Você está na página 1de 3

RESENHA

MENEZ
ES,Edilson Feitosa de.

1.Bibliografia:

RAMOS,
Graciliano, 1892-1953. Vidas Secas
37 ª ed. Rio,
Record, (1977).

2.Credenciais do autor:

Graciliano Ramos de Oliveira (Quebrangulo, 27 de outubro de 1982—Rio


de Janeiro,20 de março de 1953) foi um romancista,
cronista,contista ,jornalista e memorialista brasileiro do século
XX.Publicou vários livros dentre eles o que mais se destaca e “Vidas
Secas”.

3.Resumo:

Vidas Secas conta a historia do vaqueiro Fabiano e sua família


,tentando fugir da seca nordestina,depois de muitas horas
de caminhada,sede e fome (onde tiveram que comer ate o
papagaio de estimação para sobreviverem) encontram uma
fazenda para morarem por um tempo em troca de serviços
prestados e pouco pagamento em dinheiro,e nessa fazenda que
passamos a conhecer os personagens principais da trama,Fabiano
um sujeito analfabeto que mal sabia pronunciar certas palavras,
mas admira quem sabia, sua grande qualidade era ser honesto e
respeitar as pessoas mesmo quando estas estavam cometendo
alguma arbitrariedade, como e o caso do Soldado Amarelo que
por representar o Governo achava-se no direito de humilhar as
pessoas.Sinha Vitoria, mulher de Fabiano, era uma guerreira que
enfrentava tudo com o marido por uma vida melhor, mãe
dedicada aos filhos, seu grande sonho era ter uma cama
confortável.O Filho mais Novo ficava entusiasmado quando via o
pai cuidando das criações da fazenda, queria imita-lo. O Filho mais
Velho estava na idade em que toda criança fica curiosa em querer
saber o significado de palavras que os adultos pronuciam, mas
quando questionava os pais sobre suas duvidas, este era
repreendido. A cadela Baleia, tem um destaque especial na trama,
era companheira da família em todos os sentidos, passava ate
fome juntos, mas quando um preá dava “bobeira” ela o pegava e
levava para saciar a fome de todos, lamentávelmente teve que
ser sacrificada por Fabiano devido estar com suspeita de cólera.O
livro também mostra a realidade de quem vive isolado no sertão
nordestino trabalhando muito e no final do mês ainda ser roubado
em suas contas e serem humilhados por pessoas que deveriam
defendê-las.Eles ficam nessa fazenda ate que o fenômeno da seca
volta novamente a perturbar a vida deles de forma que tenha que
sair sem destino certo em busca de uma nova moradia, o que
marcam os seres da trama e o fenômeno da seca, o livro começa
com uma fuga e termina com outra.

4. Analise:

Como foi estudado, as pessoas que vivem no sertão nordestino


passam por diversos problemas desde a seca (o mais grave
deles) a falta de uma ação efetiva do poder publico no sentido de
minimizar as dores dessa gente.Pessoas como essas vivem em
um mundo totalmente diferente dos demais que tem acesso a
educação, saúde,lazer,etc. Elas não querem muito, apenas um
lugar onde não sejam humilhadas e tenha água para
sobreviverem, pois coragem para trabalhar e o que elas mais
tem.Não e uma boa idéia pessoas como essas irem morar nas
grandes metrópoles, pois La elas serão mais humilhadas ainda e
estarão sujeitas a todos os tipos de exploração, como foi dito
anteriormente, falta o poder publico dessas regiões adotarem um
plano estratégico para resolver essa situação de vez, pois o
problema vem de muito tempo atrás.

5. Credenciais do resenhista:

Graduando em Sistemas de Informação no Centro Universitário


Luterano de Ji-Paraná, sob a orientação da professora Andréia
Mendonça dos Santos.