Você está na página 1de 41

ABOVE,BEYOND.

EVERYWHERE™
INDÍCE
Ñ INTRODUÇÃO;

Ñ IDENTIFICAÇÃO:
Ñ DEFINIÇÃO;
Ñ IDENTIFICAÇÃO DOS COMPONENTES.

Ñ PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO À CURVA DE CARGAS;

Ñ MONTAGEM/DESMONATGEM:
Ñ OPERAÇÕES;
Ñ ANÁLISE DE RISCOS;
Ñ MEDIDAS PREBENTIVAS.

Ñ AFINAÇÕES/ENSAIOS:
Ñ LIMITADORES DE FIM DE CURSO;
Ñ LIMITADORES DE CARGA E MOMENTO.

Ñ MANOBRAS INTERDITAS
INTRODUÇÃO

Ñ A prevenção de riscos permite,


realizada de forma continua e
sistemática, libertar os locais de
trabalho de acidentes, sendo esta
condição um elemento fundamental
para levar a cabo com êxito qualquer
acção produtiva em que participa uma
empresa moderna
IDENTIFICAÇÃO
DEFI NI ÇÃO:
Equi pa ment o par a el evação de car gas, por mei o de u m gancho suspenso por
u m cabo, e seu transpor t e, num r ai o de vári os met r os a t odos os ní vei s em
t odas as di r ecções.

C ONS T IT U IÇÃO:
- T orr e met álica
- Lança hori zont al
- Mot or es - El evação, R otação, Di stri bui ção, T ransl ação
Grua torre - Grua de montagem por
elementos (GME)
Grua Auto-Montante - Grua de Tirantes
montagem automatizada (GMA) Tirantes
da contra-
lança

Lança Contra-lança
Cremalheira

Coluna Lastro da
Carro contra-
distribuidor lança
Cadernal

Coluna

Lastro da
base
Chassis giratório

Chassis fixo

Cremalheira Boggie Chassis

3 «Printed in France. Reproduction interdite POTAIN» CDF – Vocabulário


PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO

10 toneladas 10 toneladas • As regras do equilíbrio


Para obter equilíbrio, se
tivermos uma carga de
10 ton. a 2 metros à
esquerda, temos que ter
2 metros 2 metros
uma carga de 10 ton. 2
metros à direita.
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO

10 toneladas

• As regras do equilíbrio
20 toneladas

Sem alterar as distâncias


em relação à articulação e
colocarmos uma carga de 20
ton. á direita, provoca um
2 metros

2 metros
desequilibro e respectivo
basculamento
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO
• Para obter o equilíbrio:
20 toneladas

10 toneladas Basta diminuir a distância do


lado da carga mais pesada.

Momento á direita : 20 t x 1 m = 20 t.m


Momento à esquerda : 10 t x 2 m = 20 t.m

2 metros 1 metro
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO

• Desequilíbrio máximo em
vazio
O centro de gravidade
Centro
de
gravidade
da estrutura mantêm-se
dentro da zona do
chassis

D
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO

• Desequilíbrio máximo em
carga
O centro de gravidade
Centro
de
da estrutura mantêm-se
dentro da zona do
gravidade

chassis

d D
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO

• Desequilíbrio máximo em
carga
O centro de gravidade
Centro
de
da estrutura mantêm-se
dentro da zona do
gravidade

chassis

d D
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO
A

Peso
equipamento
Peso
Carga
Peso móvel
Carga
D útil

A lança é articulada em A.
O momento máximo da grua é o produto do peso da carga móvel multiplicada por a distancia D.

A estabilidade da grua depende em parte deste momento.


Este momento devera portanto manter-se constante em relação a A, e a
cada posição do carro correspondera um valor de carga a não ultrapassar
para não provocar o basculamento da grua.

A isto chama-se A CURVA DE CARGA


PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO
A F = 2 ton.
(Carga móvel)

D = 50 metros

Momento de carga =F x D
= 2 x 50 = 100 t.m
= Momento máximo desta grua
EM TEORIA : a cada alcance correspondera uma carga em função do
momento:
a 25 m : 100 t.m a dividir por 25 m = 4 ton.
a 12,5 m : 100 t.m a dividir por 12,5 m = 8 ton.
a 6,25 m : 100 t.m a dividir por 6,25 m = 16 ton.
a1 m : 100 t.m a dividir por 1 m = 100 ton.
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO
A curva de carga (hipérbole) apresenta-se da seguinte forma :
NA PRÁTICA :
1 – A carga móvel (2 ton.) não nos
Carga interessa. É a carga útil (carga
máxima móvel menos o peso do
Carga móvel
equipamento) que nos dá a curva
de carga da grua.
Carga útil

2 – A grua não vai elevar 100 ton.


A A 1 m., e talvez não irá elevar 16
ton. a 6,25 m. Ela será limitada
pela capacidade do mecanismo
6,25 12,5 25 50
0 m.

de elevação e a estrutura da
grua
PRINCIPIO DE FUNCIONAMENTO
Carga
Alcance máximo
máxima.
da carga
Kg máxima.
3000
Carga
2500 útil.
Carga máxima à
ponta da lança.
2000 Alcance máximo.

1500

1000

16 20
14 18 24 30 36

Portée
MONTAGEM / DESMONTAGEM
É necessário definir:

Ñ Qual a grua necessária:


Ñ Raio de acção - Comprimento da lança
Ñ Carga máxima / Carga à ponta
Ñ Altura de serviço sob o gancho

Ñ Local de implantação:
Ñ Evitar taludes, desterros e zonas de fragilidade do terreno (ex. canalizações)
Ñ Garantir envolventes sem interferências para as composições a montar - edifícios, outras
gruas e qualquer estrutura em geral;
Ñ Garantir o afastamento obrigatório de cabos de tensão.

Ñ Preparação de estaleiro
Ñ Preparação de maciços de montagem com as necessárias dimensões e resistência;
Ñ Garantir condições de acesso aos local para estabilizar auto-grua e parquear semi-reboques;
Ñ Garantir a potência eléctrica necessária para a alimentação da grua - dados fornecidos pelo
fabricante
MONTAGEM / DESMONTAGEM
É necessário definir:

Ñ Características técnicas da grua - a fornecer pelo fabricante


Ñ Atravancamentos
Ñ Alimentação eléctrica da grua:
Ñ Potência nominal
Ñ Potência de arranque

Ñ Preparação de cargas para ensaios


Ñ Carga à ponta
Ñ Carga máxima
Ñ Grande velocidade
CL L

CM / AI

L - Lança (alcance máximo)


CL - Contra-lança

HSC
H - Altura entre o gancho e a lança
H.S.C - Altura ao gancho
DE
CM/AI - Carga máxima / Alcance intermédio
CP - Carga à ponta
DE - Dimensões exteriores da base
R HOR
DC - Dimensão do chassis
DC
Rvert - Reacção vertical máxima
Rhor - Reacção horizontal máxima
MONTAGEM / DESMONTAGEM
Riscos
Descrição N.º Homens Eq. Auxiliar Medidas Preventivas Eq. de Segurança
Associados
Livre acesso aos locais e envolventes
Capacete
completamente desimpedidas. Área de
- 2xMontadores Auto-Grua 90 Botas Especiais
Descarga de material Queda de materiais movimento de cargas vedada ao acesso
Potain Ton. Luvas
de outros trabalhadores e completamente
desimpedida.
- 3xMontadores Livre acesso aos locais e envolventes
Potain; completamente desimpedidas. Área de Capacete
Auto-Grua 90
Colocação de base - Futuro Queda de materiais movimento de cargas vedada ao acesso Botas Especiais
Ton.
operador da de outros trabalhadores e completamente Luvas
Máquina desimpedida
- 3xMontadores Livre acesso aos locais e envolventes
Potain; completamente desimpedidas. Área de Capacete
Colocação de Lastro de Auto-Grua 90
- Futuro Queda de materiais movimento de cargas vedada ao acesso Botas Especiais
Base Ton.
operador da de outros trabalhadores e completamente Luvas
Máquina. desimpedida
- 3xMontadores Escada de acesso protegida com guarda
Capacete
Potain; corpos e plataformas de descanso. Área
Auto-Grua 90 Queda de pessoas Botas Especiais
Montagem de Coluna - Futuro de movimento de cargas vedada ao
Ton. Queda de materiais Luvas
operador da acesso de outros trabalhadores e
Cinto de Segurança
máquina. completamente desimpedida
Livre acesso aos locais e envolventes
- 3xMontadores
completamente desimpedidas. Área de
Potain; Capacete
Montagem de Lança no Auto-Grua 90 movimento de cargas vedada ao acesso
- Futuro Queda de materiais Botas Especiais
chão Ton. de outros trabalhadores e completamente
operador da Luvas
desimpedida. Disponibilizar local de
máquina.
assentamento da lança de 50 mts no chão.
MONTAGEM / DESMONTAGEM
Riscos
Descrição N.º Homens Eq. Auxiliar Medidas Preventivas Eq. de Segurança
Associados
Livre acesso aos locais e envolventes
completamente desimpedidas. Garantir a
- 3xMontadores
existência de linha de vida para a Capacete
Colocação de contra- Potain;
Auto-Grua 90 Queda de pessoas colocação de cinto a todo o comprimento Botas Especiais
lança e Lastro de - Futuro
Ton. Queda de materiais da contra-lança. Área de movimento de Luvas
contra-lança operador da
cargas vedada ao acesso de outros Cinto de Segurança
máquina.
trabalhadores e completamente
desimpedida
Livre acesso aos locais e envolventes
completamente desimpedidas. Garantir a
- 3xMontadores existência de linha de vida para a
Capacete
Potain; Queda de pessoas colocação de cinto a todo o comprimento
Auto-Grua 90 Botas Especiais
Colocação de Lança - Futuro Queda de materiais da lança. Área de movimento de cargas
Ton. Luvas
operador da vedada ao acesso de outros trabalhadores
Cinto de Segurança
máquina. e completamente desimpedida. Vedar
acesso a outros trabalhadores num raio de
60 mts.
Livre acesso aos locais e envolventes
- 3xMontadores Capacete
completamente desimpedidas. Garantir a
Potain; Queda de pessoas Botas Especiais
ligação à terra da estrutura da grua. Área
Ligações eléctricas - Futuro Risco de Luvas
de movimento de cargas vedada ao
operador da Electrocussão Cinto de Segurança -
acesso de outros trabalhadores e
máquina quando em altura
completamente desimpedida
Livre acesso aos locais e envolventes
- 3xMontadores Capacete
completamente desimpedidas. Área de
Potain; Botas Especiais
Afinação de carga e Queda de pessoas movimento de cargas vedada ao acesso
- Futuro Luvas
momento Queda de materiais de outros trabalhadores e completamente
operador da Cinto de Segurança -
desimpedida. Vedar acesso a outros
máquina quando em altura
trabalhadores num raio de 50 mts
LIMITADORES FIM-DE-CURSO LIMITADORES DE ESFORÇO

1
2 BARRAS DE MOMENTO > SEGURANÇA DE MOMENTO

ZONA DE
ANEL DINAMOMÉTRICO
TRABALHO
> SEGURANÇA DE CARGA MÁXIMA
AUTORIZADA

1 FIM-DE-CURSO ELEVAÇÃO - ALTO/BAIXO


2 FIM-DE-CURSO DISTRIBUIÇÃO - FRENTE/ATRÁS
3 FIM-DE-CURSO ROTAÇÃO - DIREITA/ESQUERDA
4 FIM-DE-CURSO TRANSLACÇÃO - DIREITA/ESQUERDA
REQUISITOS LEGAIS

Ñ Executar a verificação de fim-de-montagem;


Ñ Preenchimento de ficha de ensaios de carga;
Ñ Decreto-Lei n.º 50/2005:
Ñ “...regula as prescrições mínimas de segurança e saúde dos
trabalhadores na utilização de equipamentos de trabalho...”:
Ñ art.6º Verificação dos equipamentos de trabalho:
Ñ n.1 - “...o empregador deve proceder à sua verificação após
instalação ou montagem num novo local...”
Ñ n.2 - “O empregador deve proceder a verificações periódicas...”
MANOBRAS INTERDITAS

2M

2M

2M
2M
0,60 M

NÃO!
Linhas eléctricas
50 000 volts ou mais : 5 M
Não transportar
menos de 50 000 volts : 3 M cargas a menos de
2 metros do solo
MANOBRAS INTERDITAS

Carro em posição obliqua


em relação à carga
Levantar cargas
fixas ao solo ou a
outros elementos

Puxar por outros Levantar cargas mal


veículos acondicionadas
MANOBRAS INTERDITAS

Carregar baldes ou Colocar o cadernal


porta-paletes com Elevar uma carga com duas gruas
nosolo
carga suspensa

O transporte de pessoal está interdito em gruas


CONCLUSÃO

Ñ As operações realizadas por a


grua representam um elevado
risco. Ao serem mal utilizadas,
com uma manutenção deficiente
e com o não cumprimento das
instruções do fabricante, podem
provocar acidentes de
consequências graves, tanto
para as pessoas, como para a
obra. Deveremos sempre tomar
as precauções necessárias para
a sua correcta utilização.