Você está na página 1de 90

2018

Ano-base | Base-year 2017

Associação Brasileira do Cobre


Anuário Brasileiro do Cobre 2018
Brazilian Copper Yearbook 2018

uma publicação da / published by


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO COBRE - ABCOBRE
Alameda Vicente Pinzon, 144, conjunto 103 - Edifício Number One - Vila Olímpia
04547-130 - São Paulo - SP
Tel. +55 (11) 3044 5355 | www.abcobre.org.br

•  Coordenação geral | General management •  Fontes de pesquisa | Research sources


Leila Alencar Monteiro de Souza ABCOBRE - Associação Brasileira do Cobre
• Agradecimentos Especiais: Comex Stat
Ana Rebelo (ICSG) ICA- International Copper Association
Filipe D’Alessandro Oliveira Bernardes (Paranapanema) ICSG - International Copper Study Group
Glycon Garcia (Procobre) IWCC -International Wrought Copper Council
Ivan Rubens Bernardino (Termomecanica) MDIC -Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços
Marcelo Ferraz de Souza (Sindicel) Pentatransaction
Miguel Ângelo de Carvalho (Cecil) Procobre - Instituto Brasileiro do Cobre
Paulo César Pereira (Termomecanica) Sindicel - Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos,
Renata Honda (Procobre)    Trefilação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo

•  Produção gráfica e design | Graphic design and production


Ponto & Letra
São Paulo - SP - Brasil | Tel. 55 11 5032 0001
Curitiba - PR - Brasil | Tel. 55 41 3356 4050
www.ponto-e-letra.com.br | business@ponto-e-letra.com.br
•  Capa | Cover design
Nilson Santos - Ponto & Letra
•  Imagens ilustrativas | Illustrative images
AdobeStock® | Depositphotos® | Dreamstime® | Pixabay®
•  Impresso no Brasil por | Printed in Brazil by
Gráfica Mundo

© Todos os direitos reservados. Livre reprodução. Pede-se citar a fonte.


  All rights reserved. Reprodruction free. Source must be mentioned.

Novembro/November, 2018
ÍNDICE INDEX

O cobre na vanguarda da eletromobilidade | Copper at the forefront of the electromobility 5


Diretoria da ABCOBRE | ABCOBRE board 2016-2019 7
Empresas associadas | ABCOBRE member companies 8
Empresas e produtos | Companies and products 9
Novos caminhos para o uso eficiente do cobre 12
New ways to the efficient use of copper 16
SINDICEL: cenários e perspectivas 20
SINDICEL: scenarios and perspectives 23
A importância da certificação dos condutores elétricos 26
The importance of the electric conductors’ certification 28
Simplificar para agilizar 30
Simplify to streamline 32
Mercados em crescimento para o consumo de cobre | Growth markets for copper usage 34
2018: déjà vu do ano passado 36
2018: the last year déjà vu 38
Cobre antimicrobiano: aplicações em diversos setores na América Latina 40
Antimicrobial copper: application in various sectors in Latin America 47
O cobre na arquitetura 52
Copper in architecture 54
Gestão de Ativos: novas oportunidades e melhores resultados na gestão de infraestrutura hospitalar 56
Asset Management: new opportunities and better results for hospital infrastructure management 60
Previsão do mercado de cobre 2018/2019 64
Copper market forecast 2018/2019 67
Números mundiais | Worldwide data
Mineração de cobre: os 20 principais países | Copper mine production: top 20 countries 70
Produção de cobre refinado: os 20 principais países | Refined copper production: top 20 countries 70
Principais consumidores de cobre: consumo por região e aplicação
Major uses of copper: usage by region and end use sector 71
Balança comercial | Trade balance
Semimanufaturados | Semimanufactured
Importações em valores | Imports in value 72
Importações em volume | Imports in units 73
Exportações em valores | Exports in value 74
Exportações em volume | Exports in units 75
Cobre refinado | Refined copper - NCM 7403.11.00
Importações por país de origem | Imports by country of origin 76
Exportações por país de destino | Exports by country of destination 76
Perfil da indústria brasileira | Brazilian industry profile
Importação de concentrado de cobre | Import of copper concentrate 77
Exportação de concentrado de cobre | Export of copper concentrate 77
Cobre refinado | Refined copper • Semimanufaturados | Semimanufactured 78
Produção e consumo da indústria brasileira | Production and consumption of Brazilian industry
Produção | Production • Consumo aparente de cobre | Copper apparent consumption 80
Tendências na capacidade de mineração de cobre | Trends in copper mining capacity 81
Ações, preços e consumo de cobre | Copper stocks, prices and usage 82
Tendências de produção e consumo mundiais do cobre refinado
World refined copper production and usage trends 83

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
3
MENSAGEM DA PRESIDENTE
MESSAGE FROM THE PRESIDENT

O cobre na vanguarda
da eletromobilidade
Maria Antonietta Cervetto

Copper at the forefront


Presidente / President
Associação Brasileira do Cobre - ABCOBRE

of the electromobility

© iStock | ICA

4 Anuário Brasileiro do Cobre


2018 Brazilian Copper Yearbook
A P
vançar com sustentabilidade. Por anos, este tem rogress with sustainability. For years, this has
sido um dos maiores desafios das indústrias mo- been one of the biggest challenges of the modern
dernas. Alguns setores apostam na inovação para industry. Some sectors invest in innovation to
manter a equação equilibrada. E, neste quesito, o setor maintain the equation balanced. And, in this aspect,
automobilístico tem dado passos largos com o desenvol- the automotive sector has given large steps in the
vimento do veículo elétrico. É cada vez mais crescente a development of the electric vehicle. The demand for this
demanda pelo modelo ao redor do mundo. Tudo em fun- model is growing around the world, and it is a function
ção dos benefícios apresentados em relação aos veículos of the benefits it presents as compared to vehicles
movidos à combustão fóssil; o veículo elétrico apresenta powered by an internal-combustion engine; electric
maior eficiência energética, redução da poluição sonora e vehicles have greater energy efficiency, reduction of
de resíduos poluentes, menor custo de manutenção e ope- noise and waste pollution, lower maintenance and
ração, entre outros. operation cost, among others.
Os números explicam esta tendência mundial. Segundo The numbers explain this global trend. According
a Internacional Copper Association - ICA, estima-se que 27 to the International Copper Association – ICA, it is
milhões de veículos elétricos estarão nas ruas até 2027. estimated that 27 million electric vehicles will be
Um cenário positivo para o setor do cobre já que este au- on the streets until 2027. It´s a positive scenario to
mento fará com que a demanda pelo metal cresça de 185 the copper sector since this increase will make the
mil toneladas em 2017 para 1,74 milhões de toneladas demand for this metal to increase from 185 thousand
em 2027. tons in 2017 to 1.74 million tons in 2027.
Electric cars use some 70 to 90 kilos of copper per
Os carros elétricos têm entre 70 a 90 quilos de cobre
unit, while the combustion engine vehicle uses around
em sua composição, enquanto que o veículo a combustão
20 kilos.
utiliza cerca de 20 quilos.
In Brazil, during this year, the Ministry of Industry,
No Brasil, durante este ano, o Ministério da Indústria, Foreign Trade and Services discussed strategies with
Comércio Exterior e Serviços discutiu estratégias com o the automotive sector in order to elaborate a National
setor automobilístico para que seja elaborado um Plano Plan for Electromobility that boosts Brazil in this aspect.
Nacional de Eletromobilidade e impulsionar o país a partir It will be necessary to invest in infrastructure to fulfill
deste âmbito. Será necessário investir em infraestrutura this new reality.
para atender a esta nova realidade. Considering this scenario, the industrial sector
Diante deste cenário, o setor industrial caminha con- is confidently moving forward, despite remaining
fiante, mesmo que o receio em relação a novos investi- concerns on new investments. The weight of the
mentos permaneça. O peso da carga tributária e a indefi- tax burden and the uncertainty of clear public
nição de políticas públicas claras de incentivo continuam incentive policies continue to give sleepless nights
tirando o sono dos investidores. As empresas almejam por to the investors. Companies seek for a severe fiscal
um severo programa de ajuste fiscal e de reformas estru- adjustment program and for structural reforms to
turais para estimular o crescimento do país. estimulate the country’s growth.
Enquanto aguarda com ansiedade a chegada de tem- While waiting with anxiety for the arrival of better
pos melhores, a cadeia do cobre trabalha unida para aten- times, the copper chain works together to fulfill the
der as novas demandas do mercado e superar os entraves new market demands and to overcome the barriers
que hoje afetam a competitividade do setor. that affect the sector competitiveness.
Que o ano de 2019 seja marcado por mais oportuni- We hope that 2019 will be marked by more
dades para que a nossa indústria permaneça contribuindo opportunities in order to make our industry to remain
de forma diferenciada e se posicionando na vanguarda dos contributing in a special way and positioning it in the
avanços tecnológicos. forefront of the technological advances.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
5
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO COBRE - ABCOBRE
Alameda Vicente Pinzon, 144, conjunto 103
Edifício Number One - Vila Olímpia
04547-130 - São Paulo - SP
Tel. +55 (11) 3044 5355
assessoria@abcobre.org.br
www.abcobre.org.br

6 Anuário Brasileiro do Cobre


2018 Brazilian Copper Yearbook
Diretoria da ABCOBRE
ABCOBRE board

2016 - 2019

Diretoria Executiva | Executive Board


Presidente | President Maria Antonietta Cervetto
1º Vice-Presidente | 1st Vice President Luiz Osvaldo Pastore
2º Vice-Presidente | 2nd Vice President Manuel Navarro Canizares
3º Vice-Presidente | 3rd Vice President Felipe Fidalgo Espasandin
Tesoureiro | Treasurer Fábio Esteves de Carvalho

Conselho Diretor | Board of Directors


CBL - Laminação Brasileira de Cobre Ltda. Isidro Alvarez Moreno (titular | active member)
Paulo Roberto Merlin (suplente | alternate)
Cecil S/A - Laminação de Metais Maria Antonieta Cervetto (titular | active member)
Miguel Ângelo de Carvalho (suplente | alternate)
IBRAME - Indústria Brasileira de Metais S.A. Luiz Osvaldo Pastore (titular | active member)
Alessandro Pastore (suplente | alternate)
Paranapanema S.A. Fábio Esteves de Carvalho (titular | active member)
Gilson Santana (suplente | alternate)
Plasinco Ltda. Manuel Navarro Canizares (titular | active member)
Luiz Antônio Pereira Dionísio (suplente | alternate)
Glencore do Brasil Comércio e Exportação Ltda. Felipe Fidalgo Espasandin (titular | active member)
Luciano Bertoli (suplente | alternate)
Termomecanica São Paulo S.A. Nelson da Silva Leme (titular | active member)
Luis Carlos Rabello (suplente | alternate)

Conselho Fiscal | Supervisory Board


CONDUMIG - Indústria de Condutores Elétricos Otoni Oliveira Filho (titular | active member)
de Minas Gerais Ltda. Luís Eduardo Fonseca Oliveira (suplente | alternate)
CONDVOLT Indústria de Condutores Elétricos Ltda. Aires Inácio de Melo (titular | active member)
Ana Maria de Melo Aragona (suplente | alternate)
DACOTA Condutores Elétricos Ltda. Saturnino Castilho Júnior (titular | active member)
Almir Acosta (suplente | alternate)

Superintendente | Superintendent
Leila Alencar Monteiro de Souza superintendencia@abcobre.org.br

Gerente de Novos Negócios | Newbusiness manager


Caio Marcio Alves de Souza comercial@abcobre.org.br

Estagiária | Trainee
Stephanie Manchado secretaria@abcobre.org.br

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
7
Empresas associadas
ABCOBRE member companies

CBL - LAMINAÇÃO BRASILEIRA DE COBRE LTDA.


Marginal Luiza Bodani Farnetani, 475 - Caixa Postal 166 - Distrito Industrial
13877-780 - São João da Boa Vista - SP
Tel. +55 (19) 3624-9100

CECIL S/A - LAMINAÇÃO DE METAIS


Rodovia Engenheiro Renê Benedito Silva, 580 - Jardim Santa Rita
06683-000 - Itapevi - SP
Tel. +55 (11) 4141-5156 | www.cecil.com.br

CONDUMIG - INDÚSTRIA DE CONDUTORES ELÉTRICOS DE MINAS GERAIS LTDA.


Rua Antônio Dellarett Filho, 2000 - Centro Industrial Jovelino Rabelo
35502-288 - Divinópolis - MG
Tel. +55 (37) 3229-2000 | www.condumig.com.br
CONDVOLT - INDÚSTRIA DE CONDUTORES ELÉTRICOS LTDA.
Rua Coronel Marques, 509 - Vila Carrão
03407-005 - São Paulo - SP
Tel. +55 (11) 2296-9477 | (11) 2227-3454 | www.condvolt.com.br

COPPER INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE VERGALHÕES LTDA.


Rua Dona Francisca, 8.300 - Bloco A - Módulo 6 - Zona Industrial Norte
89219-600 - Joinville - SC
Tel. +55 (11) 4196-3645 | (11) 3443-0848 | www.copperindustria.ind.br

DACOTA CONDUTORES ELÉTRICOS LTDA.


Rua Minas Gerais, 398
13876-010 - São João da Boa Vista - SP
Tel. +55 (19) 3634-3477 | www.dacotace.com.br

IBRAME - INDÚSTRIA BRASILEIRA DE METAIS S.A.


Rua Alemanha, 576 - Jardim Europa
01448-010 - São Paulo - SP
Tel. +55 (11) 5632-3256 | www.ibrame.com.br

GLENCORE DO BRASIL COMÉRCIO E EXPORTAÇÃO LTDA.


Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 - 19º andar
05426-100 - São Paulo - SP
Tel. +55 (11) 3504-8000 | www.glencore.com.br
PARANAPANEMA S.A.
Rua Felipe Camarão, 500 - Utinga
09220-580 - Santo André - SP
Tel. +55 (11) 2199-7604 | www.paranapanema.com.br
PLASINCO INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA.
Rua David Czertok, 135 - Jardim Paulista
13222-010 - Várzea Paulista - SP
Tel. +55 (11) 4595-4017

TERMOMECANICA SÃO PAULO S.A.


Av. Caminho do Mar, 2652 - Rudge Ramos
09612-000 - São Bernardo do Campo - SP
Tel. +55 (11) 4366-9777 | www.termomecanica.com.br

8 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
CBL
Cecil

Ibrame
Dacota

Plasinco
Condvolt

Glencore
Empresas

Condumig
Companies

Paranapanema

Termomecanica
Copper Indústria
Catodo de cobre | Copper Cathode

Brazilian Copper Yearbook


Companies and products
Chapas | Sheets
Empresas e produtos

Anuário Brasileiro do Cobre


Discos | Discs

Fitas | Ribbons Rolled

2018
Fonte | Source: Empresas associadas | ABCOBRE member companies
Laminados

Tiras | Strips

Vergalhão 8 mm | Rods 8mm

Conexões | Fittings
Semimanufactured
Semimanufaturados

Barras | Bars

Arames | Wires

Perfis | Shapes
Extruded/Drawn
Extrudados/Trefilados

Tubos | Pipes

Fios sólidos 750 V | Solid wires 750 V

Cabos 750 V classe 2 | Cables 750 V class 2

Cabos 750 V flexíveis | Fexible cables 750 V

Cabos PP | PP Cables

Cabos 1kV classe 2 | Cables 1kV class 2


Standardized
Padronizados

Cabos 1kV flexíveis | Flexible Cables 1kV

Cabos de solda | Weld cables

Cordões flexíveis paralelos | Parallel flexible strands


Electric conductors
Condutores elétricos

Cordões flexíveis torcidos | Twisted flexible strands

Fios de cobre nus | Bare copper wires


Cabos de comando, controle e sinalização
Command, control and signaling cables
Energy
Energia

Cabos de instrumentação | Instrumentation cables

Produtos de alumínio | Aluminum products

9
ENERGIA ENERGY

Novos caminhos para


o uso eficiente do cobre

12 Anuário Brasileiro do Cobre


2018 Brazilian Copper Yearbook
“Expandir os princípios de gestão de ativos
além dos setores elétricos e industriais
para influenciar o uso adicional de cobre”
Glycon Garcia Junior,
diretor executivo do Procobre Brasil

N
o ano passado, antecipamos para a edi- aplicação de práticas de excelência em gestão
ção 2017 do Anuário Brasileiro do Cobre de ativos e permite ao Instituto conhecer os tra-
algumas megatendências de mercado balhos que vêm sendo desenvolvidos nessa área,
e ações estratégicas que o Procobre (Instituto para determinar ações futuras que deverão ser
Brasileiro do Cobre), que representa a ICA (In- implementadas para promover o uso do cobre.
ternational Copper Association) no Brasil, ado- O processo de orientar a aquisição, o uso e
taria para assegurar a demanda por produtos a alienação de ativos para aumentar o desem-
de cobre no país. Antes de tudo, é importante penho, gerindo riscos e custos relacionados ao
qualificar a ICA como uma associação sem fins ciclo de vida do ativo, é uma prática necessária,
lucrativos, líder mundial na promoção do cobre, que precisa fazer parte da cultura da empre-
cujos desafios são posicionar a indústria do co- sa e da qual a indústria pode se beneficiar. A
bre como um setor fundamental para responder aplicação da ISO 55001, um conjunto de nor-
às demandas da sociedade e disseminar infor- mas que orienta as empresas na obtenção do
mação sobre esse metal que atende às preocu- melhor desempenho de seus ativos dentro do
pações do desenvolvimento sustentável. ciclo de vida de cada um deles, teve a primeira
Este ano, somado ao programa de gestão de empresa certificada em 2015. O setor elétrico,
ativos no setor elétrico, que promovemos desde notadamente, lidera o grupo de empresas que
2014, idealizamos um prêmio como forma de aplicam o conceito de gestão de ativos no dia a
reconhecer o trabalho e esforço dedicados à im- dia de suas operações, mas é importante que
plantação da gestão de ativos no Brasil, dando outros setores conheçam essas melhores prá-
destaque a empresas e pessoas inovadoras. O ticas e que passem a adotá-las, melhorando a
prêmio reforça a reputação do Procobre como competitividade e se adequando aos padrões
instituição de vanguarda, capaz de orientar a internacionais.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
13
As principais vantagens da aplicação das mercado do cobre para a eletromobilidade.
ENERGIA ENERGY
normas de gestão de ativos estão relaciona- Como parte das ações que promovemos
das à diminuição do custo de operação e ao para esse mercado, firmamos uma cooperação
ganho em rentabilidade por parte da empresa, com a GIZ (Deutsche Gesellschaft für Interna-
com aumento da confiabilidade e reputação das tionale Zusammenarbeit GmbH), visando reali-
corporações. zar atividades conjuntas na área da mobilidade
Ainda como desdobramento da gestão de elétrica. Para trazer a eletromobilidade para a
ativos, conseguimos estender o programa, an- ordem do dia, foi realizado em junho, em Bra-
tes focado em concessionárias de energia, e sília, o evento “Pensando a eletromobilidade
oferecê-lo para o setor hospitalar. O primeiro no Brasil: um olhar sobre as diferentes frotas
matchmaking foi realizado no segundo trimestre tecnológicas”, em parceria com o Ministério da
deste ano e contou com a participação de 30 Indústria, Comércio Exterior e Serviços – MDIC
profissionais (diretores e gerentes) de mais de e a Agência Brasileira de Desenvolvimento In-
15 importantes hospitais do Estado de São Pau- dustrial – ABDI.
lo. O sucesso na audiência confirma a estratégia O debate, alimentado por uma maior cons-
assertiva em expandir os princípios de gestão ciência ecológica por parte dos consumidores e
de ativos além dos setores elétricos e industriais de um interesse legítimo em diminuir a depen-
para influenciar o uso adicional de cobre. dência dos combustíveis fósseis, ganhou ainda
Outra conquista esteve relacionada à ges- mais notoriedade depois da crise de abasteci-
tão de ativos para a indústria de base. Amplia- mento provocada pela paralisação de caminho-
mos a aplicação do conjunto de normas da ISO neiros em todo o país, que reivindicavam meno-
55001 para os setores mineiro, siderúrgico, res preços para o óleo diesel. A dependência de
metal-mecânico e indústrias ferroviárias du- combustíveis fósseis para o transporte, inclusi-
rante um evento realizado em Belo Horizonte, ve o transporte de carga, evidenciou uma incer-
estabelecendo uma relação de parceria com teza em todas as esferas da sociedade, dada à
tais segmentos, a fim de orientá-los quanto à situação dramática que levou caos a todos os
aquisição, uso e alienação de ativos, identifi- setores da economia.
cando oportunidades para substituição de equi- O momento fortaleceu reflexões importan-
pamentos e modernização do capital instalado. tes, entre as quais o modelo logístico que o país
Essa proximidade poderá repercutir, em breve, deve seguir: se baseado em combustíveis fós-
na demanda desses setores por produtos de seis ou em renováveis.
cobre, a exemplo de sistemas motrizes e de re- A exemplo dos mercados chineses e euro-
frigeração, especialmente. peus, que impulsionam a fabricação e comer-
cialização de carros elétricos com subsídios que
Eletromobilidade - Outro mercado ao qual contemplam estacionamento público gratuito,
fazíamos referência na edição anterior deste estações públicas de recarga e isenção de im-
anuário era o da eletromobilidade. A partir do postos para aquisição dos veículos, o Procobre
nosso interesse no assunto, contratamos um apoia essa megatendência global, que oferece
estudo para avaliar a tendência da mobilidade oportunidades significativas de construção de
elétrica no Brasil e as oportunidades no novo reputação para a indústria do cobre e impacta
mercado, principalmente no que tange aos diretamente na redução da emissão de poluen-
componentes e na infraestrutura de carrega- tes. O potencial para a eletrificação de veícu-
mento dos veículos onde justamente há uma los teria, sem dúvida, um impacto positivo na
maior demanda gerada para o setor do cobre. demanda de cobre. Estamos posicionados de
Como uma fase seguinte a esse estudo de mer- forma singular para desenvolver e gerenciar
cado, criamos um grupo estratégico para apoiar programas que garantam que o cobre seja o
o desenvolvimento da eletromobilidade no Brasil material de escolha em aplicações apropriadas
nos próximos três anos. Num primeiro encon- dentro deste segmento.
tro, em maio, discutimos as ações prioritárias A decisão das autoridades chinesas de
a serem desenvolvidas e respondemos quais combater a poluição atmosférica nas cidades
as oportunidades de atuação para alavancar o e promover a eletromobilidade, assim como as

14 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
regulamentações européias e norte-america- cientizar sobre seus diferenciais e estancar
nas de baixo carbono e de oferecer serviços de ameaças de substituição do material por outros.
mobilidade com veículos autônomos e conec- O projeto contou com a parceria do Senai e da
tados vem criando um grande impulso para o Abrava e irá alcançar os profissionais das ins-
setor naquelas regiões, o que queremos repli- taladoras e os fabricantes de ar-condicionado e
cado no Brasil. sistemas frigoríficos de todo o país.
Um levantamento realizado pela ICA indica Outra ação que teve o envolvimento do Pro-
que os veículos elétricos devem responder por cobre foi a publicação do livro “Geração distri-
um terço das vendas globais de veículos de buída e eficiência energética: reflexões para o
passageiros até 2035. Isso representaria um setor elétrico de hoje e do futuro”, do IEI Brasil
aumento no uso de eletricidade na Europa e nos (International Energy Iniciative), com participa-
EUA da ordem de 13%. Estima-se também que ção do Instituto Clima e Sociedade (iCS). Nosso
a demanda de cobre para veículos de passeio apoio reforça o posicionamento do Procobre em
deva ultrapassar a dos veículos de combustão prol de uma nova regulação, capaz de abran-
interna após 2033, respondendo por mais de ger os novos arranjos comerciais nas áreas de
1,9 milhão de toneladas até 2035. energias sustentáveis. O livro tem forte viés
Nosso propósito é reduzir as lacunas entre institucional e pretende influenciar órgãos do
os mercados internacional e brasileiro de veícu- governo ao trazer exemplos de modelos tarifá-
los elétricos, concentrando-nos em novas tec- rios mais propícios à geração distribuída e uma
nologias e atualizando as oportunidades de uso análise crítica sobre a atuação do Estado em
do cobre. Os veículos elétricos fornecem inú- relação ao setor elétrico.
meros benefícios à sociedade, dentre os quais Outra iniciativa relacionada à eficiência ener-
os relacionados aos Objetivos de Desenvolvi- gética de sistemas motrizes conduzida pelo
mento Sustentável da ONU, como Boa Saúde Procobre envolveu a fabricante de motores WEG,
e Bem-Estar, Energia Acessível e Limpa, Cidade em uma parceria cujo objetivo consiste em um
e Comunidades Sustentáveis e Ação Climática. programa de ações técnicas e de marketing para
Nesse sentido, estamos promovendo grupos desenvolver e divulgar o incentivo à utilização de
de trabalho para atividades regulatórias de de- motores de alto rendimento, dando enfoque aos
senvolvimento de veículos elétricos e padrões benefícios da substituição. A união prevê ainda
de infraestrutura de carregamento, participando alimentar o debate sobre a importância da futura
do grupo de trabalho de eletromobilidade com regulamentação do mercado de motores recon-
o governo e a indústria para aumentar novas dicionados e de níveis mínimos de rendimento
oportunidades de cobre no Brasil e disponibili- para motores monofásicos.
zando informação técnica sobre a instalação de Nesse sentido, serão promovidas ações di-
novas estações de carregamento para veículos retas junto aos órgãos de decisão, como INME-
elétricos. Também estamos alinhando esforços TRO, MME-CGIEE, PROCEL. Integram o esco-
com os associados e parceiros interessados no po da parceria ações junto ao Comitê Técnico
desenvolvimento da eletromobilidade no país de Gestão e Economia de Energia (CB116) da
com o intuito de acelerar e estruturar a chegada ABNT/ABRINSTAL e o programa de motores
deste mercado e manter o cobre na sua posição importados, cujas ações incluem o pedido de
líder de melhor condutor de energia. revisão dos NCMs junto aos órgãos competen-
tes de motores que devem ser bloqueados de
Outras iniciativas - Na ausência, no mer- importação automática. Os desdobramentos
cado brasileiro, de um material que orientasse dessa iniciativa irão criar excelentes oportuni-
fabricantes e profissionais instaladores sobre as dades de negócios para a indústria do cobre.
boas práticas ao lidar com sistemas de refri- Essas ações, sem dúvida, vêm ao encontro
geração e climatização, buscamos informações das premissas da ABCobre, no que toca à pro-
junto ao ICA de referências de mercados inter- moção, defesa, fortalecimento e crescimento da
nacionais para desenvolvimento de um guia cadeia produtiva do cobre e de suas ligas, e às
local. O guia destaca os benefícios no uso de melhores práticas baseadas nos princípios de
tubulações de cobre, com o objetivo de cons- sustentabilidade dessa indústria.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
15
ENERGIA ENERGY

New ways to the


efficient use of copper

“Expand the principles of asset management


beyond the electrical and industrial sectors to
influence the additional use of copper”

L
ast year, at the 2017 Edition of the Institution to spread the work being developed
Brazilian Copper Yearbook, we anticipated within this area to define future actions to be
some market megatrends and anticipated implemented in promoting the use of copper.
strategic actions that Procobre (The Brazilian The process of guiding the purchase, use
Institute of Copper), the representative of and the disposal of assets to increase the
ICA (The International Copper Association) performance, managing risks and costs related
in Brazil, would adopt to assure the demand to their lifetime, is a necessary practice that
for copper products throughout the country. needs to be part to aggregate to companies’
Firstly, it’s important to qualify the ICA as a culture and from which the industry can
non-for-profit association, and world leader in benefit. The application of ISO 55001, a set of
promoting copper usage, whose challenge is standards, lead companies to the achievement
to position the copper industry as a key sector of assets’ best performance during their
in responding to the society demands and to lifetime. The first company certified according
disseminate information on copper, a metal that to ISO 55001 occurred in 2015. The electric
meets sustainability concerns. sector leads the group of companies that apply
This year, along with the asset management the asset management concept in their daily
program at the electric sector, which we have routine operations. However, it´s important
promoted since 2014, we idealized an award for other sectors to learn such best practices
as a way to recognize the work and the effort and starts to adopt them, improving their
dedicated to the implementation of asset competition capacity and adapting themselves
management in Brasil, highlighting the innovative to international standards.
companies and people. The award reinforces The main advantages from the application
Procobre’s reputation as a vanguard institution, of asset-management standards are related
capable of guiding the application of best to a decrease in the company operating cost
practices in asset management and allows the and a gain in profitability, while increasing the

16 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
corporations’ reliability and repute. joint activities in the electromobility sector. To
Still, unfolding from asset management, we bring electromobility to the agenda, an event
could extend the program, previously focused called “Thinking on electromobility in Brazil: a
at power utilities, to the hospital sector. The look on the different technological fleets”, in
first matchmaking was held at the second partnership with the Ministry of Industry, Foreign
quarter/2018 and counted with the participation Trade and Services – MDIC and the Brazilian
of 30 professionals (directors and managers) Agency of Industrial Development – ABDI, was
from more than 15 main hospitals of the State of hold in June at Brasília.
São Paulo. The attendance success confirms the The debate, powered by a greater ecological
assertive strategy to expand the asset management awareness of the consumers and a genuine
principle beyond the electric and industrial sectors interest to decrease the dependency on fossil
to stimulate the additional use of copper. fuels, became even more notoriety after the fuel
Another achievement was related to supply crisis caused by the truck drivers’ standstill
asset management in the base industry. We across the country. They claimed for lower prices
expanded the application of the ISO 55001 set of diesel oil. The dependency on fossil fuels for
of standards to mining, steel, metal-mechanic transport, including the cargo shipping, highlighted
sectors and the railway transportation industry the uncertainty in all spheres of society, due to the
during an event hold at Belo Horizonte, when dramatic situation that brought all the sectors of
we built a partnership with these sectors the economy to chaos.
aiming to guide them on the purchase, use and The event brought important reflections,
disposal of assets, identifying opportunities for particularly on the logistical model that the
equipment substitution and modernization of country should follow: based on fossil fuels or
the installed assets. Shortly, this proximity may on renewable energy.
be rebound as a demand for copper products Following the example to the C and
by these sectors, particularly for traction and European markets, that boost manufacturing
refrigeration systems. and marketing of electric cars with subsidies
that include free public parking, public charging
Electromobility - Another market that stations and tax exemption for the purchase of
we made reference at this yearbook previous such vehicles, Procobre supports this global
edition was the electromobility sector. Due to mega trend that offers significant opportunities
our interest on the subject, we hired a study to build a reputation for the copper industry and
to evaluate the tendency of electromobility in impacts directly on the reduction of pollutant
Brazil and the opportunities at this new trade, emissions. The potential to electric vehicles
mainly referring to the components used the would have a positive impact on the demand
infrastructure for charging vehicles, which for copper, and we are placed in a singular way
shall request a high demand from the copper to develop and manage programs that ensure
sector. After this marketing study, we created that copper will be the material of choice for this
a strategic group to support the development sector application.
of electromobility in Brazil for the next three The decision of Chinese’s authorities to
years. At the first meeting, in May, we discussed fight air pollution in the cities and to promote
actions’ developed priorities and answered electromobility, as well as the European
which actuation opportunities could leverage and American regulations for low carbon
the market of copper for electromobility. emissions and the offering mobility services
As part of the actions that we promoted for with autonomous vehicles, is connected to and
this market, we established a cooperation with is creating a big impulse to the sector in these
GIZ (Deutsche Gesellschaft für Internationale countries. That is what we want to replicate in
Zusammenarbeit GmbH) in order to perform Brazil.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
17
A survey carried out by ICA indicates that will reach professionals of installation companies
ENERGIA ENERGY
electric vehicles must respond by one-third and air-conditioning and refrigerating systems
of the global sales of passenger vehicles until manufacturers throughout the country.
2035. This will represent an increase of 13% in Another action that counted with Procobre
the use of electricity in Europe and in the USA. involvement was the publication of the book
It is estimated that the demand of copper for “Distributed generation and energy efficiency:
passenger cars may exceed the one for vehicles thoughts on the present and the future electric
with internal-combustion engines after 2033, sector,” from IEI Brazil (Internacional Energy
corresponding to more than 1.9 million tons Iniciative), with participation of the Institute
until 2035. of Climate and Society (iCS). Our support
Our purpose is to reduce the gaps between reinforces the Procobre position on behalf of
the international and the Brazilian of electric a new regulation capable of covering the new
vehicles’ market, concentrating in new trade arrangements in the area of sustainable
technologies and updating the opportunities energy. The book has a strong institutional bias
through the use of copper. Electric vehicles and intends to influence government entities by
provide numerous benefits to the society, such as bringing examples of tax models more propitious
those related to the UN Agenda for Sustainable to distributed generation and a critical analysis
Development, like “Ensure healthy lives and about the government performance in relation
promote well-being for all at all ages”, “Ensure to the electric sector.
access to affordable, reliable, sustainable A further initiative related to the energy
and modern energy for all”, “Make cities and efficiency of drive systems conducted by
human settlements inclusive, safe, resilient and Procobre involved the motor manufacturer
sustainable” and “Take urgent action to combat WEG, in a partnership whose objective consists
climate change and its impacts”. in a program of technical and marketing actions
Therefore, we are promoting working groups to develop and disclose the incentive for the
for regulatory activities on electric vehicle’s use of high-efficiency motors, giving focus to
development and infrastructure standards for the benefits of the substitution. The union also
recharging, participating in the electromobility predicts to feed the debate on the importance of
working group with the local government and a future regulation for the market of renovated
the industry to increase new opportunities for motors and for minimum performance levels of
copper in Brazil, providing technical information for single phase motors.
on the installation of new recharging stations Therefore, direct actions will be promoted
for electric vehicles. We are also aligning efforts along the decision-making bodies, as INMETRO,
with our associates and stakeholders interested MME-CGIEE, and PROCEL. They integrate the
in the development of electromobility in Brazil, in scope of partnership actions regarding the
order to accelerate and to structure this market “Comitê Técnico de Gestão e Economia de
arrival and to maintain copper at its leadership Energia” (the Technical Committee on Energy
position as the best electricity conductor. Management and Economy - CB116) of ABNT/
ABRINSTAL and the imported motors program,
Other initiatives - Due to the absence whose actions include the request for review
of a guiding material for manufacturers and of NCMs along with the competent motors’
professional installers on the good practices bodies that may be withheld from automatic
to handle refrigeration and air-conditioning importation. The developments of this initiative
systems in the Brazilian market, we requested will create excellent business opportunities for
to the ICA information for references from the copper industry.
international markets to develop a local guide. These actions, with no doubt, respond to
The guide highlights the benefits of using the ABCobre’s premises, when it comes to
copper pipes in order to raise awareness on promotion, defense, strengthening and growth
its differential and stop threats for substituting of copper and its alloys production chain, and
copper by another material. The project counted to the best practices of this industry based on
with a partnership with SENAI and ABRAVA and sustainability principles.

18 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Soluções

Conhecimento em cobre e suas ligas


e experiência aplicada.

Conheça também a nova linha


de produtos em alumínio da
Elfer adquirida pela Cecil.

www.elfer.com.br www.cecil.com.br
ENTREVISTA INTERVIEW

SINDICEL:
cenários e perspectivas

Carlos Alberto Cordeiro, presidente do Sindicel

H
á dois anos, a indústria brasileira foi atingida pela forte crise econômica. O
desequilíbrio entre a geração e a distribuição de riqueza pode ter sido um
dos motivos para que o país esteja na situação na qual se encontra. E o se-
tor do cobre também não ficou imune às mudanças geradas pela crise brasileira.
O Presidente do Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação de
Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo - Sindicel, Carlos Alberto Cordeiro,
descreve o panorama atual das indústrias de condutores elétricos de cobre e faz
um balanço do setor em 2018. Ele ainda apresenta sua visão sobre a indústria
brasileira e a expectativa política que traz a troca de governo.

20 Anuário Brasileiro do Cobre


2018 Brazilian Copper Yearbook
  Quais são as perspectivas para o segmen- A indústria tem que fazer seu papel. Na política,
to dos condutores elétricos em um cenário nós temos que estar presentes. Portanto, a indústria
pós-eleições? é apartidária, mas é política.
Entendo que, apesar das incertezas sobre o des- Como geradora de riqueza, a indústria precisa
tino político do país, o novo presidente terá o desafio funcionar bem e criar empregos. Não basta estati-
de ativar a economia por meio de investimentos em zar tudo. É preciso saber quem vai pagar a conta. A
infraestrutura. indústria tem sofrido as consequências do desequi-
Por exemplo, se não existe dinheiro aqui no Brasil, líbrio causado pelos governos passados. Queremos
então que venha de fora. A construção civil, que é e precisamos de um novo fôlego para retomarmos o
muito importante na geração de empregos, está es- caminho do equilíbrio.
tagnada desde 2013. Este é um gargalo que precisa
ser resolvido.

  Qual análise o senhor faz do último ano e Queremos conscientizar os fabricantes quanto
quais foram os avanços e os gargalos do à necessidade de se fazer um produto de qualidade.
setor?
O setor, nesses últimos oito meses, andou de
lado. Isso foi bom porque não continuou a cair como   Como o Sindicato está lidando com a refor-
em 2017. Mas se compararmos com 2013 ou com ma trabalhista e sindical?
2014, estamos a anos-luz daquela situação. O Sindicel, os 22 sindicatos metalúrgicos e toda
O que posso dizer é que, como ocorreu em vários a Fiesp, de uma forma geral, inclusive seu atual pre-
outros setores, não houve mudança. O PIB explica sidente, Paulo Skaf, entendiam claramente o que é a
isso: a nossa expectativa era de 3% e já está em reforma trabalhista.
1,6%, aproximadamente. Um país com a 8ª econo- Ela não veio para prejudicar o funcionário, mas
mia do mundo não pode funcionar com um PIB de para desatar alguns passivos fiscais e trabalhistas
1%, e mesmo se fosse 3% já seria ruim. que existiam. É dar transparência em relação ao que
Até janeiro e fevereiro deste ano houve mo- se pode fazer. Quando não se sabe o que pode ser
mentos de esperança em relação à melhoria, mas feito, cria-se uma insegurança jurídica terrível.
quando começaram todas essas questões políticas
vieram também as incertezas. Eu acredito que neste   Quais são as ações que o setor de conduto-
momento de sucessão, de novo governo, devemos res elétricos tem empreendido para aumen-
ter cautela. tar a competitividade?
Uma delas foi a reforma trabalhista, que, acredito,
  O que o empresário pode esperar para 2019? partiu do Sindicel com apoio das multinacionais, in-
O empresário não tem que esperar! Ele tem que clusive. Os associados de todos os setores apoiaram
agir, participar e solicitar. O novo governo terá que re- a premissa de que era um custo enorme e de que
solver a questão das contas públicas, principalmente nos outros países não havia isso. Nós levamos isso
o déficit fiscal previdenciário. Isso ele, ou alguém, não para frente.
vai conseguir fazer sozinho, sem o povo ajudar. Considero que nós fazemos um trabalho enorme
Ele terá a tarefa de equilibrar as contas que se em relação ao Material Não Conforme. Queremos
desiquilibraram ao longo de oito anos, de forma mais conscientizar os fabricantes quanto à necessidade
intensa nos últimos dois ou três anos. de se fazer um produto de qualidade. Contudo, com
O congresso precisa aprovar as reformas, da previ- essa crise aumentou muito o setor de Não Conformes.
dência e a fiscal, dentre outras, e isso vai dar trabalho. Empreendemos algumas ações, mas não foram sufi-
cientes. Agora, temos que ampliar o trabalho. Antes de
  Como o senhor avalia o papel da indústria terminar meu mandato, vamos intensificar a estratégia
neste contexto? para reduzir o número de Materiais Não Conformes.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
21
ENTREVISTA INTERVIEW

O terceiro projeto prioritário desta gestão é a Casa Sindicel, por meio da diretoria e de minha participação.
Segura (Construção Segura). Nós propusemos algu-
mas leis que, infelizmente, foram vetadas pelos go-   Existe alguma previsão de investimentos no
vernadores, principalmente aqui em São Paulo, onde setor?
trabalhamos muito em relação a isso. Esse projeto Tudo funciona, ou deveria funcionar, dentro da
está relacionado com a prevenção de sinistros em oferta e procura. Hoje, por exemplo, não se tem tanta
prédios públicos; alguns seriamente danificados pela procura assim, o que acarreta certa ociosidade.
falta de cuidados com a parte elétrica. Inicialmente, O que eu tenho acompanhado, através da Fiesp, é
nós queríamos que fosse feita uma reavaliação nos a preocupação com a empresa 4.0 para que o setor
prédios acima de dez anos, mas não conseguimos se mantenha atualizado. Porém, para isso virar reali-
aprovar essa lei. Depois, ampliamos para quinze dade, é preciso fazer com que as vendas, a demanda
anos, mas novamente a lei foi vetada. A consequên- e a economia funcionem. Se a economia não funcio-
cia desta desatenção foi o prejuízo com os desastres nar, eu não sei como nós vamos ter uma indústria de
como o do Museu da Imagem e do Som, o Museu ponta.
Nacional no Rio de Janeiro e até o Museu do Ipiranga, Nós temos riquezas por aqui, mas não temos
que está em reforma e que necessita de uma aten- como nós mesmos explorá-las. Ou seja, temos coi-
ção especial à parte elétrica. Nós temos trabalhado sas para serem feitas, mas não temos recursos para
muito nesses aspectos. fazê-las.
Há sempre a desculpa de que ‘não se pode gastar É preciso haver regras claras quanto a essas
dinheiro’, mas olha a consequência que isso gerou. O questões para que o investidor tenha o mínimo de
acervo é insubstituível. segurança. Alguém investiria seu dinheiro com risco,
colocaria num lugar que dará um retorno de longo
prazo mesmo não tendo certeza de que terá retorno
ou sem nem saber se vai ter o dinheiro de volta? Por
Para a empresa 4.0 virar realidade, é preciso isso tem que haver regras claras, e, acima de tudo, o
fazer com que as vendas, a demanda e a economia presidente tem que vender o mínimo de credibilida-
funcionem. Se a economia não funcionar, eu não sei de. Ele tem que falar alguma coisa lá para fora que as
como nós vamos ter uma indústria de ponta. pessoas entendam e se convençam de que vai ser a
verdade, que não é só o presidente que está falando,
mas é todo o povo que quer isso.
É preciso que essa imagem seja trabalhada no ex-
  O que o Sindicel tem feito para atender à de- terior para atrair investimentos para o Brasil.
manda e aos anseios dos associados?
A maior reclamação que nós tínhamos dentro do   Qual é a mensagem para as indústrias do
sindicato era exatamente a questão trabalhista. Fa- Cobre?
lava-se da competitividade, dos “custos” das ações Nós atravessamos uma turbulência, e sempre
trabalhistas. Foi neste ponto que tivemos intensa que não conseguimos enxergar à frente sentimos
atuação. insegurança pelas coisas e não sabemos para que
Nossos associados também reclamam em relação lado vamos. Só que existe algo: o ser humano procu-
ao Material Não Conforme, que é uma forma de perigo e ra ir na direção certa. A democracia dá chance para
contra a lei. Além de ser um crime e uma concorrência diversas variáveis e tendências, mas demora muito
desleal, é uma questão de segurança. Nós temos atuado para se arrumar; contudo, quando há liberdade se
muito forte nisso. chega lá.
A questão tributária também é alvo de reclamação, O caminho é assim. Isto se chama política. O con-
pois está uma confusão. Nós temos atuado muito for- vencimento entre as partes, o relacionamento, é tudo
te nisso também. Vai haver uma reforma fiscal, mas isso. Não existe uma cartilha. Existe conversa. Isso
não vai ser setorial, vai ser algo amplo. Nós apoiamos passa por convencimento, por trabalho. O governo é
todas as iniciativas da Fiesp e do CNI nesta área. Nós, o representante do povo, por isso tem que conduzir o
como setor de transformação metalúrgica, a Fiesp e o povo para o melhor caminho.

22 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
SINDICEL: scenarios and
perspectives

Interview with Carlos Alberto Cordeiro,


president of Sindicel

T
wo years ago, the Brazilian industry was hit by a strong economic crisis. The unbalance
between generation and the distribution of the wealth could have been one of the
reasons why the country is in the present situation. The copper sector was also affected
by the changes caused by the Brazilian crisis.
The president of the Industry of Electric Wires, Non Ferrous Metal Stretching of the São
Paulo State – the Sindicel, Carlos Alberto Cordeiro (Caio), describes the current outlook of
the copper industries and makes a balance of the sector for 2018. He also presents his
vision on the Brazilian industry and his political expectations with the change in government.

 What are the perspectives for the electric can’t perform with a 1% GDP, and even if it was 3%,
wires sector in the post elections scenario? it would also be bad.
I understand that, despite the uncertainties about Until January and February of 2018, there was
the political destiny of the country, the new president hope for an improvement, but when all the political
will face the challenge to activate the economy questions started to come out, uncertainties came
through infrastructure investment. together. I believe that, at this time of succession, of a
For example, if there is no money here in Brazil, new government, we should be careful.
may it come from abroad? The civil construction
industry, that is so important in jobs’ generation, is   What the entrepreneur can wait for 2019?
stagnant since 2013. This is an obstacle that needs The entrepreneur must not wait! He has to act,
to be solved. participate and request. The new government will have
to solve the public accounts’ problem, mainly the fiscal
  What is your analysis for the last year and deficit from the welfare system. This he, or anyone
what were the advances and the difficulties else, won’t be able to do alone, without public support.
of the sector? He will have the task of balancing the accounts
In the last eight months, the sector was “walking that became unbalanced during eight years, mainly in
like a crab”. This was good because it didn’t continue the last two or three years.
to fall as in 2017. However, if compared to 2013 or The Congress must approve reforms, of the
2014, we are far away from that situation. welfare and the fiscal one, among others, and that it
I can say that, as with many other sectors, there will require hard work.
was no change. The GDP can explain this: our
expectation was to have 3%, but it´s just around   How do you evaluate the industry role in this
1.6%. A country with the 8th economy of the world context?

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
23
ENTREVISTA INTERVIEW

The industry has to play its role. In politics, we must  What are the actions that the electric
be present. Therefore, the industry is nonpartisan, but wires sector are carrying out to increase
it is political. competitiveness?
As a wealth generator, the industry needs to One of them was the labor reform that I believe,
perform well and create jobs. It’s not enough to came from Sindicel and included support by
nationalize everything. It’s important to know who multinationals. The associates of all sectors supported
will “pay the bill”. The industry has suffered the the premise that it was a big cost and that did not
consequences of an unbalance caused by the exist in other countries. We took this forward.
previous government. We want, and we need, a new I consider that we do a huge job related to
breath to resume the balance path. Non-Conforming Materials. We want to raise the
manufacturers’ awareness about the necessity of
 How is the trade union dealing with the making quality products. However, with this crisis,
labor and labor union reforms? the Non-Conforming Materials sector increased a lot.
The Sindicel, the 22 metallurgical trade unions We undertook some actions, but it was not enough.
and the whole FIESP, in general, including the current Now, we have to expand the work. Before the end of
president, Paulo Skaf, understand clearly what the my mandate, we are going to intensify the strategy
labor reform shall be. to reduce the number of Non-Conforming Materials.
It didn’t come to harm the employee, but to untie The third priority project of this administration
some existent tax and labor liabilities. It shall be is the Safe House (Safe Construction), the “Casa
transparent on what can be done. When we don’t know Segura” or “Construção Segura”. We proposed
what can be done, a horrible legal uncertainty is created. some laws that, unfortunately, were vetoed by the

There is a huge work to not let us behind what is happenning in the


world. However, to make this a reality, it’s necessary to put the sales,
the demand and the economy to work. If the economy doesn’t work, I
don’t know how we would have a cutting-edge industry.

24 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
governors, mainly in São Paulo, where we worked a the board of directors and with my participation.
lot about it.
This project is related to the prevention of claims   Is there any forecast of investments in the
in public buildings; some of them seriously damaged sector?
by the lack of care with the electric part. Originally, All work, or should work, under the logic of
we wanted to make a reevaluation in the buildings demand and supply. Nowadays, for example, demand
with more than 10 years, but we didn’t get this law is weak, what generate some idleness.
approved. Then we expand the scope to 15 years, I have been following, through Fiesp, the
but the law was vetoed once again. The consequence concern about the 4.0 company in order to keep
of this lack of attention was the damage caused the sector updated. However, to turn this into reality,
by disasters, as the ones in the Image and Sound it’s necessary to make sales, the demand, and the
Museum, the National Museum in Rio de Janeiro and economy to work. If the economy is not working, I
even the Ipiranga Museum, that is being reformed don’t know how we would have a cutting-edge
and that needs a special attention to the electrical industry.
part of the construction. We are working hard on this We have wealth here, but we can’t explore it by
aspect. ourselves. In other words, we have things to do here,
There is always the excuse that “it’s not possible but we don’t have the resources to do them.
to spend money”, but look what is the ensuing It’s necessary to have clear rules about these
consequence. The lost collections are irreplaceable. issues to have a minimum security for the investor.
Would anyone invest its money with risk, put it in a
  What is Sindicel doing to meet the demand place that should give a long-term return even if the
and the associates’ expectations? investor is not sure of the return or without knowing if
The major complaint that we had in the trade he gets his money back?
union was exactly the labor issue. They talked a It’s necessary to work this image abroad to attract
lot about competitiveness, the “costs” of the labor investments to Brazil.
actions. It was about this point that we took stronger
actions.  What is the message to the copper
Our associates also complained about the industries?
Non-Conforming Materials, that is dangerous and We have faced turbulence, and whenever we
against the law. Besides being a crime and an unfair don’t see the things right in front of us, we feel
competition, it´s a question of safety. We are acting a insecure, and we don’t know where to go. However,
lot about it. there is one thing: the human being searches for the
The tax issue is also a complaint, because it is right direction. Democracy gives us the chance to
confused. We have worked hard on that too. A tax various trends, but it takes a long time to settle down;
reform shall take place that won´t be sectorial; it although, with freedom, we will get there.
will be a wide reform. We support all Fiesp and The path is this one. This is called politics.
CNI initiatives in this area. We, as a metallurgical Persuasion between the parties, relationship, it’s all
transformation sector, the Fiesp and the CNI, through that. There is no booklet. There is talk. This requires
persuasion and work. The government is the people
representative. Therefore, it has to lead the people to
the best path.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
25
QUALIDADE QUALITY

A importância da certificação
dos condutores elétricos

Você sabia que a utilização de fios e cabos


elétricos não certificados pode colocar em
risco seu imóvel e até mesmo sua segurança?

P
ara que isso não aconteça e, desta forma, ciados da Qualifio. Para obter esse resultado,
proporcione mais segurança ao consumi- foram analisadas 411 amostras, das quais 251
dor, foi criada a Associação Brasileira pela não atenderam às normas, ou seja, estavam
Qualidade dos Fios e Cabos Elétricos e Similares não conformes.
- Qualifio. A entidade existe desde 1993 e traba- “A Qualifio tem uma importante parceria
lha pela normatização desse mercado, que mui- com o Instituto Nacional de Metrologia, Nor-
tas vezes disponibiliza produtos de baixa quali- malização e Qualidade Industrial - Inmetro que
dade que geram perigo para os consumidores. recebe as nossas denúncias de fabricantes com
Neste ano, a Qualifio elegeu um novo pre- problemas de qualidade. Portanto, para encon-
sidente. É Paulo Cesar Iacono Negrão, diretor trar produtos confiáveis e evitar problemas de
comercial da Induscabos. Ele assume a entida- segurança e qualidade, o consumidor deve
de que tem como principal desafio monitorar sempre observar se o produto tem a chance-
e promover a melhoria contínua da qualidade la do Inmetro. Além disso, é preciso conferir se
dos fios e cabos comercializados no mercado possui a etiqueta de identificação e se há, di-
brasileiro. retamente no produto, o símbolo do Inmetro, o
De acordo com Paulo Cesar, no decorrer de número de registro, a logo do Órgão Certificador
2018 foram avaliados 89 fabricantes. Apenas - OCP e seu número de identificação”, ressalta.
20 apresentaram resultados em conformidade O presidente também chama atenção para
com as normas vigentes. Destes, 19 são asso- outro fator importante a ser verificado pelo

26 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Paulo Cesar Iacono Negrão,
presidente da Qualifio

consumidor: a disponibilidade de informações  O papel da Qualifio na orientação


sobre o fabricante, como o endereço, CNPJ e dos consumidores - Ao “atestar” os produtos
telefone para contato. “Se estes dados não são que atendem plenamente às normas vigentes,
divulgados, isto pode ser um indicativo de um a Qualifio tem o objetivo de facilitar a decisão
produto que não está em conformidade com as do consumidor. Uma marca atestada pela Qua-
normas do setor”, diz. lifio deve ser utilizada com grande amplitude na
O novo presidente da Qualifio destaca ou- sua divulgação. Assim, é possível diferenciar
tros fatores importantes em relação à qualidade os fabricantes idôneos daqueles que burlam
dos produtos: as normas vigentes. Um exemplo deste tipo de
visibilidade é nosso Selo de Associado Qualifio.
  A importância do consumidor nesse
processo - Um consumidor exigente é funda-   A atribuição do Selo de Associado
mental neste mercado. Ele é um fator decisivo no Qualifio - O Selo atesta a boa gestão e a qua-
processo de melhoria da qualidade dos produtos. lidade dos produtos ou serviços do fabricante.
Para que os consumidores exerçam plena- Acreditamos que é um estímulo para que o
mente este papel, não basta conscientizá-los a mercado tenha um número cada vez maior de
respeito da importância da qualidade. É neces- empresas que empreendam esforços para me-
sário que tenham informações sobre os produ- lhorar a qualidade dos fios e cabos elétricos.
tos colocados no mercado, até porque temos Com essa iniciativa, a Qualifio zela pela saúde,
que considerar que os consumidores represen- segurança e patrimônio de todas as pessoas
tam o elo mais fraco nas relações de consumo. que utilizam energia elétrica.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
27
QUALIDADE QUALITY

The importance of the electric


conductors’ certification

Did you know that the use of non-certified electric wires and cables can
put your property and even your own safety in danger?

T
o prevent this from happening, and to provide and a contact number. “If this data is not available, it
more safety to the consumer, the Brazilian can be an indicative that the product is not according
Association for the Quality of Electric Wires, to the current regulation of our sector, he says.
Cables and Similar – Qualifio was created. The In this interview, the new Qualifio president
entity exists since 1993 and works for the market highlights other important factors related to the
standardization, to avoid provisioning of low quality products’ quality.
products that offer risks to the consumers.
During this year, Qualifio has elected a   The importance of the consumer in this
new president, Mr. Paulo Cesar Iacono Negrão, process - A demanding consumer is a fundamental
Commercial Director of Induscabos. He takes over piece in this market. It is a decisive factor in the
the entity that has as the main goal to monitor and process to improve products’ quality.
to promote the continuous improvement of quality of In order to the consumer fully perform this role;
wires and cables sold in the Brazilian market. it’s not enough to call the consumer awareness onto
According to Paulo Cesar, in the course of 2018, the importance of quality. He needs information on
89 manufacturers have been evaluated. Only 20 got the products available in the market, even because
results according to the current regulations and 19 we shall consider that the consumer is the weakest
among these are QUALIFIO associates. To obtain this link in the consumer relations.
result, they analyzed 411 samples and concluded
that 251 did not meet the standards, i.e., were non-  The role of QUALIFIO as a guide to
conforming. consumers - When testing the products that are
“Qualifio has an important partnership with the according to the current regulation, QUALIFIO has the
National Institute of Metrology, Standardization and objective of facilitate the consumer’s decision. A brand
Industrial Quality – Inmetro that receives our reports certified by Qualifio must be widely used. Thus, it will
of manufacturers with quality problems. Therefore, to be possible to distinguish bona fide manufacturers
find reliable products and to avoid safety and quality from the ones that violate the current regulation. A
problems, the consumer must always ensure that the proper example is our Stamp of QUALIFIO Associate.
product was regulated by INMETRO. Besides that,
it’s necessary to check if it has an identification label  The Stamp of QUALIFIO’s associate
applied to the product, with the INMETRO symbol, its works - The Stamp certifies the good management
registration number, the Certification Agency logo and and quality of the manufacturer products or services.
its identification number, emphasizes Paulo César. We believe that it is an impulse to have an increasing
The president also raised awareness to another number of companies in the market endeavoring to
important element to be verified by the consumer: the improve the quality of electric wires and cables. With
availability of information on the manufacturer, like this initiative, Qualifio looks after health, safety and
address, the General Taxpayers’ Registry (“CNPJ”) heritage of everyone who uses electric energy. 

28 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
NEGÓCIOS BUSINESS

Simplificar para agilizar

Aduana brasileira avança sobre o AFC e


alfândegas ganham Comitês locais para
facilitação do comércio

A
alta velocidade com que as relações co- tratado comercial multilateral firmado desde a
merciais se desenvolvem no mundo con- Rodada do Uruguai, de 1994.
temporâneo tem exigido a implementa- Dividido em duas seções, o AFC basica-
ção de políticas harmonizadas para o exercício mente disciplina um conjunto de princípios e
do controle aduaneiro entre os diversos países regras que objetivam a revisão dos procedi-
do globo. Na medida em que a globalização mentos aduaneiros adotados em todo o mun-
avança e se consolida na segunda década sé- do, contemplando medidas para modernizar a
culo XXI, torna-se cada vez mais necessária a administração aduaneira, no sentido de simpli-
derrocada de barreiras operacionais que trazem ficar e agilizar os procedimentos de comércio
empecilhos ao livre desenvolvimento das trocas exterior, além de possibilitar a cooperação entre
internacionais, de modo a desburocratizar os os Membros na prevenção e combate a deli-
procedimentos de fiscalização alfandegária e tos aduaneiros. Assim, o acordo rege desde o
conciliar as diversas exigências técnicas esta- tempo dos despachos aduaneiros e os proce-
belecidas mundo afora. dimentos fiscais adotados pelas Alfândegas até
Foi com esta premissa em mente que os pa- medidas para promoção da imparcialidade e da
íses membros da Organização Mundial do Co- transparência por parte das autoridades adua-
mércio – OMC, reunidos em Bali em dezembro neiras em geral.
de 2013, adotaram o Acordo de Facilitação de Com a vigência programada para feverei-
Comércio, que aqui chamamos de AFC: o maior ro de 2017, o AFC foi bem recebido pelo Brasil

30 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
graças aos esforços contínuos das diversas juris- De acordo com o Governo Federal, dentre os
dições que regem o comércio internacional sob propósitos das Colfacs destacam-se identificar e
o prisma da legislação interna. Exemplo disso compreender quais entraves comerciais ocorrem
são os novos expedientes implementados pelas na ponta e, por essa razão, as comissões con-
Declarações Únicas de Importação e Exportação tarão com a participação de representantes dos
(Duimp e Due, respectivamente), que, dentro do importadores e exportadores. Com isso, a expec-
que se denomina de guichê único, prometem tativa é que se ampliem os canais de diálogo en-
concentrar em apenas uma tela da web todos os tre o setor público e o privado, a fim de aprimorar
procedimentos necessários para efetivar a ope- justamente os obstáculos logísti-
ração perante os diversos órgãos anuentes. cos em desacordo com as políticas
Mas além do universo particular de cada globais de facilitação do comércio.
operador, o AFC também tem sido incorporado Por serem locais, as Comissões
pelo Brasil como um mecanismo efetivo para serão instaladas na jurisdição de 15
a definição de políticas comerciais. É o que se Alfândegas da Receita Federal, in-
conclui da criação do Comitê Nacional de Faci- cluindo os portos de Santos, Itajaí,
litação de Comércio – CONFAC, pelo Decreto nº Paranaguá, Rio de Janeiro, Vitória e
8.807/2016, órgão interministerial integrante Manaus, e os aeroportos de Guaru-
da Câmara de Comércio Exterior – CAMEX, que lhos, Viracopos e do Galeão.
tem por objetivo orientar, coordenar, harmonizar Certamente, a implementação
e supervisionar as atividades operacionais dos das Colfacs abre, para as empre-
órgãos e entidades do Governo Federal relativas sas do setor do Cobre, a possibi-
às importações e exportações e à redução dos lidade de estreitar suas relações
custos de cumprimento das exigências fiscais. com as Aduanas e de colaborar
Por outro lado, é dado que grande parte dos com a identificação de entraves
entraves relacionados ao comércio internacional hodiernos ao comércio exterior.
reside justamente no dia-a-dia operacional, a Ao mesmo tempo, permite que
respeito, por exemplo, de procedimentos adua- os diversos segmentos atuem em
neiros que são adotados de forma diversa a de- cooperação com o Governo Brasi-
pender do local de despacho, da falta de critérios leiro para a definição de políticas
claros e uniformes para a condução da rotina comerciais que reduzam a buro-
fiscal, ou mesmo da discrepância entre as condi- cracia nos despachos de importa-
ções de infraestrutura portuária e aeroportuária. ção e exportação e harmonizem os
Assim, para que tais limitações pontuais procedimentos alfandegários com
possam ser superadas pelo Brasil dentro de aqueles mundialmente adotados.
uma política comercial que atenda os objetivos E, além de tudo, na medida
estabelecidos pelo AFC, em uma ação conjunta em que a velocidade do comércio
da Receita Federal, Ministério da Agricultura, Pe- global impõe desafios e soluções
cuária e Abastecimento e Agência de Vigilância para o aprimoramento do controle
Sanitária – ANVISA, foram criadas as Comissões aduaneiro, as ações que miram a
Locais de Facilitação de Comércio, também de- facilitação do comércio traduzem
nominadas Colfacs, por meio da Portaria Conjun- ganhos efetivos àqueles que têm
ta 1.702, publicada em 8 de novembro de 2018. seu foco no mercado externo,
A normativa estabelece que as Colfacs têm permitindo que as empresas na-
o objetivo de promover a discussão, entre usu- cionais formem um nicho atrativo
ários e entes públicos, de propostas de aprimo- para a realização de negócios e
ramento dos procedimentos relativos à exporta- que o produto made in Brazil seja
ção e importação e a participação colaborativa cada vez mais competitivo.
nos processos de implementação das disposi-
ções sobre facilitação do comércio, o que de- Rita de Cássia Correard Teixeira,
verá ser concretizado a partir de reuniões e Felipe Rainato Silva e Aron Storch
deliberações entre os integrantes da Comissão. advogados, especialistas em comércio exterior

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
31
NEGÓCIOS BUSINESS

Simplify to streamline

Brazilian Customs develops Local


Committees for Trade Facilitation

T
he development of the commercial affairs in trade under the prism of domestic legislation. An
the contemporary world has demanded the example are the new dossiers implemented by the
implementation of harmonized politics for Single Import and Export Declarations (Duimp and
the customs regulation by the various countries. Due, respectively), which, in the so-called single
As globalization advances and consolidates window, promise to focus on just one web screen
throughout the 21st century, a strategy for all the necessary procedures to carry out the
breaking down operational barriers which is operation before the various consenting bodies.
hindering the free development of international But beyond the particular universe of each
trade is becoming increasingly necessary, in order operator, the AFC has also been incorporated
to reduce bureaucracy of customs procedures by Brazil as an effective mechanism for the
and to conciliate the different technical regulation establishment of trade policies. This is the
throughout the world. conclusion taken by analyzing the creation of the
With this premise in mind, WTO members National Committee for Trade Facilitation - CONFAC,
gathered in Bali in December 2013 adopted the by Decree No. 8.807/2016, an interministerial
Trade Facilitation Agreement, which is called as agency of the Foreign Trade Chamber - CAMEX,
the AFC: the largest multilateral trade agreement that purposes to guide, coordinate, harmonize and
signed since the Uruguay Round, in 1994. supervise the operational activities of agencies
Divided into two sections, the AFC basically and entities of the Federal Government regarding
establishes a set of principles and rules which imports and exports and the reduction of costs on
aims the reviewing of customs procedures adopted compliance with tax requirements.
around the world, including measures to modernize On the other hand, it is a fact that most of
the customs administration, in order to simplify the obstacles related to international trade lies
and streamline of foreign trade procedures, as precisely in the day-to-day operations, concerning,
well as providing cooperation between Members for example, customs procedures that are adopted
in preventing and combating customs infractions. differently depending on the place of customs
Therefore, the Agreement governs from the time of clearance, the lack of unequivocal and uniform
customs clearance and tax procedures adopted by criteria for the conduct of the fiscal routine, or even
customs to the measures to promote impartiality the discrepancy between the conditions of port
and transparency by the customs authorities in and airport infrastructure.
general. Thus, in order to overcome these specific
With the entry into force scheduled for February limitations within a commercial policy that
2017, the AFC was well received by Brazilian satisfies the objectives established by the AFC,
Government, thanks to the continuous efforts of in a joint action of the Federal Revenue, Ministry
the various jurisdictions that rules international of Agriculture, Livestock and Food Supply

32 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
and Sanitary Surveillance Agency - ANVISA, the Federal Revenue, including the ports of Santos,
the Government established the Local Trade Itajaí, Paranaguá, Rio de Janeiro, Vitória and
Facilitation Committees, also known as Colfacs, Manaus, and Guarulhos, Viracopos and Galeão
through Joint Ordinance no. 1,702, published on airports.
November 8, 2018. Certainly, the implementation of Colfacs opens
The regulation establishes that the Colfacs the possibility for companies in the Copper sector
have the purpose of promoting the discussion to strengthen their relations with Customs and
among users and public entities of proposals to to collaborate with the identification of current
improve procedures related to export and import barriers to foreign trade. At the same time, it allows
and collaborative participation in the processes the various segments to work in cooperation with
of implementation of the procedures on trade the Brazilian Government to define trade policies
facilitation, which should be materialized through that reduce bureaucracy in import and export
meetings and deliberations between the members disputes and to harmonize customs procedures
of the Commission. with those adopted in the world.
According to the Federal Government, among And, as the development of global trade
the other purposes of Colfacs, it is important to imposes challenges and solutions for the
identify and understand what trade barriers occur improving of customs controls, the actions
at the edge and, for this reason, the Commissions taken to promote the trade facilitation result
will be attended by representatives of importers effective gains to those which have the focus
and exporters. The expectation is therefore to on the external market, allowing the national
broaden the channels of dialogue between the companies to form an attractive niche for doing
public and the private sector, in order to improve business, becoming the made-in-Brazil products
logistical obstacles which conflict with global trade increasingly competitive
facilitation policies.
Because of their local scope, the Commissions By Rita de Cássia Correard Teixeira,
Felipe Rainato Silva and Aron Storch
will be installed in the jurisdiction of 15 Customs of
Lawyers, foreign trade specialists

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
33
CONSUMO USAGE

Mercados em crescimento
para o consumo de cobre
Growth markets for copper usage

A longo prazo, o cobre Antimicrobiano – o cobre está ganhando popularidade como uma alternativa
pode beneficiar-se nos ao plástico em aplicações médicas, como tampos de mesa estéreis e
seguintes mercados:
1
maçanetas e puxadores dos carrinhos médicos.
Antimicrobial – copper is gaining popularity as an alternative to
In the longer term, copper plastic in medical applications, such as sterile table tops and
medical cart handles.
could benefit from use in
the following markets: Aquicultura – redes de aquicultura marinha e compartimentos feitos de
uma malha de liga de cobre estão emergindo como uma solução efetiva para

2
importantes problemas em relação à indústria de aquicultura da região costeira.
Aquaculture – marine aquaculture nets and pens made with
copper‐alloy mesh are emerging as an effective solution to
important problems facing the near‐shore fish farming industry.
Propulsão Elétrica – potencializar VEs (veículos elétricos) exige mudanças na

3
infraestrutura elétrica, que irão beneficiar o cobre.
Electrical Propulsion – powering EVs require changes
to the electrical infrastructure that will benefit from copper.
Energia Renovável – o cobre tem um papel importante nos sistemas de

4
energia limpa, desde a energia eólica até as centrais de energia solar.
Renewable Energy – copper plays important roles in
clean energy systems from wind to solar thermal plants.
Dissipação de energia sísmica – danos causados por terremotos podem
ser controlados através do uso de dispositivos à base de cobre que absorvem a

5 energia para limitar as movimentações das construções.


Seismic Energy Dissipation – earthquake damage can be controlled through
the use of copper‐based devices that absorb energy to limit building motions.
Componentes de cobre de ultra-condutividade – progressos estão sendo
feitos em métodos de incorporação de materiais de nanocarbono no cobre,
prometendo entregar grandes melhoras.

6 Ultra‐conductive Copper Components – progress is being made in


the methods of incorporating nanocarbon materials into copper in a way
that promises to deliver large efficiency improvements in electrical energy
Fonte/Source: The World Copper
Factbook 2018 - ICSG
transmission and distribution networks.

34 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Tecnologia
Excelência nos processos
Tradição e qualidade

Especialista na fabricação de produtos


semielaborados e acabados de cobre e alumínio

COBRE
Catodo • Vergalhões • Fios e cordas
Barras • Fitas • Fios retangulares

ALUMÍNIO
Tarugos • Lingotes • Vergalhões
Fios retangulares • Tubos

Indústria Brasileira de Metais S/A - IBRAME


Rua Dona Francisca, 8300 - Bloco 7 - Condomínio Industrial
89239-270 Joinville – SC | (47) 2101-0011
Rodovia Presidente Dutra, Km 317, Blocos A e B
27580-000 Itatiaia - RJ | (24) 3351-4300

www.ibrame.com.br
MERCADO MARKET

2018: déjà vu
do ano passado

O
s preços de energia em 2018 vêm se MWh, enquanto que, em 2018, já se imaginava
comportando de maneira similar ao ocor- preços acima de R$ 200 para o ano e R$ 170
rido em 2017, em que os preços no mer- para os próximos. O que se observou foi um mo-
cado spot variaram bastante em decorrência vimento de elevação dos preços ao longo do ano,
das condições climáticas e, consequentemente, em decorrência de uma afluência ainda menor
com um forte despacho térmico, elevando os do que no ano passado e, como resultado, uma
preços dos contratos de longo prazo para o ano redução nos níveis dos reservatórios para 28%
seguinte. no Sudeste, em relação aos 38% no mesmo pe-
A diferença é que, no início de 2017, a ex- ríodo do ano passado, fazendo com que a ener-
pectativa de preço da energia convencional para gia para 2019 também fique em torno de R$ 200
o ano e os próximos eram na faixa de R$ 130/ neste momento.

36 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
“As perspectivas do mercado é que haja
uma forte retomada de investimentos e,
consequentemente, de consumo”
Fábio Saldanha,
consultor empresarial e especialista em gestão
ambiental e negócios no setor energético

Por outro lado, o número de consumidores Sobras e Déficits) de energia nova para 2019.
no Mercado Livre nos últimos dois anos saltou Essa energia que tem sobrado com as distri-
de 1.882 unidades em janeiro de 2016 para buidoras é resultado da redução do consumo
5.544 em julho de 2018, estimulados pelas for- industrial devido à crise econômica que o país
tes altas nas revisões tarifárias das principais vem enfrentando nos últimos anos e do forte
distribuidoras nos últimos anos, que em 2018 movimento de migrações para o mercado livre
estiveram, em média, acima de 20%, fazendo citado acima.
com que este mercado represente 30% do con- Ainda neste sentido regulatório, conforme
sumo nacional, conforme dados da CCEE (Câ- aprovado na Lei 13.360/2016 - § 2º - item A,
mara de Comercialização de Energia Elétrica). “a partir de 1º de janeiro de 2019, os consumi-
Esse aumento no número de consumidores dores que, em 7 de julho de 1995 , consumi-
gera uma maior disputa pela energia disponível, rem carga igual ou superior a 3.000 kW (três
que não cresce na mesma proporção no Mer- mil quilowatts) e forem atendidos em tensão
cado Livre, o que acaba causando muitas vezes inferior a 69 kV poderão optar pela compra de
um problema de liquidez no mercado, onde, energia elétrica a qualquer concessionário, per-
nos momentos em que o preço tem projeção de missionário ou autorizatário de energia elétrica
queda, os geradores demoram para assimilar do sistema”.
este movimento. As perspectivas do mercado é Na prática, isso representa um potencial
que, após as eleições, haja uma forte retoma- acréscimo de energia incentivada no mercado
da de investimentos e, consequentemente, de livre de 952 MW médios, caso os consumidores
consumo, o que deverá potencializar ainda mais exerçam os direitos a eles concedidos, de opta-
esta situação. rem por contratar energia convencional.
O ambiente regulatório para 2019 também Será muito importante este tema ser discu-
poderá proporcionar oportunidades através da tido de forma mais constante e consistente pe-
Resolução Normativa nº 824/2018, que possi- las empresas para seu planejamento energético
bilitará a liberação de energia incentivada das nos próximos anos, a fim de buscarem melho-
distribuidoras para o mercado livre, que atual- res oportunidades no mercado e possibilitarem
mente estão contratadas no mercado regulado, fortes ganhos de competitividade.
visto que houve restrição de liberação por meio Neste momento, tudo indica que 2019 será
do MCSD (Mecanismo de Compensação de um ano de fortes emoções! 

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
37
MERCADO MARKET

2018: the last year déjà vu

“The market expectation is of a strong


resumption of investment and of power use,
per consequence”

I
n 2018, energy prices are behaving in a similar nº 824/2018 that will allow release of incentivized
way as they did in 2017, when the spot market energy from distributors to the free market, which
prices varied widely due to climate conditions and, nowadays, is bought at the regulated market, since
consequently, requiring a strong thermal dispatch, there was a restriction for its release by the MCSD
therefore, increasing the price of long-term contracts (the Compensation Mechanism of Surpluses and
due to the following year. Deficits) for new energy for 2019. This energy that
The difference is that, in the beginning of 2017, remained left with distributors is a result from the
the price expectation of conventional energy for the reduction of its industrial usage due to the economic
year in course and for the next ones should be around crisis that our country has faced during in the last few
R$130/MWh, while in 2018, prices would go up to years and because of the strong migration movement
R$200 during the year and would return to R$170 in to the free energy mentioned above.
the following years. In addition, another regulatory mechanism define,
On the other hand, the number of consumers at the according to what was approved in Law 13.360/2016
free market in the last 2 years jumped from 1,882 units - §2º - item A, that from January 1st , 2019, “onwards
in January, 2016, to 5,544 in July, 2018, encouraged the consumers that, as of July, 7,1995, uses a load
by the strong increase in tariffs’ review by the main equal to or higher than three thousand kilowatts
distributors in the last few years. In 2018, such increase (3,000 Kw) and were served at a voltage lower than
was above 20% on average, leading the free market to 69 kV may choose to purchase electric power from
represent 30% of the national usage, according to the any grantee, permittee, or authorized company of the
CCEE (Electric Energy Trading Chamber) data. electric energy system”.
This increase of the consumers’ number resulted In practice, this represents a potential increment
in a bigger competition for the available energy that of incentivized energy to the free market of 952 MW
did not grow at the same proportion as the free in the average, supposing that consumers exercise
market. This can cause a problem to the market their rights of choosing the best opportunities to hire
liquidity where, sometimes, when the price has a conventional energy.
falling projection, power generators can take a long It is very important that companies discuss this
time to assimilate the movement. After the election, theme more frequently and consistently, for a question
the market expectation is of a strong resumption of of energy planning for the new few years, and in order
investment and of power use, per consequence. This to pursue better opportunities in the market and allow
shall further magnify the situation above. large competitiveness gains.
The regulatory environment for 2019 may At this moment, all indications are that 2019 will
provide opportunities through Normative Resolution be a year of intense emotions! 

38 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
SAÚDE HEALTH

Cobre antimicrobiano:
aplicações em diversos
setores na América Latina

A
s infecções são transmitidas de pessoa a torneiras e, inclusive, nos balcões por onde os
pessoa através do contato entre as mãos. transeuntes passam ou apoiam suas mãos. Esta
Se no plano individual podem ser preveni- dispersão de agentes contaminantes tem enor-
das com a contínua lavagem das mãos, na área mes consequências devido aos problemas de
pública a ameaça persiste. Isto se deve ao fato saúde que ocasionam, sem contar com os gastos
de que em todas as superfícies de áreas públicas que isso implica, seja com médicos, medicamen-
de saúde, transporte, educação, indústria, hote- tos, perda de horas de trabalho ou estudo.
laria, centros comerciais, edifícios de escritórios
e etc. podem ser encontrados uma grande con- Como se contraem doenças infeccio-
centração de vírus, bactérias e fungos em corri- sas? - O contágio pode ser cruzado quando um
mãos, grades, maçanetas de portas, puxadores, doente passa a outro; contágio endógeno, quan-

40 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Estudos e testes clínicos proporcionaram evidência científica sobre as
propriedades bactericidas do cobre, já que elimina os elementos patogênicos
de forma contínua e permanente, incluindo os resistentes a antibióticos.

do tem origem na flora do próprio doente; mas


também existe o ambiental, que se origina de um
contato com um material contaminado. Por isso,
hoje, a prevenção está ao nível do equipamen-
to e do futuro próximo: a arquitetura e o design
contemporâneo devem considerar a utilização do
cobre ou suas ligas em acabamentos e superfí-
cies de contato como parte das campanhas de
controle de doenças infectocontagiosas. É uma marca criada pela International Co-
Os organismos nocivos podem sobreviver pper Association - ICA - para integrar a cadeia
em superfícies comuns durante vários dias e até produtiva e gerar interesse nos fabricantes de
meses; por isso, a limpeza das superfícies, apli- componentes para trabalhar com aplicações
cando protocolos de desinfecção recomendados deste nobre metal ou ligas com cobre antimi-
pelas autoridades sanitárias, é apenas parte da crobiano e orientá-los em direção ao desenvol-
solução. É preciso uma superfície de contato vimento deste mercado. Brasil, Chile, México e
que esteja eliminando os micróbios causadores Peru já iniciaram processos de intervenção com
destas enfermidades de forma contínua. Assim, Cu+ em lugares de grande trânsito e fluxo de
neste contexto, o cobre é a melhor opção. pessoas, como instituições educativas, aeropor-
Muitos estudos e testes clínicos realizados na tos, estações de metrô ou trem e especialmente
Alemanha, Japão, Reino Unido, Estados Unidos e em hospitais. Em seguida, mostra-se quais fo-
Chile proporcionaram evidência científica sobre as ram os resultados obtidos com as experiências
propriedades bactericidas do cobre, já que elimina realizadas.
os elementos patogênicos de forma contínua e per-
manente, incluindo os resistentes a antibióticos. O cobre antimicrobiano em números - A
taxa de infecção nas Unidades de Tratamento
O primeiro metal bactericida do mundo Intensivo (UTI) ou Unidades de Cuidados Inten-
- Investigadores científicos ao redor do mundo já sivos (UCI) foi reduzida em 58% com a substi-
demonstraram que os íons de cobre atuam na tuição de seis superfícies de contato com cobre.
membrana das bactérias fazendo com que o seu   97% da contaminação foi reduzida gra-
metabolismo se altere e, consequentemente, se- ças a superfícies de cobre em compara-
jam eliminadas. Além disso, a Agência de Prote- ção com outros materiais.
ção do Meio Ambiente dos Estados Unidos (EPA)   99% das bactérias que podem causar
registrou seis listas de ligas de cobre como pro- infecções associadas ao atendimento de
dutos que promovem benefícios à saúde. As ligas saúde são eliminadas com cobre e suas
podem ser aplicadas em superfícies de contato ligas antimicrobianas.
situadas em lugares de grande trânsito e pas-   100% do cobre é reciclável.
saram em provas de laboratórios independentes,
sob seus exigentes protocolos de medição de A Agência de Proteção Ambiental dos Esta-
carga bacteriana. Por isto, o cobre foi o primeiro dos Unidos tem registrados 479 ligas de cobre
material com este reconhecimento. como produtos que beneficiam a saúde pública.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
41
  10 anos de investigação clínica e de que dariam um novo aspecto estético.
SAÚDE HEALTH
laboratório sustentam a eficácia antimi- Nos corrimãos de aço inoxidável se encon-
crobiana do cobre. travam altos níveis de bactérias, sobre 800 ufc
  1 rede mundial de organizações sem (unidades formadoras de colônias) em 25cm²;
fins lucrativos e de companhias comer- em troca, nos corrimãos de cobre houve uma
ciais aconselham o uso do cobre para redução significativa da quantidade de bacté-
combater as infecções, organizações rias nessas superfícies contaminadas com dife-
que estão unidas através do esquema rentes microorganismos que foram eliminados
de administração da indústria “Antimi- pela capacidade antimicrobiana do cobre.
crobial Copper Cu+ (Cobre Antimicro-
biano Cu+)”.   Centros de saúde | Centro de Endo-
dontia Nobayashi em São Paulo - O centro
Brasil odontológico da doutora Cristina Nobayashi em
Dez mil pessoas se beneficiam com a São Paulo tornou-se o pioneiro em uso de cobre
ação do cobre antimicrobiano antimicrobiano que assegurará a saúde de seus
pacientes através deste novo patamar de se-
  Transporte público | Aeroporto de gurança e higiene. Anteriormente, cobriam-se
Congonhas - O Aeroporto de Congonhas, em as superfícies de contato com uma película de
São Paulo, é o segundo com o maior tráfego de plástico para prevenir a concentração de bacté-
passageiros do Brasil: se situa no centro-sul da rias. Hoje, todas estas superfícies, puxadores de
cidade. Em dezembro de 2011, foi remodelado gavetas e de portas, assim como interruptores
com a construção de um edifício-garagem, que de luz, são feitos de cobre antimicrobiano. Com
garantiu a ampliação do número de vagas de ele, garante-se um ambiente limpo de germes.
estacionamentos para 4.000 veículos, o que Seus pacientes não só estão agradecidos pelo
implica um trânsito de 10.000 pessoas diaria- cuidado com a sua saúde como também admi-
mente. Com o apoio da indústria do cobre, o ram a beleza do design.
projeto foi desenhado para ser desenvolvido em
2 fases. A primeira foi a substituição de 140 Chile
metros das antigas grades de aço inoxidável Na vanguarda da utilização do cobre
das entradas. Assim, aplicou-se o cobre anti- antimicrobiano
microbiano desde a área de estacionamento
até o terminal. Para isso, os fabricantes locais   Centros hospitalares | Hospital Sal-
substituíram antigas grades por outras de cobre vador Allende de Calama - Os estudos para
antimicrobiano; logo se aplicariam nos balcões determinar as qualidades bactericidas do cobre
de atendimento ao público, substituindo o alu- datam desde 2008. Assim que se estabeleceu
mínio por cobre; finalmente, se aplicariam nas que era bactericida, decidiu-se implementar um
proteções dos elevadores que proporcionariam teste em hospitais que permitiria quantificar o
um ambiente mais seguro para os milhares de impacto das superfícies de contato de cobre
Balcões do edifício garagem
no aeroporto de Congonhas, passageiros e usuários, ao mesmo tempo em na redução das infecções intrahospitalares.
em São Paulo Para isso, escolheram-se unidades de cuida-
do intensivo em hospitais nos Estados Unidos,
© International Copper Association

Inglaterra, Alemanha, Japão e Chile. Assim, o


hospital Salvador Allende de Calama foi eleito
como um dos oito centros de saúde do mundo
aonde se realizaram os estudos que determi-
naram a efetividade do cobre na diminuição de
tais enfermidades.
O primeiro ambiente intervencionado com
cobre ou com ligas de cobre foi a sala de cuida-
dos intensivos – UCI – que foi condicionada com
grades de proteção e alças das camas, as cober-

42 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
turas das mesas dos pacientes, os porta-soros e

© Codelco
os apoios de braço das cadeiras de visitas. Além
disso, também aplicaram lâminas de cobre em su-
perfícies de alto contato para iniciar as medições.
Neste teste, surpreendeu a eliminação do
estafilococo dourado, resistente à meticilina –
SAMR na sigla em inglês, principal protagonis-
ta das infecções intrahospitalares nas últimas
quatro décadas e hoje resistente à maioria dos
antibióticos disponíveis. Sua carga bacteriana
reduziu em 98,5% nas grades de proteção da
cama, 94,4% nas mesas dos pacientes.

O cobre antimicrobiano reduziu o número


de infecções intrahospitalares
Torneiras em cobre no Hospital
 Hospital de Urgência de Assistência Infantil Roberto del Río, Chile
Pública (HUAP) - Foi fundado em 1911 com o dade, razão pela qual está na vanguarda clínica
nome de “Posta central” para dar uma primeira e técnica em diversas especialidades.
atenção aos feridos em acidentes e logo trans- A intervenção deu-se na Unidade de Pacien-
ladados a outros centros, uma vez controlada tes Críticos que conta com 12 salas e 4 boxes
a urgência. Na atualidade, 107 anos depois, é o para pacientes em urgência ou isolamento. Na
único centro de urgências do país; além disso, é o primeira etapa, interviram nos lavatórios, nas
centro de atenção de emergências complexas do grades de proteção das camas, mesas dos en-
país. No ano de 2012, atendeu um total de 87.038 fermeiros, porta-soros de 6 salas e 2 boxes da
casos de Santiago e 1.038 de outras regiões. UTI e da UCI, onde se iniciou um estudo de mi-
A intervenção do cobre neste hospital rea- crobiologia para determinar a influência do cobre
lizou-se por etapas. Em um primeiro momento, bactericida na diminuição das doenças intrahos-
interviram na unidade de queimados por ser a pitalares. Tal análise permitirá determinar, de
área de maior risco de infecções intrahospitala- maneira científica, a contribuição das superfícies
res. Esta ação serviu para identificar a concen- de cobre na mitigação das infecções. O projeto
tração exata de cobre que indicaria o padrão implica medições regulares da quantidade de
que devia aplicar-se em toda área de saúde bactérias presentes nas superfícies de alto con-
pública. O êxito dessa operação, para além dos tato do entorno dos pacientes, realizadas pelo
resultados da investigação das ligas, é a dimi- Instituto de Ciências Biomédicas da Faculdade
nuição das infecções em 15%. de Medicina da Universidade do Chile.
Nesta etapa, o projeto total considerou a
intervenção de 318 elementos e objetos de O cobre antimicrobiano previne o
maior contato dos pacientes nas 70 unidades absentismo escolar
cama, como grades de proteção, porta-soros,
alavancas de regulagem, lavatórios, torneiras,  Centros educativos | Colégio José
abajures, mesas de alimentação, puxadores e Toribio Medina de Ñuñoa - Este colégio si-
guarnições de porta. tuado na localidade de Ñuñoa iniciou suas ati-
vidades no ano de 1912. Após a constatação
  Hospital Infantil Roberto del Río - É em 2011, por parte da Cruz Vermelha, de que
o centro pediátrico mais antigo do Chile, pois a existência de uma grande quantidade de ger-
está em funcionamento há 115 anos. Em 2011, mes nas superfícies das mesas do colégio era o
atendeu um total de 210 mil pacientes da zona que provocava o absentismo escolar, decidiram
norte de Santiago e das regiões de Antofagasta participar no projeto de investigação.
e Coquimbo. Além disso, é um centro de refe- Tratou-se do primeiro estudo sobre o im-
rência nacional para doenças de alta complexi- pacto do uso de mobiliário escolar com incor-

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
43
poração de elementos antimicrobianos. Para Usuários de transportes coletivos
SAÚDE HEALTH
isso, dispuseram em uma classe primária protegidos com cobre antimicrobiano
mesas com superfícies de cobre junto com
algumas mesas que faziam parte do habitual   Transporte Público | Estação de me-
mobiliário da sala. Depois de duas semanas, as trô Santiago Bueras - A estação de metrô é
análises realizadas pelo Instituto de Nutrição e uma extensão da linha número 5 do metrô e
Tecnologia dos Alimentos do Chile, INTA, para está localizada na comunidade de Maipú. Está
determinar o grau de contaminação obtiveram em funcionamento desde 2011. Esta linha é a
resultados muito positivos, que destacavam a mais extensa da América, a quarta mais extensa
ausência de microorganismos patogênicos nas do mundo e a segunda mais utilizada no país.
superfícies de cobre, o que determinava que a Diariamente circulam por esta estação mais de
utilização desse nobre metal reduzia o risco de 6,500 passageiros.
contaminação microbiana. Tradicionalmente, quase 100 por cento dos
corrimãos que se encontram nos sistemas de
 Jardim Pintacuentos - Este centro transporte público são feitos de aço inoxidável,
de educação inicial, localizado na comunidade o que não impede o crescimento de bactérias;
de Las Condes, recebe crianças entre os 2 e por isso, desde sua inauguração, a estação
4 anos de idade. Suas fundadoras, Catalina Vi- conta com 350 metros de corrimãos elabora-
cente e María José Spoerer aceitaram o convite dos com ligas de cobre antimicrobiano. Esta
de ICA/Procobre para intervir nas suas instala- intervenção permitirá reduzir o contágio de
ções, já que era uma campanha que buscava enfermidades entre os usuários desse meio de
cuidar da saúde das crianças, principalmente transporte coletivo.
na temporada de inverno, em que os vírus e Santiago Bueras utiliza 350 m de liga de co-
bactérias atacam com força. bre e zinco em tubos. Mais ainda, a expansão
A intervenção consistiu em revestir as su- do serviço de transporte subterrâneo de San-
perfícies das mesas de trabalhos, grades e pro- tiago somará 10.000 m de corrimãos de um
Superfícies das mesas de
teções nos banheiros e os corrimãos das esca- nível adicional de proteção e segurança para os
trabalhos, Jardim Pintacuentos usuários de transporte público.
© Emol Tecnología

 Primeiro trem com cobre antimicro-


biano no metrô de Valparaíso - O metrô de
Valparaíso tem mais de 18 milhões de usuários
ao ano. As autoridades e a empresa que gerencia
este meio de transporte estão comprometidas em
melhorar a experiência de viagem com a reformu-
lação das principais estações, a implementação
de novas estações multimodais e a chegada de
novos trens: é seu compromisso para potencializar
o rol estratégico de ferrovias no transporte público.
A aplicação de cobre nas superfícies de
maior contato entre as pessoas significará uma
grande troca dos padrões do transporte públi-
co. O projeto conta com a utilização de ligas
de cobre na elaboração de maçanetas e tubos
– construídos com uma liga de cobre, níquel e
das com cobre antimicrobiano. A chegada da magnésio para fazer as maçanetas e os cinco
temporada de chuvas e o intenso frio do inverno tipos de corrimãos (56 unidades no total) em
trazem consigo a umidade que gera um am- um trem completo de dois vagões, com capaci-
biente propício para o “cultivo” de vírus e bacté- dade para 400 passageiros por unidade e com
rias que causam fortes gripes e resfriados, com demanda de utilização de mais de 150 metros
o consequente absentismo escolar. lineares de cobre. A iniciativa busca que este

44 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
trem sirva como experiência-piloto para avan- Peru
çar logo em outros trens similares no Chile. Resultados positivos da medição da
carga bacteriana com a aplicação do
México cobre antimicrobiano
Cobre antimicrobiano combate infecções
intrahospitalares   Áreas públicas da empresa INDECO
NEXANS - É a empresa fabricante de cabos lí-
 Centros hospitalares | Hospital de der no Peru que pertence à grande corporação
traumatologia e ortopedia de Lomas Ver- francesa NEXANS. Seu projeto de cobre anti-
des - No México, existem razões importantes microbiano consistiu na aplicação de ligas de
para usar o cobre em hospitais, considerando cobre em lugares de grande trânsito e fluxo de
que a quarta causa de morte nos hospitais são pessoas: entrada de clientes, fornecedores e
as infecções intrahospitalares de pessoas que pessoal administrativo da recepção e o escri-
entraram em uma cirurgia e faleceram por uma tório comercial.
infecção posterior. Em primeiro lugar, identificaram-se super-
Tal centro assistencial pertence à rede de fícies de contato para que uma delas fosse
hospitais do Instituto Mexicano de Segurança substituída por uma peça de cobre. Na outra
Social – IMSS. Nas suas instalações, realizou-se peça, manteve-se o material original. Assim,
um projeto-piloto com a instalação de mobiliário instalaram: corrimãos de escadas e puxadores
de cobre em sete salas da unidade de cuidados de portas. Logo após a instalação, procederam
intensivos – UCI, com o objetivo de medir a dimi- com a medição da carga bacteriana.
nuição da carga bacteriana para compará-la com Os resultados obtidos foram os seguintes: 9
as outras onze salas sem a intervenção. vezes mais bactérias que no caso da respectiva
Nas salas incluídas no projeto, colocaram instalação de cobre.
cinco móveis de cobre: um porta-bacia, um car- No escritório comercial, o resultado foi 11
rinho de curativos, um porta-soro, uma mesa vezes mais bactérias no puxador de alumínio da
pasteur e uma mesa de transição. porta do que na respectiva instalação de cobre.

  Transporte público | Estação de Me- Cobre Ativo – Mãos Saudáveis - Além


trô Juárez - A estação Juárez pertence a linha disso, outro resultado desta instalação foi obser-
3 do sistema de transporte coletivo, que em sua var as mudanças de coloração que o cobre sofre
totalidade transporta anualmente 488 milhões em razão do contato com a pele dos usuários,
de passageiros, aproximadamente; apenas a assim como por efeitos do meio ambiente. As
linha 3, transporta 234 milhões. Tal concentra- aplicações de cobre antimicrobiano não podem
ção de pessoas implica uma grande troca de ser laqueadas, esmaltadas, pintadas; entretanto,
micróbios causadores de muitas doenças; por esta mudança de cor não minimiza as proprieda-
isso, foi escolhida para realizar um estudo de des do cobre. Além disso, em relação à limpeza
medição das propriedades bactericidas do co- do cobre, pode-se utilizar um composto de ácido
bre nas suas instalações. cítrico sobre a superfície de contato que permite
O projeto consistiu na colocação de corri- ao cobre voltar à sua cor e ao seu brilho natural.
mãos e recipientes para colocação de moedas A limpeza do cobre é um complemento aos pro-
feitos em cobre para demonstrar quais os bene- tocolos de limpeza existentes.
fícios que essas mudanças trariam aos usuários
desse serviço. O cobre antimicrobiano é um marco na
As medições realizadas evidenciaram que prevenção de infecções
os corrimãos que não eram de cobre, mas sim Com todos os casos apresentados, espera-
de material tradicionalmente usado, tinham 3,67 -se replicar as experiências em todos os âmbitos
vezes mais micróbios mesófilos aeróbios e 2,67 possíveis e, assim, eliminar os agentes nocivos à
vezes mais coliformes que nos corrimãos do pro- saúde e ajudar na luta contra as infecções, pre-
jeto piloto de cobre. As medições foram feitas pela venindo o contágio e impactando de forma posi-
manhã quando o fluxo de usuários era constante. tiva a qualidade de vida das pessoas.   Fonte: ProCobre/ICA

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
45
SAÚDE HEALTH

O cobre antimicrobiano
ajuda a salvar vidas
As infecções intrahospitalares (IIH) estão aumentando nos hospitais em todo o mundo. As
bactérias que as ocasionam cresceram e estão ficando resistentes a muitos antibióticos atuais.

A crise em números - Nos hospitais dos Estados Unidos, um em cada vinte pacientes
desenvolvem uma infecção intrahospitalar. Dois milhões de pessoas desenvolvem uma IIH por
ano. Cerca de 99.000 destes pacientes morrem como resultado destas infecções.
Três em cada vinte pacientes dos hospitais do México desenvolvem uma infecção intrahos-
pitalar (IIH). 740.000 pessoas desenvolvem uma IIH por ano. Cerca de 35.000 falecimentos são
resultados destas infecções.

A realidade: não se foi feito o suficiente

Sabia que 80% das doenças infecciosas são transmitidas por contato? Sabia que apenas
40% da equipe de higiene lava as mãos?
Diferentemente dos aerossóis e da lavagem das mãos, as superfícies antimicrobianas de
cobre eliminam de forma continua 99% das bactérias que causam as IIH.
Nos Estados Unidos, o cobre antimicrobiano provou reduzir em 58% as IIH nas unidades de
cuidados intensivos – UCI. Mais de 5 milhões de pacientes são admitidos nas UCI anualmente.
Isso significa que: mais de 240.000 pessoas poderiam estar livres de infecções. Melhor ainda,
dezenas de milhares de vidas poderiam ser salvas.
© International Copper Association

46 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Antimicrobial copper: application in
various sectors in Latin America

Studies and clinical tests provided scientific evidence on the bactericidal


properties of copper, as it eliminates the pathogenic elements constantly
and permanently, including the ones resistant to antibiotics.

I
nfections are transmitted by hand’s contact continuously eliminates the microbes that causes
between persons. While, at the individual level, these diseases is necessary. In this context, copper
they can be prevented with frequent washing, in is the best option.
the public areas the threat perseveres. This is due Many studies and clinical tests performed in
to the fact that health conditions on all surfaces’ of Germany, Japan, United Kingdom, USA and Chile
public areas, transport, education, industry, hotel provided scientific evidence on the bactericidal
trade, shopping malls, office buildings and etc. one properties of copper, as it eliminates the pathogenic
can find large concentrations of virus, bacteria and elements constantly and permanently, including the
fungi, whether in handrails, bars, door handles, ones resistant to antibiotics.
knobs, taps, including counters where people
transact or place their hands on. This dispersion of The first bactericidal metal of the world -
contaminating agents has enormous consequences Scientific researchers around the world have already
due to the health problems that they cause, without demonstrated that the copper ions actuate on
counting the involved costs with doctors, medicines, bacteria membrane, making their metabolism to be
loss of work or study hours. altered and, consequently, eliminating the bacteria
itself. Besides that, the United States Environmental
How the infectious diseases are contracted? Protection Agency (EPA) registered six lists of copper´s
- Contagion can be caught when a sick person alloys as products that promote health benefits. The
touches another; conversely, it can be an endogenous alloys can be used on contact surfaces located at
contagion when the origin is the own sick person places with high traffic and were approved in tests by
flora; and there is the environmental contagion that independent laboratories, under stringent protocols of
originates by contact with contaminated material. bacterial load measurement. For this reason, copper
Because of all that, nowadays, prevention is at was the first material with this recognition.
the equipment level and of the near future, the
architecture and the contemporary design must
consider the use of copper or its alloys in finishing
and contact surfaces as a part of the infectious
diseases’ control campaigns.
The harmful organisms can survive in common
surfaces for several days and even months; therefore,
the cleaning of surfaces, using the disinfection
protocols recommended by the health authorities,
is just a part to the solution. A contact surface that

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
47
SAÚDE HEALTH

It´s a brand created by International Copper the copper industry, the Project was designed to be
Association ICA to integrate the production chain and developed in 2 phases. The first was the substitution
to cause interest by component manufacturers to of 140 meters of the former stainless steel grids
work with application of this noble metal, or with alloys from the entrance. Then, antimicrobial copper was
containing antimicrobial copper, and guide them to the applied from the parking lot until the terminal. For
development of this market. Brazil, Chile, Mexico and that, the local manufacturers replaced the former
Peru have already started the intervention processes bars by others made with antimicrobial copper;
with Cu+ at places with high traffic and flow of people, afterwards, the public service counters that were
as educational institutions, airports, subway or train built in aluminum were replaced by copper; finally,
stations and especially hospitals. In following, we show the elevators’ protection received copper providing a
the results from the undertaken experiences. safety space for thousands of passengers, and at the
same time providing a new esthetic aspect.
The antimicrobial copper in numbers - The The stainless steel handrails with high levels of
tax of infection in the Intensive Care Units (ICU) was bacteria, of about 800 cfu (colony-forming units)
reduced by 58% with the substitution of six contact per 25 cm2; with copper made handrails there was
surfaces with copper. a significant reduction of the bacteria quantity on
  97% of the contamination was reduced due these surfaces, previously contaminated with various
to the copper surfaces, in comparison to microorganisms eliminated by the application of the
surfaces made with other materials. antimicrobial capacity of copper.
  99% of the bacteria that can cause infections
associated to health care are eliminated with   Health centers | Endodontic center
copper and its antimicrobial alloys. Nobayashi in São Paulo - The dental center of
  100% of the copper is recyclable. the dental practitioner Cristina Nobayashi in São
Paulo pioneered the use of antimicrobial copper
The United States Environmental Protection that will assure health to her patients through
Agency (EPA) has registered 479 copper alloys as this new safety and hygiene level. Previously, the
products that promote benefits to the public health. contact surfaces were covered with a plastic film to
  10 years of clinical and lab investigation prevent the concentration of bacteria. Nowadays, all
support the antimicrobial efficiency of copper. of these surfaces, drawers, door handles, and light
  One global network of non-for-profit switches, are made of antimicrobial copper. Thus, it´s
organizations and commercial companies guaranteed to have a germ-free space. Their patients
advises the use of copper to fight infections, are not only thankful for the health care, but also for
organizations that are united through the beauty of the design.
the industry administration scheme
“Antimicrobial Copper Cu+” Chile
In the vanguard of the use of
Brazil antimicrobial copper
10,000 people benefit from the action of the
antimicrobial copper   Hospital centers - The studies to determine
the bactericidal qualities of copper are dated from
  Public Transport | Congonhas Airport - 2008. By the time it was established that it was
The Congonhas Airport, in São Paulo, is the second bactericidal, it was decided to implement a test in
with the largest passengers’ traffic in Brazil: it´s located hospitals that would allow a measure the impact of
at the center-south region of the city. In December copper´s surfaces in the reduction of nosocomial
of 2011, it was remodeled with the construction of infections. For this test, intensive health care units
a garage building that allowed the expansion of the were chosen in the United States, England, Germany,
number of parking lots to 4,000 vehicles that implies Japan and Chile. Then, the Santiago Allende de
traffic of 10,000 people per day. With support by Calama Hospital was elected as one of the eight

48 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
health centers in the world where studies would be operation for 115 years. In 2011, it attended a total
carried out to determine the efficiency of copper in of 210 thousands patients from the north zone
the reduction of these infections. of Santiago and from Antofagasta and Coquimbo
The first place intervened with copper, or regions. Besides that, it is a national reference center
copper alloys, was an intensive care room that was for high complexity diseases, and that´s the reason
conditioned with protection bars and bed handles, why it is in the clinical and technical vanguard in
the cover of the patients´ tables, the stand for serum various specialties.
and the arm rest of the visitors´ chairs. Furthermore, The intervention took place in the Unit of Critical
copper blades were applied in frequently contacted Patients that counts with 12 rooms and 4 boxes for
surfaces to start the measurements. emergency patients or isolation. In the first phase, were
In this test, the elimination of golden staphylococci, intervened in the sinks, beds’ protection bars, nurses’
resistant to methicillin, the main protagonist of hospital- tables, the serum stand of 6 rooms and 2 boxes of the
acquired infections in the last four decades and Intensive Care Unit (ICU), where a microbiology study
nowadays resistant to the majority of available antibiotics. was started to research and determine the influence
Its bacterial load was reduced by 98.5% in the beds’ of bactericidal copper in the decrease of nosocomial
protection bars and by 94.4% in patients´ tables. diseases. Such analysis will allow to scientifically
determinate the contribution of copper’s surfaces
Antimicrobial copper reduced the number to infections’ mitigation. The project involves regular
of hospital-acquired infections measurements of the quantity of bacteria present in
high contact surfaces around the patients, carried
  Public Emergency Assistance Hospital - out by the Institution of Biomedical Sciences of the
Founded in 1911 with the name of “Posta central” in University of Chile Medical School.
order to provide first medical care to injured persons
by accidents to, in following, be translated to other The antimicrobial copper prevents
centers, after controlling the emergence. Nowadays, the school absenteeism
107 years later, it´s the only emergence center of the
country; besides that, it´s the center that provides   Educational centers | José Toribio
attention to complex emergences. In 2012, it assisted Medina de Ñuñoa School - This school is located at
a total of 87,038 cases from Santiago and 1,038 Ñuñoa and started activities in 1912. After the finding
from other regions. in 2011, by the Red Cross, that the existence of large
The copper´s intervention in this hospital was quantities of germs in the school tables’ surfaces was
done by parts. At first, they intervened in the burn the cause of students’ absenteeism, they decided to
unit because it is the area that has the bigger risk participate in the investigation project.
of hospital-acquired infections. This action served to It was the first study about the impact of the
identify the exact concentration of copper that would use of school furniture incorporating antimicrobial
provide the standard that should be applied in all elements. For the experiment, tables were disposed
public health areas. The success of this operation, with copper surfaces along with usual tables of that
beyond the results on the alloys’ investigation, is the primary room. After two weeks, the analyses done
decrease of 15% in infection cases. by the Institution of Nutrition and Food Technology of
In this phase, the total Project considered the Chile (INTA) to determine the contamination degree
intervention on 318 elementary objects that have obtained very positives results that highlighted the
the most contact with the patients in 70 bedroom absence of pathogenic microorganisms on copper
units, such as protection bars, the serum stand, the surfaces, which determined that the use of this noble
regulation lever, sinks, lampshades, feed table, knobs metal reduces the risk of microbial contamination.
and door handles.
  Pintacuentos Kindergarten - This
  Roberto del Río Children’s Hospital - educational center, situated within the community of
It´s the oldest pediatric center in Chile, already in Las Condes, receives kids from 2 to be 4 years old. Its

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
49
SAÚDE HEALTH

founders, Catalina Vicente and María José Spoerer, passenger capacity per unit and a usage demand of
accepted the ICA/Procobre´s invitation to intervene more than 150 linear meters of copper. The initiative
in their installations, since it was a campaign that wants to make the train a pilot experiment to move
looked after children’s health, mainly in the winter forward with similar trains in Chile.
season, when virus and bacteria attacks are stronger.
Mexico
Users of public transports protected by Antimicobrial copper fights
antimicrobial copper hospital-acquired infections

  Public Transport | Subway Station   Hospital centers | Traumatology and


Santiago Bueras - This subway station is an orthopedics’ Hospital of Lomas Verdes - In
extension of the line number 5 of the metro system Mexico, there are important reasons to use copper in
and is situated at the community of Maipú. It is in hospitals, considering that the fourth cause of death
operation since 2011. This line is the most extensive in hospitals are nosocomial infections of people that
of the America, the fourth longest in the world and the underwent surgery and passed away because of a
second most used in the country. More than 6,500 further infection.
passengers circulate by this station daily. This assistance center belongs to the hospital
Traditionally, almost 100% of the handrails in the network of the Mexican Institute for Social Security
public transportation systems are built in stainless (IMSS). In their installations, a pilot project was carried
steel that doesn´t prevent the bacteria growing; for out with the installation of copper furniture in seven
this reason, since its inauguration, the station counts rooms from the Intense Care Unit in order to measure
with 350 meters of handrails made of antimicrobial the decrease of bacterial load as compared with other
alloys of copper. This intervention will allow reducing eleven rooms without the intervention.
the contagion of diseases between the users of this In the rooms included in the project, five pieces of
public transport. furniture made of copper were placed: a support for
Santiago Bueras uses 350 m of copper and zinc bowls, a bandage trolley, a serum stand, a Pasteur
alloys in pipes. In addition, the expansion of the table and a conveying table.
underground transportation service of Santiago will
add 10,000 m of handrails with an additional level of   Public transport | Juárez Subway Station
protection and safety for public transport users. - The station of Juárez belongs to line 3 of the public
transport system. It carries some 488 million of
  First train with antimicrobial copper in passengers per annum; with line 3 only transporting
the Valparaíso subway - The Valparaíso subway 234 million passengers. Such concentration of people
has more than 18 millions of users per year. The implies a huge exchange of microbes that cause a lot
authorities and the company that manages this of diseases; for this reason, it was chosen to take part
transportation mean of are engaged in improving of the study to measure the bactericidal properties of
the travel experience with the reformulation of the copper in their installations.
main stations, the implementation of new multimodal The project consisted in the application of
stations and the arrival of new trains: it is their handrails and currency containers built in copper
commitment to enhance the strategic role of railways to demonstrate the benefits that this change would
in the public transportation. bring to the users.
The application of copper on the surfaces with The undertaken measurements revealed that
greater contact with the public represents a big the handrails made with the current material had
change in the public transport standards. The project 3.67-time more aerobic mesophilic microbes and
uses copper alloys to elaborate handles and pipes 2.67 times more coliforms than the handrails of the
– the alloy uses copper, nickel and magnesium to pilot project, built in copper. Measurements were
make the handles and five types of handrails (56 made during the morning, when the users’ flow is
units in total). A train has two carriages, with the 400 constant.

50 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Peru Active Copper – Healthy Hands - Besides that,
Positive results in measuring of bacterial load another result of that installation was noticing the
with the application of antimicrobial copper change in color that copper suffers due to the contact
with the users’ skin and the environmental effects.
  Public areas of INDECO NEXANS Company The antimicrobial copper application can’t be painted
- This company is the leader in cable´s manufacturing in or enameled; however, the color change does not
Peru and belongs to NEXANS, a large French corporation. impair copper‘s properties. Furthermore, for copper
Its project of antimicrobial copper consisted in the cleaning it is possible to use a citric acid compound on
application of copper alloys in places with great traffic the contact surface that allows the copper to recover
and flow of people: clients, suppliers and administrative its color and its natural brightness. The cleaning of
staff entrances, and the commercial office. copper is a complement to the Cleaning Protocol that
First of all, they identified which contact surfaces already exists.
would be replaced by a part made of copper. In
some pieces, they kept the original material. Then, The antimicrobial copper is a milestone in
it was installed: handrails at the stairs and door infections’ prevention
handles. After the installation, they proceed with the The presented cases give a margin to expect the
measurement of the bacterial load. replication of the experiences in all possible areas
The results were: nine times more bacteria than and, thus contribute to eliminate harmful agents
the number found in the installed part built in copper. to health and help in the fight against infections,
In the commercial office, the result was 11 times preventing contagion and impacting the people´s
more bacteria at the aluminum door handle than at quality of life in a good way. 
the one made of copper. Source: ProCobre/ICA

The antimicrobial copper helps to save lifes


Hospital-acquired infections are increasing in hospitals around the world. The bacteria that cause they
are growing and getting resistant to a lot of the current antibiotics.

The crisis in numbers - In the United States hospitals, one in 20 patients developed a hospital-
acquired infection. Two millions people develop a hospital-acquired infection per annum.
Around 99,000 of these patients died as a result of these infections.
In Mexico, three in every 20 patients develop a hospital-acquired infection. 740,000 people develop a
hospital-acquired infection per year.
Around 35,000 deaths are result of these infections.

The reality: it wasn´t done enough to face this problem


Did you know that 80% of the infectious diseases are transmitted by contact? Did you know that only
40% of the hygiene team washes their hands?
Unlike the aerosol and the hand wash, the antimicrobial surfaces of copper eliminate continuously 99%
of the bacteria that cause hospital-acquired infections.
In the United States, antimicrobial copper proved that it can reduce 58% of the hospital-acquired
infections in intense care units. More than 5 million patients are admitted to intense care units per year.
This means that over 240,000 people could be freed from infections. And even better, tens of thousands
lives could be saved.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
51
TENDÊNCIA TREND

O cobre na arquitetura

C
A utilização do cobre nas aracterísticas singulares deste nobre metal permitem seu
uso na cobertura e revestimento de edifícios, expressando
mais diversas atividades é durabilidade, desafio da forma, beleza estética, resistência à
fonte permanente de estudos corrosão e sempre com significativa relação custo-benefício.
científicos e descobrimentos nas Desde épocas remotas, o cobre vem sendo utilizado nas mais
áreas da saúde e da tecnologia diversas atividades, tornando-se fonte permanente de estudos
científicos e descobrimentos nas áreas da saúde e da tecnologia.
Sua aplicação na construção de edifícios é cada vez mais difundida,
marcando presença pela sua qualidade e tradição em instalações
elétricas, hidráulicas, calefação, gás, refrigeração e captação da
energia solar.
Na arquitetura dos edifícios, o cobre está presente desde o iní-
cio da Era Cristã, passando pela Idade Média, Renascimento, Idade
Moderna até os dias atuais. Seus atributos e características técni-
cas singulares permitem seu uso na cobertura e revestimento de
edifícios. Seu desempenho técnico e qualidades arquitetônicas se
expressam principalmente pela durabilidade, pelo desafio de for-
ma, pela beleza estética da coloração e pelos aspectos ecológicos,
sempre com ótima relação custo-benefício.

52 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
No Brasil, o cobre vem sendo utilizado com aspectos formais personalizados, abrindo um
presença marcante desde o início do século XX novo campo de desenho.
nas coberturas de edifícios institucionais, com Por que houve uma revalorização do
destaque para o Teatro Municipal e o Supremo uso do cobre nos revestimentos? - Existe
Tribunal de Justiça (RJ) e a Catedral da Sé, o Te- uma tendência mundial do uso do cobre para
atro Municipal e a antiga Escola Politécnica (SP). coroar ou arrematar os edifícios, garantindo-
-lhes personalidade, caráter e destaque na
Saiba mais: paisagem urbana. A tecnologia também par-
ticipa da valorização do cobre como material
Por que usar o cobre na arquitetura? - de arquitetura, assim como sua versatilidade
Na história da arquitetura, o cobre sempre foi e a possibilidade de harmonizar cor, desenho
utilizado no revestimento das paredes verticais, e textura.
no recobrimento das coberturas e nas orna-
mentações, nos objetos decorativos e de uso O que é possível desenhar com o co-
doméstico. A opção por este metal se prende bre? - Existe uma grande variedade de de-
pela sua praticidade, higienização, durabilida- senhos utilizando lâminas de cobre dada a
de, facilidade de limpeza e baixa necessidade possibilidade de dobrá-las ou estampá-las,
de manutenção. Os edifícios com cobertura em possibilitando seu uso em quatro áreas vin-
cobre se destacam e valorizam o patrimônio culadas aos revestimentos e proteções dos
histórico edificado das cidades. edifícios:

Quais as vantagens do revestimento de   Revestimentos de coberturas: planas ou


cobre? - Uma das principais qualidades das lâ- curvas, arremates e elementos sobressa-
minas de cobre é sua nobreza. Suas principais lentes.
vantagens são dadas por sua durabilidade, alta   Revestimentos verticais de fachada: painéis
resistência à corrosão e facilidade de trabalho. tipo muro cortina, revestimentos de facha-
Prova disso são as numerosas obras espalha- das externas e internas.
das pelo mundo, com séculos de antiguidade e   Acessórios de águas pluviais: calhas, con-
que mantêm as mais variadas formas de cober- dutores, caixas de captação e forros de
turas devidamente intactas. proteção.
O cobre também apresenta infinitas possi-   Desenho de interiores: ornamentação, mu-
bilidades de desenho e alta qualidade estética, rais, objetos, portas, esculturas.
sendo facilmente encontrado sob a forma de
lâminas, o que permite aos arquitetos e outros É muito caro um revestimento de co-
profissionais do design elaborar desenhos com bre? - Comparado a outros revestimentos me-

Aplicações
  Revestimento de coberturas - Planas, inclinadas, curvas, cúpulas e domos.
  Revestimentos de fachadas - Valoriza a arquitetura das fachadas dos edifícios pela textura, coloração e adaptação às mais
variadas formas adotadas.
  Calhas e condutores das águas pluviais - As calhas e condutores das águas pluviais das coberturas de edifícios devem ter
grande duração e resistência à corrosão. Por isso o cobre é uma opção correta, com bom resultado técnico-estético. As possibili-
dades de desenho das calhas são inúmeras, permitindo uma integração harmoniosa com as edificações, adaptando-se a qualquer
arquitetura.
  Arquitetura de interiores - O cobre é utilizado com frequência em revestimentos de interiores, tetos, paredes e portas.
  Design - O cobre é usado com singular propriedade no design de peças ornamentais, equipamentos e utensílios domésticos, bem
como em esculturas. Sua durabilidade, coloração e formas contribuem para a valorização do ambiente.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
53
tálicos, o cobre tem um valor econômico inicial no suporte-base para que as lâminas de cobre
TENDÊNCIA TREND
um pouco maior. Mas suas vantagens ao longo fiquem uniformemente assentadas e evitem im-
do tempo garantem uma ótima relação custo-be- perfeições.
nefício, compensando sua opção. Os revestimentos para coberturas envolvem
trabalhos com mão-de-obra específica, vincula-
Como se instala o cobre e sobre que tipo dos às superfícies planas ou curvas, aos panos
de superfície ele é aplicado? - Em geral as de paredes verticais ou inclinados, às soluções
lâminas de cobre natural, laqueadas ou patina- das captações das águas pluviais, aos forros de
das nas suas várias espessuras são processadas proteção e ao desenho de interiores.
tecnicamente nas coberturas ou revestimen-
tos verticais e inclinados por meio de encaixes Quais formatos e dimensões possíveis?
tradicionais com junta elevada simples ou com - No mercado há lâminas de cobre natural em
caibros de madeira, consistindo no sistema com- tiras e chapas. Se forem em rolo, a largura vai até
provado por sua forma mais prática de executar 610mm e a espessura até 3,17 mm. Já as retas
um revestimento de cobre. No entanto, existe estão disponíveis com largura de 25 a 600 mm e
também a possibilidade de telhas planas e es- espessura de 0,30 a 3,17 mm.
tampadas sob os mais variados formatos.
A superfície sobre a qual se coloca o co- O que deve ser feito para se obter outras
bre denomina-se “suporte-base”, constituindo cores? - Há empresas locais e mão-de-obra es-
de um compensado de madeira autoclavado, pecializada para a realização da pátina artificial,
com resina fenólica ou madeira maciça, tratada com ênfase para o cobre na cor verde-água.  
contra insetos xilófagos e material hidrofugante
para resistir aos desafios da degeneração. Esta
superfície deve ter planicidade e sem ressaltos Fonte: Portal Met@lica – Construção Civil

Copper in architecture

Copper has been used in various activities, becoming a permanent source


of scientific studies and discovers in the areas of health and technology

T
he singular characteristics of this noble metal allow beginning of the Christian Era, passing by the Middle Ages,
its use in building´s roofs and coating, expressing Renaissance, Modern Age and lasting until nowadays. Its
durability, challenge of form, esthetic beauty, and attributes and singular technical characteristics allow its use
corrosion resistance and always with a significant cost- on building´s cover and coating. Its technical performance and
benefit ratio. architectural qualities express themselves by the durability,
Since ancient times, copper has been used in various the challenge of form, the esthetic beauty of the color and the
activities, becoming a permanent source of scientific ecological aspects, always with a great cost-benefit ratio.
studies and discover in the areas of health and technology. In Brazil, the copper is being used with a strong
Its application in constructions’ building is increasingly presence since the beginning of the 20th century in
disseminated, being present because of its quality and coating of institutional buildings, standing out in the
tradition on electric, hydraulic, heating, gas and cooling Municipal Theater and the Supreme Court of Justice (in
installations and in capturing solar energy. RJ) and the Sé´s Cathedral, Municipal Theater and the
Copper is present in buildings’ architecture since the ancient Polytechnic School (in SP).

54 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Learn more: strips, lacquered or in a patina finish of varied thickness
are technically processed on flat or vertical covering and
Why use copper in the architecture? - In the history inclined by traditional fittings with simple elevated joints
of architecture, copper was always used on vertical walls’ or with wood rafters, consist in the most practical form
and roofs’ coating and for adornment, on decorative and in of executing a copper coating. However, there is also the
domestic use objects. The option for this metal refers to its possibility of flat and stamped tiles of varied shape.
practicality, sanitization, durability, easy cleaning and low The surface where the copper is placed is called
required maintenance. The buildings with copper coating “support-base”, built in hot treated plywood, with phenolic
highlight and value the historical heritage built in the cities. resin or solid wood, conditioned against xylophages’
insects and water repellent material to resist the challenge
What are the advantages of copper coating? - of time. This surface must have a flat and no ledges on the
One of the main qualities of the copper sheets is its nobility. support-base to make the copper strips to stay uniformly
The principal advantages are its durability, high corrosion settled and avoid imperfections.
resistance and ease of being worked with. One such Coatings for coverings require a skilled workforce, to
example is the numerous constructions spread throughout build flat or curved surfaces, for vertical or inclined wall
the world, many centennials that keep the most varied panels, for solutions to rainwater impounding, protection
forms of coating properly intact. linings and the interior design.
Copper also presents endless possibilities of design What are the possible formats and dimensions?
and high quality esthetic, and it is easily found in the - In the market, there are natural copper strips and foils.
form of strips, what allow architects and other design If supplied in rolls, their width goes up to 610mm with
professionals to draw it in customized formal aspects, 3.17mm in thickness. Straight strips are available with the
opening new drawing fields. width from 25 to 600mm and the thickness from 0.30 to
3.17mm.
Why was there a reappraisal of copper use in What has to be done to obtain other colors? -
coatings? - There is a world trend of using copper to There are local companies and specialized workforce for
crown or to “tie up loose ends” of the buildings, giving them the execution of the artificial patina, with emphasis on the
personality, character and outstanding in urban landscape. aqua green copper. 
Technology also participates of the copper´s valuation as
an architectural material, as well as in its versatility and the
possibility to harmonize color, drawing and texture.
Applications
What is possible to draw with copper? - There is
a big variety of drawings using a copper strip due to the   Top coat - flat, inclined, curves, cupules and domes.
possibility of its folding or stamping, allowing its use in four   Façade Coating – Enhancing the architecture of the building´s
areas related to coating and protections of the buildings: façades by the texture, color and adaptation to the most varied
forms.
  Top Coat: flat or curved, tailpieces and spare elements.   Gutters and rainwater conductors – the gutters and the
  Façades Vertical Coating: panels like curtain walls, Rainwater conductors of the building´s roof must have a long
lifetime and corrosion resistance. For this reason, copper is the
interior and exterior façades coating.
right choice, with a good technical-esthetic result. The possi-
  Accessories for rainwater: gutters, conductors, capture bilities of gutter´s design are countless, allowing a harmonious
tanks and protective linings. integration with buildings, and fitting to any architecture.
  Interior Design: ornamentation, murals, objects, doors,   Interior Architecture – copper is often used in interiors, ceilin-
sculptures. gs, walls and doors’ coating.
  Design – copper is used with singular property in the design
Is a copper coating too expensive? - Comparing to of ornamental items, facilities and domestic utensils, as well as
other metallic coatings, copper has an initial value a bit higher. in sculptures. Its durability, color and forms contribute to the
However, its advantages over time guarantee a good cost- enriching the ambiance.
benefit ratio, compensating the option.

How is copper installed and on what type of


surfaces can it be applied? - In general, natural copper Source: Portal Met@lica – Construção Civil

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
55
ARTIGO ARTICLE

Gestão de Ativos: novas


oportunidades e melhores
resultados na gestão de
infraestrutura hospitalar

N
o Brasil é notório encontrar hospitais que apresentam gran-
des discrepâncias quanto às suas instalações, tecnologias e
formas de gerir suas infraestruturas.
Adotar novos conceitos capazes de minimizar riscos, melhorar
o desempenho de equipamentos e obter melhores resultados fi-
nanceiros tornam-se diferenciais competitivos importantes no setor
de saúde.
A gestão de ativos no setor hospitalar abrange práticas susten-
táveis baseadas nas normas internacionais ISO 55000 que orien-
tam os processos desde a especificação até o descarte dos ativos,
melhorando a performance e reduzindo os riscos na administração
de operações complexas como no setor hospitalar, unindo os es-
forços da supervisão de ativos críticos ao do ambiente financeiro e
administrativo.
Pode-se afirmar que: quanto melhor forem geridos os ativos
de infraestrutura, melhor será a eficiência técnica e financeira do
hospital, mais integrados serão os processos e mais assertivas as
decisões durante o ciclo de vida das operações.

56 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Mas o que é a gestão de ativos? - Gestão de ativos é o processo de orientar a aquisição, o uso e a alie-
nação de ativos para obter os melhores benefícios de seu desempenho, gerindo os riscos e custos relacionados
ao longo do seu ciclo de vida.

ESPECIFICAÇÃO / REDEFINIÇÃO

CRIAÇÃO ou AQUISIÇÃO

INSTALAÇÃO / COMISSIONAMENTO

OPERAÇÃO

MANUTENÇÃO / REFORMA / MELHORA

DESCARTE / SUBSTITUIÇÃO
Saber o momento certo de investir
nos ativos pode ser a diferença
O desafio: como otimizar o uso dos ativos e gerenciar os riscos entre obter um ótimo desempenho
em um hospital? - A gestão de ativos abrange a análise da contribuição técnico-financeiro ou causar danos
que os ativos podem oferecer aos resultados financeiros e técnicos, assim
irreparáveis, desde a imagem perante
como o risco assumido por não investir nos ativos no momento certo e da
forma certa.
os clientes até grandes perdas
financeiras
Segurança dos
trabalhadores

Segurança da
Imagem da Gestão Segurança da
de riscos propriedade
empresa
dos ativos

Segurança e
Segurança
preservação do
das pessoas
meio ambiente

Os investimentos crescentes em manutenção preventiva reduzem os custos decorrentes das falhas – e, em


consequência, diminuem o custo total da manutenção, resultado dos custos de manutenção preventiva somados
aos custos de falha. Entretanto, ao ultrapassar o ponto ótimo de investimento com manutenção preventiva, estes
investimentos trarão poucos benefícios para a redução dos custos das falhas e elevarão o custo total. Ou seja, a
partir deste ponto outras estratégias devem ser consideradas, principalmente quanto à renovação do ativo.
custo com
ponto ótimo custo total manutenção
custo

preventiva

custo
decorrente
de falhas

nível de manutenção

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
57
ARTIGO ARTICLE

Conhecer e gerenciar o ciclo de vida dos ativos é essencial para a gestão de ativos e requer a aplicação de
critérios técnicos e econômicos para a tomada de decisões. Decisões que podem trazer maior ou menor rentabi-
lidade aos resultados financeiros da empresa.

RECEITAS

USO

AQUISIÇÃO MANUTENÇÃO
INVESTIMENTOS

Ciclo

CUSTOS
PROJETO RENOVAÇÃO
de vida
CONCEPÇÃO DESCARTE

DESPESAS

Durante o ciclo de vida, os eventos causados por incidentes, acidentes ou falhas aceleram o final da vida útil
do ativo reduzindo a expectativa de vida ou tempo remanescente de utilização do ativo nas condições exigidas.
Devido às exigências de um mercado regulado, à interligação em um sistema complexo e à variedade de
ativos existentes, implantar um sistema de gestão de ativos é um desafio para os gestores. Porém , os resultados
obtidos com o gerenciamento mais efetivo de riscos, o atendimento aos clientes com total confiabilidade, a redu-
ção de gastos e a melhor lucratividade no longo prazo justificam plenamente os esforços necessários.
A gestão de ativos é uma vantagem competitiva para o setor de saúde através da melhoria de indicadores de
desempenho, do melhor equilíbrio entre retorno e riscos e do aumento da confiabilidade de sua infraestrutura.

Gestão de Energia, Eficiência Energética e Gestão de Ativos - A possível escassez de recursos naturais
e o alto custo da energia elétrica é realidade em todos os países e não é diferente a situação do Brasil.
Mais de uma década após a crise de 2001, novas tecnologias surgirão nos próximos anos: redes inteligentes,
geração distribuída, armazenamento de energia e padrões de eficiência energética, todos aliados à tarifa cada vez
mais elevada, desafiando os resultados de todos os setores econômicos.
A energia é um fator estratégico para o setor da saúde e a gestão de ativos aliada à gestão eficiente de
energia torna possível otimizar o uso dos insumos energéticos, identificar onde a eficiência necessita de melhoria,
reduzir custos operacionais e aumentar oportunidades em um ambiente cada vez mais competitivo.
Por estes motivos, a aplicação de equipamentos de alta eficiência é uma forte tendência para a área hospitalar
e, somando-se à gestão de ativos, produzirá melhor retorno financeiro, pois reduzirá custos de manutenção e
paradas durante o ciclo de vida, amortizando os investimentos iniciais.

Resultados da Gestão de Ativos em empresas de outros setores - Segundo as empresas que já im-
plantaram ou estão em fase de implantação da gestão de ativos, as principais vantagens são:

58 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
  Visão estratégica do negócio;
  Mudança de cultura;
  Melhoria do desempenho técnico e financeiro;
  Melhoria da competitividade.

Apenas dois anos após implantar a gestão de ativos, a empresa ScottishPower, empresa do grupo Iberdrola,
apresentou resultados como melhoria da confiabilidade e diminuição do número de interrupções não planejadas
com significativa redução de custos. Seus principais resultados foram:

  redução de 20% nas operações e custos de manutenção;


  aumento de 22% na disponibilidade da planta;
  redução de 25% nas taxas de interrupção forçada da planta;
  redução de 10% nos prêmios de seguro.

As normas ABNT NBR ISO 5500X fornecem as diretrizes para a gestão de ativos - No Brasil, a ICA –
International Copper Association, em conjunto com a ABRAMAN, coordenou a elaboração das normas brasileiras
de gestão de ativos através da Comissão da ABNT/CEE-251 (Comissão de Estudo de Especial Gestão de Ativos)
no âmbito do TC 251 da ISO. Mais de 40 representantes de diversas empresas brasileiras estiveram envolvidos,
entre elas 11 empresas de energia, além da ANEEL. Atualmente, existe na comissão um grupo de trabalho ex-
clusivo para discutir a aplicação das normas em hospitais. Este grupo é coordenado por um representante do
Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, que foi o primeiro
hospital do Brasil a ser certificado em ISO 55001.
Estas normas são referências para todas as empresas bra-
sileiras ativo-intensivas ou que dependem de seus ativos para
estabelecer seu negócio. 

Marisa Zampolli, engenheira elétrica, consultora especialista em


energia sustentável, energia renovável e gestão de projetos

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
59
ARTIGO ARTICLE

Asset Management: new


opportunities and better results for
hospital infrastructure management

By Marisa Zampolli, electric engineer, consultant expert


  in sustainable energy, renewable energy and project management

I
n Brazil, it´s easy to find hospitals with large discrepancies in their installation, in their technologies, and how
they manage their infrastructures.
Adapting new concepts capable of risks’ minimizing, improve facilities’ performance and obtain better
financial results are important competitive edges in the health sector.
Asset management in the hospital sector embraces sustainable practices based on the international ISO
55000 standards, which guide the processes covering the asset specification to its disposal. These practices
improve performance and reduce risks in the administration of complex operations, as the ones found in the
hospital sector, joining the supervision efforts on critical assets and in the financial-administrative environment.
It’s possible to affirm that the better management of the infrastructure assets, the better will be the technical
and financial efficiency, further integrating the processes and allowing for more assertive decisions during the
operations’ lifetime.

But what is the asset management? - Asset management is the process of guiding the acquisition, the
use and disposal of assets to obtain the best benefits for their performance, managing the assets-related risks
and costs throughout their lifetime.
SPECIFICATION/REDEFINITION

CREATION or ACQUISITION
Knowing the right
timing for investing INSTALLATION / COMMISSIONING
in assets can be the
difference between
OPERATION
obtain a great
technical-financial
MAINTENANCE / REFORM / IMPROVEMENT
performance or the
cause of irreparable
damages, ranging DISPOSAL / SUBSTITUTION

from scratching
the image before The challenge: how to optimize the use of assets and to manage the risk at a
customers’ to big hospital? - Asset management embraces the analysis of assets’ contribution to the technical
financial losses and financial results, as well as the risk undertaken by not investing in assets at the right moment
and in the right way.

60 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Workers
security

Security of the Risks Property


company’s image management security
of assets

Security and
People
preservation of
security
the environment

Increased investment in preventive maintenance reduces failures’ cost – and, per consequence, reduce the
total cost of maintenance, resulting in preventive maintenance costs added to smaller failures’ costs. However,
by surpassing the right point for investment in preventive maintenance, they will add few further benefits to
failures’ costs reduction and will increase the total cost. In other words, from this point on, other strategies must
be considered basically related to the assets’ renewal.

costs with
right point total cost preventive
maintenance
cost

failure
costs

maintenance level

Knowing and managing the lifetime of assets is essential to asset management and requires the application
of technical and economic criteria to the decision-making process. Such decisions can increase or reduce
profitability and the financial results of the company.

REVENUES

USE

AQUISITION MAINTENANCE
INVESTMENTS

COSTS

PROJECT Lifetime RENEWAL

CONCEPTION DISPOSAL

EXPENSES

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
61
ARTIGO ARTICLE

During assets’ lifetime, the events caused by incidents, accidents or failures accelerate the end of the
assets’ useful lives, reducing their life expectancy, or the remaining time of use in proper conditions.
Due to the requirements of a regulated market, the interlinking in a complex system and the variety of
existing assets, to implement an asset management system is a challenge to the management. However, the
results obtained with a more effective risk management, clients’ servicing with total reliability, the decrease of
costs and the best long-term profitability fully justify the necessary efforts.
Asset management stands as a competitive advantage to the health sector, by improving performance
indicators, providing a best balance between financial returns and risks, and by increasing the infrastructure
reliability.

Energy Management, Energy Efficiency and Asset Management - A possible shortage of natural
resources and the high cost of electric energy is a reality in all countries, and in Brazil has a similar situation.
Over one decade after the 2001 crisis, the emerging new technologies, such as, intelligent networks,
distributed generation, energy storage and standards for energy efficiency and what may appear in
coming years, all allied with increasingly high taxes, challenge the results of all economic sectors.
Energy is a strategic input to the health sector and asset management, allied with energy-efficiency
management, makes it possible to optimize the use of the energetic inputs, to identify where the efficiency
needs improvement, to reduce operational costs and to enhance the opportunities in an environment
increasingly competitive.
For these reasons, the application of high-efficiency facilities is a strong trend in the hospital area and, added
to asset management it will lead to a better financial return, by reducing maintenance costs and shutdowns
during the equipment lifetime, contributing to amortize the initial investment.

Asset Management results in companies from other sectors - According to the companies that have
implemented or that are implementing asset management, the main advantages are:
  Strategic vision of the business;
  Change of culture;
  Improvement of the technical and financial performance;
  Improvement in competitiveness.

In only two years after the asset management implementation, ScottishPower, a company of the Iberdrola
Group, exhibited results as improved reliability and decrease of the number of non-planned outages, with
significant costs’ reduction. Their main results were:
  20% reduction in operations and maintenance costs;
  Increase of 22% in plant availability;
  Decrease of 25% in penalties due to forced plant outage;
  Decrease of 10% at the security premium.

The norms ABNT NBR 5500X provides the guidelines for the asset management - In Brazil, the
ICA – International Copper Association, along with ABRAMAN, coordinated the elaboration of the Brazilian
standards for asset management through the ABNT/CEE-251 Commission (Commission of Study of Special
Asset Management) at the TC 251 from ISO. More than 40 representatives from various Brazilian companies
were involved, from 11 energy companies, besides ANEEL. Nowadays, the commission has a work group to
discuss exclusively the norms’ application at hospitals. This group is coordenated by the representative from
the Hospital Beneficiência Portuguesa de São Paulo that is the first Brazilian hospital to achieve the ISO 55001
certification.
These standards constitute a reference to all Brazilian asset-intensive companies or that depend on their
assets to establish their business.

62 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
International Copper Association
Procobre Brasil

A International Copper Association (ICA), membro da Copper Alliance,


é uma organização líder na promoção do cobre, que há mais de 50
anos desenvolve atividades de fomento e defesa do mercado deste
metal em todo o mundo.
A rede global do ICA abrange 60 países com escritórios regionais em 5
continentes: Ásia, Europa, África, América Latina e América do Norte
e tem em sua composição 39 empresas internacionais, representando
o maior volume de cobre produzido mundialmente.
Na América Latina, o ICA é representado pelo Procobre e atua no
Brasil, Colômbia, Chile, México e Peru, países que, juntos, representam
90% do consumo de cobre da região.
Sua missão é difundir os atributos técnicos e científicos do uso do
cobre e desenvolver, integrar, defender e promover a cadeia atuando
por meio de regulamentação e normas, inteligência de mercado,
financiamentos, parcerias e capacitação e treinamentos.

Iniciativas do Procobre no Brasil


Motores elétricos e transformadores de alta eficiência    Gestão de energia - Norma ISO 50.001
Gestão de ativos - Norma ISO 55.000    Sistemas fotovoltaicos
Inspeção e certificação de instalações elétricas    Instalações de tubos de cobre em gás e água
Programa Casa Segura    Cobre Antimicrobiano    Plataforma Leonardo Energy   Eletromobilidade

www.procobre.org
ESTATÍSTICAS STATISTICS

Previsão do mercado
de cobre 2018/2019

O
Grupo Internacional de Estudos do Co- ficantes perturbações no abastecimento e à
bre (International Copper Study Group falta de expressivos rendimentos de novos
– ICSG) reuniu-se em Lisboa, Portugal, projetos ou expansões, mas espera-se que
nos dias 01 e 02 de outubro de 2018. Repre- haja um crescimento de 2% esse ano.
sentantes de governo e consultores industriais   A maioria do crescimento esperado para
da maioria dos países líderes mundiais na pro- 2018 é devido à recuperação de uma pro-
dução e utilização de cobre participaram numa dução antes limitada, no ano passado, prin-
discussão sobre problemas-chave que afetam cipalmente no Chile e na Indonésia, e o rei-
o mercado global de cobre. No encontro do Co- nício da capacidade de produção na Zâmbia
mitê Estatístico, a balança mundial da produção e na República Democrática do Congo, an-
e utilização de cobre refinado foi desenvolvida tes temporariamente encerrada.
pelo ICSG.   O aumento na produção dos principais pro-
jetos que começaram em 2015-2016 foi
Depois de uma queda de 1,5% em 2017, a estabilizado e agora é esperada uma menor
produção de minas, após ajustar algumas produção adicional de alguns novos projetos
perturbações existentes no passado, pos- que estão surgindo neste ano.
sui uma expectativa de crescimento em   Nenhum grande desabastecimento ocorreu
torno de 2% em 2018 e 1,2% em 2019: até agora em 2018 e a maioria das negocia-
  A produção mundial de minas teve uma ções laborais resultaram em acordo. Contu-
queda de 1,5% em 2017 devido às signi- do, o crescimento geral foi afetado negati-

64 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
vamente pela inferior produção de algumas Espera-se que o aparente consumo mun-
minas no Canadá e problemas operacionais dial de refinados aumente em torno de
na China, Peru e nos Estados Unidos. Como 2,1% em 2018 e 2,6% em 2019:
consequência, a previsão para o mercado   Espera-se que o crescimento sustentável da
de cobre realizada pelo ICSG foi revisada demanda de cobre continue, porque o cobre
para 2%, menor em relação à previsão an- é essencial para a atividade econômica e
terior de 2,9% feita em abril deste ano. ainda mais para a sociedade tecnológica mo-
  O crescimento da produção mundial de mi- derna. O desenvolvimento de infraestrutura
nas em 2019, ajustado às perturbações, é em grandes países como a China e a Índia e
previsto para ser cerca de 1,2% e espera-se a tendência mundial em direção a uma ener-
que seja impactado pelo declínio acentuado gia mais limpa vão continuar a sustentar o
da produção da Indonésia. crescimento da demanda de cobre.
  A economia mundial teve um bom desem-
Espera-se que a produção mundial de co- penho neste ano, com um crescimento pre-
bre refinado aumente em torno de 2,7% visto como similar ao de 2017.
em 2018 e 2019 respectivamente:   Contudo, a previsão do ICSG para o cres-
  Uma série de paralisações planejadas ou cimento do consumo mundial em 2018 foi
não planejadas e problemas operacionais ligeiramente reduzida em comparação à
nas principais fundições, principalmente na previsão anterior, devido principalmente à
Austrália, Índia e Filipinas, combinado com queda maior do que a esperada do consu-
uma baixa produção, menor do que a espe- mo em alguns países da Ásia e dos Estados
rado no Canadá, Chile e nos Estados Unidos Unidos. O crescimento mundial para 2019
resultou em uma revisão decrescente na continua essencialmente igual ao previsto
previsão do ICSG que definiu o crescimento anteriormente de 2,6%.
da produção mundial de cobre refinado em   A China vai continuar sendo o maior con-
2,7% (comparado com 4% em abril). tribuidor para o crescimento mundial do
  Esses problemas de produção são parcial- consumo de cobre. Apesar do crescimento
mente balanceados com fortes crescimen- real adjacente da demanda na China ser
tos nos países onde plantas estão sendo estimado, por alguns analistas, em torno
recuperadas de um trabalho de manuten- de 4,5% em 2018, a demanda aparente
ção realizado em 2017 e com crescimento chinesa deve crescer apenas 3,2%, segun-
na produção SX-EW através do reinício da do as previsões. Um crescimento menor é
capacidade da República Democrática do esperado para o ano de 2019 tanto para o
Congo que antes estava temporariamente consumo aparente como o consumo real.
encerrada.   A perspectiva para a União Europeia e para
  A China vai permanecer como o maior con- o Japão continua positiva, esperando-se
tribuinte para o crescimento da produção um crescimento maior do que o de 2017. O
mundial de cobre refinado em 2018 e 2019, consumo nos Estados Unidos está mais fra-
seguido da República Democrática do Congo. co este ano, mas deve ser recuperado em
  Após um crescimento de 5% em 2017, es- 2019. Espera-se que o consumo do World
pera-se que a produção secundária a partir Ex-China cresça em torno de 1% em 2018
da sucata não seja alterada esse ano. e mais 2,5% em 2019.
  Em 2019, a produção planejada de eletrolí-
ticos refinados pode acabar sendo limitada As projeções relativas ao balanço mundial
pela restrição na disponibilidade de con- do cobre refinado indicam um déficit em
centrados, resultando em um crescimento torno de 90,000 toneladas e 65,000 tone-
limitado de 2,7%. ladas para 2018 e 2019, respectivamente:

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
65
ESTATÍSTICAS STATISTICS

  O ICSG reconhece que os balanços do merca- ração mudanças de ações não reportadas
do mundial podem variar daqueles projetados [Gabinete de Reserva do Estado (SRB), pro-
devido a inúmeros fatores que podem alterar dutor, consumidor, comerciantes, ligados],
as projeções para produção e consumo. Neste que pode ser significativo em períodos de
contexto, é possível notar que os resultados estocagem ou não estocagem e que pode
dos atuais balanços de mercado, em ocasiões alterar visível e globalmente os balanços de
recentes, acabaram por se desviar da previsão demanda de oferta e procura.
do ICSG para o balanço de mercado por causa   As projeções atuais da ICSG são para um
de acontecimentos imprevistos. pequeno déficit de cerca de 90.000 tonela-
  Ao desenvolver seu balanço do mercado das métricas em 2018, comparado com um
mundial, o ICSG usa um cálculo para a de- excedente em torno de 40.000 toneladas
manda aparente para a China que não leva previsto em nosso encontro de Abril. A mu-
em consideração mudanças de ações não dança para o déficit é devido, principalmen-
reportadas [Gabinete de Reserva do Estado te, ao crescimento menor do que o anteci-
(SRB), produtor, consumidor, comerciantes, pado da produção de cobre refinado. Para
ligados]. A demanda aparente de cobre da 2019, esperamos que o mercado apresente
China é baseada somente em dados repor- um déficit em torno de 65.000 toneladas
tados [produção + comércio líquido +/- mu- comparado ao déficit de 330.000t previsto
danças de ação da bolsa Shangai Futures em Abril, principalmente por causa de revi-
Exchange (SHFE)] e não leva em conside- sões em alta na produção refinada. 

Previsão da oferta e consumo mundiais de cobre refinado


Milhares de toneladas métricas

Produção de minas Produção Refinados Consumo Refinados


REGIÕES
2017 2018 2019 2017 2018 2019 2017 2018 2019
África 1.957 2.155 2.434 1.278 1.437 1.654 208 208 210
América do Norte 2.638 2.568 2.700 1.847 1.799 1.855 2.304 2.249 2.297
América Latina 8.394 8.556 9.004 2.937 2.986 3.126 442 451 476
Asean-10 / Oceania 1.938 2.138 1.875 1.045 1.071 1.243 1.155 1.156 1.212
Ásia ex Asean/CIS 2.433 2.387 2.546 12.066 12.495 13.28 15.385 15.795 16.286
Ásia-CIS 861 851 851 439 428 447 103 106 106
União Europeia (EU) 963 918 899 2.728 2.727 2.806 3.238 3.339 3.342
Europa - outros 858 897 926 1.156 1.226 1.236 925 950 960
TOTAL 20.041 20.471 21.233 23.498 24.169 25.646 23.759 24.253 24.890
Ajuste Mundial (1) (2)
20.041 20.429 20.677 23.498 24.161 24.825 23.759 24.253 24.890
% mudança -1,6% 1,9% 1,2% 0,7% 2,8% 2,7% 0,7% 2,1% 2,6%
Balanço Mundial do Cobre Refinado (Consumo aparente básico da China) -261 -92 -65
1. Cálculo baseado na diferença entre a previsão da disponibilidade do cobre concentrado e a previsão do consumo na produção refinada.
2. Base: desvios médios das previsões dos 5 anos anteriores do ICSG.

Fonte: International Copper Study Group (ICSG)

66 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Copper market
forecast 2018/2019

T
he International Copper Study Group (ICSG) World refined production is expected to increase
met in Lisbon, Portugal on 1-2 October 2018. by around 2.7% in 2018 and 2019 respectively:
Government delegates and industry advisors  A series of planned and unplanned shutdowns
from most of the world’s leading copper producing and operational issues at major smelters mainly in
and using countries participated to discuss key issues Australia, India and the Philippines combined with
affecting the global copper market. In the meeting of lower than anticipated output in Canada, Chile,
the Statistical Committee, the ICSG view of the world and the United States has resulted in a downward
balance of refined copper production and use was revision in the ICSG forecast for growth in world
developed. refined production to 2.7% (compared to 4% in
April).
After a decline of 1.5% in 2017, world mine   These production problems are partially offsetting
production, after adjusting for historical strong increases in the countries where plants are
disruption factors, is expected to grow by recovering from maintenance work undertaken in
around 2% in 2018 and 1.2% in 2019: 2017 and growth in SX-EW output arising from the
 World mine production decreased by 1.5% in restart of temporary closed capacity in the DRC.
2017 due to significant supply disruptions and   China will remain the biggest contributor to world
a lack of significant output from new projects refined production growth in 2018 and 2019,
or expansions, but is expected to grow by 2% followed by the DRC.
this year.  After a growth of 5% in 2017 world secondary
  Most of the growth expected in 2018 is due to production from scrap is expected to be
the recovery from constrained output last year, unchanged this year
mainly in Chile and Indonesia, and the re-starting   In 2019, planned electrolytic refined production
of temporarily closed capacity in the DRC and is likely to be constrained by tightness in the
Zambia availability of concentrates resulting in a limited
  Incremental output from major projects/ increase of 2.7%.
expansions that started in 2015-2016 has
levelled off and less additional output is now World apparent refined usage is expected to
expected from the few new projects/expansions increase by around 2.1% in 2018 and 2.6% in
coming on stream this year. 2019:
 No major supply disruptions have occurred so   Sustained growth in copper demand is expected
far in 2018 and most labour negotiations have to continue because copper is essential to
been agreed. However, overall growth has been economic activity and even more so to the modern
negatively affected by lower output at some mines technological society. Infrastructure development
in Canada and operational problems in China, in major countries such as China and India and
Peru and the United States. As a consequence the global trend towards cleaner energy will
the ICSG growth forecast for mine production continue to support growth in copper demand.
has been revised down to 2% compared with the   The global economy has performed well this year
previous forecast of 2.9% made in April this year. with growth expected to be similar to that in 2017.
  Growth in 2019 world mine production, adjusted   However, ICSG forecast for world usage growth
for disruptions, is predicted to be around 1.2% in 2018 has been slightly reduced as compared
and is expected to be impacted by a sharp decline to previous forecast mainly due to weaker than
in Indonesian output. expected usage in some Asian countries and in

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
67
ESTATÍSTICAS STATISTICS

the United States. World growth for 2019 remains have on recent occasions deviated from ICSG
essentially unchanged to that foreseen previously market balance forecasts due to unforeseen
at 2.6%. developments.
  China will remain the biggest contributor to world  In developing its global market balance, ICSG
growth in copper usage. Although underlying uses an apparent demand calculation for China
“real” demand growth in China is estimated that does not take into account changes in
by some analysts to be around 4.5% in 2018, unreported stocks [State Reserve Bureau (SRB),
Chinese apparent demand is predicted to grow by producer, consumer, merchant/trader, bonded].
only 3.2%. Lower growth is expected in 2019 for Apparent copper demand for China is based only
both apparent and real usage. on reported data (production + net trade +/- SHFE
  The outlook for the EU and Japan remains positive stock changes) and does not take into account
with higher growth expected this year compared changes in unreported stocks [State Reserve
to 2017. Usage in the United States is weaker this Bureau (SRB), producer, consumer and merchant/
year but should recover in 2019. World ex-China trader], which can be significant during periods of
usage is expected grow by around 1% in 2018 stocking or de-stocking and which can markedly
and a further 2.5% in 2019. alter global supply-demand balances.
  Current ICSG projections are for a small deficit of
World refined copper balance projections about 90,000 metric tonnes (t) in 2018, compared
indicate a deficit of about 90,000 t and 65,000t to a surplus of about 40,000 t foreseen at our
for 2018 and 2019 respectively: April meeting. The switch to deficit is mainly due to
  ICSG recognizes that global market balances can lower than previously anticipated growth in refined
vary from those projected owing to numerous copper production. For 2019, we expect the market
factors that could alter projections for both to present a deficit of about 65,000t compared to a
production and usage. In this context it can be deficit of 330,000 t forecast in April, mainly due to
noted that actual market balance outcomes upward revisions in refined production. 

World refined copper usage and supply forecast


Thousand metric tonnes

Mine production Refined production Refined usage


REGIONS
2017 2018 2019 2017 2018 2019 2017 2018 2019
Africa 1,957 2,155 2,434 1,278 1,437 1,654 208 208 210
North America 2,638 2,568 2,700 1,847 1,799 1,855 2,304 2,249 2,297
Latin America 8,394 8,556 9,004 2,937 2,986 3,126 442 451 476
Asean-10 / Oceania 1,938 2,138 1,875 1,045 1,071 1,243 1,155 1,156 1,212
Asia ex Asean/CIS 2,433 2,387 2,546 12,066 12,495 13,28 15,385 15,795 16,286
Asia-CIS 861 851 851 439 428 447 103 106 106
European Union 963 918 899 2,728 2,727 2,806 3,238 3,339 3,342
Europe - others 858 897 926 1,156 1,226 1,236 925 950 960
TOTAL 20,041 20,471 21,233 23,498 24,169 25,646 23,759 24,253 24,890
World adjusted (1) (2) 20,041 20,429 20,677 23,498 24,161 24,825 23,759 24,253 24,890
% change -1.6% 1.9% 1.2% 0.7% 2.8% 2.7% 0.7% 2.1% 2.6%
World Refined Balance (China apparant usage basis) -261 -92 -65
1. Calculation based on the the difference between the projected availability of copper concentrate and the projected use in refined production.
2. Base: average deviations based on average ICSG forecast deviations for previous 5 years.

Source: International Copper Study Group (ICSG)

68 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
PROJETO

+55 (11) 4196-3645 | (11) 3443-0848 | www.copperindustria.ind.br


Números mundiais
Worldwide data

Mineração de cobre: os 20 principais países, 2017


Copper mine production: top 20 countries, 2017
Milhares de toneladas | Thousand tons

Chile | Chile
Peru | Peru
China | China
EUA | USA
Congo | Congo
Austrália | Australia
Zâmbia | Zambia
México | Mexico
Rússia | Russia
Cazaquistão | Kazakhstan
Indonésia | Indonesia
Canadá | Canada
Polônia | Poland
Brasil | Brazil
Mongólia | Mongolia
Irã | Iran
Espanha | Spain
Laos | Laos
Myanmar | Myanmar
Armênia | Armenia
0 1000 2000 3000 4000 5000 6000

Fonte | Source: International Copper Study Group (ICSG)

Produção de cobre refinado: os 20 principais países, 2017


Refined copper production: top 20 countries, 2017
Milhares de toneladas | Thousand tons

China | China
Chile | Chile
Japão | Japan
EUA | USA
Rússia | Russia
Índia | India
Congo | Congo
Alemanha | Germany
Coreia | Korea
Polônia | Poland
Zâmbia | Zambia
México | Mexico
Espanha | Spain
Bélgica | Belgium
Austrália | Australia
Cazaquistão | Kazakhstan
Peru | Peru
Canadá | Canada
Indonésia | Indonesia
Bulgária | Bulgaria
0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 8000 9000

Fonte | Source: International Copper Study Group (ICSG)

70 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Números mundiais
Worldwide data

Principais consumidores de cobre:


consumo por região e aplicação, 2017
Major uses of copper: usage by region and end use sector, 2017
Base: cobre contido, milhares de toneladas | Basis: copper content, thousand tonnes

31% Equipamentos
Equipment

Asia
Asia 68%

28% Construção civil


Civil construction

16% Infraestrutura
Infrastructure

Europa
Europe 17%
13% Transporte
Transport
Américas
13%
Americas
12% Industrial
Industrial
Outros países
Other countries 2%

Fonte | Source: International Wrought Copper Council (IWCC); International Copper Association (ICA)

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
71
Balança comercial
Trade balance

Semimanufaturados | Semimanufactured

Importações em valores
Imports in value
Milhões de US$ | US$ million

NCM | Heading 2013 2014 2015 2016 2017


Barras e arames | Bars and wires
Barras e perfis 7407.10.10 a/to
36,8 36,1 23,6 15,3 15,6
Bars and rods 7407.29.29
Fios de cobre ≤ 6 mm e fios de ligas de cobre 7408.19.00 a/to
18,5 18,2 12,3 13,3 22,6
Copper wires ≤ 6 mm and copper alloy wires 7408.29.90
Total | Total 55,3 54,3 35,9 28,6 38,2
Laminados | Rolled
Chapas e tiras de cobre e suas ligas > 0,15 mm 7409.11.00 a/to
13,6 9,8 8,9 5,5 7,5
Sheets and strips of copper and its alloys> 0.15 mm 7409.90.00
Folhas e tiras de cobre e suas ligas ≤ 0,15 mm 7410.11.10 a/to
10,8 7,6 4,7 8,2 9,7
Sheets and strips of copper and its alloys ≤ 0,15 mm 7410.12.00
Total | Total 24,4 17,4 13,6 13,7 17,2
Tubos e acessórios | Pipes and fittings
Tubos lisos cobre
7411.10.10 34,0 30,7 25,8 6,9 11,0
Plain copper tubes
Outros tubos de cobre
7411.10.90 69,5 55,2 43,0 19,1 26,1
Other copper pipes
Tubos ligas de cobre 7411.21.10 a/to
16,2 14,1 9,6 4,9 6,2
Copper alloy pipes 7411.29.90
Acessórios para tubos 7412.10.00 a/to
59,0 58,0 36,8 23,6 26,1
Pipe fittings 7412.20.00
Total | Total 178,7 158,0 115,2 54,5 69,4
Total Geral | Grand Total 258,4 229,7 163,7 96,8 124,9
Fonte | Source: MDIC/Comex Stat
Nota | Note:  NCM - Nomenclatura Comum do Mercosul | Harmonized Tariff Schedule of Mercosur

72 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Balança comercial
Trade balance

Semimanufaturados | Semimanufactured

Importações em volume
Imports in units
Mil toneladas | Thousand tons

NCM | Heading 2013 2014 2015 2016 2017


Barras e arames | Bars and wires
Barras e perfis 7407.10.10 a/to
5,2 5,2 3,6 2,6 2,2
Bars and rods 7407.29.29
Fios de cobre ≤ 6 mm e fios de ligas de cobre 7408.19.00 a/to
1,7 1,8 1,4 1,8 2,6
Copper wires ≤ 6 mm and copper alloy wires 7408.29.90
Total | Total 6,9 7,0 5,0 4,4 4,8
Laminados | Rolled
Chapas e tiras de cobre e suas ligas > 0,15 mm 7409.11.00 a/to
1,1 0,8 0,8 0,5 0,7
Sheets and strips of copper and its alloys> 0.15 mm 7409.90.00
Folhas e tiras de cobre e suas ligas ≤ 0,15 mm 7410.11.10 a/to
1,0 0,8 0,6 1,8 1,7
Sheets and strips of copper and its alloys ≤ 0,15 mm 7410.12.00
Total | Total 2,1 1,6 1,4 2,3 2,4
Tubos e acessórios | Pipes and fittings
Tubos lisos cobre
7411.10.10 3,7 3,4 3,3 1,0 1,3
Plain copper tubes
Outros tubos de cobre
7411.10.90 7,9 6,6 5,5 2,8 3,5
Other copper pipes
Tubos ligas de cobre 7411.21.10 a/to
1,5 1,4 0,9 0,6 0,8
Copper alloy pipes 7411.29.90
Acessórios para tubos 7412.10.00 a/to
2,9 2,9 2,1 1,4 1,6
Pipe fittings 7412.20.00
Total | Total 16,0 14,3 11,8 5,8 7,2
Total Geral | Grand Total 25,0 22,9 18,2 12,5 14,4
Fonte | Source: MDIC/Comex Stat
Nota | Note:  NCM - Nomenclatura Comum do Mercosul | Harmonized Tariff Schedule of Mercosur

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
73
Balança comercial
Trade balance

Semimanufaturados | Semimanufactured

Exportações em valores
Exports in value
Milhões de US$ | US$ million

NCM | Heading 2013 2014 2015 2016 2017


Barras e arames | Bars and wires
Barras e perfis 7407.10.10 a/to
17,0 21,2 19,1 21,1 32,7
Bars and rods 7407.29.29
Fios de cobre ≤ 6 mm e fios de ligas de cobre 7408.19.00 a/to
96,4 100,0 108,6 86,2 122,1
Copper wires ≤ 6 mm and copper alloy wires 7408.29.90
Total | Total 113,4 121,2 127,7 107,3 154,8
Laminados | Rolled
Chapas e tiras de cobre e suas ligas > 0,15 mm 7409.11.00 a/to
32,3 41,6 32,8 32,0 50,1
Sheets and strips of copper and its alloys> 0.15 mm 7409.90.00
Folhas e tiras de cobre e suas ligas ≤ 0,15 mm 7410.11.10 a/to
1,3 1,8 1,7 1,7 1,7
Sheets and strips of copper and its alloys ≤ 0,15 mm 7410.12.00
Total | Total 33,6 43,4 34,5 33,7 51,8
Tubos e acessórios | Pipes and fittings
Tubos lisos cobre
7411.10.10 31,6 43,8 38,6 45,3 56,6
Plain copper tubes
Outros tubos de cobre
7411.10.90 0,5 0,1 0,2 0,6 0,3
Other copper pipes
Tubos ligas de cobre 7411.21.10 a/to
3,0 1,8 2,0 1,7 1,3
Copper alloy pipes 7411.29.90
Acessórios para tubos 7412.10.00 a/to
6,0 5,6 5,2 4,0 4,4
Pipe fittings 7412.20.00
Total | Total 41,1 51,3 46,0 51,6 62,6
Total Geral | Grand Total 188,1 215,9 208,2 192,6 269,2
Fonte | Source: MDIC/Comex Stat
Nota | Note:  NCM - Nomenclatura Comum do Mercosul | Harmonized Tariff Schedule of Mercosur

74 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Balança comercial
Trade balance

Semimanufaturados | Semimanufactured

Exportações em volume
Exports in units
Mil toneladas | Thousand tons

NCM | Heading 2013 2014 2015 2016 2017


Barras e arames | Bars and wires
Barras e perfis 7407.10.10 a/to
1,9 2,5 2,9 4,0 5,1
Bars and rods 7407.29.29
Fios de cobre ≤ 6 mm e fios de ligas de cobre 7408.19.00 a/to
12,4 13,5 17,8 16,1 18,4
Copper wires ≤ 6 mm and copper alloy wires 7408.29.90
Total | Total 14,3 16,0 20,7 20,1 23,5
Laminados | Rolled
Chapas e tiras de cobre e suas ligas > 0,15 mm 7409.11.00 a/to
4,6 6,2 5,6 6,2 8,1
Sheets and strips of copper and its alloys> 0.15 mm 7409.90.00
Folhas e tiras de cobre e suas ligas ≤ 0,15 mm 7410.11.10 a/to
0,1 0,2 0,3 0,3 0,2
Sheets and strips of copper and its alloys ≤ 0,15 mm 7410.12.00
Total | Total 4,7 6,4 5,9 6,5 8,3
Tubos e acessórios | Pipes and fittings
Tubos lisos cobre
7411.10.10 3,6 5,0 5,3 7,8 7,9
Plain copper tubes
Outros tubos de cobre
7411.10.90 – – – 0,1 0,0
Other copper pipes
Tubos ligas de cobre 7411.21.10 a/to
0,2 0,1 0,2 0,1 0,2
Copper alloy pipes 7411.29.90
Acessórios para tubos 7412.10.00 a/to
0,3 0,3 0,3 0,2 0,2
Pipe fittings 7412.20.00
Total | Total 4,1 5,4 5,8 8,2 8,3
Total Geral | Grand Total 23,1 27,8 32,4 34,8 40,1
Fonte | Source: MDIC/Comex Stat
Nota | Note:  NCM - Nomenclatura Comum do Mercosul | Harmonized Tariff Schedule of Mercosur

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
75
Balança comercial
Trade balance

Cobre refinado | Refined copper


NCM 7403.11.00

Importações por país de origem


Imports by country of origin
Mil toneladas | Thousand tons Milhões de US$ | US$ million

País | Country 2013 2014 2015 2016 2017 2013 2014 2015 2016 2017
Chile | Chile 192,4 141,3 121,2 133,9 154,2 1.419,0 990,0 709,3 645,5 954,8
Peru | Peru 53,1 48,2 40,3 32,8 28,5 395,3 341,4 237,0 159,0 173,1
Rep. Dem. do Congo
– – – 1,1 1,0 – – – 5,2 6,0
Republic of Congo
Zâmbia / Zambia – – – – 1,1 – – – – 6,9

Fonte | Source: MDIC/Comex Stat


Nota | Note:  NCM - Nomenclatura Comum do Mercosul | Harmonized Tariff Schedule of Mercosur

Exportações por país de destino


Exports by country of destination
Mil toneladas | Thousand tons Milhões de US$ | US$ million

País | Country 2013 2014 2015 2016 2017 2013 2014 2015 2016 2017
China | China 79,2 35,7 102,2 75,0 36,6 584,2 252,02 558,2 355,6 232,0
Coreia do Sul | South Korea – – – 17,4 1,1 – – – 84,1 6,2
Cingapura | Singapore – – – 6,0 5,1 – – – 30,6 30,0
Holanda | Netherlands – – – 0,2 – – – – 0,9 –
Reino Unido | UK – – – – – – – – 0,4 0,1
Estados Unidos | USA 4,1 – – – – 32,6 – – – –
Colômbia | Colombia 1,8 – – – – 13,2 – – – –
Bélgica | Belgium – – – – – – – – – –
Paraguai | Paraguay – – – – – – – – – –
Grécia | Greece – – – – 0,2 – – – – 1,3
Bulgária | Bulgaria – – – – 0,1 – – – – 0,7

Fonte | Source: MDIC/Comex Stat


Nota | Note:  NCM - Nomenclatura Comum do Mercosul | Harmonized Tariff Schedule of Mercosur

76 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Perfil da indústria brasileira
Brazilian industry profile

Importação de concentrado de cobre - 2017


Import of copper concentrate - 2017

Concentrado de cobre Cobre contido Capacidade de produção


Copper concentrate Contained copper de catodo
(tons) (tons) Cathode production capacity
Paranapanema 562.729 168.794 68%
Importação total | Total import 562.729

Fonte | Source: Empresas associadas | ABCOBRE member companies

Exportação de concentrado de cobre - 2017


Export of copper concentrate - 2017

Capacidade de
Concentrado
Cobre contido processamento de
de cobre Volume / Saldo
Contained copper concentrado
Copper concentrate Volume / Balance
(tons) Concentrate
(tons)
processing capacity
Vale 922.065 276.619 82% –
Yamana 258.410 77.523 87% –
Avanco 31.164 12.474 – –
Mineração Caraíba 80.000* 24.000* – –
Outstanding – – – N/A
Exportação total | Total export 1.248.504 374.551,20
(*) Estimativa | Estimate
Fonte | Source: Empresas associadas | ABCOBRE member companies
Nota: Outstanding: saldo não identificado - diferença entre o volume total e o que é mapeado (grandes exportadores)
Note: Outstanding: unclassified balance - difference between the total unit and what is mapped (major exporters)

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
77
Perfil da indústria brasileira
Brazilian industry profile

Cobre refinado
Refined copper
2013 2014 2015 2016 2017
Faturamento total líquido - sem impostos (milhões de R$)
4.081,00 3.549,50 4.397,00 3.982,00 2.507,1
Total net revenue - without taxes (R$ million)
Impostos (milhões de R$)
762,0 707,2 688,0 378,0 199,7
Taxes (R$ million)
Imposto sobre o faturamento
18,7% 19,9% 15,6% 9,5% 7,96%
Share of tax on revenue
Empregos diretos (nº de colaboradores)
961 972 1.142 1.013 1.046
Direct jobs (number of employees)
Capacidade de produção (milhares de toneladas - cobre contido)
285 280 280 280 280
Production capacity (thousands of tons - contained copper)
Produção efetiva (milhares de toneladas - cobre contido)
261,0 241,4 240,0 226,0 143
Actual production (thousands of tons - contained copper)
Utilização da capacidade instalada (efetiva/capacidade)
91,6% 86,2% 86,0% 80,7% 51,0%
Installed capacity utilization (actual/capacity)
Produtividade média (toneladas/funcionário)
271,6 248,4 211,0 223,0 137,0
Average productivity (tons/employee)

Fonte | Source: Empresas associadas | ABCOBRE member companies

Semimanufaturados
Semimanufactured
2013 2014 2015 2016 2017
Faturamento total líquido - sem impostos (milhões de R$)
2.870,0 2.003,5 1.961,4 2.493,0 2.400,5
Total net revenue - without taxes (R$ million)
Impostos (milhões de R$)
624,0 404,8 336,7 487,1 521,7
Taxes (R$ million)
Imposto sobre o faturamento
21,7% 20,2% 17,2% 19,5% 22,0%
Share of tax on revenue
Empregos diretos (nº de colaboradores)
3.809 3.668 3.338 3.195 3.288
Direct jobs (number of employees)
Capacidade de produção (milhares de toneladas - cobre contido)
273,0 310,6 343,6 359,3 359,3
Production capacity (thousands of tons - contained copper)
Utilização da capacidade instalada (efetiva/capacidade)
52,2% 45,3% 37,4% 31,2% 31,5%
Installed capacity utilization (actual/capacity)
Produtividade média (toneladas/funcionário)
37,4 38,3 38,5 35,1 34,5
Average productivity (tons/employee)

Fonte | Source: Empresas associadas | ABCOBRE member companies

78 Anuário Brasileiro do Cobre


2018 Brazilian Copper Yearbook
Produção e consumo da indústria brasileira
Production and consumption of Brazilian industry

Produção
Production
Milhares de toneladas – Cobre contido | Thousand tons – contained copper

Produtos | Products 2013 2014 2015 2016 2017


Laminados | Rolled 35,3 37,3 28,7 31,8 32,6
Tubos/Conexões | Pipe/Fittings 34,6 40,2 33,0 34,5 35,2
Barras | Bars 50,1 43,2 36,2 35,5 34,5
Arames (1) | Wires (1) 22,6 19,9 30,6 10,3 11,16
Total | Total 142,6 140,6 128,5 112,1 113,46
(1)  Não inclui vergalhão de cobre/rebaixado/cordinhas (NCM 7408.11.00 e 7408.19.00)
   Does not include copper rebar/demoted/strings (NCM 7408.11.00 and 7408.19.00)

Consumo aparente de cobre


Copper apparent consumption
Milhares de toneladas | Thousand tons

2013 2014 2015 2016 2017


Produção nacional de cobre refinado - ICSG
(A) – 239,2 240 226 143
Domestic production of refined copper - ICSG
Geração de sucata
(B) – 120 120 90 80
Local scrap production
Importações - Comex Stat/MDIC
(C) – 189,5 161,47 201,7 220,0
Imports - Comex Stat/MDIC
Exportações - Comex Stat/MDIC
(D) – 42,2 102,2 170,0 122,0
Exports - Comex Stat/MDIC
Consumo aparente estimado
(A+B+C-D) 421,2 506,5 419,27 347,7 321,0
Estimated apparent consumption
Consumo em semimanufaturados
142,6 140,6 128,5 112,1 113,5
Usage in semimanufactured
Consumo em fios e cabos
250,5 329 262 213 186,5
Usage in cables and wires
Outros
28,1 36,9 29 23 21
Others
Fonte/Source: ABCOBRE.

80 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Tendências na capacidade de
mineração de cobre: 2000-2021
Trends in copper mining capacity: 2000‐2021

Concentrados

mil toneladas métricas / thousand metric tonnes, copper


8,0% – – 24.000

% crescimento / growth
Concentrates 7,0% – – 21.000

6,0% – – 18.000

5,0% – – 15.000
2018-2021
4,0% – 2012-2017 +2,6% – 12.000
2006-2011
+4,3%
2000-2005 +2,0%
3,0% – +3,1% – 9.000

TENDÊNCIA NO CRESCIMENTO MÉDIO / TREND IN AVERAGE GROWTH


2,0% – – 6.000

1,0% – – 3.000

0 – – 0
2000 2004 2008 2012 2016 2020

SX-EW

mil toneladas métricas / thousand metric tonnes, copper


8,0% – – 24.000
% crescimento / growth

SX-EW 7,0% – – 21.000

6,0% – – 18.000
TEN
DÊN
5,0% – CIA – 15.000
2000-2005 NO
CRE
+3,7% SCI
ME
4,0% – NTO – 12.000

DIO
/ TR
END
IN A
3,0% – 2006-2011
VER
AGE
– 9.000
GRO
+6,0% WT
H
2,0% – – 6.000
2012-2017
+1,0%
1,0% – 2018-2021 – 3.000
+1,8%
0 – – 0
2000 2004 2008 2012 2016 2020

Estima-se que a Capacidade de Mineração do Cobre atinja 25,9 milhões de toneladas de cobre em 2021, sendo 20% pro-
dução de SX-EW. Será 8% maior que a capacidade global de 23,9 milhões de toneladas de cobre registrada em 2017. Espe-
ra-se que o crescimento da capacidade de mineração de cobre seja em média 2,4% por ano, aumentando conforme uma nova
capacidade seja acrescentada à já existente e outras novas operações. A relação entre produção e capacidade é chamada de
taxa de utilização das capacidades. A taxa mundial de utilização das capacidades estava em torno de 84% em 2017.

Copper mining capacity is estimated to reach 25.9 million tonnes copper in 2021, with 20% being SX‐EW production. This will
be 8% higher than global capacity of 23.9 million tonnes copper recorded in 2017. Growth in copper mine capacity is expected
to average 2.4% per year going forward as new capacity is added at existing and some new operations. The ratio between pro-
duction and capacity is called the capacity utilization rate. The world mine capacity utilization rate was around 84% in 2017.

Fonte/Source: International Copper Study Group - The World Copper Factbook 2018.

Nota: Os dados de capacidade refletem as capacidades de produção e não necessariamente as previsões de produção.
Note: Capacity data reflects production capabilities not necessarily production forecasts.

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
81
Ações, preços e consumo de cobre
(Jan 2000-Mai 2018)
Copper stocks, prices and usage (Jan 2001‐May 2018)

3.375 – – 450
mil toneladas métricas / thousand metric tonnes, copper

Preço LME (centavos de dólar)/Lbs / Price LME (US cents/pounds)


3.000 – – 400

2.625 – – 350

2.250 – – 300

1.875 – – 250

1.500 – – 200

1.125 – – 150

750 – – 100

375 – – 50

0 – – 0
JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN JUL JAN
2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

Câmbio / Exchange

Produtores / Producers

Comerciantes / Merchants

Consumidores / Consumers

Média móvel de consumo sazonalmente ajustada dos últimos 3 meses / 3 months moving average copper usage seasonally adjusted

Preço LME (centavos de dólar/libras) / Price LME (US cents/pound)

Fonte | Source: International Copper Study Group - Copper Bulletin, Oct, 2018

82 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
Tendências de produção e consumo
mundiais do cobre refinado: 2012-2018
World refined copper production
and usage trends: 2012-2018
Mil toneladas métricas, cobre | Thousand metric tonnes, copper
2017 2018 2018
2012 2013 2014 2015 2016 2017
(P) JAN-JUN/JANJUN ABR/APR MAI/MAY JUN/JUN JUL/JUL
Produção mundial de mineração / World mine production 16,692 18,19 18,426 19,149 20,357 20,038 11,256 11,757 1,645 1,742 1,71 1,708
Capacidade mundial de mineração / World mine capacity 20,015 20,778 21,547 22,336 23,387 23,859 14,057 14,303 2,035 2,111 2,05 2,046
Utilização da capacidade de mineração (%)
83.4 87.5 85.5 85.7 87.0 84.0 80.1 82.2 80.8 82.6 83.4 83.5
Mine capacity utilization (%)
Produção primária de refinados / Primary refined production 16,598 17,255 18,575 18,897 19,471 19,443 11,116 11,176 1,569 1,654 1,605 1,624
Produção secundária de refinados / Secondary refined production 3,596 3,803 3,915 3,945 3,866 4,054 2,348 2,496 368 350 348 360
Produção mundial de refinados (secundário+primário)
20,194 21,058 22,49 22,843 23,338 23,497 13,465 13,672 1,937 2,003 1,953 1,984
World refined production (secondary+primary)
Produção de refinados sazonalmente ajustada – mensalmente (1)
1,946 1,976 1,979 1,995 1,981 1,971
Seasonally adjusted refined production - monthly (1)
Capacidade mundial de refinação / World refinery capacity 24,383 25,568 26,468 26,551 26,863 27,402 15,863 16,09 2,277 2,355 2,282 2,361
Utilização da capacidade de refinação (%)
82.8 82.4 85.0 86.0 86.9 85.7 84.9 85.0 85.1 85.1 85.6 84.0
Refineries capacity utilization (%)
Refinados secundários em % no total da produção de refinados
17.8 18.1 17.4 17.3 16.6 17.3 17.4 18.3 19.0 17.4 17.8 18.2
Secondary refined as % in total refined production
Consumo mundial de refinados (2) / World refined usage (2) 20,483 21,417 22,927 23,081 23,605 23,759 13,653 13,829 2,049 2,058 1,991 2,031
Consumo de refinados sazonalmente ajustada – mensalmente (1)
1,958 1,984 1,981 2 1,97 2,016
Seasonally adjusted world refined usage - monthly (1)
Bolsas mundiais de refinados – fim do período
1,376 1,325 1,334 1,505 1,375 1,383 1,489 1,454 1,64 1,652 1,586 1,454
World refined stocks – end of period
Período de alterações nas bolsas / Period stock change 171 -52 10 171 -130 8 113 71 -107 12 -65 -133
Balança de refinados (3) / Refined balance (3) -289 -359 -436 -239 -267 -262 -188 -157 -112 -55 -38 -47
Balança de refinados sazonalmente ajustada (4)
-80 -52 -2 -5 11 -45
Seasonally adjusted refined balance (4)
Balança de refinados sazonalmente ajustada
às alterações da bolsa chinesa (5) 279 -606 -460 -342 -255 -260 -125 -170 -110 -45 -40 -60
Refined balance adjusted for chinese bonded stock change (5)
Preço LME do cobre (6) / LME copper price (6) 7,95 7,322 6,862 5,494 4,863 6,166 5,781 6,82 6,838 6,822 6,955 6,248
Preço Comex do cobre (7) / Comex copper price (7) 361.32 333.69 312.05 250.54 219.85 280.53 263.14 306.98 308.76 306.40 311.71 279.13

Fonte | Source: International Copper Study Group - Copper Bulletin, Oct, 2018
(P) Preliminar / Preliminary
Notas | Notes: 
1. Veja a nota abaixo em Ajustes Sazonais. As colunas dos valores do ano até a altura representam médias mensais sazonalmente ajustadas.
See note below on seasonal adjustments. Figures in the year-to-date columns represent seasonally adjusted monthly averages.
2. Consumo Aparente de Refinados é usado para a União Europeia (EU - 15) ao invés de acumulação do consumo individual dos consumos de refinados nos países.
Apparent refined usage is used for the European Union (EU-15) instead of the accumulation of the individual countries’ refined usage.
3. Excedente ou déficit são calculados usando o total da produção refinada menos o consumo de refinados.
Surplus or deficit are calculated using total refined production minus refined usage.
4. Balança de Refinados é calculada usando a produção total de refinados sazonalmente ajustada menos o consumo de refinados sazonalmente ajustado.
Refined balance is calculated using seasonally adjusted total refined production minus seasonally adjusted refined usage.
5. Veja a nota abaixo em Balança de Refinados ajustada às alterações da Bolsa Chinesa.
See note below on refined balance adjusted for Chinese bonded stock change.
6. Médias para o período em dólares (dos EUA) por toneladas de cobre.
Averages for the period in US dollars per ton of copper.
7. Médias para o período em dólares (dos EUA) por libras de cobre.
Averages for the period in US cents per pound of copper.

Continua na página seguinte / To be continued on next page

Anuário Brasileiro do Cobre


Brazilian Copper Yearbook
2018
83
Tendências de produção e consumo
mundiais do cobre refinado: 2012-2018
World refined copper production
and usage trends: 2012-2018

Nota sobre a Balança de Refinados ajustada às alterações da Bolsa Chinesa


Note on refined balance adjusted for Chinese bonded stock change

Desde o Boletim de Janeiro de 2014, o Grupo Internacional de Estudos do Cobre (ICSG – International Copper Study Group) in-
troduziu um item adicional para a balança mundial aparente que inclui um ajuste para alterações esperadas em relação à Bolsa
Chinesa. Historicamente, o ICSG contava apenas em reportar os dados das ações em suas estatísticas e, assim, não contava
com as alterações não reportadas nas ações no cálculo do consumo aparente. Nos últimos anos, uma evidência anedótica
sugeriu que existia flutuações substanciais nos níveis das ações Chinesas e que o consumo aparente baseado no mercado,
produção e mudanças no intercâmbio de inventários podem não refletir adequadamente o uso industrial em um certo período
de tempo. O ICSG reconhece a distorção que esses movimentos não reportados das ações podem causar no cálculo da balança
mundial de cobre refinado e, efetivamente no Boletim de Janeiro de 2014, iria incluir um item adicional - Balança de Refinados
Sazonalmente Ajustada às alterações da Bolsa Chinesa. Como não há nenhum relatório de dados oficiais das ações chinesas,
o ICSG vai usar uma média das ações estimadas fornecidas por três consultores baseada na sua pesquisa e análise em anda-
mento do mercado de cobre Chinês para estimar as mudanças de inventário não reportadas.

Beginning in January 2014 Bulletin, the International Copper Study Group (ICSG) introduced an additional line item for apparent
world balance that includes an adjustment for assumed changes in Chinese bonded stocks. Historically, ICSG has only accounted
for reported stock data in its statistics and therefore did not account for unreported stocks change in the calculation of apparent
usage. In recent years anecdotal evidence has suggested that there have been substantial fluctuations in Chinese bonded stock
levels and apparent consumption based on trade, production, and changes in exchange inventories may not adequately reflect
industrial use in a given time period. ICSG acknowledges the distortion these unreported stock movements can cause in the
calculation of the world copper refined balance and, effective with the January 2014 Bulletin, will include an additional line item
- Refined World Balance Adjusted for Chinese Bonded Stock Changes. As there is no officially reported data for Chinese bonded
stocks, ICSG will use an average of stock estimates provided by three consultants based on their ongoing research and analysis
of the Chinese copper market to estimate the unreported inventory changes.

Nota sobre ajustes sazonais


Note on seasonal adjustments

O Grupo Internacional de Estudos do Cobre (ICSG) introduziu os ajustes sazonais na sua tabela de fornecimento e consumo para
ajudar a melhor avaliar o estado do mercado de cobre. A introdução do consumo refinado e da balança de refinados sazonal-
mente ajustados foi originalmente planejada para ter em conta os efeitos das variações em dias por mês e nos períodos de férias
em regiões-chave do cobre no mundo. Começando na edição de Abril de 2007 do Boletim de Cobre (Janeiro de 2007), o ICSG
iria usar o programa de ajuste sazonal do U.S. Census Bureau´s X-12 para calcular o consumo de refinado, produção e balança
sazonalmente ajustada para fornecer resultados mais analiticamente rigorosos e sazonalmente ajustados. Ajustes sazonais
também já haviam sido feitos em dados de anos anteriores.

The International Copper Study Group introduced seasonal adjustments in its supply usage table to help better assess the state
of the copper market. The introduction of seasonally adjusted refined usage and refined balance figures was originally intended
to account for the effects of variations in days per month and holiday periods in certain key copper using regions of the world.
Starting with the April 2007 edition of the Copper Bulletin (January 2007 data), the International Copper Study Group will be
using the U.S. Census Bureau’s X-12 seasonal adjustment program to calculate seasonally adjusted refined usage, production,
and balance figures in order to provide more analytically rigorous seasonally adjusted results. Seasonal adjustments have also
been made for data from past years.

84 2018
Anuário Brasileiro do Cobre
Brazilian Copper Yearbook
2018
Semimanufaturados

Transmissão /
Distribuição
(alumínio)
Laminados Extrudados/Trefilados Pad

Empresas

Cabos isolados de alumínio


Cabos nus de alumínio

Cabos 750 V classe 2

Cabos 750 V flexíveis


Fios sólidos 750 V
Catodo de cobre

Vergalhão 8mm

Cabos PP
Conexões

Arames
Chapas

Discos

Barras

Tubos
Perfis
Tiras
Fitas
Acome do Brasil Ltda.
Alcoa Alumínio S/A
Alubar Cabos S/A
Amphenol - TFC do Brasil S/A
Arbame S/A Material Elétrico e Eletrônico
Avanco
Belden Grass Valley Ind. Com. e Serviços Ltda.
Belmetal Indústria e Comércio Ltda.
Brasfio Indústria e Comércio Nordeste S/A
Cabelauto Brasil Cabos para Automóveis S/A
Cablena do Brasil Ltda.
Cabletech Cabos Ltda.
Cobremack Ind. Condutores Elétreicos Ltda.
Condex Indústria e Comércio Ltda.
Condumax - Eletro Metalúrgica Ciafundi Ltda.
Condupasqua Condutores Elétricos Ltda.
Conduspar Condutores Elétricos Ltda.
Coppersteel Bimetálicos Ltda.
Cordeiro Cabos Elétricos S/A
Eletrocal (Corfio) Ind. e Com. de Materiais Elétricos Ltda.
Furukawa Electric LatAm S/A
General Cable Brasil Ind. Com. Cond. Elétricos Ltda.
GL/Daneva Eletro - Eletrônicos Ltda.
Guzzi Indústria e Com. de Cond. Elétricos Ltda.
I.F.C. Ind. E Com. De Condutores Elétricos Ltda.
Induscabos Condutores Elétricos Ltda.
Italcabos Ltda.
JF Pasqua Condutores Eletricos Ltda.
Lamesa Cabos Elétricos Ltda.
Mega Fios Ltda. (Copperline)
Megacabos Ind. Com. Cabos Especiais Ltda.
Mineração Caraíba
MPT Fios e Cabos Especiais Ltda.
Nambei Ind. Com. de Cond. Elétricos Ltda.
Nexans Brasil S/A
Nova Fios Esmaltados Ltda.
Novelis do Brasil Ltda.
Perfil Condutores Elétricos Ltda.
PPE Fios Esmaltados S/A
Prysmian Cabos e Sistemas do Brasil S/A
RFS Brasil Telecomunicações Ltda.
São Marco Indústria e Comércio Ltda.
Sil Fios e Cabos Elétricos
Vale S/A
Vathisa Ind. e Com. de Plásticos Ltda.
Yamana

Fonte | Source: Sindicel, ABCOBRE ZTT do Brasil Ltda.


Cabos 1kV classe 2

dronizados
Cabos 1kV flexíveis

Cabos de solda

Cordões flexíveis paralelos

Cordões flexíveis torcidos

Fios de cobre nus

Cabos de baixa tensão até 3kV isolados com EPR

Cabos de baixa tensão até 3kV isolados com XLPE

Cabos de média tensão até 33 kV isolados com EPR

Cabos de média tensão até 33 kV isolados com XLPE

Cabos concêntricos (anti-furto)


Energia

Cabos de comando, controle e sinalização

Cabos de instrumentação

Cabos lides de motores

Cabos livre de halogênio e baixa emissão de fumaça

Cabos para a indústria de mineração


Condutores elétricos

Cabos para altas temperaturas

Fios esmaltados

Fios isolados com papel

Fios isolados com fibras


Esmaltados

Fios isolados com algodão

Cabos transpostos

Fios telefônicos

Cabos telefônicos metálicos

Cabos telefônicos ópticos

Cabos coaxiais
Telecomunicações

Cabos para transmissão de dados

Cordões com plugues

Cabos de alta tensão acima 33 kV isolados com EPR

Cabos de alta tensão acima 33 kV isolados com XLPE

Cabos isolados em papel ou isolados


a óleo fluído para tensões acima de 1kV

Cabos para bombas submersas (indústria petroleira)


(especiais/outros)

Cabos para indústria automobilística


Condutores elétricos

Cabos umbilicais (indústria petroleira)

Rabichos e cordoalhas

Concentrado de Cobre

Produtos de alumínio
Empresas & Produtos
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO COBRE - ABCOBRE
Alameda Vicente Pinzon, 144, conjunto 103
Edifício Number One - Vila Olímpia
04547-130 - São Paulo - SP
Tel. +55 (11) 3044 5355
www.abcobre.org.br