Você está na página 1de 14
N° MANUAL CLIENTE: FOLHA: ROSTO PROGRAMA: C.C: ÁREA: SEP: TÍTULO: ANÁLISE DE RISCOS DA TAREFA
MANUAL
CLIENTE:
FOLHA:
ROSTO
PROGRAMA:
C.C:
ÁREA:
SEP:
TÍTULO:
ANÁLISE DE RISCOS DA TAREFA - ART
DOC Nº:
RESPONSÁVEL:
FERNANDO COSTA
ARQ. ELETR.:
Nº CONTRATO:
REG. CREA:
42.758/D
ÍNDICE DE REVISÕES
REV.
DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ANTIGAS
0
PARA INFORMAÇÃO
A
PARA UTILIZAÇÃO - REVISÃO GERAL EM FUNÇÃO DA TRANSIÇÃO PARA O SISTEMA DE
GESTÃO INTEGRADA DA QUEIROZ GALVÃO
DATA
REV.0
REV.A
REV.B
REV.C
REV.D
REV.E
REV.F
REV.G
REV.H
DATA
PROJETO
EXECUÇÃO
NAVARRO
VERIFICAÇÃO
APROVAÇÃO
NAVARRO
As informações deste documento foram elaboradas pelo Eng. ANTONIO FERNANDO NAVARRO, para divulgação da metodologia
A presente manual não deverá ser empregado para fins comerciais e tão somente para a disseminação de conhecimento, livremente, citando-se o autor.
 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

1/13

Nº Doc/

Revisão Data Descrição Sumária 00 Para Informação
Revisão
Data
Descrição Sumária
00
Para Informação

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

2/13

Nº Doc/

1.

Objetivo

Este procedimento normaliza a metodologia para identificação de riscos de acidentes intrínsecos ou circunstanciais em tarefas rotineiras ou eventuais como objetivo de:

Definir metodologia para identificar os riscos existentes na preparação, execução e desmobilização de determinada tarefa, que possam levar a ocorrência de acidentes e/ou danos à saúde, ao meio ambiente ou aos equipamentos / máquinas / ferramentas / instalações, e as medidas de controle necessárias. Cumprir a legislação vigente. Aprimorar o Sistema de Gestão da Segurança, Saúde e Meio Ambiente no Trabalho.Atualizar Planilha de Identificação de Riscos SSO.

2. Aplicação

Este documento aplica-se a todos os serviços de Construção e Montagem desenvolvidos pela empresa,devendo ser aplicados sob a coordenação do Coordenador de SMS, com a participação dos responsáveis por todas as áreas envolvidas.

3. Esclarecimentos / Definições

ART – Análise de Riscos de Tarefa Riscos circunstanciais – riscos criados durante a execução da tarefa Riscos intrínsecos – riscos inerentes à tarefa SMS – Segurança, Meio Ambiente e Saúde Tarefa – conjunto de atividades, com ações distintas e específicas, necessárias para realizar determinado trabalho

4. Responsabilidades

4.1 Da Gerência

Disponibilizar os recursos para implantação e manutenção deste procedimento. Aprovar e disciplinar o uso deste procedimento.

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

3/13

Nº Doc/

Solicitar ao Departamento de Administração de Pessoal aplicação de ações disciplinares cabíveis a cada caso, quando necessário.

4.2 Segurança, Meio Ambiente e Saúde

Elaborar e manter atualizado este procedimento. Treinar agentes multiplicadores capacitando-os neste procedimento. Acompanhar a realização de Análises de Riscos da Tarefa, quando solicitado. Executar, periodicamente, auditoria visando identificar oportunidades de melhoria. Garantir que empregados das Empresas Contratadas sejam comunicados e treinados quanto ao uso deste procedimento.

4.3 Dos Coordenadores

Garantir que colaboradores de sua área de atuação estejam treinados neste procedimento. Sugerir melhorias, buscando o aperfeiçoamento deste procedimento. Cumprir e fazer cumprir o que estabelece este procedimento.

4.4 Recursos Humanos

Cadastrar treinados aprovados nos testes de avaliação de aprendizagem no Sistema de treinamentos.

4.5 Empregados efetivos e contratados

Conhecer os conceitos e finalidade deste procedimento. Zelar pelo cumprimento deste procedimento.

4.6 Colaboradores Envolvidos na execução da tarefa

Realizar ART, detalhando os riscos em potencial associados e as medidas de controle.

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

4/13

Nº Doc/

Interromper imediatamente a tarefa e comunicar ao superior qualquer situação de risco identificada durante a execução da tarefa, que não tenha sido prevista na Análise de Riscos da Tarefa ou que tenha ocorrido de forma diferente à prevista. Divulgar a Análise de Riscos da Tarefa para outros empregados que eventualmente venham a se envolver na tarefa que estiver sendo realizada. Utilizar os EPI necessários para a realização da tarefa, conforme determinado na ART, bem como na área onde a tarefa será realizada. Cumprir o que estabelece este procedimento.

4.7 Empresas Contratadas

Adaptar seus procedimentos internos às exigências deste procedimento, observado para que a essência deste conteúdo não seja descumprida. Promover a divulgação deste procedimento para os seus empregados. Apresentar ao Gestor do Contrato a relação de seus empregados treinados quanto a este procedimento, acompanhado do comprovante.

Cumprir e fazer cumprir o que estabelece este procedimento.

5.

Descrição

5.1 Requisitos

A ART deve ser realizada sempre antes do início de qualquer tarefa e deve ser atualizada se houver alguma mudança e/ou inclusão nas atividades envolvidas na tarefa.

Na ART devem estar contempladas e avaliadas todas as atividades relacionadas à preparação, execução e desmobilização da tarefa. Na ART devem ser identificados os riscos intrínsecos ou circunstanciais associados, relacionados a Meio Ambiente, Método / Procedimento, Mão de Obra, Máquinas / Equipamentos / Ferramentas / Instalações, Matéria-Prima / Materiais e as medidas de controle necessárias mais adequadas.

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

5/13

Nº Doc/

Todos os empregados envolvidos na tarefa a ser executada devem participar da execução

da ART, contribuindo com seus conhecimentos e experiências; a ART deve ser assinada por todos os participantes. Para cada etapa devem ser identificados os riscos e problemas potenciais envolvidos, as conseqüências (tipo de lesão, doença ou dano material) e as ações de controle/bloqueio (medidas de prevenção e/ou proteção) necessárias, sejam elas já existentes ou não e, neste caso, deverão ser providenciadas antes da realização da tarefa. Garantir que riscos identificados na ART que não fazem parte da Planilha de Análise Preliminar de Riscos provoquem a atualização da planilha. A confecção da ART não elimina a necessidade da realização dos check lists e da Permissão para Trabalho - PT.

Se o empregado chegar atrasado ou em determinado momento em que a tarefa já esteja sendo executada, ele deverá procurar o responsável da equipe e solicitar as devidas explicações sobre as informações da ART correspondente, incluindo seu nome e assinatura na mesma.

5.2 Treinamento

Os colaboradores a nível de encarregados, supervisores e profissionais de SMS, devem ter conhecimento da existência deste procedimento e dos seguintes processos:

Definição de Riscos e Perigos; Metodologia da Análise; Tipos de lesões, doenças e danos; Medidas
Definição de Riscos e Perigos;
Metodologia da Análise;
Tipos de lesões, doenças e danos;
Medidas de Controle;
Quando realizar a ART;
Formulário para ART.

Os colaboradores que em suas atividades tiverem que aplicar os procedimentos de Análise de Riscos da Tarefa devem receber treinamento específico deste procedimento. O mínimo exigido para aprovação no treinamento é de 70% de aproveitamento.

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

6/13

Nº Doc/

5.3 Procedimento Disciplinar

O não cumprimento deste procedimento, em todo ou em parte, será considerado falta

grave.

6. Controle Operacional

6.1 Verificação

A verificação do atendimento ao contido neste procedimento se dará através de

avaliações de Segurança, Meio Ambiente e Saúde programadas, conforme planejamento próprio de cada área. Estas devem ser documentadas, com registro dos participantes, não

conformidades e oportunidades de melhoria identificadas. As não conformidades devem ser registradas.

Este padrão deverá ser revisado a cada 2 anos ou quando ocorrer mudanças significativas que impliquem na inclusão de novos itens/adequação no relatório de Análise de Riscos da Tarefa, ou em caso de acidente quando a causa, direta ou indireta, para que este tenha ocorrido esteja relacionada a uma falha na metodologia da Análise de Riscos. As ações corretivas para bloquear os desvios devem ocorrer na medida em que estes surgirem e serão tratadas no âmbito da Seção ou do Comitê de SMS.

7. Registros

Anexo 01 – Análise de Riscos da Tarefa

8. Referência

Norma Regulamentadora – NR-1 e NR-22 da Portaria 3.214/78, do Ministério do Trabalho e Emprego;

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

7/13

Nº Doc/

OHSAS 18001: 1999 - Sistema de Gestão e Saúde Ocupacional; NR-06 – Equipamento de Proteção Individual; NR-07 – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional; NR-09 – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais; NR-10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade; NR-11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais; NR-12 – Máquinas e Equipamentos; NR-15 – Atividades e Operações Insalubres; NR-16 – Atividades e Operações Perigosas; NR-17 – Ergonomia; NR-18 – Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção; NR-23 – Proteção Contra Incêndios; Da portaria 3214/78, do Ministério do Trabalho e Emprego.

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

8/13

Nº Doc/

Anexo 1 – Análise de Riscos da Tarefa

ANÁLISE DE RISCOS DA TAREFA Tarefa Local Data Executantes Assinatura Matrícula Executantes Assinatura
ANÁLISE DE RISCOS DA TAREFA
Tarefa
Local
Data
Executantes
Assinatura
Matrícula
Executantes
Assinatura
Matrícula
Tipo de
RISCO –
Lesão,
Bloqueio
Item
Atividade
Perigo
doença,
Bloqueio – Medida de
Prevenção e/ou Proteção
Eficaz
Potencial
ou dano
material
Observações
SE NÃO FOR SEGURO NÃO FAÇA E NEM DEIXE FAZER
Planilha de Perigos e Riscos atualizada em:
Responsável:
/
/
Legenda para tipo de lesão: fratura, queimadura, corte, conjuntivite, envenenamento, morte
por asfixia, PAIRO, torção decorrente de escorregão, lesão na coluna.
Legenda para perigo/risco: trabalho em altura, contato com superfície quente, exposição
a ruído, exposição a corrente elétrica, exposição a radiação ultra violeta, exposição a
produtos químicos, trabalho em ambiente confinado, trabalho com ferramenta cortante,
trabalho com superfície escorregadia, etc.
NÃO SE LIMITE APENAS AOS ITENS, USE OUTROS RECURSOS CASO NECESSÁRIO
EPIS/MEIO AMBIENTE
Ver se o cabo de
aço/cinta suporta a
carga a ser levantada
Certifique-se de que as
garrafas não serão
colocadas próximas a
combustíveis, tambores de
óleo, graxa ou qualquer
produto químico
inflamável.
Ver se há próximo ao local de
intervenção equipamento ou partes
Ver se a carga vai estar
bem equilibrada
Certifique-se de que o
material incandescente do
Área
Emitente
Área
Aprovação
GSC
Antonio Fernando Navarro
GSC
Antonio Fernando Navarro
 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

9/13

Nº Doc/

de equipamento em movimento sem existência de proteções

durante o içamento

corte não caia sobre os cilindros ou mangueira de maçarico

Ver se as transmissões por corrente ou correias possuem proteções

Ver se há alguém habilitado para sinalização no manuseio de carga

Certifique-se de que não há risco de explosão pela presença de gases inflamáveis na área de trabalho (Neste caso haverá necessidade de um padrão especial para execução da tarefa).

Ver se existem danos à cobertura

Ver se haverá necessidade de usar rádio para comunicação durante o manuseio de carga

Ver se haverá necessidade de soldagem, em caso afirmativo:

local

Ver se o piso esta escorregadio

Ver se a área do içamento estará convenientemente isolada

Ver se há luvas, óculos, aventais, máscaras necessárias à execução da tarefa em quantidade suficiente para todos os envolvidos na atividade de soldagem

Ver se existem danos nas colunas e

Ver se o equipamento utilizado para içar carga está bem patolado (se necessitar utilizar equipamento móvel no içamento de carga)

Ver se a área está isolada e/ou sinalizada alertando para o risco de acidente de queimadura para as pessoas próximas ao local

ou paredes

Ver se existem canaletas sem

Ver se haverá trabalho em alturas superior a 2 metros, em caso afirmativo:

Ver se os equipamentos necessários, tais como máquina de solda, cabos, terminais estão em boas condições de uso

tampas

Ver se será necessário o uso de

Certifique-se que há cintos disponíveis para todos

Ver se o ponto de aterramento não poderá trazer danos ao equipamento ou ao executante

protetor auricular

Ver se existe risco de queda de material de outro local ou serviço sobre os executantes

Ver se os cintos estão sendo corretamente utilizados

Ver se há risco de choque elétrico pela presença de água no local de execução da solda

Ver se existe alguma peça suspensa pôr exemplo: contrapesos que possam realizar algum tipo de

Ver se haverá necessidade de uso de andaimes, em caso

Ver se haverá necessidade de utilização de produtos químicos, em caso

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

10/13

Nº Doc/

trabalho durante a intervenção

afirmativo:

afirmativo:

Ver se as áreas de passagens e escadas estão desobstruídas

Certifique-se que todos que estão sobre o andaime estejam portando o cinto de segurança, tipo pára- quedista, e este esteja fixado em local fora da estrutura do andaime

Ver se os produtos químicos estão identificados

Ver se todos pontos quentes (acima de 60°C) estão isolados

Certifique-se que as tábuas de piso do andaime estejam em boas condições de uso

Ver se o produto químico exige cuidado especial para sua utilização

Ver se existe equipamento de combate a incêndio de acordo com o local

Certifique-se de que as extremidades das tábuas de piso que se projetam para fora da estrutura metálica estejam entre 250 a 500 mm

Ver se existe um padrão de emergência no caso de contato de substâncias perigosas

Ver se existem obstruções ao acesso dos equipamentos de combate a incêndio

Ver se as tábuas cobrem toda a extensão do piso do andaime

Ver se os EPI's existentes são compatíveis com o risco

Ver se existe identificação tipo de extintor de incêndio (CO2, água, etc.)

Certifique-se de que as aberturas entre tábuas não sejam superiores a 25 mm

Ver se os EPI's estão em perfeitas condições de uso

MÉTODO

Ver se as tábuas estão fixadas a estrutura do andaime

Ver se é necessário equipamento para emergência, tais como lava-olhos, e se o mesmo está em perfeitas condições de uso

Certifique-se que todos estão usando EPI's necessários

Certifique-se que as escadas de acesso estão fixadas à estrutura do andaime em no mínimo duas posições

Ver se haverá serviços com eletricidade, em caso afirmativo:

Ver se os EPI's estão sendo utilizados de maneira correta

Ver se a área em torno do andaime está isolada

Ver se há portas traseiras dos CCM's com os mesmos energizados

Ver se todos os EPI's estão em boas condições de uso

Ver se há necessidade de uso de lixadeiras e/ou esmerilhadeiras,

Ver se há execução de tarefas com gavetas inseridas

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

11/13

Nº Doc/

 

em caso afirmativo verifique:

 

Certifique-se que o equipamento está bloqueado no painel

Ver se o disco de corte esta abaixo do limite de uso

Ver se houve desligamento dos painéis eletrônicos (inversor, no-breaks, etc.) pelo disjuntor do próprio painel quando o mesmo for interno

Certifique-se que o equipamento está bloqueado no campo

Ver se a lixadeira possui proteção caso haja quebra do esmeril ou disco de corte

Ver se estão utilizando luvas de alta tensão para efetuar medidas elétricas em painéis ou qualquer outro local onde o potencial elétrico seja maior do que 220v, ou possua pontos com este potencial a uma distância igual ou inferior a 50 cm.

Certifique-se que o equipamento está bloqueado fazendo teste de partida do equipamento do painel

Ver se os cabos estão em boas condições de uso

Ver se estão utilizando luvas de alta tensão para efetuar manobras em seccionadoras de alta tensão (69 Kv e 13.8 Kv)

Ver se o material da desmontagem criará outra condição de risco

Certifique-se de que a área estará convenientemente isolada

Ver se existe bloqueio e extração de gaveta em qualquer intervenção de motores que envolvem abertura de caixa de interligação ou manipulação de cabos de força

Ver se existe necessidade da presença preventiva de bombeiro

Certifique-se de que todos estarão usando EPI's adequados

Ver se foi desligado a alimentação geral de painéis em qualquer intervenção de manutenção de natureza elétrica, executando-se as medições onde serão necessárias o uso de luvas de alta tensão

Ver se haverá outras tarefas simultâneas, em caso afirmativo:

Ver se haverá necessidade de uso de alavancas, em caso afirmativo:

Ver se haverá necessidade de abrir conexões isoladas, em caso afirmativo:

Ver se o meio de transporte é o mais adequado para o caso

Certifique-se que todos estejam a uma

Ver se a ferramenta para efetuar o corte é

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

12/13

Nº Doc/

 

distância segura caso o objeto alavancado entre em movimento

apropriada e se encontra em boas condições de uso

Ver se no trajeto do transporte haverá obstáculos e/ou outros riscos

Certifique-se que sua posição em relação ao objeto alavancado seja aposta ao movimento do mesmo

Ver se o movimento do canivete está na direção oposta ao corpo, caso contrário alerte ao executante para o risco de acidente, caso haja alguém ajudando na tarefa, certifique-se que o mesmo também não corra riscos.

Ver se é necessário confeccionar algum dispositivo especial para auxiliar no transporte dos materiais

Ver se haverá necessidade do uso de equipamento de oxicorte, em caso afirmativo:

MÃO DE OBRA

   

Estes riscos podem estar relacionados com grau

de

conhecimento

Ver se as condições climáticas, como chuva, alteram as condições de segurança no transporte

Ver se existem válvulas contrafluxo nos maçaricos

técnico,

habilidade

individual, condição física e psicológica, atitude em relação a

   

segurança

Ver se haverá içamento de cargas, em caso afirmativo:

Ver se existem válvulas corta fogo, próximas às garrafas de oxigênio e acetileno

Logo antes das execuções de tarefas:

Ver se os cabos de aço estão em condições de uso

Ver se há dispositivo apropriado para transporte das garrafas

Ver se os executores têm conhecimento total da execução da tarefa

Ver se as pontes rolantes têm sinalização de direção, caso contrário faça teste identificando na botoeira e direção e função de cada comando antes de içar a carga

Ver se há dispositivos adequados para içamento das garrafas

Ver se há alguém sem condições de executar a tarefa por questões físicas ou psicológicas

Certifique-se que os freios do equipamento de içamento de carga estão em perfeitas condições de uso

Ver se há luvas, óculos, aventais necessárias à execução da tarefa em quantidade suficiente para todos os envolvidos na atividade

Ver se o executante é adequado fisicamente para execução da tarefa

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

 

Tipo de Documento

Código do Documento

Procedimento Específico

Título Do Documento

Revisão

Pág.

Análise de Risco da Tarefa - ART

00

13/13

Nº Doc/

Ver se o operador do equipamento de içamento de carga é formalmente habilitado para tal tarefa

Ver se a carga esta compatível com o equipamento utilizado para içar

Ver se há dispositivo adequado para acender o maçarico com segurança

Certifique-se de que as garrafas não serão colocadas próximo ao calor

Ver se o tempo para execução é suficiente, não gerando stress durante a execução da tarefa

Ver se o número de executantes é compatível com a tarefa

“SE NÃO FOR SEGURO NÃO FAÇA E NEM DEIXE FAZER”

“SE NÃO FOR SEGURO NÃO FAÇA E NEM DEIXE FAZER”

“SE NÃO FOR SEGURO NÃO FAÇA E NEM DEIXE FAZER”

Área

Emitente

Área

Aprovação

GSC

Antonio Fernando Navarro

GSC

Antonio Fernando Navarro

Interesses relacionados