Você está na página 1de 9

Contabilidade Empresarial 12

3. Contas

São denominações contábeis que identificam e controlam os elementos contábeis de natureza


semelhante. Ex: conta caixa

4. Teoria das Contas

Na contabilidade, ao longo dos anos, existiram várias escolas que se especializaram nos
estudos contábeis, notadamente na teoria das contas, entre as quais podemos destacar:
a) Teoria personalista;
b) Teoria materialista;
c) Teoria patrimonialista.

Teoria Personalista

Nesta Teoria cada conta assume a configuração de uma pessoa no seu relacionamento com a
empresa ou entidade.

As contas se classificam em:


a) Agentes consignatários: representam os bens da empresa;
b) Agentes correspondentes: representam os direitos e obrigações da entidade perante
terceiros;
c) Proprietários: são as contas do PL e suas variações, inclusive as receitas e despesas.

Teoria Materialista

Nesta Teoria as contas representam relações materiais e se classificam em dois grandes


grupos:
a) Contas Integrais: representam bens, direitos e obrigações (PE);
b) Contas Diferenciais: representam as contas do PL e suas variações, inclusive as receitas e
despesas.

Teoria Patrimonialista

Nesta teoria entende-se que o patrimônio é o objeto a ser administrado.

Desta forma, esta teoria separa as contas que representam a situação estática (patrimônio ou A
= PE + PL) das contas que representam a dinâmica da situação (receitas e despesas) em:
a) Contas patrimoniais: representam a situação estática, ou seja, o patrimônio: bens, direitos e
obrigações com terceiros (PE) e Patrimônio Líquido (PL);
b) Contas de resultado: representam a situação dinâmica, ou seja, as contas que alteram o
PL: receitas e despesas.

5. Técnicas Contábeis

Funcionamento das Contas

Débito e Crédito são termos utilizados pela Contabilidade para o registro dos aumentos e
diminuições nos componentes patrimoniais.

O Débito é sempre registrado ao lado esquerdo do Razonete enquanto o Crédito do lado


direito.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 13

Exemplo:
Conta
Débitos Créditos
Registros no lado Registros no lado
esquerdo direito

As Contas do Ativo, por terem saldo devedor, aumentarão com débitos e diminuirão com
os créditos.

Exemplo: Recebimento de $100 em dinheiro referente a uma venda de Mercadoria em


estoque.

Caixa
Débito Crédito
$ 100 (1)

Mercadoria
Débito Crédito
$ 100 (1)

As Contas do Passivo Exigível e do Patrimônio Líquido, por terem saldo credor,


aumentarão com créditos e diminuirão com os débitos.

Exemplo: Compra de Mercadorias a prazo por $200. A conta Mercadoria deve ser debitada,
pois é conta do Ativo e efetivamente foi aumentada. Já a conta Fornecedores deve ser
creditada, pois é conta do Passivo Exigível foi aumentada.

Mercadoria
Débito Crédito
$ 200 (1)

Fornecedores
Débito Crédito
$ 200 (1)

Exemplo: Pagamento de $300 a Fornecedores em dinheiro. A conta Caixa deve ser creditada,
pois é conta do Ativo e foi diminuída. Já a conta Fornecedores deve ser debitada, pois é conta
do Passivo Exigível foi diminuída.

Caixa
Débito Crédito
$300 (1)
Fornecedores
Débito Crédito
$300 (1)

As Contas relativas às Receitas e Despesas, por afetarem diretamente o PL, são,


respectivamente, creditadas (porque aumentam o PL) e debitadas (porque diminuem o PL).

Exemplo: Recebimento de $400 em dinheiro de receita de aluguel relativo à imóvel de


propriedade da empresa. A conta Receitas de Aluguel deve ser creditada porque a receita
aumentou o PL e debita-se Caixa pelo aumento do seu saldo.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 14

Caixa
Débito Crédito
$400 (1)

Receitas de Aluguel
Débito Crédito
$400 (1)

A seguir será ilustrado um quadro-resumo do mecanismo de Débito e Crédito.

NATUREZA PARA O SALDO


DAS CONTAS DO SALDO AUMENTAR DIMINUIIR
ATIVO = BENS E DIREITOS D D C
PASSIVO = OBRIGAÇÕES C C D
PATRIMÔNIO LÍQUIDO C C D
RECEITAS C C D
DESPESAS D D C

Método das Partidas Dobradas

É um método que determina em caráter universal que, em cada operação, no seu registro, o
total dos débitos deve corresponder ao mesmo valor em créditos, em uma ou mais contas e
vice-versa.

Ou simplificando:

Não há Débito sem Crédito correspondente


Débito = Crédito, ou Origens = Aplicações

Exemplo: Compra de $10.000 em Mercadorias, pagando $5.000 em dinheiro e $5.000 em


cheque. Os lançamentos correspondentes às operações são:

D Mercadoria 10.000
C Caixa 5.000
C Bancos Cta Movimento 5.000

Mercadoria
Débito Crédito
$ 10.000 (1)
Caixa
Débito Crédito
$5.000 (1)
Bancos Cta Movimento
Débito Crédito
$5.000 (1)

Balancete de Verificação

O Balancete de Verificação representa um relatório extra-contábil, que tem por objetivo


identificar os saldos devedores e credores de lançamentos contábeis, dentro de determinado
período contábil.

O Balancete de Verificação é elaborado com base nos saldos das contas de todas as contas
dos razonetes. Segundo o método das partidas dobradas, a cada débito corresponde um

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 15

crédito de igual valor, de forma que, apurando-se os saldos das contas do razão num
determinado momento, a soma dos saldos devedores deve, obrigatoriamente, ser igual à soma
dos saldos credores.

O principal objetivo do Balancete é o de testar se o método das partidas dobradas foi


respeitado. Portanto, o único erro de escrituração que o mesmo aponta ou representa é a troca
de saldos (devedores por credores e vice-versa).

Exemplo: Os Saldos das Contas da Cia ABC Ltda, em 30/11/X1, eram (em R$): Caixa 260,00;
Equipamentos 840,00; Contas a Receber 420,00; Veículos 240,00; Móveis e Utensílios 168,00;
Fornecedores 48,00; Contas a Pagar 200,00; Títulos a Pagar 120,00; Capital 1.040,00;
Despesas de Energia 392,00; Despesas de Pessoal 528,00; Dividendos a Pagar 200,00;
Receitas de Serviços 1.240,00. Pede-se o Balancete de Verificação em 30/11/X1.

O Balancete de Verificação da Cia ABC será:

Balancete de Verificação

Contas Saldos
Devedores Credores
Caixa 260,00
Equipamentos 840,00
Contas Receber 420,00
Veículos 240,00
Móveis e Utensílios 168,00
Fornecedores 48,00
Contas a Pagar 200,00
Títulos a Pagar 120,00
Capital 1.040,00
Despesas de Energia 392,00
Despesas de Pessoal 528,00
Dividendos a Pagar 200,00
Receitas de Serviços 1.240,00
Totais 2.848,00 2.848,00

Exercícios de Fixação III

1) Estudiosos notáveis da Contabilidade têm-na contemplando com diversas teorias e


proposições. Três dessas teorias sobrevivem e hoje são consideradas principais. Uma
delas conhecida como Teoria Personalista, classifica todas as contas em:
a) contas patrimoniais e contas diferenciais;
b) contas integrais e contas diferenciais;
c) contas de agentes e contas de proprietários;
d) contas patrimoniais e contas de resultado;
e) contas de agentes correspondentes e contas de proprietários.

2) Aumentam os saldos das contas do Patrimônio Líquido, Ativo e Passivo, os lançamentos


nela efetuados que representem, pela ordem:
a) crédito, débito e crédito;
b) débito, débito e crédito;
c) crédito, crédito e débito;
d) débito, crédito e débito;
e) crédito, crédito e crédito.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 16

3) Diminuem os saldos das contas do Passivo, Patrimônio Líquido e Ativo, os lançamentos


nela efetuados que representem, nessa ordem:
a) crédito, débito e crédito;
b) crédito, crédito e débito;
c) débito, débito e crédito;
d) débito, crédito e débito;
e) crédito, crédito e crédito.

4) Acerca do funcionamento das contas, assinale a alternativa incorreta:


a) todas as afirmativas abaixo são incorretas;
b) as contas do Ativo aumentam por débito;
c) as contas do Patrimônio Líquido aumentam por crédito;
d) as contas de Receitas são creditadas;
e) as contas do Passivo Exigível diminuem por débito.

5) Uma empresa realizou a venda de seu único imóvel, por R$ 12.000, recebendo 40% em
cheque e o restante a prazo. Indique a alternativa que corresponde ao lançamento da
operação:
a) D Bancos 4.800
D Clientes 7.200
C Imóveis 12.000;
b) D Imóveis 12.000
C Caixa 4.800
C Fornecedores 7.200;
c) D Imóveis 12.000
C Bancos 4.800
C Clientes 7.200;
d) D Caixa 4.800
D Clientes 7.200
C Imóveis 12.000;
e) D Bancos 4.800
D Fornecedores 7.200
C Imóveis 12.000.

6) Os saldos das contas Caixa e Bancos no dia 01-03-2006 eram, respectivamente, de R$


10.000,00 e R$ 55.000,00.
Sabendo-se que, no período:
• foram feitos saques em conta-corrente bancária no valor de R$ 28.000,00, em dinheiro;
• foram feitos depósitos bancários no montante de R$ 18.000,00
• não foram feitos outros créditos na conta Caixa no mês de março;
Pode-se afirmar que os valores: o saldo da conta Caixa e o saldo da conta Bancos eram,
em 31-03-2006, respectivamente, de (em R$):
a) 10.000,00 e 45.000,00;
b) 20.000,00 e 45.000,00;
c) 38.000,00 e 45.000,00;
d) 20.000,00 e 73.000,00;
e) 38.000,00 e 73.000,00.

7) A respeito do Balancete de Verificação, assinale a assertiva incorreta:


a) representa um relatório que tem por objetivo identificar os saldos devedores e credores
dos lançamentos contábeis, dentro de determinado período contábil;
b) o balancete relaciona as contas de acordo com seus respectivos saldos e
verifica a igualdade entre a soma dos saldos devedores e credores;

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 17

c) objetiva simplesmente demonstrar a exatidão da equação do patrimônio;


d) objetiva simplesmente testar se o método das partidas dobradas foi respeitado;
e) o balancete não atesta necessariamente erro de escrituração.

8) Observe as seguintes contas (em R$):


Caixa................................ 8.000,00
Fornecedores..................40.000,00
Despesas de Juros.........10.000,00
Capital Social..................15.000,00
Contas a Pagar...............30.000,00
Clientes...........................20.000,00

Assinale abaixo o total de saldos credores da relação das contas acima (em R$):
a) 40.000,00;
b) 45.000,00;
c) 55.000,00;
d) 70.000,00;
e) 85.000,00.

9) Um balancete de verificação apresentava-se com os seguintes saldos de contas (em R$):


Caixa = 170.000; Mercadorias = 450.000; Duplicatas a pagar = 800.000; Lucros
acumulados = 20.000; Capital social = 600.000; Móveis e utensílios = 45.000; Duplicatas a
receber = 35.000. Foi omitido o saldo da conta Imóveis. Calcule-o e, a seguir, assinale a
alternativa correspondente (em R$):
a) 680.000,00;
b) 720.000,00;
c) 700.000,00;
d) 650.000,00;
e) 950.000,00.

6. Atos e Fatos Administrativos

Os fenômenos ocorridos no âmbito de uma entidade, quer tenham sido cometidos ou não pela
sua administração, são classificados como atos administrativos ou como fatos administrativos.

Atos Administrativos

São aqueles eventos que não afetam o patrimônio da entidade.

Exemplo: selar uma carta, admitir um empregado, atender um telefonema, etc.

Como estes acontecimentos não afetam o patrimônio de uma entidade, a contabilidade não se
preocupa com eles.

Fatos Administrativos

Os fatos administrativos são os acontecimentos que de alguma forma alteram o patrimônio das
entidades, quer sob o aspecto qualitativo, quer sob o aspecto quantitativo.

Como a contabilidade tem por objeto o patrimônio das entidades, os fatos administrativos são
exaustivamente por ela estudados, e, por isso, esses eventos são também chamados de fatos
contábeis.

Exemplo: comprar mercadorias, efetuar depósito em bancos, pagar aluguel, etc.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 18

7. Classificação dos Fatos Contábeis

Conforme o efeito dos fatos contábeis sobre o patrimônio da entidade, podemos classificá-los
em:
a) Fatos permutativos, qualitativos ou compensativos;
b) Fatos modificativos: aumentativos e diminutivos;
c) Fatos mistos: aumentativos e diminutivos.

Fatos Permutativos

São aqueles fatos que alteram o patrimônio da entidade (bens, direitos e obrigações), sem
alterar o seu Patrimônio Líquido. Estes fatos refletem trocas entre os elementos patrimoniais,
tais como bens por bens, bens por obrigações, direitos por bens, etc, de forma a não alterar a
riqueza própria do patrimônio.

Exemplo: compra de mercadorias à vista por R$1.000 (bens por bens)  (-)A e +(A)
D - Mercadorias (+A) 1.000
C - Caixa (-A) 1.000

compra de mercadorias a prazo (bens por obrigações)  (+)A e +(P)


D - Mercadorias (+A) 1.000
C - Fornecedores (+P) 1.000

Fatos Modificativos

São aqueles fatos que provocam alteração no Patrimônio Líquido, aumentando ou diminuindo a
riqueza própria do patrimônio. Dividem-se em aumentativos e diminutivos.

Fatos modificativos aumentativos ou positivos: são aqueles fatos que alteram o patrimônio
da entidade, aumentando o seu Patrimônio Líquido.

Exemplo: recebimento de R$ 1.000 em receita de aluguel relativa a um imóvel de


propriedade da empresa, que aumenta o ativo caixa e o patrimônio líquido 
(+)A e (+)PL.
D – Caixa (+A) 1.000
C - Receita de Aluguel (+PL) 1.000

Fatos modificativos diminutivos ou negativos: são aqueles fatos que alteram o patrimônio
da entidade, diminuindo o seu Patrimônio Líquido.

Exemplo: pagamento de R$ 2.000 com despesa de manutenção de veículos, que deduz o


valor do ativo caixa e o valor do patrimônio líquido  (-)A e (-)PL.
D - Despesas de Manutenção (-PL) 2.000
C - Caixa (-A) 2.000

Fatos Mistos ou Compostos

São aqueles fatos que combinam fatos contábeis permutativos e modificativos. Também
dividem-se em aumentativos e diminutivos.

Fatos mistos aumentativos: são aqueles fatos que combinam fatos permutativos e fatos
modificativos aumentativos.

Exemplo: pagamento de uma duplicata com valor nominal de R$1.000, com desconto de
10%.
1o lançamento (fato permutativo)

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 19

D - Duplicatas a Pagar (-P)


C - Caixa (-A) 1.000
2o lançamento (fato modificativo aumentativo, lançamento do desconto)
D - Caixa (+A)
C - Receitas Financeiras (+PL) 100

ou então, reunido os dois lançamentos em um somente:


D - Duplicatas a Pagar (-P) 1.000
C - Caixa (-A) 900
C - Receitas Financeiras (+PL) 100

Fatos mistos diminutivos: são aqueles fatos que combinam fatos permutativos e fatos
modificativos diminutivos.

Exemplo: recebimento de uma duplicata com valor nominal de R$1.000, com desconto de
10%
1o lançamento (fato permutativo)
D - Caixa (+A)
C - Duplicatas a Receber (-A) 1.000
2o lançamento (fato modificativo diminutivo, lançamento do desconto)
D - Despesas Financeiras (-PL)
C - Caixa (-A) 100

ou então, reunido os dois lançamentos em um somente:


D - Caixa (+A) 900
D - Despesas Financeiras (-PL ) 100
C - Duplicatas a Receber (-A) 1.000

Exercícios de Fixação IV

1) Qual a distinção entre ato administrativo e fato administrativo:


a) o primeiro altera qualitativamente o patrimônio, enquanto que o segundo não provoca
alteração alguma;
b) o primeiro altera o patrimônio e o segundo não;
c) o primeiro constituiu-se em prática administrativa que não modifica materialmente o
patrimônio, enquanto que os fatos provocam alteração patrimonial;
d) o primeiro, quando ocorre, altera de imediato o patrimônio da empresa, enquanto que o
segundo somente provoca alteração no exercício seguinte;
e) não há em verdade grande diferença.

2) Relacione a primeira coluna com a segunda:


Primeira Coluna Segunda Coluna
1. permutativo ( ) venda com lucro
2. modificativo aumentativo ( ) venda com prejuízo
3. modificativo diminutivo ( ) venda sem lucro e sem prejuízo
4. misto aumentativo ( ) aumento de capital efetuado, pelos sócios, em dinheiro
5. misto diminutivo ( ) despesas de salários
O preenchimento correto, respectivamente, dos parênteses está contido na alternativa:
a) 4 – 5 – 1 – 2 e 3;
b) 3 – 2 – 1 – 5 e 4;
c) 1 – 2 – 3 – 4 e 5;
d) 5 – 4 – 3 – 2 e 1;
e) nenhuma das anteriores.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.


Contabilidade Empresarial 20

3) Dentre as alternativas abaixo, assinale o fato contábil que caracteriza um fato misto
diminutivo:
a) venda de mercadorias à vista por R$ 20.000,00, sendo 70% em dinheiro e o restante
em cheque;
b) compra de mercadorias a prazo por R$ 15.000,00;
c) pagamento em dinheiro de R$ 15.000,00 com despesa de salários de empregados;
d) recebimento de uma duplicata de valor nominal de R$30.000,00, com desconto de 10%;
e) recebimento de R$ 8.000,00 em receita de aluguel relativo a um imóvel de propriedade
da empresa.

4) O pagamento de uma dívida com juros de mora representa um fato contábil:


a) permutativo;
b) modificativo diminutivo;
c) misto diminutivo;
d) misto aumentativo;
e) modificativo diminutivo.

5) A empresa efetua o pagamento de despesas de aluguel do imóvel em que ocupa. Esse é


um fato contábil:
a) permutativo diminutivo;
b) misto;
c) modificativo aumentativo;
d) permutativo aumentativo;
e) modificativo diminutivo.

6) No pagamento de uma obrigação tributária já registrada em seu Passivo, a empresa


ultrapassou o prazo de vencimento, tendo que resgatá-la com os respectivos acréscimos
legais cabíveis. Essa operação caracterizava-se como fato contábil:
a) permutativo;
b) misto diminutivo;
c) misto aumentativo;
d) modificativo aumentativo;
e) modificativo diminutivo.

Prof. Vicente M. Ferreira Jr.