Você está na página 1de 12

Faculdade da Amazônia Ocidental

Curso de Ciências Contábeis

Disciplina de
Análise e
Contabilidade
de Custos

P r o f. M a r c e l o F r a n ç a

texto
RIO BRANCO (AC) - 2010

1.1. Esquema Básico de Contabilidade de Custos


Suponhamos que a Companhia Industrial Mineira de Laminados S/A apresente os seguintes dados:

Comissão de vendedores $ 80.000,00


Salários da fábrica $ 120.000,00
Matéria-prima $ 350.000,00
Salários da Administração Geral $ 90.000,00
Depreciação da Fábrica $ 60.000,00
Seguros da Fábrica $ 10.000,00
Despesas Financeiras $ 50.000,00
Honorários da diretoria $ 40.000,00
Materiais Diversos - Fábrica $ 15.000,00
Energia Elétrica - Fábrica $ 85.000,00
Manutenção da Fábrica $ 70.000,00
Despesas de Entrega $ 45.000,00
Despesas de Escritório $ 5.000,00
Material de Consumo Escritório $ 5.000,00
Total dos Gastos $ 1.025.000,00

1.1.1. Separação de Custos de Produção e Despesas

Custos de Produção
Salários da Fábrica $ 120.000,00
Matéria-prima Consumida $ 350.000,00
Depreciação da Fábrica $ 60.000,00
Seguros da Fábrica $ 10.000,00
Materiais Diversos - Fábrica $ 15.000,00
Energia Elétrica - Fábrica $ 85.000,00
Manutenção da Fábrica $ 70.000,00
Total dos Custos de Produção $ 710.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


2
Despesas de Vendas
Comissões de Vendedores $ 80.000,00
Despesas de Entrega $ 45.000,00
Total de Despesas de Vendas $125.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


3
Despesas Administrativas
Salários da Administração Geral $ 90.000,00
Honorários da Diretoria $ 40.000,00
Despesas de Escritório $ 5.000,00
material de Consumo - Escritório $ 5.000,00
Total de Despesas Administrativas $ 140.000,00

Despesas Financeiras $ 50.000,00

1.1.2. Apropriação dos Custos Diretos

A empresa produz três tipos diferentes de produtos :

Produto A Laminados de aço CA 25


Produto B Laminados de aço CA 40
Produto C Laminados de aço CA 50

Nossa função é distribuir os custos diretos a esses três produtos.

São custos diretos:


Matéria - Prima: através de sistemas de requisições ao almoxarifado, apuramos os seguintes gastos em
cada produto.
Produto A $ 75.000,00
Produto B $ 135.000,00
Produto C $ 140.000,00
Total  $ 350.000,00

Mão-de-Obra: Através de sistemas de apontamento de horas trabalhadas dos operários permitindo o


conhecimento do total de horas aplicadas a cada produto.
Mão de Obra Indireta $30.000,00
Mão-de-Obra Direta
Produto A $ 22.000,00
Produto B $ 47.000,00
Produto C $ 21.000,00 $ 90.000,00
Total  $120.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


4
Energia Elétrica: As máquinas possuem medidores de consumo de energia.
Energia Elétrica Direta:
Produto A $ 18.000,00
Produto B $ 20.000,00
Produto C $ 7.000,00 $ 45.000,00
Energia Elétrica Indireta: $ 40.000,00
Total de Energia Elétrica $ 85.000,00

Quadro de apropriação dos gastos Diretos e Indiretos


CUSTOS DIRETOS CUSTOS

RUBRICAS A B C INDIRETOS TOTAL

Matéria Prima 75.000 135.000 140.000 350.000


Mão-de-Obra 22.000 47.000 21.000 30.000 120.000
Energia Elétrica Fabril 18.000 20.000 7.000 40.000 85.000
Depreciação Fabril 60.000 60.000
Seguro Fabril 10.000 10.000
Materiais Diversos 15.000 15.000
Manutenção 70.000 70.000
Total 115.000 202.000 168.000 225.000 710.000

Os custos diretos totalizaram $ 485.000,00 e foram alocados à cada produto, entretanto, resta-nos apropriar
os custos indiretos num total de $ 225.000,00 através de rateio.

1.1.3. Rateio dos Custos Indiretos

Existem várias formas de ratear os custos indiretos. Estudaremos dois modos, que são os mais fáceis e
comuns. São eles:

1º modelo Rateio proporcional aos custos diretos que cada produto recebeu:

Custos Diretos Custos Indiretos Total Custos de

Produto $ % $ Produção
A 115.000,00 23,712 53.350,51 168.350,51
B 202.000,00 41.649 93.711,33 295.711,33
C 168.000,00 34.639 77.938,16 245.938,16
Total 485.000,00 100,00 225.000,00 710.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


5
Memória de Cálculo:

Produto A: 115.000,00 x 225.000,00 = 53.350,51


485.000,00

Produto B: 202.000,00 x 225.000,00 = 93.711,33


485.000,00

Produto C; 168.000,00 x 225.000,00 = 77.938,16


485.000,00

Total 225.000,00

2º modelo  Rateio proporcional às horas trabalhadas, utilizando o custo da MOD (mão-de-obra


direta)

Mão - de - Obra
Produto $ % Custos Indiretos
A 22.000,00 24.444 55.000,00
B 47.000,00 52.222 117.500,00
C 21.000,00 23.334 52.500,00
Total 90.000,00 100,00 225.000,00

Produto A: 22.000 x 225.000,00 = 55.000,00


90.000

Produto B: 47.000 x 225.000,00 = 117.500,00


90.000

Produto C; 21.000 x 225.000,00 = 52.500,00


90.000
Total 225.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


6
Demonstrativo do custo total da cada produto pelo rateio proporcional a MOD
Produto Custo Direto Custo Indireto Total
A 115.000,00 55.000,00 170.000,00
B 202.000,00 117.500,00 319.500,00
C 168.000,00 52.500,00 220.500,00
Total 485.000,00 225.000,00 710.000,00

Podemos então concluir que o custo final de cada produto pode ser alterado em função do critério de rateio
dos custos indiretos, podendo diminuir o grau de credibilidade, bem como provocar análises distorcidas,
com relação às informações de custos.

Entretanto, forma perfeita de se fazer a distribuição dos custos indiretos não existe, devemos escolher
aquela que traga o maior grau de credibilidade e menor grau de arbitrariedade.

Demonstrativo do custo total da cada produto pelo comparando os dois métodos de rateio.

Mão de Obra Material

Produto Custo Direto Custo Total Custos Total


Indireto Indiretos
A 115.000,00 55.000,00 170.000,00 53.350,51 168.350,51
B 202.000,00 117.500,00 319.500,00 93.711,33 295.711,33
C 168.000,00 52.500,00 220.500,00 77.938,16 245.938,16
Total 485.000,00 225.000,00 710.000,00 225.000,00 710.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


7
1.2. Departamentalização (Centro de Custo)
A apropriação dos custos pode ser também realizada com base na Departamentalização, isto é, a divisão
da unidade fabril em vários segmentos denominados Departamentos e aos mesmos alocados os custos
indiretos da área fabril.
Os Departamentos se dividem em dois grupos:

• Departamento de Produção  São aqueles que atuam diretamente sobre o produto e


seus custos são alocados diretamente ao produto.
Exemplo:
- Montagem
- Corte
- Pintura
- Usinagem
- Revestimento
- Laminação
INSERIR

• Departamentos de Serviços  São aqueles que não atuam diretamente sobre o


produto. Atuam basicamente na prestação de serviços aos demais departamentos.
Exemplo:
- Almoxarifado
- Manutenção
- Controle de Qualidade

A Departamentalização na maioria das vezes pode ser considerada como centro de custo, por possibilitar a
acumulação de custos para posterior apropriação ao produto.
Os objetivos da departamentalização são:
- Melhorar os controles sobre os custos;
- Determinação e adequação dos custos aos produtos.

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


8
1.1.1. Esquema Básico da Contabilidade de Custos Com Departamentalização

Vamos utilizar o exemplo da Indústria Mineira de Laminados S/A, porém calculando o rateio dos custos
indiretos com base na departamentalização.
A empresa possui seus departamentos, para efeito de custeio, assim distribuídos:
Administração
Geral

Setores Setores de
Operacionais Apoio

. Manut. Cont. Q.

Para apropriar os custos indiretos aos produtos seguiremos os passos:


1Distribuição dos Custos Indiretos aos Departamentos
Mão-de-obra Indireta Geradas nos Departamentos
Administração Geral - $ 6.000,00 Energia Elétrica:
Almoxarifado - $ 4.000,00 A empresa mantém medidores nos departamentos
Manutenção- $ 5.000,00 operacionais:
Controle de Qualidade- $ 5.000,00 Corte - $ 5.000,00
Corte - $ 3.000,00 Montagem - $ 10.000,00
Montagem - $ 4.000,00 Acabamento - $ 10.000,00
Acabamento - $ 3.000,00 A ratear - $ 15.000,00
Total - $ 30.000,00 Total - $ 40.000,00
Depreciação Fabril:
Através do controle do imobilizado temos:
Administração Geral - $ 6.000,00 Materiais Diversos:
Almoxarifado - $ 6.000,00 Através dos controles de requisições temos:
Manutenção - $ 12.000,00 Administração Geral - $ 3.000,00
Controle de Qualidade - $ 8.000,00 Almoxarifado - $ 1.000,00
Corte - $ 6.000,00 Manutenção - $ 1.000,00
Montagem - $ 12.000,00 Controle de Qualidade - $ 1.000,00
Acabamento - $ 10.000,00 Corte - $ 2.000,00
Total - $ 60.000,00 Montagem - $ 3.000,00
Acabamento - $ 4.000,00
Total - $ 15.000,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


9
Seguro Fabril $ 10.000,00. É custo comum à toda fábrica e será alocado inicialmente no deptde
Administração Geral.
Manutenção da Fábrica
Administração Geral - $ 15.000,00
Almoxarifado - $ 5.000,00
Manutenção - $ 6.000,00
Controle de Qualidade - $ 8.000,00
Corte - $ 10.000,00
Montagem - $ 12.000,00
Acabamento - $ 14.000,00
Total - $ 70.000,00

2Transferência dos Custos Indiretos dos Departamentos de Apoio p/ os DeptsOperacionais

O critério de distribuição será a partir da determinação da hierarquização dos depts de apoio, de forma,
que aquele que tiver seus custos distribuídos não receba rateio de nenhum outro departamento.
Utilizaremos a hierarquização na ordem apresentada no mapa de custeio apresentado a seguir.

Mapa de Distribuição dos Custos Indiretos dos Depts de Apoio P/ os Depts Operacionais
Custos Adm. Almox. Manut. Controle Corte Montagem Acabamento Total
Indiretos Geral de
Qualidade
Seg. Fabril 10.000 _ _ _ _ _ _ 10.000
Energ. Ele. 5.000 _ _ _ 10.000 10.000 15.000 40.000
mão-de- 6.000 4.000 5.000 5.000 3.000 4.000 3.000 30.000
obra
Depreciação 6.000 6.000 12.000 8.000 6.000 12.000 10.000 60.000
Mat. Divers. 3.000 1.000 1.000 1.000 2.000 3.000 4.000 15.000
Manutenção 15.000 5.000 6.000 8.000 10.000 12.000 14.000 70.000
Subtotal 1 45.000 16.000 24.000 22.000 31.000 41.000 46.000 225.000
Rateio da ( 45.000) 3.375 5.625 3.375 9.000 12.375 11.250 --
Ad. Geral
Subtotal 2 0 19.375 29.625 25.375 40.000 53.375 57.250 225.00
Rateio do ( 19.375) 2.075 -- 5.300 7.000 5.000 --
Almox.
Subtotal 3 0 0 31.700 25.375 45.300 60.375 62.250 225.000
Rateio da ( 31.700) 3.080 7.950 9.540 11.130 --
Manut.
Subtotal 4 0 0 0 28.455 53.250 69.915 73.380 225.000
Rateio do ( 28.455) 6.829 11382 10.244 --
Cont.Qual.
Total dos 0 0 0 0 60.079 81.297 83.624 225.000
Dept.Oper.

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


10
Administração Geral: Rateio dos seus custos com base no número de empregados dos outros
departamentos.
Almoxarifado - 3,0 funcionários x $ 1.125,00 = $ 3.375,00
Manutenção - 5,0 funcionários x $ 1.125,00 = $ 5.625,00
Cont. Qualidade - 3,0 funcionários x $ 1.125,00 = $ 3.375,00
Corte - 8,0 funcionários x $ 1.125,00 = $ 9.000,00
Montagem - 11,0 funcionários x $ 1.125,00 = $ 12.375,00
Acabamento - 10,0 funcionários x $ 1.125,00 = $ 11.250,00
Total: 40,0 funcionários = $ 45.000,00

$ 45.000 = $ 1.125,00
40

Almoxarifado: Rateio em função do volume de requisições de cada departamento. O Controle de


Qualidade não receberá parcela do rateio, pois é desprezível sua participação.

Manutenção - $ 2.075,00
Corte - $ 5.300,00
Montagem - $ 5.000,00
Acabamento- $ 5.000,00
Total - $ 19.375,00

Manutenção: Rateio com base no total de horas de serviços prestados a cada departamento.

Total de Horas de Serviços = 200 horas $ 31.700,00 = 158,50


200
Cont. Qualidade - 20,0 H x $ 158,50= $ 3.170,00
Corte - 50,0 H x $ 158,50= $ 7.925,00
Montagem - 60,0 H x $ 158,50 = $ 9.510,00
Acabamento - 70,0 H x $ 158,50= $ 11.095,00
Total: 200,0 H = $ 31.700,00

Controle de Qualidade: Rateio com base no número de testes realizados para cada departamento
produtivo.
Corte - 60,0 testes 24,0%= $ 6.829,00
Montagem - 100,0 testes 40,0%= $ 11.382,00
Acabamento - 90,0 testes 36,0%= $ 10.244,00
Total- 250,0 testes 100% = $ 28.455,00

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


11
3Distribuição dos Custos dos Departamentos Operacionais Para os Produtos

Utilizaremos o número de Horas/máquinas consumidas por cada produto nos departamentos produtivos.

Quadro das H/M Consumidas nos Depts Produtivos

Produtos Corte Montagem Acabamento Total


(H/M) (H/M) (H/M) (H/M)
A 40 50 30 120
B 50 80 50 180
C 30 60 40 130
Somas 120 190 120 430

Cálculo do Custo Indireto Médio por H/M de Cada Departamento:

Corte = $ 60.079 = $ 500,66 Mont. = $ 81.297 = $ 427,88 Acab. = $ 83.624 = $ 696,87


120 190 120

Quadro do Rateio dos Custos Indiretos P/ os Produtos


Dept Produto Produto Produto Total
A B C
Corte $ 20.026.40 $ 25.033,00 $ 15.019,80 $ 60.079
Mont. $ 21.394,00 $ 34.230,40 $ 25.672,80 $ 81.297
Acab. $ 20.906,00 $ 34.843,50 $ 27.874,80 $ 83.624
Somas $ 62.326,40 $ 94.106,90 $ 68.567,40 $ 225.000

Quadro Comparativo dos Indiretos S/ e C/ Departamentalização


Produtos Custo Custo Custo Diferenças
Direto Indireto Indireto Valor Percentual
A 115.000 60.079 62.326
B 202.000 81.297 94.107
C 168.000 83.624 68.567
Total 485.000 225.000 225.000

PROF. MARCELO DO N. FRANÇA PÁGINA -


12