Você está na página 1de 10

Sendo uma empresa de bebidas, a água é a principal matéria-prima, e, a

preservação dela faz parte da estratégia da Empresa. Por isso, há mais de 20


anos a AMBEV, trabalha para diminuir o índice de consumo de água nas
cervejarias e unidades fabris. A empresa acredita que é reduzindo o impacto no
meio ambiente que colaboram para aumentar o acesso à água potável da
comunidade, e, assim garantir a perenidade dos negócios. E é o que chamam
de “ganha-ganha”.
A empresa está disposta a encarar de frente o problema da escassez
hídrica e a liderar essa discussão na sociedade. Sua abordagem para gestão de
recursos hídricos começa dentro das cervejarias com ações que aumentam a
eficiência do uso da água, e, avançam para fora se seus “muros” a partir de
iniciativas para toda a sociedade. Investem e capacitam um time de técnicos,
gestores e especialistas estimulados a criar inovações e a utilizar tecnologias de
ponta que garantem economia da água e engajam tanto parceiros quanto
comunidade na troca de conhecimentos, melhores práticas e desenvolvimento
de seus processos.
O compromissos com a conservação da água está em três das oito metas
ambientais globais que devem ser alcançadas pela empresa até 2017:

 Reduzir para 3,2 litros de água o volume necessário para envasar 1 litro
de bebida – META SUPERADA. Já são usados 3,04 litros de água para
cada litro de bebida.
 Reduzir o risco de disponibilidade hídrica e melhorar a gestão da água em
regiões chaves de cultivo de cevada. Essa é uma meta do grupo AB InBev
que, no entanto, não se aplica à Ambev, pois não há risco hídrico nas
áreas que produzem cevada para a companhia, no Sul do Brasil.
 Promover iniciativas para proteção de bacias hidrográficas em áreas
prioritárias. META ALCANÇADA. Graças ao Projeto Bacias, que atua
junto a produtores rurais com o objetivo de oferecer incentivo financeiro
aos agricultores que se comprometem com práticas de conservação em
suas propriedades.

Aumentar a disponibilidade hídrica no Brasil é um desafio que deve ser


enfrentado por toda a sociedade. Sabemos que sozinho não se alcança um
mundo melhor. Por isso, a empresa atua em conjunto com diversos parceiros:
empresas, ONGs, prefeituras e sociedade.

arquivo pessoal
ATIVIDADES DESENVOLVIDAS:

ÁGUA AMA

AMA é a água da Ambev que chegou para mudar a realidade de milhões


de pessoas. A água AMA tem 100% do lucro revertido para projetos de acesso
à água potável no semiárido brasileiro. AMA é a tradução perfeita do sonho
grande de unir as pessoas por um mundo melhor.
A AMA contribui para que a Ambev alcance o sexto Objetivo de
Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU: garantir disponibilidade e manejo
sustentável da água e saneamento para todos.

SAVEH - SISTEMA DE AUTOAVALIAÇÃO DE EFICIÊNCIA HÍDRICA

Plataforma pela qual a Ambev compartilha de forma gratuita com outras


empresas o seu sistema de gestão hídrica, que ajudou na redução de mais de
40% do consumo de água da empresa nos últimos 13 anos.

GESTÃO INTEGRADA DE RECURSOS HÍDRICOS E INOVAÇÃO


Graças à excelente gestão, somada a investimentos em equipamentos e
tecnologias inovadoras e um time motivado e capacitado, já conseguiram reduzir
em mais de 40% o índice de consumo de água na produção de bebidas nos
últimos 13 anos.

COALIZÃO CIDADES PELA ÁGUA

Liderada pela The Nature Conservancy (TNC), a iniciativa pretende


ampliar a disponibilidade de água para mais de 60 milhões de brasileiros, em 12
regiões metropolitanas.

CEO WATER MANDATE

Na busca por um mundo melhor, fazem parte do grupo de empresas que


integram o CEO Water Mandate, uma rede global de líderes que buscam
soluções eficientes para o problema da escassez de água e da falta de
saneamento em todo o mundo.

OUTRAS ATITUDES SUSTENTÁVEIS


A redução do impacto das embalagens no meio ambiente está entre uma
das principais ações de preservação ambiental no caminho por um mundo
melhor. Segundo a AMBEV “Reciclar, reutilizar e reaproveitar são as palavras
de ordem quando desenvolvemos as nossas latinhas e garrafas. Queremos,
cada vez mais, nos fortalecer como referência na construção de embalagens
eco-friendly: a do Guaraná Antarctica, por exemplo, é considerada a primeira
PET 100% reciclada do Brasil”.
Com esse objetivo, a empresa investe também em garrafas de vidro
retornáveis. Com ciclo de vida maior, elas demoram mais tempo para virar
resíduo. Resultado? Economizam energia, água, outros recursos naturais e
diminuem a poluição do meio ambiente.
Uma das principais medidas para reduzir as emissões de gases do efeito
estufa é a diversificação das fontes energéticas: em vez de combustíveis fósseis,
preferem as formas renováveis. Atualmente, a biomassa já representa mais de
37% da matriz calorífica.
Conheça as metas globais de meio ambiente relacionadas à resíduos e
clima que AMBEV vai trabalhar até 2017 para construir um mundo melhor:

 Reduzir a emissão de gases de efeito estufa em 10% – META


SUPERADA. Em 2016 já haviam diminuído as emissões em quase 40%.
 Reduzir o consumo de energia em 10%.
 70% dos refrigeradores adquiridos anualmente devem ser de modelos
mais ecológicos – META SUPERADA. Em 2016, 88,2% já eram nesse
modelo e até o final de 2017 serão 96,5%.
 Reduzir globalmente em 100 mil toneladas o uso de materiais na
produção de embalagens. A Ambev, no Brasil já diminuiu em 34,4 mil
toneladas os materiais utilizados – praticamente o dobro do estipulado
para a Ambev, que era de 17,5 mil toneladas.
 Reduzir as emissões de gases de efeito estufa na cadeia logística em
15%. META SUPERADA. Houve uma diminuição de 22% nas emissões.

PROJETOS

Sabemos que em conjunto a busca para reduzir o impacto ambiental é


muito mais rica e eficiente. Assim, a empresa busca parcerias para melhor
desenvolver os projetos ambientais.
GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS INDUSTRIAIS

Internamente, a empresa faz a gestão de resíduos sólidos industriais


baseada no reaproveitamento de subprodutos do processo produtivo.
Atualmente, isso representa mais de 99% de todo o resíduo sólido gerado nas
unidades fabris e constitui também uma fonte de receita para a empresa. Na
Companhia, mais de 99% dos subprodutos dos processo produtivo são
reaproveitados. O bagaço do malte e o fermento residual, por exemplo, viram
ração animal, enquanto a terra infusória que seria descartada é utilizada como
matéria-prima na fabricação de tijolos. Já o lodo proveniente das estações de
tratamento de efluentes, vira adubo orgânico.
EMBALAGENS SUSTENTÁVEIS

Quando o assunto é embalagens, a AMBEV e uma das empresas mais


sustentáveis do Brasil.
Incentivam o uso garrafas de vidros retornáveis, investem na reciclagem e
criaram a primeira garrafa PET feita 100% com material reciclado. Aliás, mais de
40% das PETs já são produzidas dentro desse conceito.
Recentemente, voltaram os esforços para incentivar a utilização das
garrafas de vidro retornáveis. Além de mais baratas, são sustentáveis ao meio
ambiente, já que podem ser reutilizadas até 20 vezes. Produzidas pela própria
fábrica de Vidros no Rio de Janeiro, as garrafas são feitas com mais de 60% de
cacos provenientes das próprias cervejarias ou cooperativas de catadores de
materiais recicláveis parceiras.
Hoje, cerca de 88% do volume que a empresa comercializa são
retornáveis ou recicladas.
AMBEV RECICLA

O Ambev Recicla promove ações para desenvolver e aumentar a


produtividade das organizações de catadores parceiras com investimentos em
capacitação, doação de equipamentos e melhorias de gestão e infraestrutura.
São dezenas de cooperativas apoiadas em mais de 10 Estados brasileiros que
também recebem assessoria técnica e ajuda para atuar em rede com outras
cooperativas e adquirir acesso à indústria recicladora.
ENERGIA E EMISSÕES

Para diminuir o consumo de energia e as emissões de gases do efeito


estufa diversificam a matriz energética. Substituindo gradualmente combustíveis
fósseis por aqueles provenientes de fontes renováveis. A biomassa já representa
mais de 37% da matriz calorífica.
Também é utilizado o biogás resultante das estações de tratamento de
efluentes das próprias cervejarias e, assim, além de reduzirem as emissões,
evitam que ele seja lançado na atmosfera.
A empresa adotou medidas para reduzir emissões e o consumo de
energia ao longo da cadeia de valor. Para reduzir emissões na logística,
priorizando iniciativas como o compartilhamento de frota, um programa em
parceria com outras empresas que otimiza as viagens dos caminhões. Em
parceria com a MAN-Volkswagen, trabalham no lançamento do caminhão 100%
movido a gás natural, que reduz em 20% a emissão de CO2.

FONTE: https://www.ambev.com.br/sustentabilidade/residuo-zero-e-clima/

https://www.ambev.com.br/sustentabilidade/agua/

https://www.ambev.com.br/sustentabilidade/