Você está na página 1de 2

FQ9 – Teste de Avaliação n.

o 4
Propostas de resolução

1.1 C e E
1.2.1 IV
1.2.2 B
1.2.3 Condutor óhmico.
2.1.1 Fios de ligação, interruptor e amperímetros.
2.1.2 Lâmpadas e voltímetro.
2.2 Associação de lâmpadas em paralelo.
2.3.1 I1 + I2 = Iramo principal ; I1 + I2 = 0,6
2.3.2 U1 = U2 = 12
U 12 12
2.4.1 R= ; 30= ⇔ I 1= ⇔ I 1=0,4 A
I I1 30
2.4.2 I ramo principal =I 1 + I 2 ; 0,6=0,4 + I 2 ⇔ I 2=0,2 A
U 12
2.4.3 R= ; R= =60 Ω
I 0,2
3.1
U
U/V I/A /Ω
I
8 0,2 40
16 0,4 40
24 0,6 40
32 0,8 40
3.2 C
3.3.1 X
3.3.2 Y
3.3.3 X
3.3.4 X e Y
4.1 Os reóstatos permitem introduzir nos circuitos comprimentos maiores ou menores de
um condutor que têm na sua constituição. Quando o comprimento do condutor é
alterado, a sua resistência varia, por isso são resistências variáveis.
4.2 (1) aumenta; (2) aumenta; (3) diminui; (4) diminui.
5.1 Watt.
5.2 O valor 600 W significa que a torradeira consome 600 J de energia elétrica em cada
segundo de funcionamento.
5.3 B
E
⏟ =P⏟ × t⏟
5.4
J W s
5 min=5× 60=300 s
E=600 ×300
E=180 000 J
5.5 ⏟E = ⏟P × t⏟
kW h kW h
1000 W =1 kW
E=1 kW ×2 h
E=2 kW h
5.6 Efeito joule.
6.1 A – Disjuntor, cujo funcionamento se baseia no efeito magnético da corrente elétrica;
B – Corta-circuitos fusível, cujo funcionamento se baseia no efeito joule.
6.2 O valor 6 A indica o valor máximo da corrente elétrica que o condutor do fusível pode
suportar sem fundir e interromper a corrente elétrica no circuito do respetivo aparelho.
6.3 P=U × I
40=230 × I
40
I= =0,174 A(emcada lâmpada)
230
I ramo principal =30 ×0,174=5,2 A
Este fusível é adequado para esta instalação de lâmpadas porque o valor da corrente
elétrica que pode suportar (6 A) é ligeiramente superior ao valor da corrente elétrica no
ramo principal (5,2 A).
6.4.1 Um curto-circuito consiste num percurso mais curto e sem resistência elétrica para os
eletrões de condução.
6.4.2 Deterioração do revestimento isolador dos fios de fase e neutro, permitindo o
contacto entre eles.