Você está na página 1de 3

TEMA ANUAL: VIVENDO EMPOLGADO COM O DEUS EMPOLGANTE

PASTOR FLÁVIO EZALEDO MINISTÉRIO DE PÚLPITO 02/11/2014

ABATIDOS PORÉM NÃO DESTRUÍDOS!

ZACARIAS 1 A 6

INTRODUÇÃO

A. O alvo final de Deus é a glória do Seu próprio nome. Podemos então afirmar que Deus é o Ser
mais empolgante consigo mesmo e com todo o Seu plano. Por ser este um alvo também a ser
perseguido por seus filhos, durante este ano tenho desafiado os irmãos viverem empolgados
com o Deus empolgante.

B. Zacarias era contemporâneo de Ageu. Enquanto Ageu foi levantado para encorajar o povo a
edificar o templo, Zacarias foi levantado por Deus para animar os desalentados. Ele encorajou
os desalentados por profetizar ardorosamente a ver a Glória de Deus que haveria de vir
novamente sobre Israel.

C. Os métodos de Deus são interessantes, nem sempre Ele nos dá o que queremos ter de
imediato, mas Ele quer desviar os nossos olhos das tristezas e circunstâncias presentes para
vermos as glórias do futuro.

I. FORTALECENDO QUANDO ESTAMOS FRAGILIZADOS (1: 7 - 17).

A. Israel, aqui, está por baixo e fragilizado, mas é contemplado e lembrado com o
cuidado amoroso e zeloso de Deus.

B. Quando você está decaído, aflito, pisado pelos outros, Deus quer que você desvie o
olhar dessas situações e contemple o cuidado amoroso e zeloso que Deus tem por
você.

II. DEFENDENDO OS SEUS ESCOLHIDOS (1: 18 - 21).

A. Aqui Deus está predizendo a derrota dos inimigos de Israel.

B. Mesmo que ajam poderes te oprimindo você pode estar certo de que Deus, pelo
compromisso que Ele tem com o seu povo, Ele vela cuidadosamente em seu benefício,
portanto, Ele quer que você desvie o olhar da opressão e contemple os instrumentos
divinos que protegem. Esperança, Oração, Confiança na Sua Palavra.

III. REVELANDO OS BENEFÍCIOS DE SUA HERANÇA (2: 1 - 13).

A. Aqui Deus revela um futuro glorioso para Israel.

B. Quando você perceber que sua herança está tão arruinada que pareça não haver mais
jeito, Deus quer que você desvie os seus olhos da falta de esperança e contemple os
meios da graça que ele provê para você ver a glória de ser seu filho. Menina dos olhos.
(8) Há um plano de Deus para você (9 – 11). Deus age (13).

IV. RESTAURANDO O NOSSO MINISTÉRIO (3: 1 - 10).

IGREJA BATISTA DA FÉ - RUA WLADIMIR HERZOG, 32 – BOSQUE DOS EUCALÍPTOS - FONE: 3936 - 20. 66
www.ibfe.org.br
TEMA ANUAL: VIVENDO EMPOLGADO COM O DEUS EMPOLGANTE

PASTOR FLÁVIO EZALEDO MINISTÉRIO DE PÚLPITO 02/11/2014

A. Aqui encontramos um quadro da corrupção nacional purificada e a restauração da


nação e do serviço sacerdotal.

B. Cada crente é um sacerdote diante de Deus (1 Pe 2: 10). Muitas vezes o nosso


marasmo espiritual e falta de santificação oferece oportunidade para Satanás se opor
a nós, levando-nos ao desânimo e ao relaxo espiritual. É neste momento que Deus
quer que desviemos os nossos olhos da nossa condição espiritual impura e
contemplemos a cruz.

V. DANDO RECURSOS PARA REALIZAÇÃO DAS TAREFAS (4: 1 – 14).

A. Aqui Deus encoraja Josué e Zorobabel lembrando-os dos recursos que estão à sua
disposição e confirmar a autoridade de ambos aos olhos da comunidade (Baldwin).

B. Quando Deus nos salvou, Ele nos deu três recursos para realizarmos as tarefas por Ele
designada: A Bíblia, o Espírito Santo e a Oração. Devemos nos lembrar que: “Tudo o
que ele nos ordena ele sempre nos dará a força e o poder para realizar”.

VI. CASTIGANDO O MAL (5: 1 – 4).

A. Aqui indica o castigo ou maldição sobre todos os habitantes desobedientes da terra.

B. O crente no presente mundo sofre diante das grandes injustiças que diariamente
acontecem ao seu redor. A desordem moral, a impiedade e a corrupção, tudo isto leva
muitas vezes, seja por pensamento ou palavras, o crente desejar o mal ou o insucesso
daqueles que praticam a injustiça. Deus quer que desviemos os nossos olhos de
situações que não podemos controlar e fixemos no único que tem o controle soberano
de julgar tudo justamente.

VII. CONTROLANDO O MAL (5: 5 – 11).

A. Aqui indica o retirar da impiedade do meio do povo de Israel. A visão mostra que a
maldade quer escapar mas o anjo a empurra para dentro da efa (Um barril grande,
com capacidade de 22 litros, usada para medir farinha) e é retirada de Israel e
conduzida para o seu lugar onde terá que aguardar a sua casa de adoração a fim de
ser adorada.

B. A impiedade crescente leva o crente a pensar que o mal não terá mais controle,
especialmente, o pior aspecto do mal que é a idolatria. Deus quer desviar os nossos
olhos para o fato de que retirar a maldade é um ato da Sua graça em cumprir com as
suas promessas de que está no controle de todas as coisas.

VIII. JULGANDO AQUELES QUE SE LEVANTAM CONTRA O POVO DE DEUS (6: 1 – 8).

A. Aqui a visão mostra uma agência trabalhando a favor de Israel.

B. Quando as situações ao nosso redor são desanimadoras e conduzem à perda de


esperança, Deus quer desviar os nossos olhos para contemplarmos o Seu agir por meio
de um plano muito bem arquitetado, a fim de dar segurança aos seus filhos.

IGREJA BATISTA DA FÉ - RUA WLADIMIR HERZOG, 32 – BOSQUE DOS EUCALÍPTOS - FONE: 3936 - 20. 66
www.ibfe.org.br
TEMA ANUAL: VIVENDO EMPOLGADO COM O DEUS EMPOLGANTE

PASTOR FLÁVIO EZALEDO MINISTÉRIO DE PÚLPITO 02/11/2014

CONCLUSÃO

A. Quando estamos envolvidos em situações que são desfavoráveis, a nossa tendência é


ficarmos tão concentrados nas dificuldades que de uma forma ou outra precisamos
ser lembrados que Deus está agindo em todas a situações e circunstâncias para o nosso
bem (Romanos 8: 28 – 29).

B. O tempo de Deus não é o nosso tempo. Somos imediatistas e queremos que as


situações difíceis melhorem tão rápido quanto possível. O que precisamos perceber é
que Deus faz todas as coisas segundo o conselho da sua vontade (Efésios 1: 11).

C. O plano soberano de Deus contempla a bênção pela obediência, mas também permite
aos crentes O desobedecerem, mas não sem suas devidas consequências, como
podemos ver que o povo que voltou do exílio teve que enfrentar situações adversas,
que foram consequências das desobediências passadas.

D. O amor de Deus pelos seus filhos é permanente e ele sempre oferece meios eficazes
para que possamos desviar os nossos olhos das tristezas e focarmos nas glórias das
bênçãos que podem ser presentes, mas muitas vezes estão no futuro.

E. Portanto, confie que Deus nos fortalece quando estamos fragilizados. Que ele está
atento ao que está acontecendo conosco por meio daqueles que nos perseguem. Que
precisamos usufruir no presente os benefícios de sermos suas heranças.

F. Confie também, que mesmo quando somos tomados pelo desânimo e esfriamento
espiritual, Ele nos dá meios para restaurarmos os nossos ministérios. Devemos estar
certos de que tudo o que Ele nos ordena, Ele sempre nos dará a força e o poder para
realizar.

G. Confie ainda que Deus está no controle de todas coisas e o mal que acontece ao nosso
redor não está fugindo ao Seu controle e nem ficará sem julgamento.

“Ó Senhor, senhor nosso, quão magnífico em toda a terra é o teu nome!


Pois expuseste nos céus a tua majestade.”
(Salmo 8: 1)

IGREJA BATISTA DA FÉ - RUA WLADIMIR HERZOG, 32 – BOSQUE DOS EUCALÍPTOS - FONE: 3936 - 20. 66
www.ibfe.org.br