Você está na página 1de 489

2388 e 2399

Colheitadeira
Axial-Flow®
Manual do Operador
P.I.N. Y6C621900 e Posterior
CNH LATIN AMERICA LTDA.
Av. Juscelino K. de Oliveira, 11.825
Impresso no Brasil Curitiba, PR 81450-903 Brasil
87581917
ESTE SÍMBOLO DE ALERTA DE SEGURANÇA INDICA MENSAGENS DE MANUAIS TÉCNICOS CASE
SEGURANÇA IMPORTANTES NESTE MANUAL. QUANDO VIR ESTE

! SÍMBOLO, LER CUIDADOSAMENTE A MENSAGEM QUE O SEGUE E


ESTAR ALERTA PARA A POSSIBILIDADE DE LESÕES PESSOAIS OU
MORTE. M171C
Os manuais se encontram disponíveis no seu
Concessionário para operação, manutenção e reparação de
Se os Decalques de Segurança desta máquina usarem as palavras Perigo, Advertência ou sua máquina. Para obter um atendimento adequado, entre
Cuidado, estas são assim definidas: em contato com o seu Concessionário para obter auxílio na
● PERIGO: indica uma situação de perigo imediato que, se não evitada, poderá resultar em obtenção de manuais para sua máquina.
morte ou em graves ferimentos. A cor associada a Perigo é VERMELHO.
● ADVERTÊNCIA: indica uma situação de perigo potencial que, se não evitada, poderá
resultar em morte ou em graves ferimentos. A cor associada a Advertência é LARANJA. O seu Concessionário pode solicitar os manuais de
● CUIDADO: indica uma situação de perigo potencial que, se não evitada, poderá resultar operador, catálogos de peças, manuais de serviço e
em ferimentos leves ou moderados. Também pode ser usado para alertar contra práticas registros de manunteção.
inseguras. A cor associada a Cuidado é AMARELO.
Se os Decalques de Segurança nesta máquina forem do tipo de duas placas gráficas padrão
ISO, os adesivos são assim definidos: Sempre fornecer o Nome da Máquina, Modelo e P.I.N.
● A primeira placa indica a natureza do perigo. (número de identificação do produto) ou S.N. (número de
● A segunda placa indica a anulação adequada do perigo.
● A cor de fundo é AMARELO.
série) de sua máquina, de forma que o Concessionário
● Símbolos de proibição como e PARE se usados, estão em VERMELHO. possa fornecer os manuais corretos para a sua máquina.

OBSERVAÇÃO: a CNH LATIN AMERICA LTDA. se reserva o direito de

! ADVERTÊNCIA realizar melhorias no projeto ou mudanças nas especificações a qualquer


momento sem incorrer em qualquer obrigação de instalá-las em unidades
já vendidas.
A OPERAÇÃO INADEQUADA DESTA MÁQUINA PODE CAUSAR LESÕES GRAVES
OU MORTE. ANTES DE USAR ESTA MÁQUINA, CERTIFICAR-SE DE QUE CADA
OPERADOR:

● Seja orientado sobre o uso seguro e adequado da máquina.


● Leia e compreenda o(s) Manual(is) relativo(s) a esta máquina.
● Leia e compreenda TODOS os Decalques de Segurança da máquina.
● Afaste outras pessoas da área.
● Aprenda e pratique o uso seguro dos controles da máquina em uma área
segura e vazia antes de operar a máquina no local de trabalho.
É responsabilidade do operador observar as leis e os regulamentos pertinentes
e seguir as instruções Case LLC sobre a operação e manutenção da máquina.

© 2006 CNH LATIN AMERICA LTDA. 87581917


JULHO,2006
CASE e IH são marcas registradas da CNH LATIN AMERICA LTDA.
SUMÁRIO GERAL
1 - AO PROPRIETÁRIO .....................................................................................................1

2 - NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO ..................................................................................3


NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DE SÉRIE ...................................3

3 - SEGURANÇA/DECALQUES ........................................................................................5
SEGURANÇA ................................................................................................................5
EXTINTOR DE INCÊNDIO ..........................................................................................10
FREIO DE ESTACIONAMENTO .................................................................................10
LUZ DE ADVERTÊNCIA DE PERIGO/INTERRUPTOR DE DESATIVAÇÃO DO FREIO
DE ESTACIONAMENTO .............................................................................................13
ILUMINAÇÃO GIRATÓRIA - SE EQUIPADO .............................................................13
OPERAÇÃO EM ESTRADA ........................................................................................14
LASTRO DA COLHEITADEIRA ..................................................................................16
CINTOS DE SEGURANÇA .........................................................................................18
SISTEMA DE PARTIDA EM NEUTRO ........................................................................19
SISTEMA DE PRESENÇA DO OPERADOR ..............................................................20
DECALQUES DE SEGURANÇA .................................................................................21
DECALQUES DE INFORMAÇÕES .............................................................................31

4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES .................................................................................35
PAINEL DE INSTRUMENTOS ....................................................................................35
TACÔMETRO DIGITAL ...............................................................................................42
CONTROLES OPERACIONAIS ..................................................................................48
CALIBRAÇÃO DA COLHEITADEIRA .........................................................................79
APÓS CONECTAR A UMA PLATAFORMA ................................................................87
CALIBRAÇÃO DO SOLO ............................................................................................87
DIAGNÓSTICO DA COLHEITADEIRA .......................................................................89
ANTES DE LIGAR O MOTOR .....................................................................................93
TESTE DA LUZ INDICADORA E DO ALARME ..........................................................94
PROCEDIMENTO DE AMACIAMENTO .....................................................................95
PROCEDIMENTO NORMAL DE PARTIDA ................................................................96
PARADA DO MOTOR .................................................................................................99
OPERAÇÃO EM BAIXA TEMPERATURA ................................................................100
PREPARAÇÕES PARA O TRANSPORTE ...............................................................102
GANCHOS T DE FIXAÇÃO ......................................................................................103
LOCAIS DOS PONTOS DE FIXAÇÃO ......................................................................104
REBOQUE .................................................................................................................105
LUZES DE ADVERTÊNCIA, SINALEIRAS DIRECIONAIS E EMBLEMA DE VEÍCULO
EM DESLOCAMENTO LENTO (VDL) .......................................................................107

5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO ................................................................................109


TACÔMETRO DIGITAL .............................................................................................109
OPERAÇÃO DA COLHEITADEIRA ..........................................................................110
CONEXÕES DA COLHEITADEIRA E DA PLATAFORMA .......................................113
CONEXÃO DA PLATAFORMA DE MILHO ...............................................................128
CONTROLES DA PLATAFORMA .............................................................................136
MONITOR DA RETRILHA .........................................................................................144
MONITOR DE VELOCIDADE DO EIXO ...................................................................145
MONITOR DE VARREDURA DE GRÃOS ................................................................147
OPERAÇÃO DO ALIMENTADOR .............................................................................152
OPERAÇÃO DO DESCARREGADOR ......................................................................160
ESCADA DO OPERADOR ........................................................................................162
FIELD TRACKER® (SE EQUIPADO) .......................................................................165

I
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO .......................................................................................... 173
OPERAÇÃO DE CAMPO .......................................................................................... 173
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DO SISTEMA DE SEPARAÇÃO E TRILHA ......... 177
CORTE E ALIMENTAÇÃO ........................................................................................ 180
ACUMULADOR DO CONTROLE DE PERCURSO (SE EQUIPADO) ...................... 189
TRILHA E SEPARAÇÃO ........................................................................................... 192
ROTOR ..................................................................................................................... 197
CÔNCAVO ................................................................................................................ 207
GRELHAS ................................................................................................................. 214
LIMPEZA DE GRÃOS ............................................................................................... 216
BASE DO SEM-FIM .................................................................................................. 218
VENTILADOR DE LIMPEZA ..................................................................................... 220
PENEIRA SUPERIOR ............................................................................................... 223
PENEIRAS INFERIORES ......................................................................................... 230
MANUSEIO DE GRÃOS E DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAL .................................... 235
ELEVADORES .......................................................................................................... 237
TANQUE GRANELEIRO E DESCARREGADOR ..................................................... 240
PARAFUSO-FUSÍVEL DO ACIONAMENTO DO DESCARREGADOR .................... 242
MONTAGEM DA EXTENSÃO DO TANQUE GRANELEIRO .................................... 243
MONTAGEM DA LONA DO TANQUE GRANELEIRO ............................................. 244
BATEDOR DE DESCARGA ...................................................................................... 245
DISTRIBUIDORES DE PALHA E DISTRIBUIDORES DE
PALHA/PALHIÇO (SE EQUIPADO) .......................................................................... 246
PICADOR DE PALHA (SE EQUIPADO) ................................................................... 250
ENFARDAMENTO DA PALHA ................................................................................. 254
PERDA DE SEMENTES ........................................................................................... 255
ENGATE TRASEIRO PARA REBOQUE - SE EQUIPADO ...................................... 263

7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO ........................................ 265


CALIBRAÇÃO DO PNEU .......................................................................................... 265
QUADRO DE PRESSÃO DOS PNEUS .................................................................... 267
RODAS DE TRAÇÃO ................................................................................................ 268
RODAS DE DIREÇÃO .............................................................................................. 275
EIXO DE ACIONAMENTO ........................................................................................ 277
EIXO DE DIREÇÃO .................................................................................................. 279
ACIONAMENTO DA RODA-GUIA DE POTÊNCIA (SE EQUIPADO) ....................... 284
PESOS DO EIXO DE DIREÇÃO – LASTRO ............................................................ 288

8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS ...................................................................... 291


PROTEÇÕES E PAINÉIS LATERAIS ....................................................................... 291
HORÍMETRO DO MOTOR ........................................................................................ 293
AMBIENTE ................................................................................................................ 293
PEÇAS DE PLÁSTICO E DE RESINA ...................................................................... 293
TABELA DE LUBRIFICAÇÃO/MANUTENÇÃO ........................................................ 294
GRAXEIRAS - SUPERIORES ................................................................................... 297
GRAXEIRAS - LADO ESQUERDO ........................................................................... 300
GRAXEIRAS - LADO DIREITO ................................................................................. 303
GRAXEIRAS - EIXO TRASEIRO .............................................................................. 308
LUBRIFICAÇÃO DA CORRENTE E DA ESTEIRA ................................................... 312
ESPECIFICAÇÕES DE SERVIÇO DA COLHEITADEIRA ........................................ 314
LUBRIFICAÇÃO DO MOTOR ................................................................................... 316
SISTEMA DE ARREFECIMENTO ............................................................................ 321
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL .................................................................................. 327
SISTEMA DE ADMISSÃO DE AR ............................................................................. 332

II
TRANSMISSÃO ........................................................................................................336
REDUTOR FINAL ......................................................................................................337
RESERVATÓRIO E FILTROS DE ÓLEO HIDRÁULICO ..........................................338
REMOÇÃO DE AR DO SISTEMA DE PROPULSÃO ...............................................342
ALOJAMENTO DA TDF ............................................................................................344
CAIXA DE ENGRENAGENS DO ALIMENTADOR E DO
VENTILADOR DE LIMPEZA .....................................................................................345
CAIXA DE ENGRENAGENS DO REVERSOR .........................................................346
ABAIXAR A CAIXA DE ENGRENAGEM DO DESCARREGADOR ..........................347
CAIXA DE ENGRENAGEM DO ROTOR ..................................................................348
PICADOR DE PALHA (SE EQUIPADO) ...................................................................349
LUBRIFICAÇÃO DO ROLAMENTO DO VOLANTE DE DIREÇÃO ..........................350
CABINE DO OPERADOR .........................................................................................351

9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES ........................................................................................353
PREVENÇÃO DE INCÊNDIO - ÁREA DO MOTOR ..................................................353
CORREIA DO VENTILADOR DO MOTOR E DO ALTERNADOR ............................354
CORREIA DO COMPRESSOR DO AR CONDICIONADO .......................................355
CORREIA DE ACIONAMENTO DO ROTOR ............................................................356
AJUSTE DA CORREIA .............................................................................................361
CORREIA DE ACIONAMENTO DO SEPARADOR ..................................................363
REMOÇÃO DA CORREIA .........................................................................................364
CORREIA DE ACIONAMENTO AUXILIAR DA BOMBA ...........................................368
INSTALAÇÃO E AJUSTE DA CORREIA ..................................................................369
CORREIA DE ACIONAMENTO DO DESCARREGADOR DO
TANQUE GRANELEIRO ...........................................................................................371
CORREIA DE ACIONAMENTO DO EIXO SECUNDÁRIO DO ALIMENTADOR ......378
CORREIA DE ACIONAMENTO DO SEPARADOR ..................................................381
CORREIA DE ACIONAMENTO DO VENTILADOR DE LIMPEZA ............................386
CORREIA DO EIXO SECUNDÁRIO DO VENTILADOR DE LIMPEZA ....................389
CORREIA DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR .....................................................393
CORREIA DE ACIONAMENTO DO DISTRIBUIDOR DE PALHA ............................396
CORREIA DE ACIONAMENTO DO PICADOR DE PALHA ......................................399
CORRENTE DO DESCARREGADOR DO TANQUE GRANELEIRO .......................401
CORRENTE DE ACIONAMENTO DO SEM-FIM HORIZONTAL TRASEIRO ..........402
AJUSTE DA EMBREAGEM DESLIZANTE DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR ..403
CORRENTE DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR DA RETRILHA .........................404
CORRENTE DO TRANSPORTADOR DO ELEVADOR DA RETRILHA ...................405
CORRENTE DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR DE GRÃOS LIMPOS ...............406
CORRENTE DO TRANSPORTADOR DO ELEVADOR DE GRÃOS LIMPOS .........407
CORRENTE DE ACIONAMENTO DO COLETOR DE PEDRAS ..............................409
CORRENTE DO TRANSPORTADOR DO ALIMENTADOR .....................................411
AJUSTE DO PEDAL DE APROXIMAÇÃO LENTA ...................................................414
AJUSTES DO ALIMENTADOR .................................................................................415
DISTRIBUIDOR DE PALHA ......................................................................................419
ACIONAMENTO DO SEPARADOR ..........................................................................420
CÔNCAVOS E GRELHAS ........................................................................................422
PICADOR DE PALHA (SE EQUIPADO) ...................................................................426
SISTEMA DE ARREFECIMENTO .............................................................................428
INJETORES DE COMBUSTÍVEL ..............................................................................430
AJUSTE DA FOLGA DO BALANCIM À VÁLVULA ...................................................430

III
10 - SISTEMA ELÉTRICO ........................................................................................... 431
ESPECIFICAÇÕES ELÉTRICAS .............................................................................. 431
SISTEMA DE CARGA DO ALTERNADOR ............................................................... 437
BATERIAS ................................................................................................................. 439
SUBSTITUIÇÃO DO BULBO DA LÂMPADA ............................................................ 444
PREPARAÇÃO PARA A ARMAZENAGEM .............................................................. 449

11 - ARMAZENAMENTO ............................................................................................... 449


RETIRADA DO ARMAZENAMENTO ........................................................................ 451

12 - DECALQUES INFORMATIVOS .............................................................................. 455


DECALQUES INFORMATIVOS ................................................................................ 455

13 - ESPECIFICAÇÕES ................................................................................................. 457


MOTOR DIESEL ....................................................................................................... 457
TREM DE FORÇA ..................................................................................................... 458
MÁQUINA COMUM ................................................................................................... 459
VELOCIDADES DE DESLOCAMENTO APROXIMADAS ........................................ 463
MEDIDAS GERAIS APROXIMADAS ........................................................................ 466
PESOS DE EMBARQUE APROXIMADOS ............................................................... 468

INDICE DETALHADO .................................................................................................... 473

IV
1 - AO PROPRIETÁRIO

AO PROPRIETÁRIO
Ler este manual antes de ligar o motor ou operar a Colheitadeira Axial Flow®. Consultar o
Índice Detalhado no final deste manual para localizar itens específicos da máquina. Para
obter mais informações, consultar o revendedor local.

Se a sua Colheitadeira estiver equipada com o Monitor de Rendimento AFS, consultar o


Manual do Monitor de Rendimento da Case IH no final deste Manual do Operador. Se a
sua Colheitadeira estiver equipada com o Sistema de Posicionamento Global, consultar o
Manual do Operador do GPS da Case IH para obter as informações de operação.

O revendedor pode fornecer assistência com os serviços e peças aprovados da CNH


America LLC. O revendedor possui técnicos especialmente treinados que conhecem os
melhores métodos de reparo e manutenção para a colheitadeira.

Entrar em contato com o revendedor se necessitar qualquer assistência ou informações.

RD02E239

OBSERVAÇÃO: Quando você estiver sentado na Colheitadeira, olhando para a frente,


os lados direito e esquerdo da mesma são os das suas mãos direita e esquerda.

1
1 - AO PROPRIETÁRIO

Compartimento de Armazenagem do Manual


Manter o Manual do Operador no
compar timento de ar mazenagem
localizado atrás do banco do operador. O
Manual do Operad or deve e sta r
disponível para todos os operadores.

RD02E135

2
2 - NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO
NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DE SÉRIE
Escrever o número do modelo da máquina, o P.I.N. (Número de Identificação do
Produto) e os Números de Série dos componentes principais da máquina nas
linhas correspondentes. Se necessário, fornecer esses números para o
revendedor quando precisar de peças ou de informações sobre a máquina.

RH04E016
PLACA DO NÚMERO DO MODELO E DO NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO

Localização dos Números Eixo Dianteiro Lado


de Identificação Esquerdo
Número de Identificação do
Produto

PAG.3-B

RD05F0

PAG.3-C

3
2 - NÚMEROS DE IDENTIFICAÇÃO

Número de Série do Motor

RD05D074

Número do Modelo da Colheitadeira __________________________________

Número de Identificação do Produto __________________________________

Número de Série do Motor __________________________________________

4
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

SEGURANÇA
Entender que a segurança pessoal e a segurança de outras pessoas são medidas pela
forma em que esta máquina é mantida e operada. Conhecer as posições e operação de
todos os controles antes de operá-los. CERTIFICAR-SE DE VERIFICAR TODOS OS
CONTROLES EM UMA ÁREA SEGURA ANTES DE COMEÇAR O TRABALHO.

LER TODO ESTE MANUAL e verificar se entendeu a operação dos controles. Todo
equipamento tem um limite.

As informações de segurança fornecidas neste manual não substituem os códigos de


segurança, obrigações de seguro, bem como as leis federais, estaduais e locais. Verificar
se a máquina possui os equipamentos corretos exigidos pelas leis e regulamentos locais.

A CNH America LLC trabalha continuamente para a sua segurança, fabricando


colheitadeiras com a melhor proteção e criando estas regras para operação segura.

ESTE SÍMBOLO DE ALERTA DE SEGURANÇA INDICA MENSAGENS DE


SEGURANÇA IMPORTANTES DESTE MANUAL. QUANDO VIR ESTE SÍMBOLO,
! LER CUIDADOSAMENTE A MENSAGEM QUE O SEGUE E ESTAR ALERTA
PARA A POSSIBILIDADE DE LESÕES PESSOAIS OU MORTE. M171C

! Regras de Segurança !
● Operar os controles somente quando estiver sentado no assento do operador. R137A

● Nunca operar a máquina sem proteções. R423

● Nunca reabastecer a máquina com combustível quando o motor estiver quente ou


funcionando. Nunca fumar ao reabastecer com combustível. R139C

● O vazamento de óleo hidráulico ou combustível diesel sob pressão pode penetrar na


pele e causar infecção ou outras lesões.
Para Evitar Lesões Pessoais:
- Liberar toda a pressão antes de desconectar as linhas de fluido ou realizar serviços
no sistema hidráulico.- Antes de aplicar pressão, certificar-se de que todas as
conexões estejam apertadas e os componentes estejam em boas condições.
- NUNCA usar as mãos para verificar vazamentos suspeitos sob pressão.
- Usar um pedaço de papelão ou madeira para esse fim.
- Se houver lesões provocadas por vazamento de fluidos, consultar o médico
imediatamente. R149C

5
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

● O motor poderá ser ligado quando o interruptor de segurança ou de neutro for


desviado:
1. Não conectar em terminais do motor de partida.
2.Conectar uma bateria auxiliar ligando o terminal positivo da bateria auxiliar ao
“terminal positivo” disponível na parte dianteira esquerda da máquina ou ao
terminal positivo da bateria da máquina. Conectar o terminal negativo da bateria
auxiliar ao chassi da máquina.
3. Quando necessário, reparar os componentes do sistema elétrico prontamente de
modo a impedir uma “ligação direta”.
O movimento involuntário da máquina pode ferir ou matar o operador ou pessoas
próximas. R107D

● A velocidade de deslocamento deve ser tal que permita o controle completo, mantendo
sempre a estabilidade da máquina. Quando possível, evitar operar perto de diques,
aterros e buracos. Reduzir a velocidade quando virar, operar em elevações e em
superfícies acidentadas, escorregadias ou enlameadas. R109B

● O encontro de tráfego de estrada em alta velocidade e máquinas de deslocamento


lento pode provocar ferimentos pessoais ou morte. Nas estradas, usar pisca-pisca/
luzes de acordo com as leis locais. Manter o emblema SMV visível. Encostar à direita
para deixar o tráfego mais rápido passar. Diminuir a velocidade e sinalizar antes de
desligar. R110E

● A Trava do Freio é usada para travar os Pedais do Freio juntos. Os pedais do freio
devem estar travados para rodar em estradas. Isto garantirá a aplicação uniforme do
freio e a capacidade máxima de frenagem. R112B

● Jamais operar o motor em um prédio fechado. Uma ventilação adequada é necessária


sob todas as circunstâncias. R142A

● Verificar e executar os serviços no sistema de refrigeração de acordo com as


instruções de manutenção. O líquido refrigerante quente pode respingar se a tampa
do tanque de desaeração for removida enquanto o sistema ainda estiver quente. Para
remover a tampa do tanque de desaeração, deixar o sistema esfriar, girá-la até o
primeiro entalhe e aguardar até que toda a pressão seja liberada. A remoção rápida da
tampa do tanque de desaeração pode causar queimaduras. M513

● É uma boa prática manter um extintor de incêndio na máquina. Certificar-se de que o


extintor seja mantido corretamente e conhecer sua utilização adequada. R102B

● Devido à natureza inflamável dos materiais de cultura encontrados pelas


colheitadeiras, os riscos de incêndio são altos. Esse risco pode ser minimizado pela
remoção freqüente de material de cultura acumulado na máquina e pela verificação de
componentes da máquina superaquecidos. No caso de vazamento de óleo, reapertar
parafusos ou substituir juntas conforme necessário. R363

● Em estradas estreitas ou íngremes, ou em curvas fechadas - onde veículos


automotores podem encontrar-se repentinamente com trânsito em movimento lento,
tomar cuidados adicionais, como ter dois veículos adiante/atrás da Colheitadeira para
advertência e/ou remover a Plataforma e transportá-la em separado. R751

6
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

! Segurança Pessoal !
Neste manual e nos decalques de segurança da máquina, serão encontradas declarações
de precaução: PERIGO, ADVERTÊNCIA ou CUIDADO seguidos por instruções
específicas ou símbolos de segurança ISO de duas placas. Essas precauções foram
criadas para sua segurança pessoal.

Não seguir as instruções de PERIGO, ADVERTÊNCIA ou CUIDADO poderá resultar em


graves lesões pessoais ou até mesmo a morte.

PERIGO, ADVERTÊNCIA ou CUIDADO são definidos da seguinte forma:

● PERIGO: indica uma situação de perigo imediato que, se não evitada, resultará em
morte ou em lesões graves. A cor associada a Perigo é VERMELHO.

● ADVERTÊNCIA: indica uma situação de perigo potencial que, se não evitada, poderá
resultar em morte ou em lesões graves. A cor associada a Advertência é LARANJA.

● CUIDADO: indica uma situação de perigo potencial que, se não evitada, poderá
resultar em ferimentos leves ou moderados. Também pode ser usada para alertar
contra práticas inseguras. A cor associada a Cuidado é AMARELO.

Os decalques dos símbolos de segurança ISO de duas placas são definidos a seguir:

● A primeira placa indica a natureza do perigo.

● A segunda placa indica a anulação adequada do perigo.

● A cor de fundo é AMARELO.

● Símbolos de proibição como e PARADA se usados, estão em VERMELHO.

7
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

Trava de Segurança do Alimentador


O cilindro de elevação esquerdo do alimentador é equipado com uma trava de segurança.
A trava de segurança é usada para evitar o abaixamento acidental do alimentador ou da
plataforma. SEMPRE engatar a trava de segurança do alimentador antes de trabalhar sob
o mesmo ou sob a plataforma.

PARA ENGATAR A TRAVA DE SEGURANÇA DO ALIMENTADOR:

1. Elevar o alimentador até a altura


máxima.
3
2. Puxar o pino-trava (1) para fora para
liberar a(s) trava(s) de segurança do 1
alimentador (2). Abaixar a(s) trava(s)
de segurança do alimentador sobre a
h a s te d o c i l i n d ro d e e l eva ç ã o
Esquerdo (3).

RD01H174

PARA DESENGATAR A TRAVA DE SEGURANÇA DO ALIMENTADOR:


Girar a trava de segurança do
alimentador (2) para cima para engatar o 2
pino-trava (1). 1

RD01H175

ADVERTÊNCIA: sempre DESLIGAR o motor, remover a chave e acionar a trava


de segurança na posição do cilindro de elevação antes de trabalhar sob a
! Plataforma ou o alimentador. A falha no acionamento da trava de segurança do
alimentador pode resultar em lesões ou morte. M184D

8
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

! PREVENÇÃO DE INCÊNDIO OU EXPLOSÃO !


● Devido à natureza inflamável dos materiais de cultura encontrados pela colheitadeira,
os riscos de incêndio são altos. Esse risco pode ser minimizado pela remoção
freqüente de material de cultura acumulado na máquina e pela verificação de
componentes da máquina superaquecidos. No caso de vazamento de óleo, reapertar
parafusos ou substituir as juntas conforme necessário. M363

● Remover qualquer lixo ou detrito da máquina diariamente. Verificar em especial a área


do motor e o sistema de escape.

● Fagulhas ou chamas podem causar explosão do gás hidrogênio de uma bateria. Para
evitar uma explosão, fazer o seguinte:
1. Quando desconectar os cabos da bateria, desconectar primeiro o cabo negativo
(-); quando conectar, conectar o cabo negativo (-) por último.
2. Quando conectar pontes para ligar o motor, seguir o procedimento descrito neste
manual (consultar conexões da Bateria Auxiliar neste manual).
3. Não colocar os pólos da bateria em curto-circuito com peças metálicas.
4. Não soldar, esmerilhar ou fumar perto de uma bateria.

● O combustível do motor pode provocar explosão ou incêndio. Não encher o tanque de


combustível com o motor funcionando; se estiver perto de uma chama aberta; ou se
estiver soldando, fumando, etc.

● Se a máquina tiver vazamento de óleo, de combustível ou hidráulico, sempre reparar o


vazamento e limpar a área antes de operar.

● Verificar o sistema elétrico quanto a conexões frouxas ou isolamento desgastado.


Reparar ou substituir as peças frouxas ou danificadas.

● Antes de soldar ou usar um maçarico na máquina, limpar a área a ser reparada.

SEGURANÇA DA ESCADA !
!
● Sempre usar a escada de acesso somente após a Colheitadeira parar completamente.

● Sempre voltar-se para a Colheitadeira quando usar as escadas de acesso.

● Sempre assegurar-se de que as correntes de segurança da escada estejam


conectadas corretamente.

9
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

EXTINTOR DE INCÊNDIO

A24376 A24441

PORTA DE SERVIÇO ESQUERDA COMPARTIMENTO DO MOTOR


DA CABINE

Recomenda-se manter dois extintores de incêndio na Colheitadeira durante a operação


para auxiliar em caso de incêndio. Consultar o revendedor para obter mais informações.

ADVERTÊNCIA: é uma boa prática manter um extintor de incêndio na


! máquina. Certificar-se de que o extintor seja mantido corretamente e conhecer
sua utilização adequada. M102B

FREIO DE ESTACIONAMENTO

A24293

INTERRUPTOR DO FREIO DE ESTACIONAMENTO - Para acionar o Freio de


Estacionamento, empurrar a metade dianteira do interruptor. Para desengatar o Freio de
Estacionamento, empurrar a metade traseira do interruptor.

10
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

! Segurança da Bateria !
● NÃO fazer fagulhas ou usar chama aberta perto da bateria.

● Quando desconectar os terminais da bateria, remover primeiro o cabo negativo (-); a


seguir, remover o cabo positivo (+). Quando conectar os cabos, conectar primeiro o
cabo positivo (+), e, a seguir, conectar o cabo negativo (-).

● Desconectar a bateria (os dois terminais) antes de soldar qualquer peça da máquina.
Não fazer isso pode resultar em danos aos componentes elétricos sensíveis.

● O ÁCIDO DA BATERIA PROVOCA QUEIMADURAS GRAVES. As baterias contêm


ácido sulfúrico. Evitar contato com a pele, olhos ou roupas. Antídoto: EXTERNO -
lavar com água. INTERNO - Beber grandes quantidades de água ou leite. NÃO induzir
o vômito. Procurar imediatamente atendimento médico. OLHOS - Lavar com água
durante 15 minutos e obter assistência médica imediatamente. AS BATERIAS
PRODUZEM GASES EXPLOSIVOS. Manter fagulhas, chama, charutos e cigarros
distantes. Ventilar ao carregar ou utilizar em área fechada. Sempre proteger os olhos
ao trabalhar próximo de baterias. Lavar as mãos após o manuseio. MANTER FORA
DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

● Ao trabalhar perto de baterias armazenadas, lembrar que todas as partes metálicas


expostas estão ”energizadas”. Nunca deixar um objeto metálico perto dos terminais,
pois poderá resultar em fagulha, curto-circuito, explosão ou lesões pessoais.

● Os pólos das baterias, terminais e acessórios relacionados contêm chumbo e


compostos de chumbo. Lavar as mãos após o manuseio.

11
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

! Segurança da Manutenção !
● Sempre manter os decalques de segurança e informação limpos e visíveis. Substituir
os decalques danificados, perdidos, pintados por cima ou ilegíveis.

● Ao montar, operar ou fazer manutenção na máquina, utilizar roupas de proteção e


equipamentos de segurança pessoal necessários para o procedimento específico.
Alguns dispositivos de segurança pessoal necessários são calçados protetores,
proteção facial e/ou proteção visual, capacete, luvas pesadas, máscara com filtro e
proteção auricular.

● Não usar jóias ou roupas soltas que possam prender em peças móveis. Sempre usar
roupas justas. Manter as mãos, pés, roupas e cabelos longe de peças móveis.

● Nunca tentar retirar obstr uções ou objetos da máquina com o motor em


funcionamento.

● Sempre parar a máquina e retirar a chave do interruptor ao deixar o assento do


operador ou sair da máquina.

● Ao realizar manutenção na máquina, sempre posicioná-la em superfície sólida


nivelada.

● Se forem removidas as blindagens ou proteções, ou abertas para manutenção,


sempre recolocá-las antes de operar a máquina. Nunca operar a máquina com
blindagens ou proteções faltando ou abertas.

● Manter a área usada para manutenção da máquina limpa e seca. Solos molhados ou
com o óleo são escorregadios. Pontos molhados podem ser perigosos ao trabalhar
com equipamentos elétricos. Verificar se todas as saídas e ferramentas elétricas estão
aterradas corretamente.

12
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

LUZ DE ADVERTÊNCIA DE PERIGO/INTERRUPTOR DE


DESATIVAÇÃO DO FREIO DE ESTACIONAMENTO

RD05D120

LUZ DE ADVERTÊNCIA DE PERIGO/INTERRUPTOR DE DESATIVAÇÃO DO FREIO DE


ESTACIONAMENTO - Empurrar a metade superior do interruptor até a posição CENTRAL
para ativar as luzes âmbar de advertência. Empurrar a metade inferior do interruptor para
DESLIGAR as luzes de advertência. Consultar Reboque neste manual para desativar o
freio de estacionamento.

ILUMINAÇÃO GIRATÓRIA - SE EQUIPADO

RD05D130 RD05D120

A Colheitadeira pode estar equipada com iluminação giratória dianteira e traseira. Usar as
iluminações giratórias quando operar a Colheitadeira em estradas, conforme exigido por
legislação local.

13
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

OPERAÇÃO EM ESTRADA
1. Obedecer às leis estaduais e locais de regulamentação de segurança em estradas.

2. Manter total controle da Colheitadeira. NÃO exceder 32 km/h (20 MPH).

3. Conectar os pedais do freio junto com a trava do freio. Certificar-se de que a


articulação do pedal do freio da Colheitadeira esteja ajustada corretamente. Certificar-
se de que a trava esteja totalmente engatada.

4. Manter-se o máximo à direita quanto possível.

5. Ligar as lâmpadas âmbar de advertência. Certificar-se de que o símbolo SMV esteja


visível.

CONTINUA NA PRÓXIMA PÁGINA.

14
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

RR02K026 RD00H041
6. Certificar-se de que os conjuntos de 7. Para as configurações de rodado de
luzes de adver tência das tração duplo, os conjuntos de luzes de
extremidades estejam totalmente advertência das extremidades devem
estendidas até a posição de estar na posição externa (a borda
operação. As luzes de advertência interna do tubo do conjunto de luzes
d a s ex t r e m i d a d e s d ev e m e s t a r de advertência nivelada com a borda
p o s i c i o n a d a s a 4 0 6 m m ( 16 inter na do tubo do supor te de
polegadas) do canto externo dos dois montagem). As luzes de advertência
lados da Colheitadeira quando a devem estar posicionadas a 406 mm
plataforma estiver removida. (16 polegadas) do canto externo dos
dois lados da Colheitadeira.
8. Para a configuração dos pneus de
flutuação (76 x 50.00-32) da roda de
tração, os conjuntos de luzes de
advertência das extremidades devem
ser estendidos 127 mm (5 polegadas)
a mais por lado (a ponta do tubo do
c o n j u n to d a l u z d e a d ve r tê n c i a
rebaixada a 127 mm (5 polegadas) da
extremidade do tubo do suporte de
montagem). As luzes de advertência
devem estar posicionadas a 406 mm
(16 polegadas) da borda externa dos
dois lados da Colheitadeira.
9. Verificar a folga antes de passar por baixo de fios elétricos, pontes ou ao entrar em
edifícios.
10. Certificar-se de que a escada esteja na posição totalmente para frente ou de
transporte quando operar ou dirigir em estradas.

ADVERTÊNCIA: em estradas estreitas ou íngremes, ou em curvas fechadas -


onde veículos automotores podem encontrar-se repentinamente com trânsito em
movimento lento, tomar cuidados adicionais, como ter dois veículos adiante/atrás
! da Colheitadeira como advertência e/ou remover a Plataforma e transportá-la em
separado. M751

15
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

LASTRO DA COLHEITADEIRA

RS00D050
Certificar-se de que a Colheitadeira tenha Consultar a Seção de Pneu/Roda/Lastro
o lastro adequado. Plataformas grandes e/ neste manual para obter o lastro correto
ou pesadas podem alterar o centro de necessário para a aplicação.
gravidade da máquina. Isto afetará o
desempenho de operação, direção e
frenagem.

16
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

! Segurança do Assento Instrutivo !


● Passageiros, especialmente crianças, não são permitidos na máquina.

● O Assento Instrutivo é usado somente para treinar um operador novato ou quando um


técnico de serviço estiver diagnosticando um problema mecânico.

● São causas freqüentes de lesões pessoais ou morte a queda e atropelamento de


pessoas. NÃO permitir outros passageiros, exceto no assento instrutivo designado.

● Quando o Assento Instrutivo estiver ocupado, as precauções a seguir devem ser


tomadas:

A. A máquina deve ser dirigida em velocidade mais lenta e em piso


nivelado.

B. Evitar dirigir em estradas ou vias públicas.

C. Evitar partidas ou paradas bruscas.

D. Evitar curvas fechadas.

E. Usar sempre os cintos de segurança.

F. A porta da cabine deve estar sempre fechada.

ADVERTÊNCIA: antes de dar partida no motor, certificar-se de que os cintos de


segurança estejam firmemente presos. O cinto de segurança pode ajudar a
garantir a segurança se for utilizado e mantido adequadamente. Nunca usar um
! cinto de segurança solto ou com folga no sistema do cinto. Nunca usar um cinto
de segurança dobrado ou preso entre os membros estruturais do assento.
M422 B

ADVERTÊNCIA: são causas freqüentes de lesões pessoais ou morte a queda e


atropelamento de pessoas. NÃO permitir outros passageiros, exceto no assento
! instrutivo designado. O instrutor deve usar o cinto de segurança instrutivo.
M488A

17
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

CINTOS DE SEGURANÇA
O Operador e o Instrutor devem prender o cinto firmemente antes de operar a
Colheitadeira, tanto no campo quanto em estradas.

OBSERVAÇÃO: As ilustrações abaixo mostram o Cinto de Segurança Instrutivo, o


Cinto de Segurança do Operador é igual.

PASSO 1 PASSO 3

RP95J008 RP95J014
Puxe o cinto de segurança cruzando Para soltar o cinto de segurança, empurrar
totalmente o corpo. Pressionar o encaixe o botão vermelho no centro da fivela e
metálico na fivela até travar. separar a fivela e o encaixe metálico.

PASSO 2
Ajustar a posição do cinto de segurança o
mais baixo possível com relação ao corpo.

ADVERTÊNCIA: antes de dar partida no motor, certificar-se de que os cintos


de segurança estejam firmemente presos. O cinto de segurança pode ajudar a
garantir a segurança se for utilizado e mantido adequadamente. Nunca usar um
! cinto de segurança solto ou com folga no sistema do cinto. Nunca usar um cinto
de segurança dobrado ou preso entre os membros estruturais do assento.
M422 B

18
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

Inspeção e Manutenção do Cinto de Segurança


Manter os Cintos de Segurança do Operador e Instrutivo em boas condições fazendo o
seguinte:

1. Manter o cinto longe de cantos vivos e itens que possam danificá-lo.

2. Verificar ocasionalmente se há danos no cinto, fivelas, dispositivos de retração,


correntes, sistema de eliminação de folga e parafusos de montagem.

3. Substituir todas as peças que apresentem desgaste ou danos.

4. Substituir cintos que apresentem cortes que possam enfraquecê-lo.

5. Verificar se os parafusos estão apertados no suporte ou montagem do assento.

6. Se o cinto estiver conectado ao assento, certificar-se de que o assento ou suportes


do assento estejam montados firmemente.

7. Manter os cintos de segurança limpos e secos.

8. Limpar os cintos somente com água morna e sabão.

9. NÃO usar alvejante ou corante nos cintos, pois isso poderá enfraquecê-los.

SISTEMA DE PARTIDA EM NEUTRO


Certificar-se de que o Sistema de Partida em Neutro esteja operando corretamente
fazendo o seguinte:

1. Quando a alavanca de Propulsão estiver fora de Neutro, o motor não deverá ligar.

2. Se o motor ligar, o Sistema de Partida em Neutro necessita de ajuste, consultar o


revendedor.

3. Quando o Sistema do Separador estiver na posição LIGADO, o motor não deverá


ligar. Se o motor ligar, o Sistema de Par tida em Neutro necessita de ajuste,
consultar o revendedor.

19
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

SISTEMA DE PRESENÇA DO OPERADOR


Certificar-se de que o Sistema de Presença do Operador esteja funcionando corretamente
fazendo o seguinte:

1. Com a Colheitadeira funcionando, Ligar o Freio de Estacionamento e colocar a


transmissão em Neutro.

2. Afastar todas as pessoas da máquina e acionar os interruptores do separador e do


alimentador.

3. Quando o separador e o alimentador estiverem funcionando, levantar e sair do


assento. Em aproximadamente 7 segundos, o alimentador deve DESLIGAR. Caso
contrário, o Sistema de Presença do Operador necessita de reparos, consultar o
revendedor.

20
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

DECALQUES DE SEGURANÇA
IMPORTANTE: Substituir os decalques danificados, perdidos, pintados por cima ou
ilegíveis. Quando substituir peças com adesivos, verificar se instalou novos adesivos nas
novas peças.

OBSERVAÇÃO: Os decalques novos encontram-se disponíveis no revendedor.

A24282 87563644

RD03B072
LOCALIZADO NA COLUNA A ESQUERDA
410704A*
,
“NÃO UTILIZADO NO BRASIL, SOMENTE
PARA A AMÉRICA DO NORTE”

21
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

RD00F035

181475A1

RD00H016

144379A1

A24425

22
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

A24376

A24450

144383A1

A24448

23
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

A24338
RD00E023

A24359

181595A1

RD01H15

144370A1

24
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

RD01H154

144388A1

RD00E031

A24344

144386A1

RK99G122

25
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

191129A

RD98G102

RD05D113
181597A1

RD02F015

26
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

A24285 RD05D121

86626958

182269A1

RD05K001 87347223

A DV E R T Ê N C I A : p r e s s ã o a l t a d o
combustível. NÃO abrir o sistema de
pressão do combustível com o motor
funcionando.

27
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

144385A1

A24339
RD00F042

A24340
RD00F044

28
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

329044A1

RD03J101

418242A3

RD03J102

RD05D112B

629086

29
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

DECALQUE DO ARO DE MÚLTIPLAS PEÇAS

Decalque de segurança para as rodas com aro de múltiplas peças

RD00E068
DECALQUE DO ACUMULADOR

344945A

RD00E068A RD00E068B
LIMPEZA NO COMPARTIMENTO DAS POSICIONAMENTO CORRETO DO
ENGRENAGENS DO ESPALHADOR SEM-FIM

30
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

DECALQUES DE INFORMAÇÕES
O decalques que mostram o símbolo “Ler o Manual do Operador” são designados para
orientar o operador para a leitura do Manual do Operador para obter mais informações
sobre manutenção, ajustes e/ou procedimentos sobre áreas específicas da
Colheitadeira. Quando um decalque mostrar este símbolo, consultar a página
correspondente do Manual do Operador. Consultar a Seção de Decalques de
Informações neste manual, localizada na Seção de Especificações.

782L95 782L95A
“LER O MANUAL DO OPERADOR”

175783A1
AJUSTE DO TAMBOR DO ALIMENTADOR
(COM RETARDADOR DE PEDRAS)

31
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

403425 A.
TORQUE DO PARAFUSO

RI00H088
NÍVEL DO FLUIDO HIDRÁULICO

371078A
NÃO BLOQUEAR O FILTRO DO AR DE
RECIRCULAÇÃO DA CABINE

32
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

175788A1
AJUSTE DO PICADOR DE PALHA
(SEM BATEDOR)

175786A1
AJUSTE INFERIOR DO BATEDOR
(SEM PICADOR DE PALHA)

33
3 - SEGURANÇA/DECALQUES

PÁGINA EM BRANCO

34
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

PAINEL DE INSTRUMENTOS
1. VOLTÍMETRO - Um voltímetro é O mostrador inferior do tacômetro
usado como indicador do sistema de também piscará alternadamente
carga para verificar o desempenho do entre “LO” (BAIXO) e “FUEL”
alternador e do regulador de tensão. (COMBUSTÍVEL) por 8 segundos.
A tensão da bateria é indicada Isto se repetirá a cada 15 minutos,
girando a chave de ignição para a enquanto existir a condição de pouco
posição ON (Ligada) com o motor combustível.
parado e obser vando a leitura do
voltímetro. Verificar o alternador e a 1
tensão, deixando o motor operar em
marcha lenta baixa e observando a
tensão indicada no voltímetro. A
tensão deverá ficar à direita, na zona
verd e, em to d o s o s c as o s. Ca s o
contrário, parar o motor e verificar a
causa.
3
2. INDICADOR DE CONTROLE DA
P L ATA F O R M A - O i n d i c a d o r
acenderá quando for detectado um 4
erro nos sistemas de elevação da
plataforma ou de acionamento do
molinete. O código de erro será
exibido no mostrador do tacômetro.
Um código de erro “S1” aparecerá
inicialmente ao ligar a máquina se
não houver um potenciômetro da
plataforma presente.
3. INDICADOR DE ADVERTÊNCIA DO
S I ST E M A D E CA RGA - S e e s te
indicador acender durante a
operação, parar o motor e verificar
as causas.
4. INDICADOR DE COMBUSTÍVEL -
Quando a chave de ignição estiver
na posição ON (Ligada), o indicador
de combustível indica o nível de
combustível no tanque de
combustível
ADVERTÊNCIA DE POUCO
COMBUSTÍVEL - Quando a média do
nível no tanque de combustível ficar
abaixo de um nível previamente
calibrado (consultar Calibração de
Instrumentos neste manual) por 5 2
minutos, o alarme audível pulsará
entre ON (Ligado) e OFF (Desligado) RH97H011

por 4 segundos.

35
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

5. INDICADOR DE PRESSÃO DO Segundo nível: O indicador acenderá e


ÓLEO DO MOTOR - Existem dois um alarme audível contínuo soará e o
níveis de advertência se a pressão indicador de parar o motor acenderá
do óleo do motor cair quando a temperatura do líquido de
significativamente abaixo da pressão arrefecimento atingir 113 graus Celsius
normal. (235 F).
Primeiro nível: O indicador na torre
acenderá e o alarme soará no
mostrador novo por 5 segundos e um
alarme audível contínuo soará na torre
de instrumentos.
Segundo nível: O indicador na torre
a c e n d e r á e u m a l a r m e a u d í ve l
contínuo soará no mostrador novo e o
i n d i c a d o r d e p a r a r o m o t o r ( 17 )
acenderá e o alarme audível contínuo
soará na torre de instrumentos.
Desligar o motor e verificar o nível de
óleo no cár ter do motor. Adicionar
óleo se necessário para completar
até o nível correto. Desligar o motor e
remover a chave. Verificar o nível de
líquido de arrefecimento, filtro de ar e
t e l a d e a r. L i g a r o m o t o r. S e o
indicador ainda estiver aceso e o
alarme audível soar, NÃO operar o 5
m o t o r. Consultar o seu
concessionário. 8
6. INDICADOR DO NÍVEL DE LÍQUIDO 7
DE ARREFECIMENTO - O indicador
acenderá e o alarme audível soará
quando o nível de líquido de
arrefecimento no radiador estiver
baixo. Desligar o motor e verificar o
nível do líquido de arrefecimento no
radiador. Pressionar o interruptor de
6
t o q u e “A L A R M O F F ” ( A L A R M E 9 10
DESLIGADO) para cancelar o alarme
audível.
13
7. INDICADOR DE TEMPERATURA
DO LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO
- Pr i m e i r o n í v e l : O i n d i c a d o r 11 12
acenderá e um alar me audível
contínuo soará quando a temperatura
do líquido de arrefecimento for de
104° C (220° F).
RH97H011

36
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

8. INDICADOR DE TEMPERATURA DO
LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO -
Este indicador exibe a temperatura
do líquido de arrefecimento usado no
motor.

Em operação normal, o indicador


deve estar na faixa verde. Nunca
operar o motor quando o ponteiro
estiver na faixa vermelha e/ou o
INDICADOR DE TEMPERATURA DO
LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO
acender e o alarme audível soar. Se
o ponteiro não atingir a faixa verde
durante a operação normal, verificar
o termostato.

5
8
7

6
9 10

13

11 12

RH97H011

37
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

9. INDICADOR DO NÍVEL DE FLUIDO HIDRÁULICO - O indicador acenderá e o alarme


audível soará quando o nível de fluido hidráulico no reservatório ficar baixo. Desligar o
motor e verificar o nível do fluido no reservatório. Pressionar o interruptor de toque
“ALARM OFF” (ALARME DESLIGADO) para cancelar o alarme audível.

10.INDICADOR DE TEMPERATURA DO FLUIDO HIDRÁULICO - O indicador acenderá e


o alarme audível soará quando a temperatura do fluido hidráulico ficar muito alta. Parar
o motor e verificar a causa.

11. INDICADOR DE TANQUE GRANELEIRO CHEIO - Este indicador acenderá quando o


separador estiver ligado. Este indicador acenderá e soará um bipe por 4 segundos em
intervalos de 30 segundos enquanto o tanque graneleiro estiver cheio e o alimentador
estiver acionado. Se a Colheitadeira estiver equipada com luzes giratórias, estas serão
ativadas.

12.INDICADOR DE DESCARREGADOR PARAFORA - Este indicador acenderá quando


o tubo do descarregador estiver estendido para fora. Ele ficará aceso até que o tubo do
descarregador seja retornado ao cunho.

13.INDICADOR DO DESCARREGADOR LIGADO - Este indicador acenderá quando o


INTERRUPTOR DO DESCARREGADOR for pressionado e liberado para descarregar
o tanque graneleiro.

Se o tubo do descarregador for retornado ao cunho enquanto o tanque


graneleiro estiver descarregando, o sem-fim desligará e o INDICADOR DO
DESCARREGADOR LIGADO ficará aceso até que o interruptor “UNLOADER
ON/OFF” (LIGA/DESLIGA DESCARREGADOR) for acionado. O sem-fim não
se acionará enquanto o tubo estiver no cunho.

Se o tubo do descarregador for estendido para fora do cunho enquanto o


indicador de DESCARREGADOR LIGADO estiver aceso, o interruptor
“UNLOADER ON/OFF” (LIGA/DESLIGA DESCARREGADOR) deverá ser
acionado uma vez para desligar o indicador do DESCARREGADOR LIGADO
e mais uma vez para acionar o sem-fim.

S e o m o to r fo r d e s l i ga d o e n q u a n to o t a n q u e g r a n e l e i ro e s t i ve r
descarregando, o INDICADOR DE DESCARREGADOR LIGADO acenderá,
mas o sem-fim não funcionará quando o motor for ligado novamente. O
interruptor “UNLOADER ON/OFF” (LIGA/DESLIGA DESCARREGADOR)
deverá ser acionado uma vez para desligar o indicado r de
DESCARREGADOR LIGADO e mais uma vez para acionar o sem-fim.

Sempre que o indicador de DESCARREGADOR LIGADO estiver aceso, o


m o s tra d o r i n fe rio r d o ta c ô m e tro ex i b i rá a l te r n a d a m e n te “ u n l d ” e
VELOCIDADE DE AVANÇO e VELOCIDADE DO ROTOR.

38
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

14. INDICADOR DO FREIO DE


ESTACIONAMENTO - Este indicador
acenderá e um alarme audível soará 15
por 2 segundos quando o motor for
ligado e o Freio de Estacionamento
estiver acionado.
Se o Freio de Estacionamento
e s t i ve r a c i o n a d o e n q u a n to a
colheitadeira estiver em
movimento, um alarme audível
contínuo soará.
15. INDICADOR DE RESTRIÇÃO DO
FILTRO DE AR - acenderá e um
alar me audível contínuo soará
q u a n d o o fi l t r o d e a r d o m o t o r
necessitar de limpeza.

14

RH97H011

39
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

16. INDICADOR DE DIAGNÓSTICO DO 19. INDICADOR DE ÁGUA NO


MOTOR - O i n d i c a d o r a c e n d e r á F I LT R O D E C O M B U S T Í V E L
q u a n d o o c o n t ro l a d o r e l e t rô n i c o PRIMÁRIO - Acenderá quando a
detectar uma condição de falha não água tiver de ser drenada do filtro
crítica.
de combustível primário.
17. INDICADOR DE PARAR O
MOTOR - O indicador acenderá
quando o controlador eletrônico 18 17
detectar uma condição de falha
informando que o operador pare.
Um alarme audível também soará.
18. INDICADOR DE TEMPERATURA
D O C O L E TO R D O A R D E
ADMISSÃO - Em temperatura alta, 19 16
existem dois níveis de advertência.
A. Primeiro nível - 82°C
(180° F) iluminará o indicador
(18) e soará o alarme por 5 RD02H009

segundos.
B. Segundo nível - 88°C
(190° F) iluminará o indicador
(18) e (17) e soará um alarme
contínuo.
18 17
A temperatura do ar no coletor de
admissão deverá cair e manter-se a um
nível abaixo de 88 ° C (190 ° F) por 10
segundos para desligar a lâmpada de 19 16
P a r a r o M o t o r, A t i v a r A l a r m e . A
temperatura do ar no coletor de
admissão deverá cair e manter-se a um
nível abaixo de 82 ° C (180 ° F) por 10
segundos para desligar o indicador do
RH05F041
coletor do ar de admissão alto.

Desligar o motor e remover a chave.


Verificar o filtro de ar e a tela de ar. Ligar
o motor. Se o indicador ainda estiver
aceso e o alar me audível soar, NÃO
o p e r a r o m o t o r. C o n s u l t a r o s e u
concessionário.

40
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Aquecedor de Partida do Motor

RD05D056

Aquecedor de Partida do Motor - A


lâmpada (1) acenderá a uma
temperatura de 19°C (66°F) ou inferior.
Quando o ar de admissão estiver
aquecido e o motor pronto para girar, a
lâmpada se apagará. A lâmpada poderá
piscar em condições mais frias até o
motor esquentar.

41
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

TACÔMETRO DIGITAL
1. MOSTRADOR DO MONITOR DE O mostrador do tacômetro também
ROTAÇÃO DO EIXO - O Monitor de será usado para apresentar diversas
Ro ta ç ã o d o E i xo c o n t ro l a a s mensagens quando a instrumentação
velocidades abaixo: ou o controlador da plataforma
● Elevador de Retrilha detectarem erros (consultar
● Elevador de Grãos Instrumentação e Calibração).
● Ventilador de Limpeza 3. INTERRUPTOR DE ROTAÇÃO DO
● Distribuidor de Palha MOTOR/VENTILADOR - Para exibir
● Batedor/Picador a R OTAÇÃO D O M OTO R ( r p m ) ,
● Caixa de Peneira pressionar o interruptor esquerdo
● Rotor superior.
● Alimentador Para exibir a VELOCIDADE DO
VENTILADOR, pressionar
Consultar as Instruções de Operação novamente o interruptor superior
neste manual. esquerdo.

2. MOSTRADOR DO TACÔMETRO -
As funções do tacômetro serão
1
ex ibidas em dois mostradores
digitais.

O mostrador superior exibirá a


rotação do MOTOR (M) ou do
VENTILADOR (V).

O mostrador exibirá a velocidade de


2
AVANÇO (A) ou do ROTOR (R).

Apertando os interruptores de “FAN


ou ROTOR SPEED CHANGE”
(MUDAR VELOCIDADE DO
VENTILADOR ou ROTOR) no
console Direito, aparecerá a
velocidade do VENTILADOR ou do
ROTOR. Quando o interruptor 3
“SPEED CHANGE" (MUDAR
VELOCIDADE) for liberado, o
mostrador continuará exibindo a
Velocidade do Ventilador ou a
Velocidade do Rotor por quatro
segundos, então retornará para as
informações exibidas anteriormente.

RH97H012

42
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

4. INTERRUPTOR DO
HORÍMETRO - Para exibir as
HORAS DO MOTOR, pressionar o
interruptor do HORÍMETRO. As
horas do motor são exibidas no
mostrador superior e as horas do
SEPARADOR são exibidas no
mostrador inferior.

O interruptor do HORÍMETRO
funcionará mesmo se a chave de
ignição estiver na posição OFF
(Desligado). Quando o interruptor
do HORÍMETRO for liberado, o
mostrador continuará exibindo as
horas por 4 segundos e então
retornará para as informações
indicadas anterior mente. Se o
interruptor do HORÍMETRO for
4 5
pressionado novamente durante
esses 4 segundos, o mostrador
piscará os décimos de uma hora.

5. INTERRUPTOR DE
V E LO C I DA D E D E AVA N Ç O /
R O TO R - Pa r a ex i b i r a
VELOCIDADE DE AVANÇO da
colheitadeira, pressionar o
interr uptor superior direito. A
velocidade de avanço da
colheitadeira será exibida no
mostrador inferior.
Para exibir a VELOCIDADE DO
ROTOR, pressionar novamente o
i n te r r u p to r s u p e ri o r d ire i to. A
velocidade do rotor será exibida no RH97H012

mostrador inferior.

43
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

6. INTERRUPTOR DO CONTADOR DE
ÁREA - Se o interruptor do
C O N TA D O R DE ÁREA for
pressionado, a área será exibida no
mostrador superior com um “A” para
acres ou um “hA” para hectares no
mostrador inferior. O Contador de
Área somente acumulará acres ou
hectares quando a largura da
plataforma for maior que zero (0); o
alimentador estiver funcionando; a
velocidade de avanço da
colheitadeira for de pelo menos 1,2
km/h (0.8 mph) e a plataforma estiver
abaixo de uma posição selecionada
pelo usuário.
6
Quando o interruptor do CONTADOR
DE ÁREA for liberado, o mostrador
continuará exibindo a área por 4 7
segundos e então retornar para as
informações mostradas
anteriormente.
Se o interruptor do CONTADOR DE 548L94

ÁREA for pressionado novamente


por pelo menos 0,5 segundo durante
esses 4 segundos, o mostrador
piscará os décimos de um acre ou
hectare.

7. INTERRUPTOR DE AUMENTAR O
VALOR - Este botão é usado durante
a calibração da instrumentação da
colheitadeira para aumentar o valor
numérico ou alternar entre as opções
de calibração (Consultar
Instr umentação/Calibração/
Diagnóstico da Colheitadeira).

44
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

8. INTERRUPTOR ALARME
DESLIGADO - Este interr uptor
d e s a t i va r á o a l a r m e a u d í v e l d o
monitor de rotação do eixo.
9. INTERRUPTOR DE REDUZIR
VALORES - Este botão é usado
durante a calibração da
instr umentação da colheitadeira
para reduzir o valor numérico ou
alter nar entre as opções de
calibração (Consultar
Instr umentação/Calibração/
Diagnóstico da Colheitadeira).

10. MOSTRADOR DE ALTURA DA


PLATAFORMA - O Mostrador de
Altura da Plataforma consiste de um 8 9
símbolo de altura e 2-1/2 dígitos
para exibir a altura em polegadas ou
centímetros para os modos manual, 11
retorno ao corte e altura automática
ou a pressão em porcentagem para
o m o do d e fl ut u a ç ão ( Co ns ul ta r 10
C o n t r o l e s d a P l a t a fo r m a n e s t e
manual).
11. MONITOR DE RETRILHA - O RH97F037
monitor é um gráfico de barras com
o i t o s e g m e n to s q u e a c e n d e d a
Esquerda para a Direita à medida
que o volume de material no sem-fim
de retrilha aumenta.

12. BOTÃO DE AJUSTE DO ALARME


AUDÍVEL - O botão ajustará o nível
do som do alar me audível. Para
ajustar o nível do som, girar o botão
no sentido horário

12

A24310

45
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Monitor de Varredura de Grãos


O monitor de varredura de grãos
consiste de um console de controle e
quatro sensores de grãos. Dois sensores
de grãos estão montados em direção à
5
traseira da gaiola do rotor e dois
sensores de grãos estão montados nos
cantos traseiros da peneira. Os sensores 4
indicam a quantidade de perda de grãos
durante a operação de colheita. Esta
informação é indicada no medidor do
console. O operador usa a informação de 3
perda de grãos para operar a
colheitadeira na velocidade mais
eficiente com uma quantidade aceitável
2
de perda de grãos.

1. INTERRUPTOR DO SENSOR - O 1
interruptor de quatro posições
opera da seguinte forma: 495L94

“OFF” (DESLIGADO) - Toda a energia para o monitor de varredura de grãos


está desligada.

“CHAFFER” (PENEIRA SUPERIOR) - Apenas os sensores da peneira


superior estão conectados ao monitor. A informação de perda de grãos
destes dois sensores é indicada no medidor.

ROTOR - Apenas os sensores da gaiola do rotor estão conectados ao


monitor. A informação de perda de grãos destes dois sensores é indicada no
medidor.

“BOTH” (AMBOS) - Todos os quatro sensores estão conectados ao monitor.


Esta é a posição de operação normal do interruptor do sensor.

2. CONTROLE DE POSIÇÃO DO MEDIDOR - Girar o controle no sentido horário ou anti-


horário para ajustar a posição do medidor necessária na escala de medida para uma
taxa de perda de grãos específica.

3. CONTROLE SELETOR DE VARREDURA DE GRÃOS - Girar o controle no sentido


horário ou anti-horário para ajustar a sensibilidade do sensor para o tamanho dos
grãos. Os grãos menores e macios, como trevo e alfafa, requerem um ajuste de maior
sensibilidade (ponto pequeno) do que os grãos duros, como trigo (ponto médio) ou
milho (ponto grande).

46
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

4. PAINÉIS INDICADORES DOS


SENSORES - Os painéis
indicadores dos sensores
possuem marcas de 1 a 4. Os
painéis acendem como ON 5
(LIGADO) e OFF (DESLIGADO)
confor me o material atinge os
sens ores (isso indica que os
sensores estão funcionando). Os
painéis 1 e 2 são para os
sensores da peneira superior. Os
painéis 3 e 4 são para os
sensores da gaiola do rotor. 4
OBSERVAÇÃO: a iluminação dos
painéis deve ser usada apenas
como uma indicação de que os
sensores estão funcionando, e
não para a quantidade real de
perda.

5. MEDIDOR - O ponteiro do
medidor indica um aumento ou
diminuição de perda de grãos a
par tir de um nível de perda
aceitável, para o qual o monitor foi
ajustado. A alteração na indicação
do medidor é usada pelo operador
como uma orientação de como
mudar a operação da
colheitadeira, ou seja, acelerar,
reduzir ou fazer ajustes.

OBSERVAÇÃO: o medidor registra


apenas as sementes observadas
em um modo de tempo abaixo de
0,8047 km/h (0.5 mph).
495L94

47
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

CONTROLES OPERACIONAIS
Alavanca de Controle de Propulsão

2 A alavanca de controle de propulsão é usada para controlar a


direção do percurso e a velocidade de avanço da colheitadeira.
1

3
POSIÇÃO NEUTRA - A posição neutra
está localizada no centro da fenda da 1
a l ava n c a d e c o n t rol e d e p ro p u l s ã o.
Movimentar a alavanca de controle de
propulsão em direção à posição neutra
reduz a velocidade de deslocamento de
ava n ç o. M ov i m e n t a r a a l ava n c a d e
controle de propulsão para a posição
neutra interrompe o avanço. A alavanca
de controle de propulsão também deve
estar na posição NEUTRA para ligar o
motor.
A24307

DESLOCAMENTO PARA FRENTE -


Tirar a alavanca de controle de 2
propulsão da posição NEUTRA para
iniciar o deslocamento de avanço para
frente. Mover a alavanca de controle de
propulsão mais para frente na fenda
aumenta a velocidade de deslocamento
para frente.

RR05E001

DESLOCAMENTO PARA TRÁS - Mover 3


a alavanca de controle para a direita e
depois para trás a partir da posição
neutra para iniciar o deslocamento de
avanço para trás. Mover a alavanca de
propulsão mais para trás na fenda
aumenta a velocidade de deslocamento
de avanço para trás.

RR05E002

48
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

5
1 4

A24294
1. INTERRUPTOR DE POSIÇÃO DO MOLINETE - Este é um interruptor de
quatro posições que opera conforme segue:
Elevar - Pressionar a parte inferior do interruptor para elevar o molinete.
Baixar - Pressionar a parte superior do interruptor para baixar o molinete.
Avanço - Empurrar o interruptor para a Esquerda para mover o molinete
para frente (se equipado com a opção de avanço/recuo do molinete).
Recuo - Empurrar o interruptor para a Direita para mover o molinete para
trás (se equipado com a opção de avanço/recuo do molinete).

2. INTERRUPTOR DE CONTROLE DA PLATAFORMA - Este é um


interruptor de quatro posições que opera conforme segue:
Elevar - Pressionar a parte inferior do interruptor para elevar
a plataforma.
Baixar - Pressionar a parte superior do interruptor para baixar
a plataforma.
Inclinação para a Esquerda - Pressionar o interruptor para a esquerda
para inclinar a plataforma no sentido anti-horário
(opção Field Tracker®).
Inclinação para a Direita - Pressionar o interruptor para a direita para
inclinar a plataforma no sentido horário (opção Field Tracker®).

3. INTERRUPTOR DO TUBO DESCARREGADOR DO TANQUE


GRANELEIRO - Pressionar a parte superior do interruptor para estender
o tubo descarregador para fora. Pressionar a parte inferior do interruptor
para estender o tubo descarregador para dentro. A posição do meio do
interruptor é a posição Neutra.

OBSERVAÇÃO: Field Tracker® é uma marca registrada da HCC, Inc.

49
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

4. INTERRUPTOR DE ACIONAMENTO DO DESCARREGADOR DO


TANQUE GRANELEIRO - Para dar a par tida no descarregador,
pressionar o interruptor e depois liberar. Para parar o descarregador,
pressionar o interruptor.

5. APOIO DE MÃO DO OPERADOR

6. BOTÃO DE AJUSTE DO APOIO DE MÃO - O apoio de mão do operador pode ser


ajustado usando o botão de ajuste. Para afrouxar o botão de ajuste, girar no sentido
anti-horário. Ajustar o apoio de mão e reapertar o botão de ajuste.

50
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Console Direito

1 2

3 4
RR05D014
1. INTERRUPTOR SELETOR DE VELOCIDADE DO MOLINETE -
É um interruptor oscilante de três posições usado para selecionar
a velocidade automática ou manual do molinete ou a operação da
plataforma de milho.

Posição Automática - Pressionar a par te dianteira do


interruptor para selecionar a operação automática da velocidade
do molinete. A velocidade do molinete aumentará ou reduzirá
automaticamente com a velocidade de avanço da colheitadeira.
A relação entre a velocidade do molinete e a velocidade de
avanço pode ser ajustada conforme necessário.

Posição Manual - Para selecionar a operação manual da


velocidade do molinete, pressionar o interruptor para a posição
central. A velocidade do molinete não será afetada pela
velocidade de avanço. A velocidade do molinete pode ser
ajustada conforme necessário.

Posição da Plataforma de Milho - Pressionar o interruptor para


trás para selecionar a operação da plataforma de milho. As
funções de velocidade do molinete são desativadas nesta
posição.

51
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

2. CONTROLE DE VELOCIDADE DO MOLINETE - Quando o


Interruptor Seletor de Velocidade do Molinete está na posição
MANUAL, ele permite que o operador ajuste a velocidade de
operação do molinete. A velocidade do molinete pode ser ajustada
de zero (0) RPM até a velocidade máxima. Girar o controle no
sentido horário para aumentar a velocidade do molinete e no
sentido anti-horário para reduzir a velocidade. A velocidade
selecionada permanecerá constante.

Quando o Interruptor Seletor de Velocidade do Molinete está na


posição AUTOMÁTICA, ele permite que o operador defina a relação
entre a velocidade do molinete e a velocidade de avanço. Girar o
controle no sentido horário para aumentar a relação ou no sentido
anti-horário para reduzir a relação. A velocidade do molinete
aumentará ou reduzirá automaticamente com a velocidade de
avanço da colheitadeira.

3. INTERRUPTOR DA EMBREAGEM DO SEPARADOR - Este


interruptor tem duas posições. Levantar e pressionar o interruptor
para frente para ON (LIGADO) engata o acionamento do separador.
Puxar o interruptor para trás para OFF (DESLIGADO) desengata o
acionamento do separador.

OBSERVAÇÃO: a rotação do motor deve estar entre 1000 RPM e 2000 RPM para
engatar o separador.
OBSERVAÇÃO: o interruptor da embreagem do separador deve estar na posição
OFF (DESLIGADO) e a alavanca de controle de propulsão deve estar na posição
NEUTRAL (NEUTRA) para dar partida no motor.

52
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

4. INTERRUPTOR DA EMBREAGEM DO ALIMENTADOR - Para


engatar o acionamento do alimentador e da plataforma e os
controles automáticos da plataforma, o operador deve estar
sentado. Levantar e pressionar o interruptor da embreagem do
alimentador para a posição LIGADO para engatar o alimentador,
acionamentos da plataforma, controles automáticos da plataforma e
acionamento do molinete.
Os acionamentos do alimentador e da plataforma não
engatarão a não ser que o SEPARADOR também esteja
engatado.
S e o I N T E R RU P TO R DA E M B R E AG E M D O
ALIMENTADOR ficar em “ON” (LIGADO) e o operador
estiver sentado, o engate do SEPARADOR não engatará o
alimentador e outras funções conforme descrito acima. Para
engatar o alimentador, o interruptor da embreagem do
alimentador deve ser acionado.
OBSERVAÇÃO: os controles automáticos da plataforma incluem RTC (Retorno ao
Corte), Flutuação (se equipado), Altura Automática da Plataforma (se equipado)
e Modo Automático Field Tracker® (se equipado).
OBSERVAÇÃO: o assento do operador na colheitadeira está equipado com um
interruptor que permite a operação do acionamento do alimentador e da plataforma
somente quando o operador estiver sentado. O acionamento do alimentador e da
plataforma e os controles automáticos da plataforma se desativam sete (7) segundos
após o operador sair do assento e se mantêm desativados até serem restabelecidos.
Para restabelecê-los, desligar o INTERRUPTOR DA EMBREAGEM DO
ALIMENTADOR, depois LIGAR com o operador sentado.

5. CONTROLE DA VELOCIDADE
MÍNIMA DO MOLINETE - Esse
controle está localizado sob o apoio
d e b r a ç o d i re i to e é u s a d o p a r a
a j u s t a r a ve l o c i d a d e m í n i m a d o
molinete quando o INTERRUPTOR
S E L E TO R D E V E LO C I DA D E D O
MOLINETE e st ive r em RD97G033

AU T O M ÁT I C O . To t a l m e n t e n o
sentido anti-horário é a velocidade
zero (0) do molinete.

53
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Controles do Field Tracker® (Refs 6 a 9) (Se Equipado)

6
7

RR05D014

6. INTERRUPTOR MANUAL/AUTOMÁTICO - Pressionar o


interruptor para frente para operar o Field Tracker® no Modo
Automático. Pressionar o interruptor para trás para operar o
Field Tracker® no Modo Manual.
OBSERVAÇÃO: o *Field Tracker® não opera no modo
automático se o alimentador não estiver engatado.

7. CONTROLE DE EQUILÍBRIO - Usado para nivelar a


platafor ma quando o Field Tracker® estiver no modo
automático e a plataforma abaixada. Girar o controle no sentido
horário para baixar o lado direito da plataforma. Girar o controle
no sentido anti-horário para baixar o lado esquerdo da
plataforma.

*Field Tracker® é uma marca registrada da HCC, Inc.

54
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

8 9
RR05D014

8. CONTROLE DE SENSIBILIDADE - Usado para ajustar a velocidade


com que o Field Tracker® reagirá a mudanças no terreno quando o
Field Tracker® estiver no modo automático e a plataforma baixada.
Girar o controle no sentido horário para aumentar a sensibilidade.
Girar o controle no sentido anti-horário para diminuir a sensibilidade.

Na sensibilidade máxima, a diferença de altura (em relação ao solo)


entre cada extremidade da plataforma, antes do Field Tracker ®
inclinar, é pequena. Na sensibilidade mínima, é necessária uma
diferença maior na altura da plataforma (entre as extremidades)
antes da inclinação ocorrer.

9. CONTROLE DE RESPOSTA - Usado para ajustar a velocidade em


que o Field Tracker® inclinará a plataforma quando estiver no modo
automático e a plataforma abaixada. Girar o controle no sentido
horário para aumentar a resposta. Girar o controle no sentido anti-
horário para diminuir a resposta.

55
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

10 11
RR05D014

10. INTERRUPTOR DE CONTROLE DA POSIÇÃO DO CÔNCAVO - Se


for pressionado para qualquer direção, a posição do côncavo será
exibida no lugar da indicação da Velocidade de Avanço ou Velocidade
do Rotor no Tacômetro Digital. A posição do côncavo será exibida por
um momento depois do interruptor ser liberado. Serão exibidos “Conc”
e um número relativo de 0,0 a 10,0 alternadamente.
Pressionar a parte dianteira do interruptor para aumentar o espaço do
côncavo.
Pressionar a parte traseira do interruptor para diminuir o espaço do
côncavo.

11. INTERRUPTOR DE CONTROLE DO VENTILAVENTILADOR DE


LIMPEZA - É um interruptor oscilante que opera da seguinte forma:
Posição Rápida - Pressionar a metade dianteira do interruptor
aumenta a velocidade do ventilador de limpeza.
Posição Lenta - Pressionar a metade traseira do interruptor reduz a
velocidade do ventilador de limpeza.
Pressionar o interruptor em qualquer direção exibirá a velocidade do
ventilador e a velocidade do rotor no lugar do mostrador atual do
tacômetro. As velocidades do ventilador e do rotor serão exibidas por 4
segundos após o interruptor ser liberado, depois o mostrador retornará
ao que estava sendo exibido anteriormente.

56
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

12

16
14
13

15

A24293

12. INTERRUPTOR DE CONTROLE DA VELOCIDADE DO ROTOR -


É um interruptor oscilante que opera da seguinte forma:

Posição Rápida - Pressionar a metade dianteira do interruptor aumenta a


velocidade do rotor.

Posição Lenta - Pressionar a metade traseira do interruptor diminui a


velocidade do rotor.

Pressionar o interruptor em qualquer direção exibirá a velocidade do


ventilador e a velocidade do rotor no lugar do mostrador atual. As
velocidades do ventilador e do rotor serão exibidas por 4 segundos após o
interruptor ser liberado, depois o mostrador retornará ao que estava sendo
exibido anteriormente.

13. INTERRUPTOR DO MOTOR DE PROPULSÃO VARIÁVEL


(Se Equipado) - Pressionar a metade dianteira do interruptor para as
velocidades rápidas e da faixa alta. Pressionar a metade traseira do
interruptor para as velocidades lentas e da faixa baixa.

57
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

14. INTERRUPTOR DO EIXO GUIA DE POTÊNCIA (Se Equipado) -


Pressionar a metade dianteira do interruptor para ENGATAR o Eixo Guia
de Potência. Pressionar a metade traseira do interr uptor para
DESENGATAR o Eixo Guia de Potência.
OBSERVAÇÃO: o Motor de Propulsão não operará na alta e o Eixo
Guia de Potência não engatará quando a alavanca de mudança de
marcha for movida para a terceira marcha.

15. INTERRUPTOR DO FREIO DE ESTACIONAMENTO - Para engatar o


Freio de Estacionamento, pressionar a metade dianteira do interruptor.
Para desengatar o Freio de Estacionamento, pressionar a metade traseira
do interruptor.

16. ALAVANCA DE CONTROLE DO ACELERADOR - Usada para controlar


a rotação do motor. Para aumentar a rotação do motor, mover a alavanca
para frente. Para reduzir a velocidade do motor, mover a alavanca para
trás.

58
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Controles da Plataforma

17 18 19

A24293

17. INTERRUPTOR DO MODO DE CONTROLE DA PLATAFORMA - É


um interruptor giratório de quatro (4) posições com as funções a
seguir:

MANUAL (M) - Permite o controle manual de elevação e


abaixamento da plataforma.

RETORNO AO CORTE (RTC) - Para entrar no modo RTC, o


interruptor deve estar nesta posição e o alimentador LIGADO e
o INTERRUPTOR DE ABAIXAMENTO pressionado por um
instante. Se o interruptor estiver nesta posição, o Controle de
Posição (Ref 18) ajustará a altura de operação da plataforma
acima do solo (altura de corte).

FLUTUAÇÃO (Se Equipado) - Nesta posição, o Controle de


Sensibilidade (Ref 19) poderá ser usado para ajustar a
pressão de operação. O controle de flutuação é acionado
automaticamente se o alimentador estiver LIGADO e a
p l a t a fo r m a fo r b a i xa d a a té o s o l o p o r u m m o m e n to
pressionando o INTERRUPTOR DE ABAIXAMENTO.

CONTROLE AUTOMÁTICO DE ALTURA (HT) (Se Equipado)


- N e s t a p o s i ç ã o, o c o n t r o l e d e a l t u r a é a c i o n a d o
automaticamente se o alimentador estiver LIGADO e a
p l a t a fo r m a fo r b a i xa d a a té o s o l o p o r u m m o m e n to,
pressionando o INTERRUPTOR DE ABAIXAMENTO da
plataforma.

59
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

18. CONTROLE DE POSIÇÃO DA PLATAFORMA - Esse controle tem


duas funções, dependendo de qual modo de operação da
plataforma está sendo usado:

MODO DE RETORNO AO CORTE (RTC) - Neste modo, o


Controle de Posição ajusta a altura acima do solo
(altura de corte).

MODO DE ALTURA AUTOMÁTICA DA PLATAFORMA


(HT) (Se Equipado) - Neste modo, o Controle de Posição
ajusta o ponto no qual a barra de corte funciona dentro da
sua faixa de flutuação de 6 polegadas.

19. CONTROLE DE SENSIBILIDADE DA PLATAFORMA - Esse


controle tem duas funções, dependendo de qual modo da
plataforma está sendo usado:

MODO DE FLUTUAÇÃO - Neste modo, o Controle de


Sensibilidade ajusta o ponto de pressão do cilindro que o
sistema deverá manter. Ele ajusta a quantidade de pressão
no solo pela plataforma. Um ajuste de sensibilidade mais
baixo resultará em uma pressão do cilindro mantida mais
baixa e maior pressão de contato com o solo. Um ajuste de
sensibilidade mais alto resultará em uma pressão do cilindro
mais alta e menor pressão de contato com o solo.

MODO DE ALTURA AUTOMÁTICA DA PLATAFORMA -


N e s te m o d o, o Co n t ro l e d e S e n s i b i l i d a d e a j u s t a a
sensibilidade do controle da plataforma em relação a
alterações das condições do solo.

60
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

21

20
22

RD97G033

20. CONTROLE DA TAXA DE ELEVAÇÃO DA PLATAFORMA -


Ajusta a taxa de elevação da plataforma. Funciona em todos os
modos de operação da plataforma.

21. CONTROLE DA TAXA DE ABAIXAMENTO DA PLATAFORMA -


Ajusta a taxa de abaixamento da plataforma. Funciona em todos
os modos de operação da plataforma.

22. INTERRUPTOR DO ACUMULADOR (Se Equipado) - O operador


pode habilitar ou desabilitar o sistema acumulador a qualquer
momento.

OBSERVAÇÃO: a posição do alimentador não habilita nem


desabilita mais o sistema acumulador.

OBSERVAÇÃO: os controles de elevação e de abaixamento


da plataforma e o controle da velocidade mínima do molinete
estão localizados sob o apoio de braço do lado direito.

61
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Ajuste do Console Direito

O console Direito se move com o assento e pode ser ajustado para frente e para
trás e/ou para cima e para baixo.

A J U S T E PA R A C I M A / B A I XO - H á
quatro (4) posições nas quais o console
Direito pode ser ajustado. Para ajustar o
console para cima ou para baixo, fazer o
seguinte:

1. Afrouxar o botão de ajuste detrás do


console Direito.

2. Colocar o console Direito na posição


desejada.

3. Apertar o botão de ajuste.


A24305

AJUSTE PARA FRENTE/TRÁS -


Para ajustar o console para frente ou
para trás, fazer o seguinte:

1. Afrouxar os dois botões de ajuste


localizados sob o console Direito.

2. Mover o console Direito para a


posição desejada.

3. Apertar os botões de ajuste.

A24315

62
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Controles do Piso
4

1
3

A24286
1. PEDAL DE APROXIMAÇÃO LENTA - Este pedal é usado para ativar a tração nas
rodas (pedal totalmente para cima) ou para desativar a tração nas rodas (pedal
totalmente para baixo).
OBSERVAÇÃO: a alavanca de controle de propulsão deverá estar na fenda de
avanço ou de reversão para o pedal de aproximação lenta colocar a colheitadeira em
movimento. Se a alavanca de controle de propulsão estiver na posição NEUTRA, a
colheitadeira não se moverá.
O pedal de aproximação lenta pode ser usado para controlar a aproximação lenta, com
um movimento muito leve da colheitadeira, elevando-se o pedal um pouco a partir da
posição totalmente baixada. Quando a colheitadeira começar a se mover, empurrar o
pedal de aproximação lenta totalmente para baixo para parar o movimento para frente.
OBSERVAÇÃO: NÃO usar o pedal de aproximação lenta para permitir que a
colheitadeira costeie declives. NÃO pressionar o pedal quando estiver em velocidade
de transporte.

2. PEDAL DE INCLINAÇÃO DA COLUNA DE DIREÇÃO - Para mover a coluna de


direção para outra posição, empurrar o pedal de inclinação e mover a coluna. Para
travar a coluna de direção na posição selecionada, liberar o pedal de inclinação.

3. PEDAIS DO FREIO - O pedal Esquerdo pára a roda de tração Esquerda e o pedal


Direito pára a roda de tração Direita. Para virar à Direita ou à Esquerda, usar os pedais
separadamente. Para a operação segura em estradas, a trava do Freio (4) DEVE estar
engatada.

4. TRAVA DO FREIO - A trava do freio pode ser usada para travar os dois pedais do freio
juntos para que os dois pedais possam ser ativados ao mesmo tempo. Certificar-se de
que a trava esteja totalmente engatada na fenda provida quando estiver travada.

ADVERTÊNCIA: a Trava do Freio é usada para travar os dois Pedais do Freio


juntos. Os Pedais do Freio devem estar travados para a condução em estradas.
! Isto garantirá a aplicação uniforme do freio e a capacidade máxima de frenagem.
M112B

63
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Coluna de Direção

1
RD05D057

2 2

445L96
1. CONTROLE DO INDICADOR DE DIREÇÃO - Mover o controle para FRENTE
para indicar a curva à DIREITA. Mover o controle para
TRÁS para indicar a curva à ESQUERDA.

O controle do indicador de direção também pode ser usado com as luzes


pisca-pisca de advertência para indicar entrada à direita ou à esquerda.
Quando for sinalizar uma entrada à direita ou à esquerda, a luz no lado
oposto à curva fica acesa até que o sinal de direção seja cancelado. A luz
pisca-pisca de advertência na direção da curva continua piscando até que
o sinal de direção seja cancelado. Quando o controle do indicador de
direção for movido para a posição à frente (curva à Direita) e o interruptor
da luz estiver na posição de luz de trabalho em campo, os holofotes
laterais acendem. Consultar a operação do interruptor da luz.

2. LUZES INDICADORAS DE DIREÇÃO - As luzes indicadoras de direção


detrás do volante de direção (Ver ilustração) piscarão para indicar a direção
da curva. As luzes indicadoras de direção não piscarão com os pisca-pisca de
perigo.

64
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

3
3

RD05D057 / RD05D056

5
445L96

3. BOTÃO DA BUZINA - O botão da buzina está localizado na extremidade do


CONTROLE DO INDICADOR DE DIREÇÃO. Pressionar o botão para soar a
buzina.

4. ALAVANCA DE INCLINAÇÃO DO VOLANTE DE DIREÇÃO - Permite o


ajuste da inclinação da direção para a posição mais confortável. Para inclinar
a direção até outra posição, afrouxar a alavanca. Quando a direção estiver na
posição desejada, apertar a alavanca.

5. INDICADOR DE LUZ ALTA DO FAROL - A luz acenderá quando a luz alta


estiver LIGADA.

OBSERVAÇÃO: o INTERRUPTOR DA LUZES DE ADVERTÊNCIA DE PERIGO está


localizado no teto acolchoado dianteiro. Consultar o Teto Acolchoado neste manual.

65
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

CHAVE DE D
POSIÇÕES

C
6
A

448L96

RD05D057

6. CHAVE DE IGNIÇÃO - Esta chave possui quatro posições:

A. POSIÇÃO DESLIGADA - A chave fica na posição vertical. Não é


possível dar partida na colheitadeira sem a chave. A chave somente
pode ser removida na posição DESLIGADA.

B. POSIÇÃO ACESSÓRIOS - Sentido anti-horário a partir da posição


DESLIGADA. Usar esta posição para operar o rádio, o sistema AFS
opcional, etc, sem ativar os instrumentos nem ligar o motor.

C. POSIÇÃO LIGADA - Primeira posição no sentido horário a partir de


DESLIGADA. Todos os indicadores de luzes de advertência acenderão
por aproximadamente dois (2) segundos e o nível de combustível, o
voltímetro e os termômetros indicarão suas condições atuais. Esta
posição também é usada para a calibração da instrumentação da
colheitadeira (Consultar Calibração da Colheitadeira neste manual).

D. POSIÇÃO DE PARTIDA - Segunda posição no sentido horário a partir


de DESLIGADA. O motor de partida girará o motor se o interruptor do
separador estiver “DESLIGADO” e a alavanca de controle de propulsão
estiver na posição NEUTRA. Liberar a chave de ignição quando o motor
começar a funcionar. Depois que o motor deu a partida, as luzes
indicadoras se apagarão.
OBSERVAÇÃO: para evitar a operação por pessoas não autorizadas e evitar a
descarga excessiva das baterias, retirar a chave ao sair da colheitadeira.

66
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Teto Acolchoado Dianteiro

1 2
RD05D107
1. LUZES DE ADVERÊNCIA DE PERIGO/INTERRUPTOR DE
DESATIVAÇÃO DO FREIO DE ESTACIONAMENTO - Pressionar a
parte superior do interruptor para ativar as luzes âmbar de advertência (2
luzes nos espelhos retrovisores e 2 luzes na traseira da colheitadeira). A
luz indicadora no interruptor pisca para indicar que as luzes de perigo
estão piscando. Pressionar a par te inferior do interruptor para
DESLIGAR as luzes de perigo. Para ativar o circuito de (Desativar)
Reboque, levantar a trava de detenção e pressionar o interruptor para a
terceira posição, Consultar Máquina Desativada neste manual.
OBSERVAÇÃO: ativar as luzes de advertência de perigo quando as luzes
estiverem ligadas converterá a máquina do Modo de Iluminação de Campo para o
Modo de Iluminação de Estrada (Consultar a Ref. 2 abaixo).

2. INTERRUPTOR DAS LUZES - Pressionar este interruptor para ativar


as luzes da máquina da seguinte maneira:

MODO DE ILUMINAÇÃO DE TRABALHO EM CAMPO (Interruptor das


luzes LIGADO, interruptor de perigo DESLIGADO): Todos os quatro
holofotes da cabine, ambas as luzes de distância da cabine, lâmpadas
traseiras, luz do tubo descarregador, luz do tanque graneleiro, holofote
do bastidor traseiro (se equipado) e luzes após o corte (se equipado)
são ativados. Enquanto estiver neste modo, mover o sinal de direção
para a posição de curva à Direita ativará os holofotes laterais
(se equipado) localizados nos dois lados do tanque graneleiro.
MODO DE ILUMINAÇÃO DE TRANSPORTE EM ESTRADA (Interruptor das luzes
LIGADO, interruptor de perigo LIGADO ou luz giratória LIGADA): Todos os quatro
holofotes da cabine e as lâmpadas traseiras serão ativadas. Ambas as luzes de distância
da cabine passarão do farol alto para o farol baixo. Todos os outros holofotes
permanecerão DESLIGADOS. O sinais de direção Direitos retornam à operação normal.

MODO DE ILUMINAÇÃO DA SAÍDA (Porção inferior do interruptor das luzes


pressionado momentaneamente): Ambas as luzes esquerda e direita do
tanque graneleiro são ativadas por 30 segundos.

67
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

4 3
RD05D107

3. INTERRUPTOR DO LIMPADOR DO PÁRA-BRISA (Se Equipado) -


Pressionar o limpador
Colocar o interruptor na posição para frente para ativar a bomba
do lavador do pára-brisa. Soltar o interruptor para desativar a
bomba do lavador.

4. INTERRUPTOR DA LUZ DO FAROL ROTATIVO (Se Equipado) -


Pressionar este interruptor à frente até a posição central, para ativar as
luzes giratórias. Pressionar este interruptor totalmente à frente quando
for uma exigência legal para o transporte da máquina em estradas.

OBSERVAÇÃO: ativar o interruptor da luz giratória na posição totalmente à frente


converterá a máquina do modo de iluminação de campo para o modo de iluminação
de transporte em estradas.

5
RD05D108

5. RÁDIO - O equipamento de rádio para encaixar no teto acolchoado


dianteiro encontra-se disponível. Se um rádio for encomendado como
opção do fabricante, haverá um Manual do Operador localizado no
compartimento do Manual do Operador na cabine.

68
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Automatic Temperature Control (ATC)


(Controle Automático de Temperatura)

8 7 6
RD05D054

6. CONTROLE DE TEMPERATURA - Girar o indicador no sentido horário para


aumentar a temperatura da cabine. Girar o indicador no sentido anti-horário
para diminuir a temperatura da cabine. O controle automático de temperatura é
obtido com as bandas sólidas azul ou vermelha. Quando o controle for girado
totalmente no sentido horário ou anti-horário na área com as bandas vermelha
ou azul, o sistema HVAC estará no modo máximo e fornecerá a capacidade
máxima independentemente da temperatura do ar dentro da cabine.

7. INTERRUPTOR DE CONTROLE DE CLIMA- Pressionar o


interruptor para LIGAR a função automática do controle de clima.
Pressionar o interruptor novamente para DESLIGAR o controle de clima.
A/C
INTERRUPTOR DE CONTROLE DO DESEMBAÇADOR -
Pr e s s i o n a r o i n t e r r u p t o r p a r a L I G A R a o p e r a ç ã o d o
desembaçador da janela. Pressionar o interruptor novamente
para DESLIGAR a operação do desembaçador.
CALOR

69
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

9
8
RD05D054

8. CONTROLE DO VENTILADOR - Para selecionar a velocidade do


ventilador, girar o controle no sentido horário de baixa para alta. A
velocidade do ventilador é infinitamente ajustável por toda a sua faixa de
controle. No modo automático, o sistema determinará e ajustará a
velocidade do ventilador. Se a velocidade do ventilador for ajustada
quando estiver no modo automático, a velocidade do ventilador não será
mais controlada automaticamente. O sistema HVAC ainda tentará
controlar a temperatura, mas pode não ser possível se a velocidade do
ventilador estiver muito baixa. Para restabelecer a velocidade automática
do ventilador, girar o interruptor de controle de clima (6) de automático
para desligado e de volta para automático.

9. MOSTRADOR - Consultar a página Seguinte para obter informações adicionais

70
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Operação do Controle de Clima Automático

B
A

C
D
20030143
MOSTRADOR DE TEMPERATURA

A. AJUSTE DIGITAL DE TEMPERATURA C. INDICADOR DE MODO AUTOMÁTICO


B. INDICADOR DE MODO DESEMBAÇAR D. INDICADOR DE SERVIÇO

O mostrador fornece informações ao operador sobre o desempenho do sistema.

● Ele fornece a leitura da temperatura desejada da cabine selecionada pelo operador. A


leitura no mostrador pode ser em Celsius ou em Fahrenheit. Para alternar entre as
leituras, há uma conexão em linha no chicote elétrico principal da cabine sob o
assento instrutivo. Completar esta conexão fornecerá leituras em Celsius. Esta
conexão é ajustada pelo fabricante para o país ou região corretos.

● Um ícone “A” acende quando o sistema está operando no modo automático de clima.

● Quando o “A” não estiver aceso, a velocidade do motor do ventilador DEVERÁ ser
controlada manualmente e o modo “Auto” somente controlará a válvula de água e o
compressor, enquanto tenta manter a temperatura ajustada.

● Um ícone do pára-brisa acende quando o sistema está no Modo Desembaçar.

● Um ícone do livro acende quando o sistema não está operando corretamente. Junto
com o ícone do livro, um código de falha também será exibido para auxiliar o técnico a
fazer as reparações corretas.

A faixa para o Controle Automático de Temperatura é de um ponto de ajuste de


16 a 30°C (61 a 89°F). O ponto de ajuste de 16 a 32°C (60 a 90°F) será exibido e
o ícone “A” no mostrador será ÍMPAR quando os sistema estiver no modo
máximo.

71
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

371078A1

OBSERVAÇÃO: a área detrás do


assento NÃO deve ser usada para
armazenar objetos. Se o filtro de
RD02E237 ar de recirculação for bloqueado,
Não bloquear o filtro de ar de prejudicará o desempenho do
recirculação da cabine. HVAC.

72
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Painel Direito
1. ALAVANCA DE MUDANÇA DE
MARCHA DA TRANSMISSÃO - Usar 1
esta alavanca para mudar as
marchas na transmissão. O motor
deve estar funcionando para mover a 2
alavanca de mudança de marcha.

NEUTRO - A posição NEUTRA é


a posição central. A ALAVANCA
DE MUDANÇA DE MARCHA
somente poderá ser levantada
quando a alavanca de mudança
de marcha estiver em NEUTRO.
Para mudar a transmissão da A24299
Colheitadeira para a Primeira
Marcha, colocar a alavanca de
mudança de marcha na posição
NEUTRA e levantar a
ALAVANCA DE MUDANÇA DE
MARCHA. Colocar a alavanca
de mudança de marcha
totalmente para frente.
660L94
Para mudar a transmissão da
Colheitadeira para a Segunda 2. ALAVANCA DE MUDANÇA DE
Marcha, retornar a alavanca de MARCHA - usada SOMENTE para
mudança de marcha para a mudar para a Primeira Marcha.
posição NEUTRA, puxar a
alavanca de mudança de marcha
para trás.
Para mudar a transmissão da
Colheitadeira para a Terceira
Marcha, mover a alavanca de
mudança totalmente para frente
da posição NEUTRA ou da
posição da Segunda Marcha.

73
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

3. PORTA-COPOS 5. FILTRO DE RECIRCULAÇÃO DO AR


DA CABINE
4. TOMADA ELÉTRICA AUXILIAR
- Esta tomada for nece
conexão para um rádio CB,
rádio FM, etc.
5
3 4
A tomada contém uma linha B+ (chave
na posição ACC ou LIGADO); uma
linha B+ contínua e uma linha de
aterramento. O fusível No. 4 é para a
linha B+ contínua e o fusível No. 8 é
para a linha B+ comutada. As linhas
de alimentação auxiliar podem ter
fusíveis conforme necessário de até
20 amperes cada. Use o chicote
elétrico 187103A1 para conectar esta
A24302
tomada de terminal ao rádio CB, rádio
FM, etc.

Janela Direita da Cabine e Saída de Emergência


A janela Direita da cabine pode ser
aberta para fornecer ventilação e acesso
à área de serviço Direita sem sair da
colheitadeira.

RP95J001

Para abrir a janela, empurrar a alavanca


para baixo e empurrar a janela para
abrir. A alavanca pode ser colocada
sobre a trava para fornecer ventilação
adicional ou a janela pode ser totalmente
aberta como saída de emergência e para
permitir acesso à área de serviço Direita.

RP95J002

74
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Luzes de Teto e Luz do Console


Luzes do Teto OBSERVAÇÃO: para evitar a
descarga das baterias, colocar os
As luzes do teto (2) se
interruptores das luzes na posição
localizam na parte traseira direita e
esquerda do teto acolchoado da cabine. para cima ou central quando sair da
Cada luz é controlada por um interruptor cabine.
de três posições (3). O interruptor de três
posições funciona da seguinte maneira:
POSIÇÃO PARA CIMA - A luz
funciona com o interruptor da
porta. A luz LIGA quando a porta
da cabine está aberta e DESLIGA
1
quando a porta está fechada.
POSIÇÃO CENTRAL - A luz
desliga.
POSIÇÃO PARA BAIXO - A luz 3
liga continuamente até que o
interruptor seja movido para a 2
posição central (OFF) ou para a
POSIÇÃO PARA CIMA para A24361

funcionar com a porta.


Luz do Console
A luz do console (1) ilumina o console
Direito do operador. A luz é ativada com
o FAROL e o INTERRUPTOR DO
HOLOFOTE.

Console Central
OBSERVAÇÃO: o kit acessório do
cinzeiro (1) e acendedor (2)
434227A* encontra-se disponível
no seu concessionário. 2
1

RD01F168

75
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Janela Traseira da Cabine


A janela traseira da cabine pode ser
aberta para facilitar a limpeza e remover 1 1
detritos.

Para abrir a janela traseira da cabine,


virar as duas travas de quarto de volta
(1) e articular a janela para baixo. É
recomendado que a janela não seja 2
aberta mais de 45 graus (2) e prender a
janela nesta posição até que a poeira
possa ser removida da superfície externa
da janela. Esta posição também ajuda a
evitar que o material da frente da janela
do tanque graneleiro caia dentro da RP96G002
cabine ao limpar a janela do tanque
graneleiro.

Também é recomendado que a janela


traseira seja aberta somente quando as
portas da cabine estejam fechadas para
evitar que uma corrente de ar traga
poeira para dentro da cabine.

Assento Instrutivo
O assento instrutivo fornece um lugar
para um operador experiente quando há
treinamento de um operador novo na
operação da máquina. Consultar
Segurança do Assento Instrutivo na
Seção de Segurança deste manual para
obter informações adicionais.

OBSERVAÇÃO: este assento NÃO é


previsto para ser um assento de
passageiro nem para ser usado por
crianças.
RD02E135

76
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Defletores de Controle do Fluxo de Ar

RD00E011

O ar da cabine é descarregado através de treze (13) defletores localizados pela


cabine. Os respiros são ajustáveis para cima ou para baixo, para a esquerda ou
para a direita e podem ser fechados para permitir que o usuário controle o fluxo
de ar na direção desejada.

77
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Assento com Suspensão a Ar Deluxe

4 3

RD02E136
1. AJUSTE LOMBAR - Ajustar o apoio lombar para conforto pessoal das
costas. Girar o botão no sentido horário para aumentar o apoio. Girar o
botão no sentido anti-horário para diminuir o apoio.

2. APOIO DE BRAÇO ESQUERDO - O apoio de braço pode ser levantado até ficar rente
ao encosto. O ângulo do apoio de braço também é ajustável para cima e para baixo.

3. ENCOSTO - Para ajustar o encosto, levantar o controle e inclinar o


encosto até a posição desejada. Soltar o controle para manter o encosto
na posição selecionada.

4. ISOLADOR DE RECUO/AVANÇO - Colocar o isolador na posição ON


(LIGADO). Isto permitirá que o assento se movimente para frente ou para
trás por uma distância curta com o operador para absorver os choques. Isto
reduzirá a fadiga do operador ao operar em terrenos irregulares.

78
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

6 5

RD00F055

5. AVANÇO/RECUO - O assento do operador pode ser ajustado para frente e


para trás para o tamanho do operador. Levantar a alavanca e deslizar o
assento para a posição desejada. Soltar a alavanca para travar o assento
na posição.

6. BOTÃO DE AJUSTE DE ALTURA - O assento pode ser levantado ou


abaixado aumentando ou diminuindo a pressão de ar do assento.
Pressionar o botão para DENTRO para aumentar a pressão e levantar o
assento. Puxar o botão para FORA para diminuir a pressão e abaixar o
assento. A chave de ignição deve estar na posição LIGADO para o levantar
o assento.

CALIBRAÇÃO DA COLHEITADEIRA
A s ta b e l a s a s e g u i r m o s tra m a s e ta p a s d a s á re a s d e c a l i b ra ç ã o n a
instrumentação da colheitadeira. Em cada caso, usar interruptores de toque “A”
para aumentar e “B” para diminuir os valores numéricos, ou para alternar as
opções conforme necessário.
Os interruptores de toque a seguir são
usados na calibração da instrumentação D C E
da colheitadeira:
“A”.......... Interruptor de Aumentar Valor
“B” ...........Interruptor de Diminuir Valor
“C” ................. Interruptor do Horímetro
“D” ... Interruptor de Rotação do Motor/
Velocidade do Ventilador
“E” .......... Interruptor de Velocidade de
Avanço/Rotor
“F”..... Interruptor de Alarme Desligado A F B

497L94

79
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

MOSTRADOR DESCRIÇÃO AÇÃO


INICIAL
Entrar no Modo de Calibração. Pressionar e segurar e

ao mesmo tempo. Girar a

chave de ignição para ON

(LIGADO).
Nível de revisão do software. O nível é exibido por um
momento ao manter
pressionadas as teclas de seta.

Ponto de ajuste do alarme de Pressionar ou


rotação do motor.
A faixa é de 1900 a 2700 RPM. para aumentar ou diminuir o valor.

Avançar para a próxima área. Pressionar

Sensibilidade do alarme de Pressionar ou


velocidade do rotor. A faixa é de
75 a 100. para aumentar ou diminuir o valor
em 5.

Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir inglês ou métrico. Pressionar ou

para selecionar “E” ou “M”.


Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir tamanho do pneu (se Pressionar ou


calibrado para unidades inglesas)
OU para aumentar ou diminuir o valor
(Consultar o Quadro de
Calibração do Raio de Rodagem
neste manual).
Definir o tamanho do pneu Pressionar ou
(se calibrado para unidades
métricas). para aumentar ou diminuir o valor
(Consultar o Quadro de
Calibração do Raio de Rodagem
neste manual).

80
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

MOSTRADOR
DESCRIÇÃO AÇÃO
INICIAL
Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir a advertência de pouco Pressionar e


combustível para a posição atual
do indicador, ao mesmo tempo. As barras
OU param de piscar.

Para definir o valor numérico de Pressionar e


representação do nível de
combustível. ao mesmo tempo.
Definir o nível de advertência de Pressionar ou
pouco combustível.
A faixa é de 0 (mínimo) a 52 para aumentar ou diminuir o
(máximo). valor.

Sair do modo de Calibração a Pressionar e


qualquer momento.
ao mesmo tempo.

RAIO DE RODAGEM RAIO DE RODAGEM


PNEUS DA IN CM PNEUS DA IN CM
COLHEITADEIRA COLHEITADEIRA
Esteiras 11.7 29.7 30.5L-32 R1 33.3 84.5
18.4-R38 R1W 33.0 83.7 30.5L-32 R2 34.4 87.4
18.4-R42 R1 34.5 87.6 76x50.00-32 HF3 37.1 94.2
18.4-R42 R2 35.7 90.6 76x50.00-32 HF3 37.1 94.2
20.8-38 R1 34.5 87.6 420/80R46 R1W 34.8 88.3
20.8-38 R2 35.0 88.9 800/65R32 R1W 34.0 86.3
20.8-R42 R1W 36.6 92.9 900/60R32 R1W 36.0 91.4
24.5-32 R1 33.4 84.8 900/65R32 R2 37.7 95.6

Modo de Alteração
O modo de alteração pode ser acessado durante o modo de operação normal. A tabela a
seguir mostra as etapas das áreas do modo de alteração na instrumentação da
colheitadeira.

OBSERVAÇÃO: se ambos os botões de velocidade forem pressionados novamente, a


área total retornará, desde que não saia do Modo de Alteração.

81
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

MOSTRADOR
DESCRIÇÃO AÇÃO
INICIAL
Entrar no Modo de Alteração. Pressionar e segurar e

ao

mesmo tempo.
São exibidos traços e ícone do
HORÍMETRO ao manter
pressionadas as teclas de seta.

Definir a sensibilidade da retrilha Pressionar ou


(Se equipado)
0 = Igual a 1, sem alarme. para aumentar ou diminuir o valor.
1 = Menor sensibilidade possível.
4 = Maior sensibilidade possível.

Avançar para a próxima área. Pressionar

Um número entre 0 e 9999 ficará Para zerar o contador de acres,


piscando representando os acres
cobertos (se calibrado para pressionar
unidades inglesas),
OU e ao mesmo tempo (Ver

Observação)
Um número entre 0 e 9999 ficará Para zerar o contador de hectares,
piscando representando os pressionar e ao
hectares cobertos (se calibrado mesmo tempo.
para unidades métricas). (Ver Observação)

Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir a largura da plataforma. A Pressionar ou


faixa é de 8,0 a 40,0 pés (se
calibrado para unidades inglesas), para aumentar ou diminuir o valor.

OU
Definir a largura da plataforma. A Pressionar ou
faixa é de 24,0 a 122,0 decímetros
(se calibrado para unidades para aumentar ou diminuir o valor.
métricas).

Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir a altura da plataforma para Pressionar e ao m


desligar o contador de área.
Levantar ou abaixar a plataforma esmo tempo. O mostrador pára de
até a altura desejada.
piscar.

82
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

MOSTRADOR
DESCRIÇÃO AÇÃO
INICIAL
Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir o alarme do distribuidor. Se Pressionar ou


“OFF” (DESLIGADO), o símbolo
será exibido constantemente no para alternar entre “ON” (LIGAR)
monitor de rotação do eixo. e “OFF” (DESLIGAR).

Avançar para a próxima área. Pressionar

Definir o Corte Automático do Pressionar ou


Alimentador. Se “OFF”
(DESLIGADO), “AFC” e “OFF” para alternar entre “ON” (LIGAR)
(DESLIGAR) serão exibidos por e “OFF” (DESLIGAR).
um momento na partida.
Sair do Modo de Alteração a Pressionar e
qualquer momento.
ao mesmo tempo.

83
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Calibrar o Controlador da Plataforma - Calibração


Completa
Há dois tipos de calibração: Calibração O interruptor de ABAIXAMENTO da
Completa e Calibração do Solo. A plataforma (1) age como um “não” ou
Calibração Completa somente será botão de incremento. Seguir as tabelas
necessária se o Controlador da para calibrar o controlador da
Plataforma, Sensor de Posição do plataforma.
Alimentador, Sensor do Côncavo,
Controle de Posição da Plataforma ou
válvula de Elevação/Abaixamento da
Plataforma forem substituídos.
1
OBSERVAÇÃO: se a
rotação do
motor não estiver presente, a
plataforma não poderá ser calibrada.

As tabelas a seguir mostram o modo de


calibração completa para o controlador
da plataforma. A área inferior do
tacômetro é usada para mostrar as
etapas de calibração. O interruptor de
ELEVAÇÃO da plataforma (1) age como
um botão de "sim" ou "confirmar" e A24294
depois avança para a tarefa seguinte. 1. INTERRUPTOR DE ELEVAÇÃO/
ABAIXAMENTO DA PLATAFORMA

OBSERVAÇÃO: os mostradores “2cil” e “hd1” são valores padrão e também podem


não ser o que foi definido anteriormente. Portanto, voltar para o modo de calibração
completa para visualizar as alterações não é uma verificação viável para determinar qual
opção foi selecionada na calibração.

84
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

MOSTRADOR
DESCRIÇÃO COMENTÁRIOS
INICIAL
Dar partida no motor enquanto Calibrar sem a plataforma e
sobre uma vala para o curso
segura os interruptores e máximo do alimentador.
(Ver Observação 1)
ao mesmo tempo

Soltar os interruptores

Nível de revisão do software. Nível exibido por um momento.

Pressionar o interruptor “RAISE” Entrar no Modo de Calibração.


(ELEVAÇÃO)

Pressionar “RAISE” (ELEVAÇÃO) 0 = Padrão


para selecionar. 1 = Altura Automática
2 = Flutuação
(Ver Configuração do Sistema). 3, 4 e 5 = Futuro

Pressionar “RAISE” (ELEVAÇÃO) Selecionar o número de cilindros


para selecionar. de elevação do alimentador. (Ver
Pressionar “LOWER” Observação 2)
(ABAIXAMENTO) para “3Cyl”

Pressionar “RAISE” (ELEVAÇÃO) Selecionar tipo de plataforma.


para selecionar. hd 1 = plataforma 1020,
Pressionar “LOWER” plataforma de milho
(ABAIXAMENTO) para hd 2 = Ver Observação 4
incrementar. hdE1 = Plataforma européia.

Pressionar “RAISE” (ELEVAÇÃO) O côncavo deve estar fechado


para zerar. para zerar o mostrador do
Pressionar “LOWER” côncavo (Ver Observação 6)
(ABAIXAMENTO) para pular.

Girar Após alguns segundos, o


o botão “ALTURA” totalmente no ALIMENTADOR ABAIXARÁ
sentido anti-horário. COMPLETAMENTE.
Pressionar “RAISE” (ELEVAÇÃO) (Ver Observação 3)
para continuar.

Aguardar (cerca de 30 segundos) Calcular a corrente de elevação.

85
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

MOSTRADOR
DESCRIÇÃO COMENTÁRIOS
INICIAL
Girar o botão “ALTURA” O ALIMENTADOR ELEVARÁ
totalmente no sentido horário. TOTALMENTE.
Pressionar “ELEVAÇÃO” para (Ver Observação 3)
continuar.

Aguardar (cerca de 30 segundos) Calcular a corrente de


abaixamento.

Acionar o interruptor AUTO/ Pode sair a qualquer momento


MANUAL do Molinete para sair. acionando o interruptor (Ver
Observação 5)

Observação 1: Quando calibrar sem uma plataforma, fazê-lo sobre uma vala para obter o
curso máximo do alimentador.
Observação 2: Selecionar “3CyL” se for adicionado um terceiro cilindro de elevação ou se
forem instalados 2 cilindros maiores.
Observação 3: Quando a plataforma estiver abaixando ou subindo, se o interruptor
“RAISE” (ELEVAÇÃO) ou “LOWER” (ABAIXAMENTO) for pressionado, a
calibração será abortada e a plataforma irá parar.
Observação 4: Se a plataforma de grãos estiver muito sensível, selecionar “hd2”.
Observação 5: Deve chegar até o mostrador “Conc” para salvar os itens modificados
anteriormente antes de acionar o interruptor AUTO/MANUAL do Molinete.
Observação 6: Se esta etapa for desviada, o controlador não detectou o sensor de posição
do côncavo.

Configuração do Sistema
O controlador irá avaliar as várias entradas para determinar quais opções o sistema possui
e exibir os códigos adequados. Os códigos são os seguintes:
“0” - Opção padrão: Controle Manual de Posição da Plataforma, Retorno para o Corte e
Controle Auto/Manual de Velocidade do Molinete. Os potenciômetros da Taxa de
Abaixamento, Taxa de Elevação, Velocidade Mínima do Molinete, Controle de
Velocidade do Molinete/Taxa e o Sensor de Posição do Molinete determinam esta
opção.
“1” - Opção 1: Controle Automático de Altura. O potenciômetro do Controle de
Sensibilidade e a configuração padrão determinam esta opção.
“2” - Opção 2: Controle Automático de Flutuação da Plataforma. O sensor de Pressão de
Flutuação, a configuração padrão e a Opção 1 determinam esta opção (necessita da
Opção 1 para ter a Opção 2).
O código exibido para o mostrador do diagnóstico será o número adequado que possui
todas as entradas contabilizadas. A seleção momentânea da função “RAISE”
(ELEVAÇÃO) avançará para a próxima etapa de calibração.

86
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

APÓS CONECTAR A UMA PLATAFORMA


CALIBRAÇÃO DO SOLO
OBSERVAÇÃO: desligar o Acumulador (Se Equipado) antes de iniciar a Calibração
do Solo.

Plataforma de Grãos Sem Isto calibra o valor máximo do sensor de


altura da Plataforma (barra de corte
Sensor de Altura
totalmente para baixo). Se a Plataforma
não parar, o módulo de controle da
Quando for conectar uma Plataforma de
Plataforma não detecta o sensor de
Grãos específica pela primeira vez, o
altura.
mostrador de altura deve ser calibrado.
Certificar-se de que o Interruptor do
Molinete esteja na posição OBSERVAÇÃO: se uma Plataforma
AUTOMÁTICA ou MANUAL e o de Grãos diferente for conectada,
Interruptor do Alimentador esteja este procedimento deve ser repetido.
DESLIGADO. Abaixar a Plataforma até o
solo e manter o Interruptor de Plataforma de Grãos 1020
Abaixamento na posição LIGADO por 2 com Barra de Corte Travada
segundos depois da Plataforma de
Grãos parar no solo. O mostrador
Se a barra de corte flexível estiver
indicará “2” [“5” (Métrico)].
travada, não conectar o sensor de altura
da Plataforma 1020. A realização da
Plataforma de Grãos Com Calibração com este sensor
Sensor de Altura conectado resultará em um erro “Hdr”
“S1”.
Quando for conectar uma Plataforma de
Grãos específica pela primeira vez, o Plataforma de Milho Sem
mostrador de altura deve ser calibrado. Sensor de Altura
Certificar-se de que o Interruptor do
Molinete esteja na posição
Quando for conectar uma Plataforma de
AUTOMÁTICA ou MANUAL e o
Milho específica pela primeira vez, o
Interruptor do Alimentador esteja
mostrador de altura deve ser calibrado.
DESLIGADO. Abaixar a Plataforma até o
Certificar-se de que o Interruptor do
solo e manter o Interruptor de
Molinete esteja na posição MILHO e o
Abaixamento na posição LIGADO por 2
Interruptor do Alimentador esteja
segundos depois da Plataforma de
DESLIGADO. Abaixar a Plataforma de
Grãos parar no solo. O mostrador
Milho até o solo e manter o Interruptor de
indicará “2” [“5” (Métrico)] e o valor
Abaixamento na posição LIGADO por 2
mínimo do sensor de altura da
segundos depois da Plataforma de Milho
Plataforma (barra de corte totalmente
parar no solo. O mostrador indicará “4”
para cima) será calibrado. Elevar a
[“10” (Métrico)].
Plataforma. A Plataforma irá parar 1 ou 2
pés acima do solo.

87
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Plataforma de Milho Com Desconectar a Plataforma de


Sensor de Altura Grãos ou a Plataforma de
Milho Com Sensor de Altura
Quando for conectar uma Plataforma de
Milho específica pela primeira vez, o Quando o sensor de altura for
mostrador de altura deve ser calibrado. desconectado, o erro “Hdr” “S1”
Certificar-se de que o Interruptor do aparecerá e o modo de altura automático
Molinete esteja na posição MILHO e o será desativado. Quando o sensor de
Interruptor do Alimentador esteja altura for reconectado, o erro
DESLIGADO. Abaixar a Plataforma de desaparecerá e o modo de altura
Milho até o solo e manter o Interruptor de automático ficará disponível novamente.
Abaixamento na posição LIGADO por 2
segundos depois da Plataforma de Milho Pressionar o botão “ALARM OFF”
parar no solo. O mostrador indicará “4” (ALARME DESLIGADO) para ocultar
“10” (Métrico)] e o valor mínimo do o erro.
sensor de altura da Plataforma de Milho
(barra de corte totalmente para cima)
será calibrado. Elevar a Plataforma de
Milho. A Plataforma de Milho irá parar 1
ou 2 pés acima do solo. Isto calibra o
valor máximo do sensor de altura da
Plataforma de Milho. Se a Plataforma de
Milho não parar, o módulo de controle da
Plataforma não detecta o sensor de
altura.

88
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

DIAGNÓSTICO DA COLHEITADEIRA
Diagnóstico de Instrumentação
Interruptor de Toque Emperrado
No modo de operação normal, se um dos três (3) botões superiores for visto
continuamente por 8 segundos, o ícone exibido referente àquele botão piscará.
Se um interruptor de toque de SETA for detectado emperrado na partida, “Arro” e
“uP” ou “dn” piscará no mostrador do tacômetro por oito segundos. Esse erro
será ignorado de qualquer forma.
Se o botão “ALARM OFF” (ALARME DESLIGADO) for detectado emperrado,
“ALAr” e “OFF” piscarão no mostrador do tacômetro por oito segundos. Esse erro
somente será exibido na partida ou quando uma condição monitorada de
tacômetro/rotação do eixo determinar que o zumbido precisa ser ligado.
Se existir uma condição de erro no interruptor de toque emperrado, o interruptor
de toque “ARROW” (SETA) para BAIXO (direita) funcionará como o interruptor de
toque emperrado.

Baixa Tensão
Se for detectada tensão baixa (< 9,8 volts), “LO” e “SYS” piscarão no mostrador
do tacômetro. As saídas do alimentador e do separador e o monitor de rotação do
eixo serão desativados.

Erro de Memória
Se um erro de memória for detectado, “rEg” e “Err”, “CodE” e “Err” ou “E2” e “Err”
piscarão no mostrador do tacômetro. As saídas do alimentador e do separador e
o monitor de rotação do eixo serão desativados.

Circuito da Bobina do Alimentador


Se existir uma corrente em excesso ou circuito aberto, “Fdr” e “Err” piscarão no
mostrador do tacômetro. A saída do alimentador será desligada. O erro será
apagado e não será exibido quando o interruptor “FEEDER ENABLE” (ATIVAR
ALIMENTADOR) estiver DESLIGADO ou for DESLIGADO.

Circuito da Bobina do Separador


Se existir uma corrente em excesso ou circuito aberto, “SEP” e “Err” piscarão no
mostrador do tacômetro. A saída do separador e do alimentador será desligada.
O erro será apagado e não será exibido quando o interruptor “SEPARATOR
ENABLE” (ATIVAR SEPARADOR) estiver DESLIGADO ou for DESLIGADO.

89
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Link de Comunicação Serial


Se a instrumentação não receber dados do controlador da plataforma, “SCL” e “Err”
piscarão.
OBSERVAÇÃO: se for exibida uma falha do sistema, entrar em contato com o seu
concessionário para obter assistência.

Diagnóstico da Plataforma
Quando for detectada uma falha, a luz indicadora do controlador da plataforma na
instrumentação piscará e um Código de Erro de Diagnóstico será enviado para a
instrumentação. Uma mensagem de erro será exibida no lugar de MPH ou Velocidade do
Rotor. As letras “Hdr” e um código de 2 ou 3 dígitos serão exibidos alternadamente. A
tabela a seguir explica as falhas que existem no Sistema de Controle da Plataforma
quando os códigos a seguir forem exibidos. Eles estão relacionados da prioridade mais
alta para a prioridade mais baixa. Quando houver mais de uma falha simultaneamente,
somente a prioridade mais alta será enviada.
OBSERVAÇÃO: se a rotação do motor não estiver presente, o alimentador não poderá
ser elevado nem abaixado.

Inst. Exibido Falha


Código Causa Modo
HC0 O veículo nunca foi calibrado. Parada
HC1 A calibração não foi bem-sucedida ou o armazenamento na memória Parada
está com defeito.
Hb0 Todos os circuitos dos solenóides estão abertos para o terra ou falha no Parada
circuito da bobina do relé ou contatos do relé falharam abertos.
Hu0 Aberto/curto com o terra - falha no circuito do solenóide de elevação. (1) Parada
Hu1 Curto para 12v - falha no circuito do solenóide de elevação. Parada
Hu2 Curto para 12v - acionador do solenóide de elevação. Parada
Hd0 Aberto/curto para o terra - falha no circuito do solenóide de abaixamento Parada
Hd1 Curto para 12v - falha no circuito do solenóide de abaixamento. Parada
Hd2 Curto para 12v - acionador do solenóide de abaixamento. Parada
Hr0 Aberto/curto para o terra - falha no circuito do solenóide do molinete. Parada
SCL Não há link de comunicação serial da instrumentação. (2) Limp2
r1 Curto para 12v - falha no circuito do solenóide do molinete. LImp2
r2 Curto para 12v - acionador do acionamento do molinete. Limp2
E1 Perda de tensão(ões) regulada(s) interna(s). Verificar a fiação do sensor Limp2
de altura e flutuação.
C2 Falha no circuito do Watchdog. Limp2
E0 Tensão alta de alimentação da bateria. Limp2
b1 Contatos do relé falharam abertos. Limp2
S4 Aberto/Curto - falha no circuito da Temperatura Ar/Ar. Alimentador Limp2
desativado e zumbido ligado. (6 e 7)
P0 Aberto/curto - Falha no circuito de Controle de Posição. Limp1
A0 Falha no circuito do interruptor de Seleção de Modo. Limp1
S0 Falha no circuito do sensor do alimentador. Limp1
A1 Falha momentânea no circuito do interruptor de Elevação/Abaixamento D3
S1 Falha no circuito do sensor de Altura da Plataforma (3 e 5) D2
S2 Falha no circuito do sensor de flutuação. D2

90
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

Inst. Exibido Falha


Código Causa Modo
P1 Aberto/curto - Falha no circuito de Controle de Sensibilidade.
Para Flutuação - A sensibilidade será de 25% da faixa de pressão. D1 (4)
Para Altura da Plataforma - A sensibilidade será de 75%. D1 (4)
P2 Aberto/curto - Falha no circuito de Controle de Velocidade do Molinete/Taxa. D1 (4)
A Velocidade do Molinete/Taxa será de 33% para a velocidade do molinete
e 1:1 para a velocidade da taxa.
P3 Aberto/curto - Falha no circuito de Controle da Taxa de Abaixamento. D1 (4)
A Taxa de Abaixamento será de 10%.
P4 Aberto/curto - Falha no circuito de Controle da Taxa de Elevação. D1 (4)
A Taxa de Elevação será de 85%.
P5 Aberto/curto - Falha no circuito de Controle da Velocidade Mínima D1 (4)
do Molinete. A Velocidade Mínima do Molinete será de 9%.
S3 Falha no circuito do Sensor de Posição do Côncavo. D1
L1 Aberto/curto com o terra - Falha do circuito da luz de Ar/Ar. D1 (6)
L2 Curto para 12v - Falha do circuito da luz Ar/Ar. D1 (6)
L3 Curto para 12v - Acionador da luz Ar/Ar. D1 (6)
L0 Falha no circuito da luz. D1
(1) No Modo de Calibração, o circuito do relé aberto dá o mesmo erro.
(2) Se houver falha momentânea, girar o alimentador para “desligado” e depois para
“ligado” recuperará as operações que requerem informações do link de
comunicação serial.
(3) “Hdr” e “S1” piscam momentaneamente na partida se não for detectado um sensor de
altura da plataforma.
(4) O padrão listado será usado se a falha ocorreu na partida, do contrário, será usado o
último valor válido.
(5) Se o sensor detectado falhou (desconectado) na partida, este erro se autocorrigirá se
for detectado O.K (conectado) mais tarde. Isto somente é válido a partir de uma
condição de falha na partida.
(6) Códigos somente para máquinas equipadas com Ar/Ar (alarme da tela de ar
programado para DESLIGADO).
(7) Este erro somente será reconhecido se existir 30 segundos após a partida. O Erro S4
poderá aparecer em condições muito frias, mas após o aquecimento da máquina, a
chave de ignição pode ser girada de LIGADA para DESLIGADA e de volta para
LIGADA para apagar o Erro S4.

OBSERVAÇÃO: o motor desligará quando a chave for desligada.


A definição para o modo de falha é a seguinte:
Parada =Todas as bobinas dos solenóides desativadas. Todos os controle de
acionamento da plataforma e do molinete estão inoperantes.
Limp2 =Somente Controle Manual de Posição.
Limp1 =RTC, Altura da Plataforma e Controle de Flutuação retornam por padrão para
Controle Manual de Posição.

91
4 - INSTRUMENTOS/CONTROLES

D3 =Debilitado 3: Controle Manual de Posição Desativado. Para elevar ou abaixar o


alimentador, selecionar RTC e ajustar o CONTROLE DE POSIÇÃO para
capturar o alimentador. O alimentador irá agora seguir o movimento do
CONTROLE DE POSIÇÃO.
D2 =Debilitado 2: O modo de operação com o qual a falha se associa é desativado,
mas pode operar em outros modos.
D1 =Debilitado 1: O sistema pode continuar operando, entretanto, a função que
falhou estará desativada.
Além disso, uma falha no modo Parada ocorrerá se uma falha no modo Limp e uma falha
do interruptor “RAISE/LOWER” (ELEVAÇÃO/ABAIXAMENTO) ocorrerem ao mesmo
tempo. Serão exibidos um código de três (3) dígitos consistindo de um “F” e o código de
falha do modo Limp de dois (2) dígitos.
Se o interruptor de toque “ALARM OFF” (ALARME DESLIGADO) na instrumentação for
ativado enquanto uma mensagem de erro da Plataforma estiver sendo exibida, a
mensagem será ocultada e MPH ou Velocidade do Rotor serão exibidos novamente. Se o
interruptor de toque “ALARM OFF” (ALARME DESLIGADO) for pressionado quando a
mensagem de erro da Plataforma estiver oculta, a mensagem será exibida novamente.
Além disso, se for enviado um erro de prioridade mais alta, a mensagem nova de Erro da
Plataforma será exibida.

Diagnóstico do Circuito do Monitor de Retrilha

RH97F037

● Se existir uma condição de curto com o terra, o símbolo da retrilha e todos os


segmentos do gráfico de barras piscarão.

● Se existir uma condição de circuito aberto antes da chave de ignição ser LIGADA, o
mostrador de retrilha não será exibido.

● Se uma condição de circuito aberto aparecer depois da chave de ignição ser LIGADA,
o mostrador exibirá que o sem-fim está CHEIO.

92
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

ANTES DE LIGAR O MOTOR


Antes de ligar a colheitadeira pela primeira vez e antes de cada período de operação
posterior, realizar estas verificações:

1. Verificar se todas as pessoas que operam ou fazem manutenção entendem a


importância do combustível ser limpo.

2. Verificar todos os pontos de lubrificação conforme mostrado nas Tabelas de


Lubrificação.

3. Verificar o nível de óleo no cárter do motor. Verificar o nível de fluido no


reservatório hidráulico.

4. Verificar se o reservatório de combustível está abastecido com óleo limpo que


satisfaça os requisitos expostos neste manual.

OBSERVAÇÃO: limpar em volta da tampa do reservatório de combustível antes de


remover a tampa.

5. Verificar se há vazamento na bandeja de óleo do motor, no sistema de combustível


e de arrefecimento.

6. Verificar a tensão de todas as correias e correntes.

7. Remover qualquer vestígio de água ou sedimentos do filtro do separador de água.

8. Verificar a pressão de ar dos pneus.

9. Verificar o nível do líquido de arrefecimento no reservatório. Adicionar água e


líquido de arrefecimento Etileno Glicol conforme necessário.

10. Verificar se o alarme audível e as luzes indicadoras estão funcionando


corretamente.

11. Verificar se todas as proteções estão corretamente instaladas e travadas.

12. Remover todos os materiais de cultura acumulados na máquina.

ADVERTÊNCIA: antes de dar partida no motor, estudar as mensagens de


segurança do Manual do Operador. Ler todos os sinais de segurança da
máquina. Afastar outras pessoas da área. Aprender e praticar o uso seguro
dos controles antes de operar. Entender e seguir as instruções dos
! fabricantes é responsabilidade do operador, na operação da máquina, na
execução de serviços e na observação das leis e regulamentos pertinentes.
Os Manuais do Operador e de Serviços podem ser obtidos no revendedor do
equipamento.
M103A

93
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

TESTE DA LUZ INDICADORA E DO ALARME


As luzes indicadoras e os alarmes são usados para alertar o operador quando há
necessidade de atenção em alguma unidade da colheitadeira.

Na partida, a instrumentação passa por um modo de autoteste. Ele consiste em ligar


todos os indicadores de advertência (Figura A) e todos os segmentos do mostrador
LCD do Monitor de Rotação do Eixo, tacômetro e o Mostrador de Altura da Plataforma
(se equipado) (Figura B) simultaneamente e soar o alarme por um período curto de
tempo. O mostrador irá então exibir um “E” ou “M” para inglês ou métrico por um
período curto. Por fim, o mostrador do tacômetro exibirá as velocidades exibidas
quando a colheitadeira foi desligada na última vez.

OBSERVAÇÃO: se o alarme soar e/ou a luz indicadora acender durante a


operação, uma ação corretiva imediata deve ser tomada. Parar a colheitadeira e
verificar a área do defeito.

RH97H011 RH97H012
FIGURA A FIGURA B

94
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PROCEDIMENTO DE AMACIAMENTO
Se as instruções de amaciamento de um novo motor não forem seguidas, você poderá
causar danos nos anéis do pistão e nas luvas do cilindro.

Aquecimento do Motor
Antes da operação em campo, aquecer o motor deixando-o funcionar por 10 a 15
minutos a 1/2 aceleração.

IMPORTANTE: é importante que uma quantidade suficiente de lubrificante atinja os


rolamentos do turbocompressor antes de operar o motor na velocidade nominal.

Carga
Nas oito (8) primeiras horas de operação no campo, operar em uma marcha abaixo da
normal. Nas próximas doze (12) horas de operação, não “arrastar” o motor. Um motor
novo não deve ser “arrastado” abaixo de 2325 RPM.

Sem Carga
Quando operar o motor sem carga, é possível manter a temperatura operacional
correta do motor se girar o motor em aproximadamente 1600 rpm.

Óleo do Motor
As colheitadeiras novas têm óleo SAE 15W-40 no motor. Este óleo pode ser usado em
temperaturas abaixo de 43°C (110°F). Adicionar complementação de óleo seguindo as
recomendações na seção de LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS neste manual. NÃO
adicionar querosene para partida em clima frio. Se as temperaturas não estiverem
dentro da faixa especificada, drenar o óleo e substituir por óleo de viscosidade correta.

95
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PROCEDIMENTO NORMAL DE PARTIDA


PASSO 1 PASSO 3
4
1

A24307 A24293

O interruptor de acionamento do
separador (4) deve estar na posição
OFF.

PASSO 4

A24293

Colocar a alavanca de controle de


propulsão (1) na posição NEUTRA e
acionar o interruptor do FREIO DE
ESTACIONAMENTO (2).
PASSO 2
A24303

O acelerador deve estar na posição de


marcha lenta baixa.

3 3
RD05D054

Pressionar os botões de controle de


clima (3) para a posição OFF
(DESLIGADO).

96
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 5 PASSO 7

A24284
A24284
Girar a chave de ignição para a posição
Girar a chave de ignição para a posição
ON (LIGADO) para verificar as luzes “START” (INICIAR) até o motor ligar,
indicadoras e o alarme audível. mas não mais que 30 segundos, depois
liberar a chave.
PASSO 6

RD05D056

AGUARDAR até a luz de partida apagar.

ADVERTÊNCIA: NÃO usar o fluido de partida de éter. Podem ocorrer danos


! sérios no motor ou a morte ou lesões pessoais graves. M1068

97
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 8 IMPORTANTE
1. Se o motor ligar e depois parar,
esperar o motor de partida parar de
g i r a r a n t e s d e g i r a r a c h ave d e
i g n i ç ã o p a r a a p o s i ç ã o “ STA RT ”
(INICIAR) novamente.
2. NÃO usar o motor de partida por
mais de 30 segundos. Aguardar por
um minuto entre partidas para que o
motor de partida esfrie.
5
3. Se o motor parar quando estiver
operando com uma carga, ligar o
motor de novo imediatamente para
evitar o acúmulo excessivo de calor
causado pela parada de fluxo de óleo
para refrigeração e lubrificação.

RH97H011

Logo que o motor der a partida, ajustar a


alavanca manual do acelerador na
posição de lenta baixa (1000 a 1200
RPM) para certificar-se de que o óleo
alcance todas as áreas do motor.
Verificar o indicador de pressão do óleo
(5). Se houver pressão baixa do óleo,
PARAR o motor e verificar a causa.

98
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PARADA DO MOTOR
IMPORTANTE: antes de parar o motor depois de uma operação com carga pesada,
deixar o motor funcionar em rotação baixa (1000 a 1200 RPM) por 3 a 5 minutos. Isso
permitirá que a temperatura do motor e do turbocompressor diminua gradualmente.

ADVERTÊNCIA: antes de sair da máquina, abaixar os implementos, colocar


! todos os controle em neutro, ativar o freio de estacionamento, parar o motor e
remover a chave da ignição. M224C

PASSO 1 PASSO 2

A24293 A24284

Parar a colheitadeira e ativar o Girar a chave até a posição OFF


INTERRUPTOR DO FREIO DE (DESLIGADO). Remover a chave.
ESTACIONAMENTO (1).

99
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

OPERAÇÃO EM BAIXA TEMPERATURA


IMPORTANTE: em temperaturas ambientes frias, nunca operar o motor em baixa
rotação durante muito tempo. Nunca operar o motor durante muito tempo quando a
temperatura do líquido de arrefecimento estiver abaixo do normal.

Para dar partida e operar a colheitadeira em temperaturas ambiente frias:

1. BATERIAS - devem estar totalmente carregadas.

2. COMBUSTÍVEL - deve estar limpo e sem água. Consultar as Especificações de


Combustível neste manual.

3. ÓLEO DO MOTOR – deve ter a viscosidade correta para a faixa de temperatura


ambiente.

4. FLUIDO HIDRÁULICO DA TRANSMISSÃO – Usar fluido Case IH HY-TRAN®


ULTRA.

5. SISTEMA DE ARREFECIMENTO – deve haver um mínimo de 50% de Etileno


Glicol para proteção.

6. PARADA DO MOTOR - deixar a temperatura do motor diminuir antes de parar.

7. CONDENSAÇÃO NO RESERVATÓRIO DE COMBUSTÍVEL - para evitar


condensação no reservatório de combustível e a entrada de água no sistema de
combustível, encher o reservatório de combustível após cada dia de operação.

8. COLETOR DE ÁGUA DO FILTRO DE COMBUSTÍVEL - Em temperaturas


ambientes frias, verificar se a água foi removida do coletor de água todo dia ou
poderá haver danos.

ADVERTÊNCIA: NÃO usar o fluido de partida de éter. Podem ocorrer danos


! sérios no motor ou a morte ou lesões pessoais graves. M1068

100
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Em temperaturas ambientes frias, o motor não aquecerá ou manterá a temperatura


operacional nominal em rotações baixas. Rotações baixas do motor em temperaturas
baixas podem danificar o motor. Observar os seguintes procedimentos para aquecer o
fluido hidráulico e o motor e manter as temperaturas operacionais corretas.

1. AQUECIMENTO DO MOTOR E DO FLUIDO HIDRÁULICO

A. Dar partida no motor seguindo o procedimento descrito neste manual.

B. Aquecer o fluido hidráulico até a temperatura de operação, operar o motor na


faixa intermediária de rotação por aproximadamente cinco (5) minutos.

IMPORTANTE: operar a colheitadeira com fluido hidráulico frio pode causar uma
operação irregular com possíveis lesões ao operador.

2. MANTER O MOTOR NA TEMPERATURA CORRETA DE OPERAÇÃO - quando o


motor operar em temperaturas ambiente frias sem carga, manter o motor aquecido
fazendo-o funcionar na faixa intermediária de rotação.

3. PARADA DO MOTOR - Operar o motor em rotação baixa por 3 a 5 minutos. Isso


permitirá que a temperatura do motor abaixe gradualmente antes de parar o motor.

Aquecedor do Líquido de Arrefecimento


Encontra-se disponível um Aquecedor do Líquido de Arrefecimento do Bloco do Motor
no concessionário.

RD02E206

101
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PREPARAÇÕES PARA O TRANSPORTE


1. Esvaziar o tanque graneleiro. 3. Elevar a plataforma o suficiente para
obter uma distância boa do solo.

4. Virar os Faroletes de Espaço Livre de


Extremidade Ampla para a par te
traseira da máquina conforme exibido
a b a i x o . Tr a v a r n o l u g a r c o m o
grampo fixador fornecido.

A1013

2. Girar o tubo do descarregador para


a p o s i ç ã o d e t ra n s p o r te. S e fo r
transportar por longas distâncias, 16
km (10 milhas) ou mais, instalar o
grampo fixador (1) para prender o
tubo do descarregador no lugar
RD02G057

102
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

GANCHOS T DE FIXAÇÃO

RI00J031

RH97G045 Amarrar o suporte quando for usar um


Quando a Colheitadeira for ser suporte de peso.
transportada em um caminhão, reboque
ou carreta, recomenda-se usar ganchos
T para acorrentar a Colheitadeira.
Consultar a próxima página para obter os
locais.

103
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

LOCAIS DOS PONTOS DE FIXAÇÃO

RD01H021

● Lados Esquerdo e Direito do Eixo de Direção - Suporte do Eixo de Direção (1).

RD00E029

● Lados Esquerdo e Direito do Eixo de Tração - Suporte de Elevação do


Alimentador (2).

104
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

REBOQUE
IMPORTANTE: para evitar danos à Colheitadeira, a velocidade de reboque não deve
exceder 32 km/h (20 MPH).

A alavanca de mudança de marcha da transmissão (1) deve estar na posição


NEUTRA. Podem ocorrer danos no sistema hidráulico se esta instrução não for
seguida.

Ao rebocar colheitadeiras com motor turbocomprimido, certificar-se de colocar uma


tampa na abertura do escapamento para evitar a entrada de ar. A entrada de ar na
abertura do escapamento pode fazer com que a turbina do turbocompressor gire. O
giro da turbina causará danos nos rolamentos do turbocompressor devido à falta de
lubrificação.

OBSERVAÇÃO: se a colheitadeira for equipada com o eixo guia de potência,


colocar o interruptor do eixo guia de potência (2) na posição OFF (DESLIGADO).

OBSERVAÇÃO: antes de rebocar a máquina com o motor desligado, o Freio de


Estacionamento DEVE ser liberado girando a chave de ignição para a posição ON
(LIGADO), o freio de estacionamento liberado e deve-se ativar o Interruptor de
Desativação de Advertência/Freio de Estacionamento para a posição DISABLE
(DESATIVAR). Consultar Máquina Desativada nesta seção do manual.

A24307 A24293

ADVERTÊNCIA: não usar corda de náilon nem cabo de aço para puxar a
máquina. Uma falha do gancho, da corda de náilon ou do cabo de aço irá
! liberar uma quantidade enorme de energia e o recuo pode provocar lesões
corporais em pessoas por perto. Tenha cuidado ao puxar a máquina de
atoleiros. M319D

105
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Máquina Desativada

RD05D120

No caso do motor parar de funcionar e (É sugerido ficar de pé por cima do


não poder ser ligado novamente, o freio pedal do freio ao realizar este
de estacionamento da colheitadeira procedimento), enquanto aciona o
travará as rodas. Para liberar as rodas p e d a l a p rox i m a d a m e n te 12 a 15
para que a colheitadeira possa ser vezes.
rebocada, fazer o seguinte:
OBSERVAÇÃO: se a colheitadeira
tiver que ser rebocada por mais de 30
1. Colocar a chave de ignição na
minutos, os acoplamentos do eixo de
posição ON (LIGADO).
acionamento devem ser removidos. A
colheitadeira NÃO terá funcionamento
2. Certificar-se de que o Freio de
dos Freios com os acoplamentos
Estacionamento esteja na posição
removidos.
OFF (DESLIGADO).
IMPORTANTE: o Interruptor de
3. Pressionar o Interruptor de Perigo/ Perigo /Desativar Freio de
Desativação do Fre i o de Estacionamento DEVE estar na
E s t a c i o n a m e n t o n a Po s i ç ã o d e Posição Desativar o Freio de
p e ri g o. E l eva r a t rava ( 1 ) e Estacionamento enquanto a
pressionar a par te superior do Colheitadeira estiver sendo rebocada.
interruptor para a Posição DISABLE A desativação do interruptor irá ativar o
( D E S AT I VA R ) o Fr e i o de Freio de Estacionamento e parar a
Estacionamento. máquina.
OBSERVAÇÃO: depois de concluído o
4. Bombear vigorosamente o pedal de
reboque, colocar o Interruptor de
freio de serviço Esquerdo através de
Perigo/Desativação do Freio de
seu curso total até que a Luz do Freio
Estacionamento na posição OFF.
de Estacionamento se apague

ADVERTÊNCIA: se a máquina estiver em um declive e o procedimento


acima for realizado, a máquina irá rolar. Realizar o procedimento acima
! somente quando a máquina estiver em uma superfície plana ou totalmente
imobilizada bloqueando as rodas. M575

106
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

LUZES DE ADVERTÊNCIA, SINALEIRAS


DIRECIONAIS E EMBLEMA DE VEÍCULO EM
DESLOCAMENTO LENTO (VDL)

4 4
1 2 2 1

3 3

RR02K038

ADVERTÊNCIA: o encontro de tráfego de estrada em alta velocidade e


máquinas de deslocamento lento pode provocar ferimentos pessoais ou
morte. Nas estradas, usar pisca-pisca/luzes de acordo com as leis locais.
! Manter o emblema de veículo em deslocamento lento visível. Encostar à
direita para deixar o tráfego mais rápido passar. Diminuir a velocidade e
sinalizar antes de fazer uma curva. M110E

A sua colheitadeira possui luzes de advertência âmbar (1), sinaleiras direcionais (2),
lâmpadas traseiras (3), refletores (4) e um emblema de veículo em movimento lento
(VDL) (5). Certificar-se de usar estes itens corretamente quando operar a colheitadeira
em estradas para a segurança e proteção do operador e operadores de outros
veículos. As luzes de advertência âmbar intermitentes devem ser operadas quando a
colheitadeira for utilizada em uma estrada durante o dia ou durante a noite. Um
operador de veículo que se aproximar da colheitadeira deve notar o emblema SMV e
as luzes traseiras na traseira e as luzes âmbar intermitentes na dianteira e na traseira.
O emblema de veículo em deslocamento lento deve ser substituído quando o triângulo
central laranja brilhante perder claramente o brilho, passando a uma cor laranja pálida.
Esse enfraquecimento do centro fluorescente laranja ocorrerá devido à longa
exposição ao sol e reduz a identificação durante o dia pelos motoristas de outros
veículos.
Os conjuntos de luzes de advertência das extremidades devem ser estendidos ao
máximo ao operar ou rodar em estradas.
CONTINUA NA PRÓXIMA PÁGINA

107
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

RD00H0041

Para as configurações de rodado de tração duplo, os conjuntos de luzes de


advertência das extremidades devem estar na posição externa (a ponta interna do
tubo do conjunto de luzes de advertência nivelada com a ponta interna do tubo do
suporte de montagem). As luzes de advertência devem estar posicionadas a 406 mm
(16 polegadas) do canto externo dos dois lados da colheitadeira quando a plataforma
estiver removida.

Para a configuração dos pneus de flutuação (76 x 50.00-32) da roda de tração, os


conjuntos de luzes de advertência das extremidades devem ser estendidos a 127 mm
(5 polegadas) a mais por lado (a ponta do tubo do conjunto da luz de advertência
rebaixada a 127 mm (5 polegadas) da extremidade do tubo do suporte de montagem).
As luzes de advertência devem estar posicionadas a 406 mm (16 polegadas) do canto
externo dos dois lados da colheitadeira.

108
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

TACÔMETRO DIGITAL

Velocidade Lenta Alta


Em temperatura normal de operação, a
rotação do motor deve ficar na faixa de
2420 a 2510 RPM no tacômetro (1) para
obter o melhor desempenho.
Lenta Alta com o separador acionado -
2410 RPM. Lenta Alta com o separador
não acionado - 2510 RPM.
1
Se a rotação do motor ficar abaixo disto,
o ponto de ajuste do limiar do alarme do
motor e o Ali mentador ou Rotor ou
Ventilador estiverem LIGADOS, o alarme
audível pulsará entre LIGADO e
DESLIGADO e a ROTAÇÃO DO MOTOR
piscará. Se o interruptor “FEEDER
ENABLE” (ATIVAR ALIMENTADOR)
estiver desligado, a função do Alarme de
Rotação do Motor estará desativada.

Ajuste do Alarme do
Motor
O alarme do motor está ajustado para
soar quando a rotação do motor cair
abaixo de 2300 RPM. O alarme do motor
pode ser ajustado para soar quando a
rotação do motor cair para 1900 RPM. 552L94

Ajuste da Calibração da Velocidade


O tacômetro digital pode ser calibrado para o tamanho das rodas de tração a serem
usadas. Esse ajuste deve ser feito para o tacômetro digital exibir a velocidade correta do
veículo. Consultar Calibração da Instrumentação neste manual.

109
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

OPERAÇÃO DA COLHEITADEIRA
Velocidade de Deslocamento de Avanço
A potência é transferida do motor para a
transmissão de três marchas através da
unidade de acionamento hidrostática.
Estão disponíveis velocidades de avanço
para cada faixa de marcha da transmissão.
As velocidades de deslocamento de
avanço são exibidas em “Velocidades de
Deslocamento Aproximadas”, Consultar o
Quadro de Velocidades de Deslocamento
na Seção de Especificações deste manual.
Pressionar o interruptor de toque da
velocidade de avanço (1) e utilizar o 2
tacômetro digital para verificar a
velocidade de deslocamento de avanço
(2).
A velocidade de avanço correta é
importante. Uma velocidade de avanço
muito alta causará uma condição de
sobrecarga. Uma velocidade de avanço
muito baixa não fornecerá uma operação
eficiente. Uma velocidade de avanço
muito alta sobre terreno irregular
causará desgaste prematuro e possíveis
danos à Colheitadeira.

OBSERVAÇÃO: a bomba hidrostática


somente da Colheitadeira de Arroz está
equipada com uma válvula de
cancelamento de pressão. Esta válvula
serve para evitar uma sobrecarga do
sistema hidrostático. A válvula faz parte 1
do conjunto da bomba e não é
ajustável. Durante a operação normal, a
válvula de cancelamento da pressão
fará a Colheitadeira reduzir a 552L94
velocidade ou parar totalmente, de
acordo com as condições. Quando isto
ocorrer, colocar a alavanca de controle
de propulsão na posição NEUTRA,
mudar a transmissão para uma marcha
mais baixa e continuar com a operação.

ADVERTÊNCIA: a velocidade de deslocamento deve ser tal que permita o


controle completo, mantendo sempre a estabilidade da máquina. Quando
possível, evitar operar perto de valas, aterros e buracos. Reduzir a velocidade
! quando virar, operar em elevações e em superfícies acidentadas, escorregadias
ou enlameadas. M109B

110
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Partida do Deslocamento de Avanço


PASSO 1 PASSO 4

A24284
RR05E001
Ligar o motor.
Mover a alavanca de controle de
PASSO 2 propulsão (1) para frente para mover a
Colheitadeira para frente. Mover a
1 alavanca mais para a frente aumentará a
velocidade de deslocamento naquela
marcha da transmissão.
PASSO 5
1

A24299

Pressionar totalmente o pedal de


Aproximação Lenta e colocar a alavanca
de controle da transmissão (1) na
marcha adequada. Liberar o pedal de
Aproximação Lenta.
PASSO 3
RR05E002

Para inverter a direção da Colheitadeira,


mover a alavanca de controle de
propulsão (1) para NEUTRO e, em
2 seguida, empurrar a alavanca para a
direita e puxar para trás. A reversão terá
a mesma velocidade de deslocamento
da de avanço.

A24293
Liberar o INTERRUPTOR DO FREIO DE
ESTACIONAMENTO (2).

111
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Parada do Deslocamento de Avanço


PASSO 1 PASSO 2

1
A24307 T85154

A Colheitadeira pode ser parada Em velocidades baixas, a Colheitadeira


movendo a alavanca de controle de também pode ser parada pressionando
propulsão para a posição NEUTRA. totalmente o pedal de Aproximação
Lenta (1).

IMPORTANTE: NÃO usar o pedal de


Aproximação Lenta para parar a
colheitadeira em velocidades de
estrada.
PASSO 3

A24293

Engatar o interruptor do Freio de


Estacionamento (2).

ADVERTÊNCIA: quando estiver em declives, não mover rapidamente o


controle de propulsão para a posição neutra. Não pressionar o pedal de
! aproximação lenta. O motor e a transmissão ajudarão a controlar a velocidade da
máquina. M178B

112
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

CONEXÕES DA COLHEITADEIRA E DA PLATAFORMA

Plataforma da Série 1000

RD01H002
PLATAFORMA DA SÉRIE 1000 EXIBIDA

Conectar a plataforma na Colheitadeira de acordo com o procedimento a seguir.

OBSERVAÇÃO: certificar-se de que as extensões do debulhador estejam instaladas


no local correto para o modelo de Colheitadeira a ser usado. Consultar Local da Extensão
do Debulhador no Manual do Operador da Plataforma para obter mais informações.

ADVERTÊNCIA: o vazamento de óleo hidráulico ou combustível diesel sob


pressão pode penetrar na pele e causar infecção ou outras lesões.
Para Evitar Lesões Pessoais:
Liberar toda a pressão antes de desconectar as linhas de fluidos.
Antes de aplicar pressão, certificar-se de que todas as conexões estejam
! apertadas e os componentes estejam em boas condições.
Nunca usar as mãos para verificar vazamentos suspeitos sob pressão.
Usar um pedaço de papelão ou madeira para esse fim.
Se houver lesões provocadas por vazamento de fluidos, consultar o médico
imediatamente. M149B

113
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Conexão da Plataforma
PASSO 1 PASSO 2

RD00E065 RD00H048
Certificar-se de que a área de trabalho 1. VIGA DA PLATAFORMA
esteja livre de pessoas, ferramentas, 2. CUNHO DA PLATAFORMA
animais, etc. Pressionar o Interruptor de
Co n t ro l e d a P l a ta for m a e a b a i xa r o Mover a Colheitadeira até a abertura da
a l i m e n t a d o r. M o ve r l e n t a m e n t e a plataforma até que o cunho do
Colheitadeira até a plataforma. alimentador fique alinhado com a viga da
plataforma. Elevar lentamente a
plataforma do solo. Verificar se a viga da
plataforma está devidamente assentada
no cunho do alimentador.

ADVERTÊNCIA: manter-se afastado da plataforma ao travar a plataforma no


! alimentador. Alcançar debaixo do alimentador para engatar as travas no fundo do
alimentador. M576

114
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

ADVERTÊNCIA: sempre desligar o motor, remover a chave e acionar a trava


de segurança na posição do cilindro de elevação antes de trabalhar sob a
! Plataforma ou o alimentador. Não acionar a trava de segurança do alimentador
pode resultar em lesões ou morte. M184D

PASSO 3 PASSO 5

RD01H174

Elevar totalmente a plataforma. Desligar


o motor da Colheitadeira e remover a T85253

chave. Engatar a trava de segurança no Se necessário, ajustar as porcas no


cilindro de elevação do alimentador. parafuso “U” para obter a força
necessária nas travas.
PASSO 4
PASSO 6

T85251

Alcançar debaixo do alimentador para


engatar as travas no fundo do T85252
alimentador com os parafusos “U” na Instalar os pinos de travamento nas
plataforma. É necessária uma força de travas.
18 a 23 kg (40 a 50 lb) para mover as
travas sobre o centro.

115
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

ADVERTÊNCIA: manter-se afastado da plataforma ao travar a plataforma no


! alimentador. Alcançar debaixo do alimentador para engatar as travas no fundo do
alimentador. M576

PASSO 7 PASSO 8

RR00J102 RD01H010

RR00J098 A16858
Abrir a(s) proteção(ões) do eixo secundário As mangueiras de suprimento e de
do alimentador. Conectar o(s) eixo(s) de retorno para o acionamento hidráulico do
a c i o n a m e n t o d a p l a t a fo r m a n o molinete estão identificadas com discos
acionamento da Colheitadeira. Fechar a(s) brancos. Conectar a mangueira da
proteção(ões) do eixo secundário do Colheitadeira para o acoplador da
alimentador. plataforma e da plataforma para o
acoplador da Colheitadeira.

OBSERVAÇÃO: limpar todos os


acopladores hidráulicos para remover
a poeira e sujeira antes de conectar
para evitar a contaminação do sistema
hidráulico.

116
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 9 PASSO 10

A mangueira para a elevação hidráulica


do molinete está identificada com um
disco preto. Conectar a mangueira da
plataforma para o acoplador da
Colheitadeira.

RD01H003

As mangueiras de suprimento e de
retorno para o ajuste hidráulico de
avanço/recuo do molinete (se
equipado) estão identificadas com
discos vermelhos. Conectar a
mangueira da Colheitadeira para o
acoplador da plataforma e da
plataforma para o acoplador da
Colheitadeira.

Nas Colheitadeiras equipadas com


controle automático de altura da
plataforma, conectar o chicote elétrico da
plataforma no chicote elétrico da
Colheitadeira.

117
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 11 PASSO 12
Conectar a iluminação de segurança na
Colheitadeira, Consultar Iluminação de
Segurança neste manual.

RD01H175

Elevar a trava de segurança no cilindro


de elevação do alimentador
e prender a(s) trava(s) de segurança na
posição de armazenamento. Abaixar a
plataforma até o solo.

IMPORTANTE: não estacionar a


Colheitadeira com a plataforma na
posição levantada. Isto carrega o
sistema hidráulico e causará danos
nos cilindros de elevação da
plataforma.

ADVERTÊNCIA: o vazamento de óleo hidráulico ou combustível diesel sob


pressão pode penetrar na pele e causar infecção ou outras lesões.
Para Evitar Lesões Pessoais:
Liberar toda a pressão antes de desconectar as linhas de fluidos.
Antes de aplicar pressão, certificar-se de que todas as conexões estejam
! apertadas e os componentes estejam em boas condições.
Nunca usar as mãos para verificar vazamentos suspeitos sob pressão.
Usar um pedaço de papelão ou madeira para esse fim.
Se houver lesões provocadas por vazamento de fluidos, consultar o médico
imediatamente. M149B

118
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Desconexão da Plataforma
Para desconectar a plataforma da Colheitadeira, inverter o procedimento de conexão.
Também fazer o seguinte:

ADVERTÊNCIA: manter-se afastado da plataforma ao destravar a plataforma.


! Alcançar debaixo do alimentador para desengatar as travas no fundo do
alimentador. M582

As mangueiras no alojamento do
alimentador da Colheitadeira estão
identificadas com arruelas brancas e
vermelhas no acopladores macho. 1
Conectar estas mangueiras nos
acopladores fêmea corretos no
alimentador conforme exibido. Instalar
um bujão contra poeira no outro
acoplador.

RD00F035_a

Instalar bujões contra poeira no


acopladores fêmea na plataforma. NÃO
conectar nenhuma mangueira na
plataforma para os acopladores na
plataforma. Manter as conexões
hidráulicas limpas. Manter as
mangueiras afastadas do sem-fim.

OBSERVAÇÃO: limpar a poeira e a


sujeira de todos os acopladores 1
hidráulicos antes de conectar.

RD01H009_b
1. BUJÃO CONTRA POEIRA

ADVERTÊNCIA: nunca conectar os acopladores hidráulicos de avanço e recuo


! do molinete entre si na plataforma. Isto completaria o circuito e permitiria que o
molinete deslizasse inesperadamente. M209B

119
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Conexão/Desconexão da Plataforma
Quando a plataforma for removida da
Colheitadeira ou quando uma plataforma
de milho for montada na Colheitadeira,
certificar-se de que a mangueira de
acionamento do molinete (1) seja 1
reconectada no alojamento do
alimentador da Colheitadeira. Isto
impedirá que o sistema de acionamento
do molinete funcione com a pressão de
alívio durante a colheita de milho.

RD00F035

120
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Plataforma da Série 2000

RR04F005

Conexão da Plataforma de Grãos


Conectar a plataforma na Colheitadeira de acordo com o procedimento a seguir.
OBSERVAÇÃO: certificar-se de que as extensões do debulhador estejam
instaladas no local correto para o modelo de Colheitadeira a ser usado. Consultar
Local da Extensão do Debulhador no Manual do Operador da Plataforma para obter
mais informações.

121
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 1 PASSO 2

RR05E003 RD00H048

Certificar-se de que a área de


trabalho esteja livre de pessoas, 1. VIGA DA PLATAFORMA
2. CUNHO DA PLATAFORMA
ferramentas, animais, etc. Pressionar
o Interruptor de Controle da
Plataforma e abaixar o alimentador. Mover a Colheitadeira até a abertura
Mover lentamente a Colheitadeira até da plataforma até que o cunho do
a plataforma. alimentador fique alinhado com a viga
da plataforma. Elevar lentamente a
plataforma do solo. Verificar se a viga
da plataforma está devidamente
assentada no cunho do alimentador.

ADVERTÊNCIA: manter-se afastado da plataforma ao travar a plataforma no


! alimentador. Alcançar debaixo do alimentador para engatar as travas no fundo do
alimentador. M576

ADVERTÊNCIA: sempre desligar o motor, remover a chave e acionar a trava


de segurança na posição do cilindro de elevação antes de trabalhar sob a
! Plataforma ou o alimentador. Não acionar a trava de segurança do alimentador
pode resultar em lesões ou morte. M184D

122
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 3 PASSO 5

RD01H174
3
Elevar totalmente a plataforma. Desligar o
motor da Colheitadeira e remover a chave. RD04F025

Engatar a trava de segurança no cilindro de E n g a t a r a s t r a va s ( 1 ) n a b a r r a d e


elevação do alimentador. travamento da plataforma (2). É necessária
uma força de 18 a 23 kg (40 a 50 lb) para
PASSO 4 mover a(s) trava(s) sobre o centro. Se
necessário, desengatar a(s) trava(s) e
ajustar as porcas (3) para obter a força
necessária nas travas.
PASSO 6

RD04F024
Remover o pino de travamento da trava
sobre o centro (lados direito e esquerdo)
localizado no fundo do alimentador.
RD04F026
Instalar os pinos de travamento nas travas.

123
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 7 PASSO 8

3 1

2
5
2
4

RR00J102 RD04K045
Abrir a tampa contra poeira (1) no
acoplador rápido (2), pressionar o botão (3)
e mover a alavanca de travamento (4) para
cima, de forma que as garras da alavanca
fiquem abertas.

IMPORTANTE: usar um pano limpo para


limpar qualquer poeira acumulada da
superfície de montagem (5) do acoplador
rápido.
PASSO 9
2
RR00J098
A b ri r a p ro te ç ão d o e i xo s e c u n d á ri o
esquerdo do alimentador (1) e conectar o
eixo de acionamento (2) no acionamento do
eixo secundário do alimentador. Repetir
para o lado direito. 1

RD04F041
Remover o pino Klik (1) e, em seguida,
remover o conjunto de acoplamento/
mangueira (2) do suporte. Reinstalar o pino
Klik (1).

IMPORTANTE: usar um pano limpo para


limpar qualquer poeira acumulada da
superfície de montagem do acoplador
rápido (2).

124
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 10 PASSO 12

2
1

RD04K047 RD04K049
Remover o chicote elétrico (1) da tampa de Travar as metades do acoplador no lugar,
proteção (2). m ove n d o a a l ava n c a d e t r ava m e n to
totalmente para baixo até o botão de
PASSO 11 travamento fazer um “clique”. Isto garante
que a alavanca está travada.
PASSO 13

RD04K048
Instalar o acoplador do alimentador no
acoplador da Plataforma.
RD04K050
Instalar o chicote elétrico no conector da
plataforma.

IMPORTANTE: ao instalar o chicote


elétrico, certificar-se de que os conectores
estejam corretamente alinhados. Não forçar
os conectores juntos para não danificar os
pinos.

125
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 14 PASSO 16

RR04F005 RD01H175
Se necessário, reposicionar o prendedor de Elevar a trava de segurança no cilindro de
gancho e alça confor me exibido. Isto elevação e prender a trava de segurança na
prenderá o conjunto da mangueira e chicote posição de armazenamento. Abaixar a
elétrico em um pacote completo e ajudará a plataforma até o solo.
evitar que fiquem enroscados ou entrem em
atrito com qualquer componente. IMPORTANTE: não estacionar a
Colheitadeira com a plataforma na posição
PASSO 15 levantada. Isto carrega o sistema hidráulico
Quando a Plataforma estiver instalada e causará danos nos cilindros de elevação
durante o transporte em estradas, conectar da plataforma.
a Iluminação de Segurança na
Colheitadeira conforme especificado para
atender a regulamentações viárias
individuais de cada país.

ADVERTÊNCIA: o vazamento de óleo hidráulico ou combustível diesel sob


pressão pode penetrar na pele e causar infecção ou outras lesões.
Para Evitar Lesões Pessoais:
Liberar toda a pressão antes de desconectar as linhas de fluidos.
Antes de aplicar pressão, certificar-se de que todas as conexões estejam
! apertadas e os componentes estejam em boas condições.
Nunca usar as mãos para verificar vazamentos suspeitos sob pressão.
Usar um pedaço de papelão ou madeira para esse fim.
Se houver lesões provocadas por vazamento de fluidos, consultar o médico
imediatamente. M149B

126
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Desconexão da Plataforma
Para desconectar a plataforma da Colheitadeira, inverter o procedimento de conexão.
Também fazer o seguinte:

ADVERTÊNCIA: manter-se afastado da plataforma ao destravar a plataforma.


! Alcançar debaixo do alimentador para desengatar as travas no fundo do
alimentador. M582

ADVERTÊNCIA: sempre desligar o motor, remover a chave e acionar a trava


de segurança na posição do cilindro de elevação antes de trabalhar sob a
! Plataforma ou o alimentador. Não acionar a trava de segurança do alimentador
pode resultar em lesões ou morte. M184D

127
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

CONEXÃO DA PLATAFORMA DE MILHO


Conectar a Plataforma de Milho na Colheitadeira de acordo com o procedimento a seguir
PASSO 1 PASSO 2

RD00F035_a

RR00J102

Abrir a proteção do eixo secundário do


alimentador.
PASSO 3

A5236

Certificar-se de que a largura do


adaptador de enchimento de 1080 mm
(42-1/2 polegadas) esteja ajustada. Se a
largura não estiver correta, consultar
Ajuste do Adaptador de Enchimento
RD00E065
nesta Seção do Manual.
Pressionar o Interruptor de Abaixamento
da Plataforma e abaixar o alimentador.

128
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 4 PASSO 6

RD00H048
Mover a Colheitadeira até a abertura da
Plataforma de Milho até que o cunho do T85251

alimentador esteja alinhado com a viga da Engatar as travas no fundo do


Plataforma de Milho. Levantar lentamente alimentador com os parafusos “U” na
o alimentador até a viga ficar assentada no Plataforma de Milho. É necessária uma
cunho do alimentador. força de 180 a 220 N (40 a 50 lb) para
mover as travas sobre o centro.
OBSERVAÇÃO: certificar-se de que
o cunho do alimentador esteja livre de PASSO 7
materiais estranhos.
PASSO 5

T85253

Se necessário, ajustar as porcas nos


parafusos “U” para obter a força
RD01H174 necessária nas travas.
Elevar completamente a Plataforma de
Milho. Desligar o motor da Colheitadeira e
remover a chave. Engatar a trava de
segurança no cilindro de elevação do
alimentador.

129
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 8

T85252
Instalar os pinos de travamento nas travas.

ADVERTÊNCIA: manter-se afastado da plataforma ao travar a plataforma no


! alimentador. Alcançar debaixo do alimentador para engatar as travas no fundo do
alimentador. M576

130
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 9 PASSO 11

RR04F005_b
RD01H175
Elevar a trava de segurança no cilindro de Conectar a junta universal para o eixo de
elevação e prender a trava de segurança acionamento da Plataforma de Milho no
na posição de armazenamento. Abaixar a eixo secundário do alimentador.
Plataforma de Milho até o solo. Fechar a proteção do eixo secundário do
alimentador.
IMPORTANTE: NÃO estacionar a
Colheitadeira com a Plataforma de Milho
na Posição Levantada. Isto carrega o
sistema hidráulico e pode causar danos
nos cilindros de elevação da plataforma.
PASSO 10
Conectar a Iluminação de Segurança na
Colheitadeira, Consultar Iluminação de
Segurança no Manual do Operador da
Plataforma de Milho.

Desconexão da Plataforma de Milho


Para desconectar a Plataforma de Milho da Colheitadeira, inverter o procedimento de
conexão.

131
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Ajuste do Adaptador de Enchimento


Ajuste do Adaptador para as Plataformas de Milho da Série 1000 ...... 1080 mm (42-1/2 in.)

A5236.55
Os adaptadores de enchimento são
utilizados para ajustar a largura da
abertura do alimentador da Plataforma
de Milho da série 1000 para a
Colheitadeira que está sendo usada. A
abertura pode ser ajustada para 846 mm
(33-5/16 in.) ou 1080 mm (42-1/2 in.).
Para ajustar a largura, remover os
parafusos de montagem e mover os
adaptadores de enchimento para dentro
ou para fora para obter a largura
desejada.

OBSERVAÇÃO: ajustar o adaptador A5238


em 1080 mm (42-1/2 in.) para esta
aplicação de Colheitadeira.

132
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Partida da Operação da Colheitadeira


PASSO 1 PASSO 3

1
2

552L94

A24293
6
Deixar o motor funcionando e a alavanca
do acelerador na posição lenta média e
engatar o acionamento do separador (1)
e da embreagem do alimentador (2).
5
OBSERVAÇÃO: o separador não
engatará se a rotação do motor estiver
abaixo de 1000 RPM ou acima de
2000 RPM.
550L94
PASSO 2
Usar o tacômetro digital para verificar as
3 velocidades do motor (4), rotor (5) e
ventilador (6). Ajustar as velocidades
conforme necessário (consultar Ajustes
Iniciais da Cultura neste manual).
PASSO 4

A24304

Deixar o motor funcionar em marcha


lenta média por 15 a 30 segundos até o
acionamento do separador e do
alimentador atingir a rotação. Em
seguida, mover a alavanca manual do
acelerador para a posição de aceleração
total (3). 7
OBSERVAÇÃO: ajustar as
velocidades do Ventilador e do Rotor
A24293
em Lenta Alta.
Quando colher com uma plataforma de
grãos, ajustar os controles da plataforma
(7). (Consultar Controles da Plataforma
neste manual).

133
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Parada da Operação da Colheitadeira


PASSO 1 PASSO 3

3 2

A24307 A24293

Movimentar a alavanca de controle de Quando a Colheitadeira estiver sem


propulsão para a posição NEUTRA para nenhum material, mover o interruptor da
parar o deslocamento de avanço da embreagem do alimentador (2) para OFF
Colheitadeira. (DESLIGADO). Mover o interruptor de
acionamento do separador (3) para OFF.
PASSO 2
PASSO 4

4
1

A24303

Mover a alavanca manual do acelerador


(4) para trás até a posição de marcha
RD00E065
lenta baixa. Deixar o motor funcionar em
Elevar a plataforma com o interruptor de marcha lenta baixa por 3 a 5 minutos
controle da plataforma (1). para permitir que a temperatura do motor
e do turbocompressor diminua
gradualmente antes de parar o motor.

134
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Velocidade da Trilha
A alavanca do acelerador deve estar na
posição de aceleração total (1) durante a 1
trilha.
Não usar a alavanca do acelerador para
diminuir a velocidade da Colheitadeira
em condições de campo irregular. Isto
diminuirá a velocidade de toda a
Colheitadeira e provocará uma redução
do desempenho da trilha.
A24304

RR05E001 A24299

Para diminuir a velocidade de deslocamento da Colheitadeira, mover a alavanca de


controle de propulsão para trás ou mudar para a marcha seguinte mais baixa da
transmissão.

135
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

CONTROLES DA PLATAFORMA
Existem dois modos para controlar a altura da plataforma: (1) Manual e (2) Automático. No
modo Automático, existem três tipos de controle: (1) Retorno ao Corte; (2) Altura
Automática e (3) Flutuação Automática.

Controle de Posição Manual


Posicionar o interruptor de Seleção de Modo no Modo MANUAL (“M”) para a elevação/
abaixamento manual da Plataforma.

3
A24293A RD97G033

Para operar a Colheitadeira no MODO A taxa de elevação da plataforma é


MANUAL selecionar “M” (1). controlada pelo CONTROLE DA TAXA
DE ELEVAÇÃO DA PLATAFORMA (3). A
taxa de abaixamento da plataforma é
controlada pelo CONTROLE DA TAXA
2 DE ABAIXAMENTO DA PLATAFORMA
(4). Para aumentar a taxa de elevação ou
abaixamento da plataforma, girar o
CONTROLE DA TAXA DE ELEVAÇÃO
DA PLATAFORMA e/ou o CONTROLE
DA TAXA DE ABAIXAMENTO DA
PLATAFORMA para a direita (sentido
horário). Para diminuir a taxa de
elevação ou abaixamento da plataforma,
girar o CONTROLE DA TAXA DE
ELEVAÇÃO DA PLATAFORMA e/ou o
RD00E065 CONTROLE DA TAXA DE
Para elevar ou abaixar a plataforma usar ABAIXAMENTO DA PLATAFORMA para
o INTERRUPTOR DE CONTROLE DA a esquerda (sentido anti-horário).
PLATAFORMA (2) na alavanca de
controle de propulsão.

136
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Controle Automático de Altura da Plataforma


OBSERVAÇÃO: os Controles Automáticos de Altura da Plataforma somente
funcionarão quando o operador estiver sentado e o acionamento do alimentador estiver
engatado.

Retorno ao Corte (RTC)

1 2

A24293A

1. Para entrar no modo de RETORNO 4. Se o CONTROLE DE POSIÇÃO (2)


AO CORTE (RTC) (1) o interruptor de e s t i ve r a j u s t a d o p a r a o p e r a ç ã o
m o d o d e v e e s t a r e m “ R T C ”, a normal acima do solo e houver um
plataforma ligada e acima do ajuste sensor de altura presente e a
de CONTROLE DE POSIÇÃO (2) e a plataforma fizer contato com solo alto
f u n ç ã o d e A B A I X A M E N TO d a ou um obstáculo, a platafor ma se
platafor ma d eve estar elevará temporariamente e depois
momentaneamente pressionada. A abaixará de volta para a posição do
plataforma abaixará até a posição ponto de ajuste depois de passar
a j u s t a d a c o m o B O TÃ O D E pela obstrução.
CONTROLE DE POSIÇÃO.

2. Neste modo, a altura da plataforma


pode ser controlada pelo botão de
4
C O N T RO L E D E P O S I ÇÃO ( 2 ) .
Depois de elevar a platafor ma no
final da linha, a pressão momentânea
do interruptor de abaixamento da
plataforma retornará a plataforma até
a altura de corte selecionada.

3. A taxa de elevação ou abaixamento


da platafor ma é controlada pelos
c o n t r o l e s d e E L E VA Ç Ã O D A 3
PLATAFORMA (3) e ABAIXAMENTO
DA PLATAFORMA (4). RD97G033

137
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

2
5

A24293 RD00E065

Se não houver um sensor de altura da Se o interruptor de ABAIXAMENTO for


plataforma e a Colheitadeira for equipada selecionado enquanto o sistema estiver
com a opção de FLUTUAÇÃO, quando a operando em RETORNO AO CORTE
plataforma entrar em contato com o solo (RTC), o sistema entrará no modo
o sistema automaticamente entrará no MANUAL. Para retornar ao Controle de
controle de FLUTUAÇÃO e a plataforma Posição Automático, fazer o seguinte:
se elevará para manter o ajuste do
CONTROLE DE SENSIBILIDADE (5). 1. Retornar a plataforma manualmente
até a altura ajustada pelo
Quando a plataforma não estiver mais
CONTROLE DE POSIÇÃO, ou:
em contato com o solo, a plataforma
abaixará até o ajuste do CONTROLE DE
2. Usar o INTERRUPTOR DE
POSIÇÃO.
E L E VA ÇÃ O / A B A I X A M E N TO DA
Se o interruptor de ELEVAÇÃO for P L ATA F O R M A ( 6 ) p a r a m o ve r a
selecionado, o sistema entrará no modo plataforma manualmente acima do
MANUAL. Para retornar ao RETORNO ajuste do CONTROLE DE POSIÇÃO,
AO CORTE (RTC), selecionar depois acionar momentaneamente o
momentaneamente o interruptor de interruptor de ABAIXAMENTO para
ABAIXAMENTO e a plataforma retornará retor nar automaticamente para o
à altura ajustada pelo CONTROLE DE ajuste de CONTROLE DE POSIÇÃO.
POSIÇÃO.
IMPORTANTE: quando usar o RTC e
uma Plataforma de Grãos 1020
travada no modo de operação rígido,
o Potenciômetro do Controle
Automático de Altura da Plataforma
(AHHC), DEVE estar desconectado
para que a função RTC funcione
corretamente.

138
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Controle Automático de Altura da Plataforma (Se Equipado)

5
2
1

3
A24293A
RD97G033

1. O modo de Controle de Altura 3. Neste modo, o CONTROLE DE


Automático da Plataforma pode ser S E N S I B I L I DA D E ( 5 ) a j u s ta a
acionado se o interruptor de seleção quantidade de sensibilidade do
d e m o d o ( 1 ) e s t i v e r e m “ H T ”, o controle da plataforma em relação a
alimentador LIGADO e o interruptor alterações das condições do solo.
de ABAIXAMENTO da plataforma for
pressionado momentaneamente. 4. A taxa de elevação ou abaixamento
para manter a altura do solo é
2. No Controle Automático de Altura da controlada pelos ajustes dos
Plataforma, o sistema eleva e abaixa controles da TAXA DE ELEVAÇÃO
a p la ta for m a pa ra m an te r u m a DA PLATAFORMA (3) e TAXA DE
distância fixa do solo. O CONTROLE ABAIXAMENTO DA PLATAFORMA
DE POSIÇÃO (2) ajusta a altura na (4).
qual manter a plataforma do solo.

139
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Após entrar no modo de controle de Se o interruptor de ELEVAÇÃO for


altura da plataforma ele ficará efetivo acionado, o sistema entrará no modo
(excluindo por intervenção do operador) MANUAL. Para retornar ao modo
mesmo se a plataforma estiver acima da automático, pressionar
região ativa do sensor de altura da momentaneamente o interruptor de
plataforma. Esta condição pode ocorrer ABAIXAMENTO e a plataforma retornará
se o solo se distanciar da plataforma ao modo de ALTURA AUTOMÁTICA.
mais rapidamente do que o sistema Enquanto estiver em Altura Automática e
possa responder devido à resposta o interruptor de ABAIXAMENTO for
hidráulica ou devido aos ajustes de atuado, a Altura Automática será
controle do sistema. cancelada e a plataforma abaixará ou
tentará abaixar até o interruptor ser
liberado. Depois, o sistema retornará ao
modo de ALTURA AUTOMÁTICA.

Controle Automático de Flutuação (Se Equipado)


Quando no modo de FLUTUAÇÃO, se a
pressão de flutuação diminuir, a
plataforma é elevada para aumentar a
pressão para o ajuste do CONTROLE DE
SENSIBILIDADE. Se a pressão de
flutuação aumentar, a plataforma é
1 abaixada para diminuir a pressão para o
2 ajuste do CONTROLE DE
SENSIBILIDADE. A taxa de elevação e
abaixamento da plataforma para manter
a pressão é potencialmente limitada
pelos CONTROLES DA TAXA DE
ELEVAÇÃO e ABAIXAMENTO.
A29293

Se o modo de FLUTUAÇÃO (1) for


selecionado, o CONTROLE DE
SENSIBILIDADE (2) ajusta a pressão de
operação. O controle de flutuação entra
automaticamente se o alimentador
estiver LIGADO e o interruptor de
ABAIXAMENTO for selecionado
momentaneamente.

140
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Enquanto estiver no modo de


FLUTUAÇÃO, se o interruptor de
3 ABAIXAMENTO for atuado, a
FLUTUAÇÃO será cancelada e a
plataforma abaixará ou tentará abaixar
até o interruptor de ABAIXAMENTO ser
desativado. O sistema retornará ao
modo de FLUTUAÇÃO e a plataforma
retornará ao ajuste de pressão de
flutuação.

Calibração do Sensor de
Flutuação
RD00E065

Se o interruptor de ELEVAÇÃO for Sempre que colocar uma plataforma na


acionado, o sistema entrará no modo Colheitadeira, elevar a plataforma até
MANUAL. Para retornar ao modo de parar próxima ao topo. Isto calibrará o
FLUTUAÇÃO, pressionar Mostrador de Altura da Plataforma e
momentaneamente o interruptor de calibrará o CONTROLE DE
ABAIXAMENTO e a plataforma retornará SENSIBILIDADE para o sensor de
ao modo de FLUTUAÇÃO. flutuação. Se um sensor de altura estiver
conectado, a plataforma pára
momentaneamente a 1 ou 2 pés acima
do solo.

141
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Mostrador de Altura da Plataforma


O Mostrador de LCD de Altura da
Plataforma está localizado na área do
tacômetro abaixo dos interruptores de
toque.

O Mostrador de Altura da Plataforma


exibe a altura em polegadas (ou
centímetros) para os modos MANUAL,
RETORNO AO CORTE e ALTURA
AUTOMÁTICA ou a pressão em RH02F075
porcentagem para o modo de
MANUAL
FLUTUAÇÃO. Observar que ambas as
setas estão ligadas em ALTURA
AUTOMÁTICA e RTC e a seta inferior
está ligada em FLUTUAÇÃO.

Para calibrar o mostrador (o


INTERRUPTOR DA EMBREAGEM DO
ALIMENTADOR deve estar na posição
“DESLIGADA”), abaixar a plataforma até
RH02F076
o solo e manter pressionado o interruptor
de ABAIXAMENTO por dois (2) ALTURA AUTOMÁTICA
segundos. Depois de calibrar o
mostrador e quando a plataforma estiver
totalmente abaixada no modo MANUAL,
o mostrador exibirá “2” se estiver em
unidades inglesas ou “5” se estiver em
unidades métricas para plataformas de
grãos.

Para as plataformas de milho (se o


interruptor do molinete estiver ajustado RH02F077
para “Milho”), o mostrador exibirá “4” se FLUTUAÇÃO
estiver em unidades inglesas ou “10” se
estiver em unidades métricas.

142
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Operação do Controle da Velocidade do Molinete


O controle de velocidade do molinete MANUAL ou AUTOMÁTICO somente estará ativo
quando o alimentador estiver LIGADO e estiverem selecionados MAN ou AUTO. Se for
selecionado Milho, a operação do controle de velocidade do molinete será desabilitada e
indicará ao controlador que uma plataforma de milho está conectada.

Controle Manual de Velocidade do Molinete


Para operar o molinete no modo
MANUAL, pressionar o interruptor
VELOCIDADE DO MOLINETE (1) para a
posição do meio (“M”).
O CONTROLE DE VELOCIDADE DA
TAXA/MOLINETE (2) ajusta a velocidade
de um molinete da plataforma de grãos.
2
Se o CONTROLE DE VELOCIDADE DA 1
TAXA/MOLINETE estiver ajustado
totalmente no sentido anti-horário, a
velocidade do molinete será zero (“0”). A29293

Controle Automático de Velocidade do Molinete


Para operar o molinete no modo
AUTOMÁTICO, pressionar o interruptor
CONTROLE DA VELOCIDADE DO
MOLINETE (1) para a posição à frente
(“A”).
A velocidade do molinete agora será
uma função da velocidade de avanço da 3
Colheitadeira. O CONTROLE DA
VELOCIDADE DA TAXA/MOLINETE (2)
ajusta a taxa que o molinete da
plataforma de grãos gira em relação à
velocidade de avanço. A faixa da taxa é
de 0,85:1 a 3,5:1.
RD97G033

O CONTROLE DE VELOCIDADE
MÍNIMA DO MOLINETE (3) ajusta a
velocidade mínima que o molinete gira a
velocidades de avanço baixas.

2
1

A29293

143
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

MONITOR DA RETRILHA

RH97F043
O Mostrador de LCD está localizado na de retrilha muito fluidos ou com palhiço
área do tacômetro abaixo dos podem ser ajustadas com sensibilidades
interruptores de toque. O mostrador do mais altas.
Monitor de Retrilha estará presente se o
A finalidade do Monitor de Retrilha é de
sensor de retrilha for detectado. O
alertar o Operador se o volume de
mostrador consiste de um símbolo da
retrilha está ficando alto para que ajustes
retrilha e um gráfico de barras com oito
sejam realizados a fim de otimizar o
segmentos. Os primeiros cinco
desempenho da Colheitadeira. O ideal é
segmentos do gráfico de barras são
que a Colheitadeira opere com pouca
retangulares e os últimos três são
retrilha e a retrilha não deve ser
triangulares.
principalmente de grãos limpos. A
O Monitor de Retrilha exibe o volume de passagem de muitos grãos limpos
material que flui através do sem-fim através do elevador de retrilha pode
inferior da retrilha. À medida que o aumentar a perda do rotor e rachar os
volume de material no sem-fim inferior da grãos. Se a retrilha estiver muito alta e
retrilha aumenta, uma alavanca no consistir principalmente de grãos limpos,
sensor de retrilha, localizado atrás do as medidas que devem ser tomadas são:
sem-fim, gira e os segmentos no
1. Abrir a Peneira da Sapata.
mostrador da retrilha aparecem da
Esquerda para a Direita. Quando o 2. Fechar a parte traseira da Peneira
primeiro segmento triangular aparece o Superior.
sino será ativado (o separador da
Colheitadeira deve estar funcionando e a 3. Ajustar a Velocidade do Ventilador de
rotação do motor deve estar acima de Limpeza.
1800 RPM) e o símbolo da retrilha 4. Reduzir a velocidade em aclives
piscará. O sino continuará até que o laterais.
segmento esteja DESLIGADO e o botão
ALARME DESLIGADO seja ativado. Se a retrilha estiver alta e consistir
principalmente de cultura Não Separada,
A sensibilidade do Monitor de Retrilha melhorar a trilha usando os métodos
pode ser ajustada para cinco ajustes. fornecidos em Resolução de Problemas
Consultar a seção de Modo de Alteração do Sistema de Trilha e Separação.
para ajustar a sensibilidade. À medida
que a sensibilidade aumenta, o braço do
sensor não levanta tanto para mostrar
que o sem-fim está quase CHEIO. Para a
maioria das culturas, é desejada a
sensibilidade 1. As culturas com material

144
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

MONITOR DE VELOCIDADE DO EIXO

Operação do Monitor As velocidades monitoradas são:


● Elevador de Retrilha
O Monitor de Rotação do Eixo é
● Elevador de Grãos
habilitado quando os interruptores do
● Ventilador de Limpeza
SEPARADOR e do ALIMENTADOR são
● Distribuidor de Palha
ativados por pelo menos 4 segundos e a
● Batedor/Picador
rotação do motor é de 1800 RPM ou
● Caixa de Peneira
maior. O Monitor de Rotação do Eixo é
● Rotor
desabilitado quando o SEPARADOR ou
● Ventilador
o ALIMENTADOR são desativados ou a
rotação do motor é inferior a 1800 RPM.

Quando o Monitor de Rotação do Eixo é


engatado, qualquer rotação ativa
monitorada que seja inferior ao ponto de
ajuste do alarme será indicada piscando
o indicador adequado e ativando o
alarme audível continuamente. Todos os
indicadores desativados permanecerão
desligados.

O(s) indicador(es) e o alarme audível


podem ser desligados pressionando o
interruptor ALARME DESLIGADO. Isto
desativará temporariamente todas as
funções com alarmes. Pressionar o
interruptor ALARME DESLIGAdo sem
nenhum alarme exibirá todas as funções
inativas. O indicador adequado
permanecerá ligado enquanto o
interruptor ALARME DESLIGADO for
pressionado e permanecerá ligado
continuamente por 4 segundos depois do
interruptor ser liberado. Se a velocidade
de uma função desativada aumentar
acima do ponto de ajuste do alarme, a
função será reinicializada. A função
reinicializada será monitorada
normalmente.

Se um alarme da velocidade do
ventilador ou do rotor for indicado, o
tacômetro também piscará a velocidade
do ventilador ou rotor. O interruptor de
toque ALARME DESLIGADO desativará RH97H012
o pisca-pisca e retornará o tacômetro à
informação exibida ante do alarme.

145
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Seis dos alarmes de velocidade monitorados são pré-ajustados.

A instrumentação verifica as velocidades do Ventilador de Limpeza e do Rotor quatro (4)


segundos depois do Monitor de Rotação do Eixo ser habilitado para calcular os pontos de
alarme. O ponto de alarme do Ventilador de Limpeza está ajustado em 80% da taxa entre
o ventilador e a rotação do motor. O ponto de alarme do Rotor está ajustado em 75% a
100% da Taxa entre o Rotor e a Rotação do Motor. Os 75% a 100% são ajustados no modo
de calibração da instrumentação. Consultar CALIBRAÇÃO DA COLHEITADEIRA neste
manual.

Se a velocidade do Ventilador de Limpeza ou Rotor for alterada enquanto o Monitor de


Rotação do Eixo estiver habilitado, o ponto de alarme será recalculado dois segundos após
a alteração.

Verificação da Operação do Monitor


Quando um ou mais indicadores exibirem uma condição de velocidade baixa quando a
Colheitadeira estiver operando normalmente, verificar a causa conforme segue:

VERIFICAR OS AJUSTES DO SENSOR - Verificar se há danos nos sensores de rotação


do eixo e nos chicotes elétricos. Fazer reparos ou substituir peças conforme necessário.

VERIFICAR A FOLGA - Verificar a folga entre cada conjunto de interruptores dos sensores
e o ímã ou engrenagem. As folgas devem ser as seguintes:

1. Picador de Palha, Caixa de Peneira (Se Equipado) .............................. 3 mm (0.125 inch)

2. Ventilador de Limpeza, Rotor, Distribuidor de Palha e Captação de


Relutância do Alimentador ......................................... 0,25 a 1,5 mm (0.010 a 0.060 inch)

OBSERVAÇÃO: os sensores do Elevador de Retrilha, Elevador de Grãos e Batedor não


são ajustáveis.

146
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

MONITOR DE VARREDURA DE GRÃOS


Operação do Monitor
1.Operar a Colheitadeira no campo.
Ajustar a Colheitadeira para uma
perda de grãos aceitável no solo
atrás da Colheitadeira.

2. Ajustar o interruptor do sensor para


“BOTH” (AMBOS).

3.Girar o controle de seleção de grãos


para o ponto do meio para o tamanho
de grãos a serem colhidos.
EXEMPLO:
Milho e Feijão ............... Ponto Grande
Trigo e Cevada ................ Ponto Médio
Trevo, Alfafa ou
Canola ........................Ponto Pequeno

OBSERVAÇÃO: o teor de umidade


da cultura pode exigir que o ajuste da
sensibilidade seja aumentado
(sentido horário) ou diminuído
(sentido anti-horário).

4. Operar a Colheitadeira no campo em


velocidade e carga normais para a
cultura.

OBSERVAÇÃO: as luzes no painel


indicador do sensor piscarão à
medida que o material bater nos
sensores da peneira superior e do
rotor. Isto não indica perda de
sementes, apenas indica que os
circuitos dos sensores estão
funcionando.

5. A Colheitadeira dever ser ajustada


para fornecer um nível aceitável de
perda de grãos antes de posicionar a
a g u l h a d o m e d i d o r. E n q u a n t o a
Colheitadeira estiver operando, girar
o controle de posição do medidor até 495L94

que a agulha do medidor esteja no


meio da escala verde.

147
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

6. Parar a Colheitadeira e verificar o solo atrás da Colheitadeira. Se a perda de


sementes no solo for aceitável, o monitor de perda de grãos está ajustado
corretamente para a cultura e as condições. Se a perda de grãos não for aceitável,
repetir as Etapas de 1 a 6 até obter uma perda aceitável de grãos.

OBSERVAÇÃO: em operação normal, a agulha do medidor pode subir na escala por


um curto período de tempo antes de retornar à posição do meio. Não é necessário fazer
uma correção na velocidade de avanço a não ser que a agulha do medidor fique na
posição de cima da escala. Se esta deflexão da agulha ocorrer com freqüência:

● O Monitor de Varredura de Grãos está com ajuste muito SENSÍVEL


● Verificar a perda de grãos atrás da Colheitadeira
● Verificar se há possíveis problemas na Colheitadeira e no monitor.

O monitor de varredura de grãos opera no modo de velocidade de avanço sempre que a


velocidade de avanço for maior que 0,8 km/h (1/2 MPH). Neste modo, as leituras são
independentes da velocidade de avanço e se baseiam na perda de grãos por área.

O monitor de varredura de grãos opera no modo baseado em tempo sempre que a


velocidade de avanço for menor que 0,8 km/h (1/2 MPH) ou quando a Colheitadeira estiver
parada. Este modo é usado primariamente para verificar a operação do sensor
estacionário, mas exibirá as taxas de perdas baseadas em tempo a velocidades muito
baixas.

OBSERVAÇÃO: se houver uma alteração repentina da Velocidade de Avanço (agulha


PARA CIMA se você reduzir - agulha PARA BAIXO se você aumentar a velocidade de
avanço), o monitor se estabilizará na operação normal em aproximadamente 90
segundos.

148
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Verificação da Operação do Sensor


ATENÇÃO: quando for realizar este teste do sensor, certificar-se de que o motor
esteja DESLIGADO e a chave LIGADA.
PASSO 1
Girar o interruptor do sensor (1) para a
peneira superior.

A24310

PASSO 2
Pedir que outra pessoa bata levemente
na placa de ruído do sensor da peneira
superior (2) com um lápis. A luz
indicadora daquele sensor deverá
acender cada vez que a placa de ruído
do sensor for atingida. Verificar ambos 2
sensores da peneira superior.
PASSO 3
Depois da máquina ser ajustada para
uma perda de sementes aceitável, girar o
interruptor de posição do medidor (3) até
que a agulha fique no meio da área
verde do medidor. A1789

149
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

PASSO 4 PASSO 6
Repetir as Etapas 1 e 2 para os sensores
Se a operação na Etapa 4 estiver
da gaiola do sensor (4) e com o
correta, verificar a operação do
interruptor do sensor colocado em
tacômetro digital. O monitor de perda de
“BOTH” (AMBOS). Se uma luz indicadora
grãos está conectado ao sensor da
não acender, o sensor deverá ser
velocidade de avanço. Se o tacômetro
substituído ou o chicote elétrico da fiação
digital não operar corretamente, o sensor
necessita de reparos.
de velocidade de avanço ou o chicote
elétrico necessitam de reparos.
OBSERVAÇÃO: os sensores da
gaiola do rotor estão localizados
próximos dos sem-fins da camada de
grãos (5).

PASSO 5 4

Pedir que outra pessoa bata rapidamente


em um dos sensores. Olhar para o
5
medidor no console do monitor. A agulha
do medidor deve se mover para a direita.
Repetir este teste com todos os quatro
sensores de grãos. Se as luzes
indicadoras acenderem mas a agulha do
medidor não se mover para a direita, o
console do monitor necessita de reparos. A1782
Consultar o seu concessionário.

150
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Comparação da Perda do Rotor/Peneira Superior


Para comparar a perda do rotor com a
perda da peneira superior durante a 2
operação de colheita, girar o interruptor
SENSOR (1) para ROTOR e para
“CHAFFER” (PENEIRA SUPERIOR).
Observar a deflexão da agulha do
medidor (2) em cada posição. Se a
posição do rotor indicar um aumento de
perda de grãos, a causa pode ser trilha 1
incorreta. Se a posição da peneira
indicar um aumento na perda de grãos, o
fluxo de ar ou as peneiras não estão
ajustados corretamente.
OBSERVAÇÃO: a variação das A24310

condições do solo e da cultura podem


afetar as perdas tanto do rotor quanto
da peneira superior.
OBSERVAÇÃO: se os suportes do
sensor da peneira superior se
encherem de palha e palhiço durante
a operação da Colheitadeira, remover
os pentes de sementes do sensor.

Verificação da Operação
do Monitor
1. Girar o interruptor do sensor (1) para
OFF (DESLIGADO).
2
2. Girar a chave de ignição para ON
(LIGADO) mas não dar par tida no
motor.

3. Girar o interruptor do sensor (1) para


“CHAFFER” (PENEIRA SUPERIOR).
Todos os quatro painéis indicadores 1
dos sensores acenderão por
aproximadamente um segundo. A
agulha do medidor (2) subirá para o
lado Direito da escala e depois cairá
para o lado Esquerdo. Esta seqüência A24310
ocorre como uma indicação de que o
console do monitor está funcionando
corretamente. Se esta seqüência não
ocorrer, consultar o concessionário.

151
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

OPERAÇÃO DO ALIMENTADOR

Reversor do Alimentador
A Colheitadeira é equipada com um reversor do alimentador que pode ser operado quando
o motor está funcionando. O operador pode mover o transportador do alimentador para um
sentido inverso de dentro da cabine. O reversor do alimentador funciona da seguinte
maneira:

1. Elevar o molinete totalmente para


levantar o sem-fim da platafor ma
para fo ra do fun do d o sem-fi m e
fo r n e c e r fo l ga p a ra o fl u xo d e
reversão da cultura.

2. Quando o alimentador ou a
plataforma estiverem sem nenhum
material, retor nar o interruptor da
embreagem do alimentador para a
posição OFF (DESLIGADO).
1
3. Abaixar a plataforma até o solo.
Engatar o FREIO DE
ESTACIONAMENTO e parar o motor
e remover a chave. Remover
qualquer obstrução do alimentador A24293
ou da plataforma.

4. Levantar e puxar o interruptor da


embreagem do alimentador (1) para
trás para a posição REVERSÃO.

Corte Automático do Alimentador (AFC)


Se o controle AFC estiver programado para “LIGADO” e o acionamento do alimentador
estiver funcionando, a instrumentação monitorará a velocidade do alimentador e desativará
o acionamento do alimentador se a velocidade do alimentador cair abaixo de 210 RPM.

Se o AFC estiver programado para "OFF" (DESLIGADO) na partida, depois do auto-teste,


"AFC" e "OFF" piscarão no mostrador superior do tacômetro por 4 segundos. Este é um
aviso ao operador que se a velocidade do alimentador diminuir para menos de 210 RPM
ele não desengatará automaticamente.

152
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Reversão Manual do Alimentador


O transportador do alimentador pode ser manualmente movido para um sentido inverso
para limpar obstruções. Inverter o transportador do alimentados conforme segue:

1. Mover o interruptor da embreagem do alimentador e o interruptor do acionamento


do separador para a posição OFF (DESLIGADO).

2. Abaixar a plataforma até o solo. Engatar o freio de estacionamento e parar o motor.


Remover a chave de partida.

ADVERTÊNCIA: antes de sair da máquina, abaixar os implementos, colocar


! todos os controle em neutro, ativar o freio de estacionamento e remoer a chave
da ignição. M224C

3. Pegar a chave do rotor de dentro do 9. Remover qualquer obstrução do


compartimento do motor. alimentador ou da plataforma.

4. Abrir o painel de cobertura (2) na


proteção da correia de acionamento
do alimentador.
2
5. Colocar o soquete da chave oscilante
do rotor (3) sobre a extremidade do 3
eixo pivô do alimentador.

6. Girar a chave no sentido anti-horário


para mover o transpor tador do
alimentador na direção inversa.

7. Quando o alimentador estiver livre,


remover a chave e fechar o painel de
cobertura.
RD01H228

8. Colocar a chave oscilante do rotor na


posição de armazenamento dentro
do compartimento do motor.

153
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Coletor de Pedras (Se Equipado)


O coletor de pedras utiliza um batedor
com três lâminas. Cada lâmina possui
uma extensão ajustável de lâmina. À
medida que o batedor vira, as lâminas e
as extensões conduzem as rochas para
dentro do coletor, forçando para fora 1
qualquer material que tenha enchido o
coletor. Esvaziar o coletor de pedras
uma vez por dia. Ao realizar a trilha em
áreas com grande quantidade de pedras,
esvaziar o coletor de pedras com maior
freqüência.
2

IMPORTANTE: se o coletor estiver


cheio de pedras, outras pedras
passarão para dentro da
Colheitadeira, resultando em RD00E006

possíveis danos ao coletor e/ou à 1. RODA DENTADA ACIONADA (20


Colheitadeira. DENTES) DO BATEDOR DO
COLETOR DE PEDRAS –
EQUIPAMENTO-PADRÃO
OBSERVAÇÃO: a máquina é
2. TRINCO DA PORTA
equipada com uma roda dentada
acionada de 30 dentes e três
conexões de corrente extras. Se o
material de cultura estiver enrolado
em volta do batedor ou o batedor
houver causado danos excessivos à
cultura, ou se houver ocorrido
problemas de alimentação, instalar a
roda dentada acionada de 30 dentes
para obter uma velocidade mais lenta
do batedor.
São fornecidas duas rodas dentadas
para o eixo do batedor.
20D para 800 RPM (instalada pela Case
Corporation) – oferece proteção máxima
contra pedras e capacidade máxima de
alimentação.
30D para 533 RPM (Enviada avulsa com
a máquina) – usada para evitar que
culturas com grama ou ervas daninhas
se enredem (recomendada para milho
e feijão).

154
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Esvaziamento do Coletor de Pedras


Para esvaziar o coletor de pedras, fazer
o seguinte:

1. Elevar totalmente a plataforma. 3


Engatar o freio de estacionamento e
parar o motor.

2. Liberar a trava de segurança do


alimentador da posição de
armazenamento

3. Girar a alavanca do trinco da porta do


4
coletor de pedras (3) no sentido
ANTI-HORÁRIO para abrir a porta do RD00E073
coletor de pedras (4). Esvaziar o PORTA DO COLETOR DE PEDRAS
coletor de pedras. FECHADA

4. Para fechar a porta do coletor de


pedras, girar a alavanca no sentido
HORÁRIO.

5. Elevar a trava de segurança do


alimentador para a posição de 3
armazenamento.
4

RD00E074
PORTA DO COLETOR DE PEDRAS ABERTA

Recomendações de Operação
1. As extensões das laminas (5)
possuem furos ranhurados para o
ajuste. Opere com as extensões das
lâminas para fora para uma melhor
proteção contra pedras. Opere com
a s ex t e n s õ e s d a s l â m i n a s p a r a
dentro para uma maior capacidade
do alimentador.

5
RD01H211

155
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

6
A2417
A2426

2. Operar com a grelha de dedos (6) instalada em condições de cultura verde curta
para obter um fluxo suave de material do alimentador para o rotor. Remover a
grelha de dedos para uma melhor proteção contra pedras. Consultar o seu
concessionário sobre a grelha de dedos.

7
7

A2431
A2416

3. Operar com extensões de lâminas serrilhadas (7) em condições em que ocorra


uma alimentação substancial ou quando uma cultura curta não for alimentada
uniformemente sob o batedor. Consultar o seu concessionário sobre extensões de
laminas serrilhadas.

156
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Ajuste do Alimentador para o Tamanho do Pneu


A sua Colheitadeira foi ajustada na fábrica para a combinação de comprimento do
alimentador e tamanho do pneu. Se o tamanho do pneu for alterado, o adaptador do
alimentador deve ser ajustado
Para ajustar o adaptador do alimentador IMPORTANTE: cada vez que o
ao tamanho do pneu, fazer o seguinte: adaptador do alimentador for
ajustado, verificar o torque nos
1. Remover a plataforma do alimentador.
parafusos de montagem após as
2. Afrouxar os parafusos de montagem primeiras 50 horas de operação.
(1 e 3) do adaptador do alimentador.
Há quatro parafusos em cada lado.
3. Ajustar os parafusos de acoplamento 1
(2) ao comprimento exibido na tabela
da próxima página e apertar a porca
autofrenante.
1
4. Apertar o três parafusos de montagem 1
superiores 5/8 classe 8 (1) com o
torque de 251 a 278 Nm (220 a 230 lb 3
ft). Apertar os parafusos 1/2 classe 5
(3) em 122 Nm (90 lb ft).
OBSERVAÇÃO: após ajustar o
adaptador do alimentador, verificar a
folga entre as ripas da corrente do RD00H001

transportador e a superfície do OBSERVAÇÃO: ao usar uma


adaptador do alimentador. Consultar Plataforma de Grãos 1020, a chapa
Ajuste do Avanço/Recuo do Tambor traseira da Plataforma deve estar com
do Transportador. 10 graus à frente quando na Posição
de Operação. Consultar o Manual do
Operador da Plataforma de Grãos.

RI00G064

157
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Ajuste do Alimentador com Coletor de Pedras


TAMANHO POUCA FOLGA ATÉ O SOLO MUITA FOLGA ATÉ O SOLO
DO PNEU
DE TRAÇÃO A B A B
COMPRIMENTO COMPRIMENTO COMPRIMEN- COMPRIMENTO
DO ALIMENTADOR DO PARAFUSO DE TO DO ALIMEN- DO PARAFUSO DE
ACOPLAMENTO TADOR ACOPLAMENTO

24.5-32 R1 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

30.5L-32 R1 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

30.5L-32 R2 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

900/65R32 R2 -------- 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

800/65 R32 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

900/60 54-1/2 polegada 9.25 inch (235mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155mm)
R32R1W

76 x 50.00-32 54-1/2 polegada 7.625 inch (195 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)
HF3

18.4R-38 R1 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

18.4R-42 R1 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

18.4R-42 R2 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

20.8R-42 R1 54-1/2 polegada 7.625 inch (195 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

20.8-38 R1 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

20.8-38 R2 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

420/80 R46 54-1/2 polegada 9.25 inch (235 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

Esteira 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm) 54-1/2 polegada 6.0625 inch (155 mm)

OBSERVAÇÃO: ao usar uma Plataforma de Grãos 1020, a chapa traseira da Plataforma


deve estar com 10 graus à frente quando na Posição de Operação. Consultar o Manual do
Operador da Plataforma de Grãos.

158
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Ajuste do Alimentador sem Coletor de Pedras


TAMANHO POUCA FOLGA ATÉ O SOLO MUITA FOLGA ATÉ O SOLO
DO PNEU
DE TRAÇÃO A B A B
COMPRIMENTO COMPRIMENTO COMPRIMENTO DO COMPRIMENTO
DO DO PARAFUSO DE ALIMENTADOR DO PARAFUSO
ALIMENTADOR ACOPLAMENTO DE
ACOPLAMENTO

24.5-32 R1 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

30.5L-32 R1 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

30.5L-32 R2 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

900/65R32 R2 -------- 60 polegadas 6.0625 inch


(155 mm)

800/65 R32 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch
(195 mm)

900/60 R32R1W 60 polegadas 9.25 inch (235mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

76 x 50.00-32 HF3 60 polegadas 7.625 inch (195 mm) 60 polegadas 6.0625 inch
(155 mm)

18.4R-38 R1 60 polegadas 9.25 inch (235 mm 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm

18.4R-42 R1 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

18.4R-42 R2 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

20.8R-42 R1 60 polegadas 7.625 inch (195 mm) 60 polegadas 6.0625 inch


(155 mm)

20.8-38 R1 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

20.8-38 R2 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch


(195 mm)

420/80 R46 60 polegadas 9.25 inch (235 mm) 60 polegadas 7.625 inch
(195 mm)

Esteira 60 polegadas 7.625 inch (195 mm) 60 polegadas 6.0625 inch


(155 mm)

OBSERVAÇÃO: ao usar uma Plataforma de Grãos 1020, a chapa traseira da


Plataforma deve estar com 10 graus à frente quando na Posição de Operação. Consultar
o Manual do Operador da Plataforma de Grãos.

159
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

OPERAÇÃO DO DESCARREGADOR
INTERRUPTOR DE ABERTURA/
FECHAMENTO DO TUBO DO
DESCARREGADOR (1). O tubo do
descarregador é controlado a partir da
cabine. O interruptor de abertura/
fechamento do tubo do descarregador
está localizado na alavanca de controle
de propulsão. Esse interruptor possui
três (3) posições: 1
● DENTRO
● NEUTRO
● FORA
OBSERVAÇÃO: após dar partida no RD00E065
motor, o interruptor de abertura/
fechamento do descarregador deve
ser colocado na posição NEUTRO
antes do tubo ser movimentado.

Para abrir o tubo do descarregador,


pressi on ar o i nter r up tor pa ra fren te
(p osi ção FORA). Qu an do o tu b o d o
descarregador não estiver no suporte de
transporte, a luz de ABERTURA DO TUBO 2
DO DESCARREGADOR (2) acenderá no
painel de instrumentos. Para retornar o
tubo do descarregador, pressionar o
interruptor para trás (posição DENTRO).
Quando o tubo do descarregador estiver
n o s u p o r t e d e t r a n s p o r te , a l u z d e
A B E RT U R A DO TUBO DO 4
DESCARREGADOR não acenderá no
painel de instrumentos.
RH97H011

160
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

INTERRUPTOR LIGA/DESLIGA O SEM-


FIM DO DESCARREGADOR (3). O
interruptor LIGA/DESLIGA o sem-fim do
descarregador também está localizado
na alavanca de controle de propulsão.
Para iniciar o descarregador, pressionar
e liberar o interruptor. Para parar o
descarregador, pressionar e liberar o
interruptor novamente. A luz indicadora
SEM-FIM DO DESCARREGADOR
LIGADO (4) (no painel de instrumentos)
acenderá quando o descarregador 3
estiver ligado.
RD00E065
OBSERVAÇÃO: se o interruptor for
mantido pressionado e não liberado, o
sem-fim não iniciará.
OBSERVAÇÃO: o sem-fim do descarregador não funcionará enquanto o tubo estiver
no cunho.

OBSERVAÇÃO: após ligar o motor ou mover o tubo do descarregador para fora do


cunho, o sem-fim do descarregador deve ser desligado (luz indicadora desligada) antes
que possa ser acionado.

ADVERTÊNCIA:NÃO entrar no tanque graneleiro quando a Colheitadeira


! estiver funcionando. Os sem-fins giratórios no fundo do tanque graneleiro podem
causar lesões graves, inclusive possível perda de membros. M192A

161
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

ESCADA DO OPERADOR
A escada do operador pode ser ajustada em diferentes posições, dependendo das
condições da colheita ou requisitos de transporte.

Posição de Transporte ou Avanço Total


Para girar a escada para a posição de transporte ou avanço total, fazer o seguinte:

Utilização da Alavanca de Controle Inferior

RD98G095 RD00E013

Girar a escada para a posição de


transporte ou avanço em frente ao pneu
Esquerdo.

IMPORTANTE: sempre assegurar-se


de que as correntes de segurança
estejam conectadas corretamente.

RD00F015

Empurrar a alavanca inferior PARA


CIMA.

162
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Utilização da Alavanca de Controle Superior

RD98G096
RD98G094

Puxar a alavanca superior PARA CIMA. Girar a escada para a posição de


transporte ou avanço em frente ao pneu
Esquerdo.

IMPORTANTE: sempre assegurar-se


de que as correntes de segurança da
escada estejam conectadas
corretamente.

ADVERTÊNCIA: não operar no campo com a escada na posição de avanço.


! Podem ocorrer danos à escada e/ou bastidor. M505

IMPORTANTE: certificar-se de que a escada encaixe no local antes do transporte ou


deslocamento de avanço.

163
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Posição Lateral Total


Para girar a escada para a posição lateral total, fazer o seguinte:

Utilização da Alavanca de Utilização da Alavanca de


Controle Inferior Controle Superior

RD98G095 RD98G094

RD00E012 RD98G097

Empurrar a alavanca inferior PARA CIMA Puxar a alavanca superior PARA CIMA e
e girar a escada para a posição lateral. girar a escada para a posição lateral.

OBSERVAÇÃO: para evitar danos à escada, o último degrau pode ser removido para
oferecer uma maior folga ao operar em condições enlameadas ou fofas.

IMPORTANTE: certificar-se de que a escada encaixe no local antes de retomar


as operações da Colheitadeira, do transporte ou deslocamento de avanço.

164
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

FIELD TRACKER® (Se Equipado)


Conexão do Field Tracker®
Consultar a conexão da Plataforma de Grãos ou de Milho com a Colheitadeira nesta
Seção do manual. Seguir também as instruções abaixo:
Plataforma de Grãos e Plataforma de Milho
Plataforma de Milho Série 1000 e 2200

4 3

RD00F035 A14901

Se a Plataforma de Grãos ou de Milho Elevar a proteção do eixo secundário do


estiver equipada com o sensor de alimentador. Conectar o(s) eixo(s) de
terreno Field Tracker®, conectar o acionamento da plataforma de milho (3)
chicote elétrico do Field Tracker® da no(s) eixo(s) secundário(s) do
plataforma de grãos ou de milho no alimentador (4).
chicote elétrico do Field Tracker® da
Colheitadeira. Conectar o sensor de OBSERVAÇÃO: a Plataforma de Milho
Controle Automático de Altura da 2212 requer uma Colheitadeira 2388 de
Plataforma da plataforma no chicote 12 Linhas.
elétrico do Controle Automático de Altura
da Plataforma (2) (se equipado).

165
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Desconexão do Field Tracker®


Consultar a desconexão da Plataforma de Grãos ou de Milho da Colheitadeira nesta Seção
do manual. Seguir também as instruções abaixo:

Plataforma de Grãos e Plataforma de Milho


Plataforma de Milho 1044, 1063, 1064, 1083, 1084, 2206,
2208 e 2212*

RD00F035

Desconectar o chicote elétrico do Field A14902


Tracker® da plataforma de grãos ou de
Desconectar o(s) eixo(s) de acionamento
milho a partir do chicote elétrico do Field
da plataforma de milho do(s) eixo(s)
Tracker® da Colheitadeira (1) (se
secundário(s) do alimentador e
equipado). Desconectar o sensor de
armazenar na cabeça do parafuso da
Controle Automático de Altura da
plataforma de milho.
Plataforma (2) (se equipado).
*a Plataforma de Milho 2212 requer uma
Colheitadeira 2388 de 12 Linhas.

RD00H016

Abaixar a proteção do eixo secundário do


alimentador.

166
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Field Tracker® - Operação Manual


Antes de operar o Field Tracker®,
estacionar a Colheitadeira em uma
superfície nivelada e certificar-se de que
a plataforma e o Field Tracker® estejam
conectados corretamente.

OBSERVAÇÃO: Operar a Plataforma 1


de Grãos 1010 equipada com o
interruptor de seleção automática/
manual (1) do Field Tracker® somente
no modo MANUAL.
2
Se a sua Plataforma de Grãos 1020 ou
de Milho não estiver equipada com
RD00E065
sensores opcionais de terreno, o Field
Tracker® pode ser operado somente no
modo manual.
Elevar a plataforma com o interruptor de
controle da plataforma (2).
Empurrar o interruptor de controle da
plataforma para a esquerda para abaixar
a extremidade esquerda da plataforma.
Empurrar o interruptor de controle da
plataforma para a direita para abaixar a
extremidade direita da plataforma. 2

RD00E065

167
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Field Tracker® - Operação Automática


OBSERVAÇÃO: para usar o Modo Automático do Sistema Field Tracker®, a plataforma
(Plataforma de Grãos 1020 e 2010 ou Plataforma de Milho da Série 1000 e 2000) deve
estar equipada com um implemento de sensor de terreno Field Tracker®. Consultar o seu
concessionário.
Para operar o Field Tracker® no modo
automático, pressionar o interruptor
MANUAL/AUTOMÁTICO para frente.
Mover também o seletor de altura da
plataforma (2) para a posição AUTO
(“HT”) para ativar o sistema de Controle
Automático de Altura da Plataforma.

OBSERVAÇÃO: o Field Tracker® não 2


opera no modo automático se o
alimentador e o separador não
estiverem engatados.

OBSERVAÇÃO: o Field Tracker®


1
também pode ser operado com o
seletor de Altura da Plataforma nos
modos manual ou retorno ao corte. A A24293

operação automática do Field


Tracker® não deve ser utilizada com o
Seletor de Altura da Plataforma
ajustado no modo de FLUTUAÇÃO.

168
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Abaixar a plataforma até o solo. OBSERVAÇÃO: se a plataforma


Consultar “Operação do Controle continuar oscilando quando o
Automático de Altura da Plataforma” CONTROLE DE RESPOSTA tiver sido
para ativar o sistema de Controle girado 3/4 de volta do curso para a
Automático de Altura da Plataforma. posição mínima (aproximadamente a
posição de 7 horas), o CONTROLE DE
Girar o CONTROLE DE EQUILÍBRIO (3)
SENSIBILIDADE (5) deve ser girado
para nivelar a plataforma em relação à
no sentido anti-horário para diminuir a
Colheitadeira. Se a plataforma se inclinar
sensibilidade.
para trás e para frente sem parar, girar
gradualmente o CONTROLE DE
RESPOSTA (4) no sentido anti-horário
para girar a resposta para baixo até que
a inclinação pare.
Os melhores resultados operacionais
ocorrem quando o CONTROLE DE
5
RESPOSTA está o mais próximo
possível do nível máximo. Isso acontece
quando o CONTROLE DE RESPOSTA
está na posição entre 11 horas e 1 hora.

3 4

A24293

169
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

Field Tracker® reaja rapidamente às


alterações de terreno. A velocidade de
avanço e a largura da plataforma possuem
u m e fe i t o n o a j u s t e c o r r e t o d a
sensibilidade. Plataformas mais largas
geralmente precisam ser operadas em um
ajuste mais baixo de sensibilidade do que
plataformas mais estreitas. A velocidade
3 5 4
de avanço mais rápida também tor na
necessário aumentar a sensibilidade. NÃO
ajuste a sensibilidade de forma que o Field
Tracker® se incline continuamente, a
menos que o contorno do terreno esteja
regulando a inclinação devido ao terreno
A24293
montanhoso e irregular.
O s a j u s t e s fi n a i s d o s c o n t r o l e s d e
SENSIBILIDADE (5) e RESPOSTA (4) Se uma extremidade da plataforma
devem ser realizados no campo, enquanto estiver empurrando sujeira, isto pode ser
a Colheitadeira estiver operando em parcialmente corrigido através do ajuste
velocidade de campo normais com os do CONTROLE DE EQUILÍBRIO (3) para
acionamentos da Colheitadeira e elevar um pouco aquela extremidade.
plataforma engatados. Os ajustes corretos
de sensibilidade e resposta fazem com que
a p l a t a fo r m a p a r e d e i n c l i n a r- s e
continuamente, permitindo ainda que o

170
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

OBSERVAÇÃO: o CONTROLE DE
EQUILÍBRIO na cabine não funcionará
quando o alimentador estiver elevado
e no modo de autocentralização.
Para ajustar o potenciômetro de
centralização, afrouxar os parafusos de
montagem e girar o potenciômetro. O
curso não deve ser excedido na faixa
completa de inclinação do alojamento do
alimentador. O comprimento da haste
também pode ser ajustado conforme
necessário. Se necessário, remover os
parafusos de montagem e montar o
RD00F036
sensor no conjunto seguinte de orifícios
O potenciômetro de autocentralização do
do suporte de montagem do sensor.
Field Tracker® é ajustado na fábrica, de
modo que a plataforma se nivelará
OBSERVAÇÃO: O sensor só poderá
automaticamente quando o alimentador
girar até 90 graus. NÃO force o sensor
for elevado.
além dos pontos de extremidade ou o
Se a plataforma não ficar nivelada potenciômetro sofrerá danos.
quando o Field Tracker® estiver no modo
AUTOMÁTICO e o alimentador estiver
elevado, ajustar o potenciômetro de
centralização.

171
5 - INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO

OBSERVAÇÕES:

172
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

OPERAÇÃO DE CAMPO
● Regulagem Inicial da Cultura
● Resolução de Problemas
● Componentes de Corte e Alimentação
● Componentes de Separação e Trilha
● Componentes de Limpeza de Grãos
● Componentes de Distribuição de Materiais e Tratamento de Grãos

561L94
1. COMPONENTES DE CORTE E 3. COMPONENTES DE LIMPEZA DE
ALIMENTAÇÃO GRÃOS
2. COMPONENTES DE SEPARAÇÃO E 4. COMPONENTES DE
TRILHA DISTRIBUIÇÃO DE MATERIAIS E
TRATAMENTO DE GRÃOS

173
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

ROTOR PADRÃO (SE EQUIPADO) - REGULAGENS INICIAIS DA


CULTURA
Rotor Côncavo Regulagem da Peneira Superior Ajuste da Velocidade Tipo de
(Polegadas) (7) Sapata do Grelha
Cultura Rotação Faixa de Ajuste do Tipo (Polegada) Ventilador (2)
RPM Marchas Indicador (3) Dianteira Intermediário Traseira (RPM)

Orifício
Alfafa 700 Alta 1 SW 1/4 3/8 3/8 Redondo 500 Sede

1 Sede
Cevada 750 Alta 2 SW (4) 1/2 1/2 5/8 3/8 1000 2 Barra

Feijão 1/2
Lentilha 300 Baixa 2 ou 4 LW/SL 1/2 5/8 1/8 550 Sede

Rajado 300 Baixa 3 ou 4 LW/SL 1/2 1/2 1/2 3/8 850 Sede

Soja 400 (5) Intermediário 4 LW 1/2 5/8 5/8 3/8 1050 Barra/Sede

Milho 450 Intermediário 3 LW 1/2 1/2 5/8 1/2 1100 Barra

Linho 850 Alta 1 SW 1/4 1/4 1/2 1/8 500 Sede

Grama 650 Intermediário 2 SW 1/4 3/8 3/8 1/4 450 Sede

Inclinada 1000 Alta 0 SW 1/4 3/8 3/8 1/16 450 (1) Sede

Azul 500 Intermediário 1-1/2 SW 3/8 1/2 1/2 1/16 500 (1) Sede

Capim- 500 Intermediário 3 SW 5/8 3/4 3/4 5/16 650 (1) Sede
Cevadinha (8)

Centeio (8) 700 Alta 4 ou 5 SW 3/8 1/2 1/2 1/4 450 Sede

Trigo 700 Alta 2 SW 1/4 3/8 3/8 3/16 650 (1) Sede
Encrespado
(8)

Trevo 1000 Alta 0 SW 3/8 1/2 1/2 1/16 500 Sede


Branco

Milho 450 Intermediário 3 LW 3/8 1/2 1/2 5/16 1100 Barra

Mostarda 300 Baixa 4 SW 1/2 1/2 1/2 1/16 800 Sede

Aveia 650 Intermediário 3 LW 1/2 1/2 5/8 3/8 780 Sede

Ervilha 1/2
Olho Negro 300 Baixa 2 LW/SL 1/2 1/2 3/8 700 Barra

Milho de 400 Baixa 1-1/2 a 3 LW 3/8 3/8 1/2 1/4 970 Barra
Pipoca

Colza 500 Intermediário 4 SW 1/4 3/8 1/2 1/16 600 Sede

Arroz 800 Alta 1 LW 3/8 3/8 1/2 5/16 880 Barra

Arroz 700 Alta 1 LW (6) 1/2 1/2 1/2 9/16 850 Barra
Selvagem

Centeio 850 Alta 2 SW 3/8 3/8 3/4 3/16 920 Barra

Cártamo (8) 450 Intermediário 4 LW 3/8 1/2 5/8 5/16 800 Barra

Girassol (8) 300 Baixa 5 LW (4) 3/8 1/2 5/8 7/16 770 Barra*

Trigo 1050 Alta 2 SW 1/4 1/2 1/2 1/4 1050 Sede

(1) Requer o corte do ventilador em posição vertical (volume de ar reduzido).


(2) Grelhas - Sede = Perfuradas; Barra = Barra; Barra* = No. 1 Perfurada; No. 2 e 3 Sólidos.
(3) LW - Fio Grande (Diâmetro de 6,35 mm (1/4 inch)); SW -Fio Pequeno (Diâmetro de 4,76 mm (3/16 inch));
SL-Perfurado Liso.

174
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

(4) OBSERVAÇÃO: em alguns casos, para reduzir a perda do rotor, uma combinação de côncavos com fios grandes
e pequenos pode ser necessária (côncavos de fios pequenos para a dianteira e fios grandes para a traseira).
(5) Alguns tipos de soja requerem velocidades do rotor superiores a 700 RPM ou mais e uma regulagem do
indicador de menos que 4
(6) Remover qualquer outro fio do côncavo (ou mais) para a colheita do arroz selvagem.
(7) As várias polegadas dianteiras da peneira superior são, intencionalmente, ajustadas um pouco mais fechadas do
que o resto da seção dianteira.
(8) O uso do côncavo perfurado pode ser benéfico para reduzir os danos ao material trilhado.

ROTOR ESPECIAL (SE EQUIPADO), * ROTOR AFX -


REGULAGEM INICIAL DA CULTURA
As regulagens da trilha, separação e limpeza, na tabela, são fornecidas apenas como um guia, e todas as
regulagens mostradas são para as condições normais de colheita. Condições diversas de campo e colheita podem
requerer desvios nas regulagens exibidas. Utilizar um bom procedimento de trilha, e experiências anteriores, para
produzir os resultados de limpeza e separação desejados.

Regulagem da Peneira Ve-


Rotor Côncavo Superior (Polegadas) (7) Ajuste da locidade Tipo de Posição da
Sapata do Grelha Aleta
Rotação Faixa de (Polegada) Ventilador de Transporte
Cultura (RPM) Marchas Indicador (4) Tipo Dianteira Intermediário Traseira (RPM)

Alfafa 650 Inter- 1 SW 1/4 3/8 3/8 Orifício 500 Sede Intermediário
mediário Redondo

Cevada 700 Alta 2 SW 1/2 1/2 5/8 3/8 1000 Sede Intermediário

Feijão - 300 Baixa 2 LW/SL 1/2 1/2 5/8 1/8 550 Sede Rápida
Lentilha

Rajado 300 Baixa 3 LW/SL 1/2 1/2 1/2 3/8 850 Sede Rápida

Girassol (8) 300 Baixa 5 LW 3/8 1/2 5/8 5/16 770 Barra Rápida

Inclinada (5) 900 Alta 0 SW 1/4 3/8 3/8 1/16 450 Sede Intermediário

Azul (5) 400 Baixa 1-1/2 SW 3/8 1/2 1/2 1/16 500 Sede Intermediário

Capim- 500 Inter- 3 SW 5/8 3/4 3/4 5/16 650 Sede Rápida
Cevadinha mediário
(5) (8)

Centeio (5) 650 Inter- 4-5 SW 3/8 1/2 1/2 1/4 450 Sede Rápida
mediário

Trevo 900 Alta 0 SW 3/8 1/2 1/2 1/16 500 Sede Intermediário
Branco (5)

Milho 400 Inter- 3-5 LW 1/2 1/2 5/8 3/8 1100 Barra Traseira
500 mediário

Milho 300 Baixa 3-5 LW 1/2 1/2 5/8 9/16 1000 Barra Traseira
(com barras 450 Inter-
do separador mediário
retas)
(1)(2)

Feijões 300 Baixa 3-5 LW/SL 1/2 1/2 1/2 3/8 900 Barra Intermediário
Comestíveis 400
(Branco,
Rajado.)

Linho 850 Alta 1 SW 1/4 1/4 1/2 1/8 500 Sede Intermediário

Milho 450 Inter- 3 LW 3/8 1/2 1/2 5/16 1100 Barra Intermediário
mediário

Mostarda 300 Baixa 4 SW 1/2 1/2 1/2 1/16 800 Sede Rápida

Aveia 600 Inter- 3 LW 1/2 1/2 5/8 3/8 780 Sede Intermediário
mediário

Ervilha - 300 Baixa 2 LW/SL 1/2 1/2 1/2 3/8 700 Barra Rápida
Olho Negro

Colza 400 Baixa 4 SW 1/4 3/8 1/2 1/16 600 Sede Rápida

175
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Regulagem da Peneira Ve-


Rotor Côncavo Superior (Polegadas) (7) Ajuste da locidade Tipo de Posição da
Sapata do Grelha Aleta
Rotação Faixa de (Polegada) Ventilador de Transporte
Cultura (RPM) Marchas Indicador (4) Tipo Dianteira Intermediário Traseira (RPM)

Arroz (3)(2) 850 Alta 2 LW 3/8 3/8 1/2 5/16 880 Barra Intermediário

Arroz 600 Inter- 1 LW 1/2 1/2 1/2 9/16 850 Barra Intermediário
Selvagem mediário

Cártamo (8) 300 Baixa 4 LW 3/8 1/2 5/8 5/16 800 Barra Rápida

Soja (6) 350 Baixa 3-4 LW 1/2 5/8 5/8 3/8 1050 Barra Intermediário
650 Inter-
mediário

Trigo (1) 1050 Alta 2 SW 1/4 1/2 1/2 1/4 1050 Sede Intermediário

Grama (5) 550 Inter- 2-4 SW 1/4 3/8 3/8 1/4 450 Sede/ Intermediário
(8) mediário Sólido

(1) As barras retas do separador podem ser necessárias para colher milho, rendendo mais de 150 bushels por acre
(9 400 kg/ha) e em outras safras durante condições secas. Aumentar a velocidade do ventilador para 1250 RPM
em milho úmido.
(2) Uma vez instaladas, as barras retas do separador precisarão ser removidas somente para colher arroz e feijões
comestíveis e safras de cereais similares.
(3) O arroz duro precisa do uso de barras de raspagem afiadas sobre a área do côncavo e a área da grelha. Ajustar
o indicador do côncavo para o Número 4 quando as barras de raspagem afiadas forem utilizadas na área do
côncavo.
(4) LW - Fio Grande (Diâmetro de 6,35 mm (1/4 inch)); SW -Fio Pequeno (Diâmetro de 4,76 mm (3/16 inch)); SL-
Perfurado Liso.
(5) É recomendado utilizar as barras de raspagem não afiadas em todas as posições, para a maioria das condições
de colheita das sementes de grama. As barras afiadas podem ser de grande auxílio em colheitas com extrema
umidade. Rodar a traseira de corte do ventilador para a posição vertical para reduzir o volume de ar.
(6) Alguns tipos de soja podem precisar de velocidades acima de 700 RPM ou mais.
(7) As várias polegadas dianteiras da peneira superior são, intencionalmente, ajustadas um pouco mais fechadas do
que o resto da seção dianteira.
(8) O uso do côncavo perfurado pode ser benéfico para reduzir os danos ao material trilhado.

176
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DO SISTEMA DE


SEPARAÇÃO E TRILHA
Para corrigir os problemas específicos de colheita listados abaixo, seguir e completar
somente os ajustes descritos. O número indica a seqüência na qual cada ajuste deverá ser
feito.

IMPORTANTE: O único desajuste mais comum é regular a velocidade do rotor muito


baixo. As culturas de umidade alta precisarão de velocidades maiores do rotor.
A. Grãos ou Milho Danificados em Amostra
1. Reduzir Velocidade do Rotor
2. Abrir a Peneira da Sapata
3. Inspecionar se há Bloqueio dos Côncavos
(desbloquear e colocar o côncavo mais fechado)
4. Abrir o Côncavo
5. Remover os Enchimentos à Direita do Primeiro Côncavo (se instalado)
6. Remover Alguns Fios dos Côncavos
B. Grãos Deixados no Sabugo (de espiga de milho)
1. Aumentar Velocidade do Rotor
2. Fechar o Côncavo
C. Excesso da Quebra de Sabugo
1. Reduzir Velocidade do Rotor
2. Abrir o Côncavo
3. Remover Canais de Dentro das Grelhas Traseiras.
D. Vagens ou Cabeças Não Trilhadas - Tampas Brancas em Amostra
1. Aumentar Velocidade do Rotor
2. Fechar o Côncavo
3. Fechar a Peneira da Sapata
4. Acrescentar os Enchimentos Restantes ao Primeiro Côncavo
5. Acrescentar Enchimento à Direita do Primeiro Côncavo
E. Perda de Grãos Fora do Rotor
1. Inspecionar se há Bloqueio dos Côncavos (desbloquear e colocar o
côncavo mais fechado)
2. Reduzir Velocidade do Rotor
3. Colocar Aletas da Grelha na Posição Traseira ou Posição Lenta
4. Remover os Enchimentos à Direita do Primeiro Côncavo (se instalado)
5. Remover Alguns Fios do Côncavo
6. Mover as Aletas dos Côncavos para a Posição Traseira

177
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

F. Perda de Grãos Sobre a Peneira Superior


1. Aumentar o Jato de Ar
2. Abrir a Peneira Superior
3. Reduzir Velocidade do Rotor
4. Cobrir as Sedes na Parte Traseira da Gaiola
5. Reduzir a Velocidade de Deslocamento de Avanço
G. Sopragem de Grãos Sobre a Peneira Superior
1. Reduzir o Jato de Ar
2. Abrir a Peneira Superior
3. Inspecionar se há Bloqueio dos Côncavos
(desbloquear e colocar o côncavo mais fechado)
H. Peneira da Sapata Sobrecarregando
1. Fechar a Peneira Superior
2. Abrir a Peneira da Sapata
3. Aumentar o Jato de Ar
4. Reduzir Velocidade do Rotor
5. Reduzir a Velocidade de Deslocamento de Avanço
I. Hastes Pesadas em Amostra
1. Fechar a Peneira da Sapata
2. Fechar a Peneira Superior
3. Aumentar o Jato de Ar
4. Reduzir Velocidade do Rotor
5. Abrir o Côncavo
J. Finos em Amostra
1. Aumentar o Jato de Ar
2. Fechar a Peneira da Sapata
3. Fechar a Peneira Superior
4. Reduzir Velocidade do Rotor
5. Abrir o Côncavo
K. Pedaços Pequenos de Sabugo em Amostra
1. Fechar a Peneira Superior
2. Reduzir Velocidade do Rotor
3. Fechar a Peneira da Sapata
4. Aumentar o Jato de Ar
5. Abrir o Côncavo

178
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

L. Consumo Excessivo de Energia


1. Aumentar Velocidade do Rotor
2. Abrir o Côncavo
3. Reduzir a Velocidade de Deslocamento de Avanço
4. Remover Canais de Dentro das Grelhas Traseiras
M. Distribuição Intensa no Lado Direito
1. Acrescentar Enchimento à Direita do Primeiro Côncavo
2. Acrescentar, Remover ou Ajustar a Pá da Base do Sem-Fim
3. Reduzir Velocidade do Rotor
4. Fechar o Côncavo
5. Reduzir a Velocidade de Deslocamento de Avanço
M. Distribuição Intensa no Lado Esquerdo
1. Remover os Enchimentos à Direita do Primeiro Côncavo (se instalado)
2. Abrir o Côncavo
3. Reduzir Velocidade do Rotor
4. Aumentar Velocidade do Rotor
5. Acrescentar, Remover ou Ajustar a Pá da Base do Sem-Fim
6. Remover Alguns Fios dos Côncavos
7. Reduzir a Velocidade de Deslocamento de Avanço
8. Inspecionar o Côncavo quanto ao "zero" na 12a. Barra do Côncavo

179
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

CORTE E ALIMENTAÇÃO
Controles e Ajustes

4
11
5

10
6

7 9
8
589L94

1. CORRENTE DO 6. *AJUSTE DO EXCÊNTRICO 10. TAMBOR


TRANSPORTADOR DO PARA AFASTAMENTO DOS TRANSPORTADOR
ALIMENTADOR DENTES DO ALIMENTADOR
2. MOLINETE 7. *SEÇÕES DA NAVALHA 11. CILINDRO DE
3. *FOLGA DO SEM-FIM AO 8. *CILINDRO DE ELEVAÇÃO ELEVAÇÃO DO
DEBULHADOR DO MOLINETE ALIMENTADOR
4. *DEDOS DO SEM-FIM 9. *AJUSTE DO AVANÇO/ *CONSULTAR O
5. *DEBULHADOR EXTERNO DO RECUO DO MOLINETE MANUAL DO
SEM-FIM OPERADOR DA
PLATAFORMA

180
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Apresentação
A função da plataforma é cortar a cultura, juntá-la e alimentá-la ao rotor da maneira mais
eficiente. A perda da colheita e o desempenho da alimentação são medidas do
desempenho da plataforma.
Existem dois tipos básicos de molinetes: o molinete de bastão, utilizado basicamente em
grãos em pé, e o molinete de coleta, benéfico em culturas rasteiras e emaranhadas. Há
três ajustes principais do molinete: (1) velocidade; (2) altura e (3) posição de avanço e
recuo. Os molinetes de coleta necessitam de um ajuste para regular o afastamento dos
dentes corretamente.
A função do molinete é prender a cultura a ser cortada e auxiliar na entrega da mesma ao
sem-fim da plataforma.

Molinete de Bastão
A velocidade (RPM) normal do molinete deverá ser cerca de 10 vezes a velocidade de
deslocamento em MPH (um pouco mais rápido em culturas rasteiras e acamadas). A
velocidade do molinete deverá ser ajustada de modo a dividir a cultura para a entrega
suave à barra de corte. Não deverá ser tão rápida que faça os grãos em pé quebrarem ou
tão lenta que afaste os grãos da barra de corte.
A altura do molinete deverá ser apenas baixa o bastante para pegar todas as cabeças. Se
o molinete estiver muito baixo, as cabeças ficarão penduradas e serão arrastadas. Se o
molinete estiver muito alto, os bastões do molinete irão quebrar os grãos das cabeças.
Cortes múltiplos nos talos indicam que o molinete está muito alto ou muito baixo.
O posicionamento de avanço ou recuo do molinete é determinado pela velocidade de
avanço e comprimento da palha. Como regra geral, com os molinetes do tipo bastão,
quanto maior for a palha ou mais rápido for a velocidade de avanço, mais para frente o
molinete deverá estar posicionado.

Molinete de Coleta
O molinete de coleta é vantajoso em grãos baixos e acamados porque isso garante um
corte de cisalhamento limpo, ao elevar e posicionar, de fato, a cultura em frente à barra de
corte. O ângulo do dente deverá ser ajustado de modo que estes entrem nos grãos para
elevar a cultura e ajudar no movimento da mesma ao sem-fim da plataforma. Se os dentes
estiverem ajustados muito longe para trás, eles carregarão a cultura em volta do molinete.
Ao fazer ajustes no molinete de coleta, verificar para garantir que os dentes não batam na
barra de corte.
A posição de avanço ou recuo do molinete de coleta é determinada pelos grãos quando
estão em pé ou deitados. O molinete está geralmente para cima e para trás na cultura em
pé, e para baixo e para frente para elevar a cultura que está deitada abaixo da altura de
corte da barra de corte.

181
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Peças de Corte
A manutenção correta e a reposição da seção na hora certa aumentará a eficiência da
barra de corte. Estão disponíveis seções da navalha de 38,1 mm (1-1/2 inch) e de 76,2
mm (3 inch). Um sistema de navalha de 38,1 mm (1-1/2 inch) é recomendado para o uso
na colheita de soja e arroz. Um sistema de navalha de 76,2 mm (3 inch) é recomendado
para o uso em pequenos grãos, girassol, milho e cártamo.

Corrente do Alimentador
A tensão da corrente do alimentador deverá ser ajustada para que haja uma folga de 0,8 a
3,2 mm (1/32 a 1/8 inch) entre os bicos das ripas e o fundo do alimentador, com o
alimentador na posição de operação. Medir a folga no meio do alojamento do alimentador.
O bico da ripa da corrente do alimentador não deve retroceder passando mais do que
38,1 mm (1-1/2 inches) da face do alimentador. Em alguns casos, será necessário
acrescentar ligações à corrente do alimentador. Manter uma folga entre o bico da ripa e os
setores de hélice.
Uma corrente do alimentador de
afastamento 6 (ripa a cada 6 ligações) é
recomendada para as Colheitadeiras de
grãos e milho.

Uma corrente do alimentador de


afastamento 8 (ripa a cada 8 ligações), 3
com ripas serradas, é recomendada para 2
as Colheitadeiras de arroz.

As três posições do batente do tambor


inferior podem ser utilizadas para ajudar a 1
atingir a alimentação desejada completa.
Se a sua máquina for equipada com um A25920
tambor retardador de pedras, a máxima
proteção é obtida com o batente superior 1. FOLGA MÁXIMA DE 38,1 MM
do tambor em sua posição mais baixa. (1-1/2 INCH)
2. CORRENTE DO ALIMENTADOR
3. RIPA DA CORRENTE

A maioria das culturas utilizam a posição intermediária, embora as culturas mais pesadas,
como milho, precisarão elevar o tambor para a posição superior. Um coletor de pedras
está disponível para a maioria das culturas e oferece a máxima proteção contra pedras.
Consultar Ajuste do Tambor do Transportador nesta seção do manual.

As ripas da corrente do alimentados são parafusadas à corrente do alimentador. NÃO


reutilizar o equipamento de montagem. O novo equipamento fornecido com a ripa deve ser
instalado quando esta for substituída. Apertar os parafusos de fixação da ripa do
alimentador em 27 a 34 Nm (20 a 25 lb. ft.). NÃO apertar demais.

182
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajustes do Sem-Fim
Os ajustes do sem-fim da plataforma e as combinações de RPM do sem-fim opcionais são
freqüentemente negligenciados na regulagem da plataforma. Verificar a posição correta do
avanço e recuo do sem-fim, posição do dedo retrátil, ajuste do debulhador e da velocidade
do sem-fim. Uma folga correta do debulhador reduzirá a alimentação do material sobre o
sem-fim.

O sem-fim deverá limpar os debulhadores no ponto mais próximo por não mais que
3,2 mm (1/8 inch). O sem-fim deverá limpar o fundo da plataforma no ponto mais próximo
por não mais que 12,7 mm (1/2 inch) para a maioria das condições. Ao combinar as
culturas grossas, culturas baixas pesadas ou leiras, uma folga de 25,4 mm (1 inch) ou
mais deve ser necessária para evitar o bloqueio do sem-fim.

As extensões dos debulhadores estendem o comprimento do debulhador para dentro em


direção à abertura da carcaça do alimentador. Essas extensões são utilizadas para
encaixar diferentes larguras de aberturas do alimentador.
Os dedos retráteis deverão limpar o fundo da plataforma por 3,2 a 9,5 mm (1/8 a 3/8 inch).
Se a palha abastecer dentro da plataforma em uma massa ou leira espessa e em
condições de cultura pesada, uma alimentação melhor pode ocorrer se os dedos
estiverem ajustados longe do fundo da plataforma, de modo que os dedos do sem-fim
estejam na extensão máxima na posição de 10 horas (conforme visto da extremidade
Esquerda da plataforma) na face dianteira do sem-fim.
As rodas dentadas da velocidade do sem-fim opcional para as plataformas de grãos da
série 1000 estão disponíveis para as várias condições de colheita. Elas incluem:

152 RPM - Dente 56


(Roda Dentada Padrão)
170 RPM - Dente 50
189 RPM - Dente 45
213 RPM - Dente 40

Utilizar velocidades mais lentas quando as perdas por quebras são altas ou ocorrer
enrolamento. Usar velocidades mais altas para combinar a velocidade do sem-fim à maior
velocidade de avanço ou para melhorar a alimentação nas colheitas de rendimento
pesado.

183
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Nivelamento da Plataforma

4
3

2
1
1

RD00E081

1. PORCAS DA TAMPA SUPERIOR 3. PORCA DIANTEIRA


2. PORCA TRASEIRA 4. PARAFUSO DE
NIVELAMENTO

Para nivelar a plataforma, fazer o seguinte:

1. Colocar a Colheitadeira em solo nivelado.

2. Ajustar ambos os pneus de tração à mesma pressão.

3. Afrouxar as porcas da tampa superior no lado Esquerdo superior do alojamento do


alimentador.

4. Para levantar a extremidade Esquerda da plataforma, afrouxar a porca traseira (2)


e apertar a porca dianteira (3) nos parafusos de nivelamento da plataforma (4).

Para levantar a extremidade Direita da plataforma, afrouxar a porca dianteira e


apertar a porca traseira no parafuso de nivelamento da plataforma.

5. Apertar as porcas da tampa superior do alimentador a um torque de 156 a 176 Nm


(115 a 130 pound-foot).

184
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajustes do Transportador do Alimentador


Ajustes da Correia
Manter sempre a corrente do transportador do alimentador ajustada corretamente.
Inspecionar se a tensão da corrente está correta após as primeiras 50 horas de operação
e depois em intervalos regulares (consultar Ajuste da Corrente do Transportador do
Alimentador neste manual).

IMPORTANTE: Certificar-se de que o ajuste da corrente seja feito de forma uniforme


em ambos os lados para evitar o desgaste excessivo tanto nas correntes como nas rodas
dentadas.

Para ajustar a tensão da corrente do transportador, deve-se movimentar o tambor do


alimentador para frente ou para trás.

Ajuste do Recuo/Avanço do Tambor do Transportador


A posição de avanço/recuo do tambor do
transportador deve ser ajustada 4
corretamente para obter a correta
alimentação do material, do sem-fim da
plataforma ao alimentador. A posição do
tambor deve ser ajustada para uma folga
máxima (1) de 38 mm (1-1/2 inch) da ripa
3
na corrente do transportador (3) para a
face do alimentador (4).
2
OBSERVAÇÃO: Em culturas curtas, o
máximo de 38 mm (1-1/2 inch) pode
precisar ser reduzido. 1
A25920 b

1. FOLGA DE 38 MM (1-1/2 INCH)


2. CORRENTE DO TRANSPORTADOR
DO ALIMENTADOR
3. RIPA DA CORRENTE
4. FACE DO ALIMENTADOR

185
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

O tambor é ajustado para frente e para trás


com os parafusos de ajuste da corrente do
transportador (5) em cada lado do
alimentador, e quando acrescentar ou
remover os elos da corrente do
transportador (2).

Antes de acrescentar ou remover os elos


da corrente, verificar a tensão da corrente
do transportador (consultar Ajuste da
Corrente do Transportador do Alimentador
para obter as instruções completas).
5
Quando a tensão da corrente é correta, RD00F043
acrescentar ou remover os elos da 5. PARAFUSO DE AJUSTE DA
corrente do transportador, conforme CORRENTE DO TRANSPORTADOR
necessário para obter a folga correta.
Depois de acrescentar ou remover os elos
da corrente, a tensão da corrente deve ser
ajustada novamente.

186
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste do Batente Inferior do Tambor do Transportador


Os batentes inferiores para o tambor do transportador podem ser ajustados para manter o
tambor na posição levantada. Para ajustar os batentes inferiores, afrouxar as porcas nos
parafusos do batente. Levantar ou abaixar o tambor e deslizar os parafusos do batente
nas sedes, na posição desejada, e apertar as porcas. As regulagens recomendadas são
as seguintes:

RD00F043

1. SEDE DO BATENTE INFERIOR DIREITO

Para Culturas
Pesadas ....... (Milho) Posição Superior 2
Para Culturas
Médias .........................Posição Média 3
Para Culturas Difíceis
de Alimentar ............... Posição Inferior 4
OBSERVAÇÃO: Sempre ajustar os
batentes inferiores na mesma posição 181L7
em ambos os lados do alimentador. 1. POSIÇÃO SUPERIOR
2. POSIÇÃO MÉDIA
3. POSIÇÃO INFERIOR

187
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste do Retardador de Pedras (Se Equipado)

RD00F043 c
Os blocos de ajuste do retardador de
pedras (1) limita o movimento para cima 2
do tambor do transportador para ajudar a
manter as pedras fora do separador. O
retardador de pedras tem quatro posições
de proteção mínima à máxima. Para
ajustar os blocos de ajuste do retardador
de pedras, afrouxar os parafusos e girar os
blocos para mover os parafusos à altura
desejada. Apertar os parafusos.
3
182L7
OBSERVAÇÃO: Sempre ajustar o
retardador de pedras ajustando os 2. POSIÇÃO MÁXIMA -
blocos em ambos os lados do PROTEÇÃO MÍNIMA
alimentador para a mesma posição. 3. POSIÇÃO MÍNIMA -
PROTEÇÃO MÁXIMA

OBSERVAÇÃO: Se equipado com um tambor do retardador de pedras e um coletor de


pedras, o bloco do retardador de pedras deve estar posicionado na sua posição totalmente
para cima para permitir que as pedras entrem no alimentador e fiquem expostas ao coletor
de pedras. A falha deste procedimento pode danificar a corrente do alimentador.

175783A1 175782A1
COM RETARDADOR DE PEDRAS SEM RETARDADOR DE PEDRAS

188
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

ACUMULADOR DO CONTROLE DE
PERCURSO (SE EQUIPADO)

1
2

RD00E068
RD97G033
1. ACUMULADOR
2. INTERRUPTOR DO
ACUMULADOR

O acumulador (1) tem gás de nitrogênio A válvula do acumulador, localizada atrás


seco em um lado de um diafragma e óleo da porta de acesso de serviço, na lateral
hidráulico no outro lado. Quando o óleo Esquerda da plataforma do Operador, é
h i d r á u l i c o e n t r a r n o a c u m u l a d o r, o ligada e desligada eletricamente por um
diafragma será empurrado para o lado do interruptor rotatório (2) localizado sob o
gás de nitrogênio. Conforme o gás de braço do assento Direito do Operador e
nitrogênio é comprimido, o acumulador se modulado manualmente pelo botão de
comporta como um absorvedor de choque ajuste da válvula de ponteiro na válvula do
entre a Colheitadeira e a Plataforma. O acumulador.
acumulador amor tecerá o movimento
vigoroso da Platafor ma, ao dirigir a
Colheitadeira sobre solo acidentado.

ADVERTÊNCIA: o acumulador contém gás comprimido. NÃO deixar cair o


! acumulador ou expor o mesmo a temperaturas acima de 300°F (149°C). M183A

ADVERTÊNCIA: o acumulador deve ser submetido à manutenção somente por


pessoal de serviço qualificado. NÃO realizar a manutenção do acumulador antes
! de consultar o manual de serviço. O acumulador contém gás comprimido e deve
ser descarregado antes de ser submetido à manutenção. M424

189
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

RD00E068
RD97G033
O Acumulador do Controle de Percurso é energizado pela atuação do Interruptor do
Acumulador (1) encontrado sob o braço do assento na posição ON (ligado). O controle de
percurso pode então ser aperfeiçoado através do ajuste da válvula de ponteiro integrada
na Válvula de Controle do Acumulador (2), montada atrás da porta de acesso de serviço
na plataforma do Operador Esquerda.

Para o acumulador funcionar corretamente, a pressão do gás nitrogênio deve ser menor
que a pressão normal do cilindro de elevação do alimentador. O acumulador é carregado
de fábrica a 6895 Kpa (1000 PSI) que deverá acomodar a maioria das aplicações da
Plataforma.

190
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajustes e Verificação Operacional


Para ajustar a pressão, fazer o seguinte: 4. Medir a altura da barra de corte ou
dos rolos espigadores.
1. Girar o Interruptor do Acumulador
para a posição ON (LIGADO) e abrir 5. Girar o Interruptor do Acumulador
completamente a Válvula de Ponteiro para a posição ON. A platafor ma
do Acumulador. deve cair uma distância de 25 a 76
mm (1 a 3 inches). Se a Plataforma
2. Abaixar a Plataforma de Milho, de não abaixar esse tanto, remover a
Grãos ou de Recolhimento até o chão tampa de proteção da válvula do
e manter o interruptor de elevação da acumulador e liberar uma pequena
Plataforma na posição DOWN (PARA quantidade de gás nitrogênio até a
BAIXO) durante 5 segundos. Girar o platafor ma abaixar a quantidade
Interr uptor do Acumulador para a correta.
posição OFF (DESLIGADO).
OBSERVAÇÃO: 25 mm (1 inch) de
3. Levantar a Plataforma até a barra de queda é tudo que é necessário para
corte ou os rolos espigadores ficarem conseguir um bom controle de
305 a 457 mm (12 a 18 inches) acima percurso.
do solo.
6. Se a Plataforma cair muito, fazer com
que o acumulador seja examinado
(recarregado) pelo seu
concessionário. NÃO recarregar o
a c u mu l a d o r c o m oxi g ê n i o, a r o u
qualquer outro gás que não seja gás
nitrogênio seco. Consultar o seu
concessionário!

191
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

TRILHA E SEPARAÇÃO
Controle e Ajustes

2 5

1 4
3 6

12

7 8 9 11 10
563L94

1. CONE DE TRANSIÇÃO 7. ROTOR


2. ALETAS DE TRANSPORTE 8. LÂMINAS DO IMPULSOR DO ROTOR
DIRECIONAL DO CONE DE 9. CÔNCAVO
TRANSIÇÃO 10. ALETAS DE TRANSPORTE
3. BARRAS DE DEBULHA DO ROTOR DIRECIONAL DA GAIOLA DO ROTOR
4. GAIOLA DO ROTOR 11. BARRAS SEPARADORAS
5. CAIXA DE DESCARGA DO ROTOR 12. GRELHAS SEPARADORAS
6. ACIONAMENTO DA CORREIA DO
ROTOR

192
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Apresentação
As funções de trilha e separação das Colheitadeiras Axial-Flow® são realizadas na área
da gaiola do rotor. O material é alimentado do alimentador para a área da lâmina do
impulsor do rotor e flui na direção para trás através da máquina. Os dois componentes
mais importantes dos processos de trilha e separação são o rotor e os côncavos.

O rotor coloca em trilha os grãos e ajuda no deslocamento do material para trás através da
máquina. Quanto mais rápido os grãos são colocados em trilha para fora das plataformas,
mais oportunidade o grão tem de separar do material.

São duas as funções do côncavo de três seções. Primeiro, os côncavos devem reter o
material durante tempo suficiente para garantir uma trilha completa. Segundo, os
côncavos devem ter capacidade suficiente para permitir que o grão se separe no sistema
de limpeza após o grão ter sido trilhado.

Os ajustes corretos na área de trilha irão ajudá-lo a obter o desempenho máximo da


máquina. A velocidade do rotor e a folga do côncavo são os dois ajustes mais importantes.

A velocidade do rotor é importante para o controle do fluxo de material na gaiola do rotor.

Os dois ajustes disponíveis para os côncavos são sua folga das barras de debulha do rotor
e/ou a remoção ou adição de fios, barras de enchimento ou barras de interruptor.

A folga dos côncavos é determinada pela dificuldade de trilha da cultura. Para condições
de trilha mais difíceis, um ajuste fechado é preferível e para condições de trilha mais
fáceis, um ajuste mais amplo é recomendável. O ajuste do indicador dos côncavos nunca
deve exceder o ajuste no. 5 . As seleções mais amplas devem ser usadas somente como
posições de limpeza. Em culturas de trilha difícil, o ajuste zero (0) dos côncavos deve ser
verificado.

As velocidades do rotor e as folgas dos côncavos devem corresponder à cultura e às


condições para se obter a operação mais eficiente e produtiva. Um engano comum é rodar
o rotor muito lento e o ajuste dos côncavos muito aberto para a cultura. Isso resulta em
movimento lento do material, trilha e separação ineficientes e perda de capacidade da
máquina.

Com o conceito Axial-Flow® os danos nos grãos diminuem muito e não são resultado da
velocidade do rotor e do ajuste dos côncavos tanto quanto as colheitadeiras convencionais
são afetadas pela velocidade do cilindro e pelo ajuste dos côncavos. Existe uma variação
de ajustes mais amplos aceitável com a Colheitadeira Axial-Flow®.

O movimento de material através da área da gaiola do rotor é controlado pelas aletas da


gaiola de transporte. Reposicionar as aletas virando-as para uma posição mais vertical
(posição para trás) resulta em um movimento espiral adicional do material da cultura para
aumento da trilha e separação. Uma posição mais horizontal (posição para frente)
aumenta o fluxo do material da cultura para trás.

A separação é completada na metade posterior da área da gaiola usando grelhas entre o


rotor e o sistema de limpeza. Consultar Grelhas neste manual para obter uma descrição
das grelhas disponíveis e suas aplicações.

193
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Os operadores não devem hesitar em fazer ajustes quando necessário, mas devem fazer
somente um ajuste de cada vez. Se nenhuma melhoria for observada, restaurar a posição
original e realizar outro ajuste.

No campo
Após operar por uma distância no campo (pelo menos 100 m) verificar a trilha de palha
atrás da Colheitadeira.

Se todos os grãos tiverem sido completamente extraídos da palha e a palha parecer estar
esmagada ou com trilha em excesso (geralmente na Colheitadeira Axial-Flow® você
poderá observar, particularmente na palha mais seca, que a palha estará mais picada),
fazer o seguinte:

1. Reduzir a rotação do rotor.


2. Abrir os côncavos.
3. Uma combinação de 1 e 2.

No milho, se as espigas estiverem quebradas, seguir as mesmas etapas.

Se as espigas ainda tiverem grãos e a trilha não parecer estar completa, fazer o seguinte:

1. Aumentar a velocidade do rotor.


2. Apertar o côncavo.
3. Uma combinação de 1 e 2.

No grão, se a cultura ainda parecer não estar em trilha e se ainda não estiver instalado,
instalar um conjunto de côncavos de arame com espaçamento estreito (7/16 polegada
entre o centro dos arames).

Geralmente, altas velocidades do rotor completarão a trilha. Fechar o côncavo irá


aprimorar a trilha. Se o côncavo estiver fechado, verificar a qualidade da amostra no
tanque graneleiro. Se houver grãos trincados ou descascados, abrir ligeiramente o
côncavo e diminuir a rotação do rotor.

194
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Perdas por Separação e Limpeza


Antes de fazer ajustes desnecessários na Colheitadeira, verificar as perdas de sementes
utilizando o método descrito em Tabelas de Perdas de Sementes. Se, após a verificação,
for verificado que a perda é do separador, executar as ações a seguir para determinar se é
do rotor ou do sistema de limpeza:

Separação
A maior parte da separação da cultura da palha ou das cascas ocorre na área do côncavo
durante o ciclo de trilha. A cultura que não for separada na área do côncavo ou na área da
grelha será perdida pela parte traseira da Colheitadeira. Essas perdas são denominadas
de perdas do rotor.

Para Determinar se as Perdas são do Rotor ou do Sistema de


Limpeza
1. Remover os distribuidores de palha.

2. Com uma pá, pegar uma pequena amostra na parte traseira do capô. Verificar a
perda de grãos no rotor.

3. Com uma pá, pegar uma pequena amostra na parte traseira da peneira superior.
Verificar a perda de grãos no sistema de limpeza.

4. Comparar as amostras para determinar onde estão ocorrendo as perdas.

Para Corrigir as Perdas do Rotor


1. Verificar se o côncavo está entupido

A. Se estiver entupido e cheio de lama, isso geralmente é causado por conduzir


a plataforma muito perto do solo. Limpar os côncavos e elevar a altura da
plataforma.

B. Se entupido com material de cultura, verificar a folga entre o côncavo e o


rotor. Geralmente, esse tipo de entupimento é causado por uma abertura
excessiva do côncavo.

2. Verificar a velocidade do rotor em relação ao ajuste indicado na tabela para essa


cultura específica.

A. Velocidades extremamente altas ou extremamente baixas podem contribuir


para as perdas no rotor.

3. Em milho com grelhas com fendas, os canais devem estar na parte interna das
grelhas entre os furos das fendas. O uso de grelhas de barras quadradas é
altamente recomendado.

4. Em grãos com grelhas com fendas, os canais devem estar na parte externa das
grelhas nos furos. Em alguns casos, em grãos, será necessário mover os canais
para uma posição fora das grelhas e entre os furos das fendas. O uso de grelhas
de barras quadradas em grãos é recomendado se a qualidade da palha não for de
grande importância.

195
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

5. Todas as máquinas de milho devem possuir côncavos com um espaçamento amplo


entre os arames (3/4 polegada de distância no centro dos arames). Em algumas
culturas de grãos, o uso de côncavo com espaçamento amplo entre os arames
será conveniente para reduzir as perdas do rotor. A prioridade da instalação de
côncavos de arame grande seria 3ª, 2ª e 1ª posições.

6. Em algumas condições particulares, movimentar as aletas do côncavo (6) para um


ângulo menos inclinado ajudará a reduzir as perdas do rotor. Embora a mudança
das aletas para esse ângulo menos inclinado possa causar uso excessivo de
potência e aumentar as cargas no sistema de limpeza.

7. Em algumas culturas de soja ou feijão, será necessário aumentar a velocidade do


rotor. Uma indicação de fluxo deficiente de material é ronco no rotor e possível
perda de velocidade em condições mais adversas.

8. Em culturas muito pesadas ou culturas de milho de alto rendimento, em que


grandes quantidades de materiais além de grãos passam pela máquina, poderá ser
necessário reduzir a velocidade de deslocamento para reduzir as perdas do rotor.

As perdas do rotor devem ser mantidas o mais baixo possível fazendo o que foi
mencionado anteriormente, mas é necessário lembrar-se que abrir o côncavo por meio da
remoção dos arames e velocidades excessivas do rotor e/ou ajustes do côncavo muito
apertados pode sobrecarregar o sistema de limpeza. A incidência de sobrecarga de
limpeza foi reduzida drasticamente com as peneiras estendidas e os ventiladores do Cross
Flow®, de forma que os métodos de redução de perda do rotor podem ser mais
agressivos.

OBSERVAÇÃO: as variedades de côncavos ou grelhas podem ser combinados para


obter os resultados necessários.

196
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

ROTOR
Caixa de Engrenagens de Três Velocidades
A caixa de engrenagens de três
velocidades é controlada por uma
alavanca na parte dianteira esquerda do
tanque graneleiro atrás da porta de
serviço. Puxar a alavanca para a direita
para a marcha L (baixa). Empurrar a
alavanca para a esquerda para a marcha
H (alta). As posições neutras N são as
paradas entre L, M e H. Para mudar a
velocidade na caixa de engrenagens,
parar o motor e mudar a alavanca para a
posição selecionada. Se as marchas não
engatarem, girar um pouco as polias ou
ligar o motor e engatar o separador por RD97G162
um momento para alinhar as estrias do
câmbio na caixa de engrenagens. Parar
o motor antes de mudar as marchas.

OBSERVAÇÃO: ter certeza de que a


caixa de engrenagens está totalmente
engatada no neutro antes de operar.

Ajuste da Velocidade do Rotor


A velocidade do rotor pode ser alterada
de dentro da cabine enquanto a
Colheitadeira estiver em operação.
Utilizar o interruptor de controle de
velocidade do rotor no console direito
para alterar a velocidade do rotor.
Empurrar a metade posterior do
interruptor para diminuir a velocidade do
rotor. Empurrar a metade dianteira do
interruptor para aumentar a velocidade
do rotor (consultar Ajustes Iniciais da
Cultura para saber a velocidade inicial
recomendada). Ajustar melhor a
velocidade de acordo com as condições A24293
da cultura.

197
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Limpeza do Rotor

ADVERTÊNCIA: ao limpar o rotor, NÃO permitir a presença de ninguém perto


da correia de acionamento do rotor ou dentro do compartimento do motor quando
! o motor estiver em funcionamento. Poderão ocorrer ferimentos graves ou morte.
M507

Se uma grande quantidade de cultura IMPORTANTE: se o rotor não limpar


não puder ser limpa do rotor durante a imediatamente e o acionamento do
operação normal, proceder da seguinte separador não for desengatado,
maneira: poderão ocorrer danos na correia de
acionamento.
1. Desengatar o separador e o
alimentador. Desligar o motor.
1
2. Abaixar o côncavo para a posição "+"
ou 9 para limpeza ( poderá ser
necessário fazer isso manualmente).
3. Mudar a caixa de engrenagens do
ro to r p a r a N E U T RO u t i l i z a n d o a
alavanca auxiliar localizada entre a
caixa de engrenagens do rotor e o
m o t o r. Po d e r á s e r n e c e s s á r i o
remover a pressão das engrenagens
de ntro d a cai xa de en gre na ge ns
movimentando o rotor com a chave 2
de balanço. Ajustar a velocidade do A24351
rotor até a correia de acionamento
estar na posição inter mediária na
p ol i a d e a c i on a m e nto e n a p ol i a
acionada.
4. Mudar a caixa de engrenagens do
rotor para LO.
5. Ligar o motor e movimentar a
alavanca do acelerador até a metade
da posição de aceleração. 3
6. Engatar o acionamento do
separador. Se o rotor não limpar,
desengatar imediatamente o
acionamento do separador, parar o RD05D069
motor e remover a chave do contato.
1. PLACA DO MANÔMETRO DO
INDICADOR DOS CÔNCAVOS
2. POSIÇÃO DE LIMPEZA
3. LOCALIZAÇÃO DA CHAVE DE
BALANÇO DO ROTOR

198
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

7. Utilizar a chave de balanço do rotor


(3) para movimentar o rotor para
frente e para trás.
8. Se o rotor não puder ser limpo, os
côncavos e as grelhas deverão ser
removidos e parte da palha deverá
ser removida manualmente
(consultar Remoção dos Côncavos e
Remoção das Grelhas).
9. Utilizar a chave de balanço do rotor
novamente para movimentar o rotor.
10. Quando o rotor estiver limpo, instalar
os côncavos e as grelhas.
11. Colocar a chave de balanço do rotor
na posição de armazenamento.

OBSERVAÇÃO: certificar-se de
ajustar o côncavo na posição correta
após a limpeza do rotor. Alterar a
relação da engrenagem do rotor e a
velocidade do rotor de volta para o
ajuste original.

199
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Aletas de Transporte da Gaiola

1
2

3
RD01H099 RD01H100

1. PLACA DE LIGAÇÃO 2.ÁREA DO CÔNCAVO 3. ÁREA DA GRELHA

A parte superior da gaiola do rotor possui aletas de transporte para ajudar a movimentar a
cultura da frente para a parte traseira do rotor. As aletas de transporte são ajustáveis
dentro de fendas na gaiola do rotor para acelerar ou retardar o fluxo da cultura através da
gaiola do rotor. O ajuste de fábrica inicial das aletas de transporte nas áreas do côncavo e
da grelha é na posição intermediária para todas as Colheitadeiras. Para reduzir as perdas
do rotor em determinadas condições, ajustar as aletas de transporte na área da grelha
para a posição traseira (retardamento), primeiro. Se a perda do rotor precisar ser reduzida
mais ainda, ajustar as aletas de transporte na área do côncavo para a posição de
retardamento. O ajuste da extremidade inferior das aletas de transporte para trás pode
aumentar as necessidades de potência e de combustível. O ajuste das aletas de
transporte para frente pode aumentar o fluxo de material e a velocidade de deslocamento
e pode também reduzir as necessidades de potência e combustível. Em condições de
culturas médias, ajustar as aletas de transporte na área do côncavo e na área da grelha
para a posição intermediária.

Ajustar as aletas de transporte da seguinte maneira:

1. Remover os painéis laterais do separador esquerdo.

2. Soltar as três porcas em cada aleta de transporte a ser ajustada para entre 3 a
5 mm (1/8 a 3/16 inch) da extremidade dos parafusos.

200
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

1
2

RD01H100

1. ALETA DE TRANSPORTE 3. FUROS DE POSICIONAMENTO


2. EXTREMIDADE INFERIOR PARA POSIÇÃO
INTERMEDIÁRIA APENAS

3. Movimentar as extremidades inferiores das aletas de transporte para frente ou para


trás conforme necessário. As aletas de transporte na área da grelha podem ser
movimentadas individualmente. As aletas de transporte na área do côncavo estão
conectadas em pares às placas de ligação.

Posição para Frente (Avanço)................................................ Aleta para frente do furo


Posição Intermediária ...........................................................Aleta centrada sob o furo
Posição para Trás (Retardamento) ........................................... Aleta para trás do furo

17578A1
4. Colocar um perfurador através do furo de posicionamento da aleta para verificar a
posição intermediária apenas.
5. Apertar as porcas nas aletas de transporte. Apertar as porcas centrais primeiro.
Apertar as porcas nas extremidades inferiores em seguida e apertar as porcas nas
extremidades superiores por último. Apertar as porcas com um torque de 47 a 54
Nm (35 a 40 lb ft).
6. Instalar os painéis laterais do separador esquerdo.

201
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Barras de Debulha e Separadoras - Rotor Padrão


(Se Equipado)
As Colheitadeiras de milho e de grãos
possuem barras de debulha na área do
côncavo e barras separadoras na área
da grelha. Barras de debulha curvas (1) 2
e retas (2) estão instaladas nos rotores
da Colheitadeira de grãos. Barras de
debulha curvas estão instaladas nos
rotores da Colheitadeira de milho (em um
rotor de milho padrão, há um conjunto de
barras de debulha retas na extremidade 1
da seção da barra de debulha helicoidal).

Barras de debulha lisas estão


disponíveis na Divisão de Peças para A1881
instalação no rotor padrão. Barras de
debulha lisas curvas e retas são
recomendadas para uso em culturas de
alimentos como milho alimentar em que
existe a preocupação de danos mínimos
na cultura. Consultar o seu
concessionário.

Quando as barras de debulha estiverem


3
gastas, substitui-las. O côncavo deve ser
removido para substituir as barras de
debulha (consultar Remoção do
Côncavo).

As barras separadoras (3) irão gastar A1884


mais no lado da frente do que no lado de
trás. As barras separadoras podem ser 1. BARRAS DE DEBULHA CURVAS
2. BARRAS DE DEBULHA RETAS
invertidas para desgaste mais
3. BARRA SEPARADORA
prolongado. Para inverter ou substituir as
barras separadoras, as grelhas deverão
ser removidas (consultar Remoção da
Grelha).

202
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Conjunto do Rotor AFX

2
3

RD02E265
1. LIGA DE CROMO PARA DESGASTE PROLONGADO DA BARRA DE DEBULHA
MOSTRADA
2. BARRA SEPARADORA - DESGASTE PROLONGADO MOSTRADO
3. ROTOR COM DESGASTE PROLONGADO

O Rotor AFX está disponível para trilha e separação de todas as culturas. Esse rotor pode
aumentar muito o desempenho em qualquer cultura úmida, como feijão comestível, arroz,
cultura úmida enfileirada e soja de talo verde.

OBSERVAÇÃO: o rotor de arroz é semelhante ao rotor AFX exceto que há barras de


debulha cheias de pontas em todo o comprimento do rotor.

Barras de debulha com ou sem pontas podem ser usadas com o rotor AFX. Na maior parte
das condições, barras de debulha sem pontas são instaladas nas áreas do côncavo e da
grelha separadora. Se o fluxo de material através da Colheitadeira ficar limitado devido a
condições úmidas/molhadas, instalar barras de debulha com pontas na área da grelha
separadora e se o fluxo de material continuar a ser um problema, barras de debulha com
pontas podem ser instaladas na área do côncavo (os parafusos de parada do côncavo
precisarão ser ajustados. Consultar Ajuste do Côncavo neste manual). Apertar os
parafusos de montagem das barras de debulha com um torque de 129 a 146 Nm
(95 a 105 lb. ft.).

O rotor AFX pode ser usado para colher milho e grãos. Quando o rotor AFX é instalado em
colheitadeiras de milho ou grãos, barras retas separadoras serão substituídas por pares
de barras de debulha alinhadas horizontalmente. Oito barras separadoras retas estão
instaladas no rotor para uso em milho. Quatro barras separadoras retas estão instaladas
no rotor para uso em grãos.

203
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

A posição das oito ou doze barras separadores retas padrão para uma Colheitadeira de
milho equipada com Rotor Especial é como mostrado a seguir:

Opção:
É possível adicionar duas barras separadoras opcionais no côncavo para melhorar a trilha
e separação.
As barras reduzem o entupimento do côncavo por alta umidade.
As barras aumentam o consumo de potência.
Aguardar para usar côncavo mais aberto para reduzir a exigência de potência.

2 1

2 1

2 1

2 1

RI03K008
1. A posição da barra separadora reta da Colheitadeira de milho na área do côncavo
somente é necessária em milho de alto rendimento em que a perda do rotor é
excessiva.
2. Posição opcional da barra separadora.

204
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

A posição das quatro barras separadoras retas em uma Colheitadeira equipada para uso
em grãos pequenos com o Rotor Especial é como mostrado a seguir:

RI00J022
3. Posição da barra separadora reta da Colheitadeira de Grãos
A posição das oito ou doze barras separadoras retas padrão para uma Colheitadeira de
Milho 2388 equipada com o rotor AFX é como mostrado a seguir:

4
4

4
4

5
4
RI03M010
4. Posição da barra separadora reta do rotor AFX.
5. Posição da barra separadora opcional do rotor AFX (se necessário).

205
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

A posição das quatro barras separadoras retas em uma Colheitadeira equipada para uso
em grãos pequenos com o rotor AFX é como mostrado a seguir:

6
6

RI03M011

6. Posição da barra separadora reta da Colheitadeira de grãos com rotor AFX.

OBSERVAÇÃO: os Rotores AFX possuem quatro barras de debulha dianteiras


adicionadas na frente do posicionamento original da barra especial. Essas barras têm a
função de dispersar a cultura antes da cultura passar por cima dos côncavos. Os
parafusos de fixação da barra de debulha dianteira estão alinhados com o flange do cone
de transição. Uma chave de soquete especial de perfil baixo é necessária para remover
as barras de debulha dianteiras nos Rotores AFX. As chaves de soquete especial de
perfil baixo estão disponíveis no seu concessionário:

● Rotores AFX e Especiais exigindo soquete padrão EUA - pedido 87417745

● Rotores AFX e Especiais exigindo soquete métrico - pedido 87313396

206
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

CÔNCAVO
Ajuste do Côncavo
A folga entre o rotor e o côncavo deve ser ajustada eletricamente da cabine ou
manualmente no lado esquerdo da Colheitadeira.

Ajuste Elétrico

1.5
A24293 568E
Um interruptor no console direito abre e
fecha os côncavos. Mais (+) abre os
côncavos (aumenta a folga). Menos (-)
fecha os côncavos (diminui a folga).
Enquanto o interruptor é pressionado,
uma leitura digital no painel de
instrumentos indicará exibições
alternativas "Conc" e um número
representando a posição relativa dos
côncavos como mostrado na ilustração.
O número irá variar de 0.00 a 10.00, com
0.0 sendo inteiramente fechado.

OBSERVAÇÃO: quando usar


côncavos lisos com fenda, a posição
relativa não deve ser inferior a 4 no
indicador mecânico.

207
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste Manual
Uma chave ou soquete de 3/4 polegada
é necessária para ajustar manualmente
os côncavos do lado esquerdo do
separador girando um eixo sextavado (1)
na direção desejada. Um ponteiro sobe e 1 2
desce no indicador de pressão (2) junto à
placa do indicador (3) para mostrar a
alteração no ajuste do côncavo. 3
A operação manual poderá ser
necessária para liberar o côncavo em
uma condição de rotor lento antes do
ajustador elétrico conseguir movimentá-
lo. A24351

1. EIXO SEXTAVADO
Culturas e condições diferentes 2. INDICADOR DE PRESSÃO
necessitam de ajustes diferentes. 3. PLACA DO MANÔMETRO DO
Consultar Ajustes Iniciais de Culturas INDICADOR DOS
para ter um ponto inicial. A posição no. 9 CÔNCAVOS
(totalmente aberto) é utilizada somente
quando for necessária uma folga OBSERVAÇÃO: quando usar
adicional para limpar o rotor. Consultar côncavos lisos com fenda, a posição
Limpeza do Rotor. relativa não deve ser inferior a 4 no
indicador mecânico.
OBSERVAÇÃO: quando o côncavo
estiver ajustado para a posição
CLOSED ( fechado), o rotor não deve
fazer contato com o côncavo em uma
revolução inteira do rotor.

ADVERTÊNCIA: a não ser que indicado de outra forma, nunca fazer


manutenção ou ajustes na máquina com o motor funcionando. Antes de fazer os
! ajustes, colocar a alavanca de controle do câmbio em Neutro e ajustar o freio de
estacionamento OU colocar a alavanca de controle do câmbio na posição de
estacionamento quando equipado. M147C

208
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste da Posição do Côncavo

A1906.55

A posição da direita para esquerda do côncavo sob o rotor pode afetar os resultados da
trilha da Colheitadeira. As placas e o tubo (1) de suporte do côncavo estão equipados com
pinos de acoplamento para ajustar a posição do côncavo. A posição inicial do côncavo é
com a 12ª a 14ª barra do côncavo a partir da esquerda mais próximas ao rotor. Quando
talos não debulhados tornam-se um problema, a posição do côncavo deve ser verificada e
ajustada de forma que o 12o. comprimento da barra do côncavo faça contato com o rotor.
Ajustar a posição do côncavo da seguinte maneira:
1. Abaixar o côncavo para a posição 3.

2. Soltar as porcas nos olhais do tubo


de suporte direito do côncavo.

3. Soltar os 5 parafusos de fixação nas 2


placas e tubos de suporte dianteiros
(2) e traseiros do côncavo.

4. Ajustar os pinos de acoplamento (3) 3


para movimentar o côncavo. Ajustar
os pinos de acoplamento de modo
que quando a dimensão A for menor
irá movimentar o côncavo para a
direita. Ajustar os pinos de
acoplamento de modo que quando a
dimensão A for mais longa irá RD01H092
movimentar o côncavo para a
esquerda.

209
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

A
156L8
1. OLHAL DO TUBO DE SUPORTE DIREITO DO 3. PARAFUSO
CÔNCAVO
2. PLACA DA EXTREMIDADE DO TUBO DE SUPORTE 4. PARAFUSO DE
DO CÔNCAVO ACOPLAMENTO

Dimensão “A” [A= 54 mm (2-1/8 inch) 12ª a 14ª barra é posição zero]
OBSERVAÇÃO: fazer ajustes em incrementos de 3 a 6 mm (1/8 a 1/4 inch). Um giro
completo das porcas do parafuso de acoplamento movimentará o côncavo, para a direita
ou para a esquerda, uma posição da barra do côncavo.

5. Apertar as porcas autofrenantes nos parafusos de acoplamento.

6. Apertar os cinco parafusos de fixação em cada placa de extremidade do tubo de


suporte do côncavo.

7. Apertar as porcas nos olhais do tubo de suporte direito do côncavo.

8. Verificar o ajuste dos parafusos de batente do côncavo e a posição do manômetro


(consultar Ajuste do Côncavo neste manual).

9. Ajustar a folga do côncavo para a cultura que está sendo colhida.

10. Ajustar o ponto de compressão do côncavo com o rotor para obter ótima trilha,
distribuição da limpeza e fluxo do material da cultura.

210
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

5 7
6
RI03M019

5. 11ª BARRA DO CÔNCAVO 7. CÔNCAVO


6. 14ª BARRA DO CÔNCAVO 8. PRIMEIRA BARRA

Linha sólida - Côncavo Aberto

Linha pontilhada - Côncavo Totalmente Fechado

Área Preta (Ponto de Compressão) - O rotor deve fazer o contato com o côncavo na 11ª
a 14ª barra da seção do côncavo.

OBSERVAÇÃO: a barra no. 1 é a primeira barra após a placa de suporte.

211
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Tamanhos de Arames do Côncavo


Os côncavos estão disponíveis com furos grandes para arame de 1/4 polegada e furos
pequenos para arame de 3/16 polegada. Arames de tamanhos diferentes são
recomendados para diferentes culturas, como a seguir:
Arames de 3/16 polegada ........................................................................... Grãos Pequenos
Arames de 1/4 Polegada........................................................................... Milho, Arroz, Maís
(variedade de milho graúdo), Milho, Feijão Comestível, Soja e Outras Sementes Grandes
Côncavos Lisos com Fenda .......................................... Feijão e outras condições especiais
Côncavos com arames de 3/16 polegada com todos os outros arames removidos podem
ser utilizados para colher pequenas extensões de milho, feijão ou culturas semelhantes a
soja. A distância aumentada entre os arames ajuda a reduzir as perdas do rotor e danos à
cultura.
Côncavos lisos com fenda são convenientes para feijão e outras culturas para reduzir
danos e melhorar a alimentação.

RD01H106 RD01H107
CÔNCAVOS COM ARAMES DE 1/4 POL. CÔNCAVOS COM ARAMES
DE 3/16 POL.

1
RD01H099
RK99G166 Os côncavos (1) precisarão ser
CÔNCAVOS LISOS COM FENDA removidos para remover e instalar os
arames do côncavo (2). As sessões
OBSERVAÇÃO: foto somente para fins
dianteira, inter mediária e traseira do
ilustrativos.
côncavo estão disponíveis
separadamente para mudar o côncavo
para diferentes culturas e condições de
cultura.

212
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Barras de Enchimento do Côncavo

A2419 A2421

As barras de enchimento do côncavo estão disponíveis para côncavos com arames de


3/16 polegada e 1/4 polegada. As barras de enchimento são utilizadas para segurar a
cultura sobre os côncavos durante um tempo maior para melhorar a trilha. Quando a
distribuição da cultura para o sistema de limpeza estiver muito pesada no lado direito, as
barras de enchimento podem ser instaladas no lado direito do côncavo para uma melhor
distribuição. Consultar o seu concessionário.

Barras do Interruptor do Côncavo

A16746 A16747
As barras do interruptor do côncavo estão disponíveis para os côncavos com arames de
3/16 polegada. As barras do interruptor são utilizadas para capacidade de trilha adicional e
permitir a separação de grãos em condições de trilha difíceis. Consultar o seu
concessionário.

OBSERVAÇÃO: TODAS as sedes do Côncavo Número 1 devem ser preenchidas.

213
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

GRELHAS
A área das grelhas é na parte traseira do
conjunto da gaiola do rotor. O acesso às
grelhas é através da abertura atrás do
painel lateral esquerdo traseiro. As
grelhas são estacionárias e não podem
ser movimentadas para mais perto ou
mais longe do conjunto do rotor. As
grelhas estão em três seções que são
mantidas juntas por parafusos de
fixação. As grelhas estão instaladas na
parte inferior da gaiola do rotor com
parafusos de montagem no lado
esquerdo. Podem ser usadas grelhas
com fenda, grelhas com barra quadrada A1895
de 3/8 polegada ou grelhas sólidas.

Grelhas com Fenda


As grelhas com fenda são
recomendadas para feijão, a maioria das
culturas de grãos pequenos e também
pode ser utilizada para milho. Para
reduzir a quantidade de palhiço que
passa pelas grelhas para o sistema de
limpeza, até sete canais podem ser
instalados na parte externa das grelhas.
A instalação dos canais no meio das
sedes permite a abertura mínima para os
grãos. Até sete canais podem ser
instalados no lado interno das grelhas de
milho. A instalação dos canais entre as
sedes fornece a abertura máxima para o A1901
milho. As grelhas devem ser removidas
para adicionar ou remover canais nas
grelhas com fenda.

214
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Grelhas com barra quadrada de 3/8 polegada


Grelhas com barra quadrada de 3/8
polegada são recomendadas para milho,
sorgo/maís e arroz. As grelhas com barra
quadrada ajudam a reduzir as perdas do
rotor em milho de alto rendimento. As
grelhas também ajudam a reduzir o
entupimento em condições úmidas em
outras culturas. As grelhas também são
muito eficientes na redução da perda do
rotor em grãos de cereais também e
podem ser necessárias em culturas de
alto rendimento.

A1887

Grelhas Sólidas
As grelhas sólidas são recomendadas
para girassol e algumas gramíneas. A
grelha sólida ajuda a manter talos e
partículas grandes de palha/hastes fora
do sistema de limpeza.

A1886

215
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

LIMPEZA DE GRÃOS
Controles e Ajustes

2
1

4
5
6
7
564L94

1. ELEVADOR DA RETRILHA 4. SEM-FIM DA 6. VENTILADOR DE


2. SEM-FIM DE RETORNO DA RETRILHA LIMPEZA
RETRILHA 5. PENEIRA 7. SEM-FIM DA
3. PENEIRA SUPERIOR INFERIOR CAMADA DE GRÃOS

216
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Introdução
A atividade de limpeza da Colheitadeira Axial-Flow® é a separação final dos grãos do
material que foi distribuído através dos côncavos e grelhas do separador. O material é
separado pelas peneiras superiores e inferiores para remover material estranho
indesejado. Palhiço e outros materiais indesejáveis são suspensos no ar e eliminados pela
parte traseira da Colheitadeira. Os ajustes necessários para essa função são a rotação do
ventilador de limpeza (controle da velocidade do ar) e os ajustes das peneiras superiores e
inferiores. Golpes de vento muito fortes em culturas leves contribuirão para as perdas pelo
sistema de limpeza. Para culturas de semente extremamente leves, como gramíneas, o
volume de ar do ventilador de limpeza deve ser reduzido ajustando a placa de corte do
ventilador.

Para garantir a eficiência ideal do sistema de limpeza, o material da trilha deve ser
distribuído de maneira uniforme na peneira superior. A distribuição não uniforme será
melhorada pelo uso das pás da base do sem-fim. Anexos divisores de declive impedem o
deslizamento de material para o lado mais baixo da peneira superior em uma operação de
colheita de grãos em declive.

Somente por experimentação o operador encontrará a combinação correta de ajustes das


peneiras superiores e inferiores que resulta na economia máxima de grãos, amostras
limpas do tanque graneleiro e retornos da retrilha reduzidos. Diversas peneiras de
configuração especial estão disponíveis para aplicações em culturas especiais.

Resolução de Problemas para


Corrigir Perdas do Sistema de Limpeza
A primeira etapa para resolver qualquer problema é identificar o problema com precisão.
Isso é particularmente importante na operação da colheitadeira porque a máquina realiza
muitas funções diferentes.

Problemas funcionais como ação de cor te deficiente e enrolamento do molinete


geralmente são óbvios e serão descobertos rapidamente quando você utilizar os Ajustes
Iniciais da Cultura neste manual.

Os problemas com componentes internos são mais difíceis de analisar. Se estiver


ocorrendo perda de grãos no separador pode ser conveniente diagnosticar o problema
com o procedimento de "parada rápida".

217
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

BASE DO SEM-FIM
Porta de Limpeza

A17273 A17276

Os sem-fim movem os grãos da trilha


para a parte traseira do bandejão da
base do sem-fim, para a peneira superior
e o sistema de limpeza.

Para limpar a base do sem-fim, remova 2


os dois parafusos-borboleta de cada
uma das cinco portas de limpeza do
sem-fim (1). Limpar a base do sem-fim
(2) ao mudar para um campo diferente
ou trocar de culturas. Limpar a base do
sem-fim no final do período.

A17277

218
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Pá de Distribuição do Sem-Fim de Grãos


Uma pá de distribuição do sem-fim de
grãos (1) pode ser instalada no sem-fim 1
esquerdo se o acúmulo de palha por um
problema.

As pás devem ser instaladas no eixo do


sem-fim, 90 ° para trás, diretamente
atrás da borda traseira do setor de
hélice.

Quando a Colheitadeira estiver equipada


para operar com grãos pequenos, uma
pá de distribuição do sem-fim de grãos 2
pode ser instalada na direção da
extremidade posterior do eixo do sem- RD98G104
fim esquerdo para uniformizar a carga do
bandejão e ajudar a manter a área da
gaiola traseira livre de acúmulo de palha.

219
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

VENTILADOR DE LIMPEZA
Ajuste de Velocidade
A velocidade do ventilador de limpeza
pode ser ajustada de 450 a 1250 RPM.
Para ajustar a velocidade do ventilador,
utilizar o interruptor de controle de
velocidade do ventilador de limpeza no
console direito. Pressionar a metade
posterior do interruptor para diminuir a
velocidade do ventilador e a metade
dianteira do interruptor para aumentar a
velocidade do ventilador. Para mudar a
velocidade do ventilador o interruptor do
separador deve estar na posição ON
(Ligado) com o motor funcionando.
A24293
Operar com o ventilador de limpeza em
uma velocidade suficiente para fornecer
a quantidade de ar necessária para
limpar as peneiras sem soprar os grãos
limpos para fora na parte de trás da
máquina (consultar Ajustes Iniciais da
Cultura para obter a velocidade racial
recomendada do ventilador para o tipo
de cultura que estiver sendo colhida).
Ajustar a velocidade do ventilador para
mais ou para menos conforme
necessário para as condições da cultura.
Utilizar o tacômetro digital no modo do
ventilador para indicar a velocidade do
ventilador.

Limpeza dos Grãos do Ventilador


Os grãos podem se acumular no alojamento do ventilador como resultado de reajustes
incorretos nas peneiras superior e inferior, velocidade do ventilador incorreta ou devido ao
uso de procedimentos de resolução de problemas de limpeza de grãos como "parada
rápida". Remover os grãos do alojamento do ventilador da seguinte maneira:

1. Desengatar o separador e o alimentador. Desligar o motor.

2. Verificar as peneiras superior e inferior. Remover qualquer material enroscado.

3. Dar partida no motor e engatar o separador. Aumentar a velocidade do ventilador


para o máximo.

4. Mover a alavanca do acelerador manual para a posição de aceleração total. Operar


o separador até os grãos se livrarem do ventilador.

5. Desengatar o separador. Desligar o motor.

220
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

6. Verificar o ajuste da peneira superior e inferior. Se os grãos continuarem a


amontoar no ventilador, ajustar as peneiras da seguinte maneira:

A. Abrir ligeiramente a peneira inferior.

B. Fechar ligeiramente a peneira superior.

7. Reajustar a velocidade do ventilador para atender as necessidades da cultura. Se


os grãos continuarem a amontoar no ventilador, aumentar a velocidade de
operação do ventilador.

Proteções da Entrada de Ar

RP96H089 RD05D117
PROTEÇÃO DA ENTRADA DE AR PROTEÇÃO DA ENTRADA DE AR DIREITA
ESQUERDA

A proteção de segurança padrão da Série 2300 também serve para tirar da entrada do
ventilador as folhas levadas pelo ar. Ela deve ser mantida no lugar para impedir que
dejetos indesejáveis entrem no ventilador. Consultar o concessionário para saber sobre
proteção de entrada inferior opcional.

221
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Volume de Ar do Ventilador de Limpeza


O volume máximo de ar para o ventilador
de limpeza é obtido quando a placa de
corte do ventilador (1) é colocada na 1
posição horizontal.

A24349

O volume de ar deve ser reduzido para


culturas leves como gramíneas. Soltar o
parafuso da placa de corte do ventilador
(3) em cada lado da Colheitadeira. Virar
a placa de corte do ventilador (2) para
2
trás para a posição vertical para reduzir
o volume de ar. Apertar os parafusos da
placa de travamento. O volume de ar em
uma rotação do ventilador determinada
será aproximadamente dividido por dois.
Retornar o ventilador para o volume
máximo de ar soltando os parafusos da 3
placa de travamento, girando a placa de
corte para a posição horizontal e
apertando os parafusos. A24350

222
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

PENEIRA SUPERIOR

Tipos de Peneira Superior


28.6 mm (1-1/8 INCH) ALETA TIPO
“CLOSZ” COM CORDA DE PIANO -
Essa peneira é recomendado para grãos
pequenos, arroz, linho ou pequenas
sementes. A abertura da peneira pode
ser ajustada para limpeza em culturas
pequenas de pequeno volume e
condições de baixa qualidade. Devido à
abertura total menor , essa peneira tem
uma capacidade menor do que outras 186L7
peneiras.

28,6 mm (1-1/8 INCH) - ALETA TIPO


”PETERSON” COM CORDA DE PIANO -
Es s a p e n e i r a é r e c o m e n d a d a p a r a
gramíneas e diversas sementes pequenas.
Essa peneira usa um desenho de aleta e
furo para controle do fluxo de ar. A peneira
ajuda a remover palha e talos.

183L7

41,3 mm (1-5/8 INCH) ALETA PARA


MILHO COM CORDA DE PIANO - Esta
peneira é recomendada para milho e a
maioria de outras culturas de sementes
maiores. Essa peneira usa mais ar e
possui uma abertura maior, mesmo
quando fechada, que outras peneiras
para maior capacidade. Devido à
abertura maior, a abertura da peneira
não precisa ser ajustada tão aberta
quanto outras peneiras. Com essa
peneira ocorrerão menos entupimentos 185L7
com espigas e sujeira. Para limpar a
peneira, movimentar a alavanca de
ajuste para a posição totalmente aberta,
em seguida de volta para a regulagem de
ajuste.

223
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

41,3 mm (1-5/8 INCH) ALETA TIPO Remoção da Peneira


"CLOSZ" COM CORDA DE PIANO -
Essa peneira possui uma alta Superior
capacidade para feijão e a maioria dos Remover a peneira superior da seguinte
grãos pequenos. Para utilizar essa maneira:
peneira é necessário mais abertura e
menos ar do que a peneira de dentes 1. Girar a polia de acionamento do
profundos, mas a capacidade é maior do separador utilizando a chave de
que da peneira de dentes normais de balanço do rotor até a peneira
28,6 mm (1-1/8 inch). superior estar na posição posterior
extrema do seu curso. Isso permitirá a
folga máxima para remoção.

184L7

RD97G066

2. Desconectar o conector do chicote de


varredura de grãos no lado esquerdo
da máquina. Remover a braçadeira
(1) que prende o chicote de varredura
de grãos na proteção lateral

3. Remover os distribuidores de palha.

224
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

3 4
RD01H316

A9852

5. Remover o parafuso de montagem da


peneira superior (3) e (4) em cada
l a d o d a p e n e i r a e a b a i xa r a s
cantoneiras de suporte e a peneira.

RD05D124

4. Remover das alavancas externa e


interna a haste externa de ajuste da 5
peneira superior (2).

A9854

6. Remover a peneira superior (5).

225
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Instalação da Peneira Superior


Instalar a peneira superior da seguinte
maneira:

1
RD01H316

A9854

1. Instalar a peneira superior (1).

RD05D124

3. Instalar a haste externa de ajuste da


p e n e i r a s u p e ri o r n a s a l ava n c a s
2 3 externa e interna (4).

4. Conectar o conector do chicote de


varredura de grãos no lado esquerdo
A9852 da máquina. Instalar a braçadeira que
prende o chicote de varredura de
2. Levantar a peneira e os esquadros de grãos na proteção lateral.
s u p o r te. I n s t a l a r o p a r a f u s o d e
montagem dos esquadros de suporte 5. Instalar os distribuidores de palha.
(3) e o parafuso de montagem da
peneira superior (2) em cada lado da
peneira.

226
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste da Peneira Superior Externa

RD05D078 RD05D124

A seção central da peneira superior pode ser ajustada pelo lado esquerdo da placa lateral
do separador.

Para ajustar a seção central da peneira superior:

1. Remover o pino de fixação (1).

2. Ajustar a alavanca para a regulagem necessária para a cultura. Empurrar o manípulo


em direção à máquina abre a peneira.

3. Reinstalar o pino de fixação.

227
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste Interno da Peneira Superior

4 5
1

3
6
A9849 RD01H016
1. SEÇÃO DIANTEIRA DA PENEIRA 4. ALAVANCA DE AJUSTE DA
SUPERIOR PENEIRA SUPERIOR DIANTEIRA
2. A SEÇÃO MÉDIA DA PENEIRA 5. CONJUNTO DA HASTE DE
SUPERIOR É AJUSTADA PELO AJUSTE DA PENEIRA SUPERIOR
LADO ESQUERDO DA PLACA INTERMEDIÁRIA
LATERAL DO SEPARADOR 6. ALAVANCA DE AJUSTE DA
3. SEÇÃO TRASEIRA DA PENEIRA PENEIRA SUPERIOR TRASEIRA
SUPERIOR

As seções dianteira e traseira da peneira


superior podem ser ajustadas pela
traseira da Colheitadeira. A alavanca de
ajuste ajusta a peneira superior como
mostrado acima. Empurrar a alavanca
para a direita para fechar a peneira.
Empurrar a alavanca para a esquerda
para abrir a peneira (consultar Ajustes
Iniciais da Cultura para obter o ajuste
inicial recomendado).

O ajuste da peneira superior é medido da T85246

parte superior de uma aleta até a ponta NÃO abrir a seção dianteira da peneira
da próxima aleta para frente. Soltar a superior mais de 13 mm (1/2 inch). A
porca-borboleta na alavanca de ajuste separação excessiva na seção dianteira
da peneira. Deslizar a alavanca de ajuste pode causar sobrecarga da peneira inferior
na fenda até o ajuste correto ser obtido e dianteira. Isso pode fazer com que o ar
apertar a porca-borboleta. saia pela traseira da máquina e leve o grão
a cair no ventilador da Cross Flow®.

ADVERTÊNCIA: a não ser que indicado de outra forma, nunca fazer


manutenção ou ajustes na máquina com o motor funcionando. Antes de fazer os
! ajustes, colocar a alavanca de controle do câmbio em Neutro e ajustar o freio de
estacionamento OU colocar a alavanca de controle do câmbio na posição de
estacionamento quando equipado. M147C

228
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Farolete e Porta de Visualização

1
RD05D063

É necessário soltar a trava e pivotá-la para OBSERVAÇÃO: para melhor


baixo, para que a porta se abra e a luz da iluminação, manter a lente do farolete
lâmpada vá para dentro da máquina. limpa de poeira e resíduos.

Divisores de Declive do Bandejão (Se Equipado)


Ao operar em um declive, os grãos irão deslizar para o lado do declive da
Colheitadeira. Os divisores de declive do bandejão (divisores altos mostrados) estão
disponíveis para instalação na peneira superior e EM CIMA do bandejão. Consultar o
seu concessionário.

A1850 A1850 b

229
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

PENEIRAS INFERIORES
Tipos de Peneira
Utilizar a peneira inferior correta para a cultura produzirá uma amostra mais limpa no
tanque graneleiro. Utilizar uma outra peneira inferior poderá reduzir a capacidade do
sistema de limpeza ou produzir uma amostra mais suja. As recomendações para a peneira
inferior são as seguintes:
28,6 mm (1-1/8 INCH) ALETA CLOSZ (1).
Essa é uma peneira ajustável com corda
de piano e pode ser utilizada para a
maioria das culturas.

41,3 mm (1-5/8 INCH) ALETA CLOSZ (2).


Essa é uma peneira ajustável com corda 1
de piano e é recomendada para milho.
188L7
FURO REBORDADO EM "D" DE
25,4 mm (1 POLEGADA) - Recomendada
para trigo, cevada, cártamo e soja se for
exigida uma amostra muito limpa.

As peneiras inferiores com furos


redondos especiais incluem:
Diâmetro de 1/10 polegada
Diâmetro de 7/32 polegada
Diâmetro de 3/8 polegada e
Diâmetro de 7/8 polegada
2
187L7

230
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Remoção da Peneira Inferior


Com Distribuidores de Palha

2
1

RP95K133
A9848 3. Remover os dois parafusos (2) que
1. Remover os distribuidores de palha. fixam a placa do trilho da peneira
Remover a proteção do eixo traseiro e inferior (3) em cada lado. Colocar a
abrir e abaixar a porta da calha do placa na peneira inferior.
sem-fim da retrilha (1).

A9851
RD01E108 4. Remover a peneira inferior (4).
2. Remover a haste de ajuste das
alavancas de ajuste externa e interna
da peneira inferior.

231
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Com Distribuidores de Palha/Palhiço

1 2
4

A24464 RP95K133
1. Remover os distribuidores de palha/ 3. Remover os dois parafusos (3) que
palhiço. Remover a porta de limpeza fixam a placa do trilho da peneira
da peneira inferior removendo os inferior (4) em cada lado. Colocar a
p i n o s d e c o n exã o r á p i d a ( 1 ) e placa na peneira inferior.
levantando a frente da porta (2).

A9851
RD01E108 4. Remover a peneira inferior (5).
2. Remover a haste de ajuste das
alavancas de ajuste externa e interna
da peneira inferior.

232
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Instalação da Peneira da Inferior

A9851 RD01E108

1. Instalar a peneira inferior (1). 3. Conectar a haste de ajuste externo às


alavancas interna e externa.

2
3

RP95K133
A9848
2. Substituir os dois parafusos (2) que
prendem a placa do trilho da peneira 4. Levantar e fechar a porta da calha do
inferior. sem-fim da retrilha (3) e instalar a
proteção do eixo traseiro. Instalar os
distribuidores de palha.

233
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste da Peneira Inferior

RD05D078

A peneira inferior pode ser ajustada pela placa lateral do separador esquerdo
(consultar Ajustes Iniciais da Cultura para obter a abertura recomendada).

Para ajustar a peneira inferior, remover o pino de fixação da alavanca (1). Movimentar a
alavanca de ajuste para a regulagem necessária. Empurrar o manípulo em direção à
máquina abre a peneira. Reinstalar o pino de fixação da alavanca.

234
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

MANUSEIO DE GRÃOS E DISTRIBUIÇÃO DE


MATERIAL

1 3
2

6 5
7
565L94

1. SEM-FIM INCLINADO 5. BATEDOR DE DESCARGA OU


2. CAIXA DE GRÃOS PICADOR DE PALHA (SE EQUIPADO)
3. TUBO DO SEM-FIM DO 6. SEM-FIM DE GRÃOS LIMPOS
DESCARREGADOR 7. ELEVADOR DE GRÃOS LIMPOS
4. DISTRIBUIDOR DE PALHA

235
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Introdução
As funções finais da Colheitadeira balanceada são transportar grãos limpos e descarregar
o resíduo de cultura de trilha. Os grãos limpos da Colheitadeira Axial Flow® são elevados
do sem-fim de grãos limpos para o tanque graneleiro. Os resíduos da cultura são
descarregados pela parte traseira do rotor por um batedor de descarga e sobre o eixo
traseiro para os distribuidores de palha.
A capacidade do elevador pode ser aprimorada pelo uso de palhetas do elevador de aço
em condições de culturas verdes ou sumarentas. As palhetas do elevador de aço ajudam a
limpar as laterais das paredes do elevador. De 2 a um máximo de 4 palhetas podem ser
instaladas igualmente espaçadas na corrente do elevador.
Se uma limpeza adicional dos grãos no elevador for desejada, estão disponíveis para isso
calhas do elevador perfuradas, portas e conjuntos do tubo do descarregador.
As verificações adicionais incluem o ajuste correto do deslizamento da embreagem, tensão
da corrente de acionamento e tensão adequada da corrente do elevador.

O tubo do sem-fim de descarga tem 5283 O projeto aprimora as condições do solo


mm (208 inches) de comprimento. redistribuindo de maneira uniforme o
material da colheita.
Para o número crescente de agricultores
que utilizam algum método de cultivo
reduzido, o esquema de distribuição do
material residual da Colheitadeira Axial
Flow® oferece vantagens exclusivas.

O anexo do picador de palha fragmenta


os resíduos da cultura para ajudar o
cultivo e o controle de pragas. O anexo
do picador de palha pica o material com
eficiência para uma distribuição no RH04E103
campo mais uniforme pelos Os bastões distribuidores no distribuidor
distribuidores de palha. O picador está de palha e os ângulos nos distribuidores
instalado no lugar do batedor de de palha/palhiço podem ser ajustados
descarga padrão. O rotor do picador é para várias posições dependendo do
balanceado dinamicamente para padrão e da agressividade da
fornecer uma operação suave e isenta de distribuição de resíduos desejados pelo
vibrações. Quando as condições da operador. Posicionar os bastões com o
palha ou dos talos exigem a utilização de ângulo na direção da sua rotação
um picador de palha, os distribuidores de resultará no padrão de distribuição mais
palha ou distribuidores de palha/palhiço agressivo. A velocidade dos bastões do
também podem ser utilizados para distribuidor também pode ser alterada.
garantir uma distribuição completa e
uniforme dos resíduos.

236
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

ELEVADORES
Portas de Limpeza
Os elevadores de retrilha e de grãos
limpos possuem uma porta de limpeza
para inspeção das correntes do
transportador e limpeza do elevador.
1
Abrir as portas e limpar os elevadores
antes de colher uma cultura diferente.
Limpar os elevadores no final de cada
dia. Deixar as portas abertas quando a 2
Colheitadeira não estiver em uso para
evitar entupimento ou congelamento.
Existem fendas de limpeza no lado
esquerdo das calhas do sem-fim da RD05D119
retrilha (3) e de grãos limpos (4) para
eliminar material restante nas calhas.
Verificar a tensão das correntes do
elevador semanalmente

3
RD01H033

RD01H035

237
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Palhetas de Aço das Correntes do Transportador


Conjuntos de palhetas de aço podem ser
instalados nas correntes do
transportador. Os conjuntos de palhetas
de aço são recomendados para culturas
pesadas como milho e para operação em
condições molhadas e de lama. Os
conjuntos de palhetas de aço ajudam a
impedir que a sujeira grude nos
elevadores de grãos e retrilha. Dois
conjuntos de palhetas de aço por
corrente, igualmente espaçados, são
recomendados para melhores
resultados. RD97G153

Telas Perfuradas (Se Equipado)


Telas perfuradas para a calha do sem-fim
de grãos, extensões da calha do sem-fim
e portas de limpeza do elevador podem
ser instaladas para ajudar a remover
pequenas partículas e material estranho
durante o processo de manipulação dos
grãos. Consultar o seu concessionário.

OBSERVAÇÃO: telas perfuradas não


são recomendadas para feijão, milho
comestível ou milho de pipoca.

RD05D119

238
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Roda Dentada de Alta Velocidade para Milho


Ao colher milho de alta produtividade, o 6. Apertar a corrente de acionamento do
elevador de grãos limpos pode ser elevador de grãos limpos.
mudado para uma velocidade maior para
aumentar a capacidade do elevador. 7. Instalar a proteção do elevador de
grãos.
Para aumentar a velocidade do elevador
no elevador de grãos limpos, fazer o
seguinte:

1. Remover a proteção do elevador de


grãos.
1
2. Liberar a tensão na corrente de
acionamento do elevador de grãos
limpos.

3. Soltar as braçadeiras do eixo nos dois


lados do conjunto de rodas dentadas
duplas. Soltar os parafusos de fixação 1
(1).
RP95K009

4. Deslizar o conjunto de rodas dentadas OBSERVAÇÃO: em colheitadeiras


duplas para cima, aper tar as equipadas com Monitor de Rendimento, o
braçadeiras do eixo e os parafusos de Monitor de Rendimento deve ser
fixação. recalibrado para a velocidade do elevador.
Consultar o Manual do Operador do
5. Adicionar 1 elo do rolete e 1 elo de Monitor de Rendimento.
conexão à corrente de acionamento e
instalar na roda dentada maior.

Roda Dentada Opcional de Baixa Velocidade para


Feijão
Ao colher feijão, podem ser usadas rodas dentadas duplas oferecendo a velocidade
padrão e uma mais lenta para reduzir danos à cultura. Consultar o seu concessionário.

239
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

TANQUE GRANELEIRO E DESCARREGADOR


Ajuste da Tampa do Sem-Fim do Descarregador
As tampas (1) nos sem-fim do
descarregador podem ser ajustadas para
manter um descarregamento uniforme do
tanque graneleiro. As tampas também
podem ser usadas para ajustar o volume
do material que está sendo
descarregado, para variar os períodos de
1
descarregamento e evitar sobrecarregar
o acionamento do carregador e romper o
parafuso fusível do acionamento em
condições de cultura pesada.

Para ajustar as tampas, soltar os


parafusos de montagem da tampa (2) e
mover a tampa para cima ou para baixo
conforme necessário. Apertar os A1114.45
parafusos de montagem da tampa. Se
possível, operar com as tampas
totalmente abaixadas para reduzir os
requisitos de torque de partida e de
funcionamento do sistema de
descarregamento.

Em determinadas condições de cultura,


como sementes de gramíneas, poderá
ser necessário remover as tampas
completamente para melhorar o
descarregamento do tanque graneleiro.
Essas condições de cultura também
podem fazer com que o material
enrosque durante o processo de 1 2
descarregamento. Se for necessário
agitar o material, isso deverá ser feito da
plataforma do operador utilizando uma
vara ou vassoura. Se for necessário
agitar o material na parte traseira do
tanque graneleiro, isso deverá ser feito
por uma segunda pessoa na área desde
A1114.100
serviço do motor utilizando uma vara ou
vassoura. Uma pessoa deverá
permanecer em na cabine do operador
para parar o motor se necessário.

ADVERTÊNCIA: NÃO entrar no tanque graneleiro quando a Colheitadeira


estiver em funcionamento. Os sem-fim rotativos na parte inferior do tanque
! graneleiro podem causar ferimentos graves, inclusive possível perda de
membros. M192A

240
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Porta de Limpeza

A24344 RD01H024

Existe uma porta de limpeza na Portas de limpeza à direita para eliminar


extremidade inferior do tubo do material dos sem-fim do descarregador
descarregador vertical. Manter a área do tanque graneleiro.
limpa quando a Colheitadeira não estiver
em uso para evitar danos no mecanismo
do descarregador. Tomar um cuidado
particular durante temperaturas de
congelamento.

Tubo Perfurado do Descarregador (Se Equipado)


O tubo perfurado do descarregador pode
ser utilizado ao operar em culturas de
milho ou feijão para remover grãos
quebrados e material fino ao descarregar
a cultura no veículo de transporte.

Para descobrir o tubo perfurado, soltar as


quatro braçadeiras no tubo do
descarregador e girar a tampa metade de
uma volta. Apertar as quatro braçadeiras.

OBSERVAÇÃO: o tubo do
descarregador perfurado não é
recomendado para feijão, milho T88693
comestível ou milho de pipoca.

241
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Parafuso-Fusível do Acionamento do Descarregador


Os parafusos-fusíveis do acionamento
do descarregador são projetados para
proteger o acionamento e a caixa de 1
engrenagens se ocorrer entupimento
durante o descarregamento do tanque
graneleiro.
1

A13963

Os parafusos-fusíveis de reposição estão


em um suporte (2) à esquerda da porta
de limpeza do descarregador.

OBSERVAÇÃO: se forem necessários 2


parafusos-fusíveis adicionais, consultar o
seu concessionário. Os parafusos-fusíveis
usados são exclusivos para garantir
proteção do sem-fim de descarregamento.
Não usar hardware diferente do
especificado neste local ou o resultado
poderão ser danos no sem-fim de
descarregamento.
A24345

242
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Montagem da Extensão do Tanque Graneleiro

● Retirar a cantoneira (Fig.1) e posicioná-la na lateral (Fig.2), fixando-a com os mesmos


parafusos;
● Efetuar a abertura das chapas da extensão, fixando-as com os pino;
● Afrouxar os parafusos dos tubos de sustentação (transporte) (Fig.3) e fixá-los na
posição oposta, conforme desenho.

● Antes da montagem da lona, verificar a montagem dos tubos, conforme figura.


● Posicionar o tubo maior (Fig.1) exatamente no centro, os dois tubos médios (Fig.2) nas
laterais e os dois tubos menores (Fig.3) nas extremidades;
● Fixar os tubos com os pinos R (Fig.4).

243
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Montagem da Lona do Tanque Graneleiro

FIG. 1 FIG. 2

01- O primeiro passo é abrir a lona no


sentido transversal;

02 - Localize a parte da cobertura que


contém o zíper de acesso ao equipamento;

03 - Posicione o zíper para o lado da


escada, conforme Fig.1;

04 - A lona deverá ser fixada conforme


sequência indicada na Fig.2:
a) - Fixar inicialmente os pontos 1 e 2;
b) - Em seguida, fixar os pontos 3 e 4;
c) - Em seguida, fixar os pontos 5 e 6; FIG. 3
d) - Por último, fixar os pontos 7 e 8;

05 - Certifique-se de que todo o plástico


interno da lona se encaixou no perfil do
equipamento, conforme Fig.4;

06 - No lado oposto ao acesso, a parte da


lona (interna) contém 3 velcros para a
fixação na estrutura do equipamento
(Fig.3);

07 - Os 3 velcros devem ser fixados


contornando a estrutura tubular que estica FIG. 4

a lona no equipamento, como uma


abraçadeira;

244
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

BATEDOR DE DESCARGA
Ajuste da Parte Inferior
1. A parte inferior do batedor de
descarga é ajustável. Soltar os dois
parafusos em cada lado da
Colheitadeira para o ajuste da parte
inferior do batedor.

2. Mudar os parafusos em cada lado da


Colheitadeira para a parte inferior das
fendas de ajuste para milho e para a
parte superior das fendas de ajuste
para grãos. Apertar os parafusos.

OBSERVAÇÃO: é importante que a


parte inferior do batedor de descarga seja A24323
ajustada na parte inferior das fendas de
ajuste para milho para evitar danos no
batedor.

175786A1

Existe disponível uma parte inferior do


batedor acionada por mola, necessária
para arroz. Ela não possui regulagens
com fendas ajustáveis em cada lado da
Colheitadeira.

157L8

245
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

DISTRIBUIDORES DE PALHA E DISTRIBUIDORES DE


PALHA/PALHIÇO (Se Equipado)

Remoção do Cone
Os distribuidores de palha e distribuidores de palha/palhiço distribuem a palha do batedor
de maneira uniforme no solo. Isso ajuda a impedir a formação de feixes e fileiras, tornando
mais fácil as operações de arar e de plantio.
Para melhor formação de fileiras quando a palha deve ser enfardada, remover os
distribuidores (consultar Enfardamento de Palha nesta seção do manual).

OBSERVAÇÃO: sempre limpar os eixos e aplicar um lubrificante seco (Slip Plate) nos
eixos antes de instalar os cones.

Distribuidor de Palha/Palhiço Distribuidor de Palha/Palhiço


com Bastões Curvos
(Opcional)

RD01H201
Para remover os distribuidores de palha/
palhiço, pressionar o botão de grande e
RD01H200
desprender o distribuidor do eixo.
Para remover os distribuidores de palha/
palhiço com bastões curvos, pressionar o
botão de grande e desprender o
distribuidor do eixo.

ADVERTÊNCIA: evitar ferimentos resultantes do distribuidor rotativo ou de


material arremessado. Não permanecer atrás da Colheitadeira quando o
! distribuidor estiver girando. M191A

OBSERVAÇÃO: NÃO lubrificar acoplamentos. Óleo e graxa acumulam sujeira que


causa emperramento.

246
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste dos Bastões


Distribuidor de Palha/Palhiço Curvo (Se Equipado)
Os bastões curvos nos cones do distribuidor de palha são ajustáveis para aumentar ou
diminuir o efeito de espalhar. Os bastões produzem um efeito maior de espalhar na
posição nº 1. Utilizar as outras duas posições para diminuir o efeito de espalhar. Instalar os
bastões com a superfície côncava virada para a parte traseira quando os bastões
estiverem posicionados para o lado interno dos discos.

A B
1

1
RI01H061
1. NÚMERO 1 POSIÇÃO A. LADO ESQUERDO 2. SUPORTES DAS LÂMINAS
B. LADO DIREITO

1. Remover os parafusos de montagem.

2. Instalar o bastão e o parafuso na


posição desejada.

RD01H200

247
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste do Esquadro
Distribuidor de Palha/Palhiço (Se Equipado)
Os esquadros nos distribuidores de palha/palhiço são ajustáveis para aumentar ou diminuir
o efeito de espalhar. Os esquadros produzem um efeito maior de espalhar na posição nº 1.
Utilizar as outras duas posições para diminuir o efeito de espalhar.

A 2 B

1
RI00J034
1. NÚMERO 1 POSIÇÃO A. LADO 2. SUPORTES DAS LÂMINAS B.
ESQUERDO LADO DIREITO

Aleta Direcional da Palha


A aleta direcional de palha é padrão com
o distribuidor e palha/palhiço. A aleta
direcional de palha controla a quantidade
de palha direcionada a cada disco do
distribuidor de palha/palhiço.

Para obter uma descarga de palha maior


no lado esquerdo, movimentar a aleta
para o buraco esquerdo.

Para obter uma descarga de palha maior


no lado direito, movimentar a aleta para o RD00E033
buraco direito.

248
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Proteções do Defletor do Colar do Distribuidor


As proteções desviam o material lançado para a frente pelos distribuidores.

A proteção do defletor do distribuidor de palha é padrão com os distribuidores de palha e


com o distribuidor de palha/palhiço.

Proteções do Distribuidor de Palha/ Proteções do Distribuidor de Palha/


Palhiço Curvo Palhiço

RD01H239 RD01H201

Ajuste de Velocidade do Distribuidor de Palha


A posição das polias do distribuidor de
palha pode ser trocada para alterar a
velocidade do distribuidor de palha. A
polia menor dará uma velocidade mais
rápida e a polia maior dará uma
velocidade mais lenta. Consultar a seção
de manutenção e ajustes da Correia de
Acionamento do Distribuidor de Palha
para obter instruções sobre a troca de
polias.

RD01H135

249
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

PICADOR DE PALHA (Se Equipado)

Ajuste de Velocidade
Para alterar a velocidade do picador de
palha, proceder da seguinte forma:

1. Desprender o batente do canal da


mola. Para liberar a polia intermediária 3
(2), mover o manípulo da polia (1)
para baixo.

2. Posicionar a correia (3) no conjunto de


polias desejado:

(H) Alta Velocidade


2 1
-Polia Acionada Grande
(Polia Superior)
-Polia Acionada Pequena
(Polia Inferior)

(L) Baixa Velocidade


-Polia de Acionamento
Pequena
(Polia Superior) RD02E198

-Polia Acionada Grande 1. MANÍPULO DA POLIA


(Polia Inferior) INTERMEDIÁRIA
2. POLIA INTERMEDIÁRIA
3. CORREIA DO PICADOR DE PALHA
Engatar a polia intermediária movendo o
manípulo da polia intermediária para
cima até o canal ficar no lugar, em cima
da mola.

OBSERVAÇÃO: lembrar de ajustar o


côncavo picador de palha e as lâminas do
côncavo após alterar a velocidade do
picador de palha.

175788A1

250
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajuste do Côncavo do Picador de Palha


.

3 5

RH00J016
1. CÔNCAVO 4. PARAFUSOS DE AJUSTE DO CÔNCAVO
2. PÁ DO ROTOR 5. DISTÂNCIA DE 1,6 A 4,8 mm (1/16 A 3/16 INCH) ENTRE O
3. PÁ DO CÔNCAVO CÔNCAVO E A PONTA DA PÁ DO ROTOR

O picador de palha opera a uma velocidade de aproximadamente 2 771 RPM com a


correia de acionamento na posição de alta velocidade e a uma velocidade de
aproximadamente 694 RPM com a correia de acionamento na posição de baixa velocidade
Soltar os parafuso de ajuste do côncavo em cada lado da Colheitadeira e movimentar o
côncavo para cima ou para baixo para obter a folga correta. A folga correta entre o côncavo
e a ponta do rotor é 1,6 a 4,8 mm (1/16 a 3/16 inch).

ADVERTÊNCIA: o rotor do picador de palha está funcionando o tempo todo


! quando o separador estiver engatado. Verificar se a proteção está no lugar antes
de operar o picador. M180A

ADVERTÊNCIA: o rotor do picador de palha funciona toda vez que o


separador estiver em operação. Certificar-se de desengatar o separador,
! desligar o motor, retirar a chave do contato e verificar se o rotor parou de girar
antes de entrar ou trabalhar na área do separador. M181A

251
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

RD01H070 RD01H074

Não posição de corte Posição de corte médio.

RD01H073 RD01H077

Posição de corte grosso. Posição de corte fino.

252
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

RD01H143
1. ROTOR 2. CONJUNTO DA LÂMINA DO CÔNCAVO

Para Cortar e Distribuir Palha


Operar o picador de palha em alta velocidade. Ajustar a distância entre o côncavo e a
ponta do rotor para 1,6 a 4,8 mm (1/16 a 3/16 inch).

O conjunto da lâmina do côncavo pode ser introduzido ou retirado do côncavo para obter o
comprimento de corte desejado: grosso, médio ou fino (consultar Enfardamento de Palha
neste manual).

OBSERVAÇÃO: a Colheitadeira 2001 e posterior possui quatro comprimentos de corte.

OBSERVAÇÃO: quando a palha deve ser enfardada, operar o picador de palha na


regulagem de baixa velocidade (L). Com o ajuste de baixa velocidade o picador de palha
não irá picar a palha fina demais e a formação de fileiras será melhor.

Para Picar e Distribuir Milho


- Operar o picador de palha em baixa velocidade.
- Abaixar o conjunto da lâmina do côncavo.
- Ajustar a parte inferior do côncavo na metade da fenda de ajuste.

253
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

ENFARDAMENTO DA PALHA

Orientações para Otimização da Qualidade da Palha


Devido à natureza de retrilha e separação da Colheitadeira Axial Flow®, os ajustes da
máquina e as condições operacionais podem afetar a qualidade do enfardamento da
palha. As orientações a seguir são para ajudá-lo a obter a melhor palha possível da
Colheitadeira Axial Flow®. Cada condição de campo deve ser analisada individualmente
para identificar que opções fornecerão os resultados mais satisfatórios.

Opções de Equipamentos Recomendados


Rotor Padrão (Se Equipado)
- Remover os dois primeiros conjuntos de barras de debulha retas
(se for trilha fácil).
- Usar barras separadoras lisas (sem barras com entalhes).

Rotor Especial (Se Equipado) e AFX


- Remover as barras separadoras retas e instalar barras de debulha.
- Não usar barras de debulha com pontas, exceto em condições molhadas e
de ervas daninhas.

Outro Equipamento
- Usar côncavos de arame pequeno ou pelo menos um na posição nº 1.
- Usar grelhas com fendas com os canais no lado externo na posição do furo
de 1/2.
- Grelhas separadoras sólidas nas posições nº 2 e 3 poderão ser usadas se perda de
grãos não for um problema.
- Se possível, utilizar uma máquina equipada com um batedor de descarga em vez de
um picador de palha.

Condições Operacionais
- Colheita durante condições úmidas e difíceis como no início da manhã ou no final da
tarde.
- Cortar mais talo do que o normal.
- Remover os distribuidores ou, se o impacto no restolho for um problema, deixar os
discos dos distribuidores anexados e remover os bastões e/ou os esquadros.

254
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ajustes da Máquina
- Utilizar velocidades do rotor mais lentas do que o normal.
- Reduzir o ajuste do côncavo enquanto mantém trilha e separação.
- Abaixar o picador e a bandeja do batedor para a posição CORN (MILHO).
- Ajustar as aletas nas grelhas para a posição rápida ou para frente.
- Ajustar as aletas nos côncavos na posição intermediária para rápida.
- Retrair o côncavo do picador de palha e/ou diminuir a velocidade do picador/batedor.
- Usar velocidade menor no batedor com coletor de pedras (se equipado).

OBSERVAÇÃO: deve-se tomar cuidado para evitar comprometer perda de grãos


aceitável e desempenho da máquina.

PERDA DE SEMENTES
Novas normas foram escritas para perdas de campo reduzidas, qualidade de grãos
melhorada e operação da máquina simplificada. A Colheitadeira Axial-Flow® desempenha
em condições de colheita anteriormente consideradas muito adversas para a operação
bem-sucedida da colheitadeira. Com perdas de campo mínimas como meta, o operador da
Axial-Flow® tem mais liberdade para fazer ajustes para obter a máxima eficiência da
colheitadeira. Entender o fluxo da cultura e as funções discutidas anteriormente torna mais
fáceis os ajustes para perdas de campo. Um ajuste espontâneo, sem uma análise
completa e o diagnóstico da razão específica da perda da cultura pode distanciar o
operador do ajuste correto da máquina. Uma regra de colheita universal é primeiro regular
a Colheitadeira segundo as especificações do manual e depois ajustar. Consultar Ajustes
Iniciais da Cultura neste manual. Fazer somente um ajuste de cada vez e, em seguida,
reavaliar.

Ao ajustar uma Colheitadeira, é importante observar que nenhuma Colheitadeira salvará


cada uma das sementes. As colheitadeiras podem ser operadas em velocidades e
regulagens que vão de perda quase zero a perdas extremamente pesadas. Cada operador
deve determinar a perda aceitável para a condição de campo e o tempo disponível para a
colheita. Deverá ajustar a Colheitadeira e a velocidade de rodagem de acordo. As perdas
devem ser verificadas em vários pontos e ser tirada uma média para eliminar os efeitos de
qualquer alimentação não uniforme.

Ao verificar a perda é importante determinar a origem da perda antes de fazer ajustes.


Verificar perdas em que o separador esvazia sem considerar se elas se originam de
causas pré-colheita, causas da plataforma ou do separador pode levar a ajustes
desnecessários ou incorretos.

A fórmula a seguir tem três áreas de perda principais:

Perda Pré-Colheita + Perda da Plataforma + Perda do Separador = Total da Perda


Ao medir as perdas, fazer uma redução completa com a plataforma na sua velocidade
operacional regular sem utilizar os distribuidores. Parar a Colheitadeira em uma área do
campo que representa uma média do campo. Não usar fileiras que estejam próximas às
bordas do campo e não fazer as medições perto da extremidade do campo. Deixar a
Colheitadeira zerar após parar e retroceder uma distância igual ao seu comprimento, Você
poderá agora verificar todos os pontos de perda sem começar e parar novamente.

255
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

IMPORTANTE: certificar-se de que a máquina está desligada e todos os componente


móveis pararam completamente antes de começar a avaliação.

Minimizar as Perdas Pré-Colheita


Essa é a perda que está presente antes de você colher a cultura. Essas perdas são grãos
ou sementes no solo devido ao clima, danos por insetos e outras adversidades. Essas
perdas não podem ser recuperadas, não importa quão eficiente seja a Colheitadeira.
Para determinar a quantidade de perda pré-colheita, na cultura não colhida procurar grãos,
sementes, espigas de milho etc. no solo que a plataforma seria incapaz de coletar. Para
medir a quantidade de perda em bushels, consultar as Tabelas de Perda de Sementes.

256
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Diagnóstico de Problemas "Parada Rápida"


Este procedimento permite inspecionar a parte de dentro da Colheitadeira como se
estivesse em operação. Como a máquina deve parar para a inspeção, haverá algumas
diferenças importantes entre as condições inspecionadas e as que existem durante a
operação. Mesmo com essas limitações óbvias, o procedimento pode ser uma ferramenta
de diagnóstico extremamente útil. Para realizar uma “parada rápida” seguir este
procedimento:

1. Selecionar uma área do campo relativamente nivelada em que a cultura seja


razoavelmente uniforme e representativa. Usar a marcha de transmissão mais alta
na qual possa alcançar a velocidade operacional normal, ou seja, usar a segunda
marcha se possível.

2. Operando a Colheitadeira de uma maneira normal e constante, executar as etapas


A, B e C em uma rápida seqüência.

A. Com a mão direita, mudar o controle de velocidade para a posição de marcha


lenta.

B. Com a mão esquerda, mover a alavanca de propulsão para a posição mais


rápida para a frente.

C. Aplicar os dois pedais de freio com os freios travados juntos.Não desligar a


chave de contato até depois da "parada rápida".

OBSERVAÇÃO: embora isso possa parecer abusivo para a Colheitadeira, na verdade


ela utiliza os freios somente para parar o separador rapidamente. Sem o emprego dos
freios, o impulso do rotor continuaria a impelir o separador até uma parada sem
resistência. Em uma "parada rápida" bem-sucedida, a Colheitadeira deve parar dentro de
3 metros.

IMPORTANTE: Jamais utilizar o procedimento de "parada rápida" quando as


condições operacionais indicarem que seja difícil ligar o rotor novamente.

3. Imediatamente após fazer a "parada rápida", mover os interruptores do


acionamento do separador e da embreagem do alimentador para a posição OFF.
Retornar a alavanca de controle da propulsão para a posição de parada, ligar
novamente o motor e permitir que esfrie até uma temperatura segura para desligar.
Em seguida, desligar o motor, acionar os freios de estacionamento e remover a
chave do contato.

4. Abrir as portas de acabamento dianteiras esquerdas e remover as proteções


laterais esquerdas das áreas do côncavo e da grelha.

5. Inspecionar os côncavos quanto a indicações de entupimento ou outros problemas,


CONTINUA NA PRÓXIMA PÁGINA

257
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

6. Verificar o material na base do sem-fim quanto a sinais de trilha incompleta, danos


nos grãos ou outras condições anormais.

7. Agitar o material da cultura dentro do rotor na área da grelha. Se houver grãos


soltos perto da parte traseira da área da grelha, isso provavelmente indica perdas
excessivas no rotor. Por outro lado, relativamente poucos grãos perto da parte
dianteira da área da grelha sugere uma reserva de capacidades de separação.

8. Verificar a distribuição de material no bandejão e na peneira superior. A distribuição


de carga na peneira superior deve ser inspecionada da área de inspeção traseira e
esquerda.

9. Abaixar a porta da calha do sem-fim da retrilha. Inspecionar a carga e a distribuição


da carga na peneira inferior. Verificar o tipo e a quantidade de material na calha do
sem-fim da retrilha.

10. Verificar se o fluxo de material é adequado na plataforma, no alimentador e nos


elevadores.

11. Utilizando todas as informações disponíveis, realizar os ajustes ou correções


conforme relacionado nas tabelas de resolução de problemas.

12. Colocar novamente as proteções, fechar a porta da calha do sem-fim da retrilha,


fechar as portas de acabamento e verificar novamente para ter certeza a de que a
máquina está pronta para ser ligada novamente com segurança.

13. Para reiniciar uma Colheitadeira após uma "parada rápida", ligar o motor e permitir
que aqueça o suficiente para funcionar de forma normal e uniforme. Movimentar o
controle de velocidade do motor para a posição de marcha lenta. Executar a Etapa
A e em seguida a Etapa B o mais rápido possível em seqüência:

A. Mover o interruptor do separador para a posição ON.

B. Movimentar o controle de velocidade do motor para adiante ou para a posição de


velocidade total para fazer todos os componentes se movimentarem e, em
seguida, reduzir a velocidade do motor para meia aceleração de forma que a
máquina possa limpar-se.

14. Se o rotor estiver entupido será necessário utilizar o procedimento apropriado para
limpá-lo.

15. Quando o separador tiver operado tempo suficiente para ser limpo, retornar o
controle de velocidade do motor para a posição de marcha lenta, ativar o interruptor
da embreagem do alimentador e retornar imediatamente o motor para a velocidade
total.

258
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Ter certeza de utilizar a coluna do distribuidor uniforme e selecionar a cultura que você
está colhendo. O número mostrado nessa coluna é o número de sementes por pé
quadrado que corresponde a uma perda de um bushel por acre. Esse número é dividido
pelo número de grãos que você encontrou para chegar à perda pré-colheita em bushels
por acre.

ÁREA C

ÁREA ÁREA

390L8

Perdas na Plataforma
As perdas na plataforma são devido a corte muito alto, rompimento do molinete, perda do
rolete do apanhador etc. Isso pode ser por medido comparando os grãos no chão na
área"B" com a área "A". A diferença seria devido a perdas na plataforma. Se for necessário
uma medição mais precisa, consultar as tabelas de perda de sementes e determinar a
perda de sementes da mesma maneira feita para as perdas pré-colheita e subtrair a perda
pré-colheita para obter a perda da plataforma.

Perda na área "B" - Perda na área "A" = Perda na Plataforma

Para reduzir as perdas na plataforma, verificar para se a plataforma está ajustada


corretamente como explicado do Manual do Operador da Plataforma.

Perdas no Separador
Essa é a perda do rotor e do sistema de limpeza como talos não debulhados etc. que são
resultado de reajustes incorretos ou falta de implementos adequados. Para obter essa
perda, verificar a área "C" que está enfileirada diretamente atrás do separador. Os grãos
nessa área seriam perdas. Subtrair as perdas de pré-colheita (área "A") e as perdas na
plataforma (área "B") dessa medição para determinar a perda do separador. Para uma
medição mais precisa, consultar as Tabelas de Perda de Sementes para obter a
quantidade de perda da sua máquina em libras por acre.

Antes de fazer ajustes verificar se não há vazamentos de grãos devido à falta de parafusos,
portas de limpeza abertas etc. Se a perda no separador for alta, é necessário determinar
se a perda é no rotor ou no sistema de limpeza.

Para determinar se a perda no separador é devido ao rotor ou ao sistema de limpeza, abrir


totalmente a peneira superior e a peneira inferior.

259
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

OBSERVAÇÃO: esse procedimento causará uma amostra ruim devido ao excesso de


sujeira na amostra de grãos durante o teste. Se a perda no separador permanecer alta é
devido a perdas no rotor. Se a perda no separador diminuir, a perda é devido a ajustes
incorretos no sistema de limpeza.

Os ajustes da peneira são essencialmente os mesmos com a Colheitadeira Axial-Flow®


que com as Colheitadeiras convencionais. Retrilhas muito pesadas podem resultar em
perdas no rotor.

Há três ajustes básicos no sistema de limpeza. Eles são (1) abrir e fechar a peneira
superior, (2) abrir e fechar a peneira inferior e (3) alterações na rotação do ventilador de
limpeza. O jato de ar principal é dirigido para a parte dianteira da peneira superior. A
velocidade do ar deve ser suficiente para levantar o material e suspendê-lo no ar, deixando
as partículas mais pesadas (grãos) embaixo. Se a velocidade do ar for insuficiente, o
material ficará na peneira superior e os grãos serão descartados na extremidade da
peneira superior. Se a velocidade do ar for excessiva, os grãos serão soprados para fora
na extremidade da peneira superior.

A necessidade de ajustes na peneira inferior de limpeza pode ser determinada facilmente


pelo monitoramento das amostras do tanque graneleiro, trilhas e perdas no solo. Se as
trilhas forem excessivas, abrir a peneira inferior ligeiramente. Se a amostra do tanque
graneleiro estiver suja, fechar a peneira inferior e/ou aumentar a velocidade do ventilador.
Uma abertura de uma peneira superior muito ampla pode contribuir para trilhas em
excesso. As trilhas podem ser monitoradas com o Monitor de Trilhas, Observar Seu
Monitor.

Uma peneira inferior com sobrecarga e trilhas altas também podem ser resultado de ajuste
muito baixo da velocidade do ventilador em vez de um ajuste muito aberto da peneira
superior. É importante lembrar que a velocidade do ar através da peneira superior irá
mudar ao se alterar a abertura da peneira (com velocidade do ventilador constante).
Portanto, quanto mais a peneira superior estiver aberta mais rápido deve ser o ajuste da
velocidade do ventilador para continuar a levantar o material de palhiço mais leve e soprá-
lo para fora pela traseira. Isso é prático de ser lembrado quando se desejar mais
capacidade do sistema de limpeza.

Com a introdução do ventilador Cross Flow® no sistema de limpeza, a uniformidade


aprimorada do fluxo de ar permite que o ventilador seja operado em velocidades mais altas
sem a preocupação de soprar grãos para fora pela traseira. Consultar as tabelas para obter
as sugestões de velocidades do ventilador.

Para operações em declives, há divisores de peneira superior disponíveis.

260
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Tabela de Perda de Sementes


SEMENTES PERDIDAS POR PÉ QUADRADO PARA CORRESPONDER A UM BUSHEL POR ACRE (1)
JUNTADO DIRETAMENTE ATR˘S DO SEPARADOR (2)
LARGURA DE CORTE UNIFORME
15 FT 16,5 FT 17,5 FT 20 FT 22,5 FT 25 FT 30 FT 36 FT DISTRIBUIDOR
CULTURA (4,6 m) (5,0 m) (5,3 m) (6,1 m) (6,9 m) (7,6 m) (9,1 m) (11,0 m) PERDA (3)
AVEIA 27 30 32 36 41 45 54 65 9.3

CEVADA 51 55 59 68 76 85 102 121 17.4

TRIGO 56 62 65 74 84 93 111 132 19.2

CENTEIO 108 119 126 143 161 179 214 251 37

LINHO 302 332 353 403 453 503 604 708 103.8

MA¸S 56 62 66 75 85 94 113 135 19.4

SOJA 11 11 12 14 16 16 21 26 3.6

FEIJ‹O ROXINHO
FEIJ‹O 4 5 5 5 6 7 8 9 1.2

ARROZ 49 54 57 66 74 82 99 117 17

BRANCO
FEIJ‹O BRANCO 6 7 8 9 10 11 13 15 3.7

SEMENTES PERDIDAS POR PÉ QUADRADO PARA CORRESPONDER A 1 LIBRA POR ACRE (1)
RECOLHIDAS DIRETAMENTE ATR˘S DO SEPARADOR (2)
LARGURA DE CORTE UNIFORME
15 FT 16,5 FT 17,5 FT 20 FT 22,5 FT 25 FT 30 FT 36 FT DISTRIBUIDOR
CULTURA (4,6 m) (5,0 m) (5,3 m) (6,1 m) (6,9 m) (7,6 m) (9,1 m) (11,0 m) PERDA (4)
TREVO-DOS- 18 20 22 24 27 30 36 43 6.2
PRADOS

AZEVÉM 19 21 23 25 28 31 37 44 6.4

(1) Os valores são aproximados e podem variar com o tamanho e a variedade da semente.
(2)As sementes são recolhidas diretamente atrás do separador. Nenhum dispositivo
distribuidor, como um distribuidor de palha, é utilizado.
(3)O número de sementes por pé quadrado que pode ser distribuído de maneira uniforme
em um acre para corresponder a uma perda de um bushel por acre.
(4)O número de sementes por pé quadrado que pode ser distribuído de maneira uniforme
em um acre para corresponder a uma perda de uma libra por acre.

261
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

Tabela de Perda de Milho


TALO DO MILHO FILEIRA PERDA NO PERDA
MODELO ESPAÇAMENTO SEPARADOR UNIFORME DE
EM GRÃOS DISTRIBUIÇÃO (2)
POR PÉ 2(1)
36 POLEGADAS 4.3 1.84
(914 mm)
1044 38 POLEGADAS 4.5 1.84
(4 FILEIRAS) (965 mm)
40 POLEGADAS 4.7 1.84
(1.016 mm)

36 POLEGADAS 5.3 1.84


(914 mm)
1054 38 POLEGADAS 5.6 1.84
(5 FILEIRAS) (965 mm)
40 POLEGADAS 5.9 1.84
(1016 mm)

28 POLEGADAS 5.0 1.84


1063 (711 mm)
(6 FILEIRAS) 30 POLEGADAS 5.3 1.84
(762 mm)

36 POLEGADAS 6.5 1.84


(914 mm)
1064 38 POLEGADAS 6.8 1.84
(6 FILEIRAS) (965 mm)
40 POLEGADAS 7.1 1.84
(1016 mm)

28 POLEGADAS 6.7 1.84


1083 (711 mm)
(8 FILEIRAS) 30 POLEGADAS 7.1 1.84
(762 mm)
36 POLEGADAS 8.8 1.84
1084 (914 mm)
(8 FILEIRAS) 38 POLEGADAS 9.3 1.84
(965 mm)
40 POLEGADAS 9.8 1.84
(1016 mm)
(1) Os valores são aproximados e podem variar com o tamanho do grão e a variedade da
semente. Os grãos foram recolhidos diretamente atrás do separador e não incluem
perdas de fileira devido ao talo do milho e não foi usado dispositivo distribuidor de
palha.
(2) Perda uniforme em número de grãos por pé quadrado que podem se espalhados de
maneira uniforme em um acre para corresponder a uma perda de um bushel por acre a
80.000 grãos por bushel.
Consultar a próxima página para obter informações sobre talos de milho da série 2200.

262
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

TALO DO MILHO FILEIRA PERDA NO SEPARADOR PERDA UNIFORME DE


MODELO ESPAÇAMENTO EM GR‹OS POR PÉ 2(1) DISTRIBUIÇ‹O (2)
28 POLEGADAS 5.0 1.84
2206 (711 mm)
(6 FILEIRAS ESTREITAS) 30 POLEGADAS 5.3 1.84
(762 mm)
36 POLEGADAS 6.5 1,84
2206 (914 mm)
(6 FILEIRAS LARGAS) 38 POLEGADAS 6.8 1.84
(965 MM)
22 POLEGADAS 5.2 1.84
2208 (559 mm)
(8 FILEIRAS ESTREITAS) 30 POLEGADAS 7.1 1.84
(762 mm)
36 POLEGADAS 8.8 1.84
2208 (914 mm)
(8 FILEIRAS LARGAS) 38 POLEGADAS 9.3 1.84
(965 mm)
20 POLEGADAS 7.1 1.84
(508 mm)
2212 22 POLEGADAS 7.9 1.84
(12 FILEIRAS ESTREITAS) (559 mm)
30 POLEGADAS 10.7 1.84
(762 mm)
(1) Os valores são aproximados e podem variar com o tamanho do grão e a variedade da
semente. Os grãos foram recolhidos diretamente atrás do separador e não incluem
perdas de fileira devido ao talo do milho e não foi usado dispositivo distribuidor de
palha.
(2) Perda uniforme em número de grãos por pé quadrado que podem se espalhados de
maneira uniforme em um acre para corresponder a uma perda de um bushel por acre a
80.000 grãos por bushel

Engate Traseiro para Reboque - Se Equipado


Engate traseiro de reboque para rebocar a plataforma para o campo.

RD04E024 RD04E024 b

PAG 261

263
6 - OPERAÇÃO DE CAMPO

OBSERVAÇÕES:

264
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

CALIBRAÇÃO DO PNEU
OBSERVAÇÃO: Ao receber a su a Nunca solde ou esquente o conjunto de
Colheitadeira, ajustar imediatamente a roda e pneu. O calor pode causar um
p re s s ã o d o a r n o s p n e u s c o n fo rm e aumento na pressão do ar, resultando na
indicado na tabela. ex p l o s ã o d o p n e u . A s o l d a p o d e
Manter os pneus corretamente inflados na enfraquecer ou deformar a estrutura da
pressão indicada nas tabelas de pressão roda.
d e i n f l a ç ã o d o s p n e u s d i a n te i ro s e Nunca utilizar uma substância inflamável
traseiros. Tanto a inflação baixa como a dentro de um pneu ANTES, DURANTE OU
inflação excessiva são prejudiciais à vida APÓS A MONTAGEM. Isso pode resultar
do pneu. Não inflar novamente o pneu que em danos ou incêndio na parte interna,
ficou liso ou quando houver confirmação danos no aro ou um restante de vapor
ou suspeita de danos aos componentes do potencialmente perigoso no pneu.
pneu ou da roda. Verificar a pressão do Qualquer uma dessas condições poderia
pneu toda semana ou após 50 horas de provocar graves lesões corporais durante o
operação. procedimento de calibração e montagem.
Quando as Colheitadeiras forem levadas Os pneus de flutuação 76 x 50-32 HF3 são
em um transportador, como em um vagão transportados soltos no reboque para o
ou carreta, os pneus serão inflados a 207 revendedor. Eles são enviados com inflação
kPa (30 PSI) para possibilitar o bloqueio de 207 KPa (30 PSI) para evitar qualquer
rígido e para evitar a instabilidade vertical. dano por manuseio. Após a instalação na
A pressão deve ser reduzida à pressão de Colheitadeira, esvaziar os pneus para a
operação antes da Colheitadeira ser posta pressão de inflação de operação de 110 kPa
em serviço. (16 PSI). A operação de campo de 110 kPa
Ce r t i fi c a r- s e d e q u e a s ta m p a s d a s (16 PSI) é necessária para o desempenho
válvulas do pneu estejam no lugar e fiquem ideal.
muito bem apertadas para evitar a perda
de ar e proteger a haste e o núcleo da
válvula.

ADVERTÊNCIA: A separação explosiva do pneu e/ou partes do aro poderá


causar lesões ou morte. Quando for necessária a manutenção do pneu, procurar
! o serviço de um mecânico qualificado. M328B

ADVERTÊNCIA: Ao inflar os pneus, utilizar um fixador em um mandril de ar e


uma mangueira de extensão longa o bastante para permitir que você fique de um
! lado e NÃO em frente ou em cima do conjunto do pneu. Utilizar uma gaiola de
segurança, se disponível. M371

ADVERTÊNCIA: Um pneu pode explodir durante a calibração e causar sérias


lesões ou morte. Nunca aumentar a pressão de ar acima de 35 PSI (2,4 bar) para
assentar o rebordo no aro. Substituir um pneu se estiver com defeito. Substituir
! um aro de roda que tenha rachaduras, desgaste ou muita ferrugem. Verificar se
todo o ar saiu de um pneu antes de remover o pneu do aro. Nunca utilizar força
em um pneu cheio ou parcialmente cheio. Certificar-se de que o pneu esteja
corretamente assentado antes de inflar. M170B

265
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

ADVERTÊNCIA: As rodas do aro multipeças podem se separar e causar lesões


corporais. A separação da roda pode ocorrer se a máquina é operada com
! pressão de inflação do pneu baixa. Se a pressão da inflação ficar abaixo de
62 kPa (9 PSI), entrar em contato com pessoal de pneu qualificado para
pressurizar ou reparar o conjunto do pneu e da roda.

ADVERTÊNCIA: NÃO soldar a roda ou aro até que o pneu esteja


completamente removido. Os pneus inflados podem gerar uma mistura de gás
com o ar, o que pode ser inflamado em altas temperaturas nos procedimentos de
! soldagem realizados na roda ou aro. Essa condição pode existir com os pneus
cheios ou não. Remover o ar ou afrouxar o pneu no aro (quebrando o cordão de
solda) NÃO eliminará o perigo. O pneu DEVE ser completamente removido da
roda ou aro antes da soldagem destes. SC134

ADVERTÊNCIA: Não remover, instalar ou fazer reparos a um pneu em um aro.


Se necessário, o pneu e o aro da roda devem ser removidos da máquina, com o
equipamento adequado, por um técnico de campo qualificado. Se necessário, o
técnico de campo deve levar o pneu e o aro da roda para uma borracharia onde
! trabalhem pessoas com treinamento especial, usando ferramentas de segurança
especiais. Se o pneu não estiver na posição correta no aro, ou se estiver cheio
demais, o rebordo pode soltar em um lado e fazer o ar vazar em altas
velocidades, com grande força. Como o vazamento de ar pode impulsionar o
pneu em qualquer sentido e com muita força, poderá causar ferimentos. M169C

266
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

QUADRO DE PRESSÃO DOS PNEUS

Pneu Lona Bitola Pressão do pneu

Tamanho Classificação Tipo PSI (kPa)

14.9-24 8 R4 30 (210)

19.5L24 10 R4 28 (193)

500/70 R24 R4 26 (179)

16.9R26 LI 135 R1W 30 (210)

18.4-26 10 R1, R2 34 (234)

600/65-R28 LI 147 R1W 29 (200)

18.4-30 6 R2 20 (138)

20.8-38 10 R1 28 (193)

18.4R42 2 Estrela R1W,R2 30 (210)

20.8D42 2 Estrela R1 30 (210)

30.5L-32 12 R1 26 (179)

30.5L-32 14 R1, R2 R3 28 (193)

30.5LR32 LI170 R1 36 (250)


800/65 R32 LI 172 R1W 41 (282)

900/60-R32 LI 176 R1, R1W 41 (282)

900/65R32 R2 LI 178 R2 41 (282)

76 X 50.0-32 16 HF3 16 (110)

OBSERVAÇÃO: As pressões de inflação listadas são para a capacidade de transporte


de carga máxima. As pressões de inflação podem ser reduzidas com segurança se a
Colheitadeira tiver uma plataforma pequena. Entrar em contato com o fabricante do pneu
com respeito às pressões de inflação.

267
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

RODAS DE TRAÇÃO
Posições da Bitola
BITOLA DA RODA DE CENTRO A CENTRO
RODAS RODAS (com 152, 4 mm [6 polegadas]
Extensão do Eixo)
TAMANHO DESCENTRA- DESCENTRA- DESCEN- DESCENTRA- DESCENTRA- DESCENTRA-
DO PNEU GEM POSITIVA GEM POSITIVA TRAGEM GEM POSITIVA GEM POSITIVA GEM NEGATIVA
c/ESPAÇADOR* NEGATIVA c/ESPAÇADOR*
Polegada Polegada Polegada Polegada Polegada Polegada
(mm) (mm) (mm) (mm) (mm) (mm)
24.5-32 ** 120 126 132 132 138 144
(3048) (3200) (3353) (3353) (3505) (3658)
30.5L-32 120 126 132 132 138 144
(3048) (3200) (3353) (3353) (3505) (3658)
76 X 50.0-32 N.A. N.A. N.A. 144 N.A. N.A.
# (3658)
800/65 R32 120 126 132 132 138 144
(3048) (3200) (3353) (3353) (3505) (3658)
900/65R32 N.A. N.A. 132 132 N.A. 144
R2 (1353) (1353) (3658)
900/60R32 132 132 144
R1, R1W (1353) (1353) (3658)

* As dimensões dadas consistem na bitola da roda com espaçadores da roda de 76 mm (3


polegadas).
** AXIAL-FLOW® 2577 somente
# Com extensões do eixo de 304,8 mm (12 polegadas).

Válvulas do Pneu da Roda de Tração


Para melhorar o acesso à válvula do pneu,
a válvula pode ser localizada no lado 3
externo da roda.
1
A válvula do pneu e o bujão do orifício da 2
válvula possuem uma base curta e grossa
e m c o mu m ( 1 ) , d e m o d o q u e n ã o é
necessário desmontar o pneu da roda. Se 1
a roda estiver montada na Colheitadeira,
elevar a Colheitadeira até que o pneu se
afaste do solo e bloqueá-la com macaco e
blocos, conforme necessário. Esvaziar o ar RH06E301

do pneu. Desparafusar o alojamento


central (2) da base cur ta e grossa da
válvula do pneu e desparafusar o bujão (3)
da base no outro lado da roda. Reinstalar o
alojamento central no lado externo da roda
e o bujão no lado interno da roda. Encher o
pneu conforme a pressão de calibração
correta. Remover os blocos e o macaco.

268
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Rodas Duplas
BITOLA DA RODA DE CENTRO A CENTRO**
TAMANHO DO RODAS INTERNAS RODAS EXTERNAS
PNEU DESCENTRAGEM POSITIVA DESCENTRAGEM NEGATIVA
mm (polegada) mm (polegada)
20.8-38 120.4 (3057) 180.4 (4581)
18.4R42 120.4 (3057) 180.4 (4581)
20.8D42 120.4 (3057) 180.4 (4581)

** As dimensões dadas estão com as extensões longas do eixo para rodas duplas
(11-3/4 polegadas) instaladas.

269
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Tamanho Máximo da Plataforma para as Rodas de


Tração Simples
Tamanho Pneu Tamanho Máximo da Plataforma Pé (m) Máximo
Mínimo do Pneu Classifi- Plataforma
de Tração cação 1010 1020 2020 2042 2052 2062 de Milho
Tamanho
30.5L-32 14 Lonas 30 25 N.A. N.A. N.A. N.A. N.A.
(9.14) (7.62)
30.5LR32 LI170 30 30 N.A. 36 30 30 1084
(9.14) (9.14) (10.97) (9.14) (9.14) 2208
1LI 178 30 30 35 36 36 36 1084
900/65R32 (9.14) (9.14) (10.67) (10.97) (10.97) (10.97) 2212
76 X 50.0-32 16 Lonas 30 30 35 36 39 36 1084
(9.14) (9.14) (10.67) (10.97) (11.88) (10.97) 2212
800/65 R32 LI 172 30 30 N.A. 36 36 36 1084
(9.14) (9.14) (10.97) (10.97) (9.14) 2208
900/60 R32 LI 176 30 30 35 36 39 36 1084
(9.14) (9.14) (10.67) (10.97) (11.88) (10.97) 2212

Tamanho Máximo da Plataforma para as Rodas de


Tração Duplas
Tamanho Pneu Tamanho Máximo da Plataforma Pé (m) Máximo
Mínimo do Pneu Classifi- Tamanho da
de Tração cação 1010 1020 2020 2042 2052 2062 Plataforma
de Milho
18.4R42 2 Estrela 30 30 35 36 39 36 1084
(9.14) (9.14) (10.67) (10.97) (11.88) (10.97) 2212
20.8-38 10 Lonas 30 30 35 36 36 30 1084
(9.14) (9.14) (10.67) (10.97) (10.97) (9.14) 2208
20.8D42 2 Estrela 30 30 35 36 39 36 1084
(9.14) (9.14) (10.67) (10.97) (11.88) (10.97) 2212

270
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Torque do Parafuso do Cubo da Roda de tração


NÃO LUBRIFICAR OS PARAFUSOS OU
AS ROSCAS DO CUBO DO REDUTOR
FINAL. Os parafusos da roda devem
receber pelo menos três voltas inteiras à
mão antes do uso de ferramentas elétricas
para evitar danos à rosca. Usar um
Multiplicador de Torque (6) e uma Chave
de Torque (8) para apertar os parafusos.

Máquina Nova Entregue – Rodas


Instaladas
RD02E132R
Aplicar torque nos parafusos da roda após
10 horas de operação. Usar um
Multiplicador de Torque (6) e Chave de
Torque (8) capaz de fornecer pelo menos
980 Nm (725 libras por pé).

IMPORTANTE: As rodas e ferragens


da roda se “assentam” uma em
relação à outra durante as primeiras
10 horas de operação. Esse
procedimento de nova aplicação de 87563204
torque é fundamental para a
integridade estrutural das rodas e
parafusos das rodas. 3 4 5 6 7 8
2
Máquina Nova Entregue – Rodas Não
Instaladas ou Ao Trocar Rodas

Instalar as rodas e as ferragens conforme


os diagramas de Instalação exibidos na
Página Seguinte. Aplicar torque nos
parafusos da roda em 270 Nm (200 libras
por pé) e marcar a cabeça dos parafusos 1
em relação à roda. Apertar cada parafuso
RI06G100
em mais 90 graus. Conduzir a
1. RODA DUPLA EXTERNA (SE EQUIPADO)
Colheitadeira para uma superfície ampla,
2. PARAFUSO DA RODA
nivelada e firme e executar o desenho da 3. ESPAÇADOR DO PARAFUSO
“Figura 8” 10 vezes. Aplicar torque (SE EQUIPADO)
novamente em 980 Nm (725 libras por pé). 4. SOQUETE DE ACIONAMENTO DE
Aplicar torque novamente após 10 horas de 3/4 POLEGADA
operação. 5. EXTENSÃO DO SOQUETE –
RODA DUPLA SOMENTE
IMPORTANTE: Os redutores finais 6. MULTIPLICADOR DE TORQUE
utilizam um desenho de rosca de 7. EXTENSÃO DO SOQUETE –
travamento especial (não reto). NÃO ACIONAMENTO DE 3/4 POLEGADA
usar um fixador padrão M22 para 8. CHAVE DE TORQUE
reparar as roscas danificadas durante
a instalação. Para reparar as roscas
danificadas, usar um fixador de
rosca de travamento M22 disponível
no seu revendedor.

271
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Instalação da Roda

RH06G016
INSTALAÇÃO DA RODA SIMPLES

RH06G015
INSTALAÇÃO DA RODA DUPLA

272
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

RH06G014
INSTALAÇÃO DA RODA DE FLUTUAÇÃO

RH06G017
INSTALAÇÃO DO ESPAÇADOR DA RODA

273
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Remoção das Rodas Duplas Externas


Para reduzir a largura geral da máquina, 1. Conduzir as rodas duplas da
será necessário remover as rodas duplas Colheitadeira em cima de duas tábuas
externas para o armazenamento ou de 51 x 254 mm (2 x 10 polegadas).
transporte em estrada.
2. Remover os quinze parafusos longos
IMPORTANTE: Antes de movimentar de cabeça flangeada e os
a Colheitadeira com as rodas duplas espaçadores das rodas duplas
externas, a plataforma deve ser externas.
removida e o tanque graneleiro
esvaziado. Aprovado somente com 3. Remover as rodas duplas externas.
pneus 18.4R42 LI153 e 20.8R42 LI155 4. Torque por parafusos simples.
com calibração de 2.0 bar (30 PSI)
para uma distância máxima de 90 m OBSERVAÇÃO: Certificar-se de que
(300 pés). todos os vinte parafusos estão
Para remover as rodas duplas externas, montados antes de movimentar a
fazer o seguinte: máquina com as rodas duplas
externas removidas.
5. Reapertar os cinco parafusos curtos
da roda que conecta a roda interna
dupla.

Montagem da Roda
Para auxiliar a montagem das rodas, dois
prisioneiros longos de montagem da roda
são fornecidos com cada Colheitadeira.
1

Apertar os prisioneiros dentro do eixo do


redutor final antes de instalar as rodas
para auxiliar na instalação.

611L94
1. RODA
2. PRISIONEIRO

274
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

RODAS DE DIREÇÃO
Largura da Bitola
Colheitadeiras com Eixo de Direção Ajustável

COM AJUSTES – AUMENTOS DE 102 MM (4 POLEGADAS)


PNEUS LARGURA AJUSTÁVEL BITOLA
TAMANHO POLEGADA (mm)
14.9-24 R4 ** 104 * a 120 (2.641 * a 3.048)
19.5L-24R4 ** 120 a 144 (3.048 a 3.658)
500/70R24 R4 ** 120 a 144 (3.048 a 3.658)

N.R. = Não Recomendado


* Regulagem Mínima Utilizável da Bitola
** Para pneus montados com descentragem positiva

OBSERVAÇÃO: Os pneus traseiros devem ser montados com descentragem


positiva somente.

Colheitadeira com Eixo Guia de Potência

BITOLA DA RODA GUIA DE POTÊNCIA


TAMANHO DO PNEU POLEGADA (mm)
16,9-26 R1 120 a 144 (3.048 a 3.658)
18.4-26 R1 120 a 144 (3.048 a 3.658)
18.4-26 R2 120 a 144 (3.048 a 3.658)
18.4-30 R2 144 (3.658) SOMENTE
600/65-R28 R1W 144 (3.658) SOMENTE

OBSERVAÇÃO: As máquinas com os pneus 18.4-30 R2 ou 600/65-R28 R1W serão


enviadas da fábrica com o eixo de direção com largura de 3.048 mm (120 polegadas) e
os pneus transportados soltos no caminhão. Antes de montar os pneus, estender o eixo
de direção à largura da bitola de 3.657,6 mm (144 polegadas). Se isso não for feito, os
pneus danificarão as proteções do elevador da Colheitadeira.

275
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Torque do Parafuso do Cubo da Roda de Direção


Em novas máquinas ou após trocar as
rodas, verificar as porcas do cubo nas
rodas de direção. Verificar depois da
primeira hora de operação e, então, a cada
10 horas da operação na primeira semana.
Essas porcas dever ficar apertadas o
tempo todo. Apertar as porcas do cubo da
roda de direção com o torque de 170 Nm
(125 libras por pé). Apertar as porcas do
cubo da roda guia de potência com o torque
de 475 Nm (350 libras por pé).

RD00H038

RODA PADRÃO DE SERVIÇO


PESADO

RD00E015

RODA GUIA DE POTÊNCIA

181992A1 181917A1

276
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

EIXO DE ACIONAMENTO
Rodas de Tração
Operar a Colheitadeira com as rodas de tração viradas para fora para bitola máxima. A
bitola ampla ajudará na estabilidade da Colheitadeira. Operar a Colheitadeira com as rodas
de tração viradas para dentro na bitola máxima, quando colher em solo plano ou em certas
condições de cultura em linha.

ADVERTÊNCIA: Ao operar a Colheitadeira com as rodas voltadas para dentro


! para bitola mínima, utilizar-se de extremo cuidado para impedir a Colheitadeira
de tombar. M179A

Extensões do Eixo
Para o uso de cultura em linha, as extensões do eixo podem ser instaladas na
Colheitadeira. As extensões do eixo aumentarão a bitola da roda em 305 mm (12
polegadas) (consultar Posições da Bitola na Roda de Tração para as bitolas da roda com
as extensões instaladas).

Espaçadores da Roda
Um espaçador da roda está disponível
em uma largura de 76 mm (3 polegadas)
e será necessário para alguns tamanhos 1
de pneus, onde as rodas são de
descentragem positiva (consultar
Posições da Bitola na Roda de Tração
para as bitolas da roda com os 2
espaçadores instalados). 4
OBSERVAÇÃO: As rodas de tração não
devem ser instaladas com descentragem
negativa quando os espaçadores forem 3
instalados na Colheitadeira.
OBSERVAÇÃO: Certificar-se de usar 610L94
uma arruela plana dura sob a cabeça dos
1. RODA 3. ARRUELA PLANA
parafusos da roda.
2. ESPAÇADOR 4. PARAFUSO

277
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Folga do Solo Alta e Baixa


Todas as Colheitadeiras de grãos/milho
são montadas na posição de folga LOW
(baixa). Todas as Colheitadeiras de arroz
são montadas na posição de folga HIGH
(alta).

O alojamento do redutor final pode ser


ajustado para dar um acréscimo de 89 mm
(3-1/2 polegadas) de distância. Para
manter o nível da Colheitadeira, consultar
Suporte do Pivô do Eixo de Direção neste
manual para ajustes do eixo de direção. RP97G002

Para ajustar a face do alimentador quando DISTÂNCIA DO SOLO BAIXA


mudar da posição de distância baixa para
alta, consultar Ajustes do Alimentador para OBSERVAÇÃO: Alinhar o parafuso
Tamanho do Pneu neste manual. conforme a ilustração

OBSERVAÇÃO: Os pesos do eixo de


direção podem ser solicitados para a
operação segura na posição de distância
do solo alta. Consultar Pesos do Eixo de
Direção neste manual.

RP97G001
DISTÂNCIA DO SOLO ALTA

OBSERVAÇÃO: Alinhar o parafuso


conforme a ilustração.

278
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

EIXO DE DIREÇÃO
Os eixos de direção com as hastes de
tensão devem ter uma folga de 6 mm
(1/4 polegadas) entre as arruelas do pivô
do eixo e o suporte do pivô. Quando o
eixo de direção é nivelado, conectar e
ajustar as hastes de tensão do eixo.
Certificar-se de que os pneus de direção
limpem as hastes de tensão na volta
completa.

Consultar Posições da Bitola na Roda de


Direção neste manual para o ajuste na
largura do eixo de direção. RR02K038

Convergência
Ve ri fi c a r a C O N V E R G Ê N C I A c o m a OBSERVAÇÃO: As rodas podem ser
Colheitadeira em solo nivelado e as rodas giradas ao levantar o eixo traseiro do chão
de direção na posição reta. ou quando deslocar a máquina para frente
ou para trás em solo liso ou nivelado.
1. Medir do chão ao centro do cubo da
Fazer as medições com as rodas no chão.
roda (A).
5. Calcular uma CONVERGÊNCIA
2. Marcar a dianteira e a traseira do aro
média dos dois valores de CON-
com giz na mesma altura das medidas
VERGÊNCIA compilados. Comparar
(A). Certificar-se de marcar no lado
essa média à CONVERGÊNCIA
interno de cada aro. (Consultar os
recomendada.
locais com a marca de giz X.)
6. (Se necessário) se a CONVERGÊN-
3. Certificar-se de que as rodas estejam
C I A n ã o e s t i ve r n a fa i x a
na posição de direção neutra. Medir a
recomendada, ajustar o comprimento
distância entre as marcas de giz na
d a h a s te d o t i r a n te a té a C O N -
dianteira dos aros (medida B) e na
VERGÊNCIA certa ser alcançada.
traseira dos aros (medida C).C deverá
ser maior que B. Subtrair B de C para
conseguir a CONVERGÊNCIA.
4. Girar as rodas de forma que as mar-
cas na traseira agora estejam na
dianteira. Repetir a Etapa 3.

279
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

VISÃO SUPERIOR DA MÁQUINA

C B

RI00H074
VISÃO LATERAL DA MÁQUINA

CONVERGÊNCIA RECOMENDADA

TIPO DE EIXO TRASEIRO FAIXA DE CONVERGÊNCIA


SEM GUIA DE POTÊNCIA 6 A 16 mm (0,25 A 0,625 POLEGADAS)
GUIA DE POTÊNCIA 2 A 13 mm (0,0625 A 0,5 POLEGADAS)

280
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Posições de Suporte do Pivô

RD01H022

O suporte do pivô do eixo de direção da O suporte do pivô no eixo de direção pode


Colheitadeira é ajustado no pneu, e a ser instalado em quatro posições
combinação do eixo é instalada na fábrica. diferentes. As quatro posições são as
O suporte do pivô do eixo deve ser trocado seguintes:
para nivelar a Colheitadeira quando a
combinação do tamanho do pneu ou a folga
do eixo de acionamento forem mudados.

1 2

3 4
160L8

1. POSIÇÃO 1 3. POSIÇÃO 3 5. DIANTEIRA DA COLHEITADEIRA


2. POSIÇÃO 2 4. POSIÇÃO 4 6.

Mudar a posição do suporte do pivô para as OBSERVAÇÃO: Para eixos-guia sem


combinações do pneu de tração e o pneu potência, a seção central do eixo deve
de direção, conforme listado nas tabelas na estar direcionada conforme a ilustração.
página seguinte.

281
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

OBSERVAÇÃO: Todas as Colheitadeiras de Arroz são construídas em folga alta. Todas


as Colheitadeiras de Grãos/Milho são construídas em folga baixa.

FOLGA DO EIXO/TAMANHO DA RODA DE TRAÇÃO


DIREÇÃO
18.4-R38 24.5-32 900/65R32
RODA
PNEUS BAIXO ALTO BAIXO ALTO ALTO
TAMANHO R1,R2 R1 R2
14,9-24 R4 1 2 1 2 4
19.5L-24 R4 1 2 1 2 4
500/70R24 R4 1 2 1 2 4
16.9-26 R1 2 4 2 4 N.R.
18.4-26 R1 2 3 2 3 4
18.4-26 R2 2 3 2 3 4
600/65-R28 R1W 2 3 2 3 4
18.4-30 R2 2 2 2 3 4

DIREÇÃO FOLGA DO EIXO/TAMANHO DA RODA DE TRAÇÃO


RODA
30.5L-32 18.4-R42 900/60-R32
PNEUS
TAMANHO BAIXO ALTO BAIXO ALTO BAIXO ALTO
R1 R2 R3 R1 R1W
14,9-24 R4 1 1 1 2 2 2 1 2 1 3
19.5L-24 R4 1 1 1 2 2 1 1 2 1 3
500/70R24 R4 1 1 1 2 2 1 1 2 1 3
16,9-26 R1 2 2 2 4 4 4 2 4 3 4
18.4-26 R1 2 2 2 4 4 3 2 3 2 4
18.4-26 R2 2 2 2 4 4 3 2 3 2 4
600/65-R28 R1W 2 2 2 3 3 3 2 3 2 4
18.4-30 R2 2 2 2 3 3 2 2 3 2 3

N.R. = Não Recomendado

282
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

EIXO/TAMANHO DA RODA DE
DIREÇÃO TRAÇÃO FOLGA
RODA
20.8-R42 20.8-R42
PNEUS
BAIXO ALTO
TAMANHO
R1 R1
14,9-24 R4 2 3
19.5L-24 R4 2 3
500/70R24 R4 2 3
16.9-26 R1 4 N.R.
18.4-26 R1 3 N.R.
18.4-26 R2 3 4
600/65-R28 R1W 3 4
18.4-30 R2 2 4

FOLGA DO EIXO/TAMANHO DA RODA DE TRAÇÃO


DIREÇÃO
RODA 20.8-38 20.8-38 76 x 50.00-32 76 x 50.00-32 800/65 R32 800/65 R32
PNEUS BAIXO ALTO BAIXO ALTO BAIXO ALTO
TAMANHO R1 R2 R1 R2 HF3 HF3 R1W R1W
14.9-24 R1,R4 1 1 3 3 2 4 1 2
480/70R24 R1W 1 1 3 3 2 4 1 2
500/70R24 R4 1 1 3 3 2 4 1 2
16.9R26 R1W 2 2 N.R. N.R. 4 N.R. 2 3
18.4-26 R1 2 2 4 4 4 N.R. 2 3
18.4-26 R2 2 2 4 4 4 N.R. 2 3
600/65-R28 R1W 2 2 4 4 4 N.R. 2 3
18.4-30 R2 2 2 3 3 3 4 2 2

OBSERVAÇÃO: Todas as Colheitadeiras de Arroz são construídas em folga alta. Todas


as Colheitadeiras de Grãos/Milho são construídas em folga baixa.

N.R. = Não Recomendado

283
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

ACIONAMENTO DA RODA-GUIA DE
POTÊNCIA (SE EQUIPADO)
A tração da roda traseira hidráulica fornece
uma maior propulsão para as extremas
condições de operação (lama) e
assistência à direção. Isso é realizado ao
direcionar o fluxo de óleo nos tubos de
pressão com alto acionamento hidrostático
através de uma válvula de controle
direcional para um motor hidráulico em
cada roda traseira. A válvula de controle
fornece um efeito de tração positiva em
ambos para frente e ao contrário.

2
1

5
4
6
3

536L9

1. PRESSÃO INVERTIDA ALTA 3. MOTORES DA RODA 5. DRENO DA CAIXA


2. FLUIDO DE RETORNO 4. VÁLVULA SELETORA 6. PRESSÃO DIRETA ALTA

Quando a Tração da Roda Gui a de


Potência estiver engatada, a quantia de
torque obtida é uma função estrita da
pressão hidrostática. Quanto maior a
escolha da engrenagem, maior será a
pressão do sistema hidrostático. Por essa
razão, haverá realmente uma porcentagem
maior do auxílio de potência da Tração da
Roda Guia de Potência em faixas de
engrenagem maiores.

284
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Quando trabalhar no campo, é melhor


utilizar a Tração da Roda Guia de Potência
o tempo todo. Estas vantagens são
adquiridas: primeiro, você estará operando
com uma pressão menor do sistema,
prolongando a vida da principal
transmissão hidrostática e do trem da
engrenagem; segundo, você terá uma
direção avançada através do acionamento
das rodas direcionais traseiras; e 7
finalmente, a execução com pressões
menores do sistema reduzirá normalmente
a temperatura hidrostática do óleo.
A24293R

A Tração da Roda Guia de Potência é Quando operar a Colheitadeira em


acionada por um interruptor (7) no console, estradas, mude a Tração da Roda Guia de
que energiza o solenóide para ativar a Potência para OFF (desligado) para obter
válvula. A tração pode ser ativada ou velocidades de estrada altas. Os motores
desativada a qualquer hora. Quando da roda irão livrar a roda automaticamente
ativada, a velocidade de avanço irá quando a Tração da Roda Guia de
diminuir. Potência estiver colocada em OFF
(desligado). Não há limite de distância para
que a máquina possa ser operada na
estrada.

O acessório Case instalado é construído no


centro da bitola de 3.048 mm
(120 polegadas). Se um centro de bitola
maior for solicitado, consultar as seguintes
ilustrações:

1 4

RH97G017

1. GUIAS DA MANGUEIRA 3. SUPORTE DO CILINDRO DA DIREÇÃO


2. SUPORTES DE APOIO DA VÁLVULA 4. MANGA DE EIXO

CENTRO DA BITOLA DE 3.048 mm (120 POLEGADAS)

285
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

RH97G018
CENTRO DA BITOLA DE 3.353 mm (132 POLEGADAS)

RH97G019
CENTRO DA BITOLA DE 3.658 mm (144 POLEGADAS)

Mover as mangas de eixos, guias de OBSERVAÇÃO: As máquinas com os


mangueira e suporte do cilindro de direção pneus 18.4-30 R2 ou 600/65-R28 R1W
para posições mostradas no centro da serão enviados do fabricante, com o eixo
bitola solicitado. de direção com largura da bitola de 3.048
mm (120 polegadas) e os pneus
transportados soltos no caminhão. Antes
de montar os pneus, estender o eixo de
direção à largura da bitola de 3.657,6 mm
(144 polegadas). Se isso não for feito, os
pneus danificarão as proteções do
elevador da Colheitadeira.

286
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

RI06E073
EIXO SEM GUIA DE POTÊNCIA AJUSTÁVEL DE 104 A 120 POLEGADAS
CENTRO DA BITOLA DE 3.048 mm (120 POLEGADAS) EXIBIDO

RI06E072
EIXO SEM GUIA DE POTÊNCIA AJUSTÁVEL DE 120 A 144 POLEGADAS
CENTRO DA BITOLA DE 3.658 mm (144 POLEGADAS) EXIBIDO

Aplique torque nos parafusos de fixação do


eixo de 3/4 polegada de 450 Nm (330 libras
por pé) após ajustar a largura da bitola do
eixo traseiro. Verificar os parafusos da roda
após a primeira hora de operação e, então,
a cada 10 horas de operação durante a
primeira semana.

287
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

PESOS DO EIXO DE DIREÇÃO – LASTRO


Colheitadeiras sem Rodas do Guia de Potência
Com algumas plataformas de grãos e de
milho, o peso adicional no eixo de direção
é necessário para a operação segura. O
suporte do peso do eixo de direção e os
pesos de 45 kg (100 libras) estão
disponíveis com seu revendedor. Uma
máximo de 16 pesos, 727 kg
(1.600 libras) podem ser usados.

A2457

PLATAFORMA PLATAFORMA LIBRAS (kg)


TIPO TAMANHO NECESSÁRIOS
Ft (m)

15.0 (4.57) 0
1010 17.5 (5.33) 0
GRÃOS 20.0 (6.10) 0
PLATAFORMA 22.5 (6.86) 0
25.0 (7.62) 400 (182)
30.0 (9.14) 1000 (454)

15.0 (4.57 0
1020 16.5 (5.03) 0
GRÃOS 17.5 (5.33) 0
PLATAFORMA 20.0 (6.10) 0
22.5 (6.86) 600 (272)
25.0 (7.62) 800 (364)
30.0 (9.14) *1400 (545)

PLATAFORMA DE GRÃOS 2020 35.0 (10.67) 1600 (727)

2042 30.0 (914) 1000 (454) (OBSERVAÇÃO 2)


CORREIAS 36.0 (10.97) *1400 (545) (OBSERVAÇÃO 2)
PLATAFORMA

2052 21.0 (6.40) 800 (364)


CORREIAS 25.0 (7.62) 1000 (454)
PLATAFORMA 30.0 (9.14) *1400 (545) (OBSERVAÇÃO 2)
36.0 (11.0) *1800 (818) ** (OBSERVAÇÃO 1 e 2)
39.0 (11.9) *2000 (909) ** (OBSERVAÇÃO 1 e 2)

2062 30.0 (9.14) *1800 (818) ** (OBSERVAÇÃO 1 e 2)


CORREIAS 36.0 (11.0) *2200 (998) ** (OBSERVAÇÃO 1 e 2)
PLATAFORMA

Tabela baseada nas Colheitadeiras com pneus padrão e o eixo na posição inferior.
* Usar os pesos do eixo de direção e os pesos da roda mais uma solução de cloreto de cálcio de 1,6
kg (3,5 lb) por 3,8 L (1 galão) de água para os pneus de direção. Pneus 14.9-24R4 75% preenchidos
igual a 215 kg (474 libras) cada. Pneus 19.5L-24R4 ou 500/70 R24 75% p reenchidos igual a 318 kg
(700 libras) cada.
** Pneus 14.9-24 R48PR não recomendados para essa aplicação.

OBSERVAÇÃO 1 – Requer uma Colheitadeira equipada com 3 cilindros de elevação do


alimentador e 2 cilindros de direção.

OBSERVAÇÃO 2 – Os pesos são para as rodas do sem-fim e o molinete de dente plástico,


acrescentar 181,4 kg (400 libras) para o molinete de dente de aço e 126,1 kg (300 libras)
para a embalagem da roda de transporte.

288
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

MILHO PLATAFORMA DE MILHO LIBRAS (kg)


PRINCIPAL TAMANHO DA FILEIRA NECESSÁRIOS
MODELO POLEGADAS (mm)

1044 36, 38 E 40 POLEGADAS (914, 965 E 1.016 mm) 0


1054 36, 38 E 40 POLEGADAS (914, 965 E 1.016 mm) 0
1063 28 E 30 POLEGADAS (711 E 762 mm) 0
1064 36, 38 E 40 POLEGADAS (914, 965 E 1.016 mm) 400 (181)
1083 28 E 30 POLEGADAS (711 E 762 mm) 800 (364)
1084 36, 38 E 40 POLEGADAS (914, 965 E 1.016 mm) *1400 (635) **

2206 30 POLEGADAS (762 mm) 400 (181)


2206 36 E 38 POLEGADAS (914 E 965 mm) 800 (363)
2208 22 POLEGADAS (559 mm) 1000 (454)
2208 30 POLEGADAS (762 mm) *1600 (748) **
2208 36 E 38 POLEGADAS (914 E 965 mm) *2000 (907) **

Tabela baseada nas Colheitadeiras com pneus padrão e o eixo na posição inferior.
* Usar os pesos do eixo de direção e os pesos da roda mais uma solução de cloreto de cálcio de
1,6 kg (3,5 lb) por 3,8 L (1 galão) de água para os pneus de direção. Pneus 14.9-24R4 75%
preenchidos igual a 215 kg (474 libras) cada. Pneus 19.5L-24 R4 ou 500/70R24 75% preenchidos
igual a 318 kg (700 libras) cada.
** Pneus 14.9-24 R4 8PR não recomendados para essa aplicação.

ADVERTÊNCIA: A mistura da solução e a troca de pneus podem ser perigosas


! e devem ser realizadas por pessoal treinado. Consulte o seu revendedor para
este serviço M196A

Líquido Lastro nos Pneus


Colheitadeiras com Rodas Guias de Potência
Se a Colheitadeira for equipada com a OBSERVAÇÃO: O parágrafo acima vale
tração da roda guia de potência, os pesos para as Colheitadeiras sem os 12 Pacotes
do eixo-guia podem ser utilizados. Subtrair d e L i n h a D i s p o n í v e i s . Pa r a a s
181 kg (400 lb) dos pesos mostrados nas Colheitadeiras com os 12 Pacotes de
tabelas, para as Colheitadeiras sem rodas Linha Disponíveis, consultar a página
guia de potência, e acrescentar a solução seguinte.
de cloreto de cálcio nos pneus do eixo de
direção para obter o balanceamento
correto da Colheitadeira. Se for necessária
uma tração adicional, o preenchimento de
75% do cloreto de cálcio de 3,5 lb/gal, em
cada pneu de 16.9 x 26, fornecerá 301 kg
(663 libras) ou 365 kg (805 libras) em cada
pneu 18.4 x 26, 414 kg (912 libras) em
cada pneu 18.4 x 30 e 462 kg (1.018 libras)
em cada pneu 600/65-R28. NÃO exceder
o preenchimento de 75%.

289
7 – PNEUS/RODAS/ESTEIRAS/ESPAÇAMENTO/LASTRO

Condições para Lastro na Plataforma de Milho 2212


OBSERVAÇÃO: Colheitadeira de 12 Linhas Disponível Solicitada

RD01H038

PESOS DA MALA DO EIXO DE DIREÇÃO


A Colheitadeira de 12 Linhas Disponível é O B S E RVA Ç Ã O : Ta b e l a p a r a a s
equipada com um eixo-guia de potência de Colheitadeiras do Eixo-Guia
serviço pesado com cilindros de direção
duplos, 726 kg (1.600 libras) de pesos da
mala e um terceiro cilindro de elevação do
alimentador.

MILHO PLATAFORMA DE MILHO QUANTIDADE DA SOLUÇÃO DE CLORETO DE


PRINCIPAL TAMANHO DA LINHA CÁLCIO SOLICITADA NOS PNEUS DE DIREÇÃO
MODELO POLEGADAS (mm)

2212 20 POLEGADAS (508 mm) 400 LIBRAS (181 kg)


2212 22 POLEGADAS (559 mm) 400 LIBRAS (181 kg
2212 30 POLEGADAS (762 mm) 1.000 LIBRAS (454 kg)

OBSERVAÇÃO: Req u e r pn e u s d e OBSERVAÇÃO: Aumentar acima dos


direção do eixo Guia de Potência 18.4-26 pesos em 182 kg (400 libras) ou usar os
10 PR ou 600/65R28L1, 600/65R28 LI 147 pesos da roda para as Colheitadeiras sem
ou pneus de direção do eixo Sem Guia de os eixos Guia de Potência.
Potência 19.5L24 R4 ou 500/70R24 R4.
Consultar pneus e tamanho máximo da
plataforma para os requisitos do pneu de
tração.

290
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

PROTEÇÕES E PAINÉIS LATERAIS


Para fazer a manutenção nos diferentes sistemas da Colheitadeira, as proteções e os
painéis laterais podem precisar ser abertos ou removidos.

4
2

RD00E011 RD00E005

5 6

RD00E023
RD04E023

1. PORTA DE SERVIÇO DIREITA 4. PROTEÇÃO DO COLETOR DE


PEDRAS
2. PORTA DE SERVIÇO ESQUERDA 5. PAINEL LATERAL DIANTEIRO
ESQUERDO
3. PAINEL LATERAL TRASEIRO E 6. PAINEL LATERAL TRASEIRO
DIANTEIRO DIREITO ESQUERDO

291
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

9 10

7
11

RD00E023
RD05F090

14 12
8 13

RD04E023
RD00H016

7. PAINEL LATERAL DA TELA DE AR 11. TELA DO VENTILADOR DE LIMPEZA


ROTATIVA
8. PROTEÇÕES DO ACIONAMENTO DO 12. PELA INTERMEDIÁRIA LATERAL
ALIMENTADOR DIREITA
9. TELA LATERAL DIANTEIRA 13. TELA LATERAL DIANTEIRA DIREITA
ESQUERDA
10. TELA LATERAL TRASEIRA 14. PELA LATERAL TRASEIRA DIREITA
ESQUERDA

ADVERTÊNCIA: peças giratórias da máquina, manter distância, manter as


! proteções instaladas para ajudar a proteger para não enroscar as roupas e evitar
ferimentos. Usar roupas justas. M124A

292
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

HORÍMETRO DO MOTOR
Fazer a manutenção da colheita nos intervalos e locais indicados nas Tabelas de
Lubrificação. Usar somente lubrificantes de alta qualidade ao fazer a manutenção na
Colheitadeira.

O HORÍMETRO do motor irá exibir o


número total de horas de operação da
Colheitadeira.

Para exibir as horas do motor pressionar


o interruptor HOURMETER
(HORÍMETRO) (1). As horas do motor
serão exibidas no mostrador superior do
tacômetro digital. Para determinar
décimos de 1h, pressionar novamente o
interruptor HOURMETER (HORÍMETRO)
dentro de 4 segundos O mostrador
piscará décimos de uma hora.

Utilizar o HORÍMETRO com as tabelas


de lubrificação para fazer a manutenção
da Colheitadeira nos intervalos de
serviço corretos
1
OBSERVAÇÃO: o interruptor
HOURMETER funcionará mesmo se a
chave no contato estiver na posição
OFF. RH97H012

AMBIENTE
Antes de fazer manutenção nesta Verificar com o centro ambiental local,
máquina e antes de descartar os fluidos centro de reciclagem ou seu fornecedor
e lubrificantes, sempre levar em conta o para obter informações corretas sobre
ambiente. NÃO colocar óleo ou fluidos descarte.
no solo ou dentro de recipientes que
possam vazar.

PEÇAS DE PLÁSTICO E DE RESINA


Evitar usar gasolina, querosene, O uso de gasolina, querosene, solventes
solvente etc., ao limpar o conjunto de etc., causará descoloração, trincas ou
instrumentos, manômetros, consoles, deformação da peça.
janelas de plástico etc. Utilizar
SOMENTE água, sabão neutro e um
pano macio ao limpar essas peças.

293
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

TABELA DE LUBRIFICAÇÃO/MANUTENÇÃO

FREQÜÊNCIA EM HORAS

T G
L R V R D
I O E A R
M C R X E
P A I A N
PONTOS DE SERVIÇO E F A
Z I G
A C E
A M
Ç
Ã
O
Graxeiras (Observação 1) 10
Nível de Óleo do Motor 10
Nível do Reservatório de Líquido de Arrefecimento 10
Nível de Fluido no Reservatório Hidráulico 10
Torques do Parafuso da Roda (Observação 2) 10
Tela do Alternador 10
Corrente de Acionamento do Descarregador 10
(Observação 3)
Corrente do Sem-Fim Horizontal (Observação 3) 10
Corrente do Elevador de Retrilha (Observação 3) 10
Corrente do Elevador de Grãos (Observação 3) 10
Graxeiras (Observação 1) 10
Filtro Separador de Água (Observação 4) AR 10
Pressões dos Pneus (Observação 5) 10
Nível de Fluido da TDF 100
Nível do Óleo do Alimentador e do Ventilador de Limpeza 100
Nível de Óleo da Caixa de Engrenagens do 100
Descarregador Inferior
Nível de Óleo da Caixa de Engrenagens do Rotor 100
Nível de Fluido do Picador de Palha (Se Equipado) 100
Graxeiras (Observação 1) 100
Nível de Óleo da Transmissão 100
Nível de Óleo do Redutor Final 100
Nível de Água da Bateria (Observação 6) 100
Pivô da Esteira (Se Equipado) (Observação 1) 100
Caixa de Engrenagens do Reversor do Alimentador 100

294
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

FREQÜÊNCIA EM HORAS

T G
L R V R D
I O E A R
M C R X E
P A I A N
PONTOS DE SERVIÇO E F A
Z I G
A C E
A M
Ç
Ã
O
Respirador do Reservatório Hidráulico 100
Nível de Líquido de Arrefecimento do Radiador 250
Braçadeiras da Mangueira do Sistema de Arrefecimento 250
Filtro do Líquido de Arrefecimento 250
Óleo do Motor e Filtro de Óleo 300
Fluido da TDF 500
Filtro de Combustível do Motor (Observação 7) 500
Graxeiras (Observação 1) 500
Óleo da Caixa de Engrenagens do Ventilador de Limpeza 500
e do Alimentador
Caixa de Engrenagens do Reversor do Alimentador) 500
Óleo da Caixa de Engrenagens do Descarregador Inferior 500
Óleo da Caixa de Engrenagens do Rotor 500
Fluido do Picador de Palha (Se Equipado) 500
Óleo Hidráulico e Filtros 1000
Ajuste da Válvula do Motor (Consultar o Seu 1000
Concessionário)
Fluido do Sistema de Arrefecimento 2000
Condicionador do Líquido de Arrefecimento 2000
Bicos de Injeção de Combustível (Observação 10) 2000
Rolamentos da Direção (Observação 1) AN
Fluido de Transmissão AN
Fluido do Redutor Final AN
Elemento do Filtro de Ar Primário (Observação 8) AR AN
Elemento do Filtro de Ar Secundário (Observação 9) AN
Filtro de Ar da Cabine AR
Filtro de Ar de Recirculação da Cabine AR
Radiador e Resfriador de Óleo AR
Acumulador (Observação 10) AR

295
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Observações:
1. Usar graxa CASE IH 251H EP ou graxa de lítio de uso geral NLGI No. 2 equivalente

2. Verificar os parafusos e porcas da roda após a primeira hora de operação, em


seguida a cada 10 horas durante a primeira semana de operação e, daí em
diante, a cada 100 horas.

3. Usar Lubrificante de Cabo e Corrente CASE IH (M20832).

4. Substituir e se ocorrer a perda de potência.

5. Verificar as pressões dos pneus semanalmente ou a cada 50 horas.

6. Verificar o nível de água a cada 100 horas ou a cada três meses.

7. Substituir o filtro quando ocorrer uma perda de potência ou a cada 500 horas.

8. Limpar o elemento quando o indicador de restrição do filtro de ar indicar ON.


Substituir o elemento após três limpezas ou anualmente.

9. Trocar o elemento secundário toda vez que o elemento primário for trocado. NÃO
limpar o elemento secundário.

10. Consultar o seu revendedor para que este serviço seja executado.

AR = Conforme Necessário

AN = Anualmente

296
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

GRAXEIRAS - SUPERIORES

5 6
9 7 8

11 1
500 HS - (1)

12
500 HS - (1)

4
10
435798A1

10 Horas
1 2

RD05F091 RD05F091
Polia Acionada pelo Rotor (1) - Usar Rolamentos do Came de Acionamento
CASE IH 251H EP. Bombear até a graxa do Rotor (2)
sair da vedação traseira.

297
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Topo do Conjunto de Lubrificação do


3 Pivô do Tubo do Descarregador (4)

RD02E159

4 6

RD00H036 RD02E164
Braço Tensor da Bomba Auxiliar Polia de Acionamento do Rotor (1)

5 7 2 BOMBAS

RD02E216 RD02E164
Controle da Velocidade do Rotor - Controle da Velocidade do Rotor -
Dianteiro (1) Traseiro (1)

298
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

100 Horas

8 10

RD05F092 RD02E159

Eixo Secundário do Separador (1) Caixa de Engrenagens do Cotovelo


Superior do Sem-Fim do Carregador na
Parte Inferior do Conjunto de
9 9Não usado nesta aplicação. Lubrificação (1)

500 Horas

11 12

A1338.35 RD01H114
Rolamento Inferior do Sem-Fim Cubo da Polia da Bomba Auxiliar (1)
Inclinado (1)

299
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

GRAXEIRAS - LADO ESQUERDO

7
500 HS -

100 HS - (1)
6
3 4
1

10 5 500 HS - (1) 8
9 ANUALMENTE
179620A1

10 Horas 50 Horas
1 2

RD00H025 A24322
Suporte da Peneira Superior (1) Braço do Tensor do Acionamento do
Descarregador

300
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

100 Horas
3 5

RD97G057 RD00E009
Acoplamento da Roda de Acionamento – Braço da Roldana do Coletor de Pedras (1).
Externo (1)

4 6

RD01H033
RD00H037
Eixo do Sem-Fim Inferior da Retrilha (1)
Acoplamento da Roda de Acionamento –
Interno (1)

301
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

500 Horas
7 8

RD01H314 RD01H035
Rolamento Dianteiro do Rotor (1) Eixo do Sem-Fim de Grãos Limpos (1)

Anualmente
9

RD00F034
Rolamento do Eixo do Alimentador -
Engraxar Anualmente (1). RD98G103
Pivô da Escada de Acesso do Operador (1)
10

RD00E008
Acionamento do Coletor de Pedras (1).
Engraxar Anualmente.

302
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

GRAXEIRAS - LADO DIREITO

3 11 12 13 1 2

19
10 21

7
8
4 15 9
14
5 17 16
6 20
500 HS - (1)
18 500 HS - (1)

435797A1

10 Horas
1 2

RK99G127 A24428
Suporte da Peneira Superior (1) Rolamento do Sem-Fim de Entrega da
Retrilha (1)

303
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

50 Horas
3 6

RD02E200 A24495
Braço da Roldana do Picador de Palha Polia do Ventilador de Limpeza (1)
(1)
7
4

RD00F046
RD01H138 Braço da Roldana do Acionamento do
Braço da Roldana do Distribuidor de Alimentador (1).
Palha (1)
8
5

RD00F044
A24489 Braço da Roldana da Correia do Eixo
Braço da Roldana da Unidade de Secundário da Plataforma (1)
Limpeza (1).

304
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

9 10

A1289.35 RD01H020

Braço do Tensor da Correia de Eixo da Direção da Guia de Potência -


Acionamento do Ventilador (1) Conjunto de Lubrificação do Pivô para os
Pivôs Dianteiros e Traseiros Superiores
e Inferiores (4)

100 e 500 Horas

11 12 13

A24383

Embreagem de Segurança de Acionamento do Elevador (1) - 500 Horas


Rolamento do Eixo Interno do Elevador (1) - 100 Horas
Rolamento do Eixo Externo do Elevador (1) - 100 Horas

305
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

14 16

RD05D118 RD97G057
Rolamento do Eixo do Sem-Fim da Acoplamento da Roda de Acionamento –
Retrilha (1) Externo (1)

15 17

RD00E096
RD00H053
Mancal Axial de Acionamento do Acoplamento da Roda de Acionamento –
Ventilador (1) Interno (1)

306
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

500 Horas

18 20

A24494
A1413.35
Embreagem de Segurança do Polia Variável do Ventilador (1)
Acionamento do Eixo do Sacudidor (1)

19 21

RD00E001 RP96H091
Caixa de Engrenagens do Ventilador de Eixo do Alimentador - Engraxar
Limpeza e do Alimentador (1) Anualmente (1).

307
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

GRAXEIRAS - EIXO TRASEIRO

5
7
6
8

1 2 3 4 10
ANUALMENTE 9 ANUALMENTE

435799A1

50 Horas
EixoGuia de Potência

1 2

A24333 A24333
Extremidade do Tirante – Esquerda (1) Extremidade da Haste da Junta Esférica
do Cilindro de Direção - Esquerda (1)

308
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

3 5 6

A24334 A24333
Extremidade do Cilindro da Junta Articulação da Direção - Superior
Esférica do Cilindro de Direção - Esquerda (1) e Inferior Esquerda (1)
Esquerda (1)

4 7 8

A24335 A24335
Extremidade do Tirante – Direita (1) Articulação da Direção - Superior Direita
(1) e Inferior Direita (1)

309
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Eixo da Direção Ajustável

1 4

A24437 A24440
Extremidade do Tirante – Esquerda (1) Extremidade do Tirante – Direita (1)

2 5 6

A24437 A24436
Junta Esférica do Cilindro de Direção - Articulação da Direção – Esquerda (2)
Esquerda (1)

3 7 8

A24438 A24439
Junta Esférica do Cilindro de Direção - Articulação da Direção – Direita (2)
Direita (1)

310
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Anualmente
9 10

RD05D066
Rolamento da Roda - Esquerda (1) e
Direita (1)

311
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

LUBRIFICAÇÃO DA CORRENTE E DA ESTEIRA

5
3

4
571L94

OBSERVAÇÃO: usar Lubrificante de Cabo e Corrente CASE IH (M20832) ou SAE 30


ou óleo de motor mais pesado. Lubrificar a corrente após o funcionamento da
Colheitadeira. Os óleos penetram melhor entre os pinos e buchas em uma corrente
aquecida.
OBSERVAÇÃO: evitar excesso de lubrificação na corrente em condições de muita
poeira ou areia. O acúmulo de areia ou areia pode acelerar o desgaste da corrente e da
roda dentada. NÃO lubrificar o elevador de grãos limpos, a corrente, a corrente do
elevador de retrilha ou a corrente do transportador do alimentador que conduz a cultura.

10 Horas
1 2

A24480 A24480
Corrente de Acionamento do Sem-Fim Corrente de Acionamento do
do Tanque Graneleiro Descarregador

312
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

3 5

RD00E007 A1339.35
Corrente do Coletor de Pedras Corrente do Elevador de Grãos

4 100 Horas

A24428
Corrente do Elevador de Retrilha
A17056
10 horas (5X) Pivô das Esteiras (Se Equipado)

PAG.313

Rolamento do berço do sem-fim

313
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

ESPECIFICAÇÕES DE SERVIÇO DA COLHEITADEIRA

Lubrificação do Motor
Intervalo de Verificação do Nível de Óleo ..........................................................Diariamente
Intervalo da Troca de Óleo .................................................................... A Cada 300 Horas
Capacidade de Óleo – Sem Troca de Filtro .................................. 19 litros (20 U.S. Quarts)
Capacidade de Óleo – Com Troca de Filtro.................................. 21 litros (22 U.S. Quarts)
Tipo de Óleo ..............................................................................Óleo para Motor CASE Nº 1

Filtro de Óleo do Motor


Intervalo da Troca de Filtro ..................................................................... A Cada 300 Horas
Ou Uma Vez por Ano

Sistema de Arrefecimento
Intervalo de Verificação do Nível de Líquido de Arrefecimento ................ A Cada 10 Horas
Verificar e Apertar as Braçadeiras da Mangueira
de Líquido de Arrefecimento ................................................................... A Cada 250 Horas
Intervalo da Troca do Filtro de Líquido de Arrefecimento ....................... A Cada 250 Horas
Intervalo da Troca do Sistema de Arrefecimento ................................. A Cada 2000 Horas
(ou A Cada 2 Anos)
Intervalo da Troca do Condicionador do Líquido de Arrefecimento .... A Cada 2000 Horas
(ou Toda Vez que o Líquido de Arrefecimento For Trocado)
Capacidade de Líquido de Arrefecimento ............................. 37,1 litros (39.2 U.S. Quarts)
Termostato ................................................................................. 83° a 95°C (181°F a 203°F)
Capacidade do Tanque de Desaeração ...................................................... 69 kPa (10 PSI)

Sistema de Combustível
Filtro Separador de Água .................................... Drenar Água a Cada 50 Horas. Substituir
quando ocorrer uma perda de potência.
Filtro do Motor Primário.......................................... Substituir a Cada 500 Horas ou quando
ocorrer uma perda de potência.
Filtro de Ventilação do Tanque de Combustível.............Substituir a Cada 500 Horas ou se
for observado vácuo no tanque de combustível
Tipo de Combustível .............................................................................................Diesel nº 2

314
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Filtro de Ar
Intervalo de Manutenção do Filtro ........... Limpar Quando Houver Restrição no Filtro de Ar
O indicador está LIGADO
Intervalo de Substituição do Filtro Primário ................................ Uma Vez por Ano ou Após
Três Limpezas
Intervalo de Substituição do Filtro Secundário ............................. Substituir Quando o Filtro
Primário For Substituído - NÃO Limpar

Transmissão
Intervalo de Verificação do Nível de Óleo ............................................... A Cada 100 Horas
Intervalo de Troca de Óleo ....................................................................... Uma Vez por Ano
Capacidade de Óleo.................................................................16,2 litros (4.3 U.S. Gallons)
Tipo de Óleo ............................................................................ CASE IH HY-TRAN® ULTRA

Redutor Final
Intervalo de Verificação do Nível de Fluido ............................................. A Cada 100 Horas
Intervalo de Troca de Fluido ..................................................................... Uma Vez por Ano
Tipo de Fluido .......................................................CASE 135H EP 85W-140 Gear Lubricant
Capacidade de Fluido (Cada) .................................................... 12,3 litros (13 U.S. Quarts)

Reservatório de Óleo Hidráulico e Filtros


Intervalo de Verificação do Nível de Óleo ........................A Cada 10 Horas ou Diariamente
Limpar Respirador do Reservatório ......................................................... A Cada 100 Horas
Capacidade do Reservatório ........................................................38 litros (10 U.S. Gallons)
Tipo de Óleo Hidráulico ........................................................... CASE IH HY-TRAN® ULTRA
Intervalo da Troca do Filtro de Óleo Hidráulico ..................................... A Cada 1000 Horas
Intervalo da Troca do Filtro de Óleo Hidráulico ..................................... A Cada 1000 Horas

Alojamento da TDF
Intervalo de Verificação do Nível de Fluido ............................................. A Cada 100 Horas
Intervalo da Troca de Fluido .................................................................. A Cada 500 Horas
Tipo de Óleo ............................................................................ CASE IH HY-TRAN® ULTRA
Capacidade de Óleo................................................................... 13,2 litros (14 U.S. Quarts)

Caixa de Engrenagens do Ventilador de Limpeza e do


Alimentador
Intervalo de Verificação do Nível de Óleo ............................................... A Cada 100 Horas
Intervalo da Troca de Óleo ...................................................................... A Cada 500 Horas
Capacidade de Óleo................................................................. 6,4 litros (6-3/4 U.S. Quarts)
Tipo de Óleo ........................................................CASE 135H EP 85W -140 Gear Lubricant

315
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Caixa de Engrenagens do Reversor do Alimentador


Intervalo de Verificação do Nível de Fluido ............................................. A Cada 100 Horas
Intervalo da Troca de Fluido ................................................................... A Cada 500 Horas
Capacidade de Fluido .......................................................... 0,4732 litros (0.5 U.S. Quarts)
Tipo de Fluido .......................................................................... CASE IH HY-TRAN® ULTRA

Caixa de Engrenagens do Descarregador Inferior


Intervalo de Verificação do Nível de Óleo ............................................... A Cada 100 Horas
Intervalo da Troca de Óleo ...................................................................... A Cada 500 Horas
Capacidade de Óleo ......................................... 0,83 a 0,89 litros (7/8 a 15/16 U.S. Quarts)
Tipo de Óleo ........................................................ CASE 135H EP 85W -140 Gear Lubricant

Caixa de Engrenagens do Rotor


Intervalo de Verificação do Nível de Fluido ............................................. A Cada 100 Horas
Intervalo da Troca de Fluido ................................................................... A Cada 500 Horas
Capacidade de Fluido ................................................................. 7,5 litros (7.9 U.S. Quarts)
Tipo de Fluido ........................................................................ CASE IH 135 H EP Gear Lube

Caixa de Engrenagens do Picador de Palha (Se


Equipado)
Intervalo de Verificação do Nível de Fluido ............................................. A Cada 100 Horas
Intervalo da Troca de Fluido ................................................................... A Cada 500 Horas
Capacidade de Fluido ................................................................. 3,1 litros (3,3 U.S. Quarts)
Tipo de Fluido .......................................................................... CASE IH HY-TRAN® ULTRA

LUBRIFICAÇÃO DO MOTOR
Nível de Óleo do Motor
Para verificar o nível de óleo do motor,
colocar a Colheitadeira em solo nivelado 1
e parar o motor. É melhor verificar o óleo
antes de ligar o motor. Isso dá tempo
para o óleo fluir para o cárter para
garantir uma leitura precisa. Girar o cabo 2
da haste de nível no sentido anti-horário
para remover a haste de nível. Se o nível
de óleo estiver abaixo da marca de cruz,
adicionar óleo para elevar o nível do óleo
para dentro do intervalo de segurança.
Não elevar o nível de óleo acima da
marca FULL (Cheio).
RD05d071
Instalar a haste de nível e girar o cabo no 1. ENCHIMENTO 2. HASTE DE
sentido horário para prender a haste de DE ÓLEO NÍVEL
nível no tubo.

316
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Seleção do Óleo do Motor


O óleo de motor Case IH N° 1 é encomendado para uso no motor CASE. O óleo de motor
CASE IH lubrificará o motor corretamente em todas as condições de operação.

Se o óleo de motor multiviscoso CASE IH N° 1 não estiver disponível, usar somente um


óleo de acordo com a categoria de serviço API CI-4.

RH04F059 RR04F004

OBSERVAÇÃO: NÃO colocar Aditivos de Desempenho ou outros produtos aditivos no


cárter do motor. Os intervalos de troca de óleo fornecidos neste manual estão de acordo
com os testes realizados com lubrificantes Case.

Lubrificantes Sintéticos
Os lubrificantes sintéticos estão
disponíveis no seu concessionário para a
sua máquina. Os sintéticos são usados
da mesma maneira que os lubrificantes
de base mineral.

IMPORTANTE: o uso de lubrificantes


sintéticos NÃO permite a extensão dos
intervalos de serviço recomendados.
Todos os óleos sintéticos devem atender
ou exceder os requisitos de serviço API.

RR04F001

317
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Recomendação de Uso da Viscosidade/Temperatura


do Óleo

RR04F008

∗ O uso de um aquecedor de óleo do motor ou de um aquecedor de líquido de


arrefecimento do motor é necessário na área sombreada.

Troca de Óleo do Motor


Para trocar o óleo do motor, colocar a
Colheitadeira em solo nivelado e parar o
motor. Trocar o óleo do motor da
seguinte maneira:

OBSERVAÇÃO: para obter melhores


resultados, trocar o óleo com o motor 1
ainda quente da operação.

1. Colocar à extremidade da mangueira


de drenagem de óleo do motor (1)
em um recipiente: Soltar a tampa de RD97G066
enchimento de óleo para ventilar o
motor. OBSERVAÇÃO: proteções removidas
para ficar mais claro. NUNCA operar a
Colheitadeira com as proteções
removidas.
2. Abrir a válvula de drenagem da
bandeja de óleo (2) e drenar o óleo
do motor.

318
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

3. Fechar a válvula de drenagem da


bandeja de óleo.
4. Consultar FILTRO DE ÓLEO DO
MOTOR se o filtro de óleo precisar ser
trocado.
5. Colocar a quantidade e o tipo
corretos do novo óleo no motor.
Remover a haste de nível e verificar o
nível de óleo do motor. (Consultar 2
Nível de Óleo do Motor neste
manual).
6. Ligar o motor e verificar o medidor de RD97G121
pressão de óleo para ver se o óleo
lubrificante está pressurizado.
7. Inspecionar se há vazamentos no
filtro de óleo do motor.

319
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Filtro de Óleo do Motor


IMPORTANTE: trocar o filtro de óleo no intervalo de tempo recomendado. O seu
concessionário possui filtros aprovados. Não usar outros tipos de filtro.

Trocar o filtro do óleo do motor da


seguinte maneira:

1. Drenar o óleo do motor.

2. Girar o filtro de óleo no sentido anti-


horário para removê-lo. Usar uma
chave de filtro se necessário.

3. Aplicar óleo limpo na junta do novo


filtro.

4. Instalar o filtro. Girar o filtro até a


junta encostar na cabeça do filtro. RD02E207
Apertar o filtro manualmente mais
uma volta.

5. Soltar o filtro aproximadamente uma


volta. Girar o filtro novamente até a
junta encostar na cabeça do filtro.
Apertar o filtro manualmente de meia
a três quartos de volta.

IMPORTANTE: NÃO usar uma chave


de filtro para instalar o filtro de óleo.
Quando o filtro estiver muito apertado,
poderão ocorrer danos na junta e no
filtro.

6. Fechar a válvula de drenagem da


bandeja de óleo.

7. Colocar o óleo novo no motor

320
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

SISTEMA DE ARREFECIMENTO

Sistema de Arrefecimento com Pressão

ADVERTÊNCIA: verificar e executar os serviços no sistema de arrefecimento


de acordo com as instruções de manutenção. O líquido de arrefecimento quente
pode respingar se a tampa do tanque de desaeração for removida enquanto o
! sistema ainda estiver quente. Para remover a tampa do tanque de desaeração,
deixar o sistema esfriar, girá-la até o primeiro entalhe e aguardar até que toda a
pressão seja liberada. A remoção rápida da tampa do tanque de desaeração
pode causar queimaduras. M513

1. A tampa de pressão de um sistema


de arrefecimento com pressão
possui uma válvula de controle que
opera como uma VÁLVULA DE
ALÍVIO DE SEGURANÇA para
1
manter a pressão dentro do intervalo
operacional do sistema. Operar o
motor sem uma tampa de pressão ou
com uma tampa de pressão com
uma válvula de controle que não
esteja ajustada na pressão correta
poderá causar danos.
2. Um sistema de arrefecimento com
pressão diminui a perda de líquido de RD03J102

arrefecimento causada por 3. Verificar o nível de líquido de


evaporação ou fervura. O sistema arrefecimento no tanque de
precisa ter boas vedações na tampa desaeração a cada 10h de operação.
de pressão do tanque de O nível de líquido de arrefecimento
desaeração, nas mangueiras e nas deve cobrir o visor do tanque de
conexões das mangueiras. É desaeração (1).
importante interromper TODOS OS
VAZAMENTOS DE QUALQUER Termostato
TAMANHO assim que localizados.
Um pequeno vazamento pode tornar-
OBSERVAÇÃO: não operar a
se um fluxo grande quando a pressão
Colheitadeira sem um termostato ou
aumentar no sistema de
com um termostato com defeito. O
arrefecimento. Enquanto a
motor pode funcionar muito quente ou
Colheitadeira estiver em operação,
muito frio, causando possíveis danos
uma mangueira fraca poderá romper
no motor.
e causar ferimentos ou danos.
Verificar todas as mangueiras e as
conexões das mangueiras com
freqüência. MANTER AS
MANGUEIRAS, AS CONEXÕES DAS
MANGUEIRAS E A TAMPA DE
PRESSÃO EM BOAS CONDIÇÕES.

321
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Soluções Arrefecedoras
A Colheitadeira é enviada com os sistemas de arrefecimento cheios com uma mistura de
50% de água destilada e solução de etileno glicol para proteção contra corrosão e
congelamento.

Poderá ser necessário adicionar pequenas quantidades de líquido de arrefecimento no


sistema de arrefecimento para manter o sistema cheio (consultar Enchimento do Sistema
de Arrefecimento neste manual). O motor desta máquina necessita de um Aditivo
Arrefecedor Suplementar (ARS) para proteção contra corrosão das camisas de cilindro. O
motor possui um filtro de líquido de arrefecimento especial que mantém o nível de ARS no
sistema de arrefecimento e que deve ser substituído em intervalos específicos indicados
neste manual. Ao adicionar no sistema de arrefecimento, é recomendável acrescentar
uma solução arrefecedora 50:50 de água/etileno glicol para serviço pesado com baixo teor
de silicatos, contendo ARS (disponível no seu concessionário) Isso dará a máxima
proteção ao seu sistema.

IMPORTANTE: trocar a solução arrefecedora a cada dois anos como recomendado


neste manual. O calor gerado pelo motor diesel provoca uma alteração natural no líquido
de arrefecimento que resulta na perda da proteção contra corrosão. A perda dos inibidores
pode causar cavitação na bomba de água e erosão no bloco de cilindros.

Ao drenar o sistema e encher com o novo líquido de arrefecimento nos intervalos


especificados neste manual, lembrar que deve ser usada uma mistura de 50% de etileno
glicol e 50% de água de boa qualidade. Essa mistura é usada se a temperatura externa
mais baixa for superior a -37°C (-34°F). Se a temperatura for mais baixa, ajustar a mistura
para obter um ponto de congelamento mais baixo usando o gráfico de concentração de
ponto de congelamento localizado na etiqueta do recipiente do concentrado
anticongelante. NUNCA usar uma solução arrefecedora contendo mais de 60% de
glicol de etileno. É recomendável usar a mistura de etileno glicol e água na máquina o
ano todo.

Ao encher o sistema, você poderá usar uma solução pré-misturada 50:50 etileno glicol/
água ou misturar o concentrado de etileno glicol com água. Sempre usar líquido de
arrefecimento de etileno glicol de boa qualidade que não contenha aditivos para
parar vazamentos. O líquido de arrefecimento deve conter menos de 0,1% de silicatos e
deve atender a especificação ASTM D-4985 ou D-5345.

322
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

IMPORTANTE: usar somente líquido de arrefecimento para serviço pesado com


baixo teor de silicatos. Os anticongelantes automotivos comprados em lojas de
conveniência locais provavelmente NÃO terão baixo teor de silicato e NÃO DEVEM ser
usados em motores Case a diesel para serviço pesado.

Não utilizar inibidores de corrosão não aprovados. É possível que os inibidores de


corrosão e o líquido de arrefecimento não se misturem e trabalhem um contra o outro para
diminuir a proteção contra a corrosão, formar depósitos no sistema de arrefecimento e
danificar o sistema de arrefecimento e o radiador.

Não usar uma solução arrefecedora tipo álcool com baixo ponto de ebulição. O ponto de
ebulição do álcool é inferior à temperatura operacional mínima da Colheitadeira e a perda
de líquido de arrefecimento por evaporação provocará superaquecimento.

Ao encher novamente com uma mistura 50:50 de líquido de arrefecimento para serviço
pesado com baixo teor de silicatos totalmente formulada (contendo ARS), sempre
substituir o condicionador do filtro de líquido de arrefecimento usando um filtro de tamanho
de manutenção.

Ao encher novamente com uma mistura 50:50 de líquido de arrefecimento para serviço
pesado normal (não contendo ARS), sempre substituir o condicionador do filtro de
líquido de arrefecimento usando um filtro de tamanho de pré-carga. Se for usado um filtro
de tamanho de manutenção, você DEVERÁ adicionar Tratamento de Sistema de
Arrefecimento CASE (disponível no seu concessionário ) no sistema para a máxima
proteção.

Encher o tanque de desaeração e o radiador utilizando o procedimento especificado neste


manual (consultar Enchimento do Sistema de Arrefecimento neste manual).

323
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Condicionador do Filtro do Sistema de Arrefecimento


O filtro do sistema de arrefecimento (1) Toda vez que o sistema de arrefecimento
contém um elemento que filtra o líquido for drenado e enchido novamente, o
de arrefecimento e fornece substâncias líquido de arrefecimento deve ser tratado
químicas para condicionar o líquido de com Tratamento de Sistema de
arrefecimento. Arrefecimento CASE (disponível no seu
concessionário). O filtro de líquido de
arrefecimento também deve ser
substituído. Isso irá garantir que a
concentração química retorne para o
mesmo nível de antes de drenar o
sistema. Trocar somente o filtro não
fornecerá aditivos químicos adequados.

A válvula de corte do filtro de líquido de


1 arrefecimento deve ser fechada antes da
substituição do filtro de líquido de
arrefecimento.

PARA REMOVER O FILTRO:


RD02E207

Para manter a proteção do sistema de 1. Fechar a válvula de corte.


arrefecimento contra corrosão,
formações de depósitos, ataque químico 2. Usar uma chave tipo cinta ou chave
e corrosão por cavitação das camisas de de filtro para remover o filtro.
cilindros. O condicionador do filtro de
líquido de arrefecimento deve ser
trocado a cada 250 horas de operação.

PARA INSTALAR O FILTRO:

1. Lubrificar a junta do novo filtro.


2. Girar o filtro nas roscas do adaptador até a junta encostar.
3. Apertar o filtro 1/2 ou 3/4 de volta após a junta encostar no adaptador. NÃO apertar
demais. NÃO usar uma chave de filtro para apertar o filtro.
4. Abrir a válvula de corte.

OBSERVAÇÃO: a adição de líquido de arrefecimento “Stop Leak” (Parar Vazamento)


no sistema de arrefecimento provocará entupimento prematuro do filtro.

ADVERTÊNCIA: o líquido de arrefecimento quente pode espirrar sob pressão.


! Fechar as válvulas antes de remover o filtro. M153A

324
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Drenagem do Sistema de Arrefecimento


Limpar o sistema de arrefecimento toda vez que o líquido de arrefecimento for trocado.
Limpar o sistema da seguinte maneira:

1. Quando o líquido de arrefecimento estiver quente, abrir a válvula de drenagem do


radiador e a válvula de drenagem do bloco. Fechar as válvulas de drenagem após o
sistema estar vazio.

2. Usar um líquido de limpeza de radiador de boa qualidade e encher o sistema com


água limpa. Seguir as instruções que acompanham o limpador de radiador.

3. Remover a solução do limpador de radiador. Lavar o sistema com água limpa.

IMPORTANTE: nunca colocar líquido de arrefecimento em um motor quente porque a


diferença de temperatura entre o metal e o líquido de arrefecimento pode provocar trincas.

RD02E207 RD02E218

325
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Enchimento do Sistema de Arrefecimento


Toda vez que o radiador for drenado ou se o nível de líquido de arrefecimento no tanque
de desaeração estiver abaixo do visor do tanque de desaeração, o seguinte procedimento
deve ser usado para colocar líquido de arrefecimento no tanque de desaeração e no
radiador:

IMPORTANTE: NUNCA COLOCAR LÍQUIDO DE ARREFECIMENTO EM UM MOTOR


QUENTE: O BLOCO DO MOTOR OU OS CABEÇOTES DOS CILINDROS PODEM
TRINCAR DEVIDO À DIFERENÇA DE TEMPERATURA ENTRE O METAL E O LÍQUIDO
DE ARREFECIMENTO.

Antes de encher o sistema de


arrefecimento, verificar se todos os
drenos estão fechados.
1
1. Encher o sistema de arrefecimento
com a solução de arrefecimento
especificada neste manual. 2
2. Remover a tampa do tanque de
desaeração (1). Encher o tanque de
desaeração e o radiador lentamente
(o que permite que o ar escape).
Encher o tanque de desaeração até a
parte superior do visor (2). RD03J102
6. Dar a partida no motor e aumentar a
3. Verificar as mangueiras, o radiador, temperatura do líquido de
a bomba e o coletor de água. arrefecimento até a temperatura
normal de funcionamento.
4. Instalar a tampa do tanque de
desaeração (1). 7. Parar o motor e deixar o líquido de
arrefecimento esfriar.
5. Ligar o motor e operar em marcha
lenta baixa por um minuto. Encher 8. Ter certeza de de ver fluido no visor do
novamente o tanque de desaeração tanque de desaeração (2). Se
até a parte superior do visor (2). necessário, adicionar solução
arrefecedora no tanque de desaeração
para encher até o visor (2).

Radiador de Ar de Admissão
Esta Colheitadeira é equipada com radiador de ar de admissão para aumentar a potência
(ar mais denso) e melhorar as emissões. O ar de entrada do motor nesse radiador, tubos e
mangueiras é pressurizado para elevar a pressão. É muito importante que todas as
mangueiras, juntas e juntas de anel O nesse sistema sejam à prova de vazamento. Caso
contrário, a potência do motor será reduzida.

326
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL
O sistema de combustível da Colheitadeira possui um tanque de combustível de 690 litros
(180 U.S. Gallon), filtro separador de água, filtros de combustível e peças de injeção de
combustível. Para impedir que sujeira e água atinjam as peças de injeção, o que causará
danos e diminuirá o desempenho, usar combustível limpo, drenar o filtro separador de
água em intervalos regulares e fazer a manutenção dos filtros de combustível.

PARA A PROTEÇÃO DO SEU SISTEMA DE COMBUSTÍVEL - OBTER COMBUSTÍVEL


LIMPO E MANTER O COMBUSTÍVEL LIMPO.

Especificações de Combustível Diesel


Usar o combustível Diesel nº 2 no seu motor. Não usar outros tipos ou graus de
combustível. O uso de outros combustíveis resultará em perda de potência do motor e alto
consumo de combustível.

OBSERVAÇÃO: quando a temperatura estiver muito baixa, o uso de uma mistura de


combustível diesel nº 1 e nº 2 é permitido durante um breve período. Consultar o
fornecedor de combustível quanto aos requisitos do combustível no inverno na sua área.

Condicionador de Combustível
O Condicionador de Combustível Diesel está disponível no seu representante de serviço.
As instruções de uso do condicionador de combustível estão na embalagem.

O uso do Condicionador de combustível diesel permitirá:

1. Limpar os injetores de combustível, válvulas e coletores para aumentar a vida em


serviço.

2. Desfazer depósitos de goma insolúveis que podem se formar no sistema de


combustível.

3. Separar a umidade do combustível.

4. Estabilizar o combustível na armazenagem.

327
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Substituição do Filtro Separador de Água


Fechar a válvula de corte do tanque de combustível (1). Remover o filtro separador de
água (2) com uma chave do de filtro tipo braçadeira. Lubrificar a nova junta do filtro com
uma pequena quantidade de óleo limpo ou graxa. Instalar o filtro. Abrir a válvula de corte
do tanque de combustível. Para remover ar do sistema, consultar Remoção de Ar neste
manual.

IMPORTANTE: girar o filtro no sentido


horário até a junta do filtro encostar na
cabeça do filtro. Apertar com a mão 1/
2 volta. Para obter a vedação correta,
soltar o filtro e apertar novamente 1/2
a 3/4 de volta após a junta encostar na
cabeça do filtro. Quando o filtro estiver 1
muito apertado, poderão ocorrer
danos na junta e no filtro. 2

RD05D065

328
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Substituição do Filtro de Combustível


PASSO 1 PASSO 7
Girar a válvula de corte de combustível no Encher o tanque de combustível e extrair
sentido horário para parar o combustível. o ar do sistema de combustível.

PASSO 2 OBSERVAÇÃO: se o motor não tiver


potência com uma carga completa
Limpar o filtro e a área do motor próxima após a remoção de ar do sistema,
ao filtro. consultar o seu concessionário.
PASSO 3
Filtro do Respiro do
Tanque de Combustível

RD05D072
Girar o filtro no sentido anti-horário para
removê-lo. Usar uma chave de
braçadeira se necessário.
PASSO 4 RD05D077

Remover e descartar a junta do 1. Soltar a braçadeira que prende o filtro


adaptador. Instalar uma nova junta no no lugar.
adaptador. 2. Remover a linha de respiro.
PASSO 5 3. Prender novamente a braçadeira no
Aplicar óleo limpo ou graxa na junta dos filtro e instalar a linha de respiro.
novos filtros.
OBSERVAÇÃO: o filtro deverá ser
OBSERVAÇÃO: não encher os novos substituído se for observado vácuo no
filtros com combustível antes da tanque. Um som de assobio quando a
instalação. tampa de combustível estiver dizendo
removida é indicação de que o filtro
PASSO 6
Instalar o novo filtro. do respiro do tanque de combustível
está entupido.
IMPORTANTE: girar o filtro no sentido
horário até a junta encostar na cabeça
do filtro. Apertar com a mão 1/2 volta.
Para obter a vedação correta, soltar o
filtro e apertar novamente 1/2 a 3/4 de
volta após a junta encostar na cabeça
do filtro. Quando o filtro estiver muito
apertado, poderão ocorrer danos na
junta e no filtro.

329
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Remoção de Ar do Sistema de Combustível


O ar deve ser removido da sistema de combustível. O ar pode entrar no sistema de
combustível nas seguintes condições:
1. O tanque de combustível está sem combustível.
2. Peças do sistema de combustível foram removidas para manutenção ou reparos.
3. A Colheitadeira está fora de uso há muito tempo.
OBSERVAÇÃO: se a Colheitadeira estiver sem combustível é possível colocar
combustível no tanque e ligar o motor sem executar o procedimento de remoção de ar.
No entanto, uma pequena quantidade de ar poderá entrar nos filtros e na bomba de
injeção. Ar no sistema causará perda de potência e o motor engasgará quando uma
carga for aplicada.

ADVERTÊNCIA: nunca reabastecer a máquina quando o motor estiver quente


! ou em funcionamento. Nunca fumar ao reabastecer. M139C

1. Certificar-se de que existe combustível


no tanque de combustível.

2. Encher o filtro separador de água (1)


com combustível.

3. Ligar a chave e aguardar 1


aproximadamente 35 segundos para o
combustível do sistema escorvar.
Girar a chave de i gnição para a
posição OFF .
4. Repetir a etapa 3 mais duas vezes RD05D063
(total de 3 ciclos).

RD05D072

330
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

5. Ligar o motor.

OBSERVAÇÃO: se o motor não ligar,


repetir as etapas 3 e 4.

OBSERVAÇÃO: uma redução no


desempenho do motor poderá ocorrer se o
sistema de fornecimento de combustível
não for sangrado corretamente.

RD05D0631

331
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

SISTEMA DE ADMISSÃO DE AR
Indicador de Restrição do Filtro de Ar
Quanto o Indicador de Restrição do Filtro
de Ar estiver ON (Ligado) e o alarme
sonoro estiver ON, o elemento do filtro
de ar primário precisa de manutenção. O
indicador é ligado por um interruptor de
restrição de ar. Esse interruptor é ativado
em uma restrição de ar de 6,20 kPa (25
inches) de água. Consultar Manutenção
do Filtro de Ar para obter mais
informações.
RH97H011

Filtro de Ar
A Colheitadeira é equipada com um
sistema de filtro de ar de dois estágios
que consiste em um filtro primário (1) 1
(externo) e um filtro secundário (2)
(interno).

O filtro primário é um filtro de alta


capacidade projetado para fornecer
proteção ideal ao motor. O filtro primário
pode ser limpo ou lavado conforme
necessário entre as trocas de filtro
(consultar Manutenção do Filtro de Ar
para obter mais informações). RD02E151

O filtro secundário (interno) fornece


proteção extra ao motor se ocorrer um
dano no filtro primário. O filtro 2
secundário não pode ser limpo ou
lavado. Substituir o filtro se o filtro
apresentar danos ou estiver sujo. Esse
filtro poderá parecer limpo, mas estar
realmente bastante sujo. Ele recolhe
partículas de sujeira bem pequenas que
podem não ser visíveis a olho nu.
RD02E152

332
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Inspeção
Para evitar a entrada de sujeira no motor, é absolutamente essencial realizar inspeção
com freqüência das conexões de borracha flexível entre o limpador de ar e o coletor de
entrada. |As mangueiras ou conexões flexíveis devem ser substituídas antes de deteriorar.
Para eliminar qualquer tensão indevida nas conexões, verificar se os tubos estão
alinhados. Conferir se todas as juntas entre o limpador de ar e o coletor de entrada estão
apertadas; isso inclui conexões de mangueira, juntas de coletor e junta.

Todas as juntas devem estar em boa condição e todas as braçadeiras apertadas.

A manutenção e o cuidado do sistema de limpeza de ar, que inclui os elementos do filtro, é


responsabilidade do proprietário.

Remoção e Manutenção do Filtro de Ar


PASSO 1 PASSO 2

RD02E150 RD02E151

Soltar os quatro grampos na tampa do Remover o filtro primário do alojamento.


limpador de ar e removê-la do Não deixar cair sujeira no elemento do
alojamento do limpador de ar. filtro secundário.

333
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

PASSO 3 PASSO 5

RD02E152 RK99G165

Remover e descartar o elemento do filtro Se a maior parte da sujeira for seca,


secundário do alojamento do limpador de limpar o elemento com ar comprimido
ar. (Tomar o cuidado de locar uma
proteção no rosto ao usar o ar
OBSERVAÇÃO: não remover o comprimido). Manter o bico de ar a
elemento secundário (interno) a aproximadamente 127 mm (5 inches) do
menos que o elemento secundário elemento e movimentar o bico para cima
deva ser substituído. e para baixo enquanto gira o elemento.

Limpeza do Filtro de Ar IMPORTANTE: a pressão do bico não


deve exceder 241 kPa (35 PSI).
Primário
PASSO 4 OBSERVAÇÃO: não usar o método
de ar comprimido para a limpeza do
elemento se a sujeira contiver óleo ou
fuligem.

RD02E153
Limpar a parte interna do corpo do
limpador de ar.

334
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Inspeção do Filtro de Ar PASSO 8


Primário

PASSO 6

RD02E151
Instalar o elemento do filtro primário do
limpador de ar.

RK99G164
OBSERVAÇÃO: aplicar uma fina
Para verificar se existem danos ou furos camada de talco talco na área de
no elemento de limpeza, colocar uma vedação do elemento antes da
lâmpada dentro do elemento e girar a instalação. NUNCA usar um
lâmpada. Verificar visualmente se há lubrificante com base de petróleo na
danos na junta de borracha. Verificar se área de vedação. O lubrificante de
há danos na tampa metálica e no petróleo poderia colar a tampa no
material do filtro. Substituir o elemento elemento de vedação e danificar o
que estiver danificado. elemento.

Instalação do Filtro de Ar PASSO 9

PASSO 7

RD02E150
Instalar a tampa do limpador de ar no
alojamento do limpador de ar e prender
RD02E152
os quatro grampos de fixação no
Não limpar o elemento. Instalar um novo
alojamento.
elemento secundário se o elemento
primário precisar ser substituído.

335
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

TRANSMISSÃO

Nível do Óleo da Transmissão

1
2

A24378 A24403

Para verificar o nível do fluido da transmissão, colocar a Colheitadeira em um terreno


nivelado. Remover o bujão de enchimento (1) e verificar o nível de fluido. Se o nível de
fluido estiver baixo, acrescentar fluido de tipo recomendado através do buraco de
enchimento até o nível do fluido estar nivelado com a parte inferior do buraco. Instalar o
bujão.

IMPORTANTE: para evitar aquecimento excessivo , nunca encher demais a


transmissão. Todo óleo acima da parte inferior do bujão de enchimento deve ser drenado.
Cuidado: o óleo pode estar quente.

Troca do Óleo da Transmissão


Para trocar o fluido da transmissão, colocar a Colheitadeira em um terreno nivelado.
Remover o bujão de drenagem (2) localizado na par te inferior do alojamento da
transmissão. Para obter melhores resultados, drenar o fluido enquanto estiver aquecido.
Instalar o bujão de drenagem. Adicionar o tipo de fluido recomendado através do buraco
de enchimento até o nível de fluido ficar nivelado com a parte inferior do buraco. Aguardar
aproximadamente 5 minutos. Verificar o nível do fluido novamente e completar se
necessário. Instalar o bujão de enchimento.

336
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

REDUTOR FINAL

Verificação e Troca de Fluido


Para verificar o nível do fluido do redutor
final, colocar a Colheitadeira em um
terreno nivelado. Remover o bujão de 2
enchimento e o bujão de nível
localizados na par te dianteira de cada
alojamento do redutor final. Se o nível de
fluido estiver baixo, adicionar o fluido
recomendado para elevar o nível do
fluido até a parte inferior do buraco de
enchimento. Instalar o bujão.

Para trocar o fluido do redutor final,


colocar a Colheitadeira em um terreno 1
nivelado. Remover o bujão de drenagem
(1) localizado na parte inferior do
alojamento de cada redutor final e drenar RD97D009
o fluido. Para obter melhores resultados,
drenar o fluido enquanto estiver
aquecido. Instalar os bujões de
drenagem. Adicionar o fluido
recomendado através do buraco de
enchimento (2) até o nível de fluido ficar
nivelado com a parte inferior do buraco.
Instalar os bujões de enchimento e de
nível.

337
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

RESERVATÓRIO E FILTROS DE ÓLEO HIDRÁULICO

Reservatório de Óleo Hidráulico

2
1

5
5
3
4
RD05D083 RD00E037

1. RESPIRADOR 3. RESERVATÓRIO 4. VISOR DE VIDRO


2. TAMPA DE ENCHIMENTO HIDRÁULICO 5. VÁLVULA DE DRENAGEM

Para verificar o nível do fluido hidráulico,


colocar a Colheitadeira em um terreno
nivelado com a plataforma abaixada. Se
o visor mostrar óleo, o reservatório tem
fluido suficiente. Se for necessário mais
fluido, remover a tampa de enchimento e
acrescentar óleo até o óleo ficar visível
no visor. Para drenar o reservatório, abrir
as válvulas de drenagem nos filtros
hidráulicos.
RI00H088

ADVERTÊNCIA: o vazamento de óleo hidráulico ou combustível diesel sob


pressão pode penetrar na pele e causar infecção ou outras lesões. Para Evitar
Lesões Pessoais: Aliviar toda a pressão antes de desconectar as linhas de fluido
ou realizar serviços no sistema hidráulico. Antes de aplicar pressão, certificar-se
! de que todas as conexões estejam apertadas e os componentes estejam em
boas condições. NUNCA usar as mãos para verificar vazamentos suspeitos sob
pressão. Usar um pedaço de papelão ou madeira para este fim. Se houver lesões
provocadas por vazamento de fluidos, consultar o médico imediatamente. M149C

338
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Filtros de Óleo Hidráulico


A Colheitadeira é equipada com dois (2)
filtros de óleo hidráulico. O filtro
localizado na parte dianteira esquerda da
Colheitadeira está no lado de retorno do
circuito da bomba hidráulica auxiliar. O
filtro localizado na parte traseira
2 2
esquerda da Colheitadeira está no lado
da sucção do sistema de propulsão
hidrostática.

OBSERVAÇÃO: antes de executar


qualquer serviço, remover a chave do 1 3
contato para evitar que alguém ligue o
motor. RD00E037

1. FILTRO DE RETORNO AUXILIAR


2. VÁLVULA DE DRENAGEM
3. FILTRO DE SUCÇÃO DO SISTEMA
DE PROPULSÃO HIDROSTÁTICA

1. Colocar à extremidade da mangueira de drenagem em um recipiente.

2. Drenar o reservatório abrindo as válvulas de drenagem localizadas nos coletores dos


filtros.

3. Usar uma chave de filtro para soltar os dois (2) filtros. Remover os filtros girando no
sentido anti-horário.

4. Fechar as válvulas de drenagem nos coletores dos filtros.

OBSERVAÇÃO: os kits de filtros de serviço incluirão juntas de seção transversal


redonda e quadrada. As juntas de seção transversal redonda são usadas na
Colheitadeira.

339
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

5. Lubrificar as novas juntas dos filtros


com o fluido CASE IH HY-TRAN®
ULTRA.

6. Instalar a nova junta na parte


superior do filtro de óleo. A junta
deve ficar bem encaixada na boca
do filtro. Instalar o filtro na cabeça
girando com as mãos no sentido
horário para obter contrato firme
metal com metal com a cabeça do
filtro. Serão necessárias até três
voltas adicionais após o contato
inicial. RD00H054

7. Acrescentar 38 litros (10 U.S.


Gallons) de CASE IH HY-TRAN®
ULTRA no reservatório.

Inspecionar o nível de fluido no reservatório.

Nível de Fluido no Reservatório


Após qualquer serviço que exija drenagem do reservatório hidráulico, o seguinte
procedimento deverá ser seguido:
1. Colocar a alavanca de mudança da transmissão em NEUTRAL e ativar o freio de
estacionamento.
2. Dar partida no motor e ajustar a velocidade do motor para 1800 RPM.
3. Se o sistema de propulsão foi drenado, seguir o procedimento de remoção de ar do
sistema de propulsão.
4. Efetuar o ciclo quatro vezes nos circuitos auxiliares afetados.
5. Desligar o motor. Verificar o nível de fluido no reservatório hidráulico. Acrescentar
fluido se necessário.
6. Verificar a existência de vazamentos no sistema hidráulico.

Após fazer manutenção no sistema hidráulico em que componentes hidráulicos ou linhas


hidráulicas foram substituídos, consultar Remoção de Ar do Sistema de Propulsão neste
manual.

IMPORTANTE: operar a Colheitadeira com os cilindros hidráulicos com carga total ou


em condição de sobrecarga fará com que as válvulas de alívio de pressão abram e elevem
a temperatura do fluido hidráulico acima do normal. Não sobrecarregar o sistema
hidráulico ou o sistema de propulsão hidrostática por mais que 10 segundos.

340
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Respirador Hidráulico
A Colheitadeira é equipada com uma
tampa do respirador e uma tampa
fechada. Limpar o respirador a cada 100
horas de operação.

A tampa do respirador pode ser


enxaguada com solvente à base de nafta
Enxaguar de dentro para fora através dos
buracos de ar com o fluido corrente.

A tampa do respirador também pode ser


colocada de molho e ser secada com ar
de baixa pressão de dentro para fora
através dos furos de ar.
RD05D083
IMPORTANTE: o respirador deverá
estar SECO antes de ser reutilizado.

341
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

REMOÇÃO DE AR DO SISTEMA DE PROPULSÃO


Qualquer manutenção no sistema de
propulsão que tenha removido ou
substituído componentes ou linhas do 2
sistema hidráulico exige a remoção de ar
do sistema. Utilizar os procedimentos a
seguir:

RD97G145

1. CABO DE CONTROLE DE
PROPULSÃO
2. BOMBA HIDROSTÁTICA

Colheitadeiras sem Tração Traseira (PGA)


Bloquear as rodas de direção e acionar o freio de estacionamento para impedir o
movimento da máquina. Manter o fluido do reservatório hidráulico no nível correto. O óleo
deverá estar visível no visor. Para o motor ao adicionar fluido hidráulico.

ADVERTÊNCIA: jamais operar o motor em um prédio fechado. Uma ventilação


! adequada é necessária sob todas as circunstâncias. M142A

ADVERTÊNCIA: operar os controles somente quando estiver sentado no


! assento do operador. M137A

COLHEITADEI MOTOR POSIÇ‹O DO POSIÇ‹O/AÇ‹O INTERVALO


RA RPM C˜MBIO DE DA ALAVANCA DE CONTROLE DE TEMPO
FREIO DE MARCHA DA PROPULS‹O
SERVIÇO DA TRANSMISS‹O
LIBERADO 1800 NEUTRO POSIÇ‹O 2
NEUTRA MINUTOS
LIBERADO 2400 NEUTRO MOVER ALAVANCA 2
1/2 POLEGADA ADIANTE MINUTOS
LIBERADO 2400 NEUTRO MOVER ALAVANCA ó POLEGADA 2
PARA TR˘S MINUTOS
LIBERADO 2400 NEUTRO MOVER LENTAMENTE REPETIR
ALAVANCA TOTALMENTE PARA ADIANTE 3 VEZES
PARA TOTALMENTE ¤ RÉ

342
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Colheitadeiras com Tração Traseira (PGA)


Calçar os pneus para impedir o movimento da máquina. Levantar e bloquear as rodas do
guia de potência de forma que as rodas girem livremente. Manter o fluido do reservatório
hidráulico no nível correto. O óleo deverá estar visível no visor. Para o motor ao adicionar
fluido hidráulico.
Os rolamentos de cada motor de roda são lubrificados pelo óleo hidráulico na caixa do
motor de forma que nenhuma manutenção é exigida para nenhum dos rolamentos.
FREIO MOTOR POSIÇ‹O DO POSIÇ‹O/AÇ‹O POSIÇ‹O DO INTERVALO
DE SERVIÇO RPM C˜MBIO DE DA ALAVANCA DE CONTROLE INTERRUPTOR DA RODA DE TEMPO
DA MARCHA DA PROPULS‹O DO GUIA DE POT¯NCIA
COLHEITADEIRA DA TRANSMISS‹O

LIBERADO 1800 NEUTRO POSIÇ‹O LIGADO 3 MINUTOS


NEUTRA

LIBERADO 2400 NEUTRO MOVER ALAVANCA 1/2 DESLIGADO 2 MINUTOS


POLEGADA ADIANTE

LIBERADO 2400 NEUTRO MOVER ALAVANCA DESLIGADO 2 MINUTOS


DE CONTROLE 1/2 POL.
¤ RÉ

LIBERADO 2400 NEUTRO MOVER ALAVANCA LIGADO 30*


CONSULTAR AS DE CONTROLE 1/2 POL. SEGUNDOS
OBSERVAÇ›ES ¤ RÉ M˘XIMO
1E2

APLICADO** 1100 3… MARCHA*** MOVER ALAVANCA LIGADO 15*


CONSULTAR AS DE CONTROLE 1/2 POL. SEGUNDOS
OBSERVAÇ›ES ¤ RÉ M˘XIMO
2E3

APLICADO** 2400 3… MARCHA*** MOVER ALAVANCA LIGADO 4 MINUTOS


DE CONTROLE 1/2 POL.
PARA ADIANTE

APLICADO** 2400 3… MARCHA*** MOVER ALAVANCA LIGADO 4 MINUTOS


DE CONTROLE 1/2 POL.
¤ RÉ

APLICADO** 1800 3… MARCHA*** 1/4 POL. LIGADO 15


PARA ADIANTE SEGUNDOS

APLICADO** 1800 3… MARCHA*** 1/4 POL. LIGADO 15


¤ RÉ SEGUNDOS

* Verificar as rodas do guia quanto à rotação e direção de rotação


** Colheitadeira irá mover se os freios não segurarem.
*** Verificar as rodas do guia quanto à direção de rotação correta.

Observação 1 Continuar se as rodas do guia não girarem ou se as rodas do guia girarem na direção
reversa.
Observação 2 Se as rodas do guia girarem na direção para frente, consultar o seu revendedor para
reparo do sistema hidráulico.
Observação 3 Se as rodas do guia girarem na direção reversa, continuar o procedimento. Se as
rodas do guia girarem na direção para frente, consultar o seu revendedor para reparo do
sistema hidráulico.

343
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

ALOJAMENTO DA TDF

Nível de Óleo da TDF


1
Para verificar o nível de óleo do
alojamento da TDF, colocar a
Colheitadeira em um terreno nivelado.
Verificar o nível de fluido na haste de
nível da TDF (1). Se o nível de fluido
estiver na marca ADD (Acrescentar) ou
abaixo na haste de nível, acrescentar o
fluido recomendado na TDF para elevar o
nível do fluido até a marca FULL (Cheio).
Acrescentar fluido através do tubo de
enchimento.
RD01H114

Drenagem de Óleo da TDF


Existe uma válvula de drenagem (2) para
o óleo da TDF localizada na parte inferior
do conjunto da TDF.

RD01H243

Troca de Óleo da TDF


Para trocar o fluido da TDF, colocar a
Colheitadeira em um terreno nivelado.
Colocar à extremidade da mangueira de
drenagem em um recipiente. Abrir a
válvula de drenagem de fluido (2) da
TDF e drenar o fluido da TDF. Para obter 2
melhores resultados, drenar o fluido
enquanto estiver aquecido.
Fechar a válvula de drenagem e encher o
alojamento da TDF até a marca FULL na
haste de nível com o fluido recomendado.

RD01H243

344
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

CAIXA DE ENGRENAGENS DO ALIMENTADOR E DO


VENTILADOR DE LIMPEZA

Verificar o Nível de Óleo.


Para verificar o nível de óleo da caixa de
engrenagens do alimentador e ventilador
de limpeza, a Colheitadeira deverá estar
em um terreno nivelado. A haste de nível
está localizada na porta de serviço
dianteira direita junto à cabine. Se o nível
de óleo estiver na marca ADD
(Acrescentar) ou abaixo na haste de
nível, acrescentar o óleo recomendado
para elevar o nível até a marca FULL
(Cheio).

RD00E001

Troca de Óleo
Para trocar o óleo, colocar a Colheitadeira em um terreno nivelado. Remover o painel
lateral direito do separador (1). Remover o bujão de drenagem (2) do parafuso do
recipiente (3). Para obter melhores resultados, drenar o óleo quando ainda estiver
aquecido. Instalar o bujão de drenagem (2) no parafuso do recipiente (3) e encher a caixa
de engrenagens através do tubo da haste de nível.

2 3
A24379 RD00H009

345
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

CAIXA DE ENGRENAGENS DO REVERSOR


Para verificar o nível de óleo da caixa de
engrenagens do reversor do alimentador,
a Colheitadeira deverá estar em um
terreno nivelado. Levantar ou abaixar o
alojamento do alimentador até a
superfície plana superior do alojamento
da caixa de engrenagens do reversor do 1
alimentador (a superfície onde está o
bujão de enchimento (2)) ficar nivelado.
O bujão de nível (1) está localizado no
lado inferior esquerdo da caixa de
engrenagens. Remover da caixa de
engrenagens o bujão de nível (1).
RR00J102
Se o nível de fluido estiver baixo,
remover o bujão de enchimento (2) e
acrescentar o fluido recomendado para
elevar o nível do fluido até a parte 2
inferior do buraco do bujão de nível.

RD00F040

Troca de Óleo
Para trocar o óleo, levantar ou abaixar o
alojamento do alimentador até a
superfície plana do alojamento da caixa
de engrenagens do reversor do
alimentador ficar nivelado. Remover o
bujão de drenagem (3). Para obter
melhores resultados, drenar o óleo
quando ainda estiver aquecido. Instalar o
bujão de drenagem (3). Remover o bujão
de enchimento (2) e acrescentar o tipo
de fluido recomendado para elevar o
nível do fluido até a borda inferior do 3
buraco do bujão de nível (1).
RD01H036

346
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

ABAIXAR A CAIXA DE ENGRENAGEM DO


DESCARREGADOR

Verificar Nível de Óleo


Para verificar o nível de óleo da caixa de
engrenagens do descarregador inferior,
a Colheitadeira deverá estar em um
terreno nivelado. O bujão está localizado 1
na parte traseira da caixa de
engrenagens. Remover o bujão do nível
(1) da parte traseira da caixa de
engrenagens . Se o nível de fluido
estiver baixo, acrescentar o fluido
recomendado para elevar o nível do
fluido até a parte inferior do buraco do
bujão de enchimento.
RP95J003

Troca de Óleo
Para trocar o óleo, colocar a
Colheitadeira em um terreno nivelado.
Remover o bujão de drenagem (2)
localizado na parte inferior da caixa de
engrenagens. Para obter melhores 2
resultados, drenar o óleo quando ainda
estiver aquecido. Instalar o bujão de
drenagem e encher a caixa de
engrenagens através do bujão de nível
de óleo no lado dianteiro da caixa de
engrenagens.

A24411

347
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

CAIXA DE ENGRENAGEM DO ROTOR

RD05D069
1. VERIFICAR O NÍVEL DE FLUIDO, 2. ENCHIMENTO
DRENAGEM

Nível de Fluido
Para verificar o nível do fluido, colocar a Colheitadeira em um terreno nivelado. Verificar o
nível de fluido na haste de nível (1). Se o nível de fluido estiver na marca ADD
(Acrescentar) ou abaixo na haste de nível, acrescentar o fluido recomendado para elevar o
nível do fluido até a marca FULL (Cheio). Acrescentar o fluido através do tubo de
enchimento.

Troca de Fluido
Para trocar o fluido, colocar a Colheitadeira em um terreno nivelado. Remover os
parafusos que fixam o tubo da haste de nível. Soltar o tubo da haste de nível e drenar o
fluido da caixa de engrenagens. Instalar o tubo da haste de nível no seu local adequado.
Encher a caixa de engrenagens até a marca FULL na haste de nível com o fluido
recomendado.

348
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

PICADOR DE PALHA (Se Equipado)

RD05F097 RD02E198
1. BUJÃO DE 2. BUJÃO DE 3. DRENAGEM DA CAIXA
NÍVEL ENCHIMENTO DE ENGRENAGEM

Nível de Fluido da Caixa de Engrenagens


Para verificar o nível de óleo da caixa de engrenagens do picador, colocar a Colheitadeira
em um terreno nivelado. Remover o bujão de nível (1) da lateral da caixa de engrenagens.
Se o nível de fluido estiver baixo, remover o bujão de enchimento (2) e acrescentar o tipo
de fluido recomendado para elevar o nível do fluido até a parte inferior do bujão de nível.

Troca de Fluido da Caixa de Engrenagens


Para trocar o fluido, colocar a Colheitadeira em um terreno nivelado. Remover o bujão de
drenagem (3) localizado no lado da polia inferior da caixa de engrenagens. Instalar o bujão
de drenagem (3). Acrescentar o tipo de fluido recomendado através do bujão de
enchimento (2) na parte superior da caixa de engrenagens para elevar o nível do fluido até
a parte inferior do buraco do bujão de nível (1).

349
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

LUBRIFICAÇÃO DO ROLAMENTO DO VOLANTE DE


DIREÇÃO
Intervalo de Lubrificação ...........................................................................Uma Vez por Ano

622L8
1. Colocar a alavanca de mudança da transmissão em NEUTRAL e ativar o freio de
estacionamento. Levantar a extremidade traseira da Colheitadeira até os volantes de
direção ficarem acima do solo. Colocar um suporte sob o eixo de direção. Remover o
volante.
2. Remover a tampa do cubo, o contrapino, a porca de ajuste com fenda e a arruela de
encosto.
3. Remover o cone do rolamento externo e puxar o cubo da roda para fora do eixo. As
capas do rolamento, o cone, o anel de desgaste de vedação de óleo e a vedação
estão no cubo da roda.
4. Remover a vedação, o anel de desgaste da vedação e o cone do rolamento interno
para fora do cubo.
5. Verificar as capas do rolamento, o cone e a vedação. Substituir os rolamentos ou
vedações que apresentar desgaste ou estiverem danificados. Limpar os rolamentos,
a parte interna do cubo e o eixo.
6. Encher os cone do rolamento com graxa CASE IH 251H EP. Encher o cubo com
graxa. Instalar a vedação do cubo no eixo com a face metálica virada para o cone do
rolamento interno. Instalar o cone do rolamento interno e o anel de desgaste da
vedação de óleo no cubo.
7. Instalar o cone externo no cubo. Instalar o conjunto do cubo no eixo.
8. Instalar a arruela de encosto e a porca de ajuste com fenda. Aplicar cuidadosamente
na porca do torque de 27,12 Nm (20 pound foot), girar o cubo da roda e aplicar novo
torque de 27,12 Nm (20 pound foot). Soltar a porca até a fenda seguinte da porca
alinhar com o furo no eixo. Verificar se existe movimento lateral do cubo. Se houver,
apertar a porca até não haver movimento lateral.
9. Manter a porca de ajuste com fenda na posição com um novo contrapino. Encher a
capa do cubo com graxa e instalar a capa do cubo. Instalar a roda e abaixar a
Colheitadeira.

350
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

CABINE DO OPERADOR

Filtro de Ar de
Recirculação
O filtro de ar de recirculação da cabine
está localizado atrás do assento do
operador.
Limpar o filtro conforme exigido pelas
condições operacionais ou uma vez por
ano. Utilizar sabão neutro e água.
Enxaguar com água limpa e retirar o
excesso. A24302

Reinstalar o filtro.
OBSERVAÇÃO: verificar se a área atrás do assento não está sendo usada para
armazenamento. Se o filtro estiver bloqueado isso irá degradar o desempenho do ar
condicionado.

351
8 - LUBRIFICAÇÃO/FILTROS/FLUIDOS

Filtro de Ar Externo
O filtro de ar externo deve ser limpo
conforme exigido pelas condições
operacionais para assegurar um fluxo
completo de ar fresco.

Condições de alta umidade e poeira em


extremo exigem a limpeza mais
freqüente do filtro. Limpar o filtro a cada
200 horas.

RD00H039

O filtro está localizado atrás da porta de serviço direita, à direita da cabine do operador.
Está coberto por uma proteção metálica.

Qualquer destes dois métodos pode ser utilizado na limpeza do filtro:

Ar Comprimido: Direcionar o ar comprimido a uma pressão máxima de 241 kPa (35 PSI),
através do filtro. Ao aplicar ar comprimido sempre usar uma proteção no rosto.

Lavagem com Água: O filtro também pode ser lavado, mergulhando-o em água e um
detergente neutro. Enxaguar com água até limpar. A pressão da água não deve exceder
241 kPa (35 PSI).

ADVERTÊNCIA: os filtros de ar da cabine removem a sujeira do ar, mas não


são capazes de remover os produtos químicos utilizados na pulverização de
culturas e no controle de ervas daninhas. Muitos produtos químicos usados para
essas finalidades são tóxicos quando utilizados inadequadamente e podem ser
! perigosos para os operadores e outras pessoas na área. Seguir as instruções dos
fabricantes dos equipamentos e dos produtos químicos a respeito das proibições
contra inalação de poeira ou névoa, práticas de higiene pessoal e outras
precauções observadas pelos fabricantes. M108A

352
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PREVENÇÃO DE INCÊNDIO - ÁREA DO MOTOR


Verificar no compartimento do motor, a cada 10 horas, se há materiais de cultura com
risco de incêndio.

Manter as áreas do motor, do coletor de escape e do turbocompressor limpas. Remover


todo o acúmulo de lixo, óleo e poeira de dentro do compartimento do motor.

Devido à natureza inflamável dos materiais de cultura encontrados pelas Colheitadeiras,


os riscos de incêndio são altos. Esse risco pode ser minimizado com a remoção
freqüente de material de cultura acumulado da máquina. No caso de vazamento de óleo,
reapertar parafusos ou substituir juntas se necessário.

Prevenção de Incêndio - Todas as Áreas


Limpar todas as áreas de acúmulo de detritos diariamente. Isto inclui, mas não está
limitado a:
● Ventilador de Limpeza e Transmissão
● Engrenagens de Acionamento do Distribuidor de Palha
● Motor e Acionamento do Reversor do Alimentador
● Acionamento do Rotor e Acionamento da TDF
● Bandeja da Bateria
● Acionamentos do Alimentador

O Acúmulo de Detritos Ainda é a Principal causa de incêndios em Colheitadeiras. A


limpeza diária reduzirá os riscos de incêndio.

353
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DO VENTILADOR DO MOTOR E DO ALTERNADOR


Remoção e Instalação da Correia

PASSO 1 PASSO 3

RD05D070 RD02F020
Afrouxar a correia do compressor do ar Remover a correia do ventilador operando-
condicionado e remover da polia do a entre as lâminas do ventilador. Se
compressor. (Consultar remoção da encontrar dificuldade, o ventilador pode
correia do Ar Condicionado). ser removido com a retirada dos quatro
parafusos de fixação.
PASSO 2 PASSO 4
Instalar frouxamente a nova correia do
ventilador e, se foi removido, reinstalar o
mesmo. Utilizar uma chave de catraca de
1,27 cm (1/2 inch) de acionamento
quadrado para levantar a polia do tensor
da correia e instalar a correia do
ventilador.
Dica de Serviço: Se tiver dificuldade na
instalação (a correia parece muito curta),
posicionar a correia primeiro sobre as
polias sulcadas e então, enquanto
segura o tensor para cima, deslizar a
correia sobre a polia da bomba d'água.
PASSO 5
Instalar e ajustar a correia do compressor
do ar condicionado. (Consultar
RH99K057 Instalação e ajuste da correia do ar
Utilizar uma chave de catraca de 1,27 cm condicionado).
(1/2 inch) de acionamento quadrado para
levantar a polia do tensor da correia e
remover a correia do ventilador.

354
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DO COMPRESSOR DO AR CONDICIONADO


Remoção, Instalação e Ajuste da Correia
PASSO 1
Afrouxar os parafusos de ajuste (1) e o
parafuso pivô do compressor. Empurrar o
compressor para baixo para afrouxar a
correia. Remover a correia da polia do
compressor.
1

2
PASSO 2 RD05D070

Remover os quatro parafusos e remover


o ventilador para retirar a correia do
compressor do ar condicionado.
PASSO 3
Remover a correia de acionamento do
compressor (2). Instalar uma nova
correia de acionamento.
PASSO 4
Instalar o ventilador usando os quatro
parafusos de fixação.
PASSO 5
Empurrar o compressor para cima até
RD02F020
que a tensão correta da correia seja
atingida (Consultar o Passo 6). Apertar
os parafusos de ajuste e o parafuso pivô.
PASSO 6
Medir a tensão correta da correia do
compressor utilizando um manômetro de
tensão de correia. A tensão de uma
correia nova deve ser de 423 a 512 N (43
a 52 kg / 95 a 115 lb). Decorridos dez
minutos do tempo de amaciamento da
correia, ajustar a tensão para 400 a 529
N (41 a 54 kg / 90 a 119 lb). (Ajustar
conforme necessário).

355
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO ROTOR


Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 3

1
3

A24293 RD97G162
Mudar a caixa de engrenagens (3) para
a posição neutra.
PASSO 4

5
2 4

RD05D069
Ligar o motor. Mover o interruptor de
acionamento do separador (1) para ON
(Ligado). Empurrar o interruptor do rotor
RD05D076
para a posição de velocidade alta. Isto Remover as proteções e blindagens (5)
moverá a correia (2) para a borda da correia de acionamento do separador
externa da polia de acionamento e (4). Consultar correia de acionamento
forçará a polia acionada à parte. do separador nesta seção.
PASSO 2
Desligar o motor. Remover a chave de
partida.

ADVERTÊNCIA: NÃO desmontar a unidade do sensor de torque. Serão


necessárias ferramentas especiais para evitar que a unidade do sensor de
! torque se desmonte sob tensão e cause lesões corporais. Consultar o seu
concessionário. M190A

356
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 5 PASSO 6

6 7 7

RD02F022 RD05D069
Montar a placa do compressor na
unidade do sensor de torque com o
rebaixo da placa contra a extremidade 7
do came. Apertar as porcas da placa do 7
compressor uniformemente para
remover todas as folgas. Isto manterá a
polia acionada entreaberta (6). Girar a
chave para a posição ON (Ligado), mas
NÃO dar partida no motor. Empurrar o
interruptor do rotor para a posição de
velocidade baixa. Isto moverá a polia de
acionamento à parte. Remover a chave
de partida.
7 7

87301398
Afrouxar os cinco parafusos de fixação
(7) da caixa de mudança de três
velocidades.

357
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7 PASSO 9

RD05D068 T89912
Afrouxar as porcas de ajuste da caixa Afrouxar os parafusos de ajuste e
de mudança. Mover a caixa de mudança deslizar o suporte de montagem para
para a direita até o fim. baixo. Remover a corrente de ajuste da
velocidade do rotor (8) das rodas
PASSO 8 dentadas.
PASSO 10

10

9
T89910
Remover o prisioneiro de batente
variável. T89919
Desconectar o chicote elétrico (9).
Remover os quatro parafusos de fixação
e separar a junta universal do
acoplamento de acionamento. Mover o
eixo de acionamento para a direita na
sede (10).

358
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 11 PASSO 12

RD05F093
Girar a polia de acionamento do rotor RD05F094
com a mão. Ao mesmo tempo, rolar a Remover a correia de acionamento do
correia por cima e para fora na metade rotor através da abertura entre o
dianteira da polia de acionamento. Rolar acoplamento de acionamento e o
a correia por cima e para fora na parte suporte de montagem do motor.
traseira da polia acionada. Mover a
correia em volta da unidade do sensor
de torque. Mover a caixa de mudança
para a esquerda e deslocar a correia
entre as polias.

359
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação da Correia
PASSO 13 PASSO 14
11
12

RD05F095
Instalar uma nova correia, seguindo o
procedimento acima na ordem inversa.
Fechar a semipolia acionada traseira
apertando as porcas da placa do
compressor. Certificar-se de que os
parafusos não estejam frouxos. Remover
870L92
a placa do compressor e parafusos.
UNIDADE DO SENSOR DE TORQUE Rodar as polias com a mão para a
11. RODA correia se ajustar na ranhura da polia.
12. ESPAÇADOR Instalar a correia de acionamento do
separador.
Verificar na unidade do sensor de torque
se há material estranho entre as
semipolias e limpar se necessário. O
material estranho retardará a semipolia
ajustável, resultando no deslizamento da
correia do rotor.

360
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Ajuste da Correia
PASSO 15 PASSO 16

13

T93313.75 RD05F096
Verificar a posição da polia de
acionamento variável. A polia de
acionamento deve estar na posição
A
aberta (13). Ligar o motor e colocar o
interruptor de acionamento do
separador em ON (Ligado). Usar o
interruptor de controle da velocidade do
rotor para ajustar este à velocidade mais
baixa. Colocar o interruptor de
acionamento do separador em OFF
(Desligado) e parar o motor. Remover a
398L92
chave de partida. Medir a distância (A) de um lado a outro
do exterior das polias acionadas. A
distância correta é 80,6 mm (3.17 inch).
Para alterar a distância, mude a caixa de
engrenagens do rotor para neutro
(Passo 3).

OBSERVAÇÃO: o reajuste será


necessário, à medida que a
correia for esticando e se
desgastando, quando a distância
medir 72 mm (2-27/32 inches) ou
menos.

361
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Afrouxar os parafusos de fixação da


PASSO 17
caixa de engrenagens (Passo 6). Mover
a caixa de engrenagens para a
esquerda usando o pino de
acoplamento. Ao mesmo tempo, girar as
polias com a mão até que a distância de
um lado a outro do exterior das polias
acionadas seja de 80,6 mm (3.17 in.).
Apertar os parafusos de fixação da
caixa de engrenagens. Os parafusos de
3/4 in. devem ser apertados do lado da
cabeça dos parafusos com 407 Nm (300
lb-ft). Apertar a porca interna do pino de
acoplamento.
RD05D068 Mudar a caixa de engrenagens do rotor
para a faixa de engrenagens correta.
Verificar as posições do interruptor do
limite do eixo secundário. Ajustar
conforme necessário. Consultar Ajuste
do Interruptor do Limite do Eixo
Secundário.

362
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO SEPARADOR

1
5

4
RH01J029
1. PROTEÇÃO DA POLIA 3. PROTEÇÃO DA 5. GUIA DA CORREIA
DE ACIONAMENTO POLIA ACIONADA
2. SUPORTE DA CORREIA 4. GUIA DA CORREIA
SUPERIOR INTERMEDIÁRIA

363
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

REMOÇÃO DA CORREIA
PASSO 1 PASSO 4

1
2
RD05D076 RD01H116

Remover a proteção (1) da polia Remover o contrapino e o pino de


fixação do tubo de extensão do cilindro.
acionada e o suporte da correia
superior (2). PASSO 5
PASSO 2

RD01H116
RD01H125
Remover a proteção da polia de Remover a correia começando pela
acionamento polia acionada primeiro.
PASSO 3
PASSO 6
Para instalar a correia, executar os
Passos 1 a 5 ao contrário.

OBSERVAÇÃO: Instalar a Guia da


Correia Acionada, se tiver sido
removida. Manter uma folga de 4 a 6
mm entre o lado externo da correia e o
lado interno da haste.

RD01H124
Remover as guias de correia.

364
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7
2
4

3
A
215L7

RI01J012

1. ARMADILHA DA POLIA DE 3. HASTE DO SUPORTE DA CORREIA DO


ACIONAMENTO SEPARADOR
2. POLIA DE ACIONAMENTO DO
SEPARADOR

Ajustar a proteção da polia de Ajustar a haste da guia da correia do


acionamento, de modo que haja uma separador (4) de modo que a folga seja
folga de 3 a 6 mm (1/8 in.) entre a de 4 a 6 mm (3/16 a 1/4 in.) da traseira da
proteção e a polia de acionamento (A). correia na posição da correia
desengatada.
Ajustar a haste do suporte da correia do
separador (3) de modo que a correia seja Ajustar a haste de levantamento da
apoiada e levantada de 2 a 4 mm (1/16 a correia do separador (5) de modo que ela
1/8 in.) da entrada da armadilha da polia levante a correia do separador de 3 a 6
acionada na posição da correia mm da polia intermediária na posição da
desengatada. correia desengatada.

365
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Ajuste da Correia
PASSO 8 PASSO 10

3 1

6
2
218L7 T87664
O ajuste inicial da haste de ajuste da Olhar através do indicador da janela (5)
correia de acionamento deve ser de 65 a para ver a posição do bloco (6).
70 mm (1) da estaca do cilindro inferior (2)
ao esquadro da janela do indicador (3). OBSERVAÇÃO: Recomenda-se que
PASSO 9 as correias novas sejam ajustadas
conforme exibido no diagrama A.
Janela cheia mais duas voltas na
porca (1). As novas correias devem
ser verificadas e ajustadas a cada 10
horas nas primeiras 50 horas de
operação para permitir a tensão inicial
da correia. Recomenda-se que a
tensão da correia seja mantida entre a
4 janela cheia e a meia abertura da
janela. (Diagrama A e B).

A24293
Ligar o motor e colocar o interruptor do
separador (1) em ON (Ligado).

366
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

DIAGRAMA A
3
1 2
4

AJUSTE CORRETO OU INICIAL. BORDA DA ABERTURA DA JANELA


É NIVELADA COM A BORDA DO BLOCO
O ESPAÇADOR DEVERÁ GIRAR LIVREMENTE APÓS O AJUSTE
INICIAL
218L7

DIAGRAMA B
3

AJUSTE CORRETO EXIBIDO.


MEIA ABERTURA DA JANELA
217L7

DIAGRAMA C
5

AJUSTE INCORRETO. AJUSTE PARA A


CONDIÇÃO A OU B.
216L7

1. PORCA SUPERIOR 3. ABERTURA DA JANELA 5. ABERTURA DA JANELA


2. BLOCO 4. PORCA INFERIOR (FECHADA)

Se for necessário ajustar, fazer o seguinte:


1. Colocar o interruptor do separador em OFF (Desligado).
2. Parar o motor e retirar a chave.
3. Afrouxar a porca inferior da haste de ajuste 13 mm (1/2 in.).
4. Apertar a porca superior 13 mm (1/2 in.).
5. Reajustar as guias da correia a partir do Passo 7.
6. Repetir os Passos 9 e 10 da página anterior e todos os procedimentos até
que o ajuste esteja correto.

367
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO AUXILIAR DA BOMBA

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 4
Remover a correia de acionamento do
descarregador do tanque graneleiro da
polia de acionamento do descarregador. 4
PASSO 2

A24479
Afrouxar as porcas (1) no regulador de
tensão da correia de acionamento no
563L92
eixo secundário da bomba hidráulica
Remover os três parafusos de
auxiliar.
montagem (3) que prendem a polia de
PASSO 3 acionamento da bomba (4) ao eixo da
TDF.

A24479
Remover a correia de acionamento do
eixo secundário da bomba hidráulica
auxiliar (2) da polia acionada do eixo
secundário.

368
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 5
Mover a polia de acionamento da bomba
7 8 (5) para fora do eixo de acionamento da
bomba hidrostática (6).

Remover a correia (7) entre a polia de


acionamento da bomba (5) e o eixo da
TDF (8).

6
5

562L92

INSTALAÇÃO E AJUSTE DA CORREIA


PASSO 6
4

2 3

565L92
1. MOLA DE TENSÃO
2. TUBO 562L92
3. PORCA 562L92
Instalar a correia (4) entre a polia de
acionamento da bomba e o eixo da TDF.

Mover a polia de acionamento da bomba


para dentro no eixo de acionamento da
bomba hidrostática.

369
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7 PASSO 9

A24479

563L92
Instalar e apertar os três parafusos de
montagem (5) que prendem a polia de
acionamento da bomba ao eixo da TDF. 9
PASSO 8

8
6
566L92
Apertar as porcas de ajuste (7) na polia
do tensor da correia de acionamento
auxiliar até a mola de tensão (8) ser do
mesmo comprimento do tubo (9) em
volta da mola de tensão. Depois, apertar
a porca com mais uma volta. Ajustar a
tensão sempre que o tubo estiver livre
A24479 para girar.
Instalar a correia do eixo secundário da
bomba auxiliar (6) na polia acionada da PASSO 10
bomba.
Instalar a correia do descarregador do
tanque graneleiro na polia de
acionamento do descarregador.

370
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO DESCARREGADOR DO


TANQUE GRANELEIRO

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 3

A24472 A24477
Remover a proteção. Remover a base de suporte do coletor da
correia do descarregador do suporte de
PASSO 2 montagem da bomba hidráulica.
PASSO 4

T92003
Remover a guia da correia superior da
correia do descarregador. T92009
Remover a guia da correia do
descarregador inferior da Colheitadeira.

371
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 5 PASSO 7

A24386 A2440.45
Afrouxar a roda dentada de tensão da Remover os parafusos de montagem nos
corrente para a corrente de acionamento flanges do rolamento do eixo secundário
do descarregador. do descarregador atrás da polia de
PASSO 6 acionamento do descarregador.
PASSO 8

A14005
Afrouxar os parafusos de ajuste na polia
A14005
de acionamento do descarregador. Remover os parafusos do flange do
Afastar a polia da Colheitadeira. rolamento no eixo secundário do
descarregador na roda dentada.

372
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 9 PASSO 10

A2438.45 A2437.45
Afastar o conjunto do eixo secundário da Remover uma extremidade da correia de
Colheitadeira. acionamento do descarregador entre o
eixo secundário e a estrutura da
colheitadeira. Remover a outra
extremidade da correia da polia na bomba
hidráulica.

Instalação e Ajuste da Correia


PASSO 11 PASSO 12

A2437.45 A2438.45
Instalar uma extremidade da correia de Colocar o conjunto do eixo secundário em
acionamento do descarregador entre a sua posição na estrutura do suporte e da
estrutura da colheitadeira e o eixo Colheitadeira.
secundário. Instalar a outra extremidade
da correia sobre a polia na bomba.

373
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 13 PASSO 14

A14005 A4502
Deslocar a polia de acionamento do
descarregador para a colheitadeira.
Posicionar a superfície externa da polia
403 mm (15-7/8 in.) do centro da roda
dentada e apertar os parafusos de ajuste.
PASSO 15

A2440.45
Instalar os flanges dos rolamentos na
estrutura do suporte e da Colheitadeira.

A24386
Movimentar a roda dentada de ajuste da
tensão contra a corrente.

374
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 16 PASSO 18

A24388 T92032.45
Ajustar a roda dentada de tensão de
forma que a deflexão da corrente, quando
medida no centro do fio inferior, seja de
25,4 mm (1 inch).
PASSO 17

231L8
Medir a lacuna entre a guia da correia do
descarregador e a polia acionada do eixo
secundário do descarregador. Ajustar a
guia da correia do descarregador para
que a lacuna tenha a medida de 2,3 a 5,3
mm (3/32 a 7/32 in.) entre as setas.

T92009
Instalar a guia da correia do
descarregador na posição em volta da
correia de acionamento do
descarregador.

375
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 19 PASSO 20

T92033.45 RD05D067
Medir a lacuna entre a guia da correia do
descarregador e a polia de acionamento
do eixo secundário do descarregador.
Ajustar a guia da correia do
descarregador para que a lacuna tenha a
medida de 2,2 a 3,8 mm (3/32 a 5/32 in.)
entre as setas. Após a lacuna ter sido
ajustada corretamente em todos os
pontos ao longo da guia da correia do
descarregador , apertar todos os
parafusos que a prendem.

231L8
Medir a lacuna entre a guia da correia do
descarregador e a área da polia acionada
do eixo secundário do descarregador.
Ajustar a guia da correia do
descarregador para que a lacuna tenha a
medida de 2,3 a 6.8 mm (1/8 a 17/64 in.)
entre as setas.

376
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 21 PASSO 23

T92003 A24477
Instalar a guia da correia superior na Instalar o suporte do coletor da correia do
haste de suporte. descarregador no suporte de montagem
da bomba hidráulica.
PASSO 22
PASSO 24

T92027
Ajustar a haste superior da correia do A24472
descarregador de modo que só toque a Instalar a proteção.
parte interna da correia de acionamento
do descarregador.

377
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO EIXO SECUNDÁRIO DO


ALIMENTADOR

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 3

RD00H016 RD01H217
Ligar o motor. Desengatar o separador e o Remover a correia de acionamento do
acionamento do alimentador. Desligar o alimentador.
motor e remover a chave. Remover as três
PASSO 4
proteções.
PASSO 2 3

1 RD00F045
Remover a porca autofrenante (3) e
RD01H215 afrouxar o conjunto de molas de tensão da
Remover o coletor da correia (1) e correia (4) para remover a tensão na
afrouxar os parafusos que seguram a correia de acionamento do eixo
proteção (2). secundário do alimentador. Remover a
correia de acionamento do eixo
secundário do alimentador.

378
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação e Ajuste da Correia

RD00F045

1. Instalar a correia de acionamento do eixo secundário do alimentador.

2. Ajustar a tensão da correia. Girar o conjunto de molas de tensão da correia (2) para
ajustar o comprimento da mola.

3. Comprimir a mola ao comprimento do espaçador no lado externo da mola. O


espaçador deve girar livremente após ajuste. Depois instalar e apertar a porca
autofrenante.

4. Manter o comprimento da mola ajustada ao comprimento do espaçador sempre.

5. Instalar a correia e ajustar o suporte intermediário da correia de acionamento do


alimentador.

Alinhamento do Caminho de Avanço


Fazer o seguinte para ajustar o
alinhamento do caminho de avanço do
braço intermediário:
4
1. Deslizar a montagem interna vertical
(3) para cima até a inclinação da
polia ficar correta com a correia.
2. Deslizar a montagem externa 3
horizontal (4) para posicionar a polia
até que ela fique centrada na correia
em operação de avanço.

RD00F044

379
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Caminho Reverso - Ajuste Fino


O caminho da correia de acionamento do eixo secundário do alimentador pode ser
ajustado dentro ou fora. O conjunto do braço intermediário virá montado de fábrica com o
triângulo na cabeça do parafuso alinhada na posição de seis horas.
Ajustar a posição da cabeça do parafuso na polia intermediária para mudar o caminho da
correia de acionamento do eixo secundário.

A B C

602L92
602L92

5. CABEÇA DO A. EXTERNO B. MÉDIO C. INTERNO


PARAFUSO

RD00H007 RD00H008
Para ajustar o caminho da correia externa Para ajustar o caminho da correia interna
do alimentador, girar o parafuso para que em direção ao alimentador, girar o
o triângulo no parafuso fique na posição parafuso para que o triângulo fique na
de nove horas. Ajustar somente até onde posição de três horas. Ajustar somente até
for necessário, para trilhar a correia onde for necessário, para trilhar a correia
corretamente. corretamente.

380
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO SEPARADOR

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 3

RD00H016 RD00H011
Ligar o motor. Desengatar o separador e o
acionamento do alimentador. Desligar o
motor e remover a chave. Remover as três
proteções.
PASSO 2

RD00H011
Afrouxar os parafusos de montagem das
guias superiores (1) e inferiores (2).
Afastar as guias da polia de acionamento.

RD00H015
Remover a correia de acionamento do
eixo secundário do ventilador de limpeza.
Consultar Correia do Eixo Secundário do
Ventilador de Limpeza neste manual.

381
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 4

RD01H215
Remover o coletor da correia (3). Afrouxar
a haste tensora (4) e remover a correia.

382
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação e Ajuste da Correia

2
C
B

RH02F043

1. Instalar a correia de acionamento.

2. Ajustar a haste tensora da correia (1) até que as seguintes dimensões apareçam
acima da porca superior (2)
Com ou Sem Coletor de Pedras - 80 mm (3 5/32 in.)

3. Ajustar a porca inferior para cima até que a porca fique firme contra o espaçador
interno.

4. Ajustar as guias superiores e inferiores para dar uma folga (A e B) de 4 mm (5/32


in.) entre a correia e as guias.

5. Ajustar o coletor da correia para dar uma folga (C) de 4 mm (5/32 in.) entre a correia
e o coletor da correia.

6. Instalar a correia do eixo secundário do ventilador de limpeza.

7. Instalar todas as proteções de acionamento do alimentador exceto a pequena


proteção dianteira

383
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

8. A embreagem do alimentador não irá


engatar sem o separador engatado.
Por essa razão, a bobina (3) na válvula
do separador deve ser removida da
válvula. Isto permite que a eletrônica
da máquina pense que o separador
esteja funcionando embora não esteja.
Ajustar o Corte Automático do
Alimentador para a posição OFF 3
(Desligada), de forma que a
embreagem do alimentador engate e
p er m an e ça e ng a t a d a, e m b o r a o
alimentador não esteja funcionando.
RD01H213
OBSERVAÇÃO: este procedimento
requer que um operador permaneça no
assento do operador, ou o alimentador irá
desligar automaticamente.

9. Ligar o motor. Engatar tanto o


separador quanto o alimentador.
Nenhum irá girar, mas a embreagem
do alimentador irá engatar.

10. A segunda pessoa deve olhar através


da abertura da proteção dianteira e
verificar visualmente a posição do 4
bloco indicador em relação à janela do T85901
indicador (4). A posição do bloco
indicador deve estar entre a faixa
exibida nos diagramas A e B.
.

384
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

A B
RH02F002
5. TOPO DO BLOCO NO FUNDO DA JANELA DO INDICADOR
6. TOPO DO BLOCO NO CENTRO DA JANELA DO INDICADOR

1. Se necessário, ajuste a tensão da correia da seguinte forma:


A. Desligar o motor e retirar a chave.
B. Ajustar as porcas superiores e inferiores conforme necessário para colocar o
bloco indicador na posição de janela correta.
C. Verificar se as porcas estão apertadas e, em seguida, instalar a proteção
dianteira.

2. Instalar a bobina da válvula do


separador (3) de volta na válvula e
apertar com a força dos dedos. NÃO
aperte em excesso, isto poderá fazer
com que a válvula não funcione
corretamente.

3. Ligar novamente o Corte Automático


do Alimentador.
3
4. Testar a operação do acionamento do
separador e do acionamento do
alimentador. Se necessário, repita os
Passos 7 a 13.
RD01H213

385
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO VENTILADOR DE


LIMPEZA

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 3

A24340 A17288
Ligar o motor da colheitadeira e colocar o Girar o braço de controle longe da polia.
interruptor na posição ON (Ligado). Remover o parafuso de parada e a arruela
Ajustar a velocidade do ventilador para a da extremidade do eixo.
mais baixa. Desengatar o acionamento do
separador e colocar o motor da PASSO 4
colheitadeira em OFF (Desligado).
Remover todas as proteções da correia de
acionamento do ventilador (1).

PASSO 2

T87418
Remover a semipolia externa e depois a
correia de acionamento.

A25928
Remover os parafusos pivôs superiores e
inferiores da caixa de controle da
velocidade.

386
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação da Correia Ajustes da Correia


PASSO 5 PASSO 6
3
2

T87483

553L94
2. MOTOR DE CONTROLE DA
VELOCIDADE DO VENTILADOR
3. ENGRENAGEM DE ACIONAMENTO

Instalar a correia de acionamento na


ordem contrária dos Passos 1 ao 4.

383L8
4. EIXO DE ACIONAMENTO DO
VENTILADOR
5. POLIA DE ACIONAMENTO DO
VENTILADOR

A tensão da correia é aplicada pelas


molas na polia acionada. Apertar os
parafusos de montagem da mola para
comprimi-la até o espaçador ficar
ajustado dentro dela.

387
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7

A25929
Ajustar as porcas internas na haste do
bloco de controle para a velocidade do
ventilador de forma que a correia nunca
funcione acima do diâmetro externo de
cada polia.

388
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DO EIXO SECUNDÁRIO DO VENTILADOR DE


LIMPEZA

RD01H227

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 2

3
1

RD05D119 A24491
Abrir o painel dianteiro direito (1) e abrir a Remover a proteção de acionamento do
proteção média (2) e remover a proteção alimentador.
dianteira direita (3).

389
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 3 PASSO 5

A17287 RD00H012
Remover a correia de acionamento do Afrouxar as porcas autofrenantes na haste
ventilador de limpeza. da mola de tensão da correia de
acionamento do eixo secundário do
PASSO 4 ventilador.
PASSO 6

RD00H011
Remover o parafuso, a porca e o
contrapino e remover o suporte de RD00H013
proteção do eixo secundário do Remover o contrapino da haste da mola
alimentador. de tensão da correia e a arruela.

390
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7 PASSO 8

RD00H014 RD00H015
Remover a haste da mola de tensão da Remover a correia de acionamento do
correia do braço intermediário de tensão eixo secundário do ventilador de limpeza
da correia. da polia do eixo secundário do
alimentador e da polia do eixo secundário
do ventilador.

Instalação e Ajuste da Correia


PASSO 1 PASSO 2

RD00H015 RD00H014
Instalar uma nova correia de acionamento Instalar a haste da mola de tensão da
do eixo secundário do ventilador de correia no braço intermediário.
limpeza na polia do eixo secundário do
ventilador e no eixo secundário do
alimentador.

391
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 3 PASSO 5

RD00H011
RD00H013 Instalar o suporte de montagem da
Instalar o contrapino e a arruela na haste proteção do eixo secundário do
da mola de tensão da correia. alimentador e o parafuso, a porca e o
contrapino do suporte.
PASSO 4
PASSO 6

RD00H012
Apertar as porcas de ajuste intermediárias A17287
de tensão da correia do eixo secundário Instalar a correia de acionamento do
até haver contato com o espaçador de ventilador de limpeza.
fora da mola. Travar as porcas de ajuste
no lugar para que o espaçador ainda
possa girar.

392
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7 PASSO 8
1

A24491 RD05D119
Instalar a proteção de acionamento do Instalar a proteção dianteira direita (1) e
alimentador. fechar a proteção média direita (2) e o
painel direito (3).

CORREIA DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR

RP95G095

1. CORREIA DE 2. CORREIA DE 3. CORREIA DE ACIONAMENTO


ACIONAMENTO DO ACIONAMENTO DO EIXO SECUNDÁRIO DO
ELEVADOR DO VENTILADOR VENTILADOR

393
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 5
Remover a tela que cobre a correia e as
polias.
PASSO 2
Remover a correia de acionamento do
ventilador de limpeza.
PASSO 3

RP95K009
Afrouxar a tensão na haste tensora da
polia.
PASSO 6

RD00H015
Remover a correia de acionamento do
eixo secundário do ventilador de limpeza. 2
PASSO 4

RP95K112
Girar o braço de sustentação do
elevador (1) a partir da extremidade
externa do eixo secundário de
acionamento do elevador (2).

RP95K009
Remover as correntes de acionamento do
elevador de retrilha e de grãos.

394
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 7 PASSO 8
Remover a correia por cima da
extremidade do eixo secundário. Remover
a correia das outras polias.

PASSO 9
Instalar uma nova correia de acionamento
na ordem contrária, Passos 1 a 8.

PASSO 10
3 Apertar a haste tensora até que entre em
contato com o espaçador fora da mola.
Travar as porcas de ajuste nas posições
RP95K009 para que o espaçador ainda possa girar.
Afrouxar mas não remover as três porcas
(3) que prendem o rolamento na
extremidade interna do eixo secundário.

395
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO DISTRIBUIDOR DE PALHA

RD01H135

1. CORREIA DO DISTRIBUIDOR DE PALHA 2. HASTE TENSORA DA MOLA

Remoção da Correia
PASSO 1 PASSO 2

RD00E030 RD01H139
Remover as proteções que cobrem a Afrouxar as porcas de ajuste na haste
correia e as polias. tensora. Remover a correia de
acionamento do distribuidor das polias.
OBSERVAÇÃO: se a Colheitadeira for
equipada com um batedor e/ou picador de
palha, remover o eixo secundário do
elevador e/ou as correias do picador de
palha.

396
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 3 PASSO 4

T92628 A29262
Remover a polia de acionamento do Remover a correia de acionamento do
sem-fim. distribuidor da polia de acionamento.

Polia de Acionamento de Duas Velocidades


Para mudar de velocidade rápida para
velocidade baixa, fazer o seguinte:
1. Repetir os Passos 1 e 2.
2. Remover os parafusos de fixação das
polias no eixo sextavado.
3. Trocar a posição das polias no eixo.
Instalar o parafuso para fixar as polias
no eixo sextavado.
4. Repetir os Passos 5 e 6.

RD01H139

397
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação da Correia
PASSO 5 Instalar a correia de acionamento do
distribuidor na ordem contrária, Passos
1 a 4.

RD01H139

Ajuste da Correia
PASSO 6 Apertar as porcas de ajuste na haste
tensora até ficarem firmes contra o
espaçador do tubo. Afrouxar as porcas
apenas o suficiente para permitir que o
espaçador gire. Travar as porcas juntas.

PASSO 7
Ajustar a embreagem deslizante de
acionamento do sem-fim para o
comprimento de 89 mm.

PASSO 8
Instalar a proteção de acionamento da
correia.
RD01H138

398
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORREIA DE ACIONAMENTO DO PICADOR DE PALHA

Remoção e Instalação
PASSO 1 PASSO 3

RD01H132
Remover a proteção da correia.
Desprenda a trava do canal (1) da mola.
RD02E198
PASSO 2
Instalar a correia no conjunto de polias na
velocidade desejada (consulte as
instruções na decalcomania da proteção
da correia de acionamento). Engatar a
polia intermediária (3) movendo a
alavanca da polia intermediária para cima
até o canal ficar no lugar, em cima da
mola.

RD02E199
Para liberar a polia intermediária, mover o
manípulo da polia (2) para baixo. Remover
a correia das polias.

399
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Ajuste
PASSO 4
A polia intermediária deve ser engatada
para ajustar a tensão da correia. Mover a
4 1 trava do canal (1) para cima, longe da
mola de tensão da correia do picador de
palha (2). Girar a porca de ajuste (3) no
conjunto de tensão da mola até a mola
ficar comprimida a 165 mm (6-1/2 in.).
Travar a porca de ajuste (4).

OBSERVAÇÃO: devido ao estiramento


3 da correia, a mola de tensão deve ser
ajustada de novo para a medida de 165
2 mm (6-1/2 in.) quando o comprimento da
A2474 mola aumentar 10 mm (3/8 in.).
1. TRAVA DO CANAL
2. PORCA DE AJUSTE
3. MOLA DE TENSÃO
4. PORCA AUTOFRENANTE

400
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DO DESCARREGADOR DO TANQUE


GRANELEIRO

Remoção
PASSO 1 PASSO 2

A24386 A24387
Remover a corrente de acionamento do Remover a corrente de acionamento do
sem-fim (consultar Remoção da Corrente descarregador do tanque graneleiro das
do Sem-Fim Horizontal Traseiro). Afrouxar rodas dentadas.
a roldana de tensão da corrente do
descarregador. Mover a roldana para
cima de modo a oferecer folga máxima
para remover a corrente.

Instalação e Ajuste
PASSO 3 PASSO 4

A24386 A24388
Instalar a corrente de acionamento do A deflexão máxima da corrente entre as
descarregador na roda dentada dupla duas rodas dentadas é de 25,4 mm (1in.).
acionada, roda dentada do eixo Instalar a corrente do sem-fim horizontal
secundário do descarregador e roda traseiro (consultar a Instalação da
dentada intermediária. Mover a roda Corrente Horizontal Traseira).
dentada intermediária contra a corrente e
apertar.

401
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DE ACIONAMENTO DO SEM-FIM HORIZONTAL


TRASEIRO

Remoção
PASSO 1 PASSO 2

A24384 A24385
Afrouxar a roldana de tensão de Remover a corrente de acionamento
acionamento da corrente. Mover a roldana da roda dentada.
para baixo para oferecer folga máxima.

Instalação e Ajuste
PASSO 3 PASSO 4

A24384 A24389
Instalar a correia de acionamento nas A deflexão máxima da corrente entre as
rodas dentadas. Mover a roldana de duas rodas dentadas é de 25,4 mm (1in.).
tensão para cima contra a corrente de
acionamento e apertar.

402
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

AJUSTE DA EMBREAGEM DESLIZANTE DE ACIONAMENTO


DO ELEVADOR

3 1

2
RP95K009
1. CORRENTE DE ACIONAMENTO DO
ELEVADOR DA RETRILHA
2. EMBREAGEM DESLIZANTE DE
ACIONAMENTO DO ELEVADOR
3. CORRENTE DE ACIONAMENTO DO
ELEVADOR DE GRÃOS LIMPOS

A embreagem está localizada no acionamento dos elevadores de grãos e da retrilha. A


embreagem deslizará antes que qualquer parte da colheitadeira seja danificada, se for
colocada qualquer tensão incomum no acionamento. Parar a colheitadeira imediatamente
e remover a obstrução se a embreagem estiver deslizando.

IMPORTANTE: NÃO acrescentar arruelas à embreagem deslizante de


acionamento do elevador. A embreagem foi desenvolvida para uma maior
capacidade de torque. Se outras arruelas forem acrescentadas para a
compressão das molas, estas ficarão sólidas e a embreagem então não
deslizará. Isso poderá causar a falha do sistema de acionamento do elevador.

403
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR DA


RETRILHA

Remoção, Instalação e Ajuste


Remover a corrente de acionamento do
elevador da retrilha, afrouxando a porca
da roda dentada intermediária.
Desconectar o elo de emenda principal e
remover a corrente. 1
Instalar e ajustar a corrente para ter 25,4
mm (1 in.) de movimento livre total. Mover
a roda dentada intermediária para cima ou
para baixo para ajustar o movimento livre
da correia. Apertar a porca da roda
dentada intermediária (1).

OBSERVAÇÃO: a corrente de
acionamento do elevador da retrilha deve
A24428
ser ajustada para o movimento livre
sempre que a corrente do transportador do
elevador da retrilha estiver ajustada.

404
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DO TRANSPORTADOR DO ELEVADOR DA


RETRILHA

Remoção e Instalação
Para remover a corrente do transportador
do elevador da retrilha (1), girar a corrente
até que o elo de emenda principal fique
em uma posição na porta inferior (2).
Desconectar a corrente. Acoplar uma 1
nova corrente do transportador à corrente
antiga.
Retirar a corrente antiga e colocar a nova,
até o conector ficar no fundo do elevador.
Conectar as extremidades da nova
corrente juntas. 2

RD97G153

Ajuste
Afrouxar a corrente de acionamento do
elevador da retrilha (3), antes de ajustar a
corrente do transportador do elevador, 6
para evitar que a corrente de acionamento
seja muito apertada.
Afrouxar a porca na roda dentada
intermediária e levantar a roda dentada
intermediária para afrouxar a corrente de
acionamento do elevador da retrilha. 5 4
Afrouxar a porca (4) no suporte do
transportador. Afrouxar a cinta de trava de
parafusos (5) sobre os dois parafusos de 3
ajuste (6) em cima da plataforma do
elevador. A4489

405
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Ajustar os dois parafusos uniformemente


até haver uma folga (A) de 0,8 mm (1/32
in.) entre o fundo da roda dentada inferior
da corrente do transportador do elevador
e a corrente. Posicionar e apertar a cinta
de trava sobre os dois parafusos de ajuste
em cima da plataforma do elevador.
Afrouxar a porca no suporte do
transportador. Ajustar a corrente de
acionamento do elevador da retrilha.

OBSERVAÇÃO: verificar a tensão da


corrente do elevador semanalmente. Não
apertar a corrente em demasia. É
importante manter a tensão correta da
corrente. Deixar as correntes do elevador
frouxas irá esmerilhar os grãos entre a
corrente e a roda dentada.
A
229L7

CORRENTE DE ACIONAMENTO DO ELEVADOR DE GRÃOS


LIMPOS

Remoção, Instalação e Ajuste


Afrouxar a porca na haste tensora para remover a corrente de acionamento do elevador
de grãos limpos (1). Desconectar o elo de emenda principal. Conectar uma corrente nova
à corrente antiga. Retirar a corrente antiga e colocar a nova. Conectar as extremidades da
nova corrente.
Apertar a porca na haste tensora para ajustar a corrente de acionamento do elevador de
grãos limpos. Apertar a porca até o comprimento da mola ser de 152 mm (6 in.). Travar as
porcas de ajuste juntas.

RP95K009

406
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DO TRANSPORTADOR DO ELEVADOR DE


GRÃOS LIMPOS

Remoção e Instalação
Para remover a corrente do transportador
do elevador de grãos (1), girar a corrente
até que o elo de emenda principal ficar na 1
posição na porta inferior (2). Desconectar
a corrente. Conectar uma nova corrente
do transportador à corrente antiga.
Retirar a corrente antiga e colocar a nova,
até o conector ficar no fundo do elevador.
Conectar as extremidades da nova
corrente juntas.

2
RD05D121

Ajuste
3

A24450 A24450
3. CINTA DE TRAVA 4. PARAFUSO DE AJUSTE

407
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

1. Afrouxar a corrente de acionamento 3. Ajustar o acionamento do elevador de


do elevador de grãos limpos antes de grãos limpos.
ajustar a corrente do transportador do
elevador, para evitar que corrente de
acionamento fique muito apertada.
Afrouxar a corrente de acionamento
do elevador de grãos limpos girando a
porca na ferramenta de torque movida
por mola na corrente de acionamento.
Remover a proteção na parte externa
da plataforma do elevador para
acessar o parafuso de ajuste externo.

2. Afrouxar a cinta de trava do parafuso


sobre os dois parafusos de ajuste em
cima da plataforma do elevador.
Ajustar a corrente do transportador do
elevador de grãos limpos.
RB97G011
Ajustar os dois parafusos
uniformemente até haver uma folga de OBSERVAÇÃO: verificar a tensão da
0,8 mm (1/32 in.) entre o fundo da roda corrente do elevador semanalmente. Não
dentada inferior da corrente do apertar a corrente em demasia. É
transportador do elevador e a importante manter a tensão correta da
corrente. corrente. Uma corrente do elevador frouxa
irá esmerilhar os grãos entre a corrente e a
roda dentada.

RB97G010
Posicionar e apertar a cinta de trava sobre
os dois parafusos de ajuste em cima da
plataforma do elevador.

408
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DE ACIONAMENTO DO COLETOR DE PEDRAS

Remoção
PASSO 1 PASSO 3

3
1

RD00E005 RD00E006
Parar o motor e retirar a chave. Remover a Remover o elo de emenda (3) da corrente
proteção do coletor de pedras (1). (4). Remover a corrente das rodas
dentadas do coletor de pedras.
PASSO 2

RD00E010
Afrouxar as porcas do ajuste intermediário
para remover a tensão da correia.

409
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação
PASSO 1 PASSO 3

1 6

2 7

RD00E007 RD00E006
Instalar a corrente (1) nas rodas dentadas Verificar a folga entre o sensor (6) e a roda
do coletor de pedras. Instalar o elo de dentada intermediária (7). A folga correta
emenda da corrente (2). é de 0,254 a 1,524 mm (0.010 a 0.060 in.).
PASSO 2 PASSO 4

5
3

4
RD00E010 RD00E005
Apertar as porcas de ajuste (3) na haste Instalar a proteção da Corrente de
tensora (4) até ficarem bem apertadas Acionamento do Coletor de Pedras.
contra o espaçador do tubo (5). Afrouxar
as porcas (3) apenas o suficiente para
permitir que o espaçador do tubo (5) gire.
Travar as porcas (3) juntas.

410
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CORRENTE DO TRANSPORTADOR DO
ALIMENTADOR
Remoção
PASSO 1 PASSO 2

2
2 2
1

RD00F043 RD97G165

Afrouxar o parafuso de ajuste (1) em cada Remover o elo principal (2) da corrente do
lado do alojamento do alimentador e transportador do alimentador. Utilizar a
mover o tambor para trás. corrente antiga do alimentador para puxar
a nova corrente do transportador até o
alojamento do alimentador.
Instalação
PASSO 3

2
2 2

RD97G165

Instalar o elo principal (2) (Três


necessários) na corrente do transportador
do alimentador.

411
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Ajuste
Manter sempre a corrente do transportador do alimentador ajustada corretamente.
Inspecionar se a tensão da corrente está correta após as primeiras 50 horas de operação
e depois em intervalos regulares

IMPORTANTE: certificar de que o ajuste da corrente seja feito de forma uniforme


em ambos os lados para evitar o desgaste excessivo tanto nas correntes como
nas rodas dentadas.

OBSERVAÇÃO: o batente do tambor


deve estar na posição do meio antes de
ajustar a tensão da correia do
transportador.
Para ajustar a tensão da corrente do 2
transportador, deve-se movimentar o
tambor do alimentador para frente ou para
trás. Ajustar a tensão da corrente da
seguinte forma:

1. Afrouxar o parafuso pivô do braço do 1


tambor (1) em cada lado do
alimentador.
RD00F043

2. Usar o parafuso de ajuste (2) em cada


lado do alimentador para mover o
tambor para frente e aplicar tensão à
corrente.

3. Ajustar a correia do transportador para


oferecer uma folga (A) de 0,8 a 3,2
mm (1/32 a 1/8 in.) entre as ripas da
corrente e o fundo do alojamento do
alimentador.
A
OBSERVAÇÃO: medir a folga no ponto
de flecha máxima do fio inferior da FRENTE DA MÁQUINA
corrente do transportador. 211L7

412
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

4. Depois de ajustar a tensão da correia,


verificar a folga entre as ripas da B
corrente (3) e o adaptador do 3
alimentador (4). A folga (B) não deve
ser maior do que 38 mm (1-1/2 in.)
para oferecer uma transferência e uma
alimentação correta de material do
sem-fim da plataforma.

5. Se a folga no Passo 4 não estiver


correta, acrescentar ou retirar os elos
da corrente, se necessário, e ajustar a 4
posição do tambor. A25920

OBSERVAÇÃO: se equipado com o


Field Tracker®, certificar-se que a corrente
limpa o adaptador quando o alimentador
está inclinado.

413
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

AJUSTE DO PEDAL DE APROXIMAÇÃO LENTA

3
1

5
7 6
634L94

A válvula de Aproximação Lenta (6) está


localizada abaixo da cabine do operador
no centro da colheitadeira. Ajustar a
válvula da seguinte maneira:

1. Afrouxar a porca autofrenante (3)


da forquilha (4) na válvula de
Aproximação Lenta (6).
6
2. Utilizar uma ponteira e girar o
carretel da válvula (5) até o topo
da vedação contra poeira (7) no
pedal de Aproximação Lenta (2) A24433
limpar o fundo do bastidor (1).
Reverter a direção do carretel da 4. Pressionar completamente o
válvula (5) até a vedação contra pedal de Aproximação Lenta (2) e
poeira (7) tocar o fundo do soltar. O pedal deve movimentar-
bastidor (1). se livremente e parar na válvula, e
não no fundo do bastidor (1).
3. Apertar a porca autofrenante da
forquilha (3) enquanto segura o OBSERVAÇÃO: quando o pedal de
Aproximação Lenta totalmente
carretel da válvula (5).
pressionado, a força nas rodas de tração
é desengatada. A colheitadeira estará em
um estado de roda livre.

414
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

AJUSTES DO ALIMENTADOR
Corte Automático do Alimentador
O Corte Automático do Alimentador monitora a rotação do eixo pivô do alimentador.
Sempre que a velocidade do eixo pivô do alimentador ficar abaixo de 210 RPM, a força no
solenóide de embreagem do alimentador será desligada. O indicador do alimentador no
monitor da rotação do eixo acenderá e o som de alarme tocará. O alimentador ficará
desligado até o interruptor da embreagem ser colocado na posição OFF (Desligado) e ON
(Ligado).

OBSERVAÇÃO: há cinco (5) segundos de atraso na partida para que o


alimentador alcance a velocidade de operação antes que o corte do alimentador
comece a monitorar a rotação do eixo.
Corte Automático de Derivação do Alimentador
O Corte Automático do Alimentador pode ser derivado para fornecer uma operação padrão
para a embreagem do alimentador.

Para derivar o Corte Automático do Alimentador, consulte Alterar o Modo nas Instruções
de Operação neste manual.

Ajustes e Verificação Operacional


Se o alimentador não estiver operando corretamente, consulte os funcionamentos
operacionais incorretos para obter instruções.

OBSERVAÇÃO: o separador deve ser engatado e o operador deve estar no assento


para engatar o alimentador.

1. O alimentador não engata de maneira nenhuma. Isto indica que não há força
no solenóide da embreagem do alimentador ou não há sinal para o
controlador do interruptor do assento. Verificar o seguinte:

A. Verificar se há um fusível queimado (Número 10). Substituir conforme


necessário.

B. Interruptor no assento do operador pode ter desengatado o acionamento


do alimentador. Desligar o interruptor de embreagem do alimentador,
colocando em OFF (Desligado) e ON (Ligado), para permitir a operação
do alimentador.

415
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

2. O alimentador funciona por


aproximadamente quatro (4) 1
segundos e desengata. Isto indica
que a instrumentação não está
conseguindo um sinal do sensor de
velocidade do alimentador (1).
Verificar os seguintes itens:

A. Verificar se há danos no sensor


(1) ou fios de conexão.
2
B. Verificar a folga entre o sensor (1)
e a roda dentada do sinal (2). A RD01H078
folga correta é de 0,25 to 1,5 mm SENSOR SEM COLETOR DE PEDRAS
(0.010 a 0.060 in.).

Se necessário, derivar o Corte Automático do Alimentador temporariamente.


OBSERVAÇÃO: se o operador deixar o
assento por mais de 7 segundos, o
alimentador desengatará. O operador 1
deve ficar no assento e ligar e desligar o
interruptor de embreagem do alimentador
para engatar o alimentador novamente.

OBSERVAÇÃO: o sensor de
velocidade do alimentador (1) está
localizado em frente à roda dentada (2) no
lado Esquerdo do alojamento do
alimentador ou no braço intermediário do 2
coletor de pedras.
RD00E009
SENSOR COM COLETOR DE PEDRAS

416
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Posições de Ancoragem do Cilindro do Alimentador


Os cilindros de elevação do alimentador
podem ser montados no orifício superior
(1) da braçadeira de elevação do 1
alimentador (para Folga Máxima) ou no
orifício inferior (2) (para Folga Mínima). O
pino de retenção do suporte de
segurança do cilindro de elevação do
alimentador (3) também deve ser
deslocado de forma correspondente.
2
161L8

1
3

RD01H174

417
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Removedores Ajustáveis 1
Os removedores ajustáveis reduzem o
acúmulo de material nas rodas dentadas
do transportador do alimentador. Ajustar
os removedores da seguinte maneira:

1. Remover a tampa superior (1) do


alimentador.

2. Afrouxar os dois parafusos de retenção


para cada removedor (2).

3. Movimentar cada removedor até que a RD97G168


roda dentada esteja centrada nesta
sede e os dentes da roda dentada
estejam no mínimo 0,8 mm (1/32 in.)
dos removedores.
2
4. Apertar os parafusos de fixação e
instalar a tampa superior do
alimentador (1).

RD97G167

418
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Fundo Perfurado do Alimentador


(Acessório das Peças)
A chapa no fundo perfurado do
alimentador permitirá que a sujeira passe
através das perfurações, ao invés de
dentro da colheitadeira, na colheita de
ervilhas e feijões comestíveis. Consultar o
seu concessionário.

ALIMENTADOR
CHAPA DO FUNDO
212L7

DISTRIBUIDOR DE PALHA
Limpeza do Compartimento da Engrenagem de
Acionamento

1 1

2
RD97G064 RD00E035

Retirar os dois parafusos (1) de cada Limpar a palha da área ao redor das
tampa e remover as tampas sobre as engrenagens (2) e dos rolamentos.
engrenagens de acionamento do
distribuidor de palha em intervalos de 100
horas.

ADVERTÊNCIA: a falha na limpeza dessa área pode causar incêndio e


! acúmulo excessivo de detritos. M509

419
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

ACIONAMENTO DO SEPARADOR
Ajuste do Interruptor de Limite do Eixo Secundário

1
3

5
4

RD05F098
1. DISTÂNCIA 3. RODA DENTADA 5. INTERRUPTOR DE
LIMITE TRASEIRO
2. LUVA 4. INTERRUPTOR DE
LIMITE DIANTEIRO

Se os interruptores de limite traseiro e 4. Afrouxar o interruptor de limite


dianteiro forem substituídos ou tiverem dianteiro e girá-lo na direção da roda
que ser restaurados, fazer o seguinte: dentada até o interruptor emitir um
clique. Apertar o interruptor.
1. Ligar o motor. Mover o interruptor de
acionamento do separador para ON
(Ligado).
1
2. Para ajustar o interruptor de limite
dianteiro, fechar as polias variáveis
empurrando o interruptor do rotor para
a posição de acionamento da
velocidade rápida do rotor até que
haja uma distância (1) de 79 mm (3.11
in.) nas bordas externas das
semipolias do eixo secundário.
423L8

3. Mover o interruptor de acionamento do


separador para OFF (desligado) e
parar o motor. Remover a Chave
de Partida.

420
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

5. Para verificar a configuração acima, 7. Afrouxar o interruptor de limite traseiro


dar a partida no motor e mover o e girá-lo na direção da roda dentada
interruptor de acionamento do até o interruptor emitir um clique.
separador para ON (Ligado). Abrir as Apertar o interruptor.
polias variáveis empurrando o
interruptor do rotor para a posição de 8. Para verificar o interruptor de limite
acionamento da velocidade lenta do traseiro, dar a partida no motor e
rotor até que haja uma diminuição de mover o interruptor de acionamento do
100 RPM na velocidade do rotor. separador para ON (Ligado). Fechar
Fechar as polias variáveis empurrando as polias variáveis empurrando o
o interruptor do rotor para a posição interruptor do rotor para a posição de
de acionamento da velocidade rápida acionamento da velocidade rápida do
do rotor até o motor ficar em OFF rotor até que haja uma diminuição de
(desligado). A distância entre as 100 RPM na velocidade do rotor.
semipolias do eixo secundário nas
bordas externas deve ser de 79 mm 9. Abrir as polias variáveis empurrando
(3.11 in.). o interruptor do rotor para a posição
de acionamento da velocidade lenta
6. Para ajustar o interruptor de limite do rotor até o motor ficar em OFF
traseiro, dar a partida no motor e (Desligado). A distância entre as
mover o interruptor de acionamento do polias do eixo secundário nas bordas
separador para ON (Ligado). Abrir as externas deve ser de 105,84 mm
polias variáveis empurrando o (4.17 in.).
interruptor do rotor para a posição de
acionamento da velocidade lenta do OBSERVAÇÃO: os interruptores
rotor até que haja uma distância (6) de dianteiro e traseiro devem ser ajustados
105,84 (4.17 in.) entre as polias do corretamente para evitar uma sobrecarga
eixo secundário nas bordas externas. no rolamento de encosto quando o rotor
estiver em operação de velocidade
rápida, ou para evitar que as roscas se
prendam quando o rotor estiver em
6 operação de velocidade lenta. Verificar a
posição dos interruptores de limite após a
substituição do interruptor de limite ou da
correia de acionamento do rotor. Ajustar
conforme necessário.

424L8

421
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

CÔNCAVOS E GRELHAS
Remoção do Côncavo

ADVERTÊNCIA: antes de ajustar o indicador do côncavo, ajustar os côncavos


ou remover estes e as grelhas traseiras, colocar todas as alavancas em neutro,
! ajustar o freio de estacionamento e desligar o motor. Remover a chave de partida.
M189B

PASSO 1 PASSO 3

A1906 A1906

Remover o painel do côncavo do lado Tirar o tubo das seções do côncavo.


direito da Colheitadeira. Mover o tubo para o lado esquerdo do
separador.

PASSO 2 PASSO 4

A1907 RD01H099

Afrouxar as porcas dos quatro parafusos- Remover o painel da tampa do lado


olhal, apenas o bastante para tirar o tubo esquerdo da Colheitadeira. Remover os
do côncavo. cinco (5) parafusos e porcas que
prendem o côncavo central no lugar.
Abaixar o côncavo.

422
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PASSO 5 Instalação do Côncavo


PASSO 7
Instalar as seções de côncavos
desejadas. Os côncavos dianteiros têm
uma rampa na borda dianteira e devem
ser recolocados na posição dianteira.

OBSERVAÇÃO: se necessário, girar o


rotor para ajudar na instalação e na
remoção das seções dos côncavos.

RD01H103

Retirar o côncavo do lado esquerdo da


Colheitadeira. Empurrar para BAIXO e
puxar para a esquerda.
PASSO 6
Repetir os Passos 4 e 5 para remover os
côncavos dianteiro e traseiro.

RD01H327

423
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Remoção da Gralha

ADVERTÊNCIA: antes de ajustar o indicador do côncavo, ajustar os côncavos


ou remover estes e as grelhas traseiras, colocar todas as alavancas em neutro,
! ajustar o freio de estacionamento e desligar o motor. Remover a chave de partida.
M189B

PASSO 8 PASSO 11

A1899
A1895
Remover a grelha central. A grelha central
Remover o painel da tampa do lado
deve ser removida primeiramente da
esquerdo da colheitadeira.
colheitadeira, para permitir uma folga para
PASSO 9 remover as outras duas grelhas. Repetir
os Passos 10 e 11 para remover as
Remover os quatro (4) parafusos e porcas grelhas dianteira e traseira.
que conectam as três grelhas.
PASSO 10 OBSERVAÇÃO: a grelha dianteira é
fixada à caixa do rotor por quatro
Remover os três (3) parafusos e porcas parafusos e porcas.
que seguram a grelha central à caixa do
rotor.

424
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Instalação da Grelha
PASSO 12 PASSO 14

A1900 A1898

Instalar as grelhas no lado esquerdo da Instalar e apertar os parafusos e porcas


Colheitadeira. A grelha traseira deve ser que prendem a grelha na caixa do rotor.
instalada primeiro, a grelha dianteira em Apertar os parafusos e porcas instalados
segundo lugar e a grelha do meio por no Passo 13.
último. A extremidade fendida de cada
PASSO 15
grelha se prende no espaçador da barra
suspensora da grelha que está localizada Instalar o painel da tampa do lado
no lado direito da colheitadeira. esquerdo da Colheitadeira.
PASSO 13

A1897

Instalar, sem apertar, os quatro parafusos


e porcas que conectam as grelhas.

425
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

PICADOR DE PALHA (Se Equipado)


Substituição da Pá do Côncavo

3 A
2

4
5

RH00J016
1. CÔNCAVO 3. PÁ DO CÔNCAVO
2. PÁ DO ROTOR 4. PARAFUSOS DE AJUSTE DO CÔNCAVO

O conjunto de pás é removido do côncavo


com a retirada do parafuso, porca e cinta
(5), contrapino e arruela lisa (6). Retirar o 6
conjunto de pás do côncavo. Pás novas
são rebitadas no conjunto com rebites
sólidos de cabeça lisa de 4,8 x 16 mm (3/
16 x 5/8 in.).
Usar os parafusos de ajuste do côncavo
(4) para colocar uma folga (A) de 1,6 a 4,8 5
mm (1/16 a 3/16 in.) entre o côncavo (1) e
o bico da pá do rotor (2).
6
RD00H028

426
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

Substituição da Pá do Rotor

2
1

RD01H143

1. ROTOR 2. PÁ DO ROTOR 3. SUPORTE DA PÁ DO ROTOR

Desligar o motor e remover a chave de


partida para evitar que alguém ligue a
colheitadeira.
2 3
As pás do rotor do picador de palha
podem ser substituídas para maior
desgaste. Colocar cada pá em seu
suporte original quando substituir as pás
do rotor. Posicionar a porca contra o
suporte e apertar os parafusos, do lado da
pá, ao torque de 102 a 115 Nm (75 a 85
lb-ft).
Recolocar as pás do rotor do picador de
palha em conjuntos de dois. Quando RD01H145
recolocar uma pá do rotor do picador de
OBSERVAÇÃO: não remover os
palha, certificar-se que uma outra pá
parafusos no disco de balanceamento nas
esteja sendo colocada em frente àquela
extremidades do rotor do picador de
que está sendo trocada, para manter o
palha.
rotor do picador de palha balanceado.
Utilizar parafusos de cabeça sextavada
de 13 x 25,4 mm, de Grau 5, e porcas
autofrenantes flangeadas. Posicionar as
porcas contra o suporte e apertar os
parafusos, do lado da pá, ao torque de
102 a 115 Nm (75 a 85 lb-ft). O rotor deve
ser balanceado se houver muita vibração
após a remontagem. Consultar o seu
concessionário.

427
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

SISTEMA DE ARREFECIMENTO
Limpeza da Tela Rotativa, Radiador, Arrefecedores de
Óleo Hidráulico e Núcleo do Condensador
Inspecionar o sistema de arrefecimento
diariamente.
A tela rotativa é autolimpante e protege o
radiador, o condensador e arrefecedor de
óleo/combustível. Em certas condições,
pode haver um acúmulo de material na
tela. Pode ser necessária uma limpeza
periódica. Com o motor parado, passar
levemente uma escova na parte externa
da tela para remover o material fino. É
recomendado ar comprimido para
remover o material da tela, se necessário.
O uso de água pode obstruir as telas e
núcleos.
O arrefecedor/radiador serve para
1
minimizar o acúmulo de material no núcleo RD05F090

do arrefecedor. O material se depositará 1. TELA DE AR ROTATIVA E CALHA DE


normalmente na superfície dianteira dos DESCARGA
arrefecedores. Pode ser necessária uma
limpeza periódica. Com o motor parado, Continua na Próxima Página
passar levemente uma escova na parte
externa dos arrefecedores para remover o
material. É recomendado que seja
utilizado ar comprimido para remover o
material dos arrefecedores, se necessário.

IMPORTANTE: usar sempre a proteção


facial ao utilizar ar comprimido.

428
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

2
3 4
RD03M002 RD03M003
2. ARREFECEDOR DE ÓLEO, 3. ARREFECEDOR DO AR DE CARGA
ARREFECEDOR DE 4. RADIADOR
COMBUSTÍVEL/CONDENSADOR 5. PALHETA DO LIMPADOR DE PÁRA-
BRISA DO RADIADOR, PALHETA DO
LIMPADOR DE PÁRA-BRISA DO
ARREFECEDOR DO AR DE CARGA
(NÃO EXIBIDO)

429
9 - MANUTENÇÃO/AJUSTES

RD05D116
DEGRAU NA POSIÇÃO DE SERVIÇO RR02K028
Abrir o painel do lado direito dianteiro e
depois o do lado direito traseiro. Quando
for encontrado um acúmulo de poeira e
sujeira, remover o bujão de limpeza do
fundo do compartimento. Limpar o
radiador e o compartimento. Instalar o
bujão de limpeza e fechar os painéis e
trincos laterais.
Uma palheta do limpador de pára-brisa do
radiador é instalada em todas as
colheitadeiras. Quando operar em
condições de colheita muito suja em dias
quentes, a palheta do limpador de pára-
RD05D115
brisa prolongará o intervalo de limpeza da
DEGRAU NA POSIÇÃO DE TRANSPORTE
superfície do radiador.

ADVERTÊNCIA: a palheta do limpador de pára-brisa irá girar quando o motor


estiver funcionando (posição do acelerador HI (alto) ou LOW (baixo). A palheta
também irá girar com o motor funcionando e a porta do painel lateral aberta.
! Quando limpar o radiador do motor, colocar o motor em OFF (Desligado), abrir a
porta lateral do painel, e ligar a palheta à coluna vertical. Dar a partida no motor,
se desejado, e limpar o radiador, conforme descrito anteriormente. Desligar o
motor. Soltar a palheta e fechar a porta do painel lateral. M332A

INJETORES DE COMBUSTÍVEL
Intervalo de Restauração e Substituição ............................................... A Cada 2000 Horas
(ou A Cada 2 Anos)
Entrar em contato com o concessionário para o serviço.

AJUSTE DA FOLGA DO BALANCIM À VÁLVULA


Intervalo de Serviço ............................................................................... A Cada 1000 Horas
Entrar em contato com o concessionário para o serviço.

430
10 - SISTEMA ELÉTRICO

ESPECIFICAÇÕES ELÉTRICAS
Tensão do Sistema....................................................................................Terra Negativo, 12 Volts
Baterias ................................................................................Duas de Baixa Manutenção, 12 Volts
Grupo de Baterias Híbridas 950 CCA, Tamanho 31
Alternador.................................................................................................................. 135 Amperes
Regulador de Voltagem..............................................................................Estado Sólido, 12 Volts
............................................................................................................ Componente do Alternador
Motor de Partida........................................................12 Volts, 4 Kw com Interruptor do Solenóide

Faroletes e Lâmpadas
FAROLETES ÓTICOS SELADOS................................................ NÚMEROS DA LÂMPADA
Faróis (Cabine Alta/Baixa) .......................................................................9004 (137823A*)
Farol de Milha da Cabine ....................................................................................137828A1
FAROLETES
Faróis de Milha Laterais (Se Equipado)............................................................ 1312210C*
Faroletes Aftercut (Se Equipado) ..........................................................................92242C*
Farol de Milha Traseiro (Se Equipado)..................................................................92242C*
Faroletes Traseiros.......................................................................................1157 (T34857)
Faroletes de Advertência da Luz de Fundo do Manômetro .......................... 73 (28628R*)
Luz de Fundo do Mostrador de Instrumentos com Soquete.................... 7219 (121615A*)
Faroletes do Monitor da Varredura de Grãos................................................ 73 (28628R*)
Indicador de Direção....................................................................................192 (26069R*)
Faroletes de Teto ..............................................................................................3050958R*
Farolete do Tanque Graneleiro .................................................................. 1156 (9417866)
Farolete do Braço do Descarregador....................................................................92242C*
Farolete de Iluminação do Console .............................................................. 168 (D71346)
Faroletes de Direção (Dianteiro, Traseiro e Exterior) ................................. 1156 (9417866)
Faroletes de Advertência do Painel de Instrumentos ................................... 73 (28628R*)
Luz de Fundo do Painel Superior.................................................................192 (26069R*)
Luz de Fundo do Interruptor de Duas Posições (sem soquete).......................... 134608A*
Luz de Fundo do Interruptor de Duas Posições (com soquete).........................3141107R*
Faroletes de Serviço (Se Equipado) ................................................................. 3051192R*
Faroletes de Espaço Livre de Extremidade Ampla .................................... 1156 (9417866)
Farolete de Peneira Oval............................................................................894 (323094A*)
Farolete de Espera para Partida ................................................................................. 1815
Farolete Modular da Luz de Advertência do Motor .......................................................658

ADVERTÊNCIA: antes de fazer o serviço em qualquer peça do sistema elétrico,


desconectar o cabo massa da bateria. Não conectar o cabo até que todo o
! serviço elétrico esteja concluído. Isto impedirá curtos ou choques elétricos.
M198A

431
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Painel do Relé do Teto Acolchoado


Para acessar o painel do relé de teto acolchoado, remover o pára-sol e o teto acolchoado
dianteiro.

RD00E062 RD05D127

Continua na Próxima Página

432
10 - SISTEMA ELÉTRICO

87310416

RELÉS
26. ........................................................................................................................Alarme do Motor
27. ............................................................................................................. Faróis de Milha Laterais
28. ............................................................................................................... Interruptor de Direção
29. ....................................................................................................... Faróis Traseiros Esquerdos
30. .........................................................................................................Faróis Traseiros Auxiliares
31.............................................................................................................. Faróis Traseiros Direitos
32 ...................................................................................................Interruptor de Luzes Auxiliares
33 ............................................................................................... Ativação da Iluminação Giratória
34 ...............................................................................................Faroletes da Iluminação Giratória
35 ........................................................................................................ Farolete Traseiro Esquerdo
36 ............................................................................................................. Farolete Traseiro Direito
37 ............................................................................................................................. Advertências

433
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Painel do Fusível Inferior da Cabine


O painel do fusível da cabine está localizado abaixo do console manual Direito. Remover a
capa para ter acesso ao painel do fusível da cabine.

87308557

434
10 - SISTEMA ELÉTRICO

FUSÍVEIS
1. Acendedor de Cigarro/Faroletes de Teto/Buzina ..................................................... 10 Amperes
2. Lampejadores de Advertência.................................................................................20 Amperes
3. Memória de Instrumentação e Rádio ...................................................................... 10 Amperes
4. Conector de Alimentação Auxiliar (Permanente) ...................................... Máximo 20 Amperes
5. AFS: Conector de Diagnóstico/Mostrador............................................................... 10 Amperes
6. Assento de Ar.......................................................................................................... 15 Amperes
7. Luzes de Serviço ..................................................................................................... 15 Amperes
8. Rádio de Entretenimento......................................................................................... 10 Amperes
9. Conector de Alimentação Auxiliar (Comutado) ......................................... Máximo 20 Amperes
10. Aberto
11. Instrumentação/Monitor de Varredura de Grãos/Módulo de Arrefecimento Baixo . 10 Amperes
12. Plataforma/Alimentador/Controladores do Separador........................................... 10 Amperes
13. Controlador da HVAC (Calefação, Ventilação e Ar Condicionado)........................ 15 Amperes
14. Bomba de Combustível/Excitação do Alternador/Partida com Éter ...................... 20 Amperes
15. Farolete do Tanque Graneleiro .............................................................................. 10 Amperes
16. Ajuste do Côncavo, Rotor, Ventilador ....................................................................30 Amperes
17. Motor do Soprador .................................................................................................30 Amperes
18. Solenóides de Controle da Plataforma e do Molinete ........................................... 10 Amperes
19. Limpadores de Pára-Brisa ..................................................................................... 10 Amperes
20. Aberto
21. Interruptores de Controle do Descarregador, Molinete, Plataforma....................... 15 Amperes
22. Eixo Guia da Potência/Propulsão Variável/Ventilador de Pressurização ............... 15 Amperes
23. Reversor do Alimentador/Acumulador/Field Tracker®........................................... 10 Amperes
24. Freio de Estacionamento....................................................................................... 10 Amperes
25. Lubrificação .............................................................................................................5 Amperes
26. Sinaleiras de Direção ............................................................................................ 15 Amperes
27. Farol Traseiro Esquerdo .........................................................................................20 Amperes
28. Farol Traseiro Direito ............................................................................................. 20 Amperes
29. Farol Traseiro Auxiliar ............................................................................................ 20 Amperes
30. AFS: Mostrador/Barramento de Dados/GPS/
Unidade de Interface do Monitor de Rendimento.................................................. 15 Amperes
31. Controles de Luz/Luz de Fundo ............................................................................. 15 Amperes
32. Faróis Laterais....................................................................................................... 15 Amperes
35. AFS: Motor de Umidade.......................................................................................... 5 Amperes
39. Alimentação do Conector de Diagnóstico do Motor .............................................. 10 Amperes
40. Motor/Controladores..............................................................................................20 Amperes
Chicote do Motor de Fusível em Linha ........................................................................ 30 Amperes

435
10 - SISTEMA ELÉTRICO

RELÉS
A. ......................................................................................................... Imersão do Descarregador
B. ...............................................................................................................Alimentação da Cabine

2...............................................................................................................................................AFS
3........................................................................................................................................ B+ (Acc)
4.......................................................................................... Ativação do Funcionamento do Motor
5...................................................................................................... Ativação da Chave de Partida
6. ....................................................................................................................... Ativação do Turbo
8....................................................................................................................Ativação do Sem-Fim
9........................................................................................................................ Corte do Sem-Fim
10...............................................................................................................Ativação da Plataforma
11......................................................................................................... Ativação do Descarregador
12................................................................................................................ Descarregador Dentro
13.................................................................................................................... Descarregador Fora
14........................................................................................................................ Molinete à Frente
15..................................................................................................................Elevação do Molinete
16................................................................................................................................. Submersão
17. ..................................................................................................................... Recuo do Molinete
18................................................................................................................... Descida do Molinete
19................................................................................................................. Lâmpadas de Serviço

Field Tracker® (Se Equipado)


20.................................................................................................................................. Centragem
21. .......................................................................................................................... Balanceamento
22................................................................................................................ Ativação da Inclinação
23..................................................................................................................... Inclinar à Esquerda
25.......................................................................................................................... Inclinar à Direita

436
10 - SISTEMA ELÉTRICO

SISTEMA DE CARGA DO ALTERNADOR


Seguir essas regras gerais para evitar danos ao sistema elétrico:

1. Antes de realizar serviços no sistema elétrico, desconectar os cabos da bateria.

2. Não fazer uma conexão invertida da bateria.

3. Ao usar uma bateria auxiliar para a partida, conectar um terminal negativo na


estrutura da colheitadeira longe das baterias e do positivo a positivo.

4. Ao carregar as baterias da colheitadeira, desconectar os cabos da bateria nos


terminais. Não utilizar um aparelho carregador de bateria para ligar a colheitadeira.

5. Nunca operar a Colheitadeira quando os cabos da bateria estiverem desconectados.

6. Quando fizer a manutenção do motor, evitar que materiais estranhos entrem no


alternador.

IMPORTANTE: Se precisar fazer soldagem, desconectar as baterias. Colocar o cabo


massa do soldador o mais perto possível da área de solda. Não colocar o cabo massa
onde a corrente possa passar através dos rolamentos ou ao longo dos canais com
chicotes elétricos.

437
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Alternador

1
4

5
87310875
1. TELA DO ALTERNADOR 4. TAMPA DO ALTERNADOR
2. ALTERNADOR 5. GRAMPO DE FIXAÇÃO
3. SUPORTE DE TELA

O alternador é montado em uma posição Pa ra a s s e g u ra r u m a o p e ra ç ã o


fixa do lado do motor. satisfatória do sistema de carga, fazer
um verificação periódica da seguinte
O alter nador é equipado com um forma:
regulador interno.
* Manter a tensão da correia correta.
Quando a lâmpada indicadora de * Os parafusos de montagem devem
amperes acender ou a leitura do estar apertados.
voltímetro cair, o operador deverá parar
o motor e limpar a tela do alternador (1) IMPORTANTE: Manter a tela do
e o alter nador (2). É sugerido utilizar alternador limpa. Verificar a tela
uma mangueira de ar. diariamente e limpar conforme
necessário.
ATENÇÃO: Usar sempre a proteção
facial ao utilizar ar comprimido.

Para impedir possíveis danos ao sistema, evitar o seguinte:

1. Não fazer curto circuito ou aterramento 2. Não operar o sistema de carga com o
nos terminais do alternador. c a b o d e s a í d a o u c o m a b a te ri a
desconectados.

438
10 - SISTEMA ELÉTRICO

BATERIAS

1 2

RD97G066
1. TERMINAL NEGATIVO (-) 2. TERMINAL POSITIVO (+)

A Colheitadeira é equipada com duas (2) baterias de 12 Volts de baixa manutenção.


Verificar o nível de eletrólito em cada célula após 100 horas ou 3 meses. Adicionar água
destilada para aumentar o nível de eletrólito no indicador sob cada tampa. Manter os
orifícios de ventilação sempre abertos.

Ao substituir a bateria, certificar-se que o cabo massa esteja conectado ao terminal


negativo (-) da bateria. Ao desconectar a bateria, desconectar o cabo negativo (-) primeiro.
Ao conectar a bateria, conectar o cabo negativo (-) por último.

OBSERVAÇÃO: Para impedir danos à bateria, não apertar muito os parafusos de


fixação da bateria.

ADVERTÊNCIA: O ÁCIDO DA BATERIA PROVOCA QUEIMADURAS


GRAVES. As baterias contêm ácido sulfúrico. Evitar contato com a pele, olhos ou
roupas. Antídoto: EXTERNO - lavar com água. INTERNO - Beber grandes
quantidades de água ou leite. NÃO induzir o vômito. Procurar imediatamente
atendimento médico. OLHOS - Lavar com água durante 15 minutos e procurar
! assistência médica imediatamente. AS BATERIAS PRODUZEM GASES
EXPLOSIVOS. Manter fagulhas, chama, charutos e cigarros distantes. Ventilar ao
carregar ou utilizar em área fechada. Sempre proteger os olhos ao trabalhar
próximo de baterias. Lavar as mãos após o manuseio. MANTER FORA DO
ALCANCE DAS CRIANÇAS.
M144B

439
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Terminais e Cabos da Bateria


Os terminais da bateria devem ser mantidos limpos e apertados. Um bom método para
limpar os terminais é usar Battery Saver, (Número de Peça M20831) de acordo com as
instruções na embalagem. Esse produto de limpeza não precisa de água. Se não
conseguir obter o Battery Saver, remover toda a corrosão com uma escova de aço e lavar
com solução fraca de bicarbonato de sódio ou amônia. Aplicar um pouco de vaselina ou
graxa leve nos terminais para impedir o aumento da corrosão.

Inspecionar os cabos da bateria quanto a danos. Substituir qualquer cabo da bateria


danificado.

Para evitar uma partida difícil, manter os cabos da bateria apertados.

ADVERTÊNCIA: ao trabalhar próximo a baterias de armazenamento, lembrar


que todas as peças metálicas expostas estão "vivas". Nunca largue um objeto
! metálico pelos terminais, pois poderá provocar faísca, curto-circuito, ou lesão
corporal. M145A

ADVERTÊNCIA: os pólos das baterias, terminais e acessórios relacionados


! contêm chumbo e compostos de chumbo. Lavar as mãos após o manuseio.
M793

Quando as Baterias Não Estão em Uso


Quando a colheitadeira não estiver em uso, as baterias precisarão ser recarregadas a
cada seis semanas. A bateria de armazenamento que não está em uso irá descarregar
aos poucos. A bateria que foi descarregada pode congelar em temperaturas ambientes
baixas e causar danos à bateria e à colheitadeira.

Reciclagem da Bateria
OBSERVAÇÃO: Descartar as baterias antigas pode provocar um risco ambiental.
Verificar com o centro ambiental local, centro de reciclagem ou seu fornecedor para obter
informações corretas sobre descarte.

440
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Conexões da Bateria Auxiliar

ADVERTÊNCIA: o motor pode ligar com a transmissão engatada quando há


desvio do neutro ou da chave de partida de segurança:
1. Não conectar em terminais do motor de partida.
2. Conectar uma bateria auxiliar conectando o terminal positivo da bateria auxiliar
ao “terminal positivo” disponível ou ao terminal positivo da bateria da
máquina. Conectar o terminal negativo da bateria auxiliar ao “terminal
! negativo” disponível ou ao chassi da máquina. Depois empregar os
procedimentos de partida recomendados do assento do operador.
3. Quando necessário, reparar os componentes do sistema elétrico prontamente
de modo a impedir uma “ligação direta”.
O movimento involuntário da máquina pode ferir ou matar o operador ou pessoas
próximas. M107D

Se a bateria estiver descarregada e as luzes não indicarem tensão na bateria, verificar


com um voltímetro se há algum circuito aberto na bateria. Desconectar o cabo negativo (-)
da bateria. Conectar o voltímetro entre os terminais negativo (-) e positivo (+) da bateria.
Se o voltímetro não indicar tensão, a bateria está com um circuito interno aberto. Substituir
a bateria. Conectar um carregador de bateria ou uma bateria auxiliar a uma bateria com
circuito aberto pode provocar fagulha dentro da bateria. Uma fagulha pode provocar a
explosão da bateria.

Se o voltímetro indicar alguma tensão, um carregador de bateria ou uma bateria auxiliar


pode ser ligada à bateria descarregada.

Quando usar um carregador de baterias, verificar se o carregador está desligado antes de


conectar à bateria. Carregar a bateria somente em área bem ventilada. Não tentar
carregar uma bateria congelada.

ADVERTÊNCIA: a não ser que indicado de outra forma, nunca fazer


manutenção ou ajustes na máquina com o motor funcionando. Antes de fazer os
ajustes, colocar a alavanca de controle do câmbio em Neutro e ajustar o freio de
! estacionamento OU colocar a alavanca de controle do câmbio na posição de
estacionamento quando equipado. M147C

OBSERVAÇÃO: A colheitadeira utiliza um sistema elétrico com terra negativo. Fazer


conexões ao sistema elétrico com polaridade invertida danificará os componentes do
sistema elétrico.

441
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Conectar uma bateria auxiliar à bateria


d a c o l h e i t a d e i r a n a o r d e m exa t a a
seguir:
1. Conectar o terminal positivo (+) (1) da 1
bateria auxiliar ao terminal positivo (+)
nas baterias da colheitadeira.

OBSERVAÇÃO: Os grampos de cabos


não devem fazer contato com nenhum
objeto metálico.

RD97G066

2. Conectar o terminal negativo (-) da bateria auxiliar à estrutura da colheitadeira, longe


das baterias. Fazer a conexão final na estrutura da colheitadeira.

IMPORTANTE: Esse é o único método seguro para ligar o motor com uma fonte de
alimentação externa. Qualquer outro método de partida pode causar ferimento ou morte
do operador ou outras pessoas. Não conectar os cabos da bateria auxiliar nos terminais
do motor de partida. Ligar o motor a partir do assento do operador.

Após ligar o motor, desconectar os cabos da bateria auxiliar exatamente na seguinte


ordem:

1. Desconectar o grampo do cabo negativo do chassi da colheitadeira.

2. Desconectar o outro grampo de cabo negativo do terminal negativo da bateria auxiliar.

3. Desconectar o grampo do cabo positivo do terminal positivo nas baterias da


colheitadeira e, a seguir, do terminal positivo na bateria auxiliar.

ADVERTÊNCIA: os pólos das baterias, terminais e acessórios relacionados


! contêm chumbo e compostos de chumbo. Lavar as mãos após o manuseio.
M793

442
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Chave Geral

CHAVE GERAL B.JPG CHAVE GERAL.JPG

Junto à caixa de bateria existe uma


c h ave g e r a l q u e te m p o r fi n a l i d a d e
desconectar a bateria do sistema elétrico
da colheitadeira. Recomenda-se desligá-
la ao final da jornada de trabalho.

Sensor de Segurança do tubo de Descarga

RD00E062 RD05D127

Na escada traseira localiza-se um


s e n s o r m a g n é t i c o d e s e g u ra n ç a
(Fig.1) que bloqueia o funcionamento
do tubo de descarga quando a escada
estiver aber ta, sendo liberado
somente quando a mesma estiver
fechada (Fig.2).

443
10 - SISTEMA ELÉTRICO

SUBSTITUIÇÃO DO BULBO DA LÂMPADA

Farol
PASSO 1 PASSO 2

RK99G139 RK99G108
Remover os oito parafusos do conjunto
Nas luzes ALTA/BAIXA, girar o anel de
de bisel do farol e remover o conjunto.
retenção da lâmpada no sentido anti-
Desconectar o chicote elétrico da
horário para afrouxar e remover.
lâmpada a ser substituída.
OBSERVAÇÃO: Não tocar as lâmpadas
com os dedos porque a oleosidade da
pele pode danificar as lâmpadas de
halogênio.
PASSO 3

RK99G109

Remover a lâ mp ada do conj unto da


lâmpada. Instalar uma nova lâmpada.

444
10 - SISTEMA ELÉTRICO

PASSO 4 PASSO 5

RK99G110

RK99G139

Instalar um bisel do faro l na


colheitadeira.

RK99G111

Para lâmpadas de elementos simples,


girar no sentido anti-horário para
afrouxar e remover. Instalar uma nova
lâmpada.

445
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Farol de Milha, Faróis Aftercut, Faróis de Milha Laterais,


Faróis de Milha Traseiros, Farolete do Braço
Descarregador e Farolete da Peneira
PASSO 1 PASSO 3

RD02E174

Remover os dois parafusos de fixação e RD02E175


retirar o conjunto do farol.
Instalar a lâmpada nova e aper tar no
PASSO 2 lugar com o fixador de retenção.

OBSERVAÇÃO: Não tocar as lâmpadas


com os dedos porque a oleosidade da
pele pode danificar as lâmpadas de
halogênio.
PASSO 4

RD02E176

Remover o fixado r de retenção da


lâmpada e remover a lâmpada.

RD02E174
Instalar o conjunto do farol e os dois
parafusos de fixação.

446
10 - SISTEMA ELÉTRICO

Farolete Traseiro e Lâmpada de Advertência


PASSO 1 PASSO 2

A25955 A25956

Remover os dois parafusos e a tampa. Pressionar e girar no sentido anti-horário

Faroletes de Espaço Livre de Extremidade Ampla

RD00H061 RD00H062
Remover os dois parafusos e a tampa. Pressionar e girar no sentido anti-horário
para afrouxar e remover a lâmpada.
Instalar uma nova lâmpada.

447
10 - SISTEMA ELÉTRICO

OBSERVAÇÃO:

448
11 - ARMAZENAMENTO

PREPARAÇÃO PARA A ARMAZENAGEM


Se não for usar a Colheitadeira por algum tempo, guardar em um lugar seguro e seco.
Ao deixar a colheitadeira ao ar livre, exposta ao tempo, sua vida útil diminuirá.
Seguir os procedimentos abaixo se a sua colheitadeira estiver guardada por mais de
seis (6) meses:

1. Tampar o motor de partida e o alternador com plástico antes de lavar a


colheitadeira. Lavar ou limpar e lubrificar a colheitadeira completamente (consultar
Lubrificação/Filtros/Fluidos neste manual).

2. Limpar o interior da Colheitadeira incluindo as peneiras, peneiras da sapata,


console de instrumentos e da cabine do operador.

3. Roedores podem danificar a colheitadeira armazenada. Os roedores comerão


plástico, material isolante ou de borracha, especialmente se coberto com poeira de
grãos. Limpar as áreas onde os roedores podem se esconder. Deixar os painéis e
portas de acesso abertos para remover os focos de ninhos convenientes. Em
alguns casos, deixar bolas de naftalina para ajudar a afastar ratos e camundongos.

4. Operar o motor durante tempo suficiente para aquecer completamente o óleo no


cár ter antes de drenar o óleo. Remover e substituir o filtro de óleo conforme
necessário. Encher o cárter com o óleo novo e operar o motor por dois a cinco
minutos.

5. Abrir o dreno no filtro de combustível do separador de água e drenar água e


sedimentos antes de fechar. Encher o tanque de combustível com combustível
diesel classe premium. Se essa classe de combustível não foi usada regularmente,
drenar o tanque de combustível e encher com combustível diesel classe premium.
Operar o motor durante cinco minutos para circular o combustível no sistema de
injeção de combustível.

6. Limpar o filtro do depurador de ar e o corpo.

7. Drenar, lavar e encher o sistema de arrefecimento com a mistura anticongelante


correta para proteger a Colheitadeira na temperatura mais baixa prevista.
Acrescentar o condicionador do sistema de arrefecimento e mudar o condicionador
do filtro de arrefecimento.

8. Fechar a válvula de corte do combustível entre o filtro do separador de água e o


tanque de combustível para evitar que o combustível seja drenado do sistema de
injeção do combustível para o tanque de combustível.

9. Tampar o tubo do respirador e o tubo de escape do motor.

449
11 - ARMAZENAMENTO
10. As baterias não precisam ser removidas da Colheitadeira, exceto em períodos de
armazenamento prolongados (mais de 30 dias) abaixo das temperaturas de
congelamento. As baterias devem ser carregadas completamente para evitar o
congelamento. Desconectar o cabo terra negativo (-) nas baterias para impedir
possíveis descargas.

11. Guardar a Colheitadeira onde haja proteção contra luz. Limpar os pneus antes de
armazenar. Apoiar a colheitadeira de modo que a carga seja retirada dos pneus. Se
a colheitadeira não for apoiada, inflar os pneus em intervalos regulares.

12. Lubrificar todas as correntes com óleo.

13. Abrir as portas no fundo dos elevadores e o tanque graneleiro. Abrir a porta da
base do sem-fim dianteiro e limpar a base do sem-fim.

14. Recolher todos os cilindros hidráulicos para evitar a ferrugem das hastes do pistão.
Sempre abaixar a plataforma para retirar o peso do sistema hidráulico. Revestir
todas as hastes de cilindros expostas com graxa leve para evitar a ferrugem.

15. Remover a tensão das correias.

RD02E211

COMPARTIMENTO INTERNO DO MOTOR

1. CHAVE DE BALANÇO DO ROTOR EM POSIÇÃO DE ARMAZENAMENTO

450
11 - ARMAZENAMENTO

RETIRADA DO ARMAZENAMENTO
Recomenda-se tomar cuidado ao ligar um motor que esteve armazenado.
1. Abrir a válvula de corte do tanque de combustível. Abrir a válvula de dreno do filtro do
separador e retirar o combustível contaminado. Fechar a válvula de dreno.
2. Verificar se a graduação do óleo no cárter motor está conforme a especificação deste
manual.
3. Remover os bujões do tubo do respirador do motor e o tubo de escape.
4. Verificar o nível do líquido de arrefecimento no radiador.

5. Verificar se as baterias estão completamente carregadas. Conectar os cabos terra e


apertar todos os terminais.
6. Verificar as articulações do freio.
7. Verificar para certificar-se de que a embreagem deslizante do transportador do
alimentador funcionará corretamente.

ADVERTÊNCIA: verificar se há vazamentos ou qualquer peça quebrada, na


máquina, que não esteja funcionando corretamente ou que não esteja lá de modo
! algum. Antes de ligar a máquina, apertar todas as capas, hastes de nível, tampas
de baterias, etc. M104A

ADVERTÊNCIA: antes de ligar o motor, verificar se todos os controles


! operacionais estão em neutro. Isto eliminará movimento acidental da máquina ou
partida do equipamento acionado eletricamente. M106E

ADVERTÊNCIA: jamais operar o motor em um prédio fechado. Uma ventilação


! adequada é necessária sob todas as circunstâncias. M142A

8. NÃO acelerar o motor rapidamente ou operar em alta rotação logo após a partida.
9. Verificar a tensão nas correias de acionamento.
10. Encher os pneus nas pressões de operação corretas.
11. Fechar as portas do elevador e a porta do descarregador do tanque graneleiro.
Certificar-se que a calha do sem-fim da retrilha, o tanque graneleiro e as sedes de
limpeza da calha do sem-fim de grãos limpos estejam fechados.
12. Certificar-se que todas as proteções estejam na posição correta.

451
11 - ARMAZENAMENTO

Embreagem Deslizante do
Transportador do Alimentador
Verificar a embreagem deslizante do transportador do alimentador anualmente para
certificar-se que a embreagem funcione corretamente após um período de
armazenamento.

PASSO 1 PASSO 3

RD00H016 RD01H216
Remover as proteções que cobrem a Instalar uma corrente na polia e em volta
correia de acionamento do eixo do eixo de acionamento dianteiro.
secundário do alimentador.

PASSO 2

RD01H215
Remover a proteção do coletor da
correia.

452
11 - ARMAZENAMENTO

PASSO 4 PASSO 5

RD01H219 RD01H217
Utilizar a chave do rotor para girar o eixo Verificar o comprimento das molas de
do pivô do alimentador no sentido anti- compressão (1) caso a embreagem não
horário. A embreagem deve deslizar deslize ou a força necessária para
quando uma força de 610 a 746 Nm (450 deslizar seja maior do que o valor
a 550 lb-ft) for aplicada nas colheitadeiras especificado. O comprimento da mola
sem um coletor de pedras e quando uma comprimida deve ser de 55 mm (2.2 in.).
força de 764 a 881 Nm (550 a 650 lb-ft) Afrouxar os parafusos para ajustar as
for aplicada com um coletor de pedras. molas neste comprimento caso o
Será necessário ser aplicada à chave do comprimento da mola seja menor que o
rotor uma força de 756 a 890 N (170 a valor especificado. Verificar a força
200 lb) para as colheitadeiras sem um necessária para deslizar a embreagem.
coletor de pedras e uma força de 890 a
1068 N (200 a 240 lb) para as
colheitadeiras com um coletor de pedras.

453
11 - ARMAZENAMENTO

PASSO 6 PASSO 8

RD01H219 RD00H016
Afrouxar os parafusos das molas se a Remover a corrente e instalar o coletor da
força necessária para deslizar a correia e as proteções.
embreagem for ainda maior do que o valor
especificado. Girar o eixo pivô do
alimentador duas ou três voltas completas
para certificar-se que as superfícies da
embreagem estejam limpas.

PASSO 7

RD01H220
Ajustar as molas de compressão para o
comprimento especificado e utilizar a
chave de torque para medir a força
necessária para deslizar a embreagem.
Se a força necessária for maior do que o
valor especificado, a embreagem terá que
ser desmontada e as superfícies da
embreagem limpas. Consultar o seu
concessionário.

454
12 - DECALQUES INFORMATIVOS

DECALQUES INFORMATIVOS

Decalques Com o Símbolo "Ler o Manual do


Operador"
O decalques que mostram o símbolo “Ler
o Manual do Operador” servem para
orientar o operador a respeito do Manual
do Operador, para obter mais
informações sobre manutenção, ajustes
e/ou procedimentos sobre áreas
específicas da colheitadeira. Quando um
decalque exibir este símbolo, consultar a
782L95
página apropriada do Manual do
Operador abaixo.
LOCAL DO DECALQUE DESCRIÇÃO PÁGINA

1. Caixa do Manual do Operador Armazenamento do Manual 2

2. Parede de Encosto da Cabine Não Bloquear a Recirculação da Cabine 71


Filtro de Ar

3. Teto Acolchoado da Cabine Advertência de Perigo/Desativar , 13, 66


Freio de Estacionamento 67

4. Teto Acolchoado da Cabine Identificação do Relé Superior 433

5. Caixa de Fusível Inferior da Cabine Relé e Fusível Inferior 434


Identificação

6. Escada do Operador Controle Inferior e Superior 162

7. Decalques de Lubrificação
Lado Esquerdo Intervalos de 10 a 100 Horas 300
Lado Direito Intervalos de 10 a 100 Horas 303
Tampa Intervalos de 10 a 100 Horas 297
Eixo Traseiro Intervalos de 10 a 100 Horas 308

8. Reservatório Hidráulico Nível de Fluido Hidráulico, 338


Verificação e Enchimento

9. Conjunto da Redução Final, Torque do Parafuso da Roda de Tração 269


Roda Dianteira

455
12 - DECALQUES INFORMATIVOS

LOCAL DO DECALQUE DESCRIÇÃO PÁGINA

10. Cubo da Roda do Eixo de Direção Torque do Parafuso - Eixo Padrão 272
Torque do Parafuso - Eixo de
Serviço Pesado
Torque do Parafuso - Eixo Guia
de Potência

11. Alimentador, Lado Direito Ajuste do Alimentador 188


Tambor Dianteiro do Transportador -
Com Retardador de Pedras

Tambor Dianteiro do Transportador -


Sem Retardador de Pedras

12. Plataforma do Elevador de Palha Ajuste do Transportador do Elevador 407


(Lado Posterior da Tampa) e Percurso da Corrente de Acionamento

Suprimento Horizontal

Suprimento Inclinado

13. Eixo do Batedor de Descarga Fundo do Batedor de Descarga 243


(Lado Esquerdo, Se Equipado) Ajustes

14. Acionamento do Picador de Palha Picador e Velocidade do Picador 248


(Lado Direito, Se Equipado) Ajuste do Côncavo

456
13 - ESPECIFICAÇÕES

MOTOR DIESEL
Modelo - 2388 ........................................................................................................ 6TAA-830
Tipo - 2388 ..............................................................Seis Cilindros, Ciclo de Quatro Tempos,
Turbocomprimido, com Aftercooler,
Válvula no Cabeçote do Cilindro
Modelo - 2399 ...................................................................................................... 6TAA-8304
Tipo - 2399 ..............................................................Seis Cilindros, Ciclo de Quatro Tempos,
Turbocomprimido, Com Arrefecedor Intermediário
Válvula no Cabeçote do Cilindro
Ordem de Combustão .......................................................................................... 1-5-3-6-2-4
Diâmetro Interno........................................................................................................ 114 mm
Curso......................................................................................................................... 135 mm
Deslocamento do Pistão ......................................................................................... 8,3 Litros
Taxa de Compressão 2388..........................................................................................17,3 / 1
Taxa de Compressão 2399..........................................................................................17,5 / 1
Luvas dos Cilindros ....................................................... Tipo Úmida, Podem ser Removidas
Regulador de Rotação do Motor sem Carga -
Separador OFF(Desligado) ....................................................................... 2470 a 2510 RPM
Regulador de Rotação do Motor sem Carga - Separador ON(Ligado).................. 2410 RPM
Rotação da Colheita Recomendada...................................................... Acima de 2340 RPM
Rotação Lenta do Motor ............................................................................ 1000 a 1200 RPM
Potência Nominal - Colheitadeira 2388 ...................................................... 280 HP (285 CV)
Potência Nominal - Colheitadeira 2399 .......................................................305 HP (310 CV)

Sistema de Lubrificação do Motor


Pressão do Óleo........................................................................ 296 a 372 kPa (43 a 54 PSI)
com Motor Aquecido e
Operando na Velocidade Nominal
Sistema de Tipo ............................................................................... Pressão e Pulverização

Sistema de Combustível
Injetores de Combustível ........................................................................................... 17 mm

Sistema de Tomada de Ar
Tipo ....................................................................Sistema de Admissão de Ar do Tipo Seco,
Dois Estágios

457
13 - ESPECIFICAÇÕES

TREM DE FORÇA
Transmissão
Tipo .............................................................................................. Faixa de Três Velocidades
Acionamento Hidrostático
Seleção da Engrenagem............................................................................. Três Velocidades

Sistema de Propulsão Hidrostática


(Consultar o Manual de Serviço para o Procedimento de Teste Adequado)
Colheitadeiras de Milho e Grãos
Tipo da Bomba........................................ Bomba de Pistão Axial de Deslocamento Variável
Com Controle de Deslocamento Manual
Capacidade da Bomba a 2200 RPM do Motor ............................................. 220 a 232 l/min
(58 a 61 GPM)
Pressão Máxima do Sistema..............................................................41 369 kPa (6000 PSI)

Colheitadeiras de Arroz
Tipo da Bomba........................................ Bomba de Pistão Axial de Deslocamento Variável
Com Controle de Deslocamento Manual
e Válvula de Cancelamento de Pressão
Capacidade da Bomba a 2200 RPM do Motor ............................................. 220 a 232 l/min
(58 a 61 GPM)
Pressão Contínua Máxima do Sistema ..............................................41 369 kPa (6000 PSI)
Pressão de Pico Máximo do Sistema (1 a 2 Segundos) .................... 44 816 kPa (6500 PSI)

Sistema Hidráulico Auxiliar


(Consultar o Manual de Serviço para o Procedimento de Teste Adequado)
Tipo da Bomba.....................................................Bomba do Pistão/Bomba de Engrenagem
Combinação
Elevação da Plataforma/Capacidade da Bomba de Direção
a 2400 RPM do Motor (Bomba do Pistão).......................................................... 83,2 l/min
(22.0 GPM Mínimo)
Pressão Máxima do Sistema de Elevação da Plataforma .. 18 960 kPa (2750 PSI) [189.6 bars]
Pressão Mínima do Alívio da Direção ............................ 15 860 kPa (2300 PSI) [158.6 bars]
Acionamento do Molinete/Capacidade da Bomba Regulada a
2400 RPM do Motor ........................................................................ 41,6 LPM (11.0 GPM)
Fluxo Máximo/Mínimo do Acionamento do Molinete a
Acoplamento a 2400 RPM do Motor ................................................37,8 l/min (10.0 GPM)
Pressão Máxima do Sistema de Acionamento
do Molinete........................................................................14 480 kPa (2100 PSI) [144.8 bars]

Freios de Pedal
Freios Operados Hidraulicamente...............................229 mm (12 Chapas de 9 Polegadas)
Tipo Disco Úmido/Utilizar o Hidráulico Normal
Fluido do Hidráulico Principal
Sistema a 1240 kPa (180 PSI) [12.4 bars]

458
13 - ESPECIFICAÇÕES

MÁQUINA COMUM
OBSERVAÇÃO: As especificações são baseadas a 2410 RPM em
Marcha Lenta Alta.

Alimentador
Tipo ........................................................................................... Transportador com Palhetas
Largura .................................................................................................1 162 mm (45-3/4 in.)
Comprimento - Com Coletor de Pedras............................................... 1 384 mm (54-1/2 in.)
- Sem Coletor de Pedras ......................................................1 524 mm (60 in.)
Rotação do Eixo Pivô .............................................................................................. 411 RPM
Velocidade da Corrente do Transportador............................................. 2,52 m/s (497 ft/min)
Rotação do Eixo Secundário do Alimentador .......................................................... 518 RPM

Rotor
Diâmetro........................................................................................................762 mm (30 in.)
Comprimento ............................................................................................ 2 794 mm (110 in.)
Velocidades - Caixa de Engrenagens de Três Velocidades
Faixa Baixa ................................................................................................250 a 425 RPM
Faixa Média ............................................................................................... 400 a 740 RPM
Faixa Alta ................................................................................................. 660 a 1150 RPM

Caixa do Rotor
Diâmetro........................................................................................................864 mm (34 in.)
Comprimento ........................................................................................2 059 mm (81-1/8 in.)
Área de Separação da Caixa do Rotor ............................................ 0,802 m2 (1243 in.2)
Área da Grelha do Rotor ............................................................... 0,897 m2 (1390 in.2)
Área de Separação Total
(Caixa do Separador e Grelha do Rotor .......................................1,699 m2 (2633 in.2)

Côncavo
Tipo............................................3 Seções – Barra e Arame
1. Côncavos de Arames Fino – Colheita de Grãos
Diâmetro 3/16” (4,8 mm) espaçado de 0,42” (10,7 mm)
2. Côncavos de Arames Grosso – Arroz e Milho
Diâmetro 1/4” (6,4 mm) espaçado de 0,83” (21,1 mm)
3. Côncavo Barra Redonda – Grãos
3.1. Côncavo Frontal
Diâmetro 1/4” (6,4 mm) espaçado de 1,11” (28,1 mm)
3.2. Côncavos # 2 e 3
Diâmetro 1/4” (6,4 mm) espaçado de 1,66” (42,2 mm)
Área do Côncavo.........................1,144 m2 (1773 pol2)
Área Total de Trilha e Separação (Área Total de Separação da Gaiola do Rotor, Área do
Côncavo e Área das Grades do Rotor........2,780 m2 (4307 pol2)

459
13 - ESPECIFICAÇÕES

Base do Sem-Fim
Número de Sem-Fins ........................................................................................................... 5
Rotação................................................................................................................... 267 RPM
Direção de Rotação .................................................................4 Sem-Fins - Sentido Horário
1 Sem-Fim - Sentido Anti-Horário

Ventilador de Limpeza
Tipo ................................................................................................................... Cross-Flow®
Rotação Mínima ...................................................................................................... 450 RPM
Rotação Máxima ....................................................................................... 1200 a 1300 RPM

Peneira Superior
Tipo ..........................................................................................................................Ajustável
Espaçamento ....................- Colheitadeiras de Arroz e Grãos ................. 28,4 mm (1-1/8 in.)
- Colheitadeira de Milho ................................ 41,1 mm (1-5/8 in.)
Seção Central ...................................................................................Ajustada Externamente

Peneira Inferior
Tipo ...................................................................................................Ajustado Externamente

Área de Limpeza
Peneira Superior...........................................................................2,684 m2 (4160 in.2)
Sapata ........................................................................................2,331 m2 (3613 in.2)
Pneumático ...................................................................................0,112 m2 (174 in.2)
Total ........................................................................................... 5,127 m2 (7947 in.2)

Elevadores
Tipo ............................................................Corrente de Rolamento com Aletas de Borracha
Rotação - Eixo de Acionamento da Retrilha............................................................ 491 RPM
- Corrente do Transportador da Retrilha 2,35 m/s ............................... (463 ft/min)
- Eixo de Acionamento de Grãos Limpos (Rotação Normal) ................... 415 RPM
- Eixo de Acionamento de Grãos Limpos (Rotação Alta)......................... 488 RPM
- Corrente do Transportador de Grãos Limpos
(Velocidade Normal) .............................................................. 2,6 m/s (507 ft/min)
- Corrente do Transportador de Grãos Limpos
(Velocidade Alta) ................................................................... 3,0 m/s (596 ft/min)

460
13 - ESPECIFICAÇÕES

Sem-Fim do Elevador de Grãos


Diâmetro............................................................................................... 250 mm (9-27/32 in.)
Rotação ...................................................................................................................456 RPM

Sem Fim Retrilha


Diâmetro..........................................................................................................127 mm (5 in.)
Sem-Fim Inferior da Retrilha....................................................................................491 RPM

Sem-Fim Superior da Retrilha


Diâmetro..........................................................................................................127 mm (5 in.)
Rotação .................................................................................................. 491 RPM Duplicado

Tanque Graneleiro
Capacidade ..........................................................Arroz - 8.400 Litros (240 Bushels)
Grãos - 10.200 Litros (290 Bushels)

Descarregador do Tanque Graneleiro


Rotação do Sem-Fim do Tubo do Descarregador ...................................................670 RPM
Tempo de Descarregamento (Aproximado)
Colheitadeira de Milho e Grãos ...................................................................120 Segundos
Colheitadeira de Arroz ...................................................................................96 Segundos

Espalhador de Palha
Rotores ................................................................................................................... Dois 3Bat
Duas Rotações ................................................................. 339 RPM (em Marcha Lenta Alta)

Picador de Palha (Se Equipado)


Diâmetro do Rotor ...................................................................................... 419 mm (16.5 in.)
Número de Pás do Rotor ....................................................................................................28
Número de Pás do Côncavo............................................................................................... 13
Rotação do Rotor - Alta .........................................................................................2780 RPM
- Baixa .......................................................................................697 RPM

461
13 - ESPECIFICAÇÕES

Esteiras (Se Equipado)


Bitola de Acionamento ............................................................................. 3 226 mm (127 in.)

Tela de Ar Rotativa
Rotação................................................................................................................... 206 RPM

462
13 - ESPECIFICAÇÕES

VELOCIDADES DE DESLOCAMENTO APROXIMADAS

Colheitadeira de Milho/Grãos
Transmissão Padrão com Troca de Marchas 37/35
MOTOR DE VELOCIDADE ÚNICA DUAS VELOCIDADES
TRANSMISSÃO OU DUAS VELOCIDADES
HIDROSTÁTICA
FAIXA BAIXA ALTA
MARCHA PRIMEIRA SEGUNDA TERCEIRA PRIMEIRA SEGUNDA TERCEIRA *
PNEUS mph mph mph mph mph mph
TAMANHO (km/h) (km/h) (km/h) (km/h) (km/h) (km/h)
24.5-32 R1 4.04 7.36 19.29 4.90 8.93 19.29
(6.51) (11.85) (31.04) (7.89) (14.36) (31.04)
30.5L-32 R1 4.03 7.34 19.23 4.89 8.90 19.23
(6.48) (11.81) (30.94) (7.86) (14.31) (30.94)
30.5L-32 R2 4.16 7.58 19.86 5.05 9.19 19.86
(6.70) (12.20) (31.96) (8.12) (14.79) (31.96)
800/65-R32 R1W 3.83 6.99 18.71 4.82 8.77 18.71
(6.17) (11.24) (30.10) (7.75) (14.12) (30.10)
18.4-R38 R1 3.95 7.16 19.19 4.78 8.69 19.19
Duplo (6.36) (11.52) (30.88) (7.69) (13.98) (30.88)
20.8-38 R1 4.10 7.46 19.55 4.97 9.05 19.55
Duplo (6.59) (12.00) (31.45) (7.99) (14.55) (31.45)
20.8-38 R2 4.24 7.72 20.22 4.98 9.06 20.22
Duplo (6.82) (12.42) (32.19) (8.01) (14.58) (32.19)
Esteira 1.41 2.56 6.70 1.70 3.10 6.70 **
(2.27) (4.12) (10.78) (2.74) (4.99) (10.78)

* Um travamento elétrico impedirá o motor hidrostático de mudar para a faixa HI (alta)


quando a Colheitadeira for operada na terceira marcha.

** A colheitadeira de esteira não é equipada com o interruptor de travamento elétrico que


impede o motor hidrostático de mudar para a faixa HI (alta) quando a Colheitadeira é
operada na terceira marcha. Sempre operar uma colheitadeira de esteira equipada com
pneus de borracha na faixa LO (baixa) quando operada na terceira marcha.

OBSERVAÇÃO: As velocidades de avanço em reverso são 63 por cento das


velocidades mostradas acima em cada engrenagem.

463
13 - ESPECIFICAÇÕES

Colheitadeira de Arroz (Padrão)


Colheitadeira de Grãos/Milho (Opcional)
Transmissão com Mudança de Marchas 34/38 -
Eixo Guia de Potência NÃO Engatado
MOTOR DE VELOCIDADE ÚNICA DUAS VELOCIDADES
TRANSMISSÃO OU DUAS VELOCIDADES
HIDROSTÁTICA
FAIXA BAIXA ALTA
MARCHA 1ª 2ª 3ª 1ª 2ª 3ª*
PNEUS mph mph mph mph mph mph
TAMANHO (km/h) (km/h) (km/h) (km/h) (km/h) (km/h)
24.5-32 R1 3.42 6.23 16.33 4.15 7.55 16.33
(5.50) (10.02) (26.27) (6.68) (12.15) (26.27)
30.5L-32 R1 3.41 6.21 16.27 4.13 7.53 16.27
(5.49) (9.99) (26.18) (6.65) (12.11) (26.18)
30.5L-32 R2 3.52 6.42 16.81 4.27 7.78 16.81
(5.67) (10.32) (27.05) (6.87) (12.52) (27.05)
800/65-R32 R1W 3.25 5.91 15.83 3.94 7.15 15.83
(5.22) (9.51) (25.48) (6.34) (11.54) (25.48)
76 x 50.00-32 HF3 3.73 6.79 18.18 4.52 8.24 18.18
(5.99) (10.92) (29.22) (7.27) (13.24) (29.22)
900/65 R32 R2 3.60 6.55 17.54 4.37 7.92 17.54
(5.78) (10.54) (28.2) (7.03) (12.79) (28.23)
18.4-R38 R1 3.30 6.02 16.13 4.01 7.30 16.13
Duplo (5.31) (9.69) (25.96) (6.45) (11.75) (25.96)
20.8-38 R1 3.47 6.31 16.54 4.20 7.65 16.54
Duplo (5.58) (10.16) (26.62) (6.76) (12.32) (26.62)
20.8-38 R2 3.59 6.53 17.11 4.35 7.92 17.11
Duplo (5.77) (10.51) (27.53) (7.00) (12.74) (27.53)
18.4R-42 R1 3.47 6.32 16.93 4.21 7.67 16.93
Duplo (5.58) (10.17) (27.25) (6.77) (12.34) (27.25)
18.4R-42 R2 3.51 6.39 17.13 4.26 7.76 17.13
Duplo (5.65) (10.29) (27.57) (6.86) (12.49) (27.57)
20.8R42 R1 3.74 6.80 17.83 4.53 8.25 17.83
Duplo (6.01) (10.95) (28.69) (7.29) (13.27) (28.69)
420/80 R46 3.47 6.32 16.93 4.21 7.67 16.93
Duplo (R1) (5.58) (10.17) (27.25) (6.77) (12.34) (27.25)

464
13 - ESPECIFICAÇÕES

OBSERVAÇÃO: As velocidades de avanço em reverso são 63 por cento das


velocidades mostradas na página anterior em cada engrenagem.

OBSERVAÇÃO: As velocidades de deslocamento com o Eixo Guia de Potência


serão aproximadamente 84 por cento da velocidade mostrada na página
anterior em cada engrenagem.

ADVERTÊNCIA: para evitar a falha do componente, não sobrecarregar,


exceder a velocidade ou alterar a resistência de qualquer peça da colheitadeira.
Evitar as modificações que possam: Aumentar a potência do motor acima do
especificado; Aumentar a velocidade do componente ou carga acima do
! especificado; Aumentar a capacidade do tanque graneleiro acima do máximo
especificado; Sobrecarregar os pneus com o uso de plataformas maiores do que
as recomendadas; Sobrecarregar a estrutura ou componentes de acionamento
através do uso de alterações ou acesssórios não autorizados. Não exceder o
tamanho da plataforma ou da plataforma de milho recomendados. M320A

465
13 - ESPECIFICAÇÕES

MEDIDAS GERAIS APROXIMADAS

C
D B F
E
G
614L95

A. Consultar a Tabela (Próxima Página) E.5117 mm (201.5 in.) sem Coletor de Pedras,
com Field Tracker®
B. 3587 mm (141.2 in.) E.5066 mm (199.4 in.) sem Coletor de Pedras,
sem Field Tracker®
C.2249 mm (88.5 in.) sem Coletor de Pedras, E. 5213 mm (205.2 in.) com Coletor de Pedras,
com Field Tracker® com Field Tracker®
C. 2198 mm (86.5 in.) sem Coletor de Pedras, E. 5162 mm (203.2 in.) com Coletor de Pedras,
sem Field Tracker® sem Field Tracker®
C. 2345 mm (92.3 in.) com Coletor de Pedras, F. 1314 mm (51.7 in.)
com Field Tracker®
C. 2294 mm (90.3 in.) com Coletor de Pedras, G.9950 mm (391.7 in.) sem Coletor de Pedras,
sem Field Tracker® com Field Tracker®
D .3929 mm (154.7 in.) sem Coletor de Pedras, G. 9899 mm (389.7 in.) sem Coletor de Pedras,
com Field Tracker® sem Field Tracker®
D . 3878 mm (152.7 in.) sem Coletor de Pedras, G. 10 046 mm (395.5 in.) com Coletor de Pedras,
sem Field Tracker® com Field Tracker®
D. 4025 mm (158.5 in.) com Coletor de Pedras, G. 9995 mm (393.5 in.) com Coletor de Pedras,
com Field Tracker® sem Field Tracker®
D. 3974 mm (156.5 in.) com Coletor de Pedras, H. 6242 mm (245.7 in.) - para Descarregador de
sem Field Tracker® 5283,2 mm (208 in.)
X. Consultar Observação de Altura Máxima na
Próxima Página
Y= x + 150mm – EXTENSÃO FECHADA
Z= x + 1040mm – EXTENSÃO ABERTA

OBSERVAÇÃO: Essas dimensões são para o alimentador abaixado.

466
13 - ESPECIFICAÇÕES

J
K
L
RH04E103

J. 2550 mm (100.4 in.) M. 6495 mm (255.7 in.) - para Descarregador de


5283,2 mm (208 in.)
K. 3188 mm (125.5 in.)
L. 3243 mm (127.7 in.)

POSIÇÃO DE FOLGA DO EIXO

PNEUS BAIXO ALTO


TAMANHO
Inch (mm) Inch (mm)
(Polegada) (Polegada)

18.4-R38 R1 Duplo 158.1 (4017) 161.6 (4105)

20.8-38 R1 Duplo 159.5 (4051) 163.0 (4140)

20.8-38 R2 Duplo 160.7 (4082) 164.2 (4170)

18.4-R42 R2 Duplo 161.5 (4102) 165.0 (4191)


A
18.4-R42 R1 Duplo 159.6 (4054) 163.1 (4142)

20,8-R42 R1 Duplo 160.9 (4086) 164.3 (4173)

420/80 R46 R1 159.6 (4054) 163.1 (4142)

24.5-32 R1 158.4 (4023) 161.9 (4111)

30.5L-32 R1 158.7 (4032) 162.2 (4120)


30.5L-32 R2 159.9 (4062) 163.3 (4149)

800/65R32 R1W 158.4 (4023) 161.9 (4111)

900/65 R32 R2 166.1 (4219)

76 X 50,00-32 HF3 163.0 4140.2 165.2 (4196)

Esteira 163.1 (4142) 165.9 (4213)

467
13 - ESPECIFICAÇÕES

OBSERVAÇÃO: Essas dimensões são para o alimentador abaixado.

OBSERVAÇÃO: A altura máxima - Dimensão “X” - para a tampa do comando


de escape, será de 100 mm (4 in.) maior que a Dimensão “A” listada na tabela
acima, com a Colheitadeira NÃO equipada com a Antena do Sistema de
Lavoura Avançada (AFS).

OBSERVAÇÃO: A altura máxima - Dimensão “X” - para a tampa do comando


de escape, será de 170 mm (6.7 in.) maior que a Dimensão “A” listada na tabela
acima, com a Colheitadeira equipada com a Antena do Sistema de Lavoura
Avançada (AFS).

Altura do Descarregador (Colheitadeira com Pneus 24.5-32 R1)


Altura da Descarga - Descarregador de 5283,2 mm (208 in.) ............... 4125 mm (162.8 in.)

Altura da Folga - Descarregador de 5283,2 mm (208 in.) ...................... 3932 mm (155.2 in.)

Direção
Raio de Giro ..............................................................................Bitola de 2743 mm (108 inch)
Para a Linha de Centro da Colheitadeira (Eixo Guia Sem Potência).............. 6198 mm (244 in.)

PESOS DE EMBARQUE APROXIMADOS


Colheitadeira 2388 ............................................................................... 12 500 kg (27 500 lb)
Colheitadeira de Milho/Grãos 2399...................................................... 12 500 kg (27 500 lb)
Colheitadeira de Arroz 2399 ................................................................ 12 772 kg (28 100 lb)
Colheitadeira com Esteiras 2399 - Sem Plataforma ............................. 14 681kg (32 300 lb)

OBSERVAÇÃO: O peso é baseado em uma colheitadeira equipada comum.


ALTURA DA EXTENSÃO
Y = (EXTENSÃO FECHADA) = X +150mm
Z = (EXTENSÃO ABERTA) = X + 1040mm

468
13 - ESPECIFICAÇÕES

AJUSTE DA MÁQUINA PARA VÁRIAS CULTURAS


CULTURA ________________________________
Data

AJUSTE DA MÁQUINA

Velocidade
do Rotor

Engrenagem do Rotor
Faixa de Razão

Indicador
do Côncavo

Tipo de
Côncavo

Ajuste da
Peneira Superior

Ajuste da
Sapata

Velocidade do
Ventilador

Tipo de
Grelha

Posição da
Aleta
de Transporte

Umidade da Colheita _______________________________________________________________

Rendimento ______________________________________________________________________

Observações ____________________________________________________________

_______________________________________________________________________

_______________________________________________________________________

_______________________________________________________________________

469
13 - ESPECIFICAÇÕES

AJUSTE DA MÁQUINA PARA VÁRIAS CULTURAS


CULTURA _______________________________
Data

AJUSTE DA MÁQUINA

Velocidade
do Rotor

Engrenagem do Rotor
Faixa de Razão

Indicador do
Côncavo

Tipo de
Côncavo

Ajuste da
Peneira Superior

Ajuste da
Sapata

Velocidade do
Ventilador

Tipo de
Grelha

Posição da
Aleta
de Transporte

Umidade da Colheita ____________________________________________________________

Rendimento ___________________________________________________________________

Observações __________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

470
13 - ESPECIFICAÇÕES

AJUSTE DA MÁQUINA PARA VÁRIAS CULTURAS


CULTURA _______________________________
Data

AJUSTE DA MÁQUINA

Velocidade
do Rotor

Engrenagem do Rotor
Faixa de Razão

Indicador
do Côncavo

Tipo de
Côncavo

Ajuste da
Peneira Superior

Ajuste da
Sapata

Velocidade do
Ventilador

Tipo de
Grelha

Posição da
Aleta
de Transporte

Umidade da Colheita ____________________________________________________________

Rendimento ___________________________________________________________________

Observações __________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

471
13 - ESPECIFICAÇÕES

AJUSTE DA MÁQUINA PARA VÁRIAS CULTURAS


CULTURA _______________________________
Data

AJUSTE DA MÁQUINA

Velocidade
do Rotor

Engrenagem do Rotor
Faixa de Razão

Indicador
do Côncavo

Tipo de
Côncavo

Ajuste da
Peneira Superior

Ajuste da
Sapata

Velocidade do
Ventilador

Tipo de
Grelha

Posição da
Aleta
de Transporte

Umidade da Colheita ____________________________________________________________

Rendimento ___________________________________________________________________

Observações __________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

472
INDICE DETALHADO

A Ajustes do Transportador .............185


Caixa de Engrenagens do
Acelerador
Alavanca de Controle..................... 58 Reversor ........................316
Coletor de Pedras ........................154
Acumulador ......................................... 189
Correia de Acionamento ...............381
Acumulador do Controle de Percurso .... 189 Correia de Acionamento do Eixo
Ajuste Secundário .....................378
Alimentador .................................. 415 Corrente do Transportador ...........411
Alimentador - Tamanho do Pneu ... 157 Corte Automático do Alimentador 152
Alimentador com Coletor de Embreagem Deslizante do
Pedras ........................... 158 Transportador ................452
Bastão do Distribuidor de Palha ... 245 Especificações .............................459
Batedor de Descarga ................... 243 Fundo Perfurado ..........................419
Console Direito .............................. 62 Interruptor da Embreagem .............53
Embreagem Deslizante do Nível do Óleo/Troca de Óleo ........345
Elevador ........................ 403 Operação do Reversor .................152
Esquadro do Distribuidor de Posições de Ancoragem do
Palha/Palhiço ................. 246 Cilindro ...........................417
Interruptor de Limite do Removedores Ajustáveis.............. 418
Eixo Secundário ............ 420 Reversão Manual .........................153
Pedal de Aproximação Lenta ....... 414 Tensão da Corrente .....................182
Peneira Inferior ............................ 234
Alternador
Peneira Superior .......................... 227 Correia ..........................................354
Peneira Superior Externamente... 227 Sistema de Carga .........................437
Peneira Superior Internamente .... 228
Ambiente .............................................293
Sem-Fim da Plataforma ............... 183
Tampa do Sem-Fim do Antes de Ligar o Motor ..........................93
Descarregador ............... 240 Ao Proprietário .........................................1
Tensão da Esteira ........................ 276 Apoio de Mão - Operadores .................. 50
Transportador do Alimentador ..... 185 Aquecedor de Partida do Motor .............41
Velocidade do Picador de Palha .. 248
Aquecedor do Líquido de
Ventilador de Limpeza ................. 220 Arrefecimento ........................101
Ajuste do Interruptor de Limite do Ar Condicionado
Eixo Secundário .................... 420 Correia do Compressor ................355
Ajuste do Transportador do Interruptor de Controle ...................69
Alimentador ........................... 185
Armazenagem
Ajustes do Sem-Fim da Plataforma ..... 183 Manual do Operador ........................2
Alarme - Audível Armazenamento
Botão de Ajuste .............................. 45 Embreagem Deslizante do
Interruptor ...................................... 45 Transportador do
Teste .............................................. 94 Alimentador .....................452
Alavanca de Mudança de Marcha ......... 73 Preparação ...................................449
Aleta Direcional da Palha .................... 246 Retirada ........................................451
Aletas de Transporte da Gaiola ........... 200 Arrefecimento ........................................37
Alimentador Assento do Operador ............................78
Ajuste com Coletor de Assento Instrutivo ..................................76
Pedras ................... 158, 159 Assentos
Ajuste para Tamanho do Pneu .... 157 Instrutivos .......................................76
Ajustes ......................................... 415 Operadores - Deluxe ......................78

473
B Manual do Operador .................2
Barras de Debulha .............................. 202 Compartimento de Armazenamento .....76
Barras de Enchimento - Côncavos
Côncavos ...................... 213, 215 Ajuste ...........................................207
Ajuste da Posição ........................209
Barras do Interruptor - Côncavos ........ 213
Barras de Enchimento ..........213, 215
Barras Separadoras ............................ 202
Barras do Interruptor ....................213
Base do Sem-Fim Especificações .............................459
Especificações ............................. 460 Instalação .....................................423
Pá de Distribuição de Grãos ........ 218 Interruptor de Controle de Posição 56
Porta de Limpeza ......................... 218 Remoção ......................................422
Batedor de Descarga Tamanhos de Arames ..................212
Ajuste da Parte Inferior ................. 243
Condicionador de combustível ............327
Especificações ............................. 460
Conexão a uma Plataforma................... 87
Baterias ............................................... 439
Conexão do Field Tracker® ................165
Armazenagem ............................. 440
Cabo/Terminais ............................ 440 Conexões da Colheitadeira/
Conexões Auxiliares .................... 441 Plataforma .............................113
Console - Central ..................................75
Buzina ................................................... 65
Console - Direito
C Ajuste ............................................. 62
Cabo - Bateria ..................................... 440 Controles ..................................51, 60
Caixa de Engrenagens do Reversor do Contador de Área ..................................44
Alimentador .......................... 346 Controle Automático de Altura
Calibração da Plataforma ........................139
Ajuste da Velocidade ................... 109 Controle Automático de Flutuação ......140
Controlador da Plataforma ............. 84 Controle Automático de Temperatura ...69
Instrumentação .............................. 79
Controle de Clima Automático ...............71
Modo de Alteração ......................... 81
Controle do Indicador de Direção ..........64
Calibração do Solo ................................ 87
Controles - Operacionais .......................48
Chave de Balanço do Rotor ................ 450
Controles - Piso da Cabine ...................63
Chave de Ignição .................................. 66
Controles da Plataforma ......................136
Cintos de Segurança ............................ 18 Altura Automática da Plataforma .... 139
Coletor de Pedras ............................... 154 Controle Automático .....................137
Ajuste do Alimentador .................. 158 Controle Automático de
Corrente de Acionamento ............ 409 Flutuação .......................140
Colheitadeira Mostrador da Altura da
Especificações ............................. 459 Plataforma .....................142
Medidas Gerais ............................ 466 Posição Manual ............................136
Preparações para o Transporte ... 102 Retorno ao Corte (RTC) ...............137
Coluna de Direção Controles do Molinete
Controles ....................................... 64 Controle Automático..................... 143
Pedal de Inclinação ....................... 63 Controle da Velocidade.................. 52
Compartimento de Armazenagem - Manual Controle da Velocidade Mínima .....53
do Operador ............................. 2 Controle Manual ...........................143
Compartimento de Armazenagem do Interruptor de Posição ....................49

474
Interruptor Seletor de Velocidade .....51
Controles Operacionais ......................... 48 Decalques de Informações.....................31
Correia de Acionamento Auxiliar da Decalques Informativos .......................455
Bomba .................................. 368 Descarregador
Correia do Compressor ....................... 355 Ajuste da Tampa do Sem-Fim ......240
Correias Correia de Acionamento ...............371
Acionamento Auxiliar da Bomba .. 368 Corrente de Acionamento ............401
Acionamento do Alimentador ....... 381 Especificações .............................461
Acionamento do Descarregador .. 371 Indicador para Fora ........................38
Acionamento do Distribuidor de Indicadores de Controle .................38
Palha ............................. 396 Interruptor de Acionamento ............50
Acionamento do Eixo Secundário do Interruptor do Tubo .........................49
Alimentador ................... 378 Lâmpada ......................................446
Acionamento do Elevador ............ 393 Operação ......................................160
Acionamento do Picador de Parafusos-Fusíveis....................... 242
Palha ............................. 399 Porta de Limpeza .........................241
Acionamento do Rotor ................. 356 Serviço da Caixa de Engrenagens
Acionamento do Separador ......... 363 Inferior ............................347
Acionamento do Ventilador Tubo Perfurado ............................241
de Limpeza .................... 386 Desconexão da Plataforma .................119
Alternador .................................... 354 Desconexão da Plataforma de Grãos .127
Compressor - Ar Condicionado .... 355
Desconexão do Field Tracker ..............166
Eixo Secundário de Limpeza ....... 389
Deslocamento de Avanço - Parada .....112
Ventilador do Motor ...................... 354
Deslocamento de Avanço -
Correntes
Partida ...........................110, 111
Acionamento do Elevador da
Retrilha .......................... 404 Diagnóstico
Circuito do Monitor de Retrilha .......92
Acionamento do Elevador de
Instrumentação............................... 89
Grãos Limpos ................ 406
Plataforma ......................................90
Acionamento do Sem-Fim
Horizontal Traseiro ........ 402 Diagnóstico do Monitor de Retrilha ....... 92
Descarregador do Tanque Distribuição de Material .......................235
Graneleiro ...................... 401 Espalhador de Palha
Lubrificação .................................. 312 Ajuste dos Bastões .......................245
Transportador do Alimentador ..... 411 Compartimento da Engrenagem
Transportador do Elevador da de Acionamento .............419
Retrilha .......................... 405 Correia de Acionamento............... 396
Transportador do Elevador de Especificações ............................. 461
Grãos Limpos ................ 407 Picar/Distribuir Milho .................... 251
Corte Automático do Alimentador ....... 152 Picar/Distribuir Palha ....................251
Proteções do Defletor ...................247
D Remoção do Cone .......................244
Decalques Distribuidor de Palha/Palhiço
De Informações .............................. 31 Ajuste do Esquadro .......................246
Informativos ................................. 455 Proteções do Defletor ...................247
Segurança ................................ 21, 23 Remoção do Cone .......................244

475
Divisores do Bandejão ........................ 229 Batedor de Descarga ...................459
Drenagem do Sistema de Sem-Fim Inferior da Retrilha ........461
Arrefecimento ....................... 325 Côncavo .......................................459
Descarregador do Tanque
E Graneleiro .......................461
Eixo - Acionamento Espalhador de Palha.................... 461
Distância do solo ......................... 274 Elevadores ................................... 460
Extensões .................................... 273 Freios de Pedal ............................458
Rodas .......................................... 266 Máquina Comum ..........................459
Eixo - Direção Motor Diesel .................................457
Convergência ............................... 278 Peneira da Sapata .......................460
Eixo Guia de Potência ................. 283 Picador de Palha ..........................461
Lastro ........................................... 286 Rotor ............................................459
Lubrificação ................................. 310 Sem-Fim Superior da Retrilha ......461
Pesos ........................................... 286 Sem-Fim do Elevador de Grãos....460
Posições de Suporte do Pivô ....... 280 Sistema de Combustível ..............457
Eixo Guia de Potência Sistema de Lubrificação do Motor ......457
Interruptor de Controle ................... 58 Sistema de Propulsão
Operação ..................................... 283 Hidrostática ....................458
Sistema Elétrico ...........................431
Elevador
Ajuste da Embreagem Deslizante 403 Sistema Hidráulico Auxiliar ..........458
Correia de Acionamento .............. 393 Tanque Graneleiro .......................461
Corrente de Acionamento da Tomada de Ar ..............................457
Retrilha .......................... 404 Transmissão .................................458
Corrente de Acionamento de Grãos Trem de Força ..............................458
Limpos ........................... 406 Ventilador de Limpeza .................460
Corrente do Transportador da Especificações do Sem-Fim Inferior
Retrilha .......................... 405 da retrilha ...............................461
Corrente do Transportador de Especificações de Serviço
Grãos Limpos ................ 407 Alojamento da TDF ......................315
Especificações ............................. 460 Caixa de Engrenagens do
Palhetas de Aço........................... 238 Descarregador Inferior ...316
Portas de Limpeza ....................... 237 Caixa de Engrenagens do Rotor ..316
Telas Perfuradas .......................... 238 Caixa de Engrenagens do Ventilador
Emblema de Veículo em Deslocamento de Limpeza ....................315
Lento (VDL) .......................... 107 Caixa de Engrenagens do Ventilador
do Alimentador............... 315
Embreagem Deslizante do Transportador
do Alimentador ..................... 452 Colheitadeira ................................314
Filtro de Ar ......................................15
Enchimento do Sistema de
Filtro de Óleo do Motor ................314
Arrefecimento ....................... 326
Filtro de Óleo Hidráulico ...............315
Enfardamento da Palha ...................... 252
Lubrificação do Motor ...................314
Engate - Reboque Traseiro ................. 261 Picador de Palha ..........................316
Escada do Operador ........................... 162 Redutor Final ................................315
Especificações Reservatório de Óleo Hidráulico ..315
Alimentador .................................. 459 Sistema de Arrefecimento ............314
Base do Sem-Fim ........................ 460 Sistema de Combustível ..............314

476
Transmissão ................................ 315 Estacionamento ............... 58
Especificações de Serviço da Pedais ............................................63
Colheitadeira ......................... 314 Trava ..............................................63
Especificações do Combustível - Defletores de Controle do Ar .................77
Diesel .................................... 327
G
Especificações do Combustível
Diesel .................................... 327 Ganchos T de Fixação ........................103
Especificações do Sem-Fim Superior Gráficos
da Retrilha ............................ 461 Velocidades de Deslocamento
Aproximadas ..........463, 464
Especificações do Sem-Fim do elevador de
Grãos .................................... 461 Graxeiras
Especificações do Trem de Força ....... 458 Eixo da Direção Ajustável ............310
Eixo Guia de Potência ..................308
Especificações Elétricas ...................... 431
Eixo Traseiro ................................308
Esteiras de Tração Lado Direito ..........................300, 303
Ajuste da Tensão ......................... 276
Lado Esquerdo .............................300
Especificações ............................. 462
Superiores ....................................297
Lubrificação .................................. 277
Parafuso da Sapata ..................... 276 Grelhas ................................................214
Instalação .....................................425
Esvaziamento do Coletor de Pedras ... 155
Extintor de Incêndio .............................. 10 H
Horímetro - Motor ................................293
F
Feijão - Roda Dentada de I
Baixa Velocidade .................. 239 Iluminação Giratória ..............................13
Field Tracker Indicador da Temperatura do Líquido
Controles........................................ 54 de Arrefecimento..................... 36
Desconexão ................................. 166 Indicador de Combustível ......................35
Operação Automática .................. 168
Indicador de Limpeza do Filtro - Ar .......39
Operação Manual ........................ 167
Indicador de Nível do Líquido de
Filtro de Ar ........................................... 332 Arrefecimento ..........................36
Filtro de Ar da Cabine ......................... 351 Indicador de Pressão do Óleo - Motor ...36
Filtros Indicador de Temperatura do Líquido de
Ar ................................................. 332 Arrefecimento ..........................37
Ar Externo da Cabine ................... 352
Indicador do Filtro de Ar ........................39
Combustível ................................. 329
Óleo do motor .............................. 320 Indicador do Freio de
Estacionamento .................39, 40
Óleo Hidráulico ............................ 339
Recirculação de Ar da Cabine ..... 351 Enchimento dos Pneus ........................263
Recirculação do Ar da Cabine ....... 74 Informações - Segurança ........................ 5
Separador de Água ...................... 328 Injetores de Combustível 430
Sistema de Arrefecimento ............ 324 Inspeção do Cinto de Segurança ..........19
Freios Instrutivo ................................................76
Especificações ............................. 458
Interruptor da Luz de Advertência de
Indicador do Freio de Perigo ......................................67
Estacionamento ......... 39, 40
Interruptor de Advertência de Perigo .....13
Interruptor do Freio de

477
Interruptor de Controle do Aquecedor .. 69 Taxa de Abaixamento da
Interruptor de Controle do Ventilador .... 70 Plataforma .......................61
Interruptor de Desativação - Taxa de Elevação da Plataforma ...61
Freio de Estacionamento ........ 13 Tubo Descarregador ......................49
Velocidade de Avanço ................... 43
Interruptor de Desativação do Freio
de Estacionamento ................. 13 Velocidade do Molinete.................. 51
Velocidade do Rotor .......................43
Interruptor de Ignição ............................ 66
Velocidade do Ventilador ............... 42
Interruptor do Freio de
Estacionamento ................ 10, 58 Intervalos de Manutenção da
Colheitadeira......................... 294
Interruptor do Horímetro ....................... 43
Interruptor do Limite do Eixo J
Secundário para Acionamento do Janela Traseira da Cabine .................... 76
Separador ............................. 420
Janelas
Interruptor do Limpador do Pára-Brisa . 68 Direita da Cabine ........................... 74
Interruptor do Reboque ......................... 67 Traseira da Cabine .........................76
Interruptores
Acionamento do Descarregador .... 50
L
Alarme - Audível ............................ 45 Lâmpadas ............................................431
Aumentar Valor .............................. 44 Advertência ..................................447
Contador de Área .......................... 44 Substituição das Lâmpadas
Controle da Plataforma .................. 49 dos Faroletes de
Controle da Velocidade do Rotor ... 57 Extremidade ...................447
Controle de Posição da Plataforma 60 Substituição de Lâmpadas ...........443
Controle de Posição do Côncavo .. 56 Substituição do Farol de Milha .....446
Controle de Velocidade do Substituição dos Faróis................ 443
Ventilador de Limpeza ..... 56 Traseiro ........................................ 447
Controle do Ar Condicionado ......... 69 Lâmpadas Traseiras ............................107
Controle do Ventilador .................... 70 Larguras da Bitola ...............................271
Eixo Guia de Potência ................... 58 Lastro - Líquido nos Pneus .................288
Embreagem do Alimentador .......... 53
Lastro - Pesos do Eixo de Direção ......286
Embreagem do Separador ............ 52
Field Tracker .................................. 54 Limpeza de Grãos ...............................216
Base do Sem-Fim ........................218
Freio de Estacionamento ............... 58
Diagnóstico de Parada Rápida ....255
Horímetro ....................................... 43
Introdução ....................................217
Ignição ........................................... 66
Pá de Distribuição do Sem-Fim ...219
Limpador do Pára-Brisa ................. 68
Resolução de Problemas ............. 217
Luzes ............................................. 67
Luzes de Advertência de Perigo .... 67 Limpeza do Rotor ................................198
Modo de Controle da Plataforma ... 59 Líquido Lastro nos Pneus ....................288
Motor de Propulsão Variável ......... 57 Locais dos Pontos de Fixação ............ 104
Posição do Molinete ...................... 49 Lubrificação
Reboque ........................................ 67 Corrente e Esteira ........................312
Reduzir o Valor .............................. 45 Esteiras de Tração .......................277
Rotação do Motor .......................... 42 Motor .............................................316
Sensibilidade da Plataforma .......... 60
Lubrificação da Corrente .....................312
Sensor de Varredura de Grãos ...... 46
Lubrificação da Esteira ........................312

478
Lubrificação do Eixo Guia de Potência 308 Correia do Ventilador ................... 354
Lubrificação do Redutor Final ............. 337 Especificações .............................457
Luz do Console ..................................... 75 Filtro de Óleo ................................320
Horímetro ..................................... 293
Luzes
Indicador de Pressão do Óleo ........ 36
Advertência - Âmbar .................... 107
Interruptor de Rotação ...................42
Console ............................................ 5
Localização do Número de Série .....4
Farol - Interruptor ........................... 67
Lubrificação ..................................316
Holofote - Interruptor ...................... 67
Nível do Óleo................................ 316
Indicador de Direção ...................... 64
Operação em Baixa Temperatura 100
Interruptor de Advertência de
Parada ............................................99
Perigo .............................. 67
Prevenção de Incêndio .................353
Teste Indicador .............................. 94
Procedimento de Amaciamento .....95
Teto ................................................ 75
Procedimento de Partida ................96
Luzes de Advertência .......................... 107 Seleção do Óleo ...........................317
Luzes do Teto ....................................... 75 Troca de Óleo ...............................318
Velocidade Lenta Alta ..................109
M
Viscosidade do Óleo ....................318
Manuseio de Grãos 235
Manutenção do Cinto de Segurança..... 19 N
Máquina Desativada – Em Movimento 106 Nível do Óleo
Medidas - Colheitadeira ...................... 466 Caixa de Engrenagens do
Alimentador ....................345
Milho - Roda Dentada de Alta
Caixa de Engrenagens do
Velocidade ............................ 239
Descarregador Inferior ...347
Modo de Alteração - Calibração ............ 81
Caixa de Engrenagens do Rotor ..348
Monitor da Retrilha .............................. 144 Caixa de Engrenagens do Ventilador
Monitor de Rotação do Eixo .................. 42 de Limpeza ....................345
Operação ..................................... 145 Motor ............................................316
Verificação da Operação ............. 146 Picador de Palha ..........................349
Monitor de Varredura de Grãos Redutor Final................................ 337
Controles ........................................ 46 Reservatório Hidráulico ................340
Operação ..................................... 147 TDF ..............................................344
Perda do Rotor/Peneira Superior . 151 Transmissão................................. 336
Verificação da Operação do Nivelamento da Plataforma .................184
Monitor ........................... 151
Núcleo do Condensador ......................428
Verificação da Operação do
Número de Identificação do Produto .......3
Sensor ........................... 149
Números de Série.................................... 3
Monitores
Retrilha ......................................... 144 O
Rotação do Eixo ........................... 145
Operação da Colheitadeira
Varredura de Grãos ..................... 147 Corte e Alimentação .....................180
Mostrador da Altura da Plataforma ..... 142 Deslocamento de Avanço -
Motor Parada ...........................112
Ajuste do Alarme .......................... 109 Deslocamento de Avanço -
Antes da Partida ............................ 93 Partida ............................110
Aquecedor do Líquido Operação de Campo ....................173
de Arrefecimento ........... 101 Parada.......................................... 134

479
Partida ......................................... 133 Tipos ............................................ 223
Velocidade da Trilha .................... 135 Peneira Superior Interna
Velocidade de Deslocamento Ajuste ........................................... 228
de Avanço ..................... 110
Perda de Sementes............................. 253
Operação do Controle de Clima ........... 71 Perdas na Plataforma ..................257
Operação do Reversor do Alimentador 152 Perdas no Separador ...................257
Operação em Baixa Temperatura....... 100 Tabelas ........................................259
Operação em Estrada ........................... 14 Perda do Rotor/Peneira Superior ........ 151
Perdas
P Limpeza ........................................195
Pá do Sem-Fim de Grãos ................... 219 Plataforma ....................................257
Painéis Laterais - Colheitadeira .......... 291 Semente .......................................253
Painéis Laterais da Colheitadeira ....... 291 Separação ....................................195
Separador ....................................257
Painel - Controle Direito ........................ 73
Tabela de Sementes ....................259
Painel de Instrumentos ......................... 35
Tabelas de Milho.......................... 260
Painel do Fusível - Inferior da Cabine . 434
Pesos de Embarque ............................468
Painel do Relé - Teto Acolchoado
Pesos - Eixo de Direção ......................286
Dianteiro ............................... 432
Pesos - Envio ......................................468
Palha - Enfardamento ......................... 252
Picador de Palha
Parada - Motor ...................................... 99
Ajuste de Velocidade ...................248
Parada do Deslocamento de Avanço . 112 Correia de Acionamento ..............399
Parafusos-Fusíveis - Acionamento Especificações .............................461
do Descarregador ................. 242 Substituição da Pá do Côncavo ...426
Partida do Deslocamento de Substituição da Pá do Rotor ........ 427
Avanço .......................... 110, 111
Plataforma
Pás - Sem-Fim de Grãos .................... 219 Calibração do Controlador .............84
Peças de Plástico e de Resina ........... 293 Conexão/Desconexão ..................120
Pedais Controle Automático de Altura .....139
Aproximação Lenta ........................ 63 Controles ........................................59
Freio ............................................... 63 Diagnóstico ....................................90
Inclinação da Coluna de Direção .... 63 Indicador de Controle .....................35
Pedal de Aproximação Lenta ................ 63 Interruptor de Controle ...................49
Ajuste ........................................... 414 Mostrador de Altura ........................45
Peneira Inferior ............................ 460 Nivelamento .................................184

Peneira Inferior Pneus


Ajuste........................................... 234 Inflação .........................................263
Instalação .................................... 233 Tabela de Pressão .......................265
Remoção ..................................... 231 Tamanho Máximo da Plataforma .268
Tipos ............................................ 230 Torque da Roda ...................269, 272

Peneira Superior Porta-Copos .......................................... 74


Ajuste ........................................... 227 Portas - Limpeza do Elevador ............. 237
Ajuste Externo ............................. 227 Posições da Bitola 266
Farolete e Porta de Visualização . 229 Preparações para o Transporte ..........102
Instalação .................................... 226
Prevenção de Explosão ..........................9
Remoção ..................................... 224

480
Prevenção de Incêndio - Posições da Bitola ........................266
Limpeza da Área do Motor ... 353 Tamanho Máximo da Plataforma .268
Prevenção de Incêndio - Torque do Parafuso ......................269
Regras de Segurança ............... 9 Rodas de Tração
Procedimento de Amaciamento - Motor 95 Duplas .......................................... 266
Procedimento de Partida - Motor .......... 96 Espaçadores ................................273
Proteções Posições da Bitola........................ 266
Colheitadeira ................................ 291 Rodas Duplas ...............................266
Defletor do Colar do Distribuidor.. 247 Tabelas de Folga.......................... 281
Entrada de Ar ............................... 221 Tamanhos Máximos da
Plataforma ......................268
Proteções da Colheitadeira ................. 291
Torque do Parafuso ......................269
Proteções da Entrada de Ar ................ 221
Rodas de Tração Duplas .....................266
R Rodas Duplas
Rádio ..................................................... 68 Retirada ........................................270
Reboque .............................................. 105 Rotor
Reciclagem da Bateria ........................ 440 AFX ..............................................203
Ajuste da Velocidade ....................197
Recomendações de Operação do
Aletas de Transporte da Gaiola.... 200
Coletor de Pedras ................. 155
Barras de Debulha e
Regulagem da Cultura
Separadoras ..................202
Rotor Especial e AFX ................... 175
Caixa de Engrenagens de
Rotor Padrão................................ 174
Três Velocidades ...........197
Regulagem Inicial da Cultura Correia de Acionamento ...............356
Rotor Especial e AFX................... 175 Especificações .............................459
Rotor Padrão ................................ 174 Interruptor de Controle de
Remoção de Ar - Sistema de Velocidade .......................57
Combustível .......................... 330 Interruptor de Velocidade ...............43
Reservatório - Óleo Hidráulico ............ 338 Limpeza ........................................198
Resolução de Problemas Rotor AFX ............................................203
Trilha e Separação ....................... 177
Respirador - Hidráulico........................ 341
S
Saída de Emergência ............................74
Retardador de Pedras ......................... 188
Segurança
Retorno-Ao-Corte ................................ 137
Assento Instrutivo ...........................17
Roda de Tração Bateria ............................................11
Montagem .................................... 270
Cintos de Segurança ......................18
Roda Dentada de Alta Velocidade Decalques ................................21, 23
para Milho ............................. 239 Escada .............................................9
Roda Dentada de Baixa Velocidade Informações ......................................5
para Feijão ............................ 239 Interruptor de Advertência de
Rodas - Duplas Perigo ...............................13
Retirada ....................................... 270 Interruptor de Desativação do Freio
Rodas - Tração de Estacionamento .......... 13
Duplo............................................ 266 Lastro - Colheitadeira ......................16
Espaçadores ................................ 273 Manutenção ..............................12, 17
Montagem .................................... 270 Operação em Estrada ....................14

481
Prevenção de Explosão ................... 9 Sistema de Combustível -
Prevenção de Incêndio .................... 9 Indicador de Combustível .......35
Regras Gerais .................................. 5 Sistema de Partida do Neutro ................19
Saída de Emergência da Cabine ... 74 Sistema de Presença do Operador .......19
Segurança Pessoal........................... 7
Sistema de Propulsão
Sistema de Partida do Neutro........ 19 Alavanca de Controle .....................48
Sistema de Presença do Operador 19 Especificações .............................458
Trava de Segurança do Alimentador 8 Interruptor de Velocidade Variável
Segurança da Bateria ........................... 11 do Motor ...........................57
Segurança da Escada............................. 9 Remoção de Ar ............................342
Segurança da Manutenção ............. 12, 17 Sistema Elétrico
Segurança do Assento Instrutivo .......... 17 Faroletes/Lâmpadas ....................431
Segurança do Lastro - Colheitadeira .... 16 Sistema Hidráulico
Arrefecedores de Óleo .................428
Seleção do óleo - Motor ...................... 317
Especificações .............................458
Separador
Especificações de Serviço ...........338
Correia de Acionamento .............. 363
Filtros ...........................................339
Interruptor da Embreagem ............. 52
Indicador de Nível do Fluido ..........38
Sinaleiras Direcionais ......................... 107 Indicador de Temperatura do
Sistema de Admissão de Ar Fluido ...............................38
Especificações ............................. 457 Nível do Reservatório ...................340
Filtro de Ar ................................... 332 Respirador ....................................341
Indicador de Restrição do Filtro ... 332
Soluções Arrefecedoras ......................322
Inspeção ...................................... 333
Substituição de Lâmpadas ..................431
Instalação do Filtro de Ar ............. 335
Limpeza ....................................... 334 T
Remoção do Filtro de Ar .............. 333
Tabela de Lubrificação ........................294
Sistema de Arrefecimento Tabela de Manutenção ........................294
Drenagem .................................... 325
Tabelas
Enchimento .................................. 326
Ajuste do Alimentador ..................158
Filtro ............................................. 324
Folga da Roda de Tração ............281
Indicador da Temperatura do Líquido
Intervalos de Manutenção ............294
de Arrefecimento ............. 36
Larguras da Bitola ........................271
Indicador de Nível do Líquido
Lubrificação ..................................294
de Arrefecimento ............. 36
Manutenção ................................. 294
Limpeza 428
Perda de Milho .............................260
Nível de Líquido de
Perda de Sementes .....................259
Arrefecimento no Tanque
Pesos do Eixo de Direção ............286
de Desaeração ....... 321,326
Posições da Bitola........................ 266
Soluções Arrefecedoras .............. 322
Pressão do pneu .......................... 265
Termostato ........................... 321, 326
Regulagem Inicial da Cultura 174, 175
Sistema de Combustível Tamanhos Máximos da
Advertência de Pouco Combustível 35 Plataforma .....................268
Condicionador de combustível .... 327
Tabelas de Intervalos de Manutenção 294
Especificações ..................... 327, 457
Filtro ............................................. 329 Tacômetro .............................................42
Remoção de Ar ............................ 330 Tacômetro Digital ..................................42

482
Tamanhos de Arames - Côncavos ...... 212 Sinaleiras Direcionais ...................107
Tanque de Desaeração - Nível de Líquido Trilha e Separação ..............................192
de Arrefecimento .......... 321, 326 Troca de Óleo
Tanque Graneleiro Caixa de Engrenagens do
Correia de Acionamento Alimentador ....................345
do Descarregador .......... 371 Caixa de Engrenagens do
Corrente do Descarregador ......... 401 Descarregador Inferior ...347
Especificações .............................. 461 Caixa de Engrenagens do Rotor ..348
Indicador de Cheio ......................... 38 Caixa de Engrenagens do Ventilador
Indicador de Descarregador Para de Limpeza ....................345
Fora ................................. 38 Motor ............................................318
Indicador do Descarregador Picador de Palha ..........................349
Ligado .............................. 38 Redutor Final ................................337
Interruptor do Tubo Descarregador 49 Reversor do Alimentador ..............346
Tampa do Sem-Fim do Transmissão .................................336
Descarregador ............... 240
Troca de Óleo da TDF......................... 344
TDF Troca de Óleo do Reversor do
Drenagem de Óleo ....................... 344 Alimentador ...........................346
Nível do Óleo ............................... 344
Tela de Ar Rotativa .............................. 428 V
Telas - Perfuradas ............................... 238 Velocidade da Trilha ............................135
Terminais - Bateria .............................. 440 Velocidade de Avanço - Colheitadeira 110
Termostato .................................. 321, 326 Velocidade de Deslocamento ..............463
Teste Indicador - Luz ............................. 94 Velocidade Lenta Alta - Motor .............109
Teto Acolchoado Dianteiro .................... 67 Velocidades - Deslocamento ...............463
Tomada Elétrica - Auxiliar ..................... 74 Ventilador de Limpeza
Ajuste de Velocidade ....................220
Torque do Parafuso - Eixo de
Correia de Acionamento ...............386
Acionamento ......................... 269
Correia do Eixo Secundário .........389
Torques
Especificações .............................460
Roda de Tração Dupla ................. 269
Interruptor de Controle de
Roda do Eixo de Direção ............. 272
Velocidade .......................56
Transmissão Interruptor de Rotação ...................42
Alavanca de Mudança de Marcha ..... 73 Limpando Grãos ...........................220
Especificações ............................. 458 Nível do Óleo/Troca de Óleo ........345
Transporte da Colheitadeira Proteções da Entrada de Ar .........221
Dirigindo em Vias Públicas ............ 14 Volume de Ar ................................222
Emblema de Veículo em
Viscosidade - Óleo do Motor ...............318
Deslocamento Lento (VDL) . 107
Volantes de Direção
Ganchos T de Fixação ................. 102
Alavanca de Inclinação ..................65
Locais dos Pontos de Fixação ..... 104
Largura da Bitola ..........................271
Luzes de Advertência .................. 107
Lubrificação do Rolamento ...........350
Operação em Estrada .................... 14
Torque do Parafuso ......................272
Preparações para o Transporte ... 102
Reboque ....................................... 105 Voltímetro ..............................................35

483