Você está na página 1de 16

O CORAO

DELATOR
EDGAR ALLAN POE
EDGAR ALLAN POE
O objetivo desta
apresentao analisar o
conto o corao delator,
escrito em 1843, por Edgar
Allan Poe, sob a
perspectiva da literatura
fantstica.
Sobre o autor

Edgar Allan Poe,


em seus contos,
provoca o
sentimento de
estranheza e de
medo, a partir dos
temas evocados.
Sobre o autor

Ele normalmente escreve sobre


personagens doentios,
obsessivos, com vocao para o
crime e para a morte,
dominados por maldies
hereditrias, seres que oscilam
entre a loucura e a lucidez.
NARRADOR

O narrador do
conto um
narrador
personagem (em
1 pessoa)
tempo

A narrativa, no
incio, se
desenvolve no
presente, e,
posteriormente,
ele passa a ser
contada no
passado.
Personagem

Na histria, as
personagens so o
velho e o homem, que
est narrando o
conto, e ainda, os
policiais que vo
investigar o
desaparecimento do
velho.
Espao

Quase toda a
narrativa se
desenvolve na
casa que era do
velho.
ENREDO
ocorao delator, sem
sombra de dvidas, um dos
mais densos contos do autor.
Ele investiga a paranoia de
um homem.
O narrador diz que contar a
histria na qual defender sua
sanidade, mesmo confessando ter
assassinado um homem sua
motivao para tal no vem nem da
paixo nem do desejo pelas riquezas
do velho, mas sim do incontrolvel
temor que um dos olhos daquele
homem lhe provoca.
A paranoia e a culpa do narrador
tornaro inevitvel a sua confisso
e a polcia entra em cena como que
para dar-lhe a oportunidade de
autotraio. Quanto mais ele advoga
seu comportamento calmo, menos
escapa das batidas de seu prprio
corao, revelando o medo que ele
insiste em esconder e que, portanto,
confunde com as batidas do corao
do morto.
Por que literatura fantstica?

Tzvetan Todorov, em Introduo


literatura fantstica (2004),
define o fantstico como sendo
a hesitao experimentada por
um ser que s conhece as leis
naturais, em face de um
acontecimento aparentemente
sobrenatural.
Referncias bibliogrficas

POE, Edgar Allan. o corao delator. In


<http://pt.scribd.com/doc/54400178/12-
Coracao Denunciador-Edgar-A>.Acesso em
08/11/2016.
TODOROV, Tzvetan. Introduo literatura
fantstica. So Paulo: Perspectiva, 1975.
TELES, Hanny francis. A literatura fantstica
de edgar allan poe: histrias
extraordinrias. In
http://livros01.livrosgratis.com.br/ea000940.
pdf Acesso em 08/11/2016.
O
Fim!