Você está na página 1de 35

Aeronaves Militares

Maj Inf Ricardo HEBMULLER


r_hebmuller@yahoo.com.br

Peculiaridades no Salvamento e
Combate a Incêndio
Objetivos

 Empregar, com segurança e de


maneira eficiente, as técnicas de
salvamento e combate a incêndio; e
 Definir os procedimentos e as táticas
empregadas no salvamento e combate
a incêndio em aeronaves militares.(*)

 Obs.: visto em conjunto com as demais instruções


Roteiro
 Peculiaridades da aviação militar; e
 Riscos inerentes ao combate à incêndio
e salvamento em aeronaves militares
(considerações sumárias).
Força Aérea Brasileira
Tipos de
Aeronaves
 Caças (F-5, Mirage)
 Ataque (A-1, A-29)
 Transporte Pesado: KC-137, C-130, VC-1A
 Transporte Médio: C-105, C-97, C-99
 Transporte Leve: C-95, C-98
 Treinamento: T-25, T-27
 Helicópteros: H-50, UH-1H, H-60, CH-34
 Executivos: VC-99, VC-35
 Especiais: R-99 e reabastecedores (KC)
 Frota: mais de 800 aviões.
Acidente Aeronáutico
Envolvendo Aeronave
Militar
 Atuação imediata, após o acionamento da
emergência:
 Serviços de Contra-Incêndio;
 Apoio Médico e ambulância;
 Pessoal de Material Bélico;
 Polícia da Aeronáutica;
 A responsabilidade da atuação, quando fora
dos limites da Base Aérea, é da autoridade
militar, em especial para os efeitos da
investigação do acidente aeronáutico.
Gráficos de Perigo
Peculiaridades
 a maior parte das aeronaves possui sistemas
internos de extinção de incêndio;
 janelas e escotilhas de emergência em maior
número;
 demarcação das áreas de corte;
 canopies;
 assentos ejetáveis;
 materiais compostos;
 ARMAMENTO (bombas, foguetes, mísseis);
 MUNIÇÕES.
Recomendação
 Conhecer, criteriosamente, os sistemas
das aeronaves sobre as quais recai a
maior probabilidade de ocorrência de
acidente.
 Ex.: BASC: F-5 e A-1.
Boeing C-
17

Materiais
Compostos
materiais compostos

 grande dificuldade para cortar;


 fumaça tóxica, produtos podem ser
cancerígenos a longo prazo;
 partículas microscópicas causam
pequenos ferimentos (semelhantes aos
da lã de vidro).
 UTILIZAR EPI COMPLETO!
Perigos - Radiação

 Perigos: inalação, fumos tóxicos quando


exposto ao fogo e radiação.
 Proteção: EPI completo (roupas, luvas) e
equipamento de respiração.
Armamento

 O manuseio e a desativação
dos artefatos bélicos deve ser
feita por pessoal especializado!
Explosivos

“Cook-off” time.
Explosão caminhão
tanque
Munições
 sujeitas ao processo de “cook-off”.
 Evitar aproximação na linha de tiro:
 em geral de frente para a anv;
 helicópteros: metralhadoras laterais.
Pirotécnicos

 Flares (contra-medidas: alvos falsos)


 Sinalizadores de emergência:
iluminativos ou fumígenos.
 Produzem grande quantidade de calor na
queima;
 podem potencializar os riscos;
 fogo não pode ser apagado
C-130 - Flare
Bombas
 Quando o cenário não puder ser
resfriado rapidamente, a distância de
segurança para evacuação é de 600
metros.
 Outras bombas e explosivos poderão
detonar em função da onda de choque.
 Utilizar água para o resfriamento – não
espuma, pois essa pode “isolar” o
armamento.
Prioridade no combate ao
incêndio

RESFRIAMENTO DO
ARMAMENTO
 Tempo para detonação:
???
Se não for obtido rápido
sucesso no resfriamento:
 EVACUAR A ÁREA: 600 metros.

Se foi obtido sucesso no


resfriamento inicial :
 MANTER O RESFRIAMENTO
(COM ÁGUA) DURANTE AS
OPERAÇÕES DE RESGATE.
USS FORRESTAL - 1967
 “negligência” nos
procedimentos com
armamentos para agilizar
decolagens;
 utilização de bombas da guerra
da Coréia (menor cook-off time)
 especialistas em incêndio
morreram nas primeiras
explosões
 uso de água e espuma (água
“lavou” a espuma e o fogo do
combustível espalhou-se)
 bombas protegidas contra
calor (maior cook-off time)
 todos os marinheiros são
bombeiros
Roteiro
 Peculiaridades da aviação militar; e
 Riscos inerentes ao combate à incêndio e
salvamento em aeronaves militares
(considerações sumárias).

Objetivos
 Empregar, com segurança e de maneira
eficiente, as técnicas de salvamento e
combate a incêndio; e
 Definir os procedimentos e as táticas
empregadas no salvamento e combate a
incêndio em aeronaves militares.