Você está na página 1de 3

Aula 10- Novo Acordo Ortográfico - Para compreender as Regras da Acentuação Gráfica

Faz-se necessário revisar alguns pontos gramaticais que nos ajudarão a compreender as regras da
acentuação gráfica da Língua Portuguesa.
Quanto à classificação da sílaba, as palavras podem ser:
 Átonas – quando não há ênfase na pronúncia  Tônicas – quando há ênfase na pronúncia de
de uma sílaba. uma sílaba.
Ex. A palavra “mato” tem duas sílabas: a primeira “ma” – é tônica; a segunda “to” – é átona.
Quanto à posição da sílaba tônica, as palavras podem ser:
 Oxítonas – quando a sílaba forte encontra-se na última sílaba de uma palavra.
Ex. saci, funil, parabéns, café, calor, bombom.
 Paroxítonas – quando a sílaba forte encontra-se na penúltima sílaba.
Ex. escola, sossego, dormindo, amável.
 Proparoxítonas – quando a sílaba forte encontra-se na antepenúltima sílaba.
Ex. pêndulo, lâmpada, rápido, público, cômico.
Quanto à classificação dos encontros vocálicos:
 Ditongo: encontro de duas vogais numa só sílaba.
Ex. céu, véu, coi-sa, i-dei-a.
 Hiato: encontro de duas vogais em sílabas separadas.
Ex. fa-ís-ca, i-dei-a, pa-pa-gai-o, ba-i-nha.
Quanto ao número de sílabas, as palavras podem ser:
 Monossílabas – com apenas uma sílaba. Ex. mau, mês, vi, um, só
 Dissílabas – com duas sílabas. Ex. Ca-fé, Ca-sa, mui-to, li-vro, rou-pa, rit-mo
 Trissílabas – palavras com três sílabas. Ex. Eu-ro-pa, cri-an-ça, ma-lu-co, tor-na-do
 Polissílabas – palavras com quatro ou mais sílabas. Ex. Pa-ra-pei-to, es-tu-dan-te, u-ni-ver-si-da-de.
As gramáticas costumam ainda classificar os monossílabos em dois tipos:
 Monossílabo átono: palavras de uma sílaba fraca, ou seja, pronunciada sem ênfase. Estes podem ser:
Artigos: o, a, um... Pronome relativo: que
Pronomes Pessoais Oblíquos: se, te, ti, lhe, o, Conjunção: e, ou, mas, nem...
a... Preposição: dos, de, à, na...
 Monossílabo tônico: palavras de uma sílaba tônica, ou seja, pronunciadas com ênfase, que podem ser:
Verbos: li, vi, ter, ser, dê... Pronomes: eu, tu, nós, mim...
Substantivos: sol, mar, flor, dor, mel... Advérbios: lá, cá, bem, já...
Adjetivos: mau, bom, má...
Acentuação Gráfica-Segundo o Novo Acordo Ortográfico
QUANTO À POSIÇÃO DA SÍLABA TÔNICA
1. Acentuam-se as oxítonas terminadas em “A”, “E”, “O”, "ÊM", "ÉM", "ÊNS", seguidas ou não
de “S”, inclusive as formas verbais quando seguidas de “LO(s)” ou “LA(s)”. Também recebem
acento as oxítonas terminadas em ditongos abertos, como “ÉI”, “ÉU”, “ÓI”, seguidos ou não de
“S”
Ex.
Chá Mês nós
Gás Sapé cipó
Dará Café avós
Pará Vocês compôs
vatapá pontapés só
Aliás português robô
dá-lo vê-lo avó
recuperá-los Conhecê-los pô-los
guardá-la Fé compô-los
réis (moeda) Véu dói
méis céu mói
pastéis Chapéus anzóis
ninguém parabéns Jerusalém
Resumindo: Só não acentuamos oxítonas terminadas em “I” ou “U”, a não ser que seja um caso de
hiato. Por exemplo: as palavras “baú”, “aí”, “Esaú” e “atraí-lo” são acentuadas porque as vogais “i”
e “u” estão tônicas nestas palavras.
2. Acentuamos as palavras paroxítonas quando terminadas em:
 L – afável, fácil, cônsul, desejável, ágil,  Ã(S) – ímã, órfãs, ímãs, Bálcãs.
incrível.  ÃO(S) – órgão, bênção, sótão, órfão.
 N – pólen, abdômen, sêmen, abdômen.  I(S) – júri, táxi, lápis, grátis, oásis, miosótis.
 R – câncer, caráter, néctar, repórter.  ON(S) – náilon, próton, elétrons, cânon.
 X – tórax, látex, ônix, fênix.  UM(S) – álbum, fórum, médium, álbuns.
 PS – fórceps, Quéops, bíceps.  US – ânus, bônus, vírus, Vênus.
Também acentuamos as paroxítonas terminadas em ditongos crescentes (semivogal+vogal):
Névoa, infância, tênue, calvície, série, polícia, residência, férias, lírio.
Ps! Um xuri não lã!
3. Todas as proparoxítonas são acentuadas.
Ex. México, música, mágico, lâmpada, pálido, pálido, sândalo, crisântemo, público, pároco.
QUANTO À CLASSIFICAÇÃO DOS ENCONTROS VOCÁLICOS
4. Acentuamos as vogais “I” e “U” dos hiatos, quando:
 Formarem sílabas sozinhos ou com “S”. Ex. Ju-í-zo, Lu-ís, ca-fe-í-na, ra-í-zes, sa-í-da, e-go-ís-ta.
IMPORTANTE
Por que não acentuamos “ba-i-nha”, “fei-u-ra”, “ru-im”, “ca-ir”, “Ra-ul”, se todos são “i” e “u”
tônicas, portanto hiatos?
Porque o “i” tônico de “bainha” vem seguido de NH. O “u” e o “i” tônicos de “ruim”, “cair” e “Raul”
formam sílabas com “m”, “r” e “l” respectivamente.
5. Acento Diferencial: O acento diferencial permanece nas palavras:
pôde (passado), pode (presente)
pôr (verbo), por (preposição)
Nas formas verbais, cuja finalidade é determinar se a 3ª pessoa do verbo está no singular ou plural:
SINGULAR PLURAL
Ele tem Eles têm
Ele vem Eles vêm
Essa regra se aplica a todos os verbos derivados de “ter” e “vir”, como: conter, manter, intervir, deter,
sobrevir, reter, etc.
O que mudou no Novo Acordo Ortográfico
Trema: Não se usa mais o trema, salvo em nomes próprios e seus derivados.
Acento diferencial
Não é preciso usar o acento diferencial para distinguir:
1. Para (verbo) de para (preposição)
“Esse carro velho para em toda esquina”. “Estarei voltando para casa daqui a uma hora”.
1. Pela, pelo (verbo pelar) de pela, pelo (preposição + artigo) e pelo (substantivo)
2. Polo (substantivo) de polo (combinação antiga e popular de por e lo).
3. pera (fruta) de pera (preposição arcaica).
A pronúncia ou categoria gramatical dessas palavras dar-se-á mediante o contexto.
Acento agudo
Ditongos abertos “ei”, “oi”
Não se usa mais acento nos ditongos ABERTOS “ei”, “oi” quando estiverem na penúltima sílaba.
He-roi- As-sem-blei-a Pa-ra-noi-
co i-dei-a co
ji-boi-a joi-a
OBS. Só vamos acentuar essas letras quando vierem na última sílaba e se o som delas estiverem
aberto.
Céu herói Rei, dei, comeu, foi (som
Chapéu fechado – sem acento)
véu
Dói beleléu

Não se recebem mais acento agudo as vogais tônicas “I” e “U” quando forem paroxítonas (penúltima
sílaba forte) e precedidas de ditongo.
feiura cheiinho boiuno

baiuca saiinha
Acento Circunflexo
Não se acentuam mais as vogais dobradas “EE” e “OO”.
Creem releem Voo
Leem
veem perdoo
Deem descreem enjoo

Outras dicas
Há muito tempo a palavra “coco” – fruto do coqueiro – deixou de ser acentuada. Entretanto, muitos
alunos insistem em colocar o acento: “Quero beber água de côco”. Quem recebe acento é “cocô” –
palavra popularmente usada para se referir a excremento.
Para verificar praticamente a necessidade de acentuação gráfica, utilize o critério das oposições:
Imagem armazém - Paroxítonas terminadas em “M” não levam acento, mas as oxítonas SIM.
Jovens provéns - Paroxítonas terminadas em “ENS” não levam acento, mas as oxítonas levam.
Útil sutil - Paroxítonas terminadas em “L” têm acento, mas as oxítonas não levam.
É por isso que: as palavras “rapaz, coração, Nobel, capataz, pastel, bombom; verbos no infinitivo
(terminam em –ar, -er, -ir) doar, prover, consumir são oxítonas e não precisam de acento. Quando
terminarem do mesmo jeito e forem paroxítonas, então vão precisar de acento.