Você está na página 1de 8

ONDULATÓRIA

1- Em um dia de chuva muito forte, constatou-se uma de escolher entre as duas tecnologias para obter a mesma
goteira sobre o centro de uma piscina coberta, cobertura, levando em consideração apenas o número de
formando um padrão de ondas circulares. Nessa antenas em uma região, ele deverá escolher:
situação, observou-se que caíam duas gotas a cada
segundo. A quantidade entre duas cristas consecutivas a) a tecnologia GSM, pois é a que opera com ondas de maior
era de 25 cm e cada uma delas se aproximava da borda comprimento de onda.
da piscina com velocidade de 1,0 m/s. Após algum b) a tecnologia TDMA/CDMA, pois é a que apresenta Efeito
tempo a chuva diminuiu e a goteira passou a cair uma Doppler mais pronunciado.
vez por segundo. Com a diminuição da chuva, a c) a tecnologia GSM, pois é a que utiliza ondas que se
distância entre as cristas e a velocidade de propagação propagam com maior velocidade.
da onda se tornaram, respectivamente, d) qualquer uma das duas, pois as diferenças nas
frequências são compensadas pelas diferenças nos
(A) maior que 25 cm e maior que 1,0 m/s. comprimentos de onda.
(B) maior que 25 cm e igual a 1,0 m/s. e) qualquer uma das duas, pois nesse caso as intensidades
(C) menor que 25 cm e menor que 1,0 m/s. decaem igualmente da mesma forma, independentemente
(D) menor quer 25 cm e igual a 1,0 m/s. da frequência.
(E) igual a 25 cm e igual a 1,0 m/s.
4- Baseado nas propriedades ondulatórias de transmissão
2- Uma manifestação comum das torcidas em estádios de e reflexão, as ondas de ultrassom podem ser
futebol é a ola mexicana. Os espectadores de uma linha, empregadas para medir a espessura de vasos
sem sair do lugar e sem se deslocarem lateralmente, sanguíneos. A figura a seguir representa um exame de
ficam de pé e se sentam, sincronizados com os da linha ultrassonografia obtido de um homem adulto, onde os
adjacente. O efeito coletivo se propaga pelos pulsos representam os ecos provenientes das reflexões
espectadores do estádio, formando uma onda nas paredes anterior e posterior da artéria carótida.
progressiva, conforme ilustração.

Calcula-se que a velocidade de propagação dessa “onda


humana” é de 45 km/h, e que cada período de oscilação
contém 16 pessoas, que se levantam e sentam
organizadamente e distanciadas entre si por 80 cm.

Disponível em: www.ufsm.br. Acesso em: 7 dez. 2012


(adaptado).
Suponha que a velocidade de propagação do ultrassom seja
Nessa ola mexicana, a frequência da onda, em hertz, é um de 1.500 m/s. Nesse sentido, a espessura e a função dessa
valor mais próximo de artéria são, respectivamente:

(A) 0,3. (A) 1,05 cm – transportar sangue da aorta para a cabeça.


(B) 0,5. (B) 1,05 cm – transportar sangue dos pulmões para o
(C) 1,0. coração.
(D) 1,9. (C) 1,20 cm – transportar sangue dos pulmões para o
(E) 3,7. coração.
(D) 2,10 cm – transportar sangue da cabeça para o pulmão.
3- O progresso da tecnologia introduziu diversos artefatos (E) 2,10 cm – transportar sangue da aorta para a cabeça.
geradores de campos eletromagnéticos. Uma das mais
empregadas invenções nessa área são os telefones
celulares e smartphones. As tecnologias de transmissão
de celular atualmente em uso no Brasil contemplam dois
sistemas. O primeiro deles é operado entre as
frequências de 800 MHz e 900 MHz e constitui os
chamados sistemas TDMA/CDMA. Já a tecnologia GSM,
ocupa a frequência de 1.800 MHz.

Considerando que a intensidade de transmissão e o nível de


recepção “celular” sejam os mesmos para as tecnologias de
transmissão TDMA/CDMA ou GSM, se um engenheiro tiver
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: 7- A figura abaixo representa uma forma senoidal num
gráfico y (deslocamento vertical) versus x
Rússia envia navios de guerra para o Mediterrâneo. (deslocamento horizontal), como uma fotografia de
Fonte militar disse que envio ocorre devido à situação na uma corda, na qual se propaga uma onda estacionária.
Síria. A Marinha negou que a movimentação esteja ligada Estão destacadas, na figura, duas grandezas,
à crise em Damasco. enumeradas por 1 e 2.

29/08/2013 08h32 - Atualizado em 29/08/2013 08h32

A Rússia está enviando dois navios de guerra ao


Mediterrâneo Oriental, enquanto potências ocidentais se
preparam para uma ação militar na Sina em resposta ao
suposto ataque com armas químicas na semana passada.

Uma fonte anônima do comando das Forças Armadas disse


que um cruzador de mísseis e um navio antissubmarino
chegariam aos próximos dias ao Mediterrâneo por causa da
“situação bem conhecida” – uma clara referência ao conflito
na Síria. É correto afirmar:

A Marinha negou que a movimentação esteja ligada aos (A) A grandeza 1 é a amplitude e a 2 é o comprimento de
eventos na Síria e disse que faz parte de uma rotatividade onda.
planejada de seus navios no Mediterrâneo. A força não disse (B) Se o eixo horizontal do gráfico representasse o tempo,
que tipo de embarcações, ou quantas, estão a caminho da a grandeza 1 seria o período.
região. (C) A grandeza 1 é o período e a 2 é a frequência.
(D) Se o eixo horizontal do gráfico representasse o tempo,
Os Estados Unidos acusam as forças do governo sírio de a grandeza 2 seria a frequência.
realizar um ataque com armas químicas na semana passada (E) A grandeza 1 é a amplitude e a grandeza 2 o período.
e disse que está reposicionando suas forças navais no
Mediterrâneo. 8- Em um piano, o Dó central e a próxima nota Dó (Dó
maior) apresentam sons parecidos, mas não idênticos.
(Portal G1 – http://g1.globo.com/revoIta- É possível utilizar programas computacionais para
arabe/noticia/2013/08/russia-enva-navios-de-guerra-para-o-
expressar o formato dessas ondas sonoras em cada
mediterraneo-diz-agencia.htrnI- Acesso em 30/0912013)
uma das situações como apresentado nas figuras, em
que estão indicados intervalos de tempo idênticos (T).
5- Um dos grandes navios antissubmarino da Frota do
Norte Russa é o Vitse-admiral Kulakov. Ele é capaz de
atingir velocidade máxima de 35 nós e conta com uma
tripulação de cerca de 300 homens. Para localizar
submarinos, o Vitse-admiral Kulakov está equipado com
um poderoso SONAR, sigla de SOund NAvigation and
Ranging – navegação e determinação da distância pelo
som. Um SONAR é um aparelho que emite ondas
sonoras em ultrassom, normalmente na faixa de 300
Em um piano, o Dó central e a próxima nota Dó (Dó maior)
kHz a 600 kHz. Como a velocidade média do ultrassom,
apresentam sons parecidos, mas não idênticos. É possível
na água, é 1500 m/s, um sonar que opere com
utilizar programas computacionais para expressar o formato
frequência de 400 kHz emite ondas cujo comprimento
dessas ondas sonoras em cada uma das situações como
vale:
apresentado nas figuras, em que estão indicados intervalos
de tempo idênticos (T).
(A) 42,86 mm.
(B) 5,00 mm.
(A) 1/2
(C) 3,75 mm.
(B) 2
(D) 2,50 mm.
(C) 1
(E) 1,50 mm.
(D) 1/4
(E) 4
6- Antenas para emissoras de rádio AM (Amplitude
Modulada) são frequentemente construídas de modo
9- A tecnologia de telefonia celular 4G passou a ser
que a torre emissora tenha uma altura igual a ¼ do
utilizada no Brasil em 2013, como parte da iniciativa de
comprimento de onda das ondas a serem emitidas. Com
melhoria geral dos serviços no Brasil, em preparação
base nisso, determine a altura, em metros, da torre de
para a Copa do Mundo de 2014. Algumas operadoras
uma emissora que emite na frequência de 1 000 kHz.
inauguraram serviços com ondas eletromagnéticas na
Considere a velocidade da luz igual a 3,0 · 10 8 m/s.
frequência de 40 MHz. Sendo a velocidade da luz no
vácuo c = 3 . 108 m/s, o comprimento de onda dessas
(A) 1000 m
ondas eletromagnéticas é
(B) 750 m
(C) 100 m
(A) 1,2 m.
(D) 75 m
(B) 7,5 m.
(E) 25 m
(C) 5,0 m.
(D) 12,0 m.
(E) 15,0 m
10- Uma estação de rádio emite ondas médias na faixa de
1 MHz com comprimento de onda de 300 m. Essa
radiação contorna facilmente obstáculos como casas,
carros, árvores etc. devido ao fenômeno físico da (A)

(B)

(C)

(A) difração.
(B) refração.
(C) reflexão.
(D) interferência.
(E) difusão. (D)

11- A exposição prolongada aos raios ultravioleta (UV)


podem causar danos à pele, contudo, com algumas
recomendações, a ação desses mesmos raios torna
possível a produção de vitamina D, que auxilia na
obtenção de cálcio dos alimentos.
(E)
Nessa situação, assinale a alternativa correta que completa
a lacuna da frase a seguir.

A recomendação pelos médicos de usar filtros solares está


ligada a que os mesmos diminuem a(o) ________ dos raios
ultravioletas. 13- Em cada uma das imagens abaixo, um trem de ondas
planas move-se a partir da esquerda.
(A) frequência
(B) intensidade
(C) comprimento de onda
(D) amplitude
(E) período

12- Uma corda é composta de dois segmentos de


densidades de massa bem distintas. Um pulso é criado
no segmento de menor densidade e se propaga em
direção à junção entre os segmentos, conforme
representa a figura abaixo.
Os fenômenos ondulatórios apresentados nas figuras 1, 2 e
3 são, respectivamente,

(A) refração – interferência - difração.


(B) difração – interferência - refração.
(C) interferência - difração -refração.
(D) difração - refração - interferência.
(E) interferência - refração - difração.

Assinale, entre as alternativas, aquela que melhor


representa a corda quando o pulso refletido está passando
pelo mesmo ponto x indicado no diagrama acima.
14- O efeito Tyndall é um efeito óptico de turbidez (A) 0,1
provocado pelas partículas de uma dispersão coloidal. (B) 0,3
Foi observado pela primeira vez por Michael Faraday em (C) 1,8
1857 e, posteriormente, investigado pelo físico inglês (D) 3,2
John Tyndall. Este efeito é o que torna possível, por (E) 10,5
exemplo, observar as partículas de poeira suspensas no
ar por meio de uma réstia de luz, observar gotículas de 17- Ao contrário dos rádios comuns (AM ou FM), em que
água que formam a neblina por meio do farol do carro uma única antena transmissora é capaz de alcançar
ou, ainda, observar o feixe luminoso de uma lanterna toda a cidade, os celulares necessitam de várias
por meio de um recipiente contendo gelatina. antenas para cobrir um vasto território. No caso dos
rádios FM, a frequência de transmissão está na faixa dos
REIS, M. Completamente Química: Físico-Química. São Paulo: MHz (ondas de rádio), enquanto, para os celulares, a
FTD, 2001(adaptado). frequência está na casa dos GHz (micro-ondas). Quando
comparado aos rádios comuns, o alcance de um celular
Ao passar por um meio contendo partículas dispersas, um é muito menor.
feixe de luz sofre o efeito Tyndall devido
Considerando-se as informações do texto, o fator que
(A) à absorção do feixe de luz por este meio. possibilita essa diferença entre propagação das ondas de
(B) à interferência do feixe de luz neste meio. rádio e as de micro-ondas é que as ondas de rádio são
(C) à transmissão do feixe de luz neste meio.
(D) à polarização do feixe de luz por este meio. (A) facilmente absorvidas na camada da atmosfera superior
(E) ao espalhamento do feixe de luz neste meio. conhecida como ionosfera.
(B) capazes de contornar uma diversidade de obstáculos
15- Em um experimento foram utilizadas duas garrafas PET, como árvores, edifícios e pequenas elevações.
uma pintada de branco e a outra de preto, acopladas (C) mais refratadas pela atmosfera terrestre, que apresenta
cada uma a um termômetro. No ponto médio da maior índice de refração para as ondas de rádio.
distância entre as garrafas, foi mantida acesa, durante (D) menos atenuadas por interferência, pois o número de
alguns minutos, uma lâmpada incandescente. Em aparelhos que utilizam ondas de rádio é menor.
seguida a lâmpada foi desligada. Durante o (E) constituídas por pequenos comprimentos de onda que
experimento, foram monitoradas as temperaturas das lhes conferem um alto poder de penetração em
garrafas: a) enquanto a lâmpada permaneceu acesa e materiais de baixa densidade.
b) após a lâmpada ser desligada e atingirem equilíbrio
térmico com o ambiente. 18- Considere as seguintes afirmações sobre fenômenos
ondulatórios e suas características.
A taxa de variação da temperatura da garrafa preta, em
comparação à da branca, durante todo experimento, foi I. A difração ocorre apenas com ondas sonoras.
II. A interferência ocorre apenas com ondas
eletromagnéticas.
III. A polarização ocorre apenas com ondas transversais.

Quais estão corretas?

(A) Apenas I.
(B) Apenas II.
(C) Apenas III.
(D) Apenas I e II.
(E) I, II e III.

19- Uma sala de concertos deve permitir uma percepção


clara dos sons, por isso deve estar livre de eco e o
tempo de reverberação deve ser pequeno. Assim,

(A) igual no aquecimento e igual no resfriamento. I. na reverberação, trens de onda emitidos


(B) maior no aquecimento e igual no resfriamento. simultaneamente pela mesma fonte sonora, percorrendo
(C) menor no aquecimento e igual no resfriamento. caminhos diferentes no ar, chegam ao ouvinte em instantes
(D) maior no aquecimento e menor no resfriamento. de tempo diferentes, mas não são percebidos como sons
(E) maior no aquecimento e maior no resfriamento. separados.
II. o fenômeno de reverberação pode ser explicado
16- A coloração do céu deve-se à dispersão da luz do Sol considerando-se a interferência dos trens de onda emitidos
pelas partículas que compõem a atmosfera. pela mesma fonte.
Observamos que o céu é azul exceto quando o Sol III. no eco, trens de onda emitidos simultaneamente pela
encontra-se na linha do horizonte, no crepúsculo, mesma fonte sonora, percorrendo caminhos diferentes no
quando sua cor é avermelhada. ar, chegam ao ouvinte em instantes de tempo diferentes e
são percebidos como sons separados.
Lord Rayleigh mostrou que a intensidade I de luz espalhada
é proporcional à quarta potência da frequência (I ~ f4). O Está(ão) correta(s)
comprimento de onda do azul e do vermelho são,
respectivamente, da ordem de 400 nm e 720 nm. A razão (A) apenas I.
entre as intensidades dispersadas da luz azul pela da (B) apenas II.
vermelha é de, aproximadamente, (C) apenas III.
(D) apenas I e III.
(E) apenas II e III.
20- A avaliação audiológica de uma pessoa que apresentava 21- Ainda acerca do assunto tratado no texto, que descreve
dificuldades para escutar foi realizada determinando-se o Efeito Doppler, resolva a seguinte situação-problema:
o limiar de nível sonoro de sua audição (mínimo
audível), para várias frequências, para os ouvidos Considere ainda o observador (conforme a figura) parado
direito e esquerdo separadamente. Os resultados estão na calçada munido de um detector sonoro. Quando uma
apresentados nos gráficos abaixo, onde a escala de ambulância passa por ele a uma velocidade constante com
frequência é logarítmica, e a de nível sonoro, linear. a sirene ligada, o observador percebe que o som que ele
ouvia teve sua frequência diminuída de 1000 Hz para 875
Hz. Sabendo que a velocidade do som no ar é 333,0 m/s, a
velocidade da ambulância que passou pelo observador, em
m/s, é

(A) 22,2
(B) 23,0
(C) 24,6
(D) 32,0
(E) 36,0

22- O "nível de intensidade sonora" N é medido numa escala


logarítmica, e está relacionada coma intensidade física
I da onda pela expressão:

N = 10 log I/Io em que Io é a intensidade do mais fraco


som audível.

Se I = 10 Io, tem-se N = 10 log 10 = 10 dB (dB = decibel)

Um cachorro ao ladrar emite um som cujo nível de


intensidade é 65 dB. Se forem dois cachorros latindo ao
mesmo tempo, em uníssono, o nível de intensidade será:
A partir desses gráficos, pode-se concluir que essa pessoa (use log 2 = 0,30).

(A) não escuta um sussurro de 18 dB, independente de sua (A) 65 dB


frequência. (B) 67 dB
(B) percebe o som da nota musical lá, de 440 Hz, apenas (C) 68 dB
com o ouvido esquerdo, independente do nível sonoro. (D) 85 dB
(C) é surda do ouvido esquerdo. (E) 130 dB
(D) escuta os sons de frequências mais altas melhor com o
ouvido direito do que com o esquerdo. 23- Em relação às ondas sonoras, é correto afirmar:
(E) escuta alguns sons sussurrados, de frequência abaixo
de 200 Hz, apenas com o ouvido direito. (A) O fato de uma pessoa ouvir a conversa de seus vizinhos
de apartamento através da parede da sala é um
TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: exemplo de reflexão de ondas sonoras.
(B) A qualidade fisiológica do som que permite distinguir
Considere um observador O parado na calçada de uma rua entre um piano e um violino, tocando a mesma nota, é
quando uma ambulância passa com a sirene ligada chamada de timbre e está relacionada com a forma da
(conforme a figura). O observador nota que a altura do som onda.
da sirene diminui repentinamente depois que a ambulância (C) Denominam-se infrassom e ultrassom as ondas sonoras
o ultrapassa. Uma observação mais detalhada revela que a cujas frequências estão compreendidas entre a mínima
altura sonora da sirene é maior quando a ambulância se e a máxima percebidas pelo ouvido humano.
aproxima do observador e menor quando a ambulância se (D) A grandeza física que diferencia o som agudo, emitido
afasta. Este fenômeno, junto com outras situações físicas por uma flauta, do som grave, emitido por uma tuba, é
nas quais ele ocorre, é denominado efeito Doppler. (...) a amplitude da onda.
(E) A propriedade das ondas sonoras que permite aos
Adaptado de JUNIOR, F. R. Os Fundamentos da Física. 8. ed. vol. morcegos localizar obstáculos e suas presas é
2. São Paulo: Moderna, 2003, p. 429) denominada refração.
24- Os radares comuns transmitem micro-ondas que 27- Leia o trecho a seguir.
refletem na água, gelo e outras partículas na atmosfera.
Podem, assim, indicar apenas o tamanho e a distância Meteorito despenca sobre a Rússia e população vive
das partículas, tais como gotas de chuva. O radar momentos de pânico
Doppler, além disso, é capaz de registrar a velocidade
e a direção na qual as partículas se movimentam, Centenas de pessoas ficam feridas com vidro quebrado pelo
fornecendo um quadro do fluxo de ventos em diferentes impacto do meteoroide contra a atmosfera.
elevações.

Nos Estados Unidos, a Nexrad, uma rede de 158 radares


Doppler, montada na década de 1990 pela Diretoria
Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), permite que o
Serviço Meteorológico Nacional (NWS) emita alertas sobre
situações do tempo potencialmente perigosas com um grau
de certeza muito maior.

O pulso da onda do radar ao atingir uma gota de chuva,


devolve uma pequena parte de sua energia numa onda de
retorno, que chega ao disco do radar antes que ele emita a
onda seguinte. Os radares da Nexrad transmitem entre 860
a 1300 pulsos por segundo, na frequência de 3000 MHz.

FISCHETTI, M., Radar Meteorológico: Sinta o Vento. Scientific


American Brasil. nº- 08, São Paulo, jan. 2003.

No radar Doppler, a diferença entre as frequências emitidas


e recebidas pelo radar é dada por f = (2ur/c) f0 onde ur é a
velocidade relativa entre a fonte e o receptor, c = 3,0 . 108
m/s é a velocidade da onda eletromagnética, e f0 é a
frequência emitida pela fonte. Qual é a velocidade, em
km/h, de uma chuva, para a qual se registra no radar A queda de um meteorito sobre os Montes Urais na manhã
Doppler uma diferença de frequência de 300 Hz? de ontem deixou cerca de 1,1 mil pessoas feridas, provocou
pelo menos uma forte explosão e causou pânico na
(A) 1,5 km/h. população local. A maioria dos feridos foi atingida por
(B) 5,4 km/h. estilhaços de vidro que se quebrou em razão da onda
(C) 15 km/h. expansiva provocada pela queda do corpo celeste.
(D) 54 km/h.
(E) 108 km/h. “Às 9h20 (1h20 em Brasília), um objeto em alta velocidade
foi observado nos céus de Chelyabinsk, deixando um grande
25- A sensibilidade do ouvido humano varia de acordo com rastro atrás de si. No prazo de dois minutos, houve dois
a idade. À medida que as pessoas envelhecem, a estrondos”, disse Yuri Burenko, funcionário do setor de
máxima frequência audível diminui, enquanto o nível de emergência, por meio de nota. “A onda de choque quebrou
intensidade sonora deve aumentar para ser detectável. vidros em Chelyabinsk, em uma série de cidades da região”,
Sobre as características da audição humana é correto disse ele.
afirmar:
(Disponivel em:
(A) o aumento da frequência traz um acréscimo no http://www.gazetamaringa.com.br/online/conteudo.phtml?
comprimento e na velocidade de propagação da onda tl=1&id=1345481&tit=Meteorito-despenca-sobre-a-
sonora, melhorando a sensibilidade do ouvido para Russia-epopulacao-vive-momentos-de-panico)
aquela frequência.
(B) os ruídos de baixa frequência (ruídos graves) e alta O fenômeno associado aos vidros partidos pelo som intenso
frequência (ruídos agudos) fazem vibrar as mesmas e por serem esses vidros sensíveis à frequência da onda
regiões da membrana basilar. sonora recebe o nome de
(C) seu limite inferior, em nível de intensidade sonora, é 0
decibel, que representa uma intensidade de 10-12 (A) difração.
W/m2. (B) ressonância.
(D) quanto maior a intensidade do som, menor a vibração (C) reverberação.
do tímpano e menor o deslocamento basilar. (D) efeito Doppler.
(E) a intensidade do som não depende da frequência. (E) polarização.

26- Considere uma viatura policial perseguindo com


velocidade VP um marginal que foge num carro a
velocidade VM. A sirene da viatura emite um som de
frequência fP. Seja fM a frequência percebida pelo
marginal.

Com base nessas informações, assinale a opção correta.

(A) Se VM > VP, então fM < fP.


(B) Se VM < VP, então fM < fP.
(C) Se VM = VP, então fM < fP.
(D) Se VM > VP, então fM > fP.
(E) Se VM > VP, então fM = fP.
28- Um órgão é um instrumento musical composto por (A) 𝑣1 = 𝑣2 = 𝑣3 = 0
diversos tubos sonoros, abertos ou fechados nas
extremidades, com diferentes comprimentos. Num (B) 𝑣1 = 𝑣2 = 𝑣3 ≠ 0
certo órgão, um tubo A é aberto em ambas as (C) 𝑣1 = − 𝑣2 = 𝑣3 ≠ 0
extremidades e possui uma frequência fundamental de
200 Hz. Nesse mesmo órgão, um tubo B tem uma das (D) 𝑣1 = − 𝑣3 ≠ 0; 𝑣2 = 0
extremidades aberta e a outra fechada, e a sua
(E) 𝑣1 = 𝑣3 ≠ 0; 𝑣2 = 0
frequência fundamental é igual à frequência do segundo
harmônico do tubo A. Considere a velocidade do som no
ar igual a 340 m/s. Os comprimentos dos tubos A e B 32- A 6 milhas da costa do Espírito Santo, em frente a
são, respectivamente: Guarapari, localiza-se a Ilha Escalvada. O acesso é feito
por barco, a partir de Guarapari.
(A) 42,5 cm e 31,9 cm.
(B) 42,5 cm e 63,8 cm.
(C) 85,0 cm e 21,3 cm.
(D) 85,0 cm e 42,5 cm.
(E) 85,0 cm e 127,0 cm.

29- Quando uma corda de violão é tocada, o comprimento


de onda da onda sonora produzida pela corda

(A) é maior que o comprimento de onda da onda produzida


na corda, já que a distância entre as moléculas do ar é
maior que a distância entre os átomos da corda.
(B) é menor que o comprimento de onda da onda produzida
na corda, já que a massa específica do ar é menor que
a massa específica da corda.
(C) é igual ao comprimento de onda da onda produzida na http://1.bp.blogspot.com/_D1JDLC7Eyac/SgXHbyuKEnI/AAAAAAA
corda, já que as frequências das duas ondas são iguais. AADo/S2xwD7TlJyI/s400/mapa_guarapari_+pontos_de_mergulho
(D) pode ser maior ou menor que o comprimento de onda s.jpg
da onda produzida na corda, dependendo das
velocidades de propagação da onda sonora e da onda Por estar afastada da costa, eventualmente podem-se
produzida na corda. observar golfinhos, dourados, bonitos e tubarões em suas
(E) pode ser maior ou menor que o comprimento de onda proximidades. Local ideal para a prática de drift dive
da onda produzida na corda, dependendo das (mergulho de correnteza) e mergulho noturno. Na Ilha
frequências da onda sonora e da onda produzida na Escalvada, existe um farol de navegação.
corda.

30- (Puc) Uma corda é fixa em uma das extremidades,


enquanto a outra é vibrada por um menino. Depois de
algum tempo vibrando a corda, o menino observa um
padrão de ondas estacionário. Ele verifica que a
distância entre dois nós consecutivos deste padrão é de
0,50 m.

Determine em metros o comprimento de onda da vibração


imposta à corda.

(A) 0,25
(B) 0,50
(C) 1,00
(D) 1,25
(E) 1,50

31- (Uff) Afigura abaixo representa um modo de vibração http://static.panoramio.com/photos/original/30155144.jpg


de uma corda presa nas suas extremidades.
Em um dia com muito vento, estando a porta da base e a
janela do topo do farol abertas, observa-se a formação de
uma ressonância sonora com frequência de 30 Hz no interior
do farol. O farol pose ser considerado como um tubo
ressonante de extremidades abertas. Sabendo-se que a
velocidade do som no ar é de 340 m/s e considerando-se
que a onda estacionária tem três nós de deslocamento, a
altura do farol é:

Marque a alternativa que quantifica corretamente as (A) 12 m


velocidades dos pontos 1, 2 e 3 da corda no instante em (B) 15 m
que ela passa pela configuração horizontal. (C) 17 m
(D) 21 m
(E) 34 m
33- Uma flauta andina, ou flauta de pã, é constituída por 35- Um dos instrumentos de corda mais conhecido e
uma série de tubos de madeira, de comprimentos utilizado é o violão. Nos modelos populares, o corpo do
diferentes, atados uns aos outros por fios vegetais. As instrumento é feito de madeira e as cordas podem ser
extremidades inferiores dos tubos são fechadas. A de nylon ou de aço. Considerando essa informação,
frequência fundamental de ressonância em tubos desse preencha corretamente as lacunas.
tipo corresponde ao comprimento de onda igual a 4
vezes o comprimento do tubo. Em uma dessas flautas, Num violão com cordas de aço, a afinação __________ da
os comprimentos dos tubos correspondentes, temperatura ambiente, porque o aço e a madeira têm
respectivamente, às notas Mi (660 Hz) e Lá (220 Hz) __________ coeficientes de dilatação. Em outras palavras,
são, aproximadamente, com a mudança de temperatura, muda __________ do
instrumento.
(Note e adote: A velocidade do som no ar é igual a 330
m/s.) (A) independe – mesmos – o timbre
(B) independe – mesmos – a altura
(A) 6,6 cm e 2,2 cm. (C) independe – diferentes – o timbre
(B) 22 cm e 5,4 cm. (D) depende – diferentes – a altura
(C) 12 cm e 37 cm. (E) depende – mesmos – o timbre
(D) 50 cm e 1,5 m.
(E) 50 cm e 16 cm. 36- Após ter afinado seu violão utilizando um diapasão de
440 Hz, um músico notou que o quarto harmônico da
34- Um dos modelos usados na caracterização dos sons corda Lá do instrumento emitia um som com a mesma
ouvidos pelo ser humano baseia-se na hipótese de que frequência do diapasão.
ele funciona como um tubo ressonante. Neste caso, os
sons externos produzem uma variação de pressão do ar Com base na observação do músico e nos conhecimentos
no interior do canal auditivo, fazendo a membrana de ondulatória, considere as afirmativas a seguir.
(tímpano) vibrar. Esse modelo pressupõe que o sistema
funciona de forma equivalente à propagação de ondas I. O comprimento de onda da onda estacionária formada na
sonoras em tubos com uma das extremidades fechadas corda, no quarto harmônico, é igual à metade do
pelo tímpano. As frequências que apresentam comprimento da corda.
ressonância com o canal auditivo têm sua intensidade II. A altura da onda sonora emitida no quarto harmônico da
reforçada, enquanto outras podem ter sua intensidade corda Lá é diferente da altura da onda emitida pelo
atenuada. diapasão.
III. A frequência do primeiro harmônico da corda Lá do
violão é 110 Hz.
IV. O quarto harmônico da corda corresponde a uma onda
estacionária que possui 5 nós.

Assinale a alternativa correta.

(A) Somente as afirmativas I e II são corretas.


(B) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
(C) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
(D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
Considere que, no caso de ressonância, ocorra um nó sobre (E) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.
o tímpano e ocorra um ventre da onda na saída do canal
auditivo, de comprimento L igual a 3,4 cm. Assumindo que
a velocidade do som no ar (v) é igual a 340 m/s, a
frequência do primeiro harmônico (frequência fundamental,
n = 1) que se formaria no canal, ou seja, a frequência mais
baixa que seria reforçada por uma ressonância no canal
auditivo, usando este modelo é:

(A) 0,025 kHz, valor que considera a frequência do primeiro


harmônico como igual a nv/4L e equipara o ouvido a um
tubo com ambas as extremidades abertas.
(B) 2,5 kHz, valor que considera a frequência do primeiro
harmônico como igual a nv/4L e equipara o ouvido a um
tubo com uma extremidade fechada.
(C) 10 kHz, valor que considera a frequência do primeiro
harmônico como igual a nv/L e equipara o ouvido a um
tubo com ambas as extremidades fechadas.
(D) 2.500 kHz, valor que expressa a frequência do primeiro
harmônico como igual a nv/L, aplicável ao ouvido
humano.
(E) 10.000 kHz, valor que expressa a frequência do
primeiro harmônico como igual a nv/L, aplicável ao
ouvido e a tubo aberto e fechado.