Lei n.º
8.429/1992) é taxativo.

Certo Errado

158 Q475645 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPUProva: Defensor Público

Em relação a improbidade administrativa e responsabilidade civil do servidor público federal, julgue
o  item  subsequente.

A responsabilidade civil do servidor público pela prática, no exercício de suas funções, de ato que acarrete prejuízo
ao erário ou a terceiros pode decorrer tanto de ato omissivo quanto de ato comissivo, doloso ou culposo.

Certo Errado

159 Q475646 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPUProva: Defensor Público

Com relação às espécies de atos administrativos, julgue o item abaixo.

Os atos administrativos negociais são também considerados atos de consentimento, uma vez que são editados a
pedido do particular como forma de viabilizar o exercício de determinada atividade ou a utilização de bens
públicos.

Certo Errado

160 Q475647 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPUProva: Defensor Público

Julgue o  item  a seguir, que tratam da hierarquia e dos poderes da administração pública.

A multa, como sanção resultante do exercício do poder de polícia administrativa, não possui a característica da
autoexecutoriedade.

Certo Errado

Respostas    141:      142:      143:      144:      145:      146:      147:      148:      149:      150:      151:      152:      153: 
   154:      155:      156:      157:      158:      159:      160:     

←   1  2  3  4  5  6  7 8  9  10  11  12 …  220  221



161 Q475648 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPUProva: Defensor Público


BETA

Julgue o   item  a seguir, que tratam da hierarquia e dos poderes da administração pública. 

A hierarquia é uma característica encontrada exclusivamente no exercício da função administrativa, que inexiste,
portanto, nas funções legislativa e jurisdicional típicas.

Certo Errado

162 Q475651 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPUProva: Defensor Público

Acerca da organização da administração pública federal, julgue o item abaixo.

Considera­se desconcentração a transferência, pela administração, da atividade administrativa para outra pessoa,
física ou jurídica, integrante do aparelho estatal.

Certo Errado

163 Q467920 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Jurídica

Suponha que o Estado de Goiás pretenda contar com a participação de entidades privadas na gestão dos serviços
de alguns hospitais da rede pública. De acordo com a legislação federal que rege a matéria, tal participação
poderá se dar mediante

a) contrato de gestão com organizações sociais, que são entidades privadas sem fins lucrativos que
recebem essa qualificação do Poder Executivo.

b) consórcio com fundações públicas, que detenham experiência reconhecida na atividade de gestão
hospitalar, qualificadas como OSCIPs.

c) convênio com entidades sem fins lucrativos, prevendo pagamentos do Estado pela execução dos
serviços delegados.

d) contrato de programa com organizações da sociedade civil de interesse público, estabelecendo
remuneração baseada em indicadores de desempenho.

e) termo de parceria com empresas privadas, que poderão receber a qualificação de organização social,
sem perder sua finalidade lucrativa.

164 Q467921 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Jurídica

Determinada sociedade de economia mista controlada pelo Estado de Goiás necessita contratar serviços técnicos
especializados de auditoria financeira, indispensáveis na estruturação de operação envolvendo a emissão de
debêntures, para fins de obtenção de recursos no mercado de capitais necessários à implementação de seu
programa de investimentos. De acordo com as disposições da Lei nº 8.666/93, a referida sociedade de economia
mista

a) poderá contratar os serviços de auditoria com dispensa de licitação, se comprovar que o objeto do
contrato está diretamente relacionado à sua atividade­fim.

b) poderá contratar os serviços de auditoria com inexigibilidade de licitação, desde que se trate de objeto
singular e a empresa contratada detenha notória especialização.

c) deverá contratar a empresa mediante prévio procedimento licitatório, obrigatoriamente na modalidade
concorrência do tipo melhor técnica ou técnica e preço.

d) não se sujeita aos ditames da referida lei, podendo, portanto, contratar livremente os serviços
demandados, observada a compatibilidade de preços com o mercado.

e) não se sujeita aos ditames da referida lei, porém deverá contratar a consultoria mediante procedimento
seletivo que garanta isonomia entre os interessados e a seleção da proposta mais vantajosa.

165 Q467922 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Jurídica

Diretor Presidente de uma empresa com participação minoritária do Estado em seu capital social, firmou diversas
contratações danosas à empresa, com preços muito acima daqueles praticados pelo mercado, havendo, ainda,
indícios de que tenha recebido vantagens pessoais das empresas contratadas. De acordo com a Lei nº 8.429/92,
que trata dos atos de improbidade administrativa,

a) o Diretor Presidente estará sujeito às penas da Lei de Improbidade Administrativa apenas se for agente
público ou possuir algum vínculo funcional ou estatutário com o Estado que o equipare a tal
categoria.

b) os atos praticados não podem ser enquadrados como de improbidade administrativa, haja vista a
natureza privada da empresa.

c) o Diretor Presidente pode ser sujeito ativo de ato de improbidade, limitada a sanção patrimonial à
repercussão do ilícito sobre as contribuições dos cofres públicos.

d) os atos praticados podem configurar improbidade administrativa apenas na hipótese de comprovado
enriquecimento ilícito do Diretor Presidente.

e) a caracterização de improbidade administrativa pressupõe a comprovação de prejuízo direto ao ente
público, no caso o Estado, não bastando a condição de acionista da empresa.

166 Q467923 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Jurídica

Em um contrato de concessão firmado entre um Município e empresa privada para a exploração de serviços
públicos de transporte de passageiros verificou­se o reiterado descumprimento, pela concessionária, de obrigações
estabelecidas contratualmente relativas a indicadores de qualidade, conforto e pontualidade do serviço prestado
aos usuários. Diante de tal situação, o poder concedente poderá

a) aplicar as penalidades previstas contratualmente, culminando com a declaração de encampação, caso
não sanados os descumprimentos identificados.

b) declarar a caducidade da concessão, mediante prévia autorização legislativa.

c) encampar o serviço, hipótese em que a concessionária não terá direito a indenização por investimentos
não amortizados.

d) decretar a intervenção no contrato, por decreto, com instauração de procedimento administrativo que
deverá ser concluído no prazo máximo de 180 dias.

e) extinguir o contrato, por ato motivado, mediante prévia indenização à concessionária pelos
investimentos não amortizados e lucros cessantes.

167 Q467924 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Jurídica

Em uma obra de ampliação de rodovia estadual, contratada após regular procedimento licitatório, a Administração
contratante identificou a necessidade de alteração do projeto para melhor adequação técnica aos seus objetivos,
solicitando, assim, que tais alterações fossem observadas pela empresa contratada. De acordo com as disposições
da Lei nº 8.666/93, a
a) conduta da Administração encontra suporte legal, porém a empresa contratada pode escusar­se de
acatar as alterações, situação em que deverá ser convocada a segunda colocada no procedimento
licitatório para, caso aceite as alterações, dar continuidade á execução do contrato.

b) empresa contratada não pode se opor à alteração unilateral imposta pela Administração, desde que
efetuada em até 90 (noventa) dias após a assinatura do contrato e não importe aumento dos encargos
iniciais.

c) conduta da Administração se afigura ilegal, implicando burla ao procedimento licitatório em face da
violação ao princípio da vinculação ao instrumento convocatório, que impede supressões ou
acréscimos ao objeto contratual.

d) implementação das alterações depende de aquiescência da empresa contratada, eis que as alterações
unilaterais admissíveis são apenas acréscimos e supressões quantitativos ao objeto contratado.

e) empresa contratada é obrigada a acatar as alterações e, em havendo aumento de seus encargos, o
equilíbrio econômico­financeiro inicial do contrato deverá ser reestabelecido mediante aditamento.

168 Q467926 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Jurídica

Determinado Município comprometeu­se a ampliar a oferta de vagas em creches à população, necessitando
construir novas unidade e dotá­las dos serviços necessários. Pretende utilizar, como modalidade contratual para a
consecução de tal objeto, a parceria público­privada ­ PPP, disciplinada pela Lei federal no 11.079/2004. Tal
pretensão, do ponto de vista jurídico, se afigura

a) viável, desde que o valor da contraprestação pública não supere R$ 20.000.000,00 e seja obtida
autorização legislativa específica.

b) inviável, eis que a PPP pressupõe a cobrança de tarifa do usuário, complementada por contraprestação
pecuniária a cargo da Administração contratante.

c) viável, se o prazo do contrato for superior a 5 e inferior a 35 anos, e no valor mínimo R$
20.000.000,00, adotando­se a modalidade concessão administrativa.

d) viável, desde que adotada a modalidade concessão patrocinada e obtida autorização legislativa
específica para aporte de recursos públicos.

e) inviável, por envolver prestação de serviço precedida de obra pública, podendo, todavia, ser
desmembrada a contratação de forma que a PPP envolva apenas a obra.

169 Q471611
Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

A Secretaria da Fazenda contratou empresa especializada para estruturar uma operação financeira envolvendo a
antecipação do recebimento de créditos tributários oriundos de programa de parcelamento incentivado destinado
a contribuintes de ICMS. Ocorre que, no curso do contrato, com base em razões de interesse público, de alta
relevância e amplo conhecimento, justificadas pela autoridade máxima a que se subordina a contratante, restou
decidida a descontinuidade da operação, por ser considerada muito elevada a taxa de desconto indicada para o
seu sucesso. Diante da situação narrada, e de acordo com as disposições da Lei n° 8.666/93, a Administração
contratante está autorizada a

a) sustar os pagamentos estabelecidos contratualmente, devendo, contudo, como forma de assegurar o
correspondente equilíbrio econômico­financeiro, liberar a garantia prestada pela contratante.

b) rescindir o contrato unilateralmente, ressarcindo a contratada pelos prejuízos regulamente
comprovados que tenha sofrido.

c) rescindir o contrato, independentemente da concordância da contratada, que somente fará jus aos
pagamentos devidos pelas parcelas executadas até a rescisão.

d) rescindir o contrato, desde que conte com a concordância da empresa contratada, vedado o
pagamento de lucros cessantes.

e) suspender a execução do contrato, somente podendo rescindi­lo unilateralmente se comprovado vício
de legalidade.
170 Q471612 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

Considere que o Estado do Piauí tenha instituído uma empresa estatal voltada ao fomento do turismo e pretenda
contratá­la para desenvolver projetos e prestar serviços nessa área. De acordo com as disposições da legislação
federal que rege a matéria, o Estado

a) pode contratar a empresa diretamente, com inexigibilidade de licitação, por se tratar de entidade
integrante da Administração Indireta.

b) deverá licitar os serviços, podendo, no certame, conferir tratamento diferenciado à empresa em relação
aos demais licitantes, utilizando a denominada margem de preferência.

c) pode contratar a empresa independentemente de licitação, se a mesma for qualificada como agência
executiva.

d) pode contratar a empresa diretamente, com dispensa de licitação, se a mesma foi criada antes da
edição da Lei n° 8.666/93 e o preço ofertado for compatível com o praticado no mercado.

e) somente pode contratar a empresa mediante convênio e desde que o preço pago seja competitivo,
afastada a necessidade de licitação.

171 Q471613 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

O Estado do Piauí necessita realizar obras de grande vulto, estimadas em R$ 1 bilhão, para captação e adução de
água, bem como tratamento e fornecimento à população de região que vem sofrendo descontinuidade no
abastecimento. Considerando que não possui recursos orçamentários suficientes para custear integralmente as
despesas operacionais com o tratamento e fornecimento de água, o Estado aventou a possibilidade de celebrar
uma parceria público­privada para a consecução do objeto pretendido. De acordo com a legislação que rege a
matéria, tal opção seria juridicamente

a) cabível, podendo ser adotada a modalidade concessão comum, com prestação dos serviços pelo
parceiro privado me­ diante pagamento de contraprestação tarifária pelo poder público.

b) incabível, em face do valor estimado dos investimentos e da conjugação, em um mesmo objeto, de
obras e serviços.

c) cabível, podendo ser adotada a modalidade concessão patrocinada, com a cobrança de tarifa dos
usuários e pagamento de contraprestação pecuniária pelo Estado.

d) incabível, dado que se trata de serviço público essencial não passível de exploração por entidade
privada.

e) cabível, desde que adotada a modalidade concessão administrativa, eis que inviável juridicamente a
cobrança de tarifa dos usuários.

172 Q471614 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

Determinado servidor da Secretaria da Fazenda inseriu informações falsas sobre cidadão, seu desafeto, no cadastro
de contribuintes do Estado, fazendo com que o referido cidadão passasse a figurar no cadastro de inadimplentes.
Diante dessa situação, o cidadão, que é um pequeno empresário, sofreu diversos prejuízos morais e patrimoniais,
especialmente em decorrência de restrições de crédito. A responsabilidade do Estado pelos danos sofridos pelo
cidadão é

a) subjetiva, dependendo, pois, da prévia responsabilização do agente público em processo disciplinar ou
administrativo.

b) objetiva, dependendo, para efeito do dever de indenizar o cidadão, da comprovação do nexo de
causalidade entre a conduta do servidor e os danos sofridos.

c) afastada, se comprovada culpa exclusiva do agente público, o qual responde civilmente perante o
cidadão prejudicado e administrativamente por falta disciplinar.
d) condicionada à comprovação de dolo do servidor, circunstância que, se presente, obriga o Estado a
indenizar os danos patrimoniais e morais sofridos pelo cidadão.

e) decorrente da prestação do serviço público, não estando presente na situação narrada em face da
conduta dolosa do agente público.

173 Q471615 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

Considere as seguintes afirmações sobre Administração Direta e Indireta: 

I. Autarquias são pessoas jurídicas de direito público, que desempenham serviço público descentralizado, com
capacidade de auto­administração. 
II. Sociedades de economia mista submetem­se ao regime jurídico de direito público e têm por objeto,
exclusivamente, o exercício de atividade econômica em regime de competição no mercado. 
III. Empresas públicas são pessoas jurídicas de direito privado que podem desempenhar apenas serviços públicos
ou atividade econômica em regime de monopólio. 

Está correto o que se afirma APENAS em

a) II.

b) I.

c) I e III.

d) II e III.

e) III.

174 Q471617 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

Fernando, auditor fiscal, deixou, indevidamente, de praticar ato de ofício ao qual estava obrigado pela legislação
aplicável. Constatou­se que a conduta de Fernando objetivou beneficiar Carlos, amigo seu que solicitou que não
efetuasse o lançamento de débito tributário de sua responsabilidade. De acordo com as disposições da Lei n°
8.429/92,

a) Para a penalização de Fernando e Carlos afigura­se necessária a comprovação de conduta dolosa e
enriquecimento ilícito.

b) Fernando será penalizado independentemente de prejuízo à Administração e Carlos poderá apenas ser
responsabilizado na esfera penal.

c) apenas Fernando se submete às penalidades da Lei de Improbidade, que incluem, no caso narrado, a
perda da função pública.

d) Fernando praticou ato de improbidade que atenta contra os princípios da Administração pública e as
penas aplicáveis alcançam também Carlos, no que couber.

e) Fernando se submete, automaticamente, às penalidades previstas no referido diploma legal, que
também alcançam Carlos se este puder ser equiparado à agente público.

175 Q471619 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

O Estado pretende realizar licitação para a execução de obras de grande vulto no setor rodoviário e, objetivando
ampliar o máximo possível a competição, aventa a possibilidade de instaurar uma concorrência de âmbito
internacional. De acordo com as disposições da Lei n° 8.666/93, tal alternativa afigura­se

a) inviável, salvo se adotado o regime diferenciado de contratações públicas.
b) viável, devendo as propostas apresentadas pelos licitantes estrangeiros serem acrescidas dos gravames
decorrentes dos tributos que oneram os licitantes brasileiros quanto à operação final de venda.

c) viável, vedado ao licitante estrangeiro cotar o preço em moeda estrangeira.

d) inviável, salvo se os pagamentos forem efetuados com recursos de empréstimo internacional.

e) viável, desde que se trate de contrato na modalidade parceria público­privada.

176 Q471620 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Auditor Fiscal

O denominado RDC, Regime Diferenciado de Contratações Públicas, introduzido pela Lei n° 12.462/2011,
contempla diferenças importantes em relação ao regime ordinário, previsto pela Lei n° 8.666/93, dentre as quais
pode­se citar:

a) orçamento previamente estimado para a contratação será tornado público apenas e imediatamente
após o encerramento da licitação.

b) possibilidade de participação, na licitação, de pessoa física ou jurídica que tenha elaborado o projeto
básico relativo ao objeto do certame.

c) sigilo nas fases de habilitação e pré­qualificação, com divulgação pública apenas após o julgamento
das propostas.

d) regime de contratação integrada, para execução de obras e serviços de engenharia, desde que
estimados em valor igual ou superior a R$ 1 bilhão.

e) desnecessidade de prévio projeto básico para a contratação de obras e serviços de engenharia sob o
regime de empreitada integral.

177 Q473704 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Contábil

A respeito do poder de polícia, considere: 

I. Constitui um poder vinculado, descabendo discricionariedade administrativa para a prática de atos que
envolvam seu exercício. 

II. Os atos praticados no exercício do poder de polícia, quando dotados de autoexecutoriedade, possibilitam que
a Administração os ponha em execução sem necessitar de tutela jurisdicional. 

III. Corresponde apenas a atos repressivos, tanto no âmbito da polícia administrativa como em relação à polícia
judiciária, dotados de coercibilidade. 

Está correto o que se afirma APENAS em

a) II.

b) I

c) III.

d) I e II.

e) II e III.

178 Q473705 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Contábil

Determinado Município pretende ampliar a oferta de transporte coletivo aos cidadãos, disponibilizando novas
linhas de ônibus e modernizando a frota existente. Uma das alternativas juridicamente possível para atingir tal
finalidade seria a outorga de

a) titularidade do serviço público de transporte de passageiros à empresas privadas credenciadas,
mediante autorização.

b) concessão, em caráter precário ou por prazo determinado, do serviço público de transporte de
passageiros à empresa privada.

c) permissão do serviço público de transporte de passageiros à empresas privadas, sempre mediante
prévio procedimento licitatório.

d) permissão para a prestação de serviço público de transporte de passageiros, com o pagamento, pelo
poder concedente, dos valores necessários à prestação do serviço.

e) titularidade do serviço público de transporte de passageiros a consórcio de empresas privadas,
mediante prévio procedimento licitatório, para exploração mediante cobrança de tarifa dos usuários.

179 Q473706 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Contábil

O responsável pelo órgão de pessoal de determinada entidade da Administração pública concedeu benefícios a
servidores da entidade sem o necessário amparo na legislação de regência. Passado algum tempo, a situação foi
descoberta por auditoria realizada no âmbito do controle interno da Administração. A conduta a ser adotada pela
Administração em relação aos atos concessórios dos benefícios consiste em

a) revogar os atos praticados em desacordo com a legislação, com base em seu poder discricionário.

b) anular os atos eivados de ilegalidade, como exercício da autotutela, desde que não decorrido o prazo
decadencial.

c) convalidar os atos praticados, que gozam de presunção de legitimidade independentemente da
conformidade com a lei.

d) solicitar judicialmente a anulação dos atos, eis que inviável o desfazimento no âmbito administrativo.

e) anular os atos no âmbito do processo disciplinar a ser instaurado contra o responsável, desde que
constatada a má­fé.

180 Q473707 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


Externo ­ Contábil

Suponha que o Governo do Estado de Goiás pretenda implementar medidas de reestruturação administrativa,
extinguindo alguns órgãos e também entidades da Administração indireta e fundindo algumas Secretarias, bem
como extinguindo cargos vagos. De acordo com as normas que disciplinam a organização administrativa
constantes da Constituição Federal,

a) todas as medidas poderão ser implementadas por ato do Chefe do Executivo, mediante decreto.

b) todas as medidas somente poderão ser implementadas por lei, de iniciativa do Chefe do Executivo,
salvo a fusão de Secretarias, que pode ser efetivada por decreto.

c) a extinção de cargos vagos necessita de lei específica e as demais medidas poderão ser implementadas
por decreto.

d) a extinção de entidades da Administração indireta somente poderá ser feita por lei, enquanto a
extinção de órgãos e de cargos vagos pode ocorrer por decreto.

e) a extinção de entidades e órgãos depende de lei, enquanto a extinção de cargos vagos pode ser feita
por decreto do Chefe do Executivo.

Respostas    161:      162:      163:      164:      165:      166:      167:      168:      169:      170:      171:      172:      173: 
   174:      175:      176:      177:      178:      179:      180:     
←   1  2 …  5  6  7  8 9  10  11  12  13 …  220  221

181 Q473708 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor de Controle


BETA
Externo ­ Contábil

Uma sociedade de economia mista controlada pelo Estado de Goiás pretende realizar uma campanha de
publicidade e divulgação de suas atividades, de caráter informativo, aos seus usuários e à população em geral.
Considerando as disposições constitucionais e a legislação federal aplicável à espécie, referida empresa

a) poderá contratar tais serviços diretamente, eis que presente hipótese de dispensa de licitação.

b) deverá licitar a contratação dos referidos serviços, eis que ausente hipótese de dispensa de licitação e
expressamente vedada a declaração de inexigibilidade.

c) não precisa licitar a contratação de serviços, eis que se submete ao regime jurídico de direito privado.

d) poderá declarar a inexigibilidade de licitação, se os serviços forem prestados por empresa que detenha
notória especialização.

e) poderá dispensar a licitação, se comprovar que se trata de serviço de utilidade pública, observada a
compatibilidade do preço contratado com os praticados no mercado.

182 Q476179 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

Motivado por interesses políticos, um administrador público determinou fiscalização sanitária pelo órgão
competente em estabelecimento comercial, tendo sido constatada uma série de irregularidades pelos agentes
públicos, dentre elas, o armazenamento de mercadorias perecíveis com data de validade expirada. Foram
determinadas, assim, nos termos do que autoriza a lei, a apreensão das mercadorias, a lavratura de auto de
infração e a imposição de multa, sem prejuízo do fechamento do estabelecimento. A atuação da Administração

a) constitui desvio de finalidade, tendo em vista que o poder de polícia não abrange medidas coercitivo­
materiais sem autorização do Poder Judiciário.

b) pode ser considerada nula, tendo em vista que a motivação do ato que determinou a fiscalização eiva
de vício as diligências promovidas e irregularidades constatadas.

c) configura expressão do poder de polícia, devendo ser mantidas as medidas coercitivas e sancionatórias
em face das provas obtidas, sem prejuízo de eventual responsabilização do administrador pela conduta
indicada.

d) excede os limites do poder de polícia, que se restringe a medidas preventivas e limitadoras, em tese,
dos direitos e liberdades individuais dos administrados.

e) é regular e válida, tendo em vista que a motivação ou o motivo dos atos administrativos não são
relevantes para análise de sua validade ou eficácia, importando apenas a consequência.

183 Q476180 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

Diante de levantamentos e estudos dos setores produtivos de determinado Estado, a Administração Estadual
pretende atrair para seu território determinado setor do mercado de tecnologia, do qual constatou ser carente, a
fim de fomentar o desenvolvimento e promover incremento da arrecadação com impostos, além de viabilizar a
criação de relevante número de empregos diretos e indiretos no Estado. Para tanto, disponibilizará um terreno de
grandes dimensões para instalação de um parque industrial tecnológico, mediante outorga de concessões de uso
de partes da área às empresas do setor que se interessarem. Esse projeto da Administração pública

a) é inconstitucional, na medida em que o emprego de terrenos públicos para projetos particulares
encontra vedação constitucional expressa.

b) é ilegal e irregular, tendo em vista que não cabe à Administração estadual promover interferências
diretas para beneficiar setores específicos privados, devendo limitar­se à instituição de benefícios
indiretos pela alocação de unidades empresariais.

c) é válida e regular, tendo em vista que inexiste vedação para o Poder Público alocar seu patrimônio
imobiliário a serviço da iniciativa privada que, ao fim da ocupação, terá direito à aquisição
compulsória da parcela do terreno.

d) é regular e válida, tendo em vista que se insere dentro dos limites das atividades de fomento, devendo
atentar a Administração para eventual necessidade de instauração de licitação, caso haja mais
potenciais interessados do que espaço disponível.

e) será regular desde que as empresas interessadas integrem a Administração Indireta ou se enquadrem
em hipóteses de dispensa ou inexigibilidade de licitação.

184 Q476181 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

Sabe­se que os contratos administrativos diferem dos contratos regidos pelo direito privado. São muitas as
peculiaridades e derrogações, podendo ser destacada, como característica privativa daqueles contratos em face
dos contratos regidos pelo direito privado, a

a) possibilidade de prorrogação do prazo de vigência, independentemente da natureza do objeto, a fim
de atender o interesse público.

b) necessidade de autorização legislativa específica para celebração de contratos de fornecimento e de
prestação de serviços.

c) inexecução dos contratos, que enseja imediata suspensão dos pagamentos devidos pela Administração
pública, independentemente da natureza jurídica do objeto da avença.

d) necessidade de indenização do contratado por danos concretos e lucros cessantes no caso de rescisão
do contrato, ainda que se esteja diante de hipótese de culpa do contratado, como caducidade ou
encampação.

e) duração de grande parte dos contratos administrativos adstrita à vigência dos créditos orçamentários a
eles relativos.

185 Q476182 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

Autoridades policiais efetuaram a prisão de determinado cidadão, sob a acusação de prática de ilícito penal
qualificado. Durante a tramitação da ação penal, o réu persistia alegando sua inocência, afirmando que jamais
estivera no local dos fatos. Dois anos após o início da ação penal, em atendimento de urgência, as autoridades
policiais locais efetuaram a prisão em flagrante de outro cidadão pela prática de crime da mesma natureza daquele
que motivou a condenação acima mencionada, ocasião em que se constatou homonímia em relação às duas
pessoas. Checados os documentos de identificação, restou apurado que coincidiam, não só o nome dos
homônimos, mas também de suas genitoras. O primeiro cidadão mencionado terminou por ser absolvido e posto
em liberdade. Em relação a este, considerando o período em que foi injustamente privado de sua liberdade

a) responde civilmente o Estado, sob a modalidade subjetiva, na medida em que os atos de determinar e
efetuar a prisão são de natureza comissiva e, como tal, prescindem da demonstração de culpa dos
agentes públicos.

b) responde civilmente o Estado em razão da ação ou omissão das autoridades policiais, não se podendo
imputar responsabilidade baseada na atuação do magistrado da ação penal, tendo em vista que não
pode ser considerado servidor público e, portanto, agente público para fins de responsabilização.

c) não responde civilmente o Estado, em razão dos agentes públicos terem agido em estrito cumprimento
do dever legal, o que exclui a responsabilidade ainda que seja identificado nexo de causalidade entre a
ação estatal e os danos causados.

d) responde civilmente o Estado no caso de ser demonstrada ação ou omissão dos agentes públicos ou
mesmo do serviço, incluído o magistrado que atuou na ação penal, que forme nexo de causalidade
com os danos experimentados pelo cidadão que ficou preso indevidamente.

e) não responde civilmente, salvo se ficar comprovada culpa do magistrado, ou seja, que tinha como
identificar a homonímia, não se estendendo a responsabilização à atuação dos agentes policiais, em
razão do ato ser escopo de sua atuação.
186 Q476183 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

A prestação de serviços públicos regida pela Lei no  8.987/95 possui características próprias, conferindo
prerrogativas a seu prestador e garantias ao usuário. Como forma de expressão desses aspectos, não obstante a
execução de contratos dessa natureza guardem muitas semelhanças com as avenças regidas pela Lei no  8.666/93,
destacam­se algumas distinções, tais como

a) o direito à manutenção do equilíbrio econômico­ financeiro para o contratado, ao qual é facultada a
definição unilateral da forma de restabelecimento daquele.

b) a impossibilidade de exigir a manutenção do equilíbrio econômico­financeiro quando o desequilíbrio
resultar de decisão da Administração cuja finalidade seja preservar a modicidade tarifária.

c) a impossibilidade de estabelecimento de tarifas com valores diferenciados em razão de distinções entre
os usuários, tendo em vista que o princípio da modicidade tarifária exige a imposição do menor valor
para todos os usuários, indistintamente.

d) a prerrogativa de rescisão unilateral do contrato diante de inadimplência do poder concedente ou
desequilíbrio econômico­financeiro, tendo em vista que a reduzida margem de lucro desse tipo de
contrato não permite que o contratado experimente prejuízos.

e) a impossibilidade de interrupção da prestação do serviço por decisão unilateral do contratado diante
de inadimplência do poder concedente, em razão da natureza do objeto contratual.

187 Q476184 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

A Administração estadual inaugurou recentemente um parque urbano de lazer de grande dimensão em uma região
que era desprovida de espaços públicos. Como o local é afastado do centro urbano, inexiste adequada estrutura
de serviços para dar suporte à população que passará a frequentar e se deslocar para lá. Diante desse quadro,
pretende a Administração pública instalar dentro dos limites do referido parque urbano, um bolsão de
estacionamento e alguns quiosques para lanchonetes e outras atividades que se façam necessárias. A pretensão da
Administração

a) não pode ter êxito, tendo em vista que os bens de uso comum do povo não admitem a utilização de
espaços privativos por particulares.

b) possui amparo legal somente no que concerne ao bolsão de estacionamento, que será delimitado e
excluído dos limites do parque, para que seja cabível licitação para escolha do particular que explorará
o espaço.

c) pode ser viabilizada por meio de licitação para outorga de autorizações de uso remuneradas, cabendo
à Administração demonstrar a necessidade dos serviços e a compatibilidade do uso com a principal
vocação do espaço público.

d) deve ser operacionalizada mediante outorgas de concessões de uso precárias e por prazo
indeterminado, passíveis de revogação a qualquer tempo e desde que a escolha se faça mediante
licitação.

e) depende de demonstração da necessidade das atividades e de desafetação dos perímetros destinados
para essa finalidade, para que seja realizada licitação para outorga de contratos de permissão de uso
ou autorização de uso.

188 Q476185 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

As autarquias foram instituídas no contexto de descentralização das atividades estatais, possuindo fundamental
relevância no desempenho das competências constitucionais atribuídas às pessoas políticas. O desempenho das
atividades atribuídas às autarquias

a) não pode contemplar a delegação da titularidade de serviços públicos, somente sua execução, eis que
essas atividades são privativas e exclusivas das pessoas políticas indicadas nas normas constitucionais.
b) pode contemplar a execução de serviços públicos e ser prestada por empregados submetidos ao
regime jurídico trabalhista, não obstante sofram inflexões do regime público, como no caso da
investidura.

c) pode ser feito por servidores denominados empregados públicos quando aquelas atividades forem
típicas da prestação por empresas estatais, tendo em vista que nesse caso o ente passa a se submeter
ao regime jurídico privado.

d) permite a contratação de servidores estatutários, empregados públicos e de comissionados, aos quais
não se aplica a vedação ao nepotismo, restrito à Administração direta.

e) exige que o regime a que se sujeitam seus servidores seja o mesmo previsto para a Administração
direta, não sendo possível a submissão a regime jurídico trabalhista, em razão de se consubstanciarem
em longa manus do Poder Público.

189 Q476187 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

As empresas estatais integram a Administração Indireta e podem exercer funções com natureza de serviço público
ou de atividade econômica. A natureza das atividades que desempenham

a) pode predicar o regime jurídico aplicável aos bens da empresa, tendo em vista que as prestadoras de
serviço público podem receber a proteção do regime jurídico de direito público para proteção dos
bens afetados àquele serviço.

b) determina o regime trabalhista de seus funcionários, tendo em vista que as prestadoras de serviço
público somente podem contar com servidores efetivos, ocupantes de cargos públicos providos
mediante concurso público.

c) determina a composição do capital social e o nível de participação do ente que as criou, visto que
apenas as exploradoras de atividade econômica permitem participação minoritária do ente político que
as criou.

d) maneja o nível de controle exercido pelo ente que as criou, possibilitando que a Administração central
forme relação de hierarquia com as empresas prestadoras de serviço público.

e) predica a existência ou não de controle por parte da Administração central e do legislativo sobre o
ente, tendo em vista que somente as estatais prestadoras de serviço público ficam sujeitas à
sindicância por parte das três esferas de Poder.

190 Q476188 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PIProva: Analista

Foi iniciada uma licitação para contratação de obras de construção de diversos equipamentos públicos no fim do
exercício em curso. Coincidiu com o início do novo exercício o início de nova gestão, cujos dirigentes
constataram, em atividade de verificação sobre todas as contratações da Pasta, que não havia, nem haverá,
recursos para o custo integral das obras, tampouco da parcela a ser executada naquele exercício orçamentário.
Diante desse cenário, cabe ao administrador

a) concluir a licitação em curso e diferir a assinatura do contrato até o ingresso de receitas suficientes
para custear a aquisição.

b) anular a licitação, como expressão do poder da Administração de rever seus próprios atos, tendo em
vista que a lei exige a demonstração da existência e indicação de recursos orçamentários.

c) revogar a licitação, sob o critério da conveniência e oportunidade, tendo em vista que o administrador
pode não reputar adequado concluir uma licitação que já se sabe não estar lastreada na existência de
recursos.

d) ajuizar imediata ação judicial para que seja autorizada a anulação do procedimento licitatório, tendo
em vista que o poder de revisão dos próprios atos por parte da Administração pública incide até o
início do procedimento.

e) consultar os licitantes sobre o interesse no prosseguimento do certame, facultando adaptar a proposta
às potenciais oscilações de preço, considerando o possível alongamento do procedimento.
191 Q481497 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor

O Município de Itumbiara, por intermédio de sua Secretaria da Saúde, precisa adquirir um lote de vacinas que será
utilizado na campanha de prevenção da gripe “A”. Para tanto, a Secretaria está autorizada a

a) celebrar contrato em nome do Município de Itumbiara, ao qual referido órgão público se vincula.

b) celebrar contrato em nome do Secretário, autoridade máxima do referido órgão público, não havendo
necessidade de participação do Municipio, porque o órgão dispõe de personalidade judiciária, a
despeito de não possuir personalidade jurídica própria.

c) celebrar contrato em nome próprio, porque o ordenamento jurídico confere ao referido órgão
autonomia em relação ao Município.

d) adquirir o medicamento sem a formalização de contrato, de forma verbal, em nome do Secretário,
porquanto a exigência de formalização de ajuste por contrato escrito só se aplica às pessoas jurídicas.

e) celebrar contrato em nome próprio, porque o ordenamento jurídico confere a referido ente público
personalidade jurídica própria, a despeito de não conferir autonomia em relação ao Município ao qual
pertence.

192 Q481498 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor

É certo que a Administração se manifesta por meio de atos administrativos. No que concerne ao desfazimento dos
atos administrativos e seus efeitos, é correto afirmar que:

a) Em razão do princípio da inafastabilidade da jurisdição, o Poder Judiciário pode anular os atos
administrativos ilegais e revogar, a qualquer tempo, os atos administrativos inoportunos, operando,
nesse último caso, automático retorno da situação jurídica ao status quo ante.

b) A Administração pode revogar os atos administrativos por razão de conveniência e oportunidade e
anular os atos eivados de vício de legalidade, no entanto, no primeiro caso, deve recorrer ao
judiciário, porque não incide, na espécie, a autotutela.

c) Pode ocorrer por atuação da própria Administração, na hipótese de estar presente vício de legalidade,
não sendo possível à Administração, no entanto, desfazer seus próprios atos por motivos de
conveniência e oportunidade, em razão do princípio da segurança jurídica.

d) Pode ocorrer por atuação da própria administração, a qualquer tempo, por motivo de legalidade,
independentemente de terem, os atos, produzido efeitos favoráveis aos destinatários, sendo que a
invalidação, nesse caso, produzirá efeitos ex tunc.

e) Quando presente vício de legalidade, a Administração tem o dever de anular o ato administrativo,
dever este que encontra limite, sempre que, nos termos da lei, tenha transcorrido prazo razoável e dos
atos decorram efeitos favoráveis para destinatários de boa­fé.

193 Q481499 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor

Para implementação de projetos de infraestrutura o Município pode lançar mão de parcerias com a iniciativa
privada. O ordenamento jurídico pátrio estabelece diversos instrumentos para tanto, dentre eles, os contratos de
concessão disciplinados pela Lei n° 8.987/1995 e os deno­ minados contratos de parceria público­privada,
disciplinados pela Lei n° 11.079/2004. Quanto a estes instrumentos, é correto afirmar

a) Em razão da disciplina normativa incidente nos contratos de PPP, os parceiros privados devem
assumir, obrigatoriamente, o financiamento de todos os investimentos necessários à implementação da
infraestrutura, que são concentrados no início da execução dos contratos.

b) O aporte de recursos públicos na fase de investimento do projeto, a despeito de juridicamente viável,
não integra a equação econômico­financeira do ajuste, daí porque não é considerado para efeito de
eventual pleito de restabelecimento da equação originária.
c) É possível o contrato de PPP prever aporte de recursos públicos em favor do contratado, tanto ao
longo da denominada fase de investimento como após a disponibilização do serviço em condições de
fruição, desde que, no primeiro caso, se destinem à construção ou aquisição de bens reversíveis, haja
previsão no edital e guarde proporcionalidade com as etapas efetivamente executadas.

d) Os aportes de recursos públicos em favor do parceiro privado são admissíveis, em referidos contratos,
após a disponibilização da obra, na denominada fase de investimento, não se admitindo que recursos
públicos, de qualquer espécie, sejam disponibilizados ao parceiro privado na fase de implementação
da infraestrutura.

e) É legítimo que aportes de recursos públicos, de qualquer espécie, sejam integrados na remuneração
do parceiro privado ao longo do desenvolvimento do contrato de PPP, em qualquer de suas fases,
tendo o parceiro privado, nestes casos, dada a natureza do ajuste, ampla liberdade para decidir onde e
como empregá­los.

194 Q481500 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor

Os contratos administrativos e os de direito privado se distinguem entre si, a despeito de ambos integrarem a
categoria dos negócios jurídicos. Contudo, apenas os contratos administrativos

a) podem ser unilateralmente modificados ou rescindidos pelo Poder Público, para atendimento de um
fim de interesse público, respeitado o seu equilíbrio econômico­financeiro.

b) são mutáveis, possibilitando a instabilização da relação jurídica, desde que tenham sido firmados por
meio de procedimento licitatório, o que se denomina comutatividade.

c) são regidos predominantemente por normas de direito privado, em razão do princípio da autonomia
da vontade.

d) obrigam terceiros estranhos à relação jurídica, o que se denomina força obrigatória do vínculo.

e) podem ser ajustados de forma verbal e por prazo indeterminado, em razão do princípio da
indisponibilidade do interesse público sobre o privado.

195 Q481501 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor

Quanto ao sistema de controle incidente sobre a atuação administrativa, a Administração pública está sujeita à

a) controle interno e à controle externo de seus atos, este último, via de regra, efetivado pelos Poderes
Legislativo e Judiciário e alicerçado nos mecanismos de controles recíprocos entre os Poderes.

b) controle externo de seus atos, que, via de regra, é alicerçado nos princípios hierárquico e disciplinar.

c) controle interno e à controle externo de seus atos, o primeiro exercido pelo Poder Judiciário, mediante
provocação, e o segundo pelo Legislativo de ofício, por intermédio do Tribunal de Contas.

d) autotutela administrativa que é levada a efeito pela própria administração, e, também, pelos Tribunais
de Contas.

e) controle interno e à controle externo de seus atos, o primeiro exercido pelo Poder Legislativo, por
intermédio do Tribunal de Contas e o segundo pelo Poder Judiciário.

196 Q481502 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM­GOProva: Auditor

A Constituição Federal estabeleceu o concurso público como exigência ao ingresso na Administração pública
objetivando igualar, da melhor forma possível, as oportunidades de acesso às vagas disponíveis no serviço
público. A partir dessa afirmativa, é correto afirmar:

a) A regra do concurso público incide no acesso aos cargos de provimento efetivo, não alcançando o
procedimento de contratação pela CLT levado a efeito pela Administração pública, que, neste caso,
está obrigada a realizar processo de seleção simplificado.

b) O servidor que tenha originalmente ingressado na Administração pública por concurso público pode
ser alçado a cargo de outra carreira sem que, com isso, haja ofensa ao princípio do concurso público,
o que se denomina provimento por derivação.

c) É exceção à regra do concurso público a nomeação para cargo em comissão declarado em lei de livre
nomeação e exoneração, bem como os casos de contratação por tempo determinado para atender
necessidade temporária de excepcional interesse público.

d) É exceção à regra da prévia aprovação em concurso público de provas e de provas e títulos o
provimento de emprego público em autarquias, porquanto estas integram a Administração pública
indireta, que realiza concurso baseado unicamente em títulos.

e) A exigência constitucional do concurso público aplica­se inclusive ao provimento de cargos em
comissão, razão porque os servidores comissionados, a partir da Constituição Federal de 1988, são
dotados de estabilidade.

197 Q464197 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Determinada sociedade de economia mista, que conta com a participação majoritária da União em seu capital
social, sofreu significativos prejuízos financeiros em função da aplicação de suas disponibilidades de caixa em
operações de risco. Restou comprovado que o Diretor Financeiro da empresa tinha conhecimento do risco
envolvido, não apenas de rentabilidade, mas também de perda de parcela do capital aplicado. Questionado, o
Diretor justificou a decisão de investimento pelo potencial de maximização dos ganhos e pela busca de
lucratividade a ser perseguida pela entidade, em face da sua natureza privada. Na situação narrada, a conduta do
Diretor Financeiro da empresa

a) pode, em tese, configurar ato de improbidade administrativa, eis que verificado prejuízo patrimonial à
empresa controlada majoritariamente pela União, configuração essa que restaria afastada no caso de
participação pública inferior a 50% do capital da empresa.

b) somente pode configurar ato de improbidade administrativa se identificada conduta comissiva do
Diretor e comprovado prejuízo direto à União, eis que atos lesivos à entidades submetidas ao regime
de direito privado não podem ser configurados como ato de improbidade.

c) não pode configurar ato de improbidade administrativa, eis que o ato de improbidade pressupõe,
como elemento subjetivo, o dolo do sujeito ativo.

d) somente pode configurar ato de improbidade administrativa se comprovado enriquecimento ilícito ou
obtenção de vantagem indevida pelo Diretor

e) pode, em tese, configurar ato de improbidade administrativa, que abrange os agentes públicos como
potenciais sujeitos ativos, assim considerados também os dirigentes e empregados de entidades da
Administração Indireta.

198 Q464198 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Em face de greve de serventuários da Justiça alguns candidatos à vagas abertas por uma prestigiada empresa de
tecnologia não puderam se submeter ao correspondente processo seletivo, por não terem logrado obter certidões
necessárias para comprovar a inexistência de antecedentes criminais. A responsabilidade civil do Estado, perante
referidos cidadãos,

a) somente se configura em face de condutas comissivas, sendo afastada, dada a sua natureza objetiva,
quando não identificado o agente causador do dano.

b) independe de comprovação de dolo ou culpa do agente, elementos esses que, somente, são
requeridos para fins do direito de regresso do Estado perante o agente.

c) depende da comprovação de dolo ou culpa dos serventuários, não bastando a comprovação do dano
e do nexo de causalidade com ação ou omissão de agente público.

d) é de natureza subjetiva, ensejando o direito de regresso em face dos servidores responsabilizados em
processo administrativo
e) é de natureza objetiva e independe, portanto, da comprovação do dano, bastando a identificação do
nexo de causalidade.

199 Q464199 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Conforme destaca Maria Sylvia Zanella di Pietro, não é tarefa fácil definir o serviço público, pois a sua noção
sofreu consideráveis transformações no decurso do tempo, quer no que diz respeito aos seus elementos
constitutivos, quer no que concerne à sua abrangência, enfatizando que as primeiras noções de serviço público
surgiram na França, com a chamada Escola de Serviço Público, e foram tão amplas, que abrangiam, algumas
delas, todas as atividades do Estado. Esse conceito, por certo, evoluiu no tempo e, atualmente, de acordo com o
nosso ordenamento pátrio,

a) o elemento subjetivo utilizado para definição de serviço público considera que determinada atividade
se enquadra em tal categoria quando prestada originalmente pelo poder público, que pode, todavia,
transferir a titularidade da mesma a particular sob o regime de concessão ou permissão.

b) o elemento finalístico envolvido no conceito de serviço público considera que determinada atividade
apenas pode ser classificada como serviço público quando não passível de exploração econômica.

c) constituem serviço público as atividades de interesse da coletividade apenas quando prestadas,
diretamente pelo poder público, sendo este o seu principal elemento subjetivo.

d) um dos elementos de definição do serviço público é o formal, que predica que o enquadramento de
determinada atividade material nessa categoria pressupõe previsão legal ou constitucional.

e) decorre do conceito material de serviço público a conclusão de que determinada atividade se insere
em tal categoria em face de sua própria natureza, independentemente de previsão legal ou
constitucional.

200 Q464200 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Uma fundação pública que tem como finalidade a pesquisa e desenvolvimento de medicamentos e tratamentos na
área de saúde pública apresentou ao Ministério da Saúde um plano estratégico de reestruturação e
desenvolvimento institucional, objetivando a ampliação de sua autonomia. De acordo com as disposições
constitucionais e legais aplicáveis, a referida fundação poderá

a) ser declarada, por Portaria do Ministro da Saúde, fundação de apoio e amparo à pesquisa, que poderá
celebrar contratos de gestão para prestação de serviços à Administração pública, com dispensa de
licitação.

b) ter a sua autonomia ampliada mediante a edição de lei específica, que altere sua natureza para agência
reguladora ou agência executiva.

c) ter sua natureza alterada mediante atribuição de qualificação, por decreto governamental, de fundação
de apoio à pesquisa, passando a caracterizar­se como fundação privada.

d) ser alçada à categoria de agência reguladora, mediante a adequação de seus estatutos para refletir o
grau de autonomia compatível com tal categorização.

e) celebrar contrato de gestão com o Ministério da Saúde, com a fixação de metas de desempenho,
recebendo, por ato do Presidente da República, a qualificação de agência executiva.

Respostas    181:      182:      183:      184:      185:      186:      187:      188:      189:      190:      191:      192:      193: 
   194:      195:      196:      197:      198:      199:      200:     

←   1  2 …  6  7  8  9 10  11  12  13  14 …  220  221



201 Q464201 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho


BETA

O Diretor de uma escola da rede pública, com base em juízo de conveniência e oportunidade, concedeu
autorização a uma entidade privada para utilizar salas de aula durante os finais de semana, para oferecer aos pais
dos alunos e à população em geral serviços de orientação profissional. Como pressupostos declarados pelo Diretor
no ato de edição da referida autorização, constou, com destaque, a ampla experiência da entidade privada no
referido mister, com apresentação de dados que evidenciavam o sucesso dos programas por ela implementados.
Posteriormente, restou comprovado que os referidos pressupostos eram falsos, o que levou ao questionamento
acerca da validade da autorização concedida. Na situação narrada, o ato praticado pelo Diretor

a) somente poderá ser invalidado, com base na Teoria dos Motivos Determinantes, se comprovada a
insubsistência de pressupostos de direito para a sua edição.

b) é considerado válido, por ser de natureza discricionária e prescindir de motivação fática, podendo,
contudo, ser revogado de acordo com novo juízo de conveniência e oportunidade.

c) deve ser considerado inválido, em face da ausência de correspondência entre a realidade e os motivos
de fato indicados para a sua edição

d) não pode ser invalidado, eis que a Teoria dos Motivos determinantes se aplica a atos vinculados,
exclusivamente.

e) pode ser anulado, pela própria autoridade que o praticou ou por superior hierárquico, mediante novo
juízo de conveniência e oportunidade.

202 Q464202 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Na lição de Hely Lopes Meirelles, os poderes administrativos nascem com a Administração e se apresentam
diversificados segundo as exigências do serviço público, o interesse da coletividade e os objetivos a que se
dirigem. Esclarece o renomado administrativista que, diferentemente dos poderes políticos, que são estruturais e
orgânicos, os poderes administrativos são instrumentais.

Uma adequada correlação entre o poder administrativo citado e sua utilização pela Administração é:

a) o poder disciplinar possibilita às autoridades administrativas a práticas de atos restritivos de direitos
individuais dos cidadãos, nos limites previstos em lei.

b) o poder normativo autoriza a Administração a estabelecer condutas e as correspondentes punições aos
servidores públicos, para ordenar a atuação administrativa.

c) o poder de polícia comporta atos preventivos e repressivos, exercidos pela Administração para
condicionar ou restringir atividades ou direitos individuais, no interesse da coletividade.

d) o poder regulamentar atribuído, pela Constituição Federal, ao Chefe do Executivo, o autoriza a editar
normas autônomas em relação a toda e qualquer matéria de organização administrativa e
complementares à lei em relação às demais matérias.

e) o poder hierárquico autoriza a aplicação de penalidades aos servidores públicos e demais pessoas
sujeitas à disciplina administrativa em razão de vínculo contratual estabelecido com a Administração.

203 Q464203 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Os órgãos de controle interno de determinada autarquia federal apontaram a ocorrência de danos ao patrimônio
da entidade, especialmente em função da inadequada conservação de seus imóveis, alguns dos quais de valor
histórico. A situação narrada

a) permite a celebração de compromisso de ajustamento de conduta dos responsáveis, desde que
previamente à instauração do competente Inquérito Civil Público.

b) poderá ensejar, mediante provocação de qualquer pessoa, a instauração, sob a Presidência do
Ministério Público, de Inquérito Civil para averiguar a existência de fundamentos para a propositura de
Ação Civil Pública.

c) determina a apuração, em litisconsórcio necessário, dos danos ao patrimônio público e histórico, pela
União e pelo Ministério Público, mediante a instauração de Inquérito Civil sob a presidência deste
último.

d) uma vez noticiada ao Ministério Público, obriga a imediata interposição de Ação Civil Pública, no bojo
da qual poderá ser firmado compromisso de ajustamento de conduta.

e) comporta apuração em sede de Inquérito Civil Público, com competência concorrente entre Ministério
Público e a pessoa jurídica de direito público atingida pelos danos indicados.

204 Q464204 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

Sandro, servidor público, ocupa cargo efetivo de engenheiro, integrante do quadro de autarquia federal
responsável pelos sistemas de transporte rodoviário. Tendo em vista a sua classificação no concurso público de
ingresso, Sandro teve a oportunidade de ocupar cargo lotado em unidade regional da autarquia, localizada
próxima à cidade onde reside. Ocorre que, no decorrer do tempo, diversos cargos do quadro de engenheiros da
autarquia ficaram vagos em função de aposentadorias e desligamentos, prejudicando o atendimento em
determinadas localidades. Considerando as disposições da Lei federal no  8.112/1990, Sandro

a) poderá sofrer remoção, de ofício, no interesse da Administração, ainda que com mudança de sede.

b) caso removido de ofício pela Administração para outra localidade, terá prioridade para recondução à
lotação de origem na hipótese de abertura de novo concurso público para provimento de cargos
vagos.

c) poderá ter a sua lotação alterada para outra sede, no interesse da Administração, desde que instaurado
processo seletivo de remoção.

d) somente poderá ser removido a pedido, salvo se ainda não tiver completado o período de estágio
probatório.

e) somente estará obrigado a exercer suas atribuições em localidade diversa de sua lotação original na
hipótese de redistribuição do seu cargo.

205 Q464206 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 6ª Região (PE)Prova: Juiz do trabalho

O conceito de agente público NÃO é coincidente com o de agente político, cabendo destacar que

a) os particulares que atuam em colaboração com a Administração, embora no exercício de função
estatal, não são considerados agentes públicos.

b) todos aqueles que exercem função estatal em caráter transitório, sem vínculo com a Administração,
não são considerados agentes públicos e sim agentes políticos.

c) apenas os ocupantes de cargos, empregos e funções na Administração pública podem ser
considerados agentes públicos

d) são exemplos de agentes políticos os Chefes do Executivo e seus auxiliares imediatos, assim
entendidos Ministros e Secretários de Estado.

e) os detentores de mandato eletivo são os únicos que se caracterizam como agentes políticos.

206 Q467394 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

Julgue o item que se segue, a respeito de atos administrativos.

Os atos da administração que apresentarem vício de legalidade deverão ser anulados pela própria administração.
No entanto, se de tais atos decorrerem efeitos favoráveis a seus destinatários, o direito da administração de anular
esses atos administrativos decairá em cinco anos, contados da data em que forem praticados, salvo se houver
comprovada má­fé.

Certo Errado

207 Q467395 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

Com base na jurisprudência do STJ, julgue o item seguinte.

Segundo o entendimento jurisprudencial dominante no STJ relativo ao princípio da continuidade dos serviços
públicos, não é legítimo, ainda que cumpridos os requisitos legais, o corte de fornecimento de serviços públicos
essenciais, em caso de estar inadimplente pessoa jurídica de direito público prestadora de serviços indispensáveis à
população.

Certo Errado

208 Q467396 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

Com base na jurisprudência do STJ, julgue o item seguinte.

Segundo entendimento já consolidado no âmbito no STJ, a quitação de multas de trânsito vencidas não pode ser
condição para a liberação de veículo regularmente apreendido, haja vista que a multa não constitui punição
autoexecutória.

Certo Errado

209 Q467398 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

Com relação aos contratos administrativos, julgue o item a seguir.

De acordo com a Lei n.º 8.666/1993, o contrato administrativo deve ser escrito, sendo nulo e de nenhum efeito
todo contrato verbal celebrado com a administração pública.

Certo Errado

210 Q467399 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

No que se refere ao controle da administração pública, julgue o seguinte item.

Por ser um órgão constitucional autônomo, a DP não está sujeita a controle interno de suas funções
administrativas.

Certo Errado

211 Q467400 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público


A respeito dos servidores públicos, julgue o item subsequente.

Não é possível a acumulação de um cargo de professor com outro de caráter técnico ou científico se a soma da
carga horária ultrapassar o limite de sessenta horas semanais, pois não há, nessa situação, o requisito
constitucional da compatibilidade de horários.

Certo Errado

212 Q467401 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

A respeito dos servidores públicos, julgue o item subsequente.

Conforme entendimento atual do STF, é dever da administração pública nomear candidato aprovado em concurso
público dentro das vagas previstas no edital, em razão do princípio da boa­fé e da proteção da confiança, salvo
em situações excepcionais caracterizadas pela necessidade, superveniência e imprevisibilidade.

Certo Errado

213 Q467393 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2015 Banca: CESPE Órgão: DPE­PEProva: Defensor Público

Julgue o item que se segue, a respeito de atos administrativos.

Em obediência ao princípio da solenidade das formas, o ato administrativo deve ser escrito, registrado e
publicado, não se admitindo no direito público o silêncio como forma de manifestação de vontade da
administração.

Certo Errado

214 Q460227 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: Polícia FederalProva: Agente de Polícia

No que se refere a organização administrativa e a agentes públicos, julgue o item a seguir.
Conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal, se determinado concurso público destinar­se ao provimento
de duas vagas, não será possível que uma dessas vagas seja destinada exclusivamente a pessoa portadora de
necessidades especiais.

Certo Errado

215 Q460228 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: Polícia FederalProva: Agente de Polícia

No que se refere a organização administrativa e a agentes públicos, julgue o item a seguir.

O cargo de dirigente de empresa pública e de sociedade de economia mista é regido pela Consolidação das Leis
do Trabalho (CLT).

Certo Errado

216 Q460230 Direito Administrativo   Poderes da Administração


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: Polícia FederalProva: Agente de Polícia

Acerca dos poderes administrativos e da responsabilidade civil do Estado, julgue item que se segue.

A aplicação de sanção administrativa contra concessionária de serviço público decorre do exercício do poder
disciplinar.

Certo Errado

217 Q456648 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito

No que diz respeito ao terceiro setor, assinale a opção correta à luz da doutrina, da legislação de regência e da
jurisprudência do STF acerca da matéria.

a) Os serviços sociais autônomos, embora não integrem a administração pública, se sujeitam à
obrigatoriedade de realização de concurso público para a contratação de pessoal.

b) O DF pode dispensar a realização de licitação para a celebração de contrato de prestação de serviços
com organização social, assim qualificada por meio de contrato de gestão celebrado com município de
estado da Federação.

c) Os serviços sociais autônomos, tais como SESI e SENAI, ainda que de âmbito nacional, sujeitam­se à
jurisdição da justiça estadual.

d) Devido à competência exclusiva da União para legislar sobre normas gerais de contratação, será
inválida lei distrital que regulamente, no âmbito do DF, a qualificação de organização social, dado o
caráter nacional da Lei n.º 9.637/1998.

e) As instituições religiosas podem qualificar­se como OSCIPs, desde que não tenham fins lucrativos e os
respectivos objetivos sociais e normas estatutárias atendam aos requisitos instituídos por lei.

218 Q456649 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito

Considerando a relevância dos princípios do direito administrativo para atividade de administrador público, assinale
a opção correta.

a) O princípio da supremacia do interesse público vem sendo questionado pela doutrina, em especial,
após a CF, que estabeleceu o Estado democrático de direito e assegurou direitos e garantias
individuais acima dos interesses do Estado, não existindo, por outro lado, norma constitucional que
respalde a permanência de tal princípio no ordenamento jurídico.

b) O princípio da eficiência funciona como diretriz a ser seguida pelo administrador, mas não pode ser
utilizado como parâmetro de controle externo pelo tribunal de contas para fins de verificação de
regularidade dos atos e contratos celebrados pelos administradores públicos.

c) A violação de princípios da administração pública, tais como da moralidade, da impessoalidade e da
eficiência, caracteriza ato de improbidade administrativa, desde que comprovado o dolo, ainda que
genérico, do agente.

d) Na esfera de atuação do poder de polícia, não pode a administração pública efetuar a demolição de
obra irregular de forma sumária, sem observar os princípios do contraditório e da ampla defesa,
devendo haver a oitiva prévia do interessado.

e) Estando o administrador diante de ato administrativo viciado, o princípio da segurança jurídica lhe
confere a opção, observado o critério de conveniência e oportunidade, de convalidar o ato se o vício
for sanável, reconhecer a sua estabilização pelo decurso do tempo, modular os efeitos da anulação ou,
ainda, invalidar o ato, com efeitos ex tunc.

219 Q456650 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito


Acerca dos poderes conferidos à administração pública para a consecução de suas atividades, assinale a opção
correta.

a) O contrato de concessão celebrado na modalidade de parceria público­privada deve delimitar a
delegação do poder de polícia ao parceiro privado, medida necessária para a prestação do serviço
público delegado.

b) O DF pode, no exercício do seu poder de polícia, limitar a instalação de estabelecimentos comerciais
do mesmo ramo em determinada área.

c) A aplicação de sanções pela administração pública decorre do poder disciplinar, que confere à
administração pública autoridade para conformar atividades particulares, bem como punir condutas
desviadas de seus servidores.

d) Consoante o entendimento do STJ, constitui prática abusiva condicionar a liberação de veículo
regularmente apreendido ao pagamento das multas vencidas, meio de cobrança considerado
coercitivo.

e) Caso servidora pública seja denunciada pela prática de determinado crime, mas seja reconhecida a
atipicidade da conduta em sentença penal absolutória transitada em julgado, ainda assim, a
administração pública, no uso do poder disciplinar, poderá punir a servidora na esfera administrativa,
pelos mesmos fatos, se houver falta residual.

220 Q456652 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito

Miguel, servidor público, recebeu R$ 25, a título de propina, para deixar de realizar atividade inerente a seu cargo.
Ao saber do fato, seu chefe imediato, de pronto, instaurou PAD, visando, se fosse o caso, a aplicação da
penalidade adequada. Ao final do processo, depois de terem sido garantidas ao servidor a regular informação de
todos os atos do procedimento e a possibilidade de se manifestar e influenciar efetivamente o conteúdo decisório,
ainda que sem defesa técnica por advogado inscrito na OAB, Miguel foi demitido. Ato contínuo, o servidor ajuizou
ação visando à imediata reintegração ao cargo cumulada com indenização por danos materiais e morais. 
Em face dessa situação hipotética, assinale a opção correta acerca das consequências administrativas da conduta
de Miguel, de acordo com a jurisprudência do STF e STJ.

a) O procedimento descrito deve ser totalmente invalidado porque, conforme o princípio da presunção
de inocência, deve haver instauração prévia de sindicância e, somente após sua conclusão, caso
existam elementos justificadores, poderá a autoridade competente instaurar PAD.

b) O procedimento descrito deve ser totalmente invalidado dada a violação do princípio do contraditório
e da ampla defesa, visto que não houve defesa técnica por advogado regularmente inscrito na OAB,
que é absolutamente necessária em PAD.

c) O procedimento é válido, visto que não foi demonstrado nenhum vício capaz de prejudicar o servidor,
todavia a pena a ele aplicada é desproporcional à quantia irrisória recebida, ainda que a título de
propina, devendo, portanto, ser anulada pelo Poder Judiciário.

d) O procedimento e a pena aplicada são válidos, visto que não foi demonstrada nenhuma ilicitude na
condução do PAD nem desproporcionalidade na aplicação da pena.

e) O procedimento deve ser totalmente invalidado porque, como corolário do princípio da
insignificância, também aplicável à esfera administrativa, é desproporcional a demissão de servidor que
tenha recebido indevidamente quantia irrisória, mesmo que a título de propina.

Respostas    201:      202:      203:      204:      205:      206:      207:      208:      209:      210:      211:      212:      213: 
   214:      215:      216:      217:      218:      219:      220:     

←   1  2 …  7  8  9  10 11  12  13  14  15 …  220  221



221 Q456653 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito


BETA

Conforme entendimento jurisprudencial do STF e do STJ, assinale a opção correta considerando os temas
improbidade administrativa e as formas de controle da administração pública.

a) Ação popular que tenha por fundamento improbidade administrativa do presidente da República será
de competência originária do STF.

b) Qualquer pessoa, física ou jurídica, detém legitimidade para a propositura de ação popular.

c) Caso haja apenas indícios de cometimento de atos de improbidade administrativa, a petição inicial da
respectiva ação não deve ser recebida pelo Poder Judiciário, em decorrência da aplicação do princípio
constitucional da presunção de inocência.

d) É possível a demissão de servidor por improbidade administrativa por meio de PAD,
independentemente de ação judicial, caso existam elementos comprobatórios da prática de ato de
improbidade.

e) O MP não tem legitimidade para ajuizar ACP referente a ato de improbidade administrativa que envolva
questões tributárias em sua causa de pedir.

222 Q456654 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito

No que diz respeito à prestação de serviço público ofertado por concessionária ou permissionária, à interrupção do
serviço e ao princípio da continuidade, assinale a opção correta de acordo com a legislação de regência e a
jurisprudência do STJ.

a) Será ilegítimo o corte no fornecimento de serviço público essencial caso a inadimplência do usuário
decorra de débitos pretéritos, isoladamente considerados, uma vez que a interrupção pressupõe o
inadimplemento de conta relativa ao mês do consumo.

b) Não caracteriza violação ao princípio da continuidade a interrupção na prestação do serviço público
por motivos de ordem técnica ou de segurança das instalações, sendo desnecessária, nesses casos, a
notificação prévia do usuário.

c) É legítimo o corte no fornecimento de energia elétrica caso o débito decorra de fraude no medidor de
consumo de energia, mesmo que apurada unilateralmente pela concessionária, uma vez que, pela lei,
ninguém pode beneficiar­se de sua própria torpeza.

d) É possível a suspensão do fornecimento de energia elétrica e de água por falta de pagamento, ainda
que a dívida se refira a consumo de usuário anterior do imóvel, visto que os débitos se sub­rogam na
pessoa do adquirente.

e) O atendimento ao princípio da isonomia legitima a suspensão do fornecimento de energia elétrica por
inadimplência em escolas públicas municipais, desde que precedida de notificação prévia.

223 Q456655 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Juiz de direito

Ênio foi condenado a dezessete anos de prisão por meio de sentença penal condenatória transitada em julgado.
Sob a custódia do Estado, deparou­se com um sistema prisional inepto para tutelar os direitos fundamentais
previstos no texto constitucional: celas superlotadas, falta de preparo dos agentes carcerários, rebeliões, péssimas
condições de higiene, doenças, violências das mais diversas. Agregaram­se a isso problemas pessoais: além de ter
contraído doenças, sua esposa pediu­lhe o divórcio e seus filhos e amigos não quiseram mais contato algum com
ele. Após um ano de prisão, Ênio entrou em depressão e se suicidou dentro da cela, durante a noite. Em razão
desse fato, seus herdeiros ajuizaram ação de indenização por danos materiais e morais contra o Estado.
Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta acerca da responsabilidade extracontratual, ou
aquiliana, do Estado, com base no entendimento jurisprudencial do STF e do STJ.

a) O Estado não pode ser responsabilizado pelo suicídio de Ênio, uma vez que não tem o dever de
guardião universal das pessoas sob sua custódia. No caso narrado, não há sequer nexo de causalidade
entre omissão e dano, visto que concorreram para o suicídio fatores da vida pessoal de Ênio; afinal,
todo o seu sofrimento originou­se de sua conduta criminosa. Assim, com base no princípio da
razoabilidade, o Estado não tinha como evitar o evento danoso e não deve indenizar.

b) Trata­se de hipótese de responsabilidade subjetiva do Estado por omissão, cabendo aos autores da
demanda demonstrar em juízo a falha estatal e o dano, o nexo causal entre eles, bem como a culpa da
administração pública.

c) Não é necessário demonstrar a culpa da administração pública, visto que a responsabilidade civil
estatal pela integridade dos presidiários é objetiva em face dos riscos inerentes ao meio em que eles
estão inseridos por conduta do próprio Estado.

d) Em que pese não haver, nessa hipótese, nexo de causalidade, visto que concorreram para o suicídio
circunstâncias pessoais da vida do preso, subsiste a obrigação do Estado de indenizar, haja vista tratar­
se de responsabilidade objetiva.

e) É necessário demonstrar a culpa da administração pública, mas não o nexo de causalidade, uma vez
que tal nexo é presumido quando o lesado está sob custódia do Estado.

224 Q457740 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 24ª REGIÃO (MS)Prova: Juiz do trabalho

No que tange às chamadas entidades paraestatais e as que atuam em regime de colaboração com a Administração
pública, é correto afirmar que

a) os serviços sociais (Sistema “S”), visto que são custeados com contribuições parafiscais compulsórias,
são obrigados a realizar concurso público para admissão de seus empregados, nos moldes do art. 37,
II, da Constituição Federal.

b) as chamadas fundações de apoio são entidades de direito público, criadas por lei, para prestar suporte
ao desenvolvimento de atividades administrativas pelos órgãos públicos e seus funcionários estão
sujeitos ao regime jurídico único.

c) os consórcios públicos são arranjos por meio dos quais as empresas privadas podem atuar
conjuntamente na prestação de um serviço público delegado.

d) no âmbito federal, em caso de absorção, por organização social, de atividades e serviços de órgão
extinto, pode haver cessão de servidor do quadro permanente do órgão extinto à referida organização
social, sendo que tal cessão é irrecusável para o servidor.

e) as organizações da sociedade civil de interesse público que celebrem termo de parceria e recebam
recursos públicos para desempenho de suas atividades são impedidas de remunerar seus dirigentes.

225 Q457741 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 24ª REGIÃO (MS)Prova: Juiz do trabalho

Jonas é jornaleiro de profissão e obteve da Prefeitura Municipal uma “permissão não qualificada e incondicionada
de uso de bem público”, para fins de instalação de banca de jornais e revistas, em logradouro urbano. Tal ato é

a) enunciativo, composto e homologatório.

b) discricionário, unilateral e precário.

c) declaratório, discricionário e ablativo.

d) imperativo, bilateral e constitutivo.

e) contratual, complexo e ampliativo.

226 Q457742 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 24ª REGIÃO (MS)Prova: Juiz do trabalho

Arnaldo passou em concurso de provas, promovido por sociedade de economia mista federal que atua como
instituição bancária, no qual exercerá a atividade de analista de mercado. Acerca de tal situação, é correto concluir
que Arnaldo

a) tem sua remuneração sujeita ao teto constitucional previsto no art. 37, XI, da Constituição Federal,
que se aplica a todos os cargos, empregos e funções da Administração direta e indireta.

b) não pode pleitear judicialmente equiparação salarial em relação a outro empregado, nos termos do art.
461 da Consolidação das Leis do Trabalho, em vista do que dispõe o art. 37, XIII, da Constituição
Federal: “XIII ­ é vedada a vinculação ou equiparação de quaisquer espécies remuneratórias para o
efeito de remuneração de pessoal do serviço público.”

c) pode legalmente acumular a atividade na sociedade de economia mista federal com cargo de professor
em universidade estadual, desde que haja compatibilidade de horários.

d) tornar­se­á estável, após três anos de efetivo exercício na atividade em questão, nos termos do art. 41
da Constituição Federal.

e) é um servidor estatutário, visto que todos que atuam em funções permanentes na Administração têm
vínculo de natureza legal e se sujeitam inteiramente ao regime jurídico­administrativo.

227 Q460015 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Uma autarquia estadual que presta serviços no setor de transportes promoveu regular licitação para contratação de
obras de recapeamento de pistas de rolamento das rodovias que explora. Transcorrido o procedimento de licitação
nos termos legais, sagrou­se vencedora uma empresa, estando o procedimento em fase de homologação do
resultado. Considerando que a Administração pretende concluir a contratação em face de comprovada necessidade
do objeto,

a) a autoridade competente possui discricionariedade em medida suficiente para rediscussão das
condições e objeto da licitação antes da fase da homologação, a fim de ajustar a futura contratação às
necessidades da Administração, o que também configura expressão do poder exorbitante e do caráter
mutável do contrato administrativo.

b) a autoridade competente possui pouca margem de apreciação quanto à conveniência e oportunidade
para homologar o certame, na medida em que lhe resta o exame de compatibilidade do resultado com
os preços e demais indicadores objetivos constantes do processo, havendo autores que indicam,
inclusive, ser dever da autoridade fazê­lo.

c) diante de eventual incompatibilidade entre os preços praticados no mercado e o resultado, resta à
autoridade competente o cancelamento da licitação, ainda que exista probabilidade de indenização do
vencedor.

d) não se admite controle na esfera do Judiciário antes da conclusão da fase de homologação e
adjudicação, tendo em vista que somente após esses atos é que a licitação é considerada concluída e,
portanto, hábil a projetar efeitos dos vícios de ilegalidade que a permearam.

e) somente poderá haver revogação do certame por razões de conveniência e oportunidade após as fases
de homologação e adjudicação do objeto se houver indenização para o vencedor.

228 Q460016 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Determinado ente federado celebrou regular contrato de concessão do serviço público de exploração de rodovia
precedida de obra pública. O contrato, nos moldes do que prevê a Lei n° 8.987/1997, delegou o serviço público
para ser executado pela concessionária por sua conta e risco. Ocorre que durante as obras de implantação da
rodovia, a concessionária identificou a existência de contaminação do solo em trecho significativo do perímetro
indicado pelo poder concedente. Foi necessário, assim, longo trabalho de identificação do agente contaminante e
complexa e vultosa descontaminação. Considerando­se que o perímetro da rodovia foi indicado pelo poder
concedente, bem como que a responsabilidade pelo passivo ambiental pela execução da obra foi atribuído para a
concessionária,

a) a responsabilidade pela descontaminação incumbe à concessionária, que pode, no entanto, invocar os
atrasos no cronograma e os vultosos prejuízos comprovados para pleitear o reequilíbrio econômico­
financeiro do contrato, na hipótese de intercorrência não passível de identificação anterior pelos
licitantes.

b) cabe integral responsabilidade à concessionária, tendo em vista que o regime da chamada concessão
comum não admite superveniências que conduzam a lógica do reequilíbrio econômico­financeiro do
contrato.

c) diante da ausência de previsibilidade do evento, impõe­se a repartição dos riscos, em igual proporção,
lógica que rege os contratos de concessão comum.

d) a responsabilidade pela descontaminação incumbe integralmente ao poder concedente, na medida em
que foi responsável pela escolha da área e em razão de não haver previsão expressa no contrato, o
que desloca o ônus para o ente público contratante.

e) os custos e prejuízos experimentados devem ser integralmente repassados à tarifa, após o início da
operação, como expressão do direito subjetivo da concessionária ao reequilíbrio econômico­financeiro
do contrato.

229 Q460017 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

A correlação válida entre os chamados poderes da Administração está em:

a) O poder disciplinar pode ser decorrente do poder hierárquico, mas também pode projetar efeitos para
além das relações travadas interna corporis.

b) O poder hierárquico decorre do poder disciplinar, na medida em que estabelece relação jurídica dentro
dos quadros funcionais do poder público.

c) O poder hierárquico decorre do poder normativo no que se refere à estruturação e criação de
secretarias de Estado, na medida em que esse se qualifica como autônomo e originário.

d) O poder disciplinar permite a aplicação de sanções não previstas em lei, o que o aproxima, quanto aos
predicados, do poder normativo.

e) O poder hierárquico e o poder disciplinar confundem­se quando se trata de relações jurídicas travadas
dentro da estrutura da Administração.

230 Q460018 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Determinada empresa pública pleiteou à Administração pública a qualificação de organização social para, mediante
contrato de gestão, prestar serviços na área da saúde. O pedido

a) pode ser indeferido se a empresa tiver fins lucrativos, passível de deferimento no caso de ser
filantrópica e a atividade pretendida constar expressamente do objeto social.

b) deve ser indeferido, tendo em vista que essa qualificação somente se mostra possível para empresas
públicas que tenham sido criadas especificamente para esse fim.

c) pode ser deferido, desde que não haja repasse de verbas públicas para essa pessoa jurídica, em razão
de sua natureza jurídica ser de direito privado.

d) deve ser indeferido, tendo em vista que a qualificação pleiteada somente poderia ser deferida à
pessoas jurídicas de direito privado, sem fins lucrativos, que desenvolvessem atividades no setor de
saúde.

e) pode ser deferido se a empresa pública tiver sido constituída sob a forma de sociedade anônima e
desde que não seja de capital aberto.

231 Q460019 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Determinado Estado da Federação pretende licitar a construção e a gestão de uma unidade prisional feminina, a
primeira a ser edificada com essa finalidade específica, o que motivou a preocupação com o atingimento dos
padrões internacionais de segurança e ressocialização. Assim, a modelagem idealizada foi uma concessão
administrativa, na qual alguns serviços seriam prestados pelo parceiro privado. A propósito desse modelo e dos
serviços objeto de delegação:

a) não é adequado, tendo em vista que somente seria possível lançar mão de uma parceria público­
privada na hipótese da totalidade dos serviços abrangidos pela unidade poder ser delegada ao
particular, somente sendo possível promover a contratação de obra pública com base na Lei n°
8.666/1993.

b) é possível contratar a edificação da unidade prisional, mas o modelo de concessão administrativa não
é adequado, na medida em que não há serviços públicos a serem delegados.

c) pode ser adequado o modelo proposto, partindo da premissa de que são delegáveis os ciclos de
consentimento e fiscalização do poder de polícia, reservando­se ao poder concedente as atividades
pertinentes ao ciclo de imposição de ordem ou normatização e ao ciclo de sancionamento.

d) é adequado o modelo proposto, considerando que alguns ciclos do poder de polícia são delegáveis, à
exceção do ciclo normativo, não se adequando, contudo, o conceito da concessão administrativa, que
pressupõe retribuição financeira pelo usuário do serviço, o que inexiste no presente caso.

e) é adequado o modelo proposto, caso parte dos serviços públicos seja remunerada à proporção do
número de detentas usuárias do serviço, bem como se a delegação pretendida se restringir às
atividades de sancionamento.

232 Q460020 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Determinada autarquia estadual ofereceu em garantia bens de sua titularidade, para obtenção de financiamento em
projeto de desenvolvimento regional com a participação de outras entidades da Administração pública. Referido
ato, praticado por dirigente da entidade,

a) não pode ser revisto pela autoridade prolatora, em face da preclusão, cabendo, contudo, a anulação
pela autoridade superior, mediante análise de conveniência e oportunidade.

b) pode ser impugnado por meio de recurso dirigido ao Chefe do Executivo, independentemente de
previsão legal, com base no princípio da hierarquia.

c) pode ser revisto, de ofício, pela Secretaria de Estado à qual se encontra vinculada a entidade
autárquica, em decorrência do princípio da supervisão.

d) comporta revisão, com base no princípio da tutela, se verificado desvio da finalidade institucional da
entidade, nos limites definidos em lei.

e) comporta controle administrativo apenas em relação ao seu mérito, sendo passível de impugnação
pela via judicial para controle das condições de legalidade.

233 Q460021 Direito Administrativo   Regime jurídico administrativo

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Sabe­se que a Administração tem o poder de rever seus próprios atos, observadas algumas condições e requisitos.
Esse poder guarda fundamento nos princípios e poderes que informam a Administração pública, destacando­se,
quanto à consequência de revisão dos atos,

a) o poder de tutela, que incide sobre os atos da Administração pública em sentido amplo, permitindo a
retirada, em algumas situações, de atos praticados inclusive por entes que integrem a Administração
indireta.

b) o princípio ou poder de autotutela, que incide sobre os atos da Administração, como expressão de
controle interno de seus atos.

c) os princípios da legalidade e da moralidade, inclusive porque estes podem servir de fundamento
exclusivo para o ajuizamento de ação popular.

d) o princípio da eficiência, pois não se pode admitir que um ato eivado de vícios produza efeitos.

e) o poder de polícia, em sua faceta normativa, que admite o poder de revisão dos atos da Administração
pública quando eivados de vícios ou inadequações.
234 Q460022 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Um consórcio contratado pela Administração pública com base na Lei n° 8.666/1993, para realização de prestação
de serviços de interesse público subcontratou parte do objeto. Considerando que o edital da licitação tenha
regulado adequadamente a questão das subcontratações,

a) a subcontratação não pode envolver parcela do objeto que guarde pertinência direta com habilitação
técnica específica, sem a qual não teria o consórcio logrado êxito na contratação.

b) é necessário que a empresa subcontratada apresente os mesmos requisitos exigidos para a habilitação
técnica da empresa vencedora.

c) a empresa ou as empresas subcontratadas deverão passar a integrar o consórcio vencedor da licitação,
a fim de garantir o cumprimento do objeto do certame.

d) a subcontratação pode envolver parcela fundamental do objeto, sem limite de percentual, caso se trate
de empresa que integre o setor principal atendido pelo consórcio e que estivesse em condições de se
habilitar tecnicamente

e) a subcontratação é faculdade do contratado, que define, justificadamente, o percentual passível de ser
executado por terceiros, desde que integrantes do mesmo segmento técnico produtivo.

235 Q460023 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Foi instaurada licitação para contratação de obras de construção de uma ponte intermunicipal. Após homologação
do certame e adjudicação do objeto ao vencedor, adveio medida econômica que ensejou alta nos juros cobrados
pelo mercado para financiamentos de projetos de infraestrutura. Antes da assinatura do contrato, a contratada
apresentou proposta de redução da garantia em 2%, a fim de conseguir baixar seus custos de financiamento e
preservar a taxa de retorno interno de seus investimentos. A proposta, lembrando que o vencedor tem intenção de
assinar o contrato,

a) não pode ser acatada, a não ser que se comprove que nenhum dos classificados teria condição de
manter a proposta originalmente vencedora.

b) não pode ser acatada pela Administração pública, sob pena de violação ao princípio da vinculação ao
instrumento convocatório, tendo em vista que a variação das taxas de juros constitui evento previsível
e, portanto, configura álea ordinária.

c) pode ser acatada pela Administração pública, seguida de aditamento do contrato para introduzir a
alteração pretendida por se tratar de álea ordinária.

d) deve ser acatada pela Administração pública para fins de preservação do equilíbrio econômico­
financeiro do contrato, vez que o contratado foi onerado por motivo alheio à sua vontade.

e) pode ser acatada pela Administração pública caso se comprove que a alteração pretendida pela
contratada continuaria a qualificar sua proposta como mais vantajosa.

236 Q460024 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Uma determinada concessionária de serviços públicos ferroviários experimentou relevantes e significativos prejuízos
em razão de grave deslizamento de parte de um morro próximo à malha ferroviária, em razão das fortes chuvas
ocorridas na região. Além dos prejuízos pela destruição de bens da concessionária e de particulares, houve
interrupção dos serviços por período superior a 30 (trinta) dias. Em razão desse incidente

a) o poder público será responsabilizado pelos prejuízos experimentados pela concessionária, tendo em
vista que em se tratando de força­maior, aplica­se a responsabilidade civil na modalidade objetiva
pura.

b) a concessionária pode demandar o poder público em juízo, para ressarcimento dos prejuízos causados
e pelos lucros cessantes, desde que comprove a culpa dos agentes responsáveis pelas obras de
contenção de encostas, tendo em vista que em se tratando de hipótese de força­maior, aplica­se a
responsabilidade civil na modalidade subjetiva.

c) o poder público não pode ser responsabilizado, tendo em vista que a ocorrência de força­maior supera
eventual ocorrência de negligência nas obras e atividades de prevenção de acidentes.

d) a concessionária poderá demandar o poder público para fins de responsabilidade civil na modalidade
objetiva, em razão da natureza da atividade prestada, relevante e essencial.

e) o poder público poderá ser responsabilizado a indenizar os bens dos particulares caso se demonstre a
ocorrência de culpa do serviço, ou seja, de que o acidente poderia ter sido evitado caso tivessem sido
adotadas as prevenções cabíveis.

237 Q460026 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

A União pretende apoiar Estados e Municípios em projetos de mobilidade urbana, em especial expansão e
modernização de transportes sobre trilhos. Nesse sentido, como forma de alavancar os investimentos necessários,
pretende fomentar a utilização de Parcerias Público­Privadas, eis que

a) propiciam a construção da infraestrutura e a prestação de serviços aos usuários, que podem ser
contratados em conjunto ou separadamente, no primeiro caso mediante concessão administrativa e no
segundo, mediante concessão patrocinada.

b) as despesas decorrentes dessa modalidade contratual não impactam o limite de endividamento público
e permitem o comprometimento anual da receita corrente líquida, observado o limite de 10%.

c) tais contratos, quando celebrados na modalidade concessão administrativa, permitem a
complementação dos pagamentos públicos com a receita tarifária obtida pelo concessionário mediante
a prestação de serviços ao usuário.

d) a Administração contratante apenas efetua o pagamento da contraprestação pecuniária relativa à
parcela fruível dos serviços objeto do contrato, após sua efetiva disponibilização.

e) viabilizam a utilização da capacidade de financiamento do setor privado para a construção de obras de
grande vulto, mediante o oferecimento de garantias de pagamento pelo Poder Público, incidente
sobre a arrecadação de impostos.

238 Q460027 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

O Poder Público desapropriou vários imóveis objetivando a construção de um grande complexo hospitalar.
Contudo, antes de iniciar a licitação para a contratação das obras, verificou que os recursos orçamentários
disponíveis não seriam suficientes para fazer frente ao empreendimento, desistindo, assim, da sua execução.
Considerando a disciplina legal aplicável,

a) somente poderá alienar os imóveis aos expropriados ou seus sucessores, por valor estabelecido em
avliação atualizada, que não poderá superar o montante pago a título de indenização, incluindo os
juros moratórios e compensatórios.

b) não poderá dar aos imóveis desapropriados destinação diversa daquela prevista na declaração de
utilidade pública, estando obrigado a aliená­los para recuperar os recursos orçamentários despendidos
com o pagamento das indenizações.

c) poderá alienar os imóveis, mediante procedimento licitatório, independentemente de oferecimento
prévio aos expropriados, desde que já tenha pago a integralidade das indenizações devidas.

d) poderá alienar os imóveis ou exigir dos expropriados a restituição do valor já recebido a título de
indenização, com a correspondente devolução do imóvel, expurgando­se os juros compensatórios.

e) poderá alienar onerosamente os imóveis por meio de procedimento licitatório, na hipótese de não
vislumbrar utilidade pública para os mesmos, devendo, obrigatoriamente oferecê­los previamente aos
respectivos expropriados para aquisição pelo valor atual dos bens.

239 Q460028 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado


Considere as afirmações abaixo acerca da disciplina legal dos consórcios públicos, na forma prevista na Lei Federal
n° 11.107/2007. 

I. Os consórcios públicos podem ser constituídos como associação pública, integrando a Administração indireta
dos entes da federação consorciados, ou como pessoa jurídica de direito privado. 
II. O contrato de consórcio público somente pode ser celebrado com a ratificação, mediante lei, do protocolo de
intenções anteriormente firmado pelos entes consorciados. 
III. Os contratos de rateio firmados no âmbito de consórcios públicos devem, necessariamente, contar com a
anuência da União, quando envolverem atuação em regiões metropolitanas. 

Está correto o que se afirma APENAS em

a) III.

b) I.

c) I e II.

d) II.

e) II e III.

240 Q460029 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

De acordo com a Constituição Federal, determinada atividade, quando erigida à condição de serviço público,

a) somente admite a exploração por particular nas hipóteses explicitadas na própria Constituição como
serviços públicos não exclusivos.

b) torna imperativa a sua prestação direta pelo poder público.

c) afasta a possibilidade de exploração econômica por particulares, salvo em caráter complementar ou
subsidiário ao poder público.

d) constitui obrigação do poder público, que pode prestá­la diretamente ou sob o regime de concessão
ou permissão a particulares.

e) sujeita­se ao regime de direito público, que proíbe a exploração com intuito lucrativo.

Respostas    221:      222:      223:      224:      225:      226:      227:      228:      229:      230:      231:      232:      233: 
   234:      235:      236:      237:      238:      239:      240:     

←   1  2 …  8  9  10  11 12  13  14  15  16 …  220


221  →
241 Q460030 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado


BETA

Em procedimento licitatório instaurado para contratação de fornecimento de trens para a ampliação do serviço de
transporte metropolitano de passageiros prestado por entidade integrante da Administração indireta, referida
entidade entendeu pertinente admitir a participação dos licitantes em consórcios. De acordo com as disposições da
Lei n° 8.666/1993,

a) a previsão somente é admitida em caráter excepcional, por razões de interesse público devidamente
justificadas, vedado o somatório de quantitativos dos consorciados para efeito de qualificação
econômico­ financeira.

b) somente existe tal possibilidade se a licitação for instaurada na modalidade concorrência.

c) essa prática é vedada, pois reduz o caráter com petitivo da licitação, somente sendo admissível se a
licitação for de âmbito internacional, com a obrigatoriedade de a liderança do consórcio recair sobre
empresa brasileira.

d) essa previsão somente é possível em se tratando de parceria público­privada, devendo o consórcio
vencedor constituir sociedade de propósito específico antes da assinatura do contrato.

e) tal previsão é admissível, importando a responsabilidade solidária dos consorciados pelos atos
praticados em consórcio, tanto na fase de licitação quanto de execução do contrato.

242 Q460031 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Suponha que o Ministro da Fazenda tenha concedido benefício creditício à empresa privada, sem, contudo, a
necessária oitiva de órgão colegiado que detém competência legal para opinar sobre a matéria. Referido ato,
considerando as disposições da Lei Federal n° 9.784/1999,

a) poderá ser anulado ou convalidado, sempre pela autoridade superior, a qual cabe sopesar,
independentemente do cumprimento do requisito legal, o interesse público envolvido.

b) é passível de convalidação, caso suprido o defeito sanável, desde que não acarrete lesão ao interesse
público nem prejuízo a terceiros.

c) deverá ser anulado, se não transcorrido mais de 2 (dois) anos, após o que se presume convalidado.

d) deverá ser revogado pelo agente prolator, não se admitindo convalidação, eis que esta somente é
possível em relação a atos vinculados.

e) é passível de convalidação apenas pela autoridade superior, de acordo com juízo de conveniência e
oportunidade.

243 Q460032 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

O Estado foi condenado judicialmente a indenizar cidadã por danos sofridos em razão da omissão de socorro em
hospital da rede pública, eis que o hospital negou­se a realizar parto iminente alegando falta de leito disponível.
Diante de tal condenação, entende­se que o Estado poderá exercer direito de regresso em face do servidor que
negou a internação

a) desde que comprove conduta omissiva ou comissiva dolosa, afastada a responsabilidade no caso de
culpa decorrente do exercício de sua atividade profissional.

b) com base na responsabilidade objetiva do mesmo, bastando a comprovação do nexo de causalidade
entre a atuação do servidor e o dano.

c) com base na responsabilidade subjetiva do mesmo, que decorre automaticamente da condenação do
Estado, salvo se comprovadas, pelo servidor, causas excludentes de responsabilidade.

d) independentemente da comprovação de dolo ou culpa, desde que constatado descumprimento de
dever funcional.
e) com base na responsabilidade subjetiva do servidor, condicionada à comprovação de dolo ou culpa.

244 Q460033 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: PGE­RNProva: Procurador do Estado

Considere as afirmações abaixo que se prestam a descrever as prerrogativas da Administração pública, quanto atua
na condição de contratante para aquisição de bens ou serviços e execução de obras, consubstanciadas nas
denominadas cláusulas exorbitantes do contrato administrativo, derrogatórias do regime contratual de direito
privado. 

I. Possibilidade de rescisão unilateral, pela Administração, por razões de interesse público, de alta relevância e
amplo conhecimento, justificadas e exaradas, no processo correspondente, pela autoridade máxima da esfera
administrativa a que se encontra subordinado o contratante. 
II. Possibilidade de modificação unilateral pela Administração, para alteração da equação econômico­ financeira
original. 
III. Proibição da suspensão, pelo contratado, do cumprimento de suas obrigações contratuais, mesmo na hipótese
de atraso nos pagamentos devidos pela Administração contratante, salvo se o atraso for superior a 90 dias e não
seja verificada situação de guerra, grave perturbação da ordem interna ou calamidade pública. 

Está correto o que se afirma APENAS em

a) II.

b) I e III.

c) I.

d) III.

e) I e II.

245 Q461336 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Considerando o regime jurídico aplicável aos servidores públicos nos termos da Constituição Federal, a estabilidade
é conferida

a) aos agentes públicos titulares de cargo de provimento efetivo e aos empregados das empresas estatais,
desde que as respectivas investiduras no serviço público tenham se dado por meio de concurso
público.

b) aos empregados públicos de autarquias e empresas públicas concursados, após três anos de efetivo
exercício, não adquirindo estabilidade os empregados de sociedade de economia mista, mesmo que
concursados.

c) após três anos de efetivo exercício aos servidores públicos estatutários, aos empregados públicos e aos
servidores comissionados.

d) aos empregados públicos concursados, após três anos de efetivo exercício, hipótese em que passam a
integrar a categoria dos servidores públicos estatutários.

e) aos servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público, após três
anos de efetivo exercício.

246 Q461337 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

As autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista são entidades estatais. É correto afirmar quanto
a referidas instituições que as
a) autarquias e empresas públicas integram a Administração pública direta, enquanto que as sociedades
de economia mista, por possuírem personalidade de direito privado, integram a Administração pública
indireta.

b) empresas públicas detêm personalidade de direito público e integram a Administração pública indireta,
as autarquias, da mesma forma, detêm personalidade jurídica de direito público, mas integram a
Administração pública direta.

c) autarquias detêm personalidade jurídica de direito público, enquanto as empresas públicas e
sociedades de economia mista detêm personalidade jurídica de direito privado, integrando, todas elas,
a denominada Administração pública indireta.

d) sociedades de economia mista prestadoras de serviço público integram a Administração pública direta,
enquanto as exploradoras de atividade econômica integram a Administração pública indireta.

e) autarquias, empresas públicas e sociedade de economia mista detêm personalidade jurídica de direito
privado, razão pela qual integram a denominada Administração pública indireta.

247 Q461339 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Sabe­se que, depois de editado, um ato administrativo, produz efeitos como se válido fosse até sua impugnação
administrativa ou judicial. Esse atributo dos atos administrativo é denominado

a) imperatividade ou poder extroverso, que diferencia um ato administrativo de um contrato e é corolário
do princípio da supremacia do interesse público sobre o particular.

b) presunção de legitimidade, estabelecido para que a Administração pública cumpra de forma célere
suas funções, tratando­se, no entanto, de presunção que admite prova em contrário.

c) presunção de legitimidade, estabelecido para que a Administração pública cumpra de forma eficiente
suas funções, tratando­se, no entanto, de presunção que não admite prova em contrário, em razão do
princípio da legalidade.

d) autoexecutoriedade, que se divide em exigibilidade e executoriedade e encontra fundamento na
necessidade da administração fazer cumprir suas decisões, desde que haja com proporcionalidade, ou
seja, sem cometer excessos.

e) presunção de veracidade, que diz respeito à conformidade dos atos com os dispositivos legais e não
admite prova em contrário.

248 Q461340 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

As autarquias possuem personalidade jurídica própria, autonomia financeira e autoadministração. Partindo dessa
premissa, é correto afirmar que

a) o ente instituidor mantém em relação à autarquia poder hierárquico e poder disciplinar, em razão do
controle de tutela.

b) a despeito de assumirem obrigações em nome próprio por ser sujeito de direitos, é o ente instituidor
quem responde por seus atos.

c) não se submetem ao controle de tutela do ente instituidor, para conformá­las aos cumprimento dos
objetivos públicos em razão dos quais foram criadas

d) seus recursos e patrimônio, independentemente da origem, configuram recursos e patrimônio do ente
instituidor

e) têm liberdade para gerir seus quadros funcionais sem interferências indevidas do ente instituidor.

249 Q461341 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa
A vigilância sanitária interditou, após regular processo administrativo, estabelecimento comercial no Município de
Serra do Navio que funcionava regularmente há anos. A interdição decorreu do fato de o estabelecimento não
manter as condições sanitárias de higiene estabelecidas em lei e em regulamento nas instalações físicas e no
processamento dos alimentos. A atividade exercida pela vigilância sanitária é manifestação do poder

a) de polícia administrativa que após a Constituição Federal é conferido somente à polícia judiciária, em
razão do princípio democrático que retirou do ato administrativo o atributo da coercitividade.

b) disciplinar­normativo da Administração, que expede atos gerais e abstratos para limitar ou disciplinar
direitos, interesses ou a liberdade dos administrados, em razão de interesse público concernente à
segurança e à higiene.

c) de polícia administrativa, que na hipótese não envolveu o atributo da executoriedade, porque a
medida foi imposta após regular processo administrativo.

d) de polícia administrativa, que possui os atributos da autoexecutoriedade e coercibilidade e deve
obediência às regras de competência, forma e finalidade dos atos administrativos.

e) disciplinar, também denominado de extroverso, cujos atributos da autoexecutoriedade e da
coercibilidade não dispensam a observância do devido processo legal.

250 Q461342 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Servidor público lotado no órgão responsável por licitações e contratos permitiu que os projetos básico e
executivo de obra que seria licitada fossem, antes da fase externa da licitação, conhecidos por futura concorrente.
Por esse ato, tal servidor poderá

a) responder por ato de improbidade administrativa, que não impede a responsabilização por ilícito
disciplinar e civil.

b) responder criminalmente e disciplinarmente, responsabilidades que absorvem todos os demais tipos de
ilícitos, inclusive o civil.

c) responder por ato de improbidade administrativa na hipótese de comprovado prejuízo, do contrário
responderá apenas disciplinarmente.

d) responder apenas civilmente pela reparação dos danos eventualmente causados à Administração.

e) não responder por ato de improbidade administrativa porque, como servidor público, responde por
ilícito administrativo e tem o dever de ressarcir os danos eventualmente causados.

251 Q461343 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Sabe­se que a Administração pública tem, dentre suas funções a obrigação legal de prestar Serviços Públicos à
população. Os Serviços Públicos são atividades

a) que devem ser prestadas em caráter contínuo, em razão dos princípios da indisponibilidade e da
supremacia do interesse público.

b) que, pela sua essencialidade, somente podem ser prestadas pelo Poder Público.

c) que, pela sua essencialidade, obedecem a diversos princípios, dentre eles o da autonomia da vontade
e da indisponibilidade do interesse público.

d) prestadas pelo Poder Público ou por particular, sendo que na hipótese de serem prestadas por
particular não devem obediência ao princípio da modicidade tarifária, isso em razão do princípio da
eficiência.

e) prestadas pelo Poder Público ou por Particular, e, em razão de sua essencialidade, obedecem a
diversos princípios, dentre eles o da continuidade e modicidade tarifária.

252 Q461344 Direito Administrativo   Organização da administração pública


Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­
Judiciária e Administrativa

A Administração pública, por lei, criou autarquia atribuindo­lhe competência para prestar serviço público de
saneamento básico. Para preenchimento dos cargos públicos efetivos criados poderá:

a) realizar concurso público ou, diante da justificativa, pautada na situação de emergência, contratar
empregados diretamente pelo prazo de 5 anos.

b) prover os cargos por livre nomeação, desde que haja a edição de ato regulamentar autorizador.

c) prover os cargos por meio de concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a
natureza e complexibilidade do cargo, na forma prevista em lei.

d) realizar processo de seleção, desde que para contratação de empregados públicos, por prazo não
superior a 5 anos.

e) justificar a impossibilidade de realizar concurso público e transformar os empregados de fundação
governamental em servidores públicos da autarquia recém instituída.

253 Q461345 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Técnico Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

A Administração pública pode instituir pessoas com personalidade jurídica própria, desde que o faça por meio de
lei específica, para prestar serviços públicos. O enunciado diz respeito à

a) autarquia, que tem personalidade de direito público e submete­se a regime jurídico de direito público.

b) sociedade de economia mista, que tem personalidade de direito privado e submete­se a regime de
direito privado parcialmente derrogado pelo regime público.

c) empresa pública, que tem personalidade de direito público e, por isso, submete­se a regime de direito
público.

d) autarquia, que tem personalidade de direito público e submete­se a regime jurídico de direito privado.

e) empresa pública, que tem personalidade de direito privado e, por isso, submete­se a regime jurídico
privado.

254 Q463878 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Sabe­se que a Administração pública está sujeita a princípios expressos e implícitos, cuja inobservância acarreta
consequências em diferentes esferas e graus de extensão. Sobre o impacto dos princípios na validade dos atos
jurídicos, é correto afirmar que

a) a inobservância dos princípios que regem a Administração não pode acarretar a invalidação ou a
revogação dos atos administrativos, salvo se também tiver havido descumprimento de regra legal.

b) somente a Administração pública está autorizada a anular seus atos com fundamento em inobservância
de princípios.

c) o poder de tutela exercido pela Administração pública sobre seus próprios atos somente autoriza a
revogação com fundamento em descumprimento de princípios, vedada a anulação.

d) o poder de tutela exercido pelo Judiciário pode acarretar a revogação de atos essencialmente
discricionários, ainda que o fundamento seja exclusivamente o descumprimento de princípios.

e) o controle exercido pelo Poder Judiciário sobre a atuação da Administração pública pode ensejar
anulação ou desfazimento de atos administrativos com fundamento no descumprimento de princípios.

255 Q463879 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Judiciária e Administrativa
Determinado Município pretende contratar a prestação de serviço de transporte público urbano, uma vez que
inexiste condições para a prestação direta pelo ente público. Dentre as alternativas juridicamente possíveis ao
Município, este

a) poderá contratar uma delegação de serviço público, por meio da qual transferirá ao particular a
titularidade e a execução do transporte público urbano.

b) poderá contratar uma concessão de serviço público, para execução por conta e risco do contratado,
reservada a titularidade do serviço público ao ente federado.

c) não poderá contratar com o particular a execução de serviço público dessa natureza, em razão de sua
essencialidade, salvo se houver prévia autorização do Tribunal de Contas Municipal.

d) deverá contratar uma permissão de serviço público, contrato que transferirá ao particular a titularidade
ou execução do serviço de transporte municipal por sua conta e risco.

e) somente poderá contratar a execução do serviço por particular se ficar comprovado que inexiste outro
ente público capaz de absorver a competência municipal.

256 Q463880 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Paulo é servidor público e ordenador de despesas de de­ terminado órgão da Administração pública direta.
Responsável pelas licitações do órgão, entendeu por bem iniciar procedimento de pregão para aquisição de
suprimentos de escritório. Não obstante orientação superior, considerada regular e válida, que determinou o sigilo
do orçamento da Administração, Paulo acabou alterando o valor de referência a pedido de um conhecido
fornecedor, no intuito de garantir a qualidade dos produtos a serem adquiridos. De acordo com o ordenamento
jurídico em vigor, Paulo

a) será responsabilizado na esfera administrativo­disciplinar, que não poderá ser cumulada com o
apenamento por improbidade em razão de sua condição de servidor público.

b) poderá ser responsabilizado por ato de improbidade, excluindo­se, em consequência, qualquer
imputação na esfera administrativa ou criminal.

c) somente poderá ser responsabilizado por ato de improbidade se houver prejuízo comprovado ao erário
público.

d) poderá ser responsabilizado por ato de improbidade, independentemente da comprovação de prejuízo
ao erário.

e) deverá ser responsabilizado na área cível, indenizando o prejuízo causado, o que absorve qualquer
infração na esfera de improbidade.

257 Q463881 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

A criação de pessoas jurídicas para composição e estruturação da Administração indireta é uma opção de
organização administrativa de competência do Poder Executivo. Para tanto, pode se valer de propostas de edição
de lei para criação de determinados entes ou para autorização da instituição na forma prevista na legislação. A
efetiva criação desses entes

a) acarreta dissociação de qualquer vínculo ou relação jurídica com o Executivo, na medida em que
possuem personalidade jurídica própria.

b) não afasta o vínculo hierárquico com a Administração pública central, na medida em que integram a
estrutura do Poder Executivo.

c) é expressão do modelo de descentralização, mantendo a Administração pública central apenas o
controle finalístico sobre aqueles, expressão do poder de tutela.

d) acarreta a derrogação do regime jurídico de direito público e aplicação do direito privado, o que
confere maior celeridade à Administração pública.

e) consubstancia­se em desconcentração, na medida em que não possuem personalidade jurídica própria.
258 Q463882 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Judiciária e Administrativa

Determinado ente público celebrou regular contrato de obra pública com base na Lei nº 8.666/1993. Durante a
execução dos trabalhos, foi determinada a suspensão judicial da obra, em razão de supostos problemas de ordem
orçamentária, em ação ajuizada em face do Poder Público, ocasionando relevante atraso de aproximadamente 12
(doze) meses no cronograma. Considerando­se que a Administração não suspendeu a execução do contrato
durante a vigência da liminar, à contratada

a) assiste direito à rescisão administrativa unilateral do contrato.

b) cabe aguardar a reversão da decisão, tendo em vista que se trata de ordem judicial e o interesse
público prevalece sobre o interesse do particular.

c) assiste direito ao reequilíbrio econômico­financeiro do contrato, pelos prejuízos comprovados, tendo
em vista que não deu causa à suspensão judicial.

d) cabe exigir o regular pagamento e transcurso do prazo contratual, independentemente de medições
parciais ou da conclusão da obra.

e) resta a via judicial para obstar a decisão que determinou a suspensão das obras e, somente se não
lograr sucesso, poderá exigir perdas e danos.

259 Q464857 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

O serviço público é campo de atuação próprio do Estado, no entanto, sua prestação pode se dar de forma direta
ou indireta. A prestação de serviço público de forma indireta se dá mediante o regime

a) de concessão ou permissão, sendo que, neste último caso, não há obrigatoriedade de obediência,
pelo particular, do princípio da continuidade do serviço público, por se cuidar de ato administrativo
precário.

b) de concessão ou delegação, sendo que nestes casos o particular deve obediência aos princípios que
lhe são próprios, dentre eles o da imutabilidade do regime jurídico e o da continuidade dos serviços
públicos.

c) de concessão ou permissão, devendo o particular respeitar os princípios que lhe são próprios, dentre
eles o da mutabilidade do regime jurídico e o da continuidade dos serviços públicos.

d) de delegação ou permissão, sendo que, neste último caso, cuida­se de contrato precário da
administração.

e) jurídico de concessão, não se prestando à delega­ ção de serviços públicos os institutos da permissão
e da autorização.

260 Q464858 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

A revogação e a anulação são modalidades de desfazimento ou retirada do ato administrativo, respectivamente, em
decorrência

a) de motivos de conveniência e oportunidade e da presença de vícios que o tornem ilegal, sendo a
autotutela aplicável à revogação, não à anulação.

b) da presença de vícios que o tornem ilegal e de motivos de conveniência e oportunidade sendo a
autotutela aplicável à anulação, não à revogação.

c) de decisão do judiciário declarando revogado o ato e de decisão da Administração pública anulando o
ato, devidamente justificada.

d) de motivos de conveniência e oportunidade e da presença de vícios que o tornem ilegal, aplicável para
ambos os casos a autotutela.

e) de decisão da Administração, que prescinde de motivação, e de sentença judicial transitada em
julgado.

Respostas    241:      242:      243:      244:      245:      246:      247:      248:      249:      250:      251:      252:      253: 
    254:      255:      256:      257:      258:      259:      260:     

←   1  2 …  9  10  11  12 13  14  15  16  17 …  220


221  →
261 Q464859 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


BETA
Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

O ingresso no serviço público se dá mediante a aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e
títulos. Essa regra constitucional encontra exceção nas hipóteses autorizadas pela própria Constituição Federal. No
que pertine ao acesso ao serviço público é correto afirmar que

a) é exceção à regra do concurso público as nomeações para cargo em comissão declarados em lei de
livre nomeação e exoneração.

b) a investidura em cargos em comissão declarados em lei de livre nomeação e exoneração deixou de ser
juridicamente viável após a Constituição Federal de 1988 em razão do princípio do concurso público

c) a investidura em cargo público efetivo se dá mediante concurso público, o que não ocorre com a
investidura em emprego público, que independe da prévia aprovação em concurso público, isso em
razão do regime jurídico ser o da CLT.

d) a investidura em cargo ou emprego público independe da prévia aprovação em concurso público
desde que, para tanto, haja excepcional interesse público e necessidade inadiável consubstanciada no
risco iminente à continuidade da prestação do serviço público.

e) a investidura em cargo público efetivo é acessível apenas aos brasileiros e não depende da prévia
aprovação em concurso público.

262 Q464860 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

O regime jurídico incidente nos contratos administrativos é distinto do regime jurídico incidente nos contratos de
direito privado. No que diz respeito ao regime jurídico incidente nos contratos administrativos,

a) é dado ao contratado opor contra o contratante, em qualquer circunstância, à exceção do contrato
não cumprido.

b) o regime de execução do ajuste é imutável, sendo que a alteração desse regime autoriza a rescisão
unilateral do contrato pelo contratado, isso em razão da força obrigatória do vínculo.

c) é dado ao contratado paralisar sumariamente a execução do contrato alegando descumprimento de
qualquer das cláusulas contratuais pelo contratante.

d) o contratante responde frente ao contratado pelos riscos advindos da álea ordinária, também
denominada álea empresarial e da álea extraordinária, isso em razão da obrigação do contratante de
manter as condições efetivas da proposta.

e) não há previsão de rescisão administrativa unilateral do contrato por parte do contratado, mas tão
somente do contratante.

263 Q464861 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

A Lei no  8.429/1992, promulgada para regulamentar o artigo 37, caput, da Constituição Federal, disciplina os
denominados Atos de Improbidade Administrativa, compreendendo os que importam enriquecimento ilícito,
causam prejuízo ao erário e atentam contra os princípios da Administração pública. Podem ser sujeito passivo
destes atos

a) a Administração pública direta e a indireta, inclusive a fundacional, excluindo­se, no entanto, as
sociedades de economia mista exploradoras de atividade econômica.

b) a Administração direta e a indireta, inclusive a fundacional, de qualquer dos Poderes da União, dos
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
c) a Administração pública direta e as entidades que compõem a Administração pública indireta,
excetuando­se as sociedades de economia mista prestadoras de serviço público ou exploradoras de
atividade econômica.

d) entidades que recebam subvenção, benefício ou incentivo, fiscal ou creditício, de órgão público bem
como aquelas para cuja criação ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com menos de 50%
do patrimônio ou da receita anual, desde que, neste caso, não haja correlação entre sanção
patrimonial e a repercussão do ilícito sobre a contribuição do erário.

e) a Administração pública direta e a indireta, inclusive a fundacional, excluindo­se as pessoas jurídicas
de direito privado.

264 Q465730 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Determinado órgão público celebrou contrato de locação de imóvel para instalar sua repartição em
Tartarugalzinho. O locador exigiu que o prazo de vigência fosse fixado em 60 (sessenta) meses, na forma do que
dispõe a legislação civil aplicável. O administrador, contudo, inicialmente não acatou o pedido, recordando­se da
norma contida na Lei no  8.666/93 que limita a duração dos contratos à vigência dos créditos orçamentários. A
preocupação do administrador, invocando a referida norma,

a) procede, tendo em vista que os contratos celebrados pela Administração pública não podem exceder a
vigência dos créditos orçamentários.

b) não procede, na medida em que a lei de licitações excepcionou as locações da incidência da norma
que limita o prazo de vigência dos contratos.

c) não procede, sendo necessário, todavia, prévia e ex­ pressa autorização normativa para a aprovação de
prazo superior ao estabelecido pela Lei no  8.666/93.

d) procede, tendo em vista que os contratos administrativos não podem exceder o exercício e a vigência
dos respectivos créditos orçamentários, salvo diante da demonstração de interesse público e da
inexistência de prejuízo.

e) não procede, tendo em vista que se trata de contrato administrativo de execução continuada, para os
quais não se aplica a limitação de vigência à qual aludiu o administrador.

265 Q465732 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Joaquim é diretor de uma empreiteira, tendo sido apurado em regular investigação que ele vinha gratificando
servidores públicos para obtenção de informações privilegiadas que viabilizavam o sucesso da empresa nas
licitações das quais participava. Diante desse quadro, especificamente no que se refere à atuação de Joaquim,

a) pode haver responsabilização por ato de improbidade, independentemente de imputação em outras
esferas, tendo em vista que se equipara a agente público para os fins legais.

b) pode haver responsabilização por infração penal que, pela gravidade, absorve todos os demais ilícitos
praticados.

c) não pode haver responsabilização por ato de improbidade, tendo em vista que seu cargo não se
equipara a agente público para fins legais, não obstante possa haver imputação de ilícito em outras
esferas.

d) não pode ser responsabilizado, na medida em que somente a servidores públicos pode ser imputada a
prática de ato de improbidade, durante o desenvolvimento de procedimentos regidos pelo direito
público.

e) pode haver responsabilização por improbidade que, se procedente, vinculará a condenação em todas
as demais esferas.

266 Q465731 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990


Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­
Área Administrativa

Diante da assunção de nova gestão ao Governo Estadual, foi regularmente criada uma Secretaria de Estado voltada
as questões de natureza agrária e fundiária, com vistas, em especial, ao equacionamento de conflitos. Para
composição do quadro de servidores que atuarão no órgão, a Administração pública, considerando as alternativas
juridicamente possíveis,

a) poderá constituir o órgão integralmente por cargos de confiança em comissão, de livre nomeação e
exoneração, independentemente da natureza das atividades a serem desenvolvidas.

b) poderá realizar concurso público para provimento de cargos comissionados ou empregos públicos.

c) deverá realizar concurso público para provimento de servidores públicos estatutários em cargos
efetivos.

d) deverá realizar concurso público para seleção de empregados estatutários, submetidos a regime
próprio de previdência.

e) poderá realizar concurso para provimento de cargos efetivos, reduzindo­se o período de estágio
probatório em razão de se tratar de órgão novo.

267 Q465729 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­APProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Quando se afirma que determinado ato administrativo regularmente editado e válido é dotado do atributo da
autoexecutoriedade, significa que

a) seu cumprimento é obrigatório, constituindo expressão do poder de império da Administração, o que
obsta questionamentos por parte dos administrados.

b) sua execução somente pode ser questionada na esfera judicial, vedado o estabelecimento de
contraditório na esfera administrativa

c) a Administração pública o editou com base em ato normativo de competência do Executivo, diante da
ausência de previsão legal a respeito do assunto.

d) sua execução material pode ser colocada em prática pela própria Administração pública,
independentemente de prévia autorização ou determinação judicial.

e) sua exigibilidade decorre do próprio ato, ressalvada a execução material, que depende de prévia
provocação do Poder Judiciário.

268 Q456528 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­CEProva: Defensor Público

O Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado do Ceará ­ Lei no  9.826, de 14 de maio de 1974 ­ em sua
redação vigente, prescreve que

a) acesso é a elevação do funcionário à classe imediatamente superior àquela em que se encontra dentro
da mesma série de classes na categoria funcional a que pertencer.

b) em caso de afastamento para o trato de interesses particulares e caso deseje o cômputo do tempo para
fins de aposentadoria, o servidor deverá recolher mensalmente ao regime próprio de previdência dos
servidores públicos contribuição no valor de 11% (onze por cento) de sua última remuneração.

c) a posse em cargo público é ato personalíssimo, não se admitindo a posse por procuração.

d) somente após o término do estágio probatório dar­ se­á a avaliação especial de desempenho do
servidor público, resultando na sua confirmação ou exoneração.

e) preso preventivamente, pronunciado por crime comum ou denunciado por crime inafiançável, em
processo em que não haja pronúncia, o servidor será afastado do exercício de seu cargo até trânsito
em julgado da decisão do juízo criminal.
269 Q456529 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­CEProva: Defensor Público

Em relação a entidades que integram ou auxiliam a Administração Pública, observe as seguintes características: 

1. Não necessita realizar concurso público para promover contratação de pessoal para exercer atividades de caráter
permanente. 

2. Não sofre incidência de impostos, no tocante a seu patrimônio, renda e serviços, desde que relacionados às
suas finalidades essenciais, por vedação constitucional. 

3. No âmbito federal, seus dirigentes são protegidos contra o desligamento imotivado. 

Possuem tais características, respectivamente:

a) agência reguladora; fundação pública; sociedade de economia mista.

b) empresa pública; organização social; consórcio público.

c) sociedade de economia mista; empresa pública; fundação pública.

d) organização da sociedade civil de interesse público; autarquia; agência reguladora.

e) fundação pública; sociedade de economia mista; autarquia.

270 Q456530 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­CEProva: Defensor Público

NÃO é hipótese de contratação direta por dispensa de licitação contemplada na Lei Federal no  8.666/93 a

a) contratação de instituição ou organização, pública ou privada, com ou sem fins lucrativos, para a
presta­ ção de serviços de assistência técnica e extensão rural no âmbito do Programa Nacional de
Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária, instituído por lei
federal.

b) alienação gratuita ou onerosa, aforamento, concessão de direito real de uso, locação ou permissão de
uso de bens imóveis residenciais construídos, destinados ou efetivamente utilizados no âmbito de
programas habitacionais ou de regularização fundiária de interesse social desenvolvidos por órgãos ou
entidades da administração pública.

c) celebração de termo de parceria com organização da sociedade civil de interesse público, para
execução de atividades destinadas à promoção da segurança alimentar e nutricional.

d) contratação da coleta, processamento e comercialização de resíduos sólidos urbanos recicláveis ou
reutilizáveis, em áreas com sistema de coleta seletiva de lixo, efetuados por associações ou
cooperativas formadas exclusivamente por pessoas físicas de baixa renda reconhecidas pelo poder
público como catadores de materiais recicláveis, com o uso de equipamentos compatíveis com as
normas técnicas, ambientais e de saúde pública.

e) contratação de entidades privadas sem fins lucrativos, para a implementação de cisternas ou outras
tecnologias sociais de acesso à água para consumo humano e produção de alimentos, para beneficiar
as famílias rurais de baixa renda atingidas pela seca ou falta regular de água.

271 Q456531 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­CEProva: Defensor Público

No tocante ao regime público de responsabilidade extra­contratual, é INCORRETO afirmar:

a) Sociedade de economia mista que atua como instituição financeira está sujeita ao regime de
responsabilidade objetiva estabelecido no art. 37, § 6o da Constituição Federal.

b) Em caso de falecimento de servidor que tenha sido o autor do ato danoso em razão de conduta
culposa ou dolosa, a ação de regresso será proposta em relação a seus sucessores.

c) Segundo entendimento atual do Supremo Tribunal Federal, a regra de responsabilidade objetiva em
razão de comportamento comissivo aplica­se tanto aos danos causados a usuários como a terceiros
não usuários.

d) As associações públicas se sujeitam ao regime de responsabilidade objetiva estabelecido no art. 37, §
6o  da Constituição Federal.

e) A excludente de responsabilidade referente a atos de terceiros não se aplica na hipótese de atentado
terrorista contra aeronaves de matrícula brasileira operadas por empresas brasileiras de transporte aéreo
público, caso em que a União responderá por tais danos, na forma da lei.

272 Q456532 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­CEProva: Defensor Público

No que tange à competência como elemento ou requisito dos atos administrativos,

a) ao contrário dos atos praticados na vida civil, a incapacidade absoluta do agente nem sempre leva à
nulidade do ato administrativo.

b) a delegação de competência deve ser feita sempre por norma legal de mesma hierarquia da que
estabeleceu a regra de competência.

c) ato administrativo ampliativo de direitos, que tenha sido praticado por usurpador de função, pode ser
convalidado pela autoridade competente, em face do princípio da segurança jurídica.

d) não pode atuar em processo administrativo, por ser considerado suspeito, o agente que tenha
interesse direto ou indireto na matéria a ser decidida.

e) em caso de anulação de concurso público, os atos praticados pelos agentes irregularmente
empossados em cargo público são nulos de pleno direito.

273 Q456740 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Juiz do trabalho

Determinada empresa privada recebeu subvenção da União, proveniente de programa de fomento à inovação
tecnológica, comprometendo­se a aplicar os recursos de acordo com plano de trabalho previamente aprovado pelo
órgão federal responsável pela gestão do programa. Auditoria independente contratada pela empresa para exame
de suas demonstrações financeiras, identificou superfaturamento em contratos de fornecimento de equipamentos,
com indícios de apropriação de parcela de tais recursos por dirigentes da empresa e também pelos fornecedores.
Diante da situação narrada, as disposições previstas na Lei no  8.429/92, relativas aos atos de improbidade
administrativa,

a) alcançam aqueles que praticaram o ato de improbidade lesivo à empresa privada ou dele se
beneficiaram, limitada a sanção patrimonial à repercussão do ilícito sobre a subvenção pública
recebida.

b) alcançam todos aqueles que se apropriaram de recursos públicos, desde que comprovado prejuízo
direto à União, tendo em vista que empresa privada não pode figurar como sujeito passivo de ato de
improbidade.

c) somente aplicam­se à referida empresa se a mesma contar com participação acionária do poder
público, ainda que minoritária.

d) aplicam­se aos dirigentes da referida empresa, desde que os mesmos tenham sido equiparados a
agentes públicos, por força da gestão dos recursos públicos recebidos.

e) não alcançam os dirigentes da empresa privada, eis que os mesmos não exercem mandato, cargo,
emprego ou função em entidade da Administração pública.

274 Q456741 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Juiz do trabalho


A União decidiu implementar um amplo programa de privatizações de empresas estatais. Ocorre que determinada
parcela da população mostrou­se inconformada com essa diretriz política, vislumbrando potencial lesividade ao
patrimônio público. Considerando os meios de controle jurisdicional dos atos administrativos e seus limites,
afigura­se juridicamente viável

a) a discussão do mérito do programa por qualquer cidadão, em Mandado de Segurança, quando
configurada lesão ou ameaça de lesão a interesses difusos ou coletivos.

b) pedido de suspensão do programa, em sede de Mandado de Injunção, quando vislumbrada ausência
de autorização legal específica para sua implementação.

c) pedido de anulação, por um único cidadão no uso de seus direitos políticos, mediante Ação Popular,
em relação a atos concretos praticados pela União para implementação do programa, quando
identificada ilegalidade e lesividade do ato.

d) a impetração de mandado de segurança coletivo, contra ato da autoridade federal passível de
configurar abuso de poder, com competência exclusiva de partido político, em face de matéria
discutida que envolve programa de governo.

e) aforamento por cidadãos, representando pelo menos 1% dos eleitores, de Ação Popular objetivando a
anulação da decisão lesiva, por ilegalidade ou afronta à moralidade.

275 Q456742 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Juiz do trabalho

A melhoria de eficiência e redução de custos constitui uma busca constante da Administração pública, com vistas
a ampliar, em quantidade e qualidade, os equipamentos e serviços disponibilizados aos cidadãos. Um dos
mecanismos que podem ser utilizados nessa busca é a

a) qualificação, mediante aprovação de plano de metas pelo Ministério Supervisor, de autarquias como
agências reguladoras, dotadas de maior flexibilidade de gestão.

b) celebração, por autarquias e fundações, de contrato de gestão fixando metas de desempenho para a
entidade, qualificada, por ato do Chefe do Executivo, como agência executiva.

c) criação, por lei específica, de organizações sociais, para gestão descentralizada e mais flexível de
serviços públicos não exclusivos.

d) qualificação de fundações como organizações sociais, por ato do Chefe do Executivo, com base em
plano de metas aprovado pelo Ministério Supervisor.

e) criação, por lei específica, de agências executivas, na forma de autarquias de regime especial, dotadas
de autonomia orçamentária e financeira.

276 Q456743 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Juiz do trabalho

Determinado servidor público federal, ocupante de cargo efetivo, foi acometido de doença degenerativa que lhe
impôs limitações físicas, impossibilitando­o de exercer as atribuições inerentes ao cargo que ocupa, que
demandam, não apenas funções cognitivas mas também relativo esforço físico. Tal situação foi identificada em
inspeção médica, que concluiu não estar configurada hipótese de aposentadoria por invalidez permanente. Diante
da situação narrada, à luz das disposições da Lei federal no  8.112/90, o servidor poderá ser

a) submetido a processo de recondução, com avaliação por junta médica, na hipótese de haver indícios
de que não subsistem as limitações para o exercício das atribuições de seu cargo.

b) submetido a processo de readaptação, mediante processo seletivo interno para verificar a sua aptidão
para o exercício das atribuições de cargo diverso do que ocupa, que, se resultar inviável, determina a
colocação do servidor em disponibilidade.

c) afastado do serviço público por invalidez temporária, afastamento esse passível de reversão se
considerados insubsistentes os motivos que o determinaram.

d) colocado em disponibilidade, com obrigatoriedade de aproveitamento em cargo ou função com
requisitos de aptidão intelectual e remuneração equivalentes ao de origem, caso identificada
capacidade para o exercício.
e) readaptado, em cargo de atribuições e responsabilidades compatíveis com a limitação que tenha
sofrido, observados os requisitos legais, entre os quais a equivalência de vencimentos.

277 Q462656 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

O ato administrativo que já exauriu seus efeitos, mas contém vício de legalidade em um de seus requisitos,

a) deve obrigatoriamente ser mantido no mundo jurídico.

b) deve ser extirpado do mundo jurídico exclusivamente pelo Poder Judiciário, tendo em vista que já
produziu seus efeitos.

c) comporta revogação.

d) comporta anulação.

e) não comporta revogação, pelo fato único de já ter produzido efeitos.

278 Q462657 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Luiz Henrique, servidor público federal, celebrou contrato de rateio de consórcio público sem suficiente e prévia
dotação orçamentária, tendo sido processado pela prática de ato de improbidade administrativa. Vale salientar que
a conduta do servidor foi culposa, mas ocasionou prejuízos ao erário. Nesse caso, e nos termos da Lei no
8.429/1992, Luiz Henrique

a) pode ser condenado, dentre outras sanções, à suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos.

b) está sujeito, exclusivamente, à sanção de ressarcimento do dano.

c) não deve ser condenado por improbidade, haja vista que não agiu com dolo.

d) pode ser condenado, dentre outras sanções, ao pagamento de multa civil de até três vezes o valor do
dano.

e) pode ser condenado, dentre outras sanções, à suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos.

279 Q462658 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Nos termos da Lei no 8.666/1993, o contratado, na execução do contrato administrativo, sem prejuízo das
responsabilidades contratuais e legais,

a) poderá subcontratar apenas partes de serviço ou de fornecimento, mas não de obra, desde que
respeite o limite estabelecido mediante acordo entre as partes.

b) não poderá subcontratar partes de obra, serviço ou fornecimento, sob pena de burla ao procedimento
licitatório.

c) poderá subcontratar apenas partes da obra, mas não de serviço ou de fornecimento, desde que
respeite o limite estabelecido mediante acordo entre as partes.

d) poderá subcontratar apenas partes da obra, mas não de serviço ou de fornecimento, desde que
respeite o limite imposto pela Administração.

e) poderá subcontratar partes da obra, serviço ou fornecimento, até o limite admitido, em cada caso,
pela Administração.
280 Q462659 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

A União Federal pretende adquirir bens nos termos de acordo internacional específico, devidamente aprovado pelo
Congresso Nacional, sendo as condições ofertadas manifestamente vantajosas para o Poder Público. Na hipótese
narrada, é

a) inexigível a licitação.

b) obrigatória licitação na modalidade concorrência

c) dispensável a licitação.

d) obrigatória licitação na modalidade convite.

e) obrigatória licitação na modalidade tomada de preços.

Respostas    261:      262:      263:      264:      265:      266:      267:      268:      269:      270:      271:      272:      273: 
    274:      275:      276:      277:      278:      279:      280:     

←   1  2 …  10  11  12  13 14  15  16  17  18 …  220
221  →
281 Q462662 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


BETA
Externo

Antes da celebração do respectivo contrato de parceria público­privada, foi constituída a Sociedade de Propósito
Específico (SPE) “Masters S/A”, incumbida de implantar e gerir o objeto da parceria. Referida sociedade inadimpliu
contrato de financiamento com instituição financeira con­trolada pelo Poder Público. Assim, deu­se a aquisição da
maioria do capital votante da SPE pela referida instituição financeira. De acordo com a Lei no 11.079/2004,

a) é possível a aquisição da maioria do capital votante da SPE por instituição financeira controlada pelo
Poder Público, exatamente na situação narrada no enunciado.

b) é vedada a aquisição da maioria do capital votante da SPE por instituição financeira controlada pelo
Poder Público, pois a Administração pública não pode ser titular da maioria do capital votante de SPE.

c) a SPE não pode celebrar contrato de financiamento com instituição financeira controlada pelo Poder
Público; logo, inviável o episódio narrado.

d) é vedada a aquisição da maioria do capital votante da SPE por instituição financeira,
independentemente de ser controlada ou não pelo Poder Público.

e) a SPE pode celebrar contrato de financiamento com instituição financeira controlada pelo Poder
Público; mas o inadimplemento do mencionado contrato não permite que a instituição financeira
adquira a maioria do capital votante da SPE.

282 Q462663 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

As Organizações Sociais e as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) apresentam
características peculiares que as distinguem uma das outras, justamente em razão de serem entidades diversas,
previstas em legislações próprias. Sobre o tema, considere as seguintes assertivas: 

I. Não celebram contratos de gestão com o Poder Público, mas termos de parceria. 

II. O Poder Público não participa de seus quadros diretivos. 

III. Não há trespasse de servidores públicos para nelas prestar serviço. 

IV. O objeto da atividade delas é muito mais amplo que o das Organizações Sociais, compreendendo, inclusive,
finalidades de benemerência social. 

As OSCIPs distinguem­se das Organizações Sociais, entre outros pontos relevantes, pelo descrito em

a) II, III e IV, apenas.

b) I, apenas.

c) I e IV, apenas

d) II e III, apenas.

e) I, II, III e IV.

283 Q468455
Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Enzo, servidor público e chefe de determinada repartição pública, na mesma data, editou dois atos administrativos
distintos, quais sejam, uma certidão e uma licença. No que concerne às espécies de atos administrativos, tais atos
são classificados em
a) ordinatórios e negociais, respectivamente.

b) enunciativos.

c) negociais.

d) enunciativos e negociais, respectivamente.

e) normativos e ordinatórios, respectivamente.

284 Q468456 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Isis, servidora pública, praticou ato administrativo com vício de finalidade (o ato não tinha finalidade pública;
visava interesses particulares). Em razão do vício e após provocação dos interessados, o aludido ato foi invalidado
pelo Poder Judiciário. A propósito do tema, é correto afirmar que

a) a invalidação em questão não poderia ter sido feita pelo Judiciário.

b) o procedimento adequado para o caso seria a revogação do ato administrativo.

c) a invalidação, quando feita pela própria Administração pública, independe de provocação do
interessado.

d) se trata de vício sanável, portanto, não era hipótese de invalidação do ato administrativo.

e) a invalidação em questão produz efeitos ex nunc.

285 Q468457 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Após procedimento licitatório na modalidade convite, a Administração pública celebrou contrato verbal com
empresa de hortifrutigranjeiros para a compra de produtos, feita em regime de adiantamento, sendo o valor
contratual equivalente a R$ 4.000,00. Nos termos da Lei nº 8.666/1993, o contrato em questão é

a) nulo, pois é nulo e de nenhum efeito qualquer contrato verbal celebrado com a Administração
pública.

b) válido.

c) parcialmente nulo, pois não pode ultrapassar o montante de dois mil reais, podendo ser mantido até
que atinja tal montante.

d) nulo, pois não se aplica para a compra de produtos, sobretudo perecíveis.

e) parcialmente nulo, pois não pode ultrapassar o montante de três mil reais, podendo ser mantido até
que atinja tal montante.

286 Q468458 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

A empresa MM Engenharia Ltda., contratada pela Administração Pública para a execução de importante obra
pública, executou fielmente o contrato, sendo o objeto recebido definitivamente pela autoridade competente,
mediante termo circunstanciado, assinado pelas partes, após o decurso do prazo de vistoria que comprovou a
adequação do objeto aos termos contratuais, observados os demais requisitos dispostos na Lei nº 8.666/1993. 

O prazo a que alude o enunciado, salvo em casos excepcionais, devidamente justificados e previstos no edital,
NÃO poderá ser superior a
a) 90 dias.

b) 100 dias.

c) 120 dias.

d) 150 dias.

e) 180 dias.

287 Q468459 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Determinado Município Goiano, ao realizar procedimento licitatório na modalidade Concurso, publicou o
respectivo edital trinta dias antes da realização do certame. Além disso esclareceu que os vencedores seriam
remunerados, exclusivamente, por meio da instituição de prêmios. A propósito das condutas realizadas pelo
Município e nos termos da Lei nº 8.666/1993,

a) a segunda conduta estará correta se os prêmios forem em pecúnia com valor superior a cinquenta mil
reais.

b) ambas as condutas estão incorretas.

c) apenas a segunda conduta está incorreta.

d) ambas as condutas estão corretas.

e) apenas a primeira conduta está incorreta.

288 Q468460 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Considere as seguintes assertivas acerca do pregão, de âmbito federal: 

I. Os licitantes poderão deixar de apresentar os documentos de habilitação que já constem do Sistema de
Cadastramento Unificado de Fornecedores ­ SICAF. 
II. A lei não exige que o pregoeiro dê acesso aos demais licitantes acerca dos dados constantes no SICAF sobre o
licitante de melhor proposta, por ser competência única e exclusiva da Comissão licitante. 
III. No pregão, a fase de habilitação deve ocorrer antes da etapa competitiva de oferta dos lances. 

Está correto o que consta em

a) I e II, apenas.

b) III, apenas.

c) I, apenas.

d) II e III, apenas.

e) I, II e III.

289 Q468461 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Considere a seguinte situação hipotética: a União Federal e mais três Estados da Federação (Goiás, Minas Gerais e
Espírito Santo) celebraram consórcio público para a reali­ zação de objetivos de interesse comum. No caso, o con­
sórcio público constituiu uma associação pública. Assim, nos termos da Lei nº 11.107/2005, o aludido consórcio
público tem personalidade jurídica de direito

a) privado e integra a Administração indireta da União Federal.

b) público e integra a Administração indireta de todos os entes da Federação consorciados.

c) privado e integra a Administração indireta de todos os entes da Federação consorciados.

d) público e integra a Administração indireta apenas da União Federal.

e) privado e integra a Administração direta da União Federal.

290 Q468462 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Tendo em vista o preenchimento dos requisitos descritos na Lei nº 9.790/1999 (Lei das Organizações da
Sociedade Civil de Interesse Público), a pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, interessada em obter
a qualificação da OSCIP, deverá formular requerimento a determinado Ministério, instruído com cópias
autenticadas de alguns documentos. O referido Ministério e um dos documentos exigidos pela citada lei são:

a) Ministério da Justiça e a declaração de isenção do imposto de renda.

b) Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e o estatuto registrado em cartório.

c) Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e a ata de eleição de sua atual diretoria.

d) Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e a demonstração do resultado do exercício.

e) Ministério da Defesa e a inscrição no Cadastro Geral de Contribuintes.

291 Q468463 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

A União Federal pretende celebrar contrato de parceria público­privada, visando unicamente a execução de
importante obra pública. Para a contratação, dispõe do montante de quinze milhões de reais. Assim, foi publicado
o respectivo edital de tomada de preços, de modo a ser selecionada a empresa que melhor atenda ao interesse
público. Neste caso, o contrato de parceria público­privada NÃO é cabível, tendo em vista o

a) objeto da contratação e o tipo de licitação adotado, apenas.

b) valor da contratação, apenas.

c) tipo de licitação adotado, apenas.

d) objeto da contratação, o valor da contratação e o tipo de licitação adotado.

e) valor da contratação e tipo de licitação adotado, apenas.

292 Q468487 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Considere a seguinte hipótese: “O ato administrativo X será revogado pelo servidor público Joel”. Nesse caso, o
ato em questão

a) poderá, após a revogação, ser posteriormente anulado.

b) deverá conter vício em um de seus requisitos.
c) será revogado pelo servidor, podendo, concomitantemente, ser revogado pelo Judiciário.

d) produzirá efeitos até a data da revogação.

e) será revogado com efeitos retroativos.

293 Q468488 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Breno, servidor público federal e chefe de repartição pública na área aduaneira, permitiu, dolosamente, que
empresa privada exploradora de atividade portuária enriquecesse ilicitamente, o que ocasionou inequívoco prejuízo
aos cofres públicos. Nesse caso, e nos termos da Lei nº 8.429/1992, Breno

a) não deve ser condenado por improbidade, uma vez que não se enquadra em sujeito ativo de ato
ímprobo.

b) está sujeito exclusivamente à sanção de ressarcimento do dano.

c) pode ser condenado, dentre outras sanções, à suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos.

d) pode ser condenado, dentre outras sanções, ao pagamento de multa civil de até cinco vezes o valor
do dano.

e) pode ser condenado, dentre outras sanções, à proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo
de dez anos.

294 Q468489 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Nos termos da Lei nº 8.666/1993, a licitação é dispensável quando houver possibilidade de comprometimento da
segurança nacional, nos casos estabelecidos em decreto do Presidente da República. Nessa hipótese, deverá ser
previamente ouvido o

a) Conselho de Defesa Nacional.

b) Ministro da Justiça.

c) Ministro das Relações Exteriores.

d) Ministro da Defesa.

e) Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

295 Q468493 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo

Dentre as características e peculiaridades do poder de polícia administrativa, considerado este em seu sentido
amplo, é INCORRETO afirmar que

a) se manifesta, dentre outras formas, através de atos normativos e de alcance geral, como, por exemplo,
regulamentos ou portarias que proíbem soltar balões em épocas de festas juninas.

b) dentre os meios de atuação, pode adotar medidas repressivas.

c) uma de suas características é a coercibilidade.

d) uma de suas características é a discricionariedade absoluta.

e) constitui exemplo de atos fiscalizatórios do poder de polícia, a vistoria de veículos automotores para
garantia de condições de segurança.
296 Q473115 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo ­ Tecnologia da
Informação

Considere a seguinte situação hipotética: a União Federal e mais três Estados da Federação (Goiás, Minas Gerais e
Espírito Santo) celebraram consórcio público para a realização de objetivos de interesse comum. No caso, o
consórcio público constituiu uma associação pública. Assim, nos termos da Lei n° 11.107/2005, o aludido
consórcio público tem personalidade jurídica de direito

a) privado e integra a Administração indireta da União Federal.

b) público e integra a Administração indireta de todos os entes da Federação consorciados.

c) privado e integra a Administração indireta de todos os entes da Federação consorciados.

d) público e integra a Administração indireta apenas da União Federal.

e) privado e integra a Administração direta da União Federal.

297 Q473153 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo ­ Tecnologia da
Informação

Na compra de equipamentos de informática para uso pelas Forças Armadas, que NÃO são materiais de uso pessoal
e administrativo, os quais devem manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios
navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por decreto e com comprovação de que a
exiguidade dos prazos legais de licitação pode comprometer a normalidade e os propósitos das operações,
segundo a Lei n° 8.666/1993 e atualizações, a licitação é

a) dispensável, consideradas as condições apresentadas.

b) indispensável, em razão de se tratar de aquisição militar.

c) indispensável, em função de não se tratar de equipamento de uso pessoal.

d) dispensável, somente se houver transferência de tecnologia do fornecedor.

e) indispensável, em razão da exclusividade de fornecimento.

298 Q473154 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo ­ Tecnologia da
Informação

O preposto do Tribunal de Contas do Estado de Goiás para um contrato de serviços de implantação de um sistema
integrado de gestão que não inclui o fornecimento do software ou equipamentos, NÃO precisa considerar, para
liberar pagamentos,

a) a vistoria que ateste o cumprimento dos compromissos do projeto.

b) a existência de termo circunstanciado de recebimento provisório dos serviços.

c) a comprovação da adequação do objeto de fornecimento aos termos contratuais.

d) o cumprimento regular de todas as cláusulas contratuais.

e) o atendimento de determinações da autoridade designada para fiscalizar o contrato.
299 Q473155 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo ­ Tecnologia da
Informação

Em determinado Tribunal de Contas, todas as compras de serviços de engenharia para a instalação de redes de
comunicação e infraestrutura para datacenter seguem a modalidade de licitação de tomada de preços, seja qual for
o valor envolvido na transação. A utilização da modalidade de tomada de preços é

a) correta, pois é a única modalidade de licitação permitida para qualquer situação de compra de serviço.

b) incorreta, pois essa modalidade de licitação para projetos de engenharia só pode ser aplicada para
compras até R$ 5.000,00.

c) correta, pois é a única modalidade permitida em projeto de engenharia como o relatado no caso.

d) incorreta, pois a escolha dessa modalidade depende do valor envolvido na licitação e das
características técnicas do fornecimento.

e) correta, pois não existe restrição dessa modalidade para projetos voltados para atender infraestrutura
de tecnologia.

300 Q473156 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


Externo ­ Tecnologia da
Informação

No fornecimento de notebooks sem serviços agregados de configuração ou instalação para uma unidade de
serviços públicos, adotou­se o tipo de licitação por melhor técnica, o qual é

a) correto, pois o fornecimento de produtos de tecnologia exige avaliação, predominantemente, técnica.

b) correto, pois se trata do fornecimento de bens de uso pessoal, que prevê obrigatoriedade desse tipo
de licitação.

c) incorreto, pois as licitações de melhor técnica são aplicáveis somente para serviços de natureza,
predominantemente, intelectual.

d) incorreto, pois licitações da área de TI devem aplicar sempre o tipo de licitação de melhores técnicas e
preços.

e) incorreto, pois as licitações de melhor técnica não são aplicáveis para fornecimentos de produtos e
serviços de informática.

Respostas    281:      282:      283:      284:      285:      286:      287:      288:      289:      290:      291:      292:      293: 
   294:      295:      296:      297:      298:      299:      300:     

←   1  2 …  11  12  13  14 15  16  17  18  19 …  220
221  →
301 Q473158 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­GOProva: Analista de Controle


BETA
Externo ­ Tecnologia da
Informação

Durante um projeto da área de TI para uma entidade governamental foi necessário adquirir microcomputadores
que não constavam do orçamento original e não tiveram indicação prévia dos recursos orçamentários que seriam
aplicados. Considerando a Lei n° 8.666/1993 e atualizações, essa compra pode ser caracterizada como

a) irregular, pois todas as compras no setor público devem ter caracterização do objeto com indicação
dos recursos orçamentários para seu pagamento.

b) irregular, pois somente é possível realizar compras sem vínculo orçamentário em caso de serviços de TI
e não para compra de bens.

c) regular, pois os itens de informática são exceção à exigibilidade de orçamento, sendo possível a livre
aquisição.

d) regular, pois os bens adquiridos constituirão patrimônio da entidade pública, caracterizando
movimentação de capital empregado sem perda patrimonial, não sendo necessário orçamento.

e) regular, uma vez que é previsto realizar aquisições sem necessidade de orçamento aprovado, desde
que justificado o esquecimento.

302 Q446380 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

Determinado órgão da Administração pública estadual promoveu licitação para a contratação de serviços de
engenharia. Com a homologação do resultado do certame e adjudicação do objeto ao vencedor, a Administração
submeteu à empresa vencedora a uma minuta de contrato com alterações, com fundamento na necessidade de
internalização de algumas condições e atualizações financeiras, não constantes da minuta que integrou o edital. À
empresa vencedora cabe

a) questionar as alterações propostas à minuta original que integrou o edital, tendo em vista que, em
face da natureza contratual, a prerrogativa de alteração unilateral da Administração pública fica
afastada diante da autonomia entre as partes.

b) questionar as alterações propostas pela Administração, na medida em que o princípio da vinculação ao
instrumento convocatório exige que as condições do contrato respeitem o que foi licitado, cabendo a
subscrição do contrato nos termos da minuta que integrou o edital.

c) acatar as alterações da Administração, uma vez que se submeteu à licitação para subscrição de
contrato de adesão, de modo que a minuta que integrou o edital era referencial.

d) acatar as alterações da Administração, na medida em que a prerrogativa da mutabilidade dos contratos
administrativos permite que sempre sejam feitas alterações e atualizações na avença, cuja minuta
original era apenas referencial.

e) acatar as alterações propostas pela Administração, pois, ainda que se trate de contrato administrativo,
é regido pela autonomia contratual das partes no que concerne ao estabelecimento das condições de
execução da avença.

303 Q446381 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

Em uma licitação para a contratação de obras de construção de um hospital, compareceram 03 (três)
participantes, dois consórcios de empresas e uma construtora. Durante a fase de habilitação, os três concorrentes
foram habilitados. Um deles, no entanto, impugnou a decisão da comissão de licitação, aduzindo que um licitante
não preencheria integralmente os requisitos de habilitação técnica. O requerimento

a) poderá ser acatado, na medida em que a decisão de habilitação de um concorrente, no caso de ser
indevida, afeta a isonomia e prejudica os demais licitantes, que podem questioná­la.

b) será conhecido se apresentado em conjunto com o outro concorrente prejudicado, não cabendo
questionamentos individuais, salvo se referentes a aspectos que lhes sejam diretamente pertinentes.

c) não pode ser conhecido, tendo em vista que aos licitantes cabe discutir, impugnando ou recorrendo,
as decisões que lhes afetarem diretamente, não sendo permitido discutir aspectos pertinentes aos
demais licitantes.

d) não pode ser conhecido, por ausência de interesse, na medida em que o requerente foi devidamente
habilitado para a licitação, não experimentando qualquer prejuízo.

e) somente será analisado se o concorrente impugnado sagrar­se vencedor do certame, ficando
sobrestado até a fase de julgamento.

304 Q446383 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

O controle dos atos administrativos exercido pelo Poder Legislativo, com auxílio do Tribunal de Contas,
considerando o disposto na Constituição Federal,

a) tem por finalidade a análise de legalidade dos atos administrativos, não incluindo análise de mérito ou
controle político, vez que estes são restritos aos órgãos de controle da Administração pública da esfera
do Executivo.

b) é executado sem prejuízo dos controles exercidos pelo Executivo e pelo Judiciário, possuindo alcance
próprio, inclusive atingindo alguns aspectos do mérito do ato administrativo, e admitindo a
participação dos administrados.

c) pretere aquele realizado internamente pelos órgãos da Administração pública, porque lhe é
hierarquicamente superior.

d) admite o recebimento e a análise de recurso interposto no âmbito do Executivo, após manutenção de
decisão pela autoridade máxima do órgão.

e) deve ser desempenhado em todas as fases da edição dos atos administrativos pela Administração
pública, caracterizando­se como expressão do poder de autotutela que acompanha sua atuação.

305 Q446384 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

A propósito das semelhanças e distinções entre as agências executivas e as agências reguladoras, é correto
destacar que

a) as agências reguladoras devem exercer funções atinentes a um determinado setor indicado por ocasião
de sua instituição, para o qual devem apresentar especialização técnica.

b) as agências executivas são dotadas de discricionariedade técnica e poder normativo referente a um
determinado setor de mercado constante de contrato de gestão firmado com a Administração pública.

c) ambas são criadas por meio de lei editada para essa específica finalidade, constituindo, portanto, nova
categoria de ente integrante da Administração indireta.

d) as agências reguladoras podem celebrar contrato de gestão com a Administração pública de modo a
aumentar sua autonomia gerencial, negocial e contratual, afastando a incidência da lei de licitações
nos casos afetos a sua finalidade institucional.

e) as agências executivas podem qualificar qualquer órgão da Administração pública, buscando, com
fundamento no princípio da especialidade, editar normas primárias para disciplinar determinado setor
de mercado.

306 Q446385 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

A Secretaria de Saúde de Pernambuco promoveu concurso público para a contratação de técnicos de enfermagem,
cargo técnico de nível médio, para classificação nas unidades de saúde do território estadual. Como requisitos de
habilitação, exigiu a comprovação de terceiro grau completo, bem como de diploma de conclusão de curso
técnico de enfermagem com experiência na área pública e de curso técnico de informática. Motivou a exigência na
necessidade de melhoria e incremento da qualidade dos serviços de saúde prestados pelo Estado, bem como pelo
fato da gestão hospitalar pública ter sido informatizada. Do universo de habilitados para o concurso, mais de 90%
(noventa por cento) ocupava cargos em comissão na Administração pública, em cujo âmbito tiveram custeado
curso técnico de informática aplicado, estando desempenhando suas funções nas diversas unidades de saúde do
Estado. De acordo com a Lei nº 6.123/1968, bem como considerando o exposto, conclui­se pela

a) ilegalidade, tendo em vista que essa distinção entre os participantes somente seria possível para
provimento de cargo de grau superior, em razão da relevância e maior responsabilidade das
atribuições.

b) ilegalidade, tendo em vista que não se poderia ter exigido terceiro grau completo para nível médio,
sendo válidos os demais requisitos.

c) ilegalidade dos requisitos de habilitação, tendo em vista que não se encontra correlação entre as
atribuições do cargo e as exigências de habilitação profissional constantes do edital, uma vez que a
informatização da rede gestão hospitalar não é suficiente para exigir a cumulação dos cursos de
informática e de técnico em enfermagem.

d) legalidade do certame, tendo em vista que a expertise e o bom desempenho dos comissionados
justifica a exigência de curso técnico de informática, privilegiando­se o princípio da eficiência.

e) legalidade e pela moralidade do concurso, tendo em vista que possibilitará a extinção de cargos em
comissão, passando seus ocupantes para cargo efetivo.

307 Q446386 Direito Administrativo   Parcerias público­privadas

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

As concessões administrativas e as concessões patrocinadas são modalidades de parcerias público­privadas, mas

a) se prestam também à execução de obras públicas, podendo ser firmadas para essa exclusiva finalidade.

b) o poder público mantém as prerrogativas que regem os contratos administrativos em geral, podendo,
por razões de interesse público, retirar, no decorrer da execução contratual, as garantias prestadas por
ocasião da celebração da avença.

c) não afastam outras formas de outorga de serviço público ou de contratação pela Administração
pública, apenas possibilitando que a remuneração do privado seja integralmente suportada pela tarifa.

d) devem ser licitadas por meio da Lei nº 8.666/1993, a cujas normas e princípios submetem­se
integralmente.

e) não afastam outras formas de prestação de serviços, tendo como um dos diferenciais a previsão de
penalidades aplicáveis à Administração, em caso de inadimplemento contratual.

308 Q446387 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

Considere o trecho do acórdão do Superior Tribunal de Justiça e as assertivas a seguir:

“Quanto ao mérito, nos termos da jurisprudência do STJ, a responsabilidade civil do Estado para condutas
omissivas é subjetiva, sendo necessário, dessa forma, comprovar negligência na atuação estatal, o dano e o nexo
causal entre ambos. 
(...) 
Com se vê, da análise das razões do acórdão recorrido, observa­se que este delineou a controvérsia dentro do
universo fático­probatório. Caso em que não há como aferir eventual inexistência de nexo de causalidade sem que
se abram as provas ao reexame.”(Min. Rel. Humberto Martins; AgR no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL no
501.507 ­ RJ; j. 27.05.2014) 

I. Embora a Constituição Federal tenha estabelecido a modalidade objetiva de responsabilidade para o Estado
tanto para atos omissivos, quanto para atos comissivos, a jurisprudência mitigou esse rigor, passando­a a subjetiva
em ambas as hipóteses. 
II. O Superior Tribunal de Justiça admite a modalidade subjetiva de responsabilidade para o Estado nos casos de
omissão, o que não afasta a necessidade de demonstração do nexo de causalidade. 
III. Para a comprovação da responsabilidade objetiva não é necessária a demonstração de nexo de causalidade e
de culpa do agente público, enquanto que na responsabilidade subjetiva, esses requisitos são indispensáveis. 

De acordo com o exposto, está correto o que se afirma em

a) III, apenas.

b) I e II, apenas.

c) I, II e III.

d) II, apenas.

e) I e III, apenas.

309 Q446388 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

De acordo com o disposto na Lei Complementar nº 107/2008, a propósito das atribuições e responsabilidades do
Auditor Fiscal da Receita Estadual de Pernambuco tem­se que esses servidores exercem

a) poder normativo, na medida em que lhes cabe disciplinar direitos e obrigações dos administrados.

b) poder hierárquico e poder disciplinar, não lhes cabendo, contudo, a prática de medidas de polícia
administrativa.

c) poder de polícia em nome da Administração Estadual, nos limites da lei, atuando somente de forma
repressiva, ou seja, diante da prática de infração pelo administrado.

d) medidas de polícia administrativa, nos termos e limites que lhes autorize a lei, atuando tanto
preventivamente, como por ocasião das fiscalizações, quanto repressivamente, quando exercem
atribuição de controle de débitos fiscais.

e) as atribuições taxativamente descritas na lei, sendo­ lhes vedado o exercício de medidas de polícia,
estas que são de competência exclusiva da Administração centralizada.

310 Q446389 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: SEFAZ­PEProva: Auditor Fiscal do


Tesouro Estadual

De acordo com as lições de Maria Sylvia Zanella di Pietro, o ato administrativo pode ser conceituado como “a
declaração do Estado ou de quem o represente, que produz efeitos jurídicos imediatos, com observância da lei,
sob regime jurídico de direito público e sujeita a controle pelo Poder Judiciário.” (Direito Administrativo, São
Paulo: Atlas, 25. ed. p. 203) 

Partindo das premissas apresentadas pela autora, excluem­se do conceito de ato administrativo

a) as certidões emitidas pela Administração, em razão do conteúdo normativo.

b) os atos materiais de execução, como a efetivação da demolição de uma construção inservível.

c) as decisões sobre pedidos de reconsideração, pois não têm efeitos jurídicos em razão da existência de
decisão anterior com natureza de ato jurídico.

d) os alvarás, tendo em vista que não produzem efeitos jurídicos.

e) as licenças, tendo em vista que não produzem efeitos jurídicos.

311 Q458660 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­RSProva: Defensor Público


Analise as seguintes proposições: 

I. Os serviços públicos uti universi são estabelecidos pela administração em observância a suas prioridades,
conveniência e recursos financeiros disponíveis. 
II. Os serviços públicos uti singuli são prestados aos usuários individualizados e criam direito subjetivo de
prestação, permitindo ao prejudicado, que reúna as condições técnicas necessárias, buscá­la através da via
judicial. 
III. Os serviços públicos uti universi têm caráter geral e constituem atividade típica do Poder Público e essencial
para a coletividade, devendo ser remunerados pelos seus usuários individuais beneficiados através da instituição de
taxa. 
IV. Os serviços públicos uti singuli prestados por órgãos da administração pública indireta ou por delegação a
concessionários, como previsto na Constituição Federal, são remunerados por tarifa, aplicando­se o Código de
Defesa do Consumidor aos contratos de prestação de serviços. 
V. Devido ao relevante interesse coletivo, os serviços públicos referidos pela Constituição Federal somente podem
ser explorados de forma direta pelo Poder Público, vedada a delegação a particulares. 
É correto o que se afirma APENAS em

a) III e IV.

b) I, II e IV.

c) I e II.

d) II e IV.

e) II, III e V.

312 Q458661 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­RSProva: Defensor Público

Sobre atos administrativos, é correto afirmar:

a) A autoexecutoriedade é um atributo de alguns atos administrativos que autoriza a execução coercitiva,
independente da concorrência da função jurisdicional.

b) A autoexecutoriedade constitui atributo dos atos administrativos negociais, que, como contratos,
dependem da concorrência de vontade do administrado.

c) A arguição de invalidade de ato administrativo por vícios ou defeitos impede a imediata execução e
afasta a imperatividade.

d) Todos os atos administrativos possuem como atributos a presunção de legitimidade, a imperatividade
e a autoexecutoriedade.

e) A administração deverá fazer prova da legalidade do ato administrativo quando sobrevier impugnação
pelo destinatário.

313 Q458662 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­RSProva: Defensor Público

Acerca da responsabilidade civil do Estado, é correto afirmar:

a) Na liquidação dos danos sofridos pelo particular por ato da administração ou de seus agentes, não
serão aplicáveis as regras do Código Civil.

b) O Estado é solidariamente responsável pelos danos causados a particulares por pessoas jurídicas de
sua administração indireta quando prestadoras de serviço público, ou por concessionários e
permissionários de serviços públicos.

c) Não há responsabilidade civil do Estado pelos danos causados por atos legislativos ou leis declaradas
inconstitucionais.

d) Há responsabilidade civil do Estado pelos danos causados a particular por seus agentes no exercício de
suas funções ou a pretexto de exercê­las.
e) Os danos causados pelo poder público somente podem ser reparados através da via judicial, sendo
defeso acordo administrativo com o lesado.

314 Q458663 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­RSProva: Defensor Público

De acordo com a Lei nº 8.666/93,

a) os prazos de recurso, representação ou pedido de reconsideração se iniciam ou correm com a
publicação da súmula no Diário Oficial, ainda que os autos do processo não estejam com vista
franqueada ao interessado.

b) a fiscalização ou o acompanhamento pelo órgão interessado reduz a responsabilidade do executor
pelos danos causados diretamente à Administração ou a terceiros.

c) a nulidade do contrato exonera a Administração do dever de indenizar o contratado, inclusive pelo
que houver executado até a data em que for declarada.

d) a declaração de nulidade do contrato possui efeito ex nunc, impede os efeitos jurídicos que o negócio
deveria produzir e desconstitui os já produzidos.

e) o instrumento de contrato é facultativo quando puder ser substituído por outros instrumentos hábeis,
salvo nos casos de concorrência e de tomada de preços, bem como nas dispensas e inexigibilidades
cujos preços estejam compreendidos nos limites destas duas modalidades.

315 Q458664 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­RSProva: Defensor Público

Sobre os poderes administrativos, é correto afirmar:

a) Os atos administrativos decorrentes do exercício do poder discricionário não são passíveis de
apreciação judicial.

b) A possibilidade do administrador interpretar a lei equivale ao exercício do poder administrativo
discricionário.

c) O poder administrativo discricionário pressupõe que a norma legal apresente conceitos jurídicos
indeterminados, mas determináveis.

d) A doutrina dos motivos determinantes estabelece que o administrador deve enunciar os motivos de
fato que ensejaram o ato administrativo discricionário.

e) O motivo, como pressuposto do ato administrativo decorrente do poder discricionário, poderá vir
expresso em lei ou deixado à escolha do administrador.

316 Q434918 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Acerca dos atos administrativos, julgue os itens subsequentes. 

A lei permite que órgão administrativo e seu titular deleguem parte de sua competência a órgão não
hierarquicamente subordinado.

Certo Errado

317 Q434920 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Com relação aos agentes públicos, julgue os itens a seguir.
É prevista, no texto constitucional, a hipótese de exoneração de servidor estável por excesso de despesa com
pessoal.

Certo Errado

318 Q434921 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Com relação aos agentes públicos, julgue os itens a seguir.

Em inquérito administrativo instaurado contra servidor, é dispensável a observância do contraditório e da ampla
defesa por constituir fase prévia e inquisitiva do processo administrativo disciplinar.

Certo Errado

319 Q434922 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Com relação aos agentes públicos, julgue os itens a seguir. 

Reintegração é o retorno do servidor aposentado à atividade, no mesmo cargo em que tenha sido aposentado ou
em cargo equivalente.

Certo Errado

320 Q434924 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Com relação à administração pública e seus princípios fundamentais, julgue os próximos itens.

Os órgãos administrativos são pessoas jurídicas de direito público que compõem tanto a administração pública
direta quanto a indireta.

Certo Errado

Respostas    301:      302:      303:      304:      305:      306:      307:      308:      309:      310:      311:      312:      313: 
   314:      315:      316:      317:      318:      319:      320:     

←   1  2 …  12  13  14  15 16  17  18  19  20 …  220
221  →
321 Q434925 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior


BETA

Acerca de licitação e contratação pública, julgue os itens que se seguem.

O regime diferenciado de contratações públicas não pode ser aplicado para obras e serviços de engenharia no
âmbito do Sistema Único de Saúde.

Certo Errado

322 Q434926 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Acerca de licitação e contratação pública, julgue os itens que se seguem.

É legalmente admissível a realização de licitação na modalidade pregão para o registro de preços.

Certo Errado

323 Q434937 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue os próximos itens, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

Dada a importância da ANTAQ como autoridade administrativa independente das atividades portuárias e de
transporte aquaviário, ela figura entre as três primeiras agências criadas com assento constitucional, ao lado da
Agência Nacional do Petróleo (ANP) e da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL).

Certo Errado

324 Q434938 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue os próximos itens, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

A teoria do agente principal pode ser representada pela interação entre uma agência reguladora e as
concessionárias de serviços públicos delegados em uma situação em que esteja presente informação oculta, ou
risco moral, ilustrada pela incapacidade do principal (agência reguladora) observar qual é o esforço exercido pelo
agente (concessionária) no cumprimento do contrato.

Certo Errado

325 Q434939 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue os próximos itens, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

Uma das finalidades da ANTAQ, que exerce a regulação setorial dos transportes aquaviários no Brasil, é a
supervisão dos serviços de transportes aquaviários e das atividades portuárias, estando essa agência, entretanto,
legalmente dispensada da implantação das políticas a cargo do Conselho Nacional de Integração de Políticas de
Transportes (CONIT).
Certo Errado

326 Q434940 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue os próximos itens, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação.

A criação das agências reguladoras advém da política econômica adotada no Brasil na década de 90 do século XX,
quando ocorreram privatizações decorrentes do Plano Nacional de Desestatização.

Certo Errado

327 Q434941 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue os próximos itens, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação.

A regulação econômica busca restringir as decisões das firmas com base em três variáveis principais: o preço, a
quantidade e o número de empresas. Com relação à quantidade ofertada, uma forma de regulação é a
obrigatoriedade de atender a toda a demanda ao preço regulado.

Certo Errado

328 Q434970 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação à organização administrativa do Estado brasileiro, julgue o item a seguir.

O poder normativo das agências reguladoras, cujo objetivo é atender à necessidade crescente de normatividade
baseada em questões técnicas com mínima influência política, deve estar amparado em fundamento legal.

Certo Errado

329 Q434971 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação à organização administrativa do Estado brasileiro, julgue o item a seguir.

As entidades que compõem o serviço social autônomo prestam serviço público e, por isso, integram a
administração pública indireta, estando sujeitas ao controle do tribunal de contas.

Certo Errado

330 Q434972 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação à organização administrativa do Estado brasileiro, julgue o item a seguir.

Embora as autarquias não estejam hierarquicamente subordinadas à administração pública direta, seus bens são
impenhoráveis e seus servidores estão sujeitos à vedação de acumulação de cargos e funções públicas.
Certo Errado

331 Q434973 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

No que se refere ao controle da administração pública, à improbidade administrativa e ao processo administrativo,
julgue o item subsequente. 

Embora os particulares se sujeitem à Lei de Improbidade Administrativa, não é possível o ajuizamento de ação de
improbidade administrativa exclusivamente contra particular, sem a presença de agente público no polo passivo da
demanda.

Certo Errado

332 Q434974 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

No que se refere ao controle da administração pública, à improbidade administrativa e ao processo administrativo,
julgue o item subsequente. 

Cabe recurso, pela parte interessada, das decisões administrativas, dirigido à autoridade que ocupe grau
hierárquico superior ao daquela que tenha proferido a decisão.

Certo Errado

333 Q434975 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

No que se refere ao controle da administração pública, à improbidade administrativa e ao processo administrativo,
julgue o item subsequente. 

As decisões das agências reguladoras federais estão sujeitas à revisão ministerial, inclusive por meio de recurso
hierárquico impróprio.

Certo Errado

334 Q434976 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação aos atos administrativos, aos agentes públicos, aos poderes administrativos e à responsabilidade do
Estado, julgue o item que se segue.

O ato de delegação de competência, revogável a qualquer tempo pela autoridade delegante, decorre do poder
administrativo hierárquico.

Certo Errado

335 Q434977 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação aos atos administrativos, aos agentes públicos, aos poderes administrativos e à responsabilidade do
Estado, julgue o item que se segue.

Consideram­se válidos os efeitos produzidos pelo ato administrativo até o momento de sua eventual revogação
pela administração pública, quer no que diz respeito às partes interessadas, quer em relação a terceiros sujeitos aos
seus efeitos reflexos.

Certo Errado

336 Q434978 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação aos atos administrativos, aos agentes públicos, aos poderes administrativos e à responsabilidade do
Estado, julgue o item que se segue.

Segundo o entendimento recente do STF e do STJ, o fato de haver instauração de inquérito policial ou
propositura de ação penal contra candidato inscrito em concurso público é causa para a sua eliminação do
certame.

Certo Errado

337 Q434979 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Em relação aos atos administrativos, aos agentes públicos, aos poderes administrativos e à responsabilidade do
Estado, julgue o item que se segue.

Caso um servidor público federal se ausente do serviço durante o expediente sem a prévia autorização do chefe
imediato, a autoridade administrativa que tomar ciência da irregularidade estará obrigada a promover a apuração
imediata dos fatos, mediante processo administrativo disciplinar.

Certo Errado

338 Q434985 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue o próximo item, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

Dada a importância da ANTAQ como autoridade administrativa independente das atividades portuárias e de
transporte aquaviário, ela figura entre as três primeiras agências criadas com assento constitucional, ao lado da
Agência Nacional do Petróleo (ANP) e da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL).

Certo Errado

339 Q434986 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue o próximo item, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

A teoria do agente principal pode ser representada pela interação entre uma agência reguladora e as
concessionárias de serviços públicos delegados em uma situação em que esteja presente informação oculta, ou
risco moral, ilustrada pela incapacidade do principal (agência reguladora) observar qual é o esforço exercido pelo
agente (concessionária) no cumprimento do contrato.
Certo Errado

340 Q434987 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue o próximo item, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

Uma das finalidades da ANTAQ, que exerce a regulação setorial dos transportes aquaviários no Brasil, é a
supervisão dos serviços de transportes aquaviários e das atividades portuárias, estando essa agência, entretanto,
legalmente dispensada da implantação das políticas a cargo do Conselho Nacional de Integração de Políticas de
Transportes (CONIT).

Certo Errado

Respostas    321:      322:      323:      324:      325:      326:      327:      328:      329:      330:      331:      332:      333: 
    334:      335:      336:      337:      338:      339:      340:     

←   1  2 …  13  14  15  16 17  18  19  20  21 …  220
221  →
341 Q434988 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior


BETA

Julgue o próximo item, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

A regulação econômica busca restringir as decisões das firmas com base em três variáveis principais: o preço, a
quantidade e o número de empresas. Com relação à quantidade ofertada, uma forma de regulação é a
obrigatoriedade de atender a toda a demanda ao preço regulado.

Certo Errado

342 Q434989 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue o próximo item, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

A criação das agências reguladoras advém da política econômica adotada no Brasil na década de 90 do século XX,
quando ocorreram privatizações decorrentes do Plano Nacional de Desestatização.

Certo Errado

343 Q434990 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Nível Superior

Julgue o próximo item, acerca das agências reguladoras e das teorias da regulação. 

O preço e o número de empresas são variáveis críticas para os reguladores: além de regular a entrada de novas
empresas, a agência reguladora também controla as empresas reguladas existentes.

Certo Errado

344 Q436423 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Especialista em


Regulação ­ Economia

No que diz respeito à delegação, licitação, contrato de concessão e serviço público adequado, julgue o  item  que
se segue.

As características essenciais de um contrato de concessão incluem o objeto, o prazo da concessão e os critérios
para revisão das tarifas. Por outro lado, os direitos e deveres dos usuários para obtenção e utilização do serviço
não são considerados essenciais nesse tipo de contrato.

Certo Errado

345 Q436424
Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Especialista em


Regulação ­ Economia

No que diz respeito à delegação, licitação, contrato de concessão e serviço público adequado, julgue o item  que
se segue. 

Caso um serviço não seja prestado de forma adequada, segundo critérios e indicadores de qualidade definidos,
poderá ser declarada a caducidade da concessão pelo poder concedente.

Certo Errado

346 Q436425 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Especialista em


Regulação ­ Economia

No que diz respeito à delegação, licitação, contrato de concessão e serviço público adequado, julgue o item  que
se segue. 

Os direitos e deveres do concessionário incluem a captação, a aplicação e a gestão dos recursos financeiros, dada
a importância que esses processos têm para a qualidade da prestação do serviço público.

Certo Errado

347 Q436426 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Especialista em


Regulação ­ Economia

No que diz respeito à delegação, licitação, contrato de concessão e serviço público adequado, julgue o  item  que
se segue. 

A transferência de concessão, de uma concessionária para outra, pode ocorrer sem prévia anuência do poder
concedente, sem implicar na caducidade da concessão.

Certo Errado

348 Q436427 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Especialista em


Regulação ­ Economia

No que diz respeito à delegação, licitação, contrato de concessão e serviço público adequado, julgue o item  que
se segue. 

Nem toda concessão de serviço público deve ser decorrente de licitação prévia, porém toda concessão deve
observar os princípios da legalidade, da moralidade, da publicidade e da igualdade.

Certo Errado

349 Q436450 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca dos órgãos reguladores no Brasil, julgue o item a seguir.

A autonomia funcional concedida por lei às agências reguladoras resulta em processo decisório que reflete as
demandas políticas de curto prazo.

Certo Errado

350 Q436451 Direito Administrativo   Organização da administração pública


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca dos órgãos reguladores no Brasil, julgue o item  a seguir.

A condenação em ação penal com trânsito em julgado constitui motivo para a exoneração de dirigente de agência
reguladora.

Certo Errado

351 Q436452 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Com base na teoria da regulação, julgue o item  subsequente.

A regulação de preço mínimo visa coibir a prática de preços predatórios por firma regulada em detrimento de
concorrentes não regulados.

Certo Errado

352 Q436453 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Com base na teoria da regulação, julgue o item  subsequente.

Padrões mínimos para a confiabilidade do serviço ou para a segurança do produto são instrumentos de regulação
de qualidade e de entrada de novas firmas.

Certo Errado

353 Q436455 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

No que diz respeito à regulação do setor de transportes aquaviários no Brasil, julgue o próximo item.

São critérios para julgamento nas licitações para a concessão e arrendamento portuários: maior capacidade de
movimentação, menor tarifa e menor tempo de movimentação de carga.

Certo Errado

354 Q436456 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

No que diz respeito à regulação do setor de transportes aquaviários no Brasil, julgue o próximo item.

Empresa estrangeira que não esteja sediada no país poderá obter autorização para prestação de serviços e
exploração de infraestrutura de transporte doméstico por meios aquaviários desde que atenda aos requisitos
técnicos, econômicos e jurídicos estabelecidos pela ANTAQ.

Certo Errado

355 Q436457 Direito Administrativo   Organização da administração pública


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca da análise de impacto regulatório (AIR), julgue o seguinte item.

A AIR é utilizada para examinar e medir os possíveis benefícios, custos e efeitos de regulação nova ou já existente.

Certo Errado

356 Q436458 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca da análise de impacto regulatório (AIR), julgue o seguinte item.

A AIR é um instrumento que possibilita a identificação do problema e dos objetivos que se pretende alcançar por
meio de determinada política regulatória.

Certo Errado

357 Q436485 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca da organização da administração pública, julgue o item seguinte.

A distribuição de competências entre os órgãos de uma mesma pessoa jurídica denomina­se desconcentração,
podendo ocorrer em razão da matéria, da hierarquia ou por critério territorial.

Certo Errado

358 Q436486 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca da organização da administração pública, julgue o item seguinte.

Para a criação de entidades da administração indireta, como sociedades de economia mista, empresas públicas e
organizações sociais, é necessária a edição de lei formal pelo Poder Legislativo.

Certo Errado

359 Q436487 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

Acerca da organização da administração pública, julgue o item seguinte.

As entidades administrativas, como as autarquias, são pessoas jurídicas de direito público interno, detentoras de
autonomia política e financeira e de autorregulação.

Certo Errado

360 Q436488 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo


Acerca dos atos administrativos, julgue o item a seguir.

A competência, um dos requisitos do ato administrativo, é intransferível, sendo vedada a sua delegação.

Certo Errado

Respostas    341:      342:      343:      344:      345:      346:      347:      348:      349:      350:      351:      352:      353: 
    354:      355:      356:      357:      358:      359:      360:     

←   1  2 …  14  15  16  17 18  19  20  21  22 …  220
221  →
361 Q436489 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo


BETA

Acerca dos atos administrativos, julgue o item a seguir.

A sanção do presidente da República é qualificada como ato administrativo em sentido estrito, ou seja, é uma
manifestação de vontade da administração pública no exercício de prerrogativas públicas, cujo fim imediato é a
produção de efeitos jurídicos determinados.

Certo Errado

362 Q436491 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

A respeito dos agentes públicos, julgue o próximo item.

Os cargos em comissão, criados por lei, destinam­se somente às atribuições de direção, chefia e assessoramento.

Certo Errado

363 Q436493 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

A respeito de licitação, julgue o item que se segue.

Em atendimento ao princípio da vinculação ao instrumento convocatório, o edital, caracterizado como a lei interna
da licitação, vincula tanto a administração quanto os licitantes.

Certo Errado

364 Q436494 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

A respeito de licitação, julgue o item que se segue.

Nos casos de inexigibilidade de licitação, ainda que seja possível a competição, a lei autoriza a não realização de
processo licitatório, com base em critérios de oportunidade e conveniência.

Certo Errado

365 Q436495 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

No tocante ao controle da administração pública, julgue o item subsecutivo.

O controle administrativo exercido com base na hierarquia denomina­se supervisão ministerial.

Certo Errado

366 Q436496
Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico Administrativo

No tocante ao controle da administração pública, julgue o item subsecutivo.

A análise da prestação de contas de uma autarquia federal pelo Tribunal de Contas da União é exemplo de
controle posterior e externo.

Certo Errado

367 Q436553 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

Julgue o item subsecutivo, com relação às agências reguladoras.

A função normativa das agências reguladoras se equipara à função regulamentar do chefe do Poder Executivo de
complementação das leis.

Certo Errado

368 Q436554 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

Julgue o item subsecutivo, com relação às agências reguladoras.

As agências reguladoras exercem função normativa primária, observadas as normas hierarquicamente superiores.

Certo Errado

369 Q436555 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

Julgue o item subsecutivo, com relação às agências reguladoras.

Não caracteriza violação ao princípio da legalidade a edição, pela agência reguladora, de atos de condicionamento
ou de restrição de direitos para o cumprimento de obrigação disposta em lei.

Certo Errado

370 Q436556 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

Acerca dos órgãos reguladores no Brasil, julgue o item a seguir.

Cabe às agências reguladoras, concebidas a partir da década de 1990, regular a oferta de serviços providos por
empreendedores públicos e privados, assim como implantar as políticas e diretrizes do governo federal
direcionadas a seus respectivos setores de atuação.

Certo Errado
371 Q436557 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

Com base na teoria da regulação, julgue o item subsequente.

As restrições de entrada e saída são instrumentos regulatórios que permitem ao órgão regulador controlar a
quantidade de firmas na indústria regulada.

Certo Errado

372 Q436558 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

Com base na teoria da regulação, julgue o item subsequente. 

No contexto referente ao agente principal, compete ao órgão regulador estabelecer a estrutura de incentivos
adequada de modo a induzir que os agentes regulados, que possuem melhor informação que o principal sobre a
produção ou possíveis ações, satisfaçam os objetivos regulatórios.

Certo Errado

373 Q436559 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANTAQProva: Técnico em Regulação

No que diz respeito à regulação do setor de transportes aquaviários no Brasil, julgue o próximo item.

Compete à ANTAQ estabelecer padrões e normas técnicas relativos às operações de transporte aquaviário de cargas
especiais e perigosas.

Certo Errado

374 Q432765
Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

A respeito das diferentes formas de regulação, julgue o item a seguir.

Uma das formas de se avaliar a existência de monopólio natural é verificar se a função custo é subaditiva

Certo Errado

375 Q432766 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

A respeito das diferentes formas de regulação, julgue o item a seguir.

A formulação por preço teto (price cap) reduz os riscos e os custos da ação regulatória.

Certo Errado
376 Q432768 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

Em relação à regulação do setor de telecomunicações no Brasil, julgue o próximo item. 

A ANATEL, cuja autonomia é estabelecida em lei, submete, anualmente, a sua proposta orçamentária diretamente
ao Congresso Nacional.

Certo Errado

377 Q432769 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

Acerca das agências reguladoras no Brasil, julgue o item que se segue.

No Brasil, as agências reguladoras, assim como o Banco Central, são dotadas de autonomia operacional e
independência em relação aos poderes do Estado.

Certo Errado

378 Q432770 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

Acerca das agências reguladoras no Brasil, julgue o item que se segue.

As agências reguladoras no Brasil foram criadas no governo Collor como instrumentos do Poder Executivo para
minimizarem os problemas econômicos relacionados à prestação dos serviços públicos.

Certo Errado

379 Q432771 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

Com relação às contratações de tecnologia da informação e segurança da informação, julgue o item que se segue.

De acordo com a Instrução Normativa GSI n.o  1, que disciplina a gestão de segurança da informação e
comunicações, todo órgão da administração pública indireta deve nomear um gestor de segurança da informação
e comunicações, que terá a incumbência de acompanhar as investigações de danos decorrentes da quebra de
segurança.

Certo Errado

380 Q432772 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

Com relação às contratações de tecnologia da informação e segurança da informação, julgue o item que se segue.

A execução da fase de planejamento da contratação é facultativa nos casos em que sejam utilizadas verbas de
organismos internacionais, como, por exemplo, as do Banco Mundial.

Certo Errado
Respostas    361:      362:      363:      364:      365:      366:      367:      368:      369:      370:      371:      372:      373: 
   374:      375:      376:      377:      378:      379:      380:     

←   1  2 …  15  16  17  18 19  20  21  22  23 …  220
221  →
381 Q432908 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior


BETA

A respeito das diferentes formas de regulação, julgue o item a seguir.

A implantação do método de regulação por taxa de retorno é simples, ainda que as condições de custo variem de
forma significativa ao longo do tempo.

Certo Errado

382 Q432909 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

Em relação à regulação do setor de telecomunicações no Brasil, julgue o próximo item.

O uso de radiofrequência depende de prévia outorga da ANATEL.

Certo Errado

383 Q432910 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

A respeito da teoria do principal­agente, julgue o seguinte item.

A relação de hierarquia entre principal e agente é fundamental no modelo do principal­agente.

Certo Errado

384 Q432911 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

A respeito da teoria do principal­agente, julgue o seguinte item.

O problema de principal­agente envolve um esforço que é perfeitamente monitorado e medido pelo principal.

Certo Errado

385 Q432912 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Superior

A respeito da teoria do principal­agente, julgue o seguinte item. 

Se o principal for neutro ao risco e se o agente for avesso ao risco, a remuneração variável conferida ao agente
deverá ser mais elevada que a remuneração paga a um agente neutro ao risco.

Certo Errado

386 Q432988 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio


Julgue o item seguinte, referente a agentes públicos e poder de polícia.

A autoexecutoriedade de certos atos de poder de polícia é limitada, não sendo possível que a administração, por
exemplo, condicione a liberação de veículo retido por transporte irregular de passageiros ao pagamento de multa
anteriormente imposta.

Certo Errado

387 Q432989 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Julgue o item seguinte, referente a agentes públicos e poder de polícia.

Para que seja admitida a realização de exame psicotécnico em concurso público, basta que haja previsão no edital,
com a definição de critérios objetivos e a possibilidade de recurso.

Certo Errado

388 Q432990 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Julgue o item seguinte, referente a agentes públicos e poder de polícia.

Em um concurso público que requeira investigação social como uma de suas fases, a existência de inquérito
policial instaurado contra o candidato não tem, por si só, o poder de eliminá­lo do certame.

Certo Errado

389 Q432991 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

No que diz respeito a licitações públicas, julgue o item abaixo.

Não ofende o princípio da igualdade ou da ampla competitividade a cláusula editalícia que exija, em licitação
destinada à contratação de serviço, para fins de qualificação técnica, comprovada experiência.

Certo Errado

390 Q432992
Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

No que se refere ao processo administrativo, julgue o próximo item.

É legitimado como interessado o terceiro que não tenha dado ensejo à instauração de processo administrativo,
mas que possua direito suscetível de ser afetado pelo seu julgamento.

Certo Errado

391 Q432993 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio


No que se refere ao processo administrativo, julgue o próximos item.

Não se admite em processo administrativo a motivação por referência, assim entendida a que faz alusão aos
fundamentos de pareceres ou de decisões anteriores.

Certo Errado

392 Q432994 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

No que se refere ao processo administrativo, julgue o próximo item.

O processo administrativo, a exemplo do processo judicial, observa, na prática de cada um de seus atos, o
princípio da inércia, de modo que seu desenvolvimento depende de constante provocação pelos interessados.

Certo Errado

393 Q432995 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Acerca da responsabilidade civil do Estado, julgue o item a seguir.

Caso seja impossível a identificação do agente público responsável por um dano, o Estado será obrigado a reparar
o dano provocado por atividade estatal, mas ficará inviabilizado de exercer o direito de regresso contra qualquer
agente.

Certo Errado

394 Q432996 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Acerca da responsabilidade civil do Estado, julgue o item a seguir.

A conduta do lesado, a depender da extensão de sua participação para o aperfeiçoamento do resultado danoso, é
relevante e tem o condão de afastar ou de atenuar a responsabilidade civil do Estado.

Certo Errado

395 Q432997 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Acerca da responsabilidade civil do Estado, julgue o item a seguir.

De acordo com o princípio da presunção de constitucionalidade, o Estado não pode ser responsabilizado por
danos oriundos de lei posteriormente declarada inconstitucional.

Certo Errado

396 Q432998 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio


Acerca da responsabilidade civil do Estado, julgue os itens a seguir.

Tal qual o ressarcimento pelo particular por prejuízo ao erário, é imprescritível a pretensão do administrado quanto
à reparação de dano perpetrado pelo Estado.

Certo Errado

397 Q432999 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Julgue o item subsecutivo, concernentes aos serviços públicos.

O princípio da modicidade afasta a possibilidade de adoção de serviços públicos prestados gratuitamente.

Certo Errado

398 Q433000 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Julgue o item subsecutivo, concernentes aos serviços públicos.

O inadimplemento do concessionário, que deixa de executar total ou parcialmente serviço público concedido,
acarreta a extinção do contrato de concessão por rescisão promovida pelo poder concedente.

Certo Errado

399 Q433001 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Julgue o item subsecutivo, concernentes aos serviços públicos.

Os princípios da generalidade e da impessoalidade impõem a unicidade da tarifa para todos os usuários, vedando,
por exemplo, a diferenciação tarifária na cobrança pelo serviço de abastecimento de água.

Certo Errado

400 Q433002 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Nível Médio

Julgue o item subsecutivo, concernentes aos serviços públicos.

O princípio da continuidade do serviço público não impede a concessionária de energia elétrica de suspender o
fornecimento de eletricidade no caso de inadimplemento do usuário.

Certo Errado

Respostas    381:      382:      383:      384:      385:      386:      387:      388:      389:      390:      391:      392:      393: 
   394:      395:      396:      397:      398:      399:      400:     

←   1  2 …  16  17  18  19 20  21  22  23  24 …  220
221  →
401 Q435231 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


BETA
Direito

Considerando o disposto na Lei n.º 8.666/1993, julgue o item subsequente.

Consoante posicionamento firmado pelo Tribunal de Contas da União, as minutas de edital de licitação devem ser
individualmente submetidas à assessoria jurídica do órgão ou entidade licitante, não se admitindo a utilização de
minuta padrão, ainda que previamente aprovada pela assessoria jurídica.

Certo Errado

402 Q435232 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Considerando o disposto na Lei n.º 8.666/1993, julgue o item subsequente.

É recomendável que o administrador público fracione ou desmembre obra, compra ou serviço, para o devido
enquadramento do valor dentro dos limites de dispensa previstos nessa lei.

Certo Errado

403 Q435233 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Considerando o disposto na Lei n.º 8.666/1993, julgue o item subsequente.

Conforme entendimento do Tribunal de Contas da União, a extensão dos efeitos da sanção de suspensão
temporária do direito de licitar e contratar aplicada pelo órgão ou entidade à empresa contratada impede a referida
empresa de licitar a contratar apenas com o órgão ou a entidade que aplicou a sanção.

Certo Errado

404 Q435234 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Considerando o disposto na Lei n.º 8.666/1993, julgue o item subsequente.

De acordo com o entendimento do Superior Tribunal de Justiça acerca do disposto no art. 7.°, § 2.°, III, dessa
lei, é necessária, para a realização da licitação, a existência de disponibilidade financeira que assegure, de fato, o
pagamento das obrigações decorrentes das obras ou serviços a serem executados no exercício financeiro em
curso, ou seja, o recurso deve estar disponível à administração ou, pelo menos, já ter sido liberado.

Certo Errado

405 Q435236 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Considerando o disposto na Lei n.º 8.666/1993, julgue o item subsequente.
Ao Poder Legislativo estadual é permitida a criação de novas modalidades de licitação, conforme as peculiaridades
locais existentes.

Certo Errado

406 Q435237 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Uma empresa prestadora de serviço de terceirização de mão de obra para a administração pública fechará as portas
por problemas de caixa. A decisão afetará milhares de empregados da prestadora lotados em diversos órgãos do
governo federal, entre ministérios, agências reguladoras, autarquias e fundações. Conforme denúncia veiculada em
jornal de grande circulação, empregados da empresa lotados em vários órgãos da administração direta e indireta
não receberam o salário no mês passado. 

Com base nas informações acima, julgue o item a seguir.

Somente se verificada a omissão da administração pública em fiscalizar o cumprimento das cláusulas contratuais
pela empresa prestadora do serviço, poderá ser a administração pública responsabilizada subsidiariamente pelo
pagamento das obrigações trabalhistas da referida empresa.

Certo Errado

407 Q435238 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Uma empresa prestadora de serviço de terceirização de mão de obra para a administração pública fechará as portas
por problemas de caixa. A decisão afetará milhares de empregados da prestadora lotados em diversos órgãos do
governo federal, entre ministérios, agências reguladoras, autarquias e fundações. Conforme denúncia veiculada em
jornal de grande circulação, empregados da empresa lotados em vários órgãos da administração direta e indireta
não receberam o salário no mês passado. 

Com base nas informações acima, julgue o item a seguir.

A falência da empresa prestadora do serviço de terceirização constitui motivo para a rescisão do contrato por ato
unilateral e escrito da administração pública.

Certo Errado

408 Q435239
Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Uma empresa prestadora de serviço de terceirização de mão de obra para a administração pública fechará as portas
por problemas de caixa. A decisão afetará milhares de empregados da prestadora lotados em diversos órgãos do
governo federal, entre ministérios, agências reguladoras, autarquias e fundações. Conforme denúncia veiculada em
jornal de grande circulação, empregados da empresa lotados em vários órgãos da administração direta e indireta
não receberam o salário no mês passado. 

Com base nas informações acima, julgue o item a seguir.

Rescindido o contrato com a empresa prestadora do serviço, a administração pública poderá contratar por
inexigibilidade de licitação o remanescente do contrato de terceirização.

Certo Errado
409 Q435240 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Uma empresa prestadora de serviço de terceirização de mão de obra para a administração pública fechará as portas
por problemas de caixa. A decisão afetará milhares de empregados da prestadora lotados em diversos órgãos do
governo federal, entre ministérios, agências reguladoras, autarquias e fundações. Conforme denúncia veiculada em
jornal de grande circulação, empregados da empresa lotados em vários órgãos da administração direta e indireta
não receberam o salário no mês passado. 

Com base nas informações acima, julgue o item a seguir. 

Rescindido o contrato com a empresa prestadora do serviço, a administração pública poderá firmar novo contrato
de terceirização, e, sendo o valor do contrato inferior a R$ 4.000,00, é possível firmá­lo verbalmente.

Certo Errado

410 Q435241 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Uma empresa prestadora de serviço de terceirização de mão de obra para a administração pública fechará as portas
por problemas de caixa. A decisão afetará milhares de empregados da prestadora lotados em diversos órgãos do
governo federal, entre ministérios, agências reguladoras, autarquias e fundações. Conforme denúncia veiculada em
jornal de grande circulação, empregados da empresa lotados em vários órgãos da administração direta e indireta
não receberam o salário no mês passado. 

Com base nas informações acima, julgue o item a seguir. 

Rescindido o contrato com a administração pública, à empresa prestadora do serviço de terceirização será
concedido prazo de cinco dias úteis contados da intimação do ato de rescisão contratual para a apresentação de
recurso administrativo, exigindo­se depósito prévio para a admissibilidade do recurso.

Certo Errado

411 Q435242 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Determinada autarquia fez publicar edital de licitação para a construção de nova sede, no qual estavam previstas
todas as cláusulas obrigatórias de contratação, mas não a de prestação de garantia. Decorridas todas as fases
legalmente previstas, foi firmado contrato com a empresa vencedora, entretanto, faltando cinco dias para o início
da execução da obra, os trabalhadores da construção civil entraram em greve. 

Com relação a essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

Em razão da greve, as cláusulas contratuais relacionadas ao início e à conclusão da obra poderão ser alteradas,
devendo­se manter as demais cláusulas do contrato e assegurar a manutenção do equilíbrio econômico­financeiro
do contrato.

Certo Errado

412 Q435243 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Determinada autarquia fez publicar edital de licitação para a construção de nova sede, no qual estavam previstas
todas as cláusulas obrigatórias de contratação, mas não a de prestação de garantia. Decorridas todas as fases
legalmente previstas, foi firmado contrato com a empresa vencedora, entretanto, faltando cinco dias para o início
da execução da obra, os trabalhadores da construção civil entraram em greve. 

Com relação a essa situação hipotética, julgue o item que se segue. 

A empresa vencedora da licitação poderá exigir o reajuste dos preços do contrato após o decurso de um ano da
data da assinatura do contrato.

Certo Errado

413 Q435244 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Determinada autarquia fez publicar edital de licitação para a construção de nova sede, no qual estavam previstas
todas as cláusulas obrigatórias de contratação, mas não a de prestação de garantia. Decorridas todas as fases
legalmente previstas, foi firmado contrato com a empresa vencedora, entretanto, faltando cinco dias para o início
da execução da obra, os trabalhadores da construção civil entraram em greve. 

Com relação a essa situação hipotética, julgue o item que se segue. 

Caso não haja, no quadro funcional da referida autarquia, servidor com expertise em engenharia, a entidade
licitante poderá deixar de designar servidor para acompanhar a execução e a fiscalização da obra, devendo,
entretanto, contratar empresa especializada para a prestação de tais serviços.

Certo Errado

414 Q435245 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Determinada autarquia fez publicar edital de licitação para a construção de nova sede, no qual estavam previstas
todas as cláusulas obrigatórias de contratação, mas não a de prestação de garantia. Decorridas todas as fases
legalmente previstas, foi firmado contrato com a empresa vencedora, entretanto, faltando cinco dias para o início
da execução da obra, os trabalhadores da construção civil entraram em greve. 

Com relação a essa situação hipotética, julgue o item que se segue. 

A referida autarquia poderá inserir no contrato cláusula por meio da qual se exija da empresa vencedora a
prestação de garantia.

Certo Errado

415 Q435246 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

Na fase preparatória do pregão, o agente encarregado da compra poderá, por delegação da autoridade
competente, designar, entre os servidores do órgão ou da entidade promotora da licitação, o pregoeiro
responsável. Para evitar a perpetuação de apenas um pregoeiro e não ofender o princípio da impessoalidade,
recomenda­se à autoridade competente habilitar vários agentes para exercer a função de pregoeiro bem como
adotar sistema de rodízio nas designações.
Certo Errado

416 Q435247 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

Na fase externa do pregão, a manifestação do licitante de interpor recurso contra a decisão do pregoeiro deve ser
feita no final da sessão pública do pregão, tendo esse recurso efeito suspensivo.

Certo Errado

417 Q435248 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

Exige­se, para a habilitação do licitante vencedor, a documentação relativa a sua qualificação técnica, admitindo­
se sua substituição pelo registro cadastral no sistema de cadastramento unificado de fornecedores (SICAF).

Certo Errado

418 Q435249 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

Admite­se, excepcionalmente, a dispensa de parecer jurídico no pregão, dado o caráter célere dessa modalidade de
licitação.

Certo Errado

419 Q435250 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

Os contratos celebrados pelas agências reguladoras federais para a aquisição de bens e serviços comuns devem ser
precedidos de pregão, a ser realizado, preferencialmente, na forma eletrônica.

Certo Errado

420 Q435251 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

Dada a tendência atual de ampliação da utilização do pregão, os serviços de engenharia, desde que caracterizáveis
como serviços comuns, podem ser licitados por meio do pregão na forma eletrônica.

Certo Errado

Respostas    401:      402:      403:      404:      405:      406:      407:      408:      409:      410:      411:      412:      413: 
    414:      415:      416:      417:      418:      419:      420:     

←   1  2 …  17  18  19  20 21  22  23  24  25 …  220
221  →
421 Q435252 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


BETA
Direito

A respeito do pregão, julgue o item a seguir.

O pregão é juridicamente condicionado aos princípios da probidade administrativa e da seletividade, tendo os
participantes dessa modalidade de licitação direito público subjetivo à fiel observância do procedimento
normativamente estabelecido.

Certo Errado

422 Q435253 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão na forma eletrônica, julgue o item que se segue.

Nessa modalidade de licitação, são válidos os documentos constantes dos arquivos e registros digitais para todos
os efeitos legais, exceto para a prestação de contas.

Certo Errado

423 Q435254 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão na forma eletrônica, julgue o item que se segue.

Os participantes do pregão na forma eletrônica devem ser previamente credenciados perante o provedor do
sistema eletrônico, por meio da atribuição de chave de identificação e de senha, pessoal e intransferível, para
acesso ao sistema eletrônico.

Certo Errado

424 Q435255 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do pregão na forma eletrônica, julgue o item que se segue.

Na fase competitiva do pregão em sua forma eletrônica, deve­se respeitar intervalo mínimo entre os lances
enviados pelo mesmo licitante, excetuando­se as entidades integrantes do sistema de serviços gerais (SISG), que
estão dispensadas dessa exigência.

Certo Errado

425 Q435256 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito da contratação de serviços, continuados ou não, julgue o seguinte item, conforme a Instrução
Normativa n.º 02/2008 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento,
Orçamento e Gestão (IN 02/SLTI/MP).

O pagamento a ser efetuado pelo contratante está condicionado à apresentação de nota fiscal ou fatura pela
contratada, com a comprovação do cumprimento das obrigações trabalhistas correspondentes a todas as notas
fiscais ou faturas pagas pela administração.

Certo Errado

426 Q435257 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito da contratação de serviços, continuados ou não, julgue o seguinte item, conforme a Instrução
Normativa n.º 02/2008 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento,
Orçamento e Gestão (IN 02/SLTI/MP).

As atividades de telecomunicações devem ser, preferencialmente, objeto de execução indireta.

Certo Errado

427 Q435258 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito da contratação de serviços, continuados ou não, julgue o seguinte item, conforme a Instrução
Normativa n.º 02/2008 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento,
Orçamento e Gestão (IN 02/SLTI/MP). 

Os instrumentos convocatórios de licitação devem indicar o quantitativo de mão de obra a ser utilizado na
prestação do serviço, sob pena de nulidade.

Certo Errado

428 Q435259 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito da contratação de serviços, continuados ou não, julgue o seguinte item, conforme a Instrução
Normativa n.º 02/2008 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento,
Orçamento e Gestão (IN 02/SLTI/MP). 

Verificado o subdimensionamento da produtividade pactuada, sem perda da qualidade na execução do serviço, o
fiscal do contrato deve comunicar à autoridade responsável a necessidade de promover a adequação contratual à
produtividade efetivamente realizada, respeitados os limites de alteração dos valores contratuais.

Certo Errado

429 Q435260 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item subsequente, com base no entendimento sumulado do Tribunal Superior do Trabalho a respeito do
contrato de prestação de serviços.

Caso ocorra o inadimplemento do empregador no que se refere às obrigações trabalhistas, haverá responsabilidade
subsidiária do ente público tomador do serviço, independentemente de culpa, desde que este tenha participado da
relação processual desde o início e seu nome conste também do título executivo judicial.

Certo Errado

430 Q435261 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item subsequente, com base no entendimento sumulado do Tribunal Superior do Trabalho a respeito do
contrato de prestação de serviços.

A contratação irregular de trabalhador, mediante empresa interposta, não gera vínculo de emprego com entidades
da administração pública indireta.

Certo Errado

431 Q435262 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

No que se refere à contratação de soluções de tecnologia da informação (TI) pelos órgãos públicos integrantes do
sistema de administração dos recursos de tecnologia da informação (SISP) da administração pública federal,
julgue o item subsecutivo, considerando o disposto na IN 04/SLTI/MP.

Como a IN 04/SLTI/MP é direcionada aos órgãos públicos integrantes do SISP, a metodologia de contratação nela
regulamentada não pode ser utilizadas nas sociedades de economia mista.

Certo Errado

432 Q435263 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

No que se refere à contratação de soluções de tecnologia da informação (TI) pelos órgãos públicos integrantes do
sistema de administração dos recursos de tecnologia da informação (SISP) da administração pública federal,
julgue o item subsecutivo, considerando o disposto na IN 04/SLTI/MP.

Considere que determinado ministério, com o objetivo de modernizar sua área de TI, tenha contratado o Serviço
Federal de Processamento de Dados (SERPRO) mediante dispensa de licitação nos termos da Lei n.º 8666/1993.
Nesse caso, também deve ser dispensada a fase de planejamento da contratação prevista na IN 04/SLTI/MP.

Certo Errado

433 Q435264 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

No que se refere à contratação de soluções de tecnologia da informação (TI) pelos órgãos públicos integrantes do
sistema de administração dos recursos de tecnologia da informação (SISP) da administração pública federal,
julgue o item subsecutivo, considerando o disposto na IN 04/SLTI/MP.

O principal escopo da referida instrução está relacionado com a promoção do adequado planejamento da
contratação, com extensão e aplicação efetiva do princípio da governança na administração pública.
Certo Errado

434 Q435265 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Com relação ao que prescreve a IN 04/SLTI/MP, julgue o item a seguir.

A equipe de planejamento da contratação deve ser composta por um integrante técnico, um integrante
administrativo e um integrante requisitante, que deve ser indicado pela área que requisitou a solução de TI.

Certo Errado

435 Q435266 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Com relação ao que prescreve a IN 04/SLTI/MP, julgue o item a seguir.

O preposto deve ser um servidor representante da área administrativa indicado pela autoridade competente dessa
área para fiscalizar o contrato no que se refere aos aspectos administrativos.

Certo Errado

436 Q435267 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Com relação ao que prescreve a IN 04/SLTI/MP, julgue o item a seguir.

A geração do documento de oficialização da demanda, a elaboração do plano de sustentação e a realização da
análise de riscos são etapas do planejamento e estão sujeitas à análise de viabilidade da contratação.

Certo Errado

437 Q435268 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Com relação ao que prescreve a IN 04/SLTI/MP, julgue o item a seguir. 

A atividade de monitoração de serviços de TI pode ser terceirizada, mediante processo licitatório, caso o órgão
contratante não tenha equipe técnica especializada para a realização do serviço.

Certo Errado

438 Q435269 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item subsecutivo, acerca do regime diferenciado de contratações públicas (RDC).
A possibilidade de um único interessado ser o responsável pela elaboração dos projetos básicos, dos projetos
executivos e, ao mesmo tempo, pela execução da obra, denominada contratação integrada, constitui uma exceção
à regra prevista na Lei n.º 8.666/1993, que determina a segregação dessas atividades entre executores diversos.

Certo Errado

439 Q435270 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item subsecutivo, acerca do regime diferenciado de contratações públicas (RDC).

Em regra, como forma de prevenir possível superfaturamento, o orçamento estimado para a contratação deve ser
divulgado após o encerramento da licitação.

Certo Errado

440 Q435271 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item subsecutivo, acerca do regime diferenciado de contratações públicas (RDC).

O RDC foi instituído para regular as licitações e contratos necessários à execução de obras e serviços relacionados
à realização de grandes eventos, das ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), das obras e dos
serviços de engenharia no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), entre outros.

Certo Errado

Respostas    421:      422:      423:      424:      425:      426:      427:      428:      429:      430:      431:      432:      433: 
    434:      435:      436:      437:      438:      439:      440:     

←   1  2 …  18  19  20  21 22  23  24  25  26 …  220
221  →
441 Q435272 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


BETA
Direito

Julgue o item subsecutivo, acerca do regime diferenciado de contratações públicas (RDC).

Na empreitada por preço unitário, a administração contrata a execução da obra ou do serviço por preço certo e
total.

Certo Errado

442 Q435273 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item subsecutivo, acerca do regime diferenciado de contratações públicas (RDC).

Nos contratos regidos pelo RDC, a elaboração de projeto básico pode ser dispensada em nome da agilidade e
eficiência na contratação de obras e serviços especificados na Lei n.º 12.462/2011.

Certo Errado

443 Q435274 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

No que se refere à aplicação das normas do RDC e da IN 04/SLTI/MP, julgue o próximo item.

Dada a necessidade de aquisição de soluções de TI para complementação de obras de aeroporto e para o futuro
funcionamento da infraestrutura aeroportuária a ele relacionada, o gestor dos órgãos integrantes do SISP pode
dispensar o uso do RDC, mas não pode deixar de observar as disposições da referida instrução normativa,
especialmente no tocante ao planejamento da contratação.

Certo Errado

444 Q435275 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Determinada autarquia federal, pretendendo adquirir, no mercado, cartuchos e toners para suas impressoras, para
o atendimento das necessidades do órgão ao longo do ano, fez a estimativa de consumo mensal desses materiais,
chegando a um quantitativo aproximado que serviria de parâmetro para a compra.

Considerando essa situação hipotética, julgue o seguinte item.

A indicação prévia de dotação orçamentária para a aquisição dos referidos materiais não é requisito obrigatório
para a realização do registro de preços.

Certo Errado

445 Q435276 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito
Determinada autarquia federal, pretendendo adquirir, no mercado, cartuchos e toners para suas impressoras, para
o atendimento das necessidades do órgão ao longo do ano, fez a estimativa de consumo mensal desses materiais,
chegando a um quantitativo aproximado que serviria de parâmetro para a compra. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o seguinte item.

A autarquia poderá adquirir os cartuchos e toners de que necessita, utilizando ata de registro de preços gerenciada
por determinado órgão federal, desde que haja anuência do órgão gerenciador e concordância do fornecedor
beneficiário, não devendo o quantitativo pretendido exceder a 100% do que esteja registrado na ata.

Certo Errado

446 Q435277 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Determinada autarquia federal, pretendendo adquirir, no mercado, cartuchos e toners para suas impressoras, para
o atendimento das necessidades do órgão ao longo do ano, fez a estimativa de consumo mensal desses materiais,
chegando a um quantitativo aproximado que serviria de parâmetro para a compra. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o seguinte item.

Havendo registro de preços de cartuchos e toners e decidindo a autarquia adquiri­los, a compra deve limitar­se a
uma quantidade mínima dos produtos registrados, sendo obrigatório que esse quantitativo conste expressamente
no edital de licitação e na ata de registro de preços.

Certo Errado

447 Q435278 Direito Administrativo   Decreto nº 6.170­2007 ­ Transferência de Recursos da União mediante


Convênios e Contratos de Repasse

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca dos convênios e contratos de repasse, julgue o item subsequente.

Os convênios e os contratos de repasse firmados com entidades privadas sem fins lucrativos devem ser assinados
pessoalmente pelo ministro de Estado ou pelo dirigente máximo da entidade concedente, autoridades competentes
para decidir sobre a aprovação da prestação de contas relativa ao ajuste.

Certo Errado

448 Q435279
Direito Administrativo   Decreto nº 6.170­2007 ­ Transferência de Recursos da União mediante
Convênios e Contratos de Repasse

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca dos convênios e contratos de repasse, julgue o item subsequente.

O objeto do convênio pode ser alterado por termo aditivo, mediante proposta do concedente, formalizada,
justificada e apresentada ao convenente em, no mínimo, trinta dias antes do término da vigência do acordo.

Certo Errado
449 Q435280 Direito Administrativo   Decreto nº 6.170­2007 ­ Transferência de Recursos da União mediante
Convênios e Contratos de Repasse

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca dos convênios e contratos de repasse, julgue o item subsequente.

Convênio pode ser corretamente conceituado como o instrumento por meio do qual é ajustada a transferência de
crédito de órgão ou entidade da administração pública federal para outro órgão federal da mesma natureza ou
para autarquia, fundação pública ou empresa estatal dependente.

Certo Errado

450 Q435281 Direito Administrativo   Decreto nº 6.170­2007 ­ Transferência de Recursos da União mediante


Convênios e Contratos de Repasse

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca dos convênios e contratos de repasse, julgue o item subsequente. 

É vedada a celebração de convênio com entidades públicas ou privadas cujo objeto social não esteja relacionado
com as características do programa que se pretende executar.

Certo Errado

451 Q435282 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A Lei Complementar n.º 73/1993 estabelece a competência da Advocacia­Geral da União (AGU) para fixar a
interpretação da Constituição Federal, das leis, dos tratados e demais atos normativos, a ser uniformemente
seguida pelos órgãos e entidades da administração federal. À luz das orientações normativas editadas pela AGU no
ano de 2014 acerca de licitações e contratos administrativos, julgue o item a seguir.

Aplicada a sanção de declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a administração pública, os demais
contratos vigentes com o sancionado estarão automaticamente rescindidos, cabendo à administração apenas a
declaração formal da rescisão.

Certo Errado

452 Q435283 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A Lei Complementar n.º 73/1993 estabelece a competência da Advocacia­Geral da União (AGU) para fixar a
interpretação da Constituição Federal, das leis, dos tratados e demais atos normativos, a ser uniformemente
seguida pelos órgãos e entidades da administração federal. À luz das orientações normativas editadas pela AGU no
ano de 2014 acerca de licitações e contratos administrativos, julgue o item a seguir.

Em se tratando de licitação na modalidade pregão, cabe ao agente ou ao setor técnico da administração declarar a
natureza comum do objeto a ser licitado, bem como definir se o objeto da contratação pretendida corresponde a
obra ou serviço de engenharia.

Certo Errado
453 Q435284 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A Lei Complementar n.º 73/1993 estabelece a competência da Advocacia­Geral da União (AGU) para fixar a
interpretação da Constituição Federal, das leis, dos tratados e demais atos normativos, a ser uniformemente
seguida pelos órgãos e entidades da administração federal. À luz das orientações normativas editadas pela AGU no
ano de 2014 acerca de licitações e contratos administrativos, julgue o item a seguir.

Ainda que expirada a vigência do contrato, admite­se a aplicação de penalidades por descumprimento de condição
de garantia legal ou contratual do objeto.

Certo Errado

454 Q435285 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Cláudio requereu à ANATEL a revogação de autorização para a instalação de antena de telefonia móvel na região
em que mora, sob o argumento de que a área onde o equipamento será instalado é densamente povoada e a
antena emite radiação nociva à saúde da população local.

Considerando essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

A autoridade competente tem o dever de emitir decisão, devidamente motivada, a respeito do requerimento de
Cláudio, não sendo suficiente que a motivação consista apenas de declaração de concordância com parecer
proferido pela área técnica da ANATEL.

Certo Errado

455 Q435286 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Cláudio requereu à ANATEL a revogação de autorização para a instalação de antena de telefonia móvel na região
em que mora, sob o argumento de que a área onde o equipamento será instalado é densamente povoada e a
antena emite radiação nociva à saúde da população local. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

Ainda que Cláudio desista do requerimento, a ANATEL pode, existindo interesse público, dar prosseguimento ao
processo.

Certo Errado

456 Q435287 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Cláudio requereu à ANATEL a revogação de autorização para a instalação de antena de telefonia móvel na região
em que mora, sob o argumento de que a área onde o equipamento será instalado é densamente povoada e a
antena emite radiação nociva à saúde da população local. 

Considerando essa situação hipotética, julgue o item que se segue.

Caso seja negado o pedido de Cláudio, os demais moradores da localidade onde será instalada a antena são
legitimados para apresentar recurso contra a decisão.
Certo Errado

457 Q435288 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.

A revogação importa em juízo de oportunidade e conveniência, razão por que os atos administrativos somente
podem ser revogados pela autoridade que os tenha exarado.

Certo Errado

458 Q435289 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.

Os atos administrativos são praticados por servidores e empregados públicos, bem como por determinados
particulares, a exemplo dos concessionários e permissionários de serviços públicos e oficiais de cartórios.

Certo Errado

459 Q435290 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.

Os atos administrativos devem ser praticados, necessariamente, por escrito, em atendimento ao princípio do
formalismo.

Certo Errado

460 Q435291 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.

Atualmente, no âmbito federal, todo ato administrativo restritivo de direitos deve ser expressamente motivado.

Certo Errado

Respostas    441:      442:      443:      444:      445:      446:      447:      448:      449:      450:      451:      452:      453: 
    454:      455:      456:      457:      458:      459:      460:     

←   1  2 …  19  20  21  22 23  24  25  26  27 …  220
221  →
461 Q435292 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


BETA
Direito

Julgue o item, a respeito de atos e processos administrativos.

Imperatividade é o atributo com base no qual o ato administrativo pode ser praticado pela própria administração
sem a necessidade de intervenção do Poder Judiciário.

Certo Errado

462 Q435293 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do direito de greve dos servidores públicos, julgue o item que se segue, com base no entendimento do
Supremo Tribunal Federal (STF).

A competência para apreciar dissídio coletivo de greve de servidores públicos federais é da justiça do trabalho.

Certo Errado

463 Q435294 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

A respeito do direito de greve dos servidores públicos, julgue o item que se segue, com base no entendimento do
Supremo Tribunal Federal (STF).

É ilícita greve de servidores prestadores de serviços públicos essenciais.

Certo Errado

464 Q435295 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca das regras para a realização de concurso público, julgue o item subsequente.

De acordo com o entendimento mais recente do STF, a administração não é obrigada a nomear os candidatos
aprovados no número de vagas definidas no edital de concurso, desde que haja razão de interesse público
decorrente de circunstâncias extraordinárias, imprevisíveis e supervenientes.

Certo Errado

465 Q435296
Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca das regras para a realização de concurso público, julgue o item subsequente.

Como forma de salvaguardar os direitos dos candidatos em concurso público, a legislação federal exige que provas
orais sejam realizadas em sessões públicas e gravadas.
Certo Errado

466 Q435297 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Acerca das regras para a realização de concurso público, julgue o item subsequente.

A realização de concurso público para provimento de cargos efetivos do quadro de pessoal da ANATEL depende de
prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Certo Errado

467 Q435298 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Um servidor, pregoeiro de determinado órgão público Federal, utilizava­se da função para favorecer indevidamente
um grupo de empresas nas licitações realizadas pelo órgão. Por meio de auditoria interna, descobriu­se o esquema
fraudulento, e um processo administrativo disciplinar foi instaurado para a apuração dos fatos e eventual
responsabilização do servidor.

Com base nessa situação hipotética, julgue o próximo item.

Caso o servidor não constitua advogado para sua defesa no processo administrativo disciplinar, a autoridade
instauradora do processo deve designar outro servidor como defensor dativo.

Certo Errado

468 Q435299 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Um servidor, pregoeiro de determinado órgão público ederal, utilizava­se da função para favorecer indevidamente
um grupo de empresas nas licitações realizadas pelo órgão. Por meio de auditoria interna, descobriu­se o esquema
fraudulento, e um processo administrativo disciplinar foi instaurado para a apuração dos fatos e eventual
responsabilização do servidor.

Com base nessa situação hipotética, julgue o próximo item.

Em decorrência das garantias constitucionais da ampla defesa, do contraditório e do devido processo legal, o
referido servidor não pode ser afastado do cargo antes de proferida decisão condenatória em processo
administrativo disciplinar.

Certo Errado

469 Q435300 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Um servidor, pregoeiro de determinado órgão público ederal, utilizava­se da função para favorecer indevidamente
um grupo de empresas nas licitações realizadas pelo órgão. Por meio de auditoria interna, descobriu­se o esquema
fraudulento, e um processo administrativo disciplinar foi instaurado para a apuração dos fatos e eventual
responsabilização do servidor. 
Com base nessa situação hipotética, julgue o próximo item.

A autoridade julgadora do processo administrativo disciplinar instaurado contra o servidor deve acatar, em regra, o
relatório final da comissão processante.

Certo Errado

470 Q435235 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ANATELProva: Analista Administrativo ­


Direito

Considerando o disposto na Lei n.º 8.666/1993, julgue o item subsequente.

De acordo com o posicionamento do Tribunal de Contas da União, a possibilidade de dispensa prevista no art. 32,
§ 1.º, dessa lei não se estende à documentação relativa à seguridade social.

Certo Errado

471 Q428106 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Analista Judiciário ­


Tecnologia da Informação

De acordo com a Lei nº 8.112/90, a nomeação é uma das formas de provimento de cargo público, aplicável para
ocupação de

a) função pública de confiança, cargo em comissão efetivo e emprego público.

b) cargo em comissão, desde que derivado de readaptação.

c) cargo público efetivo, não aplicado para os comissionados, exceto os reintegrados.

d) cargo público efetivo e para cargos de confiança.

e) cargo ou emprego público efetivos.

472 Q428107 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Analista Judiciário ­


Tecnologia da Informação

Alguns contratos firmados pela Administração pública possuem características próprias, que lhes predicam como
administrativos. Sabendo­se que nem todo contrato firmado pela Administração pode assim ser qualificado,
destaca­se como indicativo dessa condição, dentre outros aspectos, a

a) impossibilidade do contratado suspender a execução de suas obrigações, seja qual for o objeto
contratado, diante de inadimplência prolongada da Administração pública.

b) possibilidade de contratação sem que haja demonstração da existência de recursos para fazer frente às
despesas, em face da supremacia do interesse público e da relevância do objeto a ser contratado.

c) mutabilidade intrínseca dos termos e condições pactuados, permitida unilateralmente à Administração
e aos particulares contratados, desde que o objeto seja a prestação de serviços públicos.

d) impossibilidade de prorrogação da avença, exigindo­se sempre a realização de licitação como forma de
privilegiar o menor preço nas contratações da Administração.

e) obrigação de manutenção do equilíbrio econômico­financeiro inicial da avença, diante de
determinados fatores e condições, tais como a alteração unilateral do contrato.

473 Q428108 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.


Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Analista Judiciário ­
Tecnologia da Informação

A aplicação da Lei de Licitações permite que, privilegiando o princípio da isonomia, a Administração escolha a
proposta mais vantajosa para firmar um ajuste, observados os critérios de adjudicação estabelecidos no edital.
Estão sujeitos ao procedimento de licitação os

a) ajustes que estabeleçam, em variados graus e medidas, obrigações e direitos entre as partes, ainda que
não estejam revestidos de natureza contratual.

b) contratos e atos celebrados entre a Administração pública em geral e particulares, desde que se
submetam ao regime jurídico de direito público em sentido estrito.

c) contratos administrativos, excluindo­se os contratos da Administração, tais como os de locação e
comodato.

d) contratos celebrados pelos órgãos da Administração direta, excluídos os entes que integram a
Administração indireta, como autarquias e fundações.

e) ajustes que possuam natureza contratual, excluídos os atos de outra natureza firmados entre a
Administração e particulares.

474 Q428109 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 1ª REGIÃO (RJ)Prova: Analista Judiciário ­


Tecnologia da Informação

Quando se diz que as relações da Administração pública estão sujeitas à hierarquia, se quer dizer que é possível
estabelecer alguma relação de coordenação e de subordinação entre os órgãos que compõem a Administração.
Essa competência expressa­se quando a Administração

a) edita atos normativos de efeitos externos, obrigando seus subordinados e os particulares que com eles
se relacionam.

b) edita atos normativos para organizar a atuação dos órgãos que integram sua estrutura.

c) instaura processos administrativos para apuração de irregularidades e aplicação de sanções
disciplinares e contratuais.

d) celebra contratos com particulares para atendimento do interesse público.

e) fiscaliza a atuação dos subordinados e dos particulares, inclusive com a aplicação de penalidades.

475 Q429209 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­PBProva: Defensor Público

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba adquiriu equipamentos de informática por meio de licitação, na
modalidade concorrência a que se refere o artigo 22 da Lei nº 8.666/93, os quais deveriam ser entregues no prazo
de 30 dias após a assinatura do contrato. Transcorrido o prazo definido no ajuste para execução do objeto, a
contratada não adimpliu a obrigação. Nessa situação, a Administração está autorizada a

a) iniciar procedimento para aplicação de multa, sanção que, pela natureza, prescinde, para sua
incidência, de estar prevista no instrumento convocatório ou no contrato.

b) iniciar procedimento para rescindir unilateralmente o contrato, hipótese em que ficará impedida de
aplicar multa e demais sanções previstas em lei; no entanto, permitirá que a Administração contrate
diretamente o mesmo objeto, por meio de dispensa de licitação fundamentada na situação de
emergência.

c) iniciar procedimento sancionatório para aplicação de multa, na forma prevista no contrato, o que não
a impedirá de rescindir unilateralmente o ajuste e aplicar outras sanções previstas em lei.

d) realizar nova contratação do mesmo objeto, situação em que não há exigência de que o contrato
vigente seja rescindido.

e) aplicar ao contratado, garantida a defesa prévia, a sanção de suspensão temporária de participação em
licitação e impedimento de contratar com a Administração, por prazo de 5 anos.
476 Q429210 Direito Administrativo   Decreto nº 6.170­2007 ­ Transferência de Recursos da União mediante
Convênios e Contratos de Repasse

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­PBProva: Defensor Público

Considerando a natureza jurídica dos convênios administrativos, é correto afirmar que referidos ajustes

a) podem ser firmados entre pessoas administrativas, hipótese em que não há obrigatoriedade de
autorização legislativa, requisito de validade exigido nos casos em que são firmados entre pessoas de
direito público e entidades privadas, porquanto, nesse último caso, os interesses não são paralelos e
comuns e há repasse de recursos públicos à entidade de direito privado.

b) são firmados entre pessoas administrativas, hipótese em que há obrigatoriedade de autorização
legislativa, sob pena de nulidade de pleno direito, porquanto são instrumentos utilizados para
realização de transferências voluntárias.

c) podem ser firmados entre pessoas administrativas, hipótese em que poderá haver necessidade de
autorização legislativa, como requisito de validade do ajuste, e entre pessoas de direito público e
entidades privadas, desde que, nessa última hipótese, não haja repasse de recursos públicos.

d) podem ser firmados entre pessoas administrativas, ou entre estas e entidades privadas, havendo, neste
último caso, interesses contrapostos, razão pela qual há necessidade de autorização legislativa e, no
primeiro, interesses paralelos e comuns necessários para desenvolvimento de atividades de
competência comum definidas no artigo 23 da Constituição Federal.

e) podem ser firmados entre pessoas administrativas, ou entre estas e entidades privadas, para realização
de objetivos de interesse comum, mediante mútua colaboração, independentemente de autorização
legislativa.

477 Q429211 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: DPE­PBProva: Defensor Público

A Lei de Responsabilidade Fiscal ­ Lei Complementar nº 101/2000, traz o conceito de transferência voluntária e
estabelece os requisitos para que ela se realize. A partir da definição legal, é correto afirmar que

a) as transferências voluntárias consubstanciam­se na entrega de recursos correntes ou de capital de um
ente da federação para outro em cumprimento de expressa determinação constitucional ou legal.

b) a entrega de recursos de capital a outro ente da federação não é considerada, pela lei, como
transferência voluntária, mesmo quando seja feita a título de cooperação, auxílio ou assistência
financeira.

c) as transferências voluntárias são necessariamente formalizadas por meio de convênios, sob pena de
nulidade de pleno direito.

d) a entrega de recursos correntes ou de capital de um ente da federação para outro a título de
cooperação, auxílio ou assistência financeira é considerada, pela lei, como transferência voluntária,
desde que não decorra do cumprimento de determinação constitucional ou legal ou se destine ao
Sistema Único de Saúde.

e) a realização de transferências voluntárias independe da existência de dotação orçamentária específica e
da observância do disposto no artigo 167, X, da Constituição Federal.

478 Q429810 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

No tocante à revogação dos atos administrativos, é correto afirmar que

a) os atos gerais e abstratos, como os regulamentos, são revogáveis a qualquer tempo, enquanto
vigentes.

b) o exaurimento dos efeitos de um ato não impede a sua revogação, desde que o ato revocatório seja
motivado pelo interesse público.

c) os atos vinculados estão sujeitos à revogação por motivos de conveniência e oportunidade.
d) os atos que geram direitos adquiridos estão sujeitos à revogação, em razão da supremacia do interesse
público.

e) a revogação gera efeitos ex nunc, exceto quando motivada por vício do ato revogado, caso em que os
seus efeitos devem retroagir ao momento da prática do ato.

479 Q429811 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

No tocante aos contratos administrativos, dispõe a Lei Federal nº 8.666/93:

a) É dispensável a formalização do ajuste por instrumento de contrato, em contratações cujo valor não
exceda o limite máximo para realização da modalidade convite, podendo ser substituído por outros
instrumentos hábeis, tais como carta­contrato, nota de empenho de despesa, autorização de compra
ou ordem de execução de serviço.

b) A revisão dos contratos administrativos deve ser realizada periodicamente, na data­base e pelos índices
previamente estabelecidos no instrumento convocatório e no contrato administrativo.

c) A alteração unilateral do contrato administrativo constitui o chamado “fato da administração” que
justifica o reequilíbrio da equação econômica financeira do contrato.

d) Os contratos de prestação de serviços a serem executados de forma contínua podem ter a sua duração
prorrogada por iguais e sucessivos períodos, com vistas à obtenção de preços e condições mais
vantajosas para a administração, limitada tal prorrogação a quarenta e oito meses.

e) É facultado à Administração, quando o licitante convocado não assinar o termo de contrato ou não
aceitar ou retirar o instrumento equivalente no prazo e condições estabelecidos, convocar os licitantes
remanescentes, na ordem de classificação, para fazê­lo, com base nas condições de suas respectivas
propostas.

480 Q429812 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

Quincas Borba é servidor extranumerário de autarquia estadual, tendo ingressado nos quadros da autarquia em
janeiro de 1983, sem submeter­se a concurso público. A referida autarquia, em 2013, promoveu concurso interno
para os extranumerários, por meio do qual Quincas Borba foi nomeado para cargo efetivo. 

Diante disso, o referido servidor

a) não é dotado de estabilidade, pois a estabilidade extraordinária não beneficia servidores de autarquia;
tampouco é titular de cargo efetivo, visto que não ingressou pela via do concurso público de provas
ou de provas e títulos para o cargo em questão.

b) não é dotado de estabilidade e tampouco de efetividade, visto que não ingressou pela via do concurso
público de provas ou de provas e títulos para o cargo efetivo em questão.

c) é dotado de estabilidade e de efetividade, haja vista que a situação acima referida é objeto de
proteção por disposição transitória constante do Texto Constitucional promulgado em 1988.

d) é dotado de estabilidade na função em que ingressou na autarquia, por força de disposição transitória
constitucional; porém, não pode ser considerado titular de cargo efetivo, pois é inválido o provimento
de cargo dessa natureza por concurso interno.

e) foi regularmente provido em cargo efetivo, porém, não faz jus à estabilidade, haja vista que apenas
ingressou no referido cargo em 2013, não tendo ainda completado o estágio probatório.

Respostas    461:      462:      463:      464:      465:      466:      467:      468:      469:      470:      471:      472:      473: 
    474:      475:      476:      477:      478:      479:      480:     

←   1  2 …  20  21  22  23 24  25  26  27  28 …  220
221  →
481 Q429813 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça


BETA

O Estado do Pará pretende se utilizar da área total de um terreno pertencente a empresa pública federal, com a
finalidade de nele instalar um estabelecimento escolar. Nesse caso,

a) em face do relevante interesse público envolvido, justifica­se a medida de apossamento administrativo,
devendo a empresa pública ingressar com ação de desapropriação indireta, para obter a
correspondente indenização.

b) a desapropriação do referido bem é juridicamente impossível, considerando que se trata de bem
público pertencente a entidade situada em nível superior na hierarquia federativa.

c) é possível a realização de contrato de compra e venda entre as partes envolvidas, após prévia avaliação
do imóvel, sendo dispensada a licitação.

d) deve haver a constituição de servidão sobre o referido imóvel, que continuará sob titularidade da
empresa pública federal, de maneira a compatibilizar os interesses em conflito.

e) pode­se celebrar parceria público­privada entre o Estado e a empresa pública federal, com dispensa de
licitação, para viabilizar o serviço público em questão.

482 Q429814 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

No tocante ao regime de delegação de serviços públicos, disciplinado pela Lei Federal nº 8.987/95, é correto
afirmar:

a) A sentença de procedência proferida em ação promovida pela concessionária, para rescisão do
contrato de concessão em face do descumprimento das normas contratuais pelo poder concedente,
produz efeitos imediatos, desobrigando o particular à prestação do serviço, que deve ser assumido
pelo poder concedente.

b) No caso de haver inadimplência da concessionária, não será instaurado processo administrativo antes
de lhe serem comunicados, detalhadamente, os descumprimentos contratuais, concedendo­lhe prazo
para corrigir as falhas e transgressões apontadas e para o enquadramento, nos termos contratuais.

c) É dispensável a licitação para outorga de permissão de serviço público a particular, desde que a
exploração de tal serviço se dê por prazo inferior a 12 (doze) meses e para atender a relevante
interesse público.

d) Somente os serviços uti singuli são passíveis de exploração por particulares, visto que as concessões e
permissões de serviço público sempre dependem da cobrança de tarifa para a remuneração do
concessionário ou permissionário.

e) A reversão consiste na retomada do serviço pelo poder concedente durante o prazo da concessão, por
motivo de interesse público, mediante lei autorizativa específica e após prévio pagamento da
indenização.

483 Q429815 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

No tocante às chamadas organizações sociais, a legislação federal aplicável a tais entidades

a) obriga a publicação anual, em jornal de circulação diária no Estado ou nos municípios em que se der
a atuação da entidade, dos relatórios financeiros e do relatório de execução do contrato de gestão.

b) veda a remuneração dos membros da diretoria da entidade.

c) prevê responsabilidade individual e solidária dos dirigentes pelos danos ou prejuízos decorrentes de
sua ação ou omissão, em caso de desqualificação da entidade pelo descumprimento das disposições
contidas no contrato de gestão.

d) estabelece como hipótese de inexigibilidade de licitação a celebração de contratos de prestação de
serviços com as organizações sociais, qualificadas no âmbito das respectivas esferas de governo, para
atividades contempladas no contrato de gestão.

e) permite que apenas associações civis sejam qualificadas como organizações sociais.

484 Q429816 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

A Lei Federal nº 4.898, de 9 de dezembro de 1965, regula o direito de representação e o processo de
responsabilidade administrativa, civil e penal, nos casos de abuso de autoridade. Tal lei estatui que

a) dentre as penas cominadas no âmbito administrativo, está a de multa, limitada ao valor máximo de 90
(noventa) dias de remuneração.

b) o processo administrativo de apuração de abuso de autoridade não poderá ser sobrestado para o fim
de aguardar a decisão da ação penal ou civil.

c) o direito de representação, no tocante à apuração da responsabilidade administrativa, será exercido
por meio de petição à Chefia do Poder ao qual está subordinada a autoridade administrativa
representada.

d) constitui abuso de autoridade impedir o gozo, pelo cidadão, de serviços públicos essenciais.

e) as sanções nela previstas não são aplicáveis aos militares, que possuem regime de responsabilidade
estabelecido em legislação especial.

485 Q429817 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

A doutrina e a jurisprudência nacional reconhecem a existência de dois tipos de fundação governamental: as de
direito público e as de direito privado. NÃO faz parte dos traços comuns dessas duas espécies

a) a inexigibilidade de inscrição de seus atos constitutivos no Registro Civil das Pessoas Jurídicas.

b) a imunidade tributária no que se refere ao patrimônio, à renda e aos serviços, vinculados a suas
finalidades essenciais ou às delas decorrentes.

c) a vedação de acumulação de cargos e empregos públicos.

d) a submissão às normas gerais de licitação estabelecidas por lei federal.

e) o controle pelos Tribunais de Contas.

486 Q429818 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

No tocante à improbidade administrativa, a Lei nº 8.429/92 determina que

a) as pessoas jurídicas estão sujeitas às penalidades patrimoniais e restritivas de direito ali estipuladas.

b) a decisão condenatória proferida por órgão judicial colegiado produz efeitos imediatos no tocante à
suspensão dos direitos políticos do réu condenado.

c) somente a autoridade jurisdicional é competente para determinar o afastamento provisório do agente
público acusado, quando a medida se fizer necessária à instrução processual.

d) é vedada a transação, acordo ou conciliação nas ações baseadas na referida lei.

e) a ação de improbidade, em relação ao servidor titular de cargo efetivo, prescreve no prazo de cinco
anos, contados do conhecimento do ato ilícito.

487 Q429819 Direito Administrativo   Serviços Públicos


Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PAProva: Promotor de Justiça

Acerca das atividades administrativas, é correto afirmar que

a) para o fomento de atividade particular de interesse público, o procedimento adequado e indispensável
é a licitação, a ser realizada na modalidade concorrência.

b) ao revés da atividade de polícia administrativa, a prestação de serviços públicos em sentido estrito não
admite atuação coativa pela administração pública.

c) por seu caráter indivisível, o exercício do poder de polícia pela administração somente pode ser
custeado por meio de impostos.

d) em face da intangibilidade do direito de propriedade, a demolição de obra particular irregular pela
administração pública está sujeita à reserva de jurisdição, sendo a execução de tal medida dependente
de autorização judicial.

e) na prestação de serviços públicos em regime de concessão ou permissão, as tarifas poderão ser
diferenciadas em função das características técnicas e dos custos específicos provenientes do
atendimento aos distintos segmentos de usuários.

488 Q420003 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

Dentre as peculiaridades que predicam o pregão como modalidade de licitação que confere celeridade à conclusão
do procedimento, destaca­se a

a) inexistência de fase recursal, cabendo, contudo, aos licitantes recorrer à via judicial.

b) existência da fase de lances verbais, na qual todos os participantes inscritos disputam o objeto da
licitação facultado apresentarem novos lances, até que seja definido o menor preço.

c) possibilidade de contratar pelo critério melhor técnica, cabendo aos licitantes disputar suas propostas
na fase de lances verbais, inclusive com propostas substitutivas.

d) fase recursal única, facultada a qualquer dos licitantes, após a declaração do vencedor.

e) possibilidade de participação de todos os interessados em qualquer fase, ainda que não estejam
devidamente inscritos na licitação.

489 Q420004
Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

A Administração celebrou contrato de locação de um edifício para lá instalar uma divisão de determinado órgão de
sua estrutura. Esse contrato

a) exige que seja mantido o equilíbrio econômico­financeiro, aplicando­se majoração da locação em
período diverso do previsto no contrato de locação.

b) não admite, como contrato administrativo, rescisão nos termos da legislação que rege os contratos de
locação no âmbito privado.

c) é regido por cláusulas próprias dos contratos de locação no âmbito privado, admitidas algumas
derrogações pelo regime de direito público.

d) não poderia ter sido celebrado, na medida em que a Administração não pode se submeter a um
contrato típico do direito privado.

e) deve se submeter a todas as disposições típicas dos contratos administrativos, inclusive aquelas que
restringem a iniciativa da rescisão à Administração.

490 Q420005 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo


A emissão de uma licença de instalação cujos requisitos estão previstos na legislação de modo exaustivo,
consubstancia­se em ato

a) discricionário, de competência exaustiva.

b) discricionário impróprio, posto que passível de ser emitido por qualquer autoridade superior.

c) administrativo vinculado, devendo ser emitido pela autoridade competente pela legislação.

d) administrativo discricionário, uma vez que sempre há opção da Administração entre editá­lo ou não,
prescindindo de fundamentação.

e) administrativo vinculado, uma vez que sempre há opção da Administração entre editá­lo ou não.

491 Q420007 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

A Administração indireta pode ser estruturada por meio da

a) instituição de pessoas jurídicas de diversas naturezas, que não guardam vínculo hierárquico com a
Administraçao direta.

b) instituição de pessoas jurídicas com personalidade jurídica própria, vinculadas hierarquicamente à
Administração centralizada.

c) instituição de pessoas jurídicas com personalidade jurídica própria, todas criadas por meio de lei.

d) criação de órgãos integrantes de sua estrutura, vinculadas hierarquicamente à Administração
centralizada.

e) criação de órgãos distintos da Administração direta, vinculados hierarquicamente à Administração
central.

492 Q420008 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

Determinado servidor público que ocupava cargo efetivo foi demitido, tendo essa decisão sido lançada no bojo de
processo disciplinar que tramitou nos termos da legislação vigente. Entende o servidor que não foram apreciados
corretamente todos os fatos e provas colacionados aos autos. Pretende questionar judicialmente a decisão,
requerendo

a) sua recondução ao cargo, cabível nos casos de nulidade do processo disciplinar

b) seu ingresso no serviço público, iniciando novo vínculo com a Administração pública.

c) sua remoção para outro cargo, precedida de invalidação da decisão que o demitiu, para que seja
resgatado o vínculo inicial.

d) sua readaptação, precedida de invalidação da decisão que o demitiu, para possibilitar que seja
resgatado o vínculo inicial.

e) sua reintegração ao cargo anteriormente ocupado, fazendo jus a todos os vencimentos que lhe
deveriam ter sido pagos desde a demissão.

493 Q420009 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

Uma autarquia estadual precisa reformar suas instalações, e adaptá­las ao atendimento que será prestado ao
público em decorrência de uma nova atribuição que lhe foi outorgada por lei. Para tanto,

a) poderá realizar licitação, sob qualquer das modalidades previstas na lei, ou promover contratação
direta, mediante prévia pesquisa de mercado, tendo em vista que as autarquias não se sujeitam ao
regime de direito público.

b) deverá realizar regular licitação, tendo em vista que as autarquias, submetidas ao regime de direito
público, sujeitam­se a obrigatoriedade do certame.

c) poderá contratar diretamente outra empresa que integre a Administração indireta, tendo em vista que
os regimes jurídicos são semelhantes.

d) deverá realizar licitação caso o valor da contratação supere R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil
reais), tendo em vista que até esse montante incide hipótese de dispensa de licitação.

e) deverá contratar diretamente empresa de engenharia para promover as obras, tendo em vista que as
autarquias não se sujeitam ao princípio que obriga a realização de licitação.

494 Q420010 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

A remuneração paga aos servidores estaduais, na forma da Lei Complementar Estadual nº 10.098/94, é composta
não só pelos vencimentos, mas também pelas vantagens pessoais. Dentre elas, incluem­se

a) as indenizações, que integram o salário dos servidores para todos os fins.

b) as diárias, que se prestam a ressarcir as despesas de instalação do servidor na nova sede.

c) os avanços concedidos a cada triênio de efetivo exercício público, pelo tempo que permanecerem em
atividade.

d) as gratificações pagas aos servidores, que não são incorporadas aos vencimentos regulares.

e) a gratificação concedida à servidora gestante durante toda a gestação.

495 Q420011 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

Determinada Administração pública municipal precisava realizar obras de reforma de contenção de enchentes, em
razão da proximidade do período de chuvas. Seu órgão consultivo informou que a realização de procedimento de
licitação demandaria mais tempo que necessário para que as obras ficassem prontas antes das chuvas. Diante
dessa análise, a Administração pública municipal acordou verbalmente com uma empresa a realização das obras,
com o compromisso de que tramitaria procedimento de licitação em paralelo, para viabilizar a contratação formal
da referida empresa. A conduta da Administração é

a) regular e válida, tendo em vista que a urgência da realização das obras demanda a flexibilização do
procedimento, em observância ao princípio da eficiência.

b) regular e válida, tendo em vista que a contratação emergencial pode ser feita verbalmente.

c) irregular e ilegal, tendo em vista que a contratação emergencial não dispensa a realização de
procedimento de licitação.

d) irregular e ilegal, tendo em vista que o princípio da eficiência só admite a flexibilização da norma que
determina a realização de licitação para a contratação de obras de construção, não para obras de
reforma.

e) irregular e ilegal, tendo em vista que é vedada a celebração de contrato verbal, obrigando­se à
realização de procedimento de licitação, ressalvadas hipóteses de dispensa e inexigibilidade do
certame.

496 Q420012 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TCE­RSProva: Auditor Público Externo

Os princípios que regem a Administração pública

a) são aqueles que constam expressamente do texto legal, não se reconhecendo princípios implícitos,
aplicando­se tanto à Administração direta quanto à indireta.

b) podem ser expressos ou implícitos, os primeiros aplicando­se prioritariamente em relação aos
segundos, ambos se dirigindo apenas à Administração direta.

c) são prevalentes em relação às leis que regem a Administração pública, em razão de seu conteúdo ser
mais relevante.

d) dirigem­se indistintamente à Administração direta e às autarquias, aplicando­se seja quando forem
expressos, seja quando implícitos.

e) aplicam­se à Administração direta, indireta e aos contratados em regular licitação, seja quando forem
expressos, seja quando implícitos.

497 Q444315 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

O Tribunal Regional do Trabalho pretende modernizar seus processos de trabalho, ampliando o processamento
eletrônico de várias etapas e instituindo uma solução integrada de informática. Necessita, ainda, adquirir uma
significativa quantidade de computadores com tecnologia e capacidade de processamento compatíveis com a
solução a ser adotada. De acordo com as disposições da Lei no 8.666/93, a autoridade competente

a) poderá adquirir os computadores com inexigibilidade de licitação, optando, desde que
justificadamente, por marca de sua preferência.

b) poderá contratar, conjuntamente, o desenvolvimento da solução de informática e a aquisição dos
computadores, com dispensa de licitação, se comprovar a economicidade da contratação.

c) deverá realizar pré­qualificação das empresas prestadoras de serviço e fornecedoras de equipamentos,
para fins de escolha das propostas mais vantajosas.

d) poderá contratar a aquisição dos computadores com inexigibilidade de licitação, se comprovar que
somente podem ser fornecidos por representante comercial exclusivo.

e) poderá contratar os serviços e fornecimentos com inexigibilidade de licitação, desde que comprove
que os mesmos não possuem natureza comum.

498 Q444316 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

Determinado órgão do Poder Judiciário contratou, mediante prévio procedimento licitatório, a prestação de
serviços de vigilância, pelo prazo de 12 meses. O edital de licitação e o respectivo contrato previram a prorrogação
do prazo originalmente es­ tabelecido para a prestação dos serviços em questão. Referida previsão, à luz das
disposições da Lei no 8.666/93,

a) possibilita a prorrogação por períodos iguais e sucessivos, limitada a 60 meses e, em caráter
excepcional, devidamente justificado e mediante autorização da autoridade superior, por mais 12
meses.

b) obriga o contratado a anuir com a prorrogação, por igual período, salvo comprovada impossibilidade
de manutenção das condições originalmente pactuadas.

c) condiciona­se à anuência do contratado e à comprovação de economicidade da prorrogação,
observado o limite máximo de 48 (quarenta e oito) meses.

d) possibilita, apenas, uma prorrogação, por igual período, eis que se trata de serviço de natureza
contínua, condicionada à anuência do contratado.

e) viola as disposições legais que atrelam a contratação à vigência dos créditos orçamentários, sendo
possível, contudo, a prorrogação mediante aditamento contratual, observado o limite máximo de 48
(quarenta e oito) meses.

499 Q444317 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade
Ana, servidora pública federal, titular de cargo efetivo e investida da função de chefia de determinada repartição
pública, recusou­se a assinar certidão de contagem de tempo de serviço solicitada por servidor público em face de
desavenças pessoais com o requerente, recusando fé a referido documento público. De acordo com as disposições
da Lei no 8.112/90, que estabelece o regime jurídico dos servidores públicos federais, Ana sujeita­se à penalidade
de

a) advertência, cabendo suspensão no caso de reincidência.

b) suspensão, cabendo demissão no caso de reincidência.

c) demissão.

d) cassação da função de chefia, cabendo demissão no caso de reincidência.

e) suspensão, conversível em multa.

500 Q444318 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

A respeito dos atos administrativos, considere:

I. Apenas os atos discricionários são passíveis de revogação, mantidos os efeitos anteriormente produzidos. 

II. Os atos vinculados, quando eivados de vício de competência são passíveis de convalidação, salvo em matérias
de competência exclusiva. 

III. Os atos vinculados podem ser anulados, retroagindo a anulação à data da edição do ato, ou revogados, com
efeitos a partir da revogação. 

Está correto o que consta APENAS em

a) I e III.

b) I e II.

c) II e III.

d) I.

e) II.

Respostas    481:      482:      483:      484:      485:      486:      487:      488:      489:      490:      491:      492:      493: 
   494:      495:      496:      497:      498:      499:      500:     

←   1  2 …  21  22  23  24 25  26  27  28  29 …  220
221  →
501 Q444319 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Analista Judiciário ­


BETA
Contabilidade

Determinado Tribunal pretende contratar consultoria especializada para desenvolver indicadores de desempenho e
aplicar programa de desenvolvimento de competências gerenciais voltado a seu quadro de pessoal. De acordo com
as disposições da Lei no 8.666/93, o procedimento licitatório para a contratação em questão

a) deverá se dar na modalidade pregão.

b) deverá ser do tipo melhor técnica, que é o procedimento obrigatório para a contratação de serviços
técnico especializados.

c) poderá ser na modalidade convite, independentemente do valor.

d) será, obrigatoriamente, na modalidade concorrência, independentemente do valor.

e) poderá ser do tipo técnica e preço, em se tratando de atividade predominantemente intelectual.

502 Q444321 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

O Ciclo PDCA inclui as seguintes etapas sequenciais:

a) diagnóstico; definição de metas; monitoramento; avaliação.

b) planejamento; execução; controle/verificação; ação avaliativa/corretiva.

c) priorização; definição de objetivos, capacitação; ação avaliativa/corretiva.

d) planejamento; desenvolvimento; capacitação; avaliação.

e) programação; direcionamento; controle/verificação; avaliação de resultados.

503 Q444470 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

Autarquia federal recebeu a propriedade de diversos imóveis como dação em pagamento de dívidas
previdenciárias. Considerando que alguns dos imóveis não eram úteis para afetação ao serviço público, a
autoridade competente concluiu pela necessidade de alienação dos mesmos. De acordo com as disposições
aplicáveis da Lei n° 8.666/93,

a) somente os imóveis com valor de avaliação acima de R$ 150.000,00 necessitam de prévio
procedimento licitatório para a alienação.

b) os imóveis deverão ser alienados mediante procedimento licitatório, obrigatoriamente na modalidade
concorrência.

c) os imóveis avaliados em até R$ 150.000,00 poderão ser alienados mediante procedimento licitatório
na modalidade convite e os demais, obrigatoriamente, com a adoção da modalidade concorrência.

d) é vedada a alienação dos referidos imóveis, salvo para outras entidades públicas, por preço de
mercado apurado em avaliação individualizada.

e) afigura­se necessária a prévia avaliação e adoção de procedimento licitatório para alienação, na
modalidade leilão ou concorrência.

504 Q444471 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação
Fernando, servidor público ocupante de cargo efetivo federal, retirou os autos de um processo, sem o
conhecimento e autorização do chefe da repartição na qual exerce as suas funções. De acordo com as disposições
da Lei n° 8.112/90, que disciplina o regime dos servidores públicos civis federais, Fernando

a) está sujeito à pena de suspensão e, se reincidente, à demissão.

b) poderá ser demitido a bem do serviço público.

c) está sujeito à pena de advertência, aplicada por escrito.

d) não praticou infração administrativa, mas apenas conduta imprópria, sujeitando­se à advertência
verbal.

e) estará sujeito à pena de multa, que não poderá superar 30% do valor dos vencimentos mensais, se
não restituir o processo em 24 horas.

505 Q444472 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

O Tribunal contratou, mediante prévio procedimento licitatório, serviço de fornecimento de refeição a seus
funcionários. No curso do contrato, a empresa contratada solicitou o reajustamento dos preços praticados, em
função do aumento dos insumos e da sua folha de pessoal em razão de dissídio coletivo da categoria. De acordo
com as disposições aplicáveis da Lei n° 8.666/93,

a) o reajuste será devido, independentemente de previsão contratual, de acordo com o índice de inflação
aplicável ao setor.

b) é vedada a previsão contratual de reajuste de preço, em face do princípio da vinculação ao
instrumento convocatório.

c) admite­se a alteração do preço contratado, observado o limite de 25% (vinte e cinco por cento) do
valor nominal original.

d) o reequilíbrio do contrato com reajuste do preço somente é possível se decorridos no mínimo 12
meses do termo inicial do contrato.

e) admite­se o reajustamento do preço, de acordo com índice e periodicidade previstos no contrato, bem
como reequilíbrio econômico­financeiro desde que configurada álea econômica extraordinária e
extracontratual.

506 Q444473 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

A imperatividade consiste em um dos atributos do ato administrativo que

a) determina que os atos se impõem a terceiros independentemente da concordância dos mesmos.

b) diz respeito ao agente prolator do ato e somente está presente no exercício do poder de polícia.

c) não é mais aceito pela doutrina em face do princípio constitucional da legalidade.

d) decorre do princípio da supremacia do interesse público sobre o privado e somente está presente nos
atos discricionários.

e) é também chamado de autoexecutoriedade e, em face da garantia constitucional de acesso ao
Judiciário, somente é admitida em situações de risco eminente.

507 Q444474 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

O conceito de serviço público sofreu evolução desde a sua concepção original, comportando, para sua definição,
elemento subjetivo, objetivo e formal. O conceito atualmente vigente, consagrado pela Constituição Federal e
legislação pátria, permite afirmar que

a) a prestação de serviços públicos por particulares é vedada quando se trata de serviço de titularidade
do Estado.

b) serviços públicos próprios ou exclusivos pressupõem a titularidade do Estado, admitindo, contudo, a
prestação por particulares mediante concessão ou permissão.

c) apenas mediante o instituto da concessão, condicionada à prévia licitação, admite­se a prestação de
serviço público por particulares.

d) o instituto da concessão transfere ao particular a titularidade do serviço público, enquanto a permissão
outorga apenas a sua execução.

e) os serviços públicos não exclusivos de Estado, ou impróprios, tais como saúde e educação, podem ser
explorados por particulares mediante concessão.

508 Q444475 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

Acerca das disposições contidas na legislação que disciplina as penas aplicáveis aos atos de improbidade
administrativa, considere: 

I. Somente atinge agentes públicos e particulares a estes equiparados em função do exercício de múnus público. 
II. Alcança atos praticados em prejuízo do patrimônio de entidades privadas que contem com a participação
pública ainda que a título de subvenção. 
III. Absorve as sanções civis e administrativas previstas para o mesmo ato, porém não exclui a responsabilidade
penal do agente. 

Está correto o que consta APENAS em

a) III.

b) I e II.

c) II e III.

d) II.

e) I.

509 Q444476 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

No curso da execução de um contrato de obras para a reforma de edifício público, o contratado suspendeu a
execução dos trabalhos, em face do atraso nos pagamentos devidos pela Administração. De acordo com as
disposições aplicáveis da Lei n° 8.666/93, a conduta do contratado afigura­se

a) legal, se o atraso for superior a 60 (sessenta) dias, quando é admitida a rescisão do contrato pelo
particular.

b) ilegal, eis que a legislação não admite nenhuma hipótese de paralisação unilateral pelo contratado.

c) legal, se o atraso for superior a 90 (noventa) dias, salvo em caso de calamidade pública, grave
perturbação da ordem interna ou guerra.

d) ilegal, somente sendo admitida a paralisação mediante autorização judicial em face do princípio da
continuidade do serviço público.

e) legal, se o atraso for superior a 30 (trinta) dias, admitindo­se, alternativamente, a supressão parcial do
objeto.
510 Q444477 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 13ª Região (PB)Prova: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

De acordo com as disposições da Lei n° 10.520/2002, na modalidade licitatória pregão, é VEDADO:

a) negociação do pregoeiro diretamente com o proponente.

b) pagamento de taxas ou emolumentos referentes a aquisição do edital.

c) participação de empresas estrangeiras.

d) exigência de garantia de proposta.

e) exigência de qualificação econômico­financeria.

511 Q413313 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário

Mauricio é vizinho de Pedro, servidor público municipal que trabalha na secretaria municipal de obras,
especificamente na área de aprovação de projetos. Em razão da amizade que mantém, Mauricio pediu a Pedro que
priorizasse a aprovação do projeto de reforma de uma casa que possui no litoral. Em troca, ofereceu a ele um ano
de utilização da casa, gratuitamente, o que foi prontamente aceito. Com base nesse contexto

a) Mauricio e Pedro, apenas, podem ser processados por ato de improbidade se for comprovada conduta
dolosa e o efetivo prejuízo ao erário.

b) Mauricio e Pedro podem ser processados, apenas, no campo penal, tendo em vista que não houve
prejuízo ao erário, afastada a configuração de ato de improbidade administrativa.

c) Pedro pode ser responsabilizado por ato de improbidade e Mauricio, apenas, no campo administrativo.

d) Mauricio pode ser responsabilizado por ato de improbidade e Pedro, apenas, no campo administrativo
infracional.

e) Mauricio e Pedro podem ser processados por ato de improbidade, sem prejuízo da responsabilização
no campo penal.

512 Q413314 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário

O provimento de cargo público confere àquele que tomou posse o status de servidor público. A propósito do
provimento de cargos públicos, com base no que dispõe a Lei nº 8.112/1990, o

a) ingresso de estrangeiro em cargo público chama­se reintegração, desde que tenha se submetido a
regular concurso público de provas e títulos.

b) provimento de cargos de professores, técnicos e cientistas pode se dar com estrangeiros, no âmbito
das universidades e instituições de pesquisa científica e tecnológica federais.

c) provimento de cargo por pessoa portadora de deficiência, regularmente aprovada em concurso
público, chama­se recondução.

d) provimento de cargo por pessoa portadora de deficiência, regularmente aprovada em concurso
público, chama­se reintegração.

e) retorno ao cargo por servidor público aposentado, que se submeteu a outro concurso público de
provas e títulos, chama­se readaptação.

513 Q413316 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário

A União decidiu desapropriar um prédio de unidades comerciais e de escritórios para lá instalar gabinetes de juízes
e desembargadores de determinado Tribunal Federal. Parte desses escritórios está alugada, assim como boa parte
das lojas do pavimento térreo. Interessado na receita gerada pelas locações, a presidência do Tribunal solicitou a
manutenção das ocupações após a desapropriação, enquanto prepara o projeto de adaptação das instalações para
receber os gabinetes dos juízes e desembargadores. A solicitação, considerando o que dispõe a lei de licitações e o
instituto da desapropriação,

a) não poderá ser atendida, tendo em vista que a Administração pública sujeita­se à lei de licitações,
norma que seria infringida no caso de manutenção das contratações existentes

b) poderá ser atendida, desde que se comprove que os valores da locação são compatíveis com os
praticados no mercado para aquela finalidade, afastando qualquer prejuízo à Administração pública.

c) poderá ser atendida, na medida em que não existe possibilidade da imediata ocupação do imóvel,
representando uma prática de boa gestão administrativa.

d) não poderá ser atendida, tendo em vista que a Administração pública não está autorizada a celebrar
contratos de locação.

e) poderá ser atendida, desde que os contratos sejam formalmente aditados para que o Tribunal passe a
constar como locador, possibilitando a cobrança judicial de eventuais inadimplentes.

514 Q413317 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário

Pretende a Administração pública alienar um terreno adquirido por compra e venda anteriormente, tendo em vista
que os planos de lá implantar um hospital foram superados pelo atendimento da demanda em outra unidade cujas
instalações foram ampliadas. O ideal é que a alienação onerosa seja implementada o mais rápido possível, para
que o produto da venda seja utilizado para integralizar o capital de uma estatal recém instituída. Em razão desse
contexto, a Administração

a) poderá realizar venda emergencial, na modalidade de contratação emergencial, em razão da urgência
na efetivação da venda.

b) deverá realizar pregão ou leilão, tendo em vista que será medida de boa prática a escolha dentre as
modalidades que apresentam procedimento mais abreviado.

c) poderá realizar pregão para a alienação onerosa, uma vez que o procedimento abreviado possibilitará o
atendimento da finalidade pretendida.

d) deverá realizar licitação, na modalidade concorrência, independentemente do valor.

e) deverá realizar chamamento público para escolha da melhor proposta, formalizando a alienação com
dispensa de licitação em razão do valor.

515 Q413832 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Noções de Direito Administrativo

Nos termos da Lei nº 8.666/1993, as obras, serviços e compras efetuadas pela Administração pública serão
divididas em tantas parcelas quantas se comprovarem técnica e economicamente viáveis, procedendo­se à licitação
com vistas ao melhor aproveitamento dos recursos disponíveis no mercado e à ampliação da competitividade sem
perda da economia de escala. 
O Estado do Rio Grande do Sul pretende executar obra, parcelada nos termos da afirmativa anterior. Nesse caso, a
cada etapa ou conjunto de etapas da obra, há de corresponder

a) uma única licitação, obrigatoriamente na modalidade tomada de preços.

b) licitação distinta, sempre na modalidade tomada de preços.

c) uma única licitação, obrigatoriamente na modalidade concorrência.

d) uma única licitação, preservada a modalidade pertinente para a execução do objeto.

e) licitação distinta, preservada a modalidade pertinente para a execução do objeto.
516 Q413833 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Moisés, servidor público federal, praticou ato administrativo por delegação, sendo o ato originalmente de
competência de seu superior hierárquico, o servidor público federal Robson. Robson delegou a prática do ato por
ser conveniente, em razão de circunstâncias de índole jurídica. Nos termos da Lei nº 9.784/1999, o ato
administrativo considerar­se­á editado por

a) Moisés.

b) nenhum dos servidores, e sim pelo órgão a que pertencem.

c) nenhum dos servidores, e sim pela pessoa jurídica a que pertencem.

d) Robson.

e) quaisquer dos servidores.

517 Q413834 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região concedeu a Juliano, servidor público federal ocupante de cargo efetivo,
licença para o trato de assuntos particulares pelo prazo de três anos, sem remuneração. No curso da aludida
licença, especificamente durante o período de um ano, Juliano participou da gerência de sociedade privada. No
desempenho das atividades de gerência, foi devidamente observada a legislação sobre conflito de interesses. Nos
termos da Lei nº 8.112/1990, a conduta de Juliano é

a) admissível, apenas, no caso de participação no conselho de administração de empresa em que a União
detenha, direta ou indiretamente, participação no capital social.

b) vedada, pois a gerência em questão deve ser exercida pelo prazo máximo de seis meses.

c) admissível na situação narrada no enunciado.

d) vedada, pois a lei expressamente proíbe, em qualquer hipótese, a gerência de sociedade privada por
servidor público federal.

e) vedada, sendo possível, apenas, na hipótese de licença por motivo de doença em pessoa da família.

518 Q413835 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Considere: 

I. Convocação de Ministro de Estado por Comissão do Senado Federal para prestar, pessoalmente, informações
sobre o tema da demarcação de terras indígenas. 
II. Controle administrativo sobre órgãos da Administração Direta. 

Acerca do Controle da Administração pública, os itens I e II correspondem, respectivamente, a controle

a) legislativo de natureza política e controle administrativo interno decorrente do poder de tutela da
Administração pública.

b) legislativo de natureza política e controle administrativo interno decorrente do poder de autotutela da
Administração pública.

c) administrativo de natureza política e controle administrativo interno decorrente do poder de tutela da
Administração pública.
d) legislativo de natureza financeira e controle administrativo externo decorrente do poder de autotutela
da Administração pública.

e) administrativo de natureza política e controle administrativo externo decorrente do poder de tutela da
Administração pública.

519 Q413836 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Em determinado pregão, foi declarada vencedora do certame a empresa “W Construções S.A.”. No entanto, a
aludida empresa, convocada dentro do prazo de validade da sua proposta, não celebrou o respectivo contrato.
Nesse caso e nos termos da Lei nº 10.520/2002,

a) o pregoeiro examinará as ofertas subsequentes e a qualificação dos licitantes, na ordem de
classificação, e assim sucessivamente, até a apuração de uma oferta que atenda ao edital, sendo então
o respectivo licitante declarado vencedor.

b) deverá ser contratada, por inexigibilidade de licitação, a empresa que detém a proposta mais vantajosa
ao interesse público.

c) o pregoeiro deverá anular a licitação e promover um novo certame, respeitando­se, assim, os
princípios que regem as licitações, sobretudo, o princípio da competitividade.

d) deverá ser contratada, por dispensa de licitação, a empresa que detém a proposta mais vantajosa ao
interesse público.

e) o pregoeiro deverá intimar coercitivamente a empresa “W Construções S.A.” a fim de celebrar o
contrato, sendo­lhe imposta, desde já, sanções administrativas pelo ocorrido.

520 Q413837 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Tales, servidor público federal, praticou ato administrativo discricionário. Felipe, administrado, inconformado com
o aludido ato, interpôs recurso e o ato está sob apreciação da autoridade hierarquicamente superior a Tales.
Entretanto, após a interposição do recurso, Tales decide revogar o ato praticado. Na hipótese narrada, Tales

a) ou seu superior podem revogar o ato, independentemente do recurso interposto por Felipe.

b) poderá revogar o ato a qualquer tempo, sendo o único competente para tanto.

c) poderá revogar o ato até o momento imediatamente posterior ao julgamento do recurso.

d) não poderá revogar o ato, pois já exauriu sua competência relativamente ao objeto do ato.

e) jamais poderá revogar o ato, pois atos administrativos discricionários não são passíveis de revogação.

Respostas    501:      502:      503:      504:      505:      506:      507:      508:      509:      510:      511:      512:      513: 
    514:      515:      516:      517:      518:      519:      520:     

←   1  2 …  22  23  24  25 26  27  28  29  30 …  220
221  →
521 Q416895 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


BETA
Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

Josué, servidor público federal, ocupa cargo de motorista de ambulância, classificado em determinada unidade de
saúde. Durante o trajeto para atender um chamado de emergência, avançou o sinal de trânsito luminoso que
determinava que parasse. Em razão dessa conduta, colidiu com uma viatura de polícia que também estava a
caminho do atendimento de uma ocorrência, trafegando, no entanto, em regular velocidade. De acordo com o
que dispõe a Lei nº 8.112/1990, o motorista da ambulância

a) pode ser responsabilizado, independentemente de ter agido com dolo, podendo autorizar, observados
os limites legais, seja promovido desconto em folha de pagamento para quitação da dívida que lhe
seja imposta.

b) responde pela conduta apenas se ficar comprovado que agiu com dolo, na medida em que pelos atos
culposos os servidores não podem ser responsabilizados.

c) responde objetivamente, não podendo ser imposta qualquer responsabilização ao Poder público no
caso da comprovação de dolo por parte do servidor.

d) não responde civilmente pelos prejuízos causados, tendo em vista que estava atendendo um chamado
de emergência, o que afasta qualquer possibilidade de punição.

e) não responde civilmente pelos prejuízos causados, tendo em vista que os danos foram causados em
viatura pública, sendo que somente poderia ser condenado a indenizar prejuízos experimentados por
particulares.

522 Q416896 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

A celebração de um contrato administrativo com base na Lei nº 8.666/1993 confere ao contratado o direito à
intangibilidade do equilíbrio econômico­financeiro, o que também lhe assegura direito

a) à rescisão unilateral do contrato, por razões de interesse público que ensejem a suspensão dos
pagamentos devidos pelo fornecimento, não dando lugar, contudo, ao ressarcimento pelos prejuízos
sofridos.

b) à rescisão unilateral do contrato, caso reste demonstrado que o negócio firmado deixou de ser atrativo
ao contratado, não assegurando a taxa interna de retorno esperada.

c) ao ressarcimento dos prejuízos comprovados, no caso de rescisão unilateral do contrato por parte da
Administração, possível por razões de conveniência e oportunidade, presentes ou não razões de
interesse público.

d) à rescisão do contrato, no caso da comprovação da ocorrência de força maior que inviabilize a
execução do contrato, sob pena de ensejar indevido desequilíbrio econômico­financeiro da avença.

e) à rescisão unilateral do contrato no caso de atrasar ou descumprir o contrato, sem motivo justificado,
devendo, ainda, ser indenizado pelos prejuízos experimentados.

523 Q416898 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

A Administração pública, é sabido, está sujeita a princípios expressos e implícitos no exercício de suas funções. A
observância desses princípios está sujeita a controle, do que é exemplo o controle

a) exercido pela própria Administração, que se presta a verificar a observância dos princípios expressos e
implícitos, vedada, no entanto, a revisão dos atos, que deve ser feita judicialmente.

b) administrativo externo, que se presta à verificação da observância dos princípios, desde que expressos,
que regem a Administração.
c) exercido pelo Legislativo, pelo Judiciário e pela própria Administração, sem prejuízo da participação do
usuário no bom desempenho das funções administrativas, o que lhes confere, inclusive, direito à
informações sobre a atuação do governo.

d) exercido pelo Judiciário, que se consubstancia em verificação interna dos princípios expressos, tais
como, legalidade, impessoalidade e supremacia do interesse público.

e) legislativo externo, que se presta somente à verificação da observância dos princípios expressos e da
discricionariedade da Administração.

524 Q416899 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária ­ Execução de
Mandados

Um hospital da rede estadual precisa instalar lanchonetes em dois espaços para esse fim destinados na ala
ambulatorial e no setor de exames laboratoriais. Não pretende a Administração firmar contrato administrativo, pois
pretende garantir menor estabilidade à ocupação, de modo a facilitar eventual retomada dos espaços na hipótese
das atividades não serem bem desempenhadas. Considerando que esses espaços são bens públicos e que a
Administração pretende celebrar permissão de uso dos mesmos, cuja natureza é de ato administrativo unilateral,

a) pode, invocando o princípio da eficiência, optar pela realização ou não de licitação, desde que a
escolha recaia sobre a alternativa mais rentável para a Administração.

b) deverá realizar prévia licitação sempre que houver potenciais interessados no objeto ofertado pela
Administração, de modo a observar o princípio da competitividade e da igualdade.

c) não é necessário realizar prévia licitação, pois o não estabelecimento de prazo para a exploração afasta
a competitividade para a ocupação do local.

d) não é necessário realizar prévia licitação, tendo em vista que a Lei nº 8.666/1993 é expressa em exigir
o certame apenas para a celebração de contratos administrativos.

e) deverá realizar prévia licitação, obrigatoriamente na modalidade pregão, pois se trata de contratação
de baixo vulto e reduzida complexidade.

525 Q427514 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

Alice, servidora pública federal, procedeu de forma desidiosa ao exercer sua função pública. Já Lara, também
servidora pública federal, no exercício de suas funções, aceitou comissão em espécie advinda de representante de
estado estrangeiro. Nos termos da Lei nº 8.112/1990, a ação disciplinar para as condutas praticadas pelas
servidoras Alice e Lara prescreve em

a) 2 anos, para ambas.

b) 5 anos e 2 anos, respectivamente.

c) 2 anos e 5 anos, respectivamente.

d) 180 dias e 5 anos, respectivamente.

e) 5 anos, para ambas.

526 Q427515 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

A Administração pública instaurou sindicância para apurar suposta irregularidade praticada pelo servidor público
federal Henrique no exercício de suas funções. Ao final da sindicância, constatou­se a veracidade dos fatos, sendo
aplicada, de imediato, a respectiva penalidade disciplinar ao servidor. Nos termos da Lei no 8.112/1990, a
penalidade aplicada foi de
a) advertência.

b) suspensão por sessenta dias.

c) suspensão por noventa dias.

d) demissão.

e) destituição de cargo em comissão.

527 Q427516 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Técnico Judiciário ­


Tecnologia da Informação

Pedro, servidor público, emitiu três atos administrativos distintos. O primeiro deles foi praticado com vício relativo
ao objeto (aplicada pena de advertência quando o correto seria a pena de suspensão). O segundo é válido, sendo
totalmente vinculado. Por fim, o terceiro ato administrativo corresponde a um atestado, emitido ao respectivo
interessado. A propósito do instituto da revo­ gação,

a) aplica­se apenas ao segundo e terceiro atos administrativos.

b) aplica­se a todos os atos administrativos.

c) aplica­se apenas ao primeiro ato administrativo.

d) aplica­se apenas ao segundo ato administrativo.

e) não se aplica a quaisquer dos atos administrativos.

528 Q427792 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


Informática

Quando a Administração pública edita um ato que veicula ao particular que preencheu os requisitos legais a
possibilidade de exercer ou realizar uma determinada atividade ou conduta, está­se diante da espécie de ato
administrativo conhecida como

a) autorização, ato vinculado e bilateral, cuja emissão se consubstancia em direito subjetivo do particular.

b) licença, ato discricionário e bilateral, cuja emissão se consubstancia em direito subjetivo do particular.

c) homologação, ato unilateral e discricionário, cuja emissão deve se dar previamente a outro ato
jurídico.

d) licença, ato unilateral, emitida previamente à atividade ou conduta que pretende o particular praticar.

e) homologação, ato vinculado, cuja emissão, presentes os requisitos legais, se dá previamente ao ato
jurídico ao qual se refere.

529 Q427793 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


Informática

Diante da prática de ato infracional devidamente apurado em regular processo disciplinar, determinado servidor,
público que ocupava cargo efetivo, foi demitido. Apurou­se, no entanto, que esse mesmo servidor possuía um
débito perante a Administração pública, que estava sendo descontado em folha de pagamento, nos limites e
condições legalmente previstos. Diante dessa situação e de acordo com o que prevê a Lei nº 8.112/1990,

a) o servidor deverá quitar, à vista e imediatamente, o débito em aberto, sob pena de imposição de nova
punição disciplinar.

b) o débito fica extinto, tendo em vista que, em razão da demissão e da extinção do vínculo, passa a ser
inviável o desconto em folha de pagamento.

c) a demissão só será efetivamente implementada após o prazo estabelecido para pagamento do débito, a
fim de que seja possível continuar a proceder os descontos em folha.

d) o servidor demitido terá o prazo de 60 (sessenta) dias para quitar o débito, sob pena de inscrição na
dívida ativa.

e) será descontado do total da verba rescisória do servidor o valor referente ao débito, extinguindo­se o
remanescente diante da extinção do vínculo.

530 Q427794 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRF ­ 4ª REGIÃOProva: Analista Judiciário ­


Informática

Os atos administrativos, quando eivados de vícios, podem ser nulos ou anuláveis. No que concerne aos atos
administrativos válidos, a Administração pública

a) não pode extingui­los, na medida em que não contém vícios de ilegalidade.

b) pode revogá­los, caso identifique vícios de competência.

c) pode revogá­los, produzindo efeitos retroativos à data da emissão do ato.

d) pode anulá­los, produzindo efeitos retroativos à data da emissão do ato.

e) não pode anulá­los, podendo, no entanto, revogá­los, por razões de oportunidade e conveniência.

531 Q413472 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

Acerca dos serviços públicos e dos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) Conforme o STJ, ato administrativo com vício sanável não poderá ser convalidado se tiver sido
impugnado judicialmente, mas poderá sê­lo no bojo de impugnação administrativa.

b) Nos termos da jurisprudência do STJ, caso o procurador­geral do estado do Piauí delegue determinada
função para o subprocurador­geral, e este, no exercício da função delegada, pratique ato ilegal, a
responsabilidade pela ilegalidade desse ato deverá recair apenas sobre a autoridade delegada.

c) Ao contrário das permissões de serviços públicos, que possuem caráter precário e não demandam
prévio procedimento licitatório, nas concessões para a prestação de serviços públicos, a licitação é a
regra.

d) Se a prefeitura de Teresina – PI, por meio de uma política pública de urbanização, vier a pavimentar
uma avenida de determinado bairro, tal serviço será classificado como serviço público singular, tendo
em vista a unicidade do empreendimento.

e) De acordo com o entendimento do STJ, não existe a possibilidade de convalidação de ato
administrativo cuja motivação seja obrigatória, depois de emitido. Nesse caso, a administração deverá
anular o ato e emitir um novo, instruído com as razões de decidir.

532 Q413474 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

Em relação a licitações, contratos administrativos e bens públicos, cada uma das próximas opções apresenta uma
situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada. Assinale a opção que apresenta a assertiva correta.

a) A PGE/PI, em razão da posse de novos procuradores, fato que demandou aumento do seu espaço
físico, comprou um prédio mais amplo e, com a mudança de sede, o prédio antigo foi desativado.
Nessa situação, o prédio antigo desativado será classificado como bem de uso especial.

b) O governo do estado do Piauí pretende construir, no centro da cidade de Teresina, um novo prédio
para a PGE/PI, e a única área ali disponível é uma praça, considerada bem de uso comum do povo.
Nessa situação, a administração deverá procurar outro local, devido à impossibilidade de desafetação
desse tipo de bem.

c) Uma secretaria de estado do Piauí, para contratar determinado serviço por meio de convite, convocou
quinze empresas para a disputa; entretanto, por dificuldades do próprio mercado, apenas uma
empresa apresentou proposta. Nessa situação, poder­se­á prosseguir com o certame, desde que tal
fato seja devidamente justificado nos autos do processo licitatório.

d) Devido a explosão ocorrida em um navio petroleiro no litoral de um estado da Federação, grande
quantidade de óleo se espalhou pelo mar, causando a morte de vários animais e pondo em risco a
saúde da população, fato que levou o governo local a decretar estado de calamidade pública. Nessa
situação, para a realização dos serviços de contenção do óleo, poderá haver a contratação de
empresa(s) mediante inexigibilidade de licitação.

e) Determinada empresa foi contratada, mediante licitação, após regular procedimento e cumprimento de
todas as exigências legais. Todavia, no decorrer da execução do contrato, essa empresa se tornou
irregular perante o fisco. Nessa situação, será lícita a retenção, pela administração, do pagamento à
empresa até que esta proceda à regularização da sua situação fiscal.

533 Q413475 Direito Administrativo   Intervenção do estado na propriedade

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

A respeito de poder de polícia, limitações administrativas, direito de propriedade e desapropriação, assinale a
opção correta.

a) A desapropriação se dará por motivos de utilidade pública ou interesse social, uma vez que se restringe
à transferência de bem imóvel de terceiro para o poder público.

b) A prerrogativa do poder de polícia permite à administração o condicionamento e a restrição de uso e
gozo de bens, atividades e direitos individuais e é exercida, no âmbito de cada estado­membro, pelos
órgãos de controle interno e pela polícia civil do estado.

c) No exercício da atividade de polícia, a administração pode atuar tanto por meio de atos normativos
dotados de alcance geral, quanto por meio de atos concretos, a exemplo dos atos sancionatórios.

d) Se, em determinado município, nas obras de implantação de rede elétrica, em certo trecho, for
necessário passar o cabeamento por baixo de um imóvel de propriedade do estado, o município
poderá instituir servidão administrativa sobre esse imóvel, em razão do interesse público envolvido.

e) Caso um imóvel antigo, de propriedade de um cidadão, se situe no centro histórico de um município e
retrate a arquitetura de determinada época do país, a anuência desse cidadão será condição de
procedibilidade de eventual processo de tombamento do citado imóvel, tendo em vista que o direito
constitucional de propriedade impede que se processe ao tombamento de forma compulsória.

534 Q413477 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

Acerca da responsabilidade civil do Estado e de servidores públicos, assinale a opção correta.

a) De acordo com a Lei n.º 8.112/1990, compete ao presidente da República prover os cargos públicos
de todos os poderes da República.

b) Se, em razão de reforma administrativa realizada pelo governo federal, uma autarquia for extinta e seus
servidores forem colocados em disponibilidade, e, após negociações com entidades de classe, esses
servidores reingressarem no serviço público em cargos de atribuições e vencimentos compatíveis, esse
reingresso se dará por aproveitamento.

c) Um indivíduo que, aprovado em concurso público, for nomeado para o cargo e, dias antes da posse
coletiva com os demais nomeados, for acometido por dengue deverá apresentar atestado médico e
solicitar o adiamento do ato de sua posse, tendo em vista que tal ato só se efetiva mediante o
comparecimento pessoal do interessado.

d) De acordo com o entendimento do STF, empresa concessionária de serviço público de transporte
coletivo responderá apenas subjetivamente pelos danos que forem gerados à família de vítima de
atropelamento causado por motorista de veículo dessa empresa.
e) A ausência de previsão de acesso a cargo público de caráter efetivo por estrangeiros se coaduna com a
política de soberania do Estado brasileiro, razão por que eles só poderão ocupar função pública de
caráter transitório, e sem vínculo estatutário.

535 Q413479 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

Ainda acerca de servidores públicos e temas conexos, assinale a opção correta à luz da jurisprudência do STF e da
doutrina pertinente.

a) Uma das formas de aposentadoria do servidor público é a compulsória, que exige, além do requisito
da idade, o cumprimento de tempo mínimo tanto no serviço público quanto no cargo efetivo.

b) É legítimo o desconto, pelos dias não trabalhados, da remuneração dos servidores públicos que
aderirem a movimento grevista.

c) Conforme o entendimento do STF, caso determinado servidor, que se encontre em estágio probatório,
decida aderir a movimento grevista, a administração poderá demiti­lo após regular procedimento
disciplinar.

d) A despeito da ressalva constitucional que possibilita a acumulação remunerada de dois cargos de
professor, desde que haja compatibilidade de horários, o servidor que se encontre no exercício dessa
excepcionalidade deverá, por ocasião da sua aposentadoria, optar pela remuneração de um dos dois
cargos.

e) De acordo com os princípios protetivo e da universalidade, o servidor público que se aposentar por
invalidez permanente, independentemente do fato que tiver motivado a invalidez, terá o benefício da
aposentadoria integral.

536 Q413481 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

      Um servidor, vinculado à administração pública unicamente por cargo em comissão, cometeu infração
administrativa e, após regular processo administrativo disciplinar, a autoridade julgadora, concordando com o
relatório final da comissão processante, entendeu que a falta se enquadrava nas hipóteses de suspensão.

Nesse caso, nos termos da Lei n.º 8.112/1990, a penalidade a ser aplicada ao servidor será

a) a exoneração de ofício.

b) a destituição do cargo em comissão.

c) a demissão.

d) a suspensão.

e) o desligamento.

537 Q413483 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

      Um agente público, ocupante exclusivamente de cargo em comissão, foi preso em flagrante em uma operação
da Polícia Federal por desvio de verba pública. Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta nos
termos da Lei de Improbidade Administrativa e da Lei n.º 8.112/1990.

a) O ajuizamento da ação de improbidade, ante as repercussões sancionatórias na esfera administrativa,
obstará a instauração de processo administrativo disciplinar.

b) Ocorrendo o ajuizamento de ação penal, a ação de improbidade administrativa e o processo
administrativo disciplinar ficarão suspensos até o trânsito em julgado do processo na esfera criminal.

c) Se o servidor for condenado a reparar o prejuízo causado ao erário por meio da ação de improbidade
e vier a falecer, a obrigação não poderá estender aos seus sucessores, pois a pena tem caráter pessoal.

d) Por não possuir vínculo efetivo com a administração, o servidor não estará sujeito às sanções
decorrentes do ato de improbidade administrativa, que só são aplicadas aos servidores públicos que
possuam cargo efetivo.

e) Não haverá a possibilidade de acordo ou transação em sede de ação de improbidade administrativa,
mesmo que o referido agente público realize o ressarcimento ao erário antes da sentença.

538 Q413484 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: PGE­PIProva: Procurador do Estado

A respeito de concurso público, função pública, improbidade administrativa e responsabilidade civil do Estado,
assinale a opção correta.

a) Se um servidor público for preso em flagrante, em uma operação da Polícia Federal, por desvio de
verba pública, então, nesse caso, nos termos da Lei de Improbidade Administrativa, o afastamento
desse servidor do cargo que ocupa dependerá de sentença condenatória em primeira instância.

b) A invasão, por particular, de área de preservação ambiental na qual monte ele um empreendimento
que cause danos ao meio ambiente não acarretará responsabilidade do Estado, tendo em vista que se
trata de culpa exclusiva de terceiros.

c) Segundo o entendimento STJ, os agentes públicos respondem objetivamente pelos atos de
improbidade administrativa.

d) O prazo de validade de dois anos para um concurso público poderá ser prorrogado, a critério da
administração, sucessivas vezes, inclusive com prorrogação por período inferior a dois anos.

e) A convocação de um cidadão, pela justiça estadual, para compor o corpo de jurados de determinado
julgamento, mesmo que em caráter transitório, faz que esse cidadão seja considerado agente público
enquanto exercer a função que lhe foi designada pelo Estado.

539 Q414628 Direito Administrativo   Conceitos iniciais de Direito Administrativo ­ Histórico, Funções de


Estado e Fontes

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PEProva: Promotor de Justiça

Em sua formação, o Direito Administrativo brasileiro recebeu a influência da experiência doutrinária, legislativa e
jurisprudencial de vários países, destacando­se especialmente a França, considerada como berço da disciplina. No
rol de contribuições do Direito Administrativo francês à prática atual do Direito Administrativo no Brasil, NÃO é
correto incluir

a) a adoção de teorias publicísticas em matéria de responsabilidade extracontratual das entidades estatais.

b) a adoção do interesse público como eixo da atividade administrativa.

c) a ideia de exorbitância em relação ao direito comum, aplicável aos particulares.

d) a teoria do desvio de poder.

e) o sistema de contencioso administrativo.

540 Q414629 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PEProva: Promotor de Justiça

No tocante ao processo administrativo, a Lei Federal nº 9.784/99 estatui que

a) para atender relevante interesse público, poderá a autoridade superior avocar, por tempo
indeterminado, competência atribuída a órgão inferior.

b) o recurso não será conhecido quando interposto perante órgão incompetente, mas, nessa hipótese,
será indicada ao recorrente a autoridade competente, sendo­lhe devolvido o prazo para recurso.
c) se aplica ao processo administrativo o princípio dispositivo, pelo qual cabe ao interessado produzir a
provas que lhe interessam e que serão apreciadas pela Administração, com base na verdade formal.

d) em razão do princípio da economia processual, processo que tenha sido instaurado a pedido de
particular, uma vez que ocorra a desistência por parte do interessado, deve ser extinto pela
Administração.

e) se, ao recorrer de decisão administrativa, o interessado alegar que tal decisão contraria enunciado de
súmula vinculante, haverá suspensão do processo administrativo e remessa a órgão de assessoria
jurídica, para emissão de parecer prévio ao exame do recurso.

Respostas    521:      522:      523:      524:      525:      526:      527:      528:      529:      530:      531:      532:      533: 
   534:      535:      536:      537:      538:      539:      540:     

←   1  2 …  23  24  25  26 27  28  29  30  31 …  220
221  →
541 Q414630 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PEProva: Promotor de Justiça


BETA

O Regime Diferenciado de Contratação é procedimento prévio à celebração de contratos pela Administração
Pública e se aplica

a) às contratações realizadas mediante financiamento pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento ­
BID, por força de tratado celebrado no âmbito da Organização dos Estados Americanos ­ OEA.

b) somente às contratações realizadas pela União Federal, para execução das ações integrantes do
Programa de Aceleração do Crescimento ­ PAC.

c) a todas as contratações de bens e serviços considerados comuns, desde que o valor do contrato
supere R$ 1 milhão.

d) às obras e serviços de engenharia no âmbito do Sistema Único de Saúde ­ SUS.

e) quando for dispensada a realização de procedimento licitatório, em face da urgência da contratação a
ser realizada.

542 Q414631 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PEProva: Promotor de Justiça

Em relação ao princípio da continuidade dos serviços públicos, a legislação brasileira prevê:

a) Nos contratos de parcerias público­privadas, é admissível cláusula que preveja a transferência do
controle da sociedade de propósito específico para os seus financiadores, com o objetivo de promover
a sua reestruturação financeira e assegurar a continuidade da prestação dos serviços.

b) Somente na hipótese de atraso superior a 120 (cento e vinte) dias dos pagamentos devidos pela
Administração, e salvo em caso de calamidade pública, grave perturbação da ordem interna ou guerra,
poderá o contratado para execução de obras, serviços ou fornecimento, suspender o cumprimento de
suas obrigações contratuais.

c) Na greve, em serviços ou atividades essenciais, ficam as entidades sindicais ou os trabalhadores,
conforme o caso, obrigados a comunicar a decisão aos empregadores e aos usuários com
antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas da paralisação.

d) O poder concedente poderá intervir na concessão, com o fim de assegurar a adequação na prestação
do serviço, bem como o fiel cumprimento das normas contratuais, regulamentares e legais pertinentes,
mediante prévia notificação do concessionário para exercício do direito de defesa.

e) A inexecução total ou parcial do contrato de concessão permite a encampação do serviço concedido,
precedida tal medida da verificação da inadimplência da concessionária, em processo administrativo,
assegurado o direito de ampla defesa.

543 Q414632 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PEProva: Promotor de Justiça

Em relação ao mandado de segurança, é correto afirmar que tal remédio constitucional

a) deve ser impetrado no prazo de 120 (cento e vinte) dias, contados da ciência, pelo interessado, do
ato impugnado, sendo tal prazo interrompido uma única vez, para apreciação de pedido de
reconsideração da decisão administrativa pela autoridade coatora.

b) é inaplicável aos atos praticados pelo titular da Presidência da República, haja vista o princípio da
insindicabilidade dos atos de governo.

c) é incabível em relação a atos praticados por pessoas jurídicas de direito privado, tais como as
empresas públicas e sociedade de economia mista.

d) é cabível em relação a autoridade inferior, quando o ato coator emanar de autoridade superior, desde
que haja defesa do mérito da decisão impugnada pela autoridade impetrada, o que se explica pela
teoria da encampação.
e) deve ser ajuizado perante a Justiça Federal de primeiro grau, quando o ato coator é praticado por
órgão colegiado presidido por Ministro de Estado.

544 Q414633 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: MPE­PEProva: Promotor de Justiça

Em relação às empresas públicas, NÃO é aspecto obrigatório a ser observado em seu regime jurídico a

a) realização de licitação para contratação de obras, serviços, compras e alienações, observados os
princípios da administração pública.

b) criação por meio de registro de seus atos constitutivos, na forma do Código Civil.

c) forma societária de sociedade anônima.

d) personalidade jurídica de direito privado.

e) vedação à acumulação remunerada de cargos, empregos e funções públicas.

545 Q417864 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Com relação às licitações (Lei n.º 8.666/1993 e atualizações), assinale a opção correta.

a) A prestação de serviços públicos sob o regime de permissão, concessão ou autorização independe da
realização de licitação.

b) O licitante que apresentar tempestivamente impugnação contra determinada restrição para a
habilitação imposta no edital de licitação somente poderá participar do processo licitatório após o
trânsito em julgado da decisão pertinente à referida impugnação.

c) É dispensável a licitação para a compra de imóvel destinado ao atendimento de finalidades precípuas
da administração pública, se as necessidades de instalação condicionarem sua escolha e ainda que seu
preço seja superior ao de mercado, desde que o imóvel seja adequado à destinação pretendida pela
administração.

d) É possível a adoção da modalidade de licitação denominada tomada de preços caso os interessados
apresentem comprovação das condições exigidas para o cadastramento até o terceiro dia posterior à
data do recebimento das propostas, observada a necessária qualificação.

e) É vedada a inclusão, no edital de licitação, de exigências de habilitação para cujo atendimento os
licitantes tenham de incorrer, antes da celebração do contrato, em custos não necessários.

546 Q417865 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

A respeito dos poderes da administração, assinale a opção correta.

a) No que diz respeito ao poder de polícia, entende o STJ que, na hipótese de determinado veículo ser
retido apenas por transporte irregular de passageiro, a sua liberação não está condicionada ao
pagamento de multas e despesas.

b) Configura hipótese de desvio de poder a atuação do agente público que extrapole os limites de suas
atribuições, previstas em lei.

c) De acordo com o STJ, fica caracterizado o poder discricionário da administração pública no ato
administrativo de indeferimento de pleito de servidor para gozar de licença para tratar de interesse
particular, sendo lícito o controle pelo Poder Judiciário na hipótese de manifesta ilegalidade, mas não
na de motivação inidônea.

d) Decorrente do poder hierárquico, a avocação temporária de competências pelo superior hierárquico é
permitida sempre que ele entender ser ela conveniente.
e) No que tange ao poder disciplinar, entende o STJ ser obrigatória a intimação do interessado para
apresentar alegações finais após o relatório final de processo administrativo disciplinar apresentado
pela comissão processante, em respeito à ampla defesa e ao contraditório.

547 Q417866 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Considerando os conceitos do direito administrativo e os princípios do regime jurídico­administrativo, assinale a
opção correta.

a) O princípio da proteção à confiança legitima a possibilidade de manutenção de atos administrativos
inválidos.

b) Consoante o critério da administração pública, o direito administrativo é o ramo do direito que tem
por objeto as atividades desenvolvidas para a consecução dos fins estatais, excluídas a legislação e a
jurisdição.

c) Adotando­se o critério do serviço público, define­se direito administrativo como o conjunto de
princípios jurídicos que disciplinam a organização e a atividade do Poder Executivo e de órgãos
descentralizados, além das atividades tipicamente administrativas exercidas pelos outros poderes.

d) São fontes primárias do direito administrativo os regulamentos, a doutrina e os costumes.

e) Dado o princípio da supremacia do interesse público sobre o privado, é possível à administração
pública, mediante portaria, impor vedações ou criar obrigações aos administrados.

548 Q417867 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que se refere aos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) A admissão é o ato administrativo unilateral e discricionário por meio do qual a administração
reconhece ao particular o direito à prestação de determinado serviço público.

b) A convalidação é o ato administrativo, praticado tanto pela administração como pelo administrado,
por meio do qual é suprido o vício existente em um ato ilegal; os efeitos da convalidação são ex nunc.

c) Considera­se ato administrativo apenas o ato que produza efeitos jurídicos, sejam eles mediatos ou
imediatos.

d) A imperatividade é atributo do ato administrativo decorrente do poder extroverso da administração
pública: dado esse poder, os atos administrativos se impõem a terceiros, ainda que não haja
concordância desses.

e) Não se admite no ordenamento jurídico brasileiro que o silêncio se configure forma de ato
administrativo.

549 Q417868 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que concerne à administração pública, seus órgãos e agentes, assinale a opção correta.

a) Os notários e registradores são classificados como agentes particulares em colaboração com o Estado,
por vontade própria.

b) O fomento, a polícia administrativa e o serviço público são abrangidos pela administração pública em
sentido objetivo.

c) A administração pública em sentido estrito restringe­se às funções políticas e administrativas exercidas
pelas pessoas jurídicas, por órgãos e agentes públicos.

d) Os órgãos públicos possuem personalidade jurídica de direito público interno.
e) No direito brasileiro, adota­se a teoria da representação, formulada pelo alemão Otto Gierke, para a
conceituação dos órgãos públicos.

550 Q417869 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Com relação ao controle da administração pública, assinale a opção correta.

a) No exercício do controle financeiro sobre a administração pública, o Poder Legislativo pode, por meio
da Câmara dos Deputados ou do Senado Federal, convocar ministro de Estado para, pessoalmente ou
por meio de representante designado, prestar informações a respeito de determinado assunto.

b) Conforme entendimento do STF, preenchidos concomitantemente os seguintes requisitos, é possível o
controle judicial nas políticas públicas: natureza constitucional da política pública reclamada;
existência de correlação entre a política pública reclamada e os direitos fundamentais; prova de
omissão ou prestação deficiente e não justificada pela administração pública.

c) O habeas corpus, por ter caráter essencialmente processual penal, não é considerado meio de
provocação do controle judicial da administração pública.

d) Controle interno consiste no controle exercido pela administração direta sobre os atos praticados por
seus órgãos e pelas entidades da administração indireta.

e) Os recursos administrativos, meios de que podem se valer os administrados para provocar o reexame,
pela administração pública, de ato administrativo, não podem, conforme o STF, ser apreciados por
autoridade que tenha participado anteriormente do processo objeto de recurso e que tenha nele
proferido decisão desfavorável.

551 Q417870 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Com relação à responsabilidade civil do Estado e à responsabilidade do delegado de serviço público, assinale a
opção correta.

a) Segundo o atual entendimento do STJ, ao Estado cabe indenizar, por danos materiais, a candidato
aprovado em concurso púbico nomeado tardiamente em decorrência de decisão judicial.

b) Consoante o STJ, na hipótese de condenação do Estado por impedir servidor público, em razão de
interpretação equivocada, de continuar a exercer de forma cumulativa dois cargos públicos
regularmente acumuláveis, deve­se aplicar a teoria da perda da chance na fixação do valor da
indenização.

c) Deve ser afastada a responsabilidade civil do notário absolvido na esfera criminal por inexistência do
fato ou pela ausência de prova de autoria.

d) Os registradores de feitos ajuizados não podem ser responsabilizados civilmente pelos danos causados
a terceiros em decorrência da omissão, em sua certificação, das exigências relacionadas às certidões a
serem expedidas pelos ofícios do registro de distribuição, serviços extrajudiciais, ou pelos
distribuidores judiciais.

e) De acordo com o STF, os danos patrimoniais gerados pela intervenção do Estado em determinado
setor impõem­lhe o dever de indenizar os prejuízos causados, em vista da adoção, no direito brasileiro,
da teoria da responsabilidade objetiva do Estado com base no risco administrativo.

552 Q418064 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que concerne à improbidade administrativa, assinale a opção correta segundo as disposições da Lei n.º
8.429/1992.

a) Recebida a petição inicial da ação de improbidade administrativa, o juiz pode, em decisão
fundamentada e no prazo legal, rejeitar a ação se estiver convencido da inexistência de improbidade.

b) Diferentemente da suspensão dos direitos políticos, a perda da função pública só se efetiva com o
trânsito em julgado da sentença condenatória.

c) Não constitui ato de improbidade administrativa a omissão culposa que cause lesão ao erário, já que a
lei exige a má­fé por parte do agente público.

d) Notários e registradores não estão sujeitos às penalidades da lei em questão referentes a
enriquecimento ilícito por não serem considerados agentes públicos para os fins dessa lei.

e) No caso de réu que ocupe cargo em comissão, a ação de improbidade administrativa deverá ser
ajuizada dentro do prazo prescricional previsto em lei específica para faltas disciplinares puníveis com
destituição do cargo em comissão.

553 Q418065 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Acerca dos poderes administrativos, assinale a opção correta.

a) Se for causada por insuficiência de provas, a absolvição de servidor réu em ação penal aberta devido a
fato apurado também em processo administrativo levará à absolvição desse servidor também no
âmbito administrativo.

b) De acordo com o STJ, manifesta­se o poder discricionário quando o juiz impõe a pena ao condenado
após sentença condenatória.

c) Com relação a poder hierárquico, pode ser objeto de delegação pelo superior hierárquico a decisão
referente a recursos administrativos.

d) O poder de polícia, em sua dupla acepção, restringe­se a atos do Poder Executivo.

e) A autorização de uso de bem público é ato praticado pela administração pública no exercício do poder
vinculado.

554 Q418066 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

A respeito dos princípios, das fontes e do conceito de direito administrativo, assinale a opção correta.

a) De acordo com o STF, os tratados internacionais de direito administrativo serão fontes do direito
administrativo pátrio desde que sejam incorporados ao ordenamento jurídico interno mediante o
mesmo procedimento previsto na CF para a incorporação dos tratados internacionais de direitos
humanos.

b) O princípio administrativo da autotutela é considerado um princípio onivalente.

c) O princípio administrativo do interesse público é um princípio implícito da administração pública.

d) De acordo com o critério das relações jurídicas, o direito administrativo pode ser visto como o sistema
dos princípios jurídicos que regulam a atividade do Estado para o cumprimento de seus fins.

e) Consoante o critério da distinção entre atividade jurídica e social do Estado, o direito administrativo é
o conjunto dos princípios que regulam a atividade jurídica não contenciosa do Estado e a constituição
dos órgãos e meios de sua ação em geral.

555 Q418067 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Acerca dos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) Pelo critério formal, são atos administrativos os editados pelos órgãos administrativos, excluindo­se
dessa classificação todos os atos do Poder Legislativo e do Poder Judiciário.

b) A autoexecutoriedade é um atributo inerente aos atos administrativos, ainda que não haja previsão
expressa em lei quanto à forma de execução de determinadas medidas.

c) A finalidade corresponde ao requisito do ato administrativo que serve de fundamento para a sua
prática.

d) Considera­se pendente o ato administrativo que não esteja apto a produzir efeitos jurídicos por não ter
completado o seu ciclo de formação.

e) A anulação, que consiste no desfazimento do ato administrativo por ilegalidade, pode ser efetuada de
ofício pela administração ou pelo Poder Judiciário.

556 Q418068
Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Com relação à descentralização e à administração indireta, assinale a opção correta.

a) A descentralização por colaboração ocorre quando se transfere a execução de um serviço público a
pessoa jurídica de direito privado já existente, conservando o poder público a titularidade desse
serviço.

b) Os consórcios públicos são considerados entidades da administração indireta, dotados de
personalidade jurídica de direito público, integrantes de todos os entes da Federação consorciados.

c) As empresas públicas exploradoras de atividade econômica sujeitam­se ao regime jurídico próprio das
empresas privadas, com exceção do que for concernente às obrigações comerciais.

d) As autarquias são entidades integrantes da administração indireta não sujeitas à tutela, tendo em vista
a sua capacidade de autoadministração.

e) A descentralização pressupõe a existência de, pelo menos, dois órgãos ou pessoas jurídicas entre os
quais se repartem as competências.

557 Q418069 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Acerca de serviço público, assinale a opção correta.

a) De acordo com o STJ, na hipótese de contrato de permissão de serviço de transporte público realizado
sem prévia licitação, não há garantia da manutenção do equilíbrio econômico­ financeiro do contrato.

b) Compete aos municípios a exploração direta ou por meio de concessão dos serviços de gás canalizado.

c) Autorização, concessão e permissão são formas contratuais de delegação do serviço público.

d) As primeiras tentativas de conceituação de serviço público surgiram na Alemanha, com a Escola de
Serviço Público, segundo a qual o conceito incluía as atividades materiais realizadas pelo Poder
Executivo.

e) Classificam­se como serviços públicos congênitos aqueles que, passíveis em tese de execução
particular, são absorvidos pelo Estado em regime de concorrência com a iniciativa privada.

558 Q418070 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Acerca dos processos administrativos no âmbito do TJSE relativos aos serviços notariais e de registro, assinale a
opção correta.

a) O corregedor­geral da justiça pode delegar aos juízes corregedores da CGJ a atribuição de processar e
julgar notário ou registrador.
b) Das decisões do juiz corregedor permanente, o requerido pode interpor diretamente recurso perante o
Conselho da Magistratura.

c) É cabível, no âmbito do processo administrativo disciplinar, a citação do delegatário por meio de
edital.

d) Aplicam­se aos procedimentos administrativos no âmbito do TJSE relativos aos serviços notariais e de
registro as Leis Federais n.º 8.112/1990 e n.º 9.784/1999, de forma suplementar e no que couber.

e) Reclamação corresponde ao procedimento administrativo instaurado como meio sumário de apuração
de infração quando inexistirem elementos suficientes para se concluir pela autoria ou pela
materialidade de fato a ser averiguado.

559 Q402668 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Com relação à organização administrativa e à administração direta e indireta, julgue os seguintes itens.

Pode ser qualificada como agência executiva a autarquia que tenha plano estratégico de reestruturação e de
desenvolvimento institucional em andamento e que celebre contrato de gestão com órgão do governo federal.

Certo Errado

560 Q402669 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Com relação à organização administrativa e à administração direta e indireta, julgue os seguintes itens.

Verifica­se a descentralização por colaboração quando o poder público, por meio de contrato ou ato
administrativo unilateral, transfere a titularidade e a execução de determinado serviço público a pessoa jurídica de
direito privado.

Certo Errado

Respostas    541:      542:      543:      544:      545:      546:      547:      548:      549:      550:      551:      552:      553: 
    554:      555:      556:      557:      558:      559:      560:     

←   1  2 …  24  25  26  27 28  29  30  31  32 …  220
221  →
561 Q402670 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


BETA
Judiciária

No tocante aos atos e aos poderes administrativos, julgue os próximos itens.

O Poder Judiciário só tem competência para revogar os atos administrativos por ele mesmo produzidos.

Certo Errado

562 Q402671 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

No tocante aos atos e aos poderes administrativos, julgue os próximos itens.

No exercício do poder administrativo disciplinar, a administração pode aplicar punições aos particulares que
cometam infrações, independentemente de estes se sujeitarem às regras do regime administrativo.

Certo Errado

563 Q402672 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

No tocante aos atos e aos poderes administrativos, julgue os próximos itens.

Os atos administrativos gozam da presunção de legitimidade, o que significa que são considerados válidos até que
sobrevenha prova em contrário.

Certo Errado

564 Q402673 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Julgue os itens subsecutivos, no que diz respeito à licitação administrativa. 

O princípio da vinculação ao instrumento convocatório faculta à administração pública e aos participantes do
certame licitatório a observância das normas e das condições presentes no edital.

Certo Errado

565 Q402674 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Julgue os itens subsecutivos, no que diz respeito à licitação administrativa. 

Por se tratar de contratação de natureza comum, órgãos públicos podem utilizar a licitação na modalidade pregão
para a contratação de obra de engenharia.

Certo Errado
566 Q402675 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Julgue os itens subsecutivos, no que diz respeito à licitação administrativa. 

Para a realização de contratações administrativas, o TJSE deve observar, subsidiariamente, a legislação federal
acerca das normas gerais de licitação, já que cada estado da Federação deve editar e seguir prioritariamente suas
próprias normas gerais sobre licitação.

Certo Errado

567 Q402676 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

A respeito de agentes públicos, responsabilidade civil do Estado e improbidade administrativa, julgue os itens que
se seguem.

Conforme o estatuto dos funcionários públicos civis do estado de Sergipe, é vedado ao servidor público fazer
circular listas de donativos ou de sorteios no ambiente de trabalho.

Certo Errado

568 Q402677 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

A respeito de agentes públicos, responsabilidade civil do Estado e improbidade administrativa, julgue os itens que
se seguem.

Consideram­se sujeitos ativos dos ilícitos previstos na Lei de Improbidade Administrativa o agente público e o
terceiro particular que, mesmo não sendo agente público, induzir ou concorrer para o ato ou dele se beneficiar
direta ou indiretamente.

Certo Errado

569 Q402678 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

A respeito de agentes públicos, responsabilidade civil do Estado e improbidade administrativa, julgue os itens que
se seguem.

Conforme a recente jurisprudência do STJ, para a configuração dos atos de improbidade administrativa que
causem lesão ao erário previstos na Lei de Improbidade Administrativa, exige­se comprovação de efetivo dano ao
erário e de culpa, ao menos em sentido estrito.

Certo Errado

570 Q402679 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária
A respeito de agentes públicos, responsabilidade civil do Estado e improbidade administrativa, julgue os itens que
se seguem.

À exceção dos magistrados, os servidores públicos efetivos estatutários do Poder Judiciário, após aquisição de
estabilidade, apenas podem perder seus cargos por decisão em sentença judicial transitada em julgado ou em
processo administrativo disciplinar, ou por decorrência de avaliação de desempenho insatisfatória ou por
necessidade de redução de despesas com pessoal.

Certo Errado

571 Q402811 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

Acerca das licitações públicas, julgue os itens subsequentes. 

Considere que determinada autarquia tenha contratado empresa prestadora de serviços terceirizados de faxina e
tenha sido comprovado, em juízo, que não foram adotadas as medidas cabíveis para se fiscalizar a execução do
contrato. Considere, ainda, que a empresa que terceiriza os serviços tenha deixado de honrar seus compromissos
trabalhistas com os empregados. Nesse caso, a autarquia deve responder, subsidiariamente, pelo pagamento das
verbas laborais.

Certo Errado

572 Q402812 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

Acerca das licitações públicas, julgue os itens subsequentes. 

É vedado exigir aos licitantes a comprovação de capital mínimo ou de patrimônio líquido mínimo ou qualquer
outra condição que comprometa, restrinja ou frustre a isonomia entre os licitantes ou o caráter competitivo do
certame.

Certo Errado

573 Q402813 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

Acerca das licitações públicas, julgue os itens subsequentes. 

Os contratos administrativos submetem­se ao princípio do formalismo, razão pela qual é obrigatório que sejam
formalizados mediante instrumento de contrato, sendo vedada a formalização por meio de qualquer outro
instrumento.

Certo Errado

574 Q402814 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

        Um servidor do estado de Sergipe, antes de se aposentar, apropriou­se indevidamente de bens do estado
que estavam sob sua guarda e, após a sua aposentadoria, a administração descobriu a infração.
Com relação a essa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos. 

Caso a administração pública tenha tomado ciência do referido fato por denúncia anônima, ela não poderá instalar
processo administrativo disciplinar, ainda que este tenha sido precedido de investigação preliminar em que tenham
sido coletadas provas da autoria e da materialidade da infração.

Certo Errado

575 Q402815 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

        Um servidor do estado de Sergipe, antes de se aposentar, apropriou­se indevidamente de bens do estado
que estavam sob sua guarda e, após a sua aposentadoria, a administração descobriu a infração. 

Com relação a essa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos. 

Como o servidor já se aposentou, não será necessária a abertura de processo administrativo disciplinar para
apuração da infração e aplicação de eventual penalidade.

Certo Errado

576 Q402816 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

        Um servidor do estado de Sergipe, antes de se aposentar, apropriou­se indevidamente de bens do estado
que estavam sob sua guarda e, após a sua aposentadoria, a administração descobriu a infração. 

Com relação a essa situação hipotética, julgue os itens subsecutivos. 

Somente será cassada a aposentadoria do servidor se o mesmo for condenado pela prática, quando ainda na
atividade, de falta que teria determinado a sua demissão, ou demissão a bem do serviço público.

Certo Errado

577 Q402817 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

No que concerne às regras e aos princípios específicos que regem a atuação da administração pública, julgue os
itens subsequentes.

As empresas públicas se diferenciam das sociedades de economia mista, entre outros fatores, pela forma jurídica e
de constituição de seu capital social.

Certo Errado

578 Q402818 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

No que concerne às regras e aos princípios específicos que regem a atuação da administração pública, julgue os
itens subsequentes.
Os atos com vício de forma ou finalidade são convalidáveis.

Certo Errado

579 Q402819 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

No que concerne às regras e aos princípios específicos que regem a atuação da administração pública, julgue os
itens subsequentes.

Os serviços públicos podem ser remunerados mediante taxa ou tarifa.

Certo Errado

580 Q402820 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­SEProva: Analista Judiciário ­


Direito

No que concerne às regras e aos princípios específicos que regem a atuação da administração pública, julgue os
itens subsequentes.

O STF admite que lei institua limite máximo de idade para ingresso em determinado cargo público, mas não limite
mínimo de idade, diante da não razoabilidade dessa exigência.

Certo Errado

Respostas    561:      562:      563:      564:      565:      566:      567:      568:      569:      570:      571:      572:      573: 
    574:      575:      576:      577:      578:      579:      580:     

←   1  2 …  25  26  27  28 29  30  31  32  33 …  220
221  →
581 Q386831 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­CEProva: Juiz de direito


BETA

NÃO é medida de polícia administrativa, no sentido estrito da expressão, a

a) imposição de contrapropaganda pelo órgão de defesa do consumidor, ao fornecedor que incorrer na
prática de propaganda enganosa ou abusiva. 

b) imposição de imunização obrigatória às populações sujeitas a determinada moléstia epidêmica.

c) aplicação de sanção a condenado em pena privativa de liberdade, por promover motim no
estabelecimento penitenciário. 

d) medida restritiva imposta pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) a atos de
concentração econômica.

e) liquidação extrajudicial de instituição financeira, determinada pelo Banco Central.

582 Q386832 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­CEProva: Juiz de direito

No que tange ao julgamento das licitações, a Lei Federal nº 8.666, de 21 de junho de 1993,

a) exige, para contratação de bens e serviços de informática, a adoção do tipo de licitação "melhor
técnica", permitido o emprego de outro tipo de licitação nos casos indicados em decreto do Poder
Executivo. 

b) admite a utilização de critério sigiloso em licitações, quando houver possibilidade de
comprometimento da segurança nacional, nos casos estabelecidos em decreto do Presidente da
República, ouvido o Conselho de Defesa Nacional. 

c) admite que haja fase de julgamento por lances verbais, somente nas modalidades concorrência e
tomada de preço. 

d) considera inexequíveis, no caso de licitações de menor preço para compras, as propostas cujos valores
sejam inferiores a 70% (setenta por cento) do valor orçado pela Administração. 

e) não permite a desistência de proposta após a fase de habilitação, salvo por motivo justo decorrente de
fato superveniente e aceito pela Comissão de Licitação.

583 Q386833 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­CEProva: Juiz de direito

A Lei Federal nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012 (Política Nacional de Mobilidade Urbana), distingue o transporte
coletivo em duas modalidades, conforme a natureza dos serviços prestados: público ou privado. Com base nessa
distinção, é correto afirmar que o transporte público coletivo deve ser objeto de

a) concessão ou permissão; o transporte privado coletivo deve ser objeto de autorização. 

b) permissão ou autorização; o transporte privado coletivo não depende da produção de ato
administrativo para ser prestado. 

c) concessão; o transporte privado coletivo deve ser objeto de permissão ou autorização. 

d) concessão patrocinada; o transporte privado coletivo deve ser objeto de concessão administrativa. 

e) concessão ou autorização; o transporte privado coletivo deve ser objeto de permissão.

584 Q386834 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­CEProva: Juiz de direito

O diretor de órgão integrante da estrutura de autarquia estadual assina termo de ajustamento de conduta com o
Ministério Público Estadual, visando à regularização de práticas administrativas da referida autarquia, as quais, no
entender do parquet, ofendem direitos dos usuários do serviço público prestados pela entidade autárquica. Nessa
situação, o descumprimento do termo de conduta propiciará a execução judicial do acordo em relação

a) à autarquia, em litisconsórcio necessário com Estado­membro, pois em razão da relação de tutela, este
sempre deverá ser chamado a intervir em demandas que digam respeito ao exercício de atividades
descentralizadas.

b) à autarquia a que pertence o referido órgão, visto que em razão da teoria da imputação, o órgão é
uma unidade sem personalidade jurídica própria, que congrega atribuições exercidas por agentes que
o integram e expressam a vontade do ente estatal. 

c) ao agente público, que é responsável direto pela manifestação de vontade que produziu e que deverá
cumprir pessoalmente as obrigações ali assumidas.

d) ao órgão da autarquia, visto que este tem personalidade jurídica própria, distinta da entidade
administrativa na qual está inserido, a qual responderá apenas em caráter subsidiário. 

e) ao Estado­membro, pois, conforme a teoria da representação, é atribuível ao ente político a
manifestação de todo e qualquer órgão ou entidade que estejam em sua esfera e que o representam
nas relações com os demais sujeitos de direito.

585 Q386837 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TJ­CEProva: Juiz de direito

No tocante às várias espécies de ato administrativo, é correto afirmar:

a) Certidões são atos constitutivos de situações jurídicas formadas a partir da aplicação de preceitos
legais vinculantes. 

b) Homologação é ato unilateral e discricionário, pelo qual o superior confirma a validade de ato
praticado por subordinado.

c) Decretos são atos de caráter geral, emanados pelo Chefe do Poder Executivo.

d) Alvará é o ato administrativo unilateral e vinculado, pelo qual a Administração faculta àquele que
preenche os requisitos legais o exercício de uma atividade.

e) A permissão de uso qualificada é ato unilateral e discricionário que faculta a utilização privativa de
bem público, no qual a Administração autolimita o seu poder de revogar unilateralmente o ato.

586 Q381828 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

No que se refere à administração direta e à indireta, à centralizada e à descentralizada, assinale a opção correta.

a) As empresas públicas e as sociedades de economia mista são integrantes da administração indireta,
independentemente de prestarem serviço público ou de exercerem atividade econômica de natureza
empresarial.

b) Toda pessoa integrante da administração indireta está vinculada a determinado órgão da administração
direta, fato que decorre do princípio da especificidade.

c) Em virtude do princípio da separação dos poderes, a administração pública direta é exercida
exclusivamente pelo Poder Executivo, o qual é incumbido da atividade administrativa em geral.

d) A criação de empresa pública e de sociedade de economia mista depende de autorização legislativa,
porém, o mesmo não ocorre às suas subsidiárias.

e) Trata­se de administração indireta quando o Estado, a fim de obter maior celeridade e eficiência,
exerce algumas de suas atividades de forma desconcentrada.

587 Q381829 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Considere que a prefeitura de determinado município tenha concedido licença para reforma de estabelecimento
comercial. Nessa situação hipotética, assinale a opção em que se explicita o poder da administração
correspondente ao ato administrativo praticado, além das classificações que podem caracterizá­lo.

a) poder disciplinar, ato bilateral e discricionário

b) poder de polícia, ato bilateral e discricionário

c) poder disciplinar, ato unilateral e discricionário

d) poder de polícia, ato unilateral e vinculado

e) poder hierárquico, ato unilateral e vinculado

588 Q381830 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

A respeito de alguns aspectos do ato administrativo, assinale a opção correta.

a) Os atos de gestão da administração pública são regidos pelo direito público.

b) Agente incompetente, vício de forma e desvio de finalidade são fundamentos que podem resultar em
anulação do ato administrativo.

c) A administração tem o poder de revogar todos os atos administrativos, desde que observadas a
conveniência e a oportunidade.

d) O ato discricionário é editado com base em um juízo de conveniência e oportunidade do
administrador e com a devida demonstração do interesse público, o que dispensa o controle de
legalidade pelo Poder Judiciário.

e) Por meio da convalidação, os atos administrativos que apresentam vícios são confirmados no todo ou
em parte pela administração, e, em caso de vício insanável, ao processo de convalidação dá­se o
nome de reforma.

589 Q381831 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Acerca das disposições gerais dos agentes públicos, assinale a opção correta.

a) O agente público não poderá desempenhar função sem que ocupe cargo público.

b) É condição para a dispensa de ocupantes de cargos em comissão a existência de processo
administrativo em que são garantidos o contraditório e a ampla defesa.

c) Os agentes delegados são pessoas físicas que desempenham atividades de natureza estatal, sendo,
para isso, remunerados pelo poder público.

d) Todo cargo público é condicionado à adoção de regime jurídico estatutário.

e) Particulares em colaboração com a administração pública são agentes públicos que exercem função
pública com vínculo empregatício, em caráter episódico, sem que percam a qualidade de particulares.

590 Q381832 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

A respeito dos poderes da administração, assinale a opção correta.
a) Em respeito ao princípio da separação dos poderes, o Congresso Nacional não pode sustar ato
normativo do Poder Executivo.

b) Um dos meios pelo quais a administração exerce seu poder de polícia é a edição de atos normativos
de caráter geral e abstrato.

c) A delegação de atribuições de um órgão público para outra pessoa jurídica configura exemplo de
desconcentração administrativa.

d) Ao tomar conhecimento da ocorrência de infração disciplinar, a administração deve, em um primeiro
momento, avaliar a conveniência e oportunidade da instauração de processo administrativo.

e) O poder regulamentar é prerrogativa conferida à administração pública para expedir normas de caráter
geral, em razão de eventuais lacunas, com a finalidade de complementar ou modificar a lei.

591 Q381833 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Assinale a opção correta no que se refere aos poderes e deveres dos administradores públicos.

a) Em caso de omissão do administrador, o administrado pode exigir, por via administrativa ou judicial, a
prática do ato imposto pela lei.

b) No exercício do poder hierárquico, os agentes superiores têm competência, em relação aos agentes
subordinados, para comandar, fiscalizar atividades, revisar atos, delegar, avocar atribuições e ainda
aplicar sanções.

c) O poder de agir da administração refere­se à sua faculdade para a prática de determinado ato de
interesse público.

d) Caracteriza­se desvio de finalidade quando o agente atua além dos limites de sua competência,
buscando alcançar fins diversos daqueles que a lei permite.

e) Há excesso de poder quando o agente, mesmo que agindo dentro de sua competência, exerce
atividades que a lei não lhe conferiu.

592 Q381834 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Assinale a opção em que se apresenta a ordem que caracteriza, respectivamente, as hipóteses de contratação direta
quando 1) há discricionariedade da administração para que se decida realizar a contratação direta; 2) há hipóteses
exemplificativas de contratação direta; e 3) a contratação direta decorre da inviabilidade de competição.

a) licitação inexigível; inexigível; e dispensável

b) licitação dispensável; inexigível; dispensável

c) licitação inexigível; dispensável; e dispensável

d) licitação dispensável; dispensável; e inexigível

e) licitação dispensável; inexigível; e inexigível

593 Q381835 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Acerca do procedimento licitatório, assinale a opção correta.

a) Nos casos em que couber leilão, a administração poderá utilizar a modalidade convite e, em qualquer
caso, a modalidade concorrência.

b) A empresa líder de um consórcio é responsável pelos atos praticados em consórcio tanto na fase de
licitação quanto na de execução do contrato, de modo que as demais consorciadas respondem
subsidiariamente.

c) No âmbito da União, deve ser utilizada a licitação na modalidade pregão se o objeto da contratação
for bens ou serviços comuns, desde que seja respeitado o valor estimado da contratação de R$
1.500.000.

d) Determinado bem imóvel adquirido pela União em decorrência de dação em pagamento pode ser
alienado por meio de concorrência ou leilão, independentemente de seu valor.

e) Sendo a adjudicação compulsória ato declaratório e vinculado, obriga­se a administração a celebrar
contrato com o vencedor do certame.

594 Q381836 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Acerca do controle da administração pública, assinale a opção correta.

a) Controle legislativo é a prerrogativa atribuída ao Poder Legislativo de fiscalizar atos da administração
pública sob os critérios jurídicos, políticos e financeiros.

b) O controle judicial incide sobre a atividade administrativa do Estado, seja qual for o Poder em que
esteja sendo desempenhada, de modo a alcançar os atos administrativos do Executivo, do Legislativo
e do próprio Judiciário.

c) O controle da administração pública contempla os instrumentos jurídicos de fiscalização da atuação
dos agentes e órgãos públicos, não podendo haver controle sobre pessoas administrativas que
compõem a administração indireta, uma vez que aquelas são entes independentes.

d) Um importante instrumento de controle administrativo é o direito de petição, que consiste na
obrigatoriedade que têm os indivíduos de formular pretensões aos órgãos públicos quando verificarem
uma irregularidade, sob pena de multa.

e) Coisa julgada administrativa é a situação jurídica pela qual determinada decisão firmada pela
administração não mais pode ser modificada na via administrativa e judicial.

595 Q381837 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Ainda com relação ao controle da administração pública, assinale a opção correta.

a) Verificada a existência de uma irregularidade na atividade administrativa, surgirá a faculdade de o
órgão de controle propor as providências a serem adotadas.

b) O controle interno da atividade administrativa pode ser provocado por atuação de terceiros, desde que
estes estejam investidos da condição de agentes estatais.

c) O controle externo realizado pelo Poder Judiciário é diverso daquele realizado pelo TCU, o que não
inviabiliza que o Poder Judiciário revise a atividade de controle executada pelo TCU.

d) Ao realizar a atividade de controle externo, um órgão pode assumir exercício de competências
reservadas por lei a outro órgão e invalidar um ato administrativo viciado.

e) A titularidade do controle externo da atividade financeira do Estado é da Câmara dos Deputados, com
auxílio técnico do Tribunal de Contas da União (TCU).

596 Q381838 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Administrativa

Acerca da responsabilidade civil do Estado, assinale a opção correta.

a) A demonstração da ocorrência do fato administrativo e do dano causado é suficiente para gerar ao
Estado a obrigação de indenizar.
b) Os casos de ilícito omissivo impróprio são equiparáveis aos atos comissivos para efeito de
responsabilidade civil do Estado.

c) A responsabilidade do agente público, causador do dano a particular, é subjetiva, devendo o Estado,
ao ingressar com ação regressiva, comprovar a culpa do agente.

d) O Estado é civilmente responsável pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, venham a causar a
terceiros, excetuados os casos dos agentes sem vínculo típico de trabalho e dos agentes colaboradores
sem remuneração.

e) Entidade integrante da administração indireta, dotada de personalidade jurídica de direito privado e
exploradora de atividade econômica, responderá objetivamente pela reparação de danos a terceiros,
com fundamento na teoria do risco administrativo.

597 Q385970 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

A respeito da Lei n.º 9784/1999, que regula o processo administrativo no âmbito da administração pública
federal, assinale a opção correta.

a) No processo administrativo, o desatendimento da intimação pelo administrado não importa a renúncia
do direito, mas implica o reconhecimento da verdade dos fatos.

b) Os preceitos da Lei n.º 9784/1999 aplicam­se aos órgãos do Poder Legislativo da União, quando no
desempenho de função administrativa, porém não são aplicados aos órgãos do Poder Judiciário da
União, mesmo quando no desempenho de tal função, em razão da existência de lei federal própria
para reger a matéria.

c) De acordo com a Lei n.º 9784/1999, os interessados devem necessariamente ser assistidos por
advogado para interpor recurso administrativo.

d) É admissível a realização de audiências públicas para debate sobre a matéria objeto de processo
administrativo antes da tomada da decisão, a juízo da autoridade, diante da relevância da questão.

e) O processo administrativo, tal como o judicial, deve iniciar­se, em regra, a pedido de interessado.

598 Q385971 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

A propósito da improbidade administrativa, assinale a opção correta.

a) Constitui ato de improbidade administrativa que importa enriquecimento ilícito a realização de
operação financeira sem observância das normas legais e regulamentares.

b) Na hipótese de condenação de agente público pela prática de ato de improbidade administrativa que
atente contra os princípios da administração pública, está o responsável sujeito, entre outras
cominações, à suspensão da função pública, pelo prazo de três a cinco anos.

c) Qualquer pessoa possui legitimidade para representar à autoridade administrativa competente, de
maneira a ser instaurada investigação para apurar a prática de ato de improbidade administrativa.

d) Para os efeitos da Lei de improbidade administrativa, é considerado agente público aquele que exerce,
ainda que transitoriamente, mandato em entidade da administração indireta do Poder Executivo
estadual, excluído aquele que exerce, sem remuneração, função na mencionada entidade.

e) O ressarcimento do dano é obrigatoriamente integral na hipótese da ocorrência de lesão ao patrimônio
público por ação ou omissão dolosa do agente ou de terceiro; na hipótese de conduta culposa, é
admissível o ressarcimento parcial.

599 Q385972 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa
Acerca da responsabilidade civil do Estado, assinale a opção correta.

a) As autarquias respondem pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros,
devendo, para tanto, estar caracterizado o dolo ou a culpa na hipótese da prática de atos comissivos.

b) A culpa concorrente da vítima, a força maior e a culpa de terceiros são consideradas causas
excludentes da responsabilidade objetiva do Estado.

c) A reparação de danos causados pelo Estado a terceiros pode ser feita tanto no âmbito administrativo,
quanto na esfera judicial. Caso a administração não reconheça desde logo a sua responsabilidade e
não haja entendimento entre as partes quanto ao valor da indenização, o prejudicado poderá propor
ação de indenização contra a pessoa jurídica causadora do dano.

d) De acordo com a teoria da culpa do serviço público, não há o dever do ente público de indenizar os
terceiros pelos danos causados pela omissão do Estado.

e) No que tange à evolução da temática relacionada à responsabilidade civil do Estado, a regra adotada
inicialmente foi a da responsabilidade subjetiva, caminhando­se, posteriormente, para a teoria da
irresponsabilidade.

600 Q385973 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

No que concerne aos serviços públicos, assinale a opção correta.

a) Considera­se centralizada a forma de prestação de serviços públicos por meio de empresas
permissionárias.

b) Serviço público uti singuli é aquele prestado pela administração para atender à coletividade em geral,
sem destinatários individuais.

c) Considera­se concessão de serviço público a delegação de sua prestação feita pelo poder concedente,
mediante licitação, à pessoa física ou jurídica que demonstre capacidade para seu desempenho, por
sua conta e risco.

d) A possibilidade de encampação da concessão do serviço público decorre da aplicação do princípio da
continuidade do serviço público.

e) Entre os elementos constitutivos do serviço público, há o elemento material, que diz respeito ao
regime jurídico aplicável ao serviço público.

Respostas    581:      582:      583:      584:      585:      586:      587:      588:      589:      590:      591:      592:      593: 
    594:      595:      596:      597:      598:      599:      600:     

←   1  2 …  26  27  28  29 30  31  32  33  34 …  220
221  →
601 Q385974 Direito Administrativo   Regime jurídico administrativo

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


BETA
Área Administrativa

No que se refere ao Estado, governo e à administração pública, assinale a opção correta.

a) O Estado liberal, surgido a partir do século XX, é marcado pela forte intervenção na sociedade e na
economia.

b) No Brasil, vigora um sistema de governo em que as funções de chefe de Estado e de chefe de governo
não são concentradas na pessoa do chefe do Poder Executivo.

c) A administração pública, em sentido estrito, abrange a função política e a administrativa.

d) A administração pública, em sentido subjetivo, diz respeito à atividade administrativa exercida pelas
pessoas jurídicas, pelos órgãos e agentes públicos que exercem a função administrativa.

e) A existência do Estado pode ser mensurada pela forma organizada com que são exercidas as atividades
executivas, legislativas e judiciais.

602 Q385975 Direito Administrativo   Conceitos iniciais de Direito Administrativo ­ Histórico, Funções de


Estado e Fontes

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Com relação ao conceito, ao objeto e às fontes do direito administrativo, assinale a opção correta.

a) Consoante o critério negativo, o direito administrativo compreende as atividades desenvolvidas para a
consecução dos fins estatais, incluindo as atividades jurisdicionais, porém excluindo as atividades
legislativas.

b) Pelo critério teleológico, o direito administrativo é o conjunto de princípios que regem a administração
pública.

c) Para a escola exegética, o direito administrativo tinha por objeto a compilação das leis existentes e a
sua interpretação com base principalmente na jurisprudência dos tribunais administrativos.

d) São considerados fontes primárias do direito administrativo os atos legislativos, os atos infralegais e os
costumes.

e) De acordo com o critério do Poder Executivo, o direito administrativo é conceituado como o conjunto
de normas que regem as relações entre a administração e os administrados.

603 Q385976 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Com base no regime jurídico­administrativo e nos princípios da administração pública, assinale a opção correta.

a) O princípio da proteção à confiança, de origem no direito norte­americano, corresponde ao aspecto
objetivo da segurança jurídica, podendo ser invocado para a manutenção de atos administrativos
inválidos quando o prejuízo resultante da anulação for maior que o decorrente da manutenção do ato
ilegal.

b) O princípio da razoabilidade é considerado um princípio implícito da administração pública, por não se
encontrar previsto explicitamente na legislação constitucional ou infraconstitucional.

c) As restrições ou sujeições especiais no desempenho da atividade de natureza pública são consideradas
consequências do princípio da supremacia do interesse público sobre o privado, que integra o
conteúdo do regime jurídico­ administrativo.

d) De acordo com o princípio da tutela, a administração pública direta, com o objetivo de garantir a
observância de suas finalidades estabelecidas nos contratos, fiscaliza apenas as atividades
desempenhadas pelas empresas concessionárias e permissionárias de serviço público.

e) Em observância ao princípio da motivação, deve a administração pública indicar os fundamentos de
fato e de direito de suas decisões, sendo dispensável esse princípio quando se tratar da prática de atos
discricionários.

604 Q385977 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

No tocante aos poderes da administração pública, assinale a opção correta.

a) O poder disciplinar é aquele exercido pela administração pública para apurar infrações e aplicar
penalidades aos servidores públicos e aos empregados terceirizados que lhe sejam subordinados.

b) O poder de polícia, em sentido amplo, estende­se à atividade do Estado de condicionar a liberdade e a
propriedade, ajustando­as aos interesses coletivos, o que abrange os atos do Judiciário, do Legislativo
e do Executivo.

c) Na hipótese de o presidente da República editar decreto que exorbite do poder regulamentar, é
possível a sustação do referido ato normativo do Poder Executivo pelo Congresso Nacional.

d) Caso um agente público atue fora dos limites de sua competência, ficarão caracterizados tanto o
excesso quanto o desvio de poder.

e) Decorre do poder hierárquico a possibilidade de delegação da edição de atos de caráter normativo,
devendo o ato de delegação ser publicado em meio oficial.

605 Q385978 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

A propósito da organização administrativa, assinale a opção correta.

a) Compete ao Ministério da Justiça a qualificação de pessoas jurídicas de direito privado, sem fins
lucrativos, como organizações da sociedade civil de interesse público.

b) Ocorrerá descentralização administrativa funcional caso haja criação de uma nova vara em um tribunal
de justiça

c) São integrantes da administração indireta, entre outros, as autarquias, as fundações e os serviços
sociais autônomos.

d) Exige­se lei específica para a criação de subsidiárias de empresas públicas e de sociedades de
economia mista.

e) As autarquias caracterizam­se por serem dotações patrimoniais criadas por lei, sujeitas a controle ou
tutela, com personalidade jurídica pública e capacidade de autoadministração.

606 Q385979 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Acerca dos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) O silêncio pode significar forma de manifestação de vontade da administração, desde que a lei assim o
preveja.

b) Os atos administrativos abrangem os denominados atos de direito privado praticados pela
administração, tais como a compra e venda e a locação.

c) O objeto do ato administrativo corresponde ao conteúdo mediato que o ato produz, ainda que seja
incerto quanto aos seus destinatários.

d) É possível a convalidação de ato administrativo praticado por sujeito incompetente em razão da
matéria; nesse caso, a convalidação admitida recebe o nome de ratificação.

e) A administração possui o prazo decadencial de cinco anos para revogar os atos administrativos de que
decorram efeitos favoráveis para os destinatários, contados da data em que foram praticados, no caso
de efeitos patrimoniais contínuos.

607 Q386141 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Ciências Contábeis

O ato administrativo deve corresponder a figuras previamente definidas pela lei como aptas a produzir
determinados efeitos. Essa característica do ato administrativo decorre do atributo da

a) tipicidade.

b) imperatividade

c) causualidade.

d) legalidade.

e) autoexecutoriedade.

608 Q386614 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

No que se refere à administração direta e à indireta, à centralizada e à descentralizada, assinale a opção correta.

a) Trata­se de administração indireta quando o Estado, a fim de obter maior celeridade e eficiência,
exerce algumas de suas atividades de forma desconcentrada.

b) As empresas públicas e as sociedades de economia mista são integrantes da administração indireta,
independentemente de prestarem serviço público ou de exercerem atividade econômica de natureza
empresarial.

c) Toda pessoa integrante da administração indireta está vinculada a determinado órgão da administração
direta, fato que decorre do princípio da especificidade.

d) Em virtude do princípio da separação dos poderes, a administração pública direta é exercida
exclusivamente pelo Poder Executivo, o qual é incumbido da atividade administrativa em geral.

e) A criação de empresa pública e de sociedade de economia mista depende de autorização legislativa,
porém, o mesmo não ocorre às suas subsidiárias.

609 Q386615 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Considere que a prefeitura de determinado município tenha concedido licença para reforma de estabelecimento
comercial. Nessa situação hipotética, assinale a opção em que se explicita o poder da administração
correspondente ao ato administrativo praticado, além das classificações que podem caracterizá­lo.

a) poder de polícia, ato unilateral e vinculado

b) poder hierárquico, ato unilateral e vinculado

c) poder disciplinar, ato bilateral e discricionário

d) poder de polícia, ato bilateral e discricionário

e) poder disciplinar, ato unilateral e discricionário

610 Q386616 Direito Administrativo   Atos administrativos


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área
Judiciária

A respeito de alguns aspectos do ato administrativo, assinale a opção correta.

a) A administração tem o poder de revogar todos os atos administrativos, desde que observadas a
conveniência e a oportunidade.

b) O ato discricionário é editado com base em um juízo de conveniência e oportunidade do
administrador e com a devida demonstração do interesse público, o que dispensa o controle de
legalidade pelo Poder Judiciário.

c) Por meio da convalidação, os atos administrativos que apresentam vícios são confirmados no todo ou
em parte pela administração, e, em caso de vício insanável, ao processo de convalidação dá­se o
nome de reforma.

d) Os atos de gestão da administração pública são regidos pelo direito público.

e) Agente incompetente, vício de forma e desvio de finalidade são fundamentos que podem resultar em
anulação do ato administrativo.

611 Q386617 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

A respeito dos poderes da administração, assinale a opção correta.

a) A delegação de atribuições de um órgão público para outra pessoa jurídica configura exemplo de
desconcentração administrativa.

b) Ao tomar conhecimento da ocorrência de infração disciplinar, a administração deve, em um primeiro
momento, avaliar a conveniência e oportunidade da instauração de processo administrativo.

c) O poder regulamentar é prerrogativa conferida à administração pública para expedir normas de caráter
geral, em razão de eventuais lacunas, com a finalidade de complementar ou modificar a lei.

d) Em respeito ao princípio da separação dos poderes, o Congresso Nacional não pode sustar ato
normativo do Poder Executivo.

e) Um dos meios pelo quais a administração exerce seu poder de polícia é a edição de atos normativos
de caráter geral e abstrato.

612 Q386618 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Assinale a opção correta no que se refere aos poderes e deveres dos administradores públicos.

a) Caracteriza­se desvio de finalidade quando o agente atua além dos limites de sua competência,
buscando alcançar fins diversos daqueles que a lei permite.

b) Há excesso de poder quando o agente, mesmo que agindo dentro de sua competência, exerce
atividades que a lei não lhe conferiu.

c) Em caso de omissão do administrador, o administrado pode exigir, por via administrativa ou judicial, a
prática do ato imposto pela lei.

d) No exercício do poder hierárquico, os agentes superiores têm competência, em relação aos agentes
subordinados, para comandar, fiscalizar atividades, revisar atos, delegar, avocar atribuições e ainda
aplicar sanções.

e) O poder de agir da administração refere­se à sua faculdade para a prática de determinado ato de
interesse público.

613 Q386619 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária
Assinale a opção em que se apresenta a ordem que caracteriza, respectivamente, as hipóteses de contratação direta
quando 1) há discricionariedade da administração para que se decida realizar a contratação direta; 2) há hipóteses
exemplificativas de contratação direta; e 3) a contratação direta decorre da inviabilidade de competição.

a) licitação dispensável; inexigível; e inexigível

b) licitação inexigível; inexigível; e dispensável

c) licitação dispensável; inexigível; dispensável

d) licitação inexigível; dispensável; e dispensável

e) licitação dispensável; dispensável; e inexigível

614 Q386620 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Acerca do procedimento licitatório, assinale a opção correta.

a) Determinado bem imóvel adquirido pela União em decorrência de dação em pagamento pode ser
alienado por meio de concorrência ou leilão, independentemente de seu valor.

b) Sendo a adjudicação compulsória ato declaratório e vinculado, obriga­se a administração a celebrar
contrato com o vencedor do certame.

c) Nos casos em que couber leilão, a administração poderá utilizar a modalidade convite e, em qualquer
caso, a modalidade concorrência.

d) A empresa líder de um consórcio é responsável pelos atos praticados em consórcio tanto na fase de
licitação quanto na de execução do contrato, de modo que as demais consorciadas respondem
subsidiariamente.

e) No âmbito da União, deve ser utilizada a licitação na modalidade pregão se o objeto da contratação
for bens ou serviços comuns, desde que seja respeitado o valor estimado da contratação de R$
1.500.000.

615 Q386621 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária

Acerca da responsabilidade civil do Estado, assinale a opção correta.

a) A responsabilidade do agente público, causador do dano a particular, é subjetiva, devendo o Estado,
ao ingressar com ação regressiva, comprovar a culpa do agente.

b) O Estado é civilmente responsável pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, venham a causar a
terceiros, excetuados os casos dos agentes sem vínculo típico de trabalho e dos agentes colaboradores
sem remuneração.

c) Entidade integrante da administração indireta, dotada de personalidade jurídica de direito privado e
exploradora de atividade econômica, responderá objetivamente pela reparação de danos a terceiros,
com fundamento na teoria do risco administrativo.

d) A demonstração da ocorrência do fato administrativo e do dano causado é suficiente para gerar ao
Estado a obrigação de indenizar.

e) Os casos de ilícito omissivo impróprio são equiparáveis aos atos comissivos para efeito de
responsabilidade civil do Estado.

616 Q386622 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Técnico Judiciário ­ Área


Judiciária
Com relação aos princípios que fundamentam a administração pública, assinale a opção correta.

a) Pelo princípio da autotutela, a administração pode, a qualquer tempo, anular os atos eivados de vício
de ilegalidade.

b) O regime jurídico­administrativo compreende o conjunto de regras e princípios que norteia a atuação
do poder público e o coloca numa posição privilegiada.

c) A necessidade da continuidade do serviço público é demonstrada, no texto constitucional, quando
assegura ao servidor público o exercício irrestrito do direito de greve.

d) O princípio da motivação dos atos administrativos, que impõe ao administrador o dever de indicar os
pressupostos de fato e de direito que determinam a prática do ato, não possui fundamento
constitucional.

e) A publicidade marca o início da produção dos efeitos do ato administrativo e, em determinados casos,
obriga ao administrado seu cumprimento.

617 Q392211 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

No que se refere ao ato administrativo, julgue os itens que se seguem.

Caso determinado servidor, no exercício de sua competência delegada, edite ato com vício sanável, a autoridade
delegante poderá avocar a competência e convalidar o ato administrativo, independentemente da edição de novo
ato normativo.

Certo Errado

618 Q392213 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

No que se refere ao ato administrativo, julgue os itens que se seguem.

Ato administrativo de manifesto conteúdo discriminatório editado por ministério poderá ser invalidado, com efeitos
retroativos, tanto pela administração como pelo Poder Judiciário, ressalvados os direitos de terceiros de boa­fé.

Certo Errado

619 Q392214 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

No que se refere ao ato administrativo, julgue os itens que se seguem. 

O aluguel, pelo TCDF, de espaço para ministrar cursos de especialização aos seus servidores constitui ato
administrativo, ainda que regido pelo direito privado.

Certo Errado

620 Q392220 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

A respeito da organização administrativa, julgue os próximos itens.
Os municípios, assim como os estados­membros, poderão ter sua administração indireta, em razão da autonomia a
eles conferida pela CF.

Certo Errado

Respostas    601:      602:      603:      604:      605:      606:      607:      608:      609:      610:      611:      612:      613: 
    614:      615:      616:      617:      618:      619:      620:     

←   1  2 …  27  28  29  30 31  32  33  34  35 …  220
221  →
621 Q392221 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


BETA
Administração

A respeito da organização administrativa, julgue os próximos itens.

Ao contrário das empresas públicas, em que o regime de pessoal é híbrido, sendo permitida a vinculação de
agentes tanto sob o regime celetista quanto sob o estatutário, nas sociedades de economia mista, o vínculo
jurídico que se firma é exclusivamente contratual, sob a égide da Consolidação das Leis do Trabalho.

Certo Errado

622 Q392222 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

A respeito da organização administrativa, julgue os próximos itens.

O Serviço Social do Comércio, exemplo de entidade de direito privado que atua em colaboração com o Estado,
apesar de ter sido criado por lei, não integra a administração indireta.

Certo Errado

623 Q392223 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

A respeito da organização administrativa, julgue os próximos itens. 

Configura hipótese de descentralização administrativa a criação de uma eventual Secretaria de Estado de
Aquisições do DF.

Certo Errado

624 Q392224 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Com relação ao direito administrativo, julgue os itens subsequentes.

Em virtude do princípio da reserva legal, a criação dos entes integrantes da administração indireta depende de lei
específica

Certo Errado

625 Q392225
Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Com relação ao direito administrativo, julgue os itens subsequentes. 

Considere que determinado secretário de Estado do DF tenha editado um ato administrativo que, embora legal,
tenha gerado controvérsia entre os servidores do órgão. Nessa situação, havendo mudança da titularidade do
cargo, novo secretário poderá revogar, com efeito retroativo, o referido ato administrativo.

Certo Errado

626 Q392268 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Considerando que a Secretaria de Cultura do DF pretenda contratar empresa de publicidade para realizar campanha
de divulgação de um festival de música que ocorrerá em Brasília, julgue os itens que se seguem.

É vedada a contratação de servidor do órgão licitante, ainda que ele ofereça o menor preço para a realização do
serviço.

Certo Errado

627 Q392269 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Considerando que a Secretaria de Cultura do DF pretenda contratar empresa de publicidade para realizar campanha
de divulgação de um festival de música que ocorrerá em Brasília, julgue os itens que se seguem.

Em razão do caráter personalíssimo dos contratos administrativos, a administração não poderá admitir a
subcontratação do referido serviço.

Certo Errado

628 Q392270 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Considerando que a Secretaria de Cultura do DF pretenda contratar empresa de publicidade para realizar campanha
de divulgação de um festival de música que ocorrerá em Brasília, julgue os itens que se seguem.

Será necessária a licitação para a contratação da empresa de publicidade, mesmo que o serviço a ser prestado seja
considerado singular e a empresa a ser contratada possua notória especialização na área.

Certo Errado

629 Q392271 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Com relação aos contratos administrativos, julgue os itens subsequentes.

A administração pública possui a prerrogativa de alterar unilateralmente o objeto do contrato, desde que a
alteração seja apenas quantitativa, mantendo­se a qualidade do objeto.

Certo Errado

630 Q392272 Direito Administrativo   Contratos administrativos


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de
Administração

Com relação aos contratos administrativos, julgue os itens subsequentes. 

Aos contratos administrativos aplicam­se, supletivamente, as disposições de direito privado.

Certo Errado

631 Q392273 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Com relação aos contratos administrativos, julgue os itens subsequentes. 

Em decorrência do princípio do formalismo, todas as contratações celebradas pela administração pública devem
ser formalizadas por meio de instrumento de contrato, não sendo possível a sua substituição por outros
instrumentos, como a nota de empenho de despesa.

Certo Errado

632 Q392274 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Considerando que a Secretaria de Educação do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de vigilância
armada com a empresa X, julgue os itens subsecutivos.

Caso seja celebrada convenção coletiva de trabalho que conceda aumento de salário aos empregados das
empresas de vigilância armada, a empresa X terá direito à repactuação do valor do contrato, respeitado o
interregno de um ano.

Certo Errado

633 Q392275 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Considerando que a Secretaria de Educação do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de vigilância
armada com a empresa X, julgue os itens subsecutivos.

Se a empresa contratada não efetuar o pagamento dos salários e débitos trabalhistas devidos aos empregados que
prestam o serviço, a administração poderá utilizar­se da garantia contratual para pagar os funcionários.

Certo Errado

634 Q392276 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Considerando que a Secretaria de Educação do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de vigilância
armada com a empresa X, julgue os itens subsecutivos.

No intuito de evitar que a empresa X disponibilize pessoas que não possuam o perfil adequado para o trabalho, a
administração poderá escolher os funcionários que prestarão o serviço.
Certo Errado

635 Q392277 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Suponha que a Secretaria de Saúde do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de limpeza e
conservação do prédio da sede do órgão. Suponha, ainda, que a empresa contratada não esteja fornecendo o
material necessário à execução dos serviços e que alguns dos funcionários da empresa reiteradamente se ausentem
do trabalho sem justificativa adequada. Com base nessa situação hipotética, julgue os seguintes itens.

A empresa de limpeza e conservação contratada não será isenta da responsabilidade pelas falhas verificadas na
execução de suas obrigações, ainda que se verifique que a administração não tenha fiscalizado o contrato
adequadamente

Certo Errado

636 Q392278 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Suponha que a Secretaria de Saúde do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de limpeza e
conservação do prédio da sede do órgão. Suponha, ainda, que a empresa contratada não esteja fornecendo o
material necessário à execução dos serviços e que alguns dos funcionários da empresa reiteradamente se ausentem
do trabalho sem justificativa adequada. Com base nessa situação hipotética, julgue os seguintes itens.

A inexecução do contrato pela empresa contratada pode ensejar penalidades, cuja aplicação dependerá da
discricionariedade da administração.

Certo Errado

637 Q392279 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Suponha que a Secretaria de Saúde do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de limpeza e
conservação do prédio da sede do órgão. Suponha, ainda, que a empresa contratada não esteja fornecendo o
material necessário à execução dos serviços e que alguns dos funcionários da empresa reiteradamente se ausentem
do trabalho sem justificativa adequada. Com base nessa situação hipotética, julgue os seguintes itens.

Em razão de falhas observadas na execução do contrato, o fiscal do referido contrato poderá aplicar diretamente à
empresa a penalidade de declaração de inidoneidade para licitar com a administração pública.

Certo Errado

638 Q392280 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Técnico de


Administração

Suponha que a Secretaria de Saúde do DF tenha celebrado contrato de prestação de serviços de limpeza e
conservação do prédio da sede do órgão. Suponha, ainda, que a empresa contratada não esteja fornecendo o
material necessário à execução dos serviços e que alguns dos funcionários da empresa reiteradamente se ausentem
do trabalho sem justificativa adequada. Com base nessa situação hipotética, julgue os seguintes itens.

Caso a administração não possua servidor com qualificação necessária para exercer as atividades de fiscal do
contrato, é possível a contratação de terceiros para auxiliarem o servidor designado para fiscal.

Certo Errado

639 Q393322 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

        O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) publicou edital de licitação para a compra de
equipamentos de informática. No edital de pregão eletrônico, por questões de ordem técnica, exigia­se que os
equipamentos fossem de determinada marca. Uma empresa que não participou do certame apresentou
impugnação ao edital e dirigiu uma representação ao Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TC/CE), alegando
que a cláusula em que se determinava a marca do produto era inválida, uma vez que se restringia indevidamente a
competitividade e isonomia da licitação. 

Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta.

a) O TJCE não se submete ao controle do TC/CE, ao qual compete julgar as contas do governador e dos
agentes do Poder Executivo responsáveis pela administração de recursos públicos.

b) A nulidade do procedimento de licitação não importa a nulidade do contrato, desde que a empresa
contratada não tenha concorrido para o vício.

c) Somente as empresas licitantes têm legitimidade para impugnar o edital de licitação, sendo
inadmissível impugnação apresentada pela empresa não participante do certame.

d) Para a aquisição desses equipamentos de informática, não se pode realizar licitação na modalidade
pregão.

e) A indicação da marca do produto é admitida, desde que seja acompanhada de justificativa técnica.

640 Q393323 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

No que se refere aos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) São convalidáveis tanto os atos administrativos vinculados quanto os discricionários.

b) A autoexecutoriedade é um atributo presente em todos os atos administrativos.

c) A autorização configura­se como ato discricionário e gratuito.

d) As formas de extinção do ato administrativo incluem a cassação, a anulação e a reintegração.

e) Os atos administrativos distinguem­se dos atos legislativos, entre outros fatores, por serem individuais,
enquanto os atos legislativos são atos gerais.

Respostas    621:      622:      623:      624:      625:      626:      627:      628:      629:      630:      631:      632:      633: 
    634:      635:      636:      637:      638:      639:      640:     

←   1  2 …  28  29  30  31 32  33  34  35  36 …  220
221  →
641 Q393324 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


BETA
Área Judiciária

Acerca do regime jurídico dos serviços públicos, assinale a opção correta.

a) O Estado pode transferir, eventualmente, mediante contrato, a titularidade do serviço público para
empresa concessionária ou permissionária. Nessa situação, o serviço continuará sendo prestado sob o
regime de direito público.

b) A concessão de serviço público difere da permissão, entre outros fatores, pelo instrumento, haja vista
que a concessão é formalizada mediante contrato e a permissão, mediante termo.

c) São princípios que regem os serviços públicos: atualidade, universalidade, continuidade, modicidade
das tarifas e cortesia na prestação.

d) É vedada a subconcessão do contrato de concessão de serviços públicos, dado seu caráter
personalíssimo, conforme expressa previsão legal.

e) Enquadram­se no conceito de serviço público apenas as atividades de oferecimento de utilidade ou
comodidade material à coletividade que o Estado desempenha por si próprio, com exclusividade, sob
o regime de direito público.

642 Q393325 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

A respeito de organização administrativa, assinale a opção correta.

a) Os consórcios públicos sob o regime jurídico de direito público são associações públicas sem
personalidade jurídica criadas para a gestão associada de serviços públicos de interesse de mais de um
ente federativo.

b) Tratando­se de órgão público, a competência é irrenunciável e intransferível.

c) As autarquias são entidades criadas pelos entes federativos para a execução atividades que requeiram
gestão administrativa e financeira descentralizada, porém, o ente federativo continuará titular do
serviço, sendo responsável, dessa forma, pelos atos praticados pela autarquia.

d) As organizações sociais são pessoas jurídicas de direito público que celebram contrato de gestão com
o poder público para a prestação de serviços públicos de natureza social.

e) São consideradas agências executivas as autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de
economia mista que apresentam regime jurídico especial que lhes concede maior autonomia em
relação ao ente federativo que as criou.

643 Q393326 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Assinale a opção correta referente às contratações públicas.

a) A administração não é obrigada a contratar o licitante vencedor e, caso celebre o contrato com este,
poderá, unilateralmente, a qualquer momento, suprimir o objeto do contrato em até 100%, desde que
justificado por fato superveniente devidamente comprovado.

b) É dispensada a licitação para a aquisição de produtos manufaturados nacionais que atendam ao
processo produtivo básico.

c) A indicação de dotação orçamentária deve ser realizada para a abertura de licitação feita mediante o
sistema de registro de preços.

d) A licitação na modalidade pregão não se aplica à alienação de bens, ainda que estes possuam padrões
de desempenho e qualidade que possam ser objetivamente definidos no edital.

e) Tratando­se de regime diferenciado de contratações públicas, é possível realizar licitação com
orçamento sigiloso, que se tornará público somente após a execução integral do contrato.
644 Q393327 Direito Administrativo   Regime jurídico administrativo

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

No que se refere ao regime jurídico administrativo, assinale a opção correta.

a) A criação de órgão público deve ser feita, necessariamente, por lei; a extinção de órgão, entretanto,
dado não implicar aumento de despesa, pode ser realizada mediante decreto.

b) A autotutela administrativa compreende tanto o controle de legalidade ou legitimidade quanto o
controle de mérito.

c) A motivação deve ser apresentada concomitantemente à prática do ato administrativo.

d) De acordo com o princípio da publicidade, que tem origem constitucional, os atos administrativos
devem ser publicados em diário oficial.

e) No Brasil, ao contrário do que ocorre nos países de origem anglo­saxã, o costume não é fonte do
direito administrativo.

645 Q393328 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Área Judiciária

Em relação aos poderes administrativos, assinale a opção correta.

a) O poder discricionário não é passível de controle pelo Poder Judiciário.

b) O desvio de poder configura­se quando o agente atua fora dos limites de sua competência
administrativa.

c) Nenhum ato inerente ao poder de polícia pode ser delegado, dado ser expressão do poder de império
do Estado.

d) O poder hierárquico restringe­se ao Poder Executivo, uma vez que não há hierarquia nas funções
desempenhadas no âmbito dos Poderes Legislativo e Judiciário.

e) As prerrogativas do Poder Legislativo incluem a sustação dos atos normativos do Poder Executivo que
exorbitem do poder regulamentar.

646 Q400854 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Execução de Mandados

       O Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) publicou edital de licitação para a compra de equipamentos
de informática. No edital de pregão eletrônico, por questões de ordem técnica, exigia­se que os equipamentos
fossem de determinada marca. Uma empresa que não participou do certame apresentou impugnação ao edital e
dirigiu uma representação ao Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TC/CE), alegando que a cláusula em que se
determinava a marca do produto era inválida, uma vez que se restringia indevidamente a competitividade e
isonomia da licitação.

Considerando essa situação hipotética, assinale a opção correta.

a) A nulidade do procedimento de licitação não importa a nulidade do contrato, desde que a empresa
contratada não tenha concorrido para o vício.

b) Somente as empresas licitantes têm legitimidade para impugnar o edital de licitação, sendo
inadmissível impugnação apresentada pela empresa não participante do certame.

c) Para a aquisição desses equipamentos de informática, não se pode realizar licitação na modalidade
pregão.

d) A indicação da marca do produto é admitida, desde que seja acompanhada de justificativa técnica.

e) O TJCE não se submete ao controle do TC/CE, ao qual compete julgar as contas do governador e dos
agentes do Poder Executivo responsáveis pela administração de recursos públicos.

647 Q400855 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Execução de Mandados

No que se refere aos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) As formas de extinção do ato administrativo incluem a cassação, a anulação e a reintegração.

b) Os atos administrativos distinguem­se dos atos legislativos, entre outros fatores, por serem individuais,
enquanto os atos legislativos são atos gerais.

c) São convalidáveis tanto os atos administrativos vinculados quanto os discricionários.

d) A autoexecutoriedade é um atributo presente em todos os atos administrativos.

e) A autorização configura­se como ato discricionário e gratuito.

648 Q400856 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Execução de Mandados

A respeito de organização administrativa, assinale a opção correta.

a) As organizações sociais são pessoas jurídicas de direito público que celebram contrato de gestão com
o poder público para a prestação de serviços públicos de natureza social.

b) São consideradas agências executivas as autarquias, fundações, empresas públicas e sociedades de
economia mista que apresentam regime jurídico especial que lhes concede maior autonomia em
relação ao ente federativo que as criou.

c) Os consórcios públicos sob o regime jurídico de direito público são associações públicas sem
personalidade jurídica criadas para a gestão associada de serviços públicos de interesse de mais de um
ente federativo.

d) Tratando­se de órgão público, a competência é irrenunciável e intransferível.

e) As autarquias são entidades criadas pelos entes federativos para a execução atividades que requeiram
gestão administrativa e financeira descentralizada, porém, o ente federativo continuará titular do
serviço, sendo responsável, dessa forma, pelos atos praticados pela autarquia.

649 Q400857 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Execução de Mandados

Assinale a opção correta referente às contratações públicas.

a) É dispensada a licitação para a aquisição de produtos manufaturados nacionais que atendam ao
processo produtivo básico.

b) A indicação de dotação orçamentária deve ser realizada para a abertura de licitação feita mediante o
sistema de registro de preços.

c) A licitação na modalidade pregão não se aplica à alienação de bens, ainda que estes possuam padrões
de desempenho e qualidade que possam ser objetivamente definidos no edital.

d) Tratando­se de regime diferenciado de contratações públicas, é possível realizar licitação com
orçamento sigiloso, que se tornará público somente após a execução integral do contrato.

e) A administração não é obrigada a contratar o licitante vencedor e, caso celebre o contrato com este,
poderá, unilateralmente, a qualquer momento, suprimir o objeto do contrato em até 100%, desde que
justificado por fato superveniente devidamente comprovado.
650 Q400858 Direito Administrativo   Regime jurídico administrativo

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Execução de Mandados

No que se refere ao regime jurídico administrativo, assinale a opção correta.

a) A autotutela administrativa compreende tanto o controle de legalidade ou legitimidade quanto o
controle de mérito.

b) A motivação deve ser apresentada concomitantemente à prática do ato administrativo.

c) De acordo com o princípio da publicidade, que tem origem constitucional, os atos administrativos
devem ser publicados em diário oficial.

d) No Brasil, ao contrário do que ocorre nos países de origem anglo­saxã, o costume não é fonte do
direito administrativo.

e) A criação de órgão público deve ser feita, necessariamente, por lei; a extinção de órgão, entretanto,
dado não implicar aumento de despesa, pode ser realizada mediante decreto.

651 Q400859 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­CEProva: Analista Judiciário ­


Execução de Mandados

Em relação aos poderes administrativos, assinale a opção correta.

a) As prerrogativas do Poder Legislativo incluem a sustação dos atos normativos do Poder Executivo que
exorbitem do poder regulamentar.

b) O poder discricionário não é passível de controle pelo Poder Judiciário.

c) O desvio de poder configura­se quando o agente atua fora dos limites de sua competência
administrativa.

d) Nenhum ato inerente ao poder de polícia pode ser delegado, dado ser expressão do poder de império
do Estado.

e) O poder hierárquico restringe­se ao Poder Executivo, uma vez que não há hierarquia nas funções
desempenhadas no âmbito dos Poderes Legislativo e Judiciário.

652 Q380879 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Analista Administrativo

Considerando que, no setor público, as aquisições de qualquer natureza obedecem às disposições da Lei n.º
8.666/1993, julgue os próximos itens.

Segundo o disposto na Lei de Licitações e Contratos, a modalidade de licitação, no caso de obras e serviços de
engenharia com custos entre R$ 15.000,00 e R$ 150.000,00, será o convite.

Certo Errado

653 Q402025 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Médio

Com base na Lei n.º 8.112/1990 e na Lei n.º 9.784/1999, julgue os itens subsecutivos.

Um técnico do ICMBio aprovado no estágio probatório somente perderá o cargo em virtude de sentença judicial
transitada em julgado ou de processo administrativo disciplinar em que lhe sejam assegurados a ampla defesa e o
contraditório.

Certo Errado
654 Q402026 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Médio

Com base na Lei n.º 8.112/1990 e na Lei n.º 9.784/1999, julgue os itens subsecutivos.

Considere que o ICMBio tenha instaurado processo administrativo que necessite da realização de atos em
município que não tenha órgão hierarquicamente subordinado ao instituto. Nessa situação, se houver, naquela
localidade, outro órgão administrativo apto a executar os atos necessários à instrução do processo, é possível que
parte da competência do instituto lhe seja delegada.

Certo Errado

655 Q402027 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Médio

Com base na Lei n.º 8.112/1990 e na Lei n.º 9.784/1999, julgue os itens subsecutivos.

Caso um técnico do ICMBio tenha tomado posse no seu cargo em 2013 e entre em gozo de licença para atividade
política em 2014, o estágio probatório deverá ser suspenso durante o período de afastamento.

Certo Errado

656 Q402029 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Médio

Julgue os itens subsequentes, com base no Decreto n.º 5.707/2006 e no Decreto n.º 7.133/2010.

O sistema de gestão por competência, cujo desenvolvimento e implementação cabem à Secretaria de Gestão do
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, constitui um dos instrumentos da Política Nacional de
Desenvolvimento de Pessoal

Certo Errado

657 Q402030 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Médio

Julgue os itens subsequentes, com base no Decreto n.º 5.707/2006 e no Decreto n.º 7.133/2010.

Caso um servidor do ICMBio tome conhecimento de sua avaliação de desempenho individual e dela discorde,
poderá apresentar pedido de reconsideração à unidade de recursos humanos do órgão, que o encaminhará à
chefia do servidor para apreciação.

Certo Errado

658 Q402124 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Superior

Julgue os itens que se seguem, com base nas disposições da Lei n.º 8.112/1990 e da Lei n.º 9.784/1999.

Caso um analista do ICMBio tenha sido nomeado para determinado cargo em comissão no próprio instituto, não
poderá ser nomeado, mesmo interinamente, para outro cargo de confiança.

Certo Errado

659 Q402125 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Superior

Julgue os itens que se seguem, com base nas disposições da Lei n.º 8.112/1990 e da Lei n.º 9.784/1999.

Considere que, ao conferir o conteúdo de requerimento apresentado por um cidadão ao ICMBio, o analista
responsável tenha recusado o recebimento do documento por ausência de alguns dados. Nessa situação, é vedada
à administração a recusa imotivada do documento, cabendo ao servidor orientar o cidadão a suprir as falhas.

Certo Errado

660 Q402126 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Superior

Julgue os itens que se seguem, com base nas disposições da Lei n.º 8.112/1990 e da Lei n.º 9.784/1999. 

Considere que Pedro, técnico judiciário de um tribunal de justiça, tenha tomado posse no cargo de analista do
ICMBio em 2011 e se aposentado voluntariamente, aos sessenta anos de idade, em 2012. Nessa situação
hipotética, se Pedro requerer sua reversão ao instituto em 2014, ainda que haja cargo vago e interesse da
administração, sua solicitação deverá ser indeferida

Certo Errado

Respostas    641:      642:      643:      644:      645:      646:      647:      648:      649:      650:      651:      652:      653: 
   654:      655:      656:      657:      658:      659:      660:     

←   1  2 …  29  30  31  32 33  34  35  36  37 …  220
221  →
661 Q402128 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Superior


BETA

Acerca das disposições da Lei n.º 12.527/2011, julgue os itens subsequentes. 

Considere que um servidor público tenha, intencionalmente, fornecido informação incorreta a respeito do relatório
de monitoramento de determinada unidade de conservação. Nessa situação, se for apurada infração administrativa
na conduta do agente, a ele será aplicada a sanção de advertência

Certo Errado

662 Q402129 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Superior

Julgue os itens a seguir, com base nas disposições do Decreto n.º 5.707/2006 e do Decreto n.º 7.133/2010.

Considere que um analista do ICMBio, empossado no cargo em 2008, solicite licença, em 2014, para capacitação,
a fim de elaborar sua dissertação de mestrado. Nessa situação, o instituto poderá concedê­la ao servidor, que dela
poderá utilizar integralmente para produzir sua dissertação.

Certo Errado

663 Q402130 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: ICMBIOProva: Nível Superior

Julgue os itens a seguir, com base nas disposições do Decreto n.º 5.707/2006 e do Decreto n.º 7.133/2010.

Caso um analista do ICMBio, empossado no cargo em 2009 e lotado na sede do próprio instituto, não ocupe
cargo em comissão nem função de confiança, as suas avaliações anuais de desempenho individual serão realizadas
apenas pela chefia imediata.

Certo Errado

664 Q381238 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Em relação ao regime jurídico­administrativo e aos princípios aplicáveis à administração pública, assinale a opção
correta.

a) É obrigatória a observância do princípio da publicidade nos processos administrativos, mediante a
divulgação oficial dos atos administrativos, inclusive os relacionados ao direito à intimidade.

b) A presunção de legitimidade dos atos administrativos, que impõe aos particulares o ônus de provar
eventuais vícios existentes em tais atos, decorre do regime jurídico­ administrativo aplicável à
administração pública

c) Uma das exceções ao princípio da legalidade administrativa consiste na possibilidade de o presidente
da República editar decreto para criar cargos ou funções públicas.

d) A violação do princípio da moralidade administrativa não pode ser fundamento exclusivo para o
controle judicial realizado por meio de ação popular.

e) Para que determinada conduta seja caracterizada como ato de improbidade administrativa violadora do
princípio da impessoalidade, é necessária a comprovação do respectivo dano ao erário.
665 Q381239 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que se refere à administração pública, assinale a opção correta.

a) Consoante o entendimento do STF, encontra fundamento constitucional a exigência legal de
aprovação legislativa prévia para a exoneração de ocupante do cargo de presidente de autarquia.

b) Por não se submeterem ao regime jurídico de direito público, as sociedades de economia mista
exploradoras de atividade econômica estão dispensadas da realização de concurso público para a
admissão de pessoal

c) Não se aplica às empresas públicas prestadoras de serviço público a responsabilidade civil objetiva
pelos danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros

d) A descentralização administrativa por meio de delegação de serviço público pode ocorrer por meio de
contrato e pressupõe relação de hierarquia. 

e) As entidades paraestatais, entes privados que não integram a administração pública direta e indireta,
colaboram com o Estado no desempenho de atividades de interesse público, sem finalidade lucrativa,
como os serviços sociais autônomos.

666 Q381240 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

A respeito dos poderes administrativos, assinale a opção correta.

a) Desde que haja previsão legal, é possível o exercício do poder de polícia, em especial a realização de
atos coercitivos, por pessoa jurídica da iniciativa privada não integrante da administração pública.

b) O poder disciplinar e o hierárquico fundamentam a aplicação de sanção administrativa a particular
que, contratado pela administração, descumpra obrigações contratuais.

c) Insere­se no âmbito do poder regulamentar a competência privativa, não passível de delegação, do
presidente da República para expedir decretos para a fiel execução das leis.

d) A interdição de estabelecimentos comerciais, a apreensão de mercadorias e a detenção de pessoas são
exemplos de atos praticados pela administração pública no âmbito do poder de polícia.

e) Dada a relação de hierarquia existente entre a União e autarquia federal, é possível a delegação a esta
de parte da competência daquela, quando conveniente, em razão de circunstâncias de índole técnica,
social, econômica, jurídica ou territorial.

667 Q381241 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que concerne aos atos administrativos, assinale a opção correta.

a) É possível a revogação de ato administrativo enunciativo, como uma certidão, caso o ato seja
conveniente e oportuno para a administração pública.

b) Caso o particular obtenha licença para construir e deixe de cumprir as condições que a lei exige para
tanto, deve a administração extinguir o referido ato administrativo por meio de cassação.

c) Incorre no vício de desvio de poder o agente público que exceda os limites de sua competência ao
aplicar a subordinado penalidade além dos imites de sua alçada.

d) A imposição e a execução de multa estabelecida pela administração pública a particular independem
de decisão judicial, dado o atributo da autoexecutoriedade dos atos administrativos.

e) A falta de motivação do ato administrativo configura vício insanável, visto que atinge o elemento
motivo, indispensável às ações da administração pública.
668 Q381242 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que se refere à licitação, assinale a opção correta.

a) A inexigibilidade de licitação pode ser adotada em caso de inviabilidade de competição, como ocorre
na contratação de serviços técnicos de publicidade e divulgação, de natureza singular, com empresa
de notória especialização.

b) No procedimento licitatório, deve­se zelar pela transparência, salvo quanto ao conteúdo das propostas,
que será sigiloso até a sua respectiva abertura.

c) De acordo com a Lei n.º 8.666/1993, é permitido, como forma de estimular o desenvolvimento
nacional, o estabelecimento de tratamento diferenciado de natureza comercial, legal, trabalhista,
previdenciária entre empresas brasileiras e estrangeiras, independentemente do objeto licitado

d) A modalidade legalmente exigida para a realização de licitação internacional pela administração pública
é a concorrência, inclusive no caso de o órgão ou entidade possuir cadastro internacional de
fornecedores ou quando não houver fornecedor do bem ou serviço no país

e) Autarquia federal que pretenda contratar empresa para aprestação de serviço caracterizado como
atividade econômica pode contratar, por dispensa de licitação, sociedade de economia mista desde
que a entidade tenha sido criada para esse fim específico em data anterior à vigência da Lei
n.º8.666/1993 e o preço contratado seja compatível com o praticado no mercado.

669 Q381243 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No tocante aos serviços públicos, assinale a opção correta.

a) A delegação de serviço público a particular por meio de permissão pode ser feita por dispensa de
licitação, desde que a título precário

b) São características da concessão de serviço público: licitação por meio de concorrência; exclusividade
de concessão a pessoas jurídicas ou consórcios; e rescisão contratual unilateral.

c) Os serviços notariais e de registro, embora públicos, são exercidos em caráter privado, por delegação
do poder público mediante concessão, devendo ser precedidos de licitação.

d) A educação e a saúde são serviços públicos de titularidade não exclusiva do Estado, livres à iniciativa
privada e submetidos ao controle inerente ao poder administrativo de polícia.

e) A aplicação de sanções, proibições e limitações a bens e atividades de particulares insere­se no
conceito de serviço público

670 Q381244 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Em relação à improbidade administrativa e à proteção e à defesa do usuário de serviço público, assinale a opção
correta.

a) A aplicação, ao gestor público, das penalidades decorrentes da prática de ato de improbidade
administrativa depende da comprovação da ocorrência de dano ao erário e da não aprovação da
prestação de contas pelo respectivo tribunal de contas.

b) Para fins de aplicação das sanções de improbidade administrativa, não se considera agente público o
servidor contratado por necessidade temporária de excepcional interesse público, dada a inexistência
de vínculo estatutário deste com a administração pública.

c) A participação do usuário de serviço público na administração pública direta e indireta é garantida pela
CF, devendo a lei regulamentar mecanismos de aferição da qualidade do serviço como reclamações,
serviços de atendimento do usuário e avaliação periódica, externa e interna.

d) No que diz respeito à responsabilidade pela prática de ato de improbidade administrativa, não vigora o
princípio da individualidade da pena, podendo o sucessor daquele que causar lesão ao patrimônio
público ou enriquecer ilicitamente estar sujeito às cominações da lei além do limite do valor da
herança.

e) O direito de acesso à informação dos usuários de serviço público aplica­se apenas aos casos de
prestação direta do serviço pela administração pública.

671 Q382035 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Assinale a opção correta acerca da administração pública.

a) Os órgãos públicos, dotados de personalidade jurídica própria, são exemplos do instituto da
descentralização administrativa.

b) De forma a tornar mais eficiente a sua atuação, o Estado pode criar, mediante lei, autarquias e
fundações públicas, o que é realizado por desconcentração.

c) Embora as autarquias sejam pessoas jurídicas de direito público, elas sujeitam­se à falência e não
gozam de privilégios tributários.

d) As agências reguladoras — autarquias de regime especial com estabilidade e independência em relação
ao ente que as criou — são responsáveis pela regulamentação, pelo controle e pela fiscalização de
serviços públicos, atividades e bens transferidos ao setor privado.

e) As empresas públicas exploradoras de atividade econômica não se sujeitam ao controle externo
realizado pelo Tribunal de Contas, haja vista que se submetem às regras do setor privado.

672 Q382036 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Com relação aos poderes administrativos, assinale a opção correta.

a) A polícia administrativa realiza atividades fiscalizatórias e repressivas e suas ações incidem sobre bens,
serviços e pessoas. 

b) Ao buscar uma finalidade, ainda que de interesse público, alheia à categoria do ato que utilizou, o
agente público competente incorre em excesso de poder.

c) Os atos administrativos praticados no exercício do poder de polícia não são suscetíveis de controle
judicial, uma vez que se caracterizam por coercibilidade e autoexecutoriedade.

d) A atividade da administração pública que, mediante atos normativos ou concretos, limita ou
condiciona a liberdade e a propriedade dos indivíduos, de acordo com o interesse coletivo, refere­se
ao exercício do poder regulamentar.

e) A avocação e a delegação de competência são atos administrativos praticados no exercício do poder
hierárquico da administração pública.

673 Q382037 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que diz respeito ao processo administrativo no âmbito da administração pública federal e à licitação, assinale a
opção correta.

a) Os processos administrativos sancionatórios podem ser revistos a qualquer tempo, inclusive para
reformatio in pejus, desde que tenham surgido fatos novos que justifiquem a inadequação da sanção
aplicada. 

b) O desatendimento da intimação em processo administrativo torna revel o administrado interessado,
importando no reconhecimento da verdade dos fatos e, se for o caso, na renúncia do direito em
discussão.
c) É inexigível a licitação para a contratação de empresa com notória especialização em perícia e
avaliações em geral, desde que o serviço a ser realizado se caracterize como singular e a empresa seja
a única do mercado a realizá­lo.

d) Consoante o princípio da isonomia, é vedado aos agentes públicos estabelecer quaisquer tipos de
margem de preferência nos processos licitatórios.

e) O servidor que tenha participado ou venha a participar como perito em um processo administrativo
encontra­se impedido de atuar nesse processo.

674 Q382038 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Acerca de serviços públicos, assinale a opção correta.

a) A declaração de caducidade da concessão do serviço público configura­se quando a administração
pública retoma o serviço durante o prazo de concessão, por motivo de interesse público, após prévia
autorização legislativa e após a devida indenização à concessionária pelos prejuízos sofridos.

b) Os serviços públicos compulsórios e gerais podem ser remunerados tanto por meio de tarifa quanto
por meio de taxa.

c) Após a reforma administrativa do Estado realizada pela Emenda Constitucional n.º 19/1998, a CF
autorizou a gestão associada na prestação de serviços públicos por meio de convênios de cooperação
entre os entes federados, admitindo a transferência total ou parcial de encargos, serviços, pessoal e
bens essenciais à continuidade dos serviços transferidos.

d) Conforme determinação constitucional, os serviços públicos são de prestação obrigatória e exclusiva
do Estado, não sendo permitida sua delegação a particulares.

e) A concessão de serviço público consiste na delegação, a título precário, mediante licitação, da
prestação de serviços públicos, feita pelo poder concedente à pessoa jurídica que demonstre
capacidade para seu desempenho, por sua conta e risco.

675 Q382039 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

Assinale a opção correta no que se refere à improbidade administrativa e à proteção e defesa do usuário de serviço
público.

a) De acordo com o princípio da continuidade do serviço público, a concessionária não poderá
interromper o serviço, mesmo nos casos em que haja interesse da coletividade e inadimplemento do
usuário.

b) Tratando­se de prefeito, as ações de ressarcimento em virtude da prática de atos de improbidade
administrativa prescrevem até cinco anos após o término do exercício do mandato.

c) A aplicação da pena de multa e de ressarcimento integral do dano em virtude da prática de ato de
improbidade administrativa exemplifica o exercício do poder de polícia da administração pública.

d) O MP, a pessoa jurídica de direito público interessada e as associações são os únicos legitimados a
ingressar com a ação principal no Poder Judiciário para a responsabilização por ato de improbidade
administrativa.

e) Desde que observadas as restrições estabelecidas constitucionalmente, é assegurado o direito de
acesso dos usuários de serviço público aos respectivos registros administrativos e às informações sobre
atos de governo.

676 Q382040 Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TJ­DFProva: Titular de Serviços de


Notas e de Registros

No que concerne à responsabilidade civil do Estado e ao controle da administração pública, assinale a opção
correta.

a) No exercício da função administrativa, o Estado responde objetivamente tanto no caso de danos
morais quanto no de danos materiais causados a terceiros por seus agentes.

b) Apenas o Poder Executivo está obrigado a exercer o controle interno, dado consistir em função
administrativa.

c) O controle judicial da administração pública pode ser realizado por provocação ou de ofício, podendo
ser exercido por meio de mandado de segurança ou ação civil pública. 

d) A teoria adotada no Brasil quanto aos casos de responsabilidade civil da administração pública é a do
risco integral, segundo a qual a responsabilidade é objetiva, isto é, não depende da comprovação da
culpa ou do dolo.

e) O controle judicial do poder disciplinar da administração pública é amplo, podendo o juiz considerar o
mérito administrativo e determinar concretamente a sanção disciplinar aplicável ao caso.

677 Q388695 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

Suzana, servidora pública, permitiu a permuta de bem público por preço superior ao de mercado, razão pela qual
foi condenada por improbidade administrativa. Uma das sanções aplicáveis ao agente ímprobo é a suspensão dos
seus direitos políticos que, no caso de Suzana, será de

a) 5 a 8 anos.

b) 8 a 10 anos.

c) 3 anos, obrigatoriamente.

d) 2 a 4 anos.

e) 10 anos, obrigatoriamente.

678 Q388696 Direito Administrativo   Lei nº 8.112­1990 ­ Regime jurídico dos servidores públicos federais

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

Vinicius, servidor público federal, pretende tirar licença para capacitação profissional. A propósito de tal licença e
nos termos da Lei no 8.112/90, é INCORRETO afirmar que

a) é concedida sem prejuízo da respectiva remuneração do servidor.

b) se pode dar após cada quinquênio de efetivo exercício.

c) é concedida no interesse da Administração.

d) se dá com o afastamento do exercício do cargo efetivo.

e) tem, como prazo máximo, o período de dois meses.

679 Q388697 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

Na contratação realizada por Instituição Científica e Tecnológica ­ ICT para a transferência de tecnologia e para o
licenciamento de direito de uso ou de exploração de criação protegida, é

a) obrigatória licitação na modalidade convite.
b) dispensável a licitação.

c) inexigível a licitação.

d) obrigatória licitação na modalidade pregão.

e) obrigatória licitação na modalidade tomada de preço.

680 Q388698 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Contabilidade

A empresa “Zinco S.A.” atrasou injustificadamente a execução de contrato administrativo celebrado com o
Governo do Maranhão e, por tal razão, foi sancionada com multa de mora prevista no citado contrato. Referida
multa foi descontada da garantia contratual prestada pela empresa, no entanto, após o esgotamento do valor da
garantia, ainda restou multa a ser paga pela empresa. 

Nesse caso e nos termos da Lei nº 8.666/1993

a) dar­se­á por finda a pena de multa.

b) a multa não poderia ter sido descontada da garantia contratual.

c) o restante da multa será descontado de pagamentos eventualmente devidos à empresa.

d) o restante da multa jamais poderá ser cobrado pela via judicial.

e) a multa de mora não pode ultrapassar garantia contratual, sob pena de enriquecimento indevido do
Poder Público.

Respostas    661:      662:      663:      664:      665:      666:      667:      668:      669:      670:      671:      672:      673: 
   674:      675:      676:      677:      678:      679:      680:     

←   1  2 …  30  31  32  33 34  35  36  37  38 …  220
221  →
681 Q390676 Direito Administrativo   Organização da administração pública

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


BETA
Área Administrativa

Considere a seguinte assertiva: 

A Câmara dos Deputados classifica­se, quanto à posição estatal, como órgão independente. Isto porque, dentre
outras características, não possui qualquer subordinação hierárquica ou funcional, estando sujeita apenas a
controle constitucional.

A assertiva em questão está:

a) correta, pois trata­se de órgão independente e autônomo, expressões sinônimas quanto à classificação
dos órgãos públicos. 

b) incorreta, pois não se trata de órgão independente e sim autônomo. 

c) correta, pois trata­se de órgão independente, estando a fundamentação também correta. 

d) incorreta, pois embora seja órgão independente, ele está sujeito à subordinação hierárquica e
funcional. 

e) incorreta, pois trata­se de órgão autônomo e sujeito à subordinação hierárquica e funcional.

682 Q390677 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Maurício é servidor público do Governo do Maranhão, atuando em cargo diretivo em determinada secretaria e, no
exercício regular de suas funções, recebeu dinheiro em espécie de uma empresa para omitir ato de ofício a que
estava obrigado. Neste caso, Maurício cometeu ato de improbidade administrativa e estará sujeito, dentre outras
sanções previstas na Lei de Impro­ bidade Administrativa, à suspensão dos direitos políticos de :

a) oito a dez anos, e ao pagamento de multa civil de até três vezes o valor do acréscimo patrimonial.

b) cinco a oito anos, e ao pagamento de multa civil de até três vezes o valor do acréscimo patrimonial. 

c) três a cinco anos, e ao pagamento de multa civil de até três vezes o valor do acréscimo patrimonial. 

d) oito a dez anos, e ao pagamento de multa civil de até cinco vezes o valor do acréscimo patrimonial.

e) cinco a oito anos, e ao pagamento de multa civil de até cinco vezes o valor do acréscimo patrimonial.

683 Q390678 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

O Governo do Maranhão pretende contratar associação de portadores de deficiência física, sem fins lucrativos e de
comprovada idoneidade para a prestação de serviços ou fornecimento de mão de obra, desde que o preço
contratado seja compatível com o praticado no mercado. Nesse caso, é

a) inexigível a licitação.

b) obrigatória licitação na modalidade convite. 

c) dispensável a licitação. 

d) obrigatória licitação na modalidade pregão. 

e) obrigatória licitação na modalidade tomada de preços.
684 Q390679 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

No curso de determinado pregão, aberta a sessão pública e feitos os lances, constatou­se que a empresa “J” é a
autora da oferta de valor mais baixo, cujo valor é de um milhão de reais. As empresas “X”, “Y” e “Z” apresentaram,
respectivamente, ofertas nos valores de R$ 1.050.000,00; R$ 1.100.000,00 e R$ 1.200.000,00. Nos termos da
Lei no 10.520/02, até a proclamação do vencedor, poderão fazer novos lances verbais e sucessivos as empresas

a) J, X, Y e Z.

b) J, X e Y, apenas. 

c) J e X, apenas. 

d) X, Y e Z, apenas. 

e) Y e Z, apenas.

685 Q390680 Direito Administrativo   Contratos administrativos

Ano: 2014 Banca: FCC Órgão: TRT ­ 16ª REGIÃO (MA)Prova: Analista Judiciário ­


Área Administrativa

Considere as afirmações abaixo.

I. Será promovida pela própria autoridade que aplicou a sanção de inidoneidade, qual seja, o chefe do poder
executivo. 

II. Pode ser requerida após um ano da aplicação da sanção de inidoneidade. 

III. Exige, para sua concessão, dentre outro requisito, que o contratado promova o ressarcimento à Administração
dos prejuízos resultantes. 

IV. Trata­se do único modo de afastar a sanção de inidoneidade. 

A empresa “Ferragens S.A.” foi penalizada com a declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a
Administração pública e pretende pleitear sua reabilitação. A propósito da reabilitação e, nos termos da Lei no
8.666/93, está correto o que se afirma APENAS em :

a) I e IV.

b) I e II. 

c) III e IV. 

d) I, II e III. 

e) III.

686 Q392051 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Considere que, durante uma fiscalização, fiscais do DF tenham encontrado alimentos com prazo de validade
expirado na geladeira de um restaurante. Diante da ocorrência, lavraram auto de infração, aplicaram multa e
apreenderam esses alimentos. Com base na situação hipotética apresentada, julgue os itens subsecutivos.

A aplicação de multa ao estabelecimento comercial decorre do poder disciplinar da administração pública

Certo Errado
687 Q392052 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Considere que, durante uma fiscalização, fiscais do DF tenham encontrado alimentos com prazo de validade
expirado na geladeira de um restaurante. Diante da ocorrência, lavraram auto de infração, aplicaram multa e
apreenderam esses alimentos. Com base na situação hipotética apresentada, julgue os itens subsecutivos. 

Diante do risco à saúde da população, as mercadorias com prazo de validade expirado poderão ser imediatamente
apreendidas, mesmo antes da abertura de processo administrativo e sem prévio contraditório do proprietário do
estabelecimento.

Certo Errado

688 Q392053 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Considere que, durante uma fiscalização, fiscais do DF tenham encontrado alimentos com prazo de validade
expirado na geladeira de um restaurante. Diante da ocorrência, lavraram auto de infração, aplicaram multa e
apreenderam esses alimentos. Com base na situação hipotética apresentada, julgue os itens subsecutivos. 

Se a aplicação da multa for indevida, a administração tem o poder de anulá­la, de ofício, independentemente de
provocação do interessado

Certo Errado

689 Q392054 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Acerca do regime jurídico administrativo, julgue o  próximo  item.

O princípio da supremacia do interesse público sobre o interesse privado é um dos pilares do regime jurídico
administrativo e autoriza a administração pública a impor, mesmo sem previsão no ordenamento jurídico,
restrições aos direitos dos particulares em caso de conflito com os interesses de toda a coletividade.

Certo Errado

690 Q392055 Direito Administrativo   Atos administrativos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Acerca do regime jurídico administrativo, julgue o  próximo  item.

Os atos administrativos praticados pelo Poder Legislativo e pelo Poder Judiciário submetem­se ao regime jurídico
administrativo.

Certo Errado

691 Q392057 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação
Suponha que um servidor público fiscal de obras do DF, no intuito de prejudicar o governo, tenha determinado o
embargo de uma obra de canalização de águas pluviais, sem que houvesse nenhuma irregularidade. Em razão da
paralisação, houve atraso na conclusão da obra, o que causou muitos prejuízos à população. Com base nessa
situação hipotética, julgue os itens que se seguem.

Uma vez instaurado o processo administrativo disciplinar para apuração da infração, o servidor poderá ser afastado
de suas funções, por até sessenta dias, sem direito à remuneração do cargo.

Certo Errado

692 Q392058 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Suponha que um servidor público fiscal de obras do DF, no intuito de prejudicar o governo, tenha determinado o
embargo de uma obra de canalização de águas pluviais, sem que houvesse nenhuma irregularidade. Em razão da
paralisação, houve atraso na conclusão da obra, o que causou muitos prejuízos à população. Com base nessa
situação hipotética, julgue os itens que se seguem. 

A ausência de advogado para auxiliar o servidor em sua defesa não é causa de nulidade do processo administrativo
disciplinar.

Certo Errado

693 Q392060 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Suponha que um servidor público fiscal de obras do DF, no intuito de prejudicar o governo, tenha determinado o
embargo de uma obra de canalização de águas pluviais, sem que houvesse nenhuma irregularidade. Em razão da
paralisação, houve atraso na conclusão da obra, o que causou muitos prejuízos à população. Com base nessa
situação hipotética, julgue os itens que se seguem. 

A autoridade competente do órgão de fiscalização tem a prerrogativa discricionária de instaurar processo
administrativo para apurar a infração cometida pelo servidor.

Certo Errado

694 Q392061 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Com base nas disposições da Lei n.º 8.429/1992 e da Lei n.º 9.784/1999, julgue o item a seguir. 

Nos processos administrativos, as intimações serão nulas quando feitas sem observância das prescrições legais, no
entanto o comparecimento do administrado supre sua falta ou sua irregularidade.

Certo Errado

695 Q392062 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Com base nas disposições da Lei n.º 8.429/1992 e da Lei n.º 9.784/1999, julgue o  item a seguir. 
A legitimidade ativa para propor a ação de improbidade administrativa é sempre da pessoa jurídica que foi vítima
do ato de improbidade, cabendo ao Ministério Público intervir na demanda apenas na condição de fiscal da lei.

Certo Errado

696 Q392063 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Com relação ao regime diferenciado de contratações e à disciplina legal sobre o pregão, julgue o  item
subsequente.

Entre outras proibições, veda­se, no pregão, a exigência de garantia de proposta bem como a exigência da
aquisição do edital pelos licitantes como condição para participação no certame.

Certo Errado

697 Q392064 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Com relação ao regime diferenciado de contratações e à disciplina legal sobre o pregão, julgue o  item
subsequente.

Afora a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, o regime diferenciado de contratações aplica­se a
obras e a serviços voltados à construção, à ampliação e à reforma de estabelecimentos penais e de unidades de
atendimento socioeducativo, entre outras.

Certo Errado

698 Q392065 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

No que se refere ao controle da administração pública, julgue o  item que se segue.

O Poder Legislativo exerce controle financeiro sobre o Poder Executivo, sobre o Poder Judiciário e sobre a sua
própria administração.

Certo Errado

699 Q392066 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

No que se refere ao controle da administração pública, julgue o  item  que se segue.

O controle judicial dos atos da administração ocorre depois que eles são produzidos e ingressam no mundo
jurídico, não existindo margem, no ordenamento jurídico brasileiro, para que tal controle se dê a priori.

Certo Errado

700 Q392067
Direito Administrativo   Responsabilidade civil do estado

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Julgue os itens a seguir, relativos à responsabilidade civil do Estado, aos serviços públicos e às organizações da
sociedade civil de interesse público.

Tanto o dano moral quanto o dano material são passíveis de gerar a responsabilidade civil do Estado

Certo Errado

Respostas    681:      682:      683:      684:      685:      686:      687:      688:      689:      690:      691:      692:      693: 
    694:      695:      696:      697:      698:      699:      700:     

←   1  2 …  31  32  33  34 35  36  37  38  39 …  220
221  →
701 Q392068 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


BETA
Tecnologia da Informação

Julgue os itens a seguir, relativos à responsabilidade civil do Estado, aos serviços públicos e às organizações da
sociedade civil de interesse público.

Nos termos da Lei n.º 8.987/1995, que dispõe sobre o regime de concessão e permissão da prestação de serviços
públicos, diferentemente da concessão, a permissão de serviços públicos tem a natureza de ato administrativo
unilateral e precário, e não a de negócio bilateral que se formaliza mediante contrato.

Certo Errado

702 Q392069 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Julgue os itens a seguir, relativos à responsabilidade civil do Estado, aos serviços públicos e às organizações da
sociedade civil de interesse público.

De acordo com o princípio da continuidade, os serviços públicos, compulsórios ou facultativos, devem ser
prestados de forma contínua, não podendo ser interrompidos mesmo em casos de inadimplemento do usuário.

Certo Errado

703 Q392070 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista Administrativo ­


Tecnologia da Informação

Julgue os itens a seguir, relativos à responsabilidade civil do Estado, aos serviços públicos e às organizações da
sociedade civil de interesse público.

Compete ao Ministério da Justiça expedir certificado às entidades interessadas em obter qualificação como
organização da sociedade civil de interesse público

Certo Errado

704 Q392142 Direito Administrativo   Poderes da Administração

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

 
Considere que, durante uma fiscalização, fiscais do DF tenham encontrado alimentos com prazo de validade
expirado na geladeira de um restaurante. Diante da ocorrência, lavraram auto de infração,aplicaram multa e
apreenderam esses alimentos. Com base na situação hipotética apresentada, julgue o item  subsecutivo.
 
 
Diante do risco à saúde da população, as mercadorias com prazo de validade expirado poderão ser imediatamente
apreendidas, mesmo antes da abertura de processo administrativo e sem prévio contraditório do proprietário do
estabelecimento.

Certo Errado

705 Q392146 Direito Administrativo   Princípios da Administração Pública


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Acerca do regime jurídico administrativo, julgue o  próximo  item.

O princípio da supremacia do interesse público sobre o interesse privado é um dos pilares do regime jurídico
administrativo e autoriza a administração pública a impor, mesmo sem previsão no ordenamento jurídico,
restrições aos direitos dos particulares em caso de conflito com os interesses de toda a coletividade.

Certo Errado

706 Q392147 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Suponha que um servidor público fiscal de obras do DF, no intuito de prejudicar o governo, tenha determinado o
embargo  de  uma  obrade  canalização  de  águas  pluviais,  sem  que  houvesse  nenhuma  irregularidade.  Em  razão  da
paralisação,  houve  atraso  na  conclusão  da  obra,  o  que  causou  muitos  prejuízos  à  população.  Com  base  nessa
situação hipotética, julgue os itens que se seguem.

A autoridade competente do órgão de fiscalização tem a prerrogativa discricionária de instaurar processo
administrativo para apurar a infração cometida pelo servidor.

Certo Errado

707 Q392148 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Suponha que um servidor público fiscal de obras do DF, no intuito de prejudicar o governo, tenha determinado o
embargo de uma obra de canalização de águas pluviais, sem que houvesse nenhuma irregularidade. Em razão da
paralisação, houve atraso na conclusão da obra, o que causou muitos prejuízos à população. Com base nessa
situação hipotética, julgue o  item que se segue.
 
Uma vez instaurado o processo administrativo disciplinar para apuração da infração, o servidor poderá ser afastado
de suas funções, por até sessenta dias, sem direito à remuneração do cargo.

Certo Errado

708 Q392149 Direito Administrativo   Agentes públicos e Lei 8.112 de 1990

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Suponha que um servidor público fiscal de obras do DF, no intuito de prejudicar o governo, tenha determinado o
embargo  de  uma  obrade  canalização  de  águas  pluviais,  sem  que  houvesse  nenhuma  irregularidade.  Em  razão  da
paralisação,  houve  atraso  na  conclusão  da  obra,  o  que  causou  muitos  prejuízos  à  população.  Com  base  nessa
situação hipotética, julgue os itens que se seguem.

A ausência de advogado para auxiliar o servidor em sua defesa não é causa de nulidade do processo administrativo
disciplinar.

Certo Errado

709 Q392151 Direito Administrativo   Processo Administrativo ­ Lei 9.784/99

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Com base nas disposições da Lei n.º 8.429/1992 e da Lei n.º 9.784/1999, julgue o  item a seguir. 
Nos processos administrativos, as intimações serão nulas quando feitas sem observância das prescrições legais, no
entanto o comparecimento do administrado supre sua falta ou sua irregularidade.

Certo Errado

710 Q392152 Direito Administrativo   Improbidade administrativa ­ Lei 8.429/92

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Com base nas disposições da Lei n.º 8.429/1992 e da Lei n.º 9.784/1999, julgue o  item a seguir. 

A legitimidade ativa para propor a ação de improbidade administrativa é sempre da pessoa jurídica que foi vítima
do ato de improbidade, cabendo ao Ministério Público intervir na demanda apenas na condição de fiscal da lei.

Certo Errado

711 Q392153 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Com relação ao regime diferenciado de contratações e à disciplina legal sobre o pregão, julgue o  item
subsequente.

Entre outras proibições, veda­se, no pregão, a exigência de garantia de proposta bem como a exigência da
aquisição do edital pelos licitantes como condição para participação no certame.

Certo Errado

712 Q392154 Direito Administrativo   Licitações e Lei 8.666 de 1993.

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Com relação ao regime diferenciado de contratações e à disciplina legal sobre o pregão, julgue o  item
subsequente.

Afora a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, o regime diferenciado de contratações aplica­se a
obras e a serviços voltados à construção, à ampliação e à reforma de estabelecimentos penais e de unidades de
atendimento socioeducativo, entre outras.

Certo Errado

713 Q392155 Direito Administrativo   Controle da administração pública

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

O Poder Legislativo exerce controle financeiro sobre o Poder Executivo, sobre o Poder Judiciário e sobre a sua
própria administração.

Certo Errado

714 Q392156 Direito Administrativo   Controle da administração pública


Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

No que se refere ao controle da administração pública, julgue o item  que se segue.

O controle judicial dos atos da administração ocorre depois que eles são produzidos e ingressam no mundo
jurídico, não existindo margem, no ordenamento jurídico brasileiro, para que tal controle se dê a priori.

Certo Errado

715 Q392157 Direito Administrativo   Serviços Públicos

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Julgue o  item a seguir, relativo  à responsabilidade civil do Estado, aos serviços públicos e às organizações da
sociedade civil de interesse público.
 
De acordo com o princípio da continuidade, os serviços públicos, compulsórios ou facultativos, devem ser
prestados de forma contínua, não podendo ser interrompidos mesmo em casos de inadimplemento do usuário.

Certo Errado

716 Q392160 Direito Administrativo   Entidades paraestatais ou terceiro setor

Ano: 2014 Banca: CESPE Órgão: TC­DFProva: Analista

Julgue o  item a seguir, relativo  à responsabilidade civil do Estado, aos serviços públicos e às organizações da
sociedade civil de interesse