Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUI

CAMPUS POETA TORQUATO NETO


LICENCIATURA PLENA EM GEOGRAFIA
DISCIPLINA: GEOGRAFIA REGIONAL
JOÃO PAULO DOS SANTOS SILVA

LENCIONI, Sandra. Região e Geografia. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1999,
224 p.

Uma das mais celebres obras de Sandra Lencioni é o livro Região e Geografia que foi
publicado pela Editora da Universidade de São Paulo, São Paulo, no ano de 1999, possui 224
páginas. Aqui vamos resenhar apenas sobre o segundo capítulo do livro: a Geografia como ciência
e a Região como objeto de estudo, 45 p.
Sandra Lencioni é uma geógrafa brasileira, professora titular do departamento de
Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.
É líder do Grupo de Pesquisas Metamorfoses Metropolitanas e Regionais do Laboratório de
Estudos Regionais em Geografia (LERGEO-USP) e tem experiência em geografia regional,
abordando temas como teoria da região, metrópole, indústria de São Paulo. Realizou pós-
doutorado em 1992, na Universidade de Paris I (Panthéon-Sorbonne). Possui os títulos de
doutorado obtido em 1991, o de mestre em 1985 e o de bacharel e o de licenciatura em Geografia
em 1975, todos eles pela Universidade de São Paulo. Tendo publicado um centena de artigos e
textos, destacando os livros: Região e Geografia e o livro: Metrópole, região e regionalização.
A autora começa o capítulo apresentando a mudança que ocorreu no mundo a partir da
criação dos impérios coloniais passando pela Revolução Industrial, a necessidade de se descobrir
novas terras, de se extrair matéria-prima para produção (uma atividade que se deu especificamente
por europeus). Exploradores e cientistas recebiam apoio do Estado e das companhias de navegação
e se empenhavam cada vez mais em descobrir as terras ocultas da Terra o que levou a necessidade
de sistematizar o conhecimento dos lugares e fazendo surgir a partir de então formas de
pensamento e variados pensadores da relação sociedade-natureza, entre eles Kant que foi o excelso
inaugurador da disciplina Geografia.
Adiante passando por temas como o Iluminismo, o Idealismo e Positivismo chegamos a
visão do pensamento determinista que influenciou bastante os trabalhos de Frederick Ratzel,
geógrafo alemão e um dos principais exportadores do pensamento geográfico para outros áreas do
globo. É vidente que o desenvolvimento da geografia moderna deu origem a uma nova forma de
interpretar a natureza e a sociedade, seus principais pensadores foram os alemães Humboldt e
Ritter. Sem dúvidas é com Hitler que os fundamentos dos estudos regionais e de uma Geografia
Regional se estabelecem sendo possível compreender ainda a sua geografia geral comparada. Seu
pensamento muito influente significou no desenvolvimento da geografia regional.
É apresentado pela autora um breve histórico da Geografia no Brasil que chega ser
engraçado por tamanha confusão envolvendo pesquisadores, estudos e obras, mas que não deixa
de ter sua importância no desenvolvimento da disciplina por aqui. Posteriormente é apresentada a
contribuição lablacheana para a geografia. Em La Blache o estudo regional ganha mais
notoriedade, sua influência promoveu o status de independência para a geografia no pais francês
incorporando o conceito de gênero de vida e influenciando muitos outros pesquisadores. Por fim
a autora apresenta um quadro com a cronologia histórica da vida de pensadores e geógrafos e um
quadro das principais obras em geografia e seus autores.
Como foi dito, essa é uma das mais importantes obras de Lencioni, neste capitulo a autora
traz grandes reflexões sobre a evolução da Geografia e o conceito de região, como ocorreu essa
evolução dos conceitos ao longo das diversas formas de pensamento que surgiram a cada geração
de novos pesquisadores: Iluminismo, Positivismo, Determinismo, etc. Sua obra contribui de forma
satisfatória para a Geografia se tornando um grande referencial para os estudos dessa ciência.
Ler “A Geografia como ciência e a Região como objeto de estudo” promove em nós uma
compreensão maior de como se deu o desenvolvimento da Geografia e como se caracterizou o
conceito de região conforme as diversas visões do pensamento à épocas. Sendo assim, a leitura
vem a ser muito importante e pode contribuir abundantemente para pesquisadores, professores e
alunos, além de ser uma excelente fonte de conhecimento para todos aqueles interessados em
aprender sobre o saber geográfico.