Você está na página 1de 1

b) o substantivo “riso”;

c) o pronome “que”; Momento da dissertação


d) a seqüência “como um flash fotográfico”;
e) o substantivo “rosto”. PONTUAÇÃO I
Vírgula proibida
08. Observe a estrofe seguinte:
1. Separar o sujeito do verbo
Nesse instante és meu apelo
A vírgula não pode separar o sujeito do verbo
Aumentando esse tesão quando juntos, sem outros termos intercala-
só te quero verdadeira dos.
se teu nome for paixão
Julgue os períodos seguintes quanto ao uso
Assinale a alternativa em que todas as da vírgula.
palavras sejam masculinas, como a. ( ) Todos nós, devemos participar da recu-
Caiu no vestibular “tesão”. peração de menores abandonados.
a) ênfase, hematoma, caudal Sujeito de “devemos participar”: “Todos
A Camões
b) aguardente, bacanal, ferrugem nós”.
Quando n’alma pesar de tua raça c) sanduíche, tapa, cal b. ( ) Todos nós, dentro dos nossos limites,
A névoa da apagada e vil tristeza, d) clã, libido, dó devemos participar da recuperação de
Busque ela sempre a glória que não passa, e) telefonema, tracoma, alface menores abandonados.
Em teu poema de heroísmo e de beleza.
Sujeito de “devemos participar”: “Todos
09. Na estrofe seguinte, há:
Gênio purificado na desgraça, nós”.
Tu resumiste em ti toda a grandeza: Mas teu rosto não me foge
c. ( ) Convém às autoridades competentes,
Poeta e soldado... Em ti brilhou sem jaça nem teu riso enigmático
que não percam mais tempo no comba-
O amor da grande pátria portuguesa. nesse mistério que explode
te ao narcotráfico.
como um flash fotográfico Sujeito de “convém”: a segunda oração.
E enquanto o fero canto ecoar na mente
Da estirpe que em perigos sublimados a) uma única oração; d. ( ) Todos nós sem exceção, devemos parti-
Plantou a cruz em cada continente, b) duas orações; cipar da recuperação de menores aban-
c) três orações; donados.
Não morrerá, sem poetas nem soldados, d) quatro orações; Sujeito de “devemos participar”: “Todos
A língua em que cantaste rudemente e) cinco orações. nós”.
As armas e os barões assinalados.
(Manuel Bandeira) 10. Observe, na estrofe da questão anterior, 2. Separar o verbo do seu complemento
a forma “explode”. Assinale a alternati- A vírgula não pode separar o verbo do seu
01. (FGV–2004) O poema de Manuel
va em que a frase contém forma do ver- complemento quando não há outros elemen-
Bandeira pode ser classificado como
bo explodir condenada pela norma cul- tos intercalados entre eles.
pertencente ao gênero:
ta da língua. Julgue os períodos seguintes quanto ao uso
a) épico; d) oratório;
b) lírico; e) sacro. a) Se a paixão ameaça deprimi-lo, é da vírgula.
c) dramático; melhor que ela exploda de uma vez. a. ( ) Agora, que o período eleitoreiro passou,
b) Se ela fosse uma mulher real, a paixão o povo só quer, que os políticos cum-
02. (FGV–2004) Assinale a alternativa que já teria explodido. pram metade das promessas feitas em
melhor corresponde à análise do texto A c) Que mistério explodirá se você não campanha.
Camões.
aparecer?
b. ( ) Agora, que o período eleitoreiro passou,
a) Composto por um poeta do Modernismo, d) Explodi, paixão ingrata, e acabai com o povo só quer, sem muito alarde, que
rende uma homenagem somente temática meu sofrimento. os políticos cumpram metade das pro-
ao bardo português, não acolhendo, na e) Depois do discurso, o público explodiu messas feitas em campanha.
forma, semelhanças com estilos anteriores.
em ovações.
b) Manuel Bandeira é poeta modernista de c. ( ) Só queremos, se não for muito incômo-
feições românticas, mas, no texto em do, que ela assine todos os papéis.
Dificuldades da língua
questão, foge a essa tendência ao realizar d. ( ) Olhamos para o céu e vimos, à seme-
um poema de caráter inovador e DEITAR ou DEITAR-SE? lhança de um disco, uma luminosidade
iconoclasta. Quando deitar equivale a estender-se, lan- intensa.
c) O texto, apesar de escrito no século XX, çar-se ao comprido, sobre leito, sofá ou no e. ( ) Vários órgãos do Governo Federal vão
guarda diálogo com a tradição literária, chão, é pronominal: deitar-se. iniciar, a partir do próximo mês, várias
utilizando-se do soneto, forma muito
1. A um sinal do diretor, todos deitaram no operações de combate à prostituição
utilizada por Camões.
chão. (errado) infanto-juvenil.
d) O texto enquadra-se nas propostas de
uma poesia libertária e social, como 2. A um sinal do diretor, todos se deitaram 3. Separar orações adjetivas restritivas
prevista pelo Modernismo. no chão. (certo) A vírgula não pode separar orações adjeti-
e) Manuel Bandeira constrói um poema de 3. Aqui, no interior, o povo deita cedinho. vas restritivas: aquelas que encerram uma
caráter simétrico, com rimas ao estilo (errado) idéia dentre outras, indispensável à compre-
camoniano, mas nada há, no conteúdo do ensão do período.
texto, que remeta diretamente às obras do 4. Aqui, no interior, o povo deita-se cedi-
nho. (certo) Julgue os períodos seguintes quanto ao uso
poeta português.
da vírgula.
5. Deite de bruços, minha filha. Preciso exa-
03. (FGV–2004) Assinale a alternativa em a. ( ) O homem, que age com honestidade,
miná-la. (errado)
que se encontre termo com função consegue envelhecer em paz.
sintática idêntica à de “as armas e os 6. Deite-se de bruços, minha filha. Preciso
b. ( ) O homem que age com honestidade
barões assinalados” (v. 14). examiná-la. (certo)
consegue envelhecer em paz.
a) a glória (verso 3) 7. Você pode deitar com muitos homens,
c. ( ) O Brasil, com que todos sonhamos, ain-
b) em ti (verso 7) mas um de cada vez. (errado)
da está em construção.
c) o amor da grande pátria portuguesa 8. Você pode deitar-se com muitos homens,
(verso 8) d. ( ) O Brasil com que todos sonhamos ain-
mas um de cada vez. (certo) da está em construção.
d) da estirpe (verso 10)
e) a língua (verso 13) e. ( ) As mulheres, que lutam por igualdade,
conseguem o reconhecimento social.