Você está na página 1de 32

Câmbio Spot 5/set

USD/AKZ 361,724
EUR/AKZ 399,814
zar/AKZ 24,416
EUR/USD 1,1063
GBP/USD 1,2333
Ano 11 N.º 574 Sexta-feira, 6 de Setembro de 2019 Kz 100
Director Agostinho Chitata Director-Adjunto Mateus Cavumbo USD/JPY 106,6300
SITE: www.jornaldeeconomia.sapo.ao E-MAIL: redaccaoeconomia@gmail.com USD/ZAR 14,8160

contreiras pipa | edições novembro


direito do consumidor

Ajuste de preços
só até 10 por cento
A Associação Angolana de Defesa do Consumidor entende
que todos os agentes económicos que deixam de observar
este pressuposto violam o interesse do consumidor
e incorrem em multas e outras penalizações. [6-9]

entrevista com lourenço texe


“Defendemos revisões graduais”
Sobre a subida dos preços dos serviços ter participado de um encontro prelimi-
de televisão por satélite das platafor- nar, no qual se tinha acordado que have-
mas ZAP e DSTV, no mês de Fevereiro, ria sim subida, mas tal só seria feita de
a AADIC apresentou uma reclamação, forma gradual e em percentagem não
onde elencava a sua posição junto da asuperior aos 10 por cento. Não foi isso
entidade reguladora - o INACOM, por que se verificou. [10-11]

inclusão financeira 2017-2022


GRANDES NÚMEROS
Banca apronta-se para as metas desempenho
Economia contraiu
níveis de inclusão financeira onde se pretende chegar no I trimestre
100
A inclusão nos grupos e géneros
100% deste ano 0,4
por cento. [32]

29 %
Representa a taxa estimada
80
em agosto
Negócios da
dos adultos incluídos 60 Bodiva mobilizam
financeiramente e que até 2020 50% 50% 50% kz 64,7 mil
o BNA quer fixá-los acima dos 50
%

milhões. [14]
%
21

79

pror cento
28

40
%
35

29% madagáscar
22%
20
15%
21%
Africa Finance
Corporation
0 admite 22º
Conta abertas pelo
público em geral
Público feminino
bancarizado
Público jovem
bancarizado
Titulares de cartões
de débito membro. [26]
2017 Previsão da Subida 2022

supermercados cálculo de preço “o meu negócio” luanda - benguela tecnologias


Revista Comércio Empreendedor Estrada N100 Tesla vende
às compras revê métodos muda jardins fica pronta 27,03% e
de clientes O método de cálculo dos preços Há dois anos, a “Cubanfree”, de em Novembro lidera ranking

persiste [17]
nas importações de bens e servi- Roberto Rodrigues, começou a
ços deverá nos próximos tempos investir na reabilitação de 4,38 Ministério do Urbanismo e Cons- Foi divulgada a lista das 100 fir-
obedecer a novas referências. [18] hectares, no Kilamba. [20] trução assegura prazos. [25] mas mais inovadoras. [28]
2
opinião
Economia & Finanças

Editorial

Regime ideal para tributação


O início
E
edições novembro

da safra... stamos a sensivelmente a


24 dias para a data efectiva
da entrada em vigor do IVA,
1 de Outubro do presente
ano. Entretanto, a escolha
Dentro de poucos dias inicia a campanha agrícola, também do regime ideal em sede de tributação
chamado de “Ano Agrícola” 2019/2020. Oxalá até à data das do IVA, representa ainda um ponto de
colheitas, os principais eixos rodoviários do país estejam incógnita para a maioria dos contri-
operacionais para que a produção seja escoada para os grande buintes.
centros de consumo. Há boas indicações... Todavia, o Governo angolano ao
O eixo Luanda/Cuanza Sul/Benguela é um bom exemplo. desenvolver o processo de implementa-
Faltam apenas pequenos troços. O cenário também é idêntico ção do IVA, teve em atenção a natureza
híbrida e incipiente do nível de maturi-
no eixo Luanda/Alto Dondo/Quibala/Huambo. Auguramos
dade organizacional do tecido empresa-
que o que falta seja reabilitado o quanto antes. Estes sinais rial nacional.No entanto, para mitigar
nos dão indicações de que o já “crónico” problema de falta de eventuais externalidades e promover a
escoamento, da produção colhida pelos peguemos (agricultura catalisação do processo de organiza-
familiar), médios e grandes produtores (fazendeiros) poderá, ção nas empresas, foi adoptado o gra- Félix Inácio
num futuro breve ser ultrapassado. dualismo na instrumentalização dos Economista
Como não poderia deixar de ser, são louváveis as medidas regimes em sede de tributação do IVA.
que têm vindo a ser implementadas pelo Governo para a Nesta senda, a partir de 1 de Outubro,

}
melhoria do ambiente de negócios no país, mas que em muitos vigorará o Regime Geral, Transitório e
casos ainda encontram resistência de muitos executores. o Regime de “Não Sujeição”. Posterior-
Das medidas, destacamos o Programa de Apoio à Produção, mente, a 1 de Janeiro de 2021, entrará a exequibilidade
em vigor o Regime de Caixa.
Diversificação das Exportações e Substituição das Importações Para os contribuintes registados na da gestão
(PRODESI), projecto do Governo que os bancos comerciais que repartição fiscal dos grandes contri-
operam no mercado já abraçaram. buintes, o Regime Geral é uma certeza, da carga fiscal
Dá uma coceira por trás da orelha, quando ouvimos falar que a julgar pelo cadastro oficioso feito pela
Angola gasta largos milhões de dólares anualmente para comprar AGT a estes contribuintes. Mormente das empresas
alimentos. É que o nosso país tem tudo para não importar mais esta realidade, os contribuintes que não
nada! Tudo vem do campo. Temos terras aráveis, bacias hídricas estão registados na repartição fiscal dependerá,
para irrigação, clima satisfatório para podermos arrancar com dos grandes contribuinte, podem ade-
uma produção em grande escala. rir voluntariamente ao Regime Geral efectivamente,
Fonte do Ministério da Economia e Planeamento indica de tributação do IVA, desde que cum-
que pelo menos 12 milhões de dólares norte-americanos foram
pram com as condições de exigibili- da escolha do melhor
dade do respectivo regime, dentre os
gastos pelo Governo angolano na importação de arroz, entre quais destacam-se a obrigatoriedade regime de tributação
Janeiro e Junho deste ano. A fonte informou que o Governo gastou de ter uma contabilidade organizada,
uma média mensal de dois milhões de dólares, com a compra emissão de facturas de acordo com os que se adecue à
de quatro mil toneladas desse cereal/mês. Nada mais sensato pressupostos normativos regidos pelo
que não seja, apostar seriamente na produção nacional, para “Regime Jurídico das Facturas e Docu- sua estrutura
que se crie riqueza, mas como também, diminuir a pressão mentos e Equivalentes”, possui meios
sobre as já “parcas” divisas. Precisamos apostar mais e melhor para submissão eletrónica de dados e, organizacional
não possuir dívida fiscal ou aduaneira.
no campo. A agricultura e a pecuária devem ser prioridade O regime geral apresenta como prin-
absoluta. É desolador ouvir o clamor dos “homens da enxada”. cipais vantagens ao contribuinte, a capa-
É preocupante nesta fase difícil, existir comida a apodrecer no cidade de dedução do imposto suportado
campo, quando existem regiões do país onde morre-se de fome. na aquisição de bens e serviços, assim
A falta de uma cadeia estruturada de logística tem, como, a possibilidade de incidência da
igualmente, contribuído para a deterioração dos alimentos taxa de IVA nas facturas a serem emiti- a clientes. Outrossim, no apuramento
produzidos no interior do país. Há relatos que, por exemplo, das aos clientes. Outra valência que este do imposto para pagar ao Estado, ape-
existem regiões na província do Moxico que produzem arroz regime agrega, são os pressupostos ine- nas deduz 4 por cento do I VA supor-
em grande escala, mas que a produção se estraga, por falta de rentes ao crédito fiscal e ao reembolso tado nas facturas dos fornecedores e,
a favor do contribuinte. A principal des- liquida apenas 3 sobre os recebimen-
escoamento. Esta é uma situação que dá mesmo uma coceira vantagem estará no esforço de tesou- tos efectivos. Devido à sua natureza
atrás da orelha... Não se justifica! raria para o pagamento do imposto, simplificada na tributação, não apre-
Sabemos que a província é quase atravessada pelo no prazo de trinta dias após a emissão senta situações que concorrem para
Caminho-de-ferro de Benguela (CFB), um gingante que poderia das facturas para os clientes, ou seja , o crédito fiscal nem para reembolso
ajudar a transportar praticamente tudo o que a província mais independentemente do cliente efectuar a favor do contribuinte.
a Leste do país tem, para não só alimentar as outras áreas o pagamento das facturas que incidiu Relativamente as empresas, cujo
do país que passam por várias dificuldades, como também a taxa de IVA, o sujeito passivo, preci- volume de facturação anual é inferior
exportar. O gigante CFB está praticamente adormecido! sará efectuar a liquidação do imposto a usd 250.000, (Duzentos e cinquenta
junto dos canais disponíveis pela AGT mil dólares), podem aderir ao regime de
A província mais a Leste do país, com a ajuda do para este efeito. Esta situação, pode “Não Sujeição”, sendo que neste regime
Ministério da Agricultura e Florestas preparam-se, para efectivamente, antever um problema não incide a taxa de IVA nas facturas
dentro de alguns dias realizarem um evento que vai discutir de liquidez para as empresas, não obs- a serem emitidas aos clientes, conco-
a problemática da produção do arroz. É um sinal louvável e tante, as desfasagens existentes entre mitantemente, não existem pagamen-
encorajador, já que daí poderão sair intenções e propostas os prazos médios de pagamento e pra- tos de I VA ao Estado. No entanto, a
de como as coisas devem andar. Antevemos que daí sairão zos médios de recebimento. vantagem deste regime, recai sobre o
directrizes, de como o país poderá vir a diminuir a importação As empresas com volume de fac- benefício fiscal de 10 por cento do IVA
do arroz que faz parte da cesta básica. turação anual superior usd 250.000 suportado na aquisição de bens e ser-
(Duzentos e cinquenta mil dólares) e viços, em sede tributação de imposto
não dispõem de condições exigíveis sobre rendimento.
para reg ime geral, podem aderir o Portanto, a exequibilidade da gestão
regime transitório, este regime tem da carga fiscal das empresas dependerá,
apenas duração de dois anos, deixará efectivamente, da escolha do melhor
}

de vigorar a partir de 1 de Janeiro de regime de tributação que se adecue à sua


2021. Porém,neste regime a natureza estrutura organizacional. A necessidade
da tributação é simplificada e, apre- de promoção de rupturas no modelo de
A falta de uma cadeia estruturada senta poucas obrigações cumulativas gestão das empresas, reflectirá qualita-
do ponto de vista organizacional. Entre- tivamente na melhoria da informação
de logística tem contribuído para tanto, relativamente às desvantagens, financeira que serve de suporte para o
destacam-se a impossibilidade de inci- apuramento da matéria colectável em
a deterioração dos alimentos dir a taxa do IVA nas facturas emitidas sede de tributação do IVA.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
opinião 3

Números

Reinventar produtos e serviços


35,8
O
edições novembro

s subsídios são para acu- aderem à electricidade trifásica,


dir aos mais necessita- que antes pagavam por quilowatt, milhões de dólares
dos e miseráveis, e não kz 7,05 agora passam a desembol- Corresponde ao valor disponibilizado em 2018 pelos
para também favorecer sar por cada quilowatt, kz 14,74, doadores internacionais para financiar os projectos
os já ricos ou abasta- registando deste modo, uma de desminagem implementados em Angola, até
dos, como acontece aqui.Os sub- subida de 109 por cento. Março de 2020, pelo Grupo Consultor de Minas
sídios referem-se a um plano de Não está em causa a diminui- (MAG).
emergência, e estratégia econó- ção ou retirada de subsídios à
mica e social de sobrevivência, nossa economia (uma vez que, são

93,7
cuja presença por largos anos, uma forma camuflada de o Estado
num dadoramo de actividade eco- interferir directamente na econo-
nómica, prejudica a sustentabili- mia. Algo de que, pouco se precisa,
dade económica dos países. Estes para que a nossa economia saia do
que precisam de empresas públi- marasmo em que se encontra e bri-
cas que sejam investidoras e lucra- lhe). Mas, olhando sobretudo, para mil metros cúbicos
tivas. Aqui, os subsídios, também o bolso das famílias, poderemos É quanto vai aumentar a produção de rochas
têm ajudado a aumentar as assime- nos questionar da subida percen- ornamentais na província da Huíla em 2024, com o
trias socioeconómicas, tornando Andrade A. Ambrósio tual do quilowatt por cada catego- lançamento de nove novas mineradoras.
o pobre mais pobre, e o rico mais Tec. Super. Gestão & Analista Económico ria de consumo.
rico. Os custos dos combustíveis Contudo, entendo que, devemos

7
e da água (à guisa de exemplo) nos acautelar e analisar a eficá-
para o pobre ou empregado que cia das outras medidas tenden-
ganha uma miséria, são iguais tes a minimizar as consequências
ao do abastado. Este que, como disso. Precisamos também ponde-
se não bastasse,consome mais rar melhor as medidas sociais que
combustível, mais electricidade possam salvaguardar os mais neces- biliões de barris
e mais água. Daí, advogar que, o sitados, sem antes perder de vista, Quantidade de petróleo estimado nos dez blocos
nosso Governo tem colocado recor- a necessidade de aprimorarmos a das bacias marítimas, em licitação nas províncias
rentemente, dinheiro nos bolsos forma de acareação ou identifica- de Benguela e Namibe, pela Agência Nacional
de quem menos precisa! ção daqueles que, de facto carecem de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANPG),
A par da recente subida do de subsídios ou protecção econó- concessionária nacional.
preço da electricidade, as tarifas mica e social do Estado.
da água e dos combustíveis, ao que Conclui-se então que o Exe-

5,4
parece, brevemente também conhe- cutivo, apercebendo-se que está
cerão mudanças. Paradigma este, atrasado demais, decidiu correr!
}

que vai tornar (num curto prazo), As percentagens das subidas


os pobres, mais pobres, e o custo por cada categoria de consumo de
de produção das empresas mais nas relações electricidade, e os outros tarifá-
elevado, influenciando a subida rios que se avizinham, espelham mil milhões de kwanzas
de preços dos seus produtos e ser- comerciais, isso mesmo.Por conseguinte, se Foi em quanto cifraram as trocas comerciais entre
viços. Assim, espera-se ansiosa- por um lado, o Executivo pede a Angola e África do Sul, em 2018, segundo o
mente que, até ao médio prazo, o comum e justo intervenção dos cidadãos para embaixador sul-africano, Fannie Mfana Phakolo.
esta tendência negativa para o tapar o buraco causado pela crise
bolso das famílias e das empre- é, quem quer económica e pelos erros na gestão

40
sas, venha a recuar, caso a inter- das finanças públicas, daí cada
-relação entre as várias medidas vender deve família abrir mais um furo no
macroeconómicas agora aplica- seu cinto. Do outro lado, a Ende,
das, se mostrem producentes e proporcionar ciente das suas limitações, e face a
sustentáveis. alguns serviços ainda mal presta-
No dizer do novo tarifário, os ao cliente, dos por si, quer melhorar. É assim por cento
custos de electricidade na catego- que primeiro, insta os clientes a Foi quanto baixou a produção da cervejeira EKA
ria doméstica monofásica, aonde à partida, pagarem um preço acima do habi- desde Junho, em consequência da desactivação de
estão grande parte dos consumi- tual (alto), para depois, eventual- uma das linhas de enchimento, cujos equipamentos
dores a nível do país, subiu 67 por produtos mente proceder ao fornecimento estão em estado obsoleto, segundo o director-geral
cento (passou dos 6,53 para os da electricidade de qualidade. da companhia.
kz 10,89 por cada quilowatt); Na ou serviços Este é uma das consequências do
categoria industrial, houve uma monopolismo e da falta de opção
subida de 82 por cento (dos 7,05 convincentes de escolha do consumidor. É que,
para os kz 12,83/quilowatt); Já na nas relações comerciais, o comum
categoria trifásica, para o sector e justo é, quem quer vender deve
do comércio e serviços, registou- proporcionar ao cliente, à partida,
-se um acréscimo de 6 por cento produtos ou serviços convincen-
(antes, cada quilowatt custava kz tes. Logo, são as receitas daí obti-
14, agora passa para kz 14,74/qui- das, que servirão para reinventar
lowatt); ao passo que, as residên- e melhorar estes mesmos produ- Frase da semana
cias com alto grau de consumo, tos ou serviços.
}

Ficha técnica

EDIÇÕES
NOVEMBRO E.P.
JORNAL DE ANGOLA I JORNAL DOS DESPORTOS
Os 140 pilotos sindicalistas
Director: Agostinho Chitata Departamento de Paginação : Irineu Caldeira Presidente do Conselho
exigem, entre outras
(Chefe), Adilson Santos (Chefe-adjunto), Carlos Casimiro
Director-adjunto: Mateus Cavumbo (Chefe de secção), Alcreto Abílio, Bruno Vieira Dias,
de Administração:
Victor Silva melhorias, um salário
Paulo Lopes e Alberto Quiluta
Secretário de Redacção: Carlos Cardoso Administradores Executivos:
Caetano Pedro da Conceição Júnior, José Alberto
aproximado a oito mil dólares
Sede: Rua Rainha Ginga, 12-26 | Caixa Postal 1312 - Luanda
Telefone 222 020 174 | Telefone geral 222 333 344 Domingos, Rui André Marques Upalavela, Luena
Redacção: Isaque Lourenço (editor), Fax 222 336 073 Kassonde Ross Guinapo
Adérito Veloso, Ismael Botelho, Pedro Peterson e Mail: redaccaoeconomia@gmail.com Horácio Cruz
Armando Estrela (subeditores), António Eugénio, André ednovembro.dg@nexus.ao Administradores não Executivos: secretário-geral do sindicato dos pilotos, em reacção
Sibi, Manuel Barros, Regina Handa, Vânia Inácio, Yola do Publicidade: 244-937 550 262/244-949 770 006, Filomeno Jorge Manaças a um comunicado da Taag - Linhas Aéreas de Angola
Carmo e Xavier António (repórteres) www.jornaldeeconomia.co.ao Mateus Franscisco João dos Santos Júnior
4
actualidade
Economia & Finanças

paulo mulaza | edições novembro

angola quer maximizar os 7% da quota


africana na indústria mundial do crude
concessionária culminando com
Regina Handa a criação da ANPG, claramente
reforça o compromisso do
Com vista a retoma das poder Executivo na afirmação
licitações petrolíferas em da importância do sector para
Angola, visto que a última a economia nacional e para a
aconteceu em 2011, a Agência manutenção de Angola como
Nacional de Petróleos e um destino de excelência para
Gás (ANPG), iniciou terça- os investidores.
feira, 3 de Setembro, as “Nesta senda o trabalho
licitações previstas para 2019, prático já desenvolvido pela
cumprindo com as orientações ANPG, desde a sua criação, e
do Executivo. o empenho na relação com os
Segundo o ministro dos “stakeholders”, são a evidência
Recursos Minerais e Petróleos, inequívoca de que estamos no
Diamantino Pedro Azevedo, caminho certo”, disse.
que discursou na abertura do O especialista José Oliveira
roadshow relativo à licitação afirmou que não será tão
de blocos petrolíferos das cedo que os resultados terão
bacias de BG e NB, disse influência no sector, tendo em
que a África representa, de conta a sua complexidade.
acordo com estudos recentes, “O processo é longo, porque
Workshop abordou a revisão da política de desenvolvimento angolano na base da estratégia de longo prazo (ELP) 7,00% da produção petrolífera investir em petróleo não é
mundial. só uma boa apresentação

Fraco investimento
“Angola, sendo um dos de documentos, existem
maiores produtores outros factores”, observou o
desta matéria-prima, especialista, sustentando que
substancialmente para o processo exige uma análise

estrangeiro gerou vícios


essa produção, a nossa mais detalhada por parte dos
aposta tem sido na criação investidores interessados.
de um ambiente de A seu ver, as bases estão
negócios atractivos para os lançadas, e felicita a Agência
investidores”, afirmou. Nacional de Petróleo pelo
Ministro da Economia e do Planeamento considera ter De acordo com o governante, trabalho feito até agora.
o sector tem trabalhado,
sido negligenciado este mecanismo nos últimos 15 anos cada vez mais, na abolição dr

de obstáculos que afectam o


desempenho, designadamente
o reforço da transparência,
a desburocratização dos
}

Revisão da Política de Investi- processos e o combate


Isaque Lourenço* mento de Angola. Disse que os efectivo à corrupção, além

A
esforços traduzem-se num dos de criar-se as condições
f raca captação objectivos do país e parte do necessárias para o reforço
de Investimento
Di recto Est ra n-
gei ro ( I DE), nos
últimos 15 anos,
2025 modelo de desenvolvimento eco-
nómico da Estratégia de Longo
Prazo (ELP) – Angola 2025, que
visa a integração da economia
da estabilidade contratual
e o compromisso com os
parceiros.
O trabalho desenvolvido
gerou um ciclo vicioso na eco- Período definido na Estratégia no mercado mundial. pelo Executivo, com vista
nomia angolana, tendo obri- de Longo Prazo (ELP) – Angola Segundo Jofre Van-Dúnem, à reformulação do sector
gado ao Estado a assumpção do 2025, para a a integração neste momento “muito parti- petrolífero, que de entre
papel de principal investidor e da economia nacional no cular” da economia, em que outras medidas deu origem
um certo desinteresse com os mercado mundial e para onde se desenvolvem esforços no à separação da função Ministro Diamantino Azevedo
investidores externos. se concentram os esforços e os sentido de reduzir o papel do
Contudo, essa realidade deve objectivos do desenvolvimento. Estado na economia pela cria-
ser urgentemente alterada e é ção de um sector privado mais
para isso que o Governo traba-
lha desde finais de 2018, sendo
esta uma das conclusões do
forte e interventivo, há que se
criar metodologias capazes de
alavancar o desenvolvimento
OCPCA cria grupo técnico
workshop sobre Revisão da Polí- socioeconómico de Angola. A Ordem dos Contabilistas e de modo a assegurar que as
tica de Investimento de Angola. workshop sobre revisão da polí- Apontou a necessidade de Peritos Contabilistas de Angola entidades empregadoras ou
Para o ministro da Economia tica de Investimento, considerou se aumentar a capacidade pro- (OCPCA) criou, esta semana, em que prestam serviço seus
e do Planeamento, Manuel Neto ainda ser importante a promo- dutiva, melhorar as condições um grupo Técnico de Apoio aos clientes tenham uma fase ini-
da Costa, é crucial que o Execu- ção de um mercado de capitais de acesso aos mercados gené- contabilistas para a Implemen- cial de implementação do IVA
tivo atraia mais investimento activos, que visa promover os ricos nacionais, bem como um tação do Imposto sobre o Valor relativamente pacífica.
externo, melhore a posição no fundos de pensões, actividade vasto conjunto de requisitos Acrescentado (IVA). A Ordem assinou recente-
ranking do “Doing Business” e seguradora, para permitir um que incluem investimento em O Grupo Técnico de Apoio mente um Protocolo de Coo-
na competitividade empresarial. financiamento directo ao sec- tecnologia, infra-estruturas à Implementação do Imposto peração com a Administração
De acordo com Manuel Neto tor empresarial. e capital humano. sobre Valor Acrescentado (IVA) Geral Tributária (AGT) que
da Costa, a contínua aposta no Nesse sentido, o ministro “É nesta dinâmica que se é constituído por membros da visa entre outros objectivos
combate à corrupção, maior aber- da Economia e do Planeamento subscreve o crescimento do OCPCA que têm contribuído identificar e eliminar as bar-
tura do investimento privado, admitiu haver dificuldades dos investimento privado tanto pa ra au menta r o con heci- reiras a uma relação harmo-
criação de melhor ambiente de investidores estrangeiros repa- nacional como estrangeiro”, mento dos seus associados niosa entre Contabilistas,
negócios, entre outras medidas, triarem os seus capitais, devido disse. na qualidade de for mado - as entidades beneficiárias
concorrem para a dinamização à redução das receitas cambiais. A chefe do Departamento de res dos seminários e cursos do ser viço dos membros da
da economia nacional, apontou. Por sua vez, o ministro do Revisão da Política de Inves- sobre o I VA . O mesmo inte- OCPCA e a AGT.
Também entende ser rele- Comércio, Joffre Van-Dúnem timento da Conferência das g ra também especialistas A OCPC A entende que a
vante a existência de acções Júnior, apontou, nesta quarta- Nações Unidas sobre Comércio com experiência na imple- implementação do IVA é uma
concretas a nível dos departa- -feira, que o Executivo está a e Desenvolvimento (UNCTAD), mentação do referido imposto questão com impacto na con-
mentos ministeriais, devendo trabalhar para a inserção de Chantal Dupasquier, que tam- noutros países. tabilidade, o que obriga uma
ser actuais e que resolvam os Angola no contexto africano, bém interveio no workshop, Confor me u ma nota de maior organização de todas
temas específicos de cada sec- como opção estratégica para o assegurou estar a sua insti- imprensa, o grupo tem entre as partes envolvidas no pro-
tor, realização de actividades alargamento das relações eco- tuição focada na promoção outros objectivos esclarecer cesso e reitera que o número
para a promoção de investimen- nómicas e comerciais com paí- do agro- negócio em Angola, dúvidas, emitir pareceres, e de contabilistas certificados
tos no país, partilha de infor- ses do continente. visando a diversificação da assegurar o processo de for- pela entidade é suficiente para
mações relevantes, entre outras O governante dissertou na economia angolana. mação contínua dos Contabi- atender as necessidades do
acções. Na sua intervenção no abertura do workshop sobre * com Angop listas e Peritos Contabilistas mercado angolano.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
publicidade 5

(700.084)
6
Destaque
Economia & Finanças

A hipossuficiência dos
consumidores é um facto
O comprador é a parte mais vulnerável na relação
com o comerciante e logo goza da protecção do Estado

A actual dinâmica empreendida na nossa economia exige responsabilização

valor do incumprimento
A falta do Livro de Reclamação
pode custar mais de kz 100 mil
Agostinho Chitata

A
Quando o cliente solicitou o ção” é um veículo facilitador que
serviço, a funcionária não deu torna mais acessível o exercício
Lei constitucio- a conhecer o preço. Também do direito de queixa ao proporcio-
nal de 1991 e a sua não estava fixada uma tabela nar ao cliente a possibilidade de
revisão no ano a propósito. Só depois de exe- reclamar no local onde o conflito
seguinte consa- cutado o trabalho informou ocorre, exigindo à observância
grava uma econo- quanto tinha de pagar. do respeito pelos seus direitos.
mia de mercado. Contestou o valor mas nada O rigor pelo cumprimento
Entretanto, não valeu. Tirou o cartão do bolso e começa pelo selo de identifica-
fazia referência à questão relativa passou-o na máquina electrónica. ção. Diz a lei que este “deve ser
à protecção do consumidor e nem Descontente, escreveu para o Ina- fixado em local de fácil visibili-
sequer propunha ou determinava dec alegando que o estabeleci- dade, quer pelos consumidores,
claramente a criação de uma legis- mento violou uma das exigências quer pelas autoridades que visi-
lação infraconstitucional a respeito esta hipossuficiência. que os produtores, os ditribuidores impostas pela Lei do Consumidor: tam o estabelecimento. A distri-
do assunto. Mas para melhor concretiza- e todos quantos participem no pro- o dever de ser informado. buição e venda do livro e do selo
Por conseguinte, como defen- ção destas políticas públicas, nada cesso de produção e distribuição de Além do mais, havia cons- competem ao INADEC e são adqui-
dem especialistas sobre estas maté- melhor que a normatização de todo bens e serviços cumpram as leis, e tatado que o estabelecimento ridos ao preço de kz 8 mil.
rias, tal não pode ser entendida este pensamento num diploma que as normas obrigatórias vigentes”. não possuia “Livro de Reclama- Quanto ao regime sancionató-
como ausência de qualquer funda- tratasse da questão. E assim foi. ção” que é uma obrigatoriedade rio, está estabelecido que a falta
mento constitucional. Por exemplo, Como escreve Esteves Hilário na Educação e informação das instituições que comercia- do livro é passível de multas, como
o professor Esteves Hilário argu- sua obra sobre “Noções Prelimina- A educação dos consumidores é mis- lizam bens e prestam serviços conceituam os artigos 15 e 16 do
menta que a defesa do consumidor res de Direito de Defesa do Consu- são estatal. “Ao Estado - adverte a disporem de um meio onde o seu Regulamento, cujas multas
e da relação de consumo, em geral, midor” - com a entrada em vigor do lei - incumbe a promoção de uma consumidor possa manifestar vão de 1 a 10 dias, correspondendo
assenta as suas bases constitucio- texto constitucional de 2010 e com política educativa para os consumi- satisfação ou insatisfação do a cada dia 5 salários mínimos da
nais, inicialmente, no princípio o consequente entrincheiramento dores, através da inserção nos pro- bem ou do serviço adquiridos. função pública até 100 a 200 dias.
da dignidade da pessoa humana. dos direitos do consumidor no rol gramas e nas actividades escolares, O livro e o respectivo selo de Quer dizer que estas podem ser
Logo, e sendo assim, defende, dos direitos fundamentais, parece- bem como nas acções de educação identificação, que devem ser exi- superiores a kz 100 mil.
o estímulo e a promoção do con- -nos pacificada a questão do fun- permanente de matérias relaciona- bidos nas instituições comer- O apelo para os estabelecimen-
sumo com dignidade ser função damento constitucional. das com o consumo e os direitos dos ciais, foram lançados na senda do tos comerciais, e não só, é os ter
e dever do Estado. Dito de outra Esta pacificação encontra fun- consumidores, usando, designada- Decreto Presidencial nº 234/16 de para se verem livres de sanções
forma, cabe ao Estado (angolano) damentação constitucional no mente, os meios técnicos próprios 9 de Dezembro. Grosso modo, como com valores avultados.
a protecção efectiva dos consumi- artigo 78, ficando assim legitima- de uma sociedade de informação. E o próprio livro se refere (Reclama- O livro foi lançado oficial-
dores. E por que razão? dos, consagrados, os direitos bási- o que a lei exige ao Estado? ção), quem o solicita é mais para mente em 29 de Março de 2017,
Porque, justifica a doutrina, cos do consumidor. Que concretize no sistema edu- manifestar insatisfação. pelo Instituto Nacional de Defesa
ele é a parte hipossuficiente na rela- Entretanto, a Lei 15/03 de 22 de cativo, em particular no ensino dos Foi o que aconteceu há dias do Consumidor (INADEC). E
ção de consumo. Ou seja, a mais Julho, anterior à Constituição de II e III níveis, programas de activi- num restaurante de um hotel, sempre que for solicitado pelo
frágil nesta relação jurídica de con- 2010, é o diploma criado para sal- dades de educação nestas matérias, na Ilha do Cabo. Dois clientes, consumidor e não entregue ou
sumo entre si e o comerciante de vaguardar os interesses, ou seja, apoie as iniciativas que neste domí- ao contrário dos demais, acha- apresentado, pode-se apelar ao
bens. Logo, deve ser objecto, mere- as relações consumeristas sobre- nio sejam promovidas pelas asso- ram que não estavam a ser INADEC ou aos serviços compe-
cedor, de uma protecção do próprio tudo dos mais vulneráveis. ciações de consumidores, promova atendidos devidamente. Tudo tentes da Polícia Nacional a fim
Estado. E como isto se faz? Que Diz a lei que “o estabelecimento as acções de educação permanente, o que solicitavam não havia de remover a recusa ou tomarem
medidas o poder público tomou? de uma política dinâmica que pro- de formação e sensibilização e tam- quando constava da carta, quer nota da ocorrência. Os fornecedo-
Sendo a parte vulnerável nos mova os interesses dos consumi- bém de uma política nacional de for- de comida, quer de bebidas. res de bens e prestadores de ser-
“business” com os fornecedores dores no mercado visa, sobretudo, mação de formadores e de técnicos Desapontados, resolveram viços estão obrigados a atender
de bens e serviços (estes mais for- fomentar uma política de reacção especializados. Deve ainda apoiar, falar com o chefe de sala, ques- a reclamação apresentada pelo
tes e podem manipular. Como diz que busca proteger os intresses as acções de informação das asso- tionando se não havia “Livro de consumidor no prazo de 30 dias.
o outro: “Atenção à jogada), então dos consumidores e oferecer vias ciações de consumidores. O Direito Reclamação”. Acto contínuo, a A reclamação é sempre feita
o Estado tem de adoptar políticas de recurso para reparar os abusos do Consumo é cadeira do 4º Ano na verdade é que a qualidade de aten- em triplicado. O fornecedor do
públicas que ajudem a minimizar e práticas prejudiciais, garantindo Universidade Metodista. dimento melhorou substancial- bem ou serviço, uma vez regis-
mente. Até o bom vinho, a preço tada uma reclamação, deverá
de “janela aberta”, apareceu. Nes- remeter o original da reclamação
O apoio técnico às associações existe mesmo? tes locais, geralmente, a bebida
alcóolica sai a um valor proibitivo
ao INADEC no prazo de 10 dias
úteis. O momento da reclamação
e inquietante. “Tínhamos afinal deve ser imediatamente entregue
Embora se pretenda mais vigor política de salvaguarda dos dita e estando orçamentado, é em armazém”, confessou. ao consumidor uma segunda via.
e acutilância, há vontade de se direitos dos consumidores, importante que os apoios téc- A verdade é que, entre nós, Dizíamos, o diploma tipifica as
velar pelos nobres interesses bem como coordenar e exer- nicos e financeiros, estando a ainda existem muitas irregula- infrações e estabelece o seu qua-
dos consumidores. As asso- cutar as medidas tendentes à ser realizados, ajudem no seu ridades por parte de estabeleci- dro sancionatório, ao estabelecer
ciações já conhecidas, pontifi- sua protecção, informação e fortalecimento. Diz-se que mentos de fornecimento de bens dias de multa associados a uma
cando-se o Instituto Nacional educação e de apoio às orga- este apoio, na ordem de kz ou de prestação de serviços. E quantia pecuniária.
dos Consumidores, na sua qua- nizações de consumo deve 90 milhões/ano, por parte da muitos destes sujeitos à Lei de Todas as multas devem ser
lidade de instituição pública efectivamente, exercer as suas entidade competente, não sai Defesa do Consumidor. pagas no prazo de 15 dias após a
cujo escopo é a promoção da obrigações. Mas, verdade seja do “papel”. Será mesmo... AC É preciso lembrar, e decorre notificação da decisão aos infra-
da lei, que o “Livro de Reclama- tores. AC
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
destaque 7

Quando o cliente Formação de preços no mercado deve


obedecer a regras previstas na Lei
nunca tem razão Xavier António regulados, nomeadamente os com-
bustíveis e energia eléctrica.

}
professor da Harvard Business
School, (EUA), identificou em 1979 Alguns preços de serviços dispo- Ajuste nos combustíveis
as matérias ligadas cinco forças destinadas à análise nibilizados aos cidadãos estão a Em relação ao ajuste do preço dos
da competição entre empresas, a aumentar de forma não oficial, combustíveis referiu que o Exe-
ao consumidor saber: rivalidade entre concorren- segundo constatou o JE numa cutivo está a trabalhar para, nos
tes, poder de barganha dos forne- ronda efectuada esta semana, em termos da lei anunciar oportu-
são objecto de cedores, poder de barganha dos Luanda. Uma fonte do Ministério namente os devidos ajustes e as
clientes, ameaça de novos concor- das Finanças que trata de preços suas magnitudes, bem como publi-
estudos apurados rentes e ameaça de novos produ- avança que qualquer subida ou car nos órgãos oficiais e de maior
tos ou serviços. ajuste de preços deve ter em conta difusão, como é o caso do Diário
Osvaldo Gonçalves não apenas no Esta quinta “força”, entendida o que está estabelecido por lei. da República, bem como na afina-
como o poder de negociação/barga- A fonte explicou que entre as ção das medidas para a suaviza-
campo do Direito,

E
nha dos clientes na última fase do regras a serem obedecidas na for- ção do impacto económico e social
mbora sejam alvo de comércio, perde, entretanto, status, mulação de preços, constam ele- dos referidos ajustes, antes da sua
confusão permanente mas também num ambiente de escassez ou se – mentos como custos de produção, efectiva implementação.
e às vezes apresenta- como é o nosso caso – determina- distribuição, circulação e margem Entretanto, de acordo com dados
dos como sinónimos, da Economia dos produtos ou serviços estiverem de lucro, conforme o postulado no chegados ao JE, está igualmente na
cliente e consumidor subordinados a situações de mono- n.º 1 e 2 do Decreto Presidencial n.º forja um estudo sobre o impacto de
não são absolutamente a mesma cil absorção quando se pode resu- pólio e de legislação ainda pueril. 206/11, de 29 de Julho, que aprova um eventual ajustamento dos pre-
coisa. Grosso modo, poderá dizer- mir tudo à bajulação. as Bases Gerais para a Organiza- ços dos combustíveis e seus deriva-
-se que o cliente é um consumidor, Um longo caminho a percorrer ção do Sistema Nacional de Preços. dos na vida da população.
mas o mesmo não sucede ao contrá- A “força” de barganhar Em Angola, a Lei 15/03, de 22 de Sobre o ajuste das tarifas para Estão também previstas
rio, porque quem usa um produto Alguns defensores do capitalismo Julho (Lei de Defesa do Consu- os transportes ferroviários, rodo- medidas para mitigar qualquer
(usuário) nem sempre é o mesmo chegam até a declarar como nulos midor), define este como “toda a viários e marítimos, cujos valores efeito negativo na vida das famí-
que compra (comprador). todos os direitos dos cidadãos pessoa física ou jurídica a quem prevê-se situar entre kz 50 e 150 por lias, nesta subida dos preços dos
Ainda que participe na esco- nos sistemas socialistas, dizendo sejam fornecidos bens e serviços passageiro, sublinhou que na sexta combustíveis e seus derivados no
lha do produto e possa até ser o seu que o comunismo “é uma espécie ou transmitidos quaisquer direi- reunião ordinária da Comissão país, cuja data para sua efectiva-
usuário, o consumidor não precisa de alfaiate que quando a roupa tos e que os utiliza como destina- Económica do Conselho de Minis- ção não foi revelada.
se relacionar com a empresa que o não fica boa fazem-se alterações tário final, por quem exerce uma tros, realizada em Julho deste ano, Sobre os preços dos serviços
fabrica ou vende. Já o cliente cria no cliente”. Esse tipo de afirma- actividade económica que vise a considerou tratar-se de de maté- de telecomunicações por exemplo,
laços mais estreitos, até de fide- ções levaria a um debate muito obtenção de lucros”. rias transversais e com impacto disse que fazem parte do Regime de
lização, com determinada marca mais alargado, que culminaria, Ademais, os direitos do consu- significativo aos vários sectores Preços Vigiados, nos termos do n.º
ou loja. O consumidor pode sê-lo como é óbvio, nos direitos mais midor estão consagrados na Cons- da sociedade. 08 do artigo n.º 5 do Decreto Exe-
apenas por um momento, numa elementares do ser humano. tituição da República de Angola, Assim, a proposta foi analisada cutivo n.º 77/16, de 25 de Fevereiro,
determinada ocasião. Dessa O certo é que, noves-fora terem que estabelece normas para a sua conjuntamente com as outras refor- combinado com o artigo n.º 1 e o
forma, ele tem os seus direitos. ganho alguns epítetos menos agra- defesa. No seu artigo 78º, número mas em curso que visam a redução n.º 1 do artigo n.º 10 do Decreto n.º
O cliente tem sempre razão. dáveis na sua época, pertencem a 2, dispõe que “o consumidor tem dos subsídios operacionais e pre- 3/04, de 9 de Janeiro, que aprova o
Ambos os termos são ampla- políticos e governantes do mundo direito a ser protegido no fabrico ços, e consequentemente no ajusta- Regulamento de Preços dos Servi-
mente usados no âmbito do debate capitalista iniciativas em prol da e fornecimento de bens e serviços mento dos preços de bens e serviços ços Públicos de Telecomunicações.
político, onde costuma meter-se no defesa dos direitos do consumidor, nocivos à saúde e à vida, devendo
mesmo saco as doutrinas políti- visto este não apenas como a pes- ser ressarcido pelos danos que
cas e as ideologias. Arriscaríamos soa que consome, mas também as sejam causados”.
dizer que se procura, de alguma instituições e empresas que ven- Assim dito, podemos dizer que
forma, aproximar o cliente do dem produtos ou prestam serviços. tudo corre bem quanto à defesa
capitalismo, enfatizando aí a sua Atribui-se a John Kennedy, a dos direitos do consumidor, mas
componente de comprador, e o con- origem do Dia Mundial do Consu- a realidade é bem outra.O poder
sumidor do socialismo, destacando midor (15 de Março), que viria a ser de negociação/barganha do
o seu lado de usurário. instituído pela ONU em 1985. Em cliente,aquando da última fase do
Entre nós, o termo “cliente” pos- 1962, o antigo presidente dos Esta- comércio, circunscreve-se ao mer-
sui vários significados, sobretudo dos Unidos da América, estabeleceu cado informal, único local onde o
quando se entra no campo da gíria para os consumidores norte-ame- cliente ainda tem alguma razão.
e do calão. Hoje em dia, em que a ricanosos direitos à segurança, à No comércio formal, o cliente
palavra corrupção entrou nas nos- informação, à escolha e a ser ouvido. é um simples comprador e usuá- A actualização do custo do litro nos combustíveis gera enormes expectativas
sas vidas, é bem mais fácil encon- Desde então, as matérias liga- rio porque lhe são impostas
trá-la associada a algum outro das ao consumidor são objecto de regras de que não pode ou não
vocábulo ilustrativo do dicioná- estudos apurados não apenas no sabe reclamar. É assim nas tele-
rio político, como yula ou gasosa,
de simples aceitação.
campo do Direito, mas também
da Economia, da Administração
comunicações, nos transportes
aéreos, nas repartições públicas,
Autoridade Nacional surge
O clientelismo político é de difí- e do Marketing. Michael Porter, um pouco por toda a parte. para defender o consumidor
As empresas prestadoras de
serviços de televisão via satélite No âmbito do estudo sobre o for- nica - ACOM, projecto de apoio
e de telemóveis são a ponta mais talecimento da política de defesa ao Ministério do Comércio, da
visível do iceberg que se formou comercial, o Ministério do Comér- União Europeia.
por força do descaso geral em cio realizou, no último fim-de- O perito não-permanente do
relacção aos direitos dos consu- -semana, em Luanda, uma reunião ACOM, Lucas Bianchini, escla-
midores, não apenas no que diz com mais de 70 operadores eco- receu como o sector privado
respeito aos preços, mas também, nómicos e representantes de poderá, através do Ministério
e sobretudo, em matéria de inva- diversas instituições do sector. do Comércio, solicitar estas
são da privacidade. O encontro teve como pontos medidas, e como deverá prepa-
A forma como se impõem ser- de abordagem, as medidas cor- rar-se para solicitar a aplica-
viços as clientes e como estes são rectivas de defesa comercial, ção de uma medida de defesa
tratados na hora das reclama- anti-dumping, compensatórias comercial, com o objectivo de
ções, sendo-lhes impostas toda e de salvaguardas. fortalecer a política comercial
uma série de barreiras burocrá- De acordo com as indicações no que toca à defesa dos interes-
ticas, tecnológicas e financei- a que o JE teve acesso, o mesmo ses nacionais do sector.
ras, ilustra bem o quanto ainda t encontro teve ainda como pano de Disse que, em geral, a aplica-
emos a percorrer nessa matéria. fundo, a protecção contra impor- ção dessas medidas resulta na
Acreditamos, sinceramente, que tações realizadas de forma desleal cobrança de uma taxa adicional
a defesa dos direitos do consumi- e competitividade interna. na importação de um determi-
dor está longe de receber a devida A reunião que foi presidida nado produto, pelo que a mesma
atenção caso continue a ser feita pelo Secretário de Estado do permitirá aos sectores recupe-
nos modos actuais, tanto por parte Comércio, Amadeu Leitão Nunes, rar a competitividade frente às
do Inadec, quanto das associações foi realizado em parceria com a importações de produtos simila-
de cidadãos criadas nesse sentido. componente de assistência téc- res originários de outros países.
8 destaque Economia & Finanças

VIGAS DA PURIFICAÇÃO | EDIÇÕES NOVEMBRO

efeito cascata na actualização


Preços dos serviços de televisão ocorrem numa
aparente concertação entre todos os “players”

A operadora de televisão por saté- e Zap aumentam, por seus servi-


lite, Zap, também tem quase as ços dependerem da compra dos
mesmas justificações quando ao canais nas referidas operadoras.
justificar que a subida se deve a “A nossa empresa tem con-
uma estratégia de ajustes dos trato com as operadoras DSTV
preços iniciada em Outubro de e ZAP e se eles sobem os preços,
2015, com a desvalorização do nós automaticamente temos de
kwanza, que tem criado dificul- fazer o reajuste”, disse o gerente
dades no pagamento aos seus for- de uma das agências que na oca-
necedores internacionais. sião não se quis identificar.
Com a nova tarifa da ZAP, o Questionado sobre se o
pacote Mini para 30 dias, que momento seria oportuno para o
custava dois mil e 200 kwanzas, referido ajuste, o gerente disse
desde o dia 1 de Setembro pas- estar preocupado, e afirma que
sou a custar kz 3.035. Já o Max, os clientes já estão a reclamar e
que custava kz 4.400, depois das alguns inclusive pretendem desis-
duas actualizações passou para tir do contrato, pois já conside-
Gestores dizem que os preços dos pacotes premium no mundo inteiro custam em média até 60 dólares 6.070. O pacote Premium, que ram os pacotes bastante caros.
estava no valor de kz 8.800 pas- Actualmente com os recen-
sou para 12.140. tes ajustes de 25 por cento o

Reajuste nas operadoras


A Tvcabo por sua vez, argu- pacote mais barato do tarifário
mentou que a subida dos seus da TVCabo, dstv grande custa
preços é automática à medida que kz 5.200, e o mais caro(DStv
os pacotes das operadoras DSTV bué +DStv Indiam), custa 12.500.

de Tv totalizam 38% dr

25
Vânia Inácio

O
último reajuste de 13
por cento nos preços dos
pacotes dos canais de por cento
TV, verificados no dia É em quanto havia sido
1 de Setembro, é resul- actualizado os preços das
tado das negociações que decorriam operadoras de televisão, isto
há dois anos, com o orgão regula- em Abril deste ano Preço dos pacotes sobem em função dos serviços e plataformas contratadas
dor do sector, Instituto Angolano
das Comunicações (INACOM). Eduardo Continentino
Director-geral da Dstv
Pela decisão, o reajuste nas
operadoras Zap, Dstv e a mul- braço de ferro termina com “consensos”

22,4
tiserviços TVcabo, ficou em o aumento
38 por cento, faseada em duas, Em Fevereiro deste ano, mesmo }
sendo que em Abril as opera- verificado com o alerta do INACOM, a ope-
doras já tinham efectivado radora Zap não recuou na sua volvidos
um aumento de 25 por cento. no sector dólares decisão, e decidiu efectuar a
Contactado pela equipa de actualização do preço dos seus 6 meses o total
reportagem do JE, o director geral já é uma Preço estimado do pacote pacotes, para 40 por cento. A
da DSTV, Eduardo Continentino, Grande Mais da Dstv, tendo verdade é que volvidos 6 meses dos ajustes dos
disse que o aumento verificado no reivindicação em conta o actual câmbio de o total dos ajustes dos pacotes
sector já é uma reivindicação que kz 365 por cada dólar, o que é subiram apenas com uma redu- pacotes subiram
corre há dois anos e aponta como que corre considerado muito baixo ção de 2,0 por cento dos 40 impos-
razões básicas a desvalorização tos anteriormente pela Zap. apenas com
da moeda e o alto nível de inflação há dois anos A medida que na altura tinha
constatadas nos últimos anos. sido condenada pelo INACOM, uma redução
“Sabemos que os pagamentos permitida para este ano, mas de pelo valor oficial da moeda que é chegando na ocasião a aplicar
de grande parte dos nossos ser- acordo com Eduardo Continentino de 365, vamos dizer que o valor uma multa à empresa Finis- de 2,0 por cento
viços são feitos fora do país. E não se descora a possibilidade de do pacote é 22,4 dólares. E isso tar, que detém a marca Zap em
durante esses dois anos, o preço vir a subir mais no próximo ano. não existe em nenhum lugar do Angola, e foram obrigados a
da subscrição não conseguiu “Olha, a regra normal de mundo pela qualidade de conteú- restituir aos clientes afectados ras de telefonia não pretendem
sobrepor a inflação e efectiva- qualquer negócio é que podem dos dos canais envolvidos, os nos- a diferença do valor cobrado alterar o custo da UTT nos pró-
mente a nossa empresa verificou acontecer correcções, desde que sos pacotes são dos mais baratos. a mais” no período compreen- ximos tempos.
perdas de receitas consideráveis, exista uma inflação e desvalori- “Mesmo uma comparação até dido entre 26 de Fevereiro e 31 Ultimamente, a clientela das
quando comparado com as recei- zação da moeda tendo em conta memo só com países de África, de Maio de 2019. redes de telefones têm consta-
tas de dois anos atrás. um equilíbrio. Isso tem a ver 22 dólares no mercado inter- O referido aumento também tado que os saldos não demo-
O director informou também com sobrevivência”, afirmou. nacional é o valor do pacote de tinha sido condenada pela Asso- ram o que conota um aumento
que as operadoras que actuam O director da DSTV disse entrada. O pacote mais barato ciação Angolana do Direito do no preço da UTT
no mercado angolano conse- ainda que nos últimos dois anos, que nós temos(denominado Consumidor (AADIC), que consi- A justificação, segundo um
guiram diante do órgão regula- a Dstv em termos de clientes fácil), custa kz 2.000 e dividido derou o aumento da tarifa como gerente de um dos bancos, é que
dor chegar a consenso de subir cresceu 4 por cento, segundo por 365, dá usd 5,4. logo. Hoje, uma violação dos direitos dos a duração dos planos é conse-
o limite de 38 por cento neste a última pesquisa de mercado um pacote Premium no mundo consumidores e desrespeito às quência da forma de uso de cada
ano, porque a proposta inicial feita pela agência Mira. De não custa menos de 60 dólares associações que lidam directa- cliente, “e obviamente se não
do caderno reivindicativo estava acordo com director, essa rea- Questionado sobre a reacção mente com os clientes. poupar, o saldo poderá acabar
na faixa dos 40 por cento. lidade demonstra uma ten- dos clientes, o director informou antes do prazo previsto”
“E arranjamos o equilíbrio dência positiva em relação aos que a primeira reação é, se não de Telefone móvel “Os clientes têm de saber que
necessário, porque nós também serviços, mas infelizmente a rejeição, de surpresa e análise, Se no caso das operadoras de Tv devem efectivar o carregamento
entendemos que o aumento não questão da receita continua mas apela que o os clientes per- a subida é assumida, o mesmo do plano atempadamente, para
pode ser feito de qualquer forma, a ser o “calcanhar de aquiles” cebam que este aumento é ine- não acontece com as empresas acumular o saldo, caso contrá-
porque o próprio mercado teria difi- “E é simples, se comparar o vitável, “porque não é só o nosso de telefonia móvel, Unitel e Movi- rio, findo o prazo é cortado na
culdades para absolver”, afirmou. preço do pacote grande Mais que produto que está subindo, mas o cel, e afirmam que as operado- sua totalidade”, disse.
Essa é a última actualização actualmente custa 8.200 e dividir mercado em si, e é lamentável”.
Sexta-feira, 6 de setembr0 de 2019
Voz do cidadão 9

O REAJUSTE DOS PREÇOS DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E PRIVADOS

F ot o s
Alb
er
to
Alberto Quiluta p

ed
N

ro
| ed
umaronda,parasaber

iç õ e
o impacto das cons-

s n ov e m b r o
tantes depreciações
dos serviços públicos
e privados foi possí-
vel verificar, que tal facto está a
influenciar na variação dos pre-
ços, como os transportes públicos
(comboios e autocarros), energia, Jorge Paulo Clarice Barros Tomé da Cruz Nunes Moisés
Funcionário Público Funcionária Pública Funcionário Público Contabilista
água, Zap, TV Cabo, DSTV e a pos-
sível subida dos combustíveis.
A rubrica “Voz do cidadão” as entidades O Executivo e as O Estado os serviços
foi à rua ouvir opiniões e possí-
veis soluções na visão daqueles, reguladora associações que deveria fazer e bens continuam
que são também destinatários e e disciplinar defendem os direitos
beneficiários dos serviços. auscultações a subir e os
Jorge Paulo, funcionário devem ter em atenção dos consumidores
público é de opinião que, haja para dar cidadãos acabam
maior controlo nas decisões. as suas tarefas, devem reunir
As entidades reguladora e dis- porque este condições para oportunidade tendo menos
ciplinar devem ter em atenção
as suas tarefas, porque este é é um país que tem leis reajustar os preços a toda a sociedade poder de compra
um país que tem leis, mas pelos
vistos as pessoas não cumprem
com as leis existentes, dando pri-
vilégios a uns e desfavorecendo
as camadas mais vulneráveis,
que são sempre as mais afecta-
das com estas constantes subi-
das de preços. O Estado tinha
que reunir com todas as asso-
ciações que defendem os direi-
tos dos consumidores no país, e
com a Assembleia Nacional, para
poderem definir melhor as políti-
cas dos reajustes dos preços dos António Andrade Melo Kumbi Cristóvão Fortunato Carolina Faria
Contabilista Aduaneiro Técnico de Informática Funcionário Público Administrativa
serviços públicos e privados.
Clarice Barros ,também fun-
cionária pública, lamenta e diz não é justo. antes de subirem é injusta a subida Será que
ser injusto, o que acontece no
nosso país. Sobe a água, energia, devia ser os seus serviços dos preços porque não existem
Dstv, Zap e Transportes, embora
estes tenham sido poupados.Se uma subida tinham que a maior parte da associações
não aumentarem os salários isto
vai sempre prejudicar-nos. O paulatina. consultar o população não de direito do
Executivo e as associações que
defendem os direitos dos con- hoje um produto Executivo, para tem bolso para consumidor para
sumidores devem reunir condi-
ções para reajustar os preços de e depois outro poderem regular e sustentar estes regularem este
todos os serviços para não subi-
rem e não causarem transtornos serviço reajustar preços serviços quadro?
ao bolso dos cidadãos.
Tomé da Cruz, funcionário
público defende que os preços não serviços estão a subir de uma vez anos, os preços da energia, Zap,
podem subir por causa do custo e não é justo, devia ser uma subida Dstv e água eram razoáveis, mas
de vida actual. O país não pode paulatina, hoje um produto e depois agora estão cada vez mais caros.
estar sempre a subir os preços outro serviço para não afectar Será que não existem associações
para evitar a inflação. O Estado a camada mais desfavorável. de direito do consumidor para
deveria fazer auscultações para O técnico de Informática, Melo regularem este quadro? Espero
dar oportunidade a toda a socie- Kumbi, não concorda com a subida que seja revisto este assunto.
dade de saber o que se passa em dos preços dos serviços e com as Carlos Nelo, auditor, salienta
relação aos preços dos serviços. decisões das operadoras tanto que a situação torna-se mais difí-
Nunes Moisés, contabilista públicas como privadas. Ou seja cil para o consumidor final. É pre-
diz que é com desagrado que vê antes de subirem os seus serviços ciso que as entidades públicas e
os preços dos vários sectores tinha que consultar o Executivo, privadas analisem com máximo Carlos Nelo Paciência Alexandre
Auditor Metalúrgico
tanto públicos como privados a para poderem regular e reajustar cuidado e agreguem valores fun-
subirem consideravelmente, e os preços e não só subir à revelia cionais para que ninguém seja pre-
tudo isso vem encarecer ainda como aconteceu a algum tempo judicado, ou então, que não seja a situação Hoje não se
mais a vida do cidadão, penso com a ZAP e outros serviços. apenas um faz de conta.
que estas medidas como se diz No entender de Cristóvão For- O metalúrgico Paciência Ale- torna-se mais difícil consegue comprar
na gíria vão “rebentar com tunato, funcionário público, a xandre não define a subida dos
a vida do povo”, porque não subida é normal. No caso dele, preços dos produtos como um rea- para o consumidor ou pagar muito
acompanhamos uma subida diz conseguir fazer os paga- juste. Para ele, isto é uma inflação
paralela dos rendimentos das mentos dos vários serviços que reverte ao bolso do cidadão, final. É preciso dos serviços.
famílias, que continuam a ser público e privados, mas também uma vez que o salário não sobe.
os mesmos, mas os serviços e defende que é injusta a subida Hoje, considera, não se consegue que as entidades É necessário
bens continuam a subir dando dos preços porque a maior parte comprar ou pagar serviços. Deste
ao cidadão menos poder de da população não tem bolso modo, o Estado deve reajustar os públicas e privadas a autuação
compra em todos os sectores, para sustentar estes serviços. salários, porquanto, só isso não
e agora com a chegada do IVA Carolina Faria, administra- resolve nada, porque se sobe o analisem com da fiscalização
as coisas ficam ainda mais tiva, lamenta o impacto da subida salário sobe tudo no mercado, e
complicadas. dos preços. Por sua vez, diz ser nenhuma autoridade fiscaliza máximo cuidado e do comércio sobre
António Andrade, contabilista difícil, sustentar estes serviços isso. É necessário a autuação da
aduaneiro afirma que, todos os por ser mãe e pai. Veja só, há uns fiscalização do comércio. agreguem valores os preços
10
Entrevista
Economia & Finanças

Lourenço Texe Presidente da Associação Angolana de Defesa do Consumidor (AADIC)

“Registamos perto
de 80 reclamações
por cada mês”
As sanções vigentes são administrativas. Passam por
multas, mas sem uma definição concreta em relação à
tipologia, daí a solicitação da revisão da Lei.
A nossa Lei é de matriz brasileira.

Conheça
o nosso
entrevistado
Há quem diga, que além do Inadec não existe uma
André Sibi

O
outra instituição que defende os direitos do con- Lourenço Texe Armando,
sumidor angolano? jovem angolano, nascido aos
s preços e a conformidade das Isso não corresponde à verdade! O Inadec 02 de Dezembro de 1970. É
actualizações que vão sendo esteve numa situação de letargia signifi- A Lei de defesa licenciado em direito, pela
efectuadas é o foco da entre- cativa, despertou recentemente. A Aadic Faculdade de Direito da
vista com o presidente da Asso- tem sido a instituição mais interventiva do consumidor Universidade Independente
ciação Angolana de Defesa do na defesa dos direitos dos consumidores de Angola. É especializado em
Consumidor, Lourenço Texe. angolanos. A única diferença é que o Ina- tem sido resolução de litígios laborais,
Revela as constantes violações dec é uma instituição pública e, por força pela Ordem dos Advogados
à Lei do Consumidor, assim como a necessi- disso, aplica sanções; dispõe de condições frequentemente de Angola. Conta igualmente
dade de se evoluir para um Conselho Nacional humanas e materiais para aplicar sanções com duas especializações, em
do Consumidor. Para ele, tal órgão iria ocupar- e multas um pouco por todo o país. Ainda violada pelos procedimentos de contratação
-se da defesa do consumidor ante a tentativa assim, fruto do seu trabalho, a Aadic passou pública e promoção de
de qualquer alteração de preços dos produtos e a integrar o Conselho Nacional de Concer- fornecedores investimento da China para o
serviços pelos agentes económicos, incluindo tação Social, órgão de consulta do Titular mercado angolano. Desde de
os serviços públicos. do Poder Executivo, presidido, semestral- de bens e serviços Fevereiro presente ano, que
mente, pelo Vice-Presidente da República. exerce a função de Director
Qual é a principal missão da Associação angolana Geral Adjunto do Instituto de
de Defesa do Consumidor (AADIC)? Qual é a vossa relação com as outras instituições, Desenvolvimento Industrial
Defender os interesses dos consumidores ango- em particular os tribunais? dores, mas sim da empresa que não estava de Angola - IDIA. Em 2018
lanos em geral, sempre que virem os seus direi- O Ministério Público é um parceiro estra- estruturada na altura, razão pela qual, não exerceu a função de técnico
tos violados por um comerciante ou prestador tégico, pois actua como provedor dos pro- podia fazer esta exigência aos consumido- do departamento de apoio
de serviço, quer público quer privado. Existi- cessos apresentados pela Aadic. No entanto, res. Solicitamos a PGR, mas sem sucesso. ao Director Geral do Instituto.
mos desde 2012 e publicada no Diário da Repú- não é isso que se verifica, pois em 2016 a No entanto, a Imogestim tão logo se aper- No segmento do Direito do
blica nº 07, III- Série de 10 de Janeiro de 2013. nossa organização intentou uma acção judi- cebeu da situação, corrigiu o erro. Consumidor, já intermediou
cial na sala do cível do Tribunal Provincial processos na área administrativa,
Dispõe de representantes nas sedes provinciais em de Luanda à Empresa Pública de Águas de A Lei 15/03 de 22 de Julho, Lei de Defesa do Con- banca, normas regulatórias,
toda a extensão do território nacional? Luanda (EPAL), por causa das sistemáti- sumidor, tem sido alvo de violações? participação em medidas
Não! Não estamos representados em cas violações dos direitos do consumidor Sim. A Lei 15/03 de 22 de Julho tem sido sis- de políticas sociais. No seu
nenhuma sede provincial, por falta de com destaque para a descontinuidade de tematicamente violada. Esta Lei é de 2013. corriculum lê-se igualmente, a
infra-estruturas, recursos humanos, fornecimento de água, as cobranças por E de lá para cá o sector económico registou sua vasta experiência em matéria
materiais e financeiros, para suportar estimativa e o aluguer do contador, mas avanços significativos e a Lei em vigor está de regulação e concorrencia,
a estrutura. Somos uma organização a Procuradoria Geral da República (PGR) desactualizada, sobretudo na aplicação de englobando áreas de complince,
sem fins lucrativos. E pela natureza do não desempenhou o seu papel. Em 2016, a sanções contra aqueles que violam os direi- satisfação do consumidor. A sua
nosso trabalho, o Estado deve atribuir- Aadic intentou, igualmente, outra acção tos do consumidor. As sanções vigentes são vasta experiência em Legistica,
-nos o Estatuto de Instituição de Utili- judicial à Imogestim, face à exigência que administrativas, passam por multas, mas consta igualmente entre as
dade Pública, para que possamos usufruir fazia aos moradores das Centralidade, em sem uma definição concreta em relação valências do jovem quadro do
de verbas do OGE. As verbas são necessá- pagar três prestações em uma única vez. à tipologia da multa, daí a solicitação da Ministério da Indústria, que dedica
rias para o funcionamento pleno da orga- Na altura, a Imogestim alegava que havia revisão. A nossa Lei é de matriz brasileira. tempo a defesa dos direitos do
nização. As condições para a ascensão a rendas em atraso. A Aadic concluiu, que não No entanto, o Brasil já evoluiu para outro consumidor angolano.
este estatuto estão criadas desde 2016. se tratava de incumprimento dos consumi- código e nós estamos estagnados.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
entrevista 11

Quando é que um consumidor pode reclamar os Números da aadic constatação


seus direitos?
O consumidor reclama os seus direitos
sempre que registar anomalia na aquisi- 2012 ...encontramos interferências...
ção de um produto ou prestação de qual- Neste ano, foi Constituido
quer serviço. Para aumentar os níveis de a Associação Angolana de defesa
literacia sobre os direitos do consumidor, do Consumidor (AADIC) Precisamos criar o Conselho Nacional do Consumidor destinado a
criámos o programa da Tv Zimbo para emitir parecer antes de qualquer subida de preços no meracdo.
manter o cidadão informado.

Qual a cifra de reclamações ligadas à violação de Tem encontrado dificuldades na responsabiliza-


direitos do consumidor, a Aadic recebe por mês? ção de alguns prevaricadores em virtude da sua
A Aadic recebe aproximadamente 80 ligação ao poder?
reclamações por mês e o destaque recai Em algumas situações encontramos
para os sectores alimentar, educação e o interferencias em prosseguir com os
imobiliário. A nossa associação actua em processos, porque a actividade comer-
todos os sectores e registamos perto de cial em Angola é exercida sobretudo por
30 processos por mês. Os relatórios pro- pessoas ligadas ao poder político. E estes
duzidos pela Aadic são enviados à Assem-
bleia Nacional, Presidência da República
2013
AADIC é reconhecida
produzem legislações que favorecem os
seus interesses. Durante uma conferên-
e Inadec. Temos vindo a dar resposta às no Diário da República nº 07, cia de imprensa, os jornalistas procu-
reclamações. Em média, resolvemos até III - Série de 10 de Janeiro. ram saber se a Aadic teria coragem de
50 por cento do total de reclamações e interpelar a propriedade de um general
queixas que recebemos. por exemplo. E nós dissemos na altura,
que a acção da Aadic não incide sobre
Considera oportuno evoluir para um Conselho Nacio- o proprietário do estabelecimento mas
nal de Consumidor à semelhança de alguns países? sim, sobre os direitos do consumidor
Sim. Precisamos evoluir para um Conse- que foram violados. O direito do con-
lho Nacional de Consumidor, que podia sumidor é uma questão de soberania.
incluir o Inadec e a Aadic, com reuniões
regulares para apresentar a situação real
do consumidor angolano. 2016 É possível falar da diversificação da economia
sem atender os direitos do consumidor?
AADIC intenta uma acção judicial na sala Não é possível! A diversificação da econo-
Qual a posição da Aadic em relação a subida dos do “CIL”, junto do Tribunal Provincial de mia está estritamente ligada aos direitos do
preços dos serviços de televisão? Luanda, contra a EPAL. consumidor, pois é o destinatário de todo o
Relativamente à subida dos preços dos esforço que se quer empreender. Temos de
serviços de televisão por satélite das pla- olhar para o consumidor, e os seus direitos,
taformas ZAP e DSTV, no mês de Feve- como prioridade para que possamos alcan- questões estão isentas de pagamento
reiro, a Aadic tinha apresentado uma çar a meta desejada. As próprias políticas de custas judiciais e de preparo. Isto é
reclamação onde elencava a sua posi- públicas do Executivo devem ter os direitos de Lei. Instituições como a Aadic, que
ção junto da entidade reguladora, o INA- do consumidor como prioridade. exercem actividades sem fins lucrati-
COM, por ter participado de um encontro vos, não têm como pagar estes emolu-
preliminar onde se tinha acordado que Preservar o direito do consumidor está regulado mentos. Também deve haver a isenção
haveria subida sim, mas que tal fosse no Artigo 78 da Constituição da República. A Aadic de direitos aduaneiros, quando o caso
feita de forma gradual e em percenta- tem se deparado com situações que atentam a em concreto assim se impuser.
gem não acima dos 10 por cento. Não foi Constituição da República?
isso que verificamos. A Zap, na altura, O facto da Constituição da República
aumentou de forma unilateral e a uma
margem de 14 por cento, o que represen- 14% consagrar a defesa dos direitos do con-
sumidor como um direito fundamental,
tava uma infracção. O INACOM repós a Corresponde o aumento unilateral regis- reforça em parte, a legislação em vigor.
legalidade, aplicando uma medida sancio- tado nos serviços da ZAP, o que repre- No entanto existem problemas na elabora-
natória traduzida em multa. Nós temos sentava uma infracção. ção dos diplomas. Por exemplo, a Lei das
vindo a defender revisões paulatinas, taxas. Quando se regula uma lei ligada
graduais e moderadas em intervalos de às taxas temos de olhar para estes ins- A principal
tempo mais alargados. trumentos que devem estar na Consti-
tuição da República. Nos últimos anos missão DA AaDIC
E em relação a pretensão de alteração das tari- o Governo elaborou a taxa de limpeza
fas de passagens dos transportes... conhecida vulgarmente como a “taxa do É DEFENDER
Relativamente à pretensão de subida dos lixo”. A Aadic teve o cuidado de alertar
preços das passagens dos comboios do à opinião pública que este decreto era O CONSUMIDOR
CFL, a Aadic levantou questões de base, ilegal e inconstitucional. Porque aquele
sendo a “legal”, pois o procedimento para decreto continha normas que são ilegais DAS TRANSGRESSÕES
a regulação de preços dos serviços de
transportes deve ser feita com a partici- 50% e atentatórias à constituição, pois previa
indexação da taxa de limpeza à factura DO MERCADO
pação dos parceiros do Estado; a “mate- É o valor das transgressões que encon- de energia, o que constitui uma autên-
rial”, que tem a ver com a subida em 100 tram desfecho com a intervenção tica aberração.O caso mais grave é da
por cento do valor, comparativamente ao da Associação de Desefa do Consumidor. Lei de base do subsistema de ensino. Em Qual é o principal desafio da Aadic?
valor actual. Não é novidade para nin- 2010 alertamos, que a Lei iria criar difi- A Aadic já demonstrou ao país que tem
guém, que a maior parte das pessoas (con- culdades na interpretação e aplicação. rigor e capacidade no exercício das suas
sumidores) que utilizam estes meios de funções. A própria Lei do consumidor
transporte é da camada mais vulnerável Na sua opinião os tribunais angolanos ainda encon- determina que deve receber apoio para
da sociedade, daí a intervenção da Aadic tram dificuldades para julgar questões ligadas à desenvolver a sua actividade em toda a
para que a subida seja feita de forma gra- violação dos direitos do consumidor? extensão do território nacional. Temos
dual, até atingir os 100% do valor anterior. Claramente! O exemplo é o caso da EPAL, muitos jovens licenciados que se identi-
que não progrediu. O tribunal mostrou ficam com a Aadic e precisam ser assa-
A afixação do preço é ou não obrigatório para que não sabia como dar seguimento ao lariados, isto não acontece porque não
reduzir a dúvida de quem solicita pelo produto processo. Na verdade, estamos diante há condições. Temos todas as condições
ou serviço?
A afixação do preço junto ao produto ou 10% de um processo “cível” porque o direito
do consumidor se estabelece à luz dos
para que possamos ser uma institui-
ção de utilidade pública mas o Minis-
serviço é tão obrigatória, que exige a sua Constitui o indicador a obedecer na subida direitos económicos. As pessoas pagam tério do Comércio continua a vetar a
colocação num lugar visível para que o de preços, de modo a não penalizar bens e serviços. Logo, há património em nossa ascensão para utilidade pública.
cliente possa consultar sem reservas na o consumidor, defende a organização. causa, pelo que devem ser julgados no O OGE, desde 2014, que nas despesas
tabela de preços ou prateleira. O presta- âmbito da responsabilidade criminal. alocadas ao Ministério do Comércio,
dor de serviço deve colocar o preço num O desconhecimento das matérias pelos contempla uma rubrica reser vada à
lugar visível. Nós temos chamado atenção agentes do cartório nos tribunais, pois assistência financeira das organiza-
em relação a isso. Não é correcto colocar quando se remete um processo no tri- ções ligadas à defesa do consumidor.
o preço no produto, mas sim na prate- bunal na sala do “civel” é porque é esta E de lá para cá, nenhuma organização
leira em letras garrafais para facilitar instituição que deve julgar esta maté- recebe este valor. A pergunta que não
o poder de escolha do consumidor, pois, ria. No entanto, os operadores do car- se cala é: Para onde vai o dinheiro alo-
é através do preço que o cliente chega à tório cobram as custas judiciais e de cado a esta rubrica, se nenhuma orga-
conclusão do que vai ou não adquirir. preparo. Ora é uma aberração. Estas nização recebe este valor?!...
12
Finanças
Economia & Finanças

Inclusão regional níveis de inclusão financeira

29 %
desafia políticas Representa a taxa estimada dos
adultos incluídos financeiramente
e que até 2020 o BNA quer fixa-los
acima dos 50 pror cento
SADC já apresenta indicadores acima dos 60 por cento, contra
a metade de Angola, que quer chegar aos 50 por cento em 2020

}
Austral, onde a perspectiva
Vânia Inácio

O
é a scender a u m m í n i mo
de 50 por cento até 2020. A nível
s níveis de inclu- Durante a conferência inter-
são financeira nacional promovida pelo BNA, mundial
na reg ião da recentemente, em Luanda,
SADC (Comuni- sobre o papel das tecnologias os níveis
dade de Desen- na inclusão financeira, o gover- taxa de inclusão por grupo
volv iemento nador do Banco Nacional de de inclusão

22 %
da África Aus- Angola (BNA), José de Lima
tral), rondam 67 por cento, com Massano, disse que a revisão financeira
cerca de 113 milhões de pessoas da referida lei vai ainda per-
(sendo 33 por cento adultos) mitir a introdução de solu- passaram
a continuarem fora do indi- ções digitais inseridas nos É o percentual em termos do
cador. prog ramas institucionais de 51 por cento género feminino que se estima
Durante a recente 8ª Con- de inclusão financeira. estar a beneficiar dos serviços
ferência Anual do BNA (Banco Os últimos dados sobre a em 2011, para financeiros em Angola
Nacional de A ngola), o país bancarização em Angola, divul-
colheu experiências sobre gados pelo BNA em Novembro 69 em 2017
inclusão financeira do Banco de 2016, apontavam para 7,8
da Tanzânia, do Banco Cen- milhões de contas abertas, ou
tral do Quénia, da África do 52 por cento do que se supu-
Oeste e da Aliança de Inclusão nha antes do censo - ser um

82 15 %
Financeira, da qual Angola é universo de 15 milhões de pes-
membro. soas adultas.
Das experiências colhi-
das junto das representações Sistema de Pagamentos
estrangeiras, sobressai a do O processo de rev isão do por cento Calculado como o valor
Quénia, que num espaço de dez Sistema de Pagamentos do de jovens que também
anos teve a sua taxa de ban- BNA conta com o apoio do É a taxa divulgada do Quénia, têm acesso aos serviços
carização a subir de 20 para Banco Mundial e deve ficar considerado o maior país bancários
82 por cento. O exemplo foi concluído no final de 2019, africano em termos de
bem aplaudido pelos quadros quando for levado à Assem- inclusão financeira
do BNA, presentes no evento. bleia Nacional para discussão
A nível mundial, os níveis e aprovação, informou.
de inclusão financeira passa- De acordo com o governador,
ram de 51 por cento em 2011, as soluções que o BNA está a da população angolana são usuá- funções no que diz respeito aos de Inclusão Financeira do BNA.
para 69 em 2017. As metas preparar incluem a introdução rios de telemóveis, 15 por cento serviços de pagamentos, onde O encontro contou com
previstas pela UFA (Universal de pagamentos móveis, consi- faz uso da internet e apenas um se nota a interacção das novas a presença de responsáveis
Financial Access) procuram derados dinâmicos e de amplo por cento faz compras on line. tecnologias com o sector finan- seniores do BNA, de represen-
garantir o acesso de 1 bilião alcance, e também os pagamen- Segundo o vice-governador do ceiro”, disse na ocasião. tantes da direcção da Abanc,
de pessoas a uma conta ban- tos digitais, o que tem de ser Banco Nacional de Angola (BNA), Kixicrédito, MasterCard e do
cária, até 2020. feito com base na revisão da Rui Minguêns, que dissertava, Directrizes website sobre finanças pes-
Para o caso angolano, a lei, referiu. Para este processo numa das conferências realiza- Ainda em Maio deste ano, no soais “Kamba Rico”.
revisão da Lei do Sistema de o BNA conta com a participa- das pelo BNA, este ano, o uso das quadro do estreitamento das Ainclusão financeira é o pro-
Pagamentos deve viabilizar a ção das empresas de telecomu- tecnologias de informação (TIC) relações institucionais com o cesso que proporciona aos con-
elevação da taxa de bancariza- nicações móveis que operam no sistema financeiro bancário Grupo Banco Mundial (GBM), sumidores e investidores uma
ção de 50 por cento até 2020, no país, a Unitel e a Movi- nacional vai ajudar a acelerar o visando a captação de impor- maior compreensão dos produtos
contra os actuais 30 por cento cel , que além de apoiarem a processo de inclusão financeira. tantes financiamentos para financeiros e a adopção de com-
com a inclusão financeira da concepção do novo diploma, “As tecnologias de infor- apoiar a agenda governativa portamentos financeiros adequa-
população adulta, no mínimo. trocam ideias para encon- mação estão a evoluir de uma do Executivo, o Conselho de dos”–OCDE,2005. Ela significa
A média angolana é consi- trarem as melhores opções forma significativa, de tal forma Directores Executivos daquela que entidades colectivas e todos
derada baixa em comparacão para as operações no futuro. que novas empresas financei- instituição visitou o nosso país os cidadãos têm acesso e utilizam,
com a média da Comunidade Dados recentes confirmam ras e tecnológicas estão num , tendo sido discutido também efectivamente, produtos e servi-
de Desenvolvimento da África que actualmente doze milhões momento de integração das suas aspectos ligados ao programa ços financeiros.
edições novembro

concentracação de serviços bancários na capital angolana deve ser superada


Números do Banco Nacional Sobre este aspecto, a direcção Massano considerou que é aqui na província de
de Angola (BNA) asseguram do BNA entende ser preciso grande parte das províncias Luanda, também ocorre com
que 51% da rede bancária mudar o quadro. Para tal, do país ainda tem acesso os depósitos, cerca de 95%
angolana está concentrada o governador do BNA, José limitado aos principais dos depósitos são captados
em Luanda e o mesmo de Lima Massano, disse, serviços do sistema em Luanda”, explicou.
acontece com os sistemas recentemente, ter em vista já financeiro, sobretudo Segundo assumiu, a
de pagamentos electrónicos um conjunto de medidas, no ligados à banca, a maioria instituição que dirige tem
(ATM) com um parque de âmbito da inclusão financeira, concentrados em Luanda. ainda pela frente “um trabalho
52% e cerca de 72% dos como um maior dinamismo “O nível de concentração intenso para desenvolver
terminais de pagamento dos pagamentos móveis e, de resto no nosso país do no sentido de trazer mais
automático (TPA) também também, nos pagamentos sistema financeiro ainda é angolanos para o sistema
concentrados na capital digitais. alto, cerca de 94% do crédito financeiro, particularmente,
angolana. O governador José de Lima que é concedido à economia para os serviços bancários”. Zona Financeira do Patriota
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
Finanças 13

onde que se pretende chegar opinião


Gestão familiar
1
100
100%

N
ed i ç õ e s n
ov e
mb
o ano de 2014 deu-se ro

80 início a actual crise


bilião económica ango-
É o número de pessoas que lana. De lá para cá,
60 se pretende trazer ao sistema segundo dados do
50% 50% 50%
financeiro mundial nos site do BNA, a economia sofreu
próximos tempos a pior recessão da história, cul-
%

%
21

79
minando no recuo no Produto
28

40
%

Interno Bruto (PIB), o registo


35

29%
22% de certo descontrole da infla-
21%
20 ção, que contraiu para 2,58 por

12
15%
cento, em 2016 e 0,15 em 2017.
Como se não bastasse, segundo
0
Conta abertas pelo Público feminino Público jovem Titulares de cartões
relatórios divulgados na página do Vânia Inácio
público em geral bancarizado bancarizado de débito milhões Instituto Nacional de Estatística Jornalista
(INE) angolano, o desemprego em

}
previsão da subida
São os angolanos calculados 2016 situou-se na ordem dos 19,9
2017 2022
como os que possuem um por cento e teve o seu auge em 2017,
telefone móvel, indicador ao atingir 3,6 milhões de ango- o orçamento
referência para a bancarização lanos. Em consequência ocorreu
ainda uma drástica diminuição familiar deve
contas de dinheiro móvel/E-kwanza do poder de compra das famílias.
É exactamente sobre a família ser discutido
fonte: bna | arte: bruno vd

que deveremos centrar a nossa abor-

15
e aceite por todos
1,7 %
dagem, uma vez que ela, enquanto
agente económico, possui papel
fundamental na economia. os integrantes,
por cento O equilíbrio financeiro de uma
É a taxa de 2017 (84.155) de contas família é fundamental para o inclusive pelas
móveis abertas ao que se pretende São dos 12 milhões os que desenvolvimento do país. No caso
elevar até cinco milhões em 2022 usam a internet, sendo que só de Angola, que está em tempo de crianças
e apenas um por cento destes ajustes e de redefinições, a pala-
faz compras on line vra mais escrita, lida e ouvida nos
últimos tempos é “crise”. orçamento. Existem receitas regu-
Se em tempos de bonança lares, que são aquelas recebidas
racionalizar era uma questão de todo mês, como salário, arrenda-
consciência, nas famílias, onde mento de imóveis, entre outros.

836
mil contas
o consumidor era aconselhado
a adoptar a prática de fazer pou-
pança, nos dias de hoje, por con-
sequência da crise económica
As receitas eventuais, aquelas
não recebidas mensalmente,
como décimo terceiro, subsídio
de férias e venda de bens.
que o país atravessa, a popula- Um orçamento pode ser
Foram abertas no quadro ção é obrigada a poupar. efec t uado nu ma si mples
do programa bankita que O escritor americano Ben- folha de cálculo tipo Excel.
mobilizou ao todo 13 bancos jamin Franklin disse em certo Te m d o i s i n d i c a d o -
dos 26 que actuam no sector momento: “um centavo poupado é res fundamentais: os
igual a um centavo ganho”. recebimentos e os pagamentos.
Até ao momento actual, o orça- A d iferença ent re os
mento familiar é muito pouco pesqui- dois explicará a variação do
sado no meio académico, reforçando saldo bancário da família.
Ranking “obtenção de crédito” sinaliza fraquezas a ideia de que a educação financeira O primeiro orçamento de
em Angola não é praticada. uma família é sempre o mais
O relatório Doing Business do O interesse do governo na difícil de elaborar, sobretudo se
Banco Mundial de 2019 classifi- dr
educação financeira, em Angola, não existir um resumo do des-
cou Angola na posição 184 num é muito mais visível nos órgãos tino que foi dado ao dinheiro nos
total de 190 economias no indi- reguladores e supervisores do sis- últimos meses, mas em algum
cador de “Obtenção de Crédito”. tema financeiro, o que é um erro. momento terá de começar.
A pesquisa apurou que o maior Infelizmente, não há dados É importante referir que o
volume de empréstimo(cerca do nível de endividamentos das orçamento familiar deve ser
de 75 por cento) centrou-se famílias angolanas. É óbvio que discutido e aceite por todos
em sectores não produtivos os problemas de créditos malpara- os i nteg ra ntes, i nclusive
como imobiliário, construção e dos que os bancos enfrentam neste as crianças, se possível.
empréstimos para o consumo. momento nos dão uma visão “ima- O primeiro passo para elabo-
Os dados que foram avan- ginária” de que os chefes de famí- rar um orçamento é avaliar a sua
çados por um representante da lias não têm condições de pagar situação actual, ou seja, verifi-
Acelera Angola, denota que essa as dívidas em atraso. E essa reali- car quais são as categorias onde
realidade limita o papel do sec- dade é reflexo não só da situação gasta dinheiro e os rendimentos
tor financeiro na diversificação, económica que o país atravessa, que tem. O ideal é que as despe-
e a falta de acesso ao financia- mas também da falta de planea- sas não ultrapassem os rendimen-
mento, que aumentou signifi- mento financeiro e de informação tos. Caso isso esteja a acontecer
cativamente entre 2010 e 2016, da maioria das famílias. Nestas aconselha-se a tentar equilibrar
são factores que contribuem horas, além de controlar a impul- as suas finanças pessoais.
para o enfraquecimento dos sividade, algumas dicas podem Quanto à periodicidade, espe-
níveis de poupança no país. auxiliar a economizar e tornar cialistas acreditam que um con-
De acordo com dados avança- Programa Bankita é uma iniciativa do BNA e subscrito por vários parceiros a vida mais fácil, mesmo em trole de gastos mensal pode sanar
dos pelo BNA, o projecto Bankita, momentos não tão favoráveis. a necessidade de acompanha-
criado em 2011, dos acordos cele- ção de conteúdos de literacia inserção de conteúdos em disci- Um planeamento financeiro, mento e planeamento da famí-
brados com 13 bancos comerciais, financeira no sistema de ensino plinas transversais. além de auxiliar na educação finan- lia. É claro que todo orçamento
permitiram a abertura de 836 nacional, com arranque previsto O lançamento do concurso ceira adequada, também auxilia não é uma tarefa fácil, porém,
mil 451 contas bancárias, 304 em 2015, parecem até ao momento nacional anual de Educação Finan- no orçamento e gestão da própria estas simples estratégias, se
campanhas realizadas, até ao não surtir o efeito desejado. O ceira com arranque previsto para renda e até criação de poupança. bem adoptadas podem ajudar
momento actual (2019). O projecto referido acordo tinha sido na 2017, até ao momento também O orçamento familiar deve as famílias a contornar situa-
que na altura tinha sido lançado altura assinado com o Ministé- ainda não se materializou. ser composto por três elementos ções desfavoráveis e facilitará
para incentivar a população em rio da Educação (MED). A capital luandense, com 27 principais, que são a receita, des- também o acúmulo de recursos
geral à poupança, caminha até O projecto tinha como finali- por cento da população, repre- pesa e investimento. visando desfrutá-lo futuramente
ao momento de forma acanhada. dade, motivar jovens estudantes senta 90 do crédito total e 95 dos As receitas são todos os recur- com viagens, lazer ou a própria
Dos programas como a Inser- para a aprendizagem contínua e depósitos totais de todo o país. sos de dinheiro que entram no aposentadoria.
14 bolsas & acções Economia & Finanças

dr

bna vende usd 750


milhões este mês
O Banco Nacional de
Angola fez saber, através
de um comunicado que,
este mês, será vendida
moeda estrangeira no
valor equivalente de usd
750.000.000,00 (setecentos
e cinquenta milhões de
dólares dos Estados Unidos da
América), por via de leilões de
preço.
De acordo com o banco
central, após cada sessão,
vai ser divulgado no portal
institucional do BNA, o
montante disponibilizado,
o número de participantes,
as taxas de câmbio máxima
e mínima admitidas bem
como a taxa de câmbio média
resultante da sessão.
Para esta primeira semana, de
2 a 6, em dois leilões, nos dias
2 e 3, foram disponibilizados
ao todo usd 287 milhões. A
taxa média ponderada é de kz
366,346, com 19 bancos no
primeiro dia e 23 no segundo,
respectivamente.
em agosto No mês de Agosto, foram

Bodiva movimenta
efectuados três leilões
semanais, sendo que no
primeiro, que decorreu nos
dias 5, 7 e 8, foram postos à
disposição da banca, ao todo,
mais de usd160 milhões. As
mesmas destinaram-se às

kz 64,7 mil milhões


operações privadas, liquidação
de CDI, viagens, cartões,
transferências correntes e
salários, além de mercadorias
e serviços com o exterior. A

A
média de participantes foi de
20 bancos. A taxa média nas
Bolsa de
Dívida e Valo-
no Ambiente Bilateral troca-
ram-se 10,8 mil milhões.
} operações foi num mínimo
de kz 356,354, contra um

24
res de Angola Contudo, Agosto foi menos máximo de 362,247.
( BODI VA ) apetecível se comparado aos No leilão seguinte, isso na
movimen- kz 72,6 mil milhões do mês produção de semana de 12 a 16, o BNA pôs
tou , no mês de Julho. Naquele período, petróleo em alta à disposição dos bancários
de A gosto, 5 8 ,7 m i l m i l h õ e s f o r a m um total de usd 15 milhões.
um valor global de kz 64,7 mobilizados no A mbiente dias Tanto a produção de petróleo Participaram 14 bancos com
mil milhões, de acordo com Mu lt i latera l e o s out r o s É o tempo que falta para a entrada quanto a de gás natural uma taxa média ponderada de
o Dash Boa rd publicado 13,9 mil milhões no Bilateral. em vigor do Imposto sobre o Valor aumentaram em Julho em kz 365,674.
na sua página de internet. No conju nto dos oito Acrescentado (IVA), previsto para relação ao mês anterior e Na semana de 19 a 23 de
Os títulos com prazo de 2020 meses (Janeiro a Agosto), a 1 de Outubro. A partir dessa data ao mesmo período do ano Agosto, o Banco Nacional de
foram os mais procurado pelos Bodiva mobilizou em títu- deixa de vigorar o actual imposto de passado. A produção de Angola (BNA) disponibilizou
investidores, num mês de Agosto los e bil hetes u m valor consumo, tido por prejudicial aos petróleo foi de 2,775 milhões usd 110 milhões. Participaram
em que o Banco de Fomento de kz 576 mil milhões. produtores e produtos nacionais de barris por dia (bbl/d), uma seis (6) bancos sob taxa
Angola (BFA) liderou, seguido A seguir aos títulos de 2020 elevação de 8,5 por cento média ponderada de kz
do BAI e Millennium Atlântico. seguem-se os de 2021 e os de 2022 frente a Junho e de 7,8 em 365,659 por cada dólar

60,40
O preço médio dos Bilhe- como os com maturidades (pra- comparação a Julho de 2018. vendido.
tes do Tesouro (BT) estive- zos de vencimento) mais procu- Foram produzidos 124 milhões edições novembro

ram fixados em kz 898,89, rados pelos aforradores. de metros cúbicos de gás natural
enquanto as Obrigações do No I semestre, foram con- por dia (m3/d), um crescimento
Tesouro Não Reajustáveis (OTNR) tabilizados, na Bodiva, mais de 11,7 por cento frente ao mês
fixavam-se nos kz 91,58. O de dois m il negócios que dólares anterior e de 7,1 na comparação
preço médio das Obrigações do resultaram em transacções Era em quanto se comercializava o barril com Julho/2018.
Tesouro Indexado à Taxa de verificadas de kz 450,7 mil de petróleo no mercado de futuros
Câmbio (OTXC) foi de kz 101,37. milhões. Desse total, 379,5 mi de Londres. O petróleo referência às nigéria e arábia
O documento electrónico milhões foram negociados em exportações angolanas baixava assim saudita puxam opep
sobre as transacções de bolsa ambiente multilateral e 71,2 mil 0,03 cêntimos de dólares em relação
na Bodiva atestam, por outro milhões em mercado bilateral. ao último fecho de terça-feira, o que A produção de petróleo
lado, que no Ambiente Multila- O pico mais alto do período representa no global uma perda de da Organização de Países
teral foram transaccionados kz em referência foi registado em 0,05 por cento Exportadores de Petróleo
53,8 mil milhões ao passo que Fevereiro deste ano. IL (OPEP) aumentou em Agosto,
a primeira alta desde que o

2,6
grupo e seus aliados iniciaram
uma nova rodada de cortes
de produção no início do ano
para sustentar o fraco mercado
% %
1,52 8,29 mil milhões de kwanzas
Representa o valor arrecadado pelo
global. A Nigéria e a Arábia
Saudita lideraram o impulso
da Opep, que colectivamente
comércio de diamantes no mês de aumentaram 200 mil barris/
Julho, só abaixo dos 2,7 mil milhões dia para 29,99 milhões por dia,
de Janeiro e dos 4,1 mil milhões do segundo a Bloomberg. Acesso às divisas mantém níveis
Inflação mensal Inflação acumulada mês de Abril, segundo o Minfin
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
banca 15

BNI e IFC do Banco Mundial aumentam linha


de financiamento para 50 milhões de dólares
Plafond atribuído ao Banco BNI decorre ao abrigo do Global Trade Finance Program e tem em vista a
aceleração do apoio às empresas nacionais no quadro do processo de diversificação económica em curso

O
vigas da purificação | EDIÇÕES NOVEMBRO
}
IFC – Instituição
Financeira do
Banco Mundial aumento
para o Sector
Privado aprovou, de plafond
recentemente, o
aumento do pla- representa também
fond atribuído ao Banco BNI, ao
abrigo do Global Trade Finance o aumento
Program, para usd 50 milhões.
De acordo com uma nota che- da capacidade
gada à nossa redação, o reforço
desta linha de crédito assi- de apoiar
nada em Julho de 2014, além
do aumento da credibilidade o desenvolvimento
do Banco junto daquela Insti- O BNI é presidido por Mário Moreira Palhares (vice-governador do BNA, entre 1991 e 1997), e controla 28,28 por cento
tuição Financeira Internacio-
nal, irá permitir incrementar
o apoio ao sector empresarial aumento de plafond, ora apro- Em Maio deste ano, o banco à área de prestação de serviços patamar do conjunto das insti-
em Angola. essa opção alarga o vado, representa não só o reforço anunciou ter recebido a certi- bancários de apoio ao cliente, tuições, quer em África quer a
leque das empresas a apoiar e, das relações entre as institui- ficação internacional de quali- para o Contact Center e para a nível internacional.”
consequentemente, poder vir a ções, iniciadas em 2014, mas dade ISO 9001, atribuída pela Provedoria do Cliente. O banco Criado em 2016, com sede em
contribuir para a diversificação também, o aumento da capa- empresa Bureau Veritas, cul- disse considerar o Bureau Veri- Luanda, o BNI é presidido por
económica em curso. cidade do Banco, em apoiar de minando um processo desenca- tas uma das maiores empresas Mário Moreira Palhares, vice-
Na visão do presidente do forma mais sustentada o desen- deado em Julho de 2018. internacionais no domínio das -governador do BNA entre 1991
Conselho de Administração volvimento da actividade empre- O BNI referiu, na ocasião, certificações, pelo que a obten- e 1997, e controla o banco com
do BNI, Mário Palhares, este sarial internamente. que a certificação diz respeito ção da certificação coloca-o “no 28,28 por cento das acções.

publicidade
Cotações

Taxas de câmbio Commodities

361,724 USD/AKZ
61,04 brent

Taxas de Juro Commodities


Moeda 05 Set 2019 05 Set 2019

Euribor 1 mês EUR -0,441 Brent 61,04

Euribor 6 meses EUR -0,439 crude oil 56,36

Euribor 12 meses EUR -0,379 gás natural 2,45

Libor 1 mês USD 2,05725 ouro spot 1,544.27

Libor 6 meses USD 0,78675 trigo 466,75

Libor 12 meses USD 1,89688 açucar 11,08

café 96,85

algodão 58,57

mercados accionistas
Índice 05 Set 2019 Taxas de Câmbio Spot
Cotação 05 Set 2019
Dow Jones 26,355.47
USD/AKZ 361,724
S & P 500 2,937.78
EUR/AKZ 399,814
NASDAQ 7,976.88
zar/AKZ 24,416
FTSE 100 7,259.01
EUR/USD 1,1063
BOVESPA 98,193.50
GBP/USD 1,2333
PSI 20 4,958.93
USD/JPY 106,6300
NIKKEI 225 21,085.94
USD/ZAR 14,8160
DAX 12,103.53
USD/BRL 4,0813
Hang seng 101,200.90
USD/CNY 7,1445

(11643R)
16 preços Economia & Finanças

hora
das compras

Farinha de mandioca triplica Produtos


Kero Candando Maxi Shoprite

o preço nos supermercados


Açúcar -1 kg 249,00 289,00 320,00 249,95

Água mineral -5 lt 259,00 259,00 274,00 399,95

Arroz -1 kg 275,00 279,00 342,00 399,95

DR Azeite -500 ml 645,00 679,00 799,00 899,95

Isaque Lourenço Batata rena -10 kg 2.440,00 2.490,00 3.290,00 3.999,95


e Alberto Quiluta

O
1.985,00 2.419,00 1.990,00 2.349,95
Carne bovina-bife-1 kg

quilog rama Cebola -10 kg 3.267,00 3.240,00 3.490,00 3.499,95


de farinha de
mandioca nos Chouriço -900 gr 1.484,00 1.486,00 1.760,00 1.999,95
super merca-
Corvina - 1 kg 2.485,00 2.489,00 3.690,00 2.599,95
dos de Luanda,
mas com repre- Farinha de trigo - 1 kg 245,00 279,00 289,00 299,95
sentação nacio-
nal, está a custar um mínimo Farinha de mandioca kg 595,00 494,00 799,00 699,95
de 595 e máximo de kz 799.
Apreciada por muitos e nem Feijão - 1 kg 579,00 584,00 658,00 599,95
tanto por outros, que justificam a
prisão de ventre como uma conse- Frango - 1 kg 894,00 1.044,00 1.179,00 929,95
quência directa da ingestão desse
quitute, o preço do quilograma da Fuba de bombó - 1 kg 245,00 244,00 -----------* 699,95
farinha de mandioca nos merca- Fuba de milho - 1 kg
294,00 239,00 449,00 699,95
dos informais chega a variar entre A farinha fina e de musseque está a variar entre kz 150 e 250 nos produtores
kz 200 e 250, três vezes menos 295,00 299,00 349,00 299,95
Leite UHT - 1 lt
que nos revendedores formais. Leite em pó 1.800 gr 2.885,00 3.299,00 2.890,00 3.999,95
Para as donas de casas de refei- de bombó estão a sobrefacturar, sem fiscalização, mas ainda assim
ção, a farinha, que acompanha o pois as unidades comerciais com- apresentam preços (in)compará- Massa alimentar - 50 gr 125,00 139,00 129,00 179,95
caldo, o mufete e também usada pram em elevadas quantidades, veis aos da situação real.
na farofa, é indispensável e o seu mas a um preço muito mais alto Esta semana, a nossa equipa Margarina - 350 gr 195,00 249,00 249,00 199,95
preço de venda é fundamental, do que os pequenos compradores. também constatou um certo retorno
daí que sabem bem dos pontos Por exemplo, o gestor de um dos à normalidade nos preços do car- Óleo alimentar -1lt 539,00 429,00 518,00 499,95
de (re)venda e dos reais preços. quatro supermercados (no quadro tão de ovo (embalagem de 24 uni-
1.296,00 1.299,00 1.396,00 1.399,95
A par da farinha, também é ao lado), e que preferiu não se iden- dades), que já está a ser vendido ao Ovos - 24 unidades
ainda notória a variação no preço da tificar, disse ser injusto para os preço de kz 1.200 a 1.350 na maio-
Pão - pequeno 16,00 20,00 25,00 19,95
fuba de milho e a de bombó (outro grandes distribuidores comprarem ria dos revendedores informais.
derivado da mandioca tal e qual a mais caro, quando até são eles que Quanto ao açucar, outro produto 244,00 219,00 399,00 299,95
Salsicha - 350 gr
farinha). Há ainda, em alguns ope- lidam com os impostos e responsa- de elevada pocura, e consequente,
radores, fuba importada. bilidade social dos trabalhadores, consumo, a situação parece mais Vinagre - 0,5 lt 114,00 109,00 149,00 199,95
Na justificação apresentada, ao contrário da”má” concorrência estabilizada. A oferta nos infor-
os lojistas dizem que os produto- que vende às portas dos supermer- mais assim como nos supermer- Total 21.650,00 22.576,00 25.433,00 27.228,80
res nacionais da fuba de milho e cados e em lojas de proximidade, cados apresentam certa paridade.
------- * produto em falta no stock -------

gráfico comparativo de preços de um mesmo produto


2.349,95
3999,95
699,95

249,95
3.299

2.890
2.885

1.985

2.419

1.999
595

494

799

249

289

320

Kero
candando
shoprite
maxi

farinha de mandioca leite em pó açucar carne bovina-bife

Fonte: Preços cedidos pelos supermercados | Levantamento de quinta-feira, 5.09.2019|


Valores expressos em kwanzas | Quaisquer alterações no custo aqui expresso e o real apenas engaja o respectivo operador
1ª semana 2ª semana 3ª semana 4ª semana

Candando entra na plataforma Tupuca para fazer entregas


CONTREIRAS PIPA | EDIÇÕES NOVEMBRO

A partir desta semana passa a ser cia é o parceiro ideal para esta de 10 km, mediante o pagamento
possível encomendar produtos nova aposta do Candando, refere de uma taxa de entrega variável
do Candando na APP da Tupuca. fonte do Candando. em função da distância.
De acordo com a assessoria “É assim possível fazer, atra- O Candando é uma empresa de
de comunicação do operador, vés da APP da Tupuca, a enco- retalho alimentar de capital 100
deu-se mais um passo no sen- menda de produtos do Candando e por cento angolano, que aposta
tido de reforçar a conveniência recebé-los comodamente em casa no equilíbrio entre a sofisticação
da sua proposta de valor e dife- entre às 10h e às 20h, de segunda moderna e a autenticidade dos mer-
renciar o seu serviço, ao permi- a sábado e entre às 11h e às 20h cados tradicionais, para garan-
tir, via Tupuca, a encomenda on aos domingos”, disseram. tir diariamente uma selecção dos
line dos seus produtos. Nesta fase de arranque a loja melhores produtos ao melhor preço
A Tupuca pela sua credibili- base é a do Morro Bento, estando de mercado e uma experiência de
dade, espírito inovador e eficiên- as entregas garantidas num raio Entregas da Tupuca abrange produtos do Candando num raio de 10 km compra diferenciadora.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
consumo 17

DR

Revistas INADEC
constata
às compras dos 31 infracções

clientes persistem
O Instituto Nacional de Defesa
do Consumidor (INADEC) rea-
lizou, entre 23 e 30 de Agosto,
um total de 79 visitas de cons-
tatação, atendeu 10 denúncias,
Controladores à saída das lojas da rede de acordo com uma nota che-
gada à nossa redacção.
AngoMart vistoriam os sacos de compras No referido período, a actividade
inspectiva do Inadec culminou
para aferir a sua conformidade com a com a detecção de 31 infracções,
seis (6) apreensões, uma (1) inu-
factura contrariando disposições legais AngoMart contraria Inadec com insistência na revista às compras à saída tilização e 23 aconselhamentos
no que toca à fiscalização do
mercado de consumo.
um autêntico desrespeito à pre- Segundo o relatório, relacio-
Isaque Lourenço comerciais, por considerar que
violam o direito à integridade pes-
}
o Instituto
sunção da inocência dos clientes.
“Ouvimos nas rádios e vemos
nado à educação e sensibiliza-
ção aos fornecedores de bens e

Q
soal e o princípio da presunção pela televisão que é proibido prestadores de serviços, o Ina-
uem vai às compras da inocência inscritos na Cons- revistar as compras dos clien- dec realizou uma campanha de
na rede de lojas Ango- tituição da República de Angola. Nacional tes, mas aqui no AngoMart do sensibilização sobre higiene,
Mart tem de enfren- Tal como constatado nas Benfica, as pessoas que traba- saúde e segurança nos mata-
tar a revista à saída repor tagens do Jor nal de de Defesa lham na portaria não cumprem douros, de âmbito nacional.
e a confirmação dos Angola e outros órgãos de essa orientação. É uma vergonha O evento foi uma parceria
produtos que leva de acordo com imprensa nacionais, a prá- do Consumidor e até porque essas revistas pode- com os laboratórios Central
a factura de pagamento. tica persistia e até hoje não riam ser feitas na caixa por altura da Agricultura, da Saúde
Esta iniciativa é uma con- há sinais de mudança dessa (INADEC) proibiu do pagamento”, defende. e Comércio bem como as
travenção clara aos direitos do prática. Nos Kero, Alimenta A gerência da loja não se mos- administrações municipais.
consumidor, em função de uma A ngola , Ca nda ndo e Sho - estas práticas nos trou disponível para atender o No sector das telecomunicações,
anterior decisão das autorida- prite por onde passámos não nosso pedido de esclarecimento, o Inadec fez saber que endere-
des reguladoras desse segmento. foi visto este procedimento. estabelecimentos talvez porque não nos identifica- çou ofícios às operadoras Uni-
Em Abril desse ano, o Insti- Chinha João foi à AngoMat mos em nome da imprensa, mas tel e Movicel sobre o envio de
tuto Nacional de Defesa do Con- comprar bens essenciais da cesta comerciais na condição de consumidor. Além publicidades não solicitadas
sumidor (INADEC) proibiu estas básica. Passou pela revista dos de ameaçados, fomos recomen- pelos clientes.
práticas nos estabelecimentos “kaenche”, e considerou a revista dados a obedecer só e somente.

publicidade

501115B
18
comércio
Economia & Finanças

Kindala Manuel | edições novembro

Empresários
angolanos
e sul africanos
acertam passos
Empresários angolanos e
sul-africanos vão partici-
par em Luanda, de 8 a 13 do
mês em curso, num seminá-
rio sobre “Oportunidade de
negócios”, com o objectivo
de potenciar os empresá-
rios sobre aspectos ligados
a investimentos e identifi-
cação de áreas com maiores
potencialidades.
O grupo de 25 empresas de
vários sectores da actividade
económica, com destaque para a
Preços dos produtos importados vão obedecer métodos construção, minas, infra-estru-
de cálculo diferenciados após parecer do grupo técnico turas, indústria, agricultura,
agropecuária e serviços, vão
referência na importação de bens trocar experiências e procurar

Cálculo de preços é feito


divulgar os seus produtos junto
das mais de 200 empresas que
actuam no mercado angolano.
Segundo o embaixador da
África do Sul em Angola, Fannie
Mfana Phakolo, que falava hoje

sob métodos mais claros


em conferência de imprensa,
além das reuniões B2B previs-
tas, os participantes efectua-
ram visitas à empresas dos
sectores chamados a partici-
par no evento.
Fannie Mfana Phakolo disse
}

instituiu a unidade de reconcilia- indica que houve uma irregula- que a missão é promover os
Pedro Peterson ção de dados, e os demais órgãos ridade perante o Artigo 40.º produtos sul-africanos e pres-
a plataforma

O
que licenciam ou intervêm no do Decreto 75/17, que obriga o tar serviços, para encorajar os
Ministério do Comér- licenciamento de importações, operador económico a revender empresários a investirem em
cio apresentou, esta estão a reforçar o controlo e pre- vai facilitar as divisas a uma instituição Angola.
semana, aos opera- venção de irregularidades. financeira bancária, sempre Por outro lado, o adido comer-
dores económicos, Este controlo, segundo o docu- as autoridades que não consiga proceder a cial da embaixada sul-africana
uma plataforma para mento, vai mitigar as práticas de importação nos prazos esta- em Angola, Meshack Mathye,
método de cálculo dos preços de preços alterados assim como o na formação belecidos”, disse. afirmou que a visão das empre-
referência na importação de bens, branqueamento de capitais que Os operadores presentes na sas sul-africanas está no mercado
visando garantir que os produtos têm sido detectados, bem como de preços cerimónia, consideraram bas- angolano e tencionam criar um
importados cheguem aos destino garantir a entrada efectiva dos tante eficaz e oportuna a utiliza- ambiente de melhoria de negó-
com uma variação mínima e con- produtos importados. dos produtos ção da referida plataforma, como cios e fazer parcerias com empre-
trolada de preços. O método deverá incluir a veri- forma de melhorar os actuais pro- sas públicas e privadas.
Segundo um documento do ficação de determinadas informa- cedimentos de controlo das irre- Na sua óptica, os produtos
Ministério do Comércio a que o JE ções nas facturas, fazer constar em moeda estrangeira. gularidades mais frequentes no importados e os negócios das
teve acesso, a plataforma resulta detalhes que justificam que deter- O chefe do departamento da que às importações diz respeito. 30 empresas sul-africanas que
das recomendações saídas na reu- minado pagamento refere-se às balança comercial, da Direcção Além de Directores e técni- actuam em Angola estão a dar
nião de 6 de Agosto último, rea- quantidades, referências e preços, Nacional do Comércio Externo cos do Ministério do Comércio, um sinal positivo, “queremos
lizada entre membros do grupo em harmonia com os comprovati- (DNCE-Minco), José Sicato, disse estiveram também presentes que haja equilíbrio e desenvol-
técnico para as questões macroe- vos de pagamentos e demais docu- na ocasião que, estão a ser detec- representantes dos Ministérios vimento na região”.
conómicas, sob a coordenação do mentos inerentes às importações. tados casos de comerciantes que das Finanças, Pescas e do Mar, As trocas comerciais entre
secretário para os Assuntos Econó- O documento vai ainda con- receberam as divisas em 2017 e Agricultura e Florestas, o Banco A ngola e a África do Sul,
micos do Presidente da República. siderar os custos de frete e as mercadorias só estão a entrar Nacional de Angola e outras ins- em 2018, rondaram os 230
O Ministério do Comércio, que seguro que, em geral, são pagos no país no ano corrente, o que tituições bancárias e comerciais. milhões de Rand.
O volume de transacções
comerciais da África do Sul
para Angola ronda kz 377.7 mil
Unitel forma mais de 560 agentes em 14 províncias do país milhões, enquanto o inverso é
de kz 133.3 mil milhões, cifra
cedida relativamente baixa devido à
Mais de 560 Agentes de produtos pela empresa. escassez de divisas.
e recargas Unitel, participaram As recargas electrónicas são Garcia Mayatoko | edições novembro | Zaire
nos seminários sobre recargas uma forma inovadora e conve-
electrónicas realizados nas pro- niente para carregar o número da
víncias de Luanda, Cuanza Sul, rede. O serviço permite a realiza-
Cuanza Norte, Benguela, Cunene, ção de carregamentos directos e/
Cuando Cubango, Bié, Huambo, ou voucher SMS por intermédio
Huíla, Cabinda, Malanje, Moxico, de terminais portáteis disponí-
Namibe e Zaire. veis nas lojas e agentes, no qual
A acção ocorreu nos meses de o saldo é disponibilizado direc-
Julho e Agosto do ano em curso, tamente no número do cliente.
e visou aprimorar os conheci- Trata-se de uma configuração
mentos dos agentes em relação segura, rápida e de fácil acesso,
às novas ferramentas de venda e além de ecologicamente correcta.
gestão das recargas electrónicas, Nelson Andrade, agente há 7
como o portal de agentes, mMana- anos em Luanda, disse que “a acção
ger, APP mSeller e Menu mSeller. foi valiosa, uma vez que permite
Com ênfase no portal de agente aperfeiçoar os conhecimentos e
e no Menu mSeller, os participan- melhor interagir com os clientes. É
tes reforçaram as suas competên- importante que a empresa desen-
cias técnicas, tendo em conta as volva várias acções do género ao Trocas ainda estão desequilibradas
normas e estratégias definidas Rede de telefonia móvel quer garantir maior qualidade de serviços ao público longo do ano”.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
serviços 19

Angola Cables dá mais um


passo na conexão de internet
dr

center num verdadeiro market-


Xavier António place para os clientes da região”.

A
O director de projectos espe-
multinacional ango- ciais e desenvolvimento do NIC
lana de telecomunica- Brasil considera que o IX.br de
ções, Angola Cables, Fortaleza tem se consolidado
lançou recentemente, como um dos maiores pontos
o novo ponto de inter- de troca de tráfego de internet
ligação ao Ponto de Troca de Trá- na América Latina, sendo que a
fego (PTT), também conhecido inauguração do PIX da Angola
como PIX, no seu recém-inau- Cables contribui para melhorar
gurado data center, localizado a qualidade da interligação entre
no Brasil, em Fortaleza, Estado as redes que formam a internet.
do Ceará. “Dentro do PIX, os seus uti-
O PIX faz parte da malha de lizadores tais como provedores
conectividade do Brasil Inter- de acesso à Internet e empresas
net Exchange de Fortaleza, uma de serviço de streaming estarão
iniciativa do Comité Gestor da ligadas directamente a 174 outras
Internet no Brasil e do Núcleo redes”, explica o documento.
de Informação e Coordenação A nota avança ainda que há
do Ponto, que promove a infra- cada vez mais empresas que
-estrutura necessária para a precisam de trafegar dados e
interligação directa, numa região buscam empresas de telecomu-
metropolitana, de redes que par- nicações que além de fornece-
ticipam da Internet no Brasil. rem a infra-estrutura avançada
Uma nota da empresa che- e soluções inovadoras de trans- Responsáveis da empresa durante a apresentação do novo data center que proporcionará mais trafégo de internet
gada ao JE, indica que com esta missão de dados, possam tam-
aposta o tráfego de informações bém oferecer um ecossistema
}

dos utilizadores ficará alojado completo e integrado.


num único ponto da região deno-
minado data Center AngoNAP
Segundo apurou o JE, o ano
passado a empresa investiu mais o ano passado Estações de serviços aumentam
que detém uma alta capacidade
de tráfego de rede, IP trânsito de
de 130 milhões de dólares no
cabo submarino entre o Brasil e a empresa soluções para os automobilistas
alta qualidade, acesso a redes de dos Estados Unidos da América.
internet ao redor do globo. A Angola Cables é maioritaria- investiu mais de João Constantino
dr

mente detida pela empresa pública


Melhorias Angola Telecom (51%), contando 130 milhões de no Cuito

Para o presidente da comissão ainda com a Unitel (31%), a Mstele-


executiva da Angola Cables, Antó- com (9%), a Movicel (6%) e a Startel dólares no cabo O número de estações de serviço
nio Nunes, o objectivo é fomentar (3%) na sua estrutura accionista. para lavagem e manutenção de
um completo HUB de telecomu- A empresa é uma multinacional submarino entre o viaturas na província do Bié está
nicações e um ecossistema de de Soluções de IT, focada na venda a aumentar consideravelmente,
tecnologias de informação e de soluções para infra-estruturas Brasil e EUA criando emprego para jovens que
comunicação. “Dispomos agora de data center, venda de conecti- encontram aí o ganha-pão para
de um PIX que vai tornar o data vidade e serviços cloud. sustentar as suas famílias.
O JE fez uma ronda nas
principais artérias da cidade
do Cuito, tendo constatado a
Bié recebe 15 novos autocarros públicos presença de várias estações de
serviço sob gerência de cida-
edson fabrísio | edições novembro | Cuito
dãos nacionais e estrangeiros. Uma estação de serviço em Luanda
transportes, e são estas institui- As pertencentes aos estran-
João Constantino ções convidadas para apresenta- geiros, sobretudo asiáticos, Entre várias estações exis-
no Cuito
rem as suas propostas. são as que oferecem maior tentes no Cuito, visitámos,
“O Governo da província pre- confiança aos clientes. igualmente, a estação de ser-
A província do Bié tem 15 novos tende apurar, na primeira fase, Existem oito estações de viço sem manutenção, denomi-
autocarros para o transporte cinco empresas que poderão benefi- serviços, no Cuito, que prestam nada “Sidarta Vanois” .
inter-urbano de passageiros, com ciar, cada uma, com cinco autocar- serviço diariamente ao público. Seg u ndo o gerente da
capacidade para transportar 62 ros e operar nas vias pré-concebidas Abraão Barbosa, gerente de “Sidarta Vanois”, António Yon-
pessoas, das quais 34 sentadas dentro da província do Bié”, afir- uma das estações de serviço gole, a sua estação está aberta
e 28 em pé. mou Adélia Eduardo, garantindo do bairro piloto, zona urbana há três anos, e possui clientes
Os meios rolantes de marca existir um plano de mobilidade da cidade do Cuito disse ao JE permanentes que deixam as
Marco-Polo estão vocacionados destes autocarros já elaborado. que a empresa funciona há dois suas viaturas sem desconfiança.
para o transporte urbano de pes- A prioridade das linhas de anos e o negócio é rentável. “ A qualidade e a confiança
soas e bens e serão entregues, por transporte será para os estu- Disse que é na época chu- no serviço prestado é o elemento
concurso limitado aos operado- dantes, em função da elabora- vosa que se regista maior fundamental para qualquer rela-
res de transporte na província. ção do passe social. clientela, tendo em conta o ção de trabalho que possa existir
A directora do Gabinete de “O Executivo angolano está excesso de “lagoas” que existem entre o prestador de serviço e o
Transporte, Tráfego e Mobili- Os meios serão adqueridos em concurso a implementar o passe social, o nas zonas periféricas. cliente como consumidor final
dade Urbana, Adélia Eduardo, instrumento que vai garantir a A empresa empregou 10 do produto”, destacou.
disse que foi criada uma comis- acessibilidade dos estudantes aos jovens, dos quais dois na área António Vanois e a sua esta-
são encarregue de criar todas para esta actividade. meios de transporte, sobretudo de bate-chapa, 4 na pintura, ção de serviço têm preços esti-
as condições necessárias para a O concurso está aberto desde os estudantes do primeiro ciclo, dois na área de recauchutagem pulados que variam entre kz
realização de um concurso limi- o passado dia 28 de Agosto e a idosos e antigos combatentes. e lavagem de viaturas e igual 2.500 e 4 mil, dependendo do
tado, por convite aos operadoras recepção das candidaturas vão Com a entrada em vigor deste nímero na área de mecânica. tamanho das viaturas.
de transporte local. até 9 de Setembro”, garantiu. passe social, segundo a directora, Com a criação da associação A n t ó n io Yo n g ole ,
“Os convite serão dirigidos O Gabinete Provincial dos as pessoas poderão ver facilitada dos mecânicos, Abrão Barbosa disse ter empregado qua-
àquelas empresas que já ope- Transportes, Tráfego e Mobili- a redução das tarifas em alguns disse que, o serviço vai estar tro jovens para a lavagem
ram no mercado, a pelo menos dade Urbana, segundo a directora, casos e a gratuidade nos outros, melhor organizado. e manutenção de viaturas.
um ano, e que tenham licença controla 20 empresas do ramo dos transportes”, disse.
20 meu negócio Economia & Finanças

Fotos António Eugénio

}
António Eugénio

A
s micro-empre-
sas angolanas
estão mais ousa-
Espaços
das e como que verdes
imparáveis no
cumprimento reduzem
custos com
da susa missão
de negócios. Ressentem às difi-
culdades que gravitam sobre a
economia, desde a exiguidade de a saúde
financiamento, escassez de divisas
e outros, mas nem por isso mar- O ambientalista Basílio San-
cam passo atrás. Cada uma, na dala defende que a manuten-
sua área, mantém a firmeza, per- ção dos espaços verdes pode
sistência e fé num futuro “bom”, reduzir os gastos com a saúde.
que passa por redobrar as iniciati- Explica, que um cidadão
vas e fazer das dificuldades uma investe muito dinheiro com-
“janela” de oportunidades para o prando aparelhos de congela-
progresso, empregando jovens. ção, e medicamentos quando
A mentalidade de investir devia poupar conservando
parece ter se adaptado ao tempo a natureza.
a muita gente, pois já não há O aquecimento global, e o
“negócios milionários”. Com surgimento de doenças, tam-
poucos recursos faz-se e bem, bém podem ser acautelados.
um determinado projecto social Assim estava o jardim da Centralidade do Kilamba que “Cubanfree” reabilitou depois de ser vandalizada, e queimada “Podemos poupar e evi-
e económico. tar muita coisa com o verde:

Cubanfree dá outra
Quem não se lembra dos “jar- Temos oxigénio, e respiramos
dins milionários”, que aos poucos ar puro assim estamos a pou-
se tinham tornado uma prática par dinheiro”, disse.
em quase todas às províncias. E Assim como incentiva a pre-

imagem ao Kilamba
do tempo que os jardins quase não servação do meio ambiente e
representavam peso no orçamento reabilitar os espaços verdes.
do Estado? Faz parte do passado. A banca angolana deve ser
O exemplo, vem da Centrali- parceira, por ser uma área que
dade do Kilamba, município de emprega muita gente.
Belas, onde numa dada altura Empreendedor Roberto Rodrigues investiu cerca de 9 milhões “O desemprego em
os jardins foram vandalizados Angola passa pelo apoio às
e transformados em lugares de de kwanzas na reabilitação de um dos espaços na centralidade micro-empresas como às de
crime, prostituição, e outros economia verde”.
males para a economia. É possível, reduzi r à
Para restituir a imagem ini- importação de medicamen-
cial, sete empresas apresentaram que ele consegue pagar o salário tos, que anualmente custa
projectos à administração local, dos trabalhadores, e manter o jar- milhões de dólares.
para dar vida e valor à verdadei- dim impecável e lindo. “A capital angolana precisa
ros espaços verdes. Todas as semanas centenas de repôr a vegetação para ame-
Foi assim que há dois anos a de pessoas recorrerem ao “Nueva nizar a temperatura”, frisou.
empresa “Cubanfree” , de Roberto Gerona”, em busca de lazer e res- Por isso lerta que, os espa-
Rodrigues, investiu 9 milhões pirar “oxigénio”. Recentemente, ços verdes não devem ser trans-
de kwanzas para reabilitar um foi palco do congresso católico formados em áreas comerciais.
espaço de 4,38 hectares de área em Angola, “Angola ganha muito com
verde, no largo Agostinho Neto, no Na perspectiva de rentabili- os espaços verdes, atraem turis-
Kilamba. Para o sucesso do pro- zar o espaço nos próximos dias, tas, os jovens deixam de estar
jecto, Roberto Rodrigues, director está agendada a realização de na deliquência.
do projecto, conta com a partici- feira de livros, actividades alusi- Há mais saúde, poupamos
pação de 16 jovens, entre carpin- vas ao herói nacional Agostinho Roberto Rodrigues Albertina Luvemba dinheiro e temos mais tempo
Diretcor do Projecto Trabalhadora auxiliar
teiro, jardineiros e pintores que Neto, exposição de artes plásticas, de vida que é bem maior”.
mantém o vínculo laboral com concursos de dança e karaoke. Basílio Sandala acres-
}

o espaço “Nueva Gerona”, nome A gestão pretende de igual centa para que haja mais
com que foi baptizado. modo conectar o sistema “WiFi” investimento e formação no
Nas primeiras horas da manhã (livre) para beneficiar às pessoas foi difícil investir este emprego ramo do ambiente.
crianças e jovens usufruem da que frequentam o espaço, possam “Eu sou contra os estabe-
brisa do local. ter acesso à internet e promover devido o estado tem garantido lecimentos comerciais, sobre-
leitura ao ar livre. tudo barracas e roulotes que
Nueva Gerona O “Nueva Gerona”, vai dar de degradação o sustento são colocados no recinto dos
Porque Nueva Gerona? Realça que, formação profissional à jovens espaços verdes de Angola”. AE
surge para homenagear mais de 18 a custo zero. da estrutura da minha família dr
mil estudantes angolanos, que se Silva Simões um jovem de 24
formaram na Ilha de Cuba, e têm anos, trabalha no local há já algum
de eleição o local “para matar sau- tempo, considera que o projecto

9 16
dades” da terra do “Caiman”, nome tem muita importância na sua
conhecido pelos antigos estudan- vida por ser a principal fonte de
tes da Ilha Caribenha. sustento da sua família.
Antigos estudantes de Portugal “Aqui era um mato, tudo estava
encontram acolhimento no espaço. cheio de capim. Com o trabalho Milhões de kwanzas pessoas
No princípio, conta que foi “difícil”, que se está a fazer, tornou-se um Capital investido pela Número de empregados
diz ter encontrado todas às infra- lugar apetecível de se ficar “, disse. CubanFree para reabilitar um que o projecto gerou com a
-estruturas que suportam o lugar Na mesma condição está Alber- espaço verde no kilamba recuparação do espaço
como casa de banho, sistema eléc- tina Luvemba, jovem de 21 anos,
trico, lancis, cadeiras destruídas. também reconhece ser uma opor-
Com os poucos recursos, e ape- tunidade para ganhar a vida.
sar de forças de “bloqueio”, o objec- os males que graçam a sociedade infantis, e oito casas de banho
tivo foi alcançado”, disse. Contraste faziam morada no novo espaço. localizados nos diferentes espa-
O retorno do investido passa O contraste encontra-se no espaço Foram ignorados todos os ape- ços verdes e estão fechados, van-
pelo aluguer do espaço, com valo- de jardim defronte a administra- los que pendiam para inviabilizar dalizados e inoperantes.
res a rondarem os 100 mil kwanzas ção. O lucro rápido, falou alto. Os o projecto. Muitos jovens encontra- Para manter a imagem dos
durante 24 horas. Desde baptiza- proprietários dos espaços, coloca- ram emprego, mas as regras con- jardins, a administração local
dos até casamentos. Com 10 anos ram roullotes, barracas, e outras tratuais foram ignoradas o “ganho fechou os estabelecimentos A nova imagem do jardim no
para explorar o espaço, conforme formas de facturar. Descaracteri- falou mais alto”, contam alguns. comerciais, roullotes que esta- Kilamba no largo Agostinho Neto
atesta o contrato, é desta forma zaram o jardim, consta que todos O kilamba tem 24 jardins vam nos jardins.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
Publicidade 21

(700084)
22
apicultura
Economia & Finanças

aposta ecunha
produção parou

Produção de mel assegura


há três anos
O processamento do mel no
municipio do Ecunha, na
província do Huambo, con-

rendimento às famílias rurais


tinua paralisado, há três
anos, por falta de frascos
e equipamentos de impres-
são dos rótulos.
Em declarações à Angop,
na última quarta-feira, o pre-
Governo está a incentivar as populações de 150 municípios para apostarem neste sidente da Copecunha, Félix
Horácio, disse que tal situa-
segmento que poderá ajudar na preservação dos polígonos florestais de várias regiões ção é consequência da falta
de divisas para compra dos

A
meios no exterior do país.
edições novembro
O responsável informou
população das ainda que a paralisação da
zonas rurais foi actividade da processadora
desafiada a apos- está a retrair a produção do
tar mais na pro- mel neste município, que
dução de mel, conta com quase 500 api-
como forma de cultores artesanais, 140
preser va r os dos quais filiados à coo-
perímetros florestais e promo- perativa.
ver o auto-sustento. Segundo disse, há três
O incentivo é do secretário de anos, a Copecunha, pri-
Estado para os Recursos Flores- André Moda meira processadora na pro-
tais, André de Jesus Moda, que na Secretário de Estado para os Rec. Florestais víncia do Huambo, chegou
passada terça-feira, no Huambo, a refinar e engarrafar 900
em declarações à imprensa, após quilogramas de mel, pro-
}

um encontro com o governador do duzidos por 180 apiculto-


Huambo em exercício, Leonardo res locais, que recorriam
Severino Sapalo, disse que mensa- A população deve à cooperativa para escoar
gens idênticas já foram transmiti- a sua produção.
das a habitantes de 150 municípios, também preservar Fé l i x Horác io deu a
dos 164 existentes no país, de modo conhecer que o processo de
a que se possa apostar na produ- as plantas refinação do mel é feito por
ção de mel, como fonte de renda, intermédio de uma centri-
ao contrário da exploração de frutíferas para a fugadora manual e depois
carvão vegetal e de outras práti- engarrafado em frascos de
cas que prejudicam as florestas. melhoria da dieta vidro de 500 miligramas,
salientando que a coope-
Equilíbrio ambiental alimentar A apicultura é desenvolvida em várias províncias com destaque o Moxico rativa possui um laborató-
O secretário de Estado disse rio de análise do produto e
ainda que a população deve tam- máquina de esterilização
bém preservar as plantas frutífe- por esta razão, o fomento do diá- Questionado sobre as quei- predominam no país. do material usado.
ras, quer para a melhoria da sua logo constante com a população, madas no país, o secretário de Realçou que cada cidadão tem Criada em 2005, a Cope-
dieta alimentar e manutenção através do esclarecimento sobre Estado para os Recursos Flores- que ter consciência da preserva- cunha forma apicultores e
do equilíbrio ambiental, como os valores da ecologia, de modo tais desmentiu as informações ção do ambiente, para a susten- fornece colmeias modernas
para a auto-sustentabilidade, a ter um nova postura sobre a segundo as quais Angola figura tabilidade das actuais e futuras e meios de extração do mel,
evitando, deste modo, práticas valorização dos recursos flores- entre os países com mais quei- gerações, apostando, deste modo, porém, por falta de recursos
como do abate indiscriminado tais e a protecção do ambiente, madas no mundo, esclarecendo na plantação de cajueiros para financeiros, há três anos
de árvores e queimadas anár- um desafio que deve envolver que pode haver queimadas nas o aumento das precipitações que os seus associados não
quicas. tanto as instituições públicas, planícies e florestas abertas, mas atmosféricas, bem como em beneficiam de tais acções.
André de Jesus Moda realçou, como as privadas. não nas tropicais húmidas que acções ecológicas.

reabilitação da agricultura de resiliência

FIDA disponibiliza apoio de sete milhões de dólares


edições novembro

O Fundo Internacional de Desen- çamento do projecto de Reabilita- “Estamos todos esperançosos


volvimento da Agricola (FIDA) ção da Agricultura e Resiliência que o projecto venha a alcançar
disponibilizou, esta semana, para (ART), esta quarta-feira, em Ond- os objectivos preconizados e con-
apoio do programa de Reabilita- jiva, a governadora provincial tribuir para a redução da fome e
ção da Agricultura e Resiliên- em exercício no Cunene, Suraya da pobreza que afectam às popu-
cia (ART), dirigido às famílias Mateus Kalongela, disse que o lações no sul do país”, explicou.
camponesas nas províncias do investimento vai ajudar a dimi- O Cunene vive, desde Outubro
Cunene, Benguela e Huíla um nuir o impacto da seca na região. de 2018, uma acentuada crise,
valor de sete milhões de dólares com 880 mil e 172 pessoas e um
norte-americanos. milhão de cabeças de gado afec-
}

O programa do FIDA que conta tados pela seca, que já causou a


com apoio da Organização das morte de 30 mil cabeças, entre
Nações Unidas para a Alimenta- estão previstos bovino, caprino e suíno.
ção e a Agricultura (FAO), prevê Para o Cunene, em concreto, no
beneficiar oito mil famílias cam- projectos virados mês passado,foi disponibilizado
ponesas nessas regiões. um valor de dois milhões de dóla-
Nestas províncias, estão pre- a captação da água, res pelo Banco de Fomento Angola
vistos projectos virados a capta- (BFA) para financiar o projecto
ção da água, diversificação das diversificação “Mais água, Mais Vida”, de apoio
culturas para o aumento da pro- às vítimas da seca no município
dução alimentar, renda familiar, das culturas de Ombadja. O valor é parte de um
melhoria da convivência social acordo assinado entre o banco, o
e adopção de técnicas para lidar para o aumento governo do Cunene e o UNICEF,
com as alterações climáticas. que visa beneficiar 2.400 famí-
Ao discursar no acto de lan- da produção lias afectadas pela seca. Organizações multilaterais e parceiros mobilizam-se em favor da região Sul
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
agricultura 23

em cinco províncias do centro e sul safra

Fazenda Vinevala prevê colher


edições novembro

400 toneladas de trigo este mês


O projecto agrário está localizado no município do Chinguar e é uma mais-valia
na região numa altura em que o proprietário conta com 50 hectares no Andulo

Cerca de 400 toneladas de trigo produtores angolanos podem


poderão ser colhidas este mês, pela reduzir a importação de trigo,
fazenda Vinevala, num espaço de produzindo localmente e assim
223 hectares. ajudar o Governo na diversifica-
Segundo Alfeu Vinevala, pro- ção da economia”, garantiu.
prietário do projecto localizado O agricultor destacou que vai
no município agrário do Chin- continuar a plantar o trigo por
guar (Bié), já colheu até agora, ser um cereal fácil de cultivar,
de forma manual, o equivalente sendo que para isso, vai adqui-
a 10 toneladas de trigo. rir máquinas de cultivo de milho
“Estamos a fazer a nossa parte, Alfreu Vinevala e de trigo.
mobilizamos mais trabalhado- Empresário agrícola “Vamos trabalhar para atin-
res eventuais e estamos a colher gir este propósito. Vamos ter
manualmente o trigo, enquanto máquinas apropriadas para a

}
esperamos respostas das autori- colheita destes produtos nos
dades centrais, que prometeram próximos tempos”, garantiu,
A província da Huíla tem se destacado na distribuição de instrumentos agrícolas intervir e solucionar a situação”, É uma iniciativa apesar de reconhecer que ainda
afirmou, em entrevista ao JE. são “muito caras”.

1.000 toneladas
O agricultor afirmou que o para mostrar que A fazenda “Vinevala” está
plantio de 230 hectares de trigo localizada no município do
não se trata de experiência, mas os produtores Chinguar (Bié) e ocupa uma
sim uma aposta na diversifica- extensão de mais de 500 hecta-

de adubo “MPK”
ção dos produtos do campo na angolanos res de terra aráveis, onde pro-
sua fazenda, tendo acrescentado duz batata-rena, milho, trigo e
que nos três anos plantou entre podem reduzir outros cereais.
sete e 10 hectares. O empresário Alfeu Vine-

estão disponíveis
“Plantar 230 hectares de a importação de vala possui ainda, no província
trigo não é à título experimen- do Bié, cerca de 50 hectares, no
tal. Eu reafirmo que não se trata trigo, produzindo município do Andulo, onde este
de nenhuma experiência. É uma mês prevê colher 500 toneladas
iniciativa para mostrar que os localmente de batata-rena. JC
Ministério da Agricultura e Florestas
garante apoio aos produtores nacionais

1.150
João Constantino
no Cuito

A
s prov í ncia s do toneladas
Huambo, Bié, Huíla, Corresponde a quantidade
Benguela e Cuanza de semente, produzida
Sul têm já disponí- internamente e que irá ajudar os
veis 1.000 tonela- camponeses.
das de adubo do tipo “MPK”
para assegurar o início da época
}

agrícola 2019/2020.
A afirmação é do director
nacional da Agricultura, Antó-
nio Sozinho, que justificou a Estas províncias
aposta nestas cinco províncias A fazenda “Vinevala” está a apostar na produção do trigo o que tem gerado muitos empregos nos jovens da região
pelo facto das chuvas terem ini- são as principais
ciado mais cedo, em comparação
com às demais. produtoras de agricultores do bié
“Estas províncias são as prin-
cereais do país e
cipais produtoras de cereais do
país e a preparação da época agrí-
cola já teve início”, justificou. a preparação da
Roubo em lavras e fazendas preocupa
Com a aproximação do início Os constantes roubos que se na época 2018-2019. 1.500 toneladas e apenas colhe-
das chuvas e da abertura do “ano época agrícola já verificam nas fazendas e lavras “O maior problema que temos mos 400. Foi um prejuízo muito
agrícola”, destacou, há a neces- no município do Chinguar (Bié) aqui são os roubos. Estamos a grande”, lamentou.
sidade de se colocar os insumos teve início estão a preocupar os agriculto- sofrer muitos roubos na fazenda Alfeu Vinevala continua a
e imputs nas áreas de cultivo. res da localidade, que por falta e nas lavras vizinhas. O milho lamentar o facto de não haver
Salientou que existe em stock de meios de colheita, vêem os está a ser roubado em grande máquinas agrícolas que facili-
6.250 toneladas de adubo, nos ram começar a cultivar tenham ladrões a apoderarem-se do seu escala e estamos a ter muitos tam a colheita de produtos em
armazéns dos nossos fornece- já algum adubo” disse. esforço e árduo trabalho. prejuízos financeiros”, lamen- grandes quantidades.
dores no país. Quanto as sementes, numa pri- A fazenda “Vinevala” é um tou o agricultor. “O produto é colhido por pes-
Por outro lado, garantiu que meira fase, revelou, o sector está exemplo disso. Segundo o seu Quanto a safra do ano agrícola soas, que são supostas virem à
dentro das próximas semanas, o a distribuir cerca de 1.150 tone- proprietário Alfeu Vinevala, a passado, o fazendeiro disse que noite de carro para roubarem o
sector pretende reforçar, quer em ladas produzidas internamente. fazenda foi vítima de roubo de 110 foi boa, mas os prejuízos foram produto ainda no campo. Mesmo
adubos “MPK”, como em outros “São sementes de milho e toneladas de milho, no presente maiores. contratando mais de 500 traba-
adubos simples (sulfato de amó- batata-rena. Em termos de fei- ano agrícola, um facto que deixa “A produção foi muito boa, mas lhadores eventuais não consegui-
nio, ureia, cloreto de potássio). jão tivemos poucos agriculto- bastante preocupado que para o nas colheitas está o nosso maior mos colher tudo em tempo útil e
“Esta medida vai permitir res a produzir sementes este presente ano, vai semear apenas problema. Neste ano, semeamos assim diminuir os roubos”, afir-
que alguns agricultores que quei- ano”, sublinhou. 30 hectares de milho, contra 200 300 hectares de milho para colher mou desolado. JC
24 habitação Economia & Finanças

centralidades do Zango 0 e cinco bengo

Obras externas por concluir


dr

condicionam venda de casas


Imogestin destaca em comunicado que o processo de comercialização das habitações nas
centralidades poderá arrancar assim que estiverm concluídas as infra-estruturas

O projecto vai beneficiar 5.000 pessoas

Abastecimento
de água potável
pode melhorar
Cerca de 5.000 habitantes da
Em 2014, a imobiliária Imogestin assumiu o estatuto de principal gestora dos projectos habitacionais do Estado angolano que estão a ser construídos localidade de Muxaluando,
município de Nambuangongo,
na província do Bengo, vão
do Zango 0 e Zango 5”. Luanda, bem como a urbaniza- Venda de casas beneficiar de água potável, com
Adérito Veloso

O
O comunicado a que o JE ção da KM 44-Bengo. Em 2014, a Imogestin assu- a conclusão das obras do pro-
teve acesso frisa que, “quando Faz ainda a gestão das centrali- miu o estatuto de princi- jecto de reabilitação da capta-
início da comer- a data para início das candida- dade do Dundo, Quilemba (Huíla), pal gestora dos projectos ção existente.
cialização das turas for definida, a Imogestin urbanização Baía Farta, Centrali- habitacionais do Estado, em subs- Segundo uma nota do Minis-
casas nas cen- vai comunicar atempadamente dade Lobito 3.000, urbanização tituição da Sonip. tério da Energia e Águas, o secre-
tralidades do pelos órgãos de comunicação do Luhongo, urbanização Praia A Imogestin é uma empresa tário de Estado para as Águas,
Zango 0 e 5, em social e demais plataformas Amélia, urbanização 5 de Abril e do ramo imobiliário do mercado Lucrécio Costa, acompanhado
Lua nda , está existentes para o efeito”. a urbanização 4 de Abril. angolano, tendo sido constituída pelo vice-governador do Bengo,
condicionado A Imogestin reitera que tem As centralidades permiti- em 1997, e iniciou a sua actividade Domingos Guilherme, visita-
pela conclusão das obras das um “Call Center” disponível para ram a milhares de angolanos em 1998. Dedica-se a promoção, ram, na passada segunda-feira,
infra-estruturas externas das prestar quaisquer esclarecimen- realizar o “sonho da casa pró- mediação e gestão imobiliária. as obras de reforço de abasteci-
centralidades sob sua gestão, tos sobre a comercialização dos pria”, tendo aumentado a oferta No ano de 2017 foram vendi- mento de água da região, que
bem como pela implementação projectos habitacionais do Estado de casas do Estado, obrigando das, através do portal de candida- terá a uma capacidade de 55
de eventuais procedimentos, com em que está envolvida. a uma queda nos preços. turas da imobiliária Imogestin, na metros cúbicos por hora (m3 /h).
impacto comercial que poderão As centralidades são pro- modalidade de Venda ao Público O projecto terá uma conduta
ser definidos pelo Executivo. Porjectos habitacionais jec tos habitaciona is que Livre 1.318 habitações, sendo 505 adutora de água bruta em de
Segundo avança em comuni- Várias centralidades e urbani- conta m com sa nea mento na Urbanização do KM 44 e 813 na 160mm, com cinco quilómetros
cado a Imogestin (empresa ges- zações estão a ser construídas básico, r uas orga nizadas Urbanização do Capari, tendo sido (km) de extensão. A delegação
tora dos projectos habitacionais pelo país pelo Estado angolano, e serviços administrativos. entregues na sua totalidade. governamental visitou ainda a
do Estado), em respostas à infor- sendo que até ao momento estão A tranquilidade pública é uma Ainda em finais de 2017, as estação de tratamento de água
mação posta a circular, que dá já execução os projectos das das vantagens mais apontadas centralidades do Zango 8.000 e dimensionada para 50 m3 /h,
conta de que o início das can- províncias de Luanda, Bengo, pelos moradores residentes nas Vila Pacífica, em Luanda, rece- 5.150 km de rede de distribui-
didaturas para a aquisição de Cabinda, Lunda Norte, Huíla, centralidades. beram os primeiros habitantes, ção em Pead, 12 ligações domici-
habitação nas centralidades do Namibe e Benguela, com projec- Diante das várias opções que com a comercialização de 2.627 liares, 50 ligações por torneiras
Zango 0 e Zango 5, por via do ção para 13 províncias. o mercado tem para oferecer, a habitações, sendo 70 por cento, de quintal e 6 chafarizes.
portal, está definido para o mês A Imogestin faz a gestão possibilidade de financiamento isto é, 1.839 eram destinadas a No final da visita, revela
de Outubro, “não foi ainda defi- das centralidades do Kilamba, e a redução dos juros à habita- funcionários públicos e os res- a fonte, Lucrécio Costa e sua
nida uma data para o início de Sequele, Zango 8.000, Zango 0 ção, as famílias só precisam de tantes 30 por cento, correspon- com itiva ma ntivera m u m
candidaturas para a aquisição (Vida Pacífica) e 5, urbanização escolher com cuidado o melhor dente a 788 a trabalhadores de encontro de auscultação sobre o
de habitação nas centralidades KK 5.000, e Capari (ambas em lugar para morar. empresas públicas e privadas. avanço da obra, deixando igual-
mente algumas orientações
e recomendações.
Estiveram presentes na refe-
turismo rida visita, directores nacio-
nais, assessores, consultores
Pólo de desenvolvimento de Calandula aguarda por investimentos do MINEA, administrador da
Empresa Pública de Águas de
As obras do Pólo de viria criar condições para o principal atracção as quedas Luanda (EPAL), responsáveis
Desenvolvimento Turístico de investimento público/privado, de Calandula, previa ainda da Empresa Pública de Águas e
Calandula, consubstanciadas bem como a rentabilização dos a construção de zonas Saneamento do Bengo (EPAS),
na criação de infra-estruturas pontos turísticos do município. económicas, numa extensão além de responsáveis do governo
de apoio à actividade turística, Referiu que para além da de 200 hectares e a criação de provincial do Bengo, adminis-
encontram-se paralisadas há falta de dinheiro por parte serviços tendentes a melhoria trador municipal do Nambuan-
mais de quatro anos por falta de do Estado, nota-se também da qualidade de vida da gongo, técnicos, entre outros.
verbas, segundo o administrador a incapacidade financeira de população das áreas adjacentes O município de Nambuan-
municipal, Pedro Dêmbue. investidores privados devido a ao Pólo. gongo tem como sede a vila
De acordo com o responsável, dimensão do projecto, o que O Pólo de Desenvolvimento de Muxaluando. Até 2014, o
essa paralisação está a tem originado os sucessivos Turístico de Calandula foi município tinha 61.024 habi-
condicionar a implementação adiamentos do arranque da criado com objectivo de tantes. É composto pelas comu-
de certos projectos, sobretudo empreitada do pólo. dinamizar o turismo local e nas de Cage, Canacassala,
Quedas de Calandula, em Malanje privados, uma vez que o pólo O projecto que tem como impulsionar os negócios. Gombe, Mu xaluando, Qui-
cunzo, Qixico e Zala.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
circulação 25

vigas da purificação | edições novembro


reabilitação da estrada nº 100

Eixo Luanda/Benguela
fica pronto em Novembro
Ministro da Construção e Obras Públicas inspeccionou
o percurso que regista a conclusão da pavimentação e as
passagens hidráulicas

A
s obras de reabilita- de obras públicas nos municí- será entregue”, disse o coorde- ceiros assegurados. com a Huíla, frisou que existe a
ção da Estrada Nacio- pios de Benguela, Catumbela e nador, que não avançou o grau “No troço Equimina - Lucira, mesma preocupação, que consta
nal 100, que liga Cabo Lobito, informou que estão em de execução até ao momento neste momento, estamos a traba- do plano de salvação das estradas,
Ledo (Luanda) a Ben- fase de conclusão a pavimenta- da obra, nem os custos. lhar para fazer o enquadramento estando prevista a construção de
guela, terminam em ção e as passagens hidráulicas. A reabilitação da EN 100 ini- financeiro, realizando um adianta- pontes definitivas.
Novembro próximo, anunciou, Henrique Victorino salien- ciou há dois anos e está a cargo da mento ao empreiteiro para começar
na passada terça-feira, na loca- tou que, tão logo termine esta empresa chinesa Sinomach. a obra o mais rapidamente possí- Preocupação
lidade do Culango, município do fase, o empreiteiro vai começar vel”, afirmou. Na ocasião, o vice-governador da
Lobito, o coordenador da Comis- com a sinalização e finalizar Troço Equimina/Lucira De acordo com o ministro, a província de Benguela para o sec-
são de Gestão do Instituto Nacio- outros serviços que se impõem, Por outro lado, o ministro da ideia deste contrato é concluir tam- tor Técnico e Infra-estruturas,
nal de Estradas de Angola (INEA), cumprindo deste modo a pro- Construção e Obras Públicas, bém as pontes deste troço, entre a Leopoldo Muhongo, apresentou
Henrique Victorino. messa de entregar a obra até final Manuel Tavares de Almeida, Lucira e o entroncamento com a algumas preocupações estrutu-
Segundo noticia a Angop, de Novembro, data acordada. anunciou para breve a reabilita- Estrada Nacional 280. rais da província, como projecto
o responsável falava no final “Nos últimos meses, estamos ção do troço Equimina/Lucira Manuel Tavares de Almeida de construção das 1.700 casas do
de uma visita do ministro da a fazer uma avaliação da rea- (Namibe), para o qual já foi rea- disse que o governo tem noção da Lobito Novo, para fazer a transfe-
Construção e Obras Públicas, bilitação da Estrada Nacional lizado concurso público, estão importância do troço Equimina/ rência das populações que estão
Manuel Tavares de Almeida, 100 e o que nos dá algum con- apuradas as empresas cons- Lucira e que está engajado nesta em zonas de risco nos municípios
que inspeccionou o andamento forto é saber que ainda este ano trutoras e os recursos finan- empreitada. Em relação a ligação do Lobito e da Catumbela.

publicidade

(700.052 G)
26
África
Economia & Finanças

São Tomé quer


dr

perdão da dívida
O FMI acusou o Governo de Patrice Trovoada de ter ocultado
várias dívidas e despesas no valor equivalente a 3,0% do PIB. Feira Internacional de Maputo decorreu de 26 de Agosto a 1 de Setembro

}
O
dr

}
Governo de
São Tomé e Prín- INVESTIDORES JÁ TÊM plataforma
cipe vai negociar, Durante
com os parceiros electrónica EM MOÇAMBIQUE
internacionais, muito tempo,

}
o perdão da sua Os investidores moçambicanos
dívida externa, os governos e estrangeiros podem, em
de mais de 300 milhões de dólares. breve, contar com uma portal pretende
Em declarações proferidas em divulgaram o plataforma digital que deve
Lisboa à Deutsche Welle África., ajudá-los a obter informação igualmente
o primeiro-ministro, Jorge Bom montante da sobre oportunidades de
Jesus, disse que a dívida oculta, de investimento e exportações beneficiar o
70 milhões de dólares, contraída dívida externa, existentes em Moçambique,
pelo anterior Governo de Patrice cuja primeira versão foi empresário
Trovoada tem um impacto sério mas o valor da apresentada na terminada 55.ª
nas contas públicas, mas, acres- edição da Feira Internacional moçambicano que
centou, caberá à justiça apurar os dívida interna foi de Maputo (FACIM).
responsáveis pela sua contracção. O coordenador nacional do pretenda exportar
“Durante muito tempo, os sonegado programa PIGA (Parceria para
governos, sobretudo o ante- STP pode ainda crescer a dois dígitos o investimento e crescimento
rior, divulgaram o montante da de África ou Partnership for
dívida externa, mas o valor da Investment and Growth of pode informar-se sobre os
dívida interna foi sonegado”, nas contas que nos tinham sido São Tomé e Príncipe possui os Africa) em Moçambique, procedimentos alfandegários,
explicou o primeiro-ministro, apresentadas”, declarou Xiang- recursos necessários para o seu Mário Gomes, disse à agência bem como obter informação
ao evocar as duas componen- ming Li, chefe da missão do desenvolvimento, “desde os huma- noticiosa AIM que, através sobre programas em vigor,
tes que fazem parte da dívida FMI para São Tomé e Príncipe. nos, passando por um mar imenso da plataforma digital, o caso do AGOA (Lei de
quase insustentável do Estado. A chefe de missão adiantou e o espaço aéreo até à exploração investidor potencial não precisa Oportunidade e Crescimento
O Fundo Monetário Interna- que a esses 2,0% há que adicio- petrolífera na zona económica deslocar-se a Moçambique Africano ou African Growth
cional (FMI) acusou o Governo do nar o equivalente a 1,0% do PIB, exclusiva, entre outros”. para identificar, analisar e and Opportunity Act), e
ex-primeiro-ministro, Patrice Tro- resultante de empréstimos con- O primeiro-ministro realçou tomar decisões sobre as dar início ao processo de
voada, de ter ocultado várias dívi- traídos por entidades públicas ainda que será possível fazer a principais potencialidades de exportação”, disse.
das e despesas no valor equivalente junto da banca comercial, “o que economia do país crescer a dois investimento. Mário Gomes notou, também,
a 3,0% do Produto Interno Bruto fez com que o país tenha supe- dígitos, na sequência de grandes O coordenador do PIGA que o portal estará disponível
(PIB), o que fez com que a dívida de rado o indicador de referência investimentos em infra-estruturas, adiantou que o portal em três línguas (Português,
São Tomé e Príncipe tenha ficado anteriormente estabelecido”. caso da modernização e expansão pretende igualmente Inglês e Mandarim), numa
praticamente descontrolada. Jorge Bom Jesus reafirmou do Aeroporto Internacional de São beneficiar o empresário primeira fase, havendo planos
“Quando estivemos cá em Abril, ainda o empenho do seu Governo Tomé e da construção de um porto moçambicano que pretenda para adicionar novos idiomas,
descobrimos que tinham sido fei- na luta contra a corrupção, “a fim de águas profundas, projectos que exportar os seus produtos. como Francês, Árabe, Japonês,
tas despesas na ordem dos 2,0% de retirar o país do buraco em que estão a ser analisados com o apoio “Através dele o empresário Italiano e Turco.
do PIB que não tinham entrado se encontra”, tendo recordado que da cooperação chinesa.

dr

car como o 22º Estado Mem-


Madagáscar é o 22º país bro da AFC. Na última década,
Madagáscar passou por refor-
membro da Africa Finance mas que demonstram o seu
compromisso com o cresci-
Estratégia centra-se no crescimento inclusivo e no mento sustentável, por meio
desenvolvimento sustentável das comunidades rurais. de desenvolvimentos impor-
tantes em sector terciário.”
O empolgante potencial
A Af rica Finance Corpora- cial de mis 0,8% do PIB, bem de crescimento do país ofe-
tion (A FC), fornecedora de acima da média africana de rece inúmeras oportunida-
soluções de infra-estrutura menos 12,97% de défice. des para a AFC, disse Samaila
em Á f r ica , a nu nciou que A est ratég ia de M ada - Zubairu, antes de sublinhar
a R epúbl ica de Madagá s - gáscar, liderada pelo Plano que como Madagáscar procura
car tornou-se o 22º Estado Nac ion a l de D e s e n vol v i - reabilitar as principais infra-
membro da corporação. mento, concentra-se no desen- “Boom” no PIB sustentou crescimento económico e superou os outros países -estruturas regionais, “pro-
A República de Madagáscar volvimento de crescimento curaremos ajudar a construir
}

sustentou um crescimento eco- inclusivo e desenvolvimento Após a conclusão da afilia- um ecossistema económico
nómico positivo nos últimos sustentável, especialmente ção de Madagáscar à AFC, a 27 que proporcione integração
cinco anos, com o crescimento nas comunidades rurais, onde de Agosto passado, a corpora- e crescimento” e “esperamos
do PIB (Produto Interno Bruto) grande parte da população vive Madagáscar ção deve iniciar discussões trabalhar com o povo, para
a superar várias outras econo- abaixo da linha da pobreza. com as autoridades públicas ajudar a garantir um futuro
mias da região, impulsionado A estratégia de desenvolvi- sustentou um e privadas, para determinar a forte para o país”.
pela implementação de sua mento económico e social do melhor forma de a AFC apoiar o Richard Randriamandrato,
nova estratégia de desenvol- país concentra-se no desen- crescimento futuro crescimento e desenvol- ministro de Economia e Finan-
vimento económico e social. volv i mento e reabilitação vimento da economia do país. ças de Madagáscar, disse que,
Esse crescimento susten- da infra-estrutura regional económico O presidente da A f r ica “como país, estamos compro-
tado foi liderado pelo sector chave, com ênfase em trans- Finance Corporation, Samaila metidos com a redução da
terciário, com o desempenho porte, logística e energia, pois positivo nos Zubairu, comentou o anún- pobreza, cujo desenvolvimento
da indústria exportadora a visa atingir o seu objectivo de cio da seguinte maneira: “É de infra-estrutura desempe-
levar a um superávit comer- desenvolvimento sustentável. últimos 5 anos um prazer receber Madagás- nha um papel integral”.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
mundo 27

Brexit leva Bruxelas ao fundo para desastres


A
dr

Com i ssão E u ro - Assim, para fazer face a um de saída sem acordo pode impor
peia fez quarta-feira cenário de “no deal” (nenhum aos Estados-membros”.
um último apelo aos acordo), a Comissão propõe que Bruxelas sugere também
cidadãos e empre- o Fundo de Solidariedade da UE recorrer ao Fundo Europeu de
sas da União Euro- e o Fundo Europeu de Ajusta- Ajustamento à Globalização, que
peia, para se prepararem para mento à Globalização, criados “está disponível para apoiar, sob
a saída sem acordo do Reino para apoiar situações como inun- certas condições, os trabalhado-
Unido, a 31 de Outubro, propondo dações ou de trabalhadores que res por conta de outrem e os tra-
usar, nessa situação, fundos perderam o emprego por mudan- balhadores independentes que
destinados a desastres naturais. ças no comércio mundial, estejam sejam despedidos em resultado de
Naquela que é a sexta comu- disponíveis para apoiar as empre- um cenário de saída sem acordo”.
nicação do Executivo comuni- sas, os trabalhadores e os Esta- Entre as ajudas agora pre-
tário sobre o processo que, à dos-membros mais afectados por vistas, o Executivo comunitário
partida, passou a ser conhecido um cenário de saída sem acordo, precisa que, no sector da agri-
por Brexit, a Comissão Euro- explica o Executivo comunitário. cultura, “será disponibilizado
peia reitera “o seu apelo a todas Porém, a instituição ressalva o conjunto dos instrumentos
as partes interessadas na UE-27, que a proposta ainda deverá existentes de apoio ao mercado
para que se preparem para um ser aprovada pelo Parlamento e de ajuda financeira directa
cenário de saída sem acordo”. Europeu e pelo Conselho. Desta aos agricultores para minimi-
“Atendendo à incerteza per- vez, propõe alocar ao processo o zar os efeitos mais gravosos
sistente no Reino Unido, quanto Fundo de Solidariedade da UE, no mercado agro-alimentar”.
à ractificação do Acordo de Saída, criado na sequência das cheias da Já para “ajudar as empresas
acordado com o Governo britânico Europa Central no verão de 2002, que realizam operações comer-
em Novembro de 2018, e à situa- entretanto usado em situações ciais com o Reino Unido a faze-
ção política geral no país, conti- de inundações, incêndios flores- rem os preparativos finais”, a
nua a ser possível um cenário de tais, sismos, tempestades e seca, Comissão Europeia publica uma
saída sem acordo a 1 de Novembro para dessa forma “cobrir, sob cer- “lista de controlo pormenorizada”
de 2019, embora tal não seja dese- tas condições, os pesados encar- visando evitar perturbações nas
jável”, acrescenta a instituição. gos financeiros que um cenário relações comerciais. Executivo europeu propõe ainda introduzir ajustamentos técnicos específicos

dr

China cada vez mais sensibilizada com a dívida


de países abrangidos pela iniciativa Faixa e Rota
As abordagens de Pequim e do FMI têm diferentes benefícios e desvantagens, com a da
China a estimular o crescimento em países que precisam urgentemente de investimento

A China tem vindo a demonstrar os países participantes da inicia- fornecedor de financiamento


“maior sensibilidade” à questão tiva Faixa e Rota”. para o desenvolvimento, especial-
da dívida dos países que benefi- O próprio ministro das Finan- mente quando as críticas emanam
ciam dos seus financiamentos, ças da China, Liu Kun, incenti- de outros países em desenvolvi-
em particular os enquadrados na vou as instituições financeiras mento”, mas também que a sua
iniciativa Faixa e Rota, segundo da China, os signatários da ini- nova estrutura de sustentabili-
a investigadora Johanna Malm. ciativa Faixa e Rota e as agências dade da dívida “está disposta a
Num artigo para o sítio do Cen- internacionais a usarem a estru- desafiar a abordagem do FMI”.
tro de Investigação da China em tura para melhorar a gestão da “A abordagem da China ao
Lagarde é a primeira mulher a ocupar a presidência do Banco Central Europeu África, da Universidade de Johns dívida, segundo Johanna Malm. financiamento do desenvolvi-
Hopkins, nos Estados Unidos, A directora-geral do Fundo mento reflecte a sua própria expe-
Johanna Malm refere que a China Monetário Internacional (FMI), riência como país financiador.
Christine Lagarde quase “reconheceu preocupações e adap- Christine Lagarde, considerou O financiamento do desenvolvi-
tou algumas das suas práticas” a nova estrutura de sustentabi- mento pelo Estado funcionou bem
confirmada no cargo do BCE relativamente a financiamento a lidade da dívida um “passo posi- para o próprio desenvolvimento da
países terceiros, no mais recente tivo” das autoridades chinesas, China e é esse modelo que a China
Fórum Faixa e Rota de Abril. embora tenha vincado a posição replica actualmente em emprés-
A comissão de Assuntos Econó- antecessor e garantiu que seguirá No fórum, a sustentabilidade oficial do FMI, de que o finan- timos para países em desenvolvi-
micos e Monetários do Parla- “os mesmos princípios”, caso seja da dívida foi um assunto cen- ciamento de infra-estruturas mento”, adianta a investigadora.
mento Europeu deu, quarta-feira, confirmada no cargo. tral, com os documentos oficiais na iniciativa Faixa e Rota deve A estrutura agora apresen-
parecer favorável à nomeação da Christine Lagarde disse que a assumirem que a China está ser apenas estritamente neces- tada contrasta com a do FMI, que
francesa Christine Lagarde para “os desafios que justificam a polí- empenhada em prevenir e solucio- sário e nos locais onde a dívida defende o financiamento em ter-
a presidência do Banco Central tica actual do BCE não desapare- nar os riscos associados à dívida, contraída possa ter sustentação. mos favoráveis a países de baixo
Europeu (BCE). ceram”, pelo que, pretende seguir tendo o Ministério das Finanças Esta evolução, refere Johanna rendimento, ao “deixar espaço
Depois de uma audição, que uma “política acomodatícia”, chinês publicado um novo docu- Malm, mostra que “a China se tor- para bancos chineses empres-
durou cerca de duas horas e meia, com “agilidade”, para estimular mento intitulado “Estrutura de nou mais sensível à pressão inter- tarem a taxas comerciais” e não
os deputados ao Parlamento Euro- a economia, mas defendeu que a sustentabilidade da dívida para nacional sobre o seu papel como aponta a dívida como um obstá-
peu (instituição que deve ser con- política monetária não pode subs- dr culo à continuação dos emprés-
sultada no processo de nomeação do tituir as políticas orçamentais, timos. Johanna Malm diz que a
presidente do BCE, mas sem pare- nem ser sobrecarregada por estas. China vê os empréstimos como
cer vinculativo), ratificaram, com 37 O parecer de quarta-feira da um catalisadores para o cresci-
votos a favor, 11 contra e quatro abs- comissão de Assuntos Econó- mento económico, em contraste
tenções, a personalidade escolhida micos e Monetários será votado com a política de limite de dívida
pelos chefes de Estado e de Governo pelo Parlamento Europeu na reto- do FMI, para a qual o crescimento
da União Europeia (UE) para suce- mada das sessões, a ter lugar em é maior se os empréstimos forem
der o italiano Mario Draghi. Estrasburgo, França, entre 16 e concedidos em termos favoráveis.
Na audição de quarta-feira, 19 de Setembro. As diferentes abordagens
realizada no Parlamento Euro- Christine Lagarde, que já ces- das partes têm diferentes bene-
peu, em Bruxelas, Christine sou as funções de directora-geral fícios e desvantagens, com a
Lagarde, designada para a lide- do Fundo Monetário Internacio- da China a estimular o cresci-
rança do BCE pelo Conselho Euro- nal (FMI), assumirá a presidência mento em países que precisam
peu a 2 de Julho último, no quadro do BCE a 1 de Novembro próximo, urgentemente de investimento
da distribuição dos altos cargos data que coincidirá com a entrada e a do FMI, “mais cauteloso”, a
de topo no novo ciclo institucio- em funções da nova Comissão dar prioridade a menores encar-
nal da UE, após as eleições euro- Europeia liderada pela alemã gos da dívida para os países em
peias, elogiou o trabalho do seu Ursula von der Leyen. Abordagem da China ao financiamento reflecte a sua própria experiência desenvolvimento.
28
Gestão
Economia & Finanças

Boa Governação em congresso André dos Anjos sas, encontrando-se algumas em


fase de implementação.
Fruto das reformas operadas,
As normas e regras da chamada prosseguiu, o Ministério controla,
Ministério da Energia e Águas e a Associação Académica de Corporate “Corporate governance”, não sendo hoje, em todo o país, 21 empresas,
exclusivas ao sector privado, devem sendo quatro no sector da Energia e
Governance avaliam o desempenho e os desafios das empresas públicas ser adoptadas pelas empresas públi- 17 na área de Águas e Saneamento.
cas, particularmente as do sector
paulo mulaza | edições novembro da Energia e Águas, se quiserem Contratos
avançar com competência e soli- A celebração de um contrato-pro-
dez, face ao ambiente de concor- grama entre os administradores
rência do mercados. das empresas públicas e o accio-
Esta posição é do ministro da nista-Estado, de acordo com a
Energia e Águas, João Baptista jurista Sofia Vale, facilitaria a
Borges, na abertura, ontem, em observância das normas e regras
Luanda, do primeiro Congresso de corporance governace no sec-
sobre “Corpaorate governance”, tor público.
que o seu pelouro organiza em par- A professora universitária dis-
ceria com Associação Académica sertou sobre o tema “O Contrato
de Corporate Governace. de Administração, a Remunera-
Segundo disse, os princípios ção dos Administradores e a Com-
e regras da corporate governance pensação em caso de Destituição”.
incluem entre outros valores, o Lembrou que, em Angola, os admi-
dever de transparência e de pres- nistradores para empresas públi-
tação regular de contas, que se cas são nomeados em comissão
constituem, nos dias que correm, de serviço, contrariamente ao que
“factores chaves para a auto-sus- acontece no sector privado, em que
tentação das empresas “. a relação assenta na base de um
O sector de Energia e Águas, contrato programa.
lembrou, foi submetido recente- “O administrador é um presta-
mente a um processo de reformas, dor de serviço e não um funcioná-
A palestrante e docente universitária Sofia Vale abordou num dos painéis sobre a posição contratual dos administradores que levou à criação de novas empre- rio”, sublinhou a jurista.

dr

10 líderes mais inovadores


das tecnologias nos EUA
}

Foi divulgada esta semana a lista 12 meses: 21,11%


dos 100 líderes mais inovadores 2 – Elon Musk – Tesla: Cresci-
das principais empresas dos EUA. estudo foi feito mento percentual de vendas em
Empatados no primeiro lugar 12 meses: 27,03%;
estão Jeff Bezos, da Amazon, e com base em 3 – Mark Zuckerberg – Face-
Elon Musk, da Tesla Motors. book: Crescimento percentual
O fundador da Amazon, aos 55 figuras com de vendas em 12 meses: 29,9%;
anos, possui uma participação de 4 – Marc Benioff – Salesforce:
quase 12 por cento na empresa. Em rendimentos acima Crescimento percentual de ven-
2018, a companhia teve uma receita das em 12 meses: 25.69%;
de 230 biliões de dólares e um lucro dos 1o bilhões 5 - Reed Hastings – Netflix:
líquido recorde de 10 bilhões, acima Crescimento percentual de ven-
dos três biliões do ano anterior. de dólares das em 12 meses: 27,03%;
Quatro anos mais velho, o dono da 6 – Satya Nadella – Microsoft:
Tesla Motors quer mudar o trans- norte-americanos Crescimento percentual de ven-
porte terrestre e espacial. das em 12 meses: 13,91%;
Ele fundou a companhia em 7 – Shantanu Narayen – Adobe: Estado tem necessidade de preservar os seus interesses principais
2003 e vendeu mais de 240 mil líderes de companhias com Crescimento percentual de ven-
veículos totalmente eléctricos
em todo o mundo no ano pas-
valor superior a 10 bilhões de
dólares, que estejam entre as
das em 12 meses: 23,61%;
8 – Tim Cook – Apple: Cresci- Estatização de empresas
deve atender estratégias
sado. A sua empresa de foguetes, 50 maiores empresas priva- mento percentual de vendas em
a SpaceX, está avaliada em mais das dos EUA abertas nos últi- 12 meses: 1,18%;
de 20 bilhões de dólares. Juntas, mos cinco anos ou façam parte 9 – Arne Sorenson – Mar-
as companhias de ambos gera- da mais recente de empresas de riott International: Cres- Os interesses gerais da sociedade e dos entes privados
ram mais de um trilhão em valor mais inovadoras da Forbes. Não ci mento percentual de precisam ser salvaguardados na relação corporativa
de mercado na última década. classificamos os CEOs de sub- vendas em 12 meses: -0,12%;
Líderes como Ajaypal Banga sidiárias ou organizações que 10 – Larry Page and Sergey
(18º), da Mastercard; Stephen Eas- foram adquiridas por outras. Brin – Alphabet: Crescimento per- Na maioria dos países a activi- económicos têm um valor estra-
terbrook (19º), do McDonald’s; Mark 1 – Jeff Bezos – Amazon: Cres- centual de vendas em 12 meses: dade económica como um todo tégico para o conjunto de uma
Parker (21º), da Nike; Bob Iger (25º), cimento percentual de vendas em 18,62%. tem dois pilares fundamen- nação e, consequentemente,
da Disney; Jensen Huang (28º) da dr tais: a iniciativa privada e a não é admissível que esteja nas
NVIDIA; Andre Wlson (31º), da Elec- participação do Estado. Como mãos dos interesses particulares
tronic Arts; Robert Kotick (38º), da regra geral, há certo equilíbrio de accionistas e investidores.
Activision Blizzard; Gregory Brown entre um sector e outro. No Como regra geral, as empre-
(79º), da Motorola Solutions; Alex entanto, em algumas circuns- sas privadas que acabam sendo
Gorsky (86º), da Johnson & John- tâncias políticas, propõe-se de titularidade estatal são aque-
son; Brian Goldner (96º), da Has- que o estado assuma um pro- las que têm relação com serviços
bro; e Devin Wenig (100º), do eBay, tagonismo maior e quando isso que afectam os interesses nacio-
também fazem parte da lista. ocorre se fala de estatização. nais: sector de energia, serviços
A pesquisa foi feita pelos pro- Na tradição socialista e em bancários, infra-estrutura, mine-
fessores de negócios Jeff Dyer e alguns regimes nacionalistas ração, turismo, comunicações, etc.
Nathan Furr, em parceria com o foram colocadas em prática medi- A propriedade estatal dos bens
consultor Curtis Lefrandt. Eles das para que o estado controle cer- de produção foi colocada em fun-
mediram qualidades de liderança tos sectores da economia. cionamento nos regimes comu-
essenciais para fundadores e A estatização está baseada nistas ao longo do século XX. O
CEOs de sucesso: reputação na numa ideia fundamental: os balanço final da estatização tem
mídia para inovação, conexões interesses gerais de uma socie- sido negativo, uma vez que o sec-
sociais, histórico de criação de dade não podem estar nas mãos tor público não gerencia os recur-
valor e expectativas de investi- dos sectores privados. Aqueles sos de maneira eficaz e também
dores para criação de valor. que promovem a estatização não consegue satisfazer as neces-
Foram escolhidos apenas Jeff Bezos e Elon Musk lideram a lista dos líderes mais inovadores do EUA afirmam que alguns sectores sidades dos consumidores.
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
gestão 29

dr

Empresa Subsidiária no mercado

}
A empresa é um agente
económico que utiliza os factores
de produção (terra, trabalho ou A empresa-matriz
capital) a fim de maximizar os
seus lucros. Existem vários tipos tem um excessivo
de empresas, entre as quais estão
as empresas subsidiárias. controlo geral
Princípio de subsidiariedade sobre a subsidiária
Este tipo de empresa emana
o chamado princípio da a empresa-matriz pode ser feita
subsidiariedade, da qual afirma com as acções de uma empresa
que uma função deve ser exercida subsidiária para economizar as
por quem está mais próximo despesas de criação de uma
dela. Desta forma, uma empresa nova empresa. Por outro lado,
subsidiária é aquela subordinada são reduzidos significativamente
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx à outra maior. os custos fixos por parte da
O controlo dos indicadores contabilistícos das empresas é fundamental para evitar sobreendividamento das mesmas Esta subordinação é geralmente empresa-matriz; no que diz
feita através da compra massiva respeito a estratégia de mercado,

Despesas operacionais
de acções da empresa subsidiária. as empresas-matriz conseguem
Em outras palavras, para que com a aquisição de uma
exista uma empresa subsidiária empresa subsidiária abranger
deve haver outra maior, também uma maior quota de mercado
chamada de empresa matriz. e, simultaneamente, reduzir ou
Os gastos desembolsados ou previstos constam da planilha Nem todas as empresas eliminar a concorrência em seu
começam por ser subsidiárias sector e por último, as podem
deste leque de operações que a empresa precisa executar ou filiais, mas a maioria inicia a decidir ser absorvidas por outra
sua trajectória empresarial sendo grande empresa com o objectivo
completamente independente de ter uma ajuda financeiro

N
até o momento de a empresa maior do tinha antes; isso lhes
u ma activ idade cionam directamente com o gastos comuns, por exemplo, matriz decidir adquiri-la. permite expandir e crescer como
empresarial exis- objecto social de uma empresa. com os custos de produção. entidade.
tem vários tipos de Imaginemos uma empresa O orçamento das despesas Vantagens
gastos. Do ponto de comercial que venda móveis. operacionais é uma estimativa Existem várias vantagens para Desvantagens:
vista contábil, as Os salários e encargos do pes- e se realiza a partir da informa- que o binômio: empresa matriz Este modelo não se adapta a
despesas operacionais são paga- soal da administração, do sector ção do ano anterior. Em relação – empresa subsidiária possa ser qualquer tipo de produtos e
mentos relacionados à activi- de vendas ou dos outros secto- às despesas de venda fixa são interessante como estratégia. serviços; a empresa-matriz deve
dade da administração de uma res são directamente relaciona- calculadas aquelas que perma- Entre elas podemos destacar ter um restrito controlo sobre a
empresa e à venda dos seus pro- dos com o objectivo do negócio, necem de maneira constante. as seguintes: os problemas empresa subsidiária e tem uma
dutos ou serviços. por isso são operacionais. Em compensação, há despesas relacionados ao financiamento autonomia muito limitada, pois
Em relação à utilidade das de venda que são variáveis, pois se reduzem significativamente; depende da empresa-matriz.
Tipos de despesa despesas operacionais, pode- obviamente dependem do volume
As despesas operacionais se mos destacar dois aspectos: de vendas, por exemplo, os mate- dr

dividem em gastos de vendas o primeiro permite conhecer riais para embalar os produtos
e as de tipo administrativas. a realidade contábil de uma e as comissões dos vendedores.
No primeiro caso, referem-se empresa e o segundo permite Uma empresa seja ela de tipo
às acções destinadas à venda criar um orçamento para o comercial, de serviços ou indus-
de produtos de uma empresa e próximo ano ou ciclo contábil. trial tem uma série de despesas e
são formadas por despesas de Quando se realiza um orça- receitas. Na primeira, temos as des-
publicidade, salários, comissões mento, deve-se diferenciar uma pesas administrativas e de vendas
de vendedores ou transporte. série de aspectos ou elemen- que formam o conjunto de despesas
Em relação aos gastos adminis- tos contábeis, tais como as ven- operacionais, mas também existem
trativos, constam o desgaste dos das, a produção, mão-de-obra, outros gastos como os indirectos de
equipamentos de escritório, paga- os custos de matéria-prima fabricação, os relacionados à com-
mentos de aluguel, água, luz, tele- e despesas operacionais. pra ou despesas financeiras.
fone e dos materiais de escritório. Em primeiro lugar, deve-se Em relação às receitas se desta-
As despesas operacionais são destacar que as despesas ope- cam as financeiras, as relaciona- Problemas de finaciamento da firma são relegadas à empresa mãe
ainda todos os gastos desembol- racionais não devem ser con- das a investimento, por dividendos
sados ou previstos, que se rela- fundidas com outros tipos de ou descontos de compra.

Competição A definição mais comum de


competitividade empresarial
Pontos chave
A competitividade é o fac-
rar a sua competitividade deve
enfatizar certos pontos, como
contraparida, uma pessoa pouco
motivada ou com pouca vontade
empresarial está associada à competitivi-
dade com produtividade. Esta
tor principal das empresas
actuais. Estas empresas refor-
seguir sempre as últimas tendên-
cias do mercado ou desenvolver
de crescer será uma perda para
a competitividade da empresa.

das firmas relação é quase que um princípio


no mundo dos negócios moder-
nos, sendo um objectivo para
çam as suas vantagens compe-
titivas sobre os competidores
buscando uma diferenciação.
um bom departamento especí-
fico para lidar com isso.
Por último, vale destacar
que uma das principais carac-
terísticas das grandes empresas
as grandes multinacionais. Toda empresa que quer melho- Globalização das empresas competitivas é o facto de não se
Na hora de definir a competi- Actualmente são muitas empre- acomodar com o sucesso.
tividade empresarial existem sas que não competem apenas A competitividade empre-
dr

várias possibilidades. De modo como concorrentes dos seus locais, sarial determina que sempre
geral, podemos considerar que a mas sim com todo o planeta, pois haverá uma nova empresa que-
competitividade empresarial é o facto de deixar de lado as novi- rendo chegar às posições de pri-
o conjunto de acções na qual as dades do sector pode ser um fac- vilégio, inclusive as empresas de
entidades comerciais implantam tor primordial que afecta a sua maior êxito devem lutar para que
com o objectivo de potencializar competitividade. a distância que lhes separam de
os seus resultados e fazer com seus competidores nunca dimi-
que sejam os mais importantes Quadro de trabalhadores nuam ao ponto de colocar em
dentro do seu sector. O quadro de trabalhadores é risco sua liderança ou posição
Há quem simplifique esta um dos agentes principais que de líder no mercado.
definição comparando com a determinam a competitividade. De alguma maneira, na maio-
capacidade de uma empresa em É essencial uma pessoa qualifi- ria das situações humanas há
gerar rendimentos, no entanto, cada, brilhante e identificada com certo conflito entre eles. Estu-
uma empresa competitiva é a empresa. As empresas competiti- dantes, atletas ou empresas
aquela que alcança a melhor ren- vas se destacam por não ter medo enfrentam uns aos outros, sendo
tabilidade possível sobre deter- de dividir com os seus trabalha- que alguns saem vencedores e
minado investimento. Trabalhadores são elementos determinantes na busca pela competitividade dores os rendimentos obtidos, em outros perdedores.
30
lazer
Economia & Finanças

DR
Óculos Apple
de realidade
aumentada
A Apple tem investido pesado em
realidade aumentada nos iPho-
nes e pode lançar em breve um
dispositivo próprio para a tec-
nologia. Segundo o MacRumors,
uma versão de desenvolvimento
do iOS 13 traz menções a um pro-
duto chamado de “Garta”, que
seriam uns óculos de RA feito
pela companhia.
De acordo com as descober-
tas do site, a versão em desenvol-
vimento do sistema operacional
conta com menções a um aplica-
tivo chamado STARTester, que
permitiria trocar o modo de
visualização de conteúdos para
um headset. A novidade estaria

Okavango no Emmy Awards


disponível no iOS 13 para “pro-
pósitos de testes”.
Um documento ligado ao pro-
jecto também menciona que a

A
Apple já está a desenvolvero o dis-
positivo com codinome “Garta”.
Os registos também trazem fra- ”Into the Oka- exploradores, uma equipa mul- rio serviu para se registar a pri- área de 120 mil km2, antes de se
ses que revelam um sistema cha- vango”, docu- tidisciplinar internacional lide- meira expedição científica feita concentrar ao longo das margens
mado “StarBoard”, que seria mentário que rada pelo cientista do canal Steve ao longo da Bacia do Okavango. entre a Namíbia e Angola, desa-
utilizado para rodar aplicati- retrata a pri- Boyes. Durante quatro meses, a equipa guando num leque ou delta a uma
vos de realidade aumentada no meira expedi- Venceu, recentemente, o título explorou um percurso de cerca de altura de 980 metros.
suposto aparelho. ção científica ao de melhor explorador do ano, no 2.500 quilómetros, passando por Kerlen Costa anunciou ainda
longo da bacia festival da National Geographic, Angola e Namíbia, até ao Botsuana. o lançamento, para breve, do pró-
hidrográfica do Okavango, está em Washington (EUA). A Bacia do rio Okavango cobre ximo documentário intitulado
entre os nomeados para os Emmy Trata-se de um documentário uma superfície hidrologicamente Cuando. Um filme que retrata a
Awards 2019. sobre a expedição científica feita activa com cerca de 323.192 km2, expedição científica feita em 2018
De acordo com a Euronews, pela equipa da National Geogra- numa área partilhada por três ao longo do rio Cuando.
Into the Okavango, do cineasta phic para Angola, em 2015, lide- países da África Austral: Angola, “Estamos a planear fazer o lan-
da National Geographic Society, rada pela angolana Adjany Costa. Namíbia e Botsuana. çamento em meados de Outubro,
Neil Gelinas, está nomeado na De acordo com Kerllen Costa, O seu caudal principal resulta estamos neste momento a finalizar
categoria de melhor documen- gestor para Angola do projecto do escoamento de planícies sub- as traduções e a narração. Vai ser
tário sobre a natureza. National Geographic Okavango, -húmidas e semiáridas da pro- o primeiro filme da National Geo-
Em 94 minutos, resume qua- em declarações à Euronews, a víncia do Cuando Cubango, em grafic narrado completamente em
tro meses de trabalho dos novos realização do filme-documentá- Angola, que se estende por uma português, afirmou.
Óculos servirão para melhorar a visão

jornalista italiana
Bangkok é a
cidade mais Fotos inéditas de Agostinho Neto expostas
visitada do ano Uma exposição fotográfica fotografias sobre a evolução da activ idade
que retrata a vida e obra de guerrilha aos primeiros anos da de António
A Mastercard lançou o seu Índice Agostinho Neto, de autoria da independência nacional, insere- Agostinho
de Destinos Globais, que classi- jornalista italiana Augusta -se nas festividades do Dia do Neto, seus
fica as 20 cidades com o maior Conchiglia, está patente desde Herói Nacional (17 de Setembro). companhei-
número de visitantes interna- esta segunda-feira, no Lubango, Falando na cerimónia da ros e sua famí-
cionais de todo o mundo. A lista numa iniciativa da Fundação inauguração da exposição foto- lia du ra nte os
é baseada na análise de gastos e Dr. António Agostinho Neto gráfica, a vice-governadora pro- anos da luta de
números de turistas a partir das (FA AN) e do governo provin- vincial da Huíla para o sector libertação nacio-
emissões de cartões de crédito. Os cial da Huíla. político, social e económico, nal e nos primeiros
resultados, que incluem informa- Colocada na Mediateca, a Maria João Chipalavela, afir- anos após a indepen-
ções sobre as cidades mais visi- exposição, que compreende 54 mou que revela detalhes da dência em Angola.
tadas e hábitos de consumo dos Poeta Maior e Herói Nacional
consumidores, são reveladores.
Pelo quarto ano consecutivo, Ban-
gkok (Tailândia) lidera o índice,
HondaJet é o avião comercial de pequeno port mais vendido do mundo
com 22 milhões de turistas inter-
nacionais no total. Na sequência, Digna do termo “faz tudo”,
vêm Paris e Londres, cada um com já que produz carros, craft Company, com sede na
cerca de 19 milhões de hóspedes motocicletas, bicicle- Carolina do Norte (EUA), tenha
internacionais que passam pelo ta s, sopradores de iniciado a produção do Honda-
menos uma noite no local. neve, geradores, qua- Jet em 2015, a aeronave soma
driciclos, robots, corta- mais de 30 anos em pesquisa
dores de relva, motores, e desenvolvimento até o seu
corta-sebes e barcos inflá- projecto final.
veis, a fabricante japonesa Voltemos no tempo. Em
ainda comemora a lide- 1986, o engenheiro aeronáu-
rança em vendas do Honda- tico Michimasa Fujino, gra-
Jet, aeronave certificada no duado pela Universidade de
último mês de agosto para Tóquio, a melhor do Japão,
uso na China. Europa, Japão recebeu o trabalho inviável
Na primeira metade de e agora China. de dirigir o novo braço de
2019, o HondaJet foi o jato A estreita relação da marca desenvolvimento de aerona-
executivo leve mais vendido com o campeão mundial de cor- ao seu país natal. ves da Honda, que seria um
no mundo, com mais de 130 ridas Mick Doohan, da Austrá- Mas o caminho da HondaJet dos últimos projectos guia-
unidades comercializadas lia, em breve deve resultar na não tem sido tão fácil quanto dos pelo enigmático funda-
em 65 países, incluindo EUA, chegada da aeronave também parece. Embora a Honda Air- dor da marca, Soichiro Honda.
Bangkok lidera a lista mundial
Sexta-feira, 6 de setembro de 2019
lazer 31

inovação ciência
Flash
Como essa empresária cria diamantes
em laboratório a partir de cinzas
DR
creas e faleceu em decorrência.
A Eterneva não apenas cria
diamantes a partir de cinzas,
mas também mostra ao cliente
um processo transparente. No
Maria Eugénia Neto início, Adelle e o seu parceiro
Distinguida no Rangel de negócios perceberam que a
A homenagem à viúva de empresa tinha que se concen-
Neto aconteceu na Casa da trar em mais do que apenas
Cultura Njinga Mbande, no diamante. Para expandir
no Rangel, em Luanda. os negócios, eles tiveram de se Vantablack: conheça
concentrar em oferecer aos seus o “material mais
clientes uma experiência única.
O histórico de Adelle em tec- escuro do mundo”
nologia não era o suficiente para Há alguns anos, a Surrey
a experiência necessária na arte NanoSystems desenvolveu um
de criar diamantes. Ela pesquisou material chamado Vantablack.
e fez ligações profissionais para O composto formado por
pessoas que julgou capazes de nanotubos de carbono foi
ajudá-la em sua visão de projecto. descoberto por acaso e ficou
cantora Patrícia Faria “Você precisa conhecer alguém que conhecido como o material
Novo álbum sai em Outubro Adelle Archer, co-fundadora Após conhecer o seu parceiro conhece outro alguém, e então eles mais escuro do mundo. Por
Patrícia Faria lança o seu da Eterneva, uma companhia de negócios, Garret Ozar, no tra- te encaminham para um labora- conseguir absorver mais de
novo álbum “De Caxexe”, que transforma cinzas em dia- balho, a dupla passou por uma tório que parece não ter contacto 99 por cento da luz, cria a
no dia 6 de Outubro deste mantes, decidiu entregar às fase de grande exploração de com medias sociais”, explica. aparência de um buraco fundo
ano, com venda e sessão pessoas uma nova alternativa ideias de negócios. Os dois come- “Acho que minha situação pre- ou uma estrutura lisa mesmo
de autógrafos nos locais para honrar os entes queridos çaram a trabalhar nos princípios ferida foi com um cientista da Uni- quando está posicionado sobre
habituais da capital. que já se foram. Numa indús- de uma elaborada companhia de versidade da Califórnia Riverside, objectos tridimensionais. A
tria que gerou renda de 14,2 diamante na qual eles venderiam que queríamos contactar. Ele não explicação para isso está na
bilhões de dólares em 2016, de as pedras preciosas. No processo respondia e-mails e nem atendia maneira como a luz penetra
acordo com o Departamento de de pesquisas sobre a indústria e telefonemas. Acabamos entrando no Vantablack. Os nanotubos
Comércio dos EUA, a Eterneva conversas com especialistas em em contato com todos os seus alu- podem estar dispostos de
está a elevar o nível por meio diamantes, a mentora de Adelle foi nos graduados pelo LinkedIn e modo relativamente organizado,
do poder de inovação. diagnosticada com câncer de pân- chamamos todos para um café. como fios de cabelo.

Eduardo simba
travar os hackers
Lança livro hoje em Luanda
O lançamento do livro
“Direitos dos Recursos
Quatro razões para desligar sempre
Naturais” acontece hoje o bluetooth do seu telemóvel
dia 06 de Setembro, no
Auditório Maria do Carmo O simples gesto de desligar o Blue- E as fragilidades não ficam
Medina, Faculdade de tooth quando não está a utilizá-lo, por aqui. Nas últimas semanas,
Direito da UAN, em Luanda. ou se quiser, evitar usá-lo tantas três académicos americanos
vezes, pode prevenir a entrada de descobriram uma lacuna que
potenciais hackers no seu telemó- batizaram como o ataque Key
vel e a violação da sua privacidade Negotiation of Bluetooth (KNOB).
A função Bluetooth é daque- Consiste basicamente numa
las já há muito presentes dos nos- falha que permite aos hackers
sos telemóveis, ainda quando interceptarem e alterarem dados Fabricante norte-americana quer atingir consumidores amantes de bicicletas
estes não eram smart. Trata-se enviados por Bluetooth.
de uma das, hoje muitas, manei-
ras de ligar dispositivos digitais
A teceira falha, apontada pelo
site de tecnologia americano
Harley-Davidson tem três novos
Cinema móvel sem a utilização de fios ou qual- Mashable, tem a ver com a utili- protótipos de bicicletas eléctricas
Chega até aos estudantes quer outro objecto. zação do AirDrop dos utilizado-
O incentivo ao ensino Usamo-lo muito para transfe- res da Apple. Esta funcionalidade AHarley Davidson vai fazer os des, correia de transmissão (em
através das artes rir ficheiros entre dispositivos, de partilha de ficheiros entre dois seus seguidores fiéis franzirem vez de correntes), disco de freio
cinematográficas é o mote telemóveis ou computadores, mas dispositivos Apple, que trabalha as sobrancelhas, a empresa de e motores elétricos colocados
da criação do projecto, também para ligar outros equipa- através do Bluetooth, permite que motocicletas apostou de vez no entre os mecanismos de peda-
“Cinema nas Escolas”, mentos hardware, isto é, equipa- os hackers que intercedam a liga- seu projecto de motocicletas eléc- lar. As baterias parecem estar
entre vários Ministérios. mentos que estendem as funções ção acedam ao seu número de tele- tricas LiveWire, com três novos presas entre o quadro da bici-
do dispositivo original, como uns móvel e através dele a uma série de protótipos de bicicletas. cleta em vez de ficarem fora da
headphones para o telemóvel ou informações privadas. As três bicicletas expostas caixa, em uma configuração de
um rato para o computador. na postagem da secção “Future rápida troca. Três modelos são
Mas a tecnologia tem as suas Vehicles” do site da Harley- expostos, incluindo um sem tubo
lacunas de segurança e o Blue- -Davidson parecem estar mais superior na caixa.
tooth não é excepção. Uma delas próximas de prontas para pro- Os avisos padrão também
foi apresentada este ano na DEF dução do que para protótipos estão presentes na página (pro-
CON, uma das maiores conven- em desenvolvimento. tótipos em exposição, ainda
ções de hackers do mundo, reali- Elas também estão mistu- não está disponível etc.), então,
Criminalidade em palco zada anualmente em Las Vegas, radas a três outros modelos ainda não há nenhuma garan-
Ana Tweza exibe nova peça EUA. Um grupo de investiga- “futuros”, incluindo o Livewire, tia de que os modelos irão ser
As Lágrimas de Uma Viúva” dores provou ser capaz usar o o próximo modelo streetfighter comercializados.
é o título da peça que o Bluetooth para identificar alti- e o modelo Pan American dual- Também não há especifica-
grupo de teatro Ana Tweza, falantes de dispositivos móveis -sport que está programado ções sobre performance concre-
de Malanje, apresenta hoje vulneráveis. Uma vez identifica- para breve. tas além do “pedal-assist” e nada
dia 06, às 20h00, e fica dos, os hackers podem contro- Depois de algumas manobras foi dito a respeito de preços.
até dia 16 deste mês, na lar os dispositivos e forçá-los no Photoshop, é possível notar Mas voltando: existe uma ten-
Liga Africana, em Luanda, a reproduzir sons “perigosos” que as bicicletas na imagem são dência de tentar fazer as ebikes
no âmbito do Circuito que podem levar à perda audi- sofisticadas e avançadas, equipa- parecidas com as bicicletas tra-
Internacional de Teatro. tiva a qualquer um que tenha a das com o que parecem ser eixos dicionais, mas a Harley decidiu
infelicidade de estar por perto. Bluetooth precisa de bastante rigor traseiros de diferentes velocida- não seguir este caminho.
Cartoon por CASIMIRO PEDRO em agenda

6 a 19 de Setembro
Ciclo de conferências do sector de petróleo e gás
Decorre nas cidades de Houston, Londres e Dubai um ciclo de
conferências para licitar blocos no Namibe e Benguela.

8 a 11 de Setembro
Fórum internacional agronegócio e Ecoturismo
Angola vai participar no evento que vai decorrer na cidade do Cabo,
África do Sul, para mostrar o seu potencial.

9 a 12 de Setembro
Seminário sobre oportunidade de negócio
Empresários angolanos e sul-africanos vão participar em Luanda,
num seminário com o objectivo de abordar aspectos ligados ao
investimentos.

25 a 28 de Setembro
1ª edição da cidade do empreendedor
A Eventos Arena vai realizar na Baía de Luanda a edição deste ano da
feira do empreendedores.

8 a 30 de Outubro
Africa Market Expo 2019
Empresários nacionais vão participar no evento, focado em conectar
empresas do continente para os Emiratos Árabes Unidos.

Economia contraiu no Iº semestre

dr
breves

edições novembrO
As Reservas Internacionais
nAMIBE Líquidas (RIL), de acordo com o refe-
Província ganha rido relatório, apresentaram uma
10 novos autocarros trajectória decrescente ao longo do
Dez novos autocarros, com 64 semestre em análise, situando-se
lugares cada, adquiridos pelo em usd 10,2 mil milhões no final
Ministério dos Transportes foram de Junho, o que representa uma
entregues, quarta-feira, na cidade variação negativa de cerca de 3,8
de Moçâmedes, ao Governo Pro- por cento face ao valor observado
vincial do Namibe, para reforçar no final do semestre anterior (usd Ministro sul-africano dos Recursos
a frota de transportes públicos 10,6 mil milhões). Minerais e Energia, Gwede Mathashe
na circunscrição. No Mercado Cambial, durante
o primeiro semestre de 2019, a
Cuanza Sul moeda nacional depreciou-se África do Sul
Camponeses ganham mais de face ao dólar em cerca de 9,98 por
5 mil toneladas de fertilizantes Indústria Transformadora contribuiu no fraco desempenho do referido período cento, enquanto o Mercado Inter- quer petróleo
Cinco mil e 200 toneladas de fer- bancário angolano registou, em
tilizantes estão disponíveis pelo igual período, uma taxa de juros e gás angolano
IDA, no Cuanza Sul, para apoiar A economia angolana voltou a con- Quanto ao nível geral de preços, a 1 dia (Luibor overnight) de 14,91,
os camponeses na campanha trair-se no primeiro trimestre de o relatório espelha que a tendên- representando uma variação Gwede Mathashe garantiu
agrícola 2019/2020, que pode 2019, cerca de 0,4 por cento, em cia tem sido decrescente ao longo negativa na ordem dos 10,99. que o seu país prepara-se
arrancar este mês de Setembro, termos homólogos. Esta foi uma do semestre e que no final do Segundo o mesmo estudo, o
em Angola. das conclusões do Relatório do período em análise o valor fixou- Mercado de Dívida Pública veri- para negociar com Angola
Iº semestre, publicado recente- -se em cerca de 16,94 por cento, ficou, no período, uma dimi- esse forte interesse.
Cuanza norte mente pelo Gabinete de Estudos em termos homólogos. nuição na emissão em torno de
Cervejeira EKA baixa produção e Estratégia da Comissão do Mer- Com o decréscimo registado no 25,92por cento, face ao verificado O ministro sul-africano dos
A EK A, situada no município cado de Capitais (CMC), retomado final do semestre, a taxa de inflação no segundo semestre de 2018. De Recursos Minerais e Energia,
de Cambambe, regista actual- na página de internet do Minis- foi 2,58 p.p. inferior à taxa obser- acordo com os dados divulgados Gwede Mathashe, afirmou que
mente uma baixa de 40 por cento tério das Finanças. vada no final do período homó- pela UGD, no período em análise, o seu país vai enviar, dentro de
nos níveis de produção, em con- O docu mento fa z u ma logo em 2018, e 1,66 p.p. inferior à o valor da emissão de Títulos do dias, uma missão intergover-
sequência da desactivação, em i ncu rsão aos mercados e taxa observada no final do semes- Tesouro situou-se em torno de namental a Angola, para reu-
Junho último, da sua primeira também sobre a macroeconomia. tre anterior. Deste modo, a taxa de 503,01 mil milhões de dólares. nir com o ministro angolano
linha de enchimento devido ao Segundo se lê, a variação é inflação mantém-se acima da meta Deste valor, 364,58 mil milhões cor- do sector dos Recursos Mine-
estado obsolecto do equipamento. atribuída, fundamentalmente, às estabelecida para 2019 (15%). respondem a Bilhetes do Tesouro rais e Petróleos, no quadro do
actividades de Comércio (-3,2%), No domínio da Política Mone- (BT) e 138,42 mil milhões a Obri- interesse que a África do Sul
Huíla financeiras (-4,8%), Indústria tária, o período em análise ficou gações de Tesouro (OT). tem pelo petróleo e gás.
Província ganha novas firmas Transformadora (-6,5%), Teleco- fundamentalmente marcado pela Durante o primeiro semestre, as Essa intenção foi manifesta
Trinta e oito novas indústrias municações (-6,8%), e Petróleo redução da Taxa BNA em 0,25 p.p. commodities analisadas apresen- pelo ministro Gwede Mathashe
do ramo da panificação, trans- (-6,9%). Entretanto, com as refor- (ao passar de 15,75% para 15,5%) taram um desempenho positivo. O ao secretário de Estado para
formação de madeiras, blocos mas económicas em curso desde e pela decisão do Comité de Polí- Brent, referência das exportações Geologia e Minas, Jânio Cor-
de cimento, derivados de carne e o início de 2019, já se verificam tica Monetária (CPM) do BNA de angolanas, registou uma variação rêa Victor, à margem da Confe-
metalúrgica abriram no período melhorias na economia nacio- manter a Taxa de Juros da Facili- positiva de 23,70porcento, fixando- rência Africa Down Under, que
de 2017 ao primeiro semestre nal permitindo um decréscimo dade Permanente de Absorção de -se em usd 66,55/barril no final do decorre desde quarta-feira, em
deste ano na província da Huíla. da economia cada vez menor. Liquidez em 0,0 por cento. período em análise. Perth, Austrália, e que junta
entidades mineradoras afri-
DOMINGOS CADÊNCIA | edições novembro canas e australianas.
Falta de recursos impede Petróleos, com vista a recon-
versão de todas as máquinas
Gwede Mathashe deve apro-
fundar com o ministro ango-
conversão de centrais térmicas do país a trabalharem com o
sistema a gás”, afirmou Antó-
lano dos Recursos Minerais e
Petróleos, Diamantino Azevedo,
nio Belsa da Costa. este assunto e “ver se Angola
O secretário de Estado da Ener- tica produzida pela Angola LNG. António da Costa esteve em passa a fornecer Petróleo e
gia, António Belsa da Costa, disse, “O sector está a trabalhar Cabinda, onde avaliou, durante Gás à África do Sul”, ressaltou
quarta-feira última, em Cabinda, para que os engenhos venham dois dias, o estado funcional do o ministro sul-africano.
que a falta de recursos financei- a funcionar no sistema híbrido sector, justificou a necessidade
ros está a impedir a conclusão do gasóleo e gás, com prioridade da referida substituição devido ISSN 2409-6474
projecto de conversão das centrais para o gás, mas as dificuldades aos elevados custos para a impor-
térmicas a gasóleo para o sistema financeiras travam o avanço do tação do gasóleo, que alimenta as
a gás, no quadro das estratégias projecto que conta com o Minis- centrais térmicas em funciona-
de consumo desta fonte energé- tério dos Recursos Minerais e mento em várias regiões do país. Secretário de Estado, António Belsa 9 772409 647001