Você está na página 1de 3

TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO E MOTIVAÇÃO: NAS AULAS REMOTAS NA EDUCAÇÃO

PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NO CURSO DE INFORMÁTICA


BÁSICA E AVANÇADA DO CETAM - AM

Sebastião da Silva Alves


Simone Helen Drumond Ischkanian
Categoria: Educação Tecnológica
Introdução:
A pandemia mundial da COVID-19 direcionou o mundo do trabalho e da educação, para
novas formas de produção coletiva, através das tecnologias. No CETAM buscamos soluções de
enfretamento para continuar prestando elevado e eficaz serviços na educação. Os passos
delineados, item a item, nos proporcionaram esclarecer e confirmar a capacidade do referido
ensino e este fazer parte do cotidiano do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas – AM,
através de seus Diretores, Gerentes, Coordenadores, todo o Corpo Docente, no qual faz parte os
Instrutores de Informática, evitando aglomerações e reduzindo de forma acentuada a disseminação
do vírus do Covid-2019. As diversas formas de ensinar e aprender fascinam o professor e o
motivam, tornando prazerosa a relação de ensino e de aprendizagem, bem como a prática docente.
O ensino técnico é uma opção muito procurada nas instituições, estando em constante
processo de avaliação quanto ao processo de ensino e de aprendizagem e a qualidade proposta nos
diferentes cursos da modalidade profissional. Na área da informática não é diferente, vários são os
motivos pelos quais coloca-se em pauta discussões com este foco, tanto na formação técnica,
dentre os quais salienta-se a melhor qualificação profissional, através das tecnologias. Por ser uma
formação conexa no CETAM, a prática e a teoria são vivenciadas e discutidas dentro do âmbito de
aprendizagem, possibilitando uma formação integral e visão de “um todo” em relação ao cuidado,
evitando ao máximo uma fragmentação dos saberes necessários a evolução do aluno.
.
Objetivo:
Especificamos que na tecnologia, educação e motivação: as aulas remotas na educação
profissional e tecnológica no curso de informática básica e avançada do Centro de Educação
Tecnológica do Amazonas têm como escopo formar profissionais técnicos, com postura ética e
com elevado grau de responsabilidade social, capaz de planejar, desenvolver e fornecer suporte e
manutenção de sistemas e de tecnologias de processamento e transmissão de dados e informações.

Materiais e Método:
Qualificar o ensino utilizando metodologias tecnológicas inovadoras no curso de
informática básica e avançada do CETAM nos permitiu delinear novas metodologias de trabalho
em sala de aula virtual, buscando atender a formação de um novo perfil de aluno com o
desenvolvimento de novas, habilidades e competências necessárias aos novos tempos. No caso de
ensino técnico profissionalizante, a qualidade perpassa a formação de um profissional capaz de
pensar criticamente sobre sua diplomação, sendo capaz de identificar metodologias que lhe
desperta maior interesse em participar do desenvolvimento de uma aula
Relação de Metodologias ativas aplicadas nas aulas remotas na Educação Profissional e
Tecnológica no Curso de Informática Básica e Avançada do Centro de Educação Tecnológica do
Amazonas: aprendizagem baseada em problemas; pedagogia da problematização; estudo de caso
pertinente a realidade do educando; grupos refletivos e grupos interdisciplinares; grupos de tutoria
e grupos de facilitação; exercícios em grupos virtuais; seminários virtuais; relato crítico de
experiências; mesas-redondas virtuais; socialização através de vídeos aulas; plenárias virtuais;
exposições dialogadas; debates temáticos; leitura comentada; oficinas virtuais; apresentações de
filmes; apresentações musicais; dramatizações através de vídeo aula; dinâmicas virtuais lúdico-
pedagógicas e portfólios virtuais.

Resultados e Discussão:
Os resultados na utilização das contribuições metodológicas ativas corroboram no sentido de
engrandecer as aulas. As tecnologias tiveram fatores de grande importância na vida de nossos
alunos, bem como geraram uma série de discussões positivas nas aulas virtuais. Enquanto
profissionais da educação buscamos cada vez mais conhecimentos na área tecnológica para
proporcionar a clientela do CETAM um estudo realmente que qualidade, eficaz e eficiente em
todos os seus níveis, facilitando a permanência dos alunos em suas residências, através de salas de
aulas virtuais. Enfim, continuamos projetando possibilidades de novos conhecimentos para nossos
alunos.

Conclusões:
A tecnologia na educação não visa substituir professores ou abolir os métodos de ensino,
mas agregar melhorias significativas aos estudos e as formas de aprender.
A coleta de boas práticas e apontamentos de novos caminhos para tecnologia na educação,
tornam as aulas mais instigantes, diferenciadas e participativas. Os alunos, por sua vez, sentem-se
mais à vontade e motivado a estudar.
Como as opções são muitas, cabe ao professor buscar alternativas para trazer até a sala de
aula virtual os recursos tecnológicos aos estudantes, de forma a despertar o interesse deles e
engajá-los no aprendizado.
Figura 1: Tecnologia, educação e motivação: nas aulas de educação profissional.
Fonte: Próprio autor

Referências:
BARROS, A. J. S.; LEHFELD, N. A. S. Fundamentos de metodologia científica. 3 ed. São
Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

BINDER, F. V. Sistemas de Apoio à Decisão. São Paulo: Érica, 1994. BIO, S. R. Sistemas de
Informação: um enfoque gerencial. São Paulo: Atlas, 1996.

ISCHKANIAN, Simone Helen Drumond. As tecnologias touch screem na educação. Disponível


em: Google Académico - http://scholar.google.com.br › citations. Acesso em: 20/02/2021.

Sebastião da Silva Alves, 60 anos, Casado, Graduado em Normal Superior -


UEA – Polo Urucará – AM – 2005, Pós-Graduando UEA/CETAM, Mestrando em
Educação – Especialização TICS na Educação pela FUNIBER/Universidad Europea
del Atlántico, Colaborador do CETAM/AM.