Você está na página 1de 15

1.

Introdução
O presente trabalho surge no âmbito da Cadeira das Práticas Pedagógica Gerais, (PPGs),
leccionada na Universidade Pedagógica, com a intenção de integrar os estudantes desta
agremiação na articulação da teoria e prática.
É na cadeira de Práticas Pedagógica Gerais, que são implementadas as actividades curriculares
que garantem um contacto experimental com situações psíquicas e pedagógicas e ainda
didácticas concretas que contribuem para preparar de forma gradual o estudante para a vida
profissional da qual a importância é de aproximar o futuro professor a situações reais de ensino e
aprendizagem permitindo a aplicação de conhecimentos adquiridos na sala. As PPGs, visam
colocar o estudante em contacto directo com a realidade profissional do curso em que esta
frequentar, proporcionando-lhe novas aprendizagens, prática.

O centro Infantil é um espaço fechado que permite a realização de projectos pedagógicos


encerados no meio social que se abre cada vez mais para o exterior, esta organizada duma
maneira que condiciona a aprendizagem e que tem as suas características do funcionamento.

Os objectivos deste relatório centram-se em descrever o jardim de infância Melisa ( nosso foco),
indicar os sectores que guiam o funcionamento do centro, a estruturação e o seu funcionamento, ,
Fornecer o número de professores e alunos que fazem parte desta escola, indicar os constituintes
básicos do centro, descrever os materiais didácticos que o centro usa.

De referir que este relatório tem três fases a pré-observação onde tratamos aspectos que
antecederam as actividades, observação - inclui as próprias conferencias seminários e o foi
observado durante o trabalho de campo e por fim a pós-observação momento este da execução
do relatório.

A metodologia usada para a elaboração deste relatório foi a pesquisa bibliográfica. A bibliografia
usada centrou-se em temas como, escola e seus componentes organizacionais observação como
técnica de recolha de dados nas escolas, questionários e entrevistas.
1.1.Conceptualização das Práticas Pedagógicas Gerais
De acordo com DIAS (2010:16) as Práticas Pedagógicas Gerais visam preparar os estudantes
para observar e analisar criticamente situações escolares nos aspectos organizacionais,
pedagógicos e administrativos. Esta disciplina possibilita ainda uma vivência real no meio
escolar em contacto com os alunos, professores e funcionários de modo a criar no estudante da
UP hábitos de trabalho, de colaboração e de convivência apropriada a esse meio.
Práticas Pedagógicas Gerais –” São actividades curriculares articuladas da teoria e da prática
que garante o conteúdo experiências com situações psico - Pedagógicas e didácticas concretas
que contribuem para preparar de formal gradual ao estudante para a vida profissional”.
(Regulamento Geral da Universidade Pedagógica RGUP 2003:14).

1.1.1.Relatório
Segundo SERAFINI (1986:69), Relatório – “É um documento que apresenta uma exposição de
factos observados por ordem ou pedido de alguém com estatuto para ordenar ou solicitar”.
Relatório é uma narração oral ou escrita, organizada e com pormenores, de acontecimentos
vividos ou de actividades profissionais referentes a uma determinada tarefa em determinado
período.

1.2.Objectivos

1.3.Geral das praticas pedagógicas


Segundo MARCONI e LAKATOS (2001: 102) os objectivos gerais estão ligados a uma visão
global e abrangente.
Conhecer os dados informativos de uma escola, avaliando sobre o seu funcionamento no seio de
toda actividade educacional.
1.4.Específicos
 Relacionar as diferentes áreas de serviço dentro de uma escola;
 Descrever dados informativos em regime do funcionamento escolar;
 Identificar os documentos constantes numa escola e no sector Pedagógico;
 Descrever a utilidade de tais documentos e o funcionamento dos mesmos.

1.5.Importância das práticas pedagógicas


Possibilitam-nos a vivência do meio escolar em contacto com os alunos. Desenvolvem
actividades do PEA, pesquisa o desenvolvimento de competências de saber ensinar, aprender,
conviver profissionalmente assim como desenvolver capacidades de análise e contribuição crítica
e criadora par um melhor ensino de qualidade.

1.6.Interveniente das práticas Pedagógicas.


 Praticantes ou estudantes
 Professores da escola:
 Supervisor, Comissão de coordenação das práticas pedagógicas

1.7.Objectivos do trabalho.
As aulas de observação directa iniciaram no dia 13 de Setembro do ano Corrente ( 2018)
tendo como objectivo principais:
 Observar o aspecto físico do Centro Infantil.
 Recolher informação sobre o seu funcionamento.

1.8.Importância das Práticas Pedagógicas


 As Práticas Pedagógicas são de grande consideração uma vez que estas tornam possível a
interacção entre o aluno e a Escola isto constitui para a melhoria da qualidade de ensino,
possibilitam para análise de forma crítica e criadora;
 As Práticas Pedagógicas não só promovem e permitem o desenvolvimento do Ensino e
Aprendizagem como também a interacção das Escolas com os alunos.

1.9.Metodologia de trabalho
Para a recolha de informações da Escolinha utilizou-se seguintes métodos:
 Entrevista direccionada aos membros da direcção do centro infantil com vista para
melhor se informar sobre o funcionamento centro infantil, situação relativa a material
escolar e documentação relativamente existente.
 Recolha de informações através de inquérito, contacto directo com membro da direcção e
diálogo.
 Observação direita que permitiu a discrição de todo meio ambiente circunscrito do Centro
Infantil, os materiais existente nos diversos gabinetes e estudo documental foi feita em
conjunto, sendo a elaboração do relatório grupo.
 Consulta e investigação nas várias obras relacionadas com o tema.
2.Localização geográfica da Escola
A Jardim de infância é uma instituição onde se concretiza o direito á educação, que se exprime
pela garantia de uma permanente acção formativa orientada para favorecer o desenvolvimento
global da personalidade, o progresso social e democratização da sociedade. http//:
www.wikipedia.com.
O centro infantil Malisa localiza-se, distrito de Marracuene, no Bairro Zintava,

2.1.Actividades programadas
As crianças realizam actividades, programas na sala de actividades e em cada sala tem duas
educadoras. Algumas actividades que assistimos são conhecidas da vida social, o tamanho onde
ela mostra as 4 diferenças de tamanho a outra actividade é aplicada as crianças onde os
educadores preparam recortes de desenho de laranja feito com papel de lustro.

2.3.Funções dos Membros de Direcção do Centro Infantil Malissa

2.3.1.Director da escola
É o órgão que corresponde com a organização e a gerência de todas as actividades do centro
infantil Malisa coadjuvado por outros componentes da direcção. A directora é responsável pró
todas as actividades curriculares e extra curriculares, assim como os documentos referentes aos
mapas estatísticos, regulamento, selecção dos conteúdos referentes ao currículo local.
O centro infantil é gerido pela directora Isabel Langa.

2.4.Funcionamento do Centro Infantil


O centro infantil Malissa tem como horário de funcionamento, das 6:30 as 16 horas
Quadro 1: Horário de turnos
Horas Turno
7:00h – 16:00h Manhã e Atarde
2.5.Formação profissional dos professores
Segundo a Direcção da Centro Infantil , o Centro possui vinte e três (8) educadoras. De salientar
que, são do sexo feminino, e tem formação.

2.6.Estudo de documentos de aproveitamento pedagógico

2.6.1.Registo de notas
O registo de notas das crianças é feito em cadernetas por parte dos educadores, que são livros
que os professores recebem para fazer o cadastro do aproveitamento de todo ano lectivo. Na
parte do sector pedagógico e feito em pautas e depois guardado e conservados correctamente.

Documentos do sector pedagógico


 Instrução ministerial do centro infantil;
 Regulamento interno do centro infantil;
 Regulamento de do centro infantil
 Estatuto do professor;
 BR;

A instituição faz o estudo dos documentos normativos, que foram recolhidos por nós. Nesta
perspectiva o centro infantil divulga o regulamento interno nas reuniões.

2.6.2.Documentos normativos da Secretaria


 Livro de ponto;
 Livro de registo de expediente;
 Uma lista de educadores e trabalhadores;
 Processos individuais dos educandos
 Minutas para diversos tipos de regulamentos;
 Modelos para o processamento de salários.
2.7.Meios auxiliar/Material didáctico /Instalações
A instituição possui algum material didáctico feito pelas educadoras que é armazenado numa
sala e que na sala para o uso dos mesmos.

2.8.Sala de aulas
O centro infantil , possui 12 cadeiras do professor, tem carteiras suficientes para os alunos, ela
possui armários, tem cesto para o depósito de lixo.

2.9.Organização do livro de turma


Livro de turma e um instrumento que consta informações de
Nomes completos dos alunos
Dados bibliográficos
Notas dos educandos
Actividades extras curriculares que os alunos realizam no jardim de infância
Horário da turma

2.10.Importância do livro de turma


Permite conhecer e controlar todas actividades dos professores e dos alunos. Actividades
pedagógicas, presenças dos alunos assim como dos professores. Em suma controlar todas
actividades de ensino e aprendizagem e conservar as informações de todos processos da escola.

2.10.1.Plano de Estudo
É um documento que orienta as actividades lectivas de um ano e junta-se ao calendário escolar
de todos os níveis de ensino, o plano de estudo resume-se em mapas de cumprimentos do
programa e ensino, onde cada disciplina esta planificada, as aulas que devem ser dadas ate ao
final do ano.
2.10.2.Questões de saúde da do centro infantil
O centro infantil não possui um centro de saúde para atender as crianças em questões de
problemas, as salas possuem portas e janelas e dispõe um kit de material primeiro socorros que
usado em questões de emergência, possui dispositivo contra incêndio no caso de extintor.

3.Actividades da área administrativa


Controle de material escolar, parte financeira, das presenças do pessoal docente da Escola e não
docentes.

3.1.Funções da Secretaria
Os funcionários afectos na secretaria controlam as entradas e saídas dos alunos nas salas de aulas
através do toque do sino.
 Preenchem e controlam o livro de ponto para das educadoras e do pessoal não docente.
 Organizam os processos dos alunos
 Garantem o atendimento do público.

3.2.Processo do funcionário
O processo individual é como um dossier que compulsa toda situação que o funcionário
manifesta e é de grande importância na vida funcionário. Para o progresso e promoção do
próprio funcionário. É no processo individual onde se pode constar o currículo vitae do
funcionário, em caso da morte deste, é onde pode constar o testamento.

3.3.Os principais documentos no processo do funcionário


Certificado de habilidades literárias
Cópia do bilhete de identidade
Ficha de avaliação anual do desempenho do funcionário.
4.1.Relatório das aulas
As aulas na cadeira de praticas pedagógicas gerais iniciaram no dia 24 de Julho de 2018, no
período pós laboral, sob orientação do Professor Doutor Ilídio Madivadua, seu principio
objectivo foi a observação do funcionamento da instituição como do estudo e analise de
documentos fornecidos pela instituição. Nesta cadeira tivemos como temática a apresentação do
professor.

O segundo conteúdo apresentado pelo professor é reactivo a praticas pedagógicas, nesta unidade
falou-se da importância das praticas pedagógicas gerais no processo de formação do professor
cada estudante devia elaborar diário de praticas pedagógicas referente as aulas dadas e isso na
semana de 3º de Julho a 3 de agosto.

O quarto conteúdo foi dado na semana de 13 a 17 de agosto, a observação como técnica de


recolha de dados na escola e na sala de aulas, aqui foram abordados vários conteúdos, para
destaque para formas de observação e actividades de observação, elaboração de fichas de leitura
sobre o tema , seminários em grupo.

O quinto conteúdo foi a entrevista: abordamos as técnicas e formas e ainda falamos de


instrumentos de realização de entrevista e inquéritos aqui foi a continuação da actividade feita na
semana anterior na semana de 20 a 24 de Agosto.

Sexto conteúdo foi dado na semana de 27 a 31 de Agosto de 2018, onde falamos do sistema
nacional de educação: princípios e estrutura subsistema do sistema nacional de educação e suas
funções, elaboramos diários.

No sétimo conteúdo: tratamos da analise documental, metodologias de recolha de dados,


métodos de observação e entrevista, esta aula foi no período de 3 a 7 de Setembro;

Oitavo conteúdo foi reactivo ao trabalho de campo, no centro infantil.

O nono conteúdo é reactivo as jornadas científicas , onde abordados 4 temas relacionados ao


nosso curso onde cada estudante devia elaborar um diário reflexivo para depois em grupo, fazer
relatório, isso foi na semana de 10 a 14 de Setembro.
Décimo conteúdo foi a continuação do trabalho de campo, aqui realizamos actividades da área
organizacional fez estudos da documentação básica da escola, plano geral da escola e planos
sectoriais, isso na semana de 17 a 21 de Setembro.

Décimo primeiro conteúdo do trabalho de campo de novo onde tivemos actividades relacionadas
com o estudo da faixa etária, mapas estatísticos efectivos escolares, numero de alunos por classe
e turmas , numero de professores por classe, ciclos, níveis e grupos de disciplinas, elaboração de
horários escolares isto na semana de 24 a 28 de Setembro.

Décimo segundo conteúdo foi a analise dos trabalhos de campo, fez-se a apresentação dos
resultados da observação e da escola e da analise dos documentos preparamos seminários em
grupos, e o estudante devia elaborar diafisários de praticas pedagógicas, isso foi na semana de 1
a 5 de Setembro .

Décimo terceiro conteúdo foi para a organização de turmas, função de educadora do grupo,
observação dos centros de interesse, estudo de outros documentos e elaboração de diários de
praticas pedagógicas, na semana de 8 a 12 de Outubro de 2018.

Décimo quarto conteúdo foi o trabalho de campo, classificamos os bens móveis e imóveis ,
actualização do inventário, aquisição e debates no período de 15 a 19 de Outubro.

5.Aspectos positivos
A aproximação do centro pelos pais e encarregados de educação evita que as crianças tenham um
mau comportamento dentro assim como fora do convívio da instituição não há perigo de
acidente, de ocorrências por se localizar longe da estrada, não há poluição sonora, constante, a
instituição realiza as suas actividades sob orientação de normas, nos regulamentos circulares e
outros documentos do ministério da tutela. Louva se boa recepção e boa colaboração da
directora.
6.Aspecto negativo
Um dos aspectos negativo que se verifica na instituição é o atraso consequente das crianças e a
entrada e saída das crianças.

7.Analise critica
Depois da realização do trabalho de observação directa do aspecto físico da instituição verifiquei
que há fraca participação nos seminários, nem todos dominam o conteúdo de trabalho, e outro
aspecto é, verifiquei que em alguns momentos o professor não teve paciência com nosco, visto
que temos um problema de não perceber como fazer trabalhos que nos eram dados, havia uma
necessidade do docente esclarecermos as duvidas para que pudéssemos estar integrados nos
temas.
8.Conclusão
O relatório que se acaba de apresentar reúne um conjunto de conhecimentos que vão permitir a
compreensão e as actividades resultantes das práticas pedagógicas, realizada na Escola.
Varias foram as actividade realizadas no campo que importou muitas experiências por parte do
próprio estudante, onde se observou de que a aula constitui como uma célula base da escola, que
é um projecto pedagógico do planeamento da disciplina e que a sala de aula constitui como o
lugar de encontro entre o professor e o aluno com a possibilidade de haver uma interacção no
processo de ensino e aprendizagem, para a construção do conhecimento científico, onde o plano
de aula é a chave do processo de ensino e aprendizagem.
Concluiu – se também, que na sala de aula desenvolvem se varias actividade dentro do processo
pedagógico entre os intervenientes da educação. Visto que o ensino deve ser dinâmico, variado,
em que um dia, a aula pode iniciar com as conversas que faz parte da motivação dos próprios
educandos, a educadora pode variar a sua linguagem quando vem que seus alunos não estão a
perceber o que estou a ensinar.

8.1.Recomendações
Com a implementação da cadeira de Praticas Pedagógicas na Universidade Pedagógica é de
grande importância uma vez irá permitir aos estudantes o conhecimento directo da vida da
escola.
Assim para um maior êxito desta cadeira seria recomendável um maior acompanhamento directo
dos estudantes pelos docentes, durante o decurso das actividades de campo.
5.3 Bibliografia

DIAS Hildizina Norberto; et – al. Manual de Praticas Pedagógicas; Maputo, edição educar;
2008.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Maria de Andrade. Metodologia d Trabalho Científico,


Procedimento Básico, Pesquisa bibliográfica. São Paulo, Altas, 2001.

Regulamento Geral da Universidade Pedagógica RGUP 2003.


Indice
1. Introdução ................................................................................................................................... 1

1.1.Conceptualização das Práticas Pedagógicas Gerais .................................................................. 2

1.1.1.Relatório................................................................................................................................. 2

1.2.Objectivos ................................................................................................................................. 2

1.3.Geral das praticas pedagógicas ................................................................................................. 2

1.4.Específicos ................................................................................................................................ 3

1.5.Importância das práticas pedagógicas ....................................................................................... 3

1.6.Interveniente das práticas Pedagógicas. .................................................................................... 3

1.7.Objectivos do trabalho. ............................................................................................................. 3

1.8.Importância das Práticas Pedagógicas ...................................................................................... 3

1.9.Metodologia de trabalho ........................................................................................................... 4

2.Localização geográfica da Escola ................................................................................................ 5

2.1.Actividades programadas .......................................................................................................... 5

2.3.Funções dos Membros de Direcção do centro infantil Malissa ................................................ 5

2.3.1.Director da escola .................................................................................................................. 5

2.4.Funcionamento do Centro Infantil ............................................................................................ 5

2.5.Formação profissional dos professores ..................................................................................... 6

2.6.Estudo de documentos de aproveitamento pedagógico ............................................................ 6

2.6.1.Registo de notas ..................................................................................................................... 6

2.6.2.Documentos normativos da Secretaria................................................................................... 6

2.7.Meios auxiliar/Material didáctico /Instalações ......................................................................... 7

2.8.Sala de aulas .............................................................................................................................. 7

2.9.Organização do livro de turma .................................................................................................. 7


2.10.Importância do livro de turma................................................................................................. 7

2.10.1.Plano de Estudo.................................................................................................................... 7

2.10.2.Questões de saúde da do centro infantil ............................................................................... 8

3.Actividades da área administrativa .............................................................................................. 8

3.1.Funções da Secretaria ............................................................................................................... 8

3.2.Processo do funcionário ............................................................................................................ 8

3.3.Os principais documentos no processo do funcionário............................................................. 8

4.1.Relatório das aulas .................................................................................................................... 9

5.Aspectos positivos ..................................................................................................................... 10

6.Aspecto negativo ........................................................................................................................ 11

7.Analise critica ............................................................................................................................ 11

8.Conclusão................................................................................................................................... 12

8.1.Recomendações....................................................................................................................... 12

5.3 Bibliografia ............................................................................................................................. 13