Você está na página 1de 1

e Melo), ministro de D.

José I (1750 –

Literatura 1777). Modelo de déspota escla-recido,


impõe transformações significantes nos
setores administrativo e educacional.
Professor João BATISTA Gomes
c) Marquês de Pombal expulsa os jesuítas
Aula 31 do Brasil e retira a educação da alçada
religiosa, estimulando a divulgação das
idéias científicas e fundando as primeiras
ARCADISMO (1768 – 1836)
escolas públicas.
1. ASPECTOS GERAIS
4. SITUAÇÃO BRASILEIRA NO SÉC.
a) Duração no Brasil: 1768 a 1836 (século
XVIII CONTEXTO HISTÓRICO
XVIII).
a) A descoberta de ouro em Minas Gerais Principais filósofos ilumistas
b) Livro inaugurador: Obras Poéticas (poe-
motiva mudanças significativas na vida
sias), de Cláudio Manuel da Costa.
da sociedade brasileira. Podemos dividir os pensadores iluministas em
c) Outros nomes para o movimento: dois grupos: os filósofos, que se preocu-pam com
b) Há o deslocamento do centro econômico
1. Arcadismo ou Neoclassicismo – São os problemas políticos; e os econo-mistas, que
do Nordeste (Pernambuco e Bahia) para
as denominações comuns para o mo-
o Sul (Minas Gerais e Rio de Janeiro). procuram uma maneira de aumen-tar a riqueza das
vimento onde quer que ele tenha exis-
tido. c) A melhoria econômica faz surgir uma so- nações. Os principais filóso-fos franceses

2. Arcádia Mineira ou Movimento Minei- ciedade urbana e complexa nas cidades envolvidos com o Iluminismo são Montesquieu,
ro – Em homenagem ao local em que mineiras, com maior poder aquisitivo e, Voltaire, Rousseau e Diderot.
o movimento nasce e desenvolve-se: portanto, mais ávida por conhecimentos
culturais. MONTESQUIEU publica, em 1721, as Car-tas
Minas Gerais, especialmente em Vila
Rica, atual Ouro Preto. Persas, em que ridiculariza costumes e instituições.
d) O crescimento (influenciado pelo aspecto
3. Setecentismo – Denominação no Bra- cultural) da consciência política de brasi- Em 1748, publica O Espírito das Leis, estudo sobre
sil, em seqüência ao Quinhentismo e lidade provoca as primeiras tentativas de formas de governo em que destaca a monarquia
ao Seiscentismo (Barroco). independência da Colônia em relação a inglesa e recomenda, como única maneira de
d) O movimento arcádico é um retorno ao Portugal. garantir a liberdade, a independência dos três
equilíbrio e à simplicidade do Classicis- e) A assimilação dos ideais iluministas pro- poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário.
mo português, movimento que não
move a estabilização de uma sociedade
existiu no Brasil. VOLTAIRE é o mais importante filósofo do
culta, constituída de funcionários da Co-
e) Imitando a literatura clássica, o Arcadis- roa, magistrados, mineradores e comerci- Iluminismo. Exilado na Inglaterra, publica Car-tas
mo mantém postura de oposição ao Bar- antes, que estudaram na Europa, Inglesas, com ataques ao absolutismo e à
roco. É contra os exageros verbais, as intolerância e elogios à liberdade existente naquele
sutilezas da construção, o uso abusivo f) O aparecimento de associações de ho-
mens cultos – as Academias e as Arcá- país. Fixando-se em Ferney, França, exerce grande
das figuras de linguagem. Tudo isso na
teoria, porque, na prática, os autores bra- dias – transpõe para a Colônia os modis- influência por mais de vinte anos, até morrer.
sileiros ainda escrevem fazendo largo uso mos artísticos e intelectuais da Europa. Discípulos seus espalham-se pela Europa e
da antítese e do hibérpato – figuras tipi- g) A capital do Brasil passa a ser o Rio de divulgam seus pensamentos, especialmente o
camente barrocas. Janeiro (1763), mas a elite intelectual e anticlericalismo.
f) O Arcadismo propõe, pois, uma literatura política mora em Vila Rica, Minas Gerais.
compromissada com a simplicidade. Nes- ROUSSEAU tem origem modesta e vida
se sentido, os escritores valorizam clare- 5. CARACTERÍSTICAS DO ARCADISMO aventureira. Nasce em Genebra, é contrário ao luxo
za, razão, verdade e natureza. a) Oposição ao Barroco – Proposta de lin- e à vida mundana. Em Discurso Sobre a Origem da
g) A própria sociedade da época substitui a guagem simples, de frases na ordem dire- Desigualdade Entre os Homens (1755), defende a
fé e a religião pela razão e pela ciência. ta e de palavreado de uso popular, ou se- tese da bondade natural dos homens, pervertidos
Daí a denominação de Século das Luzes ja, o contrário das pregações do Seiscen- pela civilização. Consagra toda a sua obra à tese
para o período em que o Arcadismo pre- tismo.
dominou. da reforma necessária da sociedade corrompida.
b) Versos brancos – Ao contrário do Barro- Propõe uma vida fa-miliar simples; no plano
2. ASPECTOS HISTÓRICO-CULTURAIS co, o poeta árcade pode usar o verso
político, uma socieda-de baseada na justiça, na
a) O berço das idéias novas, quer na litera- branco (sem rima), atitude que simboliza
igualdade e na sobe-rania do povo, como mostra
tura quer no campo científico, é a França. liberdade na criação. No Brasil, Basílio da
Gama foi o mais ousado: compôs o livro em seu texto mais famoso, O Contrato Social. Sua
b) Surgem a Física de Newton, a Química
O Uraguai (poema épico) sem fazer uso teoria da von-tade geral, referida ao povo, é
de Lavousier, a Biologia de Bueton e de
Lineu, a Psicologia de Locke. de rima. fundamental na Revolução Francesa e inspira
c) A poesia como imitação da natureza – Robespierre e outros líderes.
c) Faz-se, pela primeira vez, o emprego da
energia a vapor na indústria têxtil inglesa. Os árcades copiam os modelos clássicos
DIDEROT organiza a Enciclopédia, publi-cada
d) O Iluminismo e o Enciclopedismo são os antigos ou renascentistas, numa flagrante
entre 1751 e 1772, com ajuda do mate-mático d'
movimentos filosóficos franceses que de- falta de originalidade. O poeta busca, na
natureza, os modelos de beleza, bon- Alembert e da maioria dos pensado-res e escritores
sencadeiam as idéias de igualdade entre
os homens. O resultado final é a Revolu- dade e perfeição. Falta, pois, ao árcade da época. Proibida pelo gover-no por divulgar as
ção Francesa. a capacidade de inventar, comum nos novas idéias, a obra passa a circular
poetas do Barroco, do Romantismo, do clandestinamente.
3. INFLUÊNCIAS DO ILUMINISMO EM Simbolismo e do Modernismo.
PORTUGAL Os economistas pregam, essencialmente, a
d) Compromisso com a beleza, o bem, a
a) O século XVIII representa para Portugal liberdade econômica, opondo-se a toda e qualquer
perfeição – Compromisso com a poesia
um período de evolução e de prosperida- regulamentação. Segundo eles, a na-tureza deve
descritiva e objetiva. Nesse aspecto, a
de no campo material e cultural. O ouro dirigir a economia; o Estado só po-de intervir para
poesia árcade faz lembrar a época parna-
do Brasil marca o crescimento econômi-
siana. Há mais preocupação com situa- garantir o livre curso da nature-za. São os
co, e a absorção dos ideais do Iluminis-
ções do que com emoções. fisiocratas, ou partidários da fisio-cracia (governo
mo faz avultar a importância cultural.
e) Pastoralismo – O poeta do Arcadismo da natureza). Quesnay afirma que a atividade
b) A figura dominante do período é o Mar-
imagina-se, na hora de criar poemas, um verdadeiramente produtiva é a agricultura.
quês de Pombal (Sebastião de Carvalho