Você está na página 1de 64

Termos de Uso

Seja muito bem vindo(a) à apostila digital PINTART!

A o adquirir este material você concorda em não violar os direitos autorais:


d istribuir, postar ou comercializar este material.

A Apostila digital PINTART é um material exclusivo apenas para pessoas que


adquiriram pelo site oficial:

h ttp://apostilapintart.com

Esta apostila é protegida por um sistema anti-pirataria, sendo assim


criptografado em todas as páginas os dados do comprador.

Faça um bom uso!

Obrigado!

Fábio M. Júnior

2
SUMÁRIO

A Influência da Arte Tribal na Obra de Pintores Modernistas....................................5

A Negra......................................................................................................................8

Alma e Tinta.............................................................................................................11

Heitor dos Prazeres.................................................................................................14

Colheita de Café......................................................................................................16

O Lavrador de Café.................................................................................................17

Releitura de Obra - Rugendas.................................................................................18

Estúdio de Criação de Máscara...............................................................................19

O Tocador de Berimbau...........................................................................................20

Afro Brasileiro..........................................................................................................22

O Papel das Máscaras na Cultura Africana.............................................................23

Ligação de Máscaras...............................................................................................25

Crianças com Balão.................................................................................................26

Tirinha: Preconceito Amoroso..................................................................................27

Todo Mundo é Igual.................................................................................................28

Tirinha: Preconceito.................................................................................................30

Racismo e Discriminação........................................................................................31

Atividade de Colagem..............................................................................................33

Baiana Acarajé.........................................................................................................34

Instrumentos Musicais.............................................................................................36

Jogo dos 5 Erros......................................................................................................37


SUMÁRIO

Zumbi dos Palmares – Colorir.................................................................................38

Zumbi dos Palmares – Coordenação Motora..........................................................39

Zumbi dos Palmares – Labirinto..............................................................................40

Máscara 1 - Pontilhada............................................................................................41

Máscara 2 - Pontilhada............................................................................................42

Máscara 3 - Pontilhada............................................................................................43

Máscara 4 - Pontilhada............................................................................................44

Máscara 5 - Pontilhada............................................................................................45

Jogo dos 7 Erros......................................................................................................46

Máscara 1 – Pintura Dirigida....................................................................................47

Máscara 2 – Pintura Dirigida....................................................................................48

Mulher Negra – Pintura Dirigida...............................................................................49

Tatuagem Tribal.......................................................................................................50

Máscaras Africanas.................................................................................................52

Símbolos Africanos..................................................................................................54

Zumbi dos Palmares - Cruzadinha..........................................................................56

Capoeira..................................................................................................................58

Ligação de Completar Máscaras.............................................................................61

Afroteca....................................................................................................................62
A influênciA dA Arte TribAl AfricAnA nA
ObrA de Pintores ModernistAs
Quando a rtistas e colecionadores do O cidente se interessaram pela Arte Africana, não apreciavam sua função
s ocial ou e spiritual. A arte a fricana era simplesmente vista como um gênero ingênuo com um f orte impacto visual.

No início do século XX, os artistas e uropeus estavam à procura de novas formas


de e xpressão que desafiasse, em vez de simplesmente ilustrar, o seu mundo de
ideias e tecnologia em rápida mutação. As t écnicas tradicionais de r ealismo e p
erspectiva pareciam sobrecarregadas e previsíveis.

As novas perspectivas que estas culturas ofereceram


abriram muitas portas de desenvolvimento que levaram à fertilização cruzada de idéias
e estilos que constituem o nosso mundo artístico de hoje. O poder expressivo da arte
africana foi fundamental para essa r evolução e para o desenvolvimento dos primeiros
estilos m odernistas: o c ubismo, o f auvismo e o e xpressionismo.

Hoje, as qualidades mais refinadas da arte t ribal africana, como as qualidades de boa
arte de qualquer continente, são mais claramente compreendidas e assumiram a sua verdadeira posição na arte da h
umanidade. Infelizmente, no entanto, a maioria das obras de arte africanas tradicionais são agora produzidas para o
comércio turístico.

A função de uma máscara africana

No início do século XX, artistas como P ablo Picasso e André Derain foram inspirados pelos
desenhos a bstratos que descobriram em m áscaras tribais africanas. Eles colecionaram e
usaram essas obras de arte para influenciar seus próprios estilos de cubismo e fauvismo, a
partir de visitas a uma exposição de A rte Africana, no Museu do Homem de Paris, em 1905.
Com efeito, eles usaram a cultura africana para refrescar aquela tradição cansada de pintura
na arte ocidental.

As máscaras, carregadas de significados sagrados, mas também pela simplificação das


formas, tornaram-se referência para alguns artistas do Modernismo, em especial para Picasso .Como resultado,
agora tendemos a admirar o design arrojado e padrões abstratos de máscaras africanas através de olhos europeus.
Nós apreciamos em exposições nas paredes do useu, mas sem de seu significado original e poder ágico.
m m

Os elementos do estilo em uma máscara africana

COMPOSIÇÃO – Arranjos simétricos de linha, formas em s ímbolos e máscaras que


evocam integridade e dignidade.

TEXTURA – Artesanato habilidoso, detalhes finos e qualidade de acabamento são de grande


importância para o artista tribal africano. As superfícies altamente polidas que representam
uma pele s audável e jovem refletem a idéia de beleza e virtude, enquanto as superfícies
ásperas e sujas sugerem medo e mal. Muitas e sculturas africanas retratam a figura
humana idealizada em seu auge, repleta de s aúde, força e celebrando fertilidade ou
virilidade.

FORMATO – As máscaras africanas assumem muitas formas. Eles podem ser ovais,
c irculares, retangulares, alongados, em forma de coração, animal ou h umano, ou qualquer combinação destes.
InterpretAção de Texto

1- Quais são os elementos do estilo em uma Máscara Africana?

_ _ _

2- O que os artistas europeus procuravam no início do século XX?

_ _ _
_ _ _

3- As máscaras africanas podem assumir quais formas?

_ _
_ _

Procure as palavras grifadas do texto “A Influência da Arte


Tribal Africana nas Obras de Pintores Modernistas”:
Colora o desenho abaixo com capricho:
GAbArito

1- Composição, Textura e Formato.

2- No início do século XX, artistas como ablo Picasso e André Derain foram inspirados
P
pelos desenhos a bstratos que descobriram em m áscaras tribais africanas.

3- As máscaras africanas assumem muitas formas. Eles podem ser ovais, c


irculares, retangulares, alongados, em forma de coração, animal ou h umano, ou
qualquer combinação destes.
A NegrA - TArsilA do AmArAl

T arsila do Amaral pintou a tela “A N egra” quando estudava em P aris. A a rtista buscou mostrar em
sua a rte um ambiente tipicamente t ropical B rasil, fato este facilmente identificável através da
do
gigantesca folha da b ananeira em diagonal semi curvada que se entrelaça a figura da negra.
A figura sentada, de b raços cruzados e pernas grossas e toscas,tem uma aparência imóvel, como de
uma imagem estática que a memória traz de volta do p assado. O olhar triste parece invocar a t
risteza,
a m elancolia e o pessimismo; fatores dos quais muitos n egros vieram a morrer. Na época recebia o
nome de B anzo; hoje é a conhecida “depressão”.

Em A Negra temos elementos c ubistas no fundo da tela e ela também é considerada antecessora
da A ntropofagia na pintura de Tarsila. Essa negra de seios grandes, fez parte da i nfância de
Tarsila, pois seu pai era um grande f azendeiro, e as negras, geralmente filhas de e scravos, eram
as amas- secas, espécies de babás que cuidavam das crianças.

Partindo-se dessa relação texto e contexto, a tela - A Negra, de Tarsila do Amaral, está associada ao
fato de que no período da escravidão, as negras africanas eram exploradas de todas as formas,
inclusive como “amas de leite” dos filhos dos p atrões.

Na interpretação da tela de Tarsila, através das pernas cruzadas da negra é possível depreender que a
mesma possa estar protegendo-se contra a a gressão física de seus senhores, contra o abuso
sexual
que sofria dentro da c asa grande, fechando o sexo. Era comum os senhores engravidarem as
mucamas na mesma época que engravidavam suas esposas, para que estas amamentassem seus
filhos ,portanto a p intura em si denuncia a condição dos negros na sociedade da época, o enorme
seio sugere ser a mulher "ama-de-leite",que muitas vezes tinha o próprio f ilho vendido para que
pudesse amamentar o filho e/ou filha de seu dono ;as pernas cruzadas sugere a mulher se
protegendo,fechada ao sexo,visto que as "mucamas"muitas vezes tinham de "servir" aos seus
"donos".

Leia mais: www.tarsiladoamaral.com.br/historia.htm


Após fAzer A leiturA encontre As soluções AbAixo:
Colora com capricho o Desenho Abaixo Encontre as palavras grifadas do texto “A Negra”:

1- Fator dos quais muitos Negros vieram a

morrer. 2- Termo pelo qual também eram

conhecidas as
Negras.

3- A tela “A Negra” é considerada


antecessora da na pintura de Tarsila.

4- A autora mostrou em sua arte um


ambiente tipicamente do Brasil.

5- Sentimento da personagem “A Negra”.

6- País onde Tarsila estudou e também pintou a


tela “A Negra”.

7- Ser a mulher “Ama de Leite” é sugerido na


tela através do enorme...

8- Na época recebia o nome de “banzo”; hoje é


conhecida como...

9- A figura da Negra é identificável através da


gigantesca folha de....

10- Autora da tela “A Negra”.


GAbArito

10
apostilapintart.com
AlmA de TintA

Tatuar-se é mais que gravar na pele uma mensagem. É eternizar na carne algo que você acredita com tanta fé
que não pode deixar que o tempo apague. É uma forma de louvar ao corpo, dando-o vida e o fazendo-o um
recipiente de emoções.

A tatuagem é fruto de dois corações, um que sente, e outro que cria. O tatuado é mais que uma tela em
branco, é um apaixonado disposto a lutar contra a dor e a desaprovação. A primeira é temporária, e alguns
juram que sequer a sentem. Mas a segunda é mais difícil, por não ter um por que. Só nos resta a esperança
que um dia as pessoas percebam que é melhor carregar no corpo uma imagem do que um preconceito.

Se você acha que tatuagem dói,precisa conhecer a arte na pele dessas tribos africanas.

ESCARIFICAÇÃO : SINAL DE FORÇA E DE BELEZA EM TRIBOS AFRICANAS

Pode ser apenas alguns detalhes sutis no rosto, no peito ou nos braços. Ou, como
sinal compartilhado de beleza e força, pode haver também padrões intrincados de
pontos e linhas, formando um conjunto incrivelmente elaborado. Mas a importância
aqui não é apenas estética: a escarificação é um processo
ritualístico de suma importância em diversas tribos africanas.

Também deve ser algo incrivelmente dolorido, o que pode ser


facilmente imaginado pelo processo. Basicamente, após uma porção da pele ser
puxada por um espinho, a região é cortada por uma lâmina. A fim de dar mais
proeminência ao local após a formação da cicatriz, algumas tribos ainda aplicam seiva
ou cinzas sobre o ferimento. (E você aí achando que tatuagem no peito do pé era o
máximo de dor cobrado pela estética, hein?).Beleza, transição e pertencimento

O processo de escarificação é bastante comum entre diversas tribos africanas.Em


alguns casos, as cicatrizes provocadas são sinal de beleza, simbolizando ainda a
chegada à idade adulta — algo bastante comum entre diversas tribos etíopes.

11
2 – A importância não é apenas estética. A _ _ é um processo ritualístico de suma
importância para as tribos africanas.

3– É melhor carregar no corpo uma imagem do que um .

4–A _ é fruto de dois corações.

5 – Tatuar-se é mais que gravar uma .

6 – O processo como é feito a escarificação a pele é puxada por um _.

7 – E também, as cicatrizes simbolizam a chegada à idade .

8 – E a região da pele é cortada por uma .

9 – O processo de escarificação é bastante comum entre diversas africanas.

10 – A escarificação é sinal de força e de nas tribos africanas.


GAbArito:

1 – Um tatuado é um apaixonado disposto a lutar contra a dor e a d esaprovação.

2 – A importância não é apenas estética. A e scarificação é um processo ritualístico de suma


importância para as tribos africanas.

3– É melhor carregar no corpo uma imagem do que um p reconceito.

4 – A t atuagem é fruto de dois corações.

5 – Tatuar-se é mais que gravar uma m ensagem.

6 – O processo como é feito a escarificação a pele é puxada por um e spinho...

7 – E também, as cicatrizes simbolizam a chegada à idade a dulta.

8 – E a região da pele é cortada por uma l âmina.

9 – O processo de escarificação é bastante comum entre diversas t ribos

africanas. 10 – A escarificação é sinal de força e de b eleza nas tribos africanas.


Heitor dos PrAzeres

“Heitor se encontra ao lado dos artistas mais importantes para o desenvolvimento da


cultura do Brasil e a proximidade com os elementos da cultura afro, consequentemente
com todos os encantos e influências vindas de África fazem do artista um dos principais
tradutores da história das primeiras gerações de negros que cresceram na pós-
escravidão”

Consolidado como um dos mais talentosos sambistas da primeira metade do século 20,
Heitor dos Prazeres descobriu outro dom até então adormecido: a pintura.Com a morte
da esposa, Dona Glória, com quem se casou em 1931 e teve três filhas, o artista usou
a tinta e o pincel como ferramentas de vazão para a tristeza. A partir de 1937, Heitor
dos Prazeres começou a se projetar como pintor e incentivado pelos amigos marcou
presença em diversas exposições.

Heitor dos Prazeres em suas pinturas gostava de retratar a vida nas favelas cariocas;
crianças brincando de soltar balões e pipas, pular corda e jogar argolas, homens
jogando sinuca e baralho, jovens em festas juninas. Rodas de samba eram muito
comuns em seus quadros.

Característica da sua pintura eram os rostos das pessoas sempre pintados


lateralmente e com a cabeça e o olhar para o alto. A sua origem fez de Heitor dos
Prazeres um artista sensível à vida e à cultura das favelas cariocas.
Exercício de InterpretAção

a) Qual a cor predominante da pele das pessoas?

b) Para você, qual a importância da cor da pele? Justifique

c) O que cada pintura representa?

_ _

_ _

d) Qual a influência africana nas obras (pinturas) de Heitor dos Prazeres?

_
ColheitA de CAfé / PortinAri

A colheita do café é o
símbolo do trabalho e o
homem aquele que exerce a
ação simbólica dentro de um
contexto social estruturado
na tela.

A ênfase dada na expressão


pictórica do homem não é
dada na forma do rosto,
estes se apresentam sem
expressões e muitas vezes
escondidos entre o cafezal e
sacos de café, mas sim nos
pés arraigados na terra e
mãos que seguram as sacas
que podem representar a
força do trabalho.

Observe a pintura com atenção e responda as


perguntas abaixo:

1) Quantas pessoas você consegue ver na


imagem?
de Café”:
abaixo uma releitura da obra “Colheita
Agora é a sua vez! Faça no espaço

2) Todos têm liberdade?

3) O que as pessoas estão fazendo?

4) Que intenção teria o pintor ao retratar


negros na imagem ?
O LAvrAdor de CAfé / PortinAri

Nesta tela, Portinari volta à questão da


relação homem versus trabalho, ressalta a
figura do lavrador e seu instrumento de
trabalho, a enxada, tendo como fundo a
plantação do café trabalhada em infinitos
cafezais.

O Detalhe do trem num movimento horizontal


separa a terra plantada da não plantada. Seu
corpo parece estático sob um chão negro,
representativo de sua raça, a negra. A
robustez, dentre vários outros trabalhadores,
que carregam café como na pintura de 1934.

Observe a pintura com atenção e responda as


perguntas abaixo:

1) O que seus braços inchados representam?

2) Qual é o sentimento do escravo? Como


trabalham? Quanto tempo?
Lavrador de Café”:
abaixo uma releitura da obra “O
Agora é a sua vez! Faça no espaço

3) Qual é o papel do feitor?

4) Trata-se de uma obra estática ou demonstra


movimento?
ReleiturA de ObrA

Gravura de Jonhann Moritz Rugendas,1828.

1) O que a cena acima retrata?

2) Em que ano essa obra foi produzida?

3) Quais os instrumentos utilizados, nesta atividade representada?

4) As personagens estão em silêncio ou falando,cantando,tocando?

5) Que sensações essa imagem despertam em você?

6) Quais os instrumentos musicais fazem parte da atividade representada?


Estúdio de CriAção

Crie sua máscara africana utilizando as seguintes formas geométricas:

3 círculos – 5 retângulos - 2 quadrados – 3 triângulos – 2


losangos – 1 hexágono
O TocAdor de BerimbAu - J.B.Debret

Observando a ilustração de Debret (1826), poderíamos ficar contidos em uma simples roda de pessoas, mas nosso
grande Debret via muito mais que um tocador de berimbau. Ele também nos mostra a união, o equilíbrio e o fascínio
que este instrumento causa. Percebemos que o sol estava alto e mesmo assim a atração desse tocador magnetizava
as pessoas aos acordes melódicos do berimbau.

Debret já profetizava o propósito desse instrumento: de reunir pessoas.

Hoje vemos grandes rodas de capoeira, rodeadas de centenas de pessoas embaladas pelos acordes do berimbau.
Essa arte só faz crescer e num passe hipnótico transmite as ondas do futuro: alegria, união e fraternidade.

Debret nos revela o equilíbrio na composição, com cinco pessoas de cada lado e a maioria de mulheres atraídas pelo
toque de berimbau, o tocador despretenciosamente vai passando e levando o Santo Graal para o futuro.

O berimbau ainda precisava encontrar sua guardiã, a capoeira. Minha impressão é que os Orixás fazem esse
casamento no silêncio do tempo, deixando para a humanidade esse grande presente.

O berimbau serve àquele que tem a capoeira no coração.

Fonte: w ww.capoeiranews.com.br

RespondA As questões AbAixo:

1- ”O berimbau serve àquele que tem a capoeira no coração.” Explique a frase.

2- Observando a imagem, o que as pessoas estão fazendo?

3- Para Debret, qual é o propósito do Berimbau?

4- De acordo com o texto, o que o Berimbau causa às pessoas?

5- De acordo com a imagem, como está o tempo?

20
apostilapintart.com
FestA de São João / Heitor dos PrAzeres

Observe A imAgem com Atenção e respondA As perguntAs AbAixo:

1) Você gostou dessa tela (pintura)?

2) Qual o nome da tela (pintura)?

3) Qual o nome do autor da pintura?

_
_

4) O que sugere a expressão do rosto das crianças? Para onde elas estão olhando?

_
_

5) Onde as crianças estão e o que elas fazem?

_
_

6) Quais as cores que o pintor usou na tela? São cores claras ou escuras?

_
_

7) Qual é a cor das crianças? Você se acha parecido com alguma delas?

_
21
apostilapintart.com
Afro – BrAsileirA / Heitor dos PrAzeres

Observe A imAgem com Atenção e respondA As perguntAs AbAixo:

1) Você gostou dessa tela (pintura)?

2) Qual o nome da tela (pintura)?

3) Qual o nome do autor da pintura?

4) O que sugere a expressão do rosto das crianças? Para onde elas estão olhando?

5) Onde as crianças estão e o que elas fazem?

6) Quais as cores que o pintor usou na tela? São cores claras ou escuras?

7) Qual é a cor das crianças? Você se acha parecido com alguma delas?

_
O PApel dAs MÁscArAs nA CulturA AfricAnA

Com uma m áscara no r osto podemos nos transformar em muitas coisas,


podemos fazer de conta que somos outra pessoa ou até mesmo um a nimal. Essa
Transformação pelo uso das máscaras é muito apreciada pela c ultura africana.
Para algumas t ribos africanas a máscara pode ser criada para garantir uma boa
colheita, para outras elas servem para identificar uma f amília. As máscaras
podem ser utilizadas para nascimentos, enterros ou para homenagear a
ntepassados. A maioria das máscaras a fricanas é feita de m adeira e a p intura
delas é feita com t inta de f olhas, f rutos, alguns legumes e até mesmo madeira.
Há também máscaras feitas com outros materiais, como p ano, conchas, contas e
pedaços de m etal.

Após a leitura, procura as palavras grifadas do texto no caça palavras abaixo:

23
apostilapintart.com
GAbArito:
Observe As mÁscArAs e ligue Ao conjunto correspondente:
CriAnçAs com BAlão / Heitor dos PrAzeres

Observe A imAgem com Atenção e respondA As perguntAs AbAixo:

1) Você gostou dessa tela (pintura)?

2) Qual o nome da tela (pintura)?

3) Qual o nome do autor da pintura?

4) O que sugere a expressão do rosto das crianças? Para onde elas estão olhando?

5) Onde as crianças estão e o que elas fazem?

6) Quais as cores que o pintor usou na tela? São cores claras ou escuras?

7) Qual é a cor das crianças? Você se acha parecido com alguma delas?

_
TirinhA
LeiA A tirinhA e respondA As questões AbAixo:

UmA dAs moçAs estÁ pAquerAndo com um rApAz pelA Internet...

A) Por que ela tem dúvida se deve conhecê-lo pessoalmente?

B) O que leva a garota a não acreditar no rapaz?

C) Qual a reação da amiga ao ouvir a frase “Porque eu lhe disse que era: Alta, magra e loira”?
Todo mundo é iguAl

Existem algumas pessoas que acham que uns são melhores que os
outros por causa da cor de pele. Aí maltratam quem é diferente
delas, ofendem e às vezes, até dizem que os outros não têm os
mesmos direitos. Mas é fácil perceber que uma pessoa assim não
pensa direito.

Vamos fazer um teste: pense em um amiguinho seu e depois tente


lembrar quem é mais alto: você ou ele? Você é o mais alto? E só por
isso você pensa que tem mais direitos que ele? Você é o menor?
Mas quem disse que os menores podem mais?

É isso mesmo: não faz diferença! Os altos e os baixos têm os mesmos direitos!

E do mesmo jeito, uma pessoa de outra cor de pele também não é nem melhor nem pior. Todo mundo
é igual e tem os mesmos direitos.

A pessoa pode ter a pele diferente, o cabelo de outro jeito, os olhos de uma forma que você nunca viu.

(…) Mas isso não é motivo para pensar que uma aparência é melhor que outra. Sabe por quê? Porque,
apesar de sermos diferentes, somos todos seres humanos!

E os seres humanos têm os mesmos direitos.

Todo mundo é igual: conversando sobre racismo, de Ivan Alcântara. São Paulo: Escala Educacional, 2004

Compreensão de texto
1) Qual é o título do texto?

2) Quem é o autor do texto?

3) Qual é o tema principal do texto?

4) As pessoas são fisicamente iguais? Justifique sua resposta.

_
_

5) Podemos considerar que uma pessoa seja melhor do que outra? Justifique sua resposta.

_
_
GAbArito

1) Qual é o título do texto?

Todo Mundo é igual.

2) Quem é o autor do texto?

Ivan Alcântara.

3) Qual é o tema principal do texto?

O texto fala sobre a igualdade entre os seres humanos.

4) As pessoas são fisicamente iguais? Justifique sua resposta.

Não. (Resposta pessoal)

5) Podemos considerar que uma pessoa seja melhor do que outra? Justifique
sua resposta.

Não. (Resposta pessoal)


TirinhA
LeiA A tirinhA e respondA As questões AbAixo:

EssA tirinhA representA umA mAnifestAção de rAcismo muito freqüente no BrAsil...

A) Que tipo de racismo a cena representa?

B) Qual a reação do menino ao ouvir a dona dizer: “Passo tudo! Relógio, bolsa...”?

C) Em que local ocorre a cena da tirinha?

30
apostilapintart.com
RAcismo e DiscriminAção /
SkAbAndo
Apenas uma imagem será o suficiente?
Para você julgar o que há na sua frente
Procure saber o que querem lhe propor
Esqueça sua raça, esqueça sua cor

Cure esta doença chamada preconceito


Perceba que você também não é perfeito Você
parece um cego em meio a escuridão
Na verdade é mais um fraco sem opinião

Melhore o que há dentro de você


Antes de julgar o que você vê

ATIVIDADE

Complete as lacunas da música:

1) Esqueça sua . Esqueça sua cor.

2) Cure essa doença chamada _.

3) Perceba que você também não é .

4) Na verdade é mais um fraco sem .

5) Melhore o que há dentro de _ _.

6) Não julgue pelas .

7) _ não é gay.

8) _ não é sujo.

9) O Branco pede _ .

10) Não sua própria inteligência.

31
apostilapintart.com
GAbArito

1) Esqueça sua r aça. Esqueça sua cor.

2) Cure essa doença chamada p reconceito.

3) Perceba que você também não é p erfeito.

4) Na verdade é mais um fraco sem o pinião.

5) Melhore o que há dentro de v ocê.

6) Não julgue pelas c ores.

7) R osa não é gay.

8) P reto não é sujo.

9) O Branco pede p az.

10) Não d iscrime sua própria inteligência.


AtividAde de ColAgem

Recorte os nomes dAs telAs e cole-os nA obrA correspondente:


BAiAnA AcArAjé

ESCRAVOS NAS CIDADES

Nas cidades, os escravos podiam trabalhar como


artesãos, escravos domésticos ou escravos de serviços
urbanos.

Os escravos artesãos exerciam ofícios de


carpinteiros, pedreiros, alfaiates, sapateiros,
barbeiros, cabeleireiros ferreiros, entre outros.

Os escravos domésticos eram responsáveis pelo


funcionamento da residência do senhor.

Trabalhavam como porteiros, cocheiros, cozinheiros,


copeiros, lavadeiras, engomadores, pajens, mucamas,
coletores de lixo e de esgoto, carregadores e outros.

Os escravos de serviços urbanos passavam o dia na rua


alugando os seus serviços, e eram responsáveis,
sobretudo, pelo transporte de mercadorias e de
passageiros.

Entre os escravos de serviços urbanos havia também os


escravos vendedores ambulantes, que circulavam pelas ruas
vendendo ambulantes, que circulavam pelas ruas vendendo
vasilhames, cestos, doces, água, leite, pão, café, galinha,
milho, alho, cebola, lenha, etc.

Apesar de serem obrigados a entregar a maior parte do


que ganhavam aos seus senhores, esses escravos eram
os que tinham maior possibilidade de conseguir alforria.

Fonte: Glória Porto Kok. A escravidão no Brasil colonial. São Paulo, Saraiva, 1997.

Leia com atenção o texto e responda as


questões:

1) Nas cidades, como os escravos podiam trabalhar?


_

2) Por que os escravos de serviços urbanos eram os que tinham maior possibilidade de
conseguir alforria?
_

3) Ligue a 1ª coluna de acordo com a 2ª:

A) Escravos domésticos * Exerciam ofícios de carpintaria, pedreiros, alfaiates, etc.


B) Escravos de serviços urbanos * Eram responsáveis pelo funcionamento da residência do
senhor.
C) Escravos artesãos * Passavam o dia na rua, alugando os seus serviços.
GAbArito

1- Nas cidades, os escravos podiam trabalhar como artesãos, escravos domésticos ou escravos de
serviços urbanos.

2- Os escravos de serviços urbanos passavam o dia na rua alugando os seus serviços, e eram
responsáveis, sobretudo, pelo transporte de mercadorias e de passageiros.

3- Escravos domésticos – Eram responsáveis pelo funcionamento da residência do senhor.


Escravos de serviços urbanos - Passavam o dia na rua, alugando os seus serviços.
Escravos artesãos - Exerciam ofícios de carpintaria, pedreiros, alfaiates, etc.
Dê o nome dos seguintes instrumentos e identifique Aqueles utilizAdos,
pelos AfricAnos , numA rodA de CApoeirA. FAçA um belo colorido.

ATABAQUE TAMBOR BATERIA

PANDEIRO AFOXÉ TROMPA

SAXOFONE
ZUMBI DOS PALMARES
VAmos colorir o desenho com bAstAnte cApricho!
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
VAmos AcompAnhAr o movimento do Zumbi?

39
apostilapintart.com
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
VAmos AjudAr o Zumbi A encontrAr suA cAsA (O QUILOMBO)

40
apostilapintart.com
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
COBRINDO E COLORINDO
CubrA os pontilhAdos e dê um belo colorido As MÁscArAs AfricAnAs

41
apostilapintart.com
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
COBRINDO E COLORINDO
CubrA os pontilhAdos e dê um belo colorido As MÁscArAs AfricAnAs

42
apostilapintart.com
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
COBRINDO E COLORINDO
CubrA os pontilhAdos e dê um belo colorido As MÁscArAs AfricAnAs

43
apostilapintart.com
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
COBRINDO E COLORINDO
CubrA os pontilhAdos e dê um belo colorido As MÁscArAs AfricAnAs

44
apostilapintart.com
ATIVIDADE DE COORDENAÇÃO MOTORA
COBRINDO E COLORINDO
CubrA os pontilhAdos e dê um belo colorido As MÁscArAs AfricAnAs

45
apostilapintart.com
46
apostilapintart.com
PINTURA DIRIGIDA
Pinte o desenho conforme A legendA

47
apostilapintart.com
PINTURA DIRIGIDA
Pinte o desenho conforme A legendA

48
apostilapintart.com
PINTURA DIRIGIDA
Pinte o desenho conforme A legendA
TAtuAgem TribAl

A t atuagem é uma representação através de um desenho ou e scrita


no corpo, e entre tantas possibilidades de retratar algo através de uma
t attoo, uma opção bastante frequente é a tatuagem tribal feminina. A
tatuagem tribal pode ser uma opção para homens e mulheres, e
apesar de ser uma escolha recorrente, ainda gera muitas dúvidas em
relação a seus significados. E para quem está considerando fazer uma
tatuagem tribal feminina e quer saber os significados que essa tattoo
traz consigo, há fontes que trazem a explicação desses desenhos, e
ainda reúnem muitas inspirações para a nova tattoo. Os desenhos
corporais representavam muito em tribos antigas, e eram carregados
de significados. E essa representação através dos desenhos no corpo
se estendeu por milênios, chegando até os dias atuais. E não é só a
representação c orporal que traz ligações com as antigas tribos, mas
também os desenhos que são representados, como é o caso das
tatuagens tribais, que são inspiradas nas antigas pinturas tribais,
características de tribos indígenas, e de tribos como Borneo, Maori,
Celtas, Hawaii,entre tantas outras.

Fonte: h ttps://tudocommoda.com/piercing-tattoo/tatuagem-tribal-feminina/

Após a leitura, procura as palavras grifadas do texto no caça palavras abaixo:

50
apostilapintart.com
GAbArito

51
apostilapintart.com
VAmos conhecer os símbolos AfricAnos

AtividAde

Associe cAdA símbolo AfricAno A umA letrA de nosso AlfAbeto e decifre A frAse:
GABARITO

FOI NUM QUILOMBO QUE NASCEU ZUMBI DOS PALMARES


GABARITO
ATIVIDADES
CAPOEIRA

A c apoeira é um jogo de destreza muito popular. Foi trazida para


o Brasil pelos escravos a fricanos. Ela era usada tanto para defesa
pessoal quanto para diversão.
Os m ovimentos ágeis e cadenciados de ataque e defesa eram
utilizados pelos e scravos nas brigas e nas fugas, mas também
como b rincadeira, ou jogo, nas raras horas de descanso.
Os escravos se uniam e formavam grupos, o que fortalecia sua
identidade c ultural e, assim, de certa forma, obtinham um
pouco de l iberdade e ação.Essa união incomodava os donos e
feitores, por isso a prática da capoeira passou a ser proibida.
Apesar disso, a capoeira sobreviveu como dança, ou segundo
alguns, como a tividade lúdica.
O importante é que ela é preservada até hoje, mantendo sua
coreografia, m úsica, r itmo e beleza.

SANTA ROSA, Nereide Schilare. Festas e Tradições, São Paulo,


MODERNA, 2001, p. 22-23
Complete os espAços de Acordo com o texto:

1) A capoeira é um de destreza muito popular. Foi trazida para o Brasil pelos _.

2) Marque “X” na resposta correta:

a) A capoeira é usada como defesa pessoal.

b) A capoeira é usada para brigas.

c) A capoeira não é usada mais.

3) Marque V (verdadeiro) ou F (falso):

a) ( ) os movimentos ágeis e cadenciados de ataque não eram utilizados pelos escravos nas brigas e nas
fugas.

b) ( ) os escravos se uniam e formavam grupos, o que fortalecia sua identidade cultural.

c) ( ) essa união incomodava os donos e feitores, por isso a prática da capoeira passou a ser legalmente
proibida.

d) ( ) a capoeira não sobreviveu.

e) ( ) a capoeira é preservada até hoje, mantendo sua coreografia, música, ritmo e beleza.
GABARITO

1- JOGO – ESCRAVOS AFRICANOS


2- LETRA “A”
3- F, V, V, F, V

60
apostilapintart.com
O QUE ESTÁ FALTANDO ?
Ligue As MÁscArAs AfricAnAs pArA completAr o que estÁ fAltAndo:

61
apostilapintart.com