Você está na página 1de 7

EXERCÍCIOS DE FÍSICA – LISTA 5 PROF.: MÁRCIO

1) (UFSCAR-2008) Diante da maravilhosa visão, aquele cãozinho observava atentamente o

balé galináceo. Na máquina, um motor de rotação constante gira uma rosca sem fim (grande parafuso sem cabeça), que por sua vez se conecta a engrenagens fixas nos espetos, resultando, assim, no giro coletivo de todos os franguinhos.

resultando, assim, no giro coletivo de todos os franguinhos. a) Sabendo que cada frango dá uma

a) Sabendo que cada frango dá uma volta completa a cada meio minuto, determine a

freqüência de rotação de um espeto, em Hz.

b) A engrenagem fixa ao espeto e a rosca sem fim ligada ao motor têm diâmetros

respectivamente iguais a 8 cm e 2 cm. Determine a relação entre a velocidade angular do

motor e a velocidade angular do espeto (ω MOTOR )/ ω ESPETO ).

2) (UNESP-2008) Pesquisadores têm observado que a capacidade de fertilização dos

espermatozóides é reduzida quando estas células reprodutoras são submetidas a situações de intenso campo gravitacional, que podem ser simuladas usando centrífugas. Em geral, uma centrífuga faz girar diversos tubos de ensaio ao mesmo tempo; a figura representa uma centrífuga em alta rotação, vista de cima, com quatro tubos de ensaio praticamente no plano horizontal.

com quatro tubos de ensaio praticamente no plano horizontal. As amostras são acomodadas no fundo de

As amostras são acomodadas no fundo de cada um dos tubos de ensaio e a distância do eixo da centrífuga até os extremos dos tubos em rotação é 9,0 cm. Considerando g = 10 m/s 2 , calcule a velocidade angular da centrífuga para gerar o efeito de uma aceleração gravitacional de 8,1 g.

3)

(FGV-2008) Sobre o teto da cabine do elevador, um engenhoso dispositivo coordena a

abertura das folhas da porta de aço. No topo, a polia engatada ao motor gira uma polia grande por intermédio de uma correia. Fixa ao mesmo eixo da polia grande, uma engrenagem

movimenta a corrente esticada que se mantém assim devido a existência de outra engrenagem de igual diâmetro, fixa na extremidade oposta da cabine. As folhas da porta, movimentando-se com velocidade constante, devem demorar 5 s para sua abertura completa fazendo com que o vão de entrada na cabine do elevador seja de 1,2 m de largura.

de entrada na cabine do elevador seja de 1,2 m de largura. Dados: diâmetro das engrenagens

Dados:

diâmetro das engrenagens = 6 cm diâmetro da polia menor = 6 cm diâmetro da polia maior = 36 cm

π = 3

Nessas condições, admitindo insignificante o tempo de aceleração do mecanismo, a freqüência de rotação do eixo do motor deve ser, em Hz, de

a)

1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 6.

4)

(UERJ-2008) Um feixe de raios paralelos de luz é interrompido pelo movimento das três pás

de um ventilador. Essa interrupção gera uma série de pulsos luminosos. Admita que as pás e

as aberturas entre elas tenham a forma de trapézios circulares de mesma área, como ilustrados a seguir.

circulares de mesma área, como ilustrados a seguir. Se as pás executam 3 voltas completas por

Se as pás executam 3 voltas completas por segundo, o intervalo de tempo entre o início e o fim de cada pulso de luz é igual, em segundos, ao inverso de

a) 3.

b) 6.

c) 12.

d) 18.

5)

(UERJ-2008) Uma bicicleta de marchas tem três engrenagens na coroa, que giram com o

pedal, e seis engrenagens no pinhão, que giram com a roda traseira. Observe a bicicleta a seguir e as tabelas que apresentam os números de dentes de cada engrenagem, todos de

igual tamanho.

de dentes de cada engrenagem, todos de igual tamanho. Cada marcha é uma ligação, feita pela

Cada marcha é uma ligação, feita pela corrente, entre uma engrenagem da coroa e uma do pinhão.

Suponha que uma das marchas foi selecionada para a bicicleta atingir a maior velocidade possível. Nessa marcha, a velocidade angular da roda traseira é ω R e a da coroa é ω C . A razão ω R / ω C equivale a

a)

7/2.

b) 9/8.

c) 27/14.

d) 49/24.

6)

(UFSCAR-2007) Para possibilitar o translado da fábrica até a construção, o concreto precisa

ser mantido em constante agitação. É por esse motivo que as betoneiras, quando carregadas, mantêm seu tambor misturador sob rotação constante de 4 r.p.m. Esse movimento só é possível devido ao engate por correntes de duas engrenagens, uma grande, presa ao tambor e de diâmetro 1,2 m, e outra pequena, de diâmetro 0,4 m, conectada solidariamente a um motor.

de diâmetro 0,4 m, conectada solidariamente a um motor. Na obra, para que a betoneira descarregue

Na obra, para que a betoneira descarregue seu conteúdo, o tambor é posto em rotação inversa, com velocidade angular 5 vezes maior que a aplicada durante o transporte. Nesse momento, a freqüência de rotação do eixo da engrenagem menor, em r.p.m., é

a) 40.

b) 45.

c) 50.

d) 55.

e) 60.

7)

(CPS-2007) Apesar de toda a tecnologia aplicada no desenvolvimento de combustíveis não

poluentes, que não liberam óxidos de carbono, a bicicleta ainda é o meio de transporte que, além de saudável, contribui com a qualidade do ar. A bicicleta, com um sistema constituído por

pedal, coroa, catraca e corrente, exemplifica a transmissão de um movimento circular.

exemplifica a transmissão de um movimento circular. Pode-se afirmar que, quando se imprime aos pedais da

Pode-se afirmar que, quando se imprime aos pedais da bicicleta um movimento circular uniforme,

I. o movimento circular do pedal é transmitido à coroa com a mesma velocidade angular. II. a velocidade angular da coroa é igual à velocidade linear na extremidade da catraca. III. cada volta do pedal corresponde a duas voltas da roda traseira, quando a coroa tem diâmetro duas vezes maior que o da catraca.

Está correto o contido em, apenas

a)

I.

b) II.

c) III.

d) I e III.

e) II e III.

8)

(UECE-2007) Uma foto com tempo de exposição relativamente longo mostra o movimento

de

um disco rolando sem deslizar, sobre uma superfície horizontal, de tal modo que o centro do

disco descreve uma linha reta e horizontal. Duas lâmpadas foram colocadas no disco, uma no

centro e outra na periferia.

colocadas no disco, uma no centro e outra na periferia. A lâmpada da periferia descreve uma

A lâmpada da periferia descreve uma curva denominada ciclóide. Sobre o módulo da

velocidade da lâmpada da periferia, em relação à superfície, podemos dizer, corretamente, que

a)

é máximo nos pontos C e G.

b)

é máximo nos pontos A e E.

c)

é máximo nos pontos B e D.

d)

é constante.

9)

(UFPR-2007) Recentemente, o ônibus espacial Discovery levou tripulantes ao espaço para

realizarem reparos na estação espacial internacional. A missão foi bem-sucedida e o retorno ocorreu com segurança. Antes de retornar, a nave orbitou a Terra a cerca de 400 km de altitude em relação a sua superfície, com uma velocidade tangencial de módulo 26 000 km/h. Considerando que a órbita foi circular e que o raio da Terra vale 6 400 km, qual foi o número de

voltas completas dadas em torno da Terra num período de 6,8.π horas?

a) 10

b) 12

c) 13

d) 15

e) 17

10) (UFU-2007) Três rodas de raios R A , R B e R C possuem velocidades angulares ω A , ω B e ω C , respectivamente, e estão ligadas entre si por meio de uma correia, como ilustra a figura adiante. Ao mesmo tempo que a roda de raio R B realiza duas voltas, a roda de raio R C realiza uma volta. Não há deslizamento entre as rodas e a correia. Sendo R C = 3 R A , é correto afirmar que:

correia. Sendo R C = 3 R A , é correto afirmar que: a) R B

a) R B = 4/3 R A e ω A = 4/3wc.

b) R B = 4/3 R A e ω A = 3wc.

c) R B = 3/2 R A e ω A = 4/3wc.

d) R B = 3/2 R A e ω A = 3wc.

11) (UFSCAR-2006) Para misturar o concreto, um motor de 3,5 HP tem solidária ao seu eixo uma engrenagem de 8 cm de diâmetro, que se acopla a uma grande cremalheira em forma de anel, com 120 cm de diâmetro, fixa ao redor do tambor misturador. Quando o motor é ligado, seu eixo gira com freqüência de 3 Hz. Nestas condições, o casco do misturador dá um giro completo em:

condições, o casco do misturador dá um giro completo em: a) 3 s. b) 5 s.

a) 3 s.

b) 5 s.

c) 6 s.

d) 8 s.

e) 9 s.

12) (PUCCAMP-2006) Em uma bicicleta o ciclista pedala na coroa e o movimento é transmitido à catraca pela corrente. A freqüência de giro da catraca é igual à da roda. Supondo os diâmetros da coroa, catraca e roda iguais, respectivamente, a 15 cm, 5,0 cm e 60 cm, a velocidade dessa bicicleta, em m/s, quando o ciclista gira a coroa a 80 rpm, tem módulo mais próximo de:

bicicleta, em m/s, quando o ciclista gira a coroa a 80 rpm, tem módulo mais próximo

a) 5.

b) 7.

c) 9.

d) 11.

e) 14.

13) (UNICAMP-2005) Em 1885, Michaux lançou o biciclo com uma roda dianteira diretamente acionada por pedais (Fig. A). Através do emprego da roda dentada, que já tinha sido concebida por Leonardo da Vinci, obteve-se melhor aproveitamento da força nos pedais (Fig. B). Considere que um ciclista consiga pedalar 40 voltas por minuto em ambas as bicicletas.

consiga pedalar 40 voltas por minuto em ambas as bicicletas. a) Qual a velocidade de translação

a) Qual a velocidade de translação do biciclo de Michaux para um diâmetro da roda de 1,20 m?

b) Qual a velocidade de translação para a bicicleta padrão aro 60 (Fig. B) ?

14) (UERJ-2004) Considere os pontos A, B e C, assinalados na bicicleta da figura adiante.

pontos A, B e C, assinalados na bicicleta da figura adiante. (MÁXIMO, Antônio & ALVARENGA, Beatriz.

(MÁXIMO, Antônio & ALVARENGA, Beatriz. Curso de Física. São Paulo: Harbra, 1992.)

A e B são pontos das duas engrenagens de transmissão e C é um ponto externo do aro da roda. A alternativa que corresponde à ordenação dos módulos das velocidades lineares V A , V B e V C dos pontos A, B e C, é

a) V B

< V A

< V C .

b) V A

< V B

= V C .

c) V A

= V B

< V C .

d) V A

= V B

= V C .

15) (PUCMOG-2003) A roda de um carro tem diâmetro de 60 cm e efetua 150 rotações por minuto (150rpm). A distância percorrida pelo carro em 10 s será, em centímetros, de:

a) 2000.π

b) 3000.π

c) 1800.π

d) 1500.π

e) 1000.π

16) (UFPI-2003) Uma partícula descreve um movimento circular uniforme de raio r = 1,0 m. No instante t = 0, sua velocidade v 0 e sua aceleração a 0 apontam nas direções indicadas na figura adiante. Dois segundos depois a partícula tem pela primeira vez velocidade v = - v 0 e aceleração a = a 0 . Os módulos de v 0 (em m/s) e de a 0 (em m/s ) são, respectivamente:

2

(em m/s) e de a 0 (em m/s ) são, respectivamente: 2 a) π /2, π

a) π/2, π 2 /2

b) π/4, π 2 /16

c) π/2, π 2 /4

d) π/4, π 2 /8

e) π/2, π 2

17) (UFJF-2002) No ato de manobrar seu carro para estacionar, uma motorista deixa um dos pneus raspar no meio fio. Com isso, uma pequena mancha branca fica no pneu. À noite, o carro está passando em frente a uma casa noturna iluminada por uma lâmpada estroboscópica com freqüência de 5Hz. Nessa situação, uma pessoa olha e tem a impressão de que o pneu com a mancha branca está girando como se o carro estivesse se movendo para trás, embora ele esteja deslocando-se para frente. Uma possível razão para isto é que a freqüência de rotação do pneu é

a) maior que 5 Hz e menor que 6 Hz.

b) maior que 4 Hz e menor que 5 Hz.

c) exatamente igual a 5 Hz.

d) maior que 10 Hz e menor que 11 Hz.

e) certamente maior que 5 Hz.

18) (UFJF-2002) Na figura a seguir, quando o ponteiro dos segundos do relógio está apontando para B, uma formiga parte do ponto A e se desloca com velocidade angular constante ω = 2.π rad/min, no sentido anti-horário. Ao completar uma volta, quantas vezes a formiga terá cruzado com o ponteiro dos segundos?

vezes a formiga terá cruzado com o ponteiro dos segundos? a) Zero b) Uma c) Duas

a) Zero

b) Uma

c) Duas

d) Três

e) π

RESPOSTAS

1) a) f = 1/30 Hz

6) E

7) D

13) a) 2,4 m/s

b) ω MOTOR )/ ω ESPETO

= 4

8) A

b) 3,0 m/s

9) C

14) C

10) D

15) D

2) 30 rad/s

11) B

16) C

12) B

17) B

3) D

18) C

4) D

5) A